Sie sind auf Seite 1von 8

BORÍ PASSO A PASSO

Material:

1. Bacia de esmalte
2. Comidas brancas
3. Frutas brancas
4. Roupas brancas
5. Fios de conta (Oxalá e Yemanjá )
6. Amací
7. Pemba
8. Quartinha
9. Folhas de orí
10. 1 pombo
11. 1 galinha
12. 1 pato
13. 1 saqué
14. 5 obí branco
15. Vários acaçás
16. Canjica branca em quantidade
17. Velas
18. Pemba

Procedimento:

É saudado Orí com sua cantiga antes de começar seus atos:

OLORÍ URÊ ( 2X)


IBÁ BORI BORIKÃ, ODARA ORÍ (2X)

É obrigado a cantar essa reza, para que Babá ÀJÀLÁ (senhor das cabeças) venha
transformar esse Orí BURUKÚ em Orí ODARA e para que seja cultivado um bom Orí.
Em seguida é cantada para o modelador das cabeças, cantada para o Babá Orí ( pai das
cabeças):

~1~
AWRE, AWRE BOKUN SURÉ ÀJÀLÁ.
OJISÉ TAYÓ
OLORÍ OXÊ
ERÓ, ERÓ

CANTICOS PARA ORÍ

O OBÍ é oferecido a cabeça do iniciado, e é cantado a cantiga de BIOSÊ.


Sobre essa cantiga é feito o ato levando nos quatros pontos cardiais da cabeça, depois
é aberto na ponta da unha ou da faca.
Também é tocado nos dedões das mãos e dos pés, representando os ancestrais, os
antepassados masculinos e femininos.
Esse OBÍ será aberto e será dito três vezes cada:

OBÍ IKU MÁKÚ (3X) (nada de morte)


OBÍ KUMÁ SÉ EJÓ (3X) (nada de problemas)
OBÍ KUMÁ SÓFÓ (3X) (nada de perdas)
ARIN DENDEUÁ (está entre nós)

Em seguida é cantada:

BÍOSÉ ORI OO
BÍOSÉ ORI OO AKÍBÓ
ORIXÁ KIBEUÊ
BÍOSÉ ORI OO ALÁ APERÉ

ORÌ é um ser sem corpo, nesse momento você está pedindo, invocando, solicitando
que Orí se sente. Depois de feito esse BÍOSÉ será entoado:

É ORÍ ODARÉ KENI IJÉ LONIN


GÉ, GÉ... GÉ KENI IJÉ LONIN
GÉ, GÉ

Depois de cantado você saúda Orí e as pessoas respondem:

ORÍ OOO
ORÍ APÉRÉ

~2~
Em seguida vem a saudação a Yemanjá:

YEMANJÁ ORI ORÍ LÉ


YEMANJÁ
ORI ORÍ LÉ

Feito isso o obí será jogado em um prato branco molhado com agua.
Assim que obtido a resposta de ÀLÀFIA que significa positivo, correto, isso mesmo,
será cantado:

BARÁGADÁ OBÍ ÈLÁ OKAN


BARÁGÁDÁ... È OBÍ ÈLÁ OKAN
BARÁGADÁ

São tirado as quatros partes laterais desse obí, uma das quatro partes é separada e
cortadas. Pequenos pedaços serão dados às pessoas que estão presenciando a
obrigação, ou seja, as autoridades. Não esquecendo de que a pessoas que está
oficiando a obrigação tanto como quem esta recebendo terá que mastigar e extrair a
massa, sendo assim não poderá ser engolida. Em seguida virá o AKAÇÁ que será aberto
na frente da pessoa e em todos os outros três pontos: lado esquerdo, lado direito e
nas costas. Será cantado na abertura dos akacas:

EKÓ BABA TORÓDÈ XAURÉ


BABA TORODÈ

Feito esse procedimento a bacia de agua deve esta posta para que seja lavada a
cabeça dessa pessoa, e em seguida canta-se:

ORI OMI KEMI XAKÁ OMI


ORI OMI KEMI XAKÁ È ORÍ HIAN
ORÍ ODO RÈ OMI EJÉ OOO
ASÁKUÁ LEKÈ AUN SÒLÒKÒ
AFIKI ORI ABIAN IFÉ
ATORÉ GBOBO È ORI OO

Em seguida será lavado com o AMACÍ também conhecido como OMI ERÓ feito com
folhas especificas para lavar a cabeça, folhas frias, canta-se lavando a cabeça da
pessoa:

