Sie sind auf Seite 1von 8

Instituto de Especialização do Amazonas (ESP)

Curso: Especialização em Neuropsicologia.

Módulo III: FUNDAMENTOS DE NEUROANATOMIA

Professora: Andréia Costa Rabelo

ATIVIDADE AVALIATIVA

ALUNA: Nara Guadagnin da Silva

Manaus, Janeiro de 2018


QUESTIONÁRIO AVALIATIVO

1) Sabemos que o Sistema Nervoso (SN) é o primeiro a ser formado,


porém o último a ser desenvolvido. Atentando-nos para o início de seu
desenvolvimento responda. Qual a camada que origina-o e o nome das
três primeiras vesículas formadas? (1,0 pto)
RESPOSTA:
O Sistema Nervoso origina-se do Ectoderma, na espécie humana isso ocorre
por volta da 3° semana de vida embrionária, quando ocorre um espessamento
desse folheto, formando a Placa Neural. A Placa Neural adquire um sulco
longitudinal denominado de Sulco Neural que se aprofunda e forma a Goteira
Neural, os lábios da goteira se fecham para formar o SNC. No ponto de
encontro dos lábios do Sulco Neural algumas células se destacam e formam,
de cada lado, uma lâmina longitudinal chamada Crista Neural a qual dará
origem ao SNP.

2) Nomeie as três vesículas primárias. (1,0 pto)


RESPOSTA:

O calibre do Tubo Neural não é uniforme, a parte cranial que dá origem ao


encéfalo do adulto, torna-se dilatada e constitui o encéfalo primitivo, ou
arquencéfalo, onde se distinguem as vesículas encefálicas primordiais
denominadas: Prosencéfalo, Mesencéfalo e Rombencéfalo. Com o
subsequente desenvolvimento do embrião, o prosencéfalo dá origem a duas vesículas,
telencéfalo e diencéfalo. O mesencéfalo não se modifica, e o romboencéfalo origina o
metencéfalo e o mieloncéfalo

3) Durante a aula vocês aprenderam que o SN tem divisões. Descreva


como ele é dividido e quais as estruturas formam cada um. (1,0 pto).
RESPOSTA:
O Sistema Nervoso é dividido em dois sistemas um é denominado Sistema
Nervoso Central – SNC que se subdivide em Encefálo e Medula Espinhal,
protegidos pelo Sistema Esquelético axial. No Encéfalo encontramos o
Cérebro, Cerebelo e Tronco Encefálico. O Cérebro divide-se em Telencéfalo e
Diencéfalo, o Tronco encefálico se subdivide em Mesencéfalo, Ponte e Bulbo.
O outro sistema encontrado no SNC é o Sistema Nervoso Periférico- SNP-
que divide-se em: Nervos, Gânglios e Terminações Nervosas. Os nervos
podem ser espinhais ou cranianos. São 12 pares de nervos Cranianos (saem
do T. Encefállico) e ramos, 31 pares de nervos Espinhais (origem na Medula)
e ramos.

4) O SN é formado por vias que levam informações sensitivas e respostas


motoras. Qual o nome delas? (1,0 pto).
RESPOSTA:
São as vias aferentes aquelas que levam informações do corpo para o SNC,
ou seja, são vias de entrada para o cérebro e estão associadas às nossas
funções sensoriais. E as vias eferentes são aquelas que levam informações do
SNC ao corpo, ou seja, são as vias de saída do SNC e estão associadas aos
nossos movimentos. Os neurônios que compõem essas vias possuem uma
estrutura de lipídeos que cobre boa parte de seus axônios, a bainha de mielina.

5) A Formação Reticular é uma estrutura que vai da medula ao diencéfalo


e é responsável por várias funções importantíssimas. Cite pelo menos
três funções. (1,0 pto)
RESPOSTA:
De acordo com Machado, A. (2006) as funções são:

a) Controle da atividade elétrica cortical. Sono e vigília


b) Controle eferente da sensibilidade
c) Controle da motricidade somática
d) Controle do sistema nervoso autônomo
e) Controle neuroendócrino
f) Integração de reflexos. Centro respiratório e vasomotor

6) O diencéfalo é uma estrutura que fica encoberta pelo Telencéfalo e


juntas formam o cérebro. Ele (diencéfalo) é formado por quatro
estruturas (“Quarteto Fantástico”). Quais são elas? (1,0 pto)
RESPOSTA:
O Diencéfalo compreende as seguintes partes:
a. Tálamo
b. Hipotálamo
c. Epitálamo
d. Subtálamo
Todas em relação com o III Ventrículo.

