You are on page 1of 28

CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

QUESTÕES DE NOÇÕES DE DIREITO PENAL

www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

QUESTÕES DE NOÇÕES DE DIREITO PENAL


1. (INSTITUTO AOCP/SEJUS-CE/2017) Acerca dos crimes contra a pessoa,
disciplinados no Código Penal, assinale a alternativa correta.

a) São crimes contra a pessoa: o homicídio, o infanticídio, o aborto e o


latrocínio.

b) A pena mínima do infanticídio é maior do que a pena mínima do homicídio


simples doloso.

c) Na hipótese de homicídio culposo, o juiz poderá deixar de aplicar a pena


se as consequências da infração atingirem o próprio agente de forma tão
grave que a sanção penal se torne desnecessária.

d) O aborto com consentimento é sempre permitido até o terceiro mês da


gestação.

2. (INSTITUTO AOCP/SEJUS-CE/2017) Em relação aos crimes praticados por


funcionário público contra a administração em geral, assinale a alternativa
correta.

a) Se o funcionário público se apropria de bem particular de quem tem a


posse em razão do cargo, comete furto e não peculato, pois esse último só
se configura em caso de subtração de bem público.

b) Ao contrário do furto, o peculato admite a figura culposa.

c) É pressuposto da prevaricação a obtenção de vantagem econômica.

d) Considera-se funcionário público, para os efeitos penais, apenas quem


exerce cargo, função ou emprego público de forma efetiva e remunerada.

3. (INSTITUTO AOCP/MPE-BA/2014) De acordo com o Código Penal, pune-se


a tentativa com a pena correspondente ao crime consumado, diminuída

a) de um a dois terços.

b) de um a três quintos.

c) da metade.

www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

d) de um a dois quintos.

e) de um sexto.

4. (INSTITUTO AOCP/MPE-BA/2014) De acordo com o Código Penal, exigir,


para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da função ou
antes de assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida

a) não é crime, mas caracteriza infração administrativa.

b) caracteriza o crime de corrupção passiva.

c) caracteriza o crime de corrupção ativa.

d) caracteriza o crime de concussão.

e) não é crime, mas caracteriza ilícito civil.

5. (INSTITUTO AOCP/MPE-BA/2014) De acordo com o Código Penal, exigir,


para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da função ou
antes de assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida

a) não é crime, mas caracteriza infração administrativa.

b) caracteriza o crime de corrupção passiva.

c) caracteriza o crime de corrupção ativa.

d) caracteriza o crime de concussão.

e) não é crime, mas caracteriza ilícito civil.

6. (INSTITUTO AOCP/COLÉGIO PEDRO II/2013) De acordo com o Código


Penal, a conduta de retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de
ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa de lei, para satisfazer
interesse ou sentimento pessoal

a) não é crime, somente caracteriza infração administrativa.

b) caracteriza o crime de Corrupção Passiva.

c) caracteriza o crime de Prevaricação.

www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

d) caracteriza o crime de Concussão.

e) não é crime, somente caracteriza um ilícitocivil.

7. (INSTITUTO AOCP/COLÉGIO PEDRO II/2013) De acordo com o Código


Penal, a conduta de apropriar-se de dinheiro ou qualquer utilidade que, no
exercício do cargo, recebeu por erro de outrem

a) não é crime, podendo caracterizar somente ato de


improbidade administrativa.

b) embora seja crime, a conduta não é punível.

c) caracteriza o crime de Prevaricação.

d) caracteriza o crime de Peculato mediante erro de outrem.

e) caracteriza o crime de Corrupção passiva.

8. (INSTITUTO AOCP/COLÉGIO PEDRO II/2013) De acordo com o Código


Penal, o agente que, voluntariamente, desiste de prosseguir na execução ou
impede que o resultado se produza,

a) terá sua pena reduzida de um a dois terços.

b) só responde pelos atos já praticados.

c) terá sua pena reduzida à metade.

d) fica excluída sua culpabilidade.

e) fica isento de qualquer penalidade.

9. (INSTITUTO AOCP/COLÉGIO PEDRO II/2013) De acordo com o Código


Penal, o erro sobre a ilicitude do fato,

a) se inevitável, isenta de pena; se evitável, poderá diminuí-la de um sexto


a um terço.

b) é inescusável.

c) se inevitável, diminui a pena de um sexto a um terço; se evitável, será


inescusável.
www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

d) se inevitável, exclui a tipicidade; se evitável, exclui a ilicitude do fato.

e) reduz a pena à metade.

10. (AOCP/TCE-PA/2012) De acordo com o Código Penal, a conduta de


“Exigir, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da
função ou antes de assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida"
caracteriza o tipo de

a) Corrupção Passiva.

b) Prevaricação.

c) Concussão.

d) Corrupção Ativa.

e) Tráfico de Influência.

11. (AOCP/TCE-PA/2012) De acordo com o Código Penal, se o funcionário


exige tributo ou contribuição social que sabe ou deveria saber indevido, ou,
quando devido, emprega na cobrança meio vexatório ou gravoso, que a lei
não autoriza, ele

a) pratica o crime de excesso de exação.

b) pratica o crime de usurpação de função pública.

c) pratica mera infração administrativa.

d) estará no estrito cumprimento do dever legal.

e) pratica desacato.

