Sie sind auf Seite 1von 47

1

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO


2

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

Apresentação

Olá, pessoal! Como anda o estudo de vocês para a prova do MPU?

Muito obrigado por adquirir nosso material! Temos certeza de que ele será MUITO útil para
sua tão sonhada aprovação, pois fizemos o nosso MÁXIMO para isso.

O MEMOREX é o primeiro e único material exclusivamente focado em análise estatística


dos assuntos cobrados pela banca no formato de dicas pontuais. E o diferencial dele será
que referidas dicas serão disponibilizadas em rodadas, ou seja, você terá um conteúdo de
revisão diferenciado e DIRECIONADO toda a semana conforme o calendário abaixo.

Em sua edição inaugural, o foco será o CONCURSO MPU 2018, o material que você tem
em sua posse agora foi baseado em uma análise criteriosa de TODAS as questões da
CEBRASPE dos anos de 2017 e 2018.

Ao realizarmos essa investigação minuciosa e estatística dos assuntos mais recorrentes e


com maior chance de serem exigidos na sua prova, separamos inúmeras DICAS
MATADORAS para você ser aprovado no seu concurso.

Não é segredo para nenhum concurseiro(a) sério que as bancas examinadoras têm seus
assuntos prediletos e, em razão disso, tende a repetir temas em diversas provas.

Com base nessa premissa, a seleção de cada uma das dicas que você terá acesso em todas
as rodadas foi feita de forma criteriosa e certeira, tudo isso para contribuir com o seu
desempenho MÁXIMO na prova.

Você está tendo acesso agora à Rodada 00. As outras 05 rodadas serão disponibilizadas por
e-mail conforme o cronograma abaixo:

Material Data
Rodada 00 Disponível Imediatamente
Rodada 01 21/09
Rodada 02 26/09
Rodada 03 03/10
Rodada 04 08/10
Rodada 05 12/10

Convém mencionar que todos que adquirirem o material completo irão receber TODAS AS
RODADAS já disponíveis, independente da data de compra.

Nesse material focamos também nos temas mais simples e com mais DECOREBA, pois
muitas vezes os deixamos de lado e isso pode, infelizmente, custar inúmeras posições no
resultado final.

Lembre-se: uma boa revisão é o segredo da APROVAÇÃO.

Portanto, utilize o nosso material com todo o seu esforço, estudando e aprofundando cada
uma das dicas.

Se houver qualquer dúvida, você pode entrar em contato conosco enviando suas dúvidas
para: contato@pensarconcursos.com

Ou fale conosco por meio do WhatsApp: 043 99844-6792


3

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

ÍNDICE

LÍNGUA PORTUGUESA ..................................................................................................... 4


ACESSIBILIDADE ................................................................................................................ 6
ÉTICA ......................................................................................................................................... 7
LEGISLAÇÃO APLICADA AO MPU E AO CNMP .................................................... 8
PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL....................................................................... 9
DIREITO CONSTITUCIONAL ....................................................................................... 10
DIREITO ADMINISTRATIVO ....................................................................................... 13
DIREITO DO TRABALHO ............................................................................................... 18
DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO ................................................................ 24
DIREITO CIVIL ................................................................................................................... 31
DIREITO PROCESSUAL CIVIL .................................................................................... 36
DIREITO PENAL ................................................................................................................. 41
DIREITO PROCESSUAL PENAL .................................................................................. 42
DIREITO PENAL MILITAR ............................................................................................ 45
DIREITO PROCESSUAL PENAL MILITAR ............................................................. 46
4

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

LÍNGUA PORTUGUESA DICA 06

Interpretação de texto - destaque


DICA 01 cada ideia principal de cada parágrafo
(tópico frasal (geralmente a parte inicial
Interpretação de texto - Diferenciação do parágrafo) - carrega opinião ou tese do
entre autor), grife. Os parágrafos podem indicar
continuação, conclusão, ou ainda uma falsa
- Compreensão: Significado de Algo. Modo oposição.
concreto. Está no texto de modo explícito.
DICA 07
- Interpretação: Algo subentendido de
modo lógico. De forma implícita. Interpretação de texto - identificar
conforme a leitura uma relação de
DICA 02 esclarecimento, se existe uma ideia de
resumo, explicação, exemplificação,
Interpretação de texto - comece descrição, enumeração, oposição ou
sempre pelo comando da questão. conclusão.
Nunca leia o texto sem antes ver o que a
questão pede. Na leitura atente-se no que DICA 08
foi pedido e tente extrair o máximo da
parte do texto que foi pedido na questão. Interpretação de texto - leia no
mínimo duas vezes o texto, sempre de
DICA 03 forma a conhecer o assunto e observe
como o texto foi desenvolvido.
Interpretação de texto - volte ao texto
sempre que necessário, nunca deduza DICA 09
sem ter a informação no texto, evite
opiniões pessoais, se atente apenas nas Interpretação de texto - se a questão
informações que o texto passa. Porém, pedir o tema ou ideia central
sempre com uma leitura dirigida. (principal) - deve-se examinar com
atenção a introdução e/ou conclusão, pois
DICA 04 nesses que contará a informação.

DICA 10
Interpretação de texto - cuidado com
vícios de interpretação: evitar
extrapolar, ou seja, ver além do texto, Interpretação de texto - se a questão
como também informação restritiva pedir a argumentação (defesa de tese ou
(menos que o autor tentou passar) ou ideia), deve-se examinar com atenção os
oposição. parágrafos de desenvolvimento. No meio
do texto.

DICA 11
DICA 05
Interpretação de texto - tente ver nas
Interpretação de texto - tente resposta(s) de outras questões que
identificar a ideia (teoria) por trás do dizem a mesma coisas (com palavras
texto. Grife o que te chama atenção no diferentes). Veja se choca com o que você
texto. acha como correto.
5

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

DICA 12 DICA 18

Interpretação de texto - conjunções TEXTO INJUNTIVO/INSTRUCIONAL- é


adversativas: Mas, porém, todavia, o texto que visa a dar instruções, ordens,
contudo, no entanto, entretanto, sempre avisos, conselhos, fazer advertências ou
contrapõe o que foi dito antes. prescrever procedimentos, com o propósito
de instruir o leitor/interlocutor. Exemplos:
DICA 13 receitas culinárias ou médicas, manuais de
instrução, bulas de medicamentos, placas
Interpretação de texto - cuidado com de sinalização, campanhas comunitárias.
vocabulário rebuscado
(desconhecido): analise o contexto. DICA 19

DICA 14 TEXTO DISSERTATIVO:

Interpretação de texto - na dúvida a) ARGUMENTATIVO- apresenta


entre duas alternativas: procure sempre posicionamentos pessoais e exposição de
a mais correta (completa). ideias/opiniões apresentadas de forma
lógica. Com razoável grau de objetividade,
DICA 15 clareza, respeito pelo registro formal da
língua e coerência. Seu intuito é a defesa
Interpretação de texto - treine muito, de um ponto de vista que convença o
antes de ir para a prova, com o tempo interlocutor.
passará a acertar muito mais que errar.
Dica: Em textos argumentativos, a
expressão “na verdade” é um modalizador
e exprime um juízo de valor, um modo de
DICA 16 ver, uma opinião do autor.

TEXTO NARRATIVO -> conta um fato, b) EXPOSITIVO - caracterizado por


fictício ou não, que ocorreu num esclarecer um assunto de maneira
determinado tempo e lugar, envolvendo atemporal com o objetivo de explicá-lo de
certos personagens. Toda a narração tem maneira clara, sem intenção de
um enredo ou intriga – o encadeamento, a convencer o leitor. Neste tipo de texto, o
sucessão de fatos, o conflito que se autor procura somente informar, explicar
desenvolve. (tempo verbal predominante é ou interpretar ideias, conceitos ou pontos
o PASSADO, pretérito perfeito e o mais de vista, por meio de uma explanação
que perfeito). imparcial – que não conduza à polêmica e
não tenha o propósito imediato de
persuadir ou formar a opinião do leitor.
DICA 17
Tem finalidade informativa.
TEXTO DESCRITIVO - é uma modalidade
DICA 20
de composição textual cujo objetivo é fazer
um retrato por escrito (ou não) de um
lugar, uma pessoa, um animal, um Lembre-se em 98% dos casos será:
pensamento, um sentimento, um objetivo,
um movimento (descrição objetiva, Verbos no passado – texto narrativo.
normalmente numa enumeração, verbos
de ligação, manuais, anúncios, Verbos no presente – texto dissertativo.
propaganda, relatórios, biografia,
tutorial). Verbos no imperativo – texto injuntivo.
6

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

ACESSIBILIDADE tecnológica, públicas e privadas, devem ser


adotadas as seguintes medidas:

DICA 21 III - disponibilização de provas em


formatos acessíveis para atendimento às
A curatela afetará tão somente os atos necessidades específicas do candidato com
relacionados aos direitos de natureza deficiência;
patrimonial e negocial.
V - dilação de tempo, conforme demanda
A curatela atinge APENAS: apresentada pelo candidato com
deficiência, tanto na realização de exame
- os direitos de natureza patrimonial para seleção quanto nas atividades
acadêmicas, mediante prévia solicitação e
- os direitos de natureza negocial. comprovação da necessidade;

OU SEJA:

A curatela causa uma PANE no curatelado:


só afeta atos relacionados aos direitos de
natureza PAtrimonial e NEgocial.

DICA 22

Lei 13.146, Art. 4o Toda pessoa com


deficiência tem direito à igualdade de
oportunidades com as demais pessoas e
não sofrerá nenhuma espécie de
discriminação.

§ 2º A pessoa com deficiência não está


obrigada à fruição de benefícios
decorrentes de ação afirmativa.

DICA 23

Lei 13.146, Art. 2o Considera-se pessoa


com deficiência aquela que tem
impedimento de longo prazo de
natureza física, mental, intelectual ou
sensorial, o qual, em interação com uma ou
mais barreiras, pode obstruir sua
participação plena e efetiva na sociedade
em igualdade de condições com as demais
pessoas.

DICA 24

Lei 13.146, Art. 30 Nos processos seletivos


para ingresso e permanência nos cursos
oferecidos pelas instituições de ensino
superior e de educação profissional e
7

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

ÉTICA servidor), dentro dos princípios de


moralidade.

DICA 25

Decreto Nº 1.171/1994 - XXII - A pena DICA 29


aplicável ao servidor público pela Os princípios éticos são diretivas de ação
Comissão de Ética é a de censura e sua que atendem e exteriorizam valores
fundamentação constará do respectivo éticos que podem servir, inclusive, de
norte interpretativo de leis e
parecer, assinado por todos os seus
Constituições.
integrantes, com ciência do faltoso.

DICA 26 DICA 30

Teoria do Relativismo - Com base nessa


Negligência: desleixo, descuido,
teoria, cada pessoa deveria decidir sobre o
desatenção, menosprezo, indolência, que é ou não é ético, com base nas suas
omissão ou inobservância do dever, em próprias convicções e na sua própria
realizar determinado procedimento, com as concepção sobre o bem e o mal. Dessa
precauções necessárias; maneira, o que é ético para um pode não o
ser para outro. Com essa teoria, muitos
tentam justificar os seus próprios erros.
Imperícia: falta de técnica necessária
para realização de certa atividade;

Imprudência: falta de cautela, de


cuidado, é mais que falta de atenção, é a
imprevidência acerca do mal, que se
deveria prever, porém, não previu.

DICA 27

O servidor público não poderá jamais


desprezar o elemento ético de sua
conduta. Assim, não terá que decidir
somente entre o legal e o ilegal, o justo e
o injusto, o conveniente e o inconveniente,
o oportuno e o inoportuno,
mas principalmente entre o honesto e o
desonesto.

DICA 28

PROBIDADE ADMINISTRATIVA: É a
retidão das ações administrativas. Agir de
forma reta e honesta não somente de
acordo com as normas, como também de
acordo com a ética (código de ética do
8

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

LEGISLAÇÃO APLICADA AO AÇÃO CIVIL PÚBLICA: COMPETÊNCIA C


MPU E AO CNMP
ONCORRENTE DO MPU.

DICA 31
DICA 35
Lei complementar 75/93 - Art. 76, § 2º O
Procurador Regional Eleitoral poderá ser
destituído, antes do término do mandato, INDEPENDÊNCIA FUNCIONAL - Diz
por iniciativa do Procurador-Geral Eleitoral, respeito a não subordinação na sua
anuindo a maioria absoluta do Conselho
atuação.
Superior do Ministério Público Federal.

DICA 32 Não devem subordinação intelectual a


quem quer que seja, nem mesmo a
Conflitos de atribuições entre membros do
superior hierárquico. Significa dizer que o
MP:
membro do mp tem liberdade de atuação.
Age de acordo com a lei e a sua
- Diferentes ramos do MPU/ MPU x
consciência.
MPE: PGR
- Mesmo estado/ MPE (estado 1) x
MPE (estado 2): PGR
- MPF x MPF: Câmara de coordenação
e Revisão (CCR) com recurso ao PGR.

DICA 33

COMPOSIÇÃO DO Conselho de
Assessoramento Superior do MPU - CAS?

TOTAL: 5 MEMBROS
1. PGR é o presidente
2. VICE-PGR
3. PGT
4. PGJM
5. PGJ - DFT

DICA 34

AÇÃO PENAL PÚBLICA: COMPETÊNCIA


PRIVATIVA DO MPU.
9

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

PROMOÇÃO DA IGUALDADE direitos étnicos individuais, coletivos e


RACIAL difusos e o combate à discriminação e às
demais formas de intolerância étnica.

