You are on page 1of 4

SALA 1º B

PADRINHOS: HUGO E VIVIANE BANDEIRA.

TEMA: ÁGUA POTÁVEL

ÁGUA POTÁVEL: UM BEM PRECIOSO.

JUSTIFICATIVA

Tratar da água se torna um desafio, visto que, estamos diante de um problema


grave que a escassez desse recurso por conta dos problemas ambientais que impactam
diretamente a sua preservação. Todos os países vêm implementando medidas para
minimizar esse dilema.

A água potável é um recurso natural fundamental à sobrevivência do homem.


Pensando nessa perspectiva, o projeto é importante, pois, promoverá a conscientização
da comunidade escolar a cerca dos problemas que envolvem a temática.

Como é possível, dentro das condições concretas da escola, contribuir


para que os jovens e adolescentes de hoje percebam e entendam as
conseqüências ambientais de suas ações nos locais onde trabalham,
jogam bola, enfim, onde vivem? (PCNS, pg. 169)

Partindo desse questionamento, percebemos que o projeto propõe justamente


isso, no momento que através do protagonismo juvenil estimula os alunos a pensar na
questão ambiental, promovendo ações que possam ser utilizadas no cotidiano da
comunidade local.

Além disso, a partir da pesquisa realizada, os alunos serão multiplicadores


sociais mostrando a comunidade, a necessidade de preservação e tratamento desse
recurso, possibilitando a mudança de postura dessas pessoas diante da água,
disponibilizando assim, práticas de sustentabilidade e reaproveitamento.
OBJETIVOS

OBJETIVO GERAL: Conscientizar a comunidade escolar da importância da água


potável, indicando possíveis caminhos para tratamento e preservação desse recurso
hídrico.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS: Conhecer as propriedades da água;


Entender o processo de tratamento da água potável;
Compreender a necessidade de preservação da água;
Conhecer práticas de reaproveitamento da água.

FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Para fundamentar a pesquisa, utilizamos os Parâmetros Curriculares Nacionais, o


estudo de Carlos E. , José Galizia e Marcos C. Barnsley onde discutem sobre a água e
de como utilizar esse recurso hídrico, mostrando soluções ecológicas e tecnológicas.

METODOLOGIA

Como proposta metodológica, utilizarei a pesquisa em ação, isto é, “fazer


pesquisa-ação significa planejar, observar, agir e refletir de maneira mais consciente, mais
sistemática e mais rigorosa o que fazemos na nossa experiência diária.” (THIOLLENT,
2003, pg.)

O projeto foi dividido em etapas. Inicialmente, estabelecemos juntos aos alunos


à escolha do tema a ser desenvolvido. Depois, dividimos a sala em grupos e pedimos
para que criassem nomes para as equipes.
Posteriormente, os educandos elaboraram perguntas norteadoras sobre o tema,
dando início a pesquisa com uma revisão bibliográfica. Realizamos também
paralelamente, a exposição do tema a partir da exibição de um vídeo sobre a água.

Faremos uma visita técnica com os alunos a Embasa para compreenderem o


processo de tratamento da água potável, onde deverão realizar um relatório descrevendo
o que coletaram. Esse instrumento ajudará na elaboração dos produtos para a Feira que
será realizada na Escola.

Para a apresentação na Feira, os alunos farão maquetes, banner e vídeo


demonstrando o que aprenderam durante a pesquisa realizada, aliando teoria e prática,
construindo assim, uma aprendizagem mais significativa.

RECURSOS

Computador, data show, ônibus, isopor, tinta, cola, gel, material reciclado, livros.

CRONOGRAMA

DATAS AÇÕES
12/3 APRESENTAÇÃO DO PROJETO
19/3 DIVISÃO DAS EQUIPES E ESCOLHA
DOS NOMES
20/3 à 30/3 REVISÃO BIBLIOGRÁFICA
EXIBIÇÃO DO VÍDEO
19/5 PASSEIO A EMBASA
15/05 à 27/05 ORGANIZAÇÃO E ELABORAÇÃO
DOS TRABALHOS
29/05 FEIRA

AVALIAÇÃO

A avaliação será processual observando todas as etapas do projeto.


INTERDISCIPLINARIDADE

O projeto será interdisciplinar envolvendo todas as áreas do conhecimento.

REFERÊNCIAS

Bicudo, C.E.de M.; Tundisi, J.G.; Scheuenstuhl, M.C.B. , orgs. B583a Águas do
Brasil: análises estratégicas / Carlos E. de M. Bicudo; José G. Tundisi; Marcos C.
Barnsley Scheuenstuhl – São Paulo, Instituto de Botânica, 2010.

Brasil. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais :


meio ambiente, saúde / Secretaria de Educação Fundamental. – Brasília : 128p.

THIOLLENT, Michel. Metodologia da Pesquisa-ação. São Paulo: Cortez, 2003.

Disponível em: < https://www.todamateria.com.br/a-importancia-da-agua/> acessado


em 08/05/18.