Sie sind auf Seite 1von 161

Batuque Js a J>dvilege - J>ercussion in the music of Rio de Janeiro

A percussão na música do Rio de Janeiro


Para músicos, arranjadores e compositores
For musicians, arrangers and composers

OSCARBOlÃO

Nº Cat.: BTQEP

Irmãos Vitale S/A Indústria e Comércio


Rua França Pinto, 42 - Vila Mariana - São Paulo
CEP. 04016-000- Fone: l l 5081-9499- Fax: 11 5574-7388

©Copyright 2010 by Irmãos Vitale S_A. Indústria e Comércio.


Todos os direitos autorais reservados para todos os países. A// rights reserved.
CIP-BRASIL. CATALOGAÇÃO NA FONTE
SINDICATO NACIONAL DOS EDITORES DE LIVROS, RJ

8672b

Bolão, Oscar, 1954-


Batuque é um privilégio : a percussão na música do Rio de Janeiro para músicos, arranjadores e
compositores = Batuque is a privilege : percussion in the music of Rio de Janeiro for musicians,
arrangers and composers I Oscar Bolão ; [tradução do texto: Larry Crook). - São Paulo : Irmãos Vitale,
2010.
168p.

Texto em português com tradução paralela em inglês


ISBN 978-85-7 407-275-3

1. Instrumentos de percussão - Métodos.


1. Título.
10-0329. CDD: 786.4
CDU: 780.6.07

26.01.10 28.01.10 017281

Capa / Cover:
Bruno Liberati / Ege u Laus
A ilu stração foi in sp irada na pintura de Neil Fuji ta para o LP Time out de David Brubeck
The illustmtion was inspired on Neil Fujita.'s pa.intingfor Da.ve Brubeck's Time out LP

Projeto gráfico, composição e diagramação !Design, typesetting and layout:


Júlio César P. de Oliveira
Revisão musical / Musical revision:
Rodolfo Cardoso
Copidesque e revisão/ Copyediting and proofreading:
Nerval M. Gonçalves
Tradução do texto / English version:
Larry Crook
Fotografia / Photographer:
Rodrigo Lopes
Fotos de pesquisa/ Research photos:
Biblioteca Nacional - Divisão de Música e Arquivo Sonoro
Biblioteca Nacional - Division of Music and Sound Archives

Mixagem e masterização do CD/ CD mixed and mastered by:


Carlos Fuchs - Estúdio Tenda da Raposa - RJ
Coordenação de produção / Production coordination:
Anna Paula Lemos/ Márcia Bortolotto
Ao meu pai Annibal, à minha mãe Marily, ao meu irmão Amílcar e à
minha babá Elvira, que suportaram o meu aprendizado. Ao meu amigo
Dazinho, que me ensinou muito na arte e na vida. Sinto a falta deles.

To my father Annibal, to my mother Marily, to niy brother Amilca1~ and


to my nanny Elvira who helped me learn. To my friend Dazinho, who
taught me much about art and life. 1 miss them.
PARECERES OPIN/ONS

O Brasil é um país imensamente rico em ritmos e, Brazil is a country iTnmensely rich in rhythnis
ao mesmo tempo, extremamente pobre em and, at the same time, extremely poor in
literatura especializada. O meu querido amigo specialized literature. My dear friend Oscar
Oscar Bolão, através deste trabalho, contribui Bolão, with this book, has given us clear and up-
para g ue tenhamos uma informação clara e to -date information on these rhythnis.
atualizada desses ritmos.
Nenê
Nenê

I had the good fortune to know Oscar Bolão when


Tive a alegria de conhecer Oscar Bolão quando, we studied symphonic percussion together with
juntos, estudamos percussão sinfônica com Luis Luís Anunciação. We had many experiences
Anunciação. Muitas experiências colhemos daí. together there. A na tive of Rio by birth, Bole/o has
Carioca de nascimento, Bolão incorpora na alma the spirit of Rio in his sou/, and as a natural
o próprio espírito do Rio e, como conseqüência consequence of this, he is an expert in the music
natural disso, é um profundo conhecedor da and rhythms of his city. This is one of the most
música e dos ritmos de sua cidade. Este é um dos complete works about the subject: it is very
trabalhos mais completos sobre o assunto: é muito interesting the way Bolão has taken these rhythms
interessante a maneira como Bolão faz a and applied them to the drum set. I cal! you
transposição desses ritmos para a bateria. Chamo attention to the bass drum, where he translates
a atenção para o trabalho do bumbo, onde ele the marking of the surdo with expertness. This is
traduz a marcação do surdo com muita proprie- brilliant. Congratulations Bolão/ J om certain
dade, uma idéia brilhante. Parabéns, Bolão! that his method wi/I be f undamenta / for ai/ of
Tenho certeza de que seu método será funda - those interested in better knowing the music of
mental para todos os interessados em conhecer Rio de Janeiro.
melhor a música do Rio de Janeiro.
Tutty Moreno
Tutty Moreno

ln truth there exists a difficulty in linking


Realmente existe urna dificuldade em transportar academic work to professional rea/ity in the area
a forma acadêmica para a realidade profissional of executing Brazilian rhytlzms and instruments.
da execução dos ritmos e instrumentos brasileiros. Oscar Bolão has achieved. 11·ith command, the
Oscar Bolão conseguiu, com maestria, essa ponte point of connection bet11·ee11rhe11Titren music cmd
entre a música escrita e a execução natural. É, the natural execution . lt is, undo11htedly, o must
indubitavelmente, um trabalho imperdível. work.

Pascoal Meirelles Pascoal Meirelles

Está tudo certinho. Só merece louvores. Que Everything is right. The only thing missing is the
apareçam mais outros métodos iguais a este, que prais e. Let there be more method books as
sejam elucidativos e fáceis de entender. Eu i/lwninating and eosy to understand as tlús one. 1
recomendo. Todo mundo deve dar uma olhadinha. recommend it. Everyone should take a look. I
Gostei, particularmente, da menção aos tamborins enjoyed, particularly, the mention ol the
de Luna, Marçal e Eliseu. Uma jóia! tamborins of Luna, Marçal, mui E!iseu. A joy!

Wilson das Neves Wilson das Neves


Oscar Bolão é um grande pilar percussivo Oscar Bolão is a great pillar of Brazilian
bras ileiro! Ele pertence à nossa história , percussion! He belongs to our history,
partic ularmente da MPB, seja através de suas particularly to the history of MPB, no niatter
performances, aulas, clínicas e agora também whether it's through his pe1j'ormances, classes,
através do seu trabalho: Batuque é um privilégio. clinics, or now also through his work: Batuque is
O "privilégio" de fato é nosso - um trabalho sério a privilege. The "privilege" in fact, is ours - a
que ajudará nossos futuros músicos a conhecer serious work that will help our future niusicians
um pouco mais da nossa rica história percussiva to know a little more about the rich history of
brasileira, particularmente do Rio de Janeiro. Brazilian percussion, particularly from Rio de
Obrigado por dedicar seu tempo para dividir estas Janeiro. Thank you for devoting your time to
observações com um público maior. Parabéns! sharing these observations with a larger public.
Cong ratul ations !
John Boudler, professor de
percussão da Unesp John Boudle1~professor of
percussion, Unesp
Oscar Bolão nos oferece um trabalho útil e bem
elaborado, enfocando uma das principais escolas Oscar Bolâo o.ffers us a use.fui anel well
rítmicas de nosso país, que serve tanto a elaborated work, focus ing 011 the main schools of
estudantes quanto a professores e músicos de um rhythm of our country, that will serve students as
modo geral. Diante disso, e no início do novo we/l as teachers and musicians in general. Froni
milênio , só me resta redefinir a frase de Noel: now on, at lhe start of the new millennium, the
batuque ainda é um privilégio , agora se aprende only thing left is to redefine Noel 's phrase:
samba no colégio! batuque is .S'till a privilege, now you can learn it
in school!
José Eduardo Nazário
José Eduardo Nazário
Batuque é privilégio elos que travarem contato
com esta obra carinhosamente organizada poreste
Batuque is a privilege for those who come intp
autêntico ritmista carioca que é Oscar Bolão.
contact with this caringly organizec/ book by this
Apresentando os principais gêneros de música do
genuinely authentic Rio rhytlunatist that is Oscar
Rio ele Janeiro, ele nos dá informações históricas
Bolâo. Presenting the main genres of Rio de
obre s uas origens, falando de compositores,
Janeiro's music, he gives us historical information
instrumentos e músicos ele destaque. Trabalho
about its origins, speaking of its composers,
objetivo e sério , é literatura fundamental para
instruments and famous musicians. A serious and
aqueles que desejam mergulhar no mundo do
objective work, it is fundaniental literature for
ritmo.
those who wish to dive into the world of rhythm.
Marcos Suzano
Marcos Suzano

Finalmente uma publicação que trata da batida do


-amba com a seriedade e o respeito merecidos . Finally a publication that deals with the samba
Discípulo do grande Luciano Perrone, Oscar bate beat seriously and with respect. A disciple of the
um bolão! great Luciano Perrone, Oscar beczts a large ball!
/
João Barone João Barone
Oscar Bolão é um dos meus mais constantes Oscar Bolão is one of my most constant
colaboradores. Tanto no Coreto Urbano quanto no collaborators. Justas much in Coreto Urbano as
Pife Mudemo estão presentes seu espírito coletivo in Pife Muderno, his collective spirit and
e sua personalidade musical brasileiríssima, extremely Brazilian niusical personality shine
sempre aliados a sua inventiva e seu virtuosismo. through, always allied to his virtuosity and
Neste livro, Bolão revela com generosidade o inventiveness. ln this book, Bolão reveals with
resultado de uma vida de pesquisas, trazendo generosity the result of a live of research,
informações colhidas nas mesas de bar e bringing infonnation collected at tables in bars
transformadas em assunto para as salas de aula. É and transforming theni into lessons for the
publicação indispensável não somente para classroom. lt is an indispensable publication, not
bateristas e percussionistas, mas também para only for drummers and percussionists but also for
arranjadores e compositores que desejam arrangers and composers who wish to intimately
conhecer a intimidade dos ritmos e da percussão understand the rhythms of Rio de Janeiro 's
do Rio de Janeiro. Sem medo de ser feliz, Bolão percussion. Without fear of being happy, Bolão
mostra o pulo do gato e divide tudo isso com demonstrates the "pulo do gato" and shares it
todos nós. Parabéns, meu amigo! with us. Congratulations my fi-iend!

Carlos Malta Carlos Malta

Foi Oscar Bolão, há quase 25 anos, quem me lt was Oscar Bolão, abnost 25 years ago, who
ensinou os primeiros toques do pandeiro. É mole? taught nie my first rhythms on pandeiro. lt's easy ?
Ninguém melhor do que ele para escrever um There is one better to write a percussion anel
método de percussão e bateria sobre o mais drum set method about the most Braz.ilian of
brasileiro dos ritmos: o samba. Bolão une a rhythms: the samba. Bolão unites academic
informação acadêmica dos anos de estudo com information from years of study with Luis
Luís Anunciação aos ensinamentos do mestre Anunciação with the training of master drummer
Luciano Perrone e soma a experiência em Luciano Perrone and adds his experiences in
orquestras à malandragem do ritmista do Bloco orchestras with the street savvy of the drummer
Baba do Quiabo, da Cruzada São Sebastião. Tudo from the Bloco Baba do Quiabo da Cruzada São
isto misturado com a boemia de Noel Ro sa, S e ba s tião . All of this is mixe d w ith the
vivida com o conjunto Coisas Nossas, onde bohemianness of Noel Rosa, his experiences with
começamos como músicos profissionais. the gro up Co isas Nossas, H·here 11·e began as
Portanto, este é um trabalho completo para quem p rofessional musicians. Tl111s, this is a complete
se interessa pela cultura musical carioca. work for whomever is interested in Rio~- musical
Campeão! culture . Champion.1

Beto Cazes Beto Cazes

A perfeita adequação de uma levada de bateria ou The pe1ject marriage of a percussion or druni
percussão a um determinado estilo da música pattern to a specific style of Brazilian music is
brasileira é algo mai s complexo do que se something more complex than can be imaginecl.
imagina. São necessários conhecimentos técnicos, Techniqu e, refinecl sensibility, and knowledge of
apurada sensibilidade e cultura musical. Oscar musical culture are all neces.rnry ingredients.
Bolão é um mestre dessa adequação. Ao longo de Oscar Bolão is a master of this marriage. ln his
sua experiência profissional, Bolão desenvolveu lengthy professional experience, Bolão developed
um arsenal de possibilidades que dá o perfeito an arsenal of possibilities to give the pe1:fect
sabor a cada música. Com ele maxixe é maxixe, flavor to each type of music. With him a maxixe is
/
s amba é samba e por aí vai. Batuque é um really a maxixe, a samba is o samba, and soforth.
privilégio é um livro importante para bateristas e Batuque is a privilege is an important book for
percussionistas, mas quem sairá ganhando é a drummers and percussionists, but the real winner
música do Brasil. is the 1nusic of Brazil.

Henrique Cazes Henrique Cazes

O músico Oscar Bolão nos presenteia com todo o The niusicion Oscor Bolão presents us with ali of
eu conhecimento sobre os ritmos da música his know/edge obout the rhythms of popular
popular brasileira. Batuque é um privilégio é um Brazilian music. Batuque is a privilege is a work
trabalho de pesquisa maravilhoso da música of marvelous research into the music that has
desenvolvida no Rio de Janeiro desde o fim do developed in Rio de Janeiro since the end of the
séc ulo XIX até os dias de hoje. Um li vro 19th century to present. A book offundamentol
fu ndamental para quem deseja estudar e tocar importance for those who wish to study and play
nossa música. our music.

Guello Guello

Assim corno o dicionário é o fiel companheiro do ln the same woy that a dictionary is a faithful
escritor, um tratado de orquestração costuma ser o companion of the write r, a treatise on
amigo de sempre do compositor. E, estando orchestration is usually the constmit.fi·iend of the
interessado em conhecer mais profundamente a composer. And being interested in o deeper
li nguagem da percussão brasileira, esse compo- knowledge of the language of Brazilian
sitor terá no presente livro um amigo inseparável. percussion, this composer will have the present
Com o seu amparo, entenderá e se fará entender book as his inseparable companion. With its help,
melhor ao lidar com a rítmica da música popular he will understand better how to work with the
arioca. Batuque é um privilégio, como diz o rhythms of popular Brazilian music. Batuque is a
poeta, é o auxílio luxuoso que nos dá o pandeiro. privilege, as the poet says, is the luxurious aid
.\!Ias, neste caso, é Oscar Bolão, um especialista that the pandeiro gives to us. But, in this case, it
no gênero, quem melhor pode e vai nos auxiliar. is Oscar Bolão, a specialist in the genre, that can
best give us aid.
Tim Rescala
Tim Rescala

C om este método, Oscar Bolão contribui de


forma inquestionável para o desenvolvimento do With this method, Oscar Bolão niakes an
e tudo de bateria, pois apresenta um caminho unquestionable contribution to the development of
ólido para a pesquisa dos ritmos e suas origens e/rum study. He introduces a solid pCLth towards
.... e forma extremamente didática e organizada. Os the research of rh y thms and their origin in an
exercícios de bumbo aqui apresentados abrem extremely didactic and organizecl manner. The
~aminho para urna nova mentalidade na execução bumbo exercises herein included open the way to
a " bateria brasileira" , e se us exercícios e a new mentality in the pe1Jorma11ce of "Brazilian
...,,.opostas para o pedal duplo se tornam referência drumming" anel his exercises and suggestions for
~e es tudo obrigatório para bateristas de qualquer the double pedal are an obligatory reference for
: rilo. drummers of any genre.

Maurício Leite Mauricio Leite


AGRADECIMENTOS ACKNOWLEDGEMENTS

Algumas pessoas foram fundamentais na A number people were .fimdumentul in the


elaboração deste projeto e a elas devo manifestar elaboration of this wnrk. I tlwnk Carlos Didie1;
meu reconhecimento. Agradeço a Carlos Didier, who, by giving me guidance, suggestions , llnd
que, com suas orientações, sugerindo formas, helping me revise dota and plocing them
revisando dados e situando-os corretamente historica!!y, conferred on this work more tlwt it
dentro da história, conferiu uma dimensão mais was initially. I am happv tlwt ive continue to be
ampla ~l minha idéia inicial. Fico feliz de partners in samba.
continuarmos parceiros no samba.
To J os inw r Gomes Carneiro, for h is
A Josimar Gomes Carneiro , por suas opinions, theoreticlll udvice, and potience with
opiniões, conselhos teóricos e pela paciência com the torturous ond never-ending lessons of
as infindáveis e torturantes lições de informática. computer skills.

A Roberto Gnattali, cujas correções To Roberto Gnatto/i, ivlw corrected many


evitaram equívocos de minha parte. Obrigado, of niy errors. Thank you, nwster. Thanks to
maestro. Obrigado, professor Larry Crook, pelo professor Larry Cmok, for you r interest and
interesse e esmero na tradução deste livro. diligence in tronsloting this work.

Agradeço a Rodolfo Cardoso, pela meti- I thank Rodolfo Cardoso for his
culosidade na re visão do conteúdo musical, e meticulous revision of' the musical content. l also
aproveito para agradecer agora aos meus lVill toke advantoge of' this mom ent to thank my
companheiros Tutty Moreno, Maurício Carrilho, .fi'iends Tutty Moreno, Maurício Carrilho, Jayme
Jayme Vignoli e ao meu compadre Henrique Vignoli mui Henrique Ca::,es fo r consulting and
Cazes, consultores e incentivadores desta pequena giving supportfor this small 11·ork
obra.
I a 111 g ro t efu I to t h e per eu s si o n is t
Sou grato ao percussionista Trambique Trambique and the dru111mers Wilson dos Neves
(José Belmiro Lima) e aos bateristas Wilson das a11d Jorge Go111es , for their opportune
Neves e Jorge Gomes, pelas oportunas elucida- elucidations. Iam also gratef11I to Miguel
ções. Sou grato também a Miguel Fasane)li e à Fasane/li and to Contemporâneo who gm e to this 1

Contemporânea, pelo empenho na fabricação de work a precious help and by their e11gageme11t in
instrumentos de qualidade e pelo apoio inestimá- producing excefent percussion instruments. My
vel que deram a este trabalho. Meu muito very .special thanks to the artistic pmducer Joâo
obrigado ao produtor João Carlos Botezelli, nosso Carlos Botez.elli, our dear Pelâo, and to Aluisio
Pelão, e a Aluisio Didier, pelo estímulo ao meu Didier for the incentiv e of' 111y artistical and
desenvolvimento artístico e profissional. professional development.

Serei eternamente grato a Luciano Perrone l wn etenw/ly grotefitl to Luciono Perrone


e Luis Anunciação, professores que me honraram a11d Luis Anunciaçilo, professor.\· who honor me
com o seu conhecimento e sua dedicação. witlz their knowledge and dedication.

E, finalmente, preciso agradecer à minha And .final/y, I must thank my compcmion


companheira Maria Rosário, que, com sabedoria e Maria Rosário, who, with 1111dersto11ding and
humildade, suportou momentos de solidão. humility, supported m e with 1110111 e11ts of'solitude.

A todos, minha gratidão. To o/!, 111011y tlwnks.


"Batuque é um privilégio, ninguém aprende samba no colégio ... "
"Batuque is a privilege, no one learns scunba in school ... "
(Feitio de oração, Noel Rosa e/anel Vadico, 1932)
Antes de mais nada ... Before anything els e...

Quando tomei a decisão de me torn ar W h e 11 1 fi r s t d e c ide d to b e e o me a


músico profissional - e Já se vão quase trinta anos professional musician - a/most thirty years ago -
-, esbarrei na enorme dificuldade em conseguir 1 ron into the enormous difficulty o{finding
material didático que possibilitasse o meu didactic material to improve my ploying. What 1
aprimoramento. O que se via nas prateleiras found were niethod books.fiwn outside Brazil that
especializadas eram métodos e mais métodos dealt with rock and jazz mui emphosized the
vindos de fora. Eram trabalhos voltados para o application of North Americon snure druni
rock ou para o jazz e que davam ênfase à rudiments. For a young musicion interested i11
aplicação dos rudimentos de caixa da esco la Brazilian rhythms, little or nothing wos ovailable.
americana . Para um músico jovem interessado ln formal music school , the teaching of
nos ritmos brasileiros, pouco ou nada havia. Nas percussion was focused almost exc!usive!y 011
escolas oficiais , o ensino da percussão era symphonic music. The best sources for leam ing
dirigido quase que exclusivamente para a música Bruzilia11 music were recordings and !ive
sinfônica. As melhores fontes para o aprendizado performances of samba and choro. Gafieira
eram, então, os discos, os espetáculos e os redutos clubs, small shops, bars, and relzeo rsa I /ocations
de samba e choro. Gafieiras, biroscas, bares e 1vere my schoo! rooms. This l\lasfontostic because
quadras de ensaio eram as minhas salas de aula. E 1 was o/J/e to interact direct/v 1Pith 11111sicions ond
isso foi maravilhoso porque pude ter contato com leam in actual contexts 11"here th e music of Rio de
os músicos e com a forma mais autêntica de se Janeiro is p er.formed. This 11·as '7 0 11· ! met Luciano
tocar a música do Rio de Janeiro. Foi assim que Pe rron e. From en co unters 1vith Luciano at my
conheci Luciano Perrone. Desses encontros, hou se in L e b/ 0 11 and at his house in São
fossem na minha casa no Leblon ou na casa dele Cristóvtío, I developed the idea of collecting all of
em São Cristóvão, é que brotou em mim a idéia my exp eri en ces into a written work thot wou!d
de juntar toda essa experiência num trabalho que poss on th e essence of" our nwsic. To occmnplish
transmitisse , com exatidão, a bossa das nossas this, it 1vos n eces sory to put do1 v17 017 paper;
coisas. Era preciso exprimir no papel, clara e c/early o nd acc urately, tlze correct manner of"
fielmente, a maneira correta de executar nossos pla y i17 g o ur rh y thms 017 our percussion
ritmos e seus instrumentos de percussão, e instruments. 1 a!so thought it would be important
percebi a importância de adaptar tudo isso à to adopt o!! of this to the d rum set with the ideo of
bateria com o intuito de aprimorar um est il o deve/oping a truly Brozilian style.
absolutamente brasileiro.
Luis A11u11ciaçtío, a true task niaster,
Professor exigente, Luis Anunciação me taught me the va/ue of discipline ond study. With
ensinou o valor essencial da disciplina no estudo. him I learned the difference between beating and
Com ele entendi a diferença entre bater e tocar, e ploying , and l came to be preocc11pied in the
passei a me preocupar com a musical idade do musica!ity ond subt!eties o{ rhyth111s . An astute
ritmo e suas sutilezas. Pesqu i sador atento, researche1~ he developecl a written method in
desenvolveu uma escrita na q u al a clave é which the key signoture is subst ituted with a
substituída pela denominação dos elementos nomes of the percussive e!emel7ts ol7d where the
percussores e a pauta "deve ser compatível com o staff "should be compatible with the sounels." ln
conteúdo sonoro". Ou seja: "o som é identificado other worels, "the sounel is ielentUieel with the
pela maneira como é produzido", de acordo com manner in which it is proeluceel."
as suas próprias palavras.
Based on all of these lessons, l was finally
Baseado em todos esses ensinamentos, able to give fonn to this project. ln this work l
pude, enfim, dar feição a este projeto. Aqui register everything that l heard, learneel, anel
registrei tudo que ouvi, aprendi e desenvolvi developed in these years of activity. Without
nestes anos de atividade. Sem me preocupar em trying to establish the chronological evolution of
estabelecer cronologicamente a evolução dos various rhythms, I try to fuse in a general way, the
ritmos, tento fundir, de uma maneira geral, o olel anel nioelern in a new form of playing. I hope,
antigo e o moderno numa nova forma de tocar. with this book, to contribute to the preservation of
Espero, com este livro, estar contribuindo de our niusical culture anel will take aelvantage of
algum modo para a preservação da nossa cultura this moment to remember what the great singer
musical e aproveito para lembrar o que dizia o Ciro Monteiro saiel: "The samba is gooel anel is
grande cantor Ciro Monteiro: "O samba é bom e é ours!"
nosso!"

the author
o autor
Contatos para oilcrnas Je percussão I To workshops contacts:
e-mail: oscar.bolao@terra.com.br
ÍNDICE/ TABLE OF CONTENTS

PREFÁCIOS / PREFACES 16

PARTE I - OS GÊNEROS CARIOCAS E OS SEUS RITMOS


PART l - CARIOCA GENRES AND THEIR RHYTHMS

1 SAMBA 21

1.1 A percussão tradicional do samba/ The traditional percussion of swnba 22

• Pandeiro/ Brazilian tamhourine 22


• Surdo 28

• Tamborim 34
• Cuíca 36
• Agogô 40
• Reco-reco 42

1.2 O repique de anel / The ring repique 45

1.3 Pagode: uma nova instrumentação / Pagode: a new instrwnentation 48

• Tantã 48
• Repique ele mão/ Hond repique 51

1.4 A percussão elas escolas de samba/ Samba schools percussion 54

• Surdos 55
• Caixa/ Snare 59

• Taro! 60
• Repique 62
• Tamborim 64

• Chocalho 65

• Preparações/ Beginnings 67
• Fina! ização / Ending 69
• O ritmo básico das escolas de samba/ The hasic rhythm of the samba schools 70

1.5 A bateria no samba/ Drwn set in samba n


• Bumbo/ Bass drum 71

• Pedal duplo/ Douhle pedal 80


• Samba cruzado 1 / Crossed samba J 83
• Samba cruzado 2 / Crossed samba 2 85
• Samba cruzado 3 / Crossed samba 3 87

• Surdo e bumbo/ Low tom and hass drwn 89


• Surdo e caixa/ Lovv tmn and snare 90

• Frases combinadas/ Comhinecl phrases 92


1.6 Partido-alto 93

• Pandeiro/ Brazilian tambourine 93


• Adaptação à bateria/ Adaptation to the drwn set 94

1.7 Samba-canção 96

• Bumbo e pratos de choque/ Bass drum and high-hat 96

• Tocando com escovas / Playing with brushes 97

1.8 A batida da bossa nova/ The bossa nova beat 99

• Condução/ Basic cymbal grooves 99


• Tocando com escovas / Playing with brushes 101

2 CHORO 103

2.1 A acentuação do choro / The accentuation of choro 104

• Pandeiro/ Brazilian tambourine 104


• Caixeta/ Wood-block 105

2.2 A bateria no choro / Dnun set in choro 106

• Bumbo e pratos de choque/ Bass drwn and high-hat 106


• Tocando com escovas / Playing with brushes 107
• Tocando com baquetas / Playing with sticks 108

3 MAXIXE 110

• Bumbo e pratos de choque/ Bass drum and high-hat 111


• Tocando com baquetas/ Playing with sticks 113
• Tocando com escovas/ Playing with brushes 114
• Pandeiro/ Brazilian tambourine 115

4 MARCHINHA 117

• Bumbo e pratos de choque/ Bass drum and high-hat 11 8


• Caixa/ Snare 119
• Condução/ Basic cymbal grooves 120
----• Pandeiro/ Brazilian tambourine 122

5 POLCAI POLKA 123

• Bumbo e pratos de choque/ Bass drum and high-hat 124


• Caixa/ Snare 125
• Pandeiro/ Brazilian tambourine 126
6 VALSA BRASILEIRA I BRAZILIAN WALTZ 128

• Tocando com escovas / Playing with brushes 129


• Tocando com baquetas / Playing with sticks 130

• Pandeiro / Brazilian tambourine 131

PARTE II - O SAMBA DE LUCIANO PERRONE


PART li -LUCIANO PERRONE'S SAMBA

1 BREVE BIOGRAFIA I BRIEF B/OGRAPHY 135

2 O TOQUE DO MESTRE I THE BEAT OF THE MASTER 137

PARTE III - BIOGRAFIA, BIBLIOGRAFIA E DISCOGRAFIA


PART Ili - BIOGRAPHY, BIBLIOGRAPHY AND DISCOGRAPHY

OSCAR BOLÃO, DOUTOR EM SAMBA/ OSCAR BOLÃO, DOCTOR OF SAMBA 145

DADOS BIOGRÁFICOS / BIOGRAPHICAL FACTS 151

BIBLIOGRAFIA/ BIBL/OGRAPHY 155

DISCOGRAFIA/ DISCOGRAPHY 156

'NDICE FONOGRÁFICO/ TABLE OF TRACKS 157


PREFÁCIO 1 PREFACE 1

Este magnífico trabalho de Oscar Bolão enaltece, Oscar Bolão 's magnificent 1vork e/evates, with
com muita clareza, a arte de tocar música clarity, the art of performing Broz.ilian music.
brasileira e serve corno u rn novo referencial para Percussion schools c cll7 odopt this hook 1vith
músicos, arranjadores e compositores que as confidence and it will serve os o new reference for
escolas de percussão poderão adotar tranqüila- musicians, arrangers, mui composers. Young and
mente. Jovens percussionistas, e mesmo os mais even the most experienced percussionists, will find
experientes, encontrarão nesta obra excelente excellent materiol in this book. Tlze intemational
material de estudo. O grande mon1ento que vive a su ccess of Brazilion m us ic is 110111 ottrocting the
música brasileira no exterior atrairá a atenção de attention of mu sicio ns .fim 11 ui! over the world.
músicos de diversos continentes. É mais uma porta This is one more doar thot is being opened. The
que se abre. Os gêneros cariocas, minuciosamente musical genres from Rio de Joneim, observecl in
observados por Bolão durante sua vida, são detail by Os co r B olâo. ore re veoled in c1 clear
expostos de maneira plena. A nova instrumentação 111anne1: Th e instrumenrs used in the new pagode
do pagode e os elementos do samba tradicional são style as well os tlwse ot troditionol samba ore ali
apresentados, aqui, com riqueza de detalhes. presenteei in riclz dettiif. Rare instmments like the
Curiosidades corno o repique de anel e o delicioso repique d e a n el anel rhe ll·o nde1fu! trio of
trio ele tamborins de Luna, Marçal e Eliseu são tamborins played by Lww. Jlorço !, ond Eliseu ore
pela primeira vez registradas em livro. Também as discussed for the firsr rimt in o hook. Sambo
escolas ele samba receben1 atenção especial. O schools and the irresistiblt! nwQic of their rhythms
ritmo ele seus instrumentos exprimem toda a magia receive speciol attemion.
irresistível do samba.
An eclectic perc11ssio11i. "f. O. n1r Bofào is a g reat
Percussionista eclético, Oscar Bolão é um grande drum ser dru 111me1: Hi admirntion fo r Luciano
baterista. Sua admiração por Luciano Perrone o Perrone inspired him to 11-rite abo ut t!ze drum set
inspirou a escrever, com muita sabedoria, sobre a in sambo , an iJ11p(lrra11r clwpte r in this method
bateria no samba, capítulo importantíssimo neste book. Su ggestin ThGI the r!n·thmic e!ements of'
1

método. Ao sugerir que sejam aplicados à bateria


various percussiu1 instrum ents mov be opp!ied to
os elementos rítmicos dos instrumentos de
the drnm set, Bolâo de monstrotes the poth he
percussão, Bolão mostra o caminho que descobriu
discovered toaerher 11·ith the percussionists of the
ao se juntar com os batuqueiros da cidade.
city. O ve1.floH·ino Jl"ith Brnúlionness, he tops the
Espraiando brasilidacle, cleságua no samba cruzado
crossed samba.for o/1 of'its richness ofoccents mui
rico em acentuações e ornamentos. Poucos
ornaments. Fel\' Brnz.i!ion drwnmers dominote this
bateristas brasileiros dominam este estilo. É o
style. It 's the samba ivit!z Luciuno ...
sam~a com Luciano ...