Parágrafo único. Para efeito deste


DICA 36 Estatuto, considera-se:

A CESPE simplesmente ADORA a I - discriminação racial ou étnico-


conceituação de alguns termos da Lei de racial: toda distinção, exclusão, restrição
Igualdade Racial. Então, temos alguns ou preferência baseada em raça, cor,
macetes para identificar nas questões descendência ou origem nacional ou étnica
sobre qual conceito se trata, vejamos: que tenha por objeto anular ou restringir o
reconhecimento, gozo ou exercício, em
- DIScriminação racial ou étnico-racial >> igualdade de condições, de direitos
palavra-chave DIStinção humanos e liberdades fundamentais nos
campos político, econômico, social, cultural
ou em qualquer outro campo da vida
- DEsigualdade racial >> palavra-chave
pública ou privada;
DEferenciação de acesso.
II - desigualdade racial: toda situação
injustificada de diferenciação de acesso e
fruição de bens, serviços e oportunidades,
DICA 37
nas esferas pública e privada, em virtude
de raça, cor, descendência ou origem
Art. 1º. VI - ações afirmativas: os nacional ou étnica;
programas e medidas especiais adotados
pelo Estado e pela iniciativa privada
III - desigualdade de gênero e raça:
para a correção das desigualdades raciais e
assimetria existente no âmbito da
para a promoção da igualdade de
sociedade que acentua a distância social
oportunidades.
entre mulheres negras e os demais
segmentos sociais;
Art. 1º. V - políticas públicas: as ações,
iniciativas e programas adotados pelo
IV - população negra: o conjunto de
Estado no cumprimento de suas
pessoas que se autodeclaram pretas e
atribuições institucionais.
pardas, conforme o quesito cor ou raça
usado pela Fundação Instituto Brasileiro de
OU SEJA: Geografia e Estatística (IBGE), ou que
adotam autodefinição análoga;
Estado + Iniciativa Privada = Ações
Afirmativas V - políticas públicas: as ações,
iniciativas e programas adotados pelo
Estado sozinho no cumprimento de Estado no cumprimento de suas atribuições
suas atribuições institucionais = institucionais;
Políticas Públicas
VI - ações afirmativas: os programas e
DICA 38 medidas especiais adotados pelo Estado e
pela iniciativa privada para a correção das
Nunca é demais memorizar alguns
desigualdades raciais e para a promoção da
conceitos, não é mesmo?
igualdade de oportunidades.

Art. 1º Esta Lei institui o Estatuto da DICA 39


Igualdade Racial, destinado a garantir à
população negra a efetivação da
igualdade de oportunidades, a defesa dos
10

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

Art. 26. O poder público adotará as DIREITO CONSTITUCIONAL


medidas necessárias para o combate à
intolerância com as religiões de matrizes
africanas e à discriminação de seus DICA 41
seguidores, especialmente com o objetivo
de: Mandado de segurança: direito líquido e
certo.
II - inventariar, restaurar e proteger os Mandado de injunção: omissão
documentos, obras e outros bens de valor
artístico e cultural, os monumentos, legislativa.
mananciais, flora e sítios arqueológicos Habeas Corpus: direito de locomoção.
vinculados às religiões de matrizes Habeas Data: direito de informação
africanas;
pessoal.
III - assegurar a participação Ação Popular: ato lesivo.
proporcional de representantes das
religiões de matrizes africanas, ao
M não é gratuito
lado da representação das demais
religiões, em comissões, conselhos, H é gratuito
órgãos e outras instâncias de deliberação A é gratuito, salvo má-fé
vinculadas ao poder público.

DICA 40 DICA 42

Os analfabetos, apesar de poderem votar


Art. 25. É assegurada a assistência (voto facultativo), não podem ser votados.
religiosa aos praticantes de religiões
de matrizes africanas internados em O analfabeto --> Alistamento
hospitais ou em outras instituições de FACULTATIVO/ INELEGÍVEL
internação coletiva, inclusive àqueles
submetidos a pena privativa de
liberdade.
DICA 43

- Forma de Estado: Federação


- Forma de Governo: República
- Regime de Governo: Democracia
- Sistema de Governo: Presidencialista
DICA 44

Democracia Direita:
Poder exercido pelo povo diretamente. EX:
Plebiscito / Referendo / Iniciativa Popular.

Democracia Indireta:
Poder exercido por representantes do
povo. EX: Voto

Democracia Semi-Direta:
11

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

Misturam-se elementos da democracia União/Estados/Municípios -> Autônomos


direta com elementos da democracia República -> soberana
indireta. EX: PRÉbiscito ANTES/
ReferenDo DEPOIS + Eleições indiretas. DICA 49

Não há Poder judiciário no âmbito


O Brasil adota a DEMOCRACIA SEMI-
municipal.
DIRETA.
Compete à União organizar e manter o
Poder Judiciário no DF e nos Territórios.
DICA 45 Os poderes Legislativo e Executivo são os
NORMAS DE EFICÁCIA PLENA: Tem únicos presentes em todos os entes
aplicabilidade direta, imediata e integral. federativos.
Podemos dizer que ela sozinha é capaz de DICA 50
resolver os nossos problemas, não
necessita ser complementada, não Súmula Vinculante 46
depende de regulamentação
A definição dos crimes de responsabilidade
infraconstitucional.
e o estabelecimento das respectivas
DICA 46 normas de processo e julgamento são de

TRIBUNAIS REGIONAIS FEDERAIS: competência legislativa privativa da

COMPÕEM-SE, NO MÍNIMO, 7 MEMBROS: União.

1/5 dentre Advogados e MPF; e DICA 51


4/5, mediante a promoção de juízes
federais.
Eficácia Contida:
Verbo no presente. Ex: "lei estabelece..."
Nomeados pelo Presidente da República; Eficácia Limitada (programática e
Mais de 30 e Menos de 65. organizativo)
Verbo no futuro Ex: será estabelecido,
DICA 47 deverá...
Súmula 311-STJ: Os atos do presidente
do tribunal que disponham sobre DICA 52
processamento e pagamento de
precatório não têm ATENÇÃO - Não confundir essas duas
caráter jurisdicional. competências:

Quem pode suspender a execução da lei


declarada inconstitucional por decisão
definitiva do STF? SENADO FEDERAL
DICA 48
Quem pode sustar atos normativos do P.
Executivo que exorbitem o poder
Não
regulamentar? CONGRESSO NACIONAL
confundir autonomia com soberania
12

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

GRAÇA - Concedida pelo Presidente -


DICA 53 Exclui a Punibilidade - TOTAL ou PARCIAL -
Individual
INDULTO - Concedida pelo Presidente -
As CPIs estaduais e federais podem
Exclui a Punibilidade - TOTAL ou PARCIAL -
determinar a quebra do sigilo bancário. A
Coletivo
municipal não pode.

DICA 57
DICA 54

Súmula Vinculante 45: A competência Crimes de responsabilidade do Presidente


constitucional do Tribunal do
e Vice-Presidente da República
Júri prevalece sobre o foro por
prerrogativa de função estabelecido
exclusivamente pela Processo e julgamento - SENADO
Constituição Estadual. FEDERAL
Juízo de admissibilidade - CÂMARA DOS
DEPUTADOS
DICA 55

DICA 58
Art. 14, § 8º, da CF/88. O militar alistável
é elegível, atendidas as seguintes
Art. 51. Compete privativamente
condições:
à Câmara dos Deputados:
I - se contar menos de dez anos de serviço,
I - autorizar, por dois terços de seus
deverá AFASTAR-SE da atividade;
membros, a instauração de processo
II - se contar mais de dez anos de serviço,
contra o Presidente e o Vice-Presidente da
será AGREGADO pela autoridade superior
República e os Ministros de Estado;
e, se eleito, passará automaticamente, no
ato da diplomação, para a inatividade.
DICA 59

Resumo:
Art. 20. São bens da União:
-10 anos = Afasta-se da atividade e, se XI - as terras tradicionalmente ocupadas
perder a eleição, já era. pelos índios.
+10 anos = Agregado e, se for eleito, vai
para a inatividade DICA 60

Art. 24. CF Compete à União, aos Estados


DICA 56
e ao Distrito Federal legislar
concorrentemente sobre: FORA TEMER
ANISTIA - Concedida pelo Legislativo -
Exclui o Crime - TOTAL F - financeiro
13

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

O - orçamentário DIREITO ADMINISTRATIVO


R - recursos naturais
A - assistência jurídica DICA 62

T - tributário Lei 10.520/2002, Art. 4º A fase externa do


E - educação pregão será iniciada com a convocação dos
M - meio ambiente interessados e observará as seguintes
E - econômico regras:
R - responsabilidade ao consumidor
V - o prazo fixado para a apresentação das
DICA 61 propostas, contado a partir da publicação
do aviso, não será inferior a 8 (oito)
O Presidente da República, na vigência de
dias úteis
seu mandato, não pode ser
responsabilizado por atos estranhos
CONVITE = 5 dias úteis
ao exercício de suas funções.
PREGÃO = 8 dias úteis

CRIME COMUM COM RELAÇÃO ÀS


DICA 63
ATRIBUIÇÕES DO CARGO:

Requisitos: IMPUGNAÇÃO DO EDITAL DE LICITAÇÃO


8.666
2/3 da câmara autoriza
Qualquer cidadão: até 5 dias ÚTEIS -
STF julga crime comum antes da abertura dos envelopes

SENADO julga de responsabilidade LICITANTE: até o 2º dia ÚTIL - antes da


ABERTURA dos envelopes
CRIME COMUM SEM RELAÇÃO ÀS
ATRIBUIÇÕES DO CARGO DICA 64

IRRESPONSABILIDADE
TEMPORÁRIA é ele só responderá por tal Adjudicação

ato estranho ao exercício de suas funções


após a expiração do mandato, e já perante - Entrega simbólica do objeto da licitação

a Justiça Comum, por não mais gozar de ao licitante vencedor.

foro especial por prerrogativa de função. - Gera apenas expectativa de direito à


contratação.
- Garante que, se a administração for
assinar o contrato, fará com o licitante
vencedor.
14

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

- Mas não gera direito adquirido ao Caducidade: extinção do ato


vencedor do certame de assinar o contrato, administrativo por lei superveniente que
pois a administração pode desistir da impede a manutenção do ato inicialmente
contratação. válido
- É ato vinculado pois a Administração Convalidação: correção do vício de ato
fica impedida de contratar com terceiro que administrativo (forma e competência)
não seja o vencedor do certame. Anulação: para a doutrina majoritária,
esta decorre da dissonância do ato em
DICA 65 relação às normas postas no ordenamento
jurídico.

Prazo para impugnar:


DICA 68
CIdadão → CInco dias úteis
LIcItante → II dias úteis
ATOS ORDINATÓRIOS - COPA DOI P
Prazo para julgar:
ADM → 3 dias úteis (3 letras = 3 dias) 1. Circular
2. Ofício
DICA 66 3. Portaria
4. Aviso
ATO ADMINISTRATIVO
5. Despacho
AUTOEXECUTORIEDADE: A execução
6. Ordem de serviço
direta do ato administrativo pela própria
Administração independentemente de 7. Instrução
ordem judicial. Dispensa controle prévio do 8. Provimentos
Poder Judiciário, mas se um ato
administrativo for praticado e for ilegal, o DICA 69
particular pode provocar o Judiciário para
anular o ato. Nem todos os atos são LEI 8.112
dotados de autoexecutoriedade (cobrança
de multa, tributos, desapropriação, VANTAGENS
servidão administrativa).
1) Indenizações
* Ajuda de custo (mudança permanente de
DICA 67
domicílio + remoção de ofício)
EXTINÇÃO DE ATOS * Diárias
ADMINISTRATIVOS * Indenização de transporte
* Auxílio-moradia
Revogação: extinção do ato
administrativo válido por motivo de 2) Gratificações
oportunidade e conveniência * Natalina (1/12 da remuneração de
Cassação: quando o beneficiado do ato dezembro por mês de exercício no ano)
deixa de cumprir os requisitos de quando * Gratificação de encargo (curso ou
teve o ato deferido. concurso)
15

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

• é dotado de competência, que é


3) Adicionais distribuída por seus cargos;
* Adicional de insalubridade,
periculosidade e penosidade DICA 72
* Adicional por serviço extraordinário
* Adicional noturno LEI 9784/99
* Adicional de férias

Art. 15. Será permitida, em caráter


DICA 70 excepcional e por motivos relevantes
devidamente justificados, a avocação

Agências Executivas, não são classificadas temporária de competência atribuída a

dentro da estrutura da Administração órgão hierarquicamente inferior.

Pública. Se trata apenas de


uma qualificação dada uma autarquia DICA 73
ou fundação que tenha um contrato de
gestão com seu órgão supervisor, no caso
Na concessão administrativa, a
um ministério. Administração Pública é a principal usuária
do serviço prestado pelo parceiro privado.
Exemplo: As Agências Reguladoras são Normalmente, a concessão administrativa
é utilizada quando o serviço prestado pelo
autarquias em regime especial, integrantes
parceiro privado é “uti universi”,
da Administração Indireta. Mas são impedindo cobrança de tarifa do
Agências Executivas, pois mantém um particular.
contrato de gestão com a Administração
DICA 74
Direta ao qual estão vinculadas, cumprindo
Imperatividade X Coercibilidade
metas de desempenho, redução de custos
e eficiência. Nesse caso ser uma agência Imperatividade: atributo pelo qual os
executiva é apenas uma qualificação atos administrativos obrigam
observância independentemente da
dada por um Ministro de Estado.
anuência do administrado. O ato
administrativo é impositivo, é de
DICA 71 observância obrigatória pelo administrado,
concorde ou não com seus termos.

