Sie sind auf Seite 1von 158

JORNAL DO BRASIL

í© JORNAL DO BRASIL SA 1991 Rio de Janeiro — Domiimo. 3 de novembro de lffl Ano Cl - - N" 209 Preço para o Rio: Cr$ 500.00

TEMPO
No Rio e em M
Collor manda fazer
9
Niterói, céu
Q encoberto com 11
chuvas ocasio-
nais. Tempera- nova
tura estável. tabela de IR
;<A . ' ' -v
Máxima o mi- ?*4 f
nima de ontem: 23,3" em revoliic:.. juc", I O presidente Collor mandou ontem aumentou a faixa de isenção para CrS
Bangu e 16,5° no Alto dâ Boa Hebe.. ':JM suavizar a carga tributária sobre a classe 190 mil, corrigiu os descontos mas foi
Vista. Mar calmo com visif Camargo íM «• v< média determinando modificações na esquecida pela equipe que preparou a
bilidade moderada. Fotos - s #' PiWMHi niliwa» %M1>* ¦
do satélite, mapa e tempo tabela de descontos do Imposto de Ren- reforma. Projetada sobre os novos limi-
no mundo, página 28. fmw da, prevista no projeto de reforma tribu- tes, a proposta da reforma fiscal aboca-
-sterp. mm' tária que o governo enviou sexta-feira nharia 46,7% a mais das rendas mensais
'VI* ... i //¦" ft
ao Congresso. Segundo o porta-voz da na faixa de CrS 500 mil, e o aumento do
'
-Wr. %.i< a» %,?<*> wt —.»«I 'Mi m."a ' • 'yh
.MSfc Presidência da República, Cláudio
ihjSH.SfU imposto para os salários de CrS 750 mil
ENSAIOS Humberto, a reforma deveria ter sido seria de 43%, enquanto os salários aci-
? Um artigo inédito do en- divulgada em outubro, quando foi pro- ma de CrS 2,5 milhões teriam um cresci-
saísta José Guilherme Mor-
quior, escrito em 1964, home- jetada e ainda vigorava a tabela antiga mento tributário de apenas 6,3%. O
nageia San Tiago Dantas, de descontos do Imposto de Renda, a presidente Collor não acredita que a
um dos mais inteligentes re- O Dono do Mundci II Disco de vinil
presentantes de uma gera- qual isentava rendimentos até CrS 120 equipe econômica tenha tido a intenção
mil. Todas as simulações preparadas pe- de prejudicar a classe média. A nova
ção (iue procurou refletir so- Felipe declara faz 40 anos e
bre os impasses políticos do los técnicos do governo mostravam que, tabela de descontos do Imposto de Ren-
Brasil. O advogado Pedro sen amor por Márcia dá lugar ao CD comparada à carga tributária do mês da dentro da reforma tributária será
Dutra, biógrafo do estadista,
relembra o famoso debate áeina 31 21 passado, a proposta do IR para 1992 enviada ao Congresso até o final desta
entre San Tiago Dantas e o traria benefícios para os contribuintes. semana e deverá beneficiar quem ganha
economista liberal Eugênio No dia 31 de outubro, o presidente entre oito e quinze salários mínimos —
Gudin sobre as elites. "Hilda
Yainp: o surfista Furacão Collor sancionou uma nova tabela, que de CrS 336 mil a CrS 630 mil. (Páuina 2)
Daniel derruba o novo romance de
R.T. Fasunello
Matosâo no karatê Roberto Drummond
Página 30 Página 12

llülOs homens que A arte de preparar

tiram a roupa para a comida que é


Europa é difícil
vender toalhas servida nos aviões
para brasileiros
Mais de 100 mil brasileiros Página 33 Página 34
já deixaram este ano o país
para tentar a sorte no Pri- SSM
meiro Mundo. Fugindo da m Hebe, seus 300 Mestres do desenho
crise econômica, eles en-
contram barreiras de todos vestidos e 100 animam a Bienal
os tipos numa Europa Oci-
dental que esta semana en- de Quadrinhos
dureceu a política de re- pares de sapato
pressão à entrada de Página 6 Página 18
imigrantes. Em Portugal,
dentistas trabalham em
consultórios dos portugue-
ses e ganham só 25% do pro- Manchete mostra Veríssimo revela
duto de seu trabalho. A In-
glaterra devolve quatro especial com os trechos da paixão
brasileiros dos 300 que lá "Roses
chegam toda semana. Na Guns j\ de Marcílio
Itália, só descendentes de
italianos conseguem ficar. Página Página 7 Diana Diniz e o marido encheram sete carrinhos de compra na
E na França o aluguel de
um quarto custa USS 500 tentativa de proteger-se da inflação, que consome os salários
por mês. (Página 23)
Inflação faz
Presidente dá Zeca Fonseç.

salário
solidariedade perder

até 1% ao dia
a seu líder
Com a inflação próxima dos 30%
O presidente Fernando Collor foi ao mês e os salários acumulando uma
ontem à casa do deputado Humberto perda de poder aquisitivo, até outu-
Souto (PFL-MG) íder do governo, bro, de 80%, os consumidores correm
? Estreantes nas telas na-
cionais nos anos 80, Suzana para prestar-lhe solic ariedade contra as contra o tempo. Na véspera de ter seus
Amaral (A hora da estrela), acusações de que estaria envolvido no salários depositados, já vão às com-
Sérgio Toledo (Vera), André favorecimento de liberação de verbas
Klotzel (Marrada 'carne), Ro- pras para atenuar altas como a de
orçamentárias a municípios onde tem 37.6%, em outubro, dos 40 produtos
berto Gervitz (Feliz ano ve-
lho), Wilson Barros (Anjos bases eleitorais. Collor estava acompa- mais vendidos cm supermercados.
da noite). Norma Berigell nhado do ministro da Justiça, Jarbas Sem atualização constante, a tabela
(Eternamente Pagu) e vários Passarinho, e do porta-voz da Presi- do Imposto de Renda também coiitri-
outros cineastas têm mais
coisas em comum: não con- dência, Cláudio Humberto. bui para desvalorizar os ganhos.
seguiram fazer um segundo Souto ameaçara renunciar ao man- Mas a perda de 1% ao dia nos
"qualquer
filme mas ainda acreditam dato, se ficasse provado ato salários, só compensada por quem
no cinema brasileiro. de corrupção na minha vida publica". tem ganhos indexados ao dólar, não
Parlamentar há oito legislaturas, seu chega a assustar o presidente do Ban-
Nobel da Paz nome constava numa lista apreendida co Central, Francisco Gros. Ele nega
A oposição à ditadura mili-
tar de Myanmar (ex-Bir- pela polícia na Serval, empresa que a existência da hiperinflaçào e prega a
mânia) denunciou no Ja- intermediava irregularmente a libera- participação da sociedade para evitá-
pão e na Tailândia que ção de verbas federais. (Página 2) Uzi, boxer com nome de metralhadora, protege Ana na praia ia. (Negócios e Finanças, págs. 1 a 4)
Aung San Suu Kyi, em pri-
são domiciliar há dois anos
e vencedora do Prêmio No-
bel da Paz em 1991, está em iverão
coma e corre risco de vida K* VI Vem aí o do arrastão'
por estar em greve de fome ?9
rw anuncia como o mais sujo, caotico e
há 8 dias. (Página 20) Ernesto Rodrigues
Botafogo e Vasco se enfrentam hoje violento verão da história da cidade. ? O ministro do
Cidades inchadas no Maracanã, às 17h, no primeiro eíás- Há os que desistiram do privilégio de Exército, general
As padarias escondem a mortadela,
A pesquisa Como Estão As sico da Taça Rio. Os dois times vêm de retiram os croissants dos balcões e atravessar o quarteirão para tomar ba- Carlos Tinoco (fo-
Cidades Brasileiras, patro- nho de mar. E não são poucos: 50% dos to), assegura que se-
cinada pelo Instituto Brasi- goleadas no meio da semana mas em trancam o frèezer a cadeado. Bares e
leiro de Administração Mu- situações diferentes. O Botafogo é líder restaurantes convocam seguranças pa- moradores do Leblon e 35% dos ipane- rá acatada qualquer
nicipal, Ibam. revela que os ra evitara indesejável peregrinação aos menses. seaundo pesquisa exclusiva feita investigação de au-
543 núcleos urbanos mais e o Vasco joga suas últimas esperanças.
(Páginas 33 e 34) banheiros. Moradores, como o empre- para o JORNAL DO BRASIL. Vão sair ditorés do Tribunal
populosos representam ape-
nas 12,1% dos municípios súrio Humberto Saade, fazem o cooper para outras praias, fora do Rio. ou sim- de Contas da União
O Flamengo, líder do campeonato
brasileiros, mas concen-
estadual de futebol por pontos corridos e
matinal com escolta armada. Para to- plesmcnte ficarem casa. cercados de gra- sobre as denúncias
tram 61,2% da população do mar sol. Ana Beatriz Frutuoso, menos. des e portarias impenetráveis, engrossan- de corrupção na compra de fardamentos
pais. (Página 8) clube que mais incentivo dá aos esportes
abastada, recorre á proteção de Uzi, do o mercado de entregas domiciliares —
amadores, atravessa uma crise financeira para os militares sob seu comando. O mi-
uma cadela boxer com nome de metra- seja de xampu. leite longa i ida ou comi- nistro, que faz suas fardas sob medida e á
Homem biônico e administrativa causada por sua própria lhadora. Na areia, os surfistas não da japonesa. Nos sábados e domingos sua custa, afirma que o Exército sentiu-se
Todas as partes do corpo hu-
mano, com exceção do cére- grandeza e pela falta de modernidade de vêem a hora de pegar a estrada para a de sol. os moradores de Ipanema e "covarde
e profundamente atingido" com
bro, poderão ser substituídas sua estrutura. (Página 32) Joaquim, em Florianópolis, a Leblon cedem a praia para mais de 100 as acusações. Ele acredita que a imagem
por órgãos artificiais. A pre- Ayríon Seima, campeão de Fórmu- l.lOOkm. Ipanema e Leblon. que já mil suburbanos de todos os cantos da
do Exército não foi desgastada com o
visão é do cientista Daniel cidade. A Zona Sul. assustada, os rece-
Cohn, que antecipa a era la 1. cuja temporada se encerrou com produziram praias inesquecíveis de mo- episódio, assim também como acha que
dos andróides para o início o GP da Austrália, admitiu a possibi- da. política, comportamento e cultura, be mal, sem o menor interesse em dis- em nada mudou seu relacionamento com
do século 21. A cada ano. os lidade de fazer uma pausa em sua agora se preparam para conviver com o tinguir. dentro dos ônibus lotados, a
americanos substituem 110 o presidente Fernando Collor. que não
mil joelhos e 135 mil juntas carreira para recuperar-se do estresse arrastão, uma assustadora onda de as- fronteira entre a breguice. a pobreza e a lhe fez qualquer recomendação ou ad-
da bacia por peças artifi- provocado pelas corridas. (Página 30) saltantes, sinistro emblema do que se delinqüência. (Continua na página 26) moestação sobre o caso. (Página 14)
ciais. (Página 18)

CAPACETE PEEL'S GIRO PNEUS - Grand Prix 570-5 MENSAGEIRO Excelente RODA Origin.il Go! GL 91 YAMAHA DT180 - Ven BICICLETA MONARK BICICLETA ¦ Bandeirante BOBINA - De auto indupao VIDEOCAMARA Panaso- VENDEDOR
ei^ot0 ^rS120 !?2«os f,at f3r"m,0'Un0 Cr$ datilografia, saiba dirigir, 44 compro base 100 Mil Tel do urgente roda de88 aluminio Empress
Ranger aro 26 5 marchas oti- bancros verde aro 12 semino- de 12 volts vendo por 10 mil. njc VHSC acessorios douco Prestadora de Servicos admi-
10.000.00 255-5573 m.l Paulo 512 6568 horas semanais. almoco CrS 710 5708 doc ok Tr 254 8413 Isaias. mo estado 75 mil. Tel 511 va 20 mil 228-8069 Tel 5929589 uso 600 mil urgente 722- te com expenencta compfo-
PARATI 83 IS — Cor boge PASSAT 84 PLUS 18 - Uni- 592"oea c/Ana Paula^''0 AGENCIA FRANCESA VO- DOMESTICA - Todo servico BICICLETA Bianchi italia- GANSOS VIGILANTES compiuo us iniuesbd-
Particular vende em otimo es- co dono. A*ul Metalico. ar. ^ JUNIOR GUE Oferece as melhores peq familia somente com ref A EMPREGADA P CASAL na nova S400 lalar c/Sergio Melhor que cachorro Dromo- nnilPA nF pnnnAruA 3 comparecer
domest.cas com toda do-
tado por C* 2 250.000 Tr p/ 70 000 km. nunca bateu. par- SECRETARIA de Informatica c/honestas sele- e doc 60 000.001. 286-2842 C/ ref dorme emp 50 mil 254-6358. cao 10 mil 5419622 LEOMAR 82S dos aRua
Tel.: 281-0997 R Ca.apo. ticular Tr 267-2240. Consultoria
nogao c/ C6es p/computador. 262- Botafogo sem Av
vic.os Copacabana 12 3101270 ^adTa cumentacaod.a04/11.
vezes. ot. est 30 mil Engenheiro Adel. 37 - Tiju
de M.croinformatica 2461 Leme T 275-7858 ESCRIBA ALUGA PCA tres
84 OPALA COMODORO 85 Horario integral Favor entre- —— OFFICE BOY Aprendiz de ap 201—— SAENS PENA - Excel sala. CITA ALUGA Salas c/bh
MONZA SLE 87 — Cinza gas. Com ar. diregao hid Vidros gar Curriculum Rua Sao Jose. PAR Farois Gol/88 10 mil. proiese dentaria c/disposicao BUZINA - Bergson mod. Conde de Bonfim 422 s/ 303 rua
completo untco dono estado eletricos, trave central 4 por- 90 Sala 2206 • Centro Com embreagem semi-nova 20 mil e boa aparencia. Tel. 29b 53 universal sem uso na em- Tels 254 6384/ 264 6083 port Darke de',5'7-3406*'ABADI para carro-cor - oreta
Matos ^95 chv BAGAGEIRO Rack rwn'her BATERIA cletronica Yama
0KM Tel 258 6832 tas telefone 275 9590 urgancia 275-2122 7319 balaqem 12 mil 237-4921 ABADI474 71 Tr 273-7651 mil ha DD5 novmha s6 220 mil
10Tel
252 2881 Jose Luiz"

.. I
¦ Sk
si
:;.¦¦&%

A '"• JORNAL DO BRASIL


vg^JORNM DO brasil sa i99i Rio de Janeiro—Domingo, 3 de-novembro de 1991 Ano Cl -§|N0 209 Preço para o Rio: CrS 500,00 2U Ediçi
" iji

TEMPO
Jjf rowtimuim mm ^
No Rio e oin Governo erra e IR
{ c\~~) Niterói, cóu
encoberto com
chuvas ocasio-
HcllS. lOlTípClcl- nova
ttammmmmam tllHl estável. terá tabela
Máxima e mi-
nima de ontem: 23.3" em 0 presidente Collor mandou ontem aumentou a faixa de isenção para Crê
Bàngu e 16,5" no Alto da Boa suavizar a carga tributária sobre a classe 191) mil, corrigiu os descontos mas fo
Vista. Mar calmo com visi- média determinando modificações nu esquecida pela equipe que preparou
bilidade moderada. Fotos
do satélite, mapa o tempo tabela de descontos do Imposto de Ren- reforma. Projetada sobre os novos limi
no mundo, página 28. da, prevista no projeto de reforma tribu- tes. a proposta da reforma fiscal a boca
tária que o governo enviou sexta-feira nharia 46.7% a mais das rendas mensai
ao Congresso. Segundo o poria-vo/ da na faixa de CrS 500 mil, e o aumento di
Presidência da República, Cláudio imposto para os salários de CrS 750 mi
ENSAIOS Humberto, a reforma deveria ter sido seria de 43%, enquanto os salários aci-
? Um artigo inédito do en- divulgada em outubro, quando foi pro- ma de CrS 2,5 milhões teriam um cresci-
saista José Guilherme Mer-
quior, escrito em 1964, home- jetada e ainda vigorava a tabela antiga mento tributário de apenas 6.3%. O
nageia San Tiago Dantas, de descontos do Imposto de Renda, a presidente Collor não acredita que a
um dos mais inteligentes re- O Dono do Mundo: Disco de vinil
presentantes dc uma gera- qual isentava rendimentos até CrS 121) equipe econômica tenha tido a intenção
mil. Todas as simulações preparadas pe- de prejudicar a classe média. A nova
ção que procurou refletir so- Felipe declara faz 40 anos e
bre os impasses políticos do los técnicos do governo mostravam que, tabela de descontos do Imposto de Ren-
Brasil. O advogado Pedro sen amor por Márcia dá lugar ao CD comparada à carga tributária do mês ila dentro da reforma tributária será
Dutra, biógrafo do estadista,
relembra o famoso debate Página 31 Página 21 passado, a proposta do IR para 1992 enviada ao Congresso até o final desta
entre San Tiago Dantas e o traria benefícios para os contribuintes. semana e deverá beneficiar quem ganha
economista liberal Eugênio No dia 31 de outubro, o presidente entre oito e quinze salários mínimos —
Gudin sobre as elites. 'Hilda
Vamp: o surfísta Furacão', Collor sancionou uma nova tabela, que de CrS 336 mil a CrS 630 mil. (Página 2)
Daniel derruba o novo romance de
R T, Fàsanello
Matosào no karatê Roberto Drummond i m .
Página 30 Página 12
• VW» -p"
¦ *
' 4 -i.á
Os homens que A arte de preparar : /,<. •
tiram a roupa para a comida que é
Europa é difícil
vender toalhas servida nos aviões
para brasileiros
Mais de 100 mil brasileiros Página 33 Página 34
já deixaram este ano o país
para tentar a sorte no Pri-
meiro Mundo. Fugindo da Hebe, seus 300 Mestres do desenho
crise econômica, eles en-
contram barreiras de todos vestidos e 100 animam a Bienal
os tipos numa Europa Oci-
dental que esta semana en- de Quadrinhos
dureceu a política de re- pares de sapato
pressão à entrada de Página 6 Página 18
imigrantes. Em Portugal,
dentistas trabalham em
consultórios dos portugue-
ses e ganham só 25'V, do pro- Manchete mostra Veríssimo revela
duto de seu trabalho. A In-
glaterra devolve quatro especial com os trechos da paixão
brasileiros dos 300 que lá
chegam toda semana. Na Guns N'Roses de Marcílio
Itália, só descendentes de
italianos conseguem ficar. Página 11 Página 7 Diana Dinis
Wilis e o marido
maridoencheram
encheram sete carrinhos de compra
comma na
E na França o aluguel de
um quarto custa USS 500 tentativa de proteger-se da in flação, (pie consome os salários
por mês. (Página 23)
Inflação faz
Presidente dá
salário
*& solidariedade perder

até 1% ao dia
a seu líder
Com a inflação próxima dos 30%
O presidente Fernando Collor foi ao mês e os salários acumulando uma
ontem à casa do deputado Humberto
perda de poder aquisitivo, até outu-
Souto (PFL-MG). líder do governo, bro. de 80%. os consumidores correm
? Estreantes nas telas na-
cionais nos anos 80, Suzana para prestar-lhe solidariedade contra as contra o tempo. Na véspera de ter seus
Amaral (A hora da estrela), acusações de que estaria envolvido no salários depositados, já vão às com-
Sérgio Toledo (Vera), André favorecimento de liberação de verbas
Klotzel (Murvada carne), Ro- pras para atenuar altas como a de
berto Gervitz (Feliz ano ve- orçamentárias a municípios onde tem 37.6%. em outubro, dos 40 produtos
lho), Wilson Barros (Anjos bases eleitorais. Collor estava acompa- mais vendidos em supermercados.
da noite). Norma Bengell nhado do ministro da Justiça, Jarbas Sem atualização constante, a tabela
(Eternamente Pagu) e vários Passarinho, e do porta-voz da Presi- do Imposto de Renda também eontri-
outros cineastas têm mais
coisas em comum: não con- dência, Cláudio Humberto, bui para desvalorizar os ganhos.
seguiram fazer um segundo Souto ameaçara renunciar ao man- Mas a perda de 1% ao dia nos
filme mas ainda acreditam "qualquer
dato, se ficasse provado ato salários, só compensada por quem
no cinema brasileiro. de corrupção na minha vida pública". tem ganhos indexados ao dólar, não
Parlamentar há oito legislaturas, seu chega a assustar o presidente do Baq-
Nobel da Paz nome constava numa lista apreendida co Central, Francisco Gros. Ele nega
A oposição á ditadura mili-
tfàr de Myanmar (ex-Bir- pela polícia na Serval, empresa que a existência da hiperinflação e prega a
intermediava irregularmente a libera-
mánia) denunciou no Ja- participação da sociedade para evita-
pão e na Tailândia que ção de verbas federais. (Página 2) Usi, boxer com nome de metralhadora, protege Ana na praia la. (Negócios e Finanças, págs. 1 a 4)
Aung San Suu Kyi, em pri-
são domiciliar há dois anos
e vencedora do Prêmio No-
bel da Paz em 1991, está em 4verão
coma e corre risco de vida Vem aí o do arrastão'
Esportes ENTREVISTA
por estar em greve de fome
liá 8 dias. (Página 20) Ernesto Rodrigues anuncia como o mais sujo, caótico e
Botajogo e Vasco se enfrentam hoje violento verão da história da cidade. ? O ministro do
Cidades inchadas no Maracanã, ás 17h, no primeiro clás- As padarias escondem a mortadela, Há os que desistiram do privilégio de Exército, general
A pesquisa Como Estão As sico da Taça Rio. Os dois times vêm de retiram os croissants dos balcões e atravessar o quarteirão para tomar ba- Carlos Tinoco (fo-
Cidades Brasileiras, patro-
cinada pelo Instituto Brasi- goleadas no meio da semana mas em trancam o freezer a cadeado. Bares e nho de mar. E não são poucos: 50% dos to), assegura que se-
leiro de Administração Mu- situações diferentes. O Botafogo é líder restaurantes convocam seguranças pa- moradores do Leblon c 35% dos ipane- rá acatada qualquer
nicipal, Ibam, revela que os ra evitara indesejável peregrinação aos menses. seeundò pesquisa exclusiva feita investigação de au-
543 núcleos urbanos mais e o Vasco joga suas últimas esperanças.
populosos representam ape- (Páginas 33 e 34)
banheiros. Moradores, como o empre- para o JORNAL DO BRASIL. Vão sair ditores do Tribunal
nas 12,1% dos municípios O Flamengo, líder do campeonato
sário Humberto Saade, fazem o cooper para outras praias, fora do Rio, ou sim- de Contas da União
brasileiros, mas concen- matinal com escolta armada. Para to- plesmente ficar em casa, cercados de gra- sobre as denúncias
tram 61,2% da população do estadual de futebol por pontos corridos e
mar sol, Ana Beatriz Frutuoso. menos des eportarias impenetráveis, engrossaií- de corrupção na compra de fardamentos
país. (Página 8) clube que mais incentivo dá aos esportes
abastada, recorre à proteção de Uzi, do o mercado de entregas domiciliares —
amadores, atravessa uma crise financeira para os militares sob seu comando. O mi-
Homem biônico uma cadela boxer com nome de metra- seja de xampu, leite longa vida ou comi- nistro, que faz suas fardas sob medida e á
e administrativa causada por sua própria Ihadora. Na areia, os surfistas não da japonesa. Nos sábados e domingos
Todas as partes do corpo hu- sua custa, afirma que o Exército sentiu-se
mano, com exceção do cére- grandeza e pela falta de modernidade de vêem a hora de pegar a estrada para a de sol. os moradores de Ipanema e "covarde
c profundamente atingido" com
bro, poderão ser substituídas sua estrutura. (Página 32) Joaquina, em Florianópolis, a Leblon cedem a praia para mais de 100
por órgãos artificiais. A pre- as acusações. Ele acredita que a imagem
Ayrton Semia, campeão de Fórmu- l.lOOkm. Ipanema e Leblon, que já mil suburbanos dc todos os cantos da
visão é do cientista Daniel do Exército não foi desgastada com o
Cohn, que antecipa a era la 1, cuja temporada se encerrou com produziram praias inesquecíveis de mo- cidade. A Zona Sul, assustada, os rece-
episódio, assim também como acha que
dos andróides para o início o GP da Austrália, admitiu a possibi- da, política, comportamento e cultura, be mal, sem o menor interesse em dis-
do século 21. A cada ano, os em nada mudou seu relacionamento com
lidade de fazer uma pausa em sua agora se preparam para conviver com o tmguir, dentro dos ônibus lotados, a
americanos substituem 110 o presidente Fernando Collor, que não
mil joelhos e 135 mil juntas carreira para recuperar-se do estresse arrastão, uma assustadora onda de as- fronteira entre a breguice, a pobreza e a
lhe fez qualquer recomendação ou ad-
da bacia por peças artifi- provocado pelas corridas. (Página 30) saliantes, sinistro emblema do que se delinqüência. (Continua na página 26)
ciais. (Página 18) moestação sobre o caso. (Página 14)

CAPACETE PEEL'S GIRO PNEUS - Grand Pnx 570-5 MENSAGEIRO Excelente RODA — Original Gol GL 91 YAMAHA DT 180 88—Ven- BICICLETA MONARK — BICICLETA — Bandeirante BOBINA — De auto indução
No estado, preto CrS novos Fiat Prêmio/Uno CrS datilografia, saiba dirigir. 44 compro base 100 Mil. Tel. do urgente roda de aluminio Ranger aro 26 5 marchas óti- bancros verde aro 12 semino- de 12 volts vendo por 10 mil. VIDEOCAMARA — Panaso- VENDEDOR - Empresa
10.000,00 255 5573 120 nul Paulo 512-6568 horas semanais, almoço. CrS 710 5708 doe ok. Tr. 254-8413 Isaias mo estado 75 mil. Tel 511- nic VHSC acessórios pouco Prestadora de Serviços, admi-
, va 20 mil 228-8069. Tel 5929589. uso 600 mil urgente 722- te com oxporiôncia compro-
PARATI 83 LS Cor bege PASSAT 84 PLUS 1.8 Uni 60592 mil1060,Engenho c/ Ana
de Dentro
Paula. AGÊNCIA FRANCESA VO- DOMÉSTICA — Todo serviço 2208. BICICLETA — Bianchi italia- GANSOS VIGILANTES — 8457 vada, boa apresentação e 2o
Particular vende em otimo es- co dono. Azul Metálico, ar, - Oferece as melhores peq. familia somente com ref. A EMPREGADA P/ CASAL grau completo. Os interessa-
tado por CrS 2.250 000 Tr p, 70 000 km, nunca bateu, par- SECRETÁRIA JÚNIOR P7 GUE c/honestas sele- e doe 60 000.00 t 286 2842 - C/ ref dorme emp 50 mil
na nova S400 falar c/Serqio Melhor que cachorro promo- ROUPA DE BORRACHA -..do&-comparGG*« com toda do
Tel 281 0997 R Caiapo. ticular Tr 267-2240 Consultoria de Informatica c/ domésticas
p/computador 262- Botafogo sem vícios Av Copacabana 12
254-6358. ção 10 mil 5419022 LEOMAR — Módia usada cumentação, dia 04/11, à Rua
84 noção de Microinformática çòes ESCRIBA ALUGA PÇA. 3101270. três vezos, ót. est. 30 mil. T Engenheiro Adel, 37 — Tiju-
OPALA COMODORO 85 Horário integral Favor entre 2461
- OFFICE BOY — Aprendiz de ap 201 Leme T 275 7858 SAENS PENA Excel, sala, CITA ALUGA - Salas c/bh. 275-3227
MONZASLE87 Cinza gas Com ar. direção hid vidros Curriculum Rua São José. PAR Faróis Gol/88 10 mil, prótese dentária c/disposicão BUZINA •— Bergson mod B-
completo único dono estado elétricos, trave central 4 por- gar
90 Sala 2206 Centro Com embreagem semi-nova 20 mil e boa aparência. Tel. 295 53 universal sem uso na em Conde de Bonfim 422 s/ 303
Tels: 254-6384/ 264-6083. rua Darke de Matos 295 chv. BAGAGEIRO — Rack panther BATERIA - Eletrônica Yamti-
ha DD5 novinha só 220 mil
OKM Tel: 25B-6832 tas telefone 275-9590 urgência 275 2122 7319 balagem12mil 237-4921 ABADI 474. poil Tr 252-3406 ABADI para carro-cor preta 10 mil
71 273-7651 Ttil:252-2881 José Luiz
JORNAL DO BRASIL

©jornal do bhasii sa i99i Rio de Janeiro—Ooiiiinyio. 3 tlc no\cmhro clc 1991 Ano Cl - - N" 209 1'revo pani o Kio: C r$ 501).00 2'1 hdii;ao

TEMPO
Governo erra e IR
__ No Rio o cm
Niterói, céu
rvT? encoberto com
chuvas ocíisjo-
iitiis. I empei a- terá nova tabela
nmmom» (ura estável.
tmmmmmmmm tyjáxima e nlj_
nima de ontem: 23,3° em O presidente Collor mandou ontem aumentou a faixa de isenção para CrS
Bangu i' 16,5° r.ò Ali o da Boa suavizar a carga tributária sobre a classe 190 mil. corrigiu os descontos mas foi
Vista. Mar calmo com vlsi- média determinando modificações na esquecida pela equipe que preparou a
bilicláde moderada. Fotos tabela de descontos do Imposto de Ren- reforma. Projetada sobre os novos limi-
do satélite, mapa o tempo
no mundo, página 28. da, prevista no projeto de reforma tribu- tes. a proposta da reforma fiscal aboca-
tária que o governo enviou sexta-feira nharia 46,7% a mais das rendas mensais
ao Congresso. Segundo o porta-voz dá na faixa de CrS 500 mil, e o aumento do
Presidência da República; Cláudio imposto para os salários de CrS 750 mil
ENSAIOS Humberto, a reforma deveria ler sido seria de 43%. enquanto ps salários aci-
? Um artigo inédito do en- divulgada em outubro, quando foi pro- ma de CrS 2,5 milhões teriam um cresci-
saísta José Guilherme Mer-
quior. escrito em 196-1. home- jetada e ainda vigorava a tabela antiga mento tributário de apenas 6.3" f)
n^geia San Tiago Dantas, de descontos do Imposto de Renda, a presidente Collor não acredita que a
um dos mais inteligentes re- O Dono do Mundo: Disco de vinil
qual isentava rendimentos ate CrS 120 equipe econômica tenha tido a intenção
present.antes de uma gera- mil. Todas as simulações preparadas pe- de prejudicar a classe media. \ nova
ção que i)i'ocurou refletir so- Felipe declara faz 40 anos e
bre os impasses políticos do los técnicos do governo mostravam que, tabela de descontos do Imposto de Ren-
Brasil. O advogado Pedro seu amor por Márcia dá lugar ao CD comparada à carga tributária do mês da dentro da reforma tributária scra
Dutra, biógrafo do estadista,
relembra o famoso debate Página 31 Página 21 passado, a proposta do IR para 1992 enviada ao Congresso até o final desta
entre San Tiago Dantas e o traria benefícios para os contribuintes. semana e deverá beneficiar quem ganha
economista liberal Eugênio 'Hilda No dia 31 de outubro, o presidente entre oito e quinze salários mínimos —
Gudin sobre as elites. Vamp: o surfista Furacão \ Collor sancionou uma nova tabela, que de CrS 336 mil a CrS 630 mil. (Página 2)
Daniel derruba o novo romance de

Mátosão no karatê Roberto Drummond


Página 30 Página 12

Os homens que A arte de preparar

tiram a roupa para a comida que é


Europa é difícil
vender toalhas servida nos aviões
para brasileiros
Mais de 100 mil brasileiros Página 33 Página 34
,já deixaram este ano o pais
para tentar a sorte no Pri-
meiro Mundo. Fugindo da Hebe, seus 300 Mestres do desenho
crise econômica, eles en-
contram barreiras de todos vestidos e 100 animam a Bienal
os tipos numa Europa Oci-
dental que esta semana en- de Quadrinhos
dureceu a política de re- pares de sapato
pressão à entrada de Página 6 Pagina 1S
imigrantes. Em Portugal,
dent isias trabalham em
consultórios dos portugüe-
ses e ganham so 25",. do pro- Manchete mostra Veríssimo revela
duto de seu trabalho. A In-
glalerra devolve quatro especial com os trechos da paixão
brasileiros dos 300 que la
chegam toda semana. Na Guiis N'Roses de Marcílio ^
Itália, só descendentes de
italianos conseguem ficar. Página 11 Página 7 Diana Diniz e o marido encheram
eiich sete carrinhos de compra na
E na França o aluguel de tentativa de proteger-se da inflação, que consome os salários
um quarto custa TJSS 500
por mês. (Página 23)
Inflação faz
Presidente «Sá
salário
perder
solidariedade
até 1% ao dia
a seu líder Com a inflação próxima dos 30%
0 presidente Fernando Collor foi ao mês e os salários acumulando uma
ontem à casa do deputado Humberto perda de poder aquisitivo, até ou tu-
Souto (PFL-MG). líder do governo, bro, de 80%, os consumidores correm
D Estreantes nas telas na- contra o tempo. Na véspera de ter seus
cionais nos anos HO. Suzana para prestar-lhe solidariedade cõntra as
Amaral (A hora da estrela); acusações de que estaria envolvido no salários depositados, ja \ào às com-
Sérgio Toledo (Vera), André favorecimento de liberação de verbas pras para atenuar altas como a de
Klòtzel (Marvudu carne), Ho- orçamentárias a municípios onde tem 37,6%, em outubro, dos 40 produtos
berto Gervitz i Feliz ano vc-
Iho); Wilson Barros (Anjos bases eleitorais. Collor estava acompa- mais vendidos em supermercados.
da noite). Norma Bengell nhadó do ministro da Justiça. Jarbas Sem atualização constante, a tabela
(Eternamente Pauo) e vários Passarinho, e do porta-voz da Presi- do Imposto de Renda também contri-
outros cineastas têm mais dência, Cláudio Humberto. bui para desvalorizar os ganhos
coisas em comum: não con-
seguiram fazer um segundo' Souto ameaçara renunciar ao man- Mas a perda de 1% ao dia nos
"qualquer
filme mas ainda acreditam dato. se ficasse provado ato salários, so compensada por quem
no cinema brasileiro. de corrupção na minha vida publica". têm ganhos indexados ao dólar, não
Parlamentar há oito legislaturas, seu chega a assustar o presidente do Ban-
Nobel da Paz nome constava numa lista apreendida co Central, Francisco Gros. Ele nega
A oposição à ditadura mili- a existência da hiperinllação e prega a
Par de Myanmar (ex-Bir- pela polícia na Serval, empresa que
mania) denunciou no Ja- intermediava irregularmente a libera- participação da sociedade para evita-
pão e na Tailândia que çao de verbas federais. (Página 2) Uzi. boxer com nome de metralhadora, protege Ana na praia ia. (Segócios e Finanças, págs. 1 a 4)
Aung San Suu Ky.i, em pri-
são domiciliar há dois anos
e vencedora do Prêmio No- 4verão
bel dá Paz em 1991, est á em
coma e corre risco do vida Vem aí o do arrastão' ENTREVISTA
por estar em greve de fome
há 8 dias. (Página 20) anuncia como o mais sujo, caotico e
Ernesto Rodrigues
Botafogo e I asco se enfrentam hoje violento verão da historia da cidade. ? O ministro do
Cidades inchadas no Maracanã, às 17h. no primeiro cias- As padarias escondem a mortadela, Ha os que desistiram do privilégio de Exército, general
A pesquisa Como Estão As sico da Taça Rio. Os dois times vêm de retiram os eroissants dos balcões e atravessar o quarteirão para tomar ha- Carlos Tinoco (fo-
Cidades Brasileiras, patro- nho de mar. F não são poucos: 50% dos to), assegura que se-
cinada pelo Instituto Brasi- goleadas no meio da .semana mas em trancam o freezer a cadeado. Bares e
leiro de Administração Mu- restaurantes convocam seguümças pa- moradores do Leblon e SS"o dos ipane- ra acatada qualquer
situações diferentes. O Botafogo é líder
nicipal, Ibam. revela que os e o Vasco joga suas últimas esperanças. ra evitara inqèsejávelperegrinação aos metises. sentindo f^squisa exclusiva feita investigação de au-
643 núcleos urbanos mais banheiros. Moradores, como o empre- para o JORNAL DO BRASIL. Vão sair ditores do Tribunal
populosos representam ape- (Páginas 33 e 34)
nas 12,1"„ dos municípios sario Humberto Saade. ia/em o cooper para outras praias, fora do Rio. ou sim- de Contas da União
0 Flamengo, líder do campeonato
brasileiros, mas concen- matinal com escolta armada. Para to- plesmente ficar em casa, arcados degra- sobre as denúncias ^5^
tram 61,2% da população do estadual de futebol por pontos corridos e des e portarias impenetráveis, engrpssan- de corrupção na compra de fardamentos
mar sol. Ana Beatriz Fruiuoso. menos
pais. (Página 8) clube que mais incentivo dá aos esportes abastada, recorte a proteção de Uzi, do o mercado de entregas domiciliares — para os militares sob seu comando. O mi-
amadores, atravessa uma crise financeira uma cadela boxer com nome de metra- seja de \ampu, leite longa vida ou comi- nistro, que faz suas fardas sob medida e a
Homem biônico e administrativa causada por sua própria da japonesa. Sos sábados e domingos
Ihadora. Na areia, os surfistas não sua custa, afirma que o Exército sentiu-sc
Todas as partes do corpo hu- de sol. os moradores de Ipanema e "covarde
mano, com exceção do cére- grandeza e pela falta de modernidade de vêem a hora de pegar a estrada para a e profundamente atingido" com
bro, poderão ser substituídas sua estrutura. (Página 32) Joaquina, em Florianópolis, a Leblon cedem a praia para mais de 100 as acusações. Ele acredita que a imagem
por órgãos artificiais. A pre- Ayrton Sc mui. campeão de Fórmu- l.lOOkm. Ipanema e Leblon. que já mil suburbanos de todos os cantos'tece-da
do Exército não foi desgastada com o
visão é do cientista Daniel cidade. /I Zona Sul. assustada, os
Cohn. que antecipa a era la 1. cuja temporada se encerrou com produziram praias inesquecíveis de mo- episódio, assim também como acha que
dos andróides para o inicio o GP da Austrália, admitiu a possibi- da. política, comportamento e cultura, be mal. sem o menor interesse em ais- em nada mudou seu relacionamento com
do século 21. A cada ano, os lidade de fazer uma pausa em sua agora se preparam para com i\er com o tinguir, dentro dos ônibus lotados, a o presidente Fernando Collor. que não
americanos substituem 110 arrastão, uma assustadora onda de as- fronteira entre a breguice. a pobreza ea
mil joelhos e 135 mil juntas carreira para recuperar-se do estresse lhe fez qualquer recomendação ou ad-
da bacia por peças artifi- saltantes, sinistro emblema do que se delinqüência. (Continua na página 26) moestaçào sobre o caso. (Página 14)
provocado pelas corridas. (Página 30)
ciais. (Página 18)

CAPACETE PEELS GIRO PNEUS Grand Pu* 570-5 MENSAGEIRO Excelente RODA Original Gol GL 91 YAMAHA DT 180 88 Ven BICICLETA MONARK BICICLETA Bandeirante BOBINA De auto indução videoc Amara p.inaso VENDEDOR Empresa
No estado pieto CrS novos Fiat Prêmio Uno CrS datilografia saiba dirigir. 44 compro base 100 Mil Tel do urgente »oaa de alumínio Ranger aro 26 5 marchas óti- bancros verde aro 12 semino- deTel 12 volts vendo por 10 mil n*c VHSC acessórios pouco Prestadora de Serviços admi
10.000.00 255-5573 120 mil Paulo 512 6568 horas semanais, almoço CrS 710 5708 doe o* Tr 254-8413 Isaias mo estado 75 mil Tel 511 va 20 mil 228 8069 5929589 uso 600 mil urgente 722 te com experiência compro
PASSAT 84 PtUS 1 8 Uni 60 mil Engenho de Dentro 2208 Bianchi «talia GANSOS VIGILANTES 8457 vada boa apresentação e 2°
PARATI 83 LS Cor bege AGÊNCIA FRANCESA VO- DOMESTICA Todo serviço BICICLETA completo Os interessa
Particular vende em otimo es co dono. A/ul Metálico, ar, 592 1060. c Ana Paula GUE Oferece as melhores família somente com ref A EMPREGADA P CASAL na nova S400 falar c Sérgio Melhor que cachorro promo- ROUPA DE BORRACHA g»au
lado por CrS 2 250 000 Tr p 70 000 km nunca bateu, par SECRETARIA JÚNIOR P domésticas c honestas sele- peq e doe 60 000.00 t 286 2842 C ref dorme emp 50 mil 254 6358 cão 10 mil 5419622 LEOMAR
dos comparecer com toda do
Média usada cumentaçèo. dia 04 11 ã Rua
Tel 281 0997 R Caiapó. ticular Tr 267-2240 Consultoria de Informatica c/ çóes p computador 262 Botafogo sem vícios Av Copacabana 12 3101270 três vezes ôt est 30 mil T Engenheiro Adel. 37 — Tiju
84 noção de Microinformauca 2461 ap 201 Leme T 275 7858 ESCRIBA ALUGA PCA 275-3227 ca
OPALA COMODORO 85 Horano integral Favor entre OFFICE BOY Apiendi* de SAENS PENA Excel sala CITA ALUGA Salas c/bh
Com ar. direção hid vidros Curriculum Rua São Jose. PAR Faróis Gol.'88 10 mil prótese d«ntána c disposição BUZINA fiergson mod H Conde de Bonfim 422 s/ 303 rua de Matos 295 chv 8AGAGEIRO Rack panther BATERIA Eletrônica Yama-
MONZA SLE87 Cinza gas
completo único dono estado elétricos trave central 4 por gar
90 Sala 2206 Centro Com embreagem semi nova 20 mil e boa aparência. Tel 295 53 universal sem237uso 4921 na em Tels 254 6384, 264 6083 por! Darke Tr 252 3406 ABADI novinha só 220 mil
para carro-cot preta 10 mil ha DD5 -2881
OKM Tel 258-6832 tas telefone 275 9590 urgência 275 2122 7319 balagem12mil ABADI 474. 71 273-7651 Tel 252 José Luiz
Política e Governo JORNAL DO BRASIL
n Io caderno n domingo, 3/11/91

