Sie sind auf Seite 1von 15

ATOS DOS

APÓSTOLOS

Aula 10 (At 15.36 – 17.15)


Revisão da aula anterior (At 15.1-35)
► Por volta de 49 d.C, grupos de cristãos judeus vão às igrejas
gentílicas afirmando que os gentios também precisavam guardar a
Lei Mosaica para ser parte do povo de Deus
► Esses episódios levaram Paulo e Barnabé (líderes da igreja gentílica)
a Jerusalém, para o 1º Concílio da História da Igreja
► O Concílio consolida a verdade de que só a fé em Cristo, e não a
guarda da Lei, pode salvar. Foi um enorme avanço para a missão e
para a História da Igreja, pois diferenciou “Evangelho” de “cultura
judaica”, possibilitando a livre pregação a todos os povos
Cronologia de Atos dos Apóstolos
FATO HISTÓRICO NO LIVRO ANO OCORRIDO
Pentecostes At 1 30 d.C
Conversão de Saulo At 9 33 d.C
Conversão de Cornélio At 10 36/37 d.C
Evangelho em Antioquia At 11.26 40 d.C
1º viagem missionária At 12.25 – 14.28 45/46 até 47/48 d.C
Concílio de Jerusalém At 15 49 d.C
2ª viagem missionária At 15.36 50 d.C
Atos 15.36 – 16.5: separação e multiplicação
► Empolgados pelo Concílio, decidem voltar às igrejas da 1º viagem, mas
há um desentendimento, e Paulo leva Silas como substituto de Barnabé
► Apesar da separação, esses três homens serão fundamentais na
História da Igreja. A divisão virou multiplicação:
▪ Paulo com as viagens por todo o mundo; escreve várias epístolas
▪ Barnabé continua missionário; talvez escreveu Carta aos Hebreus
▪ Marcos é discipulado por Pedro e escreve Evangelho de Marcos
Atos 15.36 – 16.5: separação e multiplicação
► Em Listra encontram Timóteo, jovem greco-judeu convertido a Cristo.
Era bem avaliado pelos cristãos locais por caráter e conhecimento

► Paulo o chama para ser seu auxiliar,


mas o circuncida porque...
▪ Timóteo era judeu, mas ainda não
circuncidado (Paulo jamais
circuncidaria um gentio)
▪ A circuncisão aqui não é obrigatória
para a salvação, mas opcional, a fim
de auxiliar convívio com judeus
Atos 16.6 – 17.15: a missão na Macedônia
O ESPÍRITO SANTO MUDA OS PLANOS (16.6-10)
► Campbell Morgan: "A invasão da Europa certamente não estava na
mente de Paulo, mas, evidentemente, estava na mente do Espírito”
Atos 16.6 – 17.15: a missão na Macedônia
O ESPÍRITO SANTO MUDA OS PLANOS (16.6-10)
► Campbell Morgan: "A invasão da Europa certamente não estava na
mente de Paulo, mas, evidentemente, estava na mente do Espírito”

► v.6: o Espírito os impede de ir à província da Ásia


► v.7: o Espírito os impede de ir à província da Bitínia
► v.8: vão a Trôade, onde Paulo possivelmente conhece Lucas (v.10). Ali
tem um sonho indicando que devem ir à província da Macedônia
Atos 16.6 – 17.15: a missão na Macedônia
FILIPOS (16.11-40)
Em uma das maiores cidades da província, 3
conversões de pessoas muito diferentes
▪ v.13-15: Lídia, comerciante de púrpura
▪ v.16-24: uma escrava oprimida
▪ v.25-34: um carcereiro romano

► Preso e açoitado injustamente, Paulo exige


retratação das autoridades porque: (a) isso
era justo, (b) não queria ter reputação
manchada com igreja, (c) protegeria igreja
Atos 16.6 – 17.15: a missão na Macedônia
TESSALÔNICA (17.1-9)
► Na sinagoga, pregam sobre o Messias
sofredor e ressurreto; muitos se convertem
► Outros judeus iniciam tumulto, acusando
missionários de alta traição imperial (v.7b)
► Pelo cuidado divino, Paulo escapa e
continua viagem, