Sie sind auf Seite 1von 8

Segunda aula de Imunologia

- qual é a célula do sangue que atua contra áscaris?

R- eosinófilo!

O sistema imune é divido em sistema imune inato e adaptivo. O sistema imune


inato é a primeira barreira contra infecção e inflamação.

- qual é a diferença entre infecção e inflamação?

-Toda inflamação é infecção? Não.

- e toda infecção é inflamação? Sim.

A inflamação é quando o sistema imune reage. Podemos reagir contra um patógeno,


que é uma infecção. Ex: a infecção leva a uma inflamação, mas uma inflamação não
leva necessariamente a uma infecção. O sistema imune inato é composto pela barreira
e pelas células do sistema imune. Existem duas células no sistema imune adaptativo-

Linfócito b e t

- marque a alternativa que contem as células do sistema imune adaptativo

() linfócito t e b

O linfócito t se divide em dois: CD4 e CD8

Existem linfócitos descobertos recentemente que não são do sistema imune


adaptativo, mas sim do sistema imune inato.

Imunidade inata: presente desde antes do nascimento

Qual o maior perigo das pessoas que sofrem queimadura de grande extensão? R: Que
adquiram infecção, uma vez que uma parte se sua resposta imune inata está
comprometida.

A pele e a mucosa são importantes, porque a célula secreta antígenos antimicrobianos.


Mucosas. Nosso trato respiratório tem cílios. O muco ajuda a bactéria a não aderir, e
também no processo de expelir. O trato gastrointestinal tem-se a saliva, importante
para o combate principalmente pela presença de enzimas que trabalham na
degradação. Ph do estomago, já que é acido, mata a maioria dos microrganismos.
Também se tem bactérias comensais que impedem a multiplicação de bactérias
patogênicas, e ensina-se nosso sistema imune a ter tolerância; alguns fatores de risco
para alergia é o parto cesariana, uma vez que a criança não é colonizada, sua
tolerância inicial é demorada para ser adquirida. As bactérias comensais quebram
algumas vitaminas que facilitam a nossa absorção.

Trato geniturinário- Ph inibe o crescimento bacteriano, e possuem células fagocitárias.

-a vacina da influenza impede a forma grave da infecção e a morte. Muita vezes o


individuo morre por causa da infecção secundaria.
Quais são as características do sistema imune inato? Presente desde o nascimento,
não é especializado para um antígeno, não tem memória, componentes humorais
(proteínas que causam inflamação, citocinas) , e celular (neutrófilo, eosinófilo,
basófilo).

Células do sistema imune inato:

- neutrófilo, basófilo, eosinófilo, tem-se uma célula chamada natural killer, monócito,
célula dendrítica, e célula natural killer t.

Neutrófilos: faz parte das células do sangue, bastante grnulos citoplasmáticos, núcleo
segmentado.

Como é o mecanismo de destruição dessas células? Faz fagocitose, seu novo


mecanismo é o NET( neutrófilo extracelular trap) ele faz uma projeção de seu núcleo
para agarrar o microorganismo, e neutraliza-o, no deixa entrar na célula nem se
multiplicar.

- os neutrófilos são importantes contra quem? Quando tenho bactérias extracelulares


e fungos. Dura de quatro a oito horas e no tecido e pode ficar ate cinco dias

Os neutrófilos passam do sangue para o tecido, e essa passagem é chamada de


diapedese.

Eosinófilo

- presentes de 2 a 4% na corrente sanguínea.

- pessoas alérgicas tem uma porcentagem maior assim como pessoas que tem infecção
por helmintos.

- como os eosinófilos agem? Primeiramente, eles precisam de um anticorpo.

- eosinófilo tem um granulo mais grosso que um neutrófilo e seu núcleo é bilobular

- mecanismo de ação: eosinófilo se liga no anticorpo (igE) e sabe que deve desgranular

- não tem poder de fagocitose

- age em casos de alergia e infecção por helmintos.

Basófilos

- estão presentes em menos de 1%, e geralmente não se olha no hemograma.

