Sie sind auf Seite 1von 10

Universidade Regional de Blumenau

Engenharia Mecânica
Metrologia e Controle Dimensional

Lista de Exercícios 01

Acadêmicos: Diogo A. Santos e Eduardo F. Dias

1) Qual é a definição de metrologia?

É o estudo da medição aplicada a grandezas determinadas, em particular às dimensões


lineares e angulares.

2) O que significa, o que é e qual a principal atribuição do INMETRO para


nossas atividades.

INMETRO - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia. Das suas


principais atribuições são manter e conservar os padrões das unidades de medida, verificar
e fiscalizar a observância das normas técnicas e legais.

3) O que significa o VIM e porque ele foi instituído na Metrologia.

VIM é o vocabulário internacional de metrologia que busca a harmonização


internacional das terminologias e definições utilizadas nos campos da metrologia e da
instrumentação.

4) O que significa RBC?

Rede Brasileira de Calibração.

5) O padrão do metro em vigor no Brasil é recomendado por qual Órgão


competente?

É recomendado pelo INMETRO.


6) Qual é a unidade padrão adotada no Sistema Linear de medidas na área
Metal Mecânica?

Milímetro.

7) Quais são os elementos fundamentais da medição e o que cada um deles


determina?

São os elementos fundamentais da medição, o método, o instrumento e o operador. O


método determina a melhor maneira de se fazer a medida, o instrumento determina a
medição mais precisa para a situação, e o operador é, talvez, dos três, o elemento mais
importante. É ele a parte inteligente na apreciação das medidas. De sua habilidade
depende, em grande parte, em conhecer perfeitamente os instrumentos que utiliza, ter
iniciativa para adaptar às circunstâncias o método mais aconselhável e possuir
conhecimentos suficientes para interpretar os resultados encontrados.

8) Para que serve o controle dentro de um processo de medição?

O processo de controle tem por objetivo manter uma ou mais grandezas ou um


processo dentro de limites predefinidos.

9) Citar alguns cuidados e conservações com os instrumentos de medição,


verificação e controle.

Para a melhor conservação dos instrumentos de medida você deve evitar batidas,
arranhões, desgaste, sujeira, oxidação. Também não misturar instrumentos e guardar os
instrumentos fechados e travados. Na utilização prática prevenir medir peças fora da
temperatura ambiente e em movimento, utilizar instrumentos caros para medir peças
irrelevantes.

10) Sobre o início do sistema de dimensionamento temos as primeiras unidades


de medidas, citando algumas como: polegadas, palmo, pé, jarda, passo,
braça.
11) Para que serve o processo de dimensionamento?

O processo de dimensionamento serve para representar valores de referência, que


permitem expressar as dimensões de objetos e em seguida controlar as dimensões desses
objetos.

12) Preencha corretamente os espaços abaixo, seja ele com a unidade de medida
ou com o valor determinado pela unidade de medida, no Sistema Métrico
Linear.

a) 37,2 mm = 0,372 dm = 372 déc. = 3,72 cm


b) 0,914 cm = 0,00914 déc. = 9,14 mm = 0,000914 cent
c) 8,4 cm = 84 mm = 0,84 m = 840 déc.
d) 388 milés. = 3,88 déc = 0,388 mm = 38,8 cent.

13) Quais são os instrumentos básicos de medição utilizados em processos


produtivos para verificação das superfícies.

Régua, trena, metro articulado, paquímetro, entre outros.

14) Para a verificação das superfícies conhecidas como “PPP”, __________,


______________ e ______________________, utilizamos quais instrumentos
básicos de medição e verificação?

15) Em que consiste a medição indireta por comparação, com a utilização dos
Calibradores?

A medida indireta por comparação consiste em confrontar a peça que se quer medir
com aquela de padrão ou dimensão aproximada

16) O que são os Calibradores?


Calibradores são instrumentos que estabelecem os limites máximo e mínimo das
dimensões que desejamos comparar.

17) Porque um dos lados do Calibrador “PNP” é mais largo (comprido) do que
o outro?

Porque o furo que será medido deve permitir a entrada da extremidade mais longa do
tampão, mas não da outra extremidade.

18) Citar 05 tipos de Calibradores.

 Calibrador tampão;
 Calibrador de Boca;
 Calibrador de Rosca;
 Calibrador de boca separada;
 Calibrador cônico morse.

19) Qual a principal finalidade da utilização de Bloco-Padrão?

Podem realizar medidas e/ou calibrar instrumentos.