As on orrange1; J consider this ivork indispensob!e.


Como arranjador, considero este trabalho
Bolão d e m o n s trates o 11 of t h e n u c111 e e s of
imprescindível. Bolão foi muito feliz e mostrou
percussion. J o!ivoys say that the sombo !ws great
que conhece bem todas as nuances ela percussão.
big orms so thot it cem embroce us oi!. Batuque is
Eu sempre digo que o samba tem braços muito
a privilege wi!! create 11e1v groups offriends
grandes para poder nos abraçar. Batuque é um
because it lzos o corioco sou!. Broz.i!ion eercussion
privilégio formará novos grupos de amigos porque
lws token a giant step fonvard. Oscor Boliio is to
tem a alma carioca. A percussão brasileira deu um
be congrotu/ated!
grande passo. Oscar Bolão está ele parabéns!

Rilclo Hora Ri/do Hora


Músico, arranjador, compositor e produtor musical Music urrange1; co111pose1; and producer
PREFÁCIO 2 PREFACE 2

Batuque é um privilégio é uma aquisição verdadei- Batuque is a privilege is o tru!y outstonding


ramente importante para a literatura da percussão addition to the !itemture 011 Bmz.i!ion percussion.
brasileira. Focalizando a música popular que se Focusing on tlze popular music thot has developed
vem desenvolvendo nos últimos cem anos no Rio in lús notive city qf' Rio de Janeiro over the past
de Janeiro, sua cidade natal, Oscar Bolão detalhou 100 yeors, Oscor Bole/o expert!y detai!s the
com habilidade as técnicas de execução, os típicos pe1formc111ce techniques, typico/ rhythmic pattems,
padrões de ritmo e as características dos estilos and sty!istic clzo racteristics for the a reo '.':J primary
para os principais instrumentos de percussão da percussion instmments. Here, musicions 1vi!! .find
região. Aqui, os músicos vão encontrar exemplos c!ear/y written exomp!es ond exp!onotions of
apresentados com clareza e explicações sobre a Braz.i/'s best known percussion ensemb!e trodition,
mais conhecida tradição de conjunto de percussão that of the sambo school. Oscar Bolc7o 's treatment
do Brasil, a escola de samba. O tratamento dado ao includes exerci.ses for deve!oping pmper technique
terna por Oscar Bolão inclui exercícios para ond sty/istic occurocy without restricting the
desenvolver a técnica apropriada e a precisão esti- criati 1e ond dynomic noture so importont to
1

lística sem restringir a natureza criativa e dinâmica, Brazi/ian percussion.


tão importantes para a percussão brasileira.
But the book is mu clz more tlwn this. An ec/ectic
Mas o livro é muito mais do que isso. Percus- per eu s si o 11 is t 11 · /z o is e. \"fJ e ri e 11 e e d i /1 b o t lz
sionista eclético, que reúne experiências da li n- commercio! ond 11011-co111111erciu! wor/ds of
guagern da percussão brasileira tanto comercial Brozi/ion percussion, Oscur Bole/o provides a
corno não-comercial, Oscar Bolão fornece um virtuo/ road map to o host of' Rio de Janeiro 's
mapeamento virtual de um grande número ele sombo-re/ated varieties (sa111ba-canção, partido-
ritmos cariocas relacionados ao samba (samba - a/to, pagode, samba school, bossa nova) as well as
canção, partido-alto , pagode, escola de samba,
to manv otlzer venerab!e sty/es (choro, maxixe,
bossa nova ) assim como o ele outros tantos
ma rch in lw, po/ ka, B raz.i!ion wa/tz). Additiona//y,
respeitáveis estilos (choro, maxixe, marchinha,
Bolão does not slzy oway .fi"om the ways in which
polca, valsa brasileira). Além disso, Bolão não
professiono/ percussionists in Rio lzave odapted
fogé'dos caminhos pelos quais percussionistas
and deve!opec/ clzaracte ristic styles of playing
profissionais cariocas adaptaram e desenvolveram
Brazi!ion music on the drum set. For me, the
es tilos característicos de tocar música brasileira na
higlz!ight of the book is the chapter 011 Luciano
bateria. Para mim, o destaque do livro é o capítulo
Perrone, father (~l the Brazilian drum set who
so bre Luciano Perrone, pai da bateria brasileira,
perfórmed 011 tlze classic J 939 recording of Ary
que participou da clássica gravação de Aquarela
Barroso'.y Aquarela do Brasil.
do Brasil, de Ary Barroso, em 1939.

We// docu111entec/ mui prnctical for perfórmers,


Bem clocumentaclo e de prática leitura para
arrange rs ond composers, Batuque is a privilege
músicos, arranjadores e compositores, Batuque é
stands ou! among the avai!ob/e m etlzod books 011
um privilégio se destaca entre os outros textos
Brazilian percussion. As o 11011-brazilian
didáticos de percussão brasileira. Como percus-
-ionista "não-brasileiro", especialista em etnologia percussionist ond on ethnomusico/ogist who hos
da música e apaixonado há mais de trinta anos pela maintained a /ove affair with Brazilian music for
música brasileira, é realmente um privilégio a over 30 years, it is indeed a privilege to say "thank
o portunidade de agradecer a Oscar Bolão nas you" to Oscar Bole/o within the pages of this book.
pág inas deste livro.
Lo rry Crook
Larry Crook
University qf Florida
Universidade da Flórida
PARTE 1 / OS GÊNEROS CARIOCAS E OS SEUS RITMOS
PARTI/ CARIOCA GENRES AND THEIR RHYTHMS
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

SAMBA [1] SAMBA


O samba carioca nasceu nos primeiros anos da The carioca samba (samba from the city of
ada de 1910, na Cidade Nova, embalando as Rio de Janeiro) originated in the first years of the
_ tas de tia Ciata e outras "tias" baianas. Tocado decade of 1910, in the Cidade Nova, rocking the
piano ou acompanhado por instrumentos de parties of "Aunt Ciata" and other Bahian
rdas e metais, ele foi bastante executado em matrons. Played on the piano or accompanied by
as de espera de cinemas, coretos e gafieiras até string instruments and horns, it was commonly
e. em meados da década de 1920, surgiu na played in the waiting rooms of movie theaters, on
~ dade um outro tipo de samba, o samba band shells, and in dancing halls until, in the mid-
·meado, nascido no Estácio de Sá sob a 1920s, another type of samba emerged in the city.
- uência do partido-alto, com predominância The new style was the samba batucada, born in
instrumentos de percussão, e que tinha em the area known as the Estácio de Sá and
ael Silva, autor de Se você jurar, um de seus influenced by the partido-alto. It was dominated
by percussion instruments and had as one of its
· ilustres representantes. De início apenas um
most illustrious composers, Ismael Silva, author
~fr ão, aos poucos ele foi se transformando,
of Se você jurar. At first, it contained only a
ocando os improvisos por segundas partes
refrain but soon developed a second section with
- adas poética e melodicamente. Assim se
fixed poetry and melody in place of the
efiniu o samba urbano do Rio de Janeiro.
improvisations. This was the development of the
-..nterior ao samba batucado, o samba-maxixe,
urban samba of Rio de Janeiro. Before the samba
=ênero híbrido, mistura de samba e maxixe, era batucada, a hybrid genre known as the samba-
ado como se maxixe fosse ou como se fosse maxixe was already being played. It could be
samba ao jeito de Luciano Perrone (ver "O performed as a maxixe or as a samba in the style
zmba de Luciano Perrone"). Podemos citar como of Luciano Perrone ( see "Luciano Perrone 's
"!' emplos Jura e Gosto que me enrosco, de Sinhô, samba"). We might also cite the examples of Jura
! Cristo nasceu na Bahia, de Sebastião Cirino e and Gosto que me enrosco by Sinhá and Cristo
que. nasceu na Bahia by Sebastião Cirino and Duque.

Sinhô Ismael Silva


OSCAR BOLÃO

1.1 A percussão tradicional do samba 1.1 The traditional percussion of samba


•Pandeiro • Brazilian tambourine

O pandeiro é o instrumento de percussão mais The pandeiro is the most common percussion
presente na música popular brasileira. Ele é feito instrument in Brazilian popular music. It is
de um aro de madeira (fuste), onde são presas as constructed of a wooden frame with small metal
soalhas (ou platinelas). Estas, colocadas duas a discs. These metal discs, found in pairs around
duas, quando articuladas, chocam-se entre si, the wooden frame, strike each other, producing
produzindo seu som característico. Sobre o fuste é the instrument's characteristic sound. Over the
estendida uma pele de couro ou náilon, também
rim of the frame is stretched an animal or nylon
chamada de membrana. Para afiná-la (apertar ou
membrane. Metal lugs are used to tighten the skin
afrouxar), dispomos de algumas tarraxas presas
and tune the instrument.
ao aro.
Para percurtir o pandeiro, usamos o polegar, o The thumb, fingers, and the palm of the hand
bloco de dedos e a base da mão. are used to play the pandeiro.

polegar / thumb bloco de dedos / fingers base da mão / palm of the hand

O bloco de dedos, que designaremos DEDOS, The group of fingers (which will be designated
é formado pelos 2º, 3º, 4º e 5º, pelos 2º, 3º e 4º ou simply as FINGERS) can employ the first two,
apenas pelos 2º e 3º dedos. A base da mão, three, or four fingers of the hand. The palm of the
designada apenas BASE, é a parte desta junto ao hand (designated PALM), is the part next to the
pulso. wrist.

Mecanismos básicos Basic mechanics


O exercício 1 mostra a seqüência de Exercise 1 demonstrates the sequence of hand
movimentos da mão que resultam na fórmula movements utilized in the basic samba pattern.
rítmica básica para a execução do samba.
BATUQUE É UM PRIVIL É G I O I BATUQUE IS A PRIVILEGE

base • dedos • pa 1111 -•,___.L.=fz-:-n-"'g--=-e-'--crs,__·-•-=----------1


polegar • thumh •

CD 1
3 exercício 1
exercise 1

O som ex traído pelo dedo polegar na The sounel proeluceel hy the thumh striking the
membrana nos dá o apoio rítmico fundamental. skin is of fundamental rhythmic importance. It
Para tanto, deve ser executado próximo à borda - should he played close to the rim-the perfonner
o exec utante deve procurar o ponto exato de should experinient anel find the exact place to
ataque para conseguir um timbre grave bem produce a low anel well elejzned tone. The striking
definido . O toque de dedos produz um som of the fingers and the palm should hoth produce a
fechado e projeta as soalhas, a mesma coisa
elry or closed sowid that emphasizes the metal
acontecendo quando a base da mão percute o
elisks. Exercises 2 anel 3 present variations on the
instrumento . Os exercícios 2 e 3 apresentam
rhythmic role of the thumh.
variações na função do polegar.

exercício 2
exercise 2
l p J, j J J J ~J J) j J J J :li
1

exercício 3
exercise 3
I j JJ J j JJ J j J J J j J J J :li
1

Distinção de tempos Time distinctions


A linha inferior é destinada ao dedo indicador The lower fine is usecl for the index jinger of
da mão que segura o instrumento. Encostando o the hanel that holels the instrument. Pressing th is
dedo na pele no mesmo instante do toque do finger into the skin at the same time that the
polegar , produzimos um som fechado, que thumh of the other hanel strikes the skin produces
determina o primeiro tempo do compasso. O a closed sound. This stroke defines the first heat
toque executado sem o dedo, indicado pela pausa, of the measure. When there is a rest on the lower
extrai um som aberto, que caracteriza o apoio no line, this indicates an open stroke with the thwnb
segundo tempo , fundamental à linguagem do anel characterizes the second heat of the measure,
samba. Esse mecanismo recebe a designação de fundamental for the samba. The lower line will be
MEMBRANA. called SKIN.
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

primeiro tempo segundo tempo


first beat second beat

base -~=d=ed=o=s~•--------. Palm ----t:._.,f_m,--'g'-'-e_r~s~•--------j


polegar• thumb •
:
membrana -->-------------~ skin ------------~

G
CD2
exercício 4
exercise 4

Movimento da mão Hand movement


_/Os símbolos escritos sobre as segunda e The written symbols over the second and third
terceira semicolcheias indicam a direção da mão sixteenth-notes below indicate the down and up
para baixo e para cima, ou seja, a mão que segura movement of the hand that holds the pandeiro.
o pandeiro executa um leve movimento circular, This is a subtle circular movement that also
fazendo mexer as soalhas. causes the metal disks to sound.
OSCAR BOLÃO

= movimentos para baixo


i-, i-, = downward motion
V= movimentos para cima V = upward motion

exercício 5
exercise 5

Toque com a mão Hand stroke


A linha superior é destinada ao toque com a The upper fine designates a stroke with an
mão aberta. Nos exercícios seguintes, a nota deve open hand. ln the exercises that follow, this stroke
ser executada como um estalo, com a mão should be performed with an sharp attack, with
espalmada no centro da pele. the hand spread over the center of the skin.

hand-:r-,..----------~
base -:>--~~--------~
mão -1--~ do=-ed
=o=s=----•---------1
polegar •
Palm -~f~zn~g~e~r~s_•
thumb •
..:;_______~
membrana __. _______ ______ _ ____,
skin

G
CD3
exercício 6
exercise 6

exercício 7
exercise 7
BATUQ UE É UM P R I V IL ÉGIO / BATUQUE ISA PRIVILEGE

exercício 8
exercise 8

Rulo Roll
Um efeito comumente empregado é o rulo. A common effect is the roll. Rubbing the skin
Friccionando a pele com o bloco de dedos, with the fingers causes the disks to shake and
provocamos a trepidação das soalhas, produzindo produces a sound similar to a tremolo. The skin
um som semelhante ao trêmulo. A membrana should be prepared with candle wax or paraffin
deve ser preparada previamente com cera de vela
prior to playing. The space above the upper line
ou parafina. O espaço acima da linha superior
can be used to designate others effects.
pode ser usado para designar outros efeitos.

efeitos • effects e
base dedos • palm ____.:,_..Lfi~n=g~er~s~•=-~~~~~--J
: polegar• thumb •
membrana skin

G
CD4
exercício 9
exercise 9

exercício 1O
exercise 10
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

Os módulos abaixo apresentam fórmulas The modules below present various rhythnúc
rítmicas variadas encontradas no samba. Como formulas found in the smnba. Practice all of the
rodos os exercícios contidos neste livro, pratique- exercises found in this book individually first, and
os individualmente primeiro e depois misture uns then try combining them togetha
aos outros.

exercício 11
exercise 11

exercício 12
exercise 12

exercício 13
exerci se 13

exercício 14
exercise 14

exercício J5
exercise 15

~ V ~ V

exercício 16
exercise 16
OSCAR BO L ÃO

exercício 17
exercise 17

exercício 18
exercise 18

•Surdo

O surdo é um instrumento de som grave, com The surdo is a double-headed drum with a low
pele de couro em ambos os lados, usado para sound. lt is used to mark the samba's rhythm.
marcar o ritmo do samba. The surdo is played with one mallet, that
É percutido com apenas uma baqueta, que não should not be overly soft so that a well defined
deve ser muito macia pois, deste modo, não
attack is obtained. The hand, lightly placed on the
conseguimos boa definição do som na hoya do
ataque. A mão, levemente encostada sobre a pele, skin, is used to mufjle the stroke of the mallet.
serve para abafar o som produzido pela baqueta.
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO / BATUQUE ISA PRIVILEGE

mão• hand •
baqueta • niallet •

~ ~
G
CD 5
exercício 1
exercise 1
i J
i
1J
i : 11
~ ~

~ ~
exercício 2
exercise 2
i J
r r 1J
i : 11
~ ~

~ ~
G exercício 3
exercise 3
i J
r r 1J
rr ! : 11
~ ~
CD6

~ ~
exercício 4
exercise 4
i J
r r 1J
ur : 11
~ ~

~ ~1· ~
exercício 5
exercise 5
i J
r r 1~ r 1 rr ! : 11
~

~ )1 J ~
exercício 6
i J

exercise 6
~ ! ~ ~ L ! : 11

O símbolo escrito acima das notas indica que The written symbol usec/ above the notes
devemos exercer pressão sobre a membrana na indicates that they should be played with pressure
hora do toque. Assim procedendo, consegmmos on the skin at the moment of the stroke. This
um som preso mais agudo . causes a higher pitch.

G exercício 7
CD 7 exercise 7
...........r
L -L r
OSCAR BOLÃO

+ +
exercício 8
exercise 8
i fl ~
r r 1~~~ r r
~
:11

+
~ ~
exercício 9
tJ 1JJ. :11
exercise 9
~ h r ! ~u h r !

Os exercícios seguintes mostram uma maneira The following exercises show the s tyle of
de tocar o surdo usada, provavelmente, a partir da playing that probably deve /oped oround th e
década de 1950. Os grupos de colcheias pon- 1950s. The groups of dotted eiglz th notes anel
tuadas e semi colcheias (ex. 1O) certamente sixteenth notes (ex. 1 O) certain /y influenced the
influenciaram bateristas da época, que passaram a drum set drummers c~f the time who transferred
empregá-las no bumbo. these parts to the bass drum.

0
CD 8
exercício l O
exercise 1O

exercício 11
exercise li t~_._! r_: í
exercício 12
exercise 12
t~_._!f- í t~-í
exercício 13
exercise 13

exercício 14
exercise 14
BA T UQ UE É UM PRIV ILÉ GIO ! BATUQU E IS A PRIVILEG E

exercício 15
exercise 15

exercício 16
exercise 16

Usando a mão Using the hand

A mão é também usada para percutir a The hand is also used to strike the skin,
membrana, respondendo aos ataques da baqueta. answering the strokes of the mallet. With the open
Com a palma da mão nas colcheias pontuadas, palm of the hand, on the dotted eighth notes, hit
tocamos a pele, deixando-a encostada à mesma and leave the hand in contact with the skin to
para conseguir um som fechado. Nas semicol- achieve a dry, closed sound. On the sixteenth
notes, the hand strikes the skin and is immediately
cheias, a mão percute a membrana e volta ao seu
lifted. These techniques will be designated in the
ponto de partida. A estes mecanismos chama- examples as HAND.
remos MÃO.

mão• hand •
baqueta• mallet •

G exercício 17
CD9 exercise 17
D
OSCAR BOLÃO

tJ ~
i
)~
1J ~
i
)~ ·11
exercício 18
exercise 18
~ [ ~ ~ I [ ~ I.
~
i
1J)~ ~ ·11
exercício 19
exercise 19
tJ
~ [ ~ ~ I
j
u ~r ·
i )

exercício 20
tJ ~
i
1J)~ j ~ ) i ·11
exercise 20
~ [ ~ ~ I ~ ~ Lr.
exercício 21
exercise 21

exercício 22
exercise 22

Usando dois surdos Using two surdos


Nos bailes de carnaval, é comum ver nas During the carnival balis it was common to
orquestras um percussionista tocando dois surdos see one percussionist in the orchestra playing two
com pés adaptados. O mais agudo marca o surdos. The higher surdo marked the first beat
primeiro tempo, enquanto o grave corta o ritmo while the lower one played rhythmic variations
como o surdo de corte das escolas de samba. Em like the syrdo de corte ( cutting surdo) of the
gravações da década de 1960 esta afinação samba sehools. ln recordings from the 1960s this
aparece invertida, com o surdo grave tocando no tuning relationship was frequently inverted, with
primeiro tempo. the lower surdo playing on the first beat.
BATUQUE É UM PRIVILÉG I O I BATUQUE IS A PR/VILEGE

a g u d o : · - - - -- high :
grave - low -----------~

e e e e
j ~ j ~
~
-0 10
exercício 23
exercise 23
tJ e r
1J
e· ! : 11
~ d d ~ d d

e e e e
j ~ j ~
exercício 24
exercise 24 tJ e· ! 1J
~d eC !cl : 11
~ d cl ~
e e e

j ~ i ~
exercício 25
exercise 25
tJ e g 1J)
~ e ! : 11
~ cl e cl
i D
cl cl e c1

e e e e
j ~ j ~
exercício 26
exercise 26 tJ e g 1J
b~ ~ r :11
~ cl e cl ~ c1 cl e cl

e e e

exercício 27
tJ j ~-
g lj ~
e ~r ! ~e !
exercise 27 : 11
~ cl e cl e cl e c1

e e e
j ~ ~
exercício 28
exercise 28 tJ e g 1J~ r r r ~ í ! :11
~ d e cl d e cl e d cl
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

•Tamborim

O tamborim - pequeno aro de madeira ou The tamborim - a small metal or wooden


metal, com uma pele esticada sobre um dos lados - frame drum with a membrane stretched over one
é tocado com uma baqueta de madeira semelhante side - is played with a wooden stick similar to a
às da caixa. O dedo indicador ou qualquer outro snare drum stick. The index finger or any finger
dedo da mão que segura o instrumento também of the hand that holds the instrument also plays
percute a pele, por baixo, produzindo notas que on the underside of the skin, producing notes that
completam o fraseado do samba. complement the samba rhythm.

baqueta• stick •
dedo• finger •

G
CD 11
exercício 1
exercise 1
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

exercício 2
exercise 2

exercício 3
exercise 3

exercício 4
exercise 4

exercício S
exercise 5

exercício 6
exercise 6
OSCAR BO L ÃO

Três tamborins Three tamborins


Este trio de tamborins apresenta uma This trio of tamborins presents a combination
combinação de ritmos muito utilizada em of common rhythms that were used in samba
gravações de samba pelos percussionistas Luna, recordings by the famous percussionists Luna,
Marçal e Eliseu. Marçal, and Eliseu.

@ tamborim 1
CD 12

tamborim 2

tamborim 3

•Cuíca

A cuíca é feita de um cilindro de metal ou The cuíca is a metal or wooden cylinder with
madeira com uma pele de couro num dos lados. a skin over one side. ln the center of the skin is
No centro desta é presa uma vareta fina de secured a thin bamboo stick, which is rubbed with
bambu, que, friccionada com um pano úmido, a wet cloth producing the instrument's
produz seu som característico. Com o dedo médio characteristic sound. With the middle fing er,
da mão, fazemos pressão sobre a membrana, pressing into the skin, different tones are
extraindo sons de alturas diferentes. Conforme a produced. Depending on the region of Brazil, this
região do país, a cuíca recebe outros nomes, como type of instrument also is known as puíta or
puíta ou roncador. roncador.
BATUQU E É UM PR I VI L ÉGIO / BATUQUE IS A PRIVILEGE

As linhas superiores da pauta representam a The upper fines of the staff represent the
pressão exercida sobre a pele - para este pressing of the skin and will be designated as
procedimento, usaremos a designação de SKIN: when there is a rest on these parts this
~EMBRANA; a pausa determina que o dedo não means that the middle finger is not pressing on
press10na o couro, o que gera um som grave; as the skin (this produces a low tone); notes written
notas escritas na segunda linha indicam que o on the second fine indicate that light pressure
dedo deve exercer uma leve pressão sobre a should be applied to the skin producing a medium
membrana, produzindo um som médio; e a linha high note; notes written on the upper fine indicate
superior indica uma pressão ainda maior, that greater pressure should be applied to the skin
extraindo-se, assim, um som agudo. A linha producing a high note. The lower line is for the
inferior é destinada à mão que fricciona a vareta e hand that rubs the stick andjs designated HAND.
que designaremos MÃO. Sob as notas nela Notes written on this lower fine have symbols
escritas, encontramos símbolos que representam a below the note stems indicating the correct
movement of the hand. "Inside-out" is a movement
articulação dos movimentos. O movimento de
starting close the players body and moving away
dentro para fora é feito a partir do corpo do
from the body; "outside-in" is a movement starting
executante e o movimento contrário é feito em
away from the player's body and moving toward
direção ao seu corpo. Não havendo indicação,
it. Whenever there is no indication, you should
repetem-se os movimentos anteriores.
repeat the pattern of the previous movements.

membrana
membrana skin :
skin
hand _______ ____]
mão

~ = movimentos de fora para dentro ~ = outside-in movement


V = movimentos de dentro para fora V = inside-out movement

G
CD 13
exercício 1
exercise 1
i: ,.
~
ir r r ,.
~ V ~ V
1
:
OSCAR BO L ÃO

~
exercício 2
exercise 2
i:
l"'I

e ee r
l"'I V l"'I V
1
:
l"'I

~ r 6r
V l"'I V
:11

.exetcício 3
exercise 3
i:
l"'I

~:; r :;r
V l"'I
1 i ~

~ r 6r
V l"'I V
:11

~
exercício 4
exercise 4
i:
l"'I

~ rr r
V l"'I V
1
i
l"'I
/
ri r
V l"'I
/
V
:11

V :i

V l"'I V l"'I

l"'I V l"'I V

exercício 8
exercise 8

V l"'I V l"'I V 1"'1 V 1""\


BATUQUE E UM PRIVILEGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

exercício 9
e.:..·ercise 9

exercício l O
exercise 10

V l""i V l""i V l""i l""i

exercício 11
exe rcise JJ

V l""i V l""i V l""i 1/ l""i V l""i V l""i V

G
CDIS
exercício 12
exercise 12

exercício 13
exercise 13

1""1 V l""I V

exercício 14
exercise 14

V l""I V V V l""I V

exercício 15
exercise 15
OSCAR B O L ÃO

• Agogô

O agogô é constituído de duas campânulas de The agagô camprises twa metal bells af
metal de alturas diferentes, percutidas com uma different sizes played with either a metal ar
baqueta de madeira ou uma vareta de ferro. waaden stick. Used in diverse styles af Afra-
Presente em diversos estilos de música afro - Brazilian music, this kind af instrument is alsa
brasileiras, é conhecido também por gonguê ou gã. knawn as ganguê ar gã.

aguda •
grave •
qzgh
ow ••

G
CD 16
exercício 1
exercise 1

exercício 2
exercise 2 nr n 1.r n fJ
exercício 3
exercise 3
J
BATUQU E É UM PRIVILÉGIO I BATUQU E IS A PRIVI LE G E

exercício 4
exercise 4
) !J
exercício 5
exercise 5
J J.
A nota escrita sobre a linha superior, The note written on the upper line, designated
designada como AMBAS , indica que as campâ- BOTH, indicates that the bells should be pressed
nulas devem ser pressionadas uma contra a outra, together producing a third sound effect.
produzindo um terceiro efeito sonoro.

ambas
•aguda• both • high •
grave• low •

G
CD 17
exercício 6
exercise 6
i 1 JJJ n J~ 1P Jj tJ J1:li
exercício 7
exercise 7

exercício 8
exercise 8 i 1Jj ~ nJJ11 J J J J~ J ~ :li
OSCAR BOLÃO

•Reco-reco

O reco-reco é feito de um pedaço de bambu The reco -reco is made from a section of
com entalhes transversais, que, friccionados por bamboo with transverse ridges scored into the
uma vareta, produzem um som raspado. O reco- material. When scraped with a thin stick the
reco da foto é fabricado pelo percussionista instrument produces a characteristic rasping
sound. The reco-reco in this picture is made by
Trambique. the percussionist Trambique.

Outro tipo de reco-reco é o reco-reco de mola: Another type of reco-reco is the reco-reco de
uma mola de aço esticada sobre uma calha de mola (spring reco-reco): a steel spring stretched
latão e friccionada com uma vareta de metal. É over a metal trough and scraped with a metal
muito usado pelas baterias das escolas de samba. stick. This instrument is frequently used in the
drum ensembles of the samba schools.
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

Os símbolos escritos sobre as notas indicam a The symbols vvritten obove the note stenis
articulação dos movimentos. O movimento de indicoted the motion. of scropin.g. "Jnside -out" is
dentro para fora é feito a partir do corpo do a motion. oway from the ployer miei "outside-in"
instrumentista e o de fora para dentro, em direção is o motion toword the playa Exercises J through
c ontrária. Os exercícios de l a 7 elevem ser 7 should be practiced in two monners: J) in a
praticados de duas maneiras: usando - se a legato manner without on interruption of sound
ligadura, onde o som articulado não é inter-
and 2) in a staccato manner seporating each
rompido, e sem ela, o que nos dá um efeito
stroke 's sound.
staccato.

r"I = movimentos de fora para dentro r"I = outside -in movement


V= movimentos de dentro para fora V= in.side-out movement

V i""'I V i""'I

exercício
exercise 1
t j J J J j J J J1j J J J J J J J :li
V i""'I V i""'I

exercício 2
exerc:ise 2
t d J J Jd J J J d J J Jd J J J :li
1

V i""'I V i""'I

exercício 3
exercise 3
j JJ j
~ ===j >
2J J j 2J J J2J J :li
1

V i""'I V i""'I

G
CD 18/19
exercício 4
exercise 4
i j J d J j J2j 1 2
j J J j J d J :li

V i""'I V i""'I

exercício S
exercise 5 ~ 2
j J J j J J2 j J J 2J J J 2:li 1

V i""'I V i""'I

exercício 6
exercise 6 i d J J2j 2J J d J J2j 2J J :li 1
OSCAR BOLÃO

V l""I V l""I

exercício 7
exercise 7
i dJ J 2j J 2J1j J2J j 2J J :li
V ~ V
exercício 8
exercise 8
Jj J Jj J :11

V ~ V ~ V ~
exercício 9
exercise 9
j j J J J1J

Nos módulos seguintes, adaptaremos para o ln the fo!lowing examp/es, we odapt several
reco-reco alguns padrões rítrn icos do tamborim. tombo rim rhythms to the reco-reco. Exercises 1 O,
Os exercícios 1O, 1J e 12 devem ser executados 11, and 12 should oll be pi oyed stoccato.
usando-se um efe ito staccoto.

G
CD 20
exercício JO
exercise 10

1""1 V l""I V r-'1 VV l""I V l""I VVV l""I VV

exercício J J
exercise JJ
i j J J J j JJ J
. > > >>
1 j J J Jj
> >>>
J J J :li
>>

l""I V l""I V l""I VV l""I VVV l""I V l""I VV

exercício 12
exercise 12 i j 2J 2j 22J d22Jd J22:li 1

Estas fórmulas também podem ser tocadas Thesefon11ulos o/so cc111 be ployed legoto.
usando-se a ligadura.

