Sie sind auf Seite 1von 3

INSTITUTO PRESBITERIANO SAMUEL GRAHAM

“E a verdade vos libertará.”


AVALIAÇÃO BIMESTRAL DE ARTE
2ª Série - Ensino Médio
_____________
Nota
Aluno (a): ____________
Nota

Professor Data Bimestre


FRANCISCO TOMAZ ___/ 09/ 2018 3º

Assinatura do responsável: _____________________________________________________________

Instruções:
 Leia atenciosamente os textos e enunciados.
 Responda as questões utilizando caneta azul ou preta.
 Seja organizado (a) e escreva de forma legível.
 As rasuras anulam as questões objetivas.
 Bom desempenho!

Questão 31 – (C. 4; H. 13)


Sobre a arte no século XX, é correto afirmar:

a) Tem-se uma pluralidade de movimentos que, todavia, mantem a rigidez da forma (traços e técnicas)
como elemento unificador.
b) Apresentou uma continuidade da arte renascentista/iluminista, expandindo ainda mais a valorização da
razão como elemento central.
c) Promoveu uma retomada de valores greco-romanos.
d) Inaugura um novo gênero de produção artística: o abstrato, pois, agora, as telas e esculturas não
precisavam mais ser figurativas.
e) Passou a valorizar mais o espírito e as coisas celestes do à realidade humana.

Questão 32 – (C. 4; H. 14)


A 9ª Bienal de Arte de São Paulo, realizada entre 22 de Setembro e 08 de Outubro de 1967, teve como
temática a presença das forças da natureza no trabalho do artista, e também a interferência do artista na
natureza. Nela teve-se grande destaque a um movimento artístico que tinha como essência a(o)

a) uso de espaços rurais, naturais ou antropizados, em que, junto com a comunidade local se produzia
obras de arte voltadas para o místico, o religioso e as tradições de cultura popular.
b) uso de espaços urbanos como constituição de uma arte de rua (street art) que buscava colorir as
grandes metrópoles, taxadas de “selvas de pedra”.
c) preocupação ambiental e com um desenvolvimento sustentável, haja vista que a arte se constitui como
um importante elemento de denúncia social.
d) recusa da natureza, buscando representá-la como subserviente ao homem ressaltando o poder e o
domínio humano sobre o meio natural.
e) uso dos espaços públicos, e quando, ocasionalmente, apresentavam obras em galerias, produziam
instalações com materiais extraídos da natureza.

Questão 33 – (C. 4 H. 13)


Sobre a arte desenvolvida a partir de 1950, identifique as afirmativas a seguir como verdadeiras
assinalando com um V e falsas assinalando com um F. Em seguida, assinale a alternativa que corresponde
à sequência correta.

( ) Tratando-se da arte, uma instalação refere-se a um ambiente construído em um ambiente fechado com
vários elementos criados por um artista.
( ) A Arte povera tem como centralidade a junção de elementos pronto da cultura clássica, com aqueles da
cultura de massas.
( ) Land art é a arte corporal. Nela o artista se coloca como uma obra viva e a arte já não se separa do
indivíduo, pois ela pode ser o próprio indivíduo.
( ) Diferente das instalações, as obras da Land art são de fácil transporte e montagem, não perdendo o
sentido quando movidas de um local para outro.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta, de cima para baixo.

a) V–V–F–F. b) V–F–V–V. c) F–V–F–V. d) V–F–V–F. e) F–V–V–F.

Questão 34 – (C. 4; H. 14)


A arte na segunda metade do século XX é fortemente influenciada e, até mesmo, dirigida por seu
contexto. Dito isso, assinale a alternativa que melhor representa o sentimento proveniente do contexto em
que viveram os artistas desse período.

a) Resgate de valores da cultura greco-romano e o desenvolvimento de uma fé incondicional na bondade


humana e no progresso científico.
b) Descrédito e descrença no fruto do ser humano, na ciência e na sua capacidade de solidariedade para
com o outro.
c) Forte otimismo no progresso científico e industrial responsável por possibilitar que todos tivessem
acesso à cultura.
d) Descrença no capitalismo e no socialismo como socioeconômicos, uma vez que, ambos foram tomados
por governos autoritários.
e) Apego excessivo as promessas da globalização e sua promessa de constituição de uma “aldeia global”.

Questão 35 – (C. 3; H. 14)


“Podemos dizer também que a arte, em certos casos, torna-se a insígnia de uma ‘superioridade’ que um
grupo determinado confere a si mesmo. Interessar-se pela arte significa ser mais ‘culto’, ter espírito ‘mais
elevado’, ser diferente, melhor que o comum dos mortais.”
(COLI, J. O que é arte? 15ª. ed. São Paulo: Brasiliense, 1995. p. 103).

Essa concepção de arte, entendida como sinônimo de erudição é bastante questionada a partir do embate
iniciado nos anos de 1950. Tal contestação se deve ao contexto de produção e aos movimentos que se
desenvolveram naquele período. Nesse sentido, assinale a opção que não representa algumas das
principais influências dos movimentos artísticos daquele período.

a) A indústria cultural e a cultura de massas que, possibilitou uma significativa aproximação da arte com
o cotidiano do sujeito.
b) A difusão dos meios de comunicação, especialmente, o rádio e a televisão que, possibilitaram um
maior contato do público com produções artísticas.
c) A redefinição do conceito de cultura e arte que, rompendo com uma concepção estreita, aproxima-se
das massas de trabalhadores.
d) A proliferação de movimentos artísticos que, mesmo dispares, tinham em comum elementos da
contracultura.
e) A negação da cultura de massas, da indústria cultural e uma recusa a se aproximar do “sujeito comum”,
voltando-se para um público específico de intelectuais.
Gabarito
Questão 31) Resposta: D
Questão 32) Resposta: C
Questão 33) Resposta: A
Questão 34) Resposta: B
Questão 35) Resposta: E