12. (AOCP/TCE-PA/2012) De acordo com o Código Penal, analise as assertivas


e assinale a alternativa que aponta as corretas.

I. Apropriar-se o funcionário público de dinheiro, valor ou qualquer outro bem


móvel, público ou particular, de que tem a posse em razão do cargo, ou
desviá-lo, em proveito próprio ou alheio, configura o crime de corrupção
passiva.

www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

II. Solicitar ou receber, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda


que fora da função ou antes de assumi-la, mas em razão dela, vantagem
indevida, ou aceitar promessa de tal vantagem, configura o crime de peculato.

III. Retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício, ou praticá-


lo contra disposição expressa de lei, para satisfazer interesse ou sentimento
pessoal, configure o crime de prevaricação.

IV. Exigir, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da
função ou antes de assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida,
configura o crime de concussão.

a) Apenas III e IV.

b) Apenas I e III.

c) Apenas II e III

d) Apenas II e IV.

e) I, II, III e IV.

13. (AOCP/TCE-PA/2012) Assinale a alternativa correta.

a) Solicitar ou receber, para si ou para outrem, direta ou indiretamente,


ainda que fora da função ou antes de assumi-la, mas em razão dela,
vantagem indevida, ou aceitar promessa de tal vantagem, constitui o crime
de prevaricação.

b) Retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício, ou praticá-


lo contra disposição expressa de lei, para satisfazer interesse ou sentimento
pessoal, constitui o crime de corrupção passiva.

c) Solicitar, exigir, cobrar ou obter, para si ou para outrem, vantagem ou


promessa de vantagem, a pretexto de influir em ato praticado por funcionário
público no exercício da função, constitui o crime de tráfico de influência.

d) Patrocinar, direta ou indiretamente, interesse privado perante a


administração pública, valendo-se da qualidade de funcionário, constitui o
crime de condescendência criminosa

www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

e) Deixar o funcionário, por indulgência, de responsabilizar subordinado que


cometeu infração no exercício do cargo ou, quando lhe falte competência, não
levar o fato ao conhecimento da autoridade competente, constitui o crime de
advocacia administrativa.

14. (AOCP/TCE-PA/2012) Analise as assertivas e assinale a alternativa que


aponta as corretas. Constitui crime contra as finanças públicas:

I. ordenar, autorizar ou realizar operação de crédito, interno ou externo, sem


prévia autorização legislativa.

II. ordenar ou autorizar a assunção de obrigação, nos dois últimos


quadrimestres do último ano do mandato ou legislatura, cuja despesa não
possa ser paga no mesmo exercício financeiro ou, caso reste parcela a ser
paga no exercício seguinte, que não tenha contrapartida suficiente de
disponibilidade de caixa.

III. prestar garantia em operação de crédito sem que tenha sido constituída
contragarantia em valor igual ou superior ao valor da garantia prestada, na
forma da lei.

IV. ordenar, autorizar ou promover a oferta pública ou a colocação no


mercado financeiro de títulos da dívida pública sem que tenham sido criados
por lei ou sem que estejam registrados em sistema centralizado de liquidação
e de custódia.

a) Apenas I, III e IV.

b) Apenas II e III.

c) Apenas III e IV.

d) Apenas I e II.

e) I, II, III e IV.

www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

15. (AOCP/COLÉGIO PEDRO II/2012) Exigir, para si ou para outrem, direta


ou indiretamente, ainda que fora da função ou antes de assumi- la, mas em
razão dela, vantagem indevida, constitui o crime de

a) peculato.

b) concussão.

c) peculato culposo.

d) corrupção ativa.

e) corrupção passiva.

16. (AOCP/COLÉGIO PEDRO II/2012) Deixar o funcionário, por indulgência,


de responsabilizar subordinado que cometeu infração no exercício do cargo
ou, quando lhe falte competência, não levar o fato ao conhecimento da
autoridade competente, caracteriza o crime de

a) peculato.

b) concussão.

c) advocacia administrativa.

d) condescendência criminosa.

e) prevaricação.

17. (AOCP/COLÉGIO PEDRO II/2012) No crime de corrupção passiva, se em


consequência da vantagem ou promessa, o funcionário retarda ou deixa de
praticar qualquer ato de ofício ou o pratica infringindo dever funcional, a pena
será aumentada de

a) um terço.

b) um quarto.

c) dois terços.

d) metade.

e) três quintos.
www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

18. (AOCP/COLÉGIO PEDRO II/2012) Deixar o funcionário, por indulgência,


de responsabilizar subordinado que cometeu infração no exercício do cargo
ou, quando lhe falte competência, não levar o fato ao conhecimento da
autoridade competente, caracteriza o crime de

a) peculato.

b) excesso de exação.

c) condescendência criminosa.

d) corrupção ativa.

e) corrupção passiva.