EWÊ POTIN LÉ EWÊ O


EWÊ POTIN LÉ EWÊ O
EWÊ POTIN LÉ EWÊ O
~3~
EWÊ POTIN LÉ EWÊ O

Lava-se a cabeça dessa pessoa, enxuga-se para que não venha a irritar os olhos. Faz-se
a medição para que encontre o centro da cabeça da pessoa que é chamado de OSÚ. A
pessoa que está oficiando a obrigação sopra aquele lugar, para que trava vida aquele
Orí, por três vezes é soprado. É esse sopro que cria a ligação entre o zelador e o filho.
Feito isso vem o AKAÇÁ sobre essa região, e antes que seja posto ele é levado nos
quatro lados da cabeça e com a ponta dos dedos moldando para que fique fixado na
cabeça em forma de ADOSU. Em seguida vai-se cantando:

YÁRIOO, YÁRIOO
YÁRIOO ORUNMILÁ (2X)
IFÁ KUN AGAIFÚ ORUNMILÁ
ONIXÓPÉ OMÓ ILÉ

Realizado esse ato é hora de acrescentar as folhas apropriadas para Orí cantando:

ORÍ AXIKIN ÈDÍEDÁ ENIPÈ (2X)


È ORÍ MODO BOBO OLUO
ORI O, ORI O
ORÍ ASSÁ ENIN XOLOKO ONBORÒ TALAJÁ
ORÍ ALORÍXA DUNDA AXIKIN ORÍ ASÉ DUNDUM ASÉ MANGÁ
ORI OO, ORÍ OMÃN, ORÍ LOMÃN TALASÉ, APÁSÉ.
ORI LOMÃN TALASÉ.

Pela condução desse ato em seguida é feito um orifício no centro do AKAÇÁ que atinja
o casco da cabeça, sobre o auxilio da folha da costa e onde será depositado a massa e
os outros Asé.
Estará sendo preparadas para entrar com os bichos, em situações de cabeças quentes,
pessoas briguentas, de confusões é estendido o ÀLÁ e cantado:

ÀLÁ ORÔ ÀLÁ


BABÁ EIN KUNFARADÁ
------------------------------------------------------------------------------
È ORIO ALÁ APÈRÈ
È ORIO ALÁ APÈRÈ
OMÓ OLÚ AYE, OMÓ OLÚ IBADÈ
È ORIO ALÁ APÈRÈ

As quatro fatias de obí que anteriormente tinha sido cortado e reservadas são
colocadas no akaçá, representando os quatro pontos cardiais, enfiado no akaçá.

~4~
Em seguida uma galinha branca será oferecida a orí.
Será cantado para cortar:

ALÁUN, ALÁUNDÊ IUÁ, IUÁ


ALÁUN, ALÁUNDÊ YÁ ORI ODÈ

O primeiro EJÉ é dado ao akaçá que esta no chão, e que representa o BARÁ pessoal do
individuo da obrigação. Primeiro o do chão, segundo o do Orí, e depois para o IGBÁ
ORÍ.
Em seguida será oferecida a pata, o oficializador apresenta tocando com o peito na
cabeça dos quatro lados cardiais e nos polegares.
Antes de iniciar deve-se despejar agua no chão, pois pato trás muito fuxico, e para que
nada disso aconteça deve ser feito esse ato e cantar:

BANMÍ LÁOXÊ OO PÉ PÉ
PADÈ OMÃN
BANMÍ LÁOXÊ OO PÉ PÉ
PADÈ OMÃN

O ritual de cortar o bicho segue o mesmo, de primeiro o akaçá do chão, depois do Orí e
igbá orí .
O próximo bicho será o ETÚ (saqué) e feito os atos de apresentação e coberto com
folha os olhos do bicho assim como o pato e o pombo e canta:

BIBÍÉ, BIBÍ ETÚ


OO KEN KENHEIN
BIBÍÉ, BIBÍ ETÚ
OO KEN KENHEIN

É hora de entrar com o EYELÉ, o bicho que cobre toda a obrigação, será oferecido na
mão sem faca. Segue o procedimento de apresentação e depois canta:

EYELÉ YEMANJÁ NI´NLÉ


OLUO OJÚ MAMAN
EYELÉ YEMANJÁ NI´NLÉ
OLUO OJÚ MAMAN

IBÚ ÀLÁ OLUO IGBOSÉ OJÚ MAMAN


IBÚ ÀLÁ OLUO IGBOSÉ
OLUO OJÚ MAMAN

~5~
Penas do peito, as fininhas são retiradas do peito e cobrem a obrigação do igbá Orí e a
da cabeça.
Por ultimo será coberto com o EBÒ e a EWÈ YÁ, logo depois vem o ODJÁ cobrindo a
obrigação da cabeça.
Nesse ato é necessário colocar meu na obrigação do igbá e nos akaçás e canta:

OKIN ORIXÁ MUNHÉNHÉ (2X)


ÉKUN MOKIÒ AWÁ DODEO (2X)

MANBÁ ORIXÁ LUNMANBÁ (2X)


ÉKUN MANBAMBÁ AWÁ DODEO (2X)
A obrigação feita a ORÍ é realizada com o individuo acordado, a possessão só ocorrerá
no final.
Ao colocar EBÒ nas obrigações, tanto no igbá Orí quanto nos akaças e será entoado:

