Sie sind auf Seite 1von 30

Fadiga

Sensibilidade ao Entalhe

Aula 105
Prof. Antonio Cesar Balles
Diagrama de sensibilidade ao entalhe
para aços e ligas de alumínio forjado submetidas à flexão
bud21932_0621.jpg

Diagrama de sensibilidade ao entalhe


para materiais em torção inversa
4 F
o 
 d2
16  T
o 
 d3
32  M
o 
 d3
Exemplo: Aula 105

A haste rebaixada de um embolo, esquematizada abaixo é usinada a partir de uma barra de


aço AISI 1015 com as seguintes propriedades mecânicas: Sut = 340 MPa, Sy = 190 MPa e
Se = 111 MPa no local crítico. Sabendo que a mesma deve suportar uma carga axial
alternada de 40kN de amplitude,
(a) estime o fator concentração de tensão para fadiga
(b) calcule a tensão crítica na peça
(c) estime a vida da peça (Como Sut < 490 Mpa considerar f = 0,9).

Fa = 40 kN
4 F
o 
 d2
Exemplo 6-9 pag. 317:
A figura abaixo mostra um eixo rotativo simplesmente apoiado em mancais de rolamentos em A e
D e carregado por uma força não rotativa F de 6,8 kN.
O material é usinado a partir de uma barra de aço SAE 1050 trefilado a frio, de modo que todos os
cantos possuem um raio de arredondamento de 3 mm. Usando resistências mínimas da ASTM,
calcule a vida da peça.
Exemplo 6-9 pag. 317:
A figura abaixo mostra um eixo rotativo simplesmente apoiado em mancais de rolamentos em A e
D e carregado por uma força não rotativa F de 6,8 kN.
O material é usinado a partir de uma barra de aço SAE 1050 trefilado a frio, de modo que todos os
cantos possuem um raio de arredondamento de 3 mm. Usando resistências mínimas da ASTM,
calcule a vida da peça.

Solução: Determinar a vida a partir da equação S-N

 f
1/ b
Tensão de falha

Identificar seção crítica N   
 a 

( f  Sut ) 2 1 ( f  Sut )
a b   log
Se 3 Se
Exemplo 6-9 pag. 317:
A figura abaixo mostra um eixo rotativo simplesmente apoiado em mancais de rolamentos em A e
D e carregado por uma força não rotativa F de 6,8 kN.
O material é usinado a partir de uma barra de aço SAE 1050 trefilado a frio, de modo que todos os
cantos possuem um raio de arredondamento de 3 mm. Usando resistências mínimas da ASTM,
calcule a vida da peça.

Calcular
as forças
de reação

F  0 M  0
R1 – 6,8 + R2 = 0 0 . R1 – 325 . 6,8 + 550 . R2 = 0
R1 – 6,8 + 4,02 = 0 R2 = (325 . 6,8 ) / 550
R1 = 2,78 kN R2 = 4,02 kN
Exemplo 6-9 pag. 317:
A figura abaixo mostra um eixo rotativo simplesmente apoiado em mancais de rolamentos em A e
D e carregado por uma força não rotativa F de 6,8 kN.
O material é usinado a partir de uma barra de aço SAE 1050 trefilado a frio, de modo que todos os
cantos possuem um raio de arredondamento de 3 mm. Usando resistências mínimas da ASTM,
calcule a vida da peça.

R1 = 2,78 kN R2 = 4,02 kN
Exemplo 6-9 pag. 317:
A figura abaixo mostra um eixo rotativo simplesmente apoiado em mancais de rolamentos em A e
D e carregado por uma força não rotativa F de 6,8 kN.
O material é usinado a partir de uma barra de aço SAE 1050 trefilado a frio, de modo que todos os
cantos possuem um raio de arredondamento de 3 mm. Usando resistências mínimas da ASTM,
calcule a vida da peça.

Construir o
gráfico de
momentos
fletores R1 = 2,78 kN R2 = 4,02 kN
Mmax = 904 . 103 Nmm
MB = 695 . 103 Nmm
MC = 503 . 103 Nmm
Exemplo 6-9 pag. 317:
A figura abaixo mostra um eixo rotativo simplesmente apoiado em mancais de rolamentos em A e
D e carregado por uma força não rotativa F de 6,8 kN.
O material é usinado a partir de uma barra de aço SAE 1050 trefilado a frio, de modo que todos os
cantos possuem um raio de arredondamento de 3 mm. Usando resistências mínimas da ASTM,
calcule a vida da peça.