19. (AOCP/TRT/2004) Considere as assertivas a seguir, em relação ao crime


de sonegação de contribuição previdenciária:

I. Caracteriza-se pela conduta de omitir de folha de pagamento da empresa


ou de documento de informação previsto pela legislação previdenciária
segurados empregado, empresário, trabalhador avulso ou trabalhador
autônomo ou a este equiparado que lhe prestem serviços.

II. Caracteriza-se pela conduta de deixar de lançar mensalmente nos títulos


próprios da contabilidade da empresa as quantias descontadas dos segurados
ou as devidas pelo empregador ou pelo tomador de serviços.

III. Caracteriza-se pala omissão, total ou parcial, de receitas ou lucros


auferidos, remunerações pagas ou creditadas e demais fatos geradores de
contribuições sociais previdenciárias.

IV. A pena prevista é de reclusão, de 2 (dois) a 5 (cinco) anos, e multa.

V. O juiz nunca poderá deixar de aplicar a penalidade, mesmo se o agente for


primário e de bons antecedentes, e ainda que o valor das contribuições
devidas e acessórios, seja igual ou inferior àquele estabelecido pela
previdência social, administrativamente, como sendo o mínimo para o
ajuizamento de suas execuções fiscais, já que se trata de matéria de ordem
pública.

Marque a alternativa correta:


www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

a) somente as proposições I, II e III estão corretas

b) todas as proposições estão corretas

c) somente a proposição V está incorreta

d) todas as proposições estão incorretas

e) somente as proposições I e III estão corretas

20. (FEPESE/PC-SC/2017) De acordo com o Código Penal, o erro sobre a


ilicitude do fato, se inevitável:

a) isenta o agente de pena.

b) exclui a ilicitude do fato.

c) é punível como crime culposo.

d) é punível apenas com pena de detenção.

e) desclassifica o crime para forma tentada.

21. (FEPESE/PC-SC/2017) É correto afirmar sobre o erro de tipo.

a) O erro sobre o elemento constitutivo do tipo legal exclui o dolo.

b) O crime praticado com erro de tipo será desclassificado para a forma


tentada.

c) A prática de crime com erro de tipo somente é possível nos crimes dolosos
contra a vida.

d) Não se admite o erro de tipo nos crimes contra a administração pública.

e) O ato delituoso deverá ser apenado como contravenção quando presente


o erro sobre o elemento constitutivo do tipo legal.

www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

22. (FEPESE/PC-SC/2017) De acordo com o Código Penal, assinale a


alternativa correta acerca da imputabilidade penal.

a) O menor de dezoito anos é isento de pena para todos os efeitos legais,


quando demonstrado não entender o caráter ilícito do fato.

b) A embriaguez, quando voluntária, afasta a imputabilidade do agente.

c) A emoção, quando proveniente de caso fortuito, torna o agente


inimputável se ao tempo da ação ou da omissão não possuía a plena
capacidade de entender o caráter ilícito do fato.

d) Ao agir sob efeito da paixão, o agente terá reduzida a pena de um a dois


terços.

e) O agente que por doença mental, ao tempo da ação ou omissão, era


inteiramente incapaz de entender o caráter ilícito do fato é isento de pena.

23. (FEPESE/PC-SC/2017) De acordo com o Código Penal o erro sobre o


elemento constitutivo do tipo penal permite apenas a:

a) exclusão da culpabilidade.

b) materialização do crime impossível.

c) redução da pena para crime tentado.

d) prática do crime mediante concurso.

e) punição por crime culposo, se previsto em lei.

24. (FEPESE/PC-SC/2017) Para efeitos penais, considera-se funcionário


público:

1. quem exerça, ainda que sem remuneração, função pública.

2. quem exerça qualquer tipo de atividade remunerada.

3. apenas o servidor público aprovado em concurso de provas ou provas e


títulos.

4. aquele que exerce, unicamente, cargo ou emprego público.

www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

Assinale a alternativa que indica todas as afirmativas corretas.

a) É correta apenas a afirmativa 1.

b) São corretas apenas as afirmativas 1 e 4.

c) São corretas apenas as afirmativas 1 e 3.

d) São corretas apenas as afirmativas 3 e 4.

e) São corretas apenas as afirmativas 1, 3 e 4.

25. (FEPESE/PC-SC/2017) É correto afirmar sobre a infração penal:

a) A infração penal somente poderá ser cometida por pessoa física.

b) O Estado sempre será sujeito passivo formal de um crime.

c) Apenas os bens materiais poderão ser objeto de infração penal.

d) A infração penal não poderá ser praticada de forma isolada por um


agente.

e) O sujeito ativo de uma infração penal é o titular do bem jurídico lesado.

26. (FCC/TRF/2017) Não é considerado funcionário público, ainda que por


extensão, para os efeitos penais o

a) funcionário atuante em empresa contratada para prestar serviço atípico


para a Administração pública.

b) servidor temporário.

c) servidor ocupante em cargos por comissão.

d) empregado público contratado sob o regime da CLT.

e) cidadão nomeado para compor as mesas receptoras de votos e de


justificativas no dia das eleições.

www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

27. (IESES/IGP-SC/2017) É certo afirmar:

I. No concurso de pessoas as circunstâncias e as condições de caráter pessoal


nunca se comunicam.