Coluna do Castello tabela do IRIB


Collor manda alterar
Brasilifl — lui/ Antonio
imÁsíi ia O Presidente Fcr- rior na fonte. Tudo isso em relação á
Encontros foram mesmo
nando Collor ileUMiniiHui a área eco- tabela de outubro.
nôinica §ue inoililique a táÊela do Mas, ao ser comparada com a ta-
'trocar
figurinha' Imposto ac Renda prevista no proje- bela de novembro — sancionada pelo¦
para to de reforma tributária, a vigorar a
presidente Collor na quinta-feira pas-'-
partir de janeiro de 1992. Segundo o sada e que sofreu um reajuste de
cm acordo tucanos têm tido porla-voz Cláudio Humberto, o pre- 58%, passando o limite de isenção
sidente quer suavi/ar a carga tributa-
Falar
político, arma- um diálogo mais
ria para a classe média. para CrS I90 mil —, o quadro se
do a partir tias con- produtivo política- inverteu: o fisco passaria a aboca-
Segundo o porta-voz, o pacote fis- nhar, 46,7% a mais para rendas men-
versas ocorridas no mente. No fundo, cal foi preparado pela equipe econò- sais na faixa dc CrS 500 mil] Para os
meio tia semana ém , W eles percebem tam- míca para divulgação cm outubro, salários de CrS 750 mil. o aumento
Brasília, parece ao bém que há um quando ainda vigorava a tabela anti- do imposto seria de 43%. enquanto
deputado José Ser- crescente distancia- ga do IR. quando os rendimentos que os superiores a CrS 2,5 milhões
\ t mento entre os isentos eram de até CrS 120 mil. As teriam um crescimento da carga tri-
ra, que delas parti- simulações preparadas pela Receita
"pura ^ dois, coisa inevitá- butária de apenas 6,3%.
cipou, fanta- F Federal mostravam que, em compa-
sia". Os encontros vel na vida pública. O secretário da Fazenda Nacio-
ração com a carga tributária de outu-
foram meramente sociais Acham os tucanos que o es- bro, a tabela de 1992 traria grande nal, Luís Fernando Wellisch passou
embora houvesse tamhcm "moderou" tilo do atual governador benefício, pois a redução da car- o sábado em seu gabinete, no Minis-
pelo menos o es- tério da Economia, reparando o er-
trocas de opiniões políticas, ga tributária para salários de CrS 500
ro. Segundo Cláudio Humberto, a
disse. Todos ali estavam pa- tilo Quércia de governar, mil seria da ordem de 14.15% . Para
afini- nova tabela poderá ser encaminhada
ra trocar figurinha c o máxi- embora haja naturais rendimentos de CrS 750 mil, a queda
o ex-governa- ilo imposto retido na fonte chegaria a ao Congresso cm forma de anexo ao
mo que de tudo se pode de- dades entre
dor e quem participou de (>.-19",.. A redução alcançaria até mes- projeto de lei já enviado, ou como
duzir é que nada se poderá um novo projeto, no máximo, até o
sua equipe com tal intimida- mo os salários de até CrS 2,5 milhões,
pensar em matéria de parla- se tornou seu suces- que sofreriam retenção 1,53% infe- final da próxima semana.
mentarismo ou de entendi- de que C.ollor foi à rasa ilr Souto mostrar *aa solnlaricilaih
sor. Novas influências se-
mento em torno de políticas
riam o dr. Batalha e Lilico.
de governo à revelia do pre- Prefeito baiano
"Se os irmão de Fleury. o ameaça renunciar
sidente da República. Sou
O deputado José Serra
políticos não conversam, comprava caixão
não estão justificando o sa- não associa os dois encon-
tros a qualquer tentativa se ovarem corrupção
lário que ganham", concluiu | TARIFAS REDUZIDAS j com notas Irias pi
séria de formular projetos
o deputado.
ele. dei- M8NEY * SALVADOR — O Tribunal de URASÍLI \ O lider do (!(-¦ orno na taçâo do l inend >¦ no Congresso Na
O primeiro encontro, políticos, tanto que " Diánas d«« apt ai#» 04 pessoa*
Contas dos Municípios descobriu a Câmara. Humberto Soulo iPFt-MG), véspera, o lidêf ílo çijwrro 110 Senado,
xando-os de lado, preferiu PARK INN INTtRNATIONAl US$ M
realizado na residência oli- SAVE INN US$ 37. forma , no mínimo curiosa, com que o garantiu ontem que renunciará ii" ni.in- Marco Maciel (i'1 11*1 ). dissera ijuc sc-
ciai do presidente do Sena- falar da disputa pela prefei-
TRAVELODC.f CF.NTRAt PARK USS 39.
OAYS IN LAKESIUE USS 42. prefeito do município de Lapào, a 4~s dato caio fiquem comprovadas "Se .1^ de- ra "inevitável" a úínVocaçào dos parla-
de São Pau- CONTINENTAL ROYALE USS 4S. quilômetros dc Salvador, desviava di- núncíus dc corrupção contra cio li- men tares durante o rcces» de tan de
tio. Mauro Benevides, teria tura da cidade MIC LAKEFRONT INN USS
ano. <.a-.o as entendas constitliciqriais não
lo no próximo ano. Seu
HOLIDAY INN MAINGATE USS 78. nheiro dos cofres públicos. Lie utiliza- car provado qualquer ato de corrupção
sido puramente social e de- va notas irias de uma empresa fantas- na minha vida publica, renuncio .10 meu si iam \ot;ipiN
candidato, que MIAM!
lc participaram convidados partido terá ' OiArins t1n apt" aIC 04 p»»*soa«> ma para a compra de caixões mandato", prometeu. I m solidariedade I ntre os documentos encontrados na
será naturalmente o sena- Prata mortuários, que deveriam ser entre- a Souto, o presidente Fernando Collor sexta-tctni pclu Poiícut I ederai no cscritó-
que não se incluem como MARSEILLES USS M. rui da Sc\al dc A<scss(^na dc
dor Mário Covas, se este DILIDO USJ 43 gues a famílias carentes. Lm apenas visitoij-0 ontem no inicio da tarde no
personagens da negociação disputar. Sc Covas SfVILlt
HOIIDAY INN OCEANSIDE USS 65.
US» um mês, Cardoso gastou C rS - mi* apartamento funcional do líder.
"O
pre- Piai;, lamento I kl.t. > n\ Brasília, empresa
quiser
politicp-parlamentar, como não se candidatar. Conlro Ihòes na aquisição de 95 caixões, sidente veio visít ir o deputado 1.01110 si? .ksí ..ida dc intermediar a liberação irregu-
quiser DUPONTOiAZA USS 57. lai de verbas lederaís, estão -,trta> do
o ministro João Santana e
admite pôr seu nome
EVERGIADES USS b7. quando apenas cinco pessoas morre- nal de solidari. de", anunciou o porta-
o jornalista João Roberto
Serra HOWARD JOHNSON USS 70. ram neste período no município. voz da Presidência da Republica, Clau- deputado ao propriétátio. Sormando l ei-
FOUR AMIJASSADORS USS U tc Cavai. ante. pedindo dinheiro para mu-
na disputa, embora prefe- A suposta ocorrência de auase I00 dio Humberto !'ara o porta-voz"I Souto
Marinho, diretor de O Glo-
risse reservar-se para ser NEW YORK * óbitos em um período de 30 tlias. num foi vitima de w 1 leviandade le não jiicipios mineiros Suma delas, de 1^?. o
' OiAnas <1p apr* .it£ 7 peisoas "1
bo. Lá estavam o presiden- D»VS INN N YORK USJ W município com pouco mais de 20 mil tem necessidade de provar nada. 1.1 qtie deputado escreveu: mbina a prefeitura
candidato ao governo cm ROOSEVELT USS 104
te do PMDB, Orestes CARITON USI 112. 104 habitantes, despertou a atenção dos tem retidão e ho.. .tidade pague uma pequena comissão ao escrito*
1994. Risco por risco, pre- WEl LINGTON USS fiscais do TCM. que regularmente e.xa- Para demo'' arar o apoio a Souto. rio. os exemplos têm mostrado que e vah-
Quércia, o presidente do feriria correr o da disputa DORAL INN USS 132,
' An tanins hoteleiras líV" válidas para o min.mo do minam as contas das prefeituras. Para Collor visítou-o em companhia do minis- tagem fazê-lo" Fm outra -...rta, de 1982.
PSDB, Tasso Jereissati, e mas não c\- 3 (trAsi pornoilov atp meados de de/ombro, « a» comprovar a fraude, os fiscais so ne- tro da Justiça, Jàrbas Passarinho No dirigida ao então ministro do Piaueiamen-
restvvas estáo
os governadores Luiz An- pelo governo, de enfrentar cessitaram consultar o cartório local e apartamento do líder. o> tres discutiram to 1X1 fim Selo. o deputado pede dinheiro
clui a hipótese ALUGUEL DE CARROS
tônio Fleury e Ciro Gomes, conferir o número de óbitos no mês. .1 estratégia política para agilizar a tranii- para o nuainipio de I aiumirim i NK i i
o senador Fernando Hcnri- pela
segunda vez a luta pela • Alendime^to nosFLÓRIPA
aeroportos de Miamt e Orlando
MITSUBISHI MIRAGE Q\ USS 95, •q
prefeitura paulista. FOROTAURUS i\1\ USS 179
que Cardoso, o deputado O PMDB, o PT co PDS TAURUS WAGON «O USS 1W P"
José Serra e outros. MINIVAN AtHOSTAR USt 238
estarão na disputa. No par- Value Heni a Car subvdiô'¦« da Mitsut>'shi Motors Inc
Na Casa da presidência As tantas de aluuuei -.Aode carros sâo semana>5 com Classificados JB
tido do governador, os e vrtltdas para maio»os de ?5
seguro PA' e CDA impostos Curso de Inglês
da Câmara, o deputado lb- anos NAo influem e gastos de combustível
e estão suietlas a contirmaçfto oe reserva
sen Pinheiro recebeu para o
candidatos previsíveis são Contullt mu «g«nt* de viagens ou "
uís Carlos Santos (bom
café na manhã seguinte par- JHSfltwelclub
de máquina, mas não de OPERADOR na Califórnia
lamentares de diversos parti- TELS. (021) 507-1094 /242-4890 8 0-5522
voto), o vice-governador 5
dos. principalmente do 232 8350 / 232-4173/222-7140
Aluizio Ferreira Filho, su- Fax:232-4714 DDG (021)800-6920
PMDB e do PSDB. mas o BHZ - Tels.: (031) 221-8954 / 223-8996
aspirante à sucessão Você aprenderá muito mais
PT ali esteve também na posto
estadual, Fernando de Mo- rápido e fácil.
pessoa do lider José Genoí- rais c Alberto Goldman. Ficará hospedado em casa de
no, de quem se diz ter ílexi-
No PT, a tendência seria família americana, em Berkeley.
bilizado sua postura política,
lançar a candidatura do se- tom inreuo mim e seu SL
admitindo participação do Miais de iso anos de atividade Saída em janeiro/92.
nador Eduardo Suplicy,
capital estrangeiro no desen- Duração cie 1 más.
mas a ela resistiriam a pre-
volvimento do país e outros EUROPA BAIXA ESTAÇAO 4?
feita Luiza Erundina e pes- Número limitado de alunos. Este ea recomendo
itens da chamada linha mo-
soas influentes na cúpula APROVEITE AS SUBSTANCIAIS REDUÇÕES DA TEMPORADA Faça logo a sua inscrição.
derna. Lá estavam também
do partido. A alternativa EUROPA MARAVILHOSA EUROPA FASCINANTE EUROPA ESSENCIAL
Fernando Henrique Cardo- Maiores informações: M.irciii Krcnuicl
seria o deputado Aluizio 10 p«»»«s 36 dl*s 9 países - 25 dia» 8 pawtt • 22 dias
so, José Serra, o quercista Ponuyà! Etjvnha Frnnça ltài»a itaiia Austna Suíçaingtaiorra Alemanha Itaiia Austna Suíça
Mercadante. A solução, no Áustria Suíça Alemanha. Holanda. Holanda lógica Alemanha Holanda Bélgica
José Goldman e o líder do Bélgica • Ingiatmra França Espanha Inglaterra França
entanto, se as pesquisas in- Satòas • S.KJji Nov• Oí. 16 Saídas Mo*- 09 26 • 11. 1«.
PMDB, Gencbaldo Corrêa. Nov 21 D«í. OS, 20 0«2 07.14 Jan 04. t>«l 07. 14 J«n 04
fluírem, será Suplicy. •n- 02. 09. 16. 23. 30 Fe* 20, 11. 18. 25 - Fev 01. < 06. 29 25- Fe* 01 06. 29 Mar 07,
Os tucanos conversaram 27 Mar OS, 12. 19. 26 Mar 07. 14.21. » Abr 04 14.21. 26 Abi 04
com Quércia. cuja ascensão Quanto ao PDS, há a EUROPA MEDITERRANICA EUROPA PANORÂMICA OCIDENTE EUROPEU GTI VIAGENS E TURISMO LTOA
candidatura de Maluf. que - 14 dias 8 peises • 27 dies 8 P«IMI - 27 atas França Av. Rio Branco, 103 9o andar Tel. PABX 221 7643
política cm São Paulo pro- Portugal Espanha Ingtaíerr»» França Suíça Portugal Espanha
Itaba Suíça Lute^burgo
vocou a auto-exclusâo do ora é, ora não é. oferece França Itália Alemanha Austna Itaita.
[ spanha Portugal lk»'g'ca. Inglaterra CEP 20040 Rio de Janeiro RJ Brasil
composição aos partidos SaKlan Saídas Saídas •
grupo de políticos e intelcc- Nov 07, 2fl Dei 05. No* 21 Dei 05.¦ 26 • Jan 02.
Jan. 02. 09, 16. 23. 30 Fe» 20. Dez. 06. 29 Jan 05. 19 15.
tuais que fundaram o afins mas termina sempre 27 Mar 05. 12. 19. 26 Fev 23 Mar 01. 29 OS, 30 F«y. 20. V
PSDB. São adversários poli- por candidatar-se. Outras 0 GRANDE SONHO AMERICANO AMÉRICA MARAVILHOSA
ticos mas não pessoais. Con- candidaturas deverão surgir COSTA LESTE DufKáo 18 • 25 m» (USA. CANADA e MÉXICO)
Duração 17. 22 • 26 dlaa CONFIRA
versaram com Quércia e com a utilização de legendas Miami - Orlando Savannah - Charioslon Raie>gh Miami - Orlando MGM Studios)
(Disney.Epcot ¦ eMontreal SugerOfe^^
WiHiamsburg Washington New York NiagaraFalls Washington Toronto
com Fleurv. Com este, os tipo PFL. PRN e pf| Toronto • Oltavs.i Montroal - Quebec Nev» >orV • San Frartcisco - Las Vegas
ll.i HislOfJ .'t i Ijnljyj c!f WiVi D'S^>ev Lcs Angeie^ Arapulco Me*>co
Em ór.ibus exclusivo e com a garantia da qualidade Sa»dat Nov 7 • Dei. 5
e experiência da agencia mais antiga do mundo CANADA • HAWAII) Compras em New York e Miami
ciando-se até mesmo a m- (USA,
Cuba Saída» Nov 6 - Dei. 4 Duração 17, 22 e 27 dias Aviào + Hotel + Traslados
Miami Or'ando il3isne>,Epcot• e MGM Stud'OS)
O governo brasileiro
tenção de fazer um discurso Washington Toronto Montreal • 8 ou 11 Dias • Saídas: Nov 28 e 29 - Dez 05 e 06
DISNEY New York ¦ San• Francisco • Las Vegas
tem-se recusado a partici-
contra o regime cubano. Los Angeles Acapu'co Honolulu CORTESIA: 1 carro em Miami para suas compras
Uma advertência, no en- WM 1 DIRNEYWCni D S1AOIC KINGPOM Sa»da» Nov 7 • Dei 5
E^OT CENTEH MGM STUDlOSHotel|• WIAMI
par de iniciativas contra tanto, o teria feito meditar df Mínhâ rx> SUPER
Cuba, no continente. Já o DurecAo 12 dias DISNEY
mais, antes Be falar: bom- Sudii Nov. 10,24 - ü«(. M, U, 21 CRUZEIROS PROMOÇÃO
89
presidente Mcnem estaria bas poderiam voltar a ex- SKORPIOS I E SKORPIOS II HE31
inclinado a apoiar ações ROTEIROS FANTAST1C0S DuraçAo 07 ou 12 dia» ATE 8/12/91 p/pax apl'. quad.
9 Dias
contra 1'idel Castro, anun- plodir em Buenos Aires. CIRCUITO SUL AMERICANO
' . ' a r ' o Com todo o conlorto navegando entre canais AVIÃO + HOTEL + CARRO
Sant'«»oo Vma de'*» h,.- • *% > Menos Montl Peuila
Aires
e icebergs você conhecerá os monumentais
da regtAo sul do Chile, culminando
laoui^n.ir glaoares
com a maravilhosa Lagoa de S Rafael TEMPS AS MELHORES TARIFASTEREAS SESSS
D\irec*o ' i , .jf ot sábados
Sa»daa lodaa a» quarta»-feira» «té 2*ÀbrV2
Getúlio Vargas conduzido Düã INCAS
O seminário de La Ho; • Cu/co - Machu Picchu • Lima
por Aspásia Camargo. Dumèo 10 • Sldli. Todot ot «àbKJoi AUSTRALIS
Aspásia Uma tese sobre voto distri- Dui»ç*o 0*. 14 ou 20 dU>
aventura aos confins do mundomoderno onde você
A partir de amanhã, sob tal proporá a eleição de 8 PLANO DE TURISMO NACIONAL Umapoderá desfrutar do conforto de
nav»o percorrendo o itinerário dos audaies
a presidência de Mário deputados por distrito, de 38 cidades it«0 Hotéis • Serviço de traslados navegadores do sec XVI
Diversos passeios em cada cidade - viuias
Henrique Simonsen, deba- modo a identificar os esta- Aluguei de carro Financ»amonlo em ate 10 vezes SaMia»: Todo» oe domingo* tW 22Mar"W.
"pacto
te-se o federativo" dos menores como um dis- SOLICITE-NOS PROGRAMAS COM PREÇOS PRECOS EM DOLARES CAMBIO CO MERC IAL
no seminário tia Fundação iritão. Isto é o antidistrital. E DEMAIS INFORMAÇÕES SOBRE ESTAS VIAGENS
OPERAMOS PARA FONES:
TODO O BRASIL
«¦«¦¦¦«¦¦ RIO DE JANEIRO o FINANCIAMOS 222-9619
Carlos Castello Branco RUA MÉXICO. 21 LOJA TEL.: 217-1840
1711liljli mi /rrrernationcl Tows ACEITAMOS CARTÕES 222-1376
•JJAüüiJi RUA VISC DE PIRAJÁ, 547 TEL.: 511-1840 DE CRÉDITO
• Recife e Silvado» e Pono Alegre 0 CuM»r»a e Belo Homome Erasmo Braga, 277/13° - Cob. 02 222-0574
Sào Paulo • Campinas

Fly & Drive 10 dias Circuitos NATAL ou TERRA DOS DEUSES


HO r-^mr^l HI Miami e ou
ou H nuniMAC REVEILLON
REVEILLON LUXOR + CAIRO + ISRAEL
LUXOR ISRAEL Mi
HI ¦ill ir«J; ¦ ANDINOS
ANDINOS N. York + Miam
N.York Miami + Orlando
Orlando ++ ATENAS 20 dias
dm H
Orlando
Orlando H P. Terro«tr« US$ 780 P. Terreatr» US$ 390
(Você «colhe) SANTIAGO • VINA DEL DEL I Upl duplo p/pj^
(•pt. dup|0 p/p*MOt) ||| (Hoiel» c»»g. Tumtic*)
c»»g. Turutic*) m
l.vfJLj Llj PP. AAére* + Hoial + Ctrro
C*tto I MAR • VALPARAlSO
IIT C*rro 7 diw Kool 7 noltM 15 DIAS
Venha ter atendido I R . P. VARAS PEULLA N. York
N.vorl OUTROS ROTEIROS:
OUTROS ROTEIROS: m
r P. Aér*. US$ 830
Assinatura pessoalmente por Oi¦ vôo direto Jumho 747 . BARILOCHE E B AlRES[ com riy A Drivo EUKOPA E ORIENTE '
cai Pnltenler ' p Aé,f» US$ 610 CANADA
trinta anoi de experi- P. Terrestro US$ 118 •m Muuni s Orlando
rjt1?
(p/p««so« ap! QUAD) fm' OoUl Ofiriâl 310 MtXICO AMIGO
Salvador tncia em turirmo. P. Terreftre US$ 581 P. Tarrestre US$ BJUSES
Complete seu programa (p/pM901 ip*. ttiplo) B.AIS ES + BARILOCHE
Rui SÍO José, 90 21.* «nfl* ^com Cruzeiro Marítimo 12 DIAS 16 dias
(071 )241-5877. EESEESr

í»
? I" caderno ? domingo, 3/11/91 ? 2" Edição Política e Governo JORNAL DO BRASIL

Coluna do Castello
Collor manda alterar tabela do [R
Brasília — Luiz Antônio
Encontros foram mesmo HUASÍLIA -Opresidente Fernando tabela de 1992 traria grande beneficio, a classe média", afirmou o presidente. A
Collor informou ontem que o governo vai pois a redução da carga tributária para equipe trabalhou de lorma absojutamen-
't alterar a tabela do Imposto de Renda pura salários de CrS 500 mil seria da ordem de te dedicada e fez um enorme eslorço para
rocar figurinha' o próximo ano, divulgada na véspera, e 14,15°o Para rendimentos de CrS 75o cumprir o prazo que estabeleci,"
para adiantou que está sendo estudada a cria- mil, a queda do imposto retido na fonte Collor insistiu íiia necessidade de pre-
vão de uma faixa intermediária de imposto chegaria A redução alcançaria
em acordo tucanos têm tido — de 15% —, para as pessoas que ga- até mesmo os salários de até CrS 2.5 servar "1a classe média de grandes sacri(W
cios. m dos Objetivos da reforma lis-
Falar
político, arma- um diálogo mais nham entre oito 115 salários jminimos — milhões, que sofreriam retenção 1.53% cal é a justiça fiscal", disse
inferior na fonte, t udo isso em relação á justamente
do a partir cias con- .
>'
^ produtivo política- CrS 336 mil a CrS 630 mi!.
tabela de outubro. Collor "Queremos estabelecer alíquotas
versas ocorridas no —• "f mente. No fundo, diferenciadas, margens diferenciadas, pa-
Com essa nova faixa, o presidente Mas, ao ser comparada com a tabela ra
meio da semana em , u eles percebem tam- espera que o pagamento do Imposto de de novembro — sancionada quê a incidência do imposto não acoii-
Brasília, parece ao bèm que há um renda "não pese tanto sobre a classe dente Collor na pelo preM- teça de maneira linear", emendou
média". A nova tabela será fechada na quinta-feira passada e
deputado José Ser- crescente distancia- que sofreu um réujuste de 58%, passan- O presidente di>sc acreditar que basta-
tarde de amanhã, durante o despacho do do o limite de isenção CrS 190 mil rá a troca da tabela para eorngir o erro.
ra, que delas parti- mento entre os ministro da Economia, Mareilio Mar- —, o para
"pura Tanta- V dois, coisa inevitá- quadro se inverteu o I-isco passaria não sendo necessário o envio de um num.
ripou, ques Moreira, com o presidente. a abocanhar 46.7° o a mais das rendas projeto ao Congresso. Acrescentou que ti
sia". Os encontros vel na vida pública. Segundo o portnWòz Cláudio II um- mensais na faixa de CrS 500 mil. Pura os mudança da tabela não "Aguardamos altera a rapidez de
foram meramente sociais Acham os tucanos que o es- berto, o presidente quer suavizar a carga salários de CrS 750 mil, o aumento do tramitação do projeto coiíl
embora houvesse também tilo do atual governador tributária para a classe média I mbora imposto Seria de 41%, enquanto que os uma expectativa muito grande a apreciS-
"moderou"
pelo menos o cs- sem admitir claramente que houve erro, superiores a CrS 2,5 milhões teriam um çâo pelo í ongresso Nacional dessas medi.-
trocas de opiniões políticas, ele explicou que o pacote fiscal foj prepa- crescimento da carga tributária de ape- das ilc reforma fiscal e tributária porque
disse. Todos ali estavam pa- tilo Quércia de governar, rado pela equipe econômica para divul- nas 6.3%. I isso que o presidente Collor elas vio absolutamente fundamentais para
ra irocar figurinha c o máxi- embora haja naturais afini- mandou mudar. o processo de ajuste econômico", apon-
gaçào em outubro, quando vigorava a '.»pe-
mo que de tudo se pode de- dades entre o ex-governa- tabela antiga do IR em que os rendimeh- Collor negou que sua confiança na tou Pata presidente será preciso
tos isentos eram dc até CrS 120 mil. As equipe econômica tenha diminuído tias l i/ci uma tnv.i da tabela encaminha-
duzir ó que nada se poderá dor e quem participou de simulações preparadas pela Receita I e- "Não foi um erro nem uni cochilo", da pela nov" c ele acredita que isso >crá
sua equipe com tal intimida- "
pensar em matéria de parla- deraí mostravam que, em compararão avaliou Collor \ equipe econômica feito de lorjiia lapida e sem maimes dilj-
mentarismo ou de entendi- de que se tornou seu suces- Collor: justiça fisrà com a carga tributária de outubro, a não teve nenhuma intenção de penalizar culdítdès .
se-
mento em torno de políticas sor. Novas influências
riam o dr. Batalha e Lilico.
de governo á revelia do pre-
"Se baiano
sidente da República. os irmão de Fleury. Prefeito
Souto ainCclÇa fCIUIIlciar
O deputado José Serra
políticos não conversam, comprava caixao
não estão justificando o sa- não associa os dois cncon-
lário que ganham", concluiu tros a qualquer tentativa TAR1 FAS REDUZIDAS
TARIFAS REDUZIDAfi se corrupção
f ] com notas frias provarem
o deputado. séria de formular projetos I
O primeiro encontro, políticos, tanto que ele, dei-
PJMEY
rio npr al£ 04 pessoa* SALVADOR — O Tribunal de HRASlLIA — O lider do governo na iação do i mendào iio i oiigres-n. Nj
PARK INN INTERNATIONAL USS W Contas dos Municípios descobriu a Cmnara Humberto Souto iPt l-MGl, \èspera o líder do gt>\crno nu Senado,
realizado na residência otl- xando-os de lado, preferiu SAVE INN USS 37. lorma . no mínimo curiosa, com que o ^l trco Maciel iPI I -PI'.), distei i que se-
TRAVELODGE CENTRAI PARK US$ 39 garantiu ontem que renunciará ao tnan-
ciai do presidente do Sena- falar da disputa pela prefei- DAYS IN LAKESIDE USI 42 prefeito do município de Lapào, a 478 dato caso fiquem comprovadas as de- ia "ine\itav'el" a cóüiocacão dos parla-
CONTINENTAL ROVALE USI 45.
do, Mauro Bcnevides, teria tura da cidade de São Pau- MIC LAKEFRONT INN USI M quilômetros de Salvador, desviava di- núneias dc corrupção contra ele. "Se li- ment.ues duranle 0 receoso de liui de
MOLIDAY INN MAINGATE USI 7B. njjeiro dos cofres públicos, lie utiliza- ,i no. l.iso .is enictutas coustitiieionais não
sido puramente social e de- lo no próximo ano. Seu va notas frias de uma empresa tantas-
ear provado qualquer ato de eorrupvào
seiam Votada. ^
MIAMI na minha vida publica, renuncio ao meu
le participaram convidados partido terá candidato, que ' Diárias ti« apt* atí? U4 pessoas ma para a compra de caixões mandato", prometeu. Km solidariedade I nta- os dócumenltjs. encontriidos ifa
será naturalmente o sena- Pt ata mortuários. que deveriam ser entre-
que não se incluem como MARSEILLES USS 3« a Souto, o presidente I ernandò C ollor sexta-lei; i pela Policia I ederal no escrito-
dor Mário Covas, se este DILIDO USI 43 gues a famílias carentes. Em apenas visitou-o ontem no inicio da tarde no rio da Scvul — Serviços de Assessoria de-
personagens da negociação SEVILLE USI 45. 'mi-
quiser disputar. Se Covas HOLIDAY INN OCEANSIDE USI 65. um mês, Cardoso gastou CrS - apartamento Itmciónal do lider. "O pre- Pláiieianienfp Ltda. em Brasili t emprc.vi
político-parlamentar, como se candidatar, Centro Jhôes na aquisição dc 95 caixões^ sidente veio visitar o deputado como aciNida de intermediar a liberação irregu-
o ministro João Santana c não quiser DUPONT PLAZA USI 57.
EVEROLADES USI 67, quando apenas cinco pessoas morre- nal ile solidariedade", anunciou o porta- lar ile verbas ledérais, estão cartas do
o jornalista João Roberto
Serra admite pôr seu nome MOWARO JOHNSON USS 70.
FOUR AMOASSADORS USI S3 ram neste período no município. Voz d.i Presidência da República, Clau- deputado ao proprietário. Norniando Lei;
na disputa, embora prefe- A suposta ocorrência de quase 100 dio Humberto. Para o portil-\o/ Soúto te (.i\alc.mte, pedindo dinlu-iro para mu-
Marinho, diretor de O Glo-
bo. Lá estavam o presiden-
risse reservar-se para ser NEW YORK*
' OtAnas de apt* at#> 2 pessoas óbitos em um período de 30 dias. num foi vitima ile uma leviandade: "lie não nicipios mineiros. Numa delas, de 1985, o
"l:nibora a
candidato ao governo em DAYS N YORK USI 99
INN município com pouco mais de 2o mil tem necessidade de pro\.ir nada. i.i que deputado escreveu preíeitura
te do PMDB, Orestes ROOSEVELT USI 1M.
1994. Risco por risco, pre- CARLTON USI 1CV4. habitantes, despertou a atenção dos tem retidão e honestidade". pague uma pequena comissão ao escrito-
Quércia, o presidente do feriria correr o da disputa WF.LLINGTON USI 112. fiscais do TCM, que regularmente c\.i- Para demonstrar o apoio a Souto, rio, os exemplos têm mostrado que e -an-
DORAL INN USI 132.
PSDB. Tasso Jcrcissati. e • As lanfas hoteleiras s«V> .«lidas para o mlmmo do minam as contas das prefeituras. Para Collor Msitou-o em companhia do minis- tageni ta/é-to" Lm outra carta, de 198?;
mas não ex- 3 (trôsl pernoites meailos cie de/érnbro «• as comprovar a fraude, os fiscais so ne- tro da Justiça, Jarbas Passarinho No dirigida ao então ministro do Planeiameu-
os governadores Luiz An- pelo governo, reservas •'stâo svi|«i»as .i i sponlv«K
to, Delfim Neto. o deputado pede dinheiro
clüi a hipótese de enfrentar ALUGUEL DE CARROS çessitaram consultar o cartório local e apartamento do líder, os três discutiram
tònio Fleury e Ciro Gomes, conferir o número de óbitos no níès. a estratégia política para agilizar a tumi- para o município dc laruminm i MG)
segunda vez a luta pela • AtendimentoELÚRWA*
o senador Fernando Henri- pela nos aeroportos do Miami e Orlando
prefeitura paulista. MITSUBISHI MIRAGE q\ USI 95
que Cardoso, o deputado FORD TAURUS \\1\ USI 179. m t:
O PMDB. o PT e o PDS TAURUS WAGON -fc USI 199
José Serra c outros. MINIVAN AEROSTAR USI 239,
estarão na disputa. No par- Vaiue Reni a Car subsidiaria da Mitsubishi Motor» Inc
Na Casa da presidência As tarifas do aluguel de carros silo semanais com Classificados JB
tido do governador, os seguro PAI e COA e sào válidas para maiO'«s de ?5 Inglês
da Câmara, o deputado 1b- anos Nàu incluem impostos e gastosr«so»va de combustível Curso cie
candidatos previsíveis são e estão suieitas a contirmacâo o»»
sen Pinheiro recebeu para o Contuftfl mu agentt d* viagem ou ^
Luís Carlos Santos (bom
café na manhã seguinte par- JHSfltravei dub
de máquina, mas não de OPERADOR na
lamentares de diversos parti- Califórnia
voto), o vice-governador TELSL (021) 507-1094 /242-4890 5 8 0-5522
dos, principalmente do 232-8350 / 232-4173/222- 7140
Alnízio Ferreira Filho, su- Fax 232-4714 OOG (021)300-6920
PMDB e do PSDB, mas o BHZ- Tels.: (031) 221-8954 / 223-8996
aspirante à sucessão
PT ali esteve também na posto Você aprenderá muito mais
estadual. Fernando de Mo- ^ rápido e fácil.
pessoa do líder José Genoí- rais
no, de quem se diz ter flexi- e Alberto Goldman. ^ gdíH.IMD Ficará hospedado em casa de
No PT. a tendência seria
bili/ado sua postura política, com ' o munoo e seu ss família americana, em Berkeley.
lançar a candidatura do se- '
admitindo participação do *" ; v 150 ANOS ...
MAISt OE'¦ OE ATIVIDADE Saída em janeiro/92.
nador Eduardo Suplicy,
capital estrangeiro no desen- Duração de 1 mês.
mas a cia resistiriam a pre-
vólyimento do país e outros EUROPA BAIXA ESTAÇAO
feita Luiza Erundina e pes- Número limitado de alunos.
itens da chamada linha mo- Este eu recóme
soas influentes na cúpula APROVEITE AS SUBSTANCIAIS REDUÇÕES DA TEMPORADA Faça logo a sua inscrição.
derna. Lá estavam também
do partido. A alternativa EUROPA MARAVILHOSA EUROPA FASCINANTE EUROPA ESSENCIAL
Fernando Henrique Caído- Maiores informações:
seria o deputado Aluízio 10 part«3 34 dia a 9 pat«a« - 25 dl*» 6 par»#» 22 dat Márcin Krenciel
so. José Serra, o quercista Poftugai Espanha França Italia. liana Austna Su«ça Alemanha Itaita Austr«a Su-ça
Mereadanie. A solução, no Áustria. •Su»ç« Alemanha Holanda Holanda Bélgica. Inglaterra Atemanha Holanda Beig.ca
José Goldman e o líder do Bélgica ingiattwa França Espanha Ingiateoa França
entanto, se as pesquisas in- SMÒII - S»Kla» Nov• Oí. ^8 • SaKlai Nov 09 2«
PMDB. Genebaldo Corrêa. Nov 7t D«z OS. 2« D«! 07, 14 Jan 04 0«i 07.14 • Jan 04 11. 18.
Os tucanos conversaram
fluírem, será Suplicy. Jan. 03. 09. 16, n. 30 F#v ?0. 11. 18. 25 • Fe* 01. 08, 29 25 Ftv 01.- 06. 29 Mar 07.
27 Mar OS, 12, 19. 2« Mar 07. 14,21. 28 Abf 04 14. 21. 21 Atx 04
com Quércia, cuja ascensão Quanto ao PDS, há a EUROPA MEDITERRANICA EUROPA PANORAMICA OCIDENTE EUROPEU GTI VIAGENS E TURISMO LTDA
candidatura de Maluf, que 4 paiMi - 14 c*as 8 peites ¦ 27 dtas 8 países • 27 dias França
política em São Paulo pro- Porlugai Eopanha. ingiatya França Su»ça, Portugal Espanha Av. Rio Branco, 103 9o andar ToI PABX 221 7643
vocou a auto-exclusâo do ora é, ora não é, oferece França Itália Alemanha Austna Haiia Itaiia Suíça Lu*emt>u'go,
composição aos S»KÍ*B Espanha. Portugal Bélgica Inglaterra CEP 20040 - Rio de Janeiro RJ Brasil
grupo de políticos e intelec- partidos Nov. 07, 28 D*r. 05. 26• Senias • Satdat
16.
Jan• 02. W. 23. 30 Fev ?0, Dez 08. 29 Jan 05. 19 Nov 21 Oez 05. 26 ¦ Jan 02.
t li a 1 s que fundaram o afins mas termina sempre 27 Mar 05. 12. 19 26 Fev 23 Mar 01. 29 09. 30 • F#v 20. 27 - Mar 12. 26
PSDB. São adversários poli- por candidatar-se. Outras
0 GRANDE SONHO AMERICANO] AMÉRICA MARAVILHOSA
ticos mas não pessoais. Con- candidaturas deverão surgir COSTA LESTE Duração 18 • 25 dias (USA, CANADA e MÉXICO)
versaram com Quércia e com a utilização de legendas Miam»- Ortando ¦ Savannah - Charteston Maieigh Mtami Orlando Duração 17, 22 e 26 dia»
Williamsburg Aashmgton N»ev* Yc>rK Nutgara Fa»is lUtsnev.Epcot MGM Studios)
• Toronto • eMontreal
com Fleury. Com este, os tipo PFL, PRN e PL. -
Toronto - Ottawa Montreal Quebec Washington
' í vt"Qf Ne* York ban Francisco • Las Vingas
OJ HtstofM Wjih nglo" à tjntasij de WjH U^s? LOS Angeles ArapulCO • MeniCO
tm orobus ü*clu5ivo e com a garantia da qualidade Satda» Nov 7 Dez. 5
ciando-se até mesmo a in- e e*periència da agência mau antiga do mundo (USA. CANAOA e HAWAII) Campras em NewYerke Míamj
Cuba Saxlat Nov 8 Dei. 4 Duraçáo 17. 22 e 27 dia» Aviào + Hotel + Traslados
tenção dc fazer um discurso Miamt • Orlando tDisrx>y,EpcOt e MGM Studios)
O governo brasileiro Washington I conto Monfeal
Ne* York San Francisco Las Vegas • 8 ou 11 Dias*Saídas:Nov28e29 - Dez05e06
contra o regime cubano. DISNEY Los Angeles • Acapu'co Honolulu
tem-se recusado a partici- CORTESIA: 1 carro em Miami para suas compras
Uma advertência, no en- WAl ! ÜISN{:vWrHLD MAQtC KINGDOM Sarda» Nov 7 • Dez 5
par de iniciativas contra EPCQI CbNTER MGM STUÜiOS • MiAMi
tanto, o teria feito meditar Já AmpfKarxj no Hutt>l) SUPER
Cuba. no continente. Já o DuracAo 12 dtai DISNEY
mais, antes de talar: bom- Saída» Nov. 10, 24 Dez. 06. 17, 21 CRUZEIROS
presidente Menem estaria FLY&DRIVE PROMOÇÃO B23
bas poderiam voltar a ex- ROTEIROS FANTAST1C0S SKORPIOS I E SKORPIOS II
inclinado a apoiar ações
contra Fidel Castro, anun- plodir em Buenos Aires. CIRCUITO SUL AMERICANO
DuraçAo 07 ou 12 dia» g Qias mATÉ i c oi
8/12/91
i* / a i p/pax apt*. quad.
Com todo o conforto navegando entre canais
Peulií
Santiago v>na dei Mar Puerto Monti Aires e icebergs. você conhecerá os monumentais • Saldas: Doms. e 5's. AVIÃO + HOTEL + CARRO
Lagos Andinos Banloche Buenos glacares da regiAo sul do Chite culminando
Duração 13 dia» Saída» Todo» o» HDado» com a maravilhosa Lagoa de S Balael TEMOS AS MELHORESTARIFAS AEREAS
Getúlio Vargas conduzido IMPERJO DOS INCAS Sa«da» Ioda» a» quartaa-tohraaat* 2*Abr92
O seminário de La Pa/ • Cuzco Machu Picchu • Lima B. AIRES BUENOS AIRES PORTO SEGURO
por Aspásia Camargo. Duraçáo 10 dia» Satdat. Todo» o» «abado» AUSTRALIS E BARILOCHE 8 DIAS AÉREO
Aspásia Uma tese sobre voto distri- Duraçéo: 08. 14 ou 20 dia» 5 DIAS 8 DIAS
PLANO DE TURISMO NACIONAL Umapoderá aventura aos confins do mundo onde você
A partir de amanhã, sob tal proporá a eleição de 8 desfrutar do conforto de moderno us$499f USS 750, 2x132990
navto percorrendo o itinerâr»o dos aud&fes
a presidência de Mário deputados por distrito, de 38 cidades 160 Hotéis - Serviço de traslados navegadores do sec XVI Hotel ? Aéreo Hotel ? Aéreo ? Hotel: Porto Seguro
Diversos passeios em cada cidade Guias ? T raslados
Henrique Simonsen, deba- modo a identificar os esta- Aluguer de carro Financiamento em ate 10 ve/es Sa*dat: Todo» o» domingo* até 22 MarY2 Excursão ? Traslados Praia Hotel
"pacto P/pai apt* duplo P/pai ipt* duplo <<„
te-se o federativo" dos menores como um dis- SOLICITE-NOS PROGRAMAS COM PREÇOS
tritão. Isto é o antidistrital, E DEMAIS INFORMAÇÕES SOBRE ESTAS VIAGENS PREÇOS EM DÓLARES CÂMBIO COMERCIAL
no seminário da Fundação
»OPERAMOS PARA FONES:
'.mios TODO O BRASIL
( Castello Branco ¦nnpiiriipi Rio de janeiro ? FINANCIAMOS 222-9619
n.U-JHUli RUA MÉXICO. 21 LOJA TEt.: 217-1840
1 abreutur
I in kà- m RUA VISC DE PIRAJÂ. 547 TEL.Í 511-1840 I HTerrtaticnal Tonr\ i ACEITAMOS CARTÕES 222-1376
. »;"W,
Sâo Paulo • Campinas • Racifa • Salvador • Portrv Alegre a Curitiba • Belo Hor<*onte Erasmo Braga, 277/13* - Cob. 02 OE CRÉDITO 222-0574

"CIRCUITOS
¦MM MMUBW I9HHMIBHH Fly & Drive ^diaa^^^IRCPn^OS^^|NAfAroq^^^ERR^D0^5jSE^^
to dias NATAL ou TERRA DOS DEUSES
|H I _ mri H Miami e ou ou H BNniNAC m "EVEILLON
REVEILLON B LUXOR + CAIRO + ISRAEL ISRAEL H
ANDINOS N.York
N. York + Miam+^Chlando
Miami + Orlando ¦ + ATENAS
ATENAS 20 dias H
Orlando ¦
(Voe* o acolho) P. T«rr»»tr» US$ 780 P. Terrostra US$ 390
I Orlando SANTIAGO • V1NA DEL Upt- duplo p/p—o*)
um P. A Aro» + Hoial ? C*no (Hoiali cttog. Txirbtlc»)
irs C*XTO 7 dÍM Hoe»l 7 notttt MAR . VALPARAlSO 15 DIAS
Venha ter atendido F. aa™. US$ 830 . P. VARAS | PEULLA N. York OUTROS ROTEIROS:
ROTEIROS:
pestoalmente por Ot- *ôo direio Jumbo 747 . BARILOCHE E B A1RES| com riy & Drive Assinatura
car Daltcnter com EITROPA E ORIENTE '
trinta anoi de experi- P. Torroatrs US$ 118 P. Aéroa US$ 610 • m Miami • Orlando
Doki OíVruJ ^CANADA Salvador
éncin em turirmo. (p/p«tao* apt QUAD) P. Tonostio US$ 310 MÉXICO AMIGO
Completo seu programa P. Terrettr» US$ 581 B AIRES
(p/pMm apc. ttlpk)) B.AIRES + BARILOCHE
Rua SíO José. 90 21? inflar COM Cruzeiro Marítimo 12 DIAS 16 dias ^
<071)241-5877
Política e Governo domingo, 3/11/91 ? 1" caderno ? 3
JORNAL DO BRASIL

