You are on page 1of 47

ALTERAÇÕES

CLIMÁTICAS

IMPACTOS NA BIODIVERSIDADE

ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS IMPACTOS NA BIODIVERSIDADE Maria João Cruz www.sim.ul.pt/cciam

Maria João Cruz

www.sim.ul.pt/cciam

ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS IMPACTOS NA BIODIVERSIDADE Maria João Cruz www.sim.ul.pt/cciam

Click to edit Master text styles

CONCLUSÃO

Second level Third level

IMPACTOS

Fourth level

na BIODIVERSIDADE

Fifth level

FUTURO (os vários cenários)

PRESENTE (acção do homem)

INTRODUÇÃO (clima e alterações climáticas)

INTRODUÇÃO

INTRODUÇ

ÃO

INTRODUÇÃO

PERGUNTA

Como se estuda o Clima?

INTRODUÇÃO 1ª PERGUNTA Como se estuda o Clima?

INTRODUÇÃO

INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO

INTRODUÇÃO

INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO

INTRODUÇÃO

INTRODUÇÃO Concentração de CO2 Anomalias Anomalias da da Temperatura Temperatura (°C) (°C) (ppmv) Anos (antes do
Concentração de CO2 Anomalias Anomalias da da Temperatura Temperatura (°C) (°C) (ppmv) Anos (antes do presente)
Concentração de CO2
Anomalias Anomalias da da Temperatura Temperatura (°C) (°C)
(ppmv)
Anos (antes do presente)
Anos (Antes do Presente)
Fonte: Lüthi, et al., 2008. High resolution carbon dioxide concentration record 650,000800,000 years before

INTRODUÇÃO

Como se explicam as

PERGUNTA

alterações do clima?

Anos (Antes do Presente)
Anos (Antes do Presente)

INTRODUÇÃO

s oreFact

osmiconóAstr

Como Explicar?

sstrerres TeoreFact

INTRODUÇÃO s oreFact osmiconóAstr Como Explicar? sstrerres TeoreFact

INTRODUÇÃO

osmiconóAstr

VARIAÇÕES FORÇADAS

INTRODUÇÃO osmiconóAstr VARIAÇÕES FORÇADAS – Variação da constante solar S0 (1367 Wm-2); – Variações dos parâmetros

Variação da constante solar S0 (1367

Wm-2);

Variações dos parâmetros orbitais da Terra

A) Excentricidade da órbita (100 000 anos)

B) Movimento de precessão (20 000 anos)

C) Inclinação do eixo da rotação (41 000 anos)

INTRODUÇÃO

INTRODUÇÃO O CLIMA 1º DEPENDE: Factores Astronómicos QUANTIDADE DE RADIAÇÃO RECEBIDA

O CLIMA

DEPENDE: Factores

Astronómicos

QUANTIDADE DE

RADIAÇÃO RECEBIDA

INTRODUÇÃO O CLIMA 1º DEPENDE: Factores Astronómicos QUANTIDADE DE RADIAÇÃO RECEBIDA

INTRODUÇÃO

Variação nos • Alteração da da Atmosfera: - Radiação Infra- • AEROSSOIS - Reflecte (gelo, os
Variação nos
Alteração da
da Atmosfera:
- Radiação Infra-
• AEROSSOIS
-
Reflecte (gelo, os
Vermelha Movimentos

Variação composição

elementos reflectores

superfície Terrestre:

(fumo, poeiras, …)

pólos)

Tectónicos

absorvida por CO2,

NUVENS

-

Absorve (florestas)

(intervalos de

H2O, CH4, N2O …

INTRODUÇÃO Variação nos • Alteração da da Atmosfera: - Radiação Infra- • AEROSSOIS - Reflecte (gelo,

tempo longos )

- Alterações Climáticas

O CLIMA

DEPENDE: Factores

Terrestres

INTRODUÇÃO Variação nos • Alteração da da Atmosfera: - Radiação Infra- • AEROSSOIS - Reflecte (gelo,