Coercibilidade: atributo do ato de polícia


Características dos Órgãos
pelo qual ele é impositivo para o particular,
que a ele se sujeita independentemente de
• não tem personalidade jurídica; sua anuência.
• expressa a vontade da entidade a que
Resumindo: ambos são atos impositivos,
pertence (União, Estado, Município); porém a imperatividade é atributo dos atos
• é meio instrumento de ação destas administrativos e coercibilidade dos atos do
pessoas jurídicas; poder de polícia.
16

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

DICA 75 abertura da sessão pública, qualquer


pessoa poderá impugnar o ato

Modalidade da Licitação convocatório do pregão, na forma


eletrônica.

Convite é a modalidade de licitação entre § 1o Caberá ao pregoeiro, auxiliado pelo

interessados do ramo pertinente ao seu setor responsável pela elaboração do

objeto, cadastrados ou não, escolhidos e edital, decidir sobre a impugnação no

convidados em número mínimo de 3 prazo de até vinte e quatro horas.

(três) pela unidade administrativa, a qual


DICA 77
afixará, em local apropriado, cópia do
instrumento convocatório e o estenderá
aos demais cadastrados na correspondente FASE EXTERNA
especialidade que manifestarem seu •Edital – publicidade
interesse com antecedência de até 24 •Habilitação – docs. / requisitos
(vinte e quatro) horas da apresentação das •Classificação – julgamento
propostas. •Homologação – prova a licitude
•Adjudicação – preferência
Na hipótese da modalidade convite,
existindo na praça mais de DICA 78
3(três) possíveis interessados, a cada novo
convite, realizado para objeto idêntico ou
Margem de preferência:
assemelhado, é obrigatório o convite a, no
mínimo, mais um interessado, enquanto
*Produtos manufaturados e para serviços
existirem cadastrados não convidados nas
nacionais que atendam a normas técnicas
últimas licitações.
brasileiras.

Quando, por limitações do mercado ou


*Bens e serviços produzidos ou prestados
manifesto desinteresse dos convidados, for
por empresas que comprovem
impossível a obtenção do número mínimo
cumprimento de reserva de cargos prevista
de 3(três) licitantes, essas circunstâncias
em lei para pessoa com deficiência ou para
deverão ser devidamente justificadas no
reabilitado da Previdência Social e que
processo, sob pena de repetição do
atendam às regras de acessibilidade
convite.
previstas na legislação.

DICA 76
- A margem de preferência será fixada por
ato do presidente do Poder Executivo
IMPUGNAÇÃO DO EDITAL DE Federal no limite máximo de até 25%,
LICITAÇÃO sendo que não pode ultrapassar o prazo
máximo de 5 anos da margem fixada.
Decreto 5.450 - Art. 18. Até dois
dias úteis antes da data fixada para
17

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

DICA 79 os atos administrativos foram emitidos com


observância da lei.

SERVIÇO PÚBLICO:
A presunção de veracidade diz respeito

AUTORIZAÇÃO: é ato precário e a fatos; em decorrência desse atributo,

discricionário, sem necessidade de presumem-se verdadeiros os fatos

licitação. alegados pela Administração.

PERMISSÃO: licitação em qualquer


modalidade

CONCESSÃO: licitação na
modalidade concorrência.

DICA 80

SÚMULA 333 - STJ


“Cabe mandado de segurança contra ato
praticado em licitação promovida por
sociedade de economia mista ou empresa
pública”

DICA 81

- PERMISSÃO:
- Natureza: contrato de adesão
- Licitação: sempre exigida (ñ
necessariamente na modalidade
concorrência!)
- Prazo: sempre determinado
- Vínculo: precariedade e revogabilidade
- Partes envolvidas: PJs ou PFs

DICA 82

A presunção de legitimidade diz


respeito à conformidade do ato com a
lei; em decorrência desse atributo,
presumem-se, até prova em contrário, que
18

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

DIREITO DO TRABALHO contratual (art. 39, p.único da


L. 13475/17) 52 minutos e 30 segundos

DICA 83 Servidor Público Federal => 22h às


OJ 60, TST, SDI1 - PORTUÁRIOS. 5h (art. 75, L. 8112/90) 52 minutos e 30
segundos
HORA NOTURNA. HORAS EXTRAS. (LEI
Nº 4.860/65, ARTS. 4º E 7º, § 5º)
DICA 85
(nova redação em decorrência da
incorporação da Orientação
Integram o cálculo do adicional noturno o
Jurisprudencial nº 61 da SBDI-1) - Res.
adicional de periculosidade (OJ 259 da SDI-
129/2005, DJ 20, 22 e 25.04.2005 I) e o adicional de insalubridade (súmula
I - A hora noturna no regime de trabalho 139 do TST).
no porto, compreendida entre dezenove
horas e sete horas do dia seguinte, é Orientação Jurisprudencial 259 da
de sessenta minutos. SDI-I - ADICIONAL NOTURNO. BASE DE
II - Para o cálculo das horas extras CÁLCULO. ADICIONAL DE
prestadas pelos trabalhadores portuários, PERICULOSIDADE. INTEGRAÇÃO (inserida
observar-se-á somente o salário básico em 27.09.2002) - O adicional de
percebido, excluídos os adicionais de risco periculosidade deve compor a base de
e produtividade. (ex-OJ nº 61 da SDI-1 - cálculo do adicional noturno, já que
inserida em 14.03.1994) também neste horário o trabalhador
permanece sob as condições de risco.
DICA 84
Súmula nº 139 do TST - ADICIONAL DE
INSALUBRIDADE (incorporada a
Regra geral:
Orientação Jurisprudencial nº 102 da SBDI-
1) - Res. 129/2005, DJ 20, 22 e
Trabalhador urbano - 22 às 5h (art. 73,
25.04.2005 - Enquanto percebido, o
§2º, CLT) 52 minutos e 30 segundos.
adicional de insalubridade integra a
remuneração para todos os efeitos legais.
Trabalhador rual na pecuária - 20h às
4h (art. 7º, L. 5889/73) 60 minutos.
O adicional noturno reflete no adicional de
hora extra conforme Orientação
Trabalhador rural na lavoura - 21h às Jurisprudencial 97 da SDI-I.
5h (art. 7º, L. 5889/73) 60 minutos.
Orientação Jurisprudencial 97 da SDI-
Exceções: I - HORAS EXTRAS. ADICIONAL NOTURNO.
BASE DE CÁLCULO (inserida em
Trabalhador Doméstico - 22 às 5h (art. 30.05.1997) - O adicional noturno integra
14, LC 150/2015) 52 minutos e 30 a base de cálculo das horas extras
segundos. prestadas no período noturno.

Advogado => 20h às 5h (art. 20, § 3º, O adicional noturno recebido


L.8.906/94) 52 minutos e 30 segundos, habitualmente reflete em repousos
no silêncio da Lei aplica a hora urbana. semanais remunerados, gratificação
natalina, férias e aviso-prévio indenizado
Trabalhador Portuário - 19h às 7h (art. por disposição da súmula 60 do TST e do
4º, §1º da L. 4860/65) 60 minutos. §5º do artigo 142 da CLT.

Aeronautas => Em Terra, conforme Súmula 60 do TST - ADICIONAL


horário local: 22h às 5h. Em voo, 18h NOTURNO. INTEGRAÇÃO NO SALÁRIO E
às 6h, conforme fuso da base PRORROGAÇÃO EM HORÁRIO DIURNO
19

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

(incorporada a Orientação Jurisprudencial - O silêncio importa recusa;


nº 6 da SBDI-1) - Res. 129/2005, DJ 20,
22 e 25.04.2005. I - O adicional noturno, - A recusa não descaracteriza a
pago com habitualidade, integra o salário subordinação;
do empregado para todos os efeitos.
e – Pagamento:
Parágrafo 5º do artigo 142 da CLT - Os
adicionais por trabalho extraordinário, - Feito ao final de cada período de serviço;
noturno, insalubre ou perigoso serão
computados no salário que servirá de base - Receberá de imediato;
de cálculo da remuneração das férias.
I – remuneração;
Mesmo que eventual, o adicional noturno
reflete nos depósitos da conta FGTS, II - férias proporcionais + 1/3;
conforme súmula 63 do TST.
III – 13º salário proporcional;
Súmula 63 do TST - FUNDO DE
GARANTIA (mantida) - Res. 121/2003, DJ
IV - repouso semanal remunerado; e
19, 20 e 21.11.2003 - A contribuição para
o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço
incide sobre a remuneração mensal devida V - adicionais legais.
ao empregado, inclusive horas extras e
adicionais eventuais. - O recibo deve discriminar os valores de
cada parcela;
DICA 86
f – Férias:
Trabalho intermitente
- 12 meses de trabalho ----- 30 dias de
a– Noções gerais: férias;

- Não poderá ser convocado para trabalhar


- Forma de celebração: por escrito.
nos 12 meses seguintes pelo mesmo
empregador.
b – Elementos do CT:
g – Período de inatividade:
- Valor da hora: não pode ser inferior ao
valor horário do salário mínimo ou àquele
- É o intervalo temporal distinto daquele
devido aos demais empregados do
estabelecimento que exerçam a mesma para o qual o empregado intermitente haja
função em contrato intermitente ou não. sido convocado e tenha prestado serviços;

c – Convocação pelo empregador: - O empregado pode fazer o que quiser


durante esse período. Trabalhar ou até
coçar o saco kkkk;
- Por qualquer meio;
h – MULTA:
- 3 dias corridos de antecedência;
- Aplicável a ambas as partes quando
- Deve informar a jornada;
aceitar a proposta e a descumprir;
d – Aceitação e recusa do trabalhador:
- Valor: 50% da remuneração devida;
- Após o recebimento, tem um dia útil
- No prazo de 30 dias;
para aceitar;
20

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

- Permitida a compensação em igual prazo; a. JORNADA DE TRABALHO: I


- pacto quanto à jornada de trabalho,
i – Recolhimento das Contribuições observados os limites constitucionais; II
previdenciárias e do FGTS: - banco de horas anual; III - intervalo
intrajornada, respeitado o limite mínimo
- O empregador efetuará o recolhimento de trinta minutos para jornadas superiores
das contribuições previdenciárias próprias a seis horas; VIII - teletrabalho, regime
e do empregado e o depósito do FGTS com de sobreaviso, e trabalho
base nos valores pagos no período intermitente; X - modalidade de
mensal; registro de jornada de trabalho; XI
- troca do dia de feriado.
- Fornecerá ao empregado comprovante do
cumprimento dessas obrigações; b. REMUNERAÇÃO: IX -
remuneração por produtividade,
DICA 87 incluídas as gorjetas percebidas pelo
empregado, e remuneração por
Contratos obrigatoriamente desempenho individual; XIV - prêmios
ESCRITOS: de incentivo em bens ou serviços,
eventualmente concedidos em programas
de incentivo; XV - participação nos
- Aprendizagem
lucros ou resultados da empresa.
- Atleta Profissional
c. INSALUBRIDADE: XI
- enquadramento do grau de
- Experiência insalubridade; XIII – prorrogação de
jornada em ambientes insalubres, sem
- Intermitente licença prévia das autoridades
competentes do Ministério do Trabalho.
DICA 88
d. REPRESENTAÇÃO DOS
Contratos por TRABALHADORES: VII
PRAZO DETERMINADO (Duração máx - representante dos trabalhadores no
de 2 anos, uma única prorrogação local de trabalho.
dentro desse período):
e. SOBRE OUTRAS NORMAS: IV - adesão
- Contratos cuja natureza ou ao Programa Seguro-Emprego (PSE),
transitoriedade justifique a pré- de que trata a Lei no 13.189, de 19 de
determinação (ex. vendas de final do ano novembro de 2015; V - plano de cargos,
em shopping) salários e funções compatíveis com a
condição pessoal do empregado, bem
- Atividade empresarial de caráter como identificação dos cargos que se
transitório (ex. fábricas de ovos da páscoa) enquadram como funções de confiança; VI
- regulamento empresarial.
- Contrato de Experiência (mas aqui a
duração máx é de 90 dias) DICA 90

DICA 89 CLT. Art. 2º - Considera-se empregador a


empresa, individual ou coletiva, que,
FIQUE LIGADO! A CESPE ADORA ESSE assumindo os riscos da atividade
TEMA! econômica, admite, assalaria e dirige a
A convenção coletiva e o acordo coletivo de prestação pessoal de serviço.
trabalho têm prevalência sobre a lei
§ 3º Não caracteriza grupo econômico a
quando, entre outros, dispuserem sobre:
mera identidade de sócios, sendo
21

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

necessárias, para a configuração do - A concessão das férias por escrito


grupo, a demonstração do interesse
integrado, a efetiva comunhão de - Começam no mínimo 30 dias após a
interesses e a atuação conjunta das ciência do empregado.
empresas dele integrantes.
- Não pode começar
OU SEJA
2 dias antes de feriado ou;
Caracterizam grupo econômico: (IDEA)
2 dias antes que antecede o repouso
- Identidade de sócios (interpretação a semanal remunerado.
contrário sensu)
DICA 93
- Demonstração do interesse integrado
CLT Art. 625-D. Qualquer demanda de
- Efetiva comunhão de interesse natureza trabalhista será submetida à
Comissão de Conciliação Prévia se, na
- Atuação conjunta das empresas localidade da prestação de serviços, houver
sido instituída a Comissão no âmbito da
DICA 91 empresa ou do sindicato da categoria.