II. Tipicidade conglobante é a comprovação de que a conduta legalmente


típica está também proibida pela norma, o que se obtém desentranhando o
alcance da norma proibitiva, conglobada com as restantes normas da ordem
normativa.

III. O sujeito ativo, geralmente, pode ser qualquer um, mas em certos tipos
são exigidas características especiais no sujeito passivo. Quando qualquer um
pode ser sujeito ativo, os tipos costumam enunciar “o que” ou “quem”.

IV. O erro de tipo não afasta o dolo.

Analisando as proposições, pode-se afirmar:

a) Somente as proposições II e III estão corretas.

b) Somente as proposições I e III estão corretas.

c) Somente as proposições II e IV estão corretas.

d) Somente as proposições I e IV estão corretas.

28. (CONSULPLAN/TRE-RJ/2017) No caso de semi-imputalilidade, pode o


magistrado, ao reconhecê-la, reduzir a pena de um a dois terços ou substitui-
la por medida de segurança. Trata-se de aplicação do sistema

a) vicariante.

b) psicológico.

c) do duplo trilho.

d) do duplo binário.

www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

29. (CONSULPLAN/TRE-RJ/2017) Acolhendo a proposta do Ministério Público


aceita pelo autor da infração, o Juiz aplicará a pena restritiva de direitos ou
de multa, que não importará em reincidência, sendo registrada apenas para
impedir novamente o mesmo benefício no prazo de cinco anos. Assim sendo,
enquadra-se nesse caso, a pessoa que,

a) tendo aceito a proposta de transação penal, pela prática de lesão


corporal, com o cumprimento de 72 horas de prestação de serviços à
comunidade em dezembro ano de 2012, não terá sob qualquer hipótese,
direito a nova transação penal antes de dezembro de 2017.

b) tendo aceito a proposta de transação penal, pela prática de


constrangimento ilegal, com o pagamento de multa em dezembro de 2012, e
histórico de prática de lesão corporal em setembro de 2017, terá direito a
nova transação penal.

c) tendo aceito a proposta de transação penal, pela prática de desacato, e


não cumprido o acordo da proposta, poderá em audiência conciliatória, ter
feita nova proposta de transação penal.

d) tendo cumprida a proposta de transação penal pela prática do crime de


ameaça, praticado em 2014, poderá, ter proposta nova transação penal em
crime praticado em 2017.

e) tendo praticado o crime de homicídio em agosto de 2012 seguindo de


prática de crime de lesão corporal leve após saída em livramento condicional,
terá proposta de transação penal em relação ao segundo crime.

www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

30. (CONSULPLAN/TRE-RJ/2017) João foi flagrado pela fiscalização, em


determinada estação ecológica que proíbe a pesca, portando vara de pescar
e com um espécime de peixe ainda vivo. A equipe de fiscalização então
devolveu o peixe ao rio no qual ele havia sido pescado. João argumentou que
não sabia que era proibido pescar ali e não resistiu à ação da fiscalização.

Nessa situação hipotética, configura-se

a) desistência voluntária e arrependimento eficaz.

b) crime tentado.

c) erro sobre a ilicitude do fato.

d) crime consumado, mas penalmente irrelevante.

e) crime impossível.

31. (CONSULPLAN/TRE-RJ/2017) Julgue os itens a seguir, a respeito do crime


de contrabando e de descaminho.

I A importação de colete à prova de balas sem a prévia autorização do órgão


público competente configura crime de contrabando.

II É inadmissível a aplicação do princípio da insignificância para o crime de


contrabando, uma vez que o bem jurídico tutelado não possui caráter
exclusivamente patrimonial, mas envolve a vontade estatal de controlar a
entrada de determinado produto em prol da segurança e da saúde públicas.

III Comete o crime de contrabando quem, de qualquer forma, utiliza em


proveito próprio ou alheio, no exercício de atividade comercial realizada em
residência, mercadoria de procedência estrangeira que introduziu
clandestinamente no Brasil.

IV Como os cigarros estrangeiros são produtos liberados para a


comercialização no Brasil — desde que previamente analisados e registrados
no país pelos órgãos competentes —, a pessoa que os importa sem
autorização comete o crime de descaminho.

Estão certos apenas os itens

www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

a) I e II.

b) I e III.

c) II e III.

d) II e IV.

e) III e IV.

32. (CONSULPLAN/TRE-RJ/2017) Marcelino, dirigindo seu veículo, é abordado


por policiais militares que o vistoriaram e nada encontraram de irregular, nem
com a documentação do veículo, tampouco com os documentos pessoais, os
quais estavam plenamente válidos. Apenas por precaução, os policiais o
convidaram para ir à Delegacia de Polícia para fazer uma melhor averiguação
de sua vida pregressa já que não simpatizaram com ele. Marcelino se recusa
a acompanhá-los e, os policiais o alertam que o conduzirão à força, caso ele
não concorde. No entanto, ele novamente não aceita acompanhá-los
resistindo à ordem. A conduta de Marcelino

a) configura crime de desacato e de resistência.

b) configura crime de resistência, somente.

c) configura crime de resistência e de desobediência.