V l""I V l""I V l""I V l""I V l""I V l""I V l""I V r-'1

G
CD 21
exercício 13
exercise 13 i j 2J2j 22J d J 2J dd Jd :li 1

44
BATUQUE É UM PRI VI LÉ G I O / BA T UQU E ISA PRIVIL E G E

v ~ v ~ v ~ v ~ v ~ v ~ v ~ v ~

exercício 14
exercise 14 i J 2J 2J 22J 1JJ 22JJ 22:li
v ~ v ~ v ~ v ~ v ~ v ~ v ~ v ~

exercício 15
exercise 15 i J 2J 2J 22J 1d22J J J 22:li
1.2 O repique de anel 1.2 The ring repique

O repique de anel, criação do percussionista The ring repique, a creation of the percus-
Doutor, consiste em um repique de escola de sionist Doutor, consists of a repique from the
samba com pele de couro em ambos os lados, de samba schools - a double headed tenor drum
afinação grave e preso ao pescoço por um made of metal - tuned loosely and carried with a
talabarte. Ao mesmo tempo que percutimos com shoulder strap . While playing with the hand on
uma das mãos a membrana inferior, com anéis ou the bottom skin, the other hand plays against the
dedais nos dedos da outra mão tocamos no corpo
metal body of the instrument using a metal ring or
de metal do instrumento. O dedo polegár dessa
thimble on one or more fingers. The thumb of this
mesma mão é utilizado na pele de cima para fazer
variações no ritmo. hand is also used to play rhythmic variations.
OSCAR BOLÃO

Os símbolos colocados sob as notas deter- The symhols written below th e note ste nis
minam os sons fechado e aberto. indicate closed and open sounds.

+ = som fechado + = closed sound


o = som aberto o = open sound

O som fechado é produzido deixando -se a A closed sound is produced by leaving the
mão na pele na hora do toque. Para um som hand in contact with the skin the moment it is
aberto, a mão volta ao seu ponto de partida played. For an open sound, the hand is lified o.fl
imediatamente após o ataq ue. of the skin immediately after striking it.
À mão que percute a membrana inferior The hand that plays on the lmver skin is
designoted HAND and the lwnd thot is played
designaremos MÃO e aos dedos que tocam o
with a ring on the metal body is designated
foste (co rpo do instrumento), FUSTE. O polegar
SHELL. The thumb stroke 011 lhe upp er slân is
na pele de cima será chamado de POLEGAR.
designated THUMB.

foste - - - - - - - - - - - - -
polegar-·-----------~
mão -=--------------'
--j:-----------
shell
th1.1111b
hand - _- - -_
____ -__
-- _
--_-
_-_-
_-_- __J

G
CD22
exercício l
exercise J

+ o + o

exercício 2
exercise 2

G
CD23
exercício 3
exercise 3

G
CD24
exercício 4
exercise 4
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO / BATUQUE ISA PRIVILEGE

exercício 5
exercise 5

exercício 6
exercise 6

+ + o o + o o

exercíc io 7
exercise 7

exercício 8
exe rcise 8
OSCAR BO L ÃO

1.3 Pagode: uma nova instrumentação 1.3 Pagode: a new instrumentation

Zeca Pagodinho Fundo de Quintal

"Domingo, lá na casa do Vavá, teve um "Sunday, in the house of Vavá, there was a
tremendo pagode que você não pode imaginar... ". tremendous pagode that you wouldn't believe ..." .
Os versos de Paulinho da Viola deixam claro que These fines of verse written by Paulinho da Viola,
o termo pagode, antes de definir um gênero de make it clear that the term "pagode," means
música, significava divertimento, festa onde as more than justa musical genre, it signifies a good
pessoas se reuniam para cantar sambas. Mais time, a party where people get together to sing
tarde o termo passou a ser empregado para sambas. As time went by, the term carne to be
classificar um tipo de samba herdeiro do partido- used to classify a specific type of samba, heir to
alto. Surgiram, então, compositores como Zeca the partido-alto. Composers like Zeca Pagodinho
Pagodinho e grupos como o Fundo de Quintal, and groups like Fundo de Quintal emerged who
que mudou a instrumentação dos conjuntos modified the instrumentation of traditional
tradicionais ao empregar o tantã, o repique de ensembles by adding the tantã, the hand repique,
mão e o banjo no acompanhamento. and the banjo to the accompaniment.

•Tantã

O tantã, ou tambora, instrumento bastante The tantã, also called tambora, was adapted
usado na música latino-americana, foi adotado for the samba rhythm by pagode groups from a
pelos grupos de pagode, que o adaptaram ao ritmo similar instrument used in many Latin American
BATUQU E É UM PR I VI LÉ G I O I BATUQUE IS A P R IVILEG E

amba. De afinação grave, ele tem a função de musics. With a low sound, it has the function of
ar o ritmo da mesma forma que o surdo nos marking the rhythm in the sarne way that a surdo
juntos de samba tradicionais. Como o repique is used in the traditional samba groups. Like the
~ mão, ele é percutido com uma das mãos na hand repique, it is played with one hand lifl the
~ e e a outra no fuste. skin and the other on the shell of the drum.
Com o bloco de dedos percutindo a membrana With the fingers beating on the skin near the
' ximo à borda, extraímos um som grave. A este rim, a low sound is produced. This stroke is
ue designaremos DEDOS. À mão espalmada designated FINGERS. An open hand on the skin
bre a pele chamaremos MÃO e à mão que is designated HAND and the fingers striking on
rcute o fuste chamaremos FUSTE. the shell of the drum is designated SHELL.

fuste : shell -:>------------~


mão hand -1-----------~
dedos -.----------~ fingers - > - - - -- - - - - - - - - - '

G
CD25
exercício 1
exercise 1
)l :li

exercício 2
exercise 2

exercício 3
exercise 3
OSCAR BOLÃO

exercício 4
exercise 4

exercício S
exercise 5

exercício 6
exercise 6

exercício 7
exercise 7

exercício 8
exercise 8

exercício 9
exercise 9

exercício 10
exercise 10

exercício 11
exercise 11
OSCAR BOLÃO

exercício 12
exercise 12

exercício 13
exercise 13

• Repique de mão • Hand repique

O repique de mão é um instrumento que tem The repique de mão (hand repique) is an
ua origem nas rodas de samba dos quintais instrument that originated in the samba circles
uburbanos. Seu criador, Ubirany, do grupo commonly performed in suburban backyards. lts
Fundo de Quintal, conta que, não havendo um creator, Ubirany, of the group Fundo de Quintal,
instrumento disponível para tocar, utilizou-se de says that one time he didn't have an instrument
um tom-tom de uma bateria que havia na casa. available to play and used a tom-tom from a drum
~ ais . tarde, num pagode na quadra do bloco set that was in the house. Later, during a pagode
Cacique de Ramos, encontrando-se na mesma in the rehearsal area of the carnival group
situação, começou a fazer ritmo num repique Cacique de Ramos, he encounte -red the sarne
omum de escola de samba. Por causa da situation and this time used a normal repique
excessiva ressonância do instrumento, resolveu common among the samba schools . Recause of
tirar a membrana de um dos lados, dando-lhe, the excessive resonance of the instrument, he
assim, a forma definitiva que hoje conhecemos. decided to take off one of the skins. The result is
Colocado sobre a perna, o repique é percutido the basic instrument that is now called the
om uma das mãos na pele e a outra no fuste. repique de mão. Placed on the leg while seated,
O repique é tocado com o POLEGAR e com o the repique is played with one of the hands on the
" loco de dedos - que designaremos DEDOS. O skin and the other hand on the shell.
polegar toca na borda do instrumento, produzindo The repique is played with the THUMB and
:un som aberto. O bloco de dedos toca no centro with the fingers - designated FINGERS. The
da pele gerando um som fechado. Ao som agudo thumb plays close to the edge of the skin
ex traído do aro do instrumento daremos producing an open tone. Together, fingers touch
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

designação de ARO e ao feito com a mão no fuste the middle of the drumhead generating a closed
chamaremos FUSTE. O símbolo escrito sob o tone. The high sound produced near the rim of the
polegar no exemplo 6 indica o som fechado, skin will be called SHELL. The symbol written
conseguido tocando-se com o dedo no centro da under the thumb in example 6 indicates a closed
pele. tone, achieved touching itself with the finger in
the center of the skin.

foste -~--------------

pole~~ : : : : : : : :d:e:d:o:s: : e: : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : ~
+ = som fechado + = closed sound
o = som aberto o = open sound

G
CD26
exercício 1
exercise 1

exercício 2
exercise 2

exercício 3
exercise 3
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

exercício 4
exercise 4

G
CD 27
exercício 5
exercise 5

exercício 6
exercise 6

exercício 7
exercise 7

As semicolcheias relativas à borda do instru- The sixteenth notes vvritten for the rim. of the
mento podem ser executadas com os dedos da instrument cem be p/ayed by the group ofjingers
mão alternadamente ou com o bloco de dedos. or by oltemating the individua/fingers.

~28
~D
· exercício 8
exercise 8

exercício 9
exercise 9
OSCAR BO L ÃO

exercício 1O
exercise 10

1.4 A percussão das escolas de samba 1.4 Samba schools percussion

A ala da bateria da Mangueira no carnaval de 1960, ano de estréia do uniforme para os desfiles.
Mangueira rhythm section at the 1960 Carnival, year when uniforms werefirst used.

A primeira escola de samba surgiu no bairro The first samba school (escola de samba)
Estácio de Sá, Rio de Janeiro, no ano de 1928, emerged in the Estácio de Sá neighborhood of Rio
com o nome de Deixa Falar. O termo escola de de Janeiro in 1928 and took the name Deixa
samba, sugerido pelo compositor Ismael Silva, Falar (Let [them] Speak). The term "samba
school", suggested by the composer Ismael Silva,
deve -se ao fato de ficar no Estácio a Escola
derives from the fact that was located a Teacher's
Normal. Como havia disputa entre Mangueira, School in Estácio. Rivalries with Mangueira,
Osvaldo Cruz e outros redutos, os sambistas do Osvaldo Cruz and other neighborhoods, led the
Estácio costumavam provocar: sambistas (samba performers) of Estácio to
- Deixa falar , é daqui que saem os provoke them with phrases like "Let them speak,
professores. the teachers comefrom here."
A estrutura das escolas de samba é toda The structure of the samba schools derives
from older carnival groups known as ranchos
herdada dos ranchos carnavalescos. Abre-alas,
carnavalescos. The abre-alas ( open the wings),
alegorias, mestre-sala, porta-bandeira e até alegorias (allegories), mestre-sala (major-domo),
mesmo a apresentação do enredo são copiados porta-bandeira (banner-bearer) and even the
dos ranchos. A diferença estava na música e no presentation of the enredo (theme story) are ali
BATLJ'QUE É UM PRIVILÉGIO I BATUQU E I S A P RI VIL E GE

acompanhamento: enquanto os ranchos utiliza- derived from the ranchos. The difference was in
vam uma orquestra de sopros convencional para the music that accompanied the two kinds of
tocar suas marchas, as escolas de samba se valiam groups: while the ranchos used an orchestra of
wind instruments to play its marches, the samba
de um grupo de percussão para tocar o samba. Os
schools favored percussion instruments to play its
instrumentos apresentados a seguir e os ritmos sambas. The instruments and rhythms discussed
escritos para eles referem-se às escolas de hoje, e in this section describe way the samba schools
não às do tempo de sua invenção. perform today and not the older style of playing
at time of their origin.

•Surdos

Os surdos, na bateria das escolas de samba, The surdos in the drum ensemble of the samba
têm a função de sustentar o andamento, marcando schools have the function of sustaining the tempo
o ritmo com precisão. Eles são divididos em três and marking the rhythm with precision. The
categorias: surdo de primeira, surdo de segunda e instruments come in three types: surdo de
primeira (first surdo), surdo de segunda (second
surdo de corte.
surdo) , and surdo de corte (cutting surdo).

1. Surdos de marcação 1. Marking surdos


. Sabemos que o samba é um ritmo binário com The samba is a binary rhythm that emphasizes
acentuação no segundo tempo. O surdo de the second beat of each measure . The surdo de
primeira recebe esta denominação por ser o primeira is given this name because it is
responsável pela marcação da nota de apoio do responsible for marking the main beat (the
compasso, não por tocar o primeiro tempo. Esta é second) of the rhythm, not because it plays on the
a obrigação do surdo de segunda. Por exercerem first beat (this is the function of the second surdo).
estas funções é que ambos são chamados de Both of these surdos are classified as "marking"
urdos de marcação. Quanto à afinação, de um surdos because they mark the main pulses of the
modo geral o surdo de primeira tem um registro rhythm. As to the tuning of the drums, in general
m ais grave que o surdo de segunda, sendo the first surdo is tuned to a lower pitch than the
exceção a escola de samba Unidos de Vila Isabel, second surdo. The exception to this is in the
que faz uma inversão destes registros afinando o Unidos de Vila Isabel samba school where this
urdo de primeira mais agudo que o de segunda. relationship is reversed.
OSCAR BOLÃO

mão • hand •
baqueta • mallet •

surdo de segunda i í~ J I~ J
:11 G
second surdos
~
í ~
CD '.29

~ ~
surdo de primeira
.first surdos
tJ í 1J
í :11
~ ~

~ ~
variação
va riotion
tJ r r IJ
í :11
~ ~

2. Surdo de corte 2. Cutting surdo


Outro instrumento do naipe de surdos é o Another c!ass of surdos is the surdo de corte
surdo de corte. Chamado também de cortador ou (cutting surdo). Also ca/led surdo de terceira
surdo de terceira, ele tem a função de quebrar a (third surdo), these surdos have the function of
rigidez dos surdos de marcação com frases breaking up tlze rigid phroses ol the marking
rítmicas variadas. É afinado numa altura surdos with rhythmic variation.1 . The cutting
determinada entre os surdos de primeira e de surdo is tunecl to c111 intermediare 1Jitch hetween
segunda. the first mui second surdos.

~ ~
exercício l
exercise 1
tJ r r 1J
r· í :11
~ >
~ >

~ ~
G
CD 30
exercício 2
exercise 2 tJ r r 1J
eí í
:\1
~ >
~ >
BATUQUE E U M PR IV ILEGIO / B A T U Q U E IS A PRI V ILE G E

~ ~
exercício 3
~J L. 1J :11
exercise 3
~ !
:>
~ ~ i ! :>

~ ~
exercício 4
~J 1J
LJil
exercise 4
~ C i
:>
~ ~ >

~ ~
exe rcício S
~J
exercise 5
~
L. !
:>
1J
~ ~ u >
:11

~ ~
exe rcício 6
~J
exe rcise 6
~ ~
~ u >
1J
~ ~ u '>
:11

~ ~ 1· ~
i l ~u ~ i !
exerc íc io 7
e.re rcise 7
ii L :> >
:11

. ~ / · ~ 1· ~

~P ;p
exe rcício 8
~
ex ercise 8
1J
~ ~ u
>
:11

~ 1· ~ } 1· ~
i~ u l ~u ~ i !
exercício 9
:11
exercise 9
~ i ! > :>

exe rcíc io 1O ~
1..b
I p I
exercise 10
ii C :>
i I :>
D I D
::::-:.~
:11

exercício 11
i ..b
I p I
1..b
I p I
:11
exercise JJ
I
>
D I :>
D I >
D I D
""'
OSCAR BOLÁO

3. A marcação da Mangueira 3. Mangueira's marking rhythm


Tradicional agremiação do Rio de Janeiro, a The very venerable samba school Estação
Estação Primeira de Mangueira possui a bateria Primeira de Mangueira, has the most original
mais original dos desfiles das escolas de samba. drum ensemble in Rio de Janeiro's carnival. This
Isto porque a sua maneira de marcar o ritmo is because its style of marking the rhythm differs
difere das demais: os surdos tocam todos no from the rest. Mangueira's surdos ali emphasize
segundo tempo e são divididos em duas the second beat and are divided into two
categorias: os surdos de marcação (maiores) - que categories: 1) marking surdos (larger drums) that
tocam sempre e apenas no segundo tempo - e os play exclusively and without elaboration on the
surdos-mor (menores), que, além desta função, second beat, and 2) surdos-mor (smaller drums )
têm a liberdade de cortar o ritmo com pequenas that cut into the rhythm with small variations.
variações.

surdo-mor

mão• hand•
baqueta• mallet •

G surdos tJ t 1J
~
:11
CD31
t i t i

surdos-mor
variação 1 tJ .b i
1J .b i
:11
variation 1
t i D t i D

variação 2
variation 2
tJ .b i
1 )l
i
.b i
:11
t i D i D i D
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO / BATUQUE IS A PRIVILEGE

•Caixa

A caixa é um pequeno tambor de metal com The caixa (snare drum) is a small metal drum
peles sintéticas em ambos os lados. Na parte de with synthetic skins on both sides. Stretched over
baixo é estendida uma esteira, que lhe dá o som the bottom skin is an course of metal strands that
característico. Denominada também caixa de gives the instruments its characteristic sound.
guerra, ela é percutida com duas baquetas de Also called caixa de guerra (war drum), it is
madeira. Os exercícios seguintes apresentam played with two wooden sticks. The following
alguns padrões de ritmo usados pelas baterias das exercises present some of the typical rhythmic
schemes used in the drum ensemble of the samba
escolas de samba. É importante obedecer à
schools. It is important to follow the hand
manulação (d= mão direita, e= mão esquerda) e
sequences (d = right hand, e = left hand) as well
às acentuações aqui descritas. A semicolcheia as the accents as written. The sixteenth notes with
com traços na haste indica pressão sobre a pele, slashes on the stem indicate a pressed stroke with
produzindo um toque múltiplo. Não há, aqui, a multiple bounces. This section does not identify
intenção de identificar as características peculia- the particular performance characteristics of
res de cada escola de samba. Os desenhos individual samba schools. Rather, the rhythriiic
rítmicos encontrados a seguir são comuns e designs presented are general and can be applied
podem ser aplicados tanto na bateria das escolas to either samba school-style drumming or to the
quanto na dos blocos carnavalescos. drumming that accompanies other carnival
groups.
OSCAR BOLÃO

@) exercício 1
CD 32 exercise 1

exercício 2
exercise 2

@) exercício 3
CD33 exercise 3

exercício 4
exercise 4

exercício 5
exercise 5

>- >-

exercício 6
exercise 6 deedeede e de d d ~ :li

• Tarol
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO / BATUQUE IS A PR/VILEGE

O tarol é um tambor de metal mais estreito The taro! is a thinner version of the caixa and
que a caixa. Possui, como esta, peles sintéticas has synthetic skins on both sides and a course of
nos dois lados e esteira, diferindo, porém, no metal strands. It differs from the caixa in the
fraseado rítmico e na maneira de tocar. Enquanto rhythmic patterns and in the way that it is played.
a caixa se caracteriza pelos floreios e improvisos, While the caixa is characterized by elaborate
o tarol é um instrumento de sustentação do ritmo. ornaments and improvisation, the taro! sustains
the rhythm in a simpler manner. Below are given
Abaixo apresentamos alguns ostinatos aplicados
a few ostinato patterns for the samba and should
ao samba e que são executados com toques
be played with and alternating hand sequence (r-
alternados (d-e-d-e). l-r-l).

exercício 1
exercise 1
t j JJJ j JJJ j J J J j J J J
> >> >>
1
>> >
=li

exercício 2
exercise 2
t j JJJ j JJ J j J J J j J J J
> > >
1
> > >
=li

exercício 3
exercise 3
t j JJJ j JJJ j J J J j J J J
> > >
1
> >>
=li

exercício 4
exercise 4
t j JJJ j JJ J j J J J j J J J
> > >
1
> >
=li
OSCAR BOLÃO

exercício 5
exercise 5

exercício 6
exercise 6
i Jj:;:,..
j j
:;:,..
Jj j j 1J J j j
:;:,.. :;:,..
Jj
:;:,..
j j :li
:;:,..

•Repique

O repique é um tambor de afinação aguda, de The repique is a high pitched drum with
peles sintéticas, tocado com apenas uma baqueta synthetic skins played with one stick and one
e a mão. Recebe outros nomes, como repicado ou hand. It is also given other names like repicado or
repinique, e, assim como a caixa, é um instru- repinique, and, like the caixa, is a soloing
mento solista cuja capacidade de improvisação do instrument where capacity of the drummer to
executante é essencial. Ao toque executado na improvise is essential. ln the exercised, the stroke
borda do instrumento chamaremos BORDA e ao executed near the edge of the skin is designated
EDGE and the stroke played on the rim,
feito no aro, produzindo um som estalado, ARO.
producing a sharp sound, will be called RIM. The
A mão, usada para complementar o ritmo,
hand, used to complement the rhythm, is designat-
receberá a designação de MÃO. A colcheia com ed HAND. The eight note with slashes through the
dois traços indica um toque múltiplo. stem indicate a multiple bounce stroke.
BATUQUE E UM PRIVILEGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

aro n.m ----------~


borda _...___ _ _ _ _ _ _ __
edge --.-----------~
mão• hcmd•

exercício 1
exercise 1

G
CD 34
exercício 2
exercise 2

exercício 3
'
exerctse ')
.J

exercício 4
exercise 4

exercícjo S
exercise 5

G
CD 35
exercícjo 6
exercise 6

Toq ue o exercício 2 sem repeUção e passe Ploy exercise 2 without repetition cmd then go
para o exercício 7 , como se fosse uma frase de immediotely to exercise 7, making a four meosure
q uatro compassos. Repita este movimento phrase. Keep repeating this four meosure phrase
indefinidamente. inde.finite ly.

exercício 7
exercise 7
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO / BATUQUE IS A PRIVILEGE

•Tamborim

O tamborim da bateria das escolas de samba é The tamborim in the drum ensemble of the
tocado de modo diferente do que vimos samba schools is played with a different
anteriormente. A baqueta usada é feita de material technique than the one described earlier. The
plástico e flexível, para ajudar na mecânica dos stick is made of a flexible plastic, which helps the
movimentos. mechanics ofmovements.
O dedo indicador da mão que segura o The index finger of the hand that holds the
instrumento perde, aqui, sua função. Os símbolos instrument is not used in the tamborim of the
colocados sobre as notas indicam a direção da samba school. The symbols placed above the
mão, para baixo e para cima, como no pandeiro, notes indicate the direction of motion of the hand,
descrevendo um curto movimento circular. down and up, like the pandeiro, describing a
Enquanto a mão estiver imóvel, a baqueta toca a short circular motion. When the hand and drum
pele normalmente. Quando ela fizer o movimento are not moving, the stick strikes the skin normally.
para baixo, o tamborim é percutido, com a baqueta When the tamborim is moving downward, the
voltando ao seu ponto de partida. stick is moving upward as it strikes the skin.
OSCA R BOL ÃO

~ = movimentos para baixo ~ = downward movement


=
V movimentos para cima V= upward movement

,., V ,., V ,., V ,., V

G
CD 36
exercício 1
exercise 1
l d==2==j2 i 2j 21i 2j 2i 2j 2:li
,., V ,., V ,., V ,., V

exercício 2
exercise 2 l i j 22i j 221i j 22i j 22:li
,., V ,., V ,., V ,., V

exercício 3
exercise 3 >- >- >- >-

,., V ,., V ,., V ,., V ,., V ,.,

exercício 4
exercise 4 l ji 22j 22j 1i j 22j 22j :\1

•Chocalho

O chocalho é um instrumento que também The chocalho is an instrument that also is


aparece em vários estilos de música popular no found in various styles of Brazilian popular music
Brasil. Ele é encontrado em muitas formas e and comes in many different shapes and sizes
tamanhos e é feito de materiais diversos. O mais made of diverse materiais. The most common,
comum, usado nas escolas de samba, é feito de used in the samba schools, is made of metal discs
BATUQUE É UM PR I VI L ÉGIO / BATUQUE IS A PRIVIL E GE

platinelas presas a uma armação de metal. O jingles secured to a metal frame. The "inside-
movimento de dentro para fora é feito a partir do out" movement is started next to the body of the
corpo do instrumentista e o movimento contrário performer and the "outside-in" movement starts
é feito em direção ao seu corpo. away from the body and moves inward.

l"'I = movimentos de fora para dentro l"'I = outside-in movement


V = movimentos de dentro para fora V = inside-out movement

V l"'I V l"'I

G
CD37
exercício 1
exercise 1
i Jj 2j J j 2j 1J j 2j J j 2j :li
exercício 2
exercise 2

Dentro da bateria das escolas de samba ln the drum ensemble of the samba schools is
encontram-se também a cuíca, o agogô e o reco- also found the cuíca, agogô, and reco-reco that
reco de mola já vistos anteriormente. were described earlier.
BATUQUE E UM PRIV ILEGI O / BATUQUE IS A PRIVILEGE

• Preparações • Begimúngs

Preparações são convenções que servem de Preparações (literally "preparation.s") are


introdução ao ritmo das escolas de samba. Estes conventionalized patterns that serve as intro-
ompassos que antecedem a entrada da bateria, ductions to the rhythms of the samba schools.
ambém denominados chamada, anunciam o These cadences that come before the entrance of
início elo canto do samba-enredo pelos parti- the entire drum ensemble, are also referrecl to as
ipantes do desfile. A colcheia com dois traços chamadas ( calls). The eighth notes with slashes
through the steni indicate a multiple bounce
indica um toque múltiplo.
stroke.

Exemplo J
Example J

G
CD 38
apito
whistle

repique

surdo de segunda
second surdo

surdo ele primeira ~ ~ ~


first surdo
~ / /
OSCAR BOLÃO

Exemplo 2
Exmnple 2

rep ique

surdo ele primeira


.flrst surdo

Exemplo 3
Example 3

G
CD 39

surdo ele primeira


.first surdo
BATUQUE É UM PRIVIL É GIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

• Finalização • Ending

Para finalizar o ritmo da bateria, usa-se urna To end the rhythm of the drum ensemb le,
_o nvenção que é, geralmente, executada pelo conventional cues normally are played on the
epique. Atendendo a um comando do mestre de repique. Watching for the signol .firmn the mestre
ateria - que pode ser um gesto ou até mesmo o de bateria (leader of the drum ensem.ble) - which
pito - , o repique anuncia o término do samba. can be a hand gesture or a w/úst/e blow, the
ripique amwunces the em/ of the samba.

G
CD 40
apito
whist1e

surdo ele segunda


second surdo

surdo ele corte


~
cutting surdo 1
"1

surdo de primeira
~
.flrst surdo 1
"1
OSCAR BOLÃO

O ritmo básico das escolas de samba The basic rhythm of the samba schools

G
CD41
agogô

chocalho

reco-reco • •
> iJ j J ~ ~ >J j j
> :11

~ V

tamborim > > > HI


repique

caixa

taro!

cuíca

surdo de segunda
second surdo :1
~
surdo de corte ~
cutting surdo :1

surdo de primeira
first surdo :1
OSCA R BO L ÃO

1.5 A bateria no samba 1.5 The drum set in samba

Tudo que foi visto até aqui aplicaremos, Everything that has been described thus far in
agora, à bateria. O baterista deve pensar na this book will now be applied to the drum set. The
percussão e transportar suas fórmulas rítmicas drummer should be thinking about the original
para o seu instrumento. percussion and transfer their rhythmic formulas
to the drum set.

•Bumbo • Bass drum

Os exercícios iniciais são preparatórios e têm The initial exercises are warm-ups and should
a finalidade de desenvolver o controle do pedal help develop pedal contrai. The symbols under
do bumbo. Os símbolos sob as notas determinam the note heads indicate closed and open sounds -
os sons fechado e aberto - o que toma fundamen- making the proper tuning fundamental.
tal a questão da afinação.

+ = som fechado + = closed sound


o = som aberto o = open sound

O bumbo assume as funções do surdo e, para The bass drum takes the function of the surdo
tanto, é preciso deixá-lo soar. Com a pele muito and, as such, needs to be resonant. With a very
abafada ele perde ressonância, impedindo que se muffled skin it looses its resonance and impedes
alcance o resultado desejado. Usando a ponta do the desired result. Using the tip of the toes, apply
pé, exerça pressão sobre a membrana, evitando o pressure on the drum skin, without allowing the
rebote da maceta. O efeito de som fechado é mallet head to rebound. The effect of the closed
conseguido deixando-se a maceta colada à pele no sound is achieved by letting the mallet head
remain in contact with the skin at the moment it
momento do toque.
strikes.
BA T UQU E É U M P R 1V1 L É G 1O I B A TU QU E IS A PR IV I L E G E

exercício 1
exercise 1 + + :\I

O som aberto é produzido pela maceta, que The open sound is produced by letting the
volta ao seu ponto de partida imediatamente após mallet rebound immediately after striking the
o toque na pele. Essa articulação é feita com a skin. This articulation is played using the bali of
parte anterior da sola do pé próximo aos dedos. the foot just below the toes.

exercício 2
exercise 2 o I~ o :\ I

exercício 3
exercise 3 o li o :\I

exercício 4
exercise 4 o
J 1)
o o
J o

exercício 5
exercise 5
j
+
J.
o +
j J.
o
BATUQUE E UM PRIV I LEGIO i BATUQU E I S A PRIVILEGE

1. Apresentamos alguns módulos de ritmo 1. A few rhythmic modules will now be


para o bumbo aplicados ao samba. Execute uma presented that apply the samba to th e bass drum.
frase na caixa* e pratique-os um por vez. Depois Play a snare phrase* ivith th ese exercises
misture uns aos outros num solo longo. Sobre a procticing each one seporotely. Then cmnbine the
linha estão as nota s refere nte s ao hi-hat exercises into a long solo. Written over the fin e
(contratempo ou chimbal), que, a partir de agora, are reference i11dicatio11s fo r the /Jigll -lwt. Below
chamaremos pratos de choque. Abaixo da linha the lin e is written the hoss dru111. ln this .first
está o bumbo. Nesta primeira fase, estudaremos section ive willfocus on the open. sound.
os toques de som aberto.

caixa
snare
i dJJd j J dJ j J d J j d JJ :li 1

pratos de choque• h igh -/wt •


bumbo• boss drum •

t t
G
i~
exercício 6
1J : 11
CD42 exercise 6
í
o t í
o

exercício 7
~ :J
t 1>J
t
exercise 7
t r r t
o o
í
o
:11

exercício 8
~J
t t
ex ercise 8
t o
r r t o
1 >)
r· í
o o
: 11

G exercício 9
~ ~J
t 1J
t
CD 43 exercise 9
t o
r r t o
er í
o o o
:11

''' V e r exercíc io s el e ca ixa e ta ro! e m '"A pe rc uss ão el as ''' See th e ca ixa and toro / e.rercises i11 rh e "Som bo schoo/
escolas ele samba". percussio11,. section.
O SC A R BOLÃO

exercício 10
exerciselO
~=~.J-~Í~------+--'IJ~....___-~~~·. --+:li
---">'-2
4
I
o o

exercício 11 2 :
exercise 11 4 ~
o
r i , o
D
o o

exe rcíciol2 2, J ~ 1J ~ li
exercise 12 ---'=1"4------'-"~--~~~[--+-_._.__~-...---f_~~r~~-0=-r~~[--+~

~ ~~1 --~~~--+11
L f i
exe rcício 13 - -'=1"2_____._.:)_ __
t _! :
_._._.J

exercise 13 4 :i _L
~ o o 7
0
o

I
.h... I
.D I
.D.. I
... h
~
exercício 14

L 1 lt
:11
exercise 74
~ i
o
o o

I
.h I
.h .h I
:-r
~
exercício JS 1 '1 .::.

