Sie sind auf Seite 1von 29

COMO FAZER UM EBOOK:

O GUIA COMPLETO PARA


PRODUZIR MATERIAIS RICOS!
AUTORA

LUIZA DRUBSCKY
Gerente de Comunidade
luiza@rockcontent.com

DESIGN

MARCELO TORRES
Designer Gráfico
marcelo.torres@rockcontent.com
SUMÁRIO
INTRODUÇÃO 04

PESQUISE SOBRE O TEMA 07

FAÇA UM BRAINSTORM 11

ORGANIZE AS SUAS IDEIAS 15

DESENVOLVA O CONTEÚDO EM BLOCOS 18

REVISE O QUE VOCÊ ESCREVEU 22

CONCLUSÃO 26

SOBRE O ESCREVA PARA WEB 29


INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO

INTRODUÇÃO

Se você já trabalha com a redação freelancer


de textos e blog posts há um tempo,
provavelmente já recebeu alguma oferta
para a elaboração de um ebook. Diferente
de textos para blogs, inclusive aqueles
mais longos, o ebook é um material rico
mais completo e abrangente, cujas regras e
particularidades são um pouco diferentes
daquelas a que você está acostumado.

5
INTRODUÇÃO

Por exemplo, a profundidade dos temas tratados em um ebook é


muito maior. Como em um post você tem um limite de palavras
no qual deve inserir introdução, desenvolvimento do texto e call
to action, fica difícil tratar de maneira minuciosa alguns dos temas
sugeridos. Dessa forma, o texto dos posts acaba ficando mais
superficial e exemplificativo, com menção a alguns temas que não
serão aprofundados.

No ebook, isso não acontece. É preciso examinar com profundidade


os assuntos, inserir muitos exemplos práticos e sugestões, bem
como passar por uma variedade bem maior de tópicos. Como
o objetivo final do ebook é educar os leitores de seu cliente,
bem como gerar leads, o material deve ser extremamente bem
produzido, rico e relevante.

Não basta ser um bom redator freelancer para colocar isso


em prática na elaboração desse material. Como algumas
particularidades do ebook o diferenciam dos outros textos que
redatores normalmente produzem, você deve entender bem esse
formato e escrever de forma a torná-lo essencial para os leitores.

Quer saber outras características importantes da elaboração de um


ebook? O segredo de um material rico bem redigido? Confira nossas
dicas sobre como produzi-los!

6
PESQUISE SOBRE O TEMA
PESQUISE SOBRE O TEMA

1.
PESQUISE SOBRE O TEMA

A IMPORTÂNCIA DAS REFERÊNCIAS


NA PROPOSTA DA TAREFA

O primeiro passo para escrever um ebook de


qualidade é fazer uma pesquisa minuciosa
sobre o tema. Ao receber a proposta
de desenvolver o conteúdo, o redator
também terá acesso a algumas referências
importantes para a compreensão do assunto.

8
PESQUISE SOBRE O TEMA

Pode ser que elas sejam em português, em inglês, em sites


consagrados no mercado, etc. Acredite: essas referências serão muito
úteis para o seu trabalho! Confie na pessoa que desenvolveu a pauta
para você e explore todos esses links.

ACRESCENTANDO PESQUISAS E CONHECIMENTOS


PESSOAIS AO TEXTO

Além de ler todas essas referências, o redator também deve


acrescentar elementos à pesquisa.

É muito provável que a tarefa do ebook tenha sido oferecida a você


também pelos textos que você já elaborou anteriormente, ou seu
currículo pessoal. Ou seja, acredita-se que você pode contribuir com
conhecimentos pessoais para a redação do ebook.

Vasculhe, então, aqueles sites e referências que você tem certeza


que são de qualidade. Esse tipo de toque pessoal na pesquisa
agrada muito o cliente final — que é quem vai aprovar seu texto!

9
PESQUISE SOBRE O TEMA

LEMBRE-SE DE ADEQUAR O DESENVOLVIMENTO DO


TEXTO ÀS CARACTERÍSTICAS DO CLIENTE

Assim como se faz na elaboração de posts para blogs, outra


tarefa importante para o redator do ebook é a verificação das
características de seu cliente. Que tipo de linguagem ele pede para
seus textos? Qual a persona que vai ler aquele conteúdo? O que
pode ser incluído no texto como referência (como posts no blog do
cliente) e o que definitivamente não pode constar no ebook (como
artigos e referências de concorrentes)?

Tenha sempre essas perguntas em mente para não cometer nenhum


deslize na produção de um material rico e adequado para seu cliente.

10
FAÇA UM BRAINSTORM
FAÇA UM BRAINSTORM

2.
FAÇA UM BRAINSTORM

ENTENDA O QUE É UMA SESSÃO


DE BRAINSTORMING

O brainstoming é normalmente
negligenciado pela maioria dos redatores,
mas há muito o que ganhar explorando essa
fase do processo de escrita. Basicamente,
você deve criar uma “chuva de ideias”, seja
no papel ou no computador. É como se você
elaborasse um mapa mental contendo todo
o conhecimento que tem sobre o tema a ser
tratado no ebook.