- também esta ligado a processos alérgicos, destruição de helmintos, mas não tem um
papel fundamental.

- não se consegue observar núcleos devido o excesso de grânulos. Mas é bi ou


trilobular, mas dá pra ver o contorno do citoplasma e grânulos espessos.
-por que coçamos a cabeça em casos de piolho? Quando o parasita se alimenta do
sangue, também coloca proteínas e faz com que as células desgranulam e faz com que
a pessoa coce.

Mastócitos

- amiga do alérgico.

- não está presente na corrente sanguínea, assim como as células dendríticas e nk


(natural killer) também não estão presentes, já que são encontradas no tecido

- se liga ao anticorpo IGE e ao alérgico (pelo que eu entendi, o anticorpo igE se ligará
primeiro ao antígeno, e depois o mastócito se ligará ao igE)

- Após o mastócito se ligar ao IgE, ocorrerá desgranulação e posterior formação de


histamina, causando vasodilatação. Consequentemente haverá vermelhidão.

- age nas primeiras horas.

- nas primeiras etapas do processo alérgico na pele e mucosas terá participação de


mastócitos.

Obs: Quando o monócito sai da corrente sanguínea para o tecido é chamado de


macrófago. Os macrófagos que forem no fígado são chamados de célula de Kupffer, e
no sistema nervoso central é a micróglia. Sua principal função é fagocitose,
principalmente microrganismos extracelulares.

O macrófago tem uma linhagem inflamatória, ou a anti-inflamatória.

- monócito ou macrófago tem linhagem inflamatória (pro inflamatória) e anti-


inflamatória, que reparará o tecido e fará a angiogênese (formação de novos vasos
sanguíneos). O câncer libera citocinas que faz com que o macrófago trabalhe para o
tumor;

- tem-se a célula de Kupffer, no fígado, o osteoclasto, no osso, macrófagos intestinais e


esplênicos, eles sofrem uma especialização

Kupffer- elimina toxina

Prova: é importante que vocês entendam a diferença de monócito para macrófago e


transformação de m1 para m2 (não ouvi no áudio ela explicando m1 e m2)

Células Dendríticas

- são responsáveis por fagocitar o patógeno e transportá-lo ao linfócito

É apelidada como “célula fofoqueira”

- convencional: sua principal função é ativar o sistema imune adaptativo, induzem as


células a entrar em um estado antiviral, por meio de interferons.

- qual a diferença entre hiv e aids?


Se eu tenho hiv, sou portador do vírus, não necessariamente tenho a doença- aids. A
pessoa que adquire o vírus precisa de 4 a 10 anos pra manifestar. Existem pessoas de
ate 20 anos não ficam doentes, devido a grande secreção de interferons, os quais
induzem um estado antiviral.

Linfócito b e t

- marque a alternativa que contem as células do sistema imune adaptativo

() linfócito t e b

O linfócito t se divide em dois: CD4 e CD8

Existem linfócitos descobertos recentemente que não são do sistema imune


adaptativo, mas sim do sistema imune inato.

Imunidade inata: presente desde antes do nascimento

Qual o maior perigo das pessoas que sofrem queimadura de grande extensão? R: Que
adquiram infecção, uma vez que uma parte se sua resposta imune inata está
comprometida.

-deve-se ficar atento para as nomenclaturas, uma vez que existem linfócitos tanto
inatos quanto adaptativos. Caso tenha-se referido linfócitos b é uma célula adaptativa,
com características do sistema imune adaptativo.

-caso se mencione linfócito b2, linfócito b natural, linfócito b marginal, trata-se do


inato (sempre vem com codinome).

- linfócito b adaptativo precisa ser estimulado por uma proteína, e só vai produzir o
anticorpo de o linfócito t mandar.

- helmintos: igE secreções : igA

- os linfócitos possuem característica de memoria.

- Os linfócitos TCD4- helper e TCD8 -citoxico compõe o sistema imune adaptativo.


Quem produzirá anticorpo? Linfócito b

- tais células ficam concentradas nos órgãos linfoides, com o intuito de potencializar a
resposta imune.

