Sie sind auf Seite 1von 6
by UY “Nao pelas obras de fustica que houvéssemos feito, mas, segundo a sua misericérdia, nos salvou pela Javagem da regeneracdo e da renovacao do Espirito Santo” (3.5). a an TW | ( revestimento do nova homem em Cristo 96 6 posstvel mediante a obra transtormadora e vivilicante do Uspirito Santo, a partir da rege- neracao do pecador. | Segunda - I Jo 3.13.14 Regeneracho: vida renovada ‘Terca- Rm 12.2 Regeneraca lente renovada Quarta - 2 Co 5.17 Regeneracao: propdsitos renayados Ligdies Biblicas ROMANS 3.23-26 23- Porque todos pecaram e desti- tuidos estao da gloria de Deus, 24- sendojustificados gratuitamen- tepelasua graca, pelaredengao que ha em Cristo Jesus, 25-a0 qual Deus propés para propiciacdo pela fé no seu sangue, para demonstrar a sua justia pela _ remissao dos pecados dantes come- tidos, sob a paciéneia de Deus; 26- para demonstracao da suajusti- ca neste tempo presente, para que Quinta - Jo 1.12,13 Regeneracao: a vontade de Deus em nossa vida Sexta - Rm 8.7-11 4 Regeneracao: uma obra do Espirito Sabado - 1 Co 6.20 | Regeneracaa: 0 despir- velho homem 33 ele seja justo e justificador daquele que tem {6 em Jesus. CH Ta ev INTRODUGAO A medida que avancamos no es- iudo do enganoso movimento do pos-modernisino, fica bem Claro que um de seus principais fundamentos —o homem como a medida de to- das as coisas — ignora o estado pe- caminoso deste @ exchii a sua ne- cessidade da regeneragao, Esta é a grande falacia do Diabo através dos seus instrumentos, para assim agir livremente sobre a consciéncia, que, cauterizada por essa idéia, leva o ser | humano a nao admitir o pecado,.a culpa ¢ a necessidade de revestir- vo homem regenerado em 1, Nao ha transgressao onde nao houve propésito. Esteinsano enunciado € deles. Isto equivale dizer que 0 homem surgi: por acaso, sem qualquer propésito nem disposicao intencional de uma mente superior — a mente de Deus — em cria-lo, Nou- tras palavras: nao existe pecado ou transgressio do homem contra Deus e contra seu semelhante. £ 0 mesmo pensamento maligno que permeou a historia de Israel e ote caracteriza 0 impio em todas as suas cogitacbes: nao ha Deus ($1 10.4), nao ha pecado (Pv. 149; Jr 16.10; 1 Jo 1.8) e a vida con- 34 | siste meramente no prazer mundano, | nos bens terrenos, no dia em que estamos vivendo, sem qualquer espe- | ranga de vida eterna ¢ feliz. com Deus, Esse povo distanciado de Deus tem antecessores de longa data. 0 profeta Isaias cita-os em seu livro (22.13) e0 apostolo Paulo, altamente versaco em refutacio e falsas doutrinas, também _comibate 0 mesino falso enunciade em 1.0 15,32, 2. 0 pecado ¢ produto da manipulacao religiosa. Este 6 outro ensino deles. 0 pos-modernis- mo, portanto, nao é apenas uma corrente filos6fica; é também uma religidio que avassala o ser humano. | Opecado ¢ uma realidade; é uma afronta contra © Deus santo e ver- dadeiro. Nao 6 invencionice huma- na nem manipulacao religiosa. Por conseguinte, quando as Escrituras ensinam sobre a necessidade da re- generacdo, 0 seu propésito nao é es: cravizaro homem, mas, sim, libert: lo do poder do pecado ¢ leva-lo a verdadeira liberdade em Cristo (vv. 23,34; Rim 6.12-14; Jo 8.32,36). Hl. O HOMEM SEGUNDO 0 HUMANISMO 1, Eum ser que esta sempre melhorando por si mesmo. 0 humanismp, ap contrario do que en- sina a doutrina biblica da regenera ho, apregoa que o homem esta sem- pre melhorando por si mesmo em to- dios 0s sentidos, o que equivale a di- zer que ele nao precisa, nem depen de de Deus. A psicologia que hoje, in- felizmente, em muitos dos seus pos- tulados acata o humanisme, ensina Liches Biblicas que a formacio do earater ideal na crianea depende tao somente da interagao do individu com po meio ambiente, descartando todo o ensina, evidencias e exemplos das Sagradas Escrituras neste particular, Fla tam bem rejeita a realidade do pecado como estigmia universal da raca fu- mana, herdado de Addo, como ensi- naa Biblia (Rm 3.10, 23: 5.1214) 2. 0 aperfeicoamento maxi- mo do ser humano, 0 humanismo. pos-modernista alirma isto aberta- mente, Até uma pessoa simples ¢ co- mun do povo, e destituida de idéias: pré-concebidas, sabe, observa e sen- ie que isso € tolice. Isso nunca acor- reuna historia do mundo, Se, por um | Jado, testemunliamos por toda parte | © aprimoramento do conhecimento: | | ¢ dos feitos cientificos, por outro, a humanidade continua cada vez mais decadente, moralmente apodrecida e violenta, porque preiere fechar os o1hos a0 ensino biblico sobre o peca- do e a newessidade da regeneracto (yy. 25,26; Mt 24.12; Rm 9.17-15), Til. A BES EAERAG HUMANO NAS S: CRITURAS 1, 0 homem foi criado por Deus em perfeicao. Ista verdade biblica permanece intacta através dos éculos € ninguém jamais podealterd- la, O homem nao surgiu do acaso, como ensinam os humanistas, mas foi criado & imagem e semelhanca de | Deus (Gn 1.26.27). Deus ea causa pri maria de tocias as coisas, inclusive 0 | ser humano, que velo 4 existéncia em estado de perleicio espiritual, moral, Ligées Biblicas psiquica e Fisica, O acaso jamais pro- duviria 0 ser humano com seu com- plexo aparelio psiquica consciente e perieito, cupaz de pensar @ agir por vontade propria, que 0 reveste de res- ponsabilidade moral por seus feitos ede caractoristica singular, acima de todos os seres da Criacao (Gn 1.28 31). Oacaso tambem nao poderia cri- ar um corpo completo, funcional e com uma anatomia perfeita, como dispoe o ser humano, Nem teria 0 caso poder de soprarlhe 0 espirito (Gn 2.7)7a fim de propiciar-lhe co- munhao com Deus, pois o acaso é ale- atorio, imprevisivel ¢ impessoal. So 6 Deus Altissimo, Pessoal ¢ Onipoten- Ie, a quem rendemos toda fonra e gloria, seria capa. disso! 2. O homem pecou e foi afe- tado pelo pecado, infelizmente, porém, o Inimigo de Deus ¢ de nossas almas, interagindo enganosamente com 0 livre-arbitrio do homem, sedu- ‘ziu-o © por meio dele (o homem), in- troduviu.o pecado ¢ a morte no mun- do (Rm 3.12), Um dos principais sig- nilicados do vocabulo pecado é errar oalvo, Em outras palavras, 0 proposi- to de Deus para a raga humana foi des- virtuado pela desobediéncia de nos- sos primeires pais (Gn 2.15-17), 0 pe- cado passou a contaminar todo ho mem que yem ao mundo, tormando-o presa facil de Sutanas, que, mediante a disseminacao de idcologias materi- alistas, como a que estamos estudan- do hoje, alasta a huminidade cadaver, mais de Deus 3. O homem necessita da regeneracao. No propria juizo de Deus ao primeiro cusal, extensivo a