GRUPO ECONÔMICO: A O STF, no julgamento da medida cautelar


responsabilidade será solidária, tanto nas ADINs 2.139-7 e 2.160-5 (DOU
para as obrigações trabalhistas quanto 22.05.2009), deferiu, por maioria de votos,
para a anotação da CPTS (em regra, uma pela parcialidade das ações, para dar a este
única anotação – súmula 129 do TST - A artigo, interpretação conforme a CF, no
prestação de serviços a mais de uma sentido de afastar a obrigatoriedade da
empresa do mesmo grupo econômico, submissão das demandas trabalhistas à
durante a mesma jornada de trabalho, não comissão de conciliação prévia.
caracteriza a coexistência de mais de um
contrato de trabalho, salvo ajuste em Ou seja, de acordo com a CLT, é obrigatória
contrário). a submissão, mas de acordo com o STF,
não é obrigatória. A questão não menciona
DICA 92 se é de acordo com a CLT ou
jurisprudência. Na hora da prova fica difícil
Art. 134 - As férias serão concedidas por responder.
ato do empregador, em um só período, nos
12 (doze) meses subseqüentes à data em DICA 94
que o empregado tiver adquirido o direito.
Art. 499 - Não haverá estabilidade no
§ 3º É vedado o início das férias no exercício dos cargos de diretoria,
período de dois dias que antecede gerência ou outros de confiança
feriado ou dia de repouso semanal imediata do empregador, ressalvado o
remunerado. cômputo do tempo de serviço para todos os
efeitos legais.
Art. 135 - A concessão das férias será
participada, por escrito, ao DICA 95
empregado, com antecedência de, no
mínimo, 30 (trinta) dias. Dessa GESTANTE - CLT Art. 391-A. A
participação o interessado dará recibo. confirmação do estado de gravidez advindo
no curso do contrato de trabalho, ainda
OU SEJA: que durante o prazo do aviso prévio
trabalhado ou indenizado, GARANTE à
22

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

empregada gestante a estabilidade E-RR-2835-31.2013.5.12.0006. Julgado


provisória prevista na alínea b do inciso II em 19 de outubro de 2017.
do art. 10 do Ato das Disposições
Constitucionais Transitórias. DICA 97

DIRIGENTE SINDICAL - Súmula nº Súmula nº 244 do TST


369 do TST, V - O registro da candidatura
do empregado a cargo de dirigente sindical I - O desconhecimento do estado
durante o período de aviso prévio, ainda gravídico pelo empregador não afasta
que indenizado, NÃO lhe assegura a o direito ao pagamento da indenização
estabilidade, visto que inaplicável a regra decorrente da estabilidade (art. 10, II,
do § 3º do art. 543 da Consolidação das "b" do ADCT).
Leis do Trabalho.
II - A garantia de emprego à gestante só
(Ao dirigentes sindicais eleitos, no mínimo autoriza a reintegração se esta se der
3 e máximo 7, titulares e suplentes, durante o período de estabilidade. Do
gozarão de estabilidade do registro da contrário, a garantia restringe-se aos
candidatura até 12 salários e demais direitos correspondentes
meses após o término do mandato). ao período de estabilidade.

DICA 96 III - A empregada gestante tem direito à


estabilidade provisória prevista no art. 10,
EMBARGOS EM RECURSO DE REVISTA. inciso II, alínea “b”, do Ato das Disposições
INTERPOSIÇÃO SOB A ÉGIDE DA LEI Constitucionais Transitórias, mesmo na
13.015/2014. DOENÇA hipótese de admissão mediante contrato
DEGENERATIVA. GOZO DE AUXÍLIO- por tempo determinado.
DOENÇA ACIDENTÁRIO. DEPÓSITOS
DE FGTS INDEVIDOS. 1. Nos termos do DICA 98
art. 15, § 5º, da Lei 8.036/90, que dispõe
sobre o FGTS, “o depósito de que trata o RECURSO DE REVISTA INTERPOSTO SOB A
caput deste artigo é obrigatório nos casos ÉGIDE DAS LEIS Nos 13.015/2014 E
de afastamento para (...) licença por 13.105/2015 E ANTES DA VIGÊNCIA DA
acidente do trabalho”. 2. E, à luz do LEI Nº 13.467/2017. CONTRATO DE
referido dispositivo, firmou-se a EXPERIÊNCIA. AUSÊNCIA DE
jurisprudência desta Corte no sentido de PREVISÃO DE PRORROGAÇÃO
que, reconhecido em juízo o nexo de AUTOMÁTICA. 1. A teor dos arts. 445,
causalidade entre a doença e o trabalho, parágrafo único, e 451 da CLT, somado ao
são devidos depósitos do FGTS entendimento já pacificado na
independentemente da percepção de jurisprudência deste Tribunal Superior do
auxílio-doença acidentário, ou seja, ainda Trabalho, o contrato de experiência
que a relação de causalidade não tenha poderá ser prorrogado tacitamente,
sido reconhecida no âmbito previdenciário. desde que não ultrapassado o prazo de
Precedentes de todas as Turmas do TST. 3. noventa dias e haja previsão da
A contrário sensu, em hipóteses como possibilidade de prorrogação
a dos autos, em que reconhecido pelo automática no instrumento contratual.
Tribunal Regional que não há nexo de 2. Na hipótese vertente, o Tribunal
causalidade entre a doença e o Regional reconheceu a validade da
trabalho, são indevidos depósitos do prorrogação tácita do contrato de
FGTS no período de afastamento, experiência do reclamante, mesmo
sendo irrelevante, para esse fim, a registrando expressamente a ausência de
percepção de auxílio-doença cláusula ou termo possibilitando essa
acidentário. Recurso de embargos extensão automática. 3. Nessa esteira,
conhecido e provido. PROCESSO Nº TST- tem-se que a falta de tal requisito acaba
por invalidar a prorrogação tácita do
23

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

contrato de experiência do forma intermitente, sujeita-se a condições


empregado, situação que enseja a sua de risco. Indevido, apenas, quando o
conversão para pacto por prazo contato dá-se de forma eventual, assim
indeterminado, sendo, portanto, devido o considerado o fortuito, ou o que, sendo
pagamento das parcelas rescisórias habitual, dá-se por tempo extremamente
decorrentes da dispensa imotivada. reduzido.
Precedentes. Recurso de revista conhecido
e provido. PROCESSO Nº TST-RR-10242- Notem que tal exposição não é eventual.
79.2016.5.15.0142. Julgado em 21 de Para se ter uma ideia, o TST já entendeu
fevereiro de 2018. que exposição habitual por 5 minutos ao
dia (ao todo) não se amoldaria no “tempo
DICA 99 extremamente reduzido” mencionado na
SUM-364, item I, a exemplo do julgado
Súmula nº 386 do TST abaixo:

POLICIAL MILITAR. RECURSO DE REVISTA DO RECLAMANTE.


RECONHECIMENTO DE VÍNCULO ADICIONAL DE PERICULOSIDADE.
EMPREGATÍCIO COM EMPRESA EXPOSIÇÃO AO AGENTE DE RISCO POR
PRIVADA CINCO MINUTOS DIÁRIOS. TEMPO
EXTREMAMENTE REDUZIDO NÃO
Preenchidos os requisitos do art. 3º da CLT, CONFIGURADO. SÚMULA Nº 364, I, DO
é legítimo o reconhecimento de TST.
relação de emprego entre policial
militar e empresa privada, A jurisprudência reiterada desta Corte é no
independentemente do eventual cabimento sentido de que a exposição ao agente de
de penalidade disciplinar prevista no risco por cinco minutos diários não afasta o
Estatuto do Policial Militar. direito à percepção do adicional de
periculosidade, por não se configurar a
DICA 100 hipótese de contato por tempo
extremamente reduzido a que alude a
Trabalho ilícito (ilicitude do objeto) ≠ Súmula nº 364, I, in fine, do TST.
Trabalho proibido
(TST-RR-112300-40.2009.5.04.0231,
Trabalho ilícito: Relator: Dora Maria da Costa, 14/09/2011,
8ª Turma, DEJT 16/09/2011)
- envolve tipo legal penal ou concorre para
ele DICA 102

- não tem proteção laboral; AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO


DE REVISTA - GREVE - DESCONTOS -
Trabalho proibido: PERÍODO DE PARALISAÇÃO - ART. 7º DA
LEI Nº 7.783/89 - SUSPENSÃO DO
CONTRATO DE TRABALHO - RECUSA
- envolve atividade que é irregular, mas
DOS EMPREGADOS DE REALIZAR A
não se constitui em tipo legal penal;
COMPENSAÇÃO - DESCONTOS
DEVIDOS. A greve, não obstante ser
- apesar da irregularidade tem direito constitucionalmente garantido aos
proteção laboral. trabalhadores, configura hipótese de
suspensão do contrato de trabalho,
DICA 101 razão pela qual a regra geral é de que os
dias de paralisação não sejam
Súmula nº 364, I, TST - Tem direito ao remunerados. Entretanto, embora o
adicional de periculosidade o empregado art. 7º da Lei nº 7.783/89 permita o
exposto permanentemente ou que, de desconto dos dias de paralisação, no caso
24

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

dos autos os abatimentos ocorreram DIREITO PROCESSUAL DO


porque os empregados substituídos, não se TRABALHO
dispuseram a realizar a jornada
compensatória, o que ensejou o direito DICA 103
patronal de descontar dos dias de trabalho
paralisados pela greve. Assim, o desconto Súmula nº 357 do TST
pelos dias parados decorreu do
descumprimento, ainda que por via
TESTEMUNHA. AÇÃO CONTRA A MESMA
indireta, da cláusula normativa que regulou
RECLAMADA. SUSPEIÇÃO (mantida) - Res.
a compensação, na ocasião em que as
121/2003, DJ 19, 20 e 21.11.2003
partes se reuniram para tratar de questões
relativas à greve. Logo, intacto o art. 7º da
Não torna suspeita a testemunha o
Lei nº 7.783/86, uma vez que não houve
simples fato de estar litigando ou de ter
desrespeito ao acordo coletivo que regulou
litigado contra o mesmo empregador.
a greve. Isso porque restou incontroverso
que a cláusula coletiva previa a
necessidade de compensação dos dias não Lembrar:
trabalhados, a critério de cada Banco.
Agravo de instrumento desprovido. Art. 829, CLT. A testemunha que for
parente até o terceiro grau civil, amigo
(TST - AIRR: 286007020095210013 íntimo ou inimigo de qualquer das
28600-70.2009.5.21.0013, Relator: Luiz partes, não prestará compromisso, e seu
Philippe Vieira de Mello Filho, Data de depoimento valerá como simples
Julgamento: 16/10/2013, 7ª Turma, Data informação.
de Publicação: DEJT 18/10/2013)
Dica:
OU SEJA
A testemunha suspeita no processo do
A greve, como regra, é hipótese de trabalho é a T I A :
SUSPENSÃO [sem salário + sem tempo de
serviço + sem trabalho], só Terceiro grau
excepcionalmente é que será considerada
como interrupção [inclui salário + inclui Inimigo
tempo de serviço].
Amigo

DICA 104

Art. 852-A. Os
dissídios INDIVIDUAIS cujo valor não
exceda a quarenta vezes o salário
mínimo vigente na data
do AJUIZAMENTO da reclamação ficam
submetidos ao procedimento sumaríssimo.
(FICAR ATENTO AO VALOR DA
CAUSA para 2018 → 954 x40 = 38160)

- SUMARÍSSIMO: valor superior a 2


salários mínimos até 40 salários mínimos
NÃO pode participar a FAZENDA
PÚBLICA.
25

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

- ORDINÁRIO: valor da causa superior a Recurso ordinário no procedimento


40 salários mínimos ou PARTICIPA sumaríssimo
FAZENDA PÚBLICA
- Sem revisor
- SUMÁRIO: valor da causa até 2 salários
mínimos - Distribuído imediatamente, o relator o
libera no prazo máximo de 10 dias e
colocado em pauta para julgamento
Macete: imediatamente

Procedimento Comum Ordinário - 3 pa - Parecer oral do membro do MP, se


lavras - 3 testemunhas para cada entender necessário, com registro em
PARTE e não para cada FATO. certidão

Procedimento Sumaríssimo - 2 palavras Recurso de revista no procedimento


- 2 testemunhas (é o mais célere , logo sumaríssimo
menos testemunhas para terminar logo)
- Somente em três hipóteses
Inquérito Judicial Para Apuração de F
alta Grave - 6 palavras I. Contrariedade a súmula de
- 6 testemunhas jurisprudência do TST

Para o rito sumaríssimo, o valor da causa II. Súmula vinculante do STF


não pode ultrapassar 40 salários mínimos
vigente na data do ajuizamento da ação. III. Violação direta a CF

DICA 105 DICA 106

3 - Procedimento sumaríssimo Art. 840, § 1º: Sendo escrita, a


reclamação deverá conter a designação do
- Duas testemunhas juízo, a qualificação das partes, a breve
exposição dos fatos de que resulte o
- Não há citação por edital dissídio, o pedido, que deverá ser certo,
determinado e com indicação de seu
- Pedido certo ou determinado e indicando valor, a data e a assinatura do reclamante
o respectivo valor ou de seu representante.

- Não se aplica à Administração direta, CUIDADO! Antes da reforma trabalhista os


autarquica e fundacional requisitos grifados eram necessários
apenas no rito sumaríssimo. Agora,
- Somente será usado nos dissídios independente do
individuais para causas com valor rito, a reclamação deverá conter pedido
superior a 2 salários mínimos até 40 certo, determinado e com a indicação do
salários mínimos seu valor.

