Sie sind auf Seite 1von 2

Aposentadoria por invalidez

A Aposentadoria por Invalidez é um dos benefícios concedidos pela Previdência Social para o
trabalhador que esteja sem condições de exercer uma atividade de trabalho e que não possa ser
reabilitado para outra profissão.

Para ter direito à Aposentadoria por Invalidez, o trabalhador precisa passar por avaliação de um
perito médico do INSS e o benefício é pago enquanto durar essa incapacidade, devendo haver
renovação da avaliação médica de dois em dois anos.

Todo e qualquer trabalhador que recolha suas contribuições para a Previdência Social, ao sofrer
qualquer acidente de trabalho ou apresentar qualquer doença que o deixe incapacitado para trabalhar
tem o direito à Aposentadoria por Invalidez.

O trabalhador passa pela perícia médica onde seu estado de saúde é avaliado, entrando num processo
de reabilitação profissional, quando for o caso, e do tratamento adequado ao seu problema.

O benefício só não é pago ao trabalhador que já tenha algum tipo de doença ou lesão no momento
em que começa a contribuir para a Previdência Social mas, se o seu estado de saúde é agravado,
impedindo o exercício de sua profissão, o benefício será pago pelo INSS.

O prazo de carência para doenças é de pelo menos 12 meses de contribuição. Para os casos de
acidente de trabalho não existe qualquer carência. Algumas doenças, que estão listadas na Portaria
Interministerial MPAS/MS 2998/2001 também não possuem carência, podendo o trabalhador
requerer o benefício assim que constatado o problema.

O valor recebido pelo trabalhador na Aposentadoria por Invalidez é correspondente ao total do seu
salário benefício, sendo obtido por uma média aritmética simples de 80% dos maiores salários de
contribuição no período base de cálculo.

Havendo necessidade de assistência permanente, o valor do benefício terá um acréscimo de 25% a


partir da data do pedido.

O requerimento para este acréscimo deve ser feito na agência do INSS onde o trabalhador teve
autorização para a Aposentadoria por Invalidez mas, para recebê-lo, deverá passar por uma nova
avaliação pericial do médico do INSS.

Se o trabalhador vir a falecer, havendo dependentes que continuem recebendo o benefício como
pensão, o acréscimo não será mais considerado.

O benefício da aposentadoria por invalidez é direcionado para os trabalhadores urbanos e rurais,


que por algum motivo de doença ou acidente não possam desempenhar atividade remunerada para
manter o seu sustento, ou de sua família. Para ser considerado um trabalhador invalido, é necessário
que um perito da Previdência Social depois de avaliar o caso decida que o trabalhador é incapaz de
trabalhar na sua atividade principal.

Mas há ressalvas relacionadas a aposentadoria por invalidez. Só podem receber o benefício os


trabalhadores que já contribuem para a previdência social antes de se tornar invalido. Não é possível
dar entrada no pedido de aposentadoria caso o problema tenha sido causado antes de começar a
contribuir para a Previdência, a não ser que o problema se agrave ao longo do tempo,
impossibilitando que o trabalhador exerça qualquer profissão ao longo do tempo em que a
enfermidade piora gradativamente.

A aposentadoria por invalidez não é fixa, e o beneficiário tem que passar por perícia médica no
prazo de dois em dois anos. E caso seja constatado pelos peritos da Previdência Social que a
enfermidade tenha sido curada, o trabalhador perde o benefício e tem que voltar a trabalhar
normalmente.

Para ter direito ao benefício o trabalhador que deseja se aposentar por invalidez proveniente de
doença, tem que ter contribuído por no mínimo 12 meses para a Previdência Social. No caso dos
pedidos de aposentadoria por acidente, esta carência de 12 meses de contribuição não é necessária.
Mas o trabalhador tem que estar escrito antecipadamente na Previdência Social.

Diferente da aposentadoria por idade que tem um valor fixo de acordo com a contribuição do
trabalhador para a previdência social, o valor do benefício pago pela aposentadoria por invalidez é
de acordo com o valor que o trabalhar estava recebendo quando ocorreu o problema que provocou a
invalidez.

O trabalhador, antes de ser aposentado por invalidez, deve solicitar o auxílio-doença, que possui os
mesmos requisitos da aposentadoria por invalidez. Se a perícia médica constatar que ele está
incapacitado permanentemente para o trabalho, sem possibilidade de reabilitação em outra função,
terá garantida a aposentadoria por invalidez.
A Aposentadoria por Invalidez será paga enquanto o empregado estiver incapacitado para o
trabalho. No caso de cura da doença ou de reabilitação, possibilitando que ele volte a trabalhar,
mesmo que em outra função, o benefício é suspenso.
A perícia médica, feita a cada dois anos, é quem possibilita a continuidade ou a suspensão
da Aposentadoria por Invalidez. Para os maiores de 60 anos, não é necessário a perícia médica a
cada dois, conforme a legislação federal.

Verwandte Interessen