12
FAÇA UM BRAINSTORM

Após ter realizado uma pesquisa minuciosa do tema, fica fácil


encontrar o vocabulário adequado para o texto, seus principais eixos
de argumentação, as informações mais relevantes, os aspectos que
vão agradar mais a persona, entre outros fatores.

Se você tem familiaridade com o inglês, assista a este vídeo aqui


para obter seis dicas de como fazer uma sessão de brainstorming
criativa e efetiva.

SAIBA COMO FAZER SEU BRAINSTORMING ANTES DE


ESCREVER UM EBOOK

Como colocar isso em prática? Você pode fazer à mão, escrevendo


o tema central do ebook em uma folha em branco. A partir daí,
é possível fazer ligações com outros temas paralelos, que sejam
pertinentes ao assunto do material. Esses temas geram outras
palavras e tópicos acessórios, e assim por diante. Nesse estágio
do desenvolvimento do ebook, não tenha vergonha ou receio de
incluir temas aparentemente inadequados — toda ideia é válida
nesse momento.

Você também pode fazer esse exercício mental em sites como o


bubbl.us e iBrainstorm, que são ótimas ferramentas para te ajudar
nessa tarefa. Há redatores que preferem trabalhar no computador,
então pode ser uma boa opção para quem não quer lidar com
papéis, caneta e os organogramas de um brainstorming clássico.
Além disso, se você tem dificuldade de se concentrar para pensar
nesses temas, pode também utilizar apps como o FocusWriter e o
Ommwriter. Eles eliminam distrações na hora de escrever e fazem
você se concentrar no que realmente importa: o texto.

13
FAÇA UM BRAINSTORM

Ao final, é como se você tivesse uma nuvem de ideias no papel


(ou na tela do computador). Em um segundo momento,
esses conceitos e ideia geral sobre o tema a ser tratado serão
selecionados de acordo com alguns critérios: aqueles que vale
a pena desenvolver, aquilo que realmente não tem pertinência
para a persona, o que é imprescindível incluir no texto, etc.

14
3.

ORGANIZE AS SUAS IDEIAS


ORGANIZE AS SUAS IDEIAS

3.
ORGANIZE AS SUAS IDEIAS

EDITANDO AS IDEIAS OBTIDAS


NO BRAINSTORMING

Depois de reunir tantas ideias, conceitos e


vocabulário na sessão de brainstorming,
é preciso separar o joio do trigo, verificar
aquilo que realmente caberá no seu trabalho
e organizar essas ideias em uma sequência
lógica e coerente. Afinal, de nada adianta
reunir um conjunto de conceitos interessantes
e chamativos se não é bem isso que o cliente
quer, ou se você tem um número limitado de
palavras e tópicos para mencionar.

16
ORGANIZE AS SUAS IDEIAS

Como fazer isso? Cada proposta de ebook é acompanhada de um


roteiro que você deverá seguir. Esse roteiro — que é, basicamente,
o seu índice — contém os principais tópicos a serem tratados
no ebook. É essencial que você o siga, já que as pessoas que
desenvolveram a pauta pensaram minuciosamente no que seria
mais adequado para o cliente. Mas isso não significa que você
precise ficar restrito a ele! Na verdade, é possível acrescentar
subtópicos, informações e temas adicionais, desde que eles sejam
pertinentes ao tema geral, claro.

Ou seja, essa fase de organização das ideias obtidas por meio


do brainstorming consiste em uma análise dos conceitos
considerados mais importantes e relacionados ao tema do ebook.
O que realmente não for agregar ao texto, deve ser eliminado.

17
4.

DESENVOLVA O CONTEÚDO
EM BLOCOS
DESENVOLVA O CONTEÚDO EM BLOCOS

4.
DESENVOLVA O
CONTEÚDO EM BLOCOS

COMO FUNCIONAM OS BLOCOS DE


CONTEÚDO DE UM EBOOK

Você deve pensar no conteúdo de um


ebook como um conjunto de blocos.
Primeiramente, é preciso estabelecer uma
base, que consiste na introdução do texto e
na apresentação de alguns conceitos iniciais,
imprescindíveis para a compreensão do tema
a ser tratado. Em um segundo momento, o
redator deve construir o texto em cima desse
primeiro bloco, incluindo novos conceitos
e ideias, exemplos e outras situações que
sejam relevantes para o cliente.

19
DESENVOLVA O CONTEÚDO EM BLOCOS

Em um último bloco, o redator deve concluir as ideias do ebook,


o que é diferente de elaborar um call to action. Nessa parte, você
retoma alguns conceitos iniciais, conclui o que o leitor aprendeu
por meio do ebook e insere eventuais informações requeridas
pelo cliente.

Por exemplo, pode ser que o cliente solicite especificamente que


você insira informações sobre a empresa dele, os serviços que eles
oferecem e os produtos que ele vende.

UTILIZE UM EDITOR DE TEXTO PARA ORGANIZAR


PREVIAMENTE OS BLOCOS DE CONTEÚDO

Uma medida que ajuda nessa tarefa é, em um documento no Word


ou outro editor de texto que você utilize normalmente para redigir
seus posts (inclusive o da plataforma Rock Content), incluir as seções
do ebook, seus subtítulos e o tópico a ser tratado em cada uma
dessas partes. A partir daí, fica fácil reorganizar a ordem das ideias e
subtítulos em cada parte do roteiro, dando mais cadência e lógica à
sua argumentação.