20) Normalmente, para um bom Controle Dimensional os operadores utilizam


como auxílio Blocos-Padrão. Sendo assim, ao utilizar uma mesa de seno, com
inclinação de 30º, cuja distância entre o ponto de apoio e os blocos, é de
100,000 mm, quais Blocos-Padrão deverão ser utilizados, lembrando que
antes precisaremos calcular a altura total da medida. Pergunta-se: Qual a
altura total do bloco padrão a ser utilizado e quais blocos vamos utilizar para
a montagem do mesmo. (Utilizar a menor quantidade de blocos possível,
lembrando que deveremos utilizar os blocos protetores).
Dados: sen 30º = 0,500 cos 30º = 0,866 tg 30º = 0,577
Sen α = Cat. oposto Cos α = Cat. adjacente Tg α = Cat. Oposto Hipotenusa
Hipotenusa Cat. Adjacente
𝐻 𝐻
𝑠𝑒𝑛 𝛼 = ; 𝑠𝑒𝑛 30 = ; 𝐻 = 𝟓𝟎𝒎𝒎
𝐿 100𝑚𝑚

Configuração de empilhamento de blocos: 2 blocos protetores de 2mm, 1 bloco


25mm e outro bloco de 21mm.

21) O que é o Instrumento Paquímetro?

O paquímetro é um instrumento usado para medir as dimensões lineares internas,


externas e de profundidade de uma peça.

22) Qual o princípio de funcionamento do Paquímetro?

Consiste em uma régua graduada, com encosto fixo, sobre a qual desliza um cursor.

23) Citar 05 tipos de Paquímetros.

 Paquímetro universal;
 Paquímetro universal com relógio;
 Paquímetro duplo;
 Paquímetro de profundidade;
 Paquímetro digital.

24) Como podemos determinar a resolução da escala de um Paquímetro?


A resolução é a menor medida que o instrumento oferece. Ela é calculada utilizando-
se a seguinte fórmula (O nônio possui uma divisão a mais que a unidade usada na escala
fixa):
𝑢𝑛𝑖𝑑𝑎𝑑𝑒 𝑑𝑒 𝑒𝑠𝑐𝑎𝑙𝑎 𝑓𝑖𝑥𝑎
𝑅𝑒𝑠𝑜𝑙𝑢çã𝑜 =
𝑛ú𝑚𝑒𝑟𝑜 𝑑𝑒 𝑑𝑖𝑣𝑖𝑠õ𝑒𝑠 𝑑𝑜 𝑛ô𝑛𝑖𝑜

25) Os erros de leitura são causados por 02 fatores. Quais são eles.

Paralaxe, olhar o nônio de certo ângulo pode ocorrer erro de leitura pois pode
aparentemente ocorrer uma coincidência entre um traço da escala fica com o outro da
móvel, outro erro de leitura pode ser causado pela pressão exercida na hora da medida de
uma peça.

26) Quais são os principais cuidados e conservação que deveremos ter como os
Paquímetros.

Manter o paquímetro sempre limpo, evitar choques, arranhões, oxidações, não expor
o paquímetro a altas temperaturas, usar sempre o paquímetro adequado para cada peça
e/ou medição, não guardar paquímetro com outras ferramentas, nunca medir peças em
movimento, manter as faces de medição sempre limpas, nunca deixar o paquímetro com
o parafuso de fixação travado.

27) Exercícios teóricos de Leitura de Medidas no Paquímetro (anexo) – Resolução de


0,10 mm, 0,05 mm e 0,02 mm.

28) O que é o Instrumento Micrômetro?

É um instrumento permite a leitura de centésimos de milímetro, de maneira simples.

29) Qual é o princípio de funcionamento do Micrômetro?

O princípio de funcionamento do micrômetro assemelha-se ao do sistema parafuso e


porca. Assim, há uma porca fixa e um parafuso móvel que, se der uma volta completa,
provocará um descolamento igual ao seu passo.
30) Os Instrumentos Micrômetros são caracterizados pelo que?

Capacidade, resolução e aplicação.

31) Como é realizada a resolução no Micrômetro?

No micrômetro centesimal, a resolução foi obtida dividindo-se o passo da rosca do


fuso micrométrico pelo número de divisões do tambor.
𝑝𝑎𝑠𝑠𝑜 𝑑𝑎 𝑟𝑜𝑠𝑐𝑎 𝑑𝑜 𝑝𝑎𝑟𝑎𝑓𝑢𝑠𝑜
𝑅𝑒𝑠𝑜𝑙𝑢çã𝑜 =
𝑛ú𝑚𝑒𝑟𝑜 𝑑𝑒 𝑑𝑖𝑣𝑖𝑠õ𝑒𝑠 𝑑𝑜 𝑡𝑎𝑚𝑏𝑜𝑟

32) Citar 05 tipos de micrômetros para medições externas.

 Micrometro de profundidade;
 Micrometro com arco profundo;
 Micrometro com discos nas hastes;
 Micrometro digital;
 Micrometro para medir parede de tubos.

33) Como é realizado a calibração dos Micrômetros.

Para a realização da calibração é essencial a temperatura de referência ser de 20oC


 erro de leituras podem ser usados os blocos-padrão;
 erro de paralelismo podem ser usados os paralelos ópticos, pinos-padrão, blocos-
padrão, esferas-padrão;
 erro de planeza, pode ser usado o plano óptico.

34) Citar 03 tipos de micrômetros para medições internas.

