You are on page 1of 3

Lista de exercícios

1 - O regime geral de previdência social (RGPS) tem por fim assegurar aos seus beneficiários
meios indispensáveis de manutenção, por motivo de incapacidade, desemprego involuntário,
idade avançada, tempo de serviço, encargos familiares e prisão ou morte daqueles de quem
dependiam economicamente.
Constitui salário de benefício no RGPS:
a) Para o empregado e trabalhador avulso: a remuneração auferida em uma ou mais
empresas, assim entendida a totalidade dos rendimentos pagos, devidos ou creditados a
qualquer título, durante o mês, destinados a retribuir o trabalho, qualquer que seja a sua
forma, inclusive as gorjetas, os ganhos habituais sob a forma de utilidades e os adiantamentos
decorrentes de reajuste salarial, quer pelos serviços efetivamente prestados, quer pelo tempo
à disposição do empregador ou tomador de serviços nos termos da lei ou do contrato ou,
ainda, de convenção ou acordo coletivo de trabalho ou sentença normativa.
b) Para o empregado doméstico: a remuneração registrada na Carteira de Trabalho e
Previdência Social, observadas as normas a serem estabelecidas em regulamento para
comprovação do vínculo empregatício e do valor da remuneração.
c) Para o contribuinte individual: a remuneração auferida em uma ou mais empresas ou pelo
exercício de sua atividade por conta própria, durante o mês, observado o limite máximo
estabelecido para o RGPS.
d) Para a aposentadoria por tempo de contribuição: na média aritmética simples dos maiores
salários-de-contribuição correspondentes a oitenta por cento de todo o período contributivo,
multiplicada pelo fator previdenciário.
e) Para o segurado facultativo: o valor por ele declarado, observado o limite máximo
estabelecido para o RGPS.

2 - Joaquim, que é filiado ao RGPS na condição de contribuinte individual, completará sessenta


e cinco anos de idade no dia 1.º/1/2018, data após a qual ele pretende requerer
aposentadoria por idade em uma agência da previdência social.
Nessa situação hipotética, Joaquim
a) terá o benefício calculado em 100% do salário de benefício, independentemente do tempo
de contribuição.
b) não poderá receber valor inferior a um salário mínimo e não fará jus a abono anual.
c) somente terá direito ao benefício caso tenha, no mínimo, trinta e cinco anos de tempo de
contribuição.
d) terá direito ao benefício caso tenha feito, no mínimo, cento e oitenta contribuições mensais
ao RGPS.
e) não fará jus à aposentadoria caso seja beneficiário de pensão por morte.

3 - A respeito do salário-maternidade conforme a legislação vigente, considere:


I. Ao segurado ou à segurada da Previdência Social que adotar ou obtiver guarda judicial para
fins de adoção de criança é devido salário-maternidade pelo período de 180 dias.
II. No caso de falecimento da segurada ou segurado que fizer jus ao recebimento do salário-
maternidade, o benefício será mantido pela Previdência Social pelo prazo de 60 dias da data
do óbito.
III. A percepção do salário-maternidade está condicionada ao afastamento do segurado do
trabalho ou da atividade desempenhada, sob pena de suspensão do benefício.
IV. O salário-maternidade para a segurada empregada ou trabalhadora avulsa consistirá em
uma renda mensal igual a sua remuneração integral, e será pago diretamente pela Previdência
Social.
Está correto o que consta APENAS em
a) I.
b) II e IV.
c) I e IV.
d) III.
e) II e III.

4 - Período de carência é o número mínimo de contribuições mensais indispensáveis para que


o beneficiário faça jus a um determinado benefício previdenciário. De acordo com a lei, o
benefício que independe de carência é:
a) aposentadoria por tempo de serviço.
b) salário maternidade.
c) aposentadoria por idade.
d) auxílio-reclusão.
e) aposentadoria especial.