- Prova pericial: quando a prova do fato DICA 107


exigir ou for legalmente imposta (Partes se
manifestarão sobre no prazo comum de 5 Ausente Reclamante na audiência
dias) inaugural → arquivamento (paga 2%
das custas e despesas processuais, AINDA
- Apreciação da reclamação: 15 dias, caso QUE JG , salvo motivo LEGALMENTE
seja interrompida prazo máximo de 30 justificável apresentado em 15 dias) ;
dias, salvo motivo justificado
26

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

Ausente Reclamado na audiência b) por solicitação de 1 (um) ou mais


inaugural→ revelia e confissão. sindicatos de empregados;
Presumem-se verdadeiros os pedidos da
RT ( petição inicial) , porém ainda cabe o c) ex officio, pelo Tribunal que houver
contraditório; proferido a decisão;

Ausente Reclamante na audiência de d) por solicitação da Procuradoria da


prosseguimento → Confissão Justiça do Trabalho.

Ausente Reclamado na audiência de A extensão da sentença normativa vai


prosseguimento → Confissão favorecer empregados que não eram
partes ou estavam representados pelo
Ausência de AMBOS na Inaugural = sindicato na ação em tela.
arquivamento.
Essa extensão, de iniciativa do Tribunal
Ausência de AMBOS na audiência de prolator da sentença, tem como
Prosseguimento = o juiz julgará com o pressuposto a comprovação de que a
que possuir , ocorrendo CONFISSÃO providência é justa e conveniente.
para ambas as partes.
O procedimento é diferente na hipótese de
JUIZ FALTA → 15 minutinhos de se estender a sentença a todos os
tolerância. integrantes da categoria profissional
compreendida no âmbito da jurisdição do
DICA 108 Tribunal competente.

DA EXTENSÃO DAS DECISÕES - CLT Poderá o Tribunal, na própria sentença e


se achar justo e conveniente, estender as
Art. 868 - Em caso de dissídio coletivo novas condições de trabalho aos
que tenha por motivo novas condições demais empregados que pertencerem
de trabalho e no qual figure como parte à mesma pro- fissão dos que
apenas uma fração de empregados de participam ou são representados na
uma empresa, poderá o Tribunal ação coletiva. Percebe-se, no caso, uma
competente, na própria decisão, estender exceção ao velho princípio processual de
tais condições de trabalho, se julgar que o juiz só presta tutela jurisdicional à
justo e conveniente, aos demais parte ou ao interessado que a requerer.
empregados da empresa que forem da
mesma profissão dos dissidentes. DICA 109

Parágrafo único - O Tribunal fixará a data ARTIGO 868, CLT.


em que a decisão deve entrar em
execução, bem como o prazo de sua - Quando se tratar da extensão PARA OS
vigência, o qual não poderá ser DEMAIS EMPREGADOS DA EMPRESA, O
superior a 4 (quatro) anos. TRIBUNAL PODERÁ FAZER EX OFICIO.

Art. 869 - A decisão sobre novas condições #


de trabalho poderá também ser estendida
a todos os empregados da mesma ARTIGO 869, CLT.
categoria profissional compreendida na
jurisdição do Tribunal: - Quando a extensão for para os
EMPREGADOS DA MESMA CATEGORIA
a) por solicitação de 1 (um) ou mais PROFISSIONAL compreendida na
empregadores, ou de qualquer jurisdição do Tribunal, é necessário:
sindicato destes; CONCORDÂNCIA DE 3/4 DOS
27

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

EMPREGADOS E EMPREGADORES (ou


respectivos sindicatos), no prazo marcado
pelo Tribunal entre 30 e 60 dias, ouvida a DICA 111
Procuradoria da Justiça do Trabalho
Súmula nº 303 do TST - FAZENDA
DICA 110 PÚBLICA. REEXAME NECESSÁRIO
(nova redação em decorrência do CPC
Quem julga Dissídios Coletivos? de 2015) - Res. 211/2016, DEJT
divulgado em 24, 25 e 26.08.2016
- Os Dissídios Coletivos podem ser
julgados pelo TRT ou pelo TST, ou seja, é I - Em dissídio individual, está sujeita ao
de competência originária de Tribunal reexame necessário, mesmo na vigência da
(sempre). O órgão específico dentro Constituição Federal de 1988, decisão
desses Tribunais, responsável por esse contrária à Fazenda Pública, salvo quando
julgamento, é a Seção Especializada em a condenação não ultrapassar o valor
Dissídios Coletivos. (art. 77, II, c, correspondente a: a) 1.000 (mil) salários
RI/TST) mínimos para a União e as respectivas
autarquias e fundações de direito público;
Cabe Recurso de Revista em sede de b) 500 (quinhentos) salários mínimos para
Dissídio Coletivo? os Estados, o Distrito Federal, as
respectivas autarquias e fundações de
- Não. O Recurso de Revista não é direito público e os Municípios
cabível quando a ação é de competência que constituam capitais dos Estados; c)
originária de Tribunal e, como vimos acima, 100 (cem) salários mínimos para todos os
o Dissídio coletivo é de competência demais Municípios e respectivas autarquias
originária de Tribunal (TRT ou TST). Em e fundações de direito público.
outras palavras, o processo deve ser
iniciado no juízo de primeiro grau, ter II – Também não se sujeita ao duplo grau
passado pelo TRT, para só depois caber um de jurisdição a decisão fundada em:
RR para o TST (art. 896, CLT), o que não
ocorre com o Dissídio Coletivo (ele "corta a) súmula ou orientação jurisprudencial do
caminho"). Lembrar também que não cabe Tribunal Superior do Trabalho;
RR no Mandado de Segurança e na Ação
Rescisória, pois todos são de competência b) acórdão proferido pelo Supremo
originária de Tribunal. (OJ-SDI2-152) Tribunal Federal ou pelo Tribunal Superior
do Trabalho em julgamento de recursos
E quanto aos embargos ao TST, repetitivos;
são cabíveis em Dissídios Coletivos?
Quem julga? c) entendimento firmado em incidente de
resolução de demandas repetitivas ou de
- Sim, cabem embargos de decisão não assunção de competência;
unânime de julgamento que conciliar,
julgar ou homologar conciliação em d) entendimento coincidente com
dissídios coletivos que excedam a orientação vinculante firmada no
competência territorial dos TRTs e estender âmbito administrativo do próprio ente
ou rever as sentenças normativas do público, consolidada em manifestação,
Tribunal Superior do Trabalho, nos casos parecer ou súmula administrativa.
previstos em lei. (art. 894, I, a, CLT) Quem
julga é a própria Seção Especializada em III - Em ação rescisória, a decisão proferida
Dissídios Coletivos. (art. 77, II, c, pelo Tribunal Regional do Trabalho está
RI/TST) sujeita ao duplo grau de jurisdição
obrigatório quando desfavorável ao ente
28

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

público, exceto nas hipóteses dos incisos Art. 823, CLT - Se a testemunha for
anteriores. funcionário civil ou militar, e tiver de depor
em hora de serviço, será requisitada ao
IV - Em mandado de segurança, chefe da repartição para comparecer à
somente cabe reexame necessário se, audiência marcada.
na relação processual, figurar pessoa
jurídica de direito público como parte DICA 113
prejudicada pela concessão da ordem.
Tal situação não ocorre na hipótese de Súmula nº 385 do TST
figurar no feito como impetrante e
terceiro interessado pessoa de direito I – Incumbe à parte o ônus de provar,
privado, ressalvada a hipótese de quando da interposição do recurso, a
matéria administrativa. existência de feriado local que
autorize a prorrogação do prazo
- Empresas Públicas e Sociedades de recursal (art. 1.003, § 6º, do CPC de
Economia Mista são PJ de DIREITO 2015). No caso de o recorrente alegar a
PRIVADO, razão pela qual NÂO estão existência de feriado local e não o
incluídas na regra do Reexame comprovar no momento da interposição do
Necessário! recurso, cumpre ao relator conceder o
prazo de 5 (cinco) dias para que seja
sanado o vício (art. 932, parágrafo único,
do CPC de 2015), sob pena de não
10 - TST- SUM-299 AÇÃO RESCISÓRIA. conhecimento se da comprovação
DECISÃO RESCINDENDA. TRÂNSITO EM depender a tempestividade recursal;
JULGADO. COMPROVAÇÃO. EFEITOS
II – Na hipótese de feriado forense,
II - Verificando o relator que a parte incumbirá à autoridade que proferir a
interessada não juntou à inicial o decisão de admissibilidade certificar o
documento comprobatório, abrirá prazo de expediente nos autos;
15 (quinze) dias para que o faça (art. 321
do CPC de 2015), sob pena de III – Admite-se a reconsideração da análise
indeferimento. da tempestividade do recurso, mediante
prova documental superveniente, em
III - A comprovação do trânsito em julgado agravo de instrumento, agravo interno,
da decisão rescindenda é pressuposto agravo regimental, ou embargos de
processual indispensável ao tempo do declaração, desde que, em momento
ajuizamento da ação rescisória. anterior, não tenha havido a concessão de
Eventual trânsito em julgado posterior prazo para a comprovação da ausência de
ao ajuizamento da ação rescisória não expediente forense.
reabilita a ação proposta, na medida
em que o ordenamento jurídico não DICA 114
contempla a ação rescisória
preventiva. (ex-OJ nº 106 da SBDI-II - DJ OJ 8. Pleno do TST. PRECATÓRIO.
29.04.2003); MATÉRIA ADMINISTRATIVA. REMESSA
NECESSÁRIA. NÃO CABIMENTO (DJ
- NÃO EXISTE AÇÃO RESCISÓRIA 25.04.2007)
PREVENTIVA;
Em sede de precatório, por se tratar de
- Trânsito em julgado - pressuposto decisão de natureza administrativa, não
indispensável; se aplica o disposto no art. 1º, V, do
Decreto-Lei nº 779, de 21.08.1969, em
DICA 112 que se determina a remessa necessária em
caso de decisão judicial desfavorável a ente
público.
29

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

A Justiça do Trabalho é competente


para processar e julgar as ações de
DICA 115 indenização por danos morais e
patrimoniais decorrentes de acidente
Art. 844 - § 4º - A revelia não produz o de trabalho propostas por empregado
efeito mencionado no caput deste artigo contra empregador, inclusive aquelas que
se: ainda não possuíam sentença de mérito em
primeiro grau quando da promulgação da
I– havendo pluralidade de reclamados, Emenda Constitucional nº 45/04.
algum deles contestar a ação;
DICA 117
II – o litígio versar sobre direitos
indisponíveis; ALERTA PEGADINHA DE PROVA: Apesar
da competência ser da Justiça do Trabalho
III – a petição inicial não estiver conforme Súmula 392, TST, o prazo
acompanhada de instrumento que a lei prescricional é do art. 206, §3º, CC e não
considere indispensável à prova do ato; aquele típico da Justiça do Trabalho.

IV – as alegações de fato formuladas pelo O TST decidiu que a ação em que viúva e
reclamante forem inverossímeis ou filhos de empregado falecido pleiteiam, em
estiverem em contradição com prova nome próprio, o pagamento de indenização
constante dos autos. por danos morais e materiais decorrentes
da morte de seu ente familiar por suposta
OJ-SDI1-152 REVELIA. PESSOA doença ocupacional adquirida no curso do
JURÍDICA DE DIREITO PÚBLICO. contrato de emprego se submete à
APLICÁVEL. (ART. 844 DA CLT) prescrição prevista no art. 206, § 3º, do
(inserido dispositivo) - DJ 20.04.2005 Código Civil – 3 anos. Ainda que a
competência para o julgamento da
ação seja da Justiça do Trabalho, nos
Pessoa jurídica de direito público sujeita-se
termos do art. 114, VI, da CF e da
à revelia prevista no artigo 844 da CLT.
Súmula nº 392 do TST, trata-se de
direito personalíssimo e autônomo dos
DICA 116
familiares da vítima, de natureza
eminentemente civil, e que se
Súmula nº 392 do TST distingue do dano sofrido pelo próprio
trabalhador” (RR-10248-
DANO MORAL E MATERIAL. RELAÇÃO 50.2016.5.03.0165, SBDI-I, rel. Min. Luiz
DE TRABALHO. COMPETÊNCIA DA Philippe Vieira de Mello Filho, 7.6.2018,
JUSTIÇA DO TRABALHO veiculado no Informativo de Jurisprudência
nº 180 do TST)
Nos termos do art. 114, inc. VI, da
Constituição da República, a Justiça DICA 118
do Trabalho é competente para processar e
julgar ações de indenização por dano moral RECURSO DE REVISTA INTERPOSTO
e material, decorrentes da relação de SOB A ÉGIDE DA LEI Nº 13.015/2014
trabalho, inclusive as oriundas de acidente – DISPENSA POR JUSTA CAUSA.
de trabalho e doenças a ele PERDÃO TÁCITO. ABERTURA DE
equiparadas, ainda que propostas pelos PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO
dependentes ou sucessores do PARA APURAÇÃO DOS FATOS. Tendo a
trabalhador falecido. reclamada exercido ato incompatível com a
intenção de punir, uma vez que o
Súmula Vinculante 22 reclamante, após os fatos imputados a ele,
foi contemplado com promoções por
mérito, bem como ocupou nova função
30

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

de confiança, o que evidencia a ausência POSSIBILIDADE. (alterada em


de quebra de fidúcia, resta configurado decorrência do CPC de 2015) - Res.
o perdão tácito. Recurso de revista 220/2017, DEJT divulgado em 21, 22 e
conhecido e desprovido. TST-RR-20843- 25.09.2017.
08.2014.5.04.0018. DEJT. 20/10/2017. Nos termos do art. 866 do CPC de 2015, é
admissível a penhora sobre a renda
DICA 119 mensal ou faturamento de empresa,
limitada a percentual, que não
OJ 153 – SDI-2. MANDADO DE comprometa o desenvolvimento
SEGURANÇA. EXECUÇÃO. ORDEM DE regular de suas atividades, desde que
PENHORA SOBRE VALORES não haja outros bens penhoráveis ou,
EXISTENTES EM CONTA SALÁRIO. ART. havendo outros bens, eles sejam de difícil
649, IV, DO CPC DE 1973. alienação ou insuficientes para satisfazer o
ILEGALIDADE. (atualizada em crédito executado.
decorrência do CPC de 2015) - Res.
220/2017, DEJT divulgado em 21, 22 e
25.09.2017

Ofende direito líquido e certo decisão


que determina o bloqueio de numerário
existente em conta salário, para
satisfação de crédito trabalhista, ainda que
seja limitado a determinado percentual dos
valores recebidos ou a valor revertido para
fundo de aplicação ou poupança, visto que
o art. 649, IV, do CPC de 1973 contém
norma imperativa que não admite
interpretação ampliativa, sendo a exceção
prevista no art. 649, § 2º, do CPC de 1973
espécie e não gênero de crédito de
natureza alimentícia, não englobando o
crédito trabalhista.