engana Conferência do
Indústria da verba
prefeitos

Madalena Rodriguos
BRASÍLIA — A falta de informação Rio
sobre o que se decide cm Brasília custa \'
caro á maioria dos prefeitos do interior do
pais. Lies desconhecem quanto em recur- A té hoje ainda não ficou claro, mas a Conferência do
sos para seus municípios está sendo libera- Rio é uma reunião de missões oficiais dos países
do pelo governo, pelo dcscontingencia- membros da ONU, que vão assinar acordos internado-
mento, ou seja, a liberação das verbas
previstas no Orçamento Geral da União, nais, que já vêm sendo negociados nas diversas reuniões
das i|uais (X)% ficaram retidas no inicio do de caráter preparatório.
ano, por portaria do Ministério da Econo- Firmados esses acordos, ou, como se diz em língua-
mia. Levar essa informação, na maioria
dos casos, acaba sendo um privilégio dos gem diplomática, assinadas as convenções, resta aos
parlamentares ou das empresas de assesso- países signatários cumprir o que foi determinado.
ria e planejamento que prestam serviço às Portanto, a sociedade civil não participa da Confe-
prefeituras. Mesmo sendo divulgadas de- no
Diário Oficial da União, os prefeitos rência propriamente dita, ma s dos eventos paralelos.
moram a saber que os recursos eslào dis- Desde a última reunião do Comitê Preparatório,
poniveis e acabam pagando caro a essas ocorrida em Genebra, encontra-se nas mãos do Se-
empresas, nela liberação de um dinheiro
que já é deles. cretário Geral Maurice Strong uma proposta para que a
Em setembro deste ano, ao constatar a sociedade civil também se faça ouvir na Conferência. A
desinformação dos prefeitos, funcionários
do Ministério da Ação Social começaram idéia é promover, no âmbito do Fórum das OSGs, nove
a enviar telegramas aos prefeitos avisan- dias de reuniões setoriais para debater um tema es-
do-os sobre o dcscontingcnciamentò. Mas
a iniciativa desagradou a muitos parla- pecífico por dia: populações rurais, mulheres, negócios e
mentares. Eles se queixaram à ministra indústria, trabalho, povos indígenas, crianças etc. Termi-
Margarida Procópio de que estavam sen- nado o debate, um relator se dirigiria ao plenário da Con-
do atropelados numa missão que reforça o
prestigio que têm nas bases eleitorais. Ime- ferência para apresentar as principais conclusões.
diatamente, a ministra determinou a sus-
pensão do envio dos telegramas, c estabe-
leceu que a informação deve ser Tetn mais
transmitida aos parlamentares, contam de- ECOBRASIL 92
de perto esse Dentro do mesmo
putados que "O acompanharam De 6 a 11 de junho,
processo. problema é que muitas pre- São Paulo vai ser a capital espírito, a Regata Interna-
feituras têm uma estrutura tão precaria
(pie sequer fazem a leitura do Diário Oli- A/ur^jn^i^ aviso sobrv verba susjuns^ s«i ^ da tecnologia ambiental. cional RIO (>2 vai animar a
ciali Até mesmo alguns prefeitos que rece- Todo e qualquer interessa- Lagoa Rodrigo de Freitas
beram telegramas tiveram dificuldade de Estrutura, há uma romaria de interessa- ano, foi divulgada no DO do dia S de tos de sistema elétrico c hidráulico dessas do em soluções e novos ca- nos dias 6 e 7 de junho. A |
entender o aviso", constatam as mesmas dos. ile temo c gravata, carregando suas fevereiro. Após a leitura do Código, o habitações, que na maioria são casas-em-
fontes. bnão de apenas 30 metros quadrados, minhos para os problemas Secretaria de Desportos já j
Romaria — Juntamente com os pastas executivas, em busca cie informa- passo seguinte c checar, no calhamaço de de conservação e proteção enviou convite para 14
çôcs sobre o andamento de processos, a centenas de paginas do orçamento, os sub- também são simples c não justificam a
parlamentares, as empresas de assessoria e aprovação de projetos e a liberação de projetos por município. Esses subprojetos contratação de uma empresa especializa- do meio ambiente poderá países. Aguarda confirma- ;
planejamento, que acompanham diaria- verbas O funcionário de um desses minis- são definidos pela Comissão Mista de Or- da. Se adotassem sempre o uso de muti-
mente as liberações de verbas nor porta- çamento do Congresso, cm negociações ròcs, os prefeitos também se livrariam de conhecer o mercado mun- ção e o apoio da iniciativa I
rias divulgadas no Diário Oficial da I nuu\ têrios, que prefere não se identificar, conta dial de produtos e serviços
entre o relator da comissão é outros parla- contratar construtoras. privada.
são privilegiadas com a informação em que levou um susto quando viu nos jornais mentares, quase sempre em acordo com o Depois da elaboração de uni antepro-
a foto de Normando Leite Cavalcante, o na ECOBRASIL 92, no Quem sabe sabe
primeira mao. A leitura do DO e o primei- proprietário da empresa Seval -Serviços poder Executivo, antes da aprovação final jéío da obra, necessário para a solicitação Parque Anhembi.
ro passo para as empresas que querem do orçamento pelo Legislativo. da verba orçada, a empresa passa a atuar Para transmitir à so- |
de Asscssoria Lida. Segundo esse funcio-
ganhar a corrida no assessoramento aos nano, Normando e um velho feqüentador Recurso carimbado — "Quan- como agente para agilizar essa liberação O Chanceler Helmut ciedade conhecimentos mi- j
prefeitos. Esse trabalho pode incluir desde na Coordenação Financeira do órgão re- Kohl demonstrou interesse
a "agilizarão" da burocracia para que o de sua sala e sempn: se apresentou como do a empresa é picareta, ela sequer avisa lenares sobre a melhor for- j
dinheiro seja dèpositado na conta da pre- assessor do deputado João Alves. Alves ao prefeito de que o recurso está cariinbv- passador do dinheiro Quando o processo na participação da Alemã- ma de lidar com a natureza, i
era, até quarta-feira passada, o relator da da, e de que não e necessário qualquer checa a essa coordenarão, a agilização
leitura, a elaboração de projetos de enge- nha nessa mostra paralela,
nharia, o acompanhamento da iraijiltação Comissão Mista de Orçamento. Norman- intermediação para que seja liberado', re- pode acontecer em dois níveis Muitas o Comitê Intertribal 500 ;
do, que atua em parceria com o deputado, lata uni funcionário público. Outra coisa vezes o processo passa na frente de pilhas sobretudo na Feira de Equi- Anos de Resistência vai !
do processo, ate a assinatura do convênio de outros por determinação do próprio
entre o órgão público que libera a verba e nunca se apresentou como empresário em que poucos prefeitos sabem é que não ha a
suas visitas ao ministério menor necessidade de recorrerem a essas ministro, depois de uma visita ou de um pamentos Antipoluentes. promover a capacitação !
a prefeitura que será atendida. A taxa de telefonema de um parlamentar. Outras vc- A organização da cx-
serviço cobrada pode ir de modestos 2" o As empresas que prestam asscssoria empresas para projetos de habitação po- têcnico-cientílica de alguns j
"libera- pular, por exemplo. O Ministério da Ação zes. quem apressa sua tramitação e um
até 20% sobre o valor da verba aos prefeitos agem discretamente. Sua bi-
Social fornece um modelo de planta pa- funcionário, depois de receber algum tipo posição está a cargo da de seus membros, visando a !
da". blia é o Código de Detalhamento da Dev Alcântara Machado Feiras criação de uma consultoria •
Diariamente, nos ministérios da Saúde, pesa .Orçamentária, contido numa porta- dronizada que pode ser adaptado sem difi- de agrado da empresa encarregada da libe-
e Promoções, tel. (011) na área do meio ambiente, I
da Educação, da Ação Social e da Infra- na do Ministério da Economia que, este culdades ás características locais. Os proje* ração da verba.
Aldori Silva — 30/10 91 826-9111. após a Conferência do Rio. i
Lamentável Esse trabalho será realiza- j
Em março do ano do em conjunto com a Se- j
custa um cretaria de Meio Ambiente
Quanto projeto passado, a Câmara Interna- ;
cional de Comércio reali- da Presidência da Repu-
- A gente trabalha com as ''^Sih>a:-a:-simp/«.s
Empresa não tem prefei- /ou, em Roterdam, uma re- hlica.
turas para auxiliar nesse procedi- união preparatória da Con- Dólar na mata
medo de dar preço mento no ministério. Se vocês já
ferência do Rio, da qual re- O Chanceler Helmut
telefone tiverem dado entrada no pedido
pelo de liberação da verba, ela pode sultou a Carla Empresarial Kohl confirmou a liberação
¦— O engenheiro sair este ano. Mas se não deram que já foi subscrita por cer- de 20 milhões de dólares j
BRASÍLIA
Antônio Augusto Pacheco, entrada ainda, podem desistir. ca de 400 empresas de 70 para recuperação e conscr-
da empresa 1'ngespro, especializa- Mas como vocês podem ajudar? países. vação da Mata Atlântica.
da em projetos dc engenharia, Primeiro é importante vocês Do Brasil, apenas Os recursos são prove-
atendeu a um telefonema do JOR- entrarem em contato com um três empresas assinaram a mentes da KFW. entidade
po-
NAL DO BRASIL na sexta-feira litico da região. Qual é o partido Carta, reconhecendo que o semelhante ao BNDES, e
passada. O engenheiro acreditou do prefeito? meio ambiente e questão serão repassados com ca-
estar falando com Dona Lui/a, í o PDC.
suposta assessora do prefeito de (Risos) O PDC prioritária na gestão empre- rência de 15 anos e juros
um município goiano chamado uma boa relação com parece que tem sarial: Aracruz Celulose. de 3% ao ano.
o
Nlorrinhos. A Engespro foi de- Mas nós conhecemos governo Caemi e Companhia do Como membro do
nunciada há três anos pelo então pessoas no Jari. Assim não dá. Grupo dos Sete países mais
próprio ministério que podem aju- .*^
ministro do Desenvolvimento l'i- dar. Maratona verde ricos do mundo, o Chan-
bano, Deni Schwartz, sob a sus- Como é isso? Sendo sede da pri- celer reafirmou a intenção
peita de que aluava na interme- Por exemplo, pode haver uns Agenciar rec ursos é ilegal meira conferência da ONU de contribuir com 150 mi-
dtaçâo de verbas entre órgãos O
públicos e prefeituras do interior
1.00 pedidos, mas há poucos rccnr- Juristas ouvidos pelo JORNAL HO ato de oficio. Artigo 333 do Código a se realizar no Brasil, o Ihões de dólares para o
Mas a denúncia não chegou a ser
sos, e so uns cinco é que vão ser
BRASIL explicaram que, ao tirar pro- Penal. Pena: um a oito anos de prisão. Rio vai oferecer aos visi- Projeto Piloto de Proteção
atendidos. Ai a gente tenta colocar veito do agenciamento para a liberação tantes uma intensa progra- das Florestas Ambientais.
apurada até o final. A empresa Corrupção passiva — Se um
o de vocês entre os cinco. de recursos do Orçamento Geral da
continua operando em Brasília, no
Quanto vocês cobram por esse funcionário público auxilia na consecu- inação paralela. Parte dessa Boa troca
Setor de Indústria e Abastecimen- União destinados aos municípios, uma Durante a Conferên-
ção do objetivo de uma empresa priva- programação está a cargo
to (S1A), quadra 4 comercial, Blo- sm iço? empresa pode estar infringindo diversos tia. obtendo com isso vantagens pes- da Secretaria dos Despor- cia Internacional de Direito
co C, sobrelqia 8. Nos cobramos de 3.5% a 4% artigos da lei. Um dos lunstas ouvidos, soais. Artigo 333 do Código Penal.
do valor da obra. o consultor-gera! da República, Célio tos da Presidência da Re- Ambientai o professor
A seguir, o diálogo com Antô- Pena: um a oito anos de prisão. Se o
nio Pacheco. E para ajudar na liberação da Silva, defende a tese de que os recursos funcionário não obtiver vantagens pes- publica, e inclui a Marato- Paulo Nogueira Neto, da
—¦ Eu queria saber se vocês fa- verba? previstos no Orçamento Geral da soais, está sujeito a detenção de um a na Internacional ECO-RIO USP. defendeu a idéia de
Isso a gente não cobra. Depois União, com destinarão explicitada para três meses. 92, no dia 31 de maio. Os que os países industrializa-
zem projetos para conjuntos habi- cada município, não devem ler qual-
tacionais. a gente pode conversar com a se- Estelionato — Exploração de atletas vão percorrer um dos paguem royalties ou
— Fazemos sim. Onde é a nhora e com o prefeito. A gente quer tipo de agenciamento para sua
liberação. A simples existência de em- prestigio na obtenção de vantagem ilici- circuito de 42 km, que terá aceitem políticas de trans-
obra? pode acertar uma coisa pequena ta para si ou para outros vantagem em início no portão 18 do Ma- ferência de tecnologia em
presas com esse tipo de atividade deve-
— Em Mórrinhos, no interior de na elaboração do anteprojeto que ria ser considerada ilegal. A seguir, ai- prejuízo alheio. Artigo 171 do Código racanâ. Estima-se a pre- contrapartida ao acesso à
(íoiás. Nós estamos tentando libe- tem de ser apresentado para dar Penal. Pena: um a cinco anos.
guns dos delitos e as penalidades sença de oito mil parlici- riqueza biológica dos pai-
rar uma verba no Ministério da entrada no ministério. previstas na lei: Apropriação indébita — Apo-
pantes. ses em desenvolvimento.
Ação Social, para construir casas Obrigada. Depois eu volto a Corrupção ativa — Oferecer ou derar-se de recursos legalmente perten-
cente a outros. Artigo 168 do Código; -i4»—D<O-*t
populares. ligar pra vocês. prometer vantagem a funcionário pú-
blico para apressar, omitir ou retardar Penal. Pena: 1 a 4 anos. " Ma última década, éscassearam os recursos
finan-
ceiros e diminuiu o acesso a tecnologias adequadas,
agravando a situação das áreas urbanas nos países em
SECRETARIA DE AGRICULTURA E PRODUÇÃO
DO DISTRITO FEDERAL NATAL desenvolvimento. As projeções para o fim do século e
Brinkelândia
ssnnKeiandia
CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DO DISTRITO FEDERAL S/A para o primeiro quartel do próximo milênio são
assus-
— CEASA/DF — 15 brinquedos num só so flESGBQH|
Estrutura total em Brinquedo 1 tadoras.
educativo-pedagogico I r«p7eiSu^™^
madeira do lei. Pintado ern educativo-pedagogico ••CAblNHADE
CASINHA DE
cores vivas e alegres PRONTA ENTREGA
ENTREGA I BONECA Não hesito em dizer que parte significativa das
AVISO DE LICITAÇÃO Adapta-se em colégios, PREÇO DE FABRICA
PREQO FABR'CA •ESOUILO esquilo
restaurantes, clubes, FAZEMOS MANUTENÇÃO
WANUTENgiO #r^"'LU
•gafanhoto conclusões da Conferência de Estocolmo geraram ini-
A CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DO DISTRITO FEDERAL S/A sítios, fazendas, casas de nosso | • JJ*' «nH0T0
Solicite a visita de nosso
— CEASA/DF, através da Comissão Especial de Licitação, situada no camp~ "^"rfnminios, etc. representante
representante. I •QUERO QUERO QUERO ciativas, comportamentos e benefícios maiormente
iim— I.,-,,,,,., PIMPOLHO
.t' • PtMPOLHO
SIA/SUL — Quadra 07 n° 100 — B.03 — em Brasília DF, torna S8siiBaBBEM>'- .^tmSaStSSS^S •SERELEPE • serelepe restritos aos países ricos. A Conferência do Rio será a
público que no dia 04.12.1991 às 15:00, estará recebendo documen- • •POLVO
polvo
tos de habilitação e propostas relativas à Concorrência Pública g>»/feSmHwwH0^6P ®•MINHOCÁO
* m|nhocao
i ocasião para a universalização desses avanços. "
n° 006/91, cujo objeto é a Concossão de Uso de um terreno com tico-tico
tico-t/co
aproximadamente 60.000 m* para construção e exploração de um Presidente Fernando Collor
^ |
HIPERMERCADO ATACADISTA.
Brasília (DF), 1o de novembro de 1991. O Governo Federal e os dos estados da Amazônia rei te-
JUSMAR CHAVES ram a convicção de que o exercício pleno da soberania brasi-
Presidente s? Jr^T m leira sobre o território nacional e, portanto, sobre a região
Comissão Especial de Licitação amazônica não impede nem dificulta a cooperação interna-
cional. Compartilham da certeza de que programas para o
Contrai» do Agaslocimenlo desenvolvimento e conservação do meio ambiente requerem
do Distrito Fodoral S/A soma considerável de recursos. Reconhecem, assim, a im-
CEASA/DF M ¦¦ 1V'*'?"" *SR^*"'
@I99l portância de iniciativas brasileiras de buscar cooperação in-
m ternacional para implementar projetos nacionais. Esta coope-
Representante Exclusivo ração se traduziria sobretudo em formas inovadoras de
¦ transferência de tecnologias e de acesso a recursos financei-
ros, sem pressupor aceitação de ingerência externa na ad-
I bfe ministração dos mesmos ou na definição de prioridades.
' 5 - 5 2 2 jjk a
Classificados JB 8 0 5 TEL.: (021)390-1719 Do documento assinado pelos nove
ç; ¦ / •' /*¦'>!¦ Governadores da Amazônia e o Ministro da Justiça
ATENDIMENTO ÜE ?' A SAB 5 ÀS 19 H DOM DE 3 AS *7 H
*:¦' - v «;Y
4 ? 1" caderno p domingo, 3/11/91

Pressão do L£
Congresso faz Collor ceder ao fisiologismo

jíimll Bit!ar — 27/0/91 PMDB c o PSDB paulistas, composição


Chrisliane Samarco ^B/7/00 inimaginável alé ha bem pouco tempo. Fiúza sofre entre 2 forças
"Agora, a tendência é de aglutinação Iam-
liRASÍ LIA — Convencido da impôs- Alvo principal das investidas do go- mesma quarta-feira passada: degolou o
bém das forças de centro-dircita", analisa verno para montar sua base de apoio deputado José Carlos Aleluia (PI I •
sibiiidadc de costurar unia base do apoio o deputado.
parlamentar sem oferecer uma contrãpar- O primeiro ministro a investir de ma- parlamentar na Câmara, o líder do BA), numa operação rápida c inespera-
lida aos políticos, o presidente 1't rnando PFL. deputado Ricardo Fiúza (PE), c da. Depois de um acerto em que Aleluia
ncira mais ostensiva sobre os políticos foi
C ollor já dcü sinal verde a seu ministério o da Saúde e da Criança, Alccni Guerra. hoje a liderança mais sacrificada do foi escalado relator da Comissão de
para utilizar os velhos mecanismos do lí- "N2o temos alternativa a não ser arrega- Congresso. Dc um lado, puxa o presi- Patentes, Fiúza anunciou o nome de
sigjpgismo. 1 )m dos assessores mais próxi- çar as mangas. Estamos perdendo todas", dente Fernando Collor, preocupado em Reinold Stepluines a
mus do presidente explica que Collor fez manter no orçamento os recursos de seu relatoria, na instalação |PFL-PR) para
comentou o ministro com um assessor ás da comissão.
de tudo para não cair no fosso da tradição vésperas da votação do projeto dc privali- principal projeto — os Ciacs. Dc outro, Nesta reação contra o poder de mando
republicana que combatera durante a zjiçáo da Fundação das Pioneiras Sociais, recebe a pressão justamente daquele a do
campanha, mas não"Ainda teve alternativa fora governador sobre o partido, I iúza
há cerca dc dois meses. O ministro não quem deve sua eleição para lider: o contou com o apoio do governo, que o
do toma-lá-cla-cá. assim, o gover- hesitou em comparecer ao Congresso, pc-
no quer inovar no fisiologismo, discutindo governador da Bahia, Antônio Carlos está ajudando na tarefa de trazer novos
dindo votos e atendendo, em pleno cafezi- Magalhães, que fez o que pôde para deputados
apenas sobre obras. A ordem 6 não aten- a sigla, tentando diluir
nho do plenário da Câmara, os pleitos dos colocar um baiano na relatoria da Co- a influênciaparados baianos. No último
der a pedidos de cargos", diz o assessor parlamentares. A partir dali, o governo missão dc Orçamento, a quem daria mês, dois
palaciano. desencadeou a estratégia do fisiologismo c paranaenses e dois represen-
A primeira investida do I xecutivo na justamente a missão de detonar os tantes do Mato Grosso do Sul. entre os
não perdeu mais nenhuma parada: saiu Ciacs.
Câmara será sobre o PFL, que o assessor vitorioso na votação da medida provisória Sob constante pressão dos 12 baia- quais o irmão do ministro Alcem. Wal-
"partido mais
qualifica como pidào", se- que regulamentou o uso das chamadas nos liderados por ACM, dono da maior dir Guerra, ingressaram no PFI E I iu-
cuido pelo PMDB. O PRN e o PTB. que "moedas
costumam pedir mais cargos na adminis-
podres" na privatização da Usi- e mais obediente bancada dentro do /a já tem engatilhados, cm sigilo, outros
minas e, mais adiante, garantiu os Centros PFL. acabou inviabilizando o nome do três nomes.
trarão publica do que obras para os esta- Alccni: garantindo Ciacs Maranhão: cercando colegas Integrados dc Apoio à Criança (Ciacs) na Se por um lado as críticas contra a
dos c municípios onde tem votos, terão deputado Francisco Dornçles (PFL-RJ)
Comissão de Orçamento. atuação do líder são constantes — a
mais dificuldades de ver suas solicitações udualmente", explicou Maranhão. 1-, cm- tido. "O PFL reflete a cultura antipartidá- É justamente nesta comissão, encarre- para a relatoria da Comissão de Orça- bancada
atendidas. "O presidente não quer dar hora se recuse a revelar seus métodos de ria, centrada na personalidade e no estilo menlo. Sem alternativa, o próprio Fiú- queixa-se de que ele e desorga-
estradas ou pomes, que rendem bons lu- gada dc aprovar a proposta orçamentária /a assumiu a contragosto a relatoria nizadp; não conversa com os depu-
convencimento, admite"Mas que tem que haver patrimonialista, um traço demolidor para da União para 1992, que o governo trava "Mc auto-indiquei relator tados, não cumpre os çonípromíssos e é
cros ás empreiteiras e gordas comissões a unw contrapartida. fisiologismo ó os partidos que o presidente Collor cncar- sua mais dura batalha, enfrentando, inclu- para dar
—, a pressão dos
parlamentares, mas priorizar a Construção exigir coisas do governo cm troca de voto. na com pureza", diz o parlamentar. Krau- sive, candidatos á sucessão do presidente uma dimensão partidária ao cargo c governista demais
de obras fundamentais como os açudes. E, O que nós queremos é cooperar", diz o .se explica que o estilo patrimonialista pro- tirar o cunho de vitória ou derrota de baianos fez surgir uma inesperada soli-
Collor, como o governador da Bahia, An- "Antônio ( arios não e mais
dc preferência, açudes que sejam rcivindi- vicc-lider, citando como exemplo de con- duz dois filhotes: o clientclismo — tónio Carlos Magalhães, c o presidente do facções do PFL na escolha", explicou. dariedade.
cados pela comunidade", explica o asses- peràfilá a apresentação de uma lista tripli- relacionamento entre o político c o eleitor PMDB, Orestcs Quércia. Para garantir o Certo de que o exercício da liderança de o superpoderoso ministro da t omum-
SOI. ce de indicações políticas sobre a qual o baseado no toma-lá-dá-cá - co fisiolo- bilhão dc dólares dos Ciacs, que ainda um partido fisiológico sem apoio do cações de um partido que só tinha o
No Senado, o vicc-lider do governo, governo poderá decidir livremente. gismo — troca dc favores entre os Podcrcs corrc o risco de ser rcmnncjado pelos governo c inviável, tratou logo dc fazer governador dc Sergipe, Além dele.
o
Ncy Maranhão (PE), conla que está pro- "Entendimento ou morte" - Legislativo e Executivo. membros da comissão c pelo próprio pie- PFL tem outros oito
chegar ao presidente Collor um recado governadores que
curando pessoalmente cada senador, inde- Velho defensor da tese do governo con- I lllrapassada a fase do "entendimento nário do Congresso, Alccni tratou dc tranqüilizador. Chamou o ministro da não aceitam ser de segunda linha", diz
pendentemente do partido pelo qual foi ou morte", Krause è um dos parlamenta- amarrar o atendimento aos pedidos dos Saúde e da Criança, Alcem Guerra, a um dos vice-liderçs de Fiúza. Mas todos
dar uma maioria folgada em
eleito, para"presidente grcssual, cm que a composição das forças
favor do "Esta cerca dc 38 dos si políticas acaba refletida no ministério, o res que já percebeiam sinais de rccomposi- parlamentares — boa parte deles de cons- quem"O comunicou de forma curta e üire- reconhecem em ACM a maior liderança
scnàdórcs c uma Casa dc homens deputado Gustavo Krausc (PI L-IM i ad- çào dc umâ base governista no Congresso. trução de postos de saúde — â aprovação ta Ciac e intocável." do partido "Ele tem uns 40 votos na
experientes, cm que cada um c líder dc si mite que ps parlamentares desgarrados da \ própria situação de erisc econômica já final da proposta de orçamento pelo l.e- •\ vingança dc Fiúza contra a impo- Câmara", admite o mesmo deputado
próprio. Por isto, icníòs que costurar indi- prática fisiológica são minoritários no par- tratou de aproximar forças como o gislativo. sição do governador veio na tarde da (C.5.

E
Escândalos se sucedem e denúncias acabam esquecidas

como se seu ministério, tutor da Policia "O brasileiro tem memória curta",
Ixirardo Miranda Filho Federal, não fosse um dos responsáveis aponta o delegado Aparecido Lopes Fel- Alcir Cavalcanti — i'1/91
diretos pela apuração dessas denúncias. mm. chefe da Divisão dc Prevenção e Como a Aids,,
BRASÍLIA — Todos os dias os jor- Repressão dc Crimes Diversos, que tra-
nais estampam nas primeiras páginas es- Repetição — Desde 1946, quando
o deputado Plínio Barreto sugeriu .1 há duas décadas na Policia Fede-
ballta"Mas
cândalos frcsquinhÒs. Escândalos que se ral. a policia tem de estar perma-
sucedem numa vé|pcidad| tamanha que abertura de uma comissão para apurar uin ataque
atos deluuosos da ditadura Vargas, a melhorar essa
nentemente cuidando para "Quando
a falcatrua da véspera fica envelhecida memória", completa ele. toda
Câmara dos Deputados abriu 109 Co-
precocemcnte. Nos últimos II) dias. os missões Parlamentares de Inquérito a sociedade perde o interesse por um
brasileiros foram servidos por um cardá- assunto, depois de passado o calor 1111- sem defesa
pio de denúncias diversas, como o super- (CPIs), sem contar as seis abertas este ciai. nós que devemos trabalhar para não
faturamento na compra de fardamento ano. Metade nem encerrou seus traba- Zuenir Ventura
pelo Exercito, o uso eleitoral das verbas lltos. "Um escândalo mascara o outro", deixai tantas denúncias caírem no esque-
aponta Sebastião Machado, diretor da cimento", diz. A Policia Federal tem
públicas pelo deputado João Alves ('oordenaçàp' de Comissões Temporárias mais de 20 mil inquéritos cm andamento banalizar o escândalo pela
(TI L-BÁ), relator da Comissão de Urça- cm todo o pais. O fribunal dc Contas da Aoproliferação, transforman-
menlo do Congresso, e a participação dc da Câmara dos Deputados, que assistiu a
muitos arquivamentos. União (TCU) tem quase 40 mil processos do-o cm ocorrência rotineira, o
Coronéis reformados do Exército em cs- aguardando julgamento. E os escândalos
pionagem telefônica na Tclesp. Além de Há scic anos foi denunciado o escán- ano dc 1991 ficará como aquele
continuam.
ter acesso aos bastidores picantes do po- dalo das polonetas, com acusações de
Moda — "O problema nesse pais é que, por uma subversão moral e
der na biografia romanceada da ex-mi- falcatruas na negociação da dívida exter- semântica, mudou o sentido dessa
nistra da Económia, Zélia Cardoso de na brasileira com a Polônia. A Polícia que corrupção está virando moda", diz
Federá! investigou o caso e o Congresso Pedoni. "um fato explode hoje e ama- palavra. Escândalo não c mais.
Mello.
"As como em qualquer parte do mun-
abriu uma CPI. Foram ouvidas dezenas nhà tem outro maior para abafar o pri-
pessoas se acostumaram a comi- meiro", avalia o capitão da reserva c do. a capacidade que uma ação ou
ver com o escândalo nosso de cada dia", de pessoas, como o diplomata Jose Os-
avalia o professor Luís Pedoni, chefe do waldo de Meira Penna, embaixador bra- deputado Jair Bolsonaro (PDC-RJ), que acontecimento tem dc provocar
Departamento dc Ciência Política da sileiro em Varsóvia, o então ministro da entende de situações explosivas: ele ga- um choque, uma surpresa ou uma
Universidade de Brasília (Unll). lem- Fazenda, Emane Galveas, o secretário nhou fama há 5 anos por participar de repulsa. Foi-se o tempo em que
'brando de Planejamento, Delfim Neto, e o presi- um grupo dc oficiais que pretendia espa-
que com a mesma intensidade escândalo escandalizava.
dente do Banco Central, Fernão Bra- lhar bombas pelos quartéis para protes-
que os escândalos são denunciados num tar contra os baixos soldos. Consumindo um atrás do 011- <> réveillon dc Zélia c Kris ainda causa reação
dia, são esquecidos no dia seguinte. Ele cher. O relator da comissão, deputado
Herbcrt Lcvy, chegou a pedir o indicia- "O esquecimento tem relação direta tro, sem tempo para a digestão —
batizou o fenômeno como efeito dominó,
cm que 11111 escândalo novo derruba o mento do presidente João Figueiredo; com a impunidade", avalia Homero San- do réveillon de Angra dos Reis ao do Ilagelo-Simbolo desse final de Micos ficaram imunes ás suspeitas
escândalo velho e assim por diante. por descumprimento de seu dever de tos. ministro do Tribunal de Contas da livro da Zélia, passando pelas milênio. Fraudou-se o fi<co, especulou -c
\ freqüência dos escândalos foi iden- submeter atos internacionais .10 Con* União, que causou perplexidade na mes- fraudes da Previdência e pelas far- com o caie, supcrfaturou-sc c rou-
Ao primeiro escândalo do ano
tificada pelo próprio"Üministro da Justiça, gresso. A comissão sequer concluiu seus ma época ao ser tlagrado votando duas das do Exercito —. o pais foi se ainda houve reação — e não era bou-se como nunca. Roubou-se
Jarbas Passarinho, termo alta rotaii- trabalhos. vezes seguidas dentro do plenário, ou empanturrando dc transgressões e cm cestas básicas, remédios de
\ idade serve atualmente tanto para 1110- Quatro décadas atrás o presidente simplesmente tocánao piano. Homero se enfastiou. Pela repetição, o des- propriamente um escândalo politi-
co: o do réveillon. Embora não hospitais, pensão de aposentados,
teis como para denúncias de corrupção", Café Filho pedia a abertura de uma CPI Santos nunca foi punido. O deputado via transformou-se em norma. \erbas para flagelados, dólares,
'compara Passarinho, tivesse sido um atentado aos co-
que se diz preocu- para investigar irregularidades na com- Jabes Rabelo, que tem freqüentado o
café. açúcar, leite — e tentou-se
pado com o fato de as denúncias de pra de café. Nem encerrou os trabalhos. noticiário por envolvimento com o nar- Durante o período em que a Ires públicos, as pessoas se revol-
irregularidades serem feitas com a mes- Foram feitas, nos anos seguintes, cfjitis- cotráfico cm Rondônia, está convencido sociedade americana acompanhou taram quando souberam que o roubar ate em fardas para o Exér-
111a facilidade com que são depois esque- sòes para investigar, irregularidades na de que. se ficar bem quietinho, bastam estarrecida o escândalo do juiz presidente da Republica, sua nu- cito. Diante dessa avalanche, nada
cidas. "Infelizmente, o pais "Emestá ganhan- Sunamam, no IAA e no INPS Outras mais alguns escândalos e ninguém fala que cantou a secretaria, o Brasil nistra da Economia c seu presi- demais que aquele prefeito de
do essa imagem", lamenta. todos os investigaram a reforma administrativa
mais nele. "Não estou preocupado em não só assistiu impassível a fatos dente do Banco Central haviam Buerarema. na Bahia, indignado,
governos sempre houve corrupção e não do governo, o programa de energia nu- "Vou mais graves, como não entendeu a confessasse seu arrependimento
sou ingênuo para dizer que não existe clear, o endividamento externo, a Ferro- provar que sou inocente", conta. passado as festas de tlm dc ano
neste", admite. "O que é intolerável é via Norte-Sul e o acidente com o Césio- deixando falar de mim até cansar", razão pela qual os americanos pu- tomando champanhe francesa, vi- por ter roubado tão pouco nos
aquele caso em que a corrupção tem 137. E a célebre CPI da Corrupção, de emenda. "O pais precisa de vilões e fui deram se escandalizar tanto com nho Chabhs, uísque Logun 12 seus três mandatos.
patrocínio do poder publico", encerra, 1988, foi arquivada, escolhido nesse momento." um incidente tão trivial e remoto, anos e comendo musse de salmão, /t corrupção em si não e mor-
ocorrido dez anos antes. São se peru assado, torta dc nozes e sor- tal. não e incurável e existe cm
percebeu que. independente do vete com calda dc framboesa. muitos países. So é letal quando
desfecho, os Estados Unidos dc- .4 festa fora bancada por dois prolifera impunemente e mina as
monstravam com aquele episódio empresários — Alcides Dmiz c resistências, a exemplo do que esta
sua capacidade de reagir, isto é. Eugênio Staub —, mas aquela os- ocorrendo no Brasil. Como a
sua vitalidade. tentação já era bastante para pro- Aids. ela nada mais e do que a
NA1AL Se a saúde de um organismo vocar indignação por um lado e, destruição do sistema imuaológí-
co, que numa sociedade e o seu
pode ser medida pela resistência às por outro, perplexidade, ja que o
agressões de vírus, bactérias e 1111- palco das comemorações eram o poder de indignar-se. de escanda-
cróbios, o corpo social chamado iate e a casa dc representantes da lizar-se. Nenhuma das duas por si
^li sós, a Aids e a corrupção, matam.
na Disney Brasil esta com seu sistema irnu- elite que o próprio Collor havia
considerado cínica, egoísta e ga- Mas devastam de tal maneira as
nológico gravemente enfermo: células sadias que o corpo ficà sem
Todas as atrações de Epcot Center, MGM, Busch Gardens, Universal Studios, Medieval Times, não tem mais anticorpos para se nanciosa.
Rosie O Gradys e Disney World. E mais uma fantástica "Cela de Natal" com amigo oculta Hotéis defesas. Debilitado, o organismo
defender. Ele está de tal maneira .4 partir de então, e a cada mês, — individual ou social — não re-
de categoria "Premium", Sheraton World Resort em Orlando e Grand Prix em Miami.
• s,v tomado, pelo vírus do roubo, da uma onda de denuncias assolou o siste ao menor ataque das assim
fraude, do desvio dc \erbas, da pais. envolvendo bilhões de cru- chamadas doenças oportunistas.
6 X US$ 180,00 zciros e a participação de auton-
corrupção, que as defesas pararam Pode ser aniquilado ale por um
Parte Terrestre: apt? quádruplo/pessoa de funcionar. Parece um organis- dades dc vários escalões. Poucos golpe de ar — ou outro golpe
mo aidético, para usar a imagem ministérios c departamentos pu- pior.
SUNCOAST
532-0873 I 240-4662 / 262-9781 VIAGENS TURISMO LTDA.

ESQUECA 0 DÓLAR. COMPRE EM CRUZEIROS A R


PREÇO DE OCASIAO.

VIAJE m FERjApg BE 15 BE MOVEMBRQ.


CIDADE DA CRIANCA/CAMPOS CAMPOS DO JORDÃO E MARAVI- GUARAPARIE VITORIA. 4 dlai. Ro- FOZ DO IGUAÇU ESPETACULAR. JB
DO JORDÃO. 3 OU 4 dioi. (OPCIO- LHAS SERRANAS. 3 dlai. Casto Ver dovio do Sol, Anchieta, Vila Velho, Ilha do 5 dlai. Maringá, londrina, Puarto Iguazu,
NAl THE WAVES) Costa Verde, Poroty, de, Angra, Paraty, Serra Negra, lindóio e Boi e Meoipe. Meia pensão. Ciudad dal Este, Vila Velha e Curitiba.
Campos do Jordão, Simbo Safary e Play Monte Sião. Passeios em Campos do Jordão. Salda: 14/11 è noite. Meia pensão. Assinatura
Center Meia pentõo. Hotel Eldorado ou Hotel Eldorado ou Novotel. Holal Allca Vitórias 3 x Cr) 29.980,00 Sekia: 13/11 peta manhã.
Olhon (São Poulo). Saldas 15/11 pala manhã. Hotel Porto do Sol (Vitória): Hotel lecmto do Park ou Continental Inn
Salda: 15/11 pela manhã. 3 x Cr$ 29.800,00 3 xCr$ 33.600,00 3 xCrí 51.200,00
dlai: 3 xCr$ 31.200,00 MINAS COLONIAL 4 dlai. Congo- Hotal Hoitail (Guarápari): PORTO SEGURO ESPECIAL. 5 dias.
dlai: 3 x Cr$ 39.600,00 nhos, Belo Horizonte, Our4o Preto, Mariana, 3 xCr$ 3S.800,00 Monte Pascoal, Cabrãlia e Coroa Vermelha. jp||flfr
ECLUSAS, BARRA BONITA, ÁGUAS Saboró, Maquiné, 5. João Del Rey e Tira- CALDAS NOVAS E ARAXÁ. 6 dia». Meia pensão. Hotel Vela Branca ou Bala
DE IINDÓIA E ILHABELA. 4 dlai. dentes. Meia Pensão. Banhos termais, visita ao parque da lagoa Cabrólia.
Penedo, Eclusas com passeio de barco, Saldai 14111 pala manhã. Salda: 13(11 ò noite. ((<11))
Quente e a misteriosa Araxá de D. Beija. soletur
tbilinga, a "Capital do Bordado", Serra Hotel Brasllton ou Real Polaca: Saldo: 12/11 A noite. Hotel laia Cobròlloi 3 xCr$46.300,00 * Em turismo a número 1
Negro, Monte Sião, llhobela e Poroty. 3 xCr$ 37.700,00 Hotal Coldai Termal Cluba, o melhor da Hotel Velo trance: 3 x Cr* 41.200,00
Soida: 14/11 pela manhã. Holal Olhon: 3 x Cr$ 4) .670,00 CONSULTE SEU AGENTE DE VIAGENS
Salda: 15) 11 paio manhã. Caldoi Novos: 3 x Cr$ 52.500,00 CENTRO: R. do Quitanda, 20/SI, • Tel 221-4499
3 xCr$ 39.800,00 BUENOS AIRES. 5 dlai. Inesqueci-
HOTEL PRAIA DO PRADO, 5 dlai. Holal Iraillton: 3 x Cr$ 32.400,00 SAO LOURENÇO E SÃO THOMÉ vel viogem à capital portenho City-tour. IPANEMA: R Visconde dt Pi(Q|á, 35i/lj. 105 • Tel 521-1188
O peraiso é ló mesmo Natureza, chorme POÇOS DE CALDAS. 4 dlai. Águas da DAS LETRAS. 4 dias. Circuito das Holéls categorizados. Show de tango COPACABANA: R Sonta Cloro. 70/Slj Tel 255-1895
TIJUCA: Pca Soens Peno, 45/Lj. 101 ¦ Tel 764-4893 Rio dc Janeiro
e conforto Visitas a Alcobaca, os falésias Prola, Andradas, São tourenco e Coxambu Aguos São Lourenço, Caxombu, Lambari, incluído.
de Prado e Tororâo 200 km antes de Porto Hospedagem no Hotel Nacional, o melhor Cambuquiro. Pensão completa. Solda: 13/11. BARRA: |Kolibri) A<. Olegário Mooel, 451 Aj D • Tel 399-1137
Seguro Meio pensão de Poços Pensão completa 5aida: 14/11 ò nolta. -SP^ NITERÓI: (Contoctur) Moreira César, 229/1 012 - Tel 710-7401
1 xCrS 232.000,00
Saída: 13/11 o noite. Saida: 14/11 pela manhã. Hotal Universal: 3 x CrS 32.800,00 Cal. turístico - Apartamento Duplo. Rio • São Paulo • Campinas - Curitiba - Vitória (021 >585-432
3*Cr$43.500,00 3 X CrS 41.200,00 Hotel Primus: 3 x Cr$ 37.980,00 Belo Horizonte - Salvador - Recife • Fortaleza
2 ? 1" caderno n domingo, 3/11/91 ? 2;l Edição Política e Governo JORNAL DO BRASIL