d) configura crime de desacato e de desobediência.

e) não configura crime.

www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

33. (CONSULPLAN/TRE-RJ/2017) Marque a alternativa CORRETA sobre crime


consumado e crime tentado.

a) Define-se como tentado o crime que, quando ainda não iniciada a


execução, não se consuma por circunstâncias alheias à vontade do agente.

b) Na tentativa perfeita, o agente inicia a execução sem, contudo, utilizar


todos os meios que detinha ao seu alcance, e o crime não se consuma por
circunstâncias alheias à sua vontade.

c) O critério para diminuição da pena no crime tentado está relacionado com


a maior ou a menor proximidade da consumação, quer dizer, a distância
percorrida do iter criminis.

d) Os crimes materiais e formais comportam a possibilidade de tentativa,


entretanto, no que se refere aos crimes de mera conduta, não é possível sua
configuração.

e) O crime falho, também chamado de tentativa inacabada, é uma espécie


de tentativa na qual o agente pratica o fato em erro, ou seja, o agente elabora
uma falsa percepção da realidade ao praticar sua conduta.

34. (PUC-PR/TJ-MS/2017) Acerca do dolo e da culpa, marque a alternativa


CORRETA.

a) O Código Penal Brasileiro, ao dispor que o crime é doloso quando o agente


quis o resultado ou assumiu o risco de produzi-lo, está adotando as teorias
da vontade e do assentimento, respectivamente.

b) O dolo presumido ou dolo in re ipsa é uma espécie de dolo que exige


comprovação técnica e fática da sua ocorrência no caso concreto e é
perfeitamente compatível com os princípios que regem o direito penal, em
especial a vedação da responsabilidade penal objetiva.

c) É possível dizer que o crime culposo, em regra, possui os seguintes


elementos: conduta involuntária; violação de um dever de cuidado objetivo;
resultado naturalístico involuntário; nexo causal, tipicidade; previsibilidade
objetiva e ausência de previsão.

www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

d) A culpa consciente é aquela em que o agente não prevê o resultado


naturalístico e, mesmo assim, realiza a conduta acreditando verdadeiramente
que nada ocorrerá.

e) A culpa própria, também denominada de culpa por extensão ou


equiparação, é aquela em que o sujeito, após prever o resultado, realiza a
conduta por erro escusável quanto à ilicitude do fato.

35. (PUC-PR/TJ-MS/2017) Com referência ao arrependimento posterior,


assinale a opção correta.

a) O arrependimento posterior é causa obrigatória de diminuição de pena,


admitindo-se a reparação do dano ou a restituição da coisa até o trânsito em
julgado da ação penal.

b) O autor da infração, ao arrepender-se, deverá, para que sua pena seja


reduzida, reparar voluntariamente danos ou restituir a coisa subtraída, até o
recebimento da queixa ou da denúncia.

c) O arrependimento posterior incide exclusivamente nos crimes contra o


patrimônio e impõe a restituição espontânea e integral da coisa até o
recebimento da denúncia ou da queixa.

d) Intervenção de terceiros na reparação do dano ou na restituição da coisa,


desde que ocorra antes do julgamento, não afastará o reconhecimento de
arrependimento posterior.

e) Para que sua pena seja reduzida, o agente deverá, espontaneamente,


logo após a consumação do crime, minorar as consequências dele e, até a
data do julgamento, reparar danos.

36. (PUC-PR/TJ-MS/2017) Um elemento que integra o conceito de


culpabilidade aplicado ao direito brasileiro é o(a)

a) obediência hierárquica.

b) dolo.

c) real consciência da ilicitude.

d) nexo causal.
www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

e) exigibilidade de conduta diversa.

37. (PUC-PR/TJ-MS/2017) O estabelecimento de crimes de responsabilidade


fiscal tem como um de seus objetivos evitar o cometimento de atos
atentatórios ao coerente exercício da Administração Pública. Sobre os tipos
existentes no ordenamento jurídico, assinale a alternativa incorreta.

a) Constitui crime contra as finanças públicas autorizar a inscrição de


despesa que exceda limite estabelecido em lei

b) É tido como crime o ato de promover o cancelamento do montante de


restos a pagar inscrito em valor superior ao permitido em lei

c) Vedado ao agente, sob pena de punição em esfera penal, ordenar despesa


não autorizada por lei

d) Será punido criminalmente o agente que promover a oferta pública de


títulos da dívida pública sem que estejam registrados em sistema centralizado
de liquidação e de custódia

e) É crime ordenar o aumento de despesa total com pessoal, nos cento e


oitenta dias anteriores ao final do mandato ou da legislatura

38. (PUC-PR/TJ-MS/2017) Não constitui crime contra a administração


pública:

a) Retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício, ou praticá-


lo contra disposição expressa da lei, para satisfazer interesse ou sentimento
pessoal

b) Devassar o sigilo de proposta de concorrência pública, ou proporcionar a


terceiro o ensejo de devassa-lo

c) Iludir, no todo ou em parte, o pagamento de direito ou imposto devido


pela entrada, pela saída ou pelo consumo de mercadorias

d) Utilizar ou divulgar, indevidamente, com o fim de beneficiar a si ou a


outrem, ou de comprometer a credibilidade do certame, conteúdo sigiloso de
concurso público

