Sie sind auf Seite 1von 12

Das paredes das cavernas...

... aos muros grafitados.

O costume de se expressar graficamente é uma manifestação que


tem sua origem na necessidade de comunicação social.

Pintura Mural – Um muro em uma rua em


Pintura Rupestre - Parque Nacional Serra da uma cidade do RJ - 2010
Capivara , Estado do Piauí. 10000 AC
As representações gráficas trazem mensagens com significados que só serão
plenamente compreendidos dentro do contexto social dos grupos que as
produziram.

Pintura Rupestre - Parque Nacional Serra da Capivara , localizado no sudeste do Estado do Piauí.

Tendo sido pintada há mais de 10.000 anos, a cena acima ainda cumpre com
eficiência sua função comunicadora. Apesar de sua completa significação estar
perdida para nós, por nada sabemos sobre os códigos sociais pertencentes ao
grupo naquele período , é fato inegável que a pintura rupestre continua
contando a história do povo que ocupou este espaço naquele tempo.
Como já visto, a prática de decorar paredes com imagens remonta à Pré-
História. Esse costume irá acompanhar a jornada de evolução das
expressões culturais humanas, se mostrando presente em diversas
civilizações.
Marcará presença : nas câmaras mortuárias egípcias (dentro das pirâmides).

Faraó Quéops da quarta dinastia, cujo reinado se estendeu de 2551 a 2528 a.C..
construiu para ser sua tumba, a grande piramide, em Guizé.
Marcará presença: na Grécia antiga, com
requintes de técnica e grafismo em mosaicos
e afrescos( pigmento é aplicado diretamente
no reboco ainda úmido) a ornamentação
palacianas e principalmente nas tumbas..

Afresco do Palácio de Knossos, Arte minoica


ou arte da antiga Creta desenvolveu-se entre
3.000 e 1.100 a.C.

Mosaico século IV a.C.

Afresco em Paestum, com cena de banquete, século V a.C.


Marcará presença: na Roma antiga, em pinturas
murais decorativas.
Roma desde sua origem foi uma ávida consumidora e
produtora de arte. Iniciando sua história sob o domínio
Etrusco, desenvolveu uma arte a qual era por sua vez
uma derivação da arte grega arcaica.
Assim que conquistou sua independência entrou em
contato direto com a cultura grega clássico helenista,
passando a assimilar seus princípios em todos os
campos artísticos, inclusive na pintura.

Afrescos da Vila Farnesina, 19 a.C.

Bodas de Zéfiro e Cloris, Casa de Naviglio, Pompéia, por volta do ano 45 d.c
Marcará presença Os mosaicos dos palácios e igrejas do inicio do Cristianismo,
no Império Romano do Oriente (Império Bizantino)

Basílica de São Apolinário, Ravena, séc. VI.


Teodora, mulher de Justiniano e imperatriz de Constantinopla.
Mosaico bizantino da Igreja de San Vitale, em Ravena, Itália atual.
Os mosaicos tinham o objetivo de
Detalhe de mosaico bizantino envolver o fiel em um clima de
(547-548) da Igreja de San Vitale, religiosidade e de tornar as passagens
em Ravena, Itália, que mostra bíblicas conhecidas mesmo por aqueles
Justiniano, imperador do Império que não sabiam ler.
romano do Oriente (círculo de luz)
em torno de sua cabeça era uma
forma de representação que
reforçava a crença bizantina na
divindade do imperador
Marcará presença : nas pinturas murais das igrejas da Idade Média. A Igreja
Católica assume neste período um papel de extrema importância filtrando todas as
produções científicas e culturais, fazendo com que muitas obras artísticas tenham
temática religiosa

Isaac rejeita Esaú, Basílica de São Francisco de Assis.


