Sie sind auf Seite 1von 2

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ

CENTRO DE CIÊNCIAS DA NATUREZA


DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA
DISCIPLINA: CÁLCULO II
PROFESSOR: KENNEDY

LISTA DE EXERCÍCIOS – DERIVADAS PARCIAIS

1) Calcule as derivadas parciais de primeira e segunda ordem de cada função:


a) f(x,y) = 3x4 – 5x2y3 + 4y2 b) z = Ln(3x – y3)
x y
c) f ( x, y )  d) f ( x, y )  x 2  y 2
x y
e) z  sen  x. y  f) f ( x, y )  e (3 x  y )
2

g) w = 3x2 + 4y5 – 3z3 + 3xyz2 h) z = Ln [cos(xy)]


i) w = 3.e(x.y+z) j) f(x,y) = 2sen(3x-2y)
k) z = x2y l) f(x,y) = Ln [cos(3x2-y3)]
m) f(x,y,z) = tg (x.y2 - z ) n) f(x,y) = ecos(x/y)
0) z = sen3(2xy2) p) z  Ln xy
q) f(x,y) = sen3x – cos2y r) f(x,y) = senx.cos(xy)

x x
p 
2) Sabendo que x = p.cosθ e y = p.senθ, determine .
y y
p 

3) A produção mensal de determinado produto por uma indústria é dada pela regra
P(q,r) = 2.340q + 750r + q2(r – 3) – r3 unidades, onde q representa o número de
operários e r o número de máquinas utilizados pela indústria. Atualmente, a indústria
apresenta 52 operários e 10 máquinas em atividades. Encontre a variação da produção
se mais 1(um) operário for contratado e o número de máquinas permanece constante.

1
4) O volume de um cone é representado pela fórmula V   .R 2 H . Sendo de 25 cm a
3
sua altura e 24 cm o diâmetro de sua base, como variará o volume deste cone se
acontecer um aumento de 0,4 cm na altura e uma diminuição de 0,3 cm no raio?

 .h 2
5) V  4d 2  h 2 representa o volume V de um cone circular, onde h é o
24
comprimento da geratriz e d o diâmetro da base.
a) Encontre a taxa de variação do volume em relação à geratriz se o diâmetro é mantido
constante com o valor de h = 16 cm, enquanto a geratriz d varia. Encontre essa taxa de
variação no instante em que d = 10 cm.
b) Suponha que o comprimento da geratriz permaneça constante com valor de h = 10
cm. Considerando que o valor do diâmetro varia, encontre a taxa de variação do volume
em relação ao diâmetro quando h = 16 cm.
6) A distribuição de temperatura T , no estado estacionário, em sólidos é descrita pela
equação de Laplace, ou seja,
 2T  2T  2T
   0 (Equação de Laplace)
x 2 y 2 z 2
Mostre que a função T ( x, y, z )  e 3 x  4 y cos5 z é solução da equação de Laplace.

7) Em praias, as ondas mostram um padrão regular de picos e depressões, de modo que


se tirarmos uma foto, num instante fixo, veremos um movimento vertical periódico no
espaço, em relação à distância. Por outro lado, se ficarmos num ponto fixo no mar,
sentiremos a subida e a descida da água com o passar das ondas, ou seja, veremos um
movimento vertical periódico no tempo. Em Física esta simetria é expressa em termos
da equação da onda unidimensional,

 2u 2  u
2
c , onde u  f ( x, t ) é a altura da onda, x é a variável distância, t a
t 2 x 2
variável tempo e c é a velocidade com a qual a ondas se propagam no meio. A equação
da onda a cima também descreve os modos de vibração de uma corda (ondas possíveis).
Mostre que as funções dadas são solução da equação da onda unidimensional.
a) f ( x, y)  sen( x  ct )  cos(2 x  2ct )
b) f ( x, y)  ln( 2 x  2ct )  tan( 2 x  2ct )

8) Variações num circuito elétrico – A voltagem em um circuito elétrico é dada por


V  RI e decai lentamente conforme a bateria descarrega. Ao mesmo tempo a
resistência vai aumentando à medida que o resistor esquenta. Use a equação

dV V dI V dR
  , para descobrir como a corrente está variando no instante em
dt I dt R dt
dR dV
que R=600 ohms, I=0,04 amp ,  0,5 ohms/s e  0,01 volts/s.
dt dt

dz dw
9) Utilize a Regra da Cadeia para encontrar ou .
dt dt
a ) z  x 2 y  xy 2 , x  2  t4, y  1 t3

b) z  x 2  y 2 , x  e 2t , y  e 2t

c) z  senx. cos y, x   .t , y  t

d ) z  x. ln( x  2 y ), x  sent , y  cos t

y
e) w  x.e z , x  t 2 , y  1  t , z  1  2t

f ) w  xy  yz 2 , x  e t , y  e t .sent , z  e t . cos t