e) Desobedecer à ordem legal de funcionário público


www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

39. (IBFC/TJ-PE/2017) A teoria do erro detém grande importância para


avaliação da responsabilidade penal de indivíduo acusado do cometimento de
delito. Sobre o erro de tipo, assinale a alternativa correta:

a) Erro de tipo é equívoco de representação, ou seja, o agente atinge


terceiro achando tratar-se de pessoa que visava atingir com sua conduta
ilícita

b) Conhecido como “aberratio ictus”, o erro de tipo se vislumbra quando do


momento da execução do delito terceiro é atingido sem que o agente tenha
vontade de o fazê-lo

c) O erro de tipo é uma modalidade de erro que, quando verificada, não


exclui o dolo, cabendo ao julgador verificar a ocorrência de engano durante a
execução do delito e aplicar-lhe pena mais branda

d) Erro verificável quando o agente criminoso supõe que sua conduta recai
sobre determinada coisa e na realidade recai sobre outra

e) Trata-se de erro sobre elemento constitutivo do tipo legal, excluindo o


elemento subjetivo e permitindo uma condenação por ato culposo, quando
previsto em lei penal

40. (FCC/TST/2017) Ao assumir o exercício da titularidade da Vara do


Trabalho “Z”, após recém-aprovado no Concurso para ingresso na Carreira da
Magistratura, deparou-se o Juiz Substituto Ângelo com multifacetado
panorama. O Diretor de Secretaria Paulo, nomeado como fiel depositário de
automóvel em execução trabalhista em curso na Vara, usava diariamente este
veículo para locomoção pessoal. Em audiência, foi entregue petição
diretamente ao Juiz Ângelo, pelo advogado Bonifácio, noticiando que Júlia,
assistente da sala de audiências, por deter livre acesso à Secretaria da Vara,
extraiu de autos de execução trabalhista, que não estavam sob a guarda da
referida servidora, três guias de levantamento legitimamente assinadas pelo
magistrado anterior, sacando e utilizando, em proveito próprio, valores que
deveriam ter sido disponibilizados ao trabalhador cliente do mencionado
advogado. Foi noticiado na petição também que, por deter relação afetiva
extraconjugal com Júlia, casada com Pedro, e objetivando manter em segredo
o relacionamento, o Diretor de Secretaria Paulo não comunicou o panorama
www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

ao magistrado antecedente, tampouco ao Tribunal. No afã de desvencilhar-


se de eventual responsabilidade, por serem verídicos os fatos noticiados pelo
advogado Bonifácio, Júlia protocolizou, no Setor de Distribuição da Vara,
petição anônima atribuindo a autoria do suposto delito quanto às guias ao
servidor Rafael, Chefe da Seção de Execução. À vista dos aspectos envolvidos,
o Juiz Ângelo expediu ofícios ao Tribunal e à autoridade policial, com descrição
dos fatos pertinentes, para conhecimento e adoção de providências cabíveis
nas searas administrativa e penal.

No caso hipotético,

a) ao subtrair as guias de levantamento relativas a valores devidos a


exequente trabalhador, que estava em autos de execução trabalhista na Vara
em que atuava, Júlia praticou o crime de peculato impróprio.

b) o Diretor de Secretaria Paulo praticou o crime de peculato de uso quanto


ao veículo.

c) ao utilizar os valores extraídos do feito judicial, a assistente da sala de


audiências Júlia praticou o crime de excesso de exação, na modalidade
prevista no §2° do art. 316 do Código Penal.

d) o Chefe da Seção de Execução Rafael foi vítima de denunciação caluniosa,


sendo o uso de anonimato pelo(a) agente do crime causa de aumento da pena
em um terço.

e) ao ocultar dos superiores hierárquicos o panorama de ocorrência de


valores indevidamente extraídos do feito judicial e utilizados por Júlia, com
base na motivação narrada, Paulo praticou a conduta de condescendência
criminosa.

41. (FCC/DPE-RS/2017) Considere trechos do poema abaixo.


(...) Meu leiteiro tão sutil

de passo maneiro e leve,

antes desliza que marcha.

É certo que algum rumor

sempre se faz: passo errado,

www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br
vaso de flor no caminho,

cão latindo por princípio,

ou um gato quizilento.

E há sempre um senhor que acorda,

resmunga e torna a dormir.

Mas este acordou em pânico

(ladrões infestam o bairro),

não quis saber de mais nada.

O revólver da gaveta

saltou para sua mão.

Ladrão? se pega com tiro.

Os tiros na madrugada

liquidaram meu leiteiro.

Se era noivo, se era virgem,

se era alegre, se era bom,

não sei, é tarde para saber.

Mas o homem perdeu o sono

de todo, e foge pra rua.

Meu Deus, matei um inocente.

Bala que mata gatuno

também serve pra furtar

a vida de nosso irmão.

Quem quiser que chame médico,

polícia não bota a mão neste filho de meu pai.

Está salva a propriedade.