entre 1296 e 1304 - Gioto
Gioto- Devido ao alto grau de inovação de seu trabalho, é
considerado o introdutor da perspectiva na pintura da época.
Considerado o precursor da pintura renascentista. Ele é tido
como um elo entre o renascimento e a pintura medieval e a
bizantina.A característica principal do seu trabalho é a
identificação da figura dos santos como seres humanos de
aparência comum. Esses santos com ar humanizado eram os
A Lamentação, na Capella degli Strovegni, criada
mais importantes das cenas que pintava, ocupando sempre
entre 1303 e 1310 - Giotto
posição de destaque na pintura. Assim, a pintura de Giotto vem
ao encontro de uma visão humanista do mundo, que vai cada
vez mais se firmando até ao Renascimento.
Marcará presença : No renascimento, grandes artistas da época realizaram muitos
murais, utilizando preferencialmente a técnica do afresco, na qual a tinta é aplicada sobre
o reboco úmido das paredes

O auge do Muralismo ocorreu no Renascimento (seculo XVI).

A Última Ceia , 1495-1497- Leonardo da Vinci


É um dos maiores bens conhecidos e estimados do mundo.
Ao contrário de muitas pinturas valiosas, nunca foi possuída
particularmente porque não pode ser removida do seu local de
O Juízo Fina entre 1535 e 1541
origem, já que esta pintada sobre a parede do refeitorio do
Capela Sistina- Michelangelo convento de Santa Maria delle Grazie em Milão
Após o Renascimento, com o interesse progressivo por tapeçarias e vitrais para uso
na decoração de interiores, a pintura mural entrou em decadência no Ocidente.

No século XX, a pintura mural ressurgiu, com


todo vigor, em três fases principais: um
gênero mais expressionista e abstrato que
surgiu a partir de grupos cubistas e
fauvistas, em Paris, e se manifestou nos
trabalhos de Picasso, Matisse, Léger, Miró
e Chagal.

Guernica é um painel pintado por Pablo


Picasso em 1937.
A pintura foi feita com o uso das cores preto
e branco - algo que demonstrava o
Matisse - arte mural no teto, piso e paredes-
sentimento de repúdio do artista ao
Lining Arts bombardeio da cidade espanhola.
Diego Rivera - Anfiteatro Bolívar Mosaico, redação e oficinas do jornal "O Estado de S.
Escola Nacional Preparatória. México (1922 -1923) Paulo"- Brasi l- Di Cavalcante 1954

Desbravamento da Mata, Obra executada para decorar


a Fundação Hispânica da Biblioteca do Congresso,
Washington, Pintura mural a têmpera .
Brasil- PORTINARI , .1941
No Brasil, o mais importante pintor de murais foi
Cândido Portinari. Ele fez painéis para o antigo prédio
do Ministério da Educação e Saúde, no Rio de Janeiro,
e, mais tarde, para a sede da ONU, em Nova York.
O Grafite é uma arte dos muros, tapumes, etc...
Manifesta-se nos espaços públicos, externos e
urbanos. Tem por características: traços
fortes, marcantes e personalizados. Quas
sempre feitos por artista desconhecidos nos
meios cultos, os trabalhos são manifestações
repletas de mensagens e significados sociais,
estando à disposição dos olhares de quem
passa pelas ruas.
Grafia é a escrita. Nas artes plásticas, a palavra grafite, ou graffito (em italiano), significa marca ou
inscrição feita em um muro. Nome dado às inscrições feitas em paredes desde o Império Romano.
Grafismo, por sua vez, é a maneira de traçar linhas e curvas sob um ponto de vista estético.

Diferentemente das pinturas


Diferente
Grafite, da expressão
os rabiscos e manchas
artística rica
que caracterizam em
as pinturas
questionamentos
chamadas por Pichações,que
e parecem querer espalhar
da arte do grafite, os
mensagens de revolta, aumentar
g
aparecem
poluição visual e transgredir
querer somente o
fazerdoruído
limite alheio.e
aumentar a
poluição visual urbana.
Material livre uso para fins didático pedagógicos.

Claudia FG
http://www.trabalhandoarte.org