Sie sind auf Seite 1von 7

Ministério da Educação

Universidade Federal da Integração Latino-Americana


Instituto Latino-Americano de Tecnologia, Infraestrutura e Território
Centro Interdisciplinar de Tecnologia e Infraestrutura
Engenharia Civil de Infraestrutura

SIMULAÇÃO DOS EFEITOS DINAMICOS DAS RAJADAS DE VENTO


(Analise das vibrações aleatórias)

YOSHIN EFRAIN CONTRERAS OSCCO

Professor: Prof. Dr. Ivan Gomez Araujo


Disciplina: Analise Aerodinamica

Foz do Iguaçu, PR
Junho de 2018
SUMÁRIO

1. DESCRIÇÃO DO PROBLEMA ....................................................................................................... 3

2. FORMULAÇÃO DO PROBLEMA ................................................................................................... 4

3. RESULTADOS ............................................................................................................................. 6

4. CONCLUSÕES ............................................................................................................................ 7

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ................................................................................................... 7

ii
OSCCO, Y. E. Trabalho pratico - Aerodinâmica

1. DESCRIÇÃO DO PROBLEMA
Considerar o seguinte sistema vibratório de 5 graus de liberdade (Figura 1) e assume-
se uma força aleatória, tipo ruído branco com um espectro plano.

Figura 1. Estrutura de 5 andares

Determinar a matriz de covariância da resposta.

A) Analiticamente
B) Através de uma simulação numérica usando excitações gaussianas
Considera-se na simulação

Dados do problema:
Massa dos pavimentos.

3
Rigidez dos pavimentos.

Amplitude da força.

Amortecimentos.

2. FORMULAÇÃO DO PROBLEMA
Para realizar a idealização da estrutura com um sistema de molas e massas, PAZ
(2012) salienta que deve-se cumprir as seguintes hipóteses: (1) a massa total da estrutura
deve concentrar-se nos níveis de cada andar; (2) as lajes são infinitamente rígidos quando
comparados com as colunas; e (3) a deformação da estrutura es independente das forças
axiais presentes nas colunas. Dessa forma, é válida o sistema molas massas, na sequencia
procede-se a realizar o diagrama de corpo livre para encontrar o equacionamento da matriz
de rigidez

Figura 2. Sistema equivalente (massa-mola) à estrutura

Agora procede-se a realizar o digrama de corpo livre para cada massa e igualar forças:

4
OSCCO, Y. E. Trabalho pratico - Aerodinâmica

Massa 1.

Massa 2.

Massa 3.

Massa 4.

Massa 5.

Portanto, a matriz global ficaria expressado da seguinte maneira.

5
A equação em forma matricial da estrutura seria.

3. RESULTADOS
Matriz de covariância obtido analiticamente
Aplicado o algoritmo em Matlab, o resultado foi o seguinte:

Matriz de covariância obtido a traves da simulação usando excitações gaussianas.


Para o caso do algoritmo utilizando a simulação o resultado é dado por:

A modo de observação, realizou-se a simulação variando o tempo máximo de


simulação.

6
OSCCO, Y. E. Trabalho pratico - Aerodinâmica

A seguir, apresenta-se a comparação do espectro teórico e simulado

4. CONCLUSÕES
Este trabalho permitiu concluir que:
• A matriz de covariância teoria e simulada apresentam uma variação pequena
em alguns modo, no entanto, em outros existe uma variação maior respeito à
primeira variação. Porém, considera-se aceitável a diferença.
• Observa-se a partir da variação do tempo máximo de simulação que não existe
um efeito considerável, sendo que o tempo de T=20000 dá resultados
aceitáveis.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
PAZ, Mario. Structural dynamics: theory and computation. Springer Science & Business
Media, 2012.