Determinar às tensões nas


Mmax = 904 . 103 Nmm seções críticas
MB = 695 . 103 Nmm 𝜎 = 𝐾𝑓 𝜎𝑜
MC = 503 . 103 Nmm 𝑀 𝜋𝑑 4 𝑑
𝜎𝑜 = c 𝐼= 𝑐=
𝐼 64 2

32 𝑀
𝜎 = 𝐾𝑓
𝜋𝑑 3
Exemplo 6-9 pag. 317:
A figura abaixo mostra um eixo rotativo simplesmente apoiado em mancais de rolamentos em A e
D e carregado por uma força não rotativa F de 6,8 kN.
O material é usinado a partir de uma barra de aço SAE 1050 trefilado a frio, de modo que todos os
cantos possuem um raio de arredondamento de 3 mm. Usando resistências mínimas da ASTM,
calcule a vida da peça.

Mmax = 904 . 103 Nmm 32 ∙ 𝑀𝑚𝑎𝑥


𝜎𝑚𝑎𝑥 = 𝐾𝑓
MB = 695 . 103 Nmm 𝜋𝑑 3
MC = 503 . 103 Nmm 32 ∙ 904 ∙ 103
𝜎𝑚𝑎𝑥 = 1∙
𝜋 ∙ 38 3

𝜎𝑚𝑎𝑥 = 167,9 MPa


Exemplo 6-9 pag. 317:
A figura abaixo mostra um eixo rotativo simplesmente apoiado em mancais de rolamentos em A e
D e carregado por uma força não rotativa F de 6,8 kN.
O material é usinado a partir de uma barra de aço SAE 1050 trefilado a frio, de modo que todos os
cantos possuem um raio de arredondamento de 3 mm. Usando resistências mínimas da ASTM,
calcule a vida da peça.

Mmax = 904 . 103 Nmm 32 ∙ 𝑀𝐵


𝜎𝐵 = 𝐾𝑓
MB = 695 . 103 Nmm 𝜋𝑑 3
MC = 503 . 103 Nmm
Exemplo 6-9 pag. 317:
Fator geométrico de concentração de tensão:
Arredondamento dos cantos: 3mm

com D/d =38/32 = 1,1875 e r/d =3/32 = 0,093

Kt = 1,65
Exemplo 6-9 pag. 317:
Fator geométrico de concentração de tensão:
Arredondamento dos cantos: 3mm

com D/d =38/32 = 1,1875 e r/d =3/32 = 0,093

Kt = 1,65

q = 0,84

Sut = 690 MPa

Kf = 1 + 0,84 . (1,65 - 1)

Kf = 1,55
Exemplo 6-9 pag. 317:
A figura abaixo mostra um eixo rotativo simplesmente apoiado em mancais de rolamentos em A e
D e carregado por uma força não rotativa F de 6,8 kN.
O material é usinado a partir de uma barra de aço SAE 1050 trefilado a frio, de modo que todos os
cantos possuem um raio de arredondamento de 3 mm. Usando resistências mínimas da ASTM,
calcule a vida da peça.

Mmax = 904 . 103 Nmm 32 ∙ 𝑀𝐵 Kf = 1,55


𝜎𝐵 = 𝐾𝑓
MB = 695 . 103 Nmm 𝜋𝑑 3
MC = 503 . 103 Nmm 32 ∙ 695 ∙ 103
𝜎𝐵 = 1,55 ∙
𝜋 ∙ 32 3

𝜎𝐵 = 335 MPa
Exemplo 6-9 pag. 317:
A figura abaixo mostra um eixo rotativo simplesmente apoiado em mancais de rolamentos em A e
D e carregado por uma força não rotativa F de 6,8 kN.
O material é usinado a partir de uma barra de aço SAE 1050 trefilado a frio, de modo que todos os
cantos possuem um raio de arredondamento de 3 mm. Usando resistências mínimas da ASTM,
calcule a vida da peça.

𝜎𝑚𝑎𝑥 = 167,9 MPa

𝜎𝐵 = 335 MPa 𝑆𝑒çã𝑜 𝐶𝑟í𝑡𝑖𝑐𝑎


Exemplo 6-9 pag. 317:
A figura abaixo mostra um eixo rotativo simplesmente apoiado em mancais de rolamentos em A e
D e carregado por uma força não rotativa F de 6,8 kN.
O material é usinado a partir de uma barra de aço SAE 1050 trefilado a frio, de modo que todos os
cantos possuem um raio de arredondamento de 3 mm. Usando resistências mínimas da ASTM,
calcule a vida da peça.