1 r!
111'•

:11
~
exercise J5
~ C
o o ~ o o o

I
.h
•..
I
.h I
:-h
I
.h
~
exercíc io 16

L 1 lt L.
11'.'.1
:11
exercise 16
~ o o o
!
o

:P ...~
o
I I
.h I
~
exercício J 7 1 '1
exercise 17
~ o
L 1
o
I
o
~ ~ o o
:11
BATUQUE E UM PRIVILEGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

/ jJ /
.h / jJ /
.h
~ 1 I~
exercício 18
:11
exerci se 18
~ L ~
[_J
o o o o

.h
:P
d
/ jJ / / /
~ í I~
exercício 19 .:.
exercise 19 :\ 1
~ ~ L
o o ~ o o

p .h .h
d
/ / / /
~
exercício 20
exercise 20
~ L
o
1
o ~ o o ~
[_J
o o
:11

2. Estes mesmos padrões rítmicos do bumbo 2. These same rhyth111ic pottems for the bass
podem ser executados utilizando-se g rup os de dr11111 can be procticed 1vith gro111Js offour
quatro semicolcheias ou fórmulas de tamborim sixteenth notes or ton1bori111 /Htllems p!uyed 011
em um prato ele condução ou nos pratos de the ride cymbo/ or 011 the c!osed high-hot. ln this
choque fechados. Neste caso , as frases ela caixa case, the .more pottems slw11/d he p!oyed 011 the
devem ser feitas no aro. nm.

pr~tto
caixa
pratos ele choque
bumbo
; e v111 bo l
sno re
high-hot
bass dm111 ~
G
CD44
exercício
exercise J

o o

exercício 2
exercise 2

o o o
OS C A R BO L Ã O

exercício 3
. ..,
exerc1se.)

o o o o

exercício 4
exercise 4

o o o o o

exercíci o S
exercise 5

o o o o

exercício 6
exercise 6

o o o o o

3. Frases simpl ificadas do tamborim também 3. Simplifled lombori111 potterns C(/11 olso be
podem ser aplicadas aos pratos de choque. Da opplied to lhe high hot. Using lh e some m ethod os
mesma forma que os estudos anteriores, faça um before, ploy a so1nbo pottern 011 the snore os
ritmo de samba na caixa como acompanhamento. accomponimerzt.

caixa
.rnare
~ j JJJj
> >
J J J 1j JJ J j J J J :li
> > >

pratos de choq ue • high-hol •


bumbo • bass dm111 •

G exercício J
CD45 exercise J
r r
o o o o o
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO / BATUQUEIS A PRIVILEGE

exercício 2
exercise 2 i
~
t
J J1
L o
f
o
1J
t
J ..J.
hi o o
;
o
:11

exercício 3
~
it .n 1
.h I~ .~ 1
.•. ..... .... J. .J
. ..,
exe ruse .J
L 1 t o o
hi
o o
d
o
:11

~ ~n 1
~h 1
.h.·. ~ ..JJ :11
it 1 I~
exercício 4
exercise 4
L
o o
~
o
r d
o o

4. Incluiremos, agora, as notas que deter- 4. We 1\li/I now inc/ude rhe closed notes.
minam o som fechado . Pratique fazendo um ritmo Proctice ploying u sombo rliv1/1111 011 the snore
ele samba na caixa com os exercícios cio bumbo. togetli er 1vith these buss dm111 n ;erc ises.

1
.h 1
~r 1 p "1 p
G
CD46
exercício 1
exercise 1 ii .::.

i li+ i :11
+ o o

"1
:~ "1 p "1
.h 1
.h!
exercício 2
exercise 2 ii e· [ li Li


~. :11
+ o + + o +

exercício 3
e.-.:ercise 3
"1
ii
+
:·h
o
C
"1

r li
o +
"1
:~ 1
L.
o
.h[
~.

+
:11

exercício 4
exercise 4
"1

+
.h
,•,
1

L
o
r
o
1
IL
+
.~
1
+
1

C
o
.h
1
o
:11
OSC A R BOLÃO

exercício 5
~
/
.h /
.h 1'
.n /
.h :li
exercise 5
L
+
r
+
L
o o
r L
+
1
+
L
o
1
o

:~ .h .h
/ / / /
:-:h
~
exercício 6 ....
exercise 6 r
+
L
o o
1 Ir+ e L !+
o o
:11

exercício 7
~
/
~h /
.h 1'1 .h /
.h~. í
exercise 7 r L 1 L 1 eí :11
+ o o + + o o +

/
.h... /
.h '1 :~ /
.h
exercíc io 8
exercise 8 ir / ~ +r
1

/ ~
:11
+ o o

~
/
.h /
.h .h /
exercício 9
exercise 9 ir .·.
/ ~
1 '1
/ ~ /
:11
+ o o o

/
;.h /
.h /
:.h /
.h...
~
exercício JO
r ~ Ir
:11
exercise 10
·1
~ oC
[
+ o + +

/
.h... /
.h .h•.. /
:~
~ '1
exercício l J 1

r C ~ r :11
exercise 11
~ oC
[
+ o o + +

/
:-h
/
:D :~ / p
~
exercício l 2
exercise 12
r
+ ~r + +
! r
1'
~ L
o
í+
:11
BA T UQUE É UM PRIVILÉGIO / BATUQUE IS A PRIVILEGE

/ j) / j) .h / j)

1 '1
exercício J 3
.í :li
L [ ~ r J+
exercise 13
~ ~ L
+ o o o o

5. As fórmulas seg uin tes aprese n tam 5. The folfowing fornwlas presenl some
'Tl Udanças na maneira de tocar. Usaremos um modifications in p!aying technique. v\!e will use
_rato de condução e o aro ela caixa: neste, apliq ue the ride cymba!for a consrant streom of sixteenth
··rases ele tamborim enq uanto o prato exec uta, ele notes while 011 the r im of the .rnore drum are
.-o rma linear, grupos de semico Jcheias. O ut ro opplied tamborim potterns. You nwy olso ploy the
modo, também, é fazer a condução nos pratos de ride cymbal 1H11·t on a closed high hut.
hoq ue fechados.

prato (cymbal)
aro da caixa
(snore drwn rim)

G
/j) / .h / p /
.~hí
~ L. [ L. óí L.
exercício 1
CD47 exercise 1 1
í+ L. : 11

+ + o + + o +

exercício 2
~ L.
/
.hí
~.
/.
.h /
:·h
/
:-h
exercise 2

+ +
L
o
1 IL
o +
í+ b i í+
o o
: 11

exercício 3
. ,.,
/
~ L. :·h L.
/
:P /
L.
j) /
:·h : 11
exeruse .J

+
í + o
í +
1

+
í o ~ L
o
í+
/j) / j) / p / ~~
~ L. [ L. ! I~ i
exercício 4
exercise 4

+ + o + + o
í b i +r
o o o
"I
: 11
OSCAR BOLÃO

exercício 5
I
~ I ~ I
]lr ··1 1
exercise 5
ir- r r &1C-
+
r rr
+ + o o + + o o +

I
~ I
li ~ I
exercício 6
exercise 6 i r· r+ r
+ o
f
o
D
+
I ~r
]lr··11
+

I
~ I I
exercício 7
exercise 7
ir-+ r+ r· r+ r
+ o
]l 1i
f f
+
C
o o
:11

• Pedal duplo • Double pedal

Um recurso enriquecedor é o do pedal duplo. The double pedal greatly enhances the
Usando a técnica de som fechado e som aberto, possibilities.of performance. Using the techniques
conseguimos um resultado bastante interessante of closed and open sound, we can achieve a very
na aplicação dos fundamentos do surdo de corte e interesting result in the application of the surdo
do surdo de segunda. Pratique fazendo, simul- de corte and surdo de segunda basis. As in
taneamente, um ritmo de samba na caixa. A linha previous exercises, accompany these with a snare
de cima refere-se ao pé esquerdo e a de baixo, ao pattern. On the upper fine of the staff is written
the left f oot and on the lower fine is written the
pé direito.
rightfoot.
BATUQUE E UM PRIVILEGIO I BATUQUE IS A PRIVILE G E

caixa
snare
tj
>
JJJj >
J J J 1j J J J j J J J :li
> > >

pé esquerdo : leftfoot _:_ _ _ _ _ _ ____,


rightfoot
pé direito - - - - - -

I~
~ exercício 1
0 48 exercise 1 o o

exercício 2
exercise 2 o
J
o o

exercício 3
exercise 3 o
J
o
j.
o

3 exercício 4
J rJ
C D 49 exercise 4 o o

o
o

exercício 5
exercise 5
j.
o
j.
o

exercício 6
exercise 6
j. •
rJ
o
o o

G exercício 7
._ o
rJ
CD 50 exercise 7 o o
OSCAR BOLÃO

exercício 8
J j
o •
rJ
o
exercise 8 o o

exercício 9
exercise 9
J
o

exercício J O
exercise 10
fJ
o o
J)
o o
li
exercício J J
exercise 11
J
o o o o o o

exercício 12

rJ
o
j ~rJo
o
exercise 12 o o

exercício 13
exercise 13 •o

exercício 14
exercise 14 ii iJ
o nI; o
1 J~ J
o o
: 11 o

exercício 15
exercise 15 i d· iJ
o
n1i o i fJ~ o
o
~
o : 11

exercício 16
exe rcise 16
J
o
BATUQUE É UM PR IVILÉGIO / BATUQUEIS A PRIVILEGE

exercício 17
exercise 17
!J (5 lt
o o o o

exercício l 8
exercise 18 o o o

J~J J
~t
exercício 19
o o o
exercise 19

exercício 20
exercise 20 J ~ J J1!J ~ '5 J ~ JJ:li
o 00 o 00 00

exercício 21
exerci se 2 J

• Samba cruzado 1 • Crossed samba J

Samba cruzado é uma forma de se tocar The samba cruz.oda ( crossed sambo) is a fonn
usando todos os tambores. Veremos primeiro o of p/aying using ali the drums. We will first
amba cruzado feito com toques alternados (d-e- exam ine the samba cruz.ado perf'onned with a
d-e). Os ritmos começam com a mão direita e , hand to hand sticking sequence (r- 1-r-l). The
havendo indicação, a mão deverá repetir o toque. rhy t hnis be g in w i t h th e ri g h t lw nd and, as
A nota escrita sobre a linha superior é relativa ao indicated, the left fo!!ows. Notes written on the
orn-tom; na linha abaixo deste, é relativa à caixa upper fine relates to the tom -t0111, the notes on the
next fine down ore for the caixa, and imder this
e . abaixo desta, ao surdo . Na linha inferior são
are written the notes for the /ow tom.. On the
e critas a dos pratos de choque e a do bumbo, que
space above the lowest fine is the high hat and on
odem ser dispensados , conforme a vo ntade do
the space below is the bass drum which can be
executante , em todos os exercício s de samba
omitted from ony or ali ol th e crossed samba
. . ruz ado. O exemplo l mostra a acent uação exercises il the player wishes. Example 1 shows
omum a todos os outros. A caixa pode ser tocada the accent pattern that should be played on all of
rn esteiras. the examples. The snare drum can be played with
the .mares o.ff
OSCAR BOLÃO

ton1-tom ... tom-tom :


caixa ---4------ - -- - - - - -------4 snare ~--------------__,
surdo _..,.___ ___ _______ ------j
low tom -
pratos de choque • high-hot •
bumbo • bass drum •

G
C D 51
exercício J
exercise 1

G
CD 52
exercício 2
exercise 2

exercício 3
. ')

exerc1se .J

+ o +

exercício 4
exercise 4

exercício S
exercise 5

exercício 6
exercise 6
BATUQUE É U M PRIVILÉGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

exercício 7
exercise 7

o o

exercício 8
exercise 8

+ + o + + o +
cl d e d

exercício 9
exercise 9

o o

cl

exercício l O
exercise 10

exercício l l
exercise 1J

• Samba cruzado 2 • Crossed samba 2

O samba cruzado tradicional é feito condu- The traditionol crossed sambo is ployed by
zindo-se a caixa com uma das mãos, variando nos using one hand 011 the ca ixa ond alternating the
rambores com a outra. Os ace ntos cio exercício 12 toms with the other lwnd. The accents on exercise
. ão comuns a todos os outros. A caixa pode ser 12 shou ld be used in oi! of the subsequent
rocada com ou sem esteiras. examples in this section. The snore drum could
have the !:mares ofl
OSCAR BOLÃO

G
CD 53
exercício 12
exercise 12

exercício 13
exerci.se 13

exercício 14
exercise 14

exercício l S
exercise J5

exercício 16
exercise 16

exercício 17
exercise 17

exercício 18
exerci.se 18
BATUQUE É U M PRIVILÉGIO / BATUQUE IS A PRIVILEGE

exercício 19
exercise 19

exercício 20
exercise 20

exercício 21
exercise 21

exercício 22
exercise 22

• Samba cruzado 3 • Crossed samba 3 ·

Podemos ainda, dentro do estilo, usar na caixa Staying within the style we can also use the
surda (sem esteiras) fórmu la s rítmicas do snare drum without the .mares to play rhythmic
tamborim. A mão direita toca os tambores e a formulas of the tamborim. ln these examples, the
esquerda a borda ela caixa. right lwnd plays on the toms ond the lefi hand plays
on the rim of the s1w re.

0
CD 54
exercício 23
exercise 23
OSCAR BOLÃO

exercício 24
exercise 24

exercício 25
exercise 25

exercício 26
exercise 26

exercício 27
exercise 27

exercício 28
exercise 28

exercício 29
exercise 29
BATUQUE E UM PRIVILEGIO I BATUQUE IS A PRIVI L EGE

• Surdo e bumbo • Lovv tom and bass drum

Uma variação do estilo samba cru zado é feita One variation on the crossed sambo style is
usando -se o surdo (o u tom- tom) no primeiro dane with the low tom (or tom-tom) 011 beat one
tempo e o bumbo no seg undo . O exercíci o 1 anel the bass drum on beat two. Exe rcise 1 shows
mostra a manulação da caixa e do surd o que será the pattems for the snare ond tmn- tom that will
empregada nos demais exercícios . be use d for ali of the other cxercises.

caixa -:..._----------~
surdo _._.....__ _____ ____-----4 snore --.:-----------~
lo 1v tom --.- - - -- - - -- - -- -""
pratos ele choque • lzigh-hat •
bumbo• boss dmm •

G
CD 55
exercício l
exercise 1

o o

exercício 2
exercise 2

o o o

exercício 3
. ')

exeretse .J

o o o o

exercício 4
exe rcise 4

o o o o o o

exercíc io 5
exercise 5

o o o o
BATUQUE É UMPRIVILÉG I 0 / 8ATUQUE/SAPR/V/L E G E

exercício 6
exercise 6

o o o o o

exercício 7
exercise 7

o o o o o

exercício 8
exercise 8

o o o

• Surdo e caixa • Low tom and snare

Nos módulos seguintes apresentaremos uma The following examples feature a combination
combinação de surdo e caixa surda (sem esteiras). of low tom and snare drum ( snares off). The
Os símbolos escritos sob as notas relativas ao symbols under the note stems of the low 'tom
surdo indicam os sons fechado e aberto. O som indicate closed and open strokes. The closed
fechado é produzido deixando-se a baqueta presa stroke is produced by leaving the stick pressed
à pele no momento do toque. O som aberto é feito into the skin and the open stroke is produced by
com a baqueta voltando ao seu ponto de partida allowing the stick to rebound off of the skin upon
imediatamente após o ataque. O ritmo da caixa é contact. The snare rhythm is based on tamborim
baseado em frases de tamborim. phrases.
BATUQUE E UM PRIVILEGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

+ = som fechado + = closed sound


o = som aberto o = open sound

Todos os exercícios que veremos a seguir são All of the exercises should be accompanied by
.:ompanhados dos pratos de choque. the following high-hat pattern .

.b ,b 1 ~ .h.. : 11

caixa • snare •
surdo• low tom •

G
CD 56
exercício l
exercise 1
i 7
í
n í~ n I~ n~
í
n : 11
+ o + o

t í7 n
exercício 2
exercise 2
+ o
~
C9 I~ lJ ~- 1
o + o o
: 11

t í7 n
exercício 3
exercise 3
+ o
~
C9 l ~JJ7~r1
o + o o o
: 11

t í7 n
exercício 4
exercise 4
+ o
LA 1{J
o o
r } +
j{
o o o
: 11

t í7 n ~
exercício 5
exercise 5
+ o
C9 I~ r o + o
J
/ D
o
: 11
OSCAR BOLÃO

• Frases combinadas • Combined phrases

Os exercícios seguintes são baseados na The exercises that follrnF ore bosed 011 <-
combinação de frases dos três tamborins que combination of three tc11nbori111 portem.1· giv en
vimos anteriormente. Este recurso é bastante earlia The resu/t is very interesting mui gives G
interessante e serve para encorpar o ritmo na lively rendition of the music. T/1ese pattems cem
execução das partes mais vivas da música. As be p/ayed on the .more, on the bel! of the ride
frases podem ser tocadas na caixa, na cúpula do cymba/, on the c!osed high-hat, m; better yet, 0 11
prato ele conclução, nos pratos de choque fechados two tamborins clamped to the d rum set. All of the
ou, preferenci ai mente , em dois tamborins
exercises shou/d be occomponied hy the fo! lovving
acoplados à bateria. Todos os exercícios são
boss drum mui high-lwt pottern.
acompanhados do bumbo e dos pratos ele choque.

í í :\ I
o o

mão esquerda • le.ft hand •


mão direita • right lwnd •

G
CD 57
exercício l
exercise l i Ô j ~ L Jf l Ô j ~ í J! :li
exercício 2
exercise 2

exercício 3
exercise 3 i~í qt a~ í Jt a1
J 1 J

exercício 4
exercise 4 i rJa tJ a1tJa tJ B11
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

1.6 Partido-alto 1.6 Partido-alto

O partido-alto é um tipo de samba dançado e The partido-alto is a type of samba danced


~ antado em roda, com os participantes marcando and sung in a circle, with the participants
ritmo na palma da mão enquanto cantam. marking the rhythm by clapp ing while they sing.
Desenvolvido nos morros cariocas, sua caracterís- Developed in the hillside neighborhoods of Rio,
tica principal é a improvisação: os cantadores, em its principal characteristic is improvisation: the
-eguida ao refrão , improvisam versos geralmente singers, followed by a re.fi-ain, improvise over a
-obre determinado tema. Instrumentos leves de certain subject. Light percussion i11strwne11ts like
percussão, como o pandeiro, aos poucos foram the pandeiro were soon incorporated into the
endo incorporados. music.

palmas
hand claps

• Pandeiro • Brazilian tambourine

hand -i.-..,,~---------~
mão -f--~d-'o-"e~d~o~s_•
base : _ _ _ _ _ _____, palm "/11 ers •
---<1t--'-t~h..uu~11-1.b~-.-------~
polegar•
membrana __.....____________-----' skin

G
C D 58
exercício l
exercise 1

exercício 2
exercise 2

:; j )
exercício 3
exercise 3 1- 1r= ~ J j :11

:; j ~ ~ r Jj •F" •~ )
G
CD 59
exercício 4
exercise 4 l- • J •- :11
OSC A R BOLÃO

exercício 5
exercise 5

exercício 6
exercise 6

• Adaptação à bateria • Adaptation to the drum set

Fazemos aqui uma adaptação elos modelos Here we will odopt the rhytlunic patterns of
rítmicos do partido-alto, executados no paneleiro, the partido-o/to to the dnm1 set. The upper fine
à bateria. A linha superior refere-se aos pratos de refers to the high /wt p/oyed with o stick. The
choque tocados com baqueta . As frases ela caixa snare drum phrases cem be p/oyed 011 either the
podem ser executadas no aro ou na pele. rim or on the skin .

pratos ele choque


caixa
hi gsnare
lz-lw t --t:.-------~
-
bumbo bass drum ~--------~

exercício l
exercise J

o o o

exercício 2
.. . .
exercise 2

o + o o

exercício 3
exercise 3
OSCA R BO L ÃO

exercício 4
exercise 4

+ o + o

Para conseguirmos um efeito semelhante ao To achieve an effect similar to the reco-reco,


reco-reco, raspamos a membrana com a escova da scrape the skin with a brush in the left hand while
mão esquerda, enquanto a direita toca na borda da the right hand plays on near the edge of the
caixa. O som raspado é indicado pelas semi- snare. The scraped sound is indicated with a
colcheias com um traço. slash on the stems of the sixteenth notes.

mão esquerda : left hand :


mão direita ---jl-a--- - - - - - - - - - j right hand --at - - - - - - - - - - - - 1
bumbo ---jia--- - - - - - - - - bassdrum ----41-1-----------~

~ = movimento para a direita ~ = movement to the right


V = movimento para a esquerda V= movement to the left

V ~ V~

G
CD60
exercício 5
exercise 5 i 111 i ~ 1~ 11111 }f 11 i :li
o o o
OSCAR BOLÃO

O mesmo fraseado do pandeiro pode ser The some phrase fi'om the pandeiro con b
aplicado na caixa sem esteiras tocando com o opplied to the snare ( snc1res off) by playing 1ri·
POLEGAR e o bloco de DEDOS da mão esquer- the THUMB anel FINGERS of the left hand th.o t 1
da encostados à pele para conseguir um som restecl on the skin to achieve o muffled sounl.
fechado. Com uma escova na mão direita, faça o With the brush in the right hand, ploy the rhythr
ritmo do reco-reco na borda da caixa. the reco-reco close to th.e edge of tlze snare.

escova brush -~----------­


dedos finge1·s - r - -- - - -- -- - - j
polegar th.umb - - o - - - - - - - - - - - <
bumbo boss e/rum. _.__ _ _ _ _ _ _ ___,

exercício 6
exercise 6

1.7 Samba-canção 1.7 Samba-canção

Derivado cio samba, o samba -canção se Derivedfrom the sambo, lhe sambo -canção is
caracteriza pelo andamento dolente e por ser c hara cte riz.ed by its s/01v tempo wul b y the
carregado ele romantismo na poesia e na melodia. romonticism of its lyrics ond 111elody. lt emerged
Surgido no Rio de Janeiro na década ele J 920, in the decade of the 1920s in Rio de Janeiro
muito aprec iado no s espetáculos de revista, 1vhere it became a favored genre of the city's
musical theatre. Following tlze success of th.e song
tornou -se um gênero bastante popular após o
Ai, ioiô by Henrique Vogele1; Marques Porto anel
sucesso ele Ai, ioirJ , ele Henrique Voge ler,
Luis Peixoto anel sung b y Araci Cortes, the
Marques Porto e Luis Peixoto , na voz de Araci samba -canção became a popular genre of niusic.
Cortes. Tocado ao pandeiro ou em qualquer outro Played 1vith pandeiro or almost any other
instrumento ele percussão, utiliza-se cios mesmos percussion instrument, the smnba-conção utiliz.ed
padrões rítmicos elo samba comum. lwo main rhythmic patterns of the common
samba.

• Bumbo e pratos de choque • Bass drum anel h.igh.-h.at

Selecionamos duas opções para bumbo e We h.ave se!ected two options for the bass
pratos de choque. Repare que o ritmo elo bumbo d rum anel high-hot. Note that the bass drum 's
se assemelha ao polegar elo paneleiro. rh.ythm is similar to lhe pandeiro 's thumb strokes.
BAT U QUE É UM PR I VI LÉ GIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

pratos de choque • high-hot •


bumbo • boss drnm •

opção
option 1 + •
o
J ! J ~ li
+ o

opção 2 iJ rJ
option 2 •
o •
o

• Tocando com escovas • Playing with brushes

No sarn ba-canção tocado com escovas é ln the sombo -cançllo p/oyed with hrushes it is
importante prestar atenção na manulação para não importont lo poy ottention to the fwnd sequence
alterar a musicalidade do ritmo. so that the musicafity of'the puttern is not olterec/.

exercício •/
exercise J

exercício 2
exercise 2

exercício 3 •/

e.rercise 3

exercício 4
exercise 4
OSCAR BOLÃO

exercício S
exercise 5 :11

As colcheias e semicolcheias com um traço The eighth and sixteenth notes with slashes 01
são para raspar a escova sobre a pele. the stems indicate that the brush should scrape
the skin.

G
CD 61
exercício 6
exercise 6

exercício 7 •/
exercise 7

::> ::> ::> ::> ::>

exercício 8
exercise 8
je 11 ~
d e 1
•/
BATUQUE E UM PRI V ILEGIO I BATUOUE IS A PR/VILEG E

1.8 A batida da bossa nova l.S 'The bossa nova beat

A expressão bossa nova, no sentido de algo The term bossa novo (new style), implying a
ife rente, já era usada na gíria dos músicos sense of something new, wos olreody a common
~a riocas até que , em fins dos anos 50, passou a expression among Rio de Janeiro musicions
designar um novo gênero de música brasileira. when, ot the end ofthe 1950s, il hecm ne lhe nome
_ asc ida na Zona Sul do Rio de Janeiro, entre for a new genre of Broz.ilion nwsic. Dom. in the
Zona Su./ (South Zone) of Rio de Janeiro among
ove ns de classe média, tem em João Gilberto o
middle closs youth, the musician Jolio Gilberto
criador de sua batida. Foi pela divisão rítmica do
1vas responsible for creating its charocteristic
·eu violão, aliada ao seu estilo singular de cantar, rhythmic pottern. !t wus thmugh lhe rhythmic
q ue a bos sa nova ganhou idenlidade e se pattern of his acoustic g11itc11~ tied to his unique
ra nsforrnou numa nova maneira ele se tocar e singing style, that bossa novo goined its identity
o mpor sambas. ond tran.~formed itself into a ne1 v sty le of playing
and composing sambas.

• Conclução • Basic cymbal groo\les

Como introdução ao ritmo da bossa nova, As an introduction tn the hos.rn nova rhy thm,
destacamos quatro variações ele ostinatos a serem we will offer fo11r dif/erenf ostinolo voriolions to
aplicadas no prato ele conclução. Cada um deles é be played 011 lhe ride cy111bul. Euch one of these is
empregado conforme o andamento da música. linked to the tempo that is heing perfrmned.

andamento lento/ médio: slow to mediu111 tempos:

exercício l
exercise J
:r JJ JJJ J .J J1,J :i J J ,J ,1 J r11
andamento médio/ rápido: mediu111 tofast 1e111pos:

exercício 2
exercise 2
.r . 1

j ·11

exercício 3
. ..,
exerc1se .J
.n... ~ .J...
.,..

exercício 4
exercise 4
j ~D J .J•• Jj :li
OSCAR BOLÃO

Estes mesmos ostinatos podem ser executados These same ostinato patterns cem be played
nos pratos de choque fechados. O exercício 5 closed high-hat. Exercise 5 shows the beat r/,
mostra a batida empregada nas primeiras grava- was usecl on the .frrst recordings of' the genre.
ções do gênero.

prato • cymbal •
aro da caixa ---4•------- - - - ----j snare rim --ile...-- - - - - - - - - - - - - - i
pratos de choque • high-hat •
bumbo • bass drwn •

exercício 5
exercise 5

Outra maneira de tocar estes ritmos é usar a Another way of' play ing these rhythms is to
escova na borda da caixa, em substituição ao substitute the ride cymbal for o hrush on the edge
prato de condução. of th.e snare skin.

exercício 6
exercise 6

exercício 7
exercise 7

exercício 8
exercise 8

exercício 9
exercise 9
B A TUQUE É U M PRI V ILÉ G I O I BAT U QUE IS A PR I V ILE G E

A princípio de caráter intimista, com o passar At first, the character of the music wos
o tempo as frases utilizadas pelo tamborim no intimate. Then, tamborim phroses .fi-0111 samba
-amba foram sendo incorporadas ao repertório da were incorporoted into the bosso rwva, especially
bossa nova, principalmente na s ua fase instru- in its instrumento! phose.
mental.

• Tocando com escovas • Playing wilh brushes

Um artifício usado pelo baterista Hélcio An innovation of' Hé/cio Milito , dntmnwr of
\1ilito, cio Tamba Trio, é raspar a pele com a the Tombo Trio, is to use a /Jrush in the /efi lwnd
escova da mão esquerda (movimento represen- (representeei by the slashes through tlze stems of
t ado pelas semicolcheias com um traço) ao the sixteenth notes) ot the som.e time thot the right
mesmo tempo em que a mão direita executa o hmzd p/oys the rhyth111 on tlze .rnore drum. The
ritmo na caixa. Os exercícios devem ser exercises shou/d /Je porcticed with tlze boss drum
p raticados com bumbo e pratos de choq u e and high-lwt fJ/o y ing in the bosso novo style. The
tocando ao estilo da bossa nova. Os símbolos symbo/s written obove the sixteenth note stems
e scrilos sobre as semicolcheias indi cam o indico te the movement of the hond.
movimento da mão.

mão esq uercla • left lwn d •


mão direita • right hond •

!""\ = movimento para a direita = movement to the right


!""\
V= movimento para a esq uerda V = movement to the left

t 1;u}t1r}t11/
V l"I V l"I

G
t; 1
exercício l
CD 62 exercise 1 1 :11

V l"I V l"I

t tl lj ~ l t}tl ' }; tlj


exercício 2
exercise 2 1 :li

exercício 3
. ')

exerc1se ..J
OSCAR BOLÃO

Aproveitando o mesmo fra sea do da mão Using the some phrosing of' the right lwnd, 1
direita, podemos executar estes ritmos com toques can play these same rhyt/11ns hy inserting lhe li:
alternados. hand between the notes of the right.

ecle cl e dele d ecle ele ecl

exercício 4
exercise 4
i j d J 2j d2J 1d J 2J d J J 2:li

exercício 5
exercise 5

e! ecle eclecl eclcle dei ecl

exercício 6
exercise 6 i d J2J j 2J21j 22Jdd Jd :li
BATUQU E É UM P R IV I LÉGIO I BATUQUE IS A PRIVI L EGE

- CHORO [lJ CHORO

Os primeiros grupos de choro surgiram no Rio The first choro groups emerged in Rio de
e Janeiro a partir da segunda metade do século Janeiro in the second half of the nineteenth
XIX. Os músicos, em sua maioria funcionários da century. The musicians , the majority of whom
Alfândega, dos Correios ou da Estrada de Ferro, worked at the customs office, post office, or on the
e reuniam em suas casas na Cidade Nova ou nos railroad, had musical parties at their houses in
ubúrbios para tocar, ao seu modo, as músicas the Cidade Nova area of Rio located in the
onsumidas nos salões da burguesia. Polcas, suburbs. At these events they performed the
popular salon music of the bourgeoisie, but in
valsas e schottisches assumiam, pelas mãos dos
their own style. Polkas, waltzes, and schottisches
horões, feições bastante distintas da música que
became, in the hands of the choro musicians,
vinha da Europa. O choro era, na sua essência, distinct from their European roots. The choro
uma maneira de tocar. Como gênero, somente por was, in its essence, a way of playing. As a genre,
volta de 1910 é que o choro passou a ser uma only around 1910 did the choro take on a more
forma musical definida, geralmente com três defined form, which usually consisted of three
partes e tonalidade modulante. distinct sections and modulating tonality.

