Sie sind auf Seite 1von 2

2 Lei da Velocidade e Mecanismo

4 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO JACKY 29/01/09


PROT: 377
PROF: PAULO SÁ
19
IMPACTO: A Certeza de Vencer!!!
 Introdução: A observação experimental de várias reações Exemplo2: Para a reação de decomposição do Etanal
levou os químicos a concluir que o aumento da concentração (CH3CHO), foram obtidos os seguintes valores
dos reagentes (número de moléculas por unidade de experimentais:
volume) aumenta o número de choques, fazendo aumentar a
velocidade das reações.
NOSSO SITE: www.portalimpacto.com.br

 Lei da Velocidade: Vários cientistas tentaram estabelecer


uma relação matemática entre a velocidade da reação e a
concentração. Entretanto, foram Guldberg e Waage, em 1867,
que enunciaram a lei que relaciona essas duas grandezas, a Escreva a Lei da Velocidade:
qual recebeu o nome da Lei da Ação das Massas, cujo
enunciado é o seguinte:

“A velocidade de uma reação é diretamente


proporcional ao produto das concentrações molares dos
reagentes, elevadas a potências determinadas
experimentalmente”.

Assim, para a reação:

Exemplo 3: Para a reação entre H2 e NO, foram obtidos os


em que: seguintes valores experimentais:

V velocidade da reação
[A] :concentração molar do reagente A.
[B] concentração molar do reagente B.
p ordem do reagente A.
q ordem do reagente B.
Obs.: p e q são experimentalmente determinados Escreva a Lei da Velocidade:
p + q ordem global da reação
K constante cinética ou constante de velocidade da
reação. É determinada experimentalmente e aumenta
conforme a temperatura

Exemplo1: Para a reação de decomposição do N2O5, foram


obtidos os seguintes valores experimentais:

2N2O5 → 4NO2 + O2

 Reação Elementar: É aquela que ocorre numa única


Escreva a lei da Velocidade:
etapa. Neste caso, para a reação abaixo:
aA + bB + ...  produtos,

temos: V = k [A]a [B]b...

 Mecanismo de Reação: É o conjunto das etapas em que


ocorre a reação. A etapa lenta é a que determina a velocidade
CONTEÚDO - 2009

da reação. O mecanismo de uma reação é proposto com base


no estudo de sua velocidade. Para reações não-elementares
(ocorrem em várias etapas) a velocidade da reação é a
velocidade da etapa mais lenta. Por exemplo:
4 HBr(g) + O2(g)  2H2O(g) + 2Br2(g) , cujo mecanismo é:
VISITE NOSSO SITE E BAIXE OS MATERIAIS!!!
e) v = k{[CH4][H2][CO]}/[(CH3)2O]
1ª etapa: HBr + O2  HBrO2 (lenta)
NOSSO SITE: www.portalimpacto.com.br

2ª etapa: HBrO2 + HBr  2 HBrO (rápida) 04) (UNITAU) Na reação de dissociação térmica do HI(g), a
3ª etapa: 2HBrO + 2HBr  2H2O + 2Br2 ( rápida) velocidade de reação é proporcional ao quadrado da
concentração molar do HI. Se triplicarmos a concentração do
A lei de velocidade é determinada pela etapa lenta. Portanto: HI, a velocidade da reação:
V = k . [HBr] . [O2] a) aumentará 6 vezes.
b) diminuirá 9 vezes.
EXERCÍCIOS PROPOSTOS: c) aumentará 9 vezes.
d) diminuirá 3 vezes
01) (PUC-SP/2003) A reação: e) diminuirá 6 vezes.
2NO(g) + 2H2(g)  N2(g) + 2H2O(g)
foi estudada a 904 °C. Os dados da tabela seguinte referem- 05) (Cesgranrio) A equação X + 2Y  XY2 representa uma
se a essa reação. reação, cuja equação da velocidade é: v = k[X][Y] Assinale o
valor da constante de velocidade, para a reação acima,
sabendo que, quando a concentração de X é 1 mol/L e a
concentração de Y é 2 mol/L, a velocidade da reação é de 3
mol/L.min.
a) 3,0
b) 1,5
c) 1,0
A respeito dessa reação é correto afirmar que sua expressão d) 0,75
da velocidade é e) 0,5
a) v = k[NO] [H2]
b) v = k[NO]4 [H2]2 06) (UFRS) A reação “2A + B  Produtos” apresenta uma lei
c) v = k[NO]2 [H2] de velocidade expressa por v = k[A]2. Se a concentração do
d) v = k[NO]2 [H2]2 reagente A for mantida constante e a de B for duplicada, a
e) v = k[H2] velocidade de reação fica multiplicada por um fator igual a:
a) 0
02) A reação: b)1
NO2(g) + CO(g)  CO2(g) + NO(g) c)2
é de 2ª ordem em relação ao NO2(g) e de ordem zero em d)4
relação ao CO(g). Em determinadas condições de pressão e e)8
temperatura, essa reação ocorre com velocidade v. Se
triplicarmos a concentração de NO2(g) e duplicarmos a 07) A reação
concentração do CO(g), a nova velocidade da reação v, será NO2(g) +CO(g)  CO2(g) + NO(g)
igual a: ocorre em duas etapas:
a) 3v 1ª etapa: NO2(g)+ NO2(g)  NO(g) +NO3(g) (lenta)
b) 6v 2ª etapa: NO3(g) +CO(g)  CO2(g)+NO3(g) (rápida)
c) 9v
d) 12v A lei de velocidade para a reação e:
e) 18v a) v = K[NO2]2
b) v = K[NO2]2[CO]
03) (UFPE/2003) Em determinadas condições de c) v = K[NO3][CO]
temperatura e pressão, a decomposição térmica do éter d) v = K[NO2][CO]
dimetílico (ou metoxietano ou oxibismetano), dada pela e) v = K[CO2]2[NO]
equação:
(CH3)2O(g)  CH4(g) + H2(g) + CO(g) 08) (UFSC) A reação genérica “A+ 2B  Produtos” se
exibe a seguinte dependência da velocidade com a processa em uma única etapa. Sua constante de velocidade
concentração: vale 0,3 L/mol.min. Qual a velocidade da reação em
mol/L.min quando as concentrações de A e B forem,
respectivamente, 2,0 e 3,0 mol/L?

Considerando que a concentração da espécie química X seja


denominada como [X], a velocidade (v) para essa reação será
CONTEÚDO - 2009

expressa como:
a) v = k [(CH3)2O]2
b) v = k [(CH3)2O]
c) v = k [CH4][H2][CO] Respostas: 01)C; 02)C; 03)A; 04)C; 05)B; 06)B; 07)A;
d) v = k 08)5,4mol/L.min

REVISÃO IMPACTO - A CERTEZA


VISITE NOSSO DE
SITE E BAIXE OSVENCER!!!
MATERIAIS!!!