7) O Sistema Nervoso Autônomo é dividido em Simpático e


Parassimpático. Quais as características que os diferenciam? (1,0 pto)
RESPOSTA:
O sistema nervoso autônomo divide-se em sistema nervoso
simpático e sistema nervoso parassimpático. De modo geral, esses dois
sistemas têm funções contrárias (antagônicas). Um corrige os excessos do
outro. Por exemplo, se o sistema simpático acelera demasiadamente as
batidas do coração, o sistema parassimpático entra em ação, diminuindo o
ritmo cardíaco. Se o sistema simpático acelera o trabalho do estômago e
dos intestinos, o parassimpático entra em ação para diminuir as contrações
desses órgãos.
O SN autônomo simpático, de modo geral, estimula ações que
mobilizam energia, permitindo ao organismo responder a situações de
estresse. Por exemplo, o sistema simpático é responsável pela aceleração
dos batimentos cardíacos, pelo aumento da pressão arterial, da
concentração de açúcar no sangue e pela ativação do metabolismo geral do
corpo.
Já o SN autônomo parassimpático estimula principalmente atividades
relaxantes, como as reduções do ritmo cardíaco e da pressão arterial, entre
outras.
Uma das principais diferenças entre os nervos simpáticos e
parassimpáticos é que as fibras pós-ganglionares dos dois sistemas
normalmente secretam diferentes hormônios. O hormônio secretado pelos
neurônios pós-ganglionares do sistema nervoso parassimpático é
a acetilcolina (ACC), razão pela qual esses neurônios são
chamados colinérgicos.
Os neurônios pós-ganglionares do sistema
nervoso simpático secretam principalmente noradrenalina, razão por que
a maioria deles é chamada neurônios adrenérgicos. As fibras adrenérgicas
ligam o sistema nervoso central à glândula supra-renal, promovendo
aumento da secreção de adrenalina, hormônio que produz a resposta de
"luta ou fuga" em situações de stress.
A acetilcolina e a noradrenalina têm a capacidade de excitar alguns
órgãos e inibir outros, de maneira antagônica.

8) No Telencéfalo temos o sulco central (de Rolando) e o sulco lateral (de


Sylvius) que o divide em Lobos. Quais são? (1,0 pto)
RESPOSTA:

Os lobos cerebrais recebem o nome de acordo com a sua localização em


relação aos ossos do crânio. Portanto, temos cinco lobos: Frontal, Temporal,
Parietal, Occipital e o Lobo da Ínsula, que é o único que não se relaciona com
nenhum osso do crânio, pois está situado profundamente no sulco lateral.

A divisão dos lobos não corresponde muito a uma divisão funcional, exceto
pelo lobo occipital que parece estar relacionado somente com a visão.

O lobo frontal está localizado acima do sulco lateral e adiante do sulco central.
Na face medial do cérebro, o limite anterior do lobo occipital é o sulco parieto-
occipital. Na sua face súpero-lateral, este limite é arbitrariamente situado em
uma linha imaginaria que se une a terminação do sulco parieto-occipital, na
borda superior do hemisfério, à incisura pré-occipital, situada na borda ínfero-
lateral, cerca de 4 cm do pólo occipital. Do meio desta linha imaginaria parte
uma segunda linha imaginaria em direção no ramo posterior do sulco lateral e
que, juntamente com este ramo, limita o lobo temporal do lobo parietal.

9) Como já foi dito, o sulco central é um acidente macroscópico evidente no


cérebro que separa dois giros com funções muito importantes. Nomeie
os giros e relate sobre suas funções. (1,0 pto)
RESPOSTA:
O Sulco Central separa o Giro Pré-Central do Giro Pós-central.
No Giro Pré-central se localiza a área motora principal do Cérebro e no Giro
Pós-central encontramos uma das mais importantes áreas sensitivas do córtex,
a área Somestésica.

10) O Tecido Nervoso é formado por neurônios e células da Glia. Descreva


os tipos e especificidades de cada um. (1,0 pto)
RESPOSTA:
Neurônios multipolares, que apresentam mais de dois dendritos. A grande
maioria dos neurônios é desse tipo.
Neurônios bipolares, possuidores de um dendrito e de um axônio. São
encontrados nos gânglios coclear e vestibular, na retina e na mucosa olfatória.
Neurônios pseudounipolares, que apresentam, próximo ao corpo celular,
prolongamento único, mas este logo se divide em dois, dirigindo-se um ramo
para a periferia e outro para o sistema nervoso central. São encontrados nos
gânglios espinhais.
Quando levamos em consideração a sua função, os neurônios podem ser
divididos em: Sensitivos ou aferentes – Recebem os estímulos produzidos
fora do corpo e internamente. Motores ou eferentes – Conduzem o impulso
nervoso para glândulas, músculos lisos e estriados. Interneurônios – São
aqueles que conectam um neurônio a outro, sendo encontrados no SNC .

Uma grande população de células do tecido nervoso é constituida


pelas células da Neuróglia ou simplesmente células da Glia. Estas células
não têm as propriedades dos neurônios: não são estimuladas por estímulos
elétricos ou químicos e não transmitem estímulos ao longo de seus
prolongamentos.

As células da glia exercem importantes funções na nutrição e trofismo dos


neurônios, sustentação do tecido nervoso e uma população especial de células
da Glia agem como macrófagos dentro do tecido nervoso.
As células da Neuróglia estão presentes no sistema nervoso central.
Astróglia - é constituída por células denominadas Astrócitos. São
encarregados de sustentação e nutrição dos neurônios. Há dois tipos
principais, chamados Astrócitos Protoplasmáticos e astrócitos fibrosos. Os
astrócitos protoplasmáticos residem principalmente na substância cinzenta do
sistema nervoso central enquanto que os astrócitos fibrosos estão presentes
principalmente na substância branca.

Oligodendróglia - suas células são os Oligodendrócitos presentes na


substância cinzenta e em muito maior quantidade na substância branca do
sistema nervoso central. Sua função principal é envolver os axônios dos
neurônios de maneira a isolá-los do microambiente do tecido nervoso.

Micróglia - é constituída por células que agem como macrófagos, participando,


portanto, da defesa do tecido nervoso.

Obrigada por compartilhar seu conhecimento.