Coluna do Castello
Collor manda alterar tabela do IR

Brasília Luiz Antônio
Encontros foram mesmo BRASÍLIA — 0 presidente Fernando tabela de 1992 traria grande henelkio. a classe média", afirmou' o presidente. A
Collor informou ontem 'que o governo vai pois a redução da carga tributária paia equipe trabalhou de forma absolutumen-
'trocar alterar a tabela do Imposto de Renda para salários de CrS 500 mil seria da ordem de te dedicada e fez um enorme esforço parã~
para figuíinha' o próximo ano, divulgada na véspera! e 14,15% . Paru rendimentos de CrS 750 cumprir o pra/.o que estabeleci."
adiantou que está sendo estudada a cria- mil, a queda do imposto retido na fonte
tti alar cm acordo ção de uma faixa intermediária de imposto chegaria a 6,49%, A redução alcançaria Collor insistiu na necessidade de pre-
tucanos têm tido — de 15% —, para as pessoas que ga- até mesmo os salários de até CrS 2,5 servar a classe média de grandes sacrili? ,
* "Um dos objetivos da reforma lis-
político, arma- um diálogo mais nham entre oito e 15 salários mínimos — milhões, que sofreriam retenção 1,53% cios,
do a partir das con- CrS 336 mil a CrS 630 mil. inferior na fonte. Tudo isso em relação á cal é justamente a justiça fiscal", disse-
produtivo política-
versas ocorridas no mente. No fundo, tabela de outubro. Collor. "Queremos estabelecer alíquotas"
Com essa nova faixa, o presidente
meio da semana-em' i« ' Mvl eles percebem iam- espera que o pagamento do Imposto de Mas, ao ser comparada com a tabela diferenciadas, margens diferenciadas, pá-'
— sancionada ra a incidência do imposto nào aco$£
Brasília, parece-ao . bém que há um renda "nào de novembro
pese tanto sobre a classe dente Collor na pelo presi- teçaquede maneira linear", emendou.
quinta-feira passada e 't/U
deputadp- Jósé Ser-j crescente distancia- média". A nova tabela será fechada na
que sofreu
tarde de amanhã, durante o despacho do do o limite um reajuste de 58%, passan- C) disse acreditar que basta-
ra, que delas parti- mento entre os de isenção para CrS 190 mil ra a troca presidente
"pura ministro da Economia, Marcilio Mar- —, o da tabela para corrigir o erro,,,
cipou, Tanta- W dois, coisa inevitá- quadro se inverteu: o Fisco passaria nào sendo necessário o envio de um nov,o,
ques Moreira, com o presidente. a abocanhar 46,7% a mais das rendas
sia". Os encontros vel na vida pública. projeto ao Congresso. Acrescentou que a~
foram meramente sociais Acham os tucanos que o es- Segundo o porta-voz Cláudio Hum- mensais na faixa de CrS 500 mil. Para os mudança da tabela não altera a rapidez cta •
berto, o presidente quer suavizar a carga salários de CrS 750 mil, o aumento do tramitação do projeto. "Aguardamos conT
embora houvesse também tilo do atual governador tributária para a classe média. Embora imposto seria de 43%, enquanto que os uma expectativa muito grande a apreciíí-
trocas de opiniões políticas, "moderou" pelo menos o es- sem admitir claramente que houve erro, superiores a CrS 2,5 milhões teriam um ção pelo Congresso Nacional dessas medi-
disse. Todos ali estavam pa- tilo Quércia de governar, ele explicou que o pacote fiscal foi prepa- crescimento da carga tributária de ape- das de reforma fiscal e tributária porque!-'
ra trocar figurinha e o maxi- embora haja naturais afini- rado pela equipe econômica para divul- nas 6,3%. É isso que o presidente Collor elas são absolutamente fundamentais par;i.~
mandou mudar.
mo que de tudo se pode de- dades entre o ex-governa- gação em outubro, quando vigorava a o processo de ajuste econômico", apon-1-
tabela antiga do IR em que os rendimen- Collor negou que sua confiança na tou. Para o presidente será preciso "ape-e
duzir é que nada se poderá dor c quem participou de tos isentos eram de até CrS 120 mil. As equipe econômica tenha diminuído. nas lazer uma troca da tabela encaminha-
pensar cm matéria de parla- sua equipe com tal intimida- simulações preparadas pela Receita Fe- "Não foi um erro nem um cochilo", da pela nov" e ele acredita que "isso será?
mentarisijo ou de entendi- de que se tornou seu suces- deral mostravam que, em comparação avaliou Collor. "A equipe econômica feito de forma rápida e sem maiores dilj-'
Collor: justiça fiscal com a carga tributária de outubro, a nào teve nenhuma intenção de penalizar culdades".
mento em torno de políticas sor. Novas influências se-
de governo á revelia do pre- riam o dr. Batalha e Lilico,
sidente da República. "Se os irmão de Fleury. Prefeito baiano
políticos não conversam, O deputado José Serra Souto ameaça renunciar
~>irt
não estão justificando o sa- não associa os dois encon- comprava caixão
lário que ganham", concluiu tros a qualquer tentativa
o deputado. tAWP/mftfiÉHHSiflài j com notas frias se corrupção
séria de formular projetos provarem
O primeiro encontro, políticos, tanto que ele, dei- MSNEV ] salvador — O Tribunal de
* Diárias de apt° até 04 pessoas BRASÍLIA — O líder do governo na ffiijaol do Emcndà»ine-' Congresso, Nii!
realizado na residência ofi- xando-os de lado, preferiu PARK INN INTERNATIONAL USS 36, Contas dos Municípios descobriu a Câmarg."HSmKik) Sumu iíTL-ihu), vespera, o líder do governo no Senado,
SAVE INN USS W,
ciai do presidente do-Sena- ¦falarda dispina~peia"prefer- ÍRAVELODGE CCJTa-AtrFARK USS 39, forma, no mínimo curiosa, com que o garantiu ontem que renunciará ao man- Marco Maciel (PFL-PE), dissera que se-
DAYS IN LAKESIDE USS 42, prefeito do município de Lapào, a 478 dato caso fiquem comprovadas as de- rá "inevitável" a convocação dos parlai
do, Mauro Benevides, teria tura da cidade de São Pau- CONTINENTAL ROYALE US$ 45,
MIC LAKEFRONT INN USS 66,
HOLIDAY INN MAINGATE E. USS 78,
quilômetros de Salvador, desviava di- núncias de corrupção contra ele. "Se li- mentares durante o recesso de fim de
sido puramente social e de- lo no próximo ano. Seu nheiro dos cofres públicos. Ele utiliza- car provado qualquer ato de corrupção ano. caso as emendas constitucionais hão-
le participaram convidados partido terá candidato, que MIAMt* va notas frias de uma empresa lantas- na minha vida pública, renuncio ao meu sejam votadas. •" ¦
' Diárias de apt° atô 04 pessoas ma para a compra ue caixões
que não se incluem como sera naturalmente o sena- Praia mortuários, que deveriam ser entre-
mandato", prometeu. Em solidariedade Entre os documentos encontrados na
MARSEII-I.ES USS 36, a Souto, o presidente Fernando Collor sexta-feira pela Polícia Federal nft escrito-
personagens da negociação dor Mário Covas, se este DILIDO USS 43, gues a famílias carentes. Em apenas visitou-o ontem no início da tarde no rio da Seval — Serviços de Assessoria de-
SEVILLE USS
político-pai lamentar, como quiser disputar. Se Covas HOLIDAY INN OCEANSIDE USS 45, 65, um mês, Cardoso gastou CrS 2 mi- apartamento funcional do líder. "O pre- Planejamento Ltda, em Brasília, empresa'
o ministro João Santana e não quiser se candidatar, Centro Ihões na aquisição de 95 caixões, sidente veio visitar o deputado como si-
DUPONT PLAZA USS 57, acusada de intermediar a liberação irregu-
o jornalista João Roberto Serra admite pôr seu nome EVERGLADES USS 67, quando apenas cinco pessoas morre- nal de solidariedade", anunciou o porta- lar de verbas federais, estão cartas do-
HOWARD JOHNSON USS 70, ram neste período no município.
Marinho, diretor de O Glo- na disputa, embora prefe- FOUR AMBASSADORS USS 63, voz da Presidência da República, Clau- deputado ao proprietário, Normando Lei-
NEW YORK A suposta ocorrência de quase I00 dio Humberto. Pura o porta-voz, Souto te Cavalcante, pedindo dinheiro paru mu-
bo. Lá estavam o presiden- risse reservar-se para ser * Diárias de apt° atô 2 pessoas óbitos em um período de 30 dias, num foi vitima de uma leviandade: "Ele nào nicipios mineiros. Numa delas, de 1985, o
te do PMDB, Orestes candidato ao governo em DAYS INN N. YORK USS 99,
ROOSEVELT USS 104,
município com pouco mais de 20 mil tem necessidade de provar nada, já que deputado escreveu: "Embora a prefeitura'
1994. Risco por risco, pre- CARLTON USS 104, habitantes, despertou a atenção dos tem retidão e honestidade". pague uma pequena comissão ao escrito-
Quércia, o presidente do WELLINGTON USS 112, fiscais do TCM, que regularmente exa- Paru demonstrar o apoio a Souto,
PSDB, Tasso Jereissati, e feriria correr o da disputa 'DORAL INN USS 132,
As tarifas hoteleiras sflp válidas o mínimo minam as contas das prefeituras. Para
rio. os exemplos têm mostrado que é vaiir
os governadores Luiz An- pelo governo, mas não ex- 3 (trôs) pernoites, atô meados de para dezembro, o de
reservas estão suieitas a vagas disponíveis as comprovar a fraude, os fiscais só ne-
Collor visitou-o em companhia do minis- tagem fazê-lo". Em outra carta, de 1982,
tro da Justiça, Jarbas Passarinho. No dirigida ao então ministro do Planejameu-
tônio Fleury e Ciro Gomes, clui a hipótese de enfrentar ALUGUEL DE CARROS cessitaram consultar o cartório local e apartamento do líder, os três discutiram to. Delfim Neto. o deputado pede dinheiro
» conferir o número de óbitos no mês.
o senador Fernando Henri- pela segunda vez a luta pela ' AtendimentoffLÓMPA
nos aeroportos de Miami« Orlando
a estratégia política para agilizar a trami- para o município deítarumirim (MG).
que Cardoso, o deputado prefeitura paulista. MITSUBISHI MIRAGE l0\ USS 95,
FORD TAURUS . USS 179,
José Serra e outros. O PMDB, o PT e o PDS TAURUS WAGON " USS 199, L
MINIVAN AEROSTAR K USS 239,
Na Casa da presidência estarão na disputa. No par- Value Rent a Car subsidiária da Mitsubishi Motors Inc.
As tarifas de aluauel do carros sâo semanais, com
da Câmara, o deputado Ib- tido do governador, os seguro PAI e CDW e sâo válidas para maiores de 25
anos. Nào incluem impostos e gastos de combustível Curso Inglês
sen Pinheiro recebeu para o candidatos previsíveis são e estão sujeitas a confirmação de reserva. de
Consulte teu agente de vlagtnt ou
café na manhã seguinte par- ^u's Çarjos Santos (bom
lamentares de diversos parti- máquina, mas não de JHSíItwelclub
OPERADOR
dos, principalmente do voto), o vice-governador TELS.: (021) 507-1094 /242-4890 na Califòrniai"
232-8350 / 232-4173/222-7140 5 8 0-5522
PMDB e do PSDB, mas o Aluízio Ferreira Filho, su- Fax:232-4714 DDG (021)800-6920
PT ali esteve também na posto aspirante à sucessão BHZ- Tels.: (031) 221-8954 / 223-8996
estadual, Fernando de Mo- Você aprenderá muito mais
pessoa do líder José Genoí- rápido e fácil.
no, de quem se diz ter flexi- rais e Alberto Goldman.
Ficará hospedado em casa de
bilizado sua postura política, No PT, a tendência seria
com oureu DjnunDo e seu família americana, em Berkeley.
admitindo participação dn lançar a candidatura do se-
capital estrangeiro no desen- nador HcTíTãrdo Suplícy7 MAIS DE 150 ANOS DE ATIVIDADE Saída em janeiro/92.
volvimento do país e outros mas a ela resistiriam a pre- Duração de 1 mês.
itens da chamada linha mo- feita Luiza Erundina e pes- EUROPA BAIXA ESTAÇÃO
Número limitado de alunos.
derna. Lá estavam também soas influentes na cúpula APROVEITE AS SUBSTANCIAIS REDUÇÕES DA TEMPORADA Faça logo a sua inscrição.
Este eu recomendo.
Fernando Henrique Cardo- do partido. A alternativa EUROPA MARAVILHOSA EUROPA FASCINANTE EUROPA ESSENCIAL
so, José Serra, o quercista seria o deputado Aluízio 10 palui - 3S tflu 9 país# i ¦ 25 <*a< 8 patef s - 22 dias Maiores informações:
Mareja Krcngiel
Portugal, Espanha, França. Itália. Italia. Áustria, Suíça, Alemanha, Itália. Áustria. Suíça.
José Goldman e o líder do Mercadante. A solução, no Áustria, ¦Suíça, Alemanha, Holanda, Holanda, Bélgica. Inglaterra,
Bélgica Inglaterra Alemanha, Holanda. Bélgica,
entanto, se as pesquisas in- França, Espanha. Inglaterra. França.
PMDB, Genebaldo Corrêa. Safctas: - SakJai: Nov.- 09,16* Saidas: Nov. 09 26 •
Nov. 29 D«. 05, 2« Dar. 07,14 Jan. 04. Dez.• 07,14-Jan. 04,11,18,
Os tucanos conversaram fluírem, será Suplicy. J«n.- 02, 09,16, 23,30 - Ftv. 20, 11,18, 25-Fav. 01,08,29 25 Fav. 01, 08,29 - Mar. 07,
27 Mar. OS, 12,19, M Mar. 07,14, 21,28-Abf.04 14, 21, 28 > Abr. 04
com Quércia, cuja ascensão Quanto ao PDS, há a EUROPA MEDÍTERRÂNICA EUROPA PANORÂMICA OCIDENTE EUROPEU m
política em São Paulo pro- candidatura de Maluf, que 4 pafsai -14 cftis 8 países • 27 dias 8 países • 27 dtas
GTI VIflGEWS E TURISMO LTDA.
vocou a auto-exclusão do ora é, ora não é, oferece Portugal, Espanha, Inglaterra. França. Suíça. Portugal. Espanha. França, Av. Rio Branco, 103 - 9o andar - Tel. PABX 221-7643
França. Itália Alemanha. Áustria. Itália. Itália. Suíça, Luxemburgo.
Scidaa: • Espanha. Portugal Bélgica. Inglaterra CEP 20040 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil
grupo de políticos e intelec- composição aos partidos Nov. 07, 28 Dez. 05, 26 Saídas: Saídas: -
tuais que fundaram o afins mas termina sempre Jan. 02, 09,16, 23, 30 • Fav. 20, Dez. 08, • 29-Jan. 05,19 Nov. 21 Dez. 05,26 • Jan. 02, ?-
27- Mar. 05,12,19,26 Fav. 23 Mar. 01, 29 09,30 • Fav. 20,27 • Mar. 12,26 M
PSDB. São adversários poli- por candidatar-se. Outras
ticos mas não pessoais. Con- candidaturas deverão surgir 0 GRANDE SONHO AMERICANO AMERICA MARAVILHOSA
versaram com Quércia e com a utilização de legendas COSTA LESTE Duração: 18 a 25 (Mas (USA, CANADÁ e MÉXICO)
Miami - Orlando - Savannah • Charleston - Raleigh DuraçAo: 17,22 a 26 dia» QnpprOfertas CONFIRA
com Fleury. Com este, os tipo PFL, PRN e PL. Williamsburg - Washington - New York - Niagara Falls. Miami - Orlando (Disney,Epcot- Toronto • e MGM Studios)
Toronto - Ottawa - Montreal • Quebec Washington
¦ Da Historia üe Georqe Washington a fantasia de Wall Disney New York • San Francisco Montreal
- Vegas ^
Los Angeles • Arapulco • Las México
Em òr.ibus oxclusivo e com a garantia da qualidade Salda»: ¦ Nov. 7 - Oaz. 5
ciando-se até mesmo a in- e experiência da agência mais antiga do mundo. Compras em New York e Miami
Cuba Saldas: Nov. 6 - Dez. 4 (USA, CANADÁ e HAWAII)
tenção de fazer um discurso Duração: 17, 22 e 27 dias
Miami - Orlando (Disney.Epcot Avião + Hotel + Traslados
O governo brasileiro Washington - Toronto • e MGM Studios)
tem-se recusado a partici- contra o regime cubano. DISNEY New York - San Francisco Montreal
• Las Vegas • 8 ou 11 Dias • Saídas: Nov 28 e 29 - Dez 05 e06
WALT DISNEYWCRLD ¦ MAGIC KINGDOM Los Angeles - Acapulco - Honolulu CORTESIA: 1 carroem Miami para suas compras
Uma advertência, no en- Salda»; Nov. 7 • Der 5
par de iniciativas contra EPCOT CENTER - MGM STUDIOS - MIAMI
Cuba, no continente. Já o tanto, o teria feito meditar (Café da Manhà Americano no Hotel)
DuracAo: 12 dias SUPER
mais, antes de falar: bom- Salda»: - Nov. 10, 24 ¦ Daz. 06.17, 21 CRUZEIROS DISNEY
presidente Menem estaria PROMOÇÃO
inclinado a apoiar ações bas poderiam voltar u ex- SKORPIOS I E SKORPIOS II FLY& DRIVE mm
- ROTEIROS FANTASTICOS ¦s
contra Fidel Castro, anun- plodir em Bucho A-iics. CIRCUITO SUL AMERICANO Duraçto: 07 ou 12 dia» ATÉ 8/12/91
9 Dias mico/iz/ai p/pax apt*. quad.
Santiago, Viria dei Mar. Puerto Montt. Peulla Com todo o conforto navegando entre canais
Lagos Andinos. Bariloche. Buenos Aires. e icebergs, você conhecerá os monumentais • Saldas: Doms.e 5's. AVIÃO + HOTEL + CARRO
da regiào do Chile, culminando
Duração: 13 dias - Saídas: Todos os sábados com a maravilhosasul Lagoa
glaciares
do S. Rafael. TEMOS AS MELHORES TARIFAS AEREAS
O seminário de Getúlio Vargas conduzido IMPÉRIO DOS INCAS Saldai: Ioda» a» quartaa-f&ka» «té 2»Abf/W
La Paz - Cuzco - Machu Picchu - Lima B. AIRES BUENOS AIRES PORTO SEGURO
por Aspásia Camargo. Duração: 10 dias - Saidas: Todos os sábados AUSTRALIS
Aspásia Uma tese sobre voto distri- 5 DIAS E BARILOCHE
Dvraçto: 06,14 ou 20 dia» 8 DIAS 8 DIAS AÉREO
A partir de amanhã, sob tal proporá a eleição de 8 PLANO DE TURISMO NACIONAL Uma aventura aos confins do mundo onde você
poderá desfrutar do conforto de moderno
navio USS 499, USS 750,
a presidência de Mário deputados por distrito, de 38 cidades -160 Hotéis • Serviço de traslados percorrendo o itinerário dos audazes 2x132.990
Diversos passeios em cada cidade - -Guias navegadores do séc. XVI. Hotel ? Aéreo Hotel ? Aéreo ?
Henrique Simonsen, deba- modo a identificar os esta- Aluguer de carro Financiamento em até 10 vezes. Salda»: Todo» o» domingo» até 22/Mar/92. ? T raslados Hotel: Porto Seguro
"pacto Excursão ? Traslados
te-se o federativo" dos menores como um dis- P/pai apt" duplo P/pax apt' duplo Praia Hotel
SOLICITE-NOS PROGRAMAS COM PREÇOS
no seminário da Fundação tritão. Isto é o antidistrital. E DEMAIS INFORMAÇÕES SOBRE ESTAS VIAGENS PREÇOS EM DÓLARES CÂMBIO COMERCIAL
OPERAMOS PARA FONES:
Carlos Castello Branco ¦SniBBBnBfB RIO DE JANEIRO TODO O BRASIL
1'l'llUllUlÍ
obreutur RUA MÉXICO, 21 LOJA - TEl.: 217-1840 FINANCIAMOS 222-9619
RUA VISC.DE PIRAJÁ, 547 - TEL.: 511-1840 Si /rcTernaiional Tours ACEITAMOS CARTÕES 222-1376
Sàç Paulo t Campinas a Recife a Salvador a Porto Alegre a Curitiba a Belo Horizonte Erasmo Braga, 277/13° - Cob. 02 DE CRÉDITO 222-0574

"CIRCUITOS^
Fly & Driye 10 dias NATAL ou TERRA DOS DEUSES
Miami e ou REVEILLON
flND,N°s
ANDINOS LUXOR + CAIRO + ISRAEL
Orlando N. York + Miami + Orlando + ATENAS 20 dias
iirirnES'Ji O'E-So0" (Você escolhe) ¦
e»colhe) ¦¦ SANTIAGO • VINA DEL p-P. Terreitre US$ 780 780 p.P. Terrestre US$ 390
§H L|J LJJJLA l Stí M(Voc*
P. Aérea + Hotel * Curo
DEL H (apt. duplo p/pessoa) 390 |ii
Curo MAR • VALPA RAlSO (Hotéis categ. Turística)
Venha ter atendido 7 dia* Hot»l 7 ncitn 15 DIAS
P. Aérea US$ 830 . P. VARAS PEULLA
pet toai mente por Oi- •pH™&=¦
. BARILOCHE E B AIREsJ c»mNrw
N. York OUTROS ROTEIROS:
ROTEIROS: if
¦ car DaUcntcr com '
rSCT£:i)V 160 direto Jnmbo 747
ZtZA™ M com f"ly & d,Iv. Assinatura
tnnta
trinta anos
amt de expert-
experi- HBH P.P. Tenreatre
Taneati» US$ 118 118 [yw P. Adrea
Aérea US$
US) 610 610 Eh •m ... . * Drive ou™OS EUROPA
j^H EURO CANADA PA ORIENTE ' R'feel
E ORIENJE
elM | tncia m em luritmo.
turitmo. WsmiM (d/dauo* «p< QUAD) Doiar
Dol«r oflcial
Oficia) P§ *m Miami • Orlando
Orlando KM CANADA pS®
(p/pauo* apt QUAD) IbbM MÉXICO AMIGO Salvador
fel Complete sevT
seu programa 11 P. Torres
Terrestre US$ S81 581 i P"P. Teirestre US$ 310 310
nRua sao
c José, 90 21* |M Complete programa (p/p^*pk,)
(P/PMK* apt. triplo) §§ Mtxcolkico
b.aires+ B.AIRES |§d
prflliiiiSiuaSgoJos*-90 2,-'andaf
andar Marítimo
Cruzeiro Maritime
com C—iro Mi, 8.AIRES + bariloche
BARILOCHE M
JHK COM 12 DIAS
DIAS 16 dias
MMHTel.: LTel.: 224-9455BB^
224-945SI
(071)241-5X71
JORNAL DO BRASIL Política e Governo domingo, 3/11/91 ? 1" caderno ? 3

Indústria da verba engana Conferência do


prefeitos
Gilberto Alves — 6/9/91 Luiz Antonlo — 30/9/91
Madalena Rodrigues iflMMyf"'»'0' - • - -

BRASÍLIA — A falta de informação


sobre o que se decide cm Brasília custa Rio
caro á maioria dos prefeitos do interior do
país. Eles desconhecem quanto em recur-
sos para seus municípios esta sendo libera- h°je ainda nã?/lC0u claro> mal, a Conferência do
do pelo governo, pelo descontingencia- A Rio né e uma reunião
de missões oficiais dos países
mento, ou seja, a liberação das verbas membros da ONU, que vão assinar acordos internado-
previstas no Orçamento Geral da União, nais, que já vêm sendo negociados nas diversas reuniões
das quais 90% ficaram retidas no início do
ano, por portaria do Ministério da Econo- de caráter preparatório.
mia. Levar essa informação, na maioria Firmados esses acordos, ou, como se diz em lingua-
dos casos, acaba sendo um privilégio dos
parlamentares ou das empresas de assesso- gem diplomática, assinadas as convenções, resta aos
ria e planejamento que prestam serviço às países signatários cumprir o que foi determinado.
prefeituras. Mesmo sendo divulgadas no Portanto, a sociedade civil não
Diário Oficinl da União, os preleitos de- participa da Confe-
moram a saber que os recursos eslão dis- rência propriamente dita, mas dos eventos
paralelos.
poniveis e acabam pagando caro a essas Desde a última reunião do Comitê Preparatório,
empresas, pia liberação de um dinheiro ocorrida em Genebra, encontra-se nas mãos do Se-
que já é deles.
Em setembro deste ano, ao constatar a cretário Geral Maurice Strong uma proposta
desinformação dos prefeitos, funcionários para que a
sociedade civil também se faça ouvir na Conferência. A
do Ministério da Ação Social começaram
a enviar telegramas aos prefeitos avisan- idéia é promover, no âmbito do Fórum das ONGs, nove
do-os sobre o descontingenciamento. Mas dias de reuniões setoriais para debater um tema es-
a iniciativa desagradou a muitos parla- pecífico por dia: populações rurais, mulheres, negócios e
mentares. Eles se queixaram à ministra
Margarida Procópio de que estavam sen- indústria, trabalho, povos indígenas, crianças etc. Temi-
do atropelados numa missão que reforça o nado o debate, um relator se dirigiria ao
plenário da Con-
prestígio que têm nas bases eleitorais. Ime- ferência para apresentar as principais conclusões.
diatamente, a ministra determinou a sus-
pensão do envio dos telegramas, c estabe-
leceu que a informação deve ser
transmitida aos parlamentares, contam de- ECOBRASIL 92
putados que"O acompanharam de perto esse Tem mais
processo. oblen é que muitas pre-
problema De 6 a 11 de junho, Dentro do mesmo
feituras têm uma estrutura tão precária São Paulo vai ser a capital espírito, a Regata Interna-
que sequer faa-m a leitura do Diário OJi- Margarida: aviso sobresuspenso
Margarida: verba suspensoAlves: sen assessor
Alves: dono da Seval é seu da tecnologia ambiental.
ciai. Até mesmo alguns prefeitos que recc- cional RIO 92 vai animar a
beram telegramas tiveram dificuldade de Todo e qualquer interessa- Lagoa Rodrigo de Freitas
entender o aviso", constatam as mesmas Estrutura, há uma romaria de interessa- ano, foi divulgada no DO do dia 8 de tos de sistema elétrico e hidráulico dessas
dos, de temo e gravata, carregando suas fevereiro. Após a leitura do Código, o do em soluções e novos ca- nos dias 6 e 7 de junho. A
fontes. habitações, que na maioria são casas-em-
Romaria — Juntamente com os pastas executivas, em busca de informa- passo seguinte é checar, no calhamaço de brião de apenas 30 metros quadrados, minhos para os problemas Secretaria de Desportos já
parlamentares, as empresas de assessoria e ções sobre o andamento de processos, a centenas"de páginas do orçamento, os sub- também são simples c não justificam a de conservação e proteção enviou convite para 14
planejamento, que acompanham diaria- aprovação de projetos e a liberação de projetos por município. Esses subprojetos contratação de uma empresa especializa- do meio ambiente poderá
mente as liberações de verbas por porta- verbas. O funcionário de um desses minis- são definidos pela Comissão Mista de Or- da. Se adotassem sempre o uso de muti- países. Aguarda confirma-
rias divulgadas no Diário Oficial da União, térios, que prefere não se identificar, conta çamento do Congresso, em negociações rões, os prefeitos também se livrariam de conhecer o mercado mun- ção e o apoio da iniciativa
são privilegiadas com a informação em que levou um susto quando viu nos jornais entre o relator da comissão e outros parla- contratar construtoras. dial de produtos e serviços
a foto de Normando Leite Cavalcante, o mentares, quase sempre em acordo com o privada.
primeira mao. A leitura do DO é o primei- Poder Executivo, antes da aprovação final
Depois da elaboração de um antepro- na ECOBRASIL 92, no
ro passo para as empresas que querem proprietário da empresa Seval—Serviços jeto da obra, necessário para a solicitação Quem sabe sabe
de Assessoria Ltda. Segundo esse luncio- do orçamento pelo Legislativo. Parque Anhembi.
gannar a corrida no assessoramento aos da verba orçada, a empresa passa a atuar Para transmitir à so-
prefeitos. Esse trabalho pode incluir desde nário, Normando é um velho feqüentador Recurso carimbado — "Quan- como agente para agilizar essa liberação O Chanceler Helmut ciedade conhecimentos mi-
a "agilização" da btirocracia para que o de sua sala e sempre se apresentou como do a empresa é picareta, ela sequer avisa na Coordenação Financeira do órgão re- Kohl demonstrou interesse
dinheiro seja depositado na conta da pre- assessor do deputado João Alves. Alves ao prefeito de que o recurso está carimba- passador do dinheiro. Quando o processo lenares sobre a melhor for-
feitura, a elaboração de projetos de enge- era, até quarta-feira passada, o relator da do, e de que não è necessário qualquer chega a essa coordenação, a agilização na participação da Alemã- ma de lidar com a natureza,
nhária, o acompanhamento da tramitação Comissão Mista de Orçamento. Norman- intermediação para que seja liberado', re- pode acontecer em dois níveis. Muitas nha nessa mostra paralela,
do processo, ate a assinatura do convênio do, que atua em parceria com o deputado, lata um funcionário público. Outra coisa vezes o processo passa 11a frente de pilhas o Comitê Intertribal 500
entre o órgão público que libera a verba e nunca se apresentou como empresário em sobretudo na Feira de Equi- Anos de Resistência vai
que poucos prefeitos sabem é que não há a de outros por determinação do próprio
a prefeitura que será atendida. A taxa de suas visitas ao ministério. menor necessidade de recorrerem a essas ministro, depois de uma visita ou de um pamentos Antipoluentes.
serviço cobrada pode ir de modestos 2% As empresas que prestam assessoria empresas para projetos de habitação po- telefonema de um parlamentar. Outras ve- promover a capacitação
A organização da ex-
até 20% sobre o valor da verba "libera- aos prefeitos agem discretamente. Sua bí- pular, por exemplo. O Ministério da Ação zes, quem apressa sua tramitação é um técnico-científica de alguns
da". bíia e o Código de Detalhamento da Des- Social fornece úm modelo de planta pa- funcionário, depois de receber algum tipo posição está a cargo da de seus membros,visando a
Diariamente, nos ministérios da Saúde, pesa Orçamentária, contido numa porta- dronizada que pode ser adaptado sem difi- de agrado da empresa encarregada da libe- Alcântara Machado Feiras criação de uma consultoria
da Educação, da Ação Social e da Infra- ria do Ministério da Economia que, este culdades àscarãcterísticas locais. Os proje- ração da verba. e Promoções, tel. (011) na área do meio ambiente,
Aldori Sllva —30/10/91 826-9111. após a Conferência do Rio.
Lamentável Esse trabalho será realiza-
custa Em março do ano do cm conjunto com a Se-
Quanto um
projeto passado, a Câmara Interna- cretaria dc Meio Ambiente
Empresa não tem A gente trabalha com as cional dc Comércio reali- da Presidência da Repú-
prefei-
turas para auxiliar nesse procedi- zou, em Roterdam, uma re- blica.
medo de dar preço mento no ministério. Se vocês já união preparatória da Con- Dólar na mata
pelo telefone tiverem dado entrada no pedido ferência do Rio, da qual re- O Chanceler Helmut
de liberação da verba, ela pode sultou a Carta Empresarial Kohl confirmou a liberação
RASÍLIA — O engenheiro sair este ano. Mas se não deram
JD Antônio Augusto Pacheco, entrada ainda, podem desistir. que já foi subscrita por cer- de 20 milhões de dólares
ca de 400 empresas de 70
da empresa Engespro, especializa- Mas como vocês para recuperação e conser-
da em projetos de engenharia, podem ajudar? países. vação da Mata Atlântica.
Primeiro é importante vocês
atendeu a um telefonema do JOR- entrarem em contato com um po- Do Brasil, apenas Os recursos são prove-
NAL DO BRASIL na sexta-feira lilico da região. Qual é o partido três empresas assinaram a nientes da KFW, entidade
passada. O engenheiro acreditou do prefeito? Carta, reconhecendo que o semelhante ao BNDES, e
estar falando com Dona Luiza, -ÉoPDC. meio ambiente é questão serão repassados com ca-
suposta assessora do prefeito de
um município goiano chamado
(Risos) O PDC
parece que tem prioritária na gestão empre- rência de 15 anos e juros
uma boa relação com o governo. sarial: Aracruz Celulose, de 3% ao ano.
Morrinhos. A Engespro foi de-
Mas nós conhecemos pessoas no Caemi e Companhia do Como membro do
nunciada há três anos pelo então ^
ministro do Desenvolvimento Ur- próprio ministério que podem aju- S^a^a sinipUs'exislenria de intermedidrio^^egal
Jari. Assim não dá. Grupo dos Sete países mais
dar. ricos do mundo, o Chan-
bano, Deni Schwartz, sob a sus- Como é isso? Maratona verde
peita de que atuava na interme- Por exemplo, Sendo sede da pri- celer reafirmou a intenção
diação de verbas entre órgãos pode haver uns Agenciar recursos é ilegal meira conferência da ONU de contribuir com 150 mi-
100 pedidos, mas há poucos recur-
públicos e prefeituras do interior. Juristas ouvidos pelo JORNAL DO ato de oficio. Artigo 333 do Código a se realizar no Brasil, o lhões de dólares para o
Mas a denúncia não chegou a ser sos, e só uns cinco é que vão ser
atendidos. At a gente tenta colocar BRASIL explicaram que, ao tirar pro- Penal. Pena: um a oito anos de prisão. Rio vai oferecer aos visi- Projeto Piloto de Proteção
apurada até o final. A empresa veito do agenciamento para a liberação
continua operando em Brasília, no o de vocês entre os cinco. Corrupção passiva — Se um tantes uma intensa progra- das Florestas Ambientais.
Quanto vocês cobram de recursos do Orçamento Geral da funcionário público auxilia na consecu-
Setor de Indústria e Abastecimen- por esse União destinados aos municípios, uma mação paralela. Parte dessa Boa troca
to (S1A), quadra 4 comercial, Blo- serviço? empresa pode estar infringindo diversos çâo do objetivo de uma empresa priva- programação está a cargo Durante a Conferên-
Nós cobramos de 3,5% a 4% da, obtendo com isso vantagens pes- da Secretaria dos Despor-
co C, sobreloja 8. artigos da lei. Um dos juristas ouvidos, soais. Artigo 333 do Código Penal. cia Internacional de Direito
A seguir, o diálogo com Antò- do valor da obra. o consultor-geral da República, Célio tos da Presidência da Re- Ambiental, o professor
E para ajudar na liberação da Pena: um a oito anos de prisão. Se o
nio Pacheco. Silva, defende a tese de que os recursos
Eu queria saber se vocês fa-
funcionário não obtiver vantagens pes- pública, e inclui a Marato- Paulo Nogueira Neto, da
verba? previstos no Orçamento Geral da soais, está sujeito a detenção de um a na Internacional ECO-RIO
Isso a gente não cobra. Depois União, com destinação explicitada para USP, defendeu a idéia de
zem projetos para conjuntos habi- três meses. 92, no dia 31 de maio. Os
tacionais. a gente pode conversar com a se- cada município, não devem ter qual- que os países industrializa-
Fazemos sim. Onde é a quer tipo de agenciamento para sua Estelionato — Exploração de atletas vão percorrer um dos paguem royalties ou
nhora e com o prefeito. A gente
liberação. A simples existência de em- prestígio na obtenção de vantagem ilíci- circuito de 42 km, que terá aceitem políticas de trans-
obra? pode acertar uma coisa pequena ta para si ou para outros vantagem em
— Em Morrinhos, no interior de na elaboração do anteprojeto que presas com esse tipo de atividade deve- início no portão 18 do Ma- ferência de tecnologia em
ria ser considerada ilegal. A seguir, ai- prejuízo alheio. Artigo 171 do Código racanã. Estima-se a pre-
Goiás. Nós estamos tentando libe- tem de ser apresentado para dar Penal. Pena: um a cinco anos. contrapartida ao acesso à
entrada no ministério. guns dos delitos e as penalidades sença de oito mil partici-
rar uma verba no Ministério da previstas na lei: Apropriação indébita — Apo- riqueza biológica dos pai-
Ação Social, para construir casas Obrigada. Depois eu volto a Corrupção ativa — Oferecer ou derar-se de recursos legalmente perten- pantes. ses em desenvolvimento.
populares. ligar pra vocês. prometer vantagem a funcionário pú- cente a outros. Artigo 168 do Código
blico para apressar, omitir ou retardar Penal. Pena: 1 a 4 anos.
" Na última década, escassearam os recursos
finan-
ceiros e diminuiu o acesso a tecnologias adequadas,
SECRETARIA DE AGRICULTURA E PRODUÇÃO agravando a situação das áreas urbanas nos
países em
DO DISTRITO FEDERAL desenvolvimento. j4s projeções para o
CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DO DISTRITO FEDERAL S/A Bi
Brinkelândia
Brinkelandia NATAL
NATAL fim do século e
— CEASA/DF — 15 brinquedos num só o
para primeiro quartel do próximo milênio são assus-
|
Estrutura total em Brinquedo tadoras.
madeira de lei. Pintado em
em educativo-pedagógico.
educativo-pedagbgico. casinha
pWsKSfjor
AVISO DE LICITAÇÃO cores vivas e alegres. PRONTA ENTREGA ! boneca Não hesito em dizer que parte significativa das
Adapta-se em colégios, PREÇO DE FÁBRICA •ESQU/LO
restaurantes, clubes, FAZEMOS MANUTENÇÃO conclusões da Conferência de Estocolmo
A CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DO DISTRITO FEDERAL S/A sltios. fazendas, casas de •gafanhoto I
— CEASA/DF, através da Comissão Especial de Licitação, situada no
sítios,
camp- -""domínios,|C^aS etc.
S°''c^e
Solicite a visita
representante.
de nosso
nosso I
QUERO QUERO
;gjf;nhoto geraram ini-
•PIMP0LH0 ciativas, comportamentos e benefícios maiormente
SIA/SUL — Quadra 07 n° 100 — B.03 — em Brasília-DF, torna
público que no dia 04.12.1991 às 15:00, estará recebendo documen- •SEfiELEPE
•POLVO restritos aos países ricos. A Conferência do Rio será a
tos de habilitação e propostas relativas à Concorrência Pública
n° 006/91, cujo objeto é a Concessão de Uso de um terreno com •MINH0CÃ0 ocasião para a universalização desses avanços. "
aproximadamente 60.000 m2 para construção e exploração de um • T/CO-TfCO
HIPERMERCADO ATACADISTA. Presidente Fernando Collor
Brasllia(DF), 1o de novembro de 1991. ^ ¥ '¦/
JUSMAR CHAVES rnmm O Governo Federal e os dos estados da Amazônia reite-
Presidenta itiSlfiii ram a convicção de que o exercício pleno da soberania brasi-
Comissão Especial de Licitação itilii!! leira sobre o território nacional e, portanto, sobre a região
amazônica não impede nem dificulta a cooperação interna-
cional. Compartilham da certeza de que programas
Centrais do Agastecimento para o
do Distrito Foderal
Federal S/A desenvolvimento e conservação do meio ambiente requerem
CEASA/DF soma considerável de recursos. Reconhecem, assim, a im-
portância de iniciativas brasileiras de buscar cooperação in-
ternacional para implementar projetos nacionais. Esta coope-
jflh jn p Representanto Exclusivo: ração se traduziria sobretudo em formas inovadoras de
transferência de tecnologias e de acesso a recursos financei-
flNk' ros, sem pressupor aceitação de ingerência externa na ad-
Classificados JB 5 8 0 - 5 5 2 2 ministração dos mesmos ou na definição de prioridades.
Do documento assinado pelos nove
ATENDIMENTO DE 2'2d A SAB 8 ÀS
AS 19 H DOM DE 8 ÁS
AS 17 H Governadores da Amazônia e o Ministro da Justiça
4 ? 1° caderno ? domingo, 3§í 1/91 Política e Governo
JORNAL DO BRASIL

Pressão do Congresso faz Collor ceder ao fisiologismo


Jamil Blttar — 27/9/91 Jolio Ramld — 9/7/00
Christiane Samarco PMDB e o PSDB paulistas, composição
inimaginável até ha bem pouco tempo. Fiúza sofre entre 2 forças
"Agora, a tendência é dc aglutinação Iam-
BRASÍLIA — Convencido da impôs- Alvo principal das investidas do go- mesma quarta-feira passada: degolou o
sibilidudc dc costurar uma base de apoio bém das forças de centro-dircita", analisa verno para montar sua base de apoio deputado José Carlos Aleluia (PFL-
parlamentar sem oferecer uma contrapar- o deputado.
tida aos políticos, o presidente Fernando O primeiro ministro a investir de ma- parlamentar na Câmara, o líder do BA), numa operação rápida c inespera-
PFL, deputado Ricardo Fiúza (PE), é da. Depois de um acerto em
Collor já deu sinal verde a seu ministério neira mais ostensiva sobre os políticos foi
hoje a liderança mais sacrificada do foi escalado relator da Comissão que Aleluia
para utilizar os velhos mecanismos do li- o da Saúde e da Criança, Alccni Guerra. dc
"Não temos alternativa não Congresso. De um lado, puxa o presi- Patentes, Fiúza anunciou o nome de
siologismo. Um dos assessores mais próxi- a ser arrega-
mos do presidente explica que Collor fez çar as mangas, Estamos perdendo todas", dente Fernando Collor, preocupado em Reinold Stephanes
(PFL-PR) para a
de tudo para não cair no fosso da tradição comentou o ministro com um assessor ás manter no orçamento os recursos de seu relatoria, na instalação da comissão.
republicana que combatera durante a vésperas da votação do projeto dc privati- —
principal projeto os Ciacs. Dc outro, Nesta reação contra o
campanha, mas não teve alternativa fora zação du Fundação das Pioneiras Sociais, recebe a pressão justamente daquele a poder dc mando
do governador sobre o partido, Fiúza
do toma-lá-da-cá. "Ainda assim, o gover- há cerca de dois meses. O ministro não quem deve sua eleição para líder: o contou com o apoio do
no quer inovar no fisiologismo, discutindo hesitou em comparecer ao Congresso, pe- governador da Bahia, Antônio Carlos está ajudando na tarefa degoverno, que o
apenas sobre obras. A ordem é não aten- dindo votos e atendendo, cm pleno cafezi- Magalhães, que fez o que pôde para trazer novos
der a pedidos dc cargos", diz. o assessor nho do plenário da Câmara, os pleitos dos colocar um baiano na relatoria da Co- deputados para a sigla, tentando diluir
palaciano. parlamentares, A partir dali, o governo missão de Orçamento, a quem daria a influência dos baianos. No último
A primeira investida do Executivo na desencadeou a estratégia do fisiologismo c mês, dois paranaenses c dois represen-
não perdeu mais nenhuma parada: saiu justamente a missão de detonar os tantes do Mato Grosso do Sul, entre os
Câmara será sobre o PFL, que o assessor Ciacs.
"partido mais vitorioso na votação da medida provisória
qualifica como pidào", se- Sob constante pressão dos 12 baia- quais o irmão do ministro Alccni, Wal-
gúidò pelo PMDB. O PRN e o PTB. que que regulamentou o uso das chamadas nos liderados por ACM, dono da maior dir Guerra, ingressaram no PFL. E Fiú-
"moedas
costumam pedir mais cargos na adminis- podres" na privatização da Usi- c mais obediente bancada dentro do za já tem engatilhados, cm sigilo, outros
tração pública do que obras para os esta- minas e, mais adiante, garantiu os Centros
dos c municípios onde têm votos, terão Alcem: garantindo Ciacs Maranhão: cercando colegas Integrados de Apoio â Criança (Ciacs) na PFL, acabou inviabilizando o nome do três nomes.
deputado Francisco Dornelcs (PFL-RJ) Sc por um lado as criticas contra a
mais dificuldades de ver suas solicitações Comissão dc Orçamento.
atendidas. "O presidente não quer dar
vidualmcnte", explicou Maranhão. E, cm- tido. "O PFL reflete a cultura antipartidá- É justamente nesta comissão, encarrc- para a relatoria da Comissão de Orça- atuação do líder são constantes — a
bora se recuse a revelar seus métodos de ria, centrada na personalidade e no estilo menlo. Sem alternativa, o próprio Fiú- bancada queixa-se de que ele c desorga-
estradas ou pontes, que rendem bons Iti- convencimento, admite que tem que haver gada dc aprovar a proposta orçamentária
patrimonialista, um traço demolidor para za assumiu a contragosto a relatoria. nizado, não conversa com os depu-
cros às empreiteiras e gorda3' comissões a uma contrapartida. "Mas fisiologismo é os partidos que o presidente Collor encar- da União para 1992, que o governo trava "Mc auto-indiquei
relator para dar tados, não cumpre os compromissos c é
parlamentares, mas priorizar a construção exigir coisas do governo cm troca de voto. na com pureza", diz o parlamentar. Krau- sua mais dura batalha, enfrentando, inclu-
de obras fundamentais como os açudes, E, O que nós queremos é cooperar", diz o sive, candidatos á sucessão do presidente uma dimensão partidária ao cargo e governista demais —, a pressão dos
se explica que o estilo patrimonialista pro- tirar o cunho dc vitória ou derrota de baianos fez surgir uma inesperada soli-
dc preferência, açudes que sejam reivindi- vicc-Iíder, citando como exemplo de coo- duz dois filhotes: o clientelismo — Collor, como o governador da Bahia, An-
cados pela comunidade", explica o asses- tônio Carlos Magalhães, c o presidente do facções do PFL na escolha", explicou. dariedade. "Antônio Carlos não é mais
sor. geração a apresentação de uma lista trípli- relacionamento entre o político c o eleitor
PMDB, Orestes Quércia. Para garantir o Certo dc que o exercício da liderança de o superpoderoso ministro da Comuni-
ce de indicações políticas sobre a qual o baseado 110 toma-lá-dá-cá — e o fisiolo-
No Senado, o vicc-Iíder do governo, bilhão de dólares dos Ciacs, que ainda um partido fisiológico sem apoio do cações de um partido que só tinha o
Ncy Maranhão (PE), conta que está pro- governo poderá decidir livremente. gismo — troca de favores entre os Podercs corre o risco dc ser remanejado pelos
"Entendimento ou morte" — Legislativo c Executivo. governo é inviável, tratou logo de fazer governador de Sergipe. Além dele, o
curando pessoalmente cada senador, inde- membros da comissão e pelo próprio pie- chegar ao presidente Collor um recado PFL tem outros oito governadores que
pendentemente do partido pelo qual foi
Velho defensor da tese do governo con- Ultrapassada a fase do "entendimento nário do Congresso, Alceni tratou dc tranqüilizador. Chamou o ministro da não aceitam ser de segunda linha", diz
eleito, para dar uma maioria folgada cm gressual. em que a composição das forças ou morte", Krause é um dos parlamenta- amarrar o atendimento aos pedidos dos Saúde e da Criança, Alceni Guerra, a um dos vice-lideres de Fiúza. Mas todos
favor do presidente — cerca de 38 dos 81 políticas acaba refletida no ministério, o res que já perceberam sinais dc recomposi- parlamentares — boa parte deles dc cons-
senadores. "Esta é uma Casa de homens deputado Gustavo Krause (PFL-PE) ad- quem"0 comunicou de forma curta e dire- reconhecem em ACM a maior liderança
çâo de uma base governisla no Congresso. trução de postos dc saúde — à aprovação ta: Ciac é intocável." do partido. "Ele tem uns 40 votos na
experientes, cm que cada um é líder dc si mite que os parlamentares desgarrados da A própria situação dc crise econômica já final da proposta de orçamento pelo Le- A vingança de Fiúza contra a impo- Câmara",
próprio. Por isto, temos que costurar indi- prática fisiológica são minoritários no par- tratou de aproximar forças como o admite o mesmo deputado.
gislativo. siçâo do governador veio na tarde da (C.S.)

Escândalos se sucedem e denúncias acabam esquecidas


como se seu ministério, tutor da Policia "O brasileiro tem
Ricardo Miranda Filho memória curta",
Federal, não fosse um dos responsáveis aponta o delegado Aparecido Lopes Fcl- Alcir Cavalcanti
diretos pela apuração dessas denúncias. trim, chefe da Divisão dc Prevenção e 1/1/91
BRASÍLIA — Todos os dias os jor- Como a Aids,
nais estampam nas primeiras páginas cs- Repetição — Desde 1946, quando Repressão dc Crimes Diversos, que tra-
cândalos fresquinhos. Escândalos que se o deputado Plinio Barreto sugeriu a balha há duas décadas na Polícia Fede-
sucedem numa velocidade tamanha que abertura de uma comissão para apurar ral. "Mas a policia tem de estar perma-
atos delituosos da ditadura Vargas, a nentemente cuidando para melhorar essa um ataque
a falcatrua da véspera fica envelhecida
Nos últimos 10 dias, os Câmara dos Deputados abriu 109 Co- memória", completa ele. "Quando toda
preeocemente.
brasileiros foram servidos por um cardá- missões Parlamentares dc Inquérito a sociedade perde o interesse por um
(CPls), sem contar as seis abertas este assunto, depois de passado o calor ini- sem defesa
pio de denúncias diversas, como o super-
faturamento na compra de fardamento ano. Metade nem encerrou seus traba- ciai, nós que devemos trabalhar para não
pelo Exército, o uso eleitoral das verbas lhos. "Um escândalo mascara o outro", deixar tantas denúncias caírem no esque- Zuenir Ventura
públicas pelo deputado João Alves aponta Sebastião Machado, diretor da cimento", diz. A Policia Federal tem
(PFL-BA), relator da Comissão de Orça- Coordenação de Comissões Temporárias mais dc 20 mil inquéritos cm andamento A o banalizar o escândalo pela
mento do Congresso, c a participação de da Câmara dos Deputados, que assistiu a cm todo o país. O Tribunal de Contas da A proliferação, transforman-
coronéis reformados do Exército cm es- muitos arquivamentos. União (TCU) tem quase 40 mil processos do-o em ocorrência rotineira, o
pionagem telefônica na Tclesp. Além de Há sete anos foi denunciado o escân- aguardando julgamento. E os escândalos
continuam. ano de 1991 ficará como aquele
ter acesso aos bastidores picantes do po- dalo das polonetas, com acusações de
der 11a biografia romanceada da ex-mi- falcatruas na negociação da dívida exter- Moda — "O problema nesse país é que, por uma subversão moral e
nistra da Economia, Zéíía Cardoso de semântica, mudou o sentido dessa
na brasileira com a Polônia. A Policia que corrupção esta virando moda", diz
Mello.
"As Federal investigou o caso e o Congresso Pedoni. "Um fato explode hoje e ama- palavra. Escândalo não é mais,
pessoas se acostumaram a convi- abriu uma CPI. Foram ouvidas dezenas nhã tem outro maior para abafar o pri- como em qualquer parte do mun-
ver com o escândalo nosso de cada dia", de pessoas, como o diplomata José Os- meiro", avalia o capitão da reserva e do, a capacidade que uma ação ou
avalia o professor Luis Pcdoni, chefe do waldo de Meira Penna, embaixador bra- deputado Jair Bolsonaro (PDC-RJ), que acontecimento tem de provocar
Departamento de Ciência Política da sileiro em Varsóvia, o então ministro da entende de situações explosivas: ele ga- um choque, uma surpresa ou uma
Universidade de Brasília (UnB), lem- Fazenda, Emane Galveas, o secretário nhou fama há 5 anos por participar de repulsa. Foi-se o tempo em que
brando que com a mesma intensidade de Planejamento, Delfim Neto, e o presi- um grupo dc oficiais que pretendia espa-
escândalo escandalizava.
que os escândalos são denunciados num dente do Banco Central, Fernão Bra- lhar bombas pelos quartéis para protes-
dia, são esquecidos no dia seguinte. Ele cher. O relator da comissão, deputado tar contra os baixos soldos. Consumindo um atrás do ou-
"O esquecimento O réveillon de Zélia c Eris ainda causa reação
batizou o fenômeno como efeito dominó, Hcrbert Levy, chegou a pedir o indicia- tem relação direta tro, sem tempo para a digestão —
em que um escândalo novo derruba o mento do presidente João Figueiredo, com a impunidade", avalia Homero San- do réveillon de Angra dos Reis ao
escândalo velho e assim por diante. do flagelo-símbolo desse final de blicos ficaram imunes às suspeitas.
por descumprimento de seu dever de tos, ministro do Tribunal de Contas da livro da Zèlia, passando pelas milênio.
A freqüência dos escândalos foi iden- submeter atos internacionais ao Con- União, que causou perplexidade na mes- Fraudou-se o fisco, especulou-se
tificada pelo próprio ministro da Justiça, fraudes da Previdência e pelas far- com o café, superfaturou-se e rou-
gresso. A comissão sequer concluiu seus ma época ao ser flagrado votando duas das do Exército —, o país foi se Ao primeiro escândalo do ano
Jarbas Passarinho. "O termo alta rotati- trabalhos. vezes seguidas dentro do plenário, ou ainda houve reação — e não era bou-se como nunca. Roubou-se
vidade serve atualmente tanto para mo- empanturrando de transgressões e em cestas básicas, remédios dc
Quatro décadas atrás o presidente simplesmente locando piano. Homero se enfastiou. Pela repetição, o des- propriamente um escândalo políti-
téis como para denúncias de corrupção", Café Filho pedia a abertura dc uma CPI Santos nunca foi punido. O deputado co: o do réveillon. Embora não hospitais, pensão de aposentados,
'compara Passarinho, se diz preocu- vio transformou-se em norma.
¦pado com o fato de queas denúncias para investigar irregularidades na com- Jabes Rabelo, que tem freqüentado o tivesse sido um atentado aos co- verbas para flagelados, dólares,
' irregularidades serem feitas de pra de café. Nem encerrou os trabalhos. noticiário por envolvimento com o nar- Durante o período em que a café, açúcar, leite — e tentou-se
com a mes- Foram feitas, nos anos seguintes, comis- fres públicos, as pessoas se revol-
ma facilidade com que são depois esque- cotráfico em Rondônia, está convencido sociedade americana acompanhou taram quando souberam que o roubar até em fardas para o Exér-
sões para investigar irregularidades na
cidas. "infelizmente, o país está ganhan- Sunamam, no IAA e no INPS. Outras de que, se ficar bem quietinho, bastam estarrecida o escândalo do juiz
presidente da República, sua mi- cito. Diante dessa avalanche, nada
"Em todos os mais alguns escândalos e ninguém fala que cantou a secretária, o Brasil
' do essa imagem", lamenta. investigaram a reforma administrativa
mais nele. "Não estou preocupado em não só assistiu impassível a fatos
nistra da Economia e seu presi- demais que aquele prefeito de
governos sempre houve corrupção e não do governo, o programa de energia nu- dente do Banco Central haviam Buerarema, na Bahia, indignado,
sou ingênuo pura dizer que não existe
"O clcar, o endividamento externo, a Ferro- provar que sou inocente", conta. "Vou mais graves, como não entendeu a
passado as festas de fim de ano confessasse seu arrependimento
| neste", admite. que é intolerável é via Norte-Sul e o acidente com o Césio- deixando falar de mim até cansar", razão pela qual os americanos pu- tomando champanhe francesa, vi- por ter roubado tão pouco nos
aquele caso em que a corrupção tem 137. E a célebre CPI da Corrupção, de emenda. "O pais precisa de vilões e fui deram se escandalizar tanto com nlio Chablis, uísque Logan 12 seus três mandatos.
patrocínio do poder público", encerra, 1988, foi arquivada. escolhido nesse momento." um incidente tão trivial e remoto, A corrupção em si não é mor-
anos e comendo musse de salmão,
ocorrido dez anos antes. Não se tal, não é incurável e existe em
peru assado, torta de nozes e sor-
percebeu que, independente do vete com calda de framboesa. muitos países. Só é letal quando
desfecho, os Estados Unidos dc- prolifera impunemente e mina as
monstravam com aquele episódio A festa fora bancada por dois
empresários — Alcides Diniz e resistências, a exemplo do que está
sua capacidade de reagir, isto é, ocorrendo no Brasil. Como a
sua vitalidade. Eugênio Staub —, mas aquela os-
tentação já era bastante para pro- Aids, ela nada mais é do que a
NATAL Se a saúde de um organismo destruição do sistema imunológi-
vocar indignação por um lado e,
pode ser medida pela resistência às por outro, perplexidade, já que o co, que numa sociedade é o seu
agressões de vírus, bactérias e mi- palco das comemorações eram o poder de indignar-se, de escanda-
cróbios, o corpo social chamado iate e a casa de representantes da lizar-se. Nenhuma das duas por si
na
a Disney Brasil está com seu sistema imu- elite que o próprio Collor havia sós, a Aids e a corrupção, matam.
nológico gra vemente enfermo: considerado cínica, egoísta e ga- Mas devastam de tal maneira as
Todas as atrações de Epcot Center, MGM, Busch Gardens, Universal Studios, Medieval Times, nanciosa. células sadias que o corpo Fica sem
Rosie O Gradyse Disney World. E mais uma fantástica "Cela de Natal" com amigo oculta Hotéis não tem mais anticorpos para se
de categoria Prcmium , Sheraton World Resort em Orlando e Grand Prix defender. Ele está de tal maneira defesas. Debilitado, o organismo
em Miami A partir de então, e a cada mês, — individual ou social — não re-
tomado, pelo vírus do roubo, da uma onda de denúncias assolou o siste ao menor ataque das assim
6 X US$ fraude, do desvio dc verbas, da país, envolvendo bilhões de cru- chamadas doenças oportunistas.
180,00
corrupção, que as defesas pararam zeiros e a participação de autori- Pode ser aniquilado até por um
Parte Terrestre: apt? quádruplo/pessoa
de funcionar. Parece um organis- dades de vários escalões. Poucos
|p golpe de ar — ou outro golpe
mo aidético, para usar a imagem ministérios e departamentos pú- pior.
^ SUNCOAST
¦ •. , 532-0873/240-4662 / 262-9781 VIAGENS TURISMO LTDA.