Antonio Calado e Ernesto Nazareth, pioneiros do choro.


Antonio Calado and Ernesto Nazareth, choro pioneers.
OSCAR BOLÃO

2.1 A acentuação do choro 2.1 The accentuation of choro

O choro e o samba possuem muitas afini- Choro and samba have many similarities in
dades quanto à maneira de se tocar. Muito embora the way they are performed. White rhythnú c
as fórmulas rítmicas de um se ajustem ao outro, é formulas from one fit the othe1: it is important to
importante perceber que cada gênero possui uma understand that each genre has its own
inflexão característica. Na execução do choro, por characteristic iT1flections. ln choro, for example,
exemplo, é aconselhável se manter uma postura it is advisable to maintain a nwre linear approach
mais linear, evitando o excesso de variações. to playing, avoiding overplaying and excess
Selecionamos algumas frases cujos acentos são variations. We have selected some phrases whose
bastante apropriados ao gênero. accents are quite typical of the genre.

• Pandeiro • B razilian tanibourine

base ---~~d=e~d=o=s~•---------' m ers •


palm ~.__.,'-'7-='-7'--=---------1
polegar• thumb •
: skin - i_ _ _ __ _ _ _ __ _
membrana--.--------------~
_____J

G
CD 63
exercício 1
exercise 1

exercício 2
exercise 2

exercício 3
exercise 3
z f j 1;·J J f j 1; J J:li
J 1 J

exercício 4
exercise 4

G
CD 64
exercício S
exercise 5
OSCA R B O L ÃO

• Caixeta • Wood-block

Outro instrumento utilizado no acompanha- Another accompaniment instrument used in


ento do choro é a caixeta ou bloco de madeira choro is the caixeta or wood block. It is made
do inglês wood block). É feita de madeira from a hard wood, with a lateral cavity that
maciça, com um entalhe lateral que serve de caixa serves as a resonating chamber. Played with a
de ressonância. Tocada com uma baqueta comum common snare drum stick, the wood-block is
de caixa, sua execução é semelhante à do played like a tamborim using the index finger to
tamborim, usando-se o dedo indicador da mão
tap on the back side of the wood block. The
ue segura o instrumento para percutir a parte
patterns below are all common phrases used in
posterior do bloco de madeira. Os módulos
choro.
abaixo apresentam frases pertinentes ao estilo do
hora.

baqueta• stick •
dedo• finger •

G
CD65
exercício 1
exercise 1

exercício 2
exercise 2

exercício 3
exercise 3

105
OSCAR BOLÃO

exercício 4
exercise 4

A caixeta também é usada no samba em The wood-block is also used in samba as a


substituição ao tamborim, devendo-se respeitar, substitute for the tamborim. where it plays phrases
apenas, as frases características do estilo. characteristic of that style.

2.2 A bateria no choro 2.2 Drum set in choro


• Bumbo e pratos de choque • Bass drum anel high-hat

Sugerimos três opções para bumbo e pratos de We o.ffer thee options for the bass drum and
choque que servirão como apoio aos exercícios de high-hat that will serve as accompaninients to the
caixa (como no samba-canção, o ritmo do bumbo sna re exe reises (as in the samba-canção, the bass
se assemelha ao dedo polegar do pandeiro). drum rhythm is sinúlar to th e thumb strokes
played on the pandeiro).

pratos de choque • high-hat •


bumbo • bass dmm •

opção
option 1
+ o o o

opção 2
option 2

+ o o + o o

opção 3
option 3

+ o + + o o
BATUQUE E UM PRIVILEGIO/ BATUQUE IS A PRIVILEGE

• Tocando com escovas • Playin.g with brushes

Nos exercícios que se seguem, mostraremos ln lhe exercises thot follow, 1ve 1vill denwns -
iferentes manulações e acentos que caracterizam trote d(fferent lwnd seque11ces ond occents thot
ritmo. ore choracterize th e rhyth111.

>- >-

exercício l
exercise I :11

>- >- >- >- >- >-

exercício 2
exercise 2

>- >- >- >- >-

exercício 3 •/
. ..,
exerctse .J

A se micolcheia com um traço indica q ue a The sixteenth notes with o slos/1 011 the stem
escova deve raspar a pele. indicote o scrope 1vith the hn1sh.

>- >- >- >-

exercício 4
exercise 4
t j J J Jj i J J
ele ele d e ele
1

exercíc io 5
exercise 5 cleclecle ee

!l
>- >- >- >-

J__j_j
0
CD 66
exercício 6
exercise 6 i;; ecle e :11
OSCAR BOLÃO

• Tocando com baguetas • Playing with sticks

Urna alternativa para a execução do choro é o Another option is to p/uy choro with o ric.
uso do prato de condução, especialmente nos cymbol, especially in s/ow mui medium temp o.
andamentos lentos ou médios. Escolha uma opção Choose one of" the buss drum/high-hot opti01
de bumbo e prato s de choque e acrescente os and odd the ride cymbu/ ond snore d n u
exercícios de prato e caixa. Esta pode ser tocada exercises. This cem be played 011 the skin or on tlr
na pele ou no aro e a condução pode ser feita, rim and the ride cynibol pattern con !Je played 01
também, nos pratos de choque fechados. o closed high-hat.

prato • cvmbo l •
aro ela caixa - - < l • - - - - - - - -- ----j snare n /11 - • - - - - - - - -- - - --_____,
pratos de choque • high-lwt •
bumbo • bass e/rum •

G
CD 67
exercício J
exercise J

exercício 2
exercise 2

o + + o o

exercício 3
exe rcise 3

+ + o o + + o o

exercício 4
exercise 4
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO / BATUQUE IS A PRIVILEGE

Ao contrário do samba, onde um Cinico padrão Controry to so111bo, where o sing!e rhythmic
:mico pode servir como base de acompanha- JJattem cc111 serve as the /Jasis for accompanying
nto às composições do gênero, no choro - compositions in the genre, in choro - nwinly in
ri ncipalmente no choro ligeiro - o ritmo da fast tempo choro - the drum set rhvtlun should be
p!ayed on top of' the melodie /ine. We will use the
teria deve ser feito em cima da linha melódica.
pi ece B rasileirinho by Wo / di r Az.e vedo as an
--amos corno exemplo Brnsi!eirinho, de Waldir
examp/e. Note hmv lhe occenls on tlze snore drum
-uevedo . Reparem como os acentos da caixa são
synchroniz.e with the highest notes in lhe melodie
itos com as notas agudas do cavaquinho. !ine (played cm a ukele/e-like instrument known as
the cavaquinho).

r• 1 f t ·tJ 1

11: E:aJ air r f r rf rr F rr r Frr f · Ir Fr


1 1

&~l r f 2
~
1
-~ 1'{
L
1 r r Cbt r br 1r 1~ :1
1
r= L
1
r : 11
t)

6 e r r 6 r e r 16 r 6 r 6 r e í I ~ r 6 í
> >- > >
:li
> >

r r r í ICJ ~
BA T UQU E É UM PRIVI L ÉGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

[JJ MAXIXE [JJ MAXIXE

Gênero musical brasileiro, de ritmo vigoroso e Brazilian music genre, with a vigorous and
alegre, o maxixe surgiu no Rio de Janeiro por cheerful rhythm, the maxixe developed in Rio de
volta de 1870. Foi graças ao grande poder de Janeiro around 1870. Thanks to the grea r
transformação e improvisação dos músicos de improvisational skills and creativity of the choro
choro, abrasileirando as músicas vindas de fora, musicians, who Brazilianized music from other
que ele nasceu do resultado da fusão da polca countries, the maxixe was born from the fusion of
com o lundu. Considerada uma dança lasciva, o the polka and the lundu. Considered a lascivious
maxixe obteve enorme sucesso nos palcos dance, the maxixe obtained enormous success on
europeus nas décadas de 191 O e 1920 com o casal European stages in the 1910s and 1920s with the
de dançarinos Duque e Gaby. pair of dancers Duque and Gaby.

O maxixe. notraço de calixto..


Maxixe dance.
BATUQUE É U M PRIVILÉGIO/ BATUQUE IS A PRIVILEGE

• Bumbo e pratos de choque • Bass drwn anel high-hat

="Jas bandas tradicionais utilizam-se três The traditional bcmds that performed maxixe
1:- cussionistas para executar o bumbo, a caixa e used three percussionist to p/ay the bass drwn, lhe
pratos . Os exercícios aqui adaptados à bateria snare, and the pair of hand cymbcr!s. The exercises
dem ser tocados, também, individualmente.* given here, adaptec! for the d rum set, can also be
-· ciaremos a prática do maxixe com o bumbo e pe1Jormed indiv idu ally. * We will begin the
_ pratos de choque. O apoio natural é feito no practice of the maxixe with the bass drwn anel
~gun do tempo, com os pratos de choque tocando high-hat. The natural help is clone on the second
-.u contratempo. time, with the high-hat playing on buck beats.

pratos de choque • high-hat •


bumbo • bass drwn •

exercício l :~ I
.h
b
:11
exerci.se J i
o
i
o

Uma característica muito importante dos One importcmt characteristic of the high-hat is
ratos de choque é dar brilho à primeira parte da to add brightness to the .first section of lhe music
música (ou ao estribilho). Para tanto eles são (or to the refi'ain). As such, it is played with cm
ocados de forma a proporcionar um som aberto, open sound, with the foot lifting qff the pedal
om o pé voltando à posição de partida imediata- únmediately qfter the cymbals niuke contact.
mente após o choque dos pratos.

o o o o

JL'i P~1'
I

i~
exercício 2
exercise 2
o ~ o

Seguem-se algumas variações dos pratos de The fol!owing are some variations .for the
hoque. high-hat.

G exercício 3 j I I
C D 68 exercise 3 i
o
i
o

,, Esta prática se estende aos capítulos da marchinha, da * This ccm also be dane with the exercises in the chapters
po lca e da valsa bras il e ira. 011 the nwrchinlw, po/ko. and Braúlion 1110/tz.
OSCAR BOLÃO

o o

exercício 4 J. j / jJ 1J j / jJ
exercise 4 i ~
í
o ~
L•

í
o
:11

exercício 5
exercise 5
i~n /
í
jJ I ~ n /
í
jJ
: 11
~ o ~ o

exercício 6
exercise 6
i ~ :.r. f· J I ~ J;.
f J : 11
~ o ~ o

O bumbo , ele acordo com a pulsação ela Th e bass drwn, in accordance with the pulse
música , pode também apresentar diferente s of the niusic, cem also employ di[ferent marking
padrões de marcação , devendo-se evitar o dese- pattems, avoiding the use of the dotted eighth an d
nho rítmico de colcheia pontuada e semicolcheia six teenth note pattern on th e first beat of th e
no primeiro tempo, que é característica do baião. measure that charac teriz.es mrnther Braz.ilia n
Os exercícios 7 e 8 podem ser executados com rh y thm, the baião. Exercise s 7 anel 8 can b e
pausa nos primeiros tempos dos compassos. played with a rest on the .first beot of the measure.

/
:~ /
.h.... J) /
.h
exercício 7
exercise 7 ií í
1 '1
i i
.l·

+ o + o

J) .h J)
r
/ / /
G l '1
CD 69
exercício 8
exercise 8 i +i L1
o o
i
+ L
o o
:11

G exercício 9
/ jJ / jJ '1 .h /
:P
CD 70 exercise 9 i +i e·
o
! +i
o
1 .c'.s

L. [ : 11
o o

/ jJ / jJ / jJ /
:P
r· Ir
exercício l O
exercise 10 i [ e· [ í+ e· [ :11
+ + o + + o +
BATUQUE E UM PRIVILEGIO I BATUQUE IS A PRIVILE G E

• Tocando com baguetas • Playing with sticks

As fórmulas rítmicas segui ntes, características The .following rhythmicformulos, characteristic


do maxixe, são executadas na caixa com toq ues of the maxix e, are played 011 tlze snare drum with
lternados (d-e-d-e). As notas cuja haste contém altemating hands (r-1-r- l). The notes with slashes
ois traços referem-se ao rul o (de maior duração) on the stems shou/d be p!ayed as ralis (when of
ou a um simples toq ue múltiplo. Faça combi - long durotion) oras mu/tip/e bounce strokes.
nações de bumbo e pratos de choque e use como
companhamen to.

exercício l J
exercise J J
t j J J J j j J J 1j J J J j J J J :li
>- >- >- >- >- >-

G
CD 7 1
exercício 12
exercise 12
t j j J J j 1J J j J J J j 1J J :li
>- >- >-
1
>- >- >-

exercíc io 13
exercise 13
t j 1J J j 1J J j 1J J j J J J :li
>- >- >-
1
>- >- >-

exercício 14
exercise 14 >- >- >- >- >-

exercício 15
exercise 15 >- >- >-

exercício 16
exercise 16 >- >- >- >- >- >- : 11
OSCAR BOLÃ O

• Tocando com escovas • Playing with brushes

O maxixe tocado com escovas tem manu - The maxixe p/(lyed with brushes uses varie.
lações variadas. A semicolcheia com um traço sticking patterns. The sixteenth note with s/(ls/i
indica qu e a escova deve raspar a pele. on the stem should be ployed with a scrope of r
brush on the skin.

> > >

exercício 17
exercise 17
ijJJJjJJJ
~leecleed~
1
> > >

exercício 18
exercise 18
ijJJJjJJJ 1
de e ele dele

G
CD 72
exercício 19
exercise 19
:\ I
> > > >

exercício 20
exercise 20
t J BJ JJ BJ J
e ded e
1

exercício 21
exercise 21

exercício 22
exercise 22
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

• Paneleiro • Brazilian tambourine

O maxixe também faz parte do repertório dos The maxixe olso is por! of lhe repertoire of lhe
grupos de choro. Como nesta formação o choro groups. ln this type of ensemhle, the
panele iro é o instrumento de percussão mais pondeiro is the percussion i11stru111ent rnost
utilizado , apresentamos alguns padrões ele ritmo utiliz.ed. Here ore a some rliythmic pattems in the
apropriados ao gênero. genre.

dedos • 111 ers •


pa /111 ---4._..'-,-'-'-~_;_------~
1
base
polegar• thumb •
skin --t.__ _ _ _ _ _ _ _ _ _ __J
membrana

exercício
exe rcise l

exercício 2
exercise 2

::o-

exercíc io 3
exercise 3
OSCAR BOLÃO

O toque rulado da caixa no maxixe pode ser The rolled stroke of the .more dr111n in r
conseguido no pandeiro usando-se o rulo corno maxixe can be accompl ish ed 011 the pa11de1
efeito. 11si11g ofinger rol/ os m1 e.ffect.

efeitos • effects •
dedos • po /m 111f.{el'S e
base
polegar • thumb •
membrana skin

G
CD 73
exercício 4
exercise 4

exercício S
e.rercise 5

exercício 6
exercise 6
OSCAR BOLÃO

@] MARCHINHA @] MARCHINHA
As marchinhas são provenientes, provavel- The marchinhas most likely derived from the
mente, dos pastoris - autos religiosos encenados à pastoris - a religious play staged during
época do Natal e que aqui chegaram com os Christmas season that was introduced into Brazil
jesuítas. Bastante difundidos na Europa do século by Jesuit priests. Quite widespread in sixteenth-
XVI, estes folguedos eram apresentados nas ruas century Europe, these pastime entertainments
ou em teatros improvisados. Pandeiros e maracas were performed in the street or in improvised
eram os instrumentos usad_os em seu acompanha- theatres. Pandeiros and maracas were used to
mento, mas há informações de que, em antigos accompany them, but there is also evidence that
pastoris, trombones, trompetes, clarinetes, trombones, trumpets, clarinets, bombardinos, and
bombardinos e bumbos eram também utilizados. bass drums were also used atone time. Played at
A princípio tocadas em ritmo lento, as mar- a slow tempo at first, the marchinhas, over time,
chinhas, com o tempo, tiveram seu andamento had the tempo changed. lt acquired a secular
modificado. Adquirindo caráter profano e sendo character as it became regularly performed
produzidas com regularidade, aos poucos foram during carnival with malicious lyrics and double
sendo dirigidas especificamente para o carnaval, entendre. The marchas-rancho, to the contrary,
com letras maliciosas e de duplo sentido. As are characterized by the romantic tone of their
marchas-rancho, ao contrário, se caracterizam
lyrics and their slow melodies that derived from
pelo tom romântico de suas letras e pelas melodias
the parades of the old carnaval groups known as
executadas lentamente, tendo sua origem ligada
ranchos carnavalescos.
aos desfiles de antigos ranchos carnavalescos.

Braguinha e Lamartine Babo, autores de Braguinha and Lamartine Babo, famous


famosas marchinhas de carnaval. carnival marchinha composers.
OSCA R BOLÃO

• Bumbo e pratos de choque • Bass drwn and high-hat

O primeiro exercício refere-se à marcação do The .flrst exercise relates to the niarking of tht:.
tempo da marchinha. As notas escritas abaixo da tempo of the marchinha. The notes written belo11
linh a referem-se ao bumbo e acima dela, aos the line are for the bass drum and those above the
pratos de choque. linefor the high-hat.

pratos de choque • high-hat •


bumbo • bass drum •

I~
"1
exercício 1
exercise 1 ~í í í í ,b :li
+ o + o

O exercício 2 serve para a execução do refrão, Exercise 2 is usecl for the refi-oin, with the
com os pratos de choque abertos dando volume e high-ho t played 1vith on open sound giv ing o
vivacidade ao ritmo . Ao entrar novamente na liveliness to the rhythm . On the return of th e
segunda parte, eles passam a produzir um som second section, they should be played in a c!osecl
fechado. 1nann e 1~

o o o o

P~I ~I~ P~I


~:li
"1

exercício 2
exerci.se 2
+
í
o +
í o
í

O exercício 3 costuma ser usado como prepa- Exerci.se 3 is commonly usecl os leod-in to
ração para o início da segunda parte da música ou beginning of the second section of the music or to
para o retorno ao refrão inicial. Os contratempos prepare the return of th e initio/ refi-oin. The o.ff
dos pratos de choque abertos são tocados com beots on the high-hat o re ployed with o stick
baqueta e fechados com os pés quando caem no while in open position fo l/owed hy c/osing the
apo10 . high hot with the p edal.

o + o + o + o

.~~J
~=t~ ~~~ ~~1
"1
G exercício 3
CD 74
. ')
exercise .J
tL 1 "1
+ o o o o
B A TUQUE E UM PRI VI LE GIO / B ATUQ U E I S A PR I VI LE GE

• Caixa • Snare drwn

Os exercícios que se seguem apresentam The exercises thotfollovv present variedforms


v ariadas formas de execução da marchinha na of playing the niorchinho on tire snare drum.
aixa. Pratique-o s, usando bumbo e pratos de Practice them using the boss dmm ond high-hot
choque. as accompaniment.

exercício 4
exercise 4
Jj j
d e d
J
e
J
e

G
C D 75
exercício S
exercise 5
Jj j
d e d
J I~ J
e e

exercício 6
exercise 6
Jj j
d e d
Je

exercício 7 Jj j
exercise 7 d e d

exercício 8 j j J
exe rcise 8 e d e

exe rc ício 9
exercise 9

exercício 1O
exercise 10
OSCAR BOLÃO

•Condução • Ride cynibal

A marchinh a pode ser tocada também nos The nwrchinha can olso be plo yed with tlh
pratos de condução ou nos prato s de choque ride cymbal ar closed high-hat depending on tht:
fechados , de acordo com a dinâmica da música. dynamics of the music. Exercises li , 12, 13 C/11
Os exercícios 11 , 12, 13 e 14 apresentam alguns 14 featu re some ostinatos tlwt can be usecl.
ostinatos que podem ser empregados.

exercício l J
exe rcise 11
.J•• .J
•• ..J. ..1
:11

exercício 12 .ffl
.. .. ... 1 ·tJ .! :11
exercise 12

exerc ício 13
exercise 13
.1 .J
.... .J .J•• Jj :li

••.J
exercício 14
exercise 14

Os módulos seguintes podem ser executados The following modules moy he performed on
na pele ou no aro da ca i xa com o prato de the skin or on the rim of' lhe snore dimn together
condução. with the ride cymbo l.

exercício 15
exercise 15 : 11

exercício 16 j j J j.
exercise 16
BATUQUE E UM PR I VILEGIO/ BATUQUE ISA PRIVILEGE

exercício 17
exercise J 7
J j.

exercício 18 j j J J j.
exercise l 8

Os ritmos abaixo são feitos na pele da caixa e, The rhyth111s below are done 0 11 tli e skin of the
da mesma f orma que os anteriores, devem ser snare dnnn and should be occom ponied by the
:icompanhac!os do prato de cond ução. ride cy111bol.

G
CD 76
exercício 19
exercise 19

'1
exercício 20 j j j.
exercise 20

exercício 21
exercise 21
J j.

exercício 22
exercise 22
jj J I~ J j.
OSCAR BO LÃO

• Paneleiro • Brazilian tambourine

A seguir apresentaremos alguns módulos de The n.ext rhythmic modules are typical for tht:
ritmo apropriados ao pande iro na exec ução ela pandeiro in the marchinha.
marchinba.

·u1 1 ers •
po l111 ---1._..,~'-'--~_.:_---------1
base -.----=c""'le'-"'c"""lo'-'-s'---'-•------- -;
po legar • tlwmb •
membrana skin - - - 1 . - -- -- - - - - - - - - "

exercício
exe rcise J

exercício 2
exercise 2

i
1{ :J +
; ~
*~
exercício 3
exercise 3 :11

efeitos • eflect.1· •
dedos • 111 ers •
base pabn
po legar • thumb •
membrana skin

fJ· fJ·

G
CD 77
exercício 4
exercise 4

exe rcício 5
exercise 5
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO ! BATUQU E IS A PRIVILEGE

- POLCA [I] POLKA


Dança originária da Boêmia (antiga Tcheco- A dance of Bohemian ongzn (ancient
E lováquia), a polca chegou ao Brasil em 1845 Czechoslovakia), the polka arrived in Brazil in
~o rno dança de salão. A princípio tocada ao 1845 as a salon dance. At first it was played on
iano, devido ao seu grande sucesso e conse- the piano, and due to its enormous success and
üente popularização, foi logo incorporada ao consequent popularization, it was incorporated
repertório dos conjuntos de choro, adquirindo, into the repertoire of the choro groups where it
om isso, sotaque bem brasileiro. Mesclando-se a acquired a Brazilian accent. Mixing with other
outros gêneros musicais da época, era também musical genres of the time, it was also known as
onhecida como polca-lundu ou polca-militar, the polca -lundu ar polca-militar, a genre
gênero consagrado por Anacleto de Medeiros, championed by Anacleto de Medeiros, composer,
compositor, chorão e maestro da Banda do Corpo choro musician, and band master of the Pire
de Bombeiros. Guards Band.

------ , '

Anacleto de Medeiros
OSCAR BOLÃO

• Bumbo e pratos ele choque • Bass drwn and high -lwt

O primeiro exercício deste capítulo apresenta The first exercise in this section presents tht
a marcação básica da polca. basic polka pattern.

pratos de choque • high -hat •


bumbo • bass drum •

I
.h ]l l '1

exercício 1 ó

exercise 1
+
í
o
í
+
í
o

Utiliza-se, também, uma variação de bumbo A bass drum variotion in the second measure
no segundo compasso. is also used.

G
I J) I J) I
:~ I
~ +í
exercício 2
CD 78 exercise 2
í Ir r
o +
----º
o

Assim como no maxixe ou na marchinha, no As with the maxixe or the 11wrclzi11ha, in the
refrão, ou volta à primeira parte , os pratos de refi'ain or the retum of' tlze flrst section the high-
choque soam abertos. hat should be open.

o o o o
I
P~ I
}~1 '1 :.r~ I
}~:11

exercício 3
exercise 3
+
í
o
í
+
í
o
BATUQUE E UM PRIVILEGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

• Caixa • Snare drwn

Quatro versões elo ritmo ela caixa podem ser Four versions of the .more drum rh yth m cc111
e mpregadas durante a execução ela música. A be usec/ when ploying o piece o/ music. The
rn anulação fica a critério elo executante. sticking is left to the perfonna

caixa - •pratos
- -- de-- - - •- - - - sno re -ile~.--o--;--;,---------
choque hi gh-hat •
bumbo• boss drum •

O rulo pode ser aplicado em substituição ao The rol! cem be substitutedfor the open stroke.
oquc aberto ela caixa.

3
~D, O
exercício 8
exercise 8

+ o o
OSCAR BOLÃO

exercício 9
exercise 9

+ o + o

A apojatura é um recurso usual na polca. The grace note is a common elenient in th e


po/ka.

G
CD 81
exercício l O
exercise 10

+ o + o

Na conclusão de um trecho musical, usa-se At the e nd o.f a musical section, thi s


esta convenção tanto para voltar à primeira parte convention is used to return to t11e .flrst section
quanto para iniciar a segunda. and to initiate the second section.

~
exercício 11
exercise 11 f :11
o
+ o o

• Pandeiro • Brazilian tambourine

A polca, como o maxixe, é bastante executada The polka , like the maxixe , is .frequently
pelo s músicos de choro. Destacamos algun s pe1formed by choro musicians. We 1vill odd o .few
padrões de ritmo adap tados ao pandeiro . rhythmic patterns odaptec/ to the pandeiro.

dedos• palm ----o.---f~11,._.1g~e_,'~·s_•-------------<


base -..:.----==-"'-"'=---'------------1
polegar •
:
thumb •
membrana--.-------------~ skin ---ti------------~

exercício 1
exercise J
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO / BATUQUE ISA PRIVILEGE

exercício 2
exercise 2
J :11

exercício 3
exercise 3
i J
~
•~ : 11

exercício 4
exercise 4

8
CD 82
exercício S
exercise 5 I f J FJ 1~ lj i 3 :li
i"'I V

exercício 6
exercise 6

efeitos • e.ffect •
dedos • m 1ers •
polegar • thumh •
rnem brana ______ _ _ _ __ _ _ __.J
skin - e -- - -- -----

fT

G
C D 83
exercício 7
exercise 7

exercício 8
exercise 8
OSCAR BOLÁO

[§]VALSA BRASILEIRA [ill BRAZILIAN WALTZ


Gênero de música e dança oriundas da The waltz originated in Austria and arrived in
Áustria, a valsa desembarcou no Brasil com a Brazil via the royal Portuguese family. Dissemi-
família real portuguesa. Bastante difundida, em nated widely, in lively or moderate tempo, i r
andamento vivo ou moderado, ela ganhou nas acquired a serenade quality in the hands of choro
interpretações dos grupos de choro um caráter musicians. It was an indispensable rhythm in the
seresteiro. Ritmo indispensável ao repertório dos salon repertoire and with time, became a favored
salões, com o tempo passou a fazer parte da genrefor popular composers in Brazil. As a song,
criação de compositores populares. Cantada, tal like the modinha in duple or tripie meter, the
qual a modinha aqui produzida em compassos waltz became one of the most popular genres
binários e temários, a valsa transforma-se, então, among the serenade singers. Below is a photo of
num dos gêneros mais apreciados pelos cantores the flutist and composer Patápio Silva, author of
de seresta. Abaixo, foto do compositor e flautista the celebrated waltz Primeiro amor (First love).
Patápio Silva, autor da célebre valsa Primeiro
amor.

As valsas seresteiras, de andamento lento e The serenade waltzes, with a romantic


caráter romântico, na maioria das vezes, character and slow tempo, usually do not include
dispensam o uso da percussão. Valsas brejeiras e percussion. F ast and virtuosic waltzes are given
virtuosísticas, de andamento acelerado, adquirem brilliance and vigor with the addition of drums or
maior vigor e brilho quando acompanhadas da pandeiro. ln this case, the three beats of the
bateria ou mesmo do pandeiro. Neste caso, os três measure are felt more like a single compound
tempos do compasso ternário soam como um
pulse. The fast waltz could be combined into a
único pulso composto, podendo ser representados
compound binary 618 measure. This kind of
por uma fórmula de compasso binário (6/8). Esta
representação é preferível, pois deixa clara uma representation might be preferable because it
diferenciação dos tempos de apoio e impulso, que would also clearly represent the primary and
serão caracterizados, na execução, pelo abafa- secondary pulses of the rhythm that are
mento ou não da pele do instrumento. articulated by closed and open strokes.
BATUQUE É UM PR I VIL ÉGIO / BATUQUEIS A PRIVILEGE

• Tocando com escovas • Playing with brushes

Para realçar o ritmo da caixa, os exercícios To emphasize the rhythm on the snare dnan,
~g uintes dispensam o uso dos pratos de choque. the following exercises will dispense with the
colcheias devem ser executadas com o seu high-hat. The eighth notes should be jJe1fonned
al or real, evitando o emprego da "colcheia as written, avoiding the swing feelfi'o1n Anierican
_mericana", que, principalmente no jazz, é jazz. Sticking is up to the dis c retion of the
nt erpretada com se fosse uma tercina . A performa
"Ilanulação fica a critério do executante.

caixa snare
bumbo-------------~ bass drum -.-------------~

>- >- >- >-

exercício l
2~ J J I~ J J
exercise 1
r
+ - o
r - : 11

>- >- >- >-

G exercício 2
/
.b J J .b J J
CD 84 exercise 2
2+í - 1r
o -
: 11

>- >- >- >-

exercício 3
/
.b .D J .b .D j
exercise 3
a+r - 1r
o - : 11

8
CD 85
exercício 4
exercise 4
a+r t +
.b J
>-

F
>-

1r
o
.b J
>-

t o
p
>-

: 11

>- >-

exercício 5
/
.b .D t .b .D t
exercise 5
a+r t +r 1r
o t r o
: 11
OSCAR BOLÃO

p r .b n p
>

exercício 6
exercise 6 ~ r .b n 1 :li
+ ~ + o ~ o

exercício 7
exercise 7

Para a execução das valsas de andamento For the pe1formance of li ve ly waltzes, it i


vivo, aconse lh a-se praticar os exe r cícios advised thot yo u practice the exercises slow!Y.
lentamente, apressando o andamento à medida in cre asing th e tenlJJO as the JJOttern s beconze
que forem sendo assimi lados. eosier.