Limite de resistência última:


Para o aço SAE 1050 trefilado a frio:

Sut = 690 MPa


Exemplo 6-9 pag. 317:
A figura abaixo mostra um eixo rotativo simplesmente apoiado em mancais de rolamentos em A e
D e carregado por uma força não rotativa F de 6,8 kN.
O material é usinado a partir de uma barra de aço SAE 1050 trefilado a frio, de modo que todos os
cantos possuem um raio de arredondamento de 3 mm. Usando resistências mínimas da ASTM,
calcule a vida da peça.
Sut = 690 MPa

Limite de resistência a Fadiga:

S´e= 0,5 . Sut

S´e= 0,5 . (690 )

S´e= 345 MPa


Exemplo 6-9 pag. 317:
A figura abaixo mostra um eixo rotativo simplesmente apoiado em mancais de rolamentos em A e
D e carregado por uma força não rotativa F de 6,8 kN.
O material é usinado a partir de uma barra de aço SAE 1050 trefilado a frio, de modo que todos os
cantos possuem um raio de arredondamento de 3 mm. Usando resistências mínimas da ASTM,
calcule a vida da peça.
Sut = 690 MPa
S´e= 345 MPa

Determinação dos fatores de Marin:

Para a superfície usinada:

ka  aSutb

ka  4,51(690 0, 265 )  0,798


Exemplo 6-9 pag. 317:
A figura abaixo mostra um eixo rotativo simplesmente apoiado em mancais de rolamentos em A e
D e carregado por uma força não rotativa F de 6,8 kN.
O material é usinado a partir de uma barra de aço SAE 1050 trefilado a frio, de modo que todos os
cantos possuem um raio de arredondamento de 3 mm. Usando resistências mínimas da ASTM,
calcule a vida da peça.

S´e= 345 MPa

Determinação dos fatores de Marin: ka = 0,798

Fator de forma: kb = 0,858

kb =1,24 (32)-0,107= 0,858


Exemplo 6-9 pag. 317:
A figura abaixo mostra um eixo rotativo simplesmente apoiado em mancais de rolamentos em A e
D e carregado por uma força não rotativa F de 6,8 kN.
O material é usinado a partir de uma barra de aço SAE 1050 trefilado a frio, de modo que todos os
cantos possuem um raio de arredondamento de 3 mm. Usando resistências mínimas da ASTM,
calcule a vida da peça.

S´e= 345 MPa

Determinação dos fatores de Marin: ka = 0,798


kb = 0,858
Fator de Carregamento:
kc = 1
Exemplo 6-9 pag. 317:
A figura abaixo mostra um eixo rotativo simplesmente apoiado em mancais de rolamentos em A e
D e carregado por uma força não rotativa F de 6,8 kN.
O material é usinado a partir de uma barra de aço SAE 1050 trefilado a frio, de modo que todos os
cantos possuem um raio de arredondamento de 3 mm. Usando resistências mínimas da ASTM,
calcule a vida da peça.

S´e= 345 MPa

ka = 0,798
kb = 0,858
kc = 1
Se= ka . kb . kc . kd . ke . S´e
kd = 1

Se= 0,798 . 0,858 . 1 . 1 . 1 . 345 ke = 1

Se= 236 MPa


Exemplo 6-9 pag. 317:
A figura abaixo mostra um eixo rotativo simplesmente apoiado em mancais de rolamentos em A e
D e carregado por uma força não rotativa F de 6,8 kN.
O material é usinado a partir de uma barra de aço SAE 1050 trefilado a frio, de modo que todos os
cantos possuem um raio de arredondamento de 3 mm. Usando resistências mínimas da ASTM,
calcule a vida da peça.

σB= 335,1 MPa


Determinamos a vida a partir da equação S-N
Se= 236 MPa
B 
1/ b

N  
 a 

Como Sut = 690Mpa f = 0,844

( f  Sut ) 2 (0,844  690) 2


a   1437 MPa
Se 236

1 ( f  Sut ) 1 (0,844  690) 2


b   log   log  0,1308
3 Se 3 236
Exemplo 6-9 pag. 317:
A figura abaixo mostra um eixo rotativo simplesmente apoiado em mancais de rolamentos em A e
D e carregado por uma força não rotativa F de 6,8 kN.
O material é usinado a partir de uma barra de aço SAE 1050 trefilado a frio, de modo que todos os
cantos possuem um raio de arredondamento de 3 mm. Usando resistências mínimas da ASTM,
calcule a vida da peça.

σB= 335,1 MPa


Determinamos a vida a partir da equação S-N
Se= 236 MPa
B 
1/ b

N  
 a 
a = 1437 MPa
1 / 0 ,1308
 335,1 
b = -0,1308
N  
 1437 

N= 6,8 . 104 ciclos