DE OCASIÃO.

CIDADE DA CRIANCA/CAMPOS CAMPOS DO JORDÃO E MARAVI- GUARAPARIE VITÓRIA. FOZ DO IGUAÇU ESPETACULAR.
DO JORDÃO. 3 OU 4'dlos. (OPCIO- 4d!at. Ro-
LHAS SERRANAS. 3 dias . Costa Ver- dovia do Sol, Anchieta, Vila Velha, Ilha do 5 dias. Maringá, londrina, Puerto Iguazu, JB
NAL THE WAVES). Costa Verde, Paraty, de, Angra, Paraty, Serra Negra, Lindóia e Boi e Meaípe. Meia pensão. Ciudad d.l Este, Vila Velha . Curitiba.
Campos do Jordão, Simba Safary e Play Monte Sião. Passeios em Campos do Jordão. Salda: 14(11 à nolta. Meia pensão.
Center. Meia pensão. Hotel Eldorado ou Hotel Eldorado ou Novotel. Assinatura
Hotal Allca Vitória: 3 x Cr$ 29.980,00 Salda: 13/11 péla manhã.
Othon (São Paulo). Salda: 15/11 pala manhã. Hotal Porto do Sal (Vitória): Hotel Recanto do Park ou Continental Inn
Saidai 15/11 pala manhã. 3 xCr$ 29.300,00 3 xCr$ 33.600,00
dias: 3 x Cr$ 31.200,00 3xCr$51.200,00
MINAS COLONIAL. 4 dias. Congo- Hotal Hostass (Guarapari):
dias: 3 x Cr$ 39.600,00 nhas, Belo Horizonte, Ouro Preto, Mariana, 3 xCr$ 35.800,00 PORTO SEGURO ESPECIAL. Sdiai.
ECLUSAS, BARRA BONITA, ÁGUAS Sabará, Moquiné, S. João Del Re/ e Tira- Monte Patcool, Cabrãlla e Coroa Vermelha.
^mm Meia pensão. Hotel Vela Branca ou Bafo
DE LINDOlA E ILHABELA. 4 dias. dentes. Meia Pensão. CALDAS NOVAS E ARAXA. 6 dias.
Penedo, Eclusas com passeio de barco, Banhos termais, visita ao parque da Lagoa Cabrália.
Salda: 14(11 pala manhã. Salda: 13/11 ò nolt».
Ibitinga, a "Capital do Bordado", Serra Hotel Brasllton ou Real Mace: Quente e a misteriosa Araxá de D. Beija.
Hatal laia Cabrtlla: 3 x Cr$46.300,00 iitsoleâur
Negra, Monte Sião, llhabelo e Paraty. 3 xCr$ 37.700,00 Hotel Caldas Safda: 12(11 à nolta.
Tsrmas Club., o malhor do Hot.1 Vala tranca: 3xCr$ 41.200,00 f . Em turismo a número 1
Salda: 14111 pela manhã. Hatal Othon: 3 x Cr$ 41.670,00 Caldas CONSULTE SEU AGENTE DE VIAGENS
3 x Cr$ 39.800,00 Salda: 15/11 pala manhã. Novas: 3 x Cr$ 52.500,00
Hotal Brasllton: 3 x Cr$ 32.400,00 BUENOS AIRES. 5 dias. Inesquecí- CENTRO: R. do Quitanda, 20/Sij. • Tal.: 221-4499
HOTEL PRAIA DO PRADO. 5 dias. SÃO LOURENCO E SÃO THOMÉ vel viagem à copHal porlenha. City-lour. IPANEMA: R. Visconde de Pirajó, 351/Lj. 105 ¦ Te!.: 521-1188
O paraíso é lá mesmo. Natureza, chorme POÇOS DE CALDAS. 4 dias. &juas da DAS LETRAS. 4 dias. Circuito das Hotéis categorizados. Show de tango COPACABANA: R. Santa Clara, 70/Slj. - Tel.: 255-1895
e conforto. Visitos a Alcobaça, os lolésias Prato, Andradas, São Lourenço e Caxambu. Águas: São Lourenço, Caxambu, lambari, induido. TIJUCA: Pça. Saens Pena, 45/Lj. 10-1 - Tel.: 264-4893 Rio de Janeiro
de Prodo e Tororõo. 200 km antes de Porto Hospedagem no Hotel Nacional, o melhor Cambuquira. Pensão completa. Salda: 13/11. BARRA: (Kolibri) A*. Olegário Maciel, 45Wtj. D - Tel.: 399-1137
Seguro Meio pensão. de Poços. Pensão completa. Salda: 14/11 A nolt.. NITERÓI: (Contactur) Moreira César, 229/1.012 • Tel.: 710-7401
Salda: 13/11 ã noite. Saída: 14/11 pela manhã. 2xCr$ 232.000,00
Hot.l Universal: 3 x Cr$ 32.800,00 Cat. turística • Apartamento Duplo. Rio • São Paulo • Campinas - Curitiba • Vitória
3 xCr$ 43.500,00 3 xCrS 41.200,00 Hot.l Primus: 3 x Cr$ 37.980,00 Belo Horizonte - Salvador • Recife - Fortaleza ,(0:1)5X5-432
Política e Governo domingo. 3/11/91 Ü 1" cadcrno ü 5
JORNAL DO BRASIL
~
São Paulo — J. C. Brasil

\ \
" "¦
\ \
J^Araoua

/^^Z==ZT=T fi

5e3HOT v &|| lltll §1 i is -^'wK H|^^H


HHH . //'kj -jB «¦ iHr wHnnffi
Hv J *» 1 f & \ M
^SS^gL m & 1 i 1 rlM
'. ^ *
w 1 A J K L
^
n m

Cobrimos oferta anunciada


anussciada
qualquer
qiialquer

neste jornal.
jM^ pela concorrência
UÊÊÊÊÊÊItÊÊÊÊKtÊÊÊÊBÊÊÊÊÊÊÊÊÊIÊÊÊÊBHÊÊÊSÊÊÊÊBÊÊÊÊÊÊÊ/lBÊÊtÊÊBK^EBSSMBBÊÊKÊBBBÊBSSSSWR
£xí^iv*V. •'¦ . '/sfa'-.''- "Somos
)êií(U,.iros: muis eficientes (Io que n CUT" Domingo

Vitória amplia
força '
W 771-mê
m-mSTm-om771-0453
Segunda a Sexta
de Medeiros
política
jornal do nosso sindicato é proibido de
Célia Citai 111 v atacar chefe, de atacar gerentes, de ata-
.)os<' Mtiria Hlayrink car pessoas. Podemos atacar a institui- 224-7896
224-7696
çâo. Como é que esses companheiros
1 SÃO PAULO — Quinta-feira passa- fazem? Eles avacalham, eles esculham- recebe o produto e paga contra entrega.
MvcereceAeoprotfiito^sp^gcon^^e^^^,'
Você
]da. Luiz Antônio de Medeiros, presiden- bam com o Tribunal Regional do Tra- fljSti
-te do Sindicato dos Metalúrgicos de São balho. A greve dos bancários foi um
JPaulo | da Força Sindical, rompeu uni exemplo disso. Claro que há um mal-es- WW
•jejum alcoólico que avançava! paru o tar 110 tribunal contra esse tipo de gente.
quarto mês. Desde que sofreu irifarto, Nós não fazemos isso. acho que essa é
|Mcdeiros não bebe, não luma, não "por acei- uma estratégia burra. Não conchavamos
ta convites para almoços ghitões e, com ninguém. Damos informações e o
uma cortesia", como explica, de Ala fazemos com absoluta transparência. ¦|>:cn(»i.«h;i\ skm KKovit:ik\s
^zermarjl pratica exercícios regularmen- Estratégia da Força Sindical — Nós
¦te. Tarde da noite de quinta-leira, Me- fomos para a greve porque temos cinco TV EM CORES SHARP 28"
ideiros voltou para casa e tom.ou. duas mil delegados sindicais. Não é brincadei- CR ESTÉREO M0D.C2899A TKCM H.< K il \ SKM Kk'< »Vn-:iK\S
— COM CAIXAS SUPORTE (RACK).
jdoses de uísque escocês e envelhecido ra. Esse pessoal tem cursos, tem forma-
15 anos, como recomenda seu cardiolo- ção. Nós temos uma máquina potente.
jgista para momentos excepcionais. Aos Eu gastei uns CrS 500 milhões para fazer
43 anos. estava comemorando o que essa greve. Matéria paga, televisão. In- A Visia
'considera De. 757,900.
sua maior vitória como sindi- vestimos mesmo. Desenhamos uma es-
'calista — tão Por: 734 900. ou
grande que os adversários tratégia nos sindicatos de São Paulo,
da CUT não esconderam a suspeita de
'"mais Osasco e Guarulbos. Há dois meses que I
uni conchavo de Medeiros". eu sabia que poderíamos terminar no 409.900,
= 819 800. ou
; Numa semana das mais nervosas, tribunal. Então, abastecemos o tribunal
pontuada por demissões, disparada do com informações. Todos os relatórios C-16926B CR
TV EM CORES SHARP WINNER 16" MOD. C-1692 CR ^
Idólar e da inflação, ameaças de enipre- ^1 3 >309.900,
309.900, |l
que saíam na imprensa sobre a situação = 929 /00.
tomos e boataria sobre 11111 novo choque econômica nós enviamos para o tribu- MjHBlBjB^Bj QnuttMtiJO 2x 148.900,
148.900, J
(econômico, os metalúrgicos de São Pau- nal. Pedimos um estudo ao Djéese e P ^ g j| À Vista
•Io. Osasco e Guarulbos — cerca de 501) entregamos na mão de todos os juizes. De 269 900.
I 259 900. ouou
Por 259.900, 109.900, = 329 700.
3 X 109.900,
ímil trabalhadores — fizeram uma greve Na metade do negócio, aprovamos a ifj g
íbem-sucedida
'f de três dias, forçaram a greve c publicamos um edital avisando
ederação das Indústrias do Estado de todo mundo. Chegamos a pegar os pré-
'São Paulo (Fiesp) a negociar e consegui-
julgados do Supremo para enviar ao 1 ,
ram um reajuste que deixou para trás a tribunal. Quando o patronato acordou, ||F --|%.
!inllação. Foram 113% de reposição, o T| rccc
era tarde. p|
que totali/a 543.76% nos últimos 12 Vicentinho (presidente do Sindicato
•meses, diante de uma inflação em igual dos Metalúrgicos de São Bernardo do
"12 também ^ ^
,período de 409.85%. quatro Campo/Diadema e dirigente da CUT) J,-«j|»';g>^«-
ímeses de estabilidade", como disse Me- — Tenho todo o respeito por Vicenti-
jdeiros na assembléia em que comunicou nho. Ele tem dado provas de que é um
ía vitória e da qual saiu carregado nos grande sindicalista, não é uma pessoa
j ombros. raivosa, ao contrário do barbudinbo
'mente Personalidade polêmica, especial- (Jair Mcncguelli), com quem você não
pela facilidade com que circula no consegue conversar com elegância, ele
poder, não raramente chamado de pele- tem raiva do mundo, parece que é mal-
;go por seus inimigos, Medeiros "Os enterrou amado.
qualquer vestígio de modéstia. com- Demissões na Brastemp — A Bras-
,panlieirinhos da CUT que me deseul- temp não justificou à sociedade por que
ipem. mas nós somos mais eficientes do estava demitindo. Uns dizem que é ex-
que eles para negociar." Segundo ele, 2140
PHILCO-NITACHI21" CR MOD. 2140
TVTV EM CORES PHILCO-HITACHI21" TV EM CORES SEMP TOSHIBA 10" MOD. 102
cesso de mão-de-obra, outros que foi
¦tudo deu certo porque os sindicatos en- renovação tecnológica, outros que é
volvidos 110 movimento se prepararam l ^" 18
QmiWade; 224.900, 449.800, OU
449.803.Cj Qg«rtttifc:20 2x134.900,
lliilii 134.900, =269800.OU I
Scgtn meses de antecedência e investiram
uma associação com um grupo japonês. J
j£W Vista 2 X.224.900.
A À Vista ^ _ ^.m. to. AVls,aÁ Vista JAA AJk* k-
A Brastemp agiu da maneira mais selva- De 410900. De. 249 900,
ÍCrS 500 milhões nessa batalha ainda gem possível, não teve critério; Ela in- Por 389900. ou
RS5. 3x 169.900,
169.900,,»J Por: 237 900, ou
S3,. 3« 103.900,
103.900,
,'nào totalmente vencida — os empresa- corporou a selvageria do capitalismo £ | |
¦rios afirmam que vão tentar anular a brasileiro. Quanto á atitude do Vicenti-
.decisão na Justiça. nho que, repito, respeito, não sei... A
De qualquer forma, por enquanto os greve de tome foi 11111 negócio que deu
metalúrgicos de São Paulo, Guarulbos e
'¦Osasco impacto, que chamou a atenção. Respci- (56MP TOSHIBA'
têm a garantia de que receberão to, mas não teria feito. Nem tenho saúde PH/LCO- UNMtt Wl Wl'«tO MILHOS.
11111 salário praticamente dobrado, 110 para isso. HITACHI
¦próximo contracheque. O de Medeiros, Diálogo — Eu sou presidente do
ipor exemplo, vai bater nos CrS 1.5 mi- maior sindicato brasileiro. Essa facilida-
llião. Aqui ele fala sobre a estratégia da de de conversar em vários níveis tam-
vitória e dá sua opinião a respeito de bém vem do respeito que tenho pelas
,outros assuntos. pessoas, pelas instituições. O Collor é
|l Fiesp — A Fiesp tem uma comissão 11111 presidente eleito pela população.
,de negociação moderna, que sempre Nunca conversei com 11111 ditador. Ago-
•chega a acordo, mas é dirigida por em- ra, estamos numa democracia e os méto-
•presários que têm a cabeça no século 19. dos são outros. Tenho e tive muitos
Não me retiro ao Mário Amato. A gente atritos com o PT, mas fui prestar minha
¦briga, mas tem relações civilizadas. Mas solidariedade á Luiza Erundina antes de
!os presidentes dos sindicatos pequenos, muita gente. A administração da Erun- jBl RAOIO-GRAVAO^lEi|IPTOSHIBAMOOSERT-SX28
'esse dina não é grande coisa, é média, mas |j jj|
pessoal que está há 20 ou 30 anos WBk. 31 CONJUNTO DE SOM PHILCO-HITACHIPR0T 300D wasiBBLw ifftAA
¦no poder, tem a cabeça 110 século passa- acho que o Tribunal de Contas do Mu- •m COM RACK pMMK =
Ido. í: preciso haver uma modernização nicípio é um negócio fisiológico que des- 2X<tfa9vVj 95.800. ou
AVista
'¦ilos dirigentes sindicais patronais. moraliza as instituições. dP X 119.900,
119.900, = 239 800.i§'
239.800. ou
ou Pm De 89900.
CUT — A CUT deveria estar feliz, Antônio Rogério Magri — Ontem. SBr ||| A Vista 2 _ _ ggt PorPor 83 900. ou
ou X WIlwVWl - 113 700
O3,37.900.
jporqúe nós construímos essa vitória. E 11111 assessor me ligou de Brasília para ^¦*'5> ft De 229900. Q/ Qflfl « ¥
seles vãó nos ajudar, se a Fiesp recorrer. dizer que o Magri estava furioso comigo rt 216900.OU 9l.wVV, = 293700,
3X 97.900,1 293700, ¦>:
ÍNáo digo que é toda a CUT. porque o porque meti o pau nele. Não fiz isso, Pot p
•Vicentinho me mandou um telegrama I ^
mas não posso é defendê-lo. Ele foi pre-
«que considero um gesto de civilidade. sidente de sindicato, é meu amigo, mas ORiENTApOES AO CONSUMIDOR:
ORIENTAÇÕES
jFoi o único cara da CUT que mandou acho que seu desempenho como minis- Ofertas
Ofsrtas exclusivas
'um telegrama. Desculpem, mas vou ter tro é péssimo. sxclusivas para o Telecompras, no Estado do Rio de Janeiro e Cidade de Juiz de Fora, EM JUIZ DE FORA LIGUE:
^itlt válidas
validas até Apos esta data, os produtos retornarão
ate 04/11/91. Após rotornarao aos seus
sous preços normals. Limitadas
preqos normais.
ique dizer isso para os companheirinlios S Futuro político — O máximo que as quantidades indicadas nos produtos.
f.,fi|?
jda CUT: nós somos mais eficientes para
'negociar do posso ver é que. se houver parlamenta- . §|)/ • Forma de pagamento: 2 vezes = 1 entrada em 10/11/91 (através (atraves de cheque) + 1 pagamento SEGUNDA A SÁBADO
que eles. Quando esse pes- risino, acho que devemos colocar o má- (atraves de cheque) ou 3 vezes = 1 entrada em 10/11/91 (através
a 30 dias (através (atraves de cheque)
ximo possível de trabalhadores no parla- jir a
jsoal vai negociar com o Banco do Brasil, «i> + + 2 pagamentos a 30 e 60 dias (através (atraves de cheques).
jpor exemplo, a primeira coisa que laz é mento porque são eles que elegerão o Todos os05 produtos deste anúncio labricante, conforme estabelece o manual
anuncio possuem a garantia do fabricante, 213-5849/215-7956
gsçulhambar corri o presidente do bqnj ban) primeiro-niinistSòí Nesta hipótese, eu 1||s do produto.
'çÔl "O .^pF Entregamos sem despesa de frete para o Rio e Grande Rio. Nas demais localidades do Brasil, você
• Entregamos voce
Lafaiete Coutinho safado* é6
Coiitinho ée ^aladbj poderia s^-r candidato a deputado. Can- FURA DA ZONA DA MATA,
didaíp a primeiro-ministro?. Não... Essa pode comprar com cheque via sedex sede* e na entrega será (eita através
sera feita atraves de frete a pagar.
AL va<J negocjaj
jUgo ou aquilo", dizem. . Ai..vâtj negociar Consulte-nos para conhecer nossas condições
• Consulte-nos condipdes e faça
fa^a bons negócios.
negocios. DISQUE A COBRAR (9032)
C'outinho. li.fi. nó
tÇoiíi o Lalaíete Coutinho. mínimo;
116 mmimo; e uma pergunta que não estava na mi- Não vendemos para concorrentes o pequenos revendedores.
Tcnnstraneedor. Politizam de tal jeito... jciia.. O
0 ilha idéia. (. • Nao rovondedores.
6 ? 1" caderno ? domingo, 3/11/91

Informe JB
Tesouro retém verba de habitação
bo;is novidades para o Brasil na área de prepara- poueo dinheiro para a área econômica, Os recursos já recebidos pela secreta- \ íamos. Não existe retenção de recur-
Há liossaiia Alvos mas para nós qualquer quantia e impor- ria permitiram a construção de 11.5 mil sos", garante. Manoel afirma que se exis-
çâo da Conferência Mundial de Meio Ambiente e tante para atender a população carente", casas populares, através de convênios
Desenvolvimento, a Rio-92. BRASÍLIA — O governo está des- le alguma quantia arrecadada e ainda
garante o secretário, que pretende fazer com governos estaduais e prefeituras, es-
não repassada e porque há algum pro-
Primeiro, está havendo lorte pressão da Comunidade cumprindo a Lei 8.025, de abril de 1990, gestões junto ao Tesouro para que o pecialmente nos estados do Nordeste. O
que determina a aplicação de todos os restante da verba seja liberada o mais governo federal entra com as despesas bletna no Orçamento da União, ònile
Econômica Européia e do Japão para que os Estados recursos provenientes da venda dos imó- rápido possível. estão previstas as receitas e despesas re-
para urbanização dos lotes ou cobre os
Unidos saiam de sua posição arredia atual e usem a veis funcionais em habitação popular. Pela experiência vivida no primeiro gastos com material de construção, en- sultantes da venda dos apartamentos.
Rio-92 como marco de avanço na definição de um mode- Dos CrS 13,5 bilhões arrecadados entre
semestre na liberação dos CrS 7.5 bi- quanto o governo municipal ou estadual Segundo o diretor, o orçamento de
janeiro e setembro deste ano a título de lliões, é possível prever uma dura batalha se encarrega do restante. Outros 900 pro-
lo de desenvolvimento que preserve a ecologia. entrada, quitação e prestações dos imó- 1991 só autoriza um gasto de CrS 11.5
Segundo, o Japão anunciou a realização de uma veis alienados aos funcionários públicos, da Secretaria de Habitação para receber jetos de habitação popular, que implica- bilhões decorrente da alienação dos lírio-
apenas CrS 7,5 bilhões foram repassados o restante dos recursos. O dinheiro só riam despesas superiores a CrS 100 bi- Veis. Se a arrecadação efetiva com a véu-
reunião dos grandes países industrializados, em abril do chegou á secretaria no final de junho, lhões, repousam nas gavetas da
ao Ministério da Ação Social para a ila for superior a este teto, os recursos só
próximo ano, em Tóquio, para levantar um grande volu- construção de moradias para a popula- depois de muita discussão entre os técni- Secretaria de Habitação á espera de di- poderão ser transferidos à Ação Social
me de recursos destinados a executar decisões da Rio-92. ção de baixa renda. Os CrS 6 bilhões cos dos dois lados. O Tesouro argumen- nheiro.
tava que a verba estava contingeneiada depois que o Congresso Nacional apro-
Essas decisões serão definidas em Nova Iorque entre 2 restantes estão no Tesouro Nacional, que Aprovação do Congresso — var um projeto de lei incluindo esta verba
usa os recursos para engordar seu caixa. por decreto presidencial. A secretaria re-
de março e 3 de abril pelos 166 países integrantes do batia, afirmando que sua destinação es- O diretor-adjunto do Departamento do no orçamento. "O Tesouro não poderia
O secretário Nacional de Habitação, Tesouro, Álvaro Manoel, rejeita a acusa- fazer o repasse antes da aprovação da lei.
comitê preparatório da conferência. Ramon Arnus Filho, lamenta a retenção tava prevista em lei e não poderia sofrer
dos recursos, pois calcula que o dinheiro contingenciamento. Quando finalmente ção de que estaria segurando a verba dos pois tem que cumprir a lei orçamenta-
é suficiente para a construção de seis mil houve a liberação, o valor real da verba imóveis funcionais e afirma que liberou o ria", argumenta o diretor-adjunto, dei-
Tiro ao alvo E ACM não será o pri- moradias para famílias com renda até tinha caído pela metade em função da total solicitado pelo Ministério da Ação xando claro que só no final do ano o
meiro a atacar. dois salários mínimos. "Pode parecer inflação. Social. "Tudo que eles pediram nós en- projeto será enviado aos congressistas.
O governador Antônio
Carlos Magalhães insiste na Fogo brando
frase que cunhou para os mo- É balela, segundo diri-
mentos de crise, atualizando- gentes do PSDB, a história
a com os acontecimentos ner- do plano alternativo de go- Festival de irregularidades no Amapá
vosos da semana: verno que ofereceriam, junta-
O que derruba minis-
mente com o PMDB, ao pre- Macapá) sem que a prefeitura tivesse mar Prestação de Serviços. Foram com- ocupar o cargo dc coprdenador-gera|
tro da Economia é o número sidente Collor. Prefeituras e liquidado débitos anteriores. pradas mudas de graviola, maracujá, do projeto rural cm Calçoene. Além
da inflação. Não é a cotação O que há, por enquanto, Essa liberação de recursos foi para caiu, coco e mamão-havaí, adubo quí- desse cargo, Antônio Gonçalves iam-
do dólar, embora isto cause fundação desviam
entre os dois partidos é uma dar prosseguimento ao projeto rural mico e arame farpado, num total de CrS bem faz parte da Comissão Perina-,
pânico. tentativa de aproximação que dinheiro público realizado no município em convênio 858 mil. A compra foi registrada na nente dc Licitação da prefeitura,
ACM faz, entretanto, vai ser curtida lenta e doloro- com a FCBIA. Como prestação de nota fiscal número 0001, emitida no dia O convênio com a prefeitura de
uma ressalva: samente, e por um bom tem- Amaro Lopes contas desta parcela, foram apresenta- 30/1/91. A Nilmar Prestação de Servi- Santana (20 quilômetros a oeste de
O governo pode ler das notas fiscais da Loja Líder ços tem como endereço o número 1.417 Macapá) também apresentou irregti-
po. "RÍT ACAPÁ — Um desvio de ver-
criado pânico, mas não ficou O jantar de quarta-feira, (J.N.Cardoso), da Nilmar Prestação de da Rua Hildemar Maia. em Macapá. laridades. O convênio foi examinado
em pânico. JLVJL bas envolvendo o escritório de Serviços e da Francal Tecidos Ltda, Nesse endereço mora Dinair Chagas de por Fernando Laércio de Azevedo
reunindo os cardeais dos dois num valor total de CrS Santana, pai do prefeito Santos, e no relatório apresentado
representação no Amapá da Fundação
Espelho partidos na casa do senador Centro Brasileiro para a Infância e a 5.139.560,00. Foram ad- — de Calçoene, João Jorge destacou as cartas-eonv ites enviadas á
Os tucanos Tasso Jereissa- Mauro Benevides, serviu ape- Adolescência (FCBIA) e as prefeituras quiridos na Loja Lider Goulart Salomão de San- firma Lngemac, para a compra de
ti e José Serra voam juntos nas para quebrar o gelo. Não de Calçoene e Santana, está sendo de- um fogão industrial com Refrigerador tana. camisas e sapatos escolares, no valor
se chegou a discutir uma nunciado por funcionários da funda- quatro bocas (CrS 266 comprado em Além desses gastos, de CrS 23,750 milhões. Segundo o
para o México, dentro de uma na prestação de contas
semana, a convite do ministro questão política concreta. ção. Pela denúncia, a chefe do escrito- mil), um refrigerador du- relatório apresentado, a l.ngemae está
da Fazenda, Pedro Aspe. para rio dc representação, a alagoana Maria plex Cônsul (CrS 518 dezembro por também foram apresen- habilitada para a venda de materiais
Haja coração das Graças Fernandes Costa, teria sido mil), uni freezer horizon- tadas as notas números elétricos e de construção. Lie verifj-
conhecer o plano de estabiliza-
A batalha contra a priva- conivente com a supervalorização de tal Cônsul (CrS 546 mil), Cr$ \518 mil 000178 e 000179, emiti- cou ainda que as compras foram ele-
ção econômica que mata de tização da Usiminas provo- compras feitas pelas prefeituras, pela uma bomba d'água elé- das pela Francal Tecidos tuadas antes da liberação dos recur-
inveja os brasileiros. aceitação de prestação de contas com trica (CrS 126 mil), uma Ltda. referentes á com- sos. O pagamento á Engemac foi feito
cou uma baixa nas fileiras do cusp^hoje
Martelada PDT. O assessor especial do notas frias, além da compra de passa- bicicleta Monark aro 26 pia de 350 toalhas de ba- através de um cheque da prefeitura de
gens em nome da FCBIA para seu pró- (CrS 110 mil), uma má- Cr$ 360 mil nlio, 400 bermudas de Santana, sacado em espécie no Posto
Está atravessado na gar- partido e redator do Manifes- quina de lavar Brastemp heíahca, 300 camisas sem de Serviço do Banco do Brasil no.l
to à Nação, Roberto Schnei- prio marido.
ganta dos comunistas orto- Segundo os funcionários Fernando (CrS 392 mil) e dois fer- manga e 645 camisas tipo município.
doxos do PCB o tempo de der, sucumbiu às pressões e ros elétricos (CrS 21 mil cada), num colegial, para o projeto rural em Cal-
sofreu um infarto. Laércio de Azevedo Santos e Jefferson A Engemac. sediada em Belém
apenas um minuto cedido a Luiz Barbosa dc Santana, que fizeram total de CrS 2 milhões. A nota tem a çoene, num valor total de CRS (PA), apresentou como endereço o
eles pela direção nacional do Só soube do resultado da data de 17/12/90 e todos esses preços 1.581.500,00. Essa compra, sem licita- número 2065 da Rua Pedro Alvares
as denúncias] as irregularidades come-
partido, no programa de tele- privatização ao sair do CT1, são superiores aos praticados em Ma- ção, foi feita em caráter de urgência, Cabral, em Belém. No local existe um
çaram quando Maria das Graças foi capá atualmente. O refrigerador, por segundo justificativa apresentada pela
visão em rede nacional, quin- três dias após o leilão. nomeada para a chefia do escritório, prédio em péssimas condições, coin.
Comissão Permanente de Licitação da
ta-feira passada. Penitência pela então presidente da FCBIA. Fáti-
exemplo, custou em dezembro CrS 518 uma placa de "aluga-se" e uma oficia
O deputado Roberto mil, mas hoje tem um preço médio de prefeitura. na mecânica nos fundos. Na oficina
ma Omena. A primeira delas foi a libe- CrS 360 mil. Todo esse material foi recebido
Os governadores do
Freire justifica: ração de recursos (CrS 6 milhões), no Outra compra efetuada pela prefei- por Antônio Gonçalves Ferreira de ninguém sabia da existência da em-
Eles não deveriam le- Piauí, do Rio Grande do
Norte e da Paraíba querem final de 1990 para a prefeitura dc Cal- tura de Calçoene através do convênio Oliveira, trazido de Alagoas por Ma- presa. A chefe do escritório da FC-
var nada, porque esses stali- çoene (500 quilômetros ao norte de com a FCBIA foi feita na empresa Nil- ria das Graças Fernandes Costa para BIA no Amapá nega as acusações.
nistas nunca deram lugar a porque querem reabrir os
ninguém. seus bancos estaduais.
Estão em conversas com
Ventilador o diretor de Fiscalização do
Vem mais escândalo aí, Banco Central, Nelson Car-
na Comissão Mista de Orça- valho, que monta um crono- UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO LEITURA
mento do Congresso. grama para viabilizar a rca- - Classificados JB
INSTITUTO DE GEOCIÈNCIAS DINÂMICA
bertura dos bancos. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA
Cirandinha | livro deDO QUE VOCE
VEJA É CAPAZ I - Ler em 1h. umI
Patinando | dei sua 250 páq c/cornpreensáo. 2 -- Multiplicar
A segunda fase do ajuste por velocidade de leitura c/apenas 24h.
fiscal, a ser enviado em mar- Paulo César Ximenes, -1992 | dc troináliffinto. Prof. Juare? Ângelo topos.
que representa Brasil, Equa- CONCURSO DE SELEÇÃO 580-5522 I0M — INSTITUTO DE 0TIMI2AÇI0 04 MENTE
ço pelo governo ao Congres- Rio (021) 220-3503 e J»i/ Fora (032) g-31-1193!8
so, tem uma meta: evitar o dor, Colômbia, Trinidad e Pi
passeio do dinheiro público. Tobago, Suriname e Haiti co-
Quer acabar com os re- mo diretor-executivo do Ban- MESTRADO EN GEOGRAFIA
passes em cima de repasses, co Mundial, está perplexo Vem aí o concurso do TTN. Comece a se
ÁREAS DE CONCENTRAÇÃO - GEOMORFOLOGIA/GEOECOLOGIA Esta musmo confirmado o concurso para Técnico do Tesouro Nacional. Ótima preparai. oportunidade
criando uma base de impôs- com a forma como o país possui 2° fltou. CrS 430 mil mensais. Edital provisto para janoiro. Comoct! a s<: preparar. A Degrau Culturalparapreparou
"desce ralo abaixo", GEOGRAFIA HUMANA apostila básica. Adquira jft seu oxumplar. Informações.
*
segundo CENTRO ' Mahatma ' Gandhi. 2/2'' Cinclándia * 220-5715) * MÊIER (Rua' Constança Bartxj^j. 1«iO,'so;
tos para a União, os estados e GEOPROCESSAMENTO breloja C (Praça289-9298) *MADUREIRA (Shopping Tem-Tudo/Sobreloja 359-3929) * NITERÓI (Av
' NOVA49 IGUAÇU
municípios. sua expressão. Amaral Peixoto. 116/201) ICARAl (Rua Gavião Peixoto, 182/317) (Rua Otávio Farciumo.
— O mundo está se recu- 45/321) * CAMPO GRANDE (Av.CesariodeMollo. 3.006/219) * CAMPOS (Rua Treze de Maio, 133/2')
PERÍODO DE INSCRIÇÃO: de 04 a 29(11/1991
Célia x Zélia
perando, descobrindo saídas.
Uma insólita disputa edi- Daqui a pouco teremos um DATAS DOS EXAMES: 06, 09, 15 e 17/01/1992
torial está animando a 37a tigre latino-americano: o Mé- LOCAL: IGEO/UFRJ
Feira do Livro de Porto Ale- xico acaba de privatizar 51 % Prédio do CCMN - Bloco I, Sala 18 - Cidade Universitária CONCURSO PARA AGENTE, FISCAL E TTN
gre, principal promoção lite- do seu banco. O Brasil tem Ilha do Fundão - Rio de Janeiro - RJ. 2o Grau ou nível superior. Venc. acima de 800 mil.
rária do Rio Grande do Sul. potencial e navega num ato- Prof. Miguel Citwar. Turmas de 1 5 alunos especiais.1
Dois lançamentos bri- Telefone: 590-1880
leiro, não decola. Para leigos 257-9398 20 anos de experiência. Temos'
Horário: 09 às 16:30h
gam pelo primeiro lugar de Ensaio geral a única apostila para Posturas (fiscal de atividades,
venda: Zélia, uma paixão, de Bolsas de Mestrado CNPq e CAPES econômicas).
Fernando Sabino, e Etiqueta Dez tanques do Exército
na prática. da socialite e jor- Vermelho voltaram a rondar o
nalista gaúcha Célia Ribeiro, Parlamento da Rússia, semana
a surpresa da temporada. passada. Muitos moscovitas, Avenida Brasil. 500 - CEP 20949 - Caixa Postal 23100 São Cristóvão CEP 20922
JORNAL DO BRASIL Rio dc Janeiro - Tel.: (021) 585-4-422 • Telex (0211 23 690 (021) 23 2(0 (021) 21 558
Até faixas surgiram: Vã de todas as idades, acotovela-
de Célia e não de Zélia. ram-se na Avenida Krasnos- R. <7. do Sul - Rua José de Alencar. 207 - s 501 e 502 -
presneskaya como no dia da
Áreas <lc Comercialização Menino Deus - CEP 90640 - Porío Alegre. RS telefones: Novas Assinaturas
Bala na agulha tentativa de golpe contra Gor- Rio dc Janeiro: Noticiário (021) 585-4566 (0512) 33-3036 (Publicidade). 33-3588 (Redação).
33-3118 (Administração) lelex: (0512) I 017 Rio de Janeiro (021) 585-4321
Atenção, senhores minis- bachev, em agosto. Classificados ( 021) 580-4049 Bahia - Max Center - Av. Antônio Carlos Magalhàes. n° Outras localidades (021) 800-4613 Discagem Direta Gra^'
tros. São Palilo{011) 2S4-8I33 846. Salas 154 a 158 - telefones: (071) 359-9733 (mesa) tuita
Era apenas reprise da- Brasília (061) 223-5888 359-2979 359-2986
Os governadores do quelas cenas históricas para Classificados por telefone Pernambuco - Rua Aurora. 2l>5. sala 1216 - CEP 50050 -
Rio de Janeiro (021)580-5522 Lojas de Classificados
Nordeste estão afiadissimos gravação de um filme. Outras Praças (021) 800-4613 Boa Vista - Recife - Pernambuco - telefonei (081) 231-5060
- telex: (081) I 247 • AVENIDA
para a reunião da Sudene na E os moscovitas se empur- \\isos Religiosos e Fúnebres Paraná - Rua Prcs. Faria. 51 - conj. 505 - Centro CEP 80039 M. Rio Branco. 135 Lj. C. Tels.: 231-1580 232-4373.
próxima sexta-feira. ravam para ganhar como figu- Tels: (0211 585-4320 -• (021] 585-4476 Curitiba - telefone: (041) 224-8783 lelex: 4I50S8 COPACABANA
Ameaçam soltar os ca- rantes o cachê de 35 rubíos — Correspondentes nacionais Av. N. S. dc Copacabana. MO Lj. C. Tel.: 235-5539
chorros. Sucursais Acre. Alagoas. Amazonas. Espirito Santo. Goiás. Mato HLMAITÁ
US$ 1, no câmbio oficial. Grosso. Mato Grosso do Sul. Pará. Piaui. Rondônia. Santa
Urasilia Setor Comercial Sul (SCS) Quadra I. Hloco k. Catarina. R. Voluntários du Pátria. 445 Lj. L). Tel.: 226-8170
Edifício Denasa. 2o andar - CEP 70302 - telefone: (Oül) Correspondentes no exterior IPANEMA
LANCE-LIVRE 223-5888 - telex: (061) I 011 Buenos Aires. Paris. Roma. Washington. DC. R. Visconde dc Pirajá. 580 SI. 221. Tel.: 294-41w|
São Paulo Avenida Paulista. 777. I5°-16" andares - CEP Serviços noticiosos MfclKR
Do secretário de Política Econômica, Martinho da Vila, depois do show, fará 01311 S. Paulo. SP - telefone: (011) 284-8133 (PBX) - AFP. Tass. Ansa. AP. AP Do» Jones. DPA. EFE. Reuters. R Dias da Cruz. 74 Lj. B. Tel.: 594-|7lt>
telex: (011)37 516. (011)37 518 Sport Press. UPI. NITERÓI
Roberto Macedo, sobre a tese do quanto um circuito universitário nos Estados Minas Gerais - A\. Afonso Pena. 1 500. 7" andar - CEP Serviços especiais R. da Conceição. ISS L. 126. Tels.; 722-2030 717-9900
"Deve ler alguém deferi-
pior, melhor: Unidos. 30130 B. Horizonte. MG - telefone: (031) 273-2955 - lelex: BVRJ. The New York Times. Washington Post. Los Ange- TI JIX A
dendo essa tese. Se passasse pela minha A Central Elétrica de Furnas está ex- (0311 1 262 les Times. Le Monde. El Pais. LÍÈxpress. R. General Roca. SOI Lj. U. Tel.: 254-8992
banca na USP. eu reprovaria." portando know-how para Angola. Para
O prefeito de Goiânia, Nion Albernaz, instalar o sistema de telecomunicações Pre^es de Venda Avulsa em Banca
quer impedir que o Congresso aprove o
Atendimento a Assinantes ©JORNAL DO BRASIL S A 1991
que servirá de apoio à Usina de Capanda. Estados Dio util Domingo
dispositivo do Emendão que reduz o A visita do jornalista francês Domini- Telefone: (021)585-4183 Os textos, fotografias e demais criações intelectuais publica-
ICNIS tios municípios em 20%. Começou RJ-MG-ES-SP 350.00 500.00 dos neste exemplar não podem ser utilizados, reproduzidos,
que Lapierre ao Brasil foi um sucesso. PR.SC.RS DF 550.00*" 700.00 De segunda a sexta, das 7li ãs I7h
a mobilizar a Frente Nacional dos Prefei- Seu livro Muito além do amor esgotou a 750.00 "" Sábados, domingos e feriados, das ?h ãs 11 h apropriados ou estocados em sistema de banco de dados ou
tos. primeira edição em uma semana. GOMS.MT " 550.00 Exemplares atrasados JB processo similar, em qualquer forma ou meio mecânico,
Pelas contas do secretário extraordi- O vice-governador e secretário de AL.SE BA.PE 650.00 750.00 De seaunda a sexta das lOh ás 17h eletrônico, microfilmagem, fotocópia, gravação, etc. sem
Telefone: (021)585-4377 autorização escrita dos titulares dos direitos autorais.
nãrio de Programas Especiais, Darcy Ri- Transportes de São Paulo, Aloizio Nunes Demais Estados e Entrega Postal 700.00 900.00
beiro, os Cieps entrarão na Era da lnfor- Ferreira Filho, participa amanhã, no Rio,
málica em março do ano que vem. A do seminário de qualidade de vida, trans- EmCr$1.00 Segunda 'Domingo Exocutiva (Sogunda/Sexta-Feiru)
idéia é adotar o projeto das escolas ame- portes e desenvolvimento, no BNDES. Entrega Domiciliar Mensal Trlmestral Semestral Monsal Trimestral Somestral
ricanas com ajuda dos empresários do Do deputado Roberto Campos (PDS- Prepo Prepo Preqo 3 Prepo Prepo Prepo 3
Rio. RJ), sobre a crise e a equipe econômica: A vista A vista Parcelas A vista Parcelas A vista A vista Parcelas A vista Parcelas
A Atlantic e a Fundição Progresso dão "É melhor mudar a filosofia tio
que mu- RJ-MG-ES-SP 11 100.00 33 300.00 1843400 66 600.00 27 108.00 7 700 00 23 100.00 12788.00 46 200.00 18805.00 ^
início no dia 8 a uma série de workshops dar os filósofos." PRSCRSDF 17 10000 51 300 00 28 398,00 102 600 00 41.761.00 12100.00 36 300.00 20095.00 .72 600.00 29 550.00
sobre produção de vídeo no Brasil. O prefeito Jaime Lerner. criticado por
GOMS.MT 17 30000 51 900.00 28 730.00 10380000 42 250.00 12 100.00 3630000
A entrega do Prêmio Shell será. dia fa/er obras apenas para a classe média 20095.00 72 600.00 29 550.00
12. no Canccào. A greve dos funciona- curitibana, resolveu reagir. Começou a AiSEBAPE 19 900 00 59 700.00 33 048.00 119 400.00 48 599.00 14 300.00 42 900.00 23 748.00 85 800.00 34 923.00
rios do Teatro Municipal impediu a rea- urbanizar a Vila Pinto para transformá-la Dfcrnais Estados e Entrega Postal 21 800.00 65 400 00 36 204.00 130 800 00 53 240.00 15 400.00 46 200.00 25 575.00 92 400.00 37 610.00
lização do evento no seu espaço tradicio- em bairro integrado à capital paranaense. Assinaturas a PREÇOS PROMOCIONAIS. Cartões de crédito: BRADESCO. NACIONAL. CRf DIOARD. DINERS.'
nal. O homenageado deste ano, Animo, céritel Consulte o atendimento a assinantes, telefone: (021) 585-4321 ou o seu Agente OLROCARD. CHASE CARO. PERSONN MJTE e AMERICAN EXPRESS*
Mure fio Pontes, com sucursais \ \enda dc assinatura* no\a> e renovadas, a^sim como a entrega dos exemplares, exceto nas cidades do Rio de Janeiro e lk!o Horizonte, sào dc inteira responsabilidade de agentes locais. Lm caso de I
reclamação não solucionada pelo agente local, favor entrar em contato com o JORNAL DO BRASIL pelos telefones (021) 5SS-434I 580-8243. »
*7
JORNAL DO BRASIL I" caderno