• Tocando com baquetas • Playing with sticks

Nos exercícios com baquetas, faremos uso dos ln the exercises wi th sticks, we will use the
pratos de choque. high-hat.

caixa __...•-------------~
pratos de choque • snare ~•.--..,...h..,.iR-l'
i -'h_c,_11-
· -.--------,
bumbo• bass drwn •

exercício 1
exercise 1

+ o

G
CD 86
exercício 2
exercise 2

+ o

exercício 3
exercise 3

+ o
BATUQUE É UM PRIVILÉG I O I BATUQUE IS A PRIVILEGE

8
CD 87
exercício 4
exercise 4 ~
~ r ~
+ o
I~ r o
~ :11

exercício 5
exercise 5 ~
~ r=; I~
+ + o
r=; o
:11

~ ~ ~=f~
1 ~

G
e~ li
exercício 6
CD 88 exercise 6 ~

o o o
+

~~ ~ I~ r
~
exercício 7
.. :11
exercise 7

+
o
r
+ o o +
.:'.11

exercício 8
exercise 8

• Pandeiro • Brazilian tambourine

Como foi dito antes a respeito da polca e do As nientioned earlier in respect to the polka
maxixe, a valsa brasileira - comumente encontra- and the maxixe, the Braz.ilian waltz - commonly
da .no repertório dos chorões - pode ser tocada found in the choro repertoire - also cem be played
tari1bém ao pandeiro. with a pandeiro.

:
base dedos • palm fmgers •
: polegar • thumb •
membrana skin

J J
I~ J J
~
r
exercício 1
:11
exercise 1

OSCAR BOLÃO

J J J
~ ~·
exercício 2
1J J
:11
exercise 2

J J
~ ~·
exercício 3
,., 1J J J
. :11
exerctse .J

.CJ J J J
G ~ ~·
exercício 4
1J :11
CD 89 exercise 4

.CJ J J] J
~ ~·
exercício 5
1J :11
exercise 5

l""i V

J] J 1f'-· .: H H
~ ~·
exercício 6
exercise 6 :11

l""i V l""i V

H H 1A H .rJ
exercício 7
exercise 7 ~
F -· :11

efeitos • e.ffect •
base
membrana
: po legar •
polm
skin : thumh •

fT tr

J ~ J ~
G ~ ~·
exercício 8
1J :11
CD 90 exercise 8

PARTE II / O SAMBA DE LUCIANO PERRONE
PART II/ LUCIANO PERRONE'S SAMBA
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

}] BREVE BIOGRAFIA* [I] BRIEF B/OGRAPHY*

Um dos expoentes da percussão no Brasil, A major exponent of Brazilian percussion and


.::onsiderado por muitos o pai da bateria brasileira, considered by many the father of Brazilian drum.
.... uciano Perrone é um músico de muita set players, Luciano Perrone is a musician with
ersonalidade. Sua maneira de tocar o samba é great personality. His samba playin.g style is both
eculiar e inconfundível. Nascido no Rio de unique and unmistakable. Bom in Rio de Janeiro
Janeiro em 1908, aos 14 anos começou a tocar in 1908, at the age of 14 he began playing
profissionalmente no antigo cinema Odeon. Nessa professionally at the venerable Odeon cinema.
' poca, a bateria ainda não era como hoje a During this era, the drum set was dUferent from
the one we know: it had a snare restec! on a chair
onhecemos: resumia-se a uma caixa colocada
and a cymbal suspended f i-om the railing that
obre uma cadeira e um prato pendurado na grade
separatecl the niusicians from the audience. ln
que separava os músicos da platéia. Em 1924, ao
1924, pe1~forming in dances with well known
atuar em bailes, acompanhando pianistas de pianists like Osvaldo Cardoso de Menezes, his
renome, como Osvaldo Cardoso de Menezes, seu reputation grew anel he was soon performing in
prestígio aumentou muito e, a partir daí, percorreu cinemas and theatres with various orchestras anel
diversos cinemas e teatros, tocando em variadas jazz bands. ln 1929, he was active at the Cassino
orquestras e jazz -bands. Em 1929, atuando no Éden in Lambari in the state of Minas Gerais
Cassino Éden, em Lambari, MG, conheceu where he met Radamés Gnattali, with whom he
Radamés Gnattali, de quem se torno u amigo e became a close friend and for whom he
com quem tocaria por toda a vida. Alg uns anos subsequently played for the rest of his l~fe. Some
depois o maestro, incl usive, lhe dedicou duas years !atei~ Maestro Gnattali dedicated two of his
peças: o Samba eni três andamentos e Bate-papo works (Samba em três andamentos anel Bate-papo
a três vozes, onde a bateria de Luciano tem lugar a três vozes) to Luciano which featured solo parts
de destaque como solista. No dia 12 de setembro for drum set. On the 12th of Septem.be1; 1936, he
de 1936, participou do programa inaugural da participated in the inaugural program of the
Rádio Nacional e passou a integrar as diversas Radio Nacional anel went on to perform in severa!
orquestras e conjuntos da emissora. Texto orchestras and combos of the broadcasting
publicado na revista Carioca, em outubro desse station. ln a text published in the newspaper
mesmo ano, diz ter sido Perrone "o primeiro a Carioca in October of 1936, Perrone was citecl as
oferecer ao público um concerto de bateria, o que "the first musician to perform a concerto for
drum set in public, the event having occurred at
acon teceu na Rádio Cajuti, e ter sido o primeiro a
the Radio Cajuti anel the .f!rst to record for the
gravar este instrumento em discos". E concl ui:
drum set on disk. " Jt went on to state that "He
"Sonha ele com uma orquestra bem organizada e
dreams o.f a wel/ organized and rehearsed
bem ensaiada, que possa levar ao m undo, em orchestra that he cem take around the world, with
interpretações perfeitas, a magnitude da nossa per.fect interpretations, demonstrating the
melodia e a riqueza incomparável dos nossos m.agnitude of our melodies cmd the incomparable
ritmos ... " Em 1939, participou da histórica richness of our rhythms ... " ln 1 939, he
gravação de Aquarela do Brasil, na voz de participated in the historie recording of Aq uarela
Francisco Alves e arranjo de Radamés Gnattali. A do Brasil featuring the voice of' Francisco Alves
essa altura, Luciano Perrone se tornara o dono da and the arrangement of Radamés Gnotta!i. At the
bateria no Brasil. A legenda de uma fotografia height o.f his caree1~ Luciano Perrone became the

* Artigo escrito por Oscar Bolão com elementos retirados "' This is written by Oscar Bolc7o 111ith e/e111e11ts taken from.
ela b iografia ele Perrone , ainda inédita, ass inada por Ary the biogrophy of Perrnne, sti/I unpublished, by Ary
Vasconce ll os. Vasconcellos.
OSCAR BOLÃO

publicada em uma revista da época diz: "Luciano "Don" of the drum set in Brazil. The caption
Perrone é, sem favor, o mais completo 'bateria' under a photograph published in a newspaper of
do nosso broadcasting. Homem dos sete the time said that "Luciano Perrone is, without
instrumentos, dispondo de uma agilidade exaggerating, the most complete drummer of our
extraordinária, as suas atuações constituem um broadcasting system. A man of seven instruments,
verdadeiro espetáculo." Em 1960, com Radamés exhibiting extraordinary agility, his performances
e Aída Gnattali, Edu da Gaita, Chiquinho do constitute a true spectacle." ln 1960, with
Acordeom, José Menezes, Vidal e Luis Bandeira, Radamés and Aída Gnattali, Edu da Gaita ,
integrou a 3ª Caravana Oficial da Música Popular Chiquinho do Acordeom, José Menezes, Vida! and
Luiz Bandeira, he took part in the "Third Official
Brasileira, que excursionou pela Europa, apresen-
Caravan of Brazilian Popular Music" that toured
tando-se em Portugal, França, Inglaterra e Itália.
Europe giving performances in Portugal, France ,
Nessa excursão, segundo Ary Vasconcellos, "o
England, and Italy. During this trip, according to
baterista brasileiro recebe as melhores referências Ary Vasconcellos, "the Brazilian drummer
da imprensa e da crítica do Velho Mundo, às receives the best criticai acclaim from members of
quais a vibração das platéias diante dos nossos thé Old World press,for whom the vibration of the
ritmos parece ter-se comunicado". Luciano audience in the presence of our rhythms appears
continuou atuando até 1994, quando foi to have been communicated". Luciano continued
homenageado, em outubro, pelos seus 70 anos de performing frequently until 1994, when he was
atividade, resolvendo, então, aposentar as honored, in October, for his seventy years of
baquetas. Faleceu no dia 13 de fevereiro de 2001. activity, resolving, at that point, to retire his drum
sticks. Died in Feb. 13th, 2001.

"Eu nunca me preocupei em imitar o Gene Krupa porque o


que me interessava era o batuque do samba."
"/ have never worried about imitating Gene Krupa because
I was interested in the 'batuque' of the samba."
Luciano Perrone
BATUQUE E UM PRIVILEGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

:::... O TOQUE DO MESTRE [I] THE BEAT OF THE MASTER


. . , amba com o Luciano é assim, "The sambo wit!z Luciano is like this,
~rrnado , sincopado. rhythmic ond syncopoted.
ece até que se ouve o tamborim, It even seems like you 're listening to a tamborim,
:: balanço do começo ao fim ... " It hos o swing jiwn beginning to em/... "

Os versos de Luís Bandeira definem muito The fines of Luiz Bandeiro define Luciano
m Luciano Perrone. Dono de um estilo Perrone very vvell. Owner of an unmistakable
m o nfundível, é mestre na arte do ritmo. style, he is the master of the ort of rhythm. He
Executava com desenvoltura qualquer que fosse o played all styles of music with maximum agility,
:::ênero de música, mas especialmente o samba but the sambo, particu larl y, acq u ire d a specio l
dg uiria com ele um molho especial. Perrone .flavor with him. Perrone always surprised 1ts with
empre surpreendia pela criatividade. Como ele his creativity. As he once soid, the dnmuner has
diss e urna vez , o baterista tem de contar urna to tell a story, hos to know how to open ctnd elo.se
história, tem de saber abrir e fechar na hora certa at the rig ht mo me nt, ha s to pa rtic ipate in the
' melody, fllling the spaces offered by the nielody
te m de participar da melodia, preenchendo os
mui using the entire drum set. Perrone soloecl
e paços por ela oferecidos e usando toda a
while he was accompanying. He might.flip off the
bateria. O Perrone solava acompanhando. Ora
snares, then play with his hands, then close the
tirava a esteira , ora tocava com a mão , ora
high -hat and open the cymbal anel retttrn to
fechava nos pratos de choque para abrir no prato e
playing the drums, th en play the wood bfock, then
voltar depois tocando os tambores , ora tocava a
the agogô , ond it was fik e thot that he went
caixeta, ora o agogô, e assim ele passeava pelo
around the in s trument during an incredible
instrumento numa perfonnonce inacreditável.
pe1formo11ce. As Radamés Gnottafi 1vould say,
Como dizia Radamés Gnattali: "O Luciano toca "Luciano plays with the music, he doesn 't just
com a música, não faz ritmo de base simples - play a simple basic rhythm."
mente. " The following are some rhythmic patterns
A seguir estão alguns padrões rítmicos usados usecl by Perrone in the samba. The sixteenth notes
por Perrone no samba. As semicolcheias com with slash es on the stems should be played as
traços indicam o togue múltiplo. multiple bounces.

caixa snare
bumbo _________ __ _ _ _J
bass drum - - - - 1 . - - - - - - - - - - - _ _ J

G
CD 91
1. i J f JJ~ Jf J1I J J J~ J f J :li
~ o ~ o

2. i j
~
rJs~ JrJ JJJ s1JJ r11
o
1

~ o

137
OS C AR BOLÃO

> > > > > >

G 3. l j J J J ~ 1J J 1j J J J ~ J J J :li
CD 92
t ot o

>> :::> :::>>> >

4. l j J J J ~ 1J J j J J J ~ J J J :li
1

t t
o o

Um efeito bastante utilizado por Perrone era o A .frequently usecl e.ffect by Perrone was to
emprego dos pratos de choque finalizando uma employ the high-hat to complete o two nieasure
frase de dois compassos. phrase.

caixa .rnare -•0--1~11~


. g~
h--!~1c,-11-
- -.-----~
• pratos de choque •
bumbo • boss drum •

tg
> > > > > >

G
CD 93
5. f
l ; JJ J 1 J J ~ J ~ J 1

o
J :li

A mesma idéia era empregada usando as The same idea was employed, using sticks 011

baquetas nos pratos de choque fechados. closed high-lwt.

pratos de choque • high-!wt •

bumbo : sno re -:.----- ------___,


boss drum -11.-----------~

G
CD 94
6.
BATUQUE É UM PRI VILÉGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

Uma característica do seu estilo era usar esta Another characteristic of his style was to use
reparação para voltar à primeira parte do samba. the following pattern to return to the first section
of a samba.

caixa
surdo
:
- lowsnare
tom ____,=---------~
bumbo ---<1------------~ bassdrum ---t----------~

>- >- >-

G
CD95
7.

Nesta frase da caixa, Perrone percutia uma ln this next phrase, for the snare d rum,
baqueta na outra, que ficava encostada à pele, Perrone hits one stick on the other stick, which is
produzindo um som estalado. A esse mecanismo in contact with the skin producing a sharp attack.
daremos o nome de BAQUETAS. This technique will be called CROSS STICKS.

baque.tas
caixa - : .--
-- - ----
-----
---------.
-----<
sticks -:....._---------~
cross snare
bumbo ----1-----------~ bass drum _....._____________,

>- >- >- >-

G
CD96

o o o
OSCAR BOLÃO

Luciano utilizava-se muito da caixa surda Luciano frequently played with the snares off.
(sem as esteiras). Com uma das mãos ele abafava With one of his hands he muffled the drum while
a pele, que era percutida com a outra segurando a he played with a stick in the other hand. The hand
baqueta. À função da mão sobre a pele daremos a technique will be designated HAND.
designação de MÃO.

mão• hand •
baqueta• mallet •

G
CD97
9.

10.

11.

Perrone costumava fazer ritmo em um prato Perrone was used to playing rhythm on a 10"
splash de 10 polegadas. Com a baqueta esquerda splash cymbal. With a stick in his left hand he
ele percutia o prato por baixo, ao mesmo tempo played on the underside of the cymbal while at the
em que o segurava para extrair um som fechado sarne time he held the cymbal and extracted a
ou para abafar as notas - a este mecanismo closed or mufjled sound - his technique will be
chamaremos MÃO. Com a baqueta da direita ele designated HAND. With a stick in the right hand
tocava ora na BORDA ora no TOPO do prato. O he played on the rim or on the top of the cymbal.
traço colocado nas semicolcheias indica que se The sixteenth note with slashes on their stems
deve usar o toque múltiplo. should be played as multiple bounces.

140
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO / BATUQUE IS A PRIVILEGE

topo
borda nm
tc:p -=----------------~
--ilt--- - - - - ------4

mão lwnd --ilt------------~

8
C D 98
12.

Este efeito é utilizado na gravação do samba This effect is usecl on the recording of the
Bate -papo a três vozes, que Radamés Gnattali samba Bate -papo a três vozes that Radamés
escreveu especialmente para Luciano. O próprio Gnattali composed specifically for Luciano. On
Radamés está ao piano, acompanhado de Viclal no the recording Radamés is 011 the piano accom.-
contrabaixo. panied by Vida! on double bass.
PARTE III / BIOGRAFIA, BIBLIOGRAFIA E DISCOGRAFIA
PART III/ BIOGRAPHY, BIBLIOGRAPHY AND DISCOGRAPHY
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

SCAR BOLÃO, DOUTOR EM SAMBA OSCAR BOLÃO, DOCTOR IN SAMBA

Numa sexta-feira de 1976, à noite, com On a Friday in 1976, at night, thirstyfor a


"de de chape, Oscar estacionou o fusca vinho na beer, Oscar parked his Volkswagen Bug on
\'enida Atlântica, defronte do Alcazar. Sabia que Atlântica Avenue, in .fi'ont of the Alcaz.w: He knew
.\n nibal Pellon estaria no bar com os amigos de that Annibal Pellon would be at the bar with his
emia. Sem dinheiro, o plano era pedir que sua bohemian friends. Without money, the plane was
esa corresse por conta do pai, um apelo que já to ask that his table be put on his fathe r 's tab, a
era certo em outras oportunidades. Dessa vez, plan that had worked before. This time, howeve1~
orém, antes que emitisse qualquer palavra, foi before he could utter a word, he was saluted in an
ironic niamie1~ Without looking at his son, Dr.
audado por uma sentença irônica. Sem olhar para
Annibal exclaimed to one of his partners, in a
filho, Dr. Annibal comentou com um de seus
loud voice:
pares, em voz alta:
"That's it, Peixoto, this idiot quit Law
- Pois é, Peixoto, esta besta largou a
School to play the drwn!"
Faculdade de Direito para tocar tambor!
That drwn, pronounced with pleasure and
Aquele "tambor", pronunciado com biting satire, with heavy emphasis on the "r" will
deleite e mordacidade, carregado no "r", ficará forever remain etched in the niemory of those who
para sempre gravado na memória de quem ouviu. heard it.
Dr. Annibal era advogado. Magro, alto, D1: Annibal was a lawya Thin, tall, black
cabelo e bigode pretos aparados com capricho; hair and a mustache, well-trimmed; elegant
porte elegante, sempre bem vestido, do terno ao deportment, always well dressed, from his suit to
robe de chambre, com direito a cachecol de seda e his bath robe, able to wear a silk ascot and smoke
cachimbo; homem culto, autor do Dicionário da apipe, a cultured man, author of the Dicionário
Legislação Desportiva Brasileira, preferia viver da Legislação Desportiva Brasileira, he preferred
de madrugada, mesmo quando solitário, rodeado to live early in the morning, even when he was
por seus livros e pensamentos, na casa da Rua single, surrounded by his books and his thoughts,
Humberto de Campos, no Leblon, Zona Sul do at his house on Rua Humberto de Campos, in
Rio de Janeiro. Leblon, South Zone in Rio de Janeiro.
Maria Luiza Werneck, Pellon após o Maria Luiz.a Werneck, Pellon after
casamento com Annibal , era o tipo da mulher marriage with Annibal, was a homemaker type of
caseira: gorducha, sem vaidade, sensível ao woman. A little plump, without vcmity, extremely
sensible, generous mui intelligent. She loved
extremo, generosa e compreensiva. Adorava o
fanúly l~fe. She had studied lyric singing in her
assunto "família". Estudara canto lírico na
youth, and had reached the point of giving
mocidade, chegara a dar alguns recitais, e
recitais, and enchanted her son 's .fi'iends with her
encantava os amigos do filho ao interpretar, com
extremely high soprano interpretation of
voz sopraníssima, Carinhoso. Era por todos Carinhoso. She was loved by all and known as
querida e chamada de Dona Marily. "Miss Marily."
Oscar Luiz, o segundo rebento do casal, Oscar Luiz, the second o.ff'shoot of the
nascido em 6 de fevereiro de 1954, puxou a couple, born on the sixth of February, 1954, took
ambos. Boêmio por parte de pai, artista por parte something .fiwn each of them. Bohemian fr01n his
de mãe, é uma perfeita mistura dos dois. fathe1~ artist from his mothe1~ he is a pe 1ject
A música entrou em sua vida pela alma e niixtu re of the two.
pela janela. Porque a casa da Humberto de Music entered his life through his soul and
Campos 735, para a qual se mudou aos 2 anos through the window. From the age of two he lived
(antes morou na mesma rua, alguns números in a house on Humberto de Campos street,

145
OSCAR BOLÃO

acima), ficava a um quarteirão da Praia do Pinto, number 735 (prior to this he lived u few ho11sc
uma favela no coração do Leblon, cujos sambas down the sarne street), which 1vus locuted 0 11
atingiam em cheio os ouvidos do menino. Foram long block fiwn the ?raio do Pinto si ums in tht.
os primeiros "tambores" de Oscar. heart of Leblon, whose sombos reac/1ed the eo r.
A favela, com seus barracões de madeira e of the young boy. These were the .first "drums ·
zinco, se estendia do campo do Flamengo até sua Oscar.
rua; da Cupertino Durão até a Afranio de Mello The slum, with its shacks of' wood an d
Franco. z.inc, extended .fi'om Flomengo fi'eld to his street
No carnaval, os blocos de sujo passavam, and fiwn Cupe rtino Durâo ali the way to Afi-an io
com seus instrumentos de lata, pela porta da de Mel/o Franco.
família Pellon. Os filhos de Annibal e Marily não A t e a r n i v o I time , t h e b Io e o s d e s uj o
resistiam e seguiam o cortejo. No resto do ano, (literally "dirty groups ", blocos de sujo ore
eram favelados que atravessavam para comprar camival groups nwde up primarily of slu 111
querosene e carvão numa venda quase em frente dwellers) with their tin con instruments possed b y
(a maioria não tinha luz elétrica nem fogão a baás)·' the door of the Pellon family. Annibol an ~I
~

eram as peladas a que Oscar assistia, todo fim de Marily 's children could not resist and usecl to
semana , no campo de terra batida, ao som do follow the procession. T/1e rest of the yeor s/1111 1
samba que se instalou de forma irrevogável em dwellersfi-equented o neorby shop to búy chorcol
seu coração adolescente. mui kerosene (most of the111 lwd neither electric
O Grêmio Recreativo Escola de Samba liglzts nor gas ovens). Every 111eekend Oscor
Independentes cio Leblon tinha sede e quadra na attended informo! soccer gomes for kids and it
favela. Quando Oscar estava com 13 ou J4 anos was there that the sound of' su11'1,bu 11u1de un
de idade, Dr. Annibal levou a família para o indelible mark cm his young heart.
desfile na Avenida Presidente Vargas. O cotidiano The Grêmio Recreativo Escola de Samba
criara um laço afetivo com os moradores ela Praia Independentes do Leblon lwd its heodquarters
do Pinto, e estes insistiam para que prestigiassem anel rehearsal spoce in the nearby slums. When
sua agremiação. Uma chuva torrencial fez com Oscar was 13ar14, D1: Annibul took hisfamily
que os couros ficassem ensopados e a Indepen- to the see the parade on President Vorgus Avenue.
dentes descesse para o segundo grupo. De Daily l!fe hod creoted offectionote bonds between
qualquer modo, Dr. Annibal deve ser arrolado thefmnily ond the residents of' the Praio do Pinto
slums {//UI the members of' the carnivol group
como cúmplice dessa aproximação. A partir desse
insistec/ that tlze f{//nily join the111 . A torrential
momento, seu filho passou a freqüentar, cada vez
rain completely sooked the dru111 skins anel the
com maior assiduidade, os ensaios da Portela do
' Independentes .fell into tlze second clossification
Salgueiro e da Mangueira, sem esquecer os
of groups. At ony rate, D1: Ann ihol should be
Acadêmicos do Vidigal e o Bloco Baba de
citec/ os on accomplice. Frmn this time 011, his son
Quiabo, da Cruzada São Sebastião.
started ottended, with nwre ond more fi"equency,
De tanto ver e ouvir, surgiu o desejo de
the rehearsals of' tlze .1·amhu sc!iools such as
tocar. Oscar experimentou toda a bateria, do
Portela, Salgueiro, ond Mongueiro, not to
tamborim ao surdo. O primeiro que dominou foi o
mention the Acadêmicos do Vidigol ond rhe Bloco
pandeiro. Aprendeu sozinho, ou quase. Numa
Babo de Quiabo of Cruzoda Sào Sebostü/o.
noite , batucava num botequim, quando um
From seeing und heuring so much
cidadão se aproximou:
developed the desire to ploy. Oscar tried lzis hand
- Me empresta um minutinho? at tlze entire percussion battery, froni the
tamborim to the surdo. The .first instrument that
E continuou:
he leamed well wos the pandeiro. He learned it
- O seu ritmo está bom, mas você não está entirely by himse(f, or almo.1'f entirely hy himself
BATUQUE E UM PRIVILEGIO/ BATUQUE ISA PRIVILEGE

usando o dedo por baixo da pele. Ele é muito One night, he WC/S playing in a small bc11~ when a
importante. fellow approached him:
Ensinou os toques preso e solto, referentes - Would you lend me [ the pC!ndeiro] for a
ao primeiro e ao segundo tempos do compasso. minute?"
Dica fundamental. Devolveu o pandeiro, obser-
And continuecl:
vou o "discípulo" bater, deu um sorriso de
aprovação e partiu. Noel Rosa tem toda a razão: - Your rhythm isfú1e, but you're not using
"Ninguém aprende samba no colégio." your finger underneC1th the skin. lt's very
Em 1972 ou 73, chegou a hora de Oscar importC1nt.
" prestar exame" de tarol. Por essa época,
começou a freqüentar os ensaios da Mangueira, He shovved me the c/osed and open strokes
no Esporte Clube Garnier, na Rua Ana Nery. relating to the first mui second beats of the
Quem estava à frente da bateria era Saratoga, um measure. A fundamental tip. He gave me bC1ck the
pandeiro, observecl his new "disciple" p/ay, gave
policial de musculatura avantajada e mal-humo-
a smile of' approval, mui then /eft. Noel Rosa
rado, para completar o perfil. Estava Saratoga a
(Noel Rosa is one of'Rio de Janeiro '.1· mostfamous
tocar, quando Bolão resolveu pedir-lhe a peça
samba composers and active during the 1920s
emprestada. Impávido colosso , como no hino,
Clnd 1930s) was right when he .rnid "Nobody
fingiu que não era com ele. De tanto Oscar pertur- leC!rns to play samba at school."
bar, o gigante decidiu ceder o instrumento. Na ln 1972 or 1973, the hour arrived for
verdade, atirou-lhe o tarol em cima, com cara OscC/r to tum his attention to the toro!. During
enfezada. A truculência fazia parte do jogo. Quem this time, he began frequenting the rehearsals of
errava recebia na cabeça um golpe aplicado com Mangueira that took place Clt the Gamier Sport
baqueta de surdo. Era a versão mangueirense para Club 011 Ana Nery street . ln front of the
a palmatória. Desse ângulo, Noel Rosa não tem percussion WC/S SC1ratoga, o musculor policeman
razão: a aprendizagem do samba lembra um with a bad sense of hum.or to complete the pr(dlle.
colégio antigo. Bolão batucava no tarol; Saratoga, SarC1togC1 was p/aying when Bolão decidecl to ask
com o ouvido encostado, permanecia atento a him !lhe could borrow an instrument. "Colossal
qualq uer desvio. Como o garoto não errava, o bravery, " as the hymn says, Sara toga didn 't even
policial -sambista dirigiu - lhe um olhar de pay attention to him. But Oscar pestered him so
aprovação. A partir dessa data, sempre que much that the giant decided to /0011 him the
estivesse no comando e houvesse "tambor" instrument. ln truth, he threw the taro! Clt him with
disponível, Bolão podia pegar sem pedir a nwd look on his face. Hostility is part of the
permissão. Estava aprovado. gome. Whoever nwde a mistC1ke receive.1· a smack
Na hierarquia da Mang ueira, a au toridade on the head with o surdo nwllet. This was the
Mangueira way to acknowledge o 111.istoke. About
suprema na bateria era Mestre Wa ldomiro.
this aspect, Noel Rosa was not quite right:
Saratoga era apenas um substituto. Leci Brandão
/eaming sambo does reminei you of' school in the
defendia sua música no Palác io do Samba, a nova
o /d c!Clys. Bolão played on the farol; Sarotoga,
quadra da escola, q uando Oscar subiu e tomou
listening closely, paid attention to every mistake.
conta de um surdo. Dos grandes. De início, a As the yowzg boy didn 't en~ the sambC1-police11ian
bateria ficava muda. Waldomiro, com a cabeça shot him on approving look. From this date on,
enfiada no alto-falante, apito na boca, aguardava a whenever Saratoga wos in charge mui C/ drum
hora de dar a entrada. De repente, sem ordem do was available, Bolão could grC1b it without
diretor, o repique executou o toque de chamada. asking. He was opproved.
Bolão, seguindo o falso comando, fez o surdo ln the hierorchy of' Mangueira, supreme
vibrar. Metade da bateria entrou, metade ficou de authority in the percussion bC/ftery was with
fo ra. Waldomiro saiu de dentro elo alto-falante. Mestre Woldomiro. Sarar to go wos merely a
OSCAR BOLÃO

Furibundo, correndo desajeitadamente, pois substitute. Leci Brandao 1vos ouditirming he


mancava ele urna perna, aplicou ao músico cio 111usic ot the Polâcio do Sw11bo, lhe 11e1v reheor.w
repique o castigo mangueirense: uma bordoada spoce of the sombo schoof, 1vhe11 Bofc7o come 11
com a baqueta na cabeça cio infrator. Bolão onto stage ond took chorge o/ t/1e surdo. lt 11·0
analisou a situação e disse para si mesmo: greot. At the stort, tfte dri1111s 1v e re sife n r
Waldo111im, with his ft eC/d nexl to tfte speoker
- Agora sou e u ... Estou morto ... whist/e in /Jis mouth, 1vo ited for lhe 11w111ent l<
give the e11tro11ce cue. AI! ()f C/ sudden, 1vitlwut th t
De fato, em seguida, o mestre partiu em director's cue, the repique gove the cof !. Bole/o.
sua direção. Olhou bem dentro ele seus olhos: foi fowing the fá/se co111 11w11d, hegon pfoying 0 11
the surdo. Ho!f of the instrw11 e11ts begon ond lw ff
()f them remoinec/ sifent. Wofdon1im /efi !tis p!C/ce
- Tudo bem, você tá certo! Pode ficar aí ...
next to the foud speakers. ln o ruge, r111111in g
Esse filho ela puta é que deu a entrada sem eu cfunrsify, becouse he fi111p ec/ mi one feg, he gove a
mandar! "Mongueira fesson" to the repique pfayer: o
bfmv with o stick to the heod of tft e violotrn: Bolao
Por dentro, todo medo; por fora, cheio de anofyz.ed the sit11otio11 ond .rnid to lii111se!f
moral. Com Walclomiro na banca examinadora,
Oscar passou no teste cio surdo. São diferentes os - No 1v it \· me . .. f'm dead.
diplomas do samba.
Houve apenas um momento em que ln fact, 1vhat hap/Jened next wos that the
fraquejou. Em 197 2, o nosso bacharel em mestre walked over in his direction. Looked righ!
into his eyes ond soic/:
percussão se apaixonou e decidiu se enquadrar.
De uma hora para a outra, eis Oscar corno
- OK, you 're correct. Yo11 u111 stay rigftt
bancário, na agência Primeiro ele Março do there . ... T/Jot son cd' o bitcft is tfte one tlwt gove
Bradesco. O inconsc iente ou o destino, porém, the cue without being to/d!
não o queria naquele rumo, cuja estréia foi um
fracasso chapliniano. De camisa social e gravata Jnside, toto//y scored, outside.fú! f ofpride.
(a ocasião em que esteve mais parecido com o With Wafdomiro sitting on t/Je exominer'.,· bench,
pai), abaixou-se para pegar algo no chão. Sua Osco r }JC/ssed the surdo exo 111. Samba diplomas
calça rasgou ele um lado ao outro. Ficou com tudo ore o bit ddf'erent.
There 1vos onfy one time 1\lhen he failed.
ele fora. O chefe ela seção, Fernando , emprestou-
ln 1972, our bochefor of perc11ssion fel! in !ove
lhe o paletó, que atou ü cintura para chegar ao
and decided to get morried. Hour c!fier hoi11; there
banheiro. Enquanto um colega gentil costurava wos Oscar the bank cferk, at Brode.,·co Bank.
sua roupa, ele meditava entre pias e vasos Howeve1; either unconsciousfy or by destiny, he
sanitários. O lugar ficou concorrido, porque todos didn 't want to fo/fmv that palh. His .flrst day of
queriam rir do novato. Calça pronta, Bolão saiu work was a Chapfinesque di.rnste1: Wearing shirt
do esconderijo completamente sem graça. ond tie ( at the time he looked li/Ore like /Jis
Resolveu relaxar e acendeu um cigarrinho. Atirou father), /Je stooped down to pick up something o.fl
o fósforo no lixo. Subitamente, o grito: "Fogo!" the .f7001~ His pants ripped .fim11 one side to the
Quando ele percebeu, Fernando, o pobre chefe de other. Everything wos visibfe. The section
111011oge1; Femondo, fooned him o coo!, \\lhich he
seção, tentava apagar com o pé a lixeira em
wore oround his 1Voist to the bothmmn. While o
chamas. Tudo isso antes da hora cio almoço, na
ki11 d co - wo rk e r se 1ved u p /z is pan ts, he .rn t
primeira manhã ele trabalho. Um homem longe ele meditating in o sto//. The pfoce \\los fivefy because
sua vocação pode ser um perigo. Felizmente, para everyone wanted to /oug/J at the rookie. He
ele e para o sistema financeiro, durou pouco. decided to refox anel fit up o cigorette. He thre1v
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

