Sie sind auf Seite 1von 3

Matemática I

Capítulo 5
Capítulo 4
Números complexos
Sistemas lineares
1. (Insper/2014) A equação x3 – 3x2 + 7x – 5 = 0 possui uma
raiz real r e duas raízes complexas e não reais z1 e z 2.
O módulo do número complexo z1 é igual a:
ax + 4 y = a
2
1. (ESPM/2013) O sistema  em x e y, é possível
x + ay = −2 a) 2
e indeterminado se, e somente se: b) 5
a) a ≠ –2
c) 2 2
b) a ≠ 2
c) a = ± 2 d) 10
d) a = –2 e) 13
e) a = 2
2. (Uece/2014) Se x e y são números reais não nulos, pode-se
2. (UFRGS/2013) O sistema de equações
afirmar corretamente que o módulo do número complexo
x − iy
5x + 4 y + 2 = 0 z= é igual a
 x + iy
3x − 4 y − 18 = 0
a) 1
possui
a) nenhuma solução. b) 2
b) uma solução. c) x2 + y2
c) duas soluções.
d) | xy |
d) três soluções.
e) infinitas soluções.
3. (Mackenzie/2013) Em C o conjunto solução da equação
x +1 x x −1
3. (Enem/2013) Na aferição de um novo semáforo, os tempos 2x 2x 2x =x2 + 2x + 5 é:
são ajustados de modo que, em cada ciclo completo (verde- −1 −1 −1
amarelo-vermelho), a luz amarela permaneça acesa por
a) {2 + 2i, 2 – 2i}
5 segundos, e o tempo em que a luz verde permaneça acesa
2 b) {–1 – 4i, –1 + 4i}
igual a do tempo em que a luz vermelha fique acesa. c) {1 + 4i, 1 – 4i}
3
A luz verde fica acesa, em cada ciclo, durante X segundos e d) {–1 + 2i, –1 – 2i}
cada ciclo dura Y segundos. e) {2 – 2i, 1 + 2i}

Qual a expressão que representa a relação entre X e Y? 4. (EsPCEx (Aman)/2013) Sendo Z o conjugado do número
a) 5X – 3Y + 15 = 0 complexo Z e i a unidade imaginária, o número complexo Z
b) 5X – 2Y + 10 = 0
que satisfaz à condição Z + 2Z = 2 − Zi é:
c) 3X – 3Y + 15 = 0
a) z = 0 + 1i
d) 3X – 2Y + 15 = 0
e) 3X – 2Y + 10 = 0 b) z = 0 + 0i
c) z = 1 + 0i
2x + y = 5 d) z = 1 + i
4. (EsPCEx (Aman)/2011) Para que o sistema linear 
ax + 2y = b e) z = 1 - i
seja possível e indeterminado, o valor de a + b é:
a) –1
b) 4
c) 9
d) 14
e) 19

ensino
ensino médio médio 1
1 2º ano
2ª-série
3. (Esc. Naval/2012) Seja p a soma dos módulos das raízes da
equação x3 + 8 = 0 e q o módulo do número complexo
Capítulo 6
Z, tal que ZZ = 108 , onde Z é o conjugado de Z. Uma
representação trigonométrica do número complexo p + qi é:
Números complexos na forma  π π
a) 12  cos + i sen 
trigonométrica  3 3
 π π
n ⋅ (n − 1) n ⋅ (3 − n) ⋅ i b) 20  cos + i sen 
1. (Puc-SP/2012) Seja Sn = + , em que  3 3
2 2
n ∈ N* e i é a unidade imaginária, a expressão da soma dos c) 12  cos π + i sen π 
n primeiros termos de uma progressão aritmética. Se an é o  6 6

enésimo termo dessa progressão aritmética, então a forma  π π


d) 20 2  cos + i sen 
 6 6
trigonométrica da diferença a15 – a16 é:
 π π
e) 10  cos + i sen 
3π 3π 
a) 2 2  cos + i ⋅ sen   3 3
 4 4 
4. (G1 – CFTMG/2011) A medida do argumento dos números
5π 5π 
b) 2 2  cos + i ⋅ sen  complexos z = x + yi pertencentes à reta y = x, em radianos, é:
 4 4  π 5π
a) ou
4 4
c) 2 2  cos 7π + i ⋅ sen 7π  π 3π
 4 4  b) ou
2 2
 5π 3π  π π
d) 2  cos + i ⋅ sen  c) − ou
 4 4  4 4
π 4π
 3π 3π  d) ou
e) 2  cos + i ⋅ sen  3 3
 4 4 