INTRODUÇÃO

O CLIMA

DEPENDE:

INTRODUÇÃO O CLIMA DEPENDE: 15° (-)18° C
INTRODUÇÃO O CLIMA DEPENDE: 15° (-)18° C

15°

INTRODUÇÃO O CLIMA DEPENDE: 15° (-)18° C

(-)18°

C

PRESENTE

PRESENTE PRESENTE (acção do Homem)

PRESENTE (acção do Homem)

PRESENTE

PRESENTE

PRESENTE

12 anos mais

Warmest 12 years:

quentes

1998,2005,2003,2002,200

4,2006, 2001,1997,1995,1999,199 Aumento da Temperatura média global à superfície 0,2000
4,2006,
2001,1997,1995,1999,199
Aumento da Temperatura
média global à superfície
0,2000

Contribuição do Homem para as alterações climáticas

Outras Pressões do Homem ...

Contribuição do Homem na alteração climática

FUTURO

FUTURO (os vários cenários)

FUTURO

PERGUNTA

Como vai ser 2050? E 2100?

CENÁRIOS

ECONOM

REGION AL IA GLOBAL
REGION
AL
IA
GLOBAL

AMBIEN

CENÁRIOS

CENÁRIOS
CENÁRIOS
CENÁRIOS

CENÁRIOS

CENÁRIOS

CENÁRIOS

CENÁRIOS

CENÁRIOS

CENÁRIOS
CENÁRIOS

CENÁRIOS

CENÁRIOS

CENÁRIOS

ve m

l

édi

o

d

o mar

A2 1900 1950 1850 2050 2100 2000 20 40 60 80 B1 B1 A1 B1 100
A2
1900
1950
1850
2050
2100
2000
20
40
60
80
B1
B1
A1
B1
100
120
140
IPCC
-20
0
2007
2001
A2
B2
B2
A1
A1

BIODIVERSIDAD

E

Biodiversidade

O QUE É?

Convenção para a Diversidade Biológica:

“A variabilidade de organismos vivos de todas

as formas, incluindo, entre outras coisas,

terrestres, marinhos e outros ecossistemas

aquáticos e os complexos ecológicos de que

fazem parte; isto inclui a diversidade dentro das

espécies, entre espécies e dos ecossistemas”

Biodiversidade O QUE É? Convenção para a Diversidade Biológica : “A variabilidade de organismos vivos de
Biodiversidade O QUE É? Convenção para a Diversidade Biológica : “A variabilidade de organismos vivos de
Biodiversidade O QUE É? Convenção para a Diversidade Biológica : “A variabilidade de organismos vivos de

IMPACTOS

Impactos das AC na Biodiversida de

Aumento aridez Aumento do risco de incêndio; prolongamento da época de incêndios Alteração da Produtividade Primária

Aumento aridez

Aumento aridez Aumento do risco de incêndio; prolongamento da época de incêndios Alteração da Produtividade Primária

Aumento do risco de incêndio; prolongamento da época de incêndios

Aumento aridez Aumento do risco de incêndio; prolongamento da época de incêndios Alteração da Produtividade Primária
Aumento aridez Aumento do risco de incêndio; prolongamento da época de incêndios Alteração da Produtividade Primária

Alteração da Produtividade Primária

ex. Sobreiro - redução no Sul, aumento no Norte

Alteração da Produtividade Primária ex. Sobreiro - redução no Sul, aumento no Norte
Alteração da Produtividade Primária ex. Sobreiro - redução no Sul, aumento no Norte
Alteração da Produtividade Primária ex. Sobreiro - redução no Sul, aumento no Norte

Ø Deslocação de espécies; Ø Alterações do ciclo de vida das espécies

Aumento aridez Aumento do risco de incêndio; prolongamento da época de incêndios Alteração da Produtividade Primária

IMPACTOS

IMPACTOS

Habitat Intertidal (Avencas - Cascais)

Habitat Intertidal (Avencas - Cascais)
Habitat Intertidal (Avencas - Cascais)