DICA 120

Súmula nº 211 do TST - JUROS DE


MORA E CORREÇÃO MONETÁRIA.
INDEPENDÊNCIA DO PEDIDO INICIAL
E DO TÍTULO EXECUTIVO JUDICIAL
(mantida) - Res. 121/2003, DJ 19, 20
e 21.11.2003

Os juros de mora e a correção monetária


incluem-se na liquidação, ainda que omisso
o pedido inicial ou a condenação.

DICA 121

OJ 93 da SBDI-2 do TST

PENHORA SOBRE PARTE DA RENDA DE


ESTABELECIMENTO COMERCIAL.
31

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

DIREITO CIVIL DICA 124

Além dos casos expressamente declarados


DICA 122 na lei, é ANULÁVEL (e não nulo) o
NEGÓCIO JURÍDICO:
ELEMENTOS ACIDENTAIS DO NEGÓCIO
JURÍDICO: condição, termo e encargo.
– Por INCAPACIDADE RELATIVA DO
AGENTE;
Condição: enquanto não se verificar, não
se terá adquirido o direito. (FUTURO +
– Por VÍCIO RESULTANTE de ERRO,
INCERTO)
DOLO, COAÇÃO, ESTADO de PERIGO,
LESÃO ou FRAUDE CONTRA
Termo: suspende o exercício, mas não a
CREDORES;
aquisição do direito. (FUTURO + CERTO)
– O NEGÓCIO ANULÁVEL pode ser
Encargo: não suspende nem a aquisição e
confirmado pelas partes, salvo direito de
nem o exercício do direito. (LIBERALIDADE
terceiro;
+ ONUS)
– É de QUATRO ANOS o prazo de
COMO IDENTIFICAR.
decadência (após isso convalida-se o
negócio por decurso de tempo) para
a) CONDIÇÃO: pleitear-se a anulação do negócio jurídico,
contado no caso de coação, do dia em que
- SUSPENSIVA - "SE". ela cessar.

- RESOLUTIVA - "ENQUANTO". DICA 125

b) A TERMO: É NULO o NEGÓCIO JURÍDICO quando:

"QUANDO". I - celebrado por pessoa absolutamente


incapaz;
c) ENCARGO OU MODO:
II - for ilícito, impossível ou
"PARA QUE". indeterminável o seu objeto;

"COM FIM DE". III - o motivo determinante, comum a


ambas as partes, for ilícito;
DICA 123
IV - não revestir a forma prescrita em lei;
Condição é o Elemento acidental do
negócio jurídico, possuindo, entre outras,
V - for preterida alguma solenidade que
as seguintes características: acessoriedade a lei considere essencial para a sua
e voluntariedade. validade;

Art. 121. Considera-se condição a cláusula VI - tiver por objetivo fraudar lei
que, derivando exclusivamente da imperativa;
vontade das partes, subordina o efeito do
negócio jurídico a evento futuro e incerto. VII - a lei taxativamente o declarar
nulo, ou proibir-lhe a prática, sem
Se decorre exclusivamente da vontade cominar sanção.
das partes, significa que não decorre da lei,
e se não decorre da lei é porque a condição DICA 126
é acessória.
32

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

Se uma pessoa relativamente incapaz potestativo não admite violação, pois SÓ


celebrar um negócio jurídico com uma DEPENDE DO TITULAR.
pessoa jurídica, tal negócio firmado não
será nulo de pleno direito, mas poderá Exemplos: direito do mandante de revogar
ser anulado. o mandato; direito do cônjuge ao divórcio.

Entretanto, é nulo o negócio jurídico Assim, a DECADÊNCIA é aplicada aos


quando for celebrado por pessoa direitos potestativos pelo seu não
absolutamente incapaz. exercício, quando há prazo em lei para o
ser.
– A INCAPACIDADE RELATIVA DE UMA
DAS PARTES não pode ser invocada pela Direito subjetivo: é a prerrogativa de
outra em benefício próprio, nem aproveita exigir de alguém um comportamento. Se
aos co-interessados capazes, salvo se, for exigido de uma pessoa certa e
neste caso, for indivisível o objeto do determinada, será relativo, se for da
direito ou da obrigação comum. coletividade, será absoluto.

Art. 180. O menor, entre dezesseis e Se houver a violação do direito subjetivo,


dezoito anos, não pode, para eximir-se de ou seja, se a pessoa não cumpre
uma obrigação, invocar a sua idade se voluntariamente seu comportamento,
dolosamente a ocultou quando inquirido surge uma pretensão de exigir
pela outra parte, ou se, no ato de obrigar- judicialmente aquele comportamento.
se, declarou-se maior.
Exemplos: crédito, propriedade, direitos da
Art. 181. Ninguém pode reclamar o que, personalidade.
por uma obrigação anulada, pagou a um
incapaz, se não provar que reverteu em DICA 128
proveito dele a importância paga.
- O juiz pode, de ofício, reconhecer a
Por fim, PRESCRIÇÃO, ainda que a pretensão se
refira a direitos patrimoniais, mas não
RIA PARA OS DOIS LADOS: pode, de ofício, suprir a alegação, pela
parte, de DECADÊNCIA
RIA: Relativamente Incapaz - Assistido; CONVENCIONAL.

AIR: Absolutamente Incapaz - - Se a decadência for convencional, a


Representado. parte a quem aproveita pode alegá-la
em qualquer grau de jurisdição, mas o
juiz não pode suprir a alegação.

DICA 127 – Quanto ao pronunciamento de ofício,


temos que:
Como diferenciar PRESCRIÇÃO e
DECADÊNCIA? – PRESCRIÇÃO: pronunciará de ofício;

Para entender a diferença entre prescrição – DECADÊNCIA LEGAL: pronunciará de


e decadência é necessário verificar a ofício;
distinção entre direito subjetivo e
potestativo. – DECADÊNCIA CONVENCIONAL: não
pronunciará de ofício (Art. 211).
Direito potestativo: consiste no poder de
fazer produzir efeitos pela simples – A DECADÊNCIA LEGAL não pode ser
manifestação de vontade. O direito renunciada, em qualquer hipótese.
33

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

– A DECADÊNCIA CONVENCIONAL pode DICA 131


ser renunciada após a consumação,
também pelo devedor (mesmo tratamento CONTRATOS: eles têm como principal
da prescrição). classificação (as mais cobradas) a de
contrato benéfico (gratuito), aleatório,
- Não existe prazo prescricional bilateral impróprio e derivado.
convencional, só decadencial
Contrato benéfico (ou gratuito) é
DICA 129 aquele que, de acordo com a vontade das
partes, só consigna vantagem para uma
Nunca é demais memorizar a diferença das partes. Ex. doação pura.
entre prescrição e decadência!
Contrato aleatório é aquele em que as
PRESCRIÇÃO: vantagens são incertas, podendo ser
maiores, iguais ou menores do que as
- Não pode ser alterada por acordo entre as prestações realizadas para obtê-las, ou até
partes (lembre-se do rol de prazos absolutamente nulas. Exemplos: contratos
legalmente estabelecidos) emptio spei (compra de “esperança de
coisa”) e emptio res sperate (compra de
- Não há renúncia antecipada, somente coisa futura).
renúncia após a consumação da prescrição:
RENÚNCIA TÁCITA ou EXPRESSA Contrato bilateral impróprio é aquele
que nasce unilateral, mas por uma
- Pode ser conhecida de ofício alteração na essência passa a ser bilateral;
razão pela qual passa a ser denominado
- Alegada em qualquer grau de jurisdição unilateral imperfeito ou impróprio.
Exemplo: depósito. Apesar de ser
originariamente um contrato unilateral,
DECADÊNCIA:
porque a obrigação recai sobre o
depositário, que deve apenas restituir a
- Pode ser alterada por vontade das partes coisa, é possível que se torne bilateral na
medida em que o depositante pode ser
- Juiz só conhece de ofício decadência legal obrigado a ressarcir o depositário pelos
(decadência convencional não é conhecida gastos que este fez com a guarda da coisa
de ofício) (art. 643, CCB).

- Decadência legal não pode ser objeto de Contrato derivado é aquele cujo objeto é
renúncia, enquanto decadência extraído do próprio objeto do contrato
convencional sim. principal, como ocorre na locação e
sublocação.
- Não se aplicam à decadência as normas
que impedem, suspendem Contratos COMUTATIVOS: são os de
ou interrompem a prescrição prestações certas e determinadas. As
partes podem antever as vantagens e os
DICA 130 sacrifícios, que geralmente se equivalem,
decorrente de sua celebração, porque não
Não pode ser declarada prescrição ou envolvem nenhum risco.
decadência aos aos absolutamente
incapazes. DICA 132

Súmula 479 do STJ: As instituições


financeiras respondem objetivamente
pelos danos gerados por fortuito interno
relativo a fraudes e delitos praticados por
34

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

terceiros no âmbito de operações (webcasting e simulcasting) demanda


bancárias. autorização prévia e expressa pelo titular
dos direitos de autor e caracteriza fato
- A responsabilidade objetiva das gerador de cobrança pelo ECAD
instituições financeiras se funda na teoria relativa à exploração econômica
do risco empresarial. Vale a parêmia ubi desses direitos. STJ. 2ª Seção. REsp
emolumentum ibi onus (STJ. 3ª Turma. 1559264/RJ, Rel. Min. Ricardo Villas
BôasCueva, julgado em 08/02/2017 (Info
REsp 685.662/RJ, rel. Min. Nancy Andrighi,
597).
j. 10.11.2005).

DICA 133 DICA 136

É nulo o negócio jurídico simulado, Art. 276. Se um dos devedores solidários


mas subsistirá o que se dissimulou, se falecer deixando herdeiros, nenhum
válido for na substância e na forma. destes será obrigado a pagar senão a
quota que corresponder ao seu quinhão
Anulado o negócio jurídico, restituir-se-ão
hereditário, salvo se a obrigação for
as partes ao estado em que antes dele se indivisível; mas todos reunidos serão
achavam, e, não sendo possível restituí- considerados como um devedor
las, serão indenizadas com o equivalente. solidário em relação aos demais
devedores.

DICA 134 DICA 137

Os direitos da personalidade podem ser Súmula 465/STJ: Ressalvada a hipótese de


classificados de acordo com a proteção à: efetivo agravamento do risco, a seguradora
não se exime do dever de indenizar em
a) Integridade física: Tutela jurídica do razão da transferência do veículo sem a
corpo humano (vivo ou morto; inteiro ou sua prévia comunicação.
em partes).
DICA 138
b) Integridade psíquica: Tutela jurídica
dos valores imateriais. Direito a honra, PRESCRIÇÃO – PRAZOS PARA
imagem, nome etc. MEMORIZAÇÃO:

c) Integridade intelectual: Tutela 2 anos: Alimentos


jurídica da criação, inteligência do homem.
Direito autoral. 4 anos: Tutela

O direito à vida (vida digna) não está 1 ano: hospedagem + alimentos víveres;
dentro de uma dessas três espécies. O segurado contra segurador*; auxiliares da
direito à vida se apresenta como um justiça = Emolumentos, custas e
pressuposto dos direitos da personalidade. honorários; credores não pagos.
É a cláusula geral da personalidade.
Entretanto, o Professor Pablo Stolze coloca 5 anos: Dívidas Líquidas - Instrumento
o direito à vida no mesmo grupo que Público + Particular; profissionais liberais;
proteção à integridade física. vencedor contra vencido.

DICA 135 3 anos: os demais - prazos importantes:


Reparação civil; pretensão de aluguel;
A transmissão de músicas por meio da rede beneficiário contra o segurador
mundial de computadores mediante o
emprego da tecnologia streaming
35

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

OBS: A prescrição será de 10 anos após esse julgado, a pessoa com


quando a lei não fixar prazo menor. deficiência mental NÃO É MAIS
ABSOLUTAMENTE INCAPAZ. Isso
DICA 139 somente reforça que a pessoa com
deficiência pode sofrer dano moral".
Info 576 STJ: Para que haja a sanção civil (Vade Mecum de Jurisprudência - Dizer o
do art. 940 é indispensável a Direito, Ed. 2018, Juspodivm).
demonstração de má-fé do credor. E a
aplicação pode ser postulada pelo réu na DICA 141
própria defesa, independendo da
propositura de ação autônoma ou de Art. 158. Os negócios de transmissão
manejo de reconvenção. gratuita de bens ou remissão de dívida, se
os praticar o devedor já insolvente, ou por
DICA 140 eles reduzido à insolvência, ainda quando o
ignore, poderão ser anulados pelos
Um pouquinho de jurisprudência, pois, credores quirografários, como lesivos dos
afinal, a CESPE AMA! seus direitos.