PARA GARANTIR A CADÊNCIA DE SEU TEXTO:


ELEMENTOS DE LIGAÇÃO ENTRE UM BLOCO E OUTRO

Entre um bloco e outro, é bom deixar uma chave de ligação entre eles,
de forma a melhorar a cadência do texto. Por exemplo, em um ebook
sobre finanças pessoais, que tal terminar um bloco inicial sobre a
importância de evitar dívidas e de economizar sugerindo ao leitor que
organize seus gastos e receitas em um planejamento financeiro?

20
DESENVOLVA O CONTEÚDO EM BLOCOS

No bloco seguinte, é possível ensinar na prática como ele pode fazer


isso, por meio de planilhas, aplicativos e outras ferramentas online.
Você levanta o interesse ou uma dúvida do leitor para respondê-la
na seção seguinte do texto.

21
5.

REVISE O QUE VOCÊ ESCREVEU


REVISE O QUE VOCÊ ESCREVEU

5.
REVISE O QUE
VOCÊ ESCREVEU

REVISÃO GRAMATICAL E
ORTOGRÁFICA

A fase da revisão é imprescindível para


a elaboração de um material rico e
efetivamente de qualidade. Primeiramente,
a revisão deve se concentrar em erros
gramaticais, como erros de concordância,
deslizes ortográficos e outras construções de
frases que não fazem muito sentido.

23
REVISE O QUE VOCÊ ESCREVEU

Passar um pente fino no texto em busca desses erros faz com


que o trabalho final seja mais apresentável para seus revisores e
para o cliente. Isso também evita refações e dúvidas quanto à sua
reputação como redator.

COMO FAZER UMA REVISÃO MINUCIOSA DE CONTEÚDO

Além de uma revisão apurada da forma, é preciso prestar atenção ao


conteúdo. Suas explicações foram superficiais? Em uma segunda e
terceiras leituras, fica a impressão para o leitor de que alguns temas
simplesmente foram deixados de fora do ebook? E os conceitos,
foram bem explicados?

Não é à toa que o ebook é chamado de material rico: ele deve estar
recheado de detalhes, links, referências e informações relevantes
para seu leitor. Aproveite essa revisão final para aprimorar a
qualidade do material elaborado.

24
REVISE O QUE VOCÊ ESCREVEU

Muitas vezes, é justamente nessa fase que você percebe erros


crassos, temas negligenciados e outros aspectos que refletem
claramente a qualidade do conteúdo que você escreveu.

EVITANDO REPETIÇÕES E INCREMENTANDO O


VOCABULÁRIO DE SEU TEXTO

Também é imprescindível evitar ao máximo repetições, procurando


manter o interesse do leitor durante todo o texto. Para colocar isso
em prática, vale a pena ler e reler várias vezes o texto que você
escreveu. Como o tamanho do conteúdo é maior, fica fácil escorregar
em alguns vícios de linguagem, como a repetição do uso de
preposições, adjetivos e advérbios.

Em alguns casos, é durante essa revisão que acabamos


percebendo uma inadequação da linguagem às características
da persona.

Esses aspectos prejudicam muito a leitura do texto, pois denotam


pobreza de vocabulário e sugerem certo amadorismo. Somente
por meio de uma revisão você poderá identificar esses problemas
e garantir que seu texto tem efetiva riqueza de vocabulário, sem a
repetição excessiva de palavras.

25
CONCLUSÃO
CONCLUSÃO

CONCLUSÃO

Como você pôde perceber, escrever um


ebook não é o mesmo que redigir um post
com o dobro ou quádruplo de palavras. Há
algumas particularidades e detalhes para
os quais você deve se atentar, caso queira
escrever materiais ricos de qualidade e que
agradem ao cliente final.

27
CONCLUSÃO

Essa é uma tarefa que dá trabalho e que também exige muita


habilidade de pesquisa e redação. Afinal, é preciso adequar o
conteúdo das referências às necessidades do cliente, utilizar no
ebook o tom de linguagem mais direcionado à persona, revisar bem
o texto final, entre outras funções que você deve ter em mente ao
produzir materiais ricos.

Finalmente, você também precisa saber que o ebook é uma


importante peça de conteúdo na estratégia de marketing
do cliente.

Ele deposita muita expectativa na utilização desse material entre


seus leitores e consumidores em potencial, por isso, é imprescindível
produzir algo relevante, rico e bem elaborado. Se tudo der certo, seu
ebook vai educar o mercado e gerar muitos leads para seu cliente!

28
Em busca de transformar a internet em um lugar
melhor, o Escreva para a web é um site que entrega
aos seus leitores dicas e truques para que eles possam
não apenas criar conteúdos interessantes para os seus
blogs como também gerar resultados para os seus
clientes e empresas.
Não por acaso, hoje ele já conta com mais de 20 mil
cadastrados em sua base de dados e centenas de
artigos publicados na web.