Grampo7 alerta atividades de espiões no Brasil


para
—— latores itores que influiuinlluiu no 110 crescimento
drêscimcnto dn da tP' «. ~
I iiscottcelo (Juadrós indústria da espionagem, carcatcrizada carcatcrizada r umas contra araponms estão em expansao
de
ili. 11111
um lado pelo grande número de de snoPauio — MunioMenon saoPauio —j c Bralií
SÁo
SAO PAULO PAI io A inalila
inédita dcsco-
deseo- arapongas e. de outro, pelo aumento aumenlo Se por um uni lauo sistema ue
lado o shiemn icicionia
de telefonia ¦> - nenhum aparelho que aponte eom com 100%
..... ,1.. il:is
das LMiiiiri";.'i5
empresas ili'i,nnir'i.,^niiinMu.'m
de contra-espionagem brasileiro é
c vulnerável e
C suscêptí.ve'
susccpll.vel ilecerte/:ialAistcni-iaili?mmmn de certeza a existência dc grampo. Todos, 1'inliVi
herfii de um t;rani/>o nò coração da
de São Paulo S A Essas empresas geralmente aluam com ação dos espiões de plantão, por outro, o sem exeessào. indicam apenas evidências
XèlecojiHinieaçòes
(Telespi revelou quê o sistema de tejej as duas funçõcsl U111 dos termômetros mercado favoreceu o surgimento de um de que a transmissão está funcionando
para medir esses serviços são os classill- egrande número de empresas de varredura de uma forma irregular, algumas delas
ibriia brasileira c extremamente vulne- equipamentos eletrônicos especiais, com maior probabilidade de tratar-se de
rável e alvo permanente de todos os cados dos jornais, que trazem todo o
tipo de sugestão indicando a escuta criados para locali/ar osfuncionam grampos — liga- grampo.
tipos de espionagem — dos bisbilliotei- como
ros que se escondem atrás de ama car- clandestina. "Quando mandamos in- ções clandestinas que ' Outro aparelho em uso; principal-
vestigar. eles detetives) uma simples extensão telefônica. Elas ^ lit' , m l§ffe mente por órgãos policiais, autoridades e
teira de detetive particular aos sofistica- (os alegam que são instaladas nos locais que permitam -"*"1HI
só põem a escuta nos aparelhos da pes- : executivos que querem ter a certeza de
dos arapongas que, apesar de terem ligar um llozinlio com cerca dez centi- de spill ±[ estar falando com o interlocutor Correto,
perdido sua função política com o llm soa que está contratando o serviço", metros entre o par de origem e um cabo é o Bina, que faz. aparecer em 11111 wsor o
da ditadura, permanecem encastelados explica Veronezzi. disponível. Uma vez conectado o çfcampo número do aparelho de onde está sendo
nos setores estatais mais visados Briga de arapongas — Mesmo — conheeiqo na linguagem técnica como
pela
assim, freqüentemente a Policia Federal — feita a chamada — o próprio nome lima
comunidade de informações. Por conta jumper clandestino pode ser estendido sugere que I) identifica A. I sso equipa-
da fragilidade do sistema, trombam por tem leito prisões em flagrante por viola- para qualquer local onde exista armários írfcjito, inventado há cerca de ires anos.
todo Brasil mais de dez mil detetives ção no sigilio nas comunicações. U111 de distribuição ou caixas aéreas e postes tem auxiliado a polícia a combatei tro-
particulares dedicados à espionagem dos maiores fraudadores da Previdência de saida das linhas telefônicas, tes. mas seu uso comercial está ainda
conjugai, comercial e industrial. A in- Social, o estelionatário Milton Mello O grampo ha estação da Telesp foi limitado por não ter sido aperfeiçoado.
Milréu, acabou sendo enquadrado por localizado com a ajuda de dois "equipa-
dústria da bishilhotice fez surgir tam- Para funcionar, o Bina tem de ser insta-
bem centenas de empresas auto-intitu- ter sido flagrado escutando o telefone mentos conhecidos como plwne guard e lado no aparelho telefônico do usuário e
ladas de contra-espionagem. do ex-superintendente do lnamps em miter. O primeiro é um dispositivo que Waldemar Marques aponta Rufino como um dos espiões na central telefônica onde ficam o par e o
'fftapoiigtis São Paulo. Tomaz Camanho Neto. funciona acoplado à linha telefônica e
A revoada dos rumo aos cabo.
NO mil quilômetros de fios que com- Apesar do crime de violação ser previs- corta a ligação quando há interferência empresa é subterrânea. Por isso, a varre- nados a descobrir escutas clandestinas, o O sinal mais claro de que pode haver
a malha telefônica tem to nos artigos 151 e 266 do Código de escuta clandestina. O segundo é um dura se limitou a fiação do prédio e TTRD, detecta as transmissões de escuta clandestina numa linha telefônica
põem paulista que
sempre como destino quatro pontos es- Penal, com penas que variam dc 2 a 6 medidor de amperagem, voltagem e ten- confirmou que o grampo só poderia estar ligações telefônicas e o não é. como se imagina, o chiado ou o
anos, a polícia tem dificuldades em con- são. que detecta o grampo'contra apontando acoplado 110 DG da Telesp, uma vez que para gravador barulho semelhante ao som de uni
pecifiçps: os armários de distribuição fuga de corrente. A escuta a Priu- não havia estações intermediárias. P5050,11111 analisador portátil, utilizado dor 110 aparelho. U sintoma do trava-è
(espalhados pelas ruas da cidade), as seguir a condenação dos criminosos grampo
foi descoberta com mais facilidade As empresas de varredura utilizam para medir oscilações e a baixa resistén- a baixa audição 110 telefone ,1a vítima
caixas aéreas (ponto de emenda dos porque nem sempre é possível apreen- eeton a linha
cabos), as caixas dc postes (a saída de der provas, como a fila cassete coin por que que alimenta o prédio da também outros dois equipamentos desti- cia das linhas. Não existe, entretanto, dos espiões.
linhas) e as estações telefônicas (bndé gravação das conversas. Diante desse
ficam os distribuidores gerais). Por es- impasse, a polícia tem fundamentado a
tarem instalados ao ar íi\re. os arma- acusação 110 artigo 155 do mesmo códi-
rios e as caixas são os pontos prediletos go. que tratatfi de crimes contra o patri-
dos detetives particulares. As estações, mónio (reclusão de 1 a 4 anos) e enqua-
por sua vez. abrigam os terminais das dra os arapongas em furto de energia PREÇOS BAIXOS
linhas telefônicas — a área mais sensí- elétrica, já que a escuta funciona exata-
vel de toda a estrutura e que. portanto, mente porque rouba a corrente do fio
deveria ser indevassável — e são eun- telefônico.
"O sistema é tão frágil
trolados exclusivamente por funciona- que para FOTOLÕGICA
rios credenciados da Tejespi Fdi numa fazer 11111 grampo basta alguém ter eo- É NA
dessas estações que a policia encontrou nhecimcnto técnico e ousadia para se
ponto inicial do grampo, contra a expor", diz o advogado Waldemar
Prineetori do Brasil Lula., uma multi- Marques Ferreira, dono da empresa Cobrimos as ofertas da concorrência
nacional de consultoria que diz ter so- Seginar, que localizou a ligação clan-
frido prejuízos de milhões dc dólares destina contra a Princeton c denunciou CRÉDITO PRÓPRIO ATÉ 4 PAGAMENTOS COM A MENOR TAXA
com o vazamento de informações sigi- a presença suspeita de 12 militares — os
losas sobre transações comerciais. chamados arapongas — encrustrados
Ancorada na rede telefônica — o na máquina da estatal paulista. Um SHARP PHILIPS )gradiente DUPLO CASSETE SANYO
setor de informações mais importante deles, o coronel Raul Rufino Freire, è so ligar C ACTO REVEKSE
CONTROLE REMOTO
para qualquer tipo de investigação — que trabalhou para o Serviço Nacional Caliber
uma verdadeira de Informações (SNI) e que ainda pres-
'camufladoslegião de espiões, geral- taria serviços para a Secretaria de As-
mente com jalecos das con-
cessionárias de telefonia ou passando-se suntos Estratégicos (SAE). é responsá-
por funcionários de empreiteiras dc vel exclusivamente pela zeladoria de
obras, se empenha na instalação de prédios, mas tinha acesso livre aos ter-
equipamentos de escuta para cumprir minais dos Distribuidores Gerais atra- ......zmLm
contratos de serviços e abastecer uma vês do ligádor Rivaldo Agripino dos VÍDEO CASSETE SANYO VHR 5200
clientela cada vez mais em moda no Santos. Marques diz que denunciou os ¦HHh função repeat, on scrcen, time com programação para
sysfÉM Gradiente .115W pmpo 6 ptog./l ano. 122 canais VHF/ÜHF/TV A CABO
país. A espionagem mais comum é refe- arapongas porque sempre combateu o DS 900 DIGITAL
rente a casos conjugais ou disputas la- grampo telefônico, mas durante 20 VIDEOCASSETE SHARP VCIOM A vista
timer para 8 programas/l ano, avanço quadro a recciver AM/FM digital 24 memórias, toca discos
miliares por herança ou partilha de anos. os últimos deles como chefe da TV 14" PHILIPS modular, 4 caixas acústicas, rack opcional.
bens. Mas tem crescido a clientela á Divisão de Segurança da Telesp, convi- quadro, câmara lenta, busca indexada, PAI.-M/NTSC, sintonia eletrônica, 82 canais VHF/UHF, indicação de Avista
111 canais VHF/UHF/CATV função na tela. H259.000,
procura de informações nas áreas eo- veu com os militares e a espionagem.
mercial e industrial, estimulados pela Marques é conhecido nos meios poli- A vista A visla
concorrência. Segredos bem guardados ciais como espião e suspeita-se que déçi- rwmiin
671.
sobre marcas e patentes, estratégia de diu delatar porque rompeu com antigos
"Na verdade, 335. 192.000, ou 2 x 370.000, fixas = 740.000,
marketing, inventos a serem lançados companheiros. por alga- MM n ma
no mercado e detalhes de composição 111a razão, houve uma briga entre os TÁRGET
¦•de novos produtos estão sempre na mi- arapongas", diz um policial. ou 3 X 146.284, fixas = 438.852, ¦ . .
— -— »»
ra desses profissionais da bisbilhota- Sem resposta O mais grave
. .gêm. na constatação da espionagem comer-
Espiões famosos — Calcula-se ciai contra a Princeton foi a descoberta
apenas em São Paulo existem mais do grampo num dos Distribudores Ge-
que rais (DGs) dentro da estação da Telesp. RÁDIO GRAVADOR SANYO M2709
* de quatro mil detetives particulares 11- rádio AM/FM, saída para fone de ouvido, microfone
uma área desegurança máxima por 011-
t liados a um organismo conhecido por de só circulam funcionários credencia- embutido, pilha e luz.
Federação Nacional de Detetives Parti- dos pela empresa. Até então, só se tinha À vista
culares. cujo presidente é. euriosamen- conhecimento de espionagem telefônica RÁDIOGRAVADORSHARP.17WPMP()WQ-Cm0V SYSTEM GRADIENTE 80W PMPO DS600 DIGITAL
te. o tenente reformado da Policia Mili- em vias públicas 011 em duplo cassete com auto-tevetse no primeiro, recciver recciver AM/FM digital, 24 memórias, toca discos
prédios de usuá- AM/FM digital e relógio, compatibilidade para CD TV 16" PHILIPS ipodular, 2 caixas, rack opcional. EhUrXlItB
lar João Amaral, um conhecido rios do sistema. "Desde a empresa de 8 cm (3"). sintonia eletrônica, on seteen, 82 canais, VHF/UHF, Avista 45.700,
¦ araponga dono de ficha criminal que existe, nunca houve um caso idêntico. que %
' incluiu acusações de estelionato e viola- A vista memória programável pata ate 18 canais.
Nós ficamos surpresos e penalizados", A vista RACK PARA SOM
i çào do sigilo nas telecomnicações. diz o chefe do Departamento Jurídico 268.900, várias marcas
Amaral foi indiciado no inquérito que da empresa. Amaury Dal Fabbro. 292.000, 9.200,
"Mas HHH ou 3 X 115.900, fixas = 347.700, RÁDIO PHILIPS
; apura a espionagem contra a Princeton estamos seguros de não existe 209.900,
e é amigo íntimo de outro grande ara- espionagem lá dentro". que ou 3 X 127.507, fixas = 382.521, •
Bi portátil 7.700,
ponga. o espião grego Jorge Sellmas. O presidente da estatal paulista, Os- STRirá WALKMAN SHARP JC518
hoje foragido depois de ter sido conde- waldo Lopes do Nascimento Filho, in- auto-reverse
nado pela Justiça Federal por escuta dicado para o cargo há cerca de 11111 ano 45.600,
clandestina, contrabando e denúncia chefe da Casa Militar do CAIXA ACÚSTICA LAN DO 80W
falsa. Fm I l)S7. SeMinas informou à cú- pelo presidem
te Fernando Collor. general Agenor Pi!!! mod.380. 71.650,
pula da Policia Federal que um grupo Homem de Carvalho, limitou-se a ex- TOCA DISCOS LASER SHARP DX-R777X AMPLIFICADOR PROFIS. CIGNUS
de delegados aceitou o suborno de USS memória programável. para até 20 faixas na ordem
plicar, através de uma nota publicada desejada, laser de feixe triplo. AC 200 17 A Aftf\
milhão para não indiciar no inquérito nos jornais, que ao descobrir o grampo n \ saida p/4 caixas li I "í.f Ww;
que apurava um escândalo de compra a empresa passou o caso á polícia e dará A visla SYSTEM CCE SHC 55/SHC 7900
supervalorizada de ações, o evpresi- todo o apoio necessário á investigação. SYSTEM GRADIENTE 80W PMPO MS300 duplo deck, rádio. 4 «A F Art
—dente do Banespa, Octávio Cecatto, Até agora, porém, faltaram explicações toca discos, AM/FM, duplo deck, 2 cxs acústicas, tack t discos, cxs lilvidUUy
amigo do ex-governador paulista Ores- TV 20" PHILIPS opcional. CÂMARA KODAK 177 XF
sobre as reais funções dos militares deu- EEE0 digital, on scrcen, 82 canais VHF/UHF Avista
tes Quércia. tro da empresa, onde alguns estão há Cl 2 lilmes coloridos . 15.000,
ou 3 X 65.282, fixas = 195.846, A vista
, Embora tenha trabalhadado muito mais de 20 anos, ou uma negativa enér- CÂMARA MIRAGE 850
tempo como informante da Policia Fe- gica sobre a denúcia de Marques, que 179.900, com llash embutido...
deral e se orgulhasse ler servido à co- apontou 12 oficiais do Exército pres- MM 18.500,
228.000, ou 3x 77.900, fixas = 233.700, RELÓGIO CHAMPION 7 PULSEIRAS
, munidade de informações durante o pe- tando serviços junto á direção da Te- mm
riodo da repressão, "em nome da lesp. Pelo menos sete deles — os coro- 1 50/09 walch 7.600,
democracia". Sellmas acabou persegui- neis Wajter Cunha. Ner Augusto P CALCULADORA SOLAR SHARP
do pela própria policia e hoje vive refu- Pereira. Rufino. José de Alencar Dan-
giado na Grécia. C) delegado Marco tas do Amaral, Sady Erale de Alencar, EL 820 • Cl 4 operações 3.850,
Antônio Verone//i. superintendente da Domingues e Wladimir —, segundo LJ / DESPERTADOR ESKA
PF em São Paulo, diz que a \ulncrabili- Marques, têm uma extensa ficha de ser- Vidra 3.980,
dade do sistema de telefonia é um dos viços prestados ao SNI e a SAE. FORNO MICROONDAS SHARP H-2H2
Reprodução prato giratório, descongela, prepara e aquece. TELEFONE STARPHONE
DEjpíÂMEÍÍÍO ESTADUAL DE POUCiA Cl A vista cl teclas e memória 21.450,
fwS7sruro ÜC cniMiNAtisncA CAMARA MIRAGE AW 920 TECLADO YAMAHA PSS 50
TV 20" PHILIPS avanço e rebobinamento do filme motorizado, com cl 100 instrumentos QQ CAA
¦ 159.000, distintos íiy.OUv,
nmcr, 82 canais VHF/UHF, on scrcen. tampa protetora da lente, deslizante.
Á visla A vista CARTUCHO PHANTON
.rCrS ou 3 x 69.430, fixas = 208.290, 4 i°9os 11.350,
MiTil CARTUCHO PARA ATARI
MrMiIiIH
olivelti 32 jogos
TOSHIBA 16.500,
rrííffill CARTUCHOS PI PHANTON, DYNAVI-
SS2SSI SION, TOP GAME,
BIT SYSTEM m apa
a partir de 4I.09U|
i CARTUCHO PARA PHANTON
s KNOCK OUT (boxe) 25.000,
RÁDIO SANYO AM/FM/i
sintoniza todas emissoras
RTSX28 de TV 34.300,
MAQ. ESCREVER OLIVETTI ETP55 'TV MICRO SYSTEM TOSHIBA RÁDIO GRAVADOR ESTEREO
STEREO
. cam cspaço-lO"/12"/15", sublinha, centraliza à H"PHILIPS tcceiver AM/FM/SW1/SW2. equalizador gráfico e
direita, troca margarida, corrige. timer programável; on sctccn, 82 can.iis VHF/UHF karaoke. Meu Primeiro Gradiente II 59.900,
A vista A vista À vista ELETROLA SONATA
pilha e luz 22.300,
oriUMàc àa TOlil
232.000, 235.000, 95.000, CARTUCHOS MASTER SYSTEM
)• rtrasso:« par Bsa a maior variedade dç títulos
'. ¦ íÍÇíjíí í5«:: juViHS*»
a partir de ^ «j Qfkfü
bolo anexado a processo mostra como era o "grampo' shapes and columns XO.OvV,
rT"J™ • I ipanema: Rua Visconde de Pirajá, 111-Lj-ES 521-6240'
Intensivo e apostilas paia Auditor Fiscal do Tesouro C0PACABAINiA: Rua Barata Ribeiro, 774 • Lj • C ^ 235-4490 Plano 2 vezes = l entrada + 1 pftslüção
Atenção! Se você vai ;.izer o concurso de AFTN (Auditor Fiscal do Tesouro UÍQI00IC3 Plano 3 vezes 1 entrada t 2 prestações
Nacional), comece a se preparar j«i A Degrau Cultural preparou apostilas UIUIVIJIUO Promoção à vista, em cheque ou dinfieirò
básicas e está iniciando novas Aceitamos carta de crédito de consórcios Pagamento lacilitado com cheoue
turmas intensivas especiais. Não há tempo a
perder Provas previstas para dezembro. Informações na Central du Concursos " Vendas para todo Brasil ( Pagaimnto à vista ) Ofertas válidas até 0Õ/11/91 ou enquanto durj
(Praça Mahatma Gandhi, 2/2" andar * Cinelândia * 220-5715) rem nossos estoques
8 p I" caderno ? domingo, 3/11/91 Brasil JORNAL DO BRASIL

Leonel Brizola —XIV Cidades abrigam 75% da


já população
Tornou-se uma necessidade a retomada
destas publicações. Precisamos intervir e apresen- que já vivem nas cidades dificilmente se submeteriam a se mostram preocupados com o problema, 182 adniinis-
tar nossas razões e argumentos, para que, afinal, José ilc Arinuitéia voltar para o campo sem garantias de uma vida melhor. iram cidades com população de até 200 mil habitantes,
"Não acredito
muitas questões venham a ser colocadas nos seus O Brasil já tem 75% de stia população morando em que retornem mesmo com a ameaça de contra apenas cinco com I milhão de habitantes ou
devidos termos. Vivemos — o PDT e todos os cidades. São 120 milhões de pessoas vivendo e solirevi- que. ficando nas cidades, acabarão vivendo debaixo de mais.
que apoiam a nossa causa — o desafio de man- vendo nos núcleos urbanos e 35 milhões no campo. Essa pontes". Tanto ele quanto Bremaeker concordam que O canto da sereia que atrai os migrantes mudou de-
ter estes espaços, através dos quais nos expres- uni retomo ao campo só ocorreria num processo ivvolu- ritmo, mas conserva a melodia. O homem do campo é'
enorme concentração urbana coloca o pais no mesmo cionário. semelhante à coletivização da agricultura, or-
samos, para que a população disponha de todos atraído principalmente pelas promessas de melhoria na
plano de urbanização das nações européias, mas sem que delida pelo governo chinês em meados do século. E com
t os elementos para formar o seu julgamento. isso resulte em qualquer beneficio. Enquanto na Europa altíssimo custo social. qualidade de vida e maior padrão econômico. François"¦
campo e cidade convivem em harmonia, aqui as ondas de Bremaeker perguntou aos prefeitos a que eles atri-
O trabalho orientado por Bremaeker mostra uma buiam as pressões migratórias. Quase 63% responderam
migratórias apenas arrastam a pobreza do campo para a progressão dramática: em 1950, com pouco menos de 52
miséria das cidades. E o que é pior: os migrantes que milhões de habitantes, o Brasil tinha IX,8 milhões de que o grande lluxo de migrantes rumo ás suas cidades;
largam o campo já não sonham com eldorados como deve-se a expectativas relacionadas com fatores cconô-
Rio e São Paulo. Certos de que o sonho pode se tornar pessoas no campo. Ainda se podia falar no Brasil como micos e sociais, na seguinte ordem:
A inflação um pais ile vocação rural. Nestes 40 anos, a equação se
pesadelo, começam a inchar as cidades médias: hoje, os inverteu: a população total cresceu três vezes (o IBGE I) existência de indústrias e empregos; 2) melhor,
543 municípios mais populosos representam apenas estima 155,5 milhões de habitantes para 1991). enquanto estrutura de atendimento social (educação, assistência1
12,1% dos municípios brasileiros, mas concentram a população urbana aumentou seis vezes: 120 milhões. médica, cultura, lazer); 3) existência de comércio e servi-
61,2% da população do país. As marés migratórias são sempre crescentes, avassa- ços; 4) maior oferta de habitações; 5) melhores condições
e as
perdas Os números são da pesquisa "Como estão as cidades ladoras e varrem o país em todas as direções: entre 1960 e de vida; 6) melhor infra-estrutura urbana (saneamento,,
brasileiras", patrocinada pelo Instituto Brasileiro de Ad- 1970.900 municípios perderam população; de 70 a 80, já transportes),
ministraçào Municipal Hbam) e coordenada por Fran- eram 1.300; de 80 a 91,1.500 viram seus habitantes fugir. As esperanças que empurram camponeses para as.
çois de Bremaeker, economista e geógrafo que há mais A figura do retirante nordestino que aporta direto no cidades não duram muito. A realidade acaba por mos-
internacionais de 20 anos estuda os processos migratórios no Brasil. Rio ou em São Paulo ainda não desapareceu, mas está trar que não é bem assim. A cidade que atrai o migrante,
Mais que pessimista, Bremaeker se mostra alarmado."Um Ele perdendo espaço para algum tipo de migrante domésti- não tem condições de absorver toda a mão-de-obra que
não vê saída para a desintegração da vida rural: co. São pessoas que deixam campo ou vilas em direção a surgir. As possibilidades de atendimento médico são
A grande tragédia do povo brasileiro, nesta altura dos acontcci- trabalho emergencial sério e prolongado para reter as cidades de porte médio, centros polarizadores em suas mínimas; a infraestrutura urbana será cada vez mais
mcntos, é o triste papel histórico de suas classes dirigentes. Com efei- pessoas no campo pode surtir algum efeito em países da próprias regiões. deficiente, o alto custo das moradias vão pôr o migrante
África ou Ásia, mas na América Latina, e especialmente Vida melhor — O trabalho do Ibam, que ma- num cortiço ou empurrá-lo para as favelas da periferia.
to, as nossas elites apartaram-se de tal forma dos interesses legítimos no Brasil, não há mais o que fazer". Morando longe do centro, dependerá de precário e caro
penu os 543 municípios do pais com população superior
do nosso povo — e, por conseguinte, da Nação como um todo — que Sem reversão — O superintendente-adjunto do sistema de transporte para ganhar
a 50 mil habitantes, registrou que em 87.2% deles existe "Nos a vida. no que Bre-,
hoje se estabeleceu um verdadeiro abismo entre a grande massa da Ibam, Jamil Reston. também acha que são mínimas as forte processo migratório em direção às suas cidades. E macker chama de inversão: países desenvolvidos,
população e esta minoria, que se tornou cúmplice de um indisfarçável possibilidades de reverter este quadro. Para ele. pessoas dos 232 prefeitos que responderam a um questionário e os ricos é que moram nos subúrbios", diz.
processo de injustiça e de espoliação contra o Brasil e sua gente.
Não há como tergiversar a esse respeito. Não se trata de uma ques- Luiz Carlos David Angola Duque
" ¦taWaWWBWKBBMWKiailWWIIIIMIIIi III1! IWIWIIB iWIMWWWW
tão ideológica e, sim, de uma realidade concreta. Este quase meio
; século de pós-guerra não contém outra história senão esta: uma classe O crescimeroto
O crescimento
\\i mm %
dirigente atrelada aos interesses internacionais — que também são os IV
\ Vv|>. desordenado 4 :;|
seus próprios — como sócios menores e vassalos de um sistema eco-
' (em milhões de pessoas)
nômico iníqüo, desumano, alimentado pelo sofrimento de milhões {emmilhoesdepessoas) ;
; e milhões de seres humanos e pela depredação das potencialidades
de um país como o nosso, que tem todas as condições de construir
um destino próprio e grandioso. Habitantes
E o pior é que, a cada dia, tudo vem se tornando mais drástico
População
| e ameaçador. É a própria existência da Nação que vem se debilitando. urbana
A verdade pode ser obscurecida, pode tardar, principalmente em
função dessa gigantesca massa de propaganda que se despeja sobre
nós. Mas, um dia, ela há de vir à tona, por força do processo social,
de forma avassaladora, como ocorreu na Europa Oriental.
Este abismo que se criou entre o povo brasileiro e suas classes di-
rigentes torna-se uma tragédia ainda maior quando se constata que
nosso povo necessita, imprescindivelmente, que ao menos uma parte
de suas elites revise suas posições, faça uma autocrítica, mude. Enfim,
que se integre com seu povo, como fazem as classes dirigentes dos EUA,
da Alemanha, do Japão, da Suécia, da França e de tantas outras nações.
Nenhum empresário que se preze, nestes países, muito menos seus
governos, fazem quaisquer negócios ou acordos que representem um
aviltamento dos salários e da renda de seus povos ou que signifiquem
uma lesão a suas próprias economias nacionais.
É por isso que, no meu conceito, o maior obstáculo que temos
para sair da crise não é outro senão a dificuldade que encontram as
classes dirigentes brasileiras — empresários, intelectuais, militares, po-
'
líticos, etc. — em assumir corajosamente um processo de autocrítica.
; Ao contrário, continuam, cada dia mais, aterrados, mesquinha e egois-
ticamente, a seus interesses e, assim, vão construindo este desastre Bremaeker, Cleuler Jamil: a trinca do Ibam
C! eider e jamil: i/ue dissecou os municCpios
I bam que municípios
que está enterrando o nosso País. Não admitem soluções verdadeiras,
senão artifícios e golpes que mantenham seus privilégios. Figura de Odorieo
Montaram, nestes últimos decênios, uma máquina de propa-
ganda, uma poderosa mídia que, em matéria econômica, não é outra está em extinção
coisa senão uma espécie de A pesquisa do Ibam estudou, pela primeira vez, o habitacinal como as principais conseqüências da mi-
partido único. As maiores mistificações têm que acontece depois da migração. Com base nas res- fração. A figura de Odorieo Paraguassu como exemplo dos
sido feitas e sustentadas pelos meios de comunicação — salvo honro- postas dos prefeitos, derruba um dos mitos mais repe-
"Ninguém migra buscando especificamente melho-
prefeitos do interior entrou em processo de extinção. O
sas exceções —, a ponto de terem ajudado a implantar, em 64, uma tidos dos últimos anos: o que atribui aos migrantes o res condições de abastecimento de água, de esgotos, de personagem criado por Dias Gomes para denunciar as
ditadura de 25 anos, afirmando que era "para defender a democracia". aumento da violência urbana Depois de perguntar o transportes coletivos ou de ruas asfaltadas", afirma mazelas da política brasileira ainda encontra algum
São esses grupos das oligarquias brasileiras que, em regra, vêm que tem atraído a população do campo para suas François Bremaeker. "O migrante dificilmente os en- modelo pelo Brasil, mas outra pesquisa do Ibam apon-
cidades, Bremaeker quis saber que problemas o cresci- contra no local de origem e já está acostumado a viver ta para grandes alterações no perfil social e educado-'
dominando e manipulando os sucessivos governos. Seus mentores e nal dos administradores municipais. Ela foi feita junto
vivem inventando fórmulas, fazendo planos com seus mento exagerado trouxe para os municípios. A crimi- sem estes beneficios. Mas a verdade é que o acúmulo
propagandistas nalidade figurou em 6o lugar e é mais sentida nas a prefeitos eleitos para o mandato 89/92 e; segundo
sócios e "amigos" do exterior; no fundo, para manterem de joelhos, excessivo de pessoas em determinadas áreas da cidade François de Bremaeker, "mostra nitidamente que em*
' cidades do Sul e Sudeste. provoca uma série de problemas sanitários c ambien- relação a períodos anteriores registra-se uma sensível
exangüe, esta imensa Nação e, com isto, conservarem seus poderes tais, que fazem com que a infra-estrutura urbana seja
Das 725 respostas (cada prefeito pôde responder a melhora, o que tende a lhes conferir melhor desempe-'
e interesses. mais de uma) sobre as principais conseqüências da um elemento importante a ser atendido". nho na administração do município".
Nosso País, pela sua grandeza, foi ocupando, pouco a pouco, o migração para suas cidades, apenas 41 apontavam para
lugar da China dos mandarins. Dificilmente poderá haver sobre a Terra Verdade que ao criar Odorieo e seu bordão ("Povo
o aumento da criminalidade. Preocupações ecológicas de Sucupira"), Dias Gomes disfarçava suas críticas aos
uma nação tão espoliada como o Brasil. Somos, hoje, a maior área — cada dia maiores nas grandes capitais — também
As conseqüências
conseqtiencias governantes centrais. No período de ditadura, os cen-
; de extração colonial. Basta dizer que somos os maiores devedores. As não representam uma dor-de-cabeça para prefeitos de sores não permitiram críticas ao presidente da Repú-'
classes dirigentes, em conluio com seus "amigos" do exterior, endi- cidades médias: só 14 municípios dos 543 pesquisados numaro de respostas)
(Em número
(Cm rospostas) blica, um general, nem aos governadores, nomeados
vidaram-nos, insensatamente, locupletando-se das potencialidades relacionaram "danos ao meio ambiente" como uma pelo general. Restava o prefeito do interior, interessei-
das mazelas da migração. Na Região Norte, sob yigi- Problema
Problema total ro, vingativo, ardiloso, grosseiro e principalmente
' do nosso crédito internacional. Levaram-nos a uma espécie de servi- lância internacional por causa da Floresta Amazônica, alheio a quulquer assunto que não lhe representasse
dão com esta dívida, a ponto de sermos, agora, uma Nação coagida Falta de infra-estrutura urbana 184
somente três prefeitos demonstram precauções am- Falta de serviços
servipos sociais 124 vantagens pessoais.
e humilhada, da qual queimaram parte de sua independência. "O regime militar de certa forma estimulava esse
bientais. Falta de habitações
habitapoes 124
I O Brasil é um contexto escandaloso em matéria de justiça social Infra-estrutura - A maior prova de que cida-
Infra-estrutura Ocupação
Ocupapao irregular do solo 103 quadro. Criou-se a imagem de que o poder municipal
— que o digam os nossos dois últimos visitantes, o Papa João Paulo II Desemprego 79 era incompetente, o prefeito era ladrão, os vereadores
des dede porte pequeno/médio entraram definitivamente Aumento da criminalidade 41
e o Chanceler Helmut Khõl. Milhões de crianças com fome, vagando sem corruptos e os assessores ignorantes", diz Cleuler de
no círculo
circulo vicioso que já atormenta as grandes metrô- Redução
Redupao da qualidade de vida 39 Barros Loiola.
destino, milhões e milhões de famílias sem um palmo de terra para viver,
amontoados como cogumelos nas favelas e nas periferias. Poderes públi- poli| é o fato de que as mesmas coisas que atraem os
poli? Danos ao meio ambiente 14 Mudança de perfil — Mas o próprio superin-
migrantes também apavoram os administradores mu- Subempregos 13
Outros 4 tendente-geral do Ibam alerta que este quadro mudou!
; cos locais sem recursos sequer para os serviços essenciais. E a inflação, nicipais. Os prefeitos tiveram total liberdade em suas O estudo de Bremaeker (Perfil do Prefeito Brasileiro)
a crise, a recessão, a falta de trabalho e de perspectivas para os adoles- Fonto: Ibom/Contro do Estudos oe Pesquisas Urbanas
Fonte: Ibam/Contro Urbana*
respostas. E 69.2% apontaram a falta de infra-estrutu- constata ser bem maior, atualmente, o número de
centes e jovens, fazendo-nos mergullhar num mar de violência, de cri-
ra urbana, a carência de serviços sociais e o déficit prefeitos que são profissionais liberais ou administra-
minalidade e na reação cruel e insana das matanças indiscriminadas. dores, em lugar do latifundiário com seus currais
i Ou estas classes dirigentes fazem uma autocrítica e mudam, ou eleitorais. "São pessoas acostumadas a gerir seus prór
vão cair, como caiu a "nomenklatura" na Europa Oriental. Este sis- Prefeitos marcham sobre Brasília prios negócios e que usam essa experiência para admi-
tema econômico injustamente imposto sobre nós nistrar a prefeitura". Em 1973, auge da ditadura;
pelos vencedores da Pressionados pela bomba-relógio da migração e benéficas para o governo federal, na medida que cen- 11,6% dos prefeitos do pais exerciam profissões de
guerra (não fomos nós também vencedores?) está decrépito e exauri- pela falta de dinheiro para tocar obras de infra-estru- tralizam mais recursos no poder central. caráter liberal. Hoje, são 41,1%.
I do. Hoje é o próprio povo norte-americano — e até mesmo alguns de tura urbana, os prefeitos se vêem diante de outra Municipalista veterano, Cleuler Loiola afirma que A pesquisa apontou também para o aumento do
seus dirigentes — que constata e proclama que as regras de Breton- ameaça: O Emendão quer alterar a Constituição e a centralização sempre foi prejudicial aos municípios e nível de educação dos prefeitos atuais. Há 18 anos,'
1 Woods estão mortas e reduzir, de 25% para 20%, o repasse do ICMs para os representa risco maior quando se junta à incompetên-
que não servem mais nem mesmo para eles. informa Bremaeker, quase metade (49,2%) tinha apeT
O triste, em tudo isto, é que nosso povo vota e elege, cheio de es- municípios. Por isso, 2 mil prefeitos preparam uma cia. "E o governo federal, ao longo dos anos, já deu nas o curso primário, 33,8% o nível médio e apenas
. p> ranças. Depois, verifica que camadas e camadas destes eleitos che- marcha de protesto em direção a Brasília, nos dias 5,6 muitas mostras de incompetência. O pior é que quando 16,5% tinham algum diploma de curso superior. Entre
e 7. Eles querem pressionar os parlamentares para que o governo erra, é um erro fantástico. Há inúmeros os prefeitos com mandatos atualmente, 52,3% têm
gnm lá em cima e se tornam pretensiosos, cheios de si, donos da verda- não votem artigos do Emendão que retiram os benefi- projetos governamentais que ficaram pelo caminho, formação universitária, 32,4% nível médio e 15%
; de: outros são falsos, simples malabaristas; outros são até autoritários. cios conquistados pelos municípios na Constituinte. sem representar beneficio para nenhum município. Os formação primária.
Há, também, aqueles que, sinceramente, desejam mudar a realidade. Batizada de SOS Municípios, a marcha c coorde- exemplos mais evidentes são a Hidrelétrica de Balbina, Bremaeker não tem dúvidas de que a formação
Mas apesar de bem-intencionados, ascederam ao poder com idéias su- nada pelo Conselho Brasileiro de Integração Munici- a Ferrovia do Aço, as usinas nucleares". escolar e a experiência profissional dão maior preparo
perficiais e pré-concebidas que não têm aplicação entre nós. Por isso pai. Cleuler de Barros Loiola, superintendente-geral A descentralização significa, para Cleuler, mais
para o exercício da função. Mas destaca outro dadó
' do Ibam. organismo que tem prestado discreta ajuda à autonomia para fazer obras que considerem melhores. importante: ao contrário de períodos anteriores, mais
mesmo, assumem métodos e tomam decisões que, a rigor, não condu- mobilização dos prefeitos, diz que o objetivo imediato "É o
prefeito quem mais tem condições de saber que de metade (51,9%) dos prefeitos de hoje exerce pelá
; zem a nada, a não ser à manutenção do status quo. Dificilmente um da marcha é evitar mais uma mordida do poder central obras são prioritárias em sua região. Ele é capaz de
governante provindo das classes dirigentes conseguirá construir saídas no bolo de recursos destinados aos municípios. Mas saber com maior rapidez as necessidades de sua popu- primeira vez uma função política — e teoricamente,
para a crise, salvo se adquirir uma grande consciência e tiver a coragem outra intenção dos prefeitos é convencer os congressis- lação e quer participação mais ativa em obras de pelo menos, estariam livres de vícios c defeitos que
de fazer uma autocrítica como aquela a que nos referimos. tas de que as propostas contidas no Emendão só são saneamento, abastecimento de água, esgotos". sempre foram marcas da tradição brasileira.
Por exemplo, quanto à inflação. Nada do que foi feito, em 45 anos,
deu certo, simplesmente porque deixaram de enfrentar a causa
princi-
pai do processo inflacionário, que são as perdas internacionais de nossa
economia. Nem se referem ao assunto. E por quê? Porque isso impor-
taria em admitir a cumplicidade das classes dirigentes do nosso País Leve vantagem:
com os interesses internacionais.
Em suma, a inflação não será detida, nem controlada, ou, Viaje em dezembro e janeiro (alta temporada)
JB
muito menos, eliminada, enquanto não se encarar incisivamente
. a questão das perdas internacionais. Isto não quer dizer que outras pelos preços de novembro (baixa temporada) Assinatura
medidas não devam ser igualmente tomadas. Mas, sem um estan-
camento desta sangria, o que
podem, no máximo, é com-
! primir a inflação como uma Ürsoletur
' 1 Em turismo a número 1
mola,que em breve irá voltar
'
com mais força, deixando atrás Centro: Tel. 221 - 4499 ¦ Barra: Tel. 399 - 1137 (Kolibri)
de si um rastro de mais inisé- Leonel Brizola B Copacabana: Tel. 255 - 1895 s Nitcrói:Tel. 710 - 7401 (Contactur)
. ria e sofrimentos para o povo Governador do Estado Tijuca: Tel. 264 - 4893 ou consulte o seu Rio de Janeiro
do Rio de Janeiro Ipanema: Tel. S21 - 1188 Agente de Viagens
brasileiro.
Oferta de lugares limitados- Promoção válida para pagamentos à vista até 12 de novembro -
MANDADO PUBLICAR PELO PDT nas excursões Soletur rodoviárias e redo-aéreas. (021)585-4321
JORNAL DO BRASIL domingo. 3/11/91 ? Io.caderno ? 9

¦m u ii !> !¦

mLERIONAOm
H

mMPBÊMSOSM

TEM PRISCOS BAIXOS.

âS&XBÈÊÈÈBBSã
¦¦^aggggSEf;; - ií.

mm
h;«i
¦ii|'an n u
QUBKmHGMM
MULTI PROCESSADOR ARNO
PRO -O dois-em-um pam cozinha rápida e fácil. Com
ARNO super liqüidificador, para grandes quantidades, e pro-
MINIFORNO ARNO SUPER CHEF cessador para picar, ralar, triturar, moer ou fazer paté
MULTl PROCESSADOR ARNO TRIIVN MSC - Mais completo, moderno e versátil, pam lan- com os mais variados alimentos, em poucos segundos.
Três-em-um: Processador, Liqüidificador e Centrífu- ches e refeições rápidas. ^ AA BATEDEIRA CIRANDA ARNO
ga. O mais compicto aparelho de cozinha. à vista39.900, BCA - Possante e compacta batedeira de mesa, com À VISTA 32.280,
suporte. Corpo removível para ser utilizada como por-
tátil.
À VISTA 46,300,
À VISTA 20.170,
BATEDEIRA CIRANDA ARNO SUPER
BCS - Possante e compacta com suporte. Corpo rc-
14; 1 móvívelpara ser utilizada como portátil. J velocida-
I- 3
1 des, com acessórios adicionais.
Ml 1
t|i |
à vista24.370,
BATEDEIRA PLANETÁRIA ARNO
SECADOR ARNO BPA. Única batedeira de ação planetária de grande
ELIELA capacidade, especial para o preparo de massas leves ou
SEC - Portátil, é a pesadas. 5 velocidades definidas, controladas por
opção ideal para secar botão deslizante.
os cabelos com
rapidez e perfeição. À VISTA 64.370,
CAFETEIRA ELÉTRICA ARNO
KF. 24 - 24 xícaras. Prepara e conserva quentes, pelo
À vista 6.370, tempo que for necessário, até 24 cafezinhos de cada ver.
À VISTA21.560,
iiyjM
MULTIMIXER ARNO ^ft, ¦') SECADOR
MMA - Dois-em-um: batedeira portátil LIQÜIDIFICADOR ARNO MINITURBO
e mixer, de múltipla utilidade. Com prático LA - I velocidade, 260 U7?rrs de potência. Botão pulsar ¦ Ml ARNO
suportedeparede, , MTA. O menor
para agitação intermitente dos ingredientes. de todos os
A VISTA Zl.ÕOO, secadores lygg?
À VISTA 11J30, portáteis. Ideal
LIQÜIDIFICADOR ARNO para viagens.
LS - 3 velocidades controladas isoladamente por te- If 1000 V. de
cias. Botão pulsar. Copo plástico com capacidade para o potência, Bivolt,

AVISTA 13.410, A VISTA


9.370, MULTICORTE ARNO
LIQÜIDIFICADOR ARNO LE MCA ¦ Dois-em-um de múltipla ação. Cortador/
LE - Base console, com velocidades controladas iso- ENCERADEIRA raladorpara cortarem todelas, palha ou palita Espre-
ladameme. Botão pulsar. 5 velocidades definidas. medor de frutas pata extrair sucos de laranja e limão
ARNO com melhor desempenho.
FERRO AUTOMÁTICO ARNO EA-I -
FA. fvrro a seco com novo design. À VISTA 17.980, Automática, basta à vista24.560,
inclinar a haste
À VISTA 10.990, para entrar em
funcionamento. U
Carcaça em
polipropilene com WJ
13 cm de altura
entra embaixo dosi
móveis e alcança tr
qualquer canto.
hi CORTADOR DE GRAMA ARNO
ESCOVA MODELADORA ARNO Para cortar todos os tipos de grama e plantas de
LM A - Escova e modelador/alisador para dat forma caule macio. Moderno sistema de corrc com fio
e volume, alisar ou retocar penteados. hi \
ii Avista31.300,
VISTA 7.040, MULTITOST ARNO
¦ Tosta automaticamente
e rapidamente fatias de pão
de forma, pão francês cortado
/\% jjg fjvA ao meio, pão italiano em fatias
e panetone. Não desregula FACA
nunca e permite reoperaçáo ELETRICA ARNO
imediata. FEA - Lâminas auto-
afiantes. Corta e fatia
à vista 19.770, alimentos com
PREPARADOR DE ALIMENTOS ROBOT À VISTA 34.940, facilidade e perfdição.
ARNO Jsy jw
ROA - Múltiplas funções, pam processar pequenas
ou maiores quantidades de alimentos. Funções: pro- ENCERADEIRA
cessador, ralador/fatiador e batedor de massas e SUPERNOVA jyCyL
mau mese. a /*% ^ ^ ARNO
à vista 38,290, ESN - Com
-hastes paralelns-c
carcaça em
formato especial
que facilita a
limpeza. Desenhai
moderno.
ws I VISTA 14.270,

ASPIRADOR PORTÁTIL ARNO


APA • Equipado com acessórios úteis nos mais varia-
dos tipos de limpeza.
LAVADORA LAVETE ARNO
ESPREMEDOR DE FRUTAS ARNO LAVL - Sistema de turhilhonamento que lava melhor À VISTA 30.870,
EFA. Com jarra fume transparente e resistente a e não estraga o tecido. Lava e enxágua até 4 kg de
choques, dotada de alça externa anatômica. Funcio- ASPIRADOR ARNO 1200
namento rápido, eficiente e seguro. Com interruptor à vista 53.900, AA • Super possante com sucção tegulávvl através de
pam ligar e desligar. válvula. Duas velocidades.
À VISTA 12c9009 LAVADORA SUPER ARNO à vista 58.960,
LAVV - Eficiente sistema de lavagem por turbilhona- l£3
NOVO ESPREMEDOR DE FRUTAS ARNO VIBRO MASSAGEADOR ARNO
mento, que lava melhore não estraga a roupa. Lava ASPIRADOR ARNO PAPA PÓ VMA - Massagem estimulante e
NE A - Único com jarra de alça embutida, degrau- e enxágua até 4 kg de roupa por vez, permitindo o mo- APAG - Eficiente, leve e prática Com acessórios para confortável da cabeça aos pés. Com
de capacidade. m __ ^ lho vários tipos de limpeza. quatro acessórios.
À VISTA 10,710,
vista 76.900, À VISTA 41.180, À VISTA 33.900, À VISTA 9.870,
Ofertas validas ate 06/11/91, ou enquanto durarem nossos estoques.
Apos, retornarão aos preços normais. ANOS
BREVE NOVA LOJA CAXIAS
AV. PLÍNIO CASADO, 235 - EM FRENTE À ESTAÇÃO

LEWNL_
CONrORTOE,
. ^ALEGRIA
r ,; .
• CÉNTUO ri '
*r, CINtl-ANDIA.' ? (,f)PA.C AIIANA
'JUUft CiHANUr *. MMAUUHf.lMA
* Mt.lt-H CAMPQr.RANI.lf ADURf.lMA • NOVA-ÍC.UA( U * NlTFROl
: . IHRA HUA CASA
* CAXIAS * BONSÜCESSO * PENHA .• * Dt PT ATACADO HüA
LOJAS TIME S SQUARE i 2-;,ANDAR LOJA OO DEPOSITO RUA ENG ARtUR MOÚHA 2bH T ERREO DONSUCP SSO t.Vlli PBXÍHO •HlíFNCi ARTlJR MOÜRA'W'*
CENTRÕ SUI PlIX
10 ? 1" caderno ? domingo, 3/11/91 Brasil JORNAL DO BRASIL JORNJ