2. (UFSM/2012) Observe a vista aérea do planetário e a


representação, no plano Argand-Gauss, dos números Capítulo 7
complexos z1, z2, ..., z12, obtida pela divisão do círculo de
raio 14 em 12 partes iguais.
Polinômios
Reprodução/UFSM 2013

y
1. (Unesp/2014) Sabe-se que, na equação x3 + 4x2 + x – 6 = 0,
z5 z4 uma das raízes é igual à soma das outras duas. O conjunto
z3
z6 solução (S) desta equação é:
z2
a) S = {– 3, – 2, – 1}
z7
z1 b) S = {– 3, – 2, + 1}
z8 x
c) S = {+ 1, + 2, + 3}
z9 z12 d) S = {– 1, + 2, + 3}
z10 z11
e) S = {– 2, + 1, + 3}

2. (Unesp/2014) O polinômio P(x) = ax3 + 2x + b é divisível


Considere as seguintes informações: por x – 2 e, quando divisível por x + 3, deixa resto – 45.
I. z2 = 7 3 + 14i Nessas condições, os valores de a e b, respectivamente, são
a) 1 e 4.
II. z11 = z3 b) 1 e 12.
III. z5 = z 4 ⋅ z11 c) –1 e 12.
d) 2 e 16.
e) 1 e –12.
Está(ão) correta(s):
a) apenas I. 3. (Puc-RJ/2014) Sabendo que 1 é raiz do polinômio
p(x) = 2x3 – ax2 – 2x, podemos afirmar que p(x) é igual a:
b) apenas II.
a) 2x2 (x – 2 )
c) apenas III. b) 2x(x –1) (x + 1)
d) apenas I e II. c) 2x (x2 – 2)
d) x (x – 1) (x + 1)
e) apenas II e III. e) x (2x2 – 2x – 1)

ensino
ensino médio médio 2
2 2º ano
2ª-série
4. (Puc-RS/2014) A representação gráfica da função dada por
y = f(x) = ax2 + bx + c, sendo a ≠ 0, intercepta o eixo das
abscissas no ponto em que x = 2. Então, o resto da divisão
de f(x) por x – 2 é
a) –2
b) 0
c) 2
d) –c
e) c

Capítulos 8 e 9

Equações algébricas I e II

1. (Uece/2014) A interseção do gráfico da função f:  → ,


definida por f(x) = x3 – 3x2 – 6x + 8, com o eixo dos x (eixo
horizontal no sistema de coordenadas cartesiano usual), são
pontos da forma (x, 0). Os valores de x correspondentes a
tais pontos estão no intervalo:

a)  −π, 10 

b)  − 2, 19 

c )  − 5 , π + 1

d)  − 6 , π 

2. (Mackenzie/2014) Se α, b e g são as raízes da equação


x3 + x2 + px + q = 0, onde p e q são coeficientes reais e
α = 1 – 2i é uma das raízes dessa equação, então α ⋅ b ⋅ g
é igual a:
a) 15
b) 9
c) – 15
d) – 12
e) – 9

3. (FGV/2014) O número 1 é raiz de multiplicidade 2 da equação


polinomial x4 – 2x3 – 3x2 + ax + b = 0. O produto a · b é igual a:
a) –8
b) –4
c) –32
d) 16
e) –64

4. (EsPCEx (Aman)/2014) Dado o polinômio q(x) que satisfaz


a equação x3 + ax2 – x + b = (x – 1) · q(x) e sabendo que
1 e 2 são raízes da equação x3 + ax2 – x + b = 0, determine
o intervalo no qual q(x) ≤ 0:
a) [–5, –4]
b) [–3, –2]
c) [–1, 2]
d) [3, 5]
e) [6, 7]

ensino
ensino médio médio 3
3 2º ano
2ª-série