Imunidade inata- não se faz somente por células, mas também por tecidos. O principal
componente da imunidade inata é a pele. A pessoa que sofre queimadura abre espaço
para infecção.

- temos vários tipos de linfócitos inatos capazes de matar microorganismos antes de


entrar. Toda nossa mucosa é povoada por microrganismo.
Complemento

Mucosa

- povoado por microrganismo boca, trato gastrointestinal trato geniturinário.

Trato respiratório- presença de cílios, os quais retêm microrganismos. Existem


determinados patógenos que atuam nos cílios e os destroem, facilitando uma segunda
infecção.

- as bactérias comensais ajudam a combater outras bactérias patógenas

- têm-se células fagocíticas.

O trato gastrointestinal

-primeiramente há presença de saliva com enzimas, as quais são responsáveis pela


primeira digestão. A tentativa de umidificação causam fissuras. Além disso, no trato
gastrointestinal encontramos um Ph baixo que dificulta sobrevivência de
microrganismo, exceto rotavirus.

Trato geniturinário

Também temos o Ph que pode mudar, se ele alcaliniza ficamos sujeitos a infecções,
assim como o excesso de acidez. É importante ressaltar que a resposta imune inata
não muda conforme microrganismo. Quais as características do sistema imune inato? É
presente desde o nascimento, quanto mais semanas o feto tem, maior o
desenvolvimento do sistema imune inato. Logo, o inicio da gravidez apresenta maiores
riscos imunológicos.

- a imunidade inata não varia o numero de intensidade conforme o numero de


infecções.

- não tem memoria, possui componentes celulares e humorais (proteínas


inflamatórias).

Células do sistema imune inato

Neutrófilo- poliformonucleados, alguns têm mais de três segmentos. Quando há


infecção por bactéria, a medula óssea produz neutrófilo, e quando produzido em
excesso, neutrófilo jovem e imaturo indica infecções.

Mecanismos de destruição de neutrófilos

- ficam na corrente sanguínea, e se ligam a receptores, se movimentando do sangue


para os tecidos , em um processo chamado de diapedese.

- atuam contra infecções agudas, bactérias e fungos.


- neutrófilo mata as bactérias pela fagocitose, formando o fagossoma que se fundira
com o lisossomo, também podendo se desgranular, e o ultimo mecanismo é a projeção
de sua cromatina que neutralizará a bactéria, a partir da exteriorização do seu
cromossomo. Esse fenômeno é chamado de net- neutrófilo extracelular trap

Eosinófilo

-poliformonucleado, em geral aparece com dois segmentos, é mais eosinófilo, e seu


granulo é maior em relação ao neutrófilo.

- uma pessoa normal possui de 3 a 5 por cento de eosinófilos. Em casos de alergia


crônica, haverá 8 por cento, 9 por cento. A pessoa que tem infecção por helminto
também apresenta uma porcentagem maior.

- os helmintos são grandes e não podem ser fagocitados. Por isso, o receptor igE se liga
no helminto, e em seguida vem o eosinófilo e se liga no receptor igE, logo em seguida
haverá desgranulação, fazendo com que o helminto morra por lise.

Basófilo

- é uma célula pouco conhecida, e sua população é bastante baixa, correspondendo a


0,8% e 0,9%. Em geral, tem núcleo trilobulado, atua em casos de alergia e helmintos,
não são atores principais, são secundários e ajudam os eosinófilos. Seu mecanismo de
destruição é igual.

Além de parasitas e alérgicos podem atuar em dermatites, em casos de piolhos-


ectoparasitas, a saliva do piolho ativa os basófilos e por isso há coceira devido ao
processo de desgranulação do basófilo.

Mastócito

- não é encontrado no sangue, mas sim na pele e mucosa, por isso é questão de prova,
já que sai da medula óssea, vai para os tecidos e os vasos linfáticos.

- quando pensamos em mastócitos, pensamos em alergia. É a célula que mais produz


histamina

- o mastócito produz mais histamina, principal substancia responsável pela


característica da alergia.