América Latina espaço na imprensa dos E


EUA Iq
perde l> ml.> —Murilo
-• Monon V—'
s;io Paulo
São
Karina Pastore ^ termédio de um programa de TV
Rio deixa de semanal dedicado á música popular
SÃO PAULO — Para muitos sobri- POR1
tihos de Tio Sâw, a América Latina não brasileira. Esse programa é patroci- 20 anos, j
passa de um emaranhado de países Itabi- nado pela Riotur e elaborado pela
ser atração çons vêm
tados por cumachas. Que o diga o ex- produtora Brasil TV, com sede nos violento
presidente dos Estados Unidos Ronald ^ Estados Unidos e de propriedade do tente dui
Reagan. o mais célebre protagonista des- Mendes. Alem
turistas empresário Cândido Católica
te tumulto geográfico. Num deslize di- para do programa, a Riotur instalou re- está se d;
plomátieo, cm 1982, ele saudou "ao os brasi- zação oci
leiros com um entusiasmado ^ prefeito Marcello Alencar centemente um escritório em Nova
povo não acredita que campanhas Iorque sem ônus para a prefeitura, prevê Mil
da Bolívia...". O jornalista Lawerence O escritório fun- te do Co
Weschler, há 11 anos na Tlte New Yorker publicitárias de alto custo sejam o segundo Trajano. federaçãc
Magazine, garante que a confusão de meio mais eficaz para trazer de volta ciona junto com a sede da TV Brasil si fica a
Reagan e da maioria dos americanos não ao Rio os turistas estrangeiros. O e divulgará material publicitário do "sociedac
com
. acontece por falta de lições de Geografia, ^ presidente da Riotur, Trajano Ri- Rio, além de fazer contatos No fii
mas pelo mais absoluto desprezo com o beiro, lamenta as "perdas agências de viagens americanas. Valério^
terríveis"
que acontece abaixo do Trópico de Cân- em número de visitantes sofridas nos O presidente da Riotur informou e rezou n
cer. Weschler, denunciou, na Assembléia de de Si
Geral da Sociedade interamericana de ^ últimos anos pela cidade, que já foi ainda que a prefeitura do Rio pre-
presença
Imprensa (S1P), que o interesse da midia o maior atrativo na venda da marca tende explorar nos próximos meses Isto só f
de seu pais pela América Latina, além de Brasil no exterior. Mas Marcello de- o filão do turismo dirigido, que in- reforma i
reduzido, tende a diminuir ainda mais. fende a tática das ações dirigidas clui o turismo dirigido. Para 1992, a excluiu o
Na reunião, há uma semana, o incon- Riotur está estudando a possibilida- çons e ao
formado Weschler, de 39 anos, pergun- para reverter o quadro negativo. Dá confraria
como exemplo o convênio que lir- de de veicular programas semelhan-
tou a sua colega Karen de Young, edito- tes ao que é exibido nos Estados munhão.
ra-assistente do Washington Post, o mou recentemente nos Estados Uni- Unidos em TVs a cabo da Europa. mas as ri
porquê de tanto descaso com a América dos com comunidades negras, para A idéia é que esse programa seja persisten
Latina. A jornalista, conta cie, foi taxati- I ^'Ml0 Eme
va: "A promover o chamado turismo étni- veiculado inicilamente em países de
grande história latino-americana ^ co. Através desse acordo, cerca de língua espanhola e, numa etapa pos-
maçons i
c a democratização; e esta é uma história nismos d
chata e aborrecida". De uma monotonia 10 mil negros deverão visitar o Rio terior, em do Norte europeu.
tão grande como assistir a um bando de "/4s TVs apaíses
cabo do Norte europeu
mento ca
até o final de 1992. sa. Aléi
formigas atravessando a rua, disse Ka- têm um um volume imenso de assi- diálogo i
ren. Os americanos usam um famigerado Trajano Ribeiro informa que a naturas e esse co)da C
,/<-¦¦¦¦¦ . público é seleciona-
quarteto de letras para descrever como imagem do Rio é divulgada há dois do", comentou o presidente da Rio- tende mi
ficam entediados quando o assunto é ^ anos nas cidades americanas de No- tur, que dentro de 15 dias divulgará licos e m
América Latina: MEGO (My eyes glaze "im?™*,,, va Iorque, Nova Orleans, Boston, o montante investido este ano para Esp:
over), quer dizer, "não consigo manter II ajudoi
meus olhos abertos". Los Angeles e Washington, por in- divulgar a imagem do Rio. mento, v
'eselilor
Fora do mapa — O desdém dos Weschler
H lanienttt, mas diz que os jornais repetem
lamenta, reflelem desinteresse do leitor americano mas div
Estados Unidos com a América Latina
está confinado a um círculo vicioso, diz
Weschler. A imprensa não dá muita im-
portância porque ninguém se interessa e
nenhum americano se importa porque
não há reportagens... Assim vai: até a
estarrecedora constatação de que nos úl-
timos cinco anos, a CBS (uma das três
mais poderosas nelworks dos Estados
Unidos, ao lado da ABC e NBC) fez
apenas três reportagens sobre o Brasil:
duas sobre os ianomãmis e uma sobre a
violência no Rio. "A emissora sequer
mencionou as eleições, um acontecimen-
to tão importante", lamenta o jornalista.
Quando o presidente George Bush
veio á América Latina, tio final do ano
passado, a Time, uma das mais impor-
tantes revistas americanas, dedicou ape- BP-
nas dois parágrafos a sua visita. A News- ^ A ^ ¦
week sequer mencionou o do
"Era como se elepériplo
estivesse
presidente.
fora do mapa", ironiza Weschler. Nos
últimos seis meses, a única notícia que os
telespectadores da NBC tiveram sobre os
primos pobres dos americanos foi sobre
a cólera no Peru. A CBS, no mesmo
período, sequer mencionou a existência
de vida na América Latina.
Descoberta — "Pergunte à mídia
americana por que ela não se dedica mais ^L M' ^k JHI|
aos latino-americanos e ela logo respon- v| -¦~"l*M ¦
derá: 'Não temos dinheiro agora para
isso", afirma Weschler, referindo-se a re-
cessão nos Estados Unidos. A NBC
mantinha dois escritórios do lado de bai-
xo do Trópico de Câncer: um no Rio e
outro em Manágua. Ambos foram fecha-
dos e a cobertura passou a ser feita de 4À VISTA
V7ST4 OU A
OUA PRAZO, VOCÊ
VOCE SO SÓ PAG A
PAGA EM
EMU 11
Miami. Este ano, o "Agora, de Miami também
cerrou suas portas. a NBC co-
bre a América Latina de Washington".
O próprio Weschler só descobriu a
América Latina aos 35 anos. "Quando
você cresce nos Estados Unidos, parece
que o Brasil se resume a carnaval, selva
amazônica. índios e cobras", lembra ele.
Em 1987, decidido a escrever sobre tor-
tura , ele assistiu a uma conferência, em
Nova Iorque, do pastor presbiteriano
Jaime Wright sobre o livro Brasil: nunca
mais — um minucioso levantamento so-
bre prisões, torturas e assassinatos políti-
cos de 1964 a março de 1979. "Essa é
uma tremenda história".
Mentira — Pouco tempo depois,
pela primeira vez, ele desembarcava no
Brasil á procura das pessoas que, duran-
te quase seis anos, na surdina, fotocopia-
rara milhares de processos políticos do
Supremo Tribunal Militar de Brasília.
Nascia assim Um milagre, um universo/O ! QW
acerto de contas com os torturadores, a TV EM CORES SHARP 14" M0D. MOD. 1432
1432 TVTV EM CORES SHARP 20" WINNER MOD. 2035 2035 TV EM CORES SHARP 14" CR8 MOD. 1450 B
TV |
história de Weschler sobre a feitura de Quantidade: 9S ÀAvista
vista 193 900.
900. Quantldade: Quantidade: 190 ÀA visla
vista 239.900.
239.900. Quantttade: 120 ÀAvista
QuantíÜáde: 120' visla 239.900.
239 900. ||
Brasil: nunca mais. O Seatle Time com- || Quantldade!
"emocionantes
parou o livro aos mais ^
thrillcrS; de Costa Gravas". I ou 2 X H2i900y 225800 0u2x 139i900j|= 279 800.
139.900, ou 2 X 139l900y = 279 800. .-] :1
Weschler pôde, então, sentir na pele o
menosprezo dos americanos pela Améri-
ca Latina. Nos Estados Unidos, A mira-
cie, a wiivcrsc/Settling accounts witli tor-
turei, vendeu acenas 2 mil exemplares
(mil a menos do que a edição brasileira),
depois de ter sido publicado em capítulos SHARP ?J jp^
na Tlw New Yorker. Até hoje, a reação TECNOLOGIA SEM FRONTEIRAS
que mais entusiasmou Weschler partiu
de ninguém menos que Augusto Pino-
chet, o ditador chileno. Em sua visita ao
Rio, no início de 1991, numa livraria do
Barra Shopping, Pinochet folheou o livro
e disse: "Todo cs mentira", num arroubo
de corporativismo. O recorte de jornal
com a descrição da cena está hoje prega- wyti1
do no banheiro da casa de Weschler,
num subúrbio novaiorquino.
Privilégio — Irônico, o jornalista
diz que as atenções dos Estados Unidos-
•em relação à América Latina aumentam VIDEOCASSETE SHARP MOD. M0& 1094 B B B8| CONJUNTO CONJUNTO DE SOM SHARP MOD. SG 300 B 1 I|j
alguma coisa desagradável aos VIDEOCASSETE 4 CABEÇAS
quando "Aí, Quantidade: 80! Avista 104 900.
americanos acontece aqui embaixo. Quantidade: 95
9S Avista 900,
A visia 319 900. «¦¦ M'flftA I '
c tudo muito importante." Foi assim em TV EM CORES SHARP 20" CR MOD. 2050 B Quantldade:
TV
1983, quando Ronald Reagan apareceu Quantldade: Quantidade: 100 ÁA vista 269 900.
na televisão e disse que El Salvador era 900. \ QQ Qflfl ou 2 X VBlVVVl = 125.800. fj || 11
ou2x *«#vivWi= 379.800 NH m
tão perto do Texas quanto o Texas de
Massachusets. Que a Nicarágua estava ,159.900, SB |
mais próxima de Miami do que Miami I
de Washington. "Depois da segunda me-
tade dos anos 80, nunca mais se falou
sobre El Salvador ou Nicarágua", la- H |. f ¦'
menla Weschler. ~^."ito" ^
O descaso, filosofa Weschler, é uma
espécie de privilégio do Primeiro Mundo EM JUIZ DE FORA LIGUE:
sobre o Terceiro — um jeito de olhar de ORIENTAÇÕES AO CONSUMIDOR
cima para baixo. Movimento que se per- Ofertas válidas até 06/11/91 no Estado do Rio de Janeiro e Cidade de Juiz de Fora. Após esta data os
"um SEGUNDA A SÁBADO
petua dentro do próprio Brasil — produtosretornarãoaosseuspreçosnormais.Limitadasasqusntidadesecoresindicadasnosprodutos.
pais que é ao mesmo tempo rico e pobre,
desenvolvido e subdesenvolvido" — e na Forma de pagamento: 2 vezes = 1 entrada em 11/11/91 (através de cheque) + 1 pagamento a 30 dias. você tiver
Se voci tivei qualquer
relação da imprensa brasileira com a 213-5849/215-7956 duvlda liaue para o
dúvida liauo
"Por Todos os produtos deste anúncio possuem a garantia do fabricante, conforme estabelece o manual do serviqodeorientacAO'SERVIÇO DE ORIENTAÇÃO'
América Latina. que então os ame- Cônsul^
ricanos vão se preocupar com o que FORA DA ZONA DA MATA,- produto. PI Se AO CLIENTE Arjpul >2*
AOCUENTEArapul
acontece aqui, se nem os brasileiros se DISQUE A COBRAR (9032) Não vendemos para concorrentes e pequenos revendedores. o) (9021)771-2304 (90211771-2304
importam?", pergunta Weschler, repro-
Üíizindo a filosofia dos americanos.
JORNAL DO BRASIL Brasil domingo, 3/11/91 ? Io caderno ? II

Igreja e maçons tentam a briga de 200 anos


pôr fim Alnnra — K4aiirn Mattnc
Porto Alegre Mauro Mattos
Em maio passado, o arcebispo de Fio-
José Mitchell rença, cardeal Silvano Piovanelli, criti- Nomes confirmam influência
PORTO ALEGRE — Nos últimos cou o poder oculto da maçonaria num
Mozart, Dom Pedro I, Caxias, Charles Itália fascista ou a Espanha franquista",
20 anos, jesuítas, outros religiosos e ma- pronunciamento que disse ter o aval do De Gaulle c Salvador Allende, na história, e conta o padre Valério Alberton, estudioso
çons vêm tentando superar o clima de papa João Paulo II. Orestcs Quércia, Alceu Collares e Álvaro há mais de 20 anos do assunto. Mas, desde
violento confronto e rompimento exis- O grão-mestre da maçonaria e reitor Dias, na atualidade, todos têm em comum a queda da Cortina de Ferro, os maçons
tente durante 243 anos entre a Igreja da Universidade de Florença, Bernardo o fato de serem maçons. A maçonaria, com estão recriando lojas e se organizando no
Católica e a maçonaria. "A integração Di Bernardi, desafiou o cardeal a apre- milhões de obreiros (associados) em todo o Leste Europeu.
está se dando naturalmente. A harmoni- sentar provas, caso contrário, a luta en- mundo, teve c tem presença importante nas Entretanto, a Maçonaria tem livre
zação ocorrerá no decorrer do tempo", tre as duas instituições poderia recome- elites dirigentes. Quase todos os presidentes atuação em Cuba, onde Fidel Castro co-
prevê Milton Barbosa da Silva, presiden- çar. Desde então, um grupo de religiosos americanos foram maçons e, no Brasil, um manda o país há mais de 30 anos. Ao
te do Colégio de Grâo-Mestres da Con- e maçons vem tentando apagar o fogo mm terço dos integrantes do Congresso (em relatar a suposta contradição, o padre Va-
federação Maçônica, do Brasil, que cias- das divergências e contornar o problema, quase todos os partidos) e boa parte do lério valeu-se de entrevista do próprio Fidel
sifica a organização como uma conta o padre Valério. Judiciário e do Executivo pertencem à con- a frei Betto, em que o líder cubano contou
"sociedade discreta, e não secreta". O confronto histórico começou no fraria. No pais, são três milhões de maçons. ter sido salvo pelos maçons: surpreendido
No fim de semana passado, o jesuíta século 18 e agravou-se na grande cisão O governador do Rio Grande do Sul, com outros dois guerrilheiros por uma pa-
Valério Alberton, de 83 anos, fez palestra da maçonaria francesa em 1877, que ad- Alceu Collares, fará uma palestra aos ma- tralha do ditador Fulgêncip Batista e pres-
e rezou missa na loja da fronteiriça cida- mitiu ateus como seus membros e elimi- çons no dia 13, uma espécie de tes a ser fuzilado, Fidel foi salvo pelos
de de Santana do Livramento, com a "prestaçãopróximo
de contas", nas palavras do sinais maçónicos trocados entre um guerri-
nou o direito do culto à Deus e a crença
presença de grande número de maçons. na imortalidade da alma, indo contra a presidente do Colégio de Grão-Mestres da lheiro e um tenente negro, chefe da patru-
Isto só foi possível porque em 1983, a própria origem, pois os primeiros ma- Confederação Maçônica do Brasil, Milton lha. Fidel foi salvo e a Maçonaria, após a
reforma do Código de Direito Canônico çons eram católicos e responsáveis pela Barbosa da Silva. Revolução Cubana, continuou a existir.
excluiu os 14 cânones punitivos aos ma- construção das grandes catedrais euro- A reunião também será um passo im- O episódio é apenas um exemplo da
çons e aos católicos que entrassem para a péias. portanto para a unificação de idéias das influência direta ou indireta dos maçons. A
confraria, inclusive com a pena de exco- Em represália, Roma criou inúmeras : i-5-::. ¦?:; três principais correntes no país: Confede- Independência do Brasil e a Proclàrnação
munhão. As penas não existem mais, ração Maçônica, Grande Oriente do Brasil da República foram feitas pelos maçons
mas as resistências à aproximação ainda punições, inclusive a pena deexcomu- e Grandes Lojas Simbólicas. As adminis- Dom Pedro I e Deodoro da Fonseca. Os
nhão de quem se filiasse à confraria.
persistem, reconhece Milton Barbosa. Minoritária há mais de 100 anos, a cor- trações continuarão separadas mas a uni- líderes da Revolução Farroupilha, no Rio
Em contrapartida, são incontáveis os rente francesa atualmente eqüivale em dade de idéias, através de um Tratado de Grande do Sul, Bento Gonçalves e Gari-
maçons católicos e que atuam em orga- número de maçons à corrente inglesa das Reconhecimento e Amizade, é buscada por baldi, eram maçons.
nisinos da Igreja, como cursilhos e movi- Grandes Lojas. uma comissão nacional e já existe de fato No Rio Grande do Sul, quase 50% dos
mento carismático, revela Milton Barbo- em Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. atuais deputados estaduais são maçons,
sa. Além disso, o responsável pelo Para a aproximação da maçonaria Um traço comum das correntes maçô- informa Milton Barbosa. Na bancada fe-
diálogo religioso e ecumênico (linha cin- com a Igreja Católica, o padre Valério nicas brasileiras desde a sua criação é não deral, um maçom declarado é o deputado e
co) da CNBB, Dom Ivo Lorscheiter, pre- aponta, entre outros pontos, as constitui- aceitar mulheres como obreiros. Mas já há pré-candidato à sucessão de Collares, Jorge
tende manter as reuniões anuais de cató- ções de Anderson (documento funda- instituições maçônicas femininas. Alberto Mendes Ribeiro (PMDB). Há
licos e maçons. mental dos maçons) que exigem a crença Em Cuba — Uma das características uma tradição não-escrita de que todos os
Espinhos — O Concilio Vaticano em Deus e que para ser maçom a pessoa
"não da Maçonaria, por causa de seus objetivos chefes da Polícia Civil gaúcha devem ser
II ajudou a buscar um clima de entendi- pode ser um estúpido ateu, nem um de liberdade, igualdade e fraternidade, é a maçons, o que ocorre com o atual chefe, c
mento, viabilizou centenas de encontros, libertino irreligioso". A bíblia é o "livro "dificuldade de sobrevivência em regimes
maçom, delegado Newton Müller Rodrí-
mas divergências continuam a existir. da lei moral" dos maçons. Valério acha
Padre Valeria maçons ajudam na evangelização
aclia que magoris evungeliza<;ao ditatoriais, como a Alemanha nazista, a gues.

Jesuíta assume
defesa de maçons
Um trabalho de evangelização junto
aos católicos maçons e a convicção de
"a Maçonaria
que pode e deve ser um
auxiliar valioso da Igreja católica na
; & evangelização e na busca da fé". Estes
PEÇA CARTAO são os motivos básicos que levam o pa-
O
dre jesuíta Valério Alberton, de 83 anos,
a realizar estudos, pesquisas, palestras e
AMKSAQARAPUÃ iniciativas para a aproximação da Igreja
com a Maçonaria. Mas o padre ressalta
muito preconceito na pró-
que ainda há "Por
i ¦ pria Igreja. desconhecimento, há
E CONCORRA^ z bispos e até cardeais que dizem bobagens
i sobre a Maçonaria", diz.
* Ele conta que, há três anos, o cardeal
A Tomada da Sorte do Cartão Amigão está CA I Joseph Ratzinger, prefeito da Congrega-
| ¦
dando milhões em prêmios. Não perca tempo.^^^^^M ção para a Doutrina da Fé, de Roma,
enviou correspondência para a CNBB
Peça logo o seu para o gerente, e responda
perguntando se havia lojas maçônicas no
qual o nome do Cartão da Brasil que profanassem hóstias consa-
"Isto é
Quarto gradas e rezassem missas negras.
um absurdo, nunca aconteceu", garante
padre Valério.
do programa Ele é um dos 30 jesuítas em todo o
wmLX mundo que estuda a Maçonaria e um dos
raros no Brasil a realizar palestras cm
Sílvio Santos. Boa sorte. !¦ I* lojas maçônicas, como também o faz o
monsenhor Hilário Pandolfi. Membro
da Academia Maçônica de Letras, padre
MB V; / Valério escreveu mais de 40 livros reli-
giosos e outros 12 sobre a Maçonaria.
1 Seu primeiro artigo publicado continha
mi l DE NOVEMBRO. um erro espantoso. Afirmava que o Du-
|B^^W
que de Caxias não era maçom, até ser
esclarecido por centenas de cartas de que
BBI^| BH^HHBBHBHBBHBHBKHPf—» • *? -** -- —^ o Patrono do Exército o era efetivamen-
JpB®S®HHB®fflSHBHBHiBBBBHBBBBjj^ir te: "Cometi um erro por desconhecimen-
'J. to e este é um problema comum entre
jfl SEMP SEMP TOSHIBA
TOSHIBA ..^a.1 V. § religiosos, que criticam a Maçonaria sem
SIMNK UMA
uma SOLUÇÃO
soiufto MHHOR.
mhhor. H ""3SSSSST^ V_ IhHHHHh f; conhecê-la", diz.
I siMm
II — Mill I PnOSDOCIMO
PHOSOOCjMa I
'¦ 8BS m
A'XJAllWWQIJf A QUAUDADÍ QUF AVIO*
Avin#,M"'fc'f
MfRECf Vaticano ainda
veta aproximação
REFRIGERADOR Em 1983, um dia antes antes da apro-
PROSDÓCIMO vação do novo Código de Direito Canô-
TORHJBA 307 LITROS nico, que excluiu medidas punitivas co-
M0D.R31 mo a excomunhão dos maçons, o cardeal
Cores: Quantidade: Ratzinger distribuiu no Vaticano circular
determinando que qualquer católico que
& a I VIDEOCASSETE SEMP TOSHIBA
TOSHIBA i ft Branca
Branca 20 ~r —* entrasse para a Maçonaria estaria em
W
MOD. X 41M estado de pecado mortal.
ri J» Marrom 50 FREEZER
1 FREEZER HORIZONTAL METALFRIO
METALFRIO I I "Nossa luta inclui tentar mudar
* r^wl i ® a
. ;:M 1 Quantidade:
QuantidadKlOtt100 MHM Avista 174.900. MOD. M0D.HC429HC 429 LITROS orientação do cardeal Ratzinger", diz
j.j[j I 8B"^~'||M||
*7189
À vista 329.900, Cor: Quantidade; padre Valério, que em abril passado en-
1"' "i viou carta a Ratzinger, em alemão, para
Branca 60 facilitar sua leitura. Até hoje não recebeu
m 1 104.900, Á vista.278.900.'
££? %Metamo resposta e a circular continua em vigor.
|l 900
ou 2 X 189.900^
ou2x ilUtflVVVM 379.800, II
I H .-- %3SSC35»
¦r^Bti' 1 104.900, _ __ _ Como também não veio resposta até
|1 ¦ ¦ *»»»— ^ . 209 800, 4 £*£* AAA hoje do papa João Paulo II de uma carta
M f.\ 0u2x lUDl^UUy 333 800, escrita em 1985 por 35 maçons brasilei-
I ros, explicando o que era a Maçonaria.
Padre Valério relata que o atual presi-
dente da CNBB, Dom Luciano Mendes
de Almeida, quando secretário-geral da
entidade em 1982, telefonou para a edi-
tora Paulinas, desaconselhando a publi-
cação da segunda edição do livro Maço-
naria e Igreja Católica, de autoria de
Alberton e dos também padres jesuítas
v. M2QMCAMH0L j
.wàlità; Giovanni Caprile e José Benimeli (este a
3 ARIMO MâRCi OFICIAL maior autoridade mundial em Maçona-
D( iUTRODOMESTKOI ria). A primeira edição tinha sido um
sucesso editorial no ano anterior, lança-
da no Io Congresso Internacional Maçô-
-1 'IdJiM. * PROCESSADOR
PROCESSADOR fa nico do Rio de Janeiro.
~ ;i BATEDEIRA
BATEDEIRA ' --^MlfJ WALITA
WALITA R Os motivos alegados por Dom Lúcia-
J?
E 5 :^P? If \|B ARNO
ARNO , VENTILADOR
VENTILADOR llMB&P COMPACT
COMPACT fel no eram de que o livro não estava cum-
WMm^ / / FAET30CM
CIRANDA f MASTER
MWTE^ I prindo a orientação geral da Igreja e
Quantidade: 400 havia toda uma discussão pública sobre
Quantidade: 2BO / Quantidade: 140 o escândalo da loja maçônica P2. Padre
a CITON^ À vista 17.900, Avista 17 490. À vista 32.900, Valério escreveu três cartas para Dom
ou 2 X ou2x
^30CM^ ou 2 X Luciano, explicando que a P2 era caso de
policia, nada tinha a ver com a Maçona-
I ria e pedindo orientação sobre o suposto
10.900, 9.900, wauu .;, — descumprimento ã orientação da Igreja
= 21.800. = 19 800. p|mfi|iBi ^ no livro. Dom Luciano não respondeu,
assim como não atendeu os telefonemas
do padre gaúcho.
"Tive
que me valer de um amigo
general, Morivalde Calvet Fagundes,
presidente da Academia Maçônica Brasi-
leira, para que ele ligasse para Dom Lu-
ciano, intermediando um contato. Ai, ele
1 Luciano me telefonou. A conversa per-
¦:- ..__ BÔNUS AMIGAO: TELECOMPRaç mitiu que o assunto fosse tratado peja
Participam da Tomada da Sorle presidência da CNBB e pelos bispos as-
UMA ESCALADA DE DESCONTOS. DOMINGO sessores, que resolveram deixar a decisão
PHILIPS Is > Preço baixo garantido. desconto em novas compras 771 04S3 da impressão da segunda edição á carco
x g 1 Bônus Amigão, você transforma 771-6B68 da editora Paulinas.
efetuadas pelo preço à vista de
o seu desconto de hoje em nossa tabela de preços. SECUNDA A SEXTA "Inteligentíssimo. Dom
Consuk BRA8TEMP semer® desconto também na próxima 224-7696 Luciano tele-
TI<XIOL' *A :t Participação na promoção OCMAti LOCAU(UD€S DtSQUC A COêKAHlPOJH fonou depois ao editor, dizendo que po-
Nào tem comparação. compra. Tomada da Sorte, concorrendo
1 Bônus Amigão. é um valorem diam publicar nosso livro, mas sem fazer
a 4 carros 0 km e milhões muita propaganda da obra", conta o
CrS que se transforma em em prêmios.
padre, que deu risadas, junto com o edi-
tor, ao saber da orientação.
12 ? Io caderno ? domingo, 3/11/91

WILSON IKil I 1111 DO Dlrtlur de Knln\U


D Lan
JORNAL DO BRASIL
Fimdudo nm1801 DAÍ IO MAL I A — iditor
M. K. IH) NASC1MKN ro «RITO — Diretor Presidente
• ROSt NTAl, CALMON AI.Vt.S-~ iditor itecutivo
MARIA KKííINA 1)0 NASCIMKNTO HKITO — Diretora Executiva
I I I/. ORLANDO CARNKIKO — Diretor f Hrasilia) h'. rilN Al.DO DIAS — iditor Liecutivo (Hrasiliat
fifths

Mortos de Sobrecasaca
A Constituição determina que paru haver mu- Em 16 meses de parlamentarismo, só Tancre-
t\ dança de regime no país (do presidencialismo do Neves, mais por habilidade pessoal do que por
para o parlamentarismo ou para a monarquia) se excelência do sistema, conseguiu permanecer du-
faça um plebiscito no dia 7 de setembro de 1993. A rante nove meses; San Tiago Dantas foi rejeitado;
voz do povo, portanto, é o único juiz para tal Moura Andrade, aprovado, não conseguiu formar
mudança. Mas mudar a data do plebiscito, ou gabinete e renunciou; Brochado da Rocha prepa-
melhor, antecipá-la, para introduzir garganta abai- rou o plebiscito, caindo por divergência sobre a
xo do Brasil a poção mágica com que políticos maneira de realizá-lo; e Hermes de Lima, final-
apressados contam resolver problemas sazonais ou mente, depois da antecipação plebiscitaria e cm
estruturais, é aceitar alguns dos fisiologismos meio a uma crise de governabilidade, acabou de
atualmente suspensos no ar. enterrá-lo.
Tanta insistência na antecipação da data, à Se as condições dos anos 60 persistirem, e não
falta de melhor tema político para ser discutido, há dúvida que algumas delas persistem, uma repe-
cheira a inoportunidade. De todos os problemas tição pura e simples do modelo desgastado trará os
com os quais o Brasil se debate, a mudança de mesmos resultados. A péssima imagem do Con-
regime, atropelando fases já cumpridas e a serem
gresso é uma delas, pois dificilmente o eleitor se
ainda cumpridas, da transição cio autoritarismo convencerá que um poder tão vulnerável por suas
para a democracia, é o mais extemporâneo. É contradições internas terá condição de se superar e
como mudar as regras do jogo depois de o jogo segurar com acerto as rédeas do país.
começado, indiscutivelmente para alterar o resul-
tado. O Brasil tem hoje mais de 40 partidos, pulveri-
zados em tendências de difícil visibilidade. Mesmo
Se os defensores do parlamentarismo já alegam os partidos grandes são ainda fracos para delinear
que o atual presidente tem dificuldade de adminis- as tendências com que se faria o jogo parlamenta-
trar o país por falta de sustentação parlamentar, rista. Os focos de fisiologismo, plantados em quase Cartas
criando um clima de instabilidade, o mesmo argu- todos os gabinetes do Congresso, contribuem para
mento pode ser devolvido a eles, pois a inoportu- alimentar a má impressão do atual regime e sobre- Modernidade A homenagem, por mais que al- me no assunto por espirito dc justiça,
nidade do debate também cria um clima instável, tudo a desconfiança de que poderiam germinar guns tentem justificar, é um insulto ás pois nada me liga ao ministro Magri. a
só que agora na prática e não na teoria de se e O JORNAL DO BRASIL, em sua vitimas de Lampião. Dentro da mes- não ser certo ressentimento contra seu
mais ainda sob o influxo de um parlamentarismo edição de 16/10/91 exibiu, em meia ma ética confusa (bandido é igual a INSS. que há quase 11111 ano vem pro-
quando o parlamentarismo for adotado. de onde emana o poder. página, um anúncio com a imagem herói), breve teremos estátuas de bi- crastinando d pagamento de direito
Tão açodados têm-se mostrado alguns parla- caricata de um elefante cavalgado por cheiros e de traficantes nas favelas on- líquido e certo. Milton Nobre de Àlmei-
"de Brasília vive em outro mundo, outra realida- um jóquei. No alto. uma frase alusiva da Castro — Petrópolis (RJ).
mentaristas última hora" que começaram a de atuam. Outro lado negativo é a
falar em mudança de regime antes mesmo do de. Neste clima, vicejam com facilidade teses salva- à corrida para a modernidade e o atra- autonomia do presidente do BB para
so de uma minoria que luta pela defesa distribuir recursos dos acionistas. José Mestre Vidigal
segundo turno da eleição de 89, continuaram a doras, sem respaldo nos fatos. O parlamentarismo
do patrimônio nacional. A propagan- de Souza — Rio de Janeiro. Li no caderno Negócios e Finanças
falar depois da posse e ainda não pararam de poderá dar certo, sim, se forem criadas as condi- da, paga com o dinheiro público, apre- Brigido do JB um comentário sobre o livro
ções para seu crescimento, no momento oportuno. senta os resultados de pesquisa da Vox " ~fi$>1§; _B*rsiDo-> Gaslãio Vidigal um empresário mo-
papaguear, sustentando' alguns deles teses esdrú- Ele não é um coelho tirado da cartola, um truque Populi e do lbope sobre a venda da demo. Informa o texto que o biografa-
xulas como prorrogação de mandatos municipais e Usiminas.
ilusionista idealmente manipulado para salvar o do. que foi ministro da Fazenda do
outras jóias do fisiologismo. O primeiro desses institutos fez governo Dutra, defendia, lia quase 50
De fato, em boa parte dos países europeus, país do atoleiro e das dificuldades, sem esforço e sua pesquisa pelo telefone. Atingiu anos, idéias atualíssimas, que estão 11a
sem trabalho. portanto apenas a minoria que tem ponta da língua dos economistas de
tomados como exemplo de sucesso do parlamenta-
Além disto, o povo nem sabe ao certo o que acesso a este meio de comunicação. O plantão. Minha curiosidade há de ser a
rismo, os regimes bebem na fonte da estabilidade. lbope realizou 600 entrevistas pessoais de muitos: se há 50 anos o Sr. Vidigal
Transplantar esta estabilidade, como se fosse uma vem a ser o parlamentarismo e nem quais as suas com as classes A, B, C e D. Terão elas sabia o que era necessário fazer, e
tulipa rara, para o Brasil, num passe de mágica, é vantagens. Voto distrital misto na Alemanha é sido proporcionalmente representa- parece que não faz segredo disso, por
esquecer que realidades diferentes podem produzir uma coisa. No Brasil, sua prática só poderá ocor- das, num país em que a esmagadora que é que as coisas continuam exata-
rer depois de uma campanha de esclarecimento maioria vive na miséria? Quantos bra- mente como eram, ou até piores?
resultados desastrosos. O Brasil já teve duas expe- sileiros, destes que se sacodem nos Francamente, não dá para entender.
riências parlamentaristas, uma no Segundo Reina- que ainda não foi iniciada. Se mudar o regime, mas trens, cavam o chão com enxada ou Manoel Martins — Rio de Janeiro.
do e outra durante o governo Goulart. A última não mudarem as menlalidades que contribuem perambulam pelas cidades sem empre- No mesmo dia em que o JB anun- Autonomia
delas não pode servir de exemplo, porque o siste- para o desgaste do velho sistema, o povo tem todo go regular, sabem realmente o signifi- ciou a liberação de CrS 70 milhões
ma foi adotado como fórmula de compromisso o direito ae achar que estão apenas mudando a cado das palavras privatização, Usimi- Li o artigo do professor Júlio Lo-
nas e déficit público? Seus problemas e pelo Banco do Brasil para a constru- pes, intitulado Autonomia com respon-
para permitir a posse de um presidente que os sobrecasaca dos mortos para conservar os privilé- ção de um monumento a Lampião, o
preocupações imediatas estão distan- caderno Negócios e Finanças informa- sabilidade, publicado 110 JB de 7/10.
militares não aceitavam, sendo bombardeado de gios que em última análise, continuam a ser os tes demais deste complicado contexto. va: "BB registrou prejuízo de CrS 15 Considero muito útil que se discutam
dentro para fora, até sua exclusão através de um mesmos na monarquia, na república, em qualquer Qual então o intuito do governo bilhões em agosto." Não temos nada agora as melhores soluções para os
das formas que a elite julgar conveniente para se ao divulgar os resultados de uma p«s- contra o famoso Lampião, mas no problemas nacionais. E o professor es-
plebiscito que o apagou de maneira esmagadora quisa sobre um problema esotérico pa-
(9 milhões de votos, contra apenas 2 milhões). eternizar no poder. ra o cidadão comum? A intenção não é momento em que milhares de crianças tá nessa linha de conduta. (...) Apenas,
amor à verdade, desejo fazer um
passam fome, revolta-me o fato. Sei por
outra senão a de passar a imagem de pequeno reparo â sua declaração de
um governo democrático que segue a que de nada adianta meu desabafo e que o INSS. as Forças Armadas, a
voz da maioria. Mas, ao mesmo tem- minha indignação mas, por pouco que Petrobrás,
Volta à Realidade seja, não quero ter na consciência o "todas essaso vibrantes Banco do Brasil c a LBA,
po, cala a voz dos legítimos represen- remorso de ter-me calado diante de verno são agências do go-
tantes eleitos pelo povo e governa por mais um descalabro neste nosso Brasil, pagas por nós.
noma realização do leilão de ações da Celma, A firmeza do governo em afastar as barricadas meio de decretos e atropelos constitu- Esclareço porém que, na verdade,
V empresa especializada em reparos de turbinas lrajá o. Bastos — Rio de Janeiro. o Banco do Brasil, em face do seu
que se armaram à privatização das estatais contri- cionais. (...)
?
e produção de peças para aviões, adquirida por um buiu para mudar o clima em relação ao programa. Montado em um elefante, nesta ramo de atividade e por ser uma socie-
corrida sem vencedores, o governo É incompreensível acreditar que dade de economia mista, está excluído
pool de empresas lideradas pela Andrade Gutier- Como ficou claro no leilão e na posterior composi-
quer vender seus cavalos e manter os uma entidade como o Banco do Brasil desse conjunto, porque, ao contrário
rez, a GE e os bancos Safra e Boavista, o progra- ção preliminar do conselho de administração da financie a construção de uma estátua da afirmação do articulista, não recebe
paquidermes. Quem aceitaria comprar
ma de privatização do governo Collor decolou Usiminas, as alegações não passavam de premissas uma companhia falida e improdutiva? para o bandido Lampião, matador e si recursos do governo. Nem este,
definitivamente. O país passou a aceitá-lo com falsas. Ninguém, afirma o BNDES. Temos estuprador de centenas de pessoas. para que dispõe apenas de 29% do capital
tranqüilidade e, apesar das dificuldades, tudo pa- que vender o que dá lucro. E quem Tanta coisa boa a fazer no Nordeste e da empresa, seria tão bonzinho assim,
Nem a empresa, nem Minas Gerais, nem o escolhem uma tão desastrosa homena- deixando sem qualquer compromisso
rece ter voltado à velha rotina. pagará a conta? O povo brasileiro,
A jurisprudência firmada em torno do Progra-
Brasil saíram perdendo com a transferência do seu descido à força de seus melhores cava- gem. Aqui, vão quere uma também nesse sentido os demais 71% de acio-
controle pela União. Ao contrário, a eficiência da los: a Petrobrás, a Telebrás, a Vale do para Escadinha. Ilka de Miranda Mes- nistas do banco, entre os quais talvez
ma Nacional de Desestatizaçâo e da utilização das antiga diretoria será reforçada e estimulada pelos Rio Doce, a Usiminas e tanto outros. quita — Rio de Janeiro. também se encontre o professor.
moedas de privatização, a partir do leilão inaugu- ? O Banco do Brasil semestral-
ral da Usiminas, dia 24, aumentou a confiança dos novos sócios. O mesmo se pode esperar da admi- A corrida vai acabar. Os esperta-
Ihões e os jóqueis transnacionais apo- Li no JB de 22/10 que o Banco do mente elevado Impostopaga de Renda ao
nistração de muitas outras empresas estatais que Brasil e a Embratur vão doar a Serra governo, contribuindo com boa
investidores nacionais e estrangeiros na irreversibi-
passarem à iniciativa privada.
derar-se-ão de nossos melhores gine-
tes, fruto de quase mei século de luta Talhada uma estátua de Lampião, de seus lucros para o aumento parte das
lidade da privatização. Prova disso foram a forte igual à do Cristo Redentor. Não vou verbas federais destinadas às citadas
disputa pelo controle da Celma e o fato de o preço O Estado se revelou mau empresário em todo pela independência. Ficará o governo, repetir que De Gaulle tinha razão ao instituições, incluídas as universidá-
o mundo — a Leste e a Oeste. No Brasil, além de montado em seu elefante, correndo se referir ao Brasil, mas que continue- des. Sebastião Antônio dc Araújo —
ter superado em 40% o valor inicial (considerando atrás da modernidade. Jcan Picrrc von
os efeitos da mididesvalorização de setembro). mau empresário, o governo, por falta de recursos, der Weid — Rio de Janeiro. mos sempre a exigir mais verbas lá de Rio de Janeiro.
No caso específico da Celma, destaca-se que a se revelou incapaz de cumprir suas obrigações fora sob os mais diversos pretextos
? não dá mesmo para entender. Gilda Alceni x Sabin
General Eletric tinha pensado em desistir da com- básicas na área social e de segurança publica. Os jornais de 16/10/91 de Manaus Bccker — Rio de Janeiro. A propósito da polêmica ora pu-
pra, depois dos problemas jurídicos e políticos Agora, com os recursos obtidos na privatização ilustram denúncia do Sindicato dos Nuremberg 92
blicada nos jornais entre o dr. Albert
surgidos em torno da Usiminas. Produtora das (incluindo a economia dos custos financeiros das Petroleiros contra a Petrobrás, que Sabin, um dos cientistas mais respeita-
turbinas que equipam os grandes Boeings e DC-10, dívidas internas e externas que estão sendo abati- transferiu seu escritório regional para A julgar pela agitação das multi- dos do Século XX, e o ministro da
o aporte tecnológico da GE era do interesse dos Belém. Seus engenheiros afirmaram a nacionais ecológicas, envolvendo a Saúde, Alceni Guerra, este apoiado cm
das na privatização), o Estado não tem mais des- intenção da empresa de desativar a criação da Reserva da Biosfera da Ma- pareceres em que o eminente cientista
sócios brasileiros que participaram da privatização culpas para não recuperar a eficiência na área Remun, única refinaria do Norte do ta Atlântica, como precedente para re- defende a utilização de aerossol rio
da Celma, localizada em Petrópolis. social. país, que abastece 25% da Amazônia serva idêntica na Amazônia, 110 Semi- programa nacional de vacinação con-
Ocidental. A idéia é transformar a refi- nário Internacional sobre Meio tra o sarampo, reportamo-nos a uma
naria em um terminal ou entreposto de Ambiente, prestes a ocorrer no Hotel outra grande polêmica, de âmbito
venda. O Amazonas é o único estado Glória, no Rio, nascerá a viabilidade mundial, ocorrida na década de 50, em
Campus dos Horrores do Norte que produz petróleo, retira- política para as teses do Tribunal de torno dos trabalhos do mesmo dr. Sa-
do do Poço de Urucu, com 11 mil Nuremberg Ambiental e dos capacetes bin, que então lutava por longos anos
A Universidade Federal do Rio de Janeiro, que desse erro colossal. O Brasil ficou cheio de bacha- barris/dia. Qual o custo operacional verdes internacionais para serem apre- pela criação da vacina que hoje leva o
/v já teve seus dias de glória, a ponto de merecer réis que não encontram lugar no mercado de tra- desta transferência? Chega de desper- sentadas na Eco 92. urge que os bons seu nome, e que já erradicou quase
chamar-se Universidade do Brasil, acabou se balho. No outro extremo, conta com um enorme dicio do dinheiro público, que é desati- brasileiros unam-se em um movimento completamente do planeta a temível
transformando, para tristeza de seus antigos alu- contingente de analfabetos, cuja erradicação é ta- var uni patrimônio por motivos políti- de defesa contra quaisquer movimen- paralisia infantil.
cos. Pedro Bandeira do Vale— Rio de tos ecoentreguistas. José Ávila da Ro- O primeiro grande passo no com-
nos, num modelo preciso de tudo o que uma refa para muitos anos de luta. Janeiro. cha — São Paulo. bate â poliomielite ou enfermidade de
universidade não pode e não deve ser. Conforme Se não há quem lamente a redemocratizaçào Heine Medin loi dado pelo grande
mostrou impressionante reportagem publicada no A República mudou Magri está certo cientista americano Jonas Edward
do país, esta não devolveu ao campus, porém, o
JORNAL DO BRASIL, o campus da UFRJ, na verdadeiro espírito da universidade, cuja finalida- Lamentável sob todos os aspectos Muito me surpreende que até ago- Salk, que descobriu a vacina que leva
que até agora os embaixadores do ra nenhum entendedor dos processos seu nome. Ela é fabricada com germes
Ilha do Fundão, dá hoje mais a impressão de de — mais qualitativa do que quantitativa — é Brasil em Roma não tenham tido tem- de formação vocabular da língua por- mortos e aplicada por meio de injeção
valhacouto do que de complexo universitário. formar as elites intelectuais de uma nação. Os tuguesa tenha acorrido em defesa do intramuscular. Seu poder de imuniza-
po, ou dinheiro, para corrigir os dize-
Incrustrada num meio social problemático, últimos anos, na UFRJ e em outras universidades, res das Armas da República que se ministro Magri, ante a injusta e desar- ção é, entretanto, passageiro, com du-
dada a proximidade do Ct. .íplexo da Maré, a foram gastos com greves e toda sorte de política- acham inscritos na Embaixada do razoada crítica, cm tons de zombaria, ração de um ano. Em 56, o dr. Sabin
UFRJ tem sido golpeada por todos os seus fian- Brasil, na Piazza Navona: "República que lhe fazem certos comentaristas da descobriu a vacina com vírus vivos,
gem. Boa parte dos males que assolam a UFRJ dos Estados Unidos do Brasil. 15 de Tv, dos jornais e da política, a propó- atenuados, mas capazes de estimular
cos. De um lado, sofre os ataques constantes de deve-se, também, a posições demagógicas adota- sito do uso das palavras imexlxel (...) c nosso sistema imunitário. (...)
marginais, que se dedicam ao assalto e ao tráfico novembro de 1889." Desde 1967, no Mas as multinacionais haviam in-
das por reitores embriagados de poder. O critério governo do marechal Humberto de imprivatizável.
vestido muito vacina Salk, em esca-
de toxicos. De outro, padece das mazelas internas de eleição de reitores é um item que precisa ser Alencar Castello Branco, deveria estar Brigido Ia mundial, e na tudo fizeram para desá-
herdadas de administrações tão perdulárias quan- urgentemente reavaliado. escrito: República Federativa do Bra- creditar o dr. Sabin, gerando pânico
to equivocadas. sil. ao afirmar que a vacina Sabin era
Autonomia universitária não devia significar E já que estamos falando do nosso
Atualmente, a UFRJ é um elefante que cam- falta de bom senso. Ocorrências registradas na perigosa. (...) Para glória nossa, um
baleia ao peso de problemas difíceis de contornar. corpo diplomático, até quando o mi- médico brasileiro foi o primeiro no
UFRJ, no entanto, lembram mais curral eleitoral nistro Francisco Rezek vai continuar
Tem 11.500 servidores — 5 mil dos quais admiti- sendo embaixador itinerante e termi- pais a levantar a voz contra a crimino-
dos sem concurso. Noventa e cinco por cento da do que instituição acadêmica. Um reitor, para sa campanha. Trata-se do dr. Marti-
assegurar sua eleição, contratou dois mil favela- nar definitivamente com essas repeti- 11I10 da Rocha, na época catedrático de
verba de Cr$ 8 bilhões que o MEC lhe destina todo das e dispensáveis viagens ao exterior?
dos, sem qualquer qualificação, para trabalhar no Afinal, de que serve o imenso número pediatria da então Faculdade Nacio-
mês são gastos, conseqüentemente, com salários de nal de Medicina. Ele denunciou toda a
campus — transferindo assim ao contribuinte, au- de representações consulares e embai- trama em corajosa entrevista, sem
funcionários. Difícil é entender como uma univer- xadas brasileiras espelhadas mundo
sidade, em tais condições de descalabro, possa tomaticamente, o dever de pagar o preço da sua meias palavras. Em 59, o Instituto de
filantropia. Ao mesmo tempo, abriu aos favelados afora? Oscar da Veiga Filho — Rio de Medicina de Leningrado já estava em
cumprir os objetivos para os ouais foi criada. Janeiro.
A lamentável situação da UFRJ representa o restaurante gratuito do campus, antes destinado pregando a vacina. As multinacionais
apenas a alunos e funcionários, criando um encar- Estátua de Lampião foram obrigadas a recuar e hoje a
bem o fim da linha de um modelo falido — que de Pois fiquem sabendo os apressa- vacina é usada no mundo inteiro. (...)
resto comprometeu todo o sistema educacional go que a UFRJ não tinha condições de assumir. Em reportagem sobre o Jardim dos censores que, ao criar os dois neo- Esperamos que desta vez a polé-
brasileiro. Seus problemas de hoje remontam, na O resultado de todos esses delírios é o que se Botânico, há um mês, o JB noticiou logismos, não violou o ministro qual- mica em questão não esteja enconbrin-
verdade, aos tempos dos governos militares, quan- vê hoje. O campus da UFRJ tornou-se um terreno que o Banco do Brasil por falta de quer norma de formação de palavra. do novamente interesses inconfessá
recursos, havia suspendido a ajuda Em ambos usou acertadamcnte o pro- veis dos mesmos grupos
do, em detrimento do ensino básico, imaginou-se baldio, encoberto de lixo e matagal, por onde é que dava à instituição para recupera- cesso de derivação parassintético, mui- multinacionais. Dr. Rômulo César Ber-
um país habitado só por ignorantes diplomados. perigoso pasar — no mínimo pelo risco de encon- ção de um prédio histórico. No dia to conhecido dos alunos dc ginasial, redo — Rio de Janeiro.
Nesse período, na proporção do inchamento trar-se, ali, mais um produto das desovas de grupos 22/10, o JB informou que o presidente isto é, o emprego simultâneo do prefi-
de extermínio. O melhor papel que a UFRJ tem a do banco. sr. Lafaiete Coutinho, libe- xo in (que expressa negação) e do sufi- As cartas serão selecionadas para publica-
das universidades públicas, estimulou-se a criaçao rou CrS 70 milhões para construção da xo Vel (qie forma adjetivos). Exem- ção no todo ou em parte entre as que
das chamadas jaculdades-de-fim-de-seniana — cumprir, hoje, é servir como bússola para o minis- ¥ maior estátua do mundo, a ser erigi- pios: irrecorrível, imperdivej indizivel. tiverem assinatura, nome completo e legí
muito mais balcões de negócios do que instituições tro José Goldemberg. Deve seguir o caminho in- da èm honra de Lampião, em Serra imperecível, imexivel. O mesmo com vel e endereço que permita confirmação
educacionais. Hoje o país está pagando a conta verso ao que ela aponta. Talhada (PE).. os derivados de privatizar. Intrometo- prévia.
Opinião domingo, 3/11/91 q 10 caderno ? 13
JORNAL DO BRASIL

