Sie sind auf Seite 1von 55

UFCD 1176

Hidráulica - Instalação e Manutenção


25h
Formador: Margarida João Oliveira

1
1- Pressão
• A pressão é o resultado de qualquer oposição
à passagem do fluido.

2
Princípios e grandezas físicas
de hidráulica
PRESSÃO
• – Força exercida por área de superfície
• Unidade: kgf/cm2, atm, bar, PSI

3
PRINCÍPIO DE PASCAL
LEI BÁSICA
“A PRESSÃO exercida num
ponto qualquer de
um líquido estático
É A MESMA em todas as direções
e exerce forças iguais em ÁREAS IGUAIS”.
4
PRINCÍPIO DE PASCAL

5
PRINCÍPIO DE PASCAL

6
TIPOS DE PRESSÃO
Existem três tipos de pressão:
Pressão atmosférica: As camadas de ar exercem
uma força (peso) sobre a superfície da Terra. A
pressão resultante dessa força é denominada
pressão atmosférica, que varia com a altitude, pois,
em grandes alturas, a massa de ar é menor do que
ao nível do mar.

7
VARIAÇÃO DA PRESSÃO

8
TIPOS DE PRESSÃO
Pressão relativa (manométrica): é a pressão
registrada no manómetro.

•Pressão absoluta: a pressão absoluta é a soma


da pressão manométrica com a pressão
atmosférica.
Quando representamos a pressão absoluta,
acrescentamos o símbolo “a” após a unidade.
Exemplo: PSIa.
9
Aparelhos para medição da
pressão
• Pressão relativa (manométrica): é a pressão
registrada no manómetro.

10
• Pressão relativa (manométrica): é a pressão
registrada no manómetro.

11
Unidades de pressão
• Atm: Atmosferas

• Kgf/cm2 : Quilogramas por centímetro quadrado

• Bar: Báres

• PSI: Pounds per Square Inches - Libra por


polegada quadrada (lb/pol2)

12
CONVERSÃO DAS
UNIDADES DE PRESSÃO

13
Classificação dos sistemas quanto
à pressão
De acordo com a NFPA (National Fluid Power
Association). Classificamos os sistemas, quanto à
pressão, da seguinte forma:

14
Características dos sistemas
hidráulicos
• Dimensões reduzidas e pequeno peso com
relação à potência instalada;

• Sensível à influências externas como altas e


baixas temperaturas;

• Acionamentos, ao serem sobrecarregados,


simplesmente param;
15
Características dos sistemas
hidráulicos
• Transformação da energia, tanto em
movimento linear, como rotativo;

• Velocidade e força facilmente controlados


com alta precisão;

• Energia hidráulica não deve ser transmitida


por grandes distâncias;
16
Características dos sistemas
hidráulicos
• Difícil manutenção dos componentes;
• Grande confiabilidade e durabilidade dos
componentes;
• Necessidade de sistemas de filtragem e
refrigeração do fluido;
• Perdas reduzem a eficiência;
17
Comparação entre os sistemas
Pneumáticos e Hidráulicos
• Sistemas Pneumáticos • Sistemas hidráulicos
▪ Fluido – óleo (praticamente
▪ Fluido – ar (compressível)
incompressível, em torno de 0,5% do
▪ Estado – gasoso seu volume a cada 70 bar de
pressão)
▪ Circuito – aberto
▪ Estado – líquido
▪ Trabalha com baixa pressão e
▪ Circuito – fechado
alta velocidade
▪ Trabalha com alta pressão e baixa
velocidade

18
Caudal

19
Unidades

20
Composição Sistemas Hidráulicos
Um sistema hidráulico independente do
trabalho que irá realizar é composto dos
seguintes grupos:

21
As fontes de energias, normalmente utilizadas, são:
 energia elétrica (motor elétrico)
 energia térmica (motor a combustão)
 O grupo de geração que transforma energia mecânica em energia hidráulica é
constituído pelas bombas hidráulicas,
 No grupo de atuação, encontraremos os atuadores, que podem ser os
cilindros, osciladores e motores.
 O grupo de ligação responsável pela transmissão da energia hidráulica é
composto por conexões, tubos e mangueiras.

22
Sistema Hidráulico
É o elemento vital de um sistema hidráulico industrial, pois é um
meio de transmissão de energia, um lubrificante, um vedante e
um meio de transferência de calor. O fluido hidráulico, à base de
petróleo, é o mais usado.