A noite geral prossegue,

a manhã custa a chegar,

mas o leiteiro

estatelado, ao relento,

perdeu a pressa que tinha.


www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br
Da garrafa estilhaçada,

no ladrilho já sereno

escorre uma coisa espessa

que é leite, sangue... não sei.

Por entre objetos confusos,

mal redimidos da noite,

duas cores se procuram,

suavemente se tocam,

amorosamente se enlaçam,

formando um terceiro tom

a que chamamos aurora.

Diante destes trechos derradeiros do poema Morte do Leiteiro, de Carlos


Drummond de Andrade (A rosa do povo. Rio de Janeiro: Record, 1996, p.
110-111), é correto tecnicamente afirmar:

a) considerada a topografia do direito brasileiro positivado, cuida-se de um


argumento clássico de erro de tipo que bem se tributa à chamada teoria
limitada da culpabilidade.

b) considerada a topografia do direito brasileiro positivado, cuida-se de um


argumento clássico de erro de proibição, com a subsequente exclusão do dolo.

c) tem-se, nesse poema, um argumento clássico da denominada aberratio


ictus.

d) tem-se, nesse poema, um argumento clássico da denominada aberratio


criminis.

e) tem-se, nesse poema, um argumento clássico de advento de causa


relativamente independentemente.

www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

42. (FCC/DPE-RS/2017) O agente da polícia civil denominado “A” dirigiu-se à


32ª Delegacia de Polícia e, valendo-se da sua qualidade de funcionário
público, tentou favorecer pessoa acusada de tentativa de homicídio, pedindo
ao agente responsável pela oitiva que ajudasse o detido a sair daquela
situação. Assim colocada a questão, assinale a alternativa que corresponda
ao delito cometido pelo agente “A”:

a) Condescendência criminosa.

b) Tráfico de influência.

c) Advocacia administrativa.

d) Exploração de prestígio.

43. (FCC/DPE-RS/2017) Durante discussão acontecida na Câmara Municipal


de uma cidadezinha do interior, o vereador “A” dispara um tiro contra o
vereador “B” com a intenção de matá-lo, porém causa-lhe apenas lesão
corporal. Ocorre que o mesmo projétil que atravessou o ombro de “B”, atingiu
o tórax do presidente da Câmara “C”, causando-lhe a morte, resultado não
pretendido por “A”. É correto afirmar que, nesse caso hipotético, houve

a) aberratio ictus, aplicando-se a regra do concurso formal próprio..

b) aberratio criminis, aplicando-se a regra do concurso formal imperfeito.

c) erro na execução, aplicando-se a regra do concurso formal impróprio.

d) erro in personae, aplicando-se a regra do concurso formal perfeito.

44. (FCC/DPE-RS/2017) Determinado médico particular, contratado por


hospital privado, conveniado ao SUS, exigiu honorários de R$ 100,00 (cem
reais) de um paciente pela consulta. Nesse sentido, assinale a alternativa
correta:

a) A conduta do médico se subsume à do crime de excesso de exação.

b) A conduta em análise é típica do delito de peculato.

c) A narrativa traduz a conduta típica do crime de concussão.

d) O médico cometeu o crime de extorsão.


www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

45. (FCC/DPE-RS/2017) Acerca dos crimes em espécie previstos no CP e na


legislação especial, assinale a opção correta:

a) Segundo entendimento do STJ em relação ao crime de peculato, configura


bis in idem a aplicação da circunstância agravante de ter o crime sido
praticado com violação inerente a cargo.

b) A lei estabelece, com relação ao sistema de vendas ao consumidor em


que o preço do produto seja sugerido pelo fabricante, que, se este praticar
crime contra as relações de consumo, responderá por esse ato também o
distribuidor ou o revendedor.

c) O agente que falsificar e, em seguida, usar o documento falsificado,


responderá pelos crimes de falsificação e uso de documento falso, por se
tratar este último de um post factum punível.

d) No âmbito da Lei Maria da Penha – Lei nº 11.340/06 , a expressão


“violência” designa a violência física ou corporal (vis corporalis), ou seja, o
emprego de força física sobre o corpo da mulher de modo a facilitar a
execução de determinado crime, mas não abrange a chamada violência
imprópria (vis compulsiva), como a grave ameaça.

46. (FCC/DPE-RS/2017) Analise as assertivas abaixo, sobre crimes


hediondos, e assinale a alternativa correta:

I. A progressão de regime, no caso dos condenados por crimes hediondos,


atualmente, dar-se-á após o cumprimento de 2/5 (dois quintos) da pena, se
o apenado for primário, ou 3/5 (três quintos), se reincidente em crime da
mesma espécie.

II. A liberdade provisória não é permitida nos processos por crimes hediondos,
mas o excesso de prazo autoriza o relaxamento da prisão processual.

III. A pena para os crimes hediondos, ou equiparados, será cumprida


inicialmente em regime fechado, na hipótese de não cabimento de regimes
menos gravosos.

IV. Para efeito de progressão de regime no cumprimento de pena por crime


hediondo, ou equiparado, não é obrigatório o exame criminológico na

www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

avaliação do preenchimento dos requisitos objetivos e subjetivos pelo


condenado, mas uma vez exigido, tal decisão deve ser fundamentada.