Empresas e
públicas privadas
se-ia atribuir a Pascal a versão de que Quem tiver alguma hesitação, ou
Barbosa Lima Sol>riiilio * a voracidade financeira tení razões (dúvida, a esse respeito, bastaria pas-
que a razão desconhece. O noticiário sar os olhos pela reportagem de Ri-
momento cie destempero de do leilão tanto sentiu a significação cardo Miranda Filho, publicada no
Num linguagem, eom q uc algumas de tão estranha operação, dando-lhe
JORKAl. DO IIRASIL do ultimo
vezes se diverte o presidente da Repú- a impressão de não houvera des- "BC adminis-
domingo, sob o titulo
bliea, ou se alivia de tensões íntimas, nacionalização que de seu eapital. quan- tra 75 instituições liquidadas". Dava
os empresários passaram por um mau do tudo está a indicar
que houve, na notícia de sociedades financeiras, ha-
momento, acusados de covardia e de realidade, uma troca de capital, turalmente privadas, que haviam sido
pas-
incapacidade, quando o roxo sobe à sando tudo para o controle do capital liquidadas peja antiga Superinten-
cabeça dos governantes ê lhes obseu- japonês. Uma questão que poderia ciência da Moeda e Crédito. Informa-
rece a inteligência, e até mesmo o ser totalmente esclarecida se houvesse va ainda a reportagem.
"O
Banco
senso das proporções, no julgamento maior empenho do povo brasileiro, Central havia decretado a liquidação
de uma ciasse que merecera de um ou de seus representantes, em esclare- de mais de 500 empresas". E acres-
sociólogo, como J. Schumpeter. apre- ccr todos os aspectos dessa mudança ccntava que um relatório reservado
çiação tão diferente das que tiveram de.dono com que se desfalca o patri- do Departamento do Controle de
oportunidade de ouvir do sr. Collor mônio público brasileiro, graças a
de Mello. Embora os termos ofensi- uma campanha de publicidade de que processos Administrativos e de Regi-
mes Especiais (DEPA) do Banco
vos tivessem sido compensados pela se ignora o custo total. Central, relativo a agosto passado,
natureza das compensações propor- li o curioso é que tudo se fez com revelava, no entanto, que existem,
cionadas, quando se vendia por um um argumento de fantasia, com a tese atualmente. 75 empresas mantidas
bilhão e setecentos milhões de dóla- do que se poderia classificar como a nesse regime especial".
res uma siderúrgica, como Usiminas, sublimação da empresa privada, no
Como se vê. o Banco Central de-
que custara ao povo brasileiro seis bi- momento mesmo em que se deblate- cretou a liquidação de mais de 500
lhõfs de dólares e que exigiria, se ra contra o empresariado, o que dei-
fosse construída agora, não menos de xa a impressão de que o próprio go- empresas. Empresas naturalmente
dez bilhões de dólares, no cálculo de verno brasileiro favorece o privadas. Em algumas, houve necessi-
um especialista como o sr.vEernando empresário estrangeiro, no "covarde momento dade de amparar até pelo grande nú-
Cotrim. Tanto mais que se aceita- mesmo em que considera e mero de operários que estavam a seu
"papeis serviço, foi o caso da Mafersa. entre
vam, como pagamento, po- incapaz" o empresário brasileiro. Na- muitas outras. Seria o caso de fazer
dres", na classificação do governador da mais que um preconceito ou uma um levantamento semelhante no
Brizola, sulicientemente depreciados, obsessão, que acaba se traduzindo em Cadáveres cuspidos
Banco do Brasil. Para se ver que a
para valer tão-somente quinhentos vantagens e benefícios para o exte-
•"milhões de dólares, li trocar dez bi- íior, tirando, com o desvio das rendas garantia dos êxitos das empresas pri- homens das cavernas, há doze ou treze passado: nacionalismos, velhos ódios an-
vadas entra, também, no capitulo das Fvrnamlo Pedreira * mil anos. cestrais, ignorância, atraso tecnológico,
Ihões de dólares por quinhentos mi- da Usiminas para o bolso particular esperanças e não das certezas. O Ban- níveis de pobreza e carências semelhantes
-ihôes de dólares era o bastante para- -do dono de suas ações, recursos que- Não há de haver hoje no mundo (es-
có do Desenvolvimento Econômico- H^Trstes-ctirtos anos, que noraproxf- peremos) quem não tenha visto na telexi- aos dos séculos 19 ou 18. Esses povos e
inverter os apódos do presidente. vão ser retirados das rendas públicas tem, no seu arquivo, casos numerosos JL^s mam do fim do século e do tnilè- são as imagens dessas extraordinárias paises são forçados a recomeçar de onde
Quem ficaria melhor afinal, com o do Estado brasileiro. Como preten- em que teve também a necessidade de nio. a Europa parece, mais do que nunca, descobertas e lido nos jornais o relato estavam há quarenta (ou setenta) anos.
título de incapacidade? Quem com- der que assim desfalcado de suas re- intervir, para evitar maiores prejuí-
inesperadamente presa ao peso da sua detalhado da sua importância e da sua Alguns, como a pequena Tchecoslová-
prava ou quem vendia a Usiminas? ceitas, venha a cumprir maiores deve- herança arqueológica, dominada pelos significação. Em Paris, o próprio minis- quiajá eram bastante cultos, indusiriali-
zos, ou para atender a operariado deuses de um passado remoto e reniten-
De qualquer forma, a melhor side- res com a Educação ou a Saúde numeroso. Esquecer tudo isso. na
tro francês da Cultura, Jack Lang ( uma zados e democráticos. Outros, quase to-
rúrgiea brasileira foi alienada por Pública? Há, em tudo isso. um racio- te. Duas forças igualmente formidáveis espécie de José Aparecido local), veio a dos os outros, como a Albânia, a
obsessão das privatizações, é que não disputam os destinos europeus: uma, pa- público explicar por que a entrada da Rumánia ou a Armênia, têm ainda muito
força de "papéis pobres" que redu- cínio que nem chega às raias dos abonaria nem o critério, nem o pa- ra a IVente. para o futuro, para a eons-
ziam o seu preço a vinte vezes o seu paradoxos, pois que tem a natureza grande catedral paleolítica de Cassis está a viver e aprender... I: há ainda a herança
triotismo de julgadores levianos. Há trução da Grande Casa Comum Euro- iioje mergulhada a quarenta metros abai- torpe de guerras antigas: fronteiras arbi-
valor atual. Não creio que operação de um disparate, de um absurdo de péia, do Atlântico aos Urais, sonhada xo do nível do mar, e havia por isso até trárias e artificiais, traçadas ao sabor das
dessa natureza venha a constituir mé- mentes desajustadas. Gastar mais, que exigir serenidade e equilíbrio, pa-
re- ra o prestígio das sentenças, se estão pelos estadistas desde Jean Monet e Ade- agora escapado á curiosidade dos pes- ambições e rivalidades de velhos impe-
rito para quem quer que seja, exceto, com menos recursos? Renunciar a em causa, tão-somente, interesses do nauer, até Mikail Gorbatchov. quisadores. rios carcomidos e corruptos.
ceitas para ampliar obrigações e des- O peso enorme desse passado stibita-
é claro. para os felizes compradores Esta força parecia (parece menos, No tempo das cavernas, lembrou o
próprio estado, interesses do Brasil.
que souberam preparar tudo. em reu- pesas? Essa mesma sublimação da enu- Ou-será que o que está à venda c o
agora) a um pequeno passo do êxito e da ministro, lempo em que começava a re- mente deseongeladora uulémi.i c u
niões prévias, para que tudo se pro- vitória, ainda há dois anos, no outono cuar a última grande glaeiação, os gelos agressividade de muitas de suas manifes-
cessasse da melhor maneira, li trocar presa privada não pode ser admitida próprio Brasil, em planos de privati- histórico de 19S9. Mas os homens põem do pólo cobriam ainda boa parle da tações (que estão longe ainda de se terem
sem maior exame, quando as duas zação que não levam em conta nem e Deus dispõe. Ou antes: a história põe, e Terra e o nivel dos oceanos (e do mar esgotado) alarmaram e desencorajaram,
dez bilhões de dólares por quinhentos
milhões só se justifica pelo fato de se
empresas, a pública e a privada, se mesmo o capital com que concorreu a pré-historia dispõe... Mediterrâneo, especialmente) estava cem num primeiro momento, boa parte da
revezam nos seus benefícios e nas o povo brasileiro? Ou será que vira- metros abaixo do atual. Eis ai, pois. uma opinião européia. Mas, hoje, vai sendo
tratar de dinheiro dos outros, de di- O grande ritmo da vida humana so- conclusão curiosa. A medida que se
suas contribuições. Há empresas pú- mos um país em que as maiores der- bre o planeta descobre hoje os europeus geralmente entendido que. com alguma
nheiro do povo. e de um povo indefe- como é o caso da aquece o clima do planeta e se dissolve a indispensável paciência, esses restos
blicas rentáveis, rotas passam a ser festejadas com assustados, não é o das marés, que se
so, com representantes que ficaram enorme massa de gelo das geleiras, uma iriam sendo absorvidos, ainda que ao
Como há empresas priva- sucedem e se alternam todos os dias, de
calados e omissos, e que terão de Usiminas. girândolas de foguetório? Com um parte do passado se descobre (sobre as preço de algum sangue e uma boa dose
futuro, silenciosa das que estão longe de valerem como seis em seis horas: é o das grandes gla- terras altas), enquanto outra parte é len- de suor e lágrimas.
responder, de pela povo de escravos, a trabalhar para a ciações, as lentas oscilações do clima ter-
cobertura que deram a uma operação modelos. Sc há empresas privadas tameule coberta pelas águas montantes, Mas isso riãp é tudo. ainda. Como
respondem desenvolvimento prosperidade alheia? restre ao longo dos séculos e dos milê- dos mares e dos oceanos que continuam oulrora as águas quentes do Mediterrá-
tão ruinosa. Nada mais do que um que pelo nios. Ainda há umas poucas semanas,
"negócios dá China" dos econômico dos países em que se en- ' Jornalista, escritor, membro da Academia ainda a subir. neo, que subiram com o degelo ao Norte,
daqueles com efeito; nas alias montanhas que
tempos dos mandarins, que huiíca contraiu, não faltam, também, as Brasileira de Letras, presidente da Associa- O que o século vinte nos está mos- também no atual Ocidente democrático
unem (ou separam?) a Itália da Áustria,
tiveram nenhum respeito pelo patri- que sossobram no oceano dos negó- ção Brasileira de Imprensa. Barbosa Lima uma geleira cuspiu um surpreendente ca- trando, especialmente no velho continen- (na França e na Alemanha especialmen-
le europeu, é que o fenômeno das glacia- te), o recuo da geleira comunista está
mònio público de sua nação. Poder- cios. Sobrinho daver de quatro mil anos, completo, com fazendo reviverem inesperados e sur-
ções, cujo ritmo domina a história da
pele. ossos, roupas, armas e, até, marcas vida na Terra, não é estranho também à preendentes cadáveres políticos. Enfim,
de ferimentos na cabeça e nas costas. Um
cadáver assim, desde que não caia nas política e á história humana, embora seu o espaço é curto, e isso será assunto,
Amazônia e soberania nacional mãos dos legislas do delegado Tuma, passo, nesse terreno, seja sem dúvida talvez, para outro artigo.
mais rápido e consideravelmente mais Diante das aeabrunhantes notícias
vale mais do que uma estante iuleira de abrupto. De fato. o que se vê hoje um que nos chegam do Brasil, não há dúvida
léréncia sobre Desenvolvimento e Meio Estados Unidos, que são os maiores tratados científicos. pouco por todo o continente, não só na de que o melhor é mesmo escrever! sobre
José Goldcinheríi Ambiente (ECO-92) no Rio de Janeiro emissores mundiais de CO; (17%), re- Como se não bastasse esse testem u- infeliz Iugoslávia e no Leste europeu, coisas européias. O governo Collor. ain-
no próximo ano. sistem á idéia de controlar essa emissão nho. por assim di/cr. "vivo" do nosso mas até nas sólidas demoeraciais gaule- da tão recente e tão moço, brandindo seu
s vésperas da ECO-92. a questão bom senso está sendo arranhado e recentemente usaram o argumento da distante passado, menos de um mês de- ses e teutões, são velhos cadáveres cuspi- taciipc contra a inflação e os empresá-
da preservação ambiental, e. em porque propostas de internacionaliza- soberania nacional para rejeitar pres- pois outra extraordinaria revelação es- dos pela grande geleira do comunismo rios, parece um cadáver de quatro mil
especial; a da Amazônia, vem sendo ira- ção na Amazônia não foram apresenta- sões dos paises da Comunidade Euro- pantava o mundo, Nas famosas calan- que se dissolve e desmorona, talvez de- anos... Resta o consolo de que. nesta
tada com um crescente emocionalismo, das nem estarão sendo discutidas em péia neste sentido. É evidente aqui que ques ile Cassis. ao lado de Marselha, nas pressa demais, sob o sol da liberdade e manhã cm que escrevo, em Paris, chove e
especialmente na medida em que suscita qualquer das conferências preparató- o chauvinismo terá que ser substituído costas do Mediterrâneo, um mergulha- (sobretudo) da imensa e tentadora pros- faz frio, e a vida lá fora, mesmo em
o problema da soberania nacional. rias da ECO-92. Todo o debate que se dor descobriu um sistema de grutas pelo peridade material capitalista... francos, anda caríssima. O sol e o céu
pela colaboração entre nações através Na Croácia, na Servia, nas ruínas do claro do outono parisiense só voltam no
No debate cada vez mais agressivo trava em torno da questão da sobera- de tratados internacionais que. se espe- menos comparável ao de Lascaux, na
nia está baseado em teorias conspirató- Dordogne. com pinturas rupestres, ins- falecido império soviético e na própria fim da tarde. Esperemos.
que se vem travando em torno do tema, ra, sejam subscritos por um grande nú-
mimemos e restos diversos da era paleo- Rússia, o que hoje a imensa geleira mar-
imagina-se a existência de três grandes rias que não têm qualquer solidez. mero de países da ECO-92 no Rio de ' Jornalista
ameaças à nossa soberania: Por outro lado, a intocabiiiüade na litica, vale dizer: datando dós tempos dos xista devolve, às vezes quase intacto, é o
Janeiro.
A questão iaiioinâmi — A existência imensa região amazônica e sua con ver-
3 — Einalmente, a questão da inter-
de alguns milhares de índios de hábitos são num imenso parque nacional pode "branca" da Amazônia
ser a solução preferida por alguns natu- nacionalização
nômades na região fronteiriça do esta- e a questão da sua preservação como A tribo dos calças-curtas
do de Roraima com a Venezuela tem ralistas, mas não corresponde á posição
do governo brasileiro. A posição do um santuário só poderão ser resolvidas
sido objeto de preocupações de autori- através de duas medidas que estão em que foi armado em torno do aconte- Os bilhetinhos que Cabral e Zélia
dades militares. O radicalismo de certos governo pode ser inferida de diversas Murilo Badaró I cimento transmitiu a sensação de que trocavam debaixo das mesas ministe-
ações e programas que estão sendo im- andamento:
movimentos indigenistas que origina- tantas frases brilhantes e era uma espécie de síndrome da sau- riais não diferem muito de gestos
ram a idéia de criar uma "nação iano- plementádos. que não estão sendo leva- Ia — Um zoneamento ecológico-e-
Entre ditos chistosòs que cunhou ao dade, que dominava aqueles que se falacráticos de certo governador, que
màmi" provocou forte reação, uma vez dos em conta pelos participantes da conômico, coordenado pela Secretaria longo de sua fulgurante carreira poli- entregam nostálgicos à recordação bolinava as pernas das senhoras nas
que isso poderia levar à perda do con- atual polêmica devido ao fragor e até de Assuntos Estratégicos (SAE). que tica, José Maria Alkmim esculpiu dos momentos românticos de outro- reuniões palacianas ou se desvcnci-
trole do Estado sobre essa porção do ao pitoresco dos debates entre desen- identifique e limite as áreas com voca- uma Sentença inapelável de que "po- ra. principalmente quando assolados Brava dos sapatos para enfiar os pés
território nacional. E a defesa do terri- volvimentistas, preservaeionistas. go- ção agrícola, pastoril, mineral e permita litica não foi feita para calça-curta", pelo alarido infernal das guitarras entre as coxas dc alguma madame
tório é obrigação das Hòrças Armadas. vernadores e militares. isolar e preservar as áreas inadequadas desejando significar que esta arte, às eletrônicas dos conjuntos alucinados. mais descuidada ou que lhe permitis-
A presença de empresas multiuacio- Eslas ações são basicamente as se- para tais usos. Ao que tudo indica, estas vezes também rude e áspera ativida- Finalmente, muita tinta e papel fo- se tais safadezas. Estão distantes de
nais na Amazônia — A política de ocu- guintes: áreas representam mais de 70% da área de. não se compagina com os impro- ram gastos quando caiu vencida pelas padrões de gravidade e austeridade
— A demarcação tias terras dos física da Amazônia, dada a fragilidade visados, os deslumbrados de toda es- pressões e frustrações que seu projeto exigidos para quem assume missão de
pação da Amazônia, conduzida nos úl- do ecossistema da floresta tropical e a econômico desencadeou, levada no tal magnitude. Todavia, é certo, de-
timos 25 anos e justificada pela ianomâmi está em vias de ser concluída pécie e este determinado tipo que ele monstram o baixo nível a que chega-
necessidade de ocupar "espaços vazios" e preservará os direitos dos índios nos pobreza do seu solo. Enquanto este zo- convencionou denominar de "calça- torvelinho das paixões irracionais de
neamento não se completa, contar-se-iá curta". empresários e políticos que tiveram ram a política e os políticos.
e relocar a população carente de outras termos da Constituição federal (art.
regiões do país, dependeu em larga es- 231). Este não é um problema fácil com aproximadamente 60 a 70 mil km- Para o notável e saudoso político pleitos recusados e souberam trans- O mais grave cm toda esta folheti-
para projetos de reutilização econômica de Bocaiúva, fazem parte deste exóti- Formar em escândalo seu derriço com nesca história dc conquistas, dom-
cala de recursos externos, de bancos porque, pela mesma Constituição, é es- o ministro insinuante, sedutor e pro-
multinacionais e investidores privados, tiptilado que haverá uma faixa de fron- de áreas já ocupadas, mediante o cm- co plantei que perturba as ações poli- juanismo e sexo, são os perigos a que
prego de tecnologias disponíveis no tico-partidarias e os nffócios de Es- vinciano. todo o país está exposto pela presen-
sobretudo na área de mineração. Este teira de até 150 km de profundidade. de pessoas
modelo é visto agora como uma ameaça Além disso, se aceito o mapeamento pais. Finalmente, é preciso considerar o tailo os beneficiários aa corrupção A ninguém é lícito penetrar nas ça em cargos de direção "calças-cur-
à soberania nacional por nacionalistas extraordinário potencial econômico das eleitoral os gerados no ventre do po- razões pessoais, psicológicas ou bioló- que jogam no time dos
feito em 1984 pela Eunai, cerca de 42% tas" a que ironicamente se referia
intransigentes não só dos meios milita- ilo estado de Roraima fará parte de reservas minerais já levantadas, que re- pulismo desvairado, os empolados gicas que levaram a jovem e ardente
tecnoburocratas que usam linguajar economista, prematuramente libera- Alkmim. Se pelo menos lessem um
res como da esquerda radical, pois esta- reserva ianomâmi. criando problemas presentam. unia vez devidamente con-
trplado o potencial poluidor e devasta- meio esotérico no mais das vezes para da. a participar desta verdadeira ma- pouco de história os que têm a res-
ria havendo uma forma de internado- para o resto da população, a qual luta ocultar deficiências, os perdulários ratona sexual desde os tempos da mo- ponsabilidade de formar equipes, en-
nalização disfarçada ("branca") da dor que essas atividades possuem. contrariam na Primeira República
pela própria subsistência. A primeira com o dinheiro público, os surfistas cidade. Sua libido, confessada e
Amazônia. das questões acima parece ser mais fácil 2a — O caminho do desenvolvimeh- que navega nas ondas da opinião esparramada pelas páginas do roman- exemplos de sabedoria e prudência
O interesse internacional na preser- de resolver do que a segunda, que exigi- to sustentável, que tem sido proposto e pública, afinal, esta estranha fauna ce. é admirável e poderosa, gerada nas cm Rodrigues Alves na composição
vação da Floresta Amazônica — A poli- ria a criação de alternativas para o de- defendido por muitos eepíogistas, mas que nos parlamentos ou nos governos fibras mais íntimas e misteriosas do de seu Gabinete, aplicando a mesma
tica desenvolvimentista para a Amazô- senvolvimento do estado de Roraima ainda não demonstrou ser viável econo- responde hoje pela desestima que a seu ser e causadora do extraordinário receita que Bernardo Pereira de "Mi- Vas-
nia das últimas décadas, sinalizada pela — além da mineração —. e recursos micamente em grande escala; embora touos devotam os cidadãos. apetite, que se punha disponível pela concelos adotou ao constituir o
abertura de estradas e seguida de reas- estejam sendo estudadas alternativas de A figura de Alkimin vem á lem- proclamada carência afetiva em que nistério das Capacidades" nos idos
para isso são difíceis de obter na atual "enriquecimento" da floresta, o brança. ele que foi dos mais inteligen- vivia e pela inegável simpatia que sua da Regência. Convenhamos que ao
sentamentos amparados por incentivos situação econômica do país. Uma ação proces-
fiscais, levou à queima de área de 20 mil nesse sentido não pode, entretanto, dei- so não é fácil. Se o extrativismo não é a les e lúcidos homens públicos deste figura desperta, ornada pelos malares jovem Impetuoso e inexperiente Fer-
km2 por ano de floresta virgem (2 mi- solução para o conjunto da Amazônia, país. a propósito das inconfidências salientes em seu rosto anguloso e pela liando Collor faltou inspiração na
xar de ser considerada. falha saliente dos dentes na frente da montagem do grupo que deveria as-
Ihões de hectares por ano), na década pode. entretanto, constituir uma das al- que a ex-ministra Zéiiá fez ao escritor
— A "destruição" da floresta ternativas possíveis, desde que não se Fernando Sabino, desnudando-se aos arcada, visível em sua fala bem articu- sessorá-lo, arrebanhando um magote
de 1971) 19S9. causando alarme entre foi desmistificada graças ao
aqueles que se preocupam com as mu- amazônica excluam outras como a Zona Franca de olhos curiosos dos brasileiros e brasi- lada e empostada. de imberbes economistas e técnicos,
danças climáticas que poderão ocorrer trabalho do Instituto Nacional de Pes- Manaus, por exemplo. leiras que acompanharam a trajetória Agora o thrilkr de Fernando Sa- vazios de senso prático para o enfren-
quisas Espaciais (Inpe) e do Ibama. que turbulenta da trágil figura feminina bino, autor renomado que está sob tamento dos problemas gravíssimos
das emissões de CO- na atmosfera. Co- Em conclusão, o que se pode dizer é legados pelo desgoverno da Nova
mo estas emissões afetarão não só o demonstraram que o desflorestamento no comando da intricada economia severo bombardeio da crítica, abre
Brasil mas também outros países, ca- na Amazônia contribui apenas com 5% que nem os defensores intransigentes da nacional. Dela muito se falou quando caminho para novas indagações so- República.
para as emissões mundiais de CO:, cer- soberania nacional, nem os proponen- suscitou razoáveis expectativas pelo bre o comportamento dos homens Esta é a leitura e o desencantador
bem negociações internacionais para tes de uma mobilização internacional
verificar de que forma se podem conci- ca de três vezes menos do que propala- simples fato de que as mulheres são que estão nos postos de comando, resumo do best-seller Zélia, uma pai-
do pela imprensa internacional. Mais para a preservação total da Amazônia capazes de intuir melhor do que os suas fraquezas e misérias, de como a xão. onde Fernando Sabino comete a
liar a soberania nacional e os interesses homens o fenômeno inflacionário e sociedade corre riscos na montagem
de outras nações. Este problema foi ainda, esta contribuição está caindo ra- estão errados, pois os problemas que ousadia de dizer que sua personagem
eles apontam são reais. O que acontece suas conseqüências dramáticas na vi- de um sistema de poder, em especial é a personalidade mais atraente da
levantado pelo presidente francês, pidamente (cerca de 27% de 1989 para da das pessoas. Enfim, nas tarefas do
Erançois Mitterrand. que citou como 1990) graças à eliminação de subsídios é que ambos simplificam os problemas quando estes encargos são entregues vida pública brasileira depois de JK.
dia-a-dia. as domésticas sentem o pe- inadvertidamente a grupo de despre- Um exagero sesquipedal. O anátema
exemplo as restrições à soberania nacio- para projetos agropecuários. A redução subestimando, no processo, a complexi- so deste dragão indomável que aca- "ma-
voluntária e unilateral das emissões de dade das soluções. parados para o ingente e grave de José Maria Alkmim está mais vivo
uai que os países da Comunidade Euro- baria por devorá-la em meio a demo- nus" de governar. As bisbilhotices da do que nunca. Infelizmente, no Brasil
pèia aceitaram. CO;, que ocorreu na Amazônia, coloca lidora crise sentimental. antiga czarina da economia colocam dos nossos dias, estamos sendo »o-
o Brasil numa posição privilegiada no Soluções complexas exigirão o es-
O grau crescente de emocionalismo forço, a tolerância e a colaboração de Ao dançar de rosto colado com o na passarela muitos militantes deste vernados e legislados por enorme
com que estas questões estão sendo dis- cenário internacional, uma vez que ele agora famoso botu tucuxi o bolero de "tribo de
todos. período de governo e revelam sua calças-curtas".
cutidas viola não só o bom senso como pode exigir ações análogas de outros ' Ministro da Educaçao
Consuelo Velasquez. o imortal Bcsa-, falta de experiência, responsável pela
também compromete o sucesso da Con- países. I' interessante observar que os me Miichn, o descomunal barulho prática de tantos e custosos erros. * Membro da Academia Mineira de
Letras
4 ? 1" caderno r: domingo. 3/11/91 ENTREVISTA/CARLOS TINOCO JORNAL DO BRASIL

64

Acatarei a to
decisão do TCU

"Super
BRASÍLIA — fui ura- suas custas, como informou em entre- Collor nào mudou com o episódio, jà
incuto". Essa é uniu palavra que vista, cm que respondeu às perguntas que nào recebeu qualquer recomenda-
o ministro do Exército, general Carlos por escrito, defende, com unhas c dentes çào do presidente da República. Acre-
Clcbcr PntxoUc: Tinoco. nào quer mais ouvir. Foi com a instituição que chefia, allrmanda que ditando que ministros militares nào
"superfaturamento". "sentiu-se covarde c "fritados", "são
a suspeita de dc- o Exército profun- sào porque eles iam-
Sc o senhor tivesse de comprar sua nunciado pelo jornal O Globo, na damente atingido" com | denúncia. bém os comandantes das respectivas
farda hoje, o senhor compraria nas firmas concorrência para aquisição dc unilor- Apesar da afirmação, o ministro Forças, o que lhes confere uma carae-
vencedoras da licitação ou no varejo? mes para seus 21S mil homens, ao acredita que a imagem do Exército teristica toda especial", o general Car-
Minhas fardas são feitas sob medida c —
preço total dc CrS 130 bilhões nào foi desgastada, nem mesmo com a los Tinoco informou que qualquer re-
às minhas custas. quando no varejo a mesma compra invasão dc seu quartel-general, o For- comendaçào do TCU será acatada
Houve ou não superfaturamento na nào sairia por mais dc CrS 50 bilhões "está
— te Apache, por tropas de auditores do pelo Exército, que adotando os
compra de fardamento e roupa de cama e que o Exército Brasileiro se viu, nos
banho pelo Exército? últimos 15 dias, envolvido numa ava- Tribunal dc Contas da União, empe- procedimentos julgados cabíveis nó
Antes de abordar a pergunta, gostaria lanche de denúncias e escândalos de Mudo cm investigar o processo de sentido de obter dados concretos, se é
de fazer um comentário sobre a conota- corrupção. O ministro Carlos Tinoco. licitação. Para Tinoco, seu relaciona- que existem, que dêem suporte às de-
"superfaturamento"
çào que a expressão que faz suas fardas sob medida e às mento com o presidente Fernando núncias formuladas".
sugere. Refiro-me ao sentido negativo
dessa palavra, que conduz à pressuposi- Brasília — Gilberto Alves
çào de um ilícito em que, dc forma deli-
Delito berada. aumentam-se desmedidamente Julgamento
' os preços e registram-se em uma fatura "O
Quando se Exército
•i super- esses preços excessivos, tudo com o obje- sentiu-se
tivo de obter um ganho indevido. Assim,
faturamento, covardemente
nos reportamos num texto à
quando "superfaturamento".
estamos «7 atingido,
palavra estamos a
sugerir uniu sugerir uma forma delituosa de agir. De- particularmente
forma delituosa vo dizer que nào houve qualquer com- porque está
de agir. Nào pra. Nada foi faturado. Conseqüente- sendo acusado e
>. TOT '
houve qualquer mente-, nào se falar-e~m julgado a
" "superfaturamento". pode-
compra O processo licita- priori";
tório está em curso e. no momento, esta-
mos avaliando as propostas de preço l jj
vencedoras, à luz de suas planilhas de
custos, para o que solicitamos a colabo-
raçào do Departamento de Abasteci-
mento e Preços, da Secretaria de Econo-
mia do Ministério da Economia.
Precisamos, para chegar ao ato de com-
pra, ultrapassar uma série de outros
eventos do processo de aquisição, tais
como: adjudicação, homologação, con- if.
trataçào e emissão de nota de empenho.
Somente a partir desse último estágio de
empenho da despesa poderíamos confia
gurar a compra. Ressalte-se, além disso,
que nenhum crédito foi recebido para a
realização da mesma, o que, por si só,
impede a homologação da licitação.
Se a justificativa para os preços altos é '
®|p if
o prazo de seis meses para pagamento,
l
como explica a meta do governo de baixar
a inflação? Se a inflação baixar, não con-
tinuaria o problema do superfaturamento?
O ato de apresentar preços, em uma "Posso
licitação, o que poderá, inclusive, retar- das, assim se pronunciou: dizer toda a Força Terrestre, é de tranqiiilida-
Valor concorrência pública, é um procedimen- TCU
"0
dar a incorporação. que as entidades ligadas ás Forças Ar- de. Apesar das restrições orçamentárias, "Qualquer
valor da to unilateral das empresas, não compe- Qual foi a reação das outras Forças madas sào exemplares. Na apresentação todas as nossas atividades vêm se proces-
licitação só será tindo à administração pública interferir Armadas sobre o episódio? das contas, na qualidade técnica, no sando normalmente durante o ano. recomendação
na expressão deste ato, mas sim apreciá- Das Forças co-irmãs, só temos recebi- cumprimento dos prazos e melhorando Na Câmara, o senhor afirmou que os
conhecido após que o Tribunal
Io a posteriorl. Esta apreciação caracteri- sempre a prestação de suas contas". 160% de inflação até o pagamento final
abertas as do apoio e solidariedade, caracterizados, de Contas da
za a fase que estamos vivendo. Nela, Os auditores do TCU estiveram com o
neste episódio — o que muito me sensi- da fatura foi uma projeção do DAP. Téc- União venha a
propostas das estamos analisando a estrutura de preços
concorrentes e bilizou —, pela presença do ministro da senhor quando da inspeção in-loco? Eles nicos do DAP ouvidos pelo jornal desmen- fazer,
oferecida pelas empresas consideradas
Marinha e do representante do ministro tiveram acesso a todo o material solicita- tiram isso. Como o senhor explica? De evidentemente
definidas as vencedoras em cada item. Essa análise "
da Aeronáutica na Comissão de Defesa do? quem é a projeção da inflação?
vencedoras" deve considerar, basicamente, que os Os auditores realizaram seu trabalho Em momento algum fiz será acatada
da Câmara dos Deputados, onde com- qualquer afir-
preços apresentados, por exigência de cm instalações do Departamento Geral maçào nesse sentido. A única coisa que
edital, são fixos e irreajustáveis. Tal aná- pareci, a convite de seu presidente, para
prestar esclarecimentos. de Serviços, onde tiveram acesso a todo disse a respeito foi que, entre as provi-
lise é feita com base nos seguintes fato-
O senhor acredita o material solicitado, e lhes foram confe- dências recentemente tomadas pelo De-
res: matéria-prima, mào-de-obra, especi- que a imagem do
Exército está desgastada com o episódio? ridas todas as condições necessárias para partamento Geral de Serviços, havia a
ficações técnicas, encargos sociais, "solicitação
Nào acredito! A imagem do Exército o exercido de suas atividades. da colaboração do Departa-
custos financeiros, seguros, embalagens,
O chefe do Departamento Geral de mento de Abastecimento e Preços da
garantia de um ano do produto ofereci- junto à sociedade brasileira é por demais
do, previsão incerta da data de paga- positiva para poder ser afetada por um Serviços do Exército e responsável pela Secretaria de Economia do Ministério da
mento, e transporte para entrega nos episódio como este que, em realidade, licitação, general íris Lustosa, continua Economia, na análise das planilhas de
depósitos de suprimento das 12 regiões não passa de uma série de alegações sem prestigiado pelo senhor? custos apresentadas".
fundamento, todas completamente refu- Evidentemente que sim. O general íris Por que o senhor acha que ministro
militares localizadas nos mais diferentes
tadas em minha ida à Comissão de Defe- merece toda a minha confiança, lastrea- militar não é fritado?
pontos do país. Preços considerados
abusivos em quaisquer itens implicarão a sa Nacional da Câmara dos Deputados. da em um conceito construído diuturna- Os ministros militares são também os
nào-adjudicaçào da firma vencedora, is- A quem o senhor atribui a denúncia ? mente, durante mais de quarenta e cinco comandantes das respectivas Forças. Es-
Julgo anos de destacada carreira militar.
to é, ela não será habilitada a contratar que esta pergunta deve ser diri- te fato lhes confere uma característica
Como está o seu relacionamento com o
tais itens. gida ao jornal que a veiculou. toda especial, inerente ao exercício do
Por que três das empresas vencedoras Como o Exército recebeu a denúncia? presidente Fernando Collor, depois do epi- comando de uma estrutura cujo funcio-
da licitação foram as mesmas que ganha- O Exército executando, tradicional e sódio? namento se baseia na hierarquia e na
ram licitações anteriores realizadas pelo reconhecidamente, suas atividades, com Nào houve qualquer modificação no disciplina.
Exército, também na compra de material? probidade e transparência, sentiu-se co- relacionamento do presidente Collor co- Existem dificuldades
para abastecer a
É jogo de carta marcada? varde e profundamente atingido nesse migo. tropa de uniformes e outros artigos essen-
O nível de episódio, particularmente porque está Houve alguma recomendação do presi-
qualidade do fardamento, ciais à vida cotidiana?
Imagem exigido pelo Exército, pressupõe uma sendo acusado e julgado a priori, e a dente? Em virtude das restrições orçamentá-
Não. íris Lustosa
A imagem do capacitação tenológiçá que, no mercado opinião pública induzida a condená-lo rias dos últimos anos, temos tido difieul- "O
brasileiro, nào é alcançada por qualquer em um proqesso ainda em andamento e De quem é a culpa de o Exército estar dades em manter níveis de estoque ade- general íri$
Exército é por merece toda d
empresa. Por outro lado, o valor das sobre o qual o TCU ainda nào se pro- sem dinheiro? É do Congresso? Do gover- quados para o bom desempenho das
demais positiva nunciou. minhaj
encomendas, os prazos de entrega e as no? atividades de suprimento, o que causa
para ser condições de pagamento afastam das Se o TCU considerar irregular a licita- Nào cabe aqui qualquer atribuição de confiança
afetada por prejuízo à administração. No que se re-
concorrências firmas que não possuem a ção, qual vai ser a atitude do Exército? culpa. Todos nós estamos conscientes da fere a fardamento, em situação normal, lastreada em
este episódio. adequada capacitação financeira. A es- Estamos sob inspeção especial do conjuntura adversa que atravessamos, já deveríamos ter, em estoque, a quanti- um conceito
com alegações treileza do mercado fornecedor brasilei- Tribunal de Contas da União, que reali- cujas causas decorrem dos mais variados dade suficiente para suprir a incorpora- construído em
sem ro faz com que as empresas vencedoras zou, no período de 23 a 25 de outubro de fatores. çào de 1992, e o Orçamento em exame 45 anos de
" sejam normalmente as mesmas. Feliz- O presidente Collor chamou há poucos no Congresso já deveria prever os recur-
fundamento 1991, a verificação da documentação re- carreira'
mente, temos pelo menos três empresas lativa à licitação em curso. A equipe dias a atenção dos empresários pela falta sos necessários para adquirirmos, no
capazes de atender ás nossas especifica- inspetora teve prazo de cinco dias para de apoio ao governo. O que o senhor tem a próximo ano, o fardamento para 1993.
çòes. Pior seria se fosse apenas uma ou apresentar relatório ao ministro-relator. dizer sobre isso? Como o senhor vê a liberdade de irn-
mesmo nenhuma, o que nos obrigaria à Este último deverá elaborar documento O que tenho a dizer é o que já falei em
prensa?
importação. O que desejamos é que esse para apresentação ao plenário do Tribu- várias oportunidades: a união e o enten- A liberdade de imprensa é de funda-
número aumente. nal de Contas da União. Qualquer reco- dimento são de fundamental importân- mental importância para a vida demo-
O valor da licitação é de CrS 130 mendação que o TCU, por ventura, ve- cia para podermos ultrapassar este deli- crática. Tenho a convicção de que a
bilhões? ilha a fazer, evidentemente será acatada. cado momento da vida nacional. imprensa pode contribuir em muito para
Ao se abrir uma licitação, nào se sabe Como o senhor recebeu a O senhor acha que o governo está o aperfeiçoamento de nossa sociedade,
presença dos
o valor a ser alcançado pela mesma, pois auditores do TCU dentro do quartel-gene- tomando o caminho certo? desde que desempenhe, com responsabi-
desconhecem-se os preços a serem apre- ral, examinando contas do Exército? O governo vem dando o melhor de si lidade e ética, seu relevante papel de
sentados. Tal valor somente será conhe- Com a maior naturalidade. As nossas para vencer as dificuldades por que pas- informar a opinião pública.
cido após abertas as propostas das em- organizações militares estão acostuma- samos. Somos todos testemunhas da de- O que o Exército vai fazer
para dar a
presas concorrentes e definidas as das a receber a visita dos representantes terminação do presidente Collor em bus- volta por cima?
vencedoras nos diferentes itens. Por ou- do TCU que. no desempenho de suas car, incessantemente, o entendimento Nào cometemos nenhuma irregulari-
tro lado. não há nenhuma imposição em atividades funcionais, sistematicamente nacional, única forma de abreviarmos o dade e nào temos motivo para nos preo-
serem adquiridos todos os itens licita- têm elogiado a correção, a exatidão e a caminho que nos levará á retomada do cuparmos. Nossas atividades seguem seu
dos. probidade de nossos procedimentos ad- desenvolvimento e à obtenção do tão curso normal. Sem descurar delas, o mi-
Se o Exército decidir cancelar a licita- ministrativos. E oportuno lembrar que o almejado bem-estar social. nistério está adotando os procedimentos
çào, como vai vestir a tropa no próximo Como está o ânimo da tropa? O clima
atual presidente daquele órgão, ministro julgados cabíveis no sentido de obter
ano? Adhemar Ghisi. em recente entrevista â é de tranqüilidade? dados concretos, se é que existem, que
Nesse caso. teremos imprensa, ao se referir às Forças Arma- O clima nào só na tropa, como em
que abrir outra dêem suporte às denúncias formuladas.
JORNAL DO BRASIL domingo, i/l 1/91 u I" caderno ? 15

isai o r sortbol

TBAPN MUDEMOM
Transmissão ao vivo, via satélite (TV Executiva dtocoaalaser • 30 Forno# de microondas • 30 Aparelhos de
Embratel) amanhi, a partir da* 13 hom, para todo o Bruil. sou 311 • 30 Bkicletas.
Venha ver e torcer nu seguinte* lojas: O Natal da Solte ftnto Rio Boiulo continua. Se for sor-
MATRIZ: Rua Uruguaiana, 130/146 • COPACABANA: Av. teada você ganha um novo cupom pra conconer ao sorteio l 1:1 .
Nossa Senhora de Copacabana, 735 • ALCÂNTARA: Rua agpa da can. Se nlo for, você contínua participando.
Yolanda Abuzaid, 21 • CAXIAS: Av. Nilo ftcanha, 24/25-B Próximos aortcio«:3dedetembrode9l • 28dedezem-
NOVA IGUAÇU: Av. Governador Amaral Peixoto^ 75 • bro de 91 • 6 de Janeiro de 92 (sorteio da casa).
BANGU: Av. Santa Cruz, 4.425-A com Cònego Vasconcelos, Comprando agora, voei participa de todos eles. Nas
54-A • MADUREIRA: Rua Carollna Michido, 404/420 • compras acima de 10.000, voei ganha um cupom. E a cada
PETROPOLIS: Rua do Imperador, 313. 50.000, em compras, mais 1 cqpom. Sio 1001 superprèmios
Sio300prímiosnol. sorteio:60TVacores• 60Refri- Ma» em toda a promoi^a ftrtidpe. E a sua cpande chance de ganhar
geradores • 30 Videocassetes • 30 Freeters • 30 Toca- umacasa no valor de 30milh6es, corrigidos pela poupança.

[ccel
SwWi
_DUPmCASSEil ; *11 1
W CONJUNTO SYSTEM CCE SS-4701.
MW/FM estéreo. Cassete com parada COMPRE A VISTA PELO
CONJUNTO ESTÉREO SYSTEM TELEFONE QUALQUER PRODUTO
CCE SS 4880. automática. Toca-dlscos com retomo ACIMA DE Cr» 40.000,
automático e braço com amortecimento. ©gradiente
AM/FM estéreo. Duplo cassete • grava,
reproduz e duplica em alta velocidade. Equalizador gráfico de 5 bandas.
Equalizad