Habitat Intertidal (Avencas)

Efeito da subida do nível médio do mar

Supralitoral redução área disponível

extinção local de espécies

Habitat Intertidal (Avencas) Efeito da subida do nível médio do mar Supralitoral  redução área disponível

Habitat Intertidal (Avencas)

Efeito da acidificação do mar

Habitat Intertidal (Avencas) Efeito da acidificação do mar pH = 8.2 7.9 8.1 8.0 7.7 a

pH = 8.2

7.9

8.1
8.1

8.0

7.7 a

Redução na taxa de

CALCIFICAÇÃO

Habitat Intertidal (Avencas) Efeito da acidificação do mar pH = 8.2 7.9 8.1 8.0 7.7 a

Espécies Mais

Vulneráveis

Ø Algumas algas (Coralina spp.;

Litophylum spp.)

Habitat Intertidal (Avencas) Efeito da acidificação do mar pH = 8.2 7.9 8.1 8.0 7.7 a

Ø Bivalves

Ø Crustáceos

Impactos indirectos
Impactos
indirectos

Impactos Indirectos Novas doenças

Impactos Indirectos bloom cyanobacterias Homem mexilhão

bloom

Impactos Indirectos bloom cyanobacterias Homem mexilhão

cyanobacterias

Impactos Indirectos bloom cyanobacterias Homem mexilhão
Impactos Indirectos bloom cyanobacterias Homem mexilhão

Homem

Impactos Indirectos bloom cyanobacterias Homem mexilhão
Impactos Indirectos bloom cyanobacterias Homem mexilhão

mexilhão

Impactos Indirectos bloom cyanobacterias Homem mexilhão

MAMÍFEROS

MAMÍFEROS
MAMÍFEROS
MAMÍFEROS

- Herptofauna =Anfíbios e

Répteis

PNSintraCasc

ais

espécies de

Anfíbios ameaçadas

% espécies

ameaçadas

A1 25% 8% B2
A1
25%
8%
B2
- Herptofauna Répteis PNSintraCasc ais espécies de Anfíbios ameaçadas % espécies ameaçadas A1 25% 8% B2
- Herptofauna Répteis PNSintraCasc ais espécies de Anfíbios ameaçadas % espécies ameaçadas A1 25% 8% B2

Fonte: Plano Estratégico de Cascais face às Alterações Climáticas (2010)

CONCLUSÃO

CONCLUSÃO

CONCLUSÃO CONCLUSÃO

POSITIVO!!!…

NÓS CONSEGUIMOS APERCEBER- NOS COM ALGUMA ANTECEDÊNCIA!!!

POSITIVO!!!… NÓS CONSEGUIMOS APERCEBER- NOS COM ALGUMA ANTECEDÊNCIA!!! QUEM É O RESPONSÁVEL? (? todos e ninguém?)

QUEM É O RESPONSÁVEL? (? todos e ninguém?)

SERÁ QUE VAMOS REAGIR?

COMO?

POSITIVO!!!…

POSITIVO!!!… Adapta ção
POSITIVO!!!… Adapta ção

Adapta

ção

PELA LÓGICA…

ão
ão

Mitigaç

PELA LÓGICA…

R

R R

R R

0% CÍRCULO DE PREOCUPAÇÃO COMUNIDA DE CÍRCULO DE INFLUÊNCIA ESCOLA AMIGOS 100 %
0%
CÍRCULO DE
PREOCUPAÇÃO
COMUNIDA
DE
CÍRCULO DE
INFLUÊNCIA
ESCOLA
AMIGOS
100
%
0% CÍRCULO DE PREOCUPAÇÃO COMUNIDA DE CÍRCULO DE INFLUÊNCIA ESCOLA AMIGOS 100 %
MUITO OBRIGADA www.sim.ul.pt/cciam
MUITO OBRIGADA www.sim.ul.pt/cciam

MUITO

OBRIGADA

www.sim.ul.pt/cciam