Sie sind auf Seite 1von 16

INSTITUTO FEDERAL DO PARÁ

CURSO TÉCNICO EM DESIGN DE INTERIORES

PABLO ARIEL DA COSTA FERNANDEZ

ÉTICA PROFISSIONAL
(TÉCNICO EM DESIGN DE INTERIORES)

BELÉM - PARÁ
2018
SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO ................................................................................................ 12
2.1. SOBRE O TEMA I ................................... ERROR! BOOKMARK NOT DEFINED.
2.2. SOBRE O TEMA II .................................. ERROR! BOOKMARK NOT DEFINED.
2.3. CONCEITOS DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE ................................. 16
2.3.1. Importância de uma Interface de Software com Qualidade ....................... 16
2.3.2. Principais Conceitos para o Desenvolvimento de Interfaces .................... 16
2.3.3. Recursos Utilizados no Projeto de Interfaces ............................................ 16
2.3.4. Conceitos Iniciais de Orientação a Objetos ................................................ 16
2.3.5. O Uso de Linguagem Orientada a Objetos para Desenvolvimento de
Software ................................................................................................................... 16
2.3.6. Fundamentos de Desenvolvimento Baseado em Engenharia de
Software ................................................................................................................... 16
2.3.7. A Importância da Modelagem de Software .................................................. 16

3. METODOLOGIA ................................................................................................... 17
3.1. LEVANTAMENTO DOS REQUISITOS DO SISTEMA ........................................ 17
3.2. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS ........................................................... 17
3.3. FERRAMENTAS UTILIZADAS ........................................................................... 17

4. ANÁLISE DOS RESULTADOS ............................................................................. 18


4.1. ESPECIFICAÇÃO DO SOFTWARE ................................................................... 18
4.2. ANÁLISE DOS PROBLEMAS DO SOFTWARE ANTIGO E AS SOLUÇÕES
IMPLEMENTADAS (CASO HOUVER) ...................................................................... 18
4.3. MODELAGEM DO DIAGRAMA DE CASOS DE USO ........................................ 18
4.4. MODELAGEM DO DIAGRAMA DE CLASSES .................................................. 18
4.5. A IMPLEMENTAÇÃO DO SOFTWARE .............................................................. 18
4.6. DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SISTEMA ........................................ 18

5. PESQUISA AVALIATIVA PARA IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA .......................... 19

6. CONSIDERAÇÕES FINAIS .................................................................................. 21

7. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ..................................................................... 22


ANEXOS OU APÊNDICE ......................................................................................... 23
12

1. INTRODUÇÃO

A importância de entender os valores que norteiam as atitudes humanas, tal


qual como algumas virtudes que poderão ser alcançadas, é crucial para que um
profissional ou uma empresa possa progredir de maneira organizada, principalmente
no século atual, o qual se percebe uma indecisão moral. A conduta ética torna-se
importante em toda a sociedade. Sabe-se que não há como separar a ideia do ser que
vive em sociedade, da ideia da sociedade de negócios.

Em relação a profissão do Técnico em Design de Interiores, a ética tanto por


parte do Designer quanto do cliente é fulcral em situações que envolvem ou poderão
envolver mal entendimentos, prazos, plágios, etc. Além disso, o conjunto dessas
atitudes reflexivas devem ser analisados visando um cumprimento dos códigos de
ética que irão, não somente fiscalizar certas atitudes, como também desenvolver a
capacitação do profissional.
13

2. A ÉTICA E A SUA CONCEPÇÃO

2.1 Conceitos iniciais

Na obra A República, o filósofo Platão descreve um diálogo entre seu mestre e


seu irmão, Glauco, no qual refletem sobre questões éticas. Para demonstrar que a
reflexão é importante na justiça, Glauco conta a história de um pastor chamado Giges,
que encontra por acaso uma caverna onde jaz um cadáver que usava um anel.
Quando o personagem enfia o anel no próprio dedo, descobre que esse o torna
invisível. Sem ninguém para monitorar seu comportamento, Giges passa a praticar
más ações, seduz a rainha, mata o rei e toma o poder do reino. O irmão de Platão, ao
contar tal história, pretende levantar um raciocínio a respeito da injustiça por parte do
homem e da importância da ética para a vida.

Esse determinado questionamento surge na Grécia antiga do século IV a.C


com o filósofo Sócrates que tinha uma concepção primordial de ética com o objetivo
de preparar o homem para conhecer-se, tendo em vista que o conhecimento é a base
do agir ético. Ao contrário de fomentar a desordem e o caos, a filosofia de Sócrates
prima pela submissão, ou seja, pelo primado da ética do coletivo sobre a ética do
individual, no caso da história contada, Giges age em prol dos seus próprios prazeres.
Neste sentido, para esse pensador, a obediência à lei era o limite entre a civilização e
a barbárie. Segundo ele, onde residem as ideias de ordem e coesão, pode-se dizer
garantida a existência e manutenção do corpo social. Trata-se da ética do respeito às
leis, e, portanto, à coletividade.