Monócito

-pode receber vários nomes, podendo ser monócito e macrófago sendo que o
monócito esta no sangue e o macrófago no tecido, recebendo nomes diversos
dependendo dos tecidos.
- entra no time dos mononucleares. Uma de suas principais funçoes para fagocitar e
apresentar o antígeno ao linfócito t.

- tem-se macrófago anti-inflamatório e o macrófago inflamatório

- o inflamatório atuara na defesa contra bactéria, libera citocina e estimula a


inflamação.

Anti-inflamatório- vem depois da inflamação que acabará restaurando o tecido,


proliferando as células do tecido, e colaborando com a angiogenese, ou seja, formação
de vários vasos.

- alguns tumores utilizam o macrófago a seu favor, colaborando com a proliferação de


vasos sanguíneos. São capazes de liberar citocinas atiinflamatorios, suprimindo a
resposta inflamatória.

- Dependo do tecido que o macrófago estiver, ele se especializa, como células de


kuppler, no fígado. Micróglia no tecido nervoso central, osteoplasto que fará a
reabsorção óssea, macrófago do pulmão alveolar, que ama fagocitar poeira, bolor.

Células dendríticas

- leva os antígenos ate os linfócitos. “célula fofoqueira”

- presente nos tecidos, fagocita bactéria, vai ate o linfonodo mais próximo, e apresenta
o antígeno ao linfócito t , que sofrera expansão clonal e irá ate o local de infecção

- célula dentritica plasmocitoide liberará o interferon, que possui importante atividade


antiviral nas células.

- diferença entre hiv e aids: Adquiro o vírus hiv , logo apenas sou portador. Caso eu
adoeço por causa disso, tenho aids.

- as pessoas que contem maior quantidade de células adaptativas que melhor


conduzem a infecção viral.

Linfócitos

- células do sistema imune adaptativo

- linfócito b produz anticorpo e linfócito t orquestra a resposta imune.

- existe linfócito b tanto inato quanto adaptativo

NOMENCLATURAS

Adaptativo: linfócito B

Linfócito b inato: natural, linfócito b2, inato, linfócito marginal, poderá cair na prova!
- quais são as diferenças? Prova!

- o linfócito b adaptativo se liga a proteína, e só produz anticorpo de o linfócito t


mandar, produz anticorpos de vida longa, com diversidade e especificidade, é também
chamado de “T-dependente ”

- os linfócitos b inatos se ligam a polissacarídeos e lipídeos, e não precisa esperar a


ordem do linfócito t, pois já produzem anticorpo igM que tem baixa especificidade e
de vida curta.

- o linfócito t comandará a ação do linfócito b adaptativo, que se diferenciará e


produzira anticorpo, demorando 7 dias enquanto o linfócito b inato na primeira
infecção produzira anticorpos.

- em uma segunda infecção, o linfócito b adaptativo vai ser ativado mais rápido, já que
tem célula de memora, em cerca de 3 dias já atuara, sendo um pico bem maior.
Clinicamente, ou o individuo não vai ficar doente, mas caso fique terá uma doença
branda.

- o linfócito t tem adaptativos e inatos.

Linfócito t inato

Linfócitos nk (natural killer) são estudados há mais tempo, e matam outras células
cancerígenas ou infectada por vírus ou bactérias, jogam citocinas que inativam a célula
e pode leva-la a morte por perfuração de membrana.

Há também linfócito t gama delta, nk3- presentes na pele da mucosa, e se ligam ao


patógeno e matam eles. É uma célula recente.

Linfócito t Adaptativo

Cd4- patente maior do exercito. Ele não mata a bacteria, mas sim orquestra a resposta
do sistema imune. O linfócito é incapaz de matar uma bactéria por contato direto.

- resposta diferente a diferentes patógenos

- o vírus hiv mata o linfócito t cd4, tao importante que o individuo é incapaz de dar
resposta efetiva contra patógenas

Linfócito TCD8- matará as células, tem contato direto com a célula infectada.

Linfócito regulatório- caso a inflamação seja muito grande e causa lesão no tecido, por
isso linfócito t regulatório suprimirá a resposta imune.