Está correto somente o que se afirma em:

a) I e IV.

b) II e III.

c) III e IV.

d) I e III.

47. (FCC/DPE-RS/2017) Após uma discussão em um bar, Pedro decide matar


Roberto. Para tanto, dirige-se até sua residência onde arma-se de um
revólver. Ato contínuo, retorna ao estabelecimento e efetua um disparo em
direção a Roberto. Contudo, erra o alvo, atingindo Antonio, balconista que ali
trabalhava, ferindo-o levemente no ombro. Diante do caso hipotético, Pedro
praticou, em tese, o(s) crime(s) de

a) lesão corporal leve.

b) lesão corporal culposa.

c) homicídio tentado e lesão corporal leve.

d) lesão corporal culposa e tentativa de homicídio.

e) homicídio na forma tentada.

48. (FCC/DPE-RS/2017) Em Atenas, na Antiguidade, retirar a própria vida era


visto como uma injustiça contra a comunidade, sendo vedadas ao suicida as
honras fúnebres, bem como a sepultura regular. Na Roma antiga, por sua
vez, aquele que pretendesse se matar, deveria submeter seus motivos ao
Senado que, então, decidiria se eram ou não aceitáveis. No Brasil, segundo o
Direito Penal atual, o suicídio

a) é crime contra a pessoa, previsto na parte especial do Código Penal, com


pena de reclusão, de 2 a 6 anos, se o agente vier a sobreviver.

b) somente é punível o induzimento, a instigação e o auxílio a suicídio, ainda


que da tentativa resulte apenas lesão corporal de natureza leve.
www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

c) somente é punível se praticado mediante o uso de explosivo.

d) não tem qualquer relevância penal para seu autor.

e) somente é punível se o suicida deixar herdeiros menores ou incapazes

49. (FCC/DPE-RS/2017) Insatisfeito com o comportamento de seu


empregador Juca, Carlos escreve uma carta para a família daquele, afirmando
que Juca seria um estelionatário e torturador. Lacra a carta e a entrega no
correio, adotando todas as medidas para que chegasse aos destinatários. No
dia seguinte, porém, Carlos se arrepende de seu comportamento e passa a
adotar conduta para evitar que a carta fosse lida por qualquer pessoa e o
crime consumado. Carlos vai até a casa de Juca, tenta retirar a carta da caixa
do correio, mas vê o exato momento em que Juca e sua esposa pegam o
envelope e leem todo o escrito. Ofendido, Juca procura seu advogado e narra
o ocorrido.

Considerando a situação apresentada, o advogado de Juca deverá esclarecer


que a conduta de Carlos configura crime de:

a) injúria, consumado;

b) tentativa de injúria, pois houve arrependimento eficaz, devendo Carlos


responder apenas pelos atos já praticados;

c) tentativa de calúnia, pois houve desistência voluntária, devendo Carlos


responder apenas pelos atos já praticados;

d) tentativa de calúnia, pois houve arrependimento eficaz, devendo Carlos


responder apenas pelos atos já praticados;

e) calúnia, consumado.

www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal
CONCURSO PM/RN – DIREITO PENAL

Prof. Willian Prates

www.willianprates.com.br

50. (FCC/DPE-RS/2017) Oficial de Justiça ingressa em comunidade no interior


do Estado de Santa Catarina para realizar intimação de morador do local.
Quando chega à rua, porém, depara-se com a situação em que um
inimputável em razão de doença mental está atacando com um pedaço de
madeira uma jovem de 22 anos que apenas caminhava pela localidade.
Verificando que a vida da jovem estava em risco e não havendo outra forma
de protegê-la, pega um outro pedaço de pau que estava no chão e desfere
golpe no inimputável, causando lesão corporal de natureza grave.

Com base apenas nas informações narradas, é correto afirmar que, de acordo
com a doutrina majoritária, a conduta do Oficial de Justiça:

a) não configura crime, em razão da atipicidade;

b) não configura crime, em razão do estado de necessidade;

c) configura crime, mas o resultado somente poderá ser imputado a título


de culpa, em razão do estado de necessidade;

d) não configura crime, em razão da legítima defesa;

e) configura crime, tendo em vista que não havia direito próprio do Oficial
de Justiça em risco para ser protegido.

GABARITO
1-C 2-B 3-A 4-D 5-D 6-C 7-D 8-B 9-A 10-C
11-A 12-A 13-C 14-E 15-B 16-D 17-A 18-C 19-C 20-A
21-A 22-E 23-E 24-A 25-B 26-A 27-A 28-A 29-A 30-D
31-A 32-E 33-C 34-A 35-B 36-E 37-B 38-D 39-E 40-A
41-A 42-C 43-A 44-C 45-A 46-C 47-E 48-D 49-A 50-D
Bons estudos e sucesso em sua vida!!!
Para outros materiais, acesse:
www.willianprates.com.br

www.willianprates.com.br
Atenção: Pirataria é crime e pode prejudicar o seu ingresso na carreira pública.
Os direitos autorais são protegidos por lei e o infrator está sujeito as penalidades do art. 184 do Código Penal