5 - O Regime Geral de Previdência Social possibilita aos seus segurados o acesso aos seguintes
benefícios:
a) aposentadoria por idade; auxílio-acidente; e aposentadoria por tempo de serviço.
b) pensão por morte; aposentadoria por invalidez e licença não remunerada.
c) abono de permanência; aposentadoria especial e auxílio-doença.
d) pecúlio; salário-família e salário-maternidade.
e) aposentadoria por invalidez; aposentadoria por tempo de contribuição e auxílio-reclusão.

6 - Analise as seguintes afirmações sobre os requisitos da aposentadoria especial.


I. Ser segurado empregado, trabalhador avulso ou contribuinte individual cooperado.
II. Comprovar a condição de pessoa com deficiência.
III. Ter cumprido a carência legal.
IV. Comprovar ter trabalhado sujeito a condições especiais que prejudiquem a saúde ou
integridade física, durante 15, 20 ou 25 anos, conforme o caso.
V. Obter registro no CEBAS.
Está correto apenas o que se afirma em:
a) ll, lll, IV e V.
b) l, lll e lV.
c) l, ll e lll.
d) l, ll, lll e lV.

7 - A Lei Complementar n° 142, de 8 de maio de 2013, ao regulamentar a aposentadoria da


pessoa com deficiência estatuiu que:
a) a aposentadoria ocorre com 30 anos de contribuição, se homem, e 20 (vinte) anos, se
mulher, no caso de segurado com deficiência moderada.
b) a pessoa com deficiência pode se aposentar com 25% de desconto no tempo mínimo de
contribuição.
c) tem direito à aposentadoria o segurado com deficiência após 52 anos de idade e 20 anos de
contribuição, desde que cumprido tempo mínimo de contribuição de 10 (dez) anos.
d) no caso de segurado com deficiência grave o direito à aposentadoria é garantido após 15
anos de contribuição.
e) independentemente do grau de deficiência tem direito à aposentadoria o segurado aos 60
anos de idade, se homem, e 55 anos de idade, se mulher, desde que cumprido tempo mínimo
de contribuição de 15 (quinze) anos e comprovada a existência de deficiência durante igual
período.

8 - Acerca da acumulação dos benefícios da previdência social, ressalvando os casos de direito


adquirido, assinale a alternativa correta.
a) É permitido o acumulo de mais de um auxílio-acidente.
b) É permitido o acumulo de salário-maternidade e auxílio-doença.
c) São permitidas, no máximo, duas pensões deixadas por cônjuge ou companheiro, ressalvado
o direito de opção pela mais vantajosa.
d) Não é permitido o recebimento conjunto dos benefícios de aposentadoria e auxílio-doença.
e) Não há limite para aposentadorias, desde que tenha havido custeio.

9 - O auxílio-acidente é um benefício devido ao segurado que se encontra na condição de


a) aposentado em razão de acidente e que necessite de assistência permanente de outra
pessoa.
b) vítima de acidente de trabalho que fique incapacitado por período inferior a quinze dias.
c) incapacitado para o exercício de suas atividades habituais e que não disponha de tempo
suficiente para o recebimento da aposentadoria por invalidez.
d) vítima de acidente que, após consolidadas as lesões decorrentes do acidente e o retorno às
suas atividades laborais, sofra redução na capacidade para o trabalho que habitualmente
exercia.
e) vítima de acidente e que esteja incapacitado para o trabalho por tempo indeterminado.

10 - Assinale a opção que apresenta requisito(s) para o pagamento vitalício de pensão por
morte à companheira de segurado do regime geral de previdência social falecido.
a) não exercício, pela companheira, na data do óbito, de atividade remunerada e comprovação
de sua dependência econômica do segurado falecido.
b) convivência sob o mesmo teto por mais de dois anos e existência de filhos em comum
c) invalidez da companheira e comprovação de sua dependência do segurado,
independentemente do tempo de contribuição do segurado e da união estável.
d) mais de dezoito contribuições mensais, pelo segurado, na data do óbito, pelo menos dois
anos de união estável, e idade mínima de quarenta e quatro anos para a companheira.
e) falecimento do segurado em decorrência de acidente de trabalho, independentemente do
tempo de contribuição e do tempo de união estável.