BABÁ KOLÓFIN EHUN MORONÃN


AINAKÒ EBÒ... KOLÓFIN EHUN MORONÃN AINAKÒ
ORUNMILÁ KOLÓFIN EHUN MORONÃN
AINAKÒ EBÒ... KOLÓFIN EHUN MORONÃN AINAKÒ
KAJÁ PRIKUN KOLÓFIN EHUN MORONÃN
AINAKÒ EBÒ... KOLÓFIN EHUN MORONÃN AINAKÒ
BABÁ KOLÓFIN EHUN MORONÃN
AINAKÒ EBÒ... KOLÓFIN EHUN MORONÃN AINAKÒ
ORIXÁ GBOBO KOLÓFIN EHUN MORONÃN
AINAKÒ EBÒ... KOLÓFIN EHUN MORONÃN AINAKÒ
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

REZA DOS CONTEUDOS


KOLÓBOSÉ, KOLÓBOSÉ KOLÓBÓ
AJÉUN GBÓ IGBORÍ OO
KOLÓBOSÉ, KOLÓBOSÉ KOLÓBÓ
EKÓ IGBORÍ OO
KOLÓBOSÉ, KOLÓBOSÉ KOLÓBÓ
EJÁ IGBORÍ OO
KOLÓBOSÉ, KOLÓBOSÉ KOLÓBÓ
OBÍ IGBORÍ OO
KOLÓBOSÉ, KOLÓBOSÉ KOLÓBÓ
EWÈ IGBORÍ OO
KOLÓBOSÉ, KOLÓBOSÉ KOLÓBÓ.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------

~6~
REZA DO SAL (ÍÓ)

O ÍO, O ÍO… O ÍO, LODÒ ÍO


OJÚ MÓMÓ ALÁ EJÉ
O ÍO, LODÒ ÍO.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------

REZA DO AZEITE (EPÔ)

EPÔ LOJÚ OLÓJÁ EPÔ


LOJÚ OLÓJÁ EPÔ
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

REZA DO MEL (OÍN)

MARAIN, MARAIN
MARAIN, MARA IÔ
OJU MAMAN ALÁ EJÉ
MARAIN, MARAIN IÔ.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------

REZA DA BEBIDA (OTÍ)

KENIN IBÁ OTÍ, KENIN IBÁ OTÍ OO.


KENIN IBÁ OTI, KENIN IBÁ OTI OO
OJÚ MAMAN ALÁ EJÉ
KENIN IBÁ OTI, KENIN IBÁ OTI OO
KENIN IBÁ OTI, KENIN IBÁ OTI OO
----------------------------------------------------------------------------------------------------------

REZA DA AGUA (OMI)

NILÁ OMI KENIN LÁ OMI


OJU MAMAN NILÁ ASÉ
NILÁ OMI KENIN LÁ OMI
OJU MAMAN NILÁ ASÉ
----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Depois se canta para separa os INSÉS:

ERAN POPO GBOBO, AYEYE.


ERAN POPO GBOBO, AWOO.

~7~
ERAN POPO GBOBO, AYEYE.
ERAN POPO GBOBO, EJÉOO.

Depois de retirado todos os INSÉS, é hora de molhar para que seja levado para a
cozinha e os akaças. Os akaças são entregues no mato depois que todos os bichos
serão limpos, que penas, vísceras etc. serão entregues juntos com ele e canta:

TETERETE OJÚ OMI PÁÔ


TETERETE OJÚ OMI PÁ
TETERETE OMI ASÉ
TETERETE OJÚ OMI PÁÔ

Depois de levado os bichos, e os akaças para a cozinha canta se a cantiga de levante da


pessoa do APERÈ que é a ZUELA de OXALÁ:

DIDÈ, O DIDÈ.
AJÁ LODÔ KEUÁ AWÔ DIDÈ (3X)

A pessoa já de pé, o oficializador canta:

DIDÈ, DIDÈ, DIDÈ NAN


DIDÈ, DIDÈ, DIDÈ NAN
BABÁ BURUKAN ÈDIDE NAN

Depois de feito os procedimentos ele é conduzido até a ENÍ, ajoelha, faz mão de pilão,
deita de barriga para cima bate PÁÓ e estica a mão por sobre o corpo, cobre com o
ALÁ.
Deixando ele coberto salpica um pouco de agua e canjica, cantando para OXALÁ:

ALÁ ORO ALÁ...

ORO, BABÁ NIXORÔ...

Depois de feito todos os atos é coberto a casa e calçada com canjica, e os INSÉS
prontos é dado a pessoa de obrigação, uma porção de arroz, canjica, farofa de inhame,
peito desfiado e do pombo misturado para que ele possa comer.
E ir conversando com ela e ir orientando sobre a religião.

~8~