Em 1975, o Coisas Nossas. Foi assim. Eu the match into th e trash con. Suddenlv he ye/led:
era um ciga n o, a perambular com o violão "Fire!" Whe n he heard it, Fe rnando. the p oor
Jebaixo do braço, afogando mágoas de amor em chie/" of" the section, triecl to puf il o ut w itli his
ambas ele Noel, copos de aguardente e garrafas foot. A li of th is lzappened befóre / unch on the .fi"rst
doy of work. A man for .fi:om '/?is vocation can be
J e cerveja. Durante dois anos, diariamente, bebi e
dangerous. Happily for him and for the flna nc ial
oquei, do Vidigal a Botafogo, de Copacabana a
sectOJ: this losted only o sl10rt time.
Ipanema e Leb lo n. O botequim ela clona Rosa ln J 975, the Coisos Nossas . l t W{!.\' like
ficava numa quina e ntre a D ias Ferreira, Venâncio this. J was a gypsy, l 1v{!/ked wmmd 1vith a guit{!r
F lores e Humberto ele Campos . Era um ponto under my ar111, resolving /ove q11urre/s 1vith Noel
especial, porque a clona ela casa gostava muito ele Rosa somhos, slwts o/ cone olco/111/ 1111d bottles of
1

ouvir Último desejo; quase tanto quanto eu ele beer. For tivo yeors, eve ry dor, I plo y ed and
c antá-lo . Eu estava escondido no fundo , como drank, for Vidigol to Botofogo, .fim11 Copacabmw
to fp{!nema mui Leb/011. The hor of Dono Ros{!
sempre, quando um jovem mulato me disse ao
was located between Dios Fe rreiro, Venâncio
ouvido: Florie and Humberto de Compos. Ir wos a special
/ocation, because the Lady of th e House liked to
- F ica aí, gue eu vo u chamar um amigo
/isten to the song Ú ltim o desejo ( Last Desire),
meu, que vai adorar isso. a/most os much as l liked to sing il. I was hidden
in tlze comei; os a/ways, when o young mu/atto
Eu não tinha mesmo a menor intenção ele said into my ear:
me deslocar. O rapaz era Toninho Xereta, o
primeiro cavaquinista cio Coisas Nossas. O amigo - S to y 1he re, !' 111 g o i n i 1o cu// o .fi"iend
era Oscar, que, ela porta, ficou me observando ele who wil/ /ove tliis.
lado, com o instrumento na mão e o rosto séri o,
l d idn 't have the /eost in tention of leaving.
meio desconfiado. Confesso o júbilo que senti ao The young man was Ton inh o Xere/o, the first
juntar minhas cordas à rnalemolência daquele cavaquinho ployer 1vith Coisas Nossas. The_fi-iend
paneleiro e à gostos ura daquele cavaquinho . 1vas Osco r, w lzo stood s ideways hy the doar
Q u ando o botequim de dona Rosa fechou, observing m e, with l /17 instrument in his lwnd mui
partimos, por sugestão de Bo lão, para o Ferreira, o serious look on his fo ce, o bi1 .rnspic ious. l
na esquina da Humberto de Campos com João confess the jubilation J felt up o n addin g 1ny
Lira. Não paramos mais. As portas desciam, nós choreis to the hard swing of" tha1 pondeiro mui to
permanecíamos dentro. O chão era lavado, baldes th e toste.fui playing c~f" tlwt cuvoquin/10. When the
d' água atirados e nós firn1es. Dono Raso '.1· hor closed, 1ve lefí, ut the suggestion
Tornam o-nos parceiros em composições e of Bo/ao , for Ferreiro 's , 011 íht' c ome r of
camaradas ele encontros e sambas diários. Humherto de Co111pos ond Joüo Liro. We didn 't
Éramos, então, um bando de ciganos, ao qual se stop ogain. The doors closed, 1\le stayed inside.
uniram meu irmão A lui sio e se u violão . Nós The.floor 1vos 111opped, lmckets of ivoter sp/ashed,
quatro e o u tros a li ados (q ue abandonaram 1ve sat.flnn.
posteriormente a arte para levar uma "viela séria") We beco111e portner.1· in co111positio11s ond
.fi·iends of enco11nters and doily .1·c1111bos. We were
fundamos o Conjunto Coisas Nossas, que estreou
a bond of Gypsies, ond then d ecided to odd my
em J 3 de outubro de 1975, num espetácu lo na
brother ond his guitw: We fo ur und o/Iler partners
PUC com vinte composições de Noel Rosa, desde
(wh o !ater obando n e d ar/ to pursue more
o início e para sempre o santo de nosso altar-mor.
" se rio us" l(fe sty /es) fonn ed lh e G roup Co isas
Com o Coisas Nossas, Bolão teve acesso Nossas, that debutec/ on the J 3th of Oc1o ber of"
ao tesouro rítmico, melódico, harmônico e 1975, in a special event at the PUC (Unive rsity)
poético ela música carioca das décadas ele 1920 e witlz 20 Noel Raso co111positio11s. No el Rosa was,
1930. As artes de Sinhô e Ismael Silva; o piano de .fiwn the stort as olwoy s, our patmn soint.
OSCAR BOLÃO

Nonô; o regional de Benedicto Lacerda; os With the Coisos Nossas, Bolão lwd direct
arranjos orquestrais de Pixinguinha. Nem access to the rh ythmic, melodie, lw rmonic, and
imaginávamos que éramos herdeiros de tamanha poetic treosures of Rio de Joneiro '.\" music from
riqueza. Fico contente por termos feito juntos essa the 1920s ond 1930s. The ort of"Sinh ô m1d Ismael
viagem. Silva; the piano of Nonô; the group Regional de
Um dia, nossos caminh os se separaram. Benedicto Locerdo; the arrongements ond
Ele se encontrou com Perrone e Pinduca (o orchestrotions of Pix in gu inlw . We didn 't even
apelido de Luiz Anunciação). Estudou para entrar imogine that we were the heirs to such richness. I
na Sinfônica; desistiu no último momento. om content tlwt 1ve made thisjrmmey togethe r:
One day our paths wenl separute ways.
Continuou em busca dos segredos ela nossa
He met Perrone ond Pinduca (lhe nickname of
percussão, para orgulho deste seu parceiro.
Luis Anunciação). He studied in arder to enter
Oscar Luiz, para os registros oficiais,
the symphony orchestra ond turned it down at the
Oscar Bolão, para a música, Bolão, para as ruas , e
last moment. He continued his search for the
Calois, para uns poucos familiares, "fez ele tudo,
secrets of' our percussion, ond 1 m11 proud to be
menos sucesso", na imagem que cunhou para his partner in tlzis.
resumir sua jornada. Oscar Luiz. in the legal registry, Oscar
Quanto ao Dr. Annibal, com o tempo, seu Bolão in the musico! world, Bolclo in the street,
coração amoleceu. Um pouco. As críticas C a I o is to h is e/ os e f ri e n d s, " lz e h as d o n e
perderam aquele tom puramente depreciativo da everything, short of being fo11 1ous," tlze image
sentença do "tambo r", à qual testemunhei no that was stamped to surn up hisjourney.
Alcazar. Ganharam um duplo sentido, um As for D1~ Amúbo /, with time, his heart
benefício da dúvida , um humor que clava softened. A little. Ris criticism.s lost the tone of
oportunidade ao filho. Corno quando o chamou pure dislike thot 1 witnessed at Alcaz.or when he
para uma conversa: said "drum". lt took on double meaning, giving
benefi"t of' the doubt ond o sense of humor that to
- Faça o que quiser, mas faça direito. his son . Like when he told him:

Para mim , Dr. Annibal mudara. Tornara-se - Do whotever you ww1t to do , but do it
correctly.
mais flexível e isto se refletia na ambigi.iidade de
suas frases. Para Oscar, contudo, ficou a certeza For me, D1: Annibo! c/wnged. He became
ele que o pai queria tão-somente reforçar seu more.flexible and this is re.flected in th e ombiguity
desejo de vê-lo advogado. of hi s comnzents. For Oscar, nevertheless,
remained the certainty tlzat his fother wanted to
Sou doutor em samba see his son become a /awya
Quero ter o meu anel
Tenho esse direito I'm a doctor of somho
Corno qualquer bacharel J wont to ha ve my ring
J have thot right
(Doutor em samba, Custódio Mesq uita, 1933) Like ony bochelor

Rio de Janeiro, julho ele 2000. (fi'om Doutor em samba hy Custódio Mesquita.
1933)
Carlos Didier
MC1sico e historiador Rio de Janeiro, July 2000

Cor/os Didier
M11 sicia11 an d Hi I
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

DADOS BIOGRÁFICOS BIOGRAPHICAL FACTS

Oscar Bolão Oscor Boh7o


(Oscar Luiz Werneck Pellon, RJ, 6/2/1954) (Oscor Luiz Wemeck Pe/1011 , RJ, 61211954)

Iniciou-se profissionallllente em 1974 no Oscor Boh7o 117ode !1is fJmf'essionul debut


conjunto Coisas Nossas, realizando extensa in 1974 with the Coisos Nossos ,~mup conying out
pesquisa sobre a mC1sica brasileira elos anos 20 e cm extensive reseorc/1 on Brnz.ilion 111usic fi'Oln the
30, e em particular sobre a obra ele Noel Rosa. 20's ond 30's, porticulorly cm the 1vorks of Noel
Teve a forlllação orientada por Luiz Anunciação e Rosa. His troining wos supervised by Luiz
Anuncioçclo and Luciono Perrone ond h e
Luciano Perrone, acumulando ao longo da car-
accumuloted a11 eclectic experiencl' 1vo rki11g with
reira Ullla ecletíssima experiência, trabalhando
perfor111ers os diverse os Morí/io Botisto, Arncy de
colll artistas tão diversos quanto Marília Batista,
Almeido, Morlene, E111ilinlw Borbo , E/izeth
Aracy de Al111eida, Marlene, Elllilinha Borba,
Cordoso, Miúclw, Ade111ilde Fonseco, Doris
Elizeth Cardoso, Miúcha, Aclelllilcle Fonseca,
Monteiro, Cristino Buorque, El-:.o Soores, Zezé
Doris Monteiro, Cristina Buarque, Elza Soares,
Gonzago ond Narn Lec/o , besides Mo reirn do
Zezé Gonzaga, Nara Leão e ainda Moreira da
Silvo, Roberto Silva, Nelson Cuvoquinho,
Silva, Roberto Silva, Nelson Cavaquinho, Monarca, Wilson Moreirn, Nei LofJes, Nelson
Monarca, Wilson Moreira, Nei Lopes, Nelson Sorgento, Elton Medeims, Broguinlw, Lucio Alves,
Sargento, Elton Medeiros, Braguinha, Lucio Walter Alfoiote, Lenine, Luis MC'!odiu, Eduardo
Alves, Walter Alfaiate, Lenine, Luís Melodia, Dusek, Sérgio Ricardo , Jureis Moeu/é ond Zé
Eduardo Dusek, Sérgio Ricardo, Jards Macalé e Zé Renoto. ln the 1990s he 1vos contro cted bv Globo
Renato. Na década ele 1990 foi contratado pela Te/evision to pe rfórm in Estados Anísios ele Chico
Rede Globo de Televisflo para atuar nos progralllas City ond in the Chico Anísio Show . /11 200 I mui
Estados Anfsios de Chico City e Chico Anísio 2002, he 1vos Ney Motogmsso \ dru111111er during
.Show. Elll 2001 e 2002 foi o baterista do grupo ele the Batuque f0l11; moking nwnemus JJerfon11011.ces
Ney Matogrosso no espetáculo Batuque, thmughout Bmzil mui obrood.
realizando inúmeras apresentações no Brasil e no For111er 111ember of the Orquestra de
exterior. Músico Brasileira, c reoted ond conducted by
Ex-integrante da Orquestra de Música Roberto Gnottoli: of lhe Gamo Filho Universitv
Brasileira, criada e regida por Roberto Gnattali, ela Camemto , directed bv Paulo Sérgio Sontos and of
Calllerata Universidade Gallla Filho , dirigida por the Orquestm de Cordas Bmsileim.1· [Orchestm of
Paulo Sérgio Santos, e ela Orquestra ele Cordas Brnzilion Strings], Oscor Boh7o is the dmmmer
Brasileiras, Oscar Bolão é o baterista da Orquestra for the Orquestro Brosileiro de Sopoteodo
(Brnzilion Top Donce Orchest/'(/), direcled bv Ste/o
Brasileira de Sapateado, dirigida por Stela
Antunes and the Orques//'(/ Pixingu inlw, directed
Antunes, e ela Orquestra Pixinguinha, dirigida por
by Henrique Cozes ond hus, since 1988,
Hen rique Cazes, que tem, desde 1988, remontado
re111ou11ted origino/ orrnngements bv the Moster of
os arranjos originais elo mestre cio choro. Integra o
Choro. He is port of the Novo Quinteto [New
o vo Quinteto, grupo formado nos mesmos
quintet], o group tlwt fol!mFs 1/Je some formot os
mo lde s cio célebre Quinteto Racla111és Gnattali e
the celebmted Quinteto Rodw11és Gnottuli, which
que te m se apresentado com arranjos inéditos elo
hos p!oyed usin g exc lusive lll'l'l111geme11ts bv the
mae tro . É. ta mbélll , o baterista da Banda ele 111oestro. Furthennore, he is lhe drn111111er for the
Câmara Ana leto ele M e d e ir os . Apesar de B onda d e C â 1110 r o A no e I e 1o d e Me d e ir os
li _ :io e. ti lo: trad ic io nai s ele [Anoc/eto de Medeiws C/Ju111/Jer Bondl. Although.
em trabal ho. de h e h os a s t ro 11 g Ii 11 k w i t li 1rn d i ti o no I s t v l e s of
OSCAR BOLÃO

mú sica contemporânea de autores como Ronaldo Bmz.ilion 111usic, lze lws worked 1vith co11te111porc11"'"
Miranda, Ricardo Tacuchian, Tato Taborda e Tim Broz.ilion composers such os Ronoldo /Vfirondo.
Rescala, que lhe d edicou duas peças : Concerto Ricordo Tocuchian, Tato Toóo rdo ond Tirn Rescola
pora dois pondeiros e co rdo s e Drummer dromo, ivho dedicoted tivo pieces to hi111: Co ncerto para
para bateria e bateria e letrônica. dois pandeiros e cordas [Concert for tiv o
É considerado o único seguido r cio estilo tambourines ond strings] ond Dru mm e r drama, for
de bateria brasileira criado por Luciano Perrone, drums ond drum nwchine.
fundamental a muitas obras ele Raclamés Gnattali. I:fe is conside red lhe onlv follo iver of th e
B raz.ilion dru111111ing sty!e creoted b1· Lucian o
Por esse 1T1otivo, tem s ido convidado a participar
Perrone, crucial for monv 11·orks /Jv Rod0111és
ele eventos como a primeira audição ela cantata
Gnattoli. For this reoson he lws been in vited to
Operá rio e111 constrnçtío e a execução ele outras
porticipote in events suei! os the .fir.1·1 heoring qf
obras de Gnattali como o Bote-popo o três vozes.
the conto/a Operário em construção [A
Atua eventualmente como percussionista
construction wo rker under const ru ction] mui the
convidado da Orquestra Sinfônica Brasileira,
perf'onnonce of other works hv Gnottoli such os
Orquestra Pró-MC1sica cio Rio ele Janeiro e Bate-papo a três vozes (Chot in three Foices].
Orquestra Sinfônica Nacional. Participou como H e o e e o s i o 11 o li y p e rfó r 111 s o s g u e s t
mC1sico e ator da montagem da ópera i nfant o- percussionist for the Orquestrn Sinfônico
ju ve nil A orquestro dos sonhos, de Tim Rescala, e Brosileiro, for the Orqueslrn Pró -Mús ico do Rio
da opereta A noivo do condutor, de Noel Rosa. Já de Joneiro ond the Orquestro Sinfôn ico Nacional.
atuou com a Orquestra Jazz Sinfônica ele São He porticipoted, os hoth musicion ond oc!OI; qf
Paulo e, e m fins de 1998, integrou, como baterista, Tim Rescolo's operu "A Orquestro dos sonhos"
a orquestra formada para as comemorações dos [The dreom orchestm}, for children ond teenogers,
190 anos do Banco do Brasi l. Regida pelo pianista ond the operetto "A noivo do cond utor " [The
Nelson Ayres, a orquestra acompa nh ou artistas Conductor's Fioncée] , b1· Noel Roso. He hos
como Nana Caymrni, Elba Ramalho, João Bosco, plnyed lVitlz the Orquestrn Jo-::.-::. Si1! fônico de Stío
Dominguinhos, Paulinho da Viola, Martinho ela Paulo ond, to\Vords the eJ7(/ on 1998, he took port
Vila e Moraes Moreira. Nesse mesmo período, in the orchestmfonned in celehrnt ion of Bonco do
esteve em Porto Alegre participando ele um Brosil's !90 t h 01111iv e r.1·orr os o dru111111er.
espetác ul o em homenagem a Radamés Gnattali. Conducted hy pionist Ne lson Avres, the o rchestm
Na oportun idade, fo i exec utada a SuÉte retratos, occompC/nied perf'onn e rs sL1ch os Nono Covmmi ,
sendo solista o bandolinista Joel Nasc ime-n to. Em Elbo Ron10/110, Jotío Bosco, Do111 i11 guinhos,
novembro ele 2000, foi convidado pelo co mpos itor Poulin/10 do Violo, Mortinho do Vi/o e Morues
Moreira. Dllring this some period, he ivos in Porto
Francis Hime a participar do naipe de percussão ela
Alegre toking pnrt in o presentotion in honor of
orquestra formada espec ialmente para a primeira
RodC/més Gnottoli. At th e e11ent, lhe S uíte retratos
audi ção da s ua Sin/ónio do Rio de Janeiro de Stío
[Portmits suite} wos ploved, ivith 111wuloli11is1 Joel
Sebostitío. Em sua trajetória profissional, Osca r
Nosci111ento os o soloist. !11 N0\ 1en1ber 2000, he
Bolão tocou, também, com grandes instrumentistas
ivos invited by composer Froncis Hime to be a
como A ltam iro Ca rrilh o, Paulo Mo ura , Raul ele
port of the group of percussionists of' lhe orchestro
Barros, Ch iquinh o do Aco rcleom, Lea ndro Braga, formed especiollv for the f irst heoring of the
Wagner Tiso e Guinga. Sinfonia do Rio ele Janeiro ele São Sebastião. ln his
É integ rant e dos g rupo s instrumentais 17rofessionol t roj ectory, Osco r Bolâo hos olsu
dirigidos pelo saxofonista Car los Ma lta Coreto ployed 1vith outstonding musicions such os
Urbano e Pife Mudemo, que obteve enorme Altomiro Corrilho, Po ulo Mouro, Roul de Borras,
sucesso em suas ap resentações no festiva l ele joz.z. Chiquinho do Acordeon, Leandro Bmgo, Wagner
de New Orleans em fins de abril de 2000, tendo Tiz.o ond Guingo.
BATUQUE É UM PRIV I LÉGIO I BATUQUE IS A PRIVILE G E

seu CD, inclusive, indicado ao Grammy latino He is part of" i11stru111e11to/ gmups directed
desse mesmo ano. Integra o trio do clarinetista by saxoplzonist Cor/os Mo/to Co reto Urbano ond
Paulo Sér(Tio Santos e tem feito inlin1eros Pife Mudemo, 1vlziclz were o greot lzit oi tlze New
""
concertos com a pianista Maria Tereza Madeira, Or/eansjoz.z..festivo/ in tlze end r'.f Apri/ 2000. Tlze
inclusive o 50111/Jo e111 três ondo111entos, de group 's CD wos 110111i11ated .fár tlze Lotin Gm111111y
Rac!arnés Gnattali. Em fins ele 2000, participou da 011 that some yew: He is o 111e111her of c/o rin etist

montagem do musical Atlântida - o reino do Pou/o Sérgio Santos ' trio ond lws pnfor111.ed
clwnchodo, que enfocava este perí oc!o cio cinema .fi'equently 1vitlz pionist Morio Terez.o Madeiro,
brasileiro. Em outubro de 2001, participou da including in R{ldomé.1· Gnott{l/i's Samba e m três
andamentos [S{l111/J{I in tlzree tempos]. ln lhe end qf"
gravação do CD patrocinado pelo Ministério da
2000 he took jJ{lr/ in the 11n1.1ico/ Atlânt ida - o
Cu 1tu ra em comemoração à entrega da Ordem do
reino da chanchada [Atlântido - the kingdom of
Mérito Cultural com a Orquestra Sinfônica elo
ch{l n c/1odo] thot .fócused ()/i this period of
Teatro Nacional ele Brasília. Na oportunidade,
Brnzilion cinemo. 111 Octoher 200 I , he portici-
integrou o naipe ele percussão popu 1ar com mestres
pated i11 th e recording ()/'o CD .\fHJ11.1ored by t/Je
elo samba como Gordinho, Trambique , Jaguara, Ministry of" Culture i11 ce/e/JJ'(ltion ()f t/Je 01vordi11g
Ovídio e Marcos Esguleba. Em julho de 2002, of the Ordem do Mérito Cu//11/'0/, ivirh the
participou do festival Vi lia Ce lim ontana Jazz, em Orquestrn Sinfônico do Teotm Nucionul de
Roma, acompanhando o saxofonista Paulo Moura, Brnsílio. He wos port of the gro up of
com o pianista americano Cliff Korman, o percussionistsfonned by sombo mosters Gordinho,
trombonista Radegunc!is Feitosa e o contrabaix ista T/'Ombique, Joguo/'O , Ovídio ond Morcos
Juri Souza . Nesse festival, atuou também no Esgulebo. ln Julv 2002, he ponicipoted in th e
quarteto do mlisico e compositor Guinga, com "Vil/a Ce/i111onto1w Jo-:.z. ·· .fé.1ti110/ i11 R ome,
Paulo Sérgio Santos no clarinete e Lula Galvão no occo111p{l11ying S{IXOphonisl Pou/o Mouro with
violão e na guitarra. A 111 e ri e{/ 11 p i o 11 is t C I if f K o n n o 11 , t ro n 1b o n is t
Graças ao grande conhecimento da história R{ldegundis Feitosa {1!7d con/J'(l/Jossist furi Souz.{I.
musical brasileira, fruto ele suas pesquisas, tem During tlzis some .festivo/. he o/so pe1fonned with
sido convocado a participar de inC1meros 111usi cú111 {lnd com1Joser G11i11go 's quortet 1vith
espetáculos biográficos sob re autores e intérpretes P{lu/o Sé1RiO Sontos 011 c/ori11e/ mui Lufo G{l/v{ío
ela no ssa mli sica, tais corno: Dolore s , sobre 011. ocoustic mui electric guitw :

Dolores Duran; Começ{lrio tudo outrn ve z., sob re Due to o V{ISt knowledge o{ Braz.i/i{ln 111usic history
Gonzaguinha; Metra//z{I, sobre Nelson Gonça lves; {IJ17{1Ssed os a result of" his reseorch, hC:' lws been
Meu Ary brosileim, sob re Ary Barroso; Roso, inviter/ to particip{lfe in numemus biogrophi-col
sob re Noel Rosa; Somos irnu7s, sob re Li nela e musicols obout compose rs ond per/ormers ol
Dircinha Batista; Pixinguinho; Criou/([, sobre Elza Brozilion nwsicci/ historv suclz os. Dolores, (l/Jout
Dolores Durem; Começaria tudo outra vez, obout
Soares, e E/is - estrelo do Brosil, sob re Elis
Gonz.ogitinha; Metralha, {l/Jout Nelson Gonç{l/ves;
Regina. Em janeiro de 2002, participou da série
Meu Ary brasileiro, obout A ry Bormso; Rosa,
Prevendo o .fi'evo, quando tocou ao lado de Mestre
{lbout Noel Raso; Somos irmãs, obout Linda and
Duela, Sivuca, Mestre José Menezes, do cantor
Dircinha Botista; Pixinguinha; Crioula, obout Elza
Clauc!ionor Germano e cio mli s ico, cantor e So{lres {//1d E lis - estrela cio Brasi l, obout E/is
dançarino popular Antonio Nóbrega. Regina. ln J{//nwry 2002, lze porticipoted in the
Na área didática, Oscar Bolão estuda cada series Frevenclo o frevo [Frevoing the frevo]
vez mai s a adaptação de ritmo s brasileiros, playing side bv side witlz Mestre Dudo, Sivuco,
praticados originalmente com percussão, à bateria. Mestre José Menez.es, singer C/oudio nor Germano
Em 199 8, 1999, 2000, 2001 e 2002 , dirigiu as {lnd popular nwsicion, sin ger ond d{lncer Antonio
oficinas de percussão popular elo 18º, 19º, 20º, 21º Nóbrega.
OSCAR BOLÃO

e 22º Festivais de Música de Londrina. Em janeiro ln the didactic oreo, more ond more, Oscar
de 2000, dirigiu as oficinas de pandeiro e bateria Bolão hos studied the odoptotion of' Brnzilion
brasileira na 8" Oficina de Música Popu lar rhythms - originolly prncticed IVitlz percussion -
Brasileira em Curitiba. on the dn1111s. ln J 998, / 999, 2000, 200 / anel 2002
Entre part icipações em gravações com he directed the percussion workshops ot the J8th,
instrumentistas e intérpretes, como E li zeth !9th, 20th, 2Jst ond 22nd Londrino Music
Cardoso, Radamés Gnattali, Dorival Caymmi, Ney Festivais. ln January 2000 he directed pondeiro
Matogrosso, Henriq ue Cazes e outros, destacarn- ond Brazilion dnun workshops ut the 8th Brnzifion
Populor Music Workshop, in Curitibu.
se: Sempre Nawreth, com Maria Tereza Madeira e
Among guest oppeornnces in re co rdings
Pedro Amorim (Kuarup Discos); Carlos Malta e
with musicicrns ond singers suclz os Elizeth
Pife Mudemo (Ro b Digital); Tudo Co reto, com
Cordoso, Rodamés Gnattoli, Dorivol Covmmi, Ney
Carlos Malta e Coreto Urbano (Rádio Mec); Leva
Matogrosso, Henriqu e Cozes ond others, the
meu smnba, com Elizeth Cardoso e Atau lfo Alves
following stand out: Sernpre Nazareth with Morio
Jr. (E ld orado); Orquestrn Pixinguinha (Kuar up
Terezo Madeiro ond Pedro A111o ri111 (Kuorup
Discos); Sempre Anacleto, corn a Banda de
Discos),· Car los Malta e Pife Mudemo (Rob
Câmara Anacleto de Medeiros (Kuarup Discos), e Digital); Tudo Coreto 1vitlz Carlos Mo/to ond
Gargollwdo, com Paulo Sérgio Santos (K uaru p Coreto Urbono (Rádio MEC): Leva meu samba
Discos). with Elizeth Co rdoso 011d Atoulfo Alves Jr.
( Eldorndo ),· Orq uestra Pi x i ng u i n ha ( Kuarnp
Discos),· Semp re Anacleto 1vith tlze Bando de
Câmara Anocleto de Medeims ( Kuornp Discos)
mui Gargalh ada IVith Paulo Sé1g io Suntos (Kuarup
Discos).
BA TUQUE É UM PRI VI L ÉG I O/ BATUQU E IS A P RIV ILE G E

BIBLIOGRAFIA I BIBLIOGRAPHY

As escolas de samba - o quê, quem, como, quando e por quê


Sérgio Cabral, Fontana, Rio , Jª edição, 1974.

Noel Ros({, uma biografia


João Máximo e Carlos Didier, UNB, Brasília, l ªedição, 1990.

Enciclopédia da música brasileiro


Art Editora Ltda. , São Paulo, J" edição, 1977.

Ritmos brasileiros e seus instrumentos de percussão


Edgard Nunes Rocca, EBM/Europa, Rio, l ª edição , 1986.

A percussão dos ritmos brasileiros


Luiz Almeida ela Anunciação, EBM/Europa, Rio, lª edição, 1993.

História do samh({
Editora Globo S/A , Divisão de Fascículo e Livros .

Choro - do quintal ao Mun icip({/


Henrique Cazes, Editora 34, São Paulo, l ª edição , 1998.

Brazilian rhythms for drumset


Duduka da Fon seca e Bob Weiner, Manhattan Music, Inc ., 1991.

