You are on page 1of 3

As Escolas Teorias de Cidades – Segundo Barbara Freitag

I) Critérios norteadores para a definição das Escolas e a Seleção dos Autores;


II) O que são ESCOLAS DE PENSAMENTO;
III)
O que é uma ESCOLA DE PENSAMENTO

AS ESCOLAS CARACTERÍSTICAS DE CADA AUTORES CONTRIBUIÇÕES POR MODELOS


ESCOLA SIGNIFICATIVOS POR AUTORES À ESCOLA URBANÍSTICOS
ESCOLA REFERENTES ÀS
TEORIAS- diálogo com
Peter Hall
Escola - Visão Multidisciplinas; I) Max Webe; I) A vida mental das
Alemã II) II) George Simmel; cidades;
-Interações entre as dimensões;
IV) Walter Benjamin; II) Tipologias de
- Cidade só na MODERNIDADE; V) Ronald Daus cidades;
III) Tipologia dos
- Ênfase na História e na Cultura;
Personagens
- O TEMPO é o conceito-chave urbanos;
IV) Narrativas das
- História e Utopia
Cidades – a
cidade na
literatura
Escola - Racionalidade e Utopia; I) Os nciclopedistas; I) 3 verbetes de
Francesa - Sub-divisão da Escola: II) Walter Benjamin; Cidade:
• Segundo François Choay III) Charles Fourier história;
(Modelos Urbanísticos): IV) Haussmann; arquitetura/ur
Culturalistas; Progressistas; V) Le Courbusier; baismo;
Naturalistas. VI) Claude Lévi- jurídico;
• Segundo Freitag (Modelos Satrauss; II) A cidade como
de Cidades): VII) Touraine; Lefebvre; vitrine do
Enciclopedistas; utópicos; Castells capitalismo;
reformistas; urbanistas; III) Falanstério;
antropológicos; IV) Paris Moderna;
sociológicos. V) Carta de Atenas;
Cidade
O ESPAÇO ESTÁ NO Modernista/fun
CENTRO DAS ATENÇÕES: cional;
como produção; VI) Relações de
transformação; criação; Parentesco;
vida e política. de Gênero –
transposição
da aldeia à
cidade;
VII) Centro-Periferia;
cidades
satélites;movim
entos sociais
urbanos;
políticas
urbanas;
Escola - Pragmatismo e Utilitarismo: I) Thomas Morus; i) Utopia;
Anglo- Planejadores Urbanos. II)Ebenezer Howard; ii) Reformador:
Saxônica do - Modelo Utópico: Mous; III) Patrick Geddes; Cidade-jardim;
Reino Unido - Cidade-Jardim: Howard; IV) Raymond Unwin; iii) City is Beautiful;
- Cidade Cultural: Hall V) Peter Hall iv) Executor do
cidade-jardim;
v) Teórico, analista
dos planos
urban[isticos; a
cidade como
cadinho
cultural;
Escola - Forte influência dos ingleses: no I) Escola de Chicago; I) Ecologia Social;
Anglo- pragmatismo e Utilitarismo; Robert Pack; Ernest II) História da
Saxônica do - Planejadores Urbanos e Burgess; Roderick Cidade, a
Americana regionais; Mackenzie; Louis Wirth; cidade na
- fisiognomia da metrópole: II) Lewis Munford; história;
tecnologias de auto-estradas; III) Richard Sennet; III) Carne e Pedra: a
edifícios; informatização; V) Saskia Sassen cidade é um
- Cidades Globais; corpo vivo;
- ênfase na Escola de Chicago; IV) Cidades Globais -
fenômeno
Teoria de I) - Cópias de Modelos europeus I) - Haussmann I) Cópias;
Cidades e a e americanos; - Cidade Jardim II) Críticas à produção
Recepção II) - Críticas aos modelos; - Le Courbusier; capitalista do espaço;
no Brasil III) Pensamento Latino- Niemeyer/Lucio Costa III) Críticas à
Americano Próprio; II) mercantilização da
IV) CIDADES MERCADORIAS: - Nestor Goulart (USP); cidade: como
jogos; olimpíadas - Milton Santos (IPPUR) - mercadoria e como
- Influências de Marx e fetiche;
Engels;
- III) ANPUR
-