Absolutamente incapaz, mesmo sem § 1º Igual direito assiste aos credores cuja
entender seus atos e os de terceiros, garantia se tornar insuficiente.
pode sofrer dano moral?
§ 2º Só os credores que já o eram ao
SIM. O absolutamente incapaz, ainda tempo daqueles atos podem pleitear a
quando impassível de detrimento anulação deles.
anímico, pode sofrer dano moral. O
dano moral caracteriza-se por uma DICA 142
ofensa, e não por uma dor ou um
padecimento. Eventuais mudanças no [INFORMATIVO 594/STJ] FRAUDE À
estado de alma do lesado decorrentes do EXECUÇÃO - Só poderá ser reconhecida se
dano moral, portanto, não constituem o o ato de disposição do bem for
próprio dano, mas eventuais efeitos ou posterior à citação válida do sócio
resultados do dano. Os bens jurídicos cuja devedor, quando redirecionada a
afronta caracteriza o dano moral são os execução que fora originariamente
denominados pela doutrina como direitos proposta em face da pessoa jurídica. Ex:
da personalidade, que são aqueles havia uma execução tramitando apenas
reconhecidos à pessoa humana tomada em contra a sociedade empresária; durante o
si mesma e em suas projeções na curso deste processo, um dos sócios
sociedade. A CF/88 deu ao homem lugar de vendeu bem que estava em seu nome;
destaque, realçou seus direitos e fez deles algum tempo depois, o juiz determinou a
o fio condutor de todos os ramos desconsideração da personalidade jurídica
jurídicos. A dignidade humana pode ser e o redirecionamento da execução contra o
considerada, assim, um direito sócio; esta alienação realizada pelo sócio
constitucional subjetivo – essência de não ocorreu mediante fraude à execução;
todos os direitos personalíssimos –, e é o isso porque, quando ele vendeu o bem,
ataque a esse direito o que se ainda não tinha sido citado. STJ. 3ª Turma.
convencionou chamar dano moral. STJ. 4ª REsp 1.391.830-SP, Rel. Min. Nancy
Turma. REsp 1.245.550-MG, Rel. Min. Luis Andrighi, julgado em 22/11/2016 (Info
Felipe Salomão, julgado em 17/3/2015 594). O entendimento acima exposto
(Info 559)." permanece válido com o CPC/2015?
Haverá polêmica, mas pela redação literal
Quanto ao julgado do STJ (Info 559), vale do novo CPC, não. Isso porque o CPC/2015
destacar que: "com o Estatuto da traz uma nova regra, que não havia no
Pessoa com Deficiência (Lei n. Código passado, afirmando que a fraude à
13.146/2015), que entrou em vigor execução tem como marco a data da
36

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

citação da pessoa jurídica que é objeto da DIREITO PROCESSUAL


desconsideração: Art. 792 (...) § 3º Nos CIVIL
casos de desconsideração da personalidade
jurídica, a fraude à execução verifica-se a DICA 143
partir da citação da parte cuja
personalidade se pretende desconsiderar Hipóteses de não cabimento de
Mandado de Segurança:

Art. 1°, § 2º Não cabe mandado de


segurança contra os atos de gestão
comercial praticados pelos administradores
de empresas públicas, de sociedade de
economia mista e de concessionárias de
serviço público.

Art. 5º Não se concederá mandado de


segurança quando se tratar:

I - de ato do qual caiba recurso


administrativo com efeito suspensivo,
independentemente de caução;

II - de decisão judicial da qual caiba


recurso com efeito suspensivo;

III - de decisão judicial transitada em


julgado.

DICA 144

Hipóteses de não cabimento de


Mandado de Segurança:

Súmula 266 do STF – Não cabe Mandado


de Segurança contra lei em tese.

Súmula 267 do STF – Não Cabe Mandado


de Segurança contra ato judicial passível
de recurso ou correição.

Súmula 268 do STF – Não cabe Mandado


de Segurança contra decisão judicial com
trânsito em julgado.

Súmula 269 do STF – O Mandado de


Segurança não é substitutivo de ação de
cobrança.

Súmula 271 do STF – Concessão de MS


não produz efeitos patrimoniais, em
relação a período pretérito, os quais devem
ser reclamados administrativamente ou
pela via judicial própria.
37

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

Súmula 430 do STF – Pedido de DICA 146


reconsideração na via administrativa não
interrompe o prazo para o mandando de PRAZO DECADENCIAL DO MS: pode ser
segurança. reconhecida de OFÍCIO, quando previsto
em LEI (art. 210 do CC de 2002). Pode
Súmula 626 do STF – A suspensão da ser RELATIVIZADO, em nome da
liminar em mandado de segurança, salvo Segurança Jurídica, vide MS25097/DF,
determinação em contrário da decisão que publicado no Dje em 28/03/2017.
a deferir, vigorará até o trânsito em julgado
da decisão definitiva de concessão da O STF já relativizou o prazo de 120 dias
segurança ou, havendo recurso, até a sua do MS em nome da segurança jurídica
manutenção pelo Supremo Tribunal Em outubro/2004, a parte impetrou
Federal, desde que o objeto da liminar mandado de segurança no STF. O writ foi
deferida coincida, total ou parcialmente, proposto depois que já havia se passado
com o da impetração. mais de 120 dias da publicação do ato
impugnado. Dessa forma, o Ministro
Súmula 632 do STF – É constitucional lei Relator deveria ter extinguido o mandado
que fixa prazo decadencial para a de segurança sem resolução do mérito pela
impetração de mandado de segurança. decadência. Ocorre que o Ministro não se
atentou para esse fato e concedeu a liminar
Súmula 460 do STJ: É incabível o pleiteada. Em março/2017, a 1ª Turma do
mandado de segurança para convalidar a STF apreciou o mandado de segurança. O
compensação tributária realizada pelo que fez o Colegiado? Extinguiu o MS sem
contribuinte. resolução do mérito em virtude da
decadência? NÃO. A 1ª Turma do STF
DICA 145 reconheceu que o MS foi impetrado fora do
prazo, no entanto, como foi concedida
Info 578/STJ liminar e esta perdurou por mais de 12
anos, os Ministros entenderam que deveria
O prazo decadencial para impetrar ser apreciado o mérito da ação, em nome
mandado de segurança contra redução da segurança jurídica. STF. 2ª Turma. MS
do valor de vantagem integrante de 25097/DF, Rel. Min. Gilmar Mendes,
proventos ou de remuneração de servidor julgado em 28/3/2017 (Info 859).
público renova-se mês a mês. A redução,
ao contrário da supressão de vantagem, DICA 147
configura relação de trato sucessivo, pois
não equivale à negação do próprio fundo de A CESPE AMA o tema MANDADO DE
direito. Assim, o prazo decadencial para se SEGURANÇA, então, LÁ VAI MAIS
impetrar a ação mandamental renova-se ALGUMAS DICAS:
mês a mês.
Art. 14. Da sentença, denegando ou
• Ato que SUPRIME vantagem: é ato ÚNICO concedendo o mandado, cabe apelação.
(o prazo para o MS é contado da data em
que o prejudicado tomou ciência do ato). Art. 15. Quando, a requerimento de
pessoa jurídica de direito público
• Ato que REDUZ vantagem: consiste em interessada ou do Ministério Público e para
prestação de TRATO SUCESSIVO (o prazo evitar grave lesão à ordem, à saúde, à
para o MS renova-se mês a mês). segurança e à economia públicas, o
presidente do tribunal ao qual couber
Corte Especial. REsp 1.164.514-AM, Rel. o conhecimento do respectivo recurso
Min. Napoleão Nunes Maia Filho, julgado suspender, em decisão fundamentada,
em 16/12/2015 (Fonte: Dizer o Direito). a execução da liminar e da sentença,
dessa decisão caberá agravo, sem
efeito suspensivo, no prazo de 5
38

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

(cinco) dias, que será levado a Não vamos confundir as disposições


julgamento na sessão seguinte à sua constantes em diferentes leis:
interposição.
- LEI MANDADO DE SEGURANÇA
DICA 148 (12.010) - quando juiz de primeiro grau
concede ou não liminar cabe agravo de
Em REGRA, recurso em MS NÃO TEM instrumento // do indeferimento da inicial
EFEITO SUSPENSIVO, apenas pelo juiz de primeiro grau cabe apelação
devolutivo, ou seja, concedido o pedido, já // do indeferimento da inicial pelo relator
pode haver a execução provisória, mesmo cabe agravo para o órgão competente do
antes da apreciação pela instância tribunal.
superior, exceto nos pedidos onde é
vedado a concessão de pedido liminar. - LEI 9868 (ADI / ADECON) - Cabe
Nesses casos haverá efeito suspensivo e agravo da decisão que indeferir a petição
devolutivo: inicial. (art.4º)

São 4 hipóteses: - LEI 8429 (IMPROBIDADE ADM) - Da


decisão que receber a petição inicial,
a - Compensação de crédito tributário; caberá agravo de instrumento
(art.17 § 10)
b - Entrega de mercadorias e bens
provenientes do exterior - LEI 13300 (MANDADO INJUNÇÃO) -
Da decisão do relator que indeferir a
c - Reclassificação ou equiparação de petição inicial cabe agravo para órgão
servidores públicos colegiado competente.

d - Concessão de aumento ou a extensão DICA 151


de vantagens ou pagamento de qualquer
natureza. MANDADO DE SEGURANÇA:

DICA 149 Art. 8º Será decretada a perempção ou


caducidade da medida liminar ex
Importante lembrar que: officio ou a requerimento do Ministério
Público quando, concedida a medida, o
O mandado de segurança constitui ação impetrante criar obstáculo ao normal
adequada para a declaração do direito à andamento do processo ou deixar de
compensação tributária (Súmula 213, promover, por mais de 3 (três) dias
STJ) úteis, os atos e as diligências que lhe
cumprirem.
A compensação de créditos tributários
não pode ser deferida em ação cautelar ou DICA 152
por medida liminar cautelar ou
antecipatória. (Súmula 212, STJ). MANDADO DE SEGURANÇA:

É incabível o mandado de segurança DECISÃO LIMINAR QUE CONCEDER OU


para convalidar a compensação DENEGAR A ORDEM - AGRAVO DE
tributária realizada pelo INSTRUMENTO.
contribuinte. (Súmula 460, STJ.)
RECURSO CABÍVEL EM CASO DE
DICA 150 INDEFERIMENTO:

DICA INTERDISCIPLINAR
39

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

SE FOR DECISÃO DE TRIBUNAL, CABE Inf STJ 533: o impetrante pode desistir do
AGRAVO. SE FOR DECISÃO DE JUIZ DE MS SEM anuência do impetrado, MESMO
PRIMEIRO GRAU CABE APELAÇÃO. APÓS a prolação de sentença de mérito
(Resp 1405532)
RECURSO DA SENTENÇA QUE DECIDIR
O MS – APELAÇÃO. Inf STF 781 (posterior a esse): não é
cabível a desistência do MS nas hipóteses
DICA 153 em que se discute a exigibilidade de
concurso público para delegação de
Não cabe a fixação de honorários recursais serventias extrajudiciais, quando na
(art. 85, § 11, do CPC/2015) em caso de espécie já houver sido PROFERIDA decisão
recurso interposto no curso de processo de mérito objeto de sucessivos recursos.
cujo rito exclua a possibilidade de STF, 2a T MS 29093,29129 etc
condenação em honorários. Em outras
palavras, não é possível fixar honorários DICA 155
recursais quando o processo originário não
preveja condenação em honorários. Em se tratando de ação civil pública de
improbidade administrativa, há a
Assim, suponha que foi proposta uma ação facultatividade de o ente público integrar o
que não admite fixação de honorários polo passivo da demanda (litisconsórcio
advocatícios. Imagine que uma das partes, passivo facultativo) ou migrar para o polo
no bojo deste processo, interponha recurso ativo em nome do interesse público.
extraordinário. O STF, ao julgar este RE,
não fixará honorários recursais AÇÃO CIVIL PÚBLICA. NULIDADE DE
considerando que o rito aplicável ao AUTORIZAÇÃO E LICENÇA
processo originário não comporta AMBIENTAL.RESPONSABILIDADE DO EST
condenação em honorários advocatícios. ADO. LITISCONSÓRCIO PASSIVO FACUL
TATIVO.MIGRAÇÃO DE ENTE PÚBLIC
Como exemplo desta situação, O PARA O POLO ATIVO. INTERESSE
podemos citar o mandado de PÚBLICO. POSSIBILIDADE. 1. Trata-
segurança, que não admite condenação se, na origem, de Ação Civil Pública a
em honorários advocatícios (art. 25 da Lei juizada pelo Ministério Público do Estado
nº 12.016/2009, súmula 105-STJ e súmula de São Paulo (...)
512-STF). Logo, se for interposto um 2. A jurisprudência do STJ é no
recurso extraordinário neste processo, o sentido de que o deslocamento de
Tribunal não fixará honorários recursais. pessoa jurídica de Direito Público do
polo passivo para o ativo na Ação Civil
STF. 1ª Turma. ARE 948578 AgR/RS, ARE Pública é possível quando presente o
951589 AgR/PR e ARE 952384 AgR/MS, interesse público, a juízo do
Rel. Min. Marco Aurélio, julgados em representante legal ou do dirigente,
21/6/2016 (Info 831). nos moldes do art. 6º, § 3º, da Lei
4.717/1965, combinado com o art. 17, §
DICA 154 3º, da Lei de Improbidade Administrativa.
(...) (REsp 1391263/SP, Rel. Ministro
RE 669.367/RJ Repercussão Geral: a HERMAN BENJAMIN, SEGUNDA TURMA,
desistência em MS é prerrogativa de julgado em 06/05/2014, DJe 07/11/2016)
quem o impetra, podendo se dar a
qualquer momento, antes do trânsito em DICA 156
julgado, sem anuência da parte
demandada e independente de já ter RECURSO EXTRAORDINÁRIO.
havido decisão de mérito e de lhe ser CONSTITUCIONAL E PROCESSUAL.
desfavorável ou favorável. MANDADO DE SEGURANÇA. VALORES
DEVIDOS ENTRE A DATA DA
IMPETRAÇÃO E A IMPLEMENTAÇÃO DA
40