23
Fluidos Hidráulicos

24
Fluidos Hidráulicos
Um bom fluido hidráulico, com uma boa
filtragem, contribuirá, muito, para o aumento na
vida útil dos componentes dos sistemas
hidráulicos.
O mais usado é o óleo mineral à base de
petróleo que recebe aditivos em sua
composição para adequá-lo ao uso em sistemas
hidráulicos.

25
Tipos de fluidos e suas características

26
Informações gerais
 Nunca devemos misturar dois fluidos de fabricantes
diferentes, pois os aditivos podem reagir entre si,
deteriorando o óleo;
 A limpeza do sistema deve ser bem feita, pois testes
precisos revelaram que 10% do óleo “velho” deixado
no interior do sistema reduz 70% das qualidades do
óleo “novo”;
 Não utilizar método de somente completar o nível;
 Quando o fluido hidráulico ficar parado, pelo período
aproximado de dois meses após ter sido usado,
convém substituí-lo;

27
Informações gerais
 O tipo de óleo, bem como o período da troca, são
recomendados pelo fabricante;
 Para determinar, precisamente, as condições de
um fluido (grau de oxidação e quantidade de
contaminantes) devem ser realizados testes de
laboratório;
 Guarde o óleo, sempre, em recipientes limpos e
protegidos contra as intempéries;
 Mantenha as tampas dos recipientes
hermeticamente fechadas
28
Elementos hidráulicos de comando
e de trabalho
• Bombas hidráulicas
Bombas hidráulicas são componentes utilizados
para fornecer caudal ao sistema, fornecendo a
energia necessária ao fluido.

29
Características das bombas hidráulicas

Caudal uniforme;

 dimensões reduzidas;

baixo custo de manutenção;

ausência de válvulas;

30
Simbologia

31
Cavitação
Para cada líquido, numa determinada temperatura,
existe uma pressão, abaixo da qual se inicia a
vaporização. A essa pressão dá-se o nome de
pressão de vapor do líquido.
Se isso ocorrer na sucção de uma bomba, o líquido
irá vaporizar, parcialmente, sob forma de bolhas de
vácuo que, ao serem arrastadas pelo rotor para
uma zona de maior pressão, irão condensar,
bruscamente, provocando uma erosão no rotor.

32
Para evitar a cavitação,
podemos proceder das
seguintes maneiras:
 diminuir a perda de carga na linha de sucção;
 aumentar a pressão do reservatório;
 reduzir a rotação da bomba;
 reduzir a distância entre a bomba e o
reservatório;
 redimensionar a tubagem

33
Tipos de filtros
• Filtro de sucção - 100 a 150 mícron, montados
entre o reservatório e a bomba.

34
• Filtro de pressão - 0,1 a 20 mícron são filtros
montados antes de alguns componentes que
requeiram um grau de filtragem mais apurado
como: servo-válvulas, motores de pistões
axiais, válvulas proporcionais, entre outros.

35
▪Filtro de retorno - 40 a 80 mícron, são os filtros
montados na linha de retorno do fluido para o
reservatório.

36
3- Válvulas
• Simbologia de válvulas

37
Simbologia
• Válvula direcional 4/3 vias acionada por
solenóide, centrada por molas, com centro
fechado.

Número de posições: identificamos pelo número de quadrados da


simbologia e devemos saber que, para ser uma válvula direcional,
deve ter, no mínimo, duas posições.

38
Número de vias: contadas a partir do número
de tomadas que a válvula possui em apenas
uma posição.
Escreve-se o número de vias, ao lado a barra (/),
logo após, o número de posições e a palavra
“vias”.

39
Meios de acionamento
Os acionamentos servem para inverter de
posição ás válvulas direcionais.

40
41
Identificação de vias

42
Válvulas NA e NF

Válvulas direcionais com 2 posições e até 3 vias que tenham, na posição de repouso, a
via de pressão bloqueada, são chamadas de normalmente fechadas (NF).
Aquelas que, ao contrário, possuírem esta via aberta, são denominadas normalmente
abertas (NA).

43
Manutenção de Circuitos Hidráulicos
• A manutenção de circuitos hidráulicos exige os
seguintes passos:
• 1 – Analisar previamente o funcionamento do
circuito;
• 2 – Analisar a regulação das válvulas;
• 3 – Verificar se a tubagem não apresenta
pontos de fuga;
• 4 – Verificar a limpeza do óleo existente no
reservatório.
44
Simbologia

45
46
47
48
49
50
Circuitos Hidráulicos Simples

51
Interpretação

52
Exemplo 2

53
Interpretação 2

54
55