O batuque carioca
Guilherme Gonçalves e Odilon Costa, Ecl. Groove, l ªedição, 2000.
OSCAR BOLÃO

DISCOGRAFIA I DJSCOGRAPHY

Rio antigo e choros imortais - Altamiro Carrilho, EMI

Vibrações - Jacob elo Bandolim, BMG/RCA

Tributo a Jucob - Joel Nascimento, Warner

Chorando de verdude - Joel Nascimento, Kuarup Discos

Pixinguinhu - Coleção Raízes do Samba, EMI


Surcrcoteundo - Grupo Água ele Moringa, Rob Digital

Tudo dunçu - Zé ela Velha e Silvério Pontes, Rob Digital

Mestres du MPB - Radamés Gnattali, Continental

Batucadofuntâstico - Luciano Perrone, Musielisc

Orquestro Brasí!iu, Kuarup Discos

Orquestro Pixinguinha, Kuarup Discos

Sempre Anac/eto - Banda de Câmara Anacleto ele Medeiros, Kuarup Discos

Desde que o choro é choro - Henrique Cazes, Kuarup Discos

Os grandes smnbus da história, BMG/RCA/Eel. Globo

Smnbos-enredos de todos os tempos - Martinho ela Vila, BMG/RCA/Ecl. Globo

Martinho da Vi/o - Martinho ela Vila, BMG/RCA

Elza Soares - Coleção Raízes do Samba, EMT

Eliz.eth Cordoso - Coleção Raízes do Samba, EMI

A arte negro de Wilson Moreira e Nei Lopes, EMI

O partido muito oito de Wilson Moreiro e Nei Lopes, EMI

Portela, passado de glória - Velha Guarda ela Portela, RGE

O fino dojúw - Elis Regina e Zirnbo Trio, Philips

Ta111ba Trio c!assics - Tamba Trio, PolyGram

Balançondo - Milton Banana, EMI/Ocleon

É samba novo - Edison Machado, Colurnbia/Sony Music

Jeito moleque - Zeca Pagodinho, BMG/RCA

Volto por cima - Roberto Silva, Universal

Gargallwdo - Paulo Sérgio Santos Trio, Kuarup Discos


BATUQU E É UM PR I VI L ÉGIO I BATUQUE JS A PRIVILEGE

ÍNDICE FONOGRÁFICO I TABLE OF TRACKS

1. SAMBA

1.1 A percussão tradicional do samba I The traditional percussion of samba

Pandeiro/ Brazilian tambourine:


Faixa/ Track 1 - ex . 1
Faixa/ Track 2 - ex. 4
Faixa/ Track 3 - ex. 6
Faixa/ Track 4 - ex. 9

Surdo :
Faixa/ Track 5- ex. 1
Faixa/ Track 6- ex. 3
Faixa/ Track 7- ex . 7
Faixa/ Track 8- ex. 1O
Faixa/ Track 9- ex. 17
Faixa / Track 1O - ex. 23

Tamborim:
Faixa / Track 11 - ex. 1
Faixa/ Track 12 - três tamborins/ three tamborins

Cuíca (tocada por/ played by Fabiano Salek) :


Faixa / Track 13 - ex. 1
Faixa / Track 14 - ex. 6
Faixa/ Track 15 - ex. 12

Agogô:
Faixa/ Track 16 - ex. 1
Faixa/ Track 17 - ex. 6

Reco-reco:
Faixa / Track 18 - ex. 4 (legato)
Faixa / Track 19 - ex. 4 (staccato)
Faixa / Track 20 - ex. 1O
Faixa/ Track 21 - ex . 13

1.2 O repique de anel / The ring repique


Faixa/ Track 22 - ex. 1
Faixa/ Track 23 - ex. 3
Faixa/ Track 24 - ex. 4

1.3 Pagode: uma nova instrumentação / Pagode: a new instrumentation


Tantã:
Faixa/ Track 25 - ex. 1
OSCAR BOLÃO

Rep ique de mão/ Hand repique:


Faixa/ Trock 26 - ex . 1
Faixa/ Track 27 - ex. S
Faixa/ Trock 28 - ex. 8

1.4 A percussão das escolas de samba / Samba sclwols percussion

Surdos de marcação/ Marking su rdos:


Faixa/ Track 29

S urdo de corte/ Cutting su rdo:

Faixa/ Trock 30 - ex. 2

A marcação ela Mangueira/ Mongueiro '.s· morking rhythm:


Faixa/ Tmck 31

Caixa/ Snare:
Faixa/ Trock 32 - ex.
Faixa/ Trock 33 - ex. 3

Repiq ue:

Faixa/ Trock 34 - ex. 2


Faixa/ Trock 35 - ex . 6

Tambo rim:

Faixa/ Track 36 - ex.

Choca lh o :

Faixa/ Trock 37 - ex.

Preparações/ Beginnings:
Faixa/ Trock 38 - ex . 1
Faixa/ Trock 39 - ex. 3

F inali zação/ Eneling:


Faixa/ Trock 40

O ritmo básico elas escolas de samba I The hosic rhythm of" the samba schools:
Faixa/ Trock 41

1.5 A bateria no samba / Drum set in samba

Seção/ Section J(pg. 73):


Faixa/ Trock 42 - ex. 6
Faixa/ Trock 43 - ex. 9

158
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

~, ão / Section 2 (pg. 75):


Faixa / Trock 44 - ex. 1

eção / Section 3 (pg. 76):


Fa ixa/ Trock 45 - ex. 1

eção I Section 4 (pg . 77):


Fa ixa/ Tmck 46 - ex. 1

Seção/ Section 5 (pg. 79):


Fa ixa/ Trock 47 - ex. 1

Peda l d uplo/ Double pedal:


Faixa/ Tmck 48 - ex. 1
Faixa/ Tmck 49 - ex. 4
Faixa/ Tmck 50 - ex. 7

Samba c ru zado 1 / Cmssed sambo 1:


Fa ixa I Tmck 5 1 - ex. 1
Fa ixa I Tmck 52 - ex . 2

Sam ba cruzado 2 / Crossed samba 2:


Faixa/ Tmck 53 - ex. 12

Sa m ba cruzado 3 / Crossed sambo 3 :


Fa ixa/ Trock 54 - ex . 23

Surdo e bumbo/ lrJ11 · tom ond boss drum:


Faixa/ Tmck 55 - ex. 1

S urdo e ca ixa/ Loll' tom ond sno re:


Fa ixa/ Tmck 56 - ex. 1

F rases comb inadas/ Comhined phrases:


Fa ixa/ Tro ck 57 - ex.

1.6 Partido-alto

Panele iro/ Bm -:. ilion tombou rine:


Faixa/ Troe):. 58 - ex. 1
Fa ixa/ Tm ck 59 - ex . 4

Adaptação à bate ri a/ Adoptation to the drum set:


Faixa/ Tro ck 60 - ex. 5

1.7 Samba-canção
Faixa/ Tmck 6 1 - ex . 6
OSCAR BOLÃO

1.8 A batida da bossa nova / The bossa nova beat

Tocando com escovas/ P/oying 1vith brushes:


Fa ixa/ Trock 62 - ex .

2. CHORO

2.1 A acentuacão do choro / The accentuation of choro

Pandeiro/ Broz.i/ion to111/Jourine:


Fa ixa/ Tmek 63 - ex . 1
Faixa/ Troek 64 - ex. 5

Caixeta/ Wood-block:
Fa ixa/ Tm ck 65 - ex. 1

2.2 A bateria no choro/ Drum set in choro

Tocando com escovas/ P/aying 1vith brushes:


Faixa/ Track 66 - ex . 6

Tocando com baguews / Playing with stieks:


Faixa/ Troek 67 - ex.

3. MAXIXE

Bu111bo e pratos ele choque I Bass dru111 and high-hat:


Faixa/ Troe/.:. 68 - ex. 3
Faixa/ Trock 69 - ex . 8
Faixa/ Tmck 70 - ex. 9

Tocando com baguetas/ PLaving 1Fith stieks:


Faixa/ Troe/.:. 7 1 - ex. 12

Tocando co111 escovas/ P/aying with brushes:


Faixa/ Tmck 72 - ex . 19

Paneleiro/ Bm::.ilion wmhourine:


Faixa/ Trock 73 - ex . 4

4. MARCHINHA

Bumbo e pratos ele c hoq ue/ Bass drnm and high -hot:
Faixa/ Tmek 74 - ex. 3

Caixa/ Snare :
Faixa/ Trock 75 - ex . 5
BATUQUE É UM PRIVILÉGIO I BATUQUE IS A PRIVILEGE

o ncl ução / Bosie cv111ho/ grooves :

Faix a/ Troe/.:. 76 - ex . 19

Panele iro/ Bmz.i/io11 ro111bouri11e:

Fa ixa/ Troe/.:. 77 - ex. 4

5. POLCA

B umbo e pratos de c hoq ue/ Boss dru111 011d high-hots:

Faixa I Trock 78 - ex . 2

Ca ixa/ Snore:

Fa ixa/ Troe/.:. 79 - ex . 5
Fa ixa/ Trock 80 - ex . 8
Faixa/ Troek 8 1 - ex. 1O

Pandeiro/ Broz.i/ion to111bouri11 e:

Fa ixa/ Tro e/.:. 82 - ex. 5


Faixa/ Trock 83 - ex. 7

6. VALSA BRASILEIRA/ BRAZILTAN WALTZ

Tocando co m escovas/ P/oyin g 11·ith /Jrushes :

Fa ixa/ Tmck 84 - ex . 2
Fa ixa/ Tmek 85 - ex . 4

Tocando co m bag uetas/ P/oying ll'ith sticks:

Faixa/ Troek 86 - ex . 2
Fa ixa/ Trock 87 - ex . 4
Faixa/ Tmck 88 - ex . 6

Panele iro/ Broz.i/ion w111bo11ri11e:

Faixa/ Troe/.; 89 - ex . 4
Faixa/ Troek 90 - ex . 8

PARTE lJ /O SAMBA DE LUCIANO PERHONE /LUCIANO PERRONE'S SAMBA


Faixa/Trock 9 1 -ex. 1
Faixa/ Trock 92 - ex . 3
Faixa/ Troek 93 - ex . S
Fa ixa/ Troe/.:. 94 - ex . 6
Fa ixa/ Trock 95 - ex. 7
Fa ixa/ Troek 96 - ex. 8
Fa ixa/ Troek 97 - ex. 9
Fa ixa/ Tro ck 98 - ex. 12
Outras Publicações - Others Publications
•Harmonia & Improvisação •Songbook Gilberto Gil
Em dois volumes / Two volumes Em dois volumes/ Two volumes (português-inglês/ Portuguese-E::: ,n
Autor / Author: Almir Chediak Produzido e editado por/ Produced and edited by: Almir Chedi
Primeiro livro editado no Brasil sobre técnica de improvisação e harmonia 130 músicas de Gilberto Gil com melodias, letras e harmonias re'
funcional aplicada em mais de 140 músicas populares. pelo compositor.
First book published in Brazil about irnprovisation practice and applied functional 130 songs of Gilberto Gil, with melodies, lyrics and harmonies re\i
harmony for more than 140 popular songs. the composer.

•Songbook Caetano Veloso •Segredos do Violão


Em dois volumes/ Two volumes Autor / Author: Turíbio Santos
Produzido e editado por/ Produced and edited by: Almir Chediak Ilustração em quadrinhos/ Comics illustrations: Cláudio Lobato
135 canções de Caetano Veloso com melodias, letras e harmonias revisadas pelo Um manual abrangente que serve tanto ao músico iniciante quanto ao
compositor. profissional.
135 songs of Caetano Veloso with melodies, lyrics and harmonies reviewed by Complete manual for professional and beginner musicians.
the composer.
•Método Prince •Leitura e Percepção - Ritmo
•Songbook Bossa Nova Em três volumes/ Three volumes (português-inglês/ Portuguese-Engr "
Em cinco volumes/ Five volumes (português-inglês/ Portuguese-English) Autor/ Author: Adamo Prince
Produzido e editado por/ Produced and edited by: Almir Chediak Considerado por professores e instrumentistas como o que há de mais
Mais de 300 canções da Bossa Nova com melodias, letras e harmonias na sua completo, moderno e objetivo para o estudo do ritmo.
maioria revisadas pelos compositores. It ' s considered by teachers and instrumentalists the most complete, m~
More than 300 songs of Bossa Nova with the great majority of the melodies, and objective method for the rhythm's study.
lyrics and harmonies reviewed by composers.
•Songbook Vinicius de Moraes
•Escola Moderna do Cavaquinho Em três volumes / Three volumes (português-inglês/ Portuguese-English
Autor/ Author: Henrique Cazes Produzido e editado por/ Produced and edited by: Almir Chediak
Primeiro método de cavaquinho solo e acompanhamento editado no Brasil, nas Mais de 150 canções de Vinicius de Moraes e parceiros com melodias, le
afinações "ré-sol-si-ré" e "ré-sol-si-mi". e harmonias.
First method of cavaquinho solo and accompaniment published in Brazil, in keys More than 150 songs of Vinicius de Moraes and partners with melodies,
D-G-B-D and D-G-B-E. lyrics and harmonies .

•Songbook Tom Jobim •Songbook Carlos Lyra


Em três volumes/ Three volumes (português-inglês/ Portuguese-English) Em um volume/ One volume (português-inglês / Portuguese-English)
Produzido e editado por/ Produced and edited by: Almir Chediak Produzido e editado por/ Produced and edited by: Almir Chediak
Mais de 100 canções de Tom Jobim com melodias, letras e harmonias revisadas Mais de 50 canções de Carlos Lyra e parceiros com melodias, letras e
pelo compositor. harmonias revisadas pelo compositor.
More than 100 songs of Tom Jobim, with melodies, lyrics and harmonies More than 50 songs of Carlos Lyra and partners with melodies, lyrics and
reviewed by the composer. harmonies reviewed by the composer.

•Songbook Rita Lee •Songbook Dorival Caymmi


Em dois volumes/ Two volumes Em dois volumes/ Two volumes
Produzido e editado por/ Produced and edited by: Almir Chediak Produzido e editado por/ Produced and edited by: Almir Chediak
Mais de 60 canções de Rita Lee com melodias, letras e harmonias revisadas pela Mais de 90 canções de Dorival Caymmi e parceiros com melodias, letras e
compositora. harmonias revisadas pelo compositor.
More than 60 songs of Rita Lee with melodies, lyrics and harmonies reviewed by More than 90 songs of Dorival Caymmi and partners with melodies, lyrics
the composer. and harmonies reviewed by the composer.

•Songbook Cazuza •Songbook Edu Lobo


Em dois volumes/ Two volumes Em um volume/ One volume
Produzido e editado por/ Produced and edited by: Almir Chediak Produzido e editado por/ Produced and edited by: Almir Chediak
64 músicas de Cazuza e parceiros com melodias, letras e harmonias. Mais de 50 canções com partituras manuscritas, revisadas e harmonizadas
64 songs of Cazuza and partners, with melodies, lyrics and harmonies. pelo compositor.
More than 50 songs with handwritten music
•O Livro do Músico scores reviewed and harmonized by the composer.
Autor/ Author: Antonio Adolfo
Harmonia e improvisação para piano, teclado e outros instrumentos. •Iniciação ao Piano e Teclado
Harmony and improvisation for piano, keyboards and other instruments. Autor/ Author: Antonio Adolfo
Iniciação para crianças na faixa etária de 5 a 8 anos.
•A Arte da Improvisação First steps for kids between 05 and 08 years old.
Autor I Author: Nelson Faria
O primeiro livro editado no Brasil de estudos fraseológicos aplicados na •Piano e Teclado
improvisação para todos os instrumentos. Autor/ Author: Antonio Adolfo
The first book published in Brasil of phraseological studies, applied to Para os níveis iniciante e intermediário.
improvisation, for ali instruments. Harmony and improvisation for piano and keyboard for
beginner and intermediate leveis.
•Songbook Noel Rosa
Em três volumes / Three volumes •Harmonia e Estilo para Teclado
Produzido e editado por/ Produced and edited by: Almir Chediak Autor / Author: Antonio Adolfo
Mais de 100 canções de Noel Rosa e parceiros com melodias, letras e Para os níveis mais adiantados.
harmonias. Harmony and style for keyboard for advanced levei.
More than 100 songs of Noel Rosa and partners with melodies, lyrics and
harmonies .
Outras Publicações - Others Publications
•Songbook Ary Barroso 52 songs of João Donato and partners with melodies, lyrics and harmonies reviewed
Em dois volumes / Two volumes by the composer.
Produzido e editado por/ Produced and edited by: Almir Chediak
% canções de Ary Barroso e parceiros com melodias, letras e harmonias. •Songbook Chico Buarque
96 songs of Ary Barroso and partners with melodies, lyrics and harmonies. Em quatro volumes I Four volumes (português-inglês I Portuguese-English)
Produzido e editado por/ Produced and edited by: Ahnir Chediak
•Arranjo - Método Prático São 222 canções de Chico Buarque e parceiros com melodias, letras e harmonias
Em três volumes / Three volumes revisadas pelo compositor.
Autor/ Author: Ian Guest 222 songs of Chico Buarque and partners with melodies, lyrics and harmonies
Literatura didática sobre como escrever para as variadas formações instrumentais, reviewed by lhe composer.
incluindo 117 exemplos gravados em CD anexo ao 1º volume.
Didactic literature on how to write to the various instrumental formations, including •IPC - Independência Polirrítnúca Coordenada Para Bateria e Percussão
117 examples recorded on a CD in the first volume. Autor/ Author: Cássio Cunha
Exercícios para o desenvolvimento da independência polirrítrnica coordenada,
•Songbook Djavan associada à leitura rítmica e sua aplicação nos principais ritmos brasileiros.
Em dois volumes/ Two volumes (português-inglês/ Portuguese-English) This didactic book for students and musicians includes exercises for the development
Produzido e editado por/ Produced and edited by: Almir Chediak of coordinated polyrhythmic independence, associated to rhythmic reading and its
Mais de 90 canções de Djavan e parceiros com melodias, letras e harmonias revisadas application to the main Brazilian rhythms.
pelo compositor.
More than 90 songs of Djavan and partners with melodies, lyrics and harmonies •16 Estudos Escritos e Gravados Para Piano
reviewed by the composer. Autor I Author: Ian Guest
Trata-se de um livro didático que oferece uma experiência pouco conhecida:
•Arranjo - Um Enfoque Atual beneficiar aos músicos que tocam "de ouvido" e os que o fazem por leitura.
Autor I Author: Antonio Adolfo A didactic book joined a CD that offers an unfamiliar experience: benefit musicians
Livro didático visando o preparo do aluno para uma realidade do mercado profissional that play piano "by ear" and the ones who play reading music scores. In this
brasileiro. collection, you can find short popular compositions, almost all inspired by Brazilian
Didactic book directed to prepare students for the Brazilian professional market. Folklore.

•Composição (Uma Discussão Sobre o Processo Criativo Brasileiro) •Pisa Na Fulô Mas Não Maltrata o Carcará- Vida e Obra do Compositor João
Autor I Author: Antonio Adolfo do Valie, O Poeta do Povo
Um autêntico guia no estudo sobre composição em música popular. Autor/ Author: Márcio Paschoal
This book shows the discussion on the Brazilian songwriting and creative process. Vida e obra do compositor João do V alle, com mais de 40 fotos, musico grafia e
discografia.
•Prática de Bateria About life and work of the Brazilian composer João do Valle, with more than 40
Autor/ Author: Zequinha Galvão pictures, original documents and discography.
Dividido em três módulos, tem como principal objetivo incentivar a prática direta no
instrumento. •Bass Solo
Divided into three parts, its main objective is to encourage hands-on practice. Autor/ Author: Nico Assumpção
Livro didático que muda o conceito tradicional do contrabaixo de ser um instrumento
•260 Dicas Para O Cantor Popular Profissional e Amador de acompanhamento, ampliando suas possibilidades e sonoridades, trazendo-o para a
Autor/ Author: Clara Sandroni linha de frente dos solistas.
Um trabalho direcionado aos que se dedicam ao canto de uma maneira geral. This didactic book changes the traditional concept wherein the bass is only seem as
A book directed to those who dedicate themselves to singing in general. a second instrument and shows how you can extend the possibilities and sonorities,
bringing it to the position of a solo instrument.
•Songbook Marcos Valie
Em um volume/ One volume (português-inglês/ Portuguese-English) •Dicionário de Acordes Com Cordas Soltas
Produzido e editado por/ Produced and edited by: Almir Chediak Autor I Author: Jefferson Moreira
São 50 canções de Marcos V alie e parceiros com melodias, letras e harmonias Pesquisa minuciosa de mais de 3.000 acordes com cordas soltas, que gera um
revisadas pelo compositor. belo efeito muito utilizado por violonistas brasileiros.
50 songs ofMarcos Valle and partners with melodies, lyrics and harmonies reviewed This is a very meticulous research about how you can play accords on acoustic or
by the composer. electric guitar leaving free some of lhe strings, with more lhan 3.000 positions of
chords.
•Acordes, Arpejos e Escalas Para Violão e Guitarra
Autor/ Author: Nelson Faria •Toque Junto: Guitarra, Baixo e Bateria
Atendendo às necessidades do estudante e do profissional, este livro mostra de forma Em três volumes / Three volumes
clara e objetiva o interrelacionamento entre acordes, arpejos e escalas. Um marco no Autores/ Authors: João Castilho, André Rodrigues e Renato Massa
ensino do violão e da guitarra. Cada livro traz um CD com sete músicas inéditas em duas versões: uma completa
Meeting the needs of the student and the professional, this book presents, in a clear e outra sem o instrumento ao qual o livro está relacionado.
and objective manner, the interrelationship between chords, arpeggios and scales. It' s Based on the "play along" formal, each didactic book brings one CD wilh seven
a milestone in the teaching of acoustic and electric guitar. inedited songs in two versions: one complete and anolher wilhout lhe instrument
related to the book.
•Vocabulário do Choro
Autor/ Author: Mário Seve •Método de Canto Popular Brasileiro
Um dos mais completos trabalhos já realizados sobre o fraseado do choro, incluindo Autor I Aulhor: Marcos Leite
cerca de 150 estudos melódicos. Apresentado em dois volumes, um para vozes médio-graves e outro para vozes
This is the most thorough works ever done on the phrasing of choro, including about .médio-agudas, o livro traz uma coletânea de vocalises e canções progressivas por
150 melodie studies. intervalos, e preenche um espaço cada vez mais necessário: o da metodização da
música brasileira.
•Songbook João Donato This two volumes ensemble, one for moderately Jow-pitched voices and anolher
Em um volume I One volume (português-inglês/ Portuguese-English) for moderately high-pitched voices, brings a collection of vocal exercises and
P:odmido e ]XI I Produced and edited by: Ahnir Chediak songs that progress by intervals, taking on an increasingly necessary role:
e parceiros com melodias, letras e harmonias methodizing the Brazilian music.
Outras Publicações - Others Publications
•Songbook Francis Hime arranjadores. Acompanha 01 CD.
Em um volume/ One volume (português-inglês/ Portuguese-English) It shows clearly and objectively the basis for the correct performance of rhythms,
Produzido e editado por/ Produced and edited by: Almir Chediak with various instruments of percussion, and indicated for musicians, composers anel
Além da tradicional apresentação das músicas do projeto Songbook em melodia, cifra arrangers. It brings 01 CD.
letra e acordes para violão e guitarra, Francis escreveu especialmente para piano solo as
30 canções escolhidas para o livro. •Songbook As 101 Melhores Canções do Século XX
Besides the traditional presentations of the Songbook project in melodies, lyrics, Em dois volumes / Two volumes
harmonies and chords to electric and acoustic guitar, Francis wrote, specially to piano's Produzido e editado por/ Produced and edited by: Jesus Chediak
solo, the 30 songs selected for this book. São 101 canções da MPB selecionadas por Almir Chediak, com melodias, letras e
harmonias.
•A Arte de Ouvir- Percepção Rítmica 101 songs from Brazilian popular music selected by Almir Chediak, with melodies,
Em dois volumes / Two volumes (português-inglês / Portuguese-English) lyrics and harmonies.
Autor/ Author: Adamo Prince
Apresenta um material fonográfico elaborado para a evolução, passo a passo, da •Songbook Nelson Motta
percepção, acompanhado por uma cartilha com todas as explicações didáticas Em um volume I One volume (português-inglês I Portuguese-English)
necessárias para um bom desenvolvimento do estudo rítmico. Produzido e editado por/ Produced and edited by: Chediak Arte e Comunicação
This book presents a CD, elaborated to the evolution of perception, step by step, and ali São 49 canções de Nelson Motta e parceiros com melodias, letras e harmonias.
the necessary didactic explanations for the well development of the rhythm study. 49 songs of Nelson Motta and partners with melodies, lyrics and harmonies.

•Songbook Braguinha •Método do Bandolim Brasileiro


Em um volume/ One volume (português-inglês I Portuguese-English) Autor I Author: Afonso Machado
Produzido e editado por/ Produced and edited by: Almir Chediak Este método mostra de forma prática como aprender e ensinar a tocar o bandolim de
São 60 canções de João de Barro e parceiros com melodias, letras e harmonias. forma brasileira, com uma abordagem técnica importantíssima e os vários gêneros
60 songs of João de Barro and partners, with melodies, lyrics and harmonies. musicais de nosso país.
This method shows a practical way how to learn and teach to play the bandolim in a
•Música: Leitura, Conceitos, Exercícios Brazilian way, with a very important approach technique and some musical sorts of
Autor I Author: Antonio Adolfo Brasil.
Livro didático que abrange desde o básico do ensino da música até adiantados
ensinamentos de leitura e conceitos. •Songbook Ivan Lins
This didactic book embraces since basic of the music education until advanced Em dois volumes I Two volumes (português-inglês/ Portuguese-English)
teachings of reading and concept. Produzido e editado por/ Produced and edited by: Chediak Arte e Comunicação
São 84 canções de Ivan Lins e parceiros com melodias, letras e harmonias revisadas
•Samba Brasil Word Music pelo compositor.
Autor I Author: Mike Ryan 84 songs ofivan Lins and partners with melodies, lyrics and harmonies reviewed by the
Apresenta o estudo do método SALF, que quer dizer samba influenciando afro, latino e composer.
funk. Auxilia no estudo de composição e no ensino da música em geral. Indicado para
iniciantes e profissionais. Acompanha 01 CD. •Harmonia - Método Prático
This book presents the study rhythm method SALF, that means samba infiuencing afro, Em dois volumes / Two volumes
latin and funk. and assists in the study of composition and in the teaching of the music in Autor/ Author: Ian Guest
general. Indicated for beginner and professional musicians. It brings 01 CD. Literatura didática sobre a harmonia, incluindo 02 CDs com 130 exemplos gravados.
Didactic literature about harmony, including 02 CDs with 130 recorded examples.
•Música Brasileira Para Contrabaixo (Volwne 2)
Autor/ Author: Adriano Giffoni •Guerra-Peixe, Um Músico Brasileiro
Livro didático que apresenta importantes exemplos escritos e gravados dos principais Sobre a vida e a obra de César Guerra-Peixe. Escrito por vários autores, entre eles Ruth
ritmos brasileiros. Para estudantes e profissionais do contrabaixo. Acompanha 01 CD. Serrão, Luitgarde Cavalcanti Barros e Antonio Guerreiro.
This didactic book shows important written and recorded examples of the main Brazilian About the life and the work of Cesar Guerra-Peixe. Written by severa! authors, such as
rhythms, for the beginner and professional musicians ofthe bass. It brings 01 CD. Ruth Serrão, Luitgarde Cavalcanti Barros and Antonio Guerreiro.

•O Violão de 7 Cordas •Toque Junto Bossa Nova: Violão, Baixo Elétrico e Bateria
Autor/ Author: Luiz Otávio Braga Em três volumes / Three volumes
Livro didático com o primeiro método de ensino para este instrumento. É aplicável Autores I Authors: Nelson Faria, Ney Conceição e Kiko Freitas
também ao violão de seis cordas, acordeon, piano e outros instrumentos de harmonia. Baseado no formato "play along", cada livro traz um CD com sete músicas de Tom
This didactic book presents the first method for seven strings guitar. It' s also applicable Jobim, em duas versões: uma completa e outra sem o instrumento ao qual o livro está
to the six strings guitar, accordion, piano and others instruments of harmony. relacionado.
Based on the "play along" format, each book brings one CD with seven songs of Tom
•Bateria e Contrabaixo na Música Popular Brasileira Jobim, in two versions: one complete and another without the instrument related to the
Autores I Authors: Gilberto de Syllos e Ramon Montanhaur book.
Apresenta os principais ritmos e gêneros musicais populares do Brasil, indicando os
melhores caminhos para executá-los no contrabaixo e na bateria. Acompanha 01 CD. •Songbook Choro
This book presents the main rhythms and sorts of Brazilian popular music, indicating Em um volume/ One volume (português-inglês/ Portuguese-English)
the best ways to execute them in the bass and drums. It brings 01 CD. Produzido e editado por/ Produced and edited by: Chediak Arte e Comunicação
São 97 canções que vão do choro tradicional ao contemporâneo, com melodias,
•Songbook João Bosco harmonias, contrapontos e convenções rítmicas.
Em três volumes/ Three volumes (português-inglês/ Portuguese-English) 97 songs, from traditional to contemporaneous style, with melodies, harmonies,
Produzido e editado por/ Produced and edited by: Almir Chediak counterpoints and rhythrnic conventions.
São 131 canções de João Bosco e parceiros com melodias, letras e harmonias revisadas
pelo compositor. •Songbook Jammil e Uma Noites
131 songs of João Basco and partners with melodies, lyrics and harmonies reviewed by Em um volume/ One volume (português-inglês/ Portuguese-English)
the composer. Produzido e editado por/ Produced and edited by: Chediak Arte e Comunicação
São 38 músicas com as respectivas partituras originais, incluindo um pequeno texto com
•Batuque É Um Privilégio as características de cada canção.
Autor I Author: Oscar Bolão 38 songs and their original music scores, including a short text with the characteristics
Mostra de forma clara e objetiva os fundamentos para execução correta dos ritmos of each song.
de diversos instrumentos de percussão. Indicado para músicos, compositores e
Percussion in the music of Rio de Janeiro
For musicians, arrangers and composers
Batuque Js a P[ivilege
Batuque É um Privilégio
A percussão na músic~ do Rio de Janeiro
Para músicos, arranjadores e compositores
Oscar Bolão, além de excelente músico (baterista e
percussionista), é também um grande pesquisador de ritmos
da música popular brasileira.
Batuque É um Privilégio é fruto da necessidade de
preservar e difundir a cultura brasileira. Voltado para a música
popular desenvolvida no Rjo de Janeiro, este trabalho mostra,
clara e objetivamente, as peculiaridades de cada gênero e os
fundamentos para a correta execução dos ritmos de diversos
instrumentos de percussão.
Com um conteúdo detalhado e abrangente, este livro é uma
referência para todos os interessados na genuína música
popular deste país.
ALMJR CHEDJAK

Besides being an excellent musician drummer and


percussionist Oscac Bolão is also a great researcher of
Brazilian music rhythms.
Batuque ls a Pcivilege results iram a need to preserve and
divulge Brazilian culture. Focusing on the Brazilian popular
music developed in Rio de Janeiro, tNs work shows, clearly and
' '1 Irmãos Vitale SIA Indústria e Comércio objectively, the peculiarities of each genre and lhe basis for lhe
V www.vita le.com .br
correct performance of rhythms wilh various percussion
BTQEP
instrumenls.
ISBN: 978-85-7407-275-3
Wilh a delailed and comprehensive conlenl, lhis book is a
reference for all lhose interesled in this country's authentic
popular music.
9 788574 072753
1 ALMJR CHEDJAK