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

ORDEM CONCESSIVA. SUBMISSÃO AO Súmula STJ 376: Compete a turma


REGIME DE PRECATÓRIOS. REAFIRMAÇÃO recursal processar e julgar o Mandado de
DE JURISPRUDÊNCIA. RECURSO Segurança contra ato de juizado especial.
EXTRAORDINÁRIO PROVIDO. O
pagamento dos valores devidos pela DICA 161
Fazenda Pública entre a data da
impetração do mandado de segurança Cabe Mandado de Segurança contra ato
e a efetiva implementação da ordem praticado em licitação promovida
concessiva deve observar o regime de por sociedade de economia mista ou
precatórios previsto no artigo 100 da empresa pública.
Constituição Federal. [RE 889173. Rel.
Min. Luiz Fux. Julgamento: 08/08/2015. DICA 162
Publicação DJe: 17/08/2015].
Sum. 202, STJ: a impetração de
DICA 157 segurança por terceiro, contra ato judicial,
não se condiciona a interposição de
No mandado de segurança impetrado recurso.
por servidor público contra a Fazenda
Pública, as parcelas devidas entre a
data de impetração e a de
implementação da concessão da
segurança devem ser pagas por meio
de precatórios, e não via folha
suplementar. STJ. 2ª Turma. REsp
1.522.973-MG, Rel. Min. Diva Malerbi
(Desembargadora convocada do TRF da 3ª
Região), julgado em 4/2/2016 (Info
576).

DICA 158

SÚMULA 269, STJ: O mandado de


segurança não é substitutivo de ação de
cobrança.

Assim, direitos patrimoniais pretéritos a


impetração do mandado de segurança
devem ser buscados em via administrativa
ou ação própria.

DICA 159

Art. 21 da Lei nº. 12.016/2009. O mandado


de segurança coletivo pode ser impetrado
por partido político com representação
no Congresso Nacional, na defesa de
seus interesses legítimos relativos a seus
integrantes ou à finalidade partidária [...]

DICA 160
41

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

DIREITO PENAL Pena - detenção, de 3 meses a 1 ano, e


multa.
DICA 163

Segundo entendimento do STF e STJ, no DICA 167


descaminho admite-se o princípio da
Info 743 STF - O princípio da consunção é
insignificância com o valor de até R$
aplicável quando um delito de alcance
20.000.
menos abrangente praticado pelo agente
for meio necessário ou fase preparatória ou
executória para a prática de um delito de
DICA 164 alcance mais abrangente. Com base nesse
conceito, em regra geral, a consunção
NÃO SE APLICA O P.
acaba por determinar que a conduta mais
INSIGNIFICANCIA: grave praticada pelo agente (crime-fim)
-Roubo absorve a conduta menos grave (crime-
-Tráfico de Drogas meio). [...] . STF. 1ª Turma. HC
121652/SC, rel. Min. Dias Toffoli, julgado
-Moeda Falsa
em 22/4/2014.
-Contrabando
-Crimes Contra Adm. Pública (S. 599/STJ)
-Âmbito de Violência Doméstica contra DICA 168
Mulher – Lei 11.340/06 (S/589/STJ)
-Transmissão clandestina de sinal de
internet via radiofrequencia (S.606/STJ) Os critérios objetivos adotados
pelo STF para a aplicação do PRINCIPIO
DA INSIGNIFICANCIA é o
DICA 165
famoso MARI:

Configura crime de contrabando a Mínima ofensividade da Conduta


importação de colete à prova de balas sem Ausência de periculosidade social da Ação
prévia autorização do Comando do Reduzido grau de reprovabilidade
Exército. do Comportamento
STJ. 6ª Turma. RHC 62.851-PR, Rel. Min. Inexpressividade da lesão Jurídica
Sebastião Reis Júnior, julgado em
16/2/2016 (Info 577). *MARI É INSIGNIFICANTE

DICA 166 DICA 169

STF - Súmula 610: Há crime de latrocínio,


PREVARICAÇÃO
quando o homicídio se consuma, ainda que
não realize o agente a subtração de bens
Art. 319 - Retardar ou deixar de praticar, da vítima.
indevidamente, ato de ofício, ou praticá-
lo contra disposição expressa de lei, para
satisfazer interesse ou sentimento
pessoal:
42

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

DICA 170 DIREITO PROCESSUAL


PENAL

TEORIA DA ACESSORIEDADE
DICA 173
LIMITADA: a participação só será
punível se a conduta principal for típica e
ilícita. Esta é a teoria adotada no Brasil.
Informativo 609 STJ: O art. 400 do CPP
Com base no exemplo acima, por não se
tratar o furto famélico de uma conduta prevê que o interrogatório deverá ser
ilícita, com amparo na causa de exclusão realizado como último ato da instrução
estado de necessidade, o partícipe, tal qual criminal. Essa regra deve ser aplicada:
o autor, deixaria de responder pelo crime.
• nos processos penais militares;
É necessário que a conduta seja típica e
ilícita para se punir também o partícipe. • nos processos penais eleitorais e
• em todos os procedimentos penais
DICA 171
regidos por legislação especial (ex: lei de
drogas).
ABSOLUTAMENTE INCAPAZ - ISENTO
DE PENA. DICA 174

NÃO INTEIRAMENTE INCAPAZ


Interceptação telefônica:
(RELATIVAMENTE INCAPAZ) -
REDUÇÃO DE PENA.
1 - A solicitação deve ser feita de 15 em 15
dias;
CAPAZ - RESPONDE NORMALMENTE.
2 - Quantas vezes forem necessárias;
3 - O prazo de 15 dias começa a contar a
DICA 172
partir do momento da primeira escuta e
STJ - Súmula 73: A utilização de papel não da autorização;
moeda grosseiramente 4 - A autorização tem que ser judicial;
falsificado configura, em tese, o crime de
5 - O crime investigado deve ter a pena de
estelionato, de competência da Justiça
Estadual. reclusão e não de detenção;
6 - Não tem que ter outro meio de prova;
7 - Tem que ter quase certeza que o
investigado é um bandido;
8 - O juiz pode utilizar apenas o que
interessa na escuta e descartar o resto a
qualquer hora do processo;
9 - A gravação é sigilosa e deve ser
guardada separadamente;
10 - O princípio da serendipidade pode ser
utilizado quando o crime está relacionado.
Ex.: lavagem de dinheiro.
43

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

DICA 175 ► AÇÃO PENAL PÚBLICA


Exame de corpo de delito não pode ser INCONDICIONADA: princípio da
suprido pela confissão. indisponibilidade → Impede que o MP
desista da ação a pedido da vítima, após o
oferecimento da denúncia
DICA 176

- Notitia Criminis: É quando a autoridade ► AÇÃO PENAL PRIVADA EXCLUSIVA:


policial toma conhecimento de fato princípio da disponibilidade → Titular pode
criminoso, por qualquer meio. desistir da ação penal proposta

- Delatio Criminis Postulatório: É o DICA 179


meio pelo qual a vítima de delito ou um
representante legal, manifesta sua vontade
COMPETÊNCIA:
a respeito da instauração do inquérito
REGRA GERAL: local da infração.
policial e do posterior oferecimento da
Se local incerto: prevenção.
denúncia.
Se local desconhecido: domicílio do RÉU.

DICA 177
Crime continuado/permanente: prevenção.

PRAZOS DOS CRIMES: Crimes conexos/continentes (concurso de


ABUSO DE AUTORIDADE: 48 horas crimes): na seguinte ordem:
JUSTIÇA ESTADUAL - Preso: 10 dias // - 1) Local do crime com pena mais grave
Solto: 30 dias 2) Local do maior número de crimes
JUSTIÇA FEDERAL - Preso: 15 dias // - 3) Prevenção
Solto: 30 dias
JUSTIÇA ELEITORAL: 10 dias
LEI DE DROGAS - Preso: 30 dias + 30 // DICA 180
- Solto: 90 dias + 90 Decisão Monocrática - Decisão final em
CRIME CONTRA ECONOMIA POPULAR - um processo, tomada por um juiz ou, no
Preso e Solto: 10 dias caso do Supremo Tribunal Federal, por um
CRIME MILITAR - Preso: 20 dias//Solto: ministro.
40 dias No STF, podem ser decididos
DICA 178
monocraticamente pedidos ou recursos
manifestamente intempestivos, incabíveis
► AÇÃO PENAL PÚBLICA ou improcedentes, ou que contrariem a
CONDICIONADA: princípio da jurisprudência predominante no Tribunal,
indisponibilidade → o MP não poderá ou ainda em que for evidente sua
desistir da ação penal incompetência.
44

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

DICA 181 Pena – reclusão, de 2 (dois) a 12


(doze) anos, e multa.

– NÃO CABE HC
Parágrafo único - A pena é aumentada de

1) Contra a imposição da pena de exclusão um terço, se, em razão da vantagem ou

de militar ou de perda de patente ou de promessa, o funcionário retarda ou omite

função pública. (súmula nº. 694) ato de ofício, ou o pratica infringindo dever

2) Não caberá "HABEAS-CORPUS" em funcional.

relação a punições disciplinares militares.


– Contudo, segundo entendimento do STF,
os aspectos relativos à legalidade da
imposição de punição constritiva da
liberdade, em procedimento administrativo
castrense, podem ser discutidos por meio
de habeas corpus.
– O STF não poderá entrar no mérito, mas
poderá perfeitamente analisar questões
inerentes a legalidade. (ART. 142, § 2° da
CF)
3) Quando já extinta a pena privativa de
liberdade. (súmula nº. 695)
4) Em favor de
pessoa jurídica (informativo 516)
5) HC não é a via adequada para discutir a
concessão da suspensão condicional da
pena;
6) HC não é a via adequada para discussão
de condenação baseada em prova ilícita,
inclusive de escuta telefônica, quando a
matéria desafia a visão ampla do conjunto
de prova.

DICA 182

Corrupção ativa

Art. 333 - Oferecer ou prometer vantagem


indevida a funcionário público, para
determiná-lo a praticar, omitir ou retardar
ato de ofício:
45

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

DIREITO PENAL MILITAR suspensão condicional do processo e


transação penal, previstas na Lei n°
9.099/1995.
DICA 183

DICA 187
A Justiça Militar da União é competente Súmula STJ nº 75
para julgar militares
Competência - Processo e Julgamento
e, excepcionalmente, civis, quando
- Facilitação de Fuga de Preso por
cometerem crimes militares, previstos em
Policial Militar
lei específica.
Compete à Justiça Comum Estadual
processar e julgar o policial militar por
DICA 184
crime de promover ou facilitar a fuga de
preso de Estabelecimento Penal.

Não existe no CPM:


- Pena de multa;
- Consentimento do ofendido;
- Perdão judicial (salvo conspiração e
receptação culposa);
- Fiança;
- Arrependimento posterior;
- Não tem princípio da insignificância

DICA 185

Outras observações:
- Crime militar não gera reincidência;
- Não existe transgressão militar no CPM;
- Crimes militares não são hediondos;
- Extraterritorialidade é regra no CPM;
- - Civil cumpre pena em estabelecimento
penal comum;
- Tempo do crime: Teoria da atividade;
- Lugar do Crime: 1. crimes comissivos:
teoria da ubiquidade
2. crimes omissivos:
teoria da atividade

DICA 186

O princípio da obrigatoriedade ou
indisponibilidade é aplicável também ao
Processo Penal comum, mas no Processo
Penal Militar não há a possibilidade de
46

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO

DIREITO PROCESSUAL DICA 191


PENAL MILITAR
Art. 29. A ação penal é pública e somente
pode ser promovida por denúncia do
DICA 188 Ministério Público Militar.

SÚMULA Nº 8 do STM: "O desertor sem DICA 192


estabilidade e o insubmisso que, por
apresentação voluntária ou em razão de Interpretação Extensiva: Expressão da
captura, forem julgados em inspeção de lei é mais estrita.
saúde, para fins de reinclusão ou Interpretação Restritiva: A lei é mais
incorporação, incapazes para o Serviço
ampla do que sua intenção.
Militar, podem ser isentos do processo,
após o pronunciamento do representante
do Ministério Público." NÃO CABE QUANDO:

DICA 189 desfigura de plano os fundamentos da


acusação que deram origem ao processo.
Procedimentos do crime de deserção:

Oficial Desertor:
*Termo de deserção feito pelo CTM - Geral
e assinado por 2 (duas) testemunha
*Agrega o Oficial.
*Juiz manda os autos para o MPM
*Juiz recebe a denúncia e aguarda o oficial
desertor aparecer
*Oficial apareceu, ele é REVERTIDO. O Juíz
auditor cita o réu e intima o MPM.

DICA 190

Prazo de interposição x prazo de


apresentação de razões:

Prazo para interposição de recurso: 5 dias


Prazo para apresentação de razões: 10
dias
Prazo para apresentação de contrarrazões:
10 dias
Prazo para razões/contrarrazões do
assistente de acusação: 3 dias
47

Clique Aqui para Adquirir o MEMOREX COMPLETO