Seguido por seu discípulo Platão, e de Aristóteles, aluno do segundo, a


concepção que ambos adotam para a ética se difere de alguns pontos entre si, Platão
afirma que a ética está relacionada com a filosofia política e que esta deve levar o
homem a um estado ideal utópico, o segundo declarava que a ética está justamente
ligada à busca da felicidade. Ambos serviriam de base para o que viria posteriormente
na filosofia moderna.
14

Sendo assim, após um consenso entre pesquisadores a respeito sobre o


conceito da palavra, “Ética pode ser entendida como uma reflexão sobre
comportamentos humanos, de uma maneira diferente do que fazem os filósofos,
psicólogos, os sociólogos, os biólogos ou outros estudiosos do comportamento
humano” (VALLS, 2006)

No cotidiano, muitos desses “comportamentos humanos” são problemas


tratados de diferentes pontos de vista. Além disso, ética não é um conjunto de
regulamentos prontos e definitivos que podem ser consultados quando temos que
decidir sobre alguma conduta. Também não é algo que pertence à nossa natureza:
não há uma “natureza humana” que defina o que é bom ou mau, antes da reflexão.
Tudo isso depende do conjunto de regras pertinentes a moral de um grupo social. Vale
lembrar que as pessoas mudam, assim como os conceitos, os valores e as culturas
se modificam com o tempo.

2.2 A Ética na atualidade


15
16

2.3. CONCEITOS DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

2.3.1. Importância de uma Interface de Software com Qualidade

2.3.2. Principais Conceitos para o Desenvolvimento de Interfaces

2.3.3. Recursos Utilizados no Projeto de Interfaces

2.3.4. Conceitos Iniciais de Orientação a Objetos

2.3.5. O Uso de Linguagem Orientada a Objetos para Desenvolvimento de


Software

2.3.6. Fundamentos de Desenvolvimento Baseado em Engenharia de Software

2.3.7. A Importância da Modelagem de Software


17

3. METODOLOGIA

3.1. LEVANTAMENTO DOS REQUISITOS DO SISTEMA

3.2. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

3.3. FERRAMENTAS UTILIZADAS


18

4. ANÁLISE DOS RESULTADOS

4.1. ESPECIFICAÇÃO DO SOFTWARE

4.2. ANÁLISE DOS PROBLEMAS DO SOFTWARE ANTIGO E AS


SOLUÇÕES IMPLEMENTADAS (CASO HOUVER)

4.3. MODELAGEM DO DIAGRAMA DE CASOS DE USO

4.4. MODELAGEM DO DIAGRAMA DE CLASSES

4.5. A IMPLEMENTAÇÃO DO SOFTWARE

4.6. DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SISTEMA


19

5. PESQUISA AVALIATIVA PARA IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA

(Caso houver)

A pesquisa ocorreu em xx empresas de transportes na cidade de São Mateus


ES no período de xx/xx/2012 a xx/xx/2012. Os entrevistados foram os ....

Segue abaixo os dados da pesquisa em gráficos quantitativos:

Qual idade dos profissionais envolvidos?

50%
50%

40%
( ) 18 a 28
25% 25%
30%
( ) 28 a 48
20% ( ) 48 a 65
10%

0%
( ) 18 a 28 ( ) 28 a 48 ( ) 48 a 65

GRÁFICO 1: IDADE DOS PROFISSIONAIS ENVOLVIDOS

Conforme o gráfico da pesquisa: a maior parte dos profissionais envolvidos


possui de 28 a 48 anos.
20

GRÁFICO 2: CURSO DE INFORMÁTICA

Conclui-se que ao analisar o gráfico, vinte e nove por cento dos entrevistados
possuem conhecimento básico de informática.

Quantos anos trabalha na função?

50%

40%
( )1a3
30%
( )3a6
20% ( ) 6 a 10

10%

0%
( )1a3 ( )3a6 ( ) 6 a 10

GRÁFICO 3: TEMPO DE FUNÇÃO

Conclui-se que ao analisar o gráfico, cinquenta por cento dos entrevistados


trabalham na função entre 1 a 3 anos.
21

6. CONSIDERAÇÕES FINAIS

Avalia e apresenta os resultados obtidos e pode sugerir idéias e abordagens


novas a serem consideradas em outros trabalhos da área.
22

7. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

LEONEL GOMES, Maria Cecília –A antiga e a nova ética da virtude –in


Dicta&Contradicta nº3 –São Paulo: IFE Instituto de Formaçãoe Educação, 2009
23

ANEXOS OU APÊNDICE
24

Colocar o formulário da pesquisa feita nas empresas.