 Micrômetro interno de três contatos;


 Micrômetro interno tubular;
 Micrômetro tipo paquímetro.
35) Exercícios teóricos de Leitura de Medidas no Micrômetro externo e interno
(anexo) – Resolução de 0,010 mm e 0,001 mm.

36) Lembrando: Para converter polegada fracionária em milímetro, deve-se


multiplicar o numerador por 25,4 e dividir pelo denominador.
Exemplos:
a) 2" = 2 x 25,4 = 50,8mm
b) 3/8" = 3 x 25,4 = 76,2 : 8 = 9,525mm
Exercícios: Converter polegada fracionária em milímetro:
a) 5” = 127mm
b) 5/16” = 7,9375mm
c) 1/128” = 0,1984
d) 5/32” = 3,9687mm
e) 3/4” = 19,05mm
f) 27/64” = 10,7156mm
g) 33/128” = 6,5484mm
h) 1.5/8” = 4,7625mm
i) 2.1/8” = 6,6675mm
j) 3.5/8” = 11,1125mm

37) Lembrando: Para converter milímetro em polegada fracionária, basta


multiplicar o valor em milímetro por 5,04, mantendo-se 128 como
denominador. Se necessário arredondar.
Observação: O valor 5,04 foi encontrado pela relação 128 / 25,4 = 5,03937, arredondando
é igual a 5,04.
Exemplos:
a) 12,7 mm = 12,7 x 5,04 / 128 = 64,008/128 arredondando: 64/128”, simplificando:
32/64” = 16/32” = 8/16” = 4/8” = 2/4” = 1/2”.
b) 19,8 mm = 19,8 x 5,04 / 128 = 99,792 / 128 arredondando: 100/128”,
simplificando: 50/64” = 25/32”.
Exercícios: Converter milímetro em polegada fracionária.
a) 1,5875 mm = 1/16”
b) 19,05 mm = 3/4”
c) 25,00 mm = 63/64”
d) 4,365 mm = 11/64”
e) 10,319 mm = 13/32”
f) 14,684 mm = 37/64”
g) 31,750 mm = 5/4”
h) 127,00 mm = 5”
i) 9,922 mm = 25/64”
j) 18,256 mm = 23/32”
k) 88,900 mm = 14/4”
l) 133,350 mm = 21/4”

38) Lembrando: Para converter polegada milesimal em polegada fracionária,


multiplicar o valor da pol. milesimal por 128, o resultado simplificar por 128.
Exemplos:
a) 0.125" = 0.125" x 128 = 16 – 16/128” = 8/64” = 4/32” = 2/16” = 1/8”
b) 4.750" = 0.750" x 128 = 96 – 96/128” = 48/64” = 24/32” = 12/16” = 6/8” = 3/4"
Próximo passo: somar este valor com o valor inteiro 4”. Assim 4” + 3/4" = 4.3/4"
Exercícios: Converter polegada milesimal em polegada fracionária:
a) 0.625" = 5/8”
b) 0.1563" = 5/32”
c) 0.4375" = 7/16”
d) 0.9688" = 31/32”
e) 1.5625" = 25/16”
f) 2.3125" = 37/16”

39) Lembrando: Para converter polegada fracionária em polegada milesimal,


divide-se o numerador da fração pelo seu denominador.
Exemplos:
a) 3/8” = 3 / 8 = 0,375”
b) 1.1/8” = neste caso manter o valor inteiro e converter a fração, exemplo: 1 / 8 =
0,125 somar este resultado com o valor inteiro que será o resultado de 1.1/8” =
1.125”
Exercícios. Converter polegada fracionária em polegada milesimal:
a) 5/8” = 0.625”
b) 17/32” = 0.5312”
c) 11/16” = 0.6875”
d) 3/4” = 0,75”
e) 1.9/64” = 1.1406”
f) 2.7/16” = 2,4375”

40) Lembrando: Para converter polegada milesimal em milimetro, basta


multiplicar o valor por 25,4. Exemplo:
a) 0.375” = 0.375 x 25,4 = 9,525 mm
b) 0.750” = 0.750 x 25,4 = 19,05 mm
Exercícios. Converter polegada milesimal em milímetro:
a) 0.6875” = 17,46mm
b) 0.390” = 9,91 mm
c) 1.250” = 31,75 mm
d) 2.7344” = 69,45 mm
e) 5.4844” = 139,30 mm

41) Lembrando: Para converter milímetro em polegada milesimal, basta dividir


o valor em mm por 25,4.
Exemplos:
a) 5,08 mm = 5,08 / 25,4 = 0.200”
b) 18 mm = 18 / 25,4 = 0.7086” (Neste caso podemos arredondar para 0,709”)
Exercícios: Converter milímetro em polegada milesimal:
a) 12,7 mm = 0.5”
b) 1,588 mm = 0.0625”
c) 17 mm = 0.67”
d) 20,240 mm = 0.797”
e) 57,15 mm = 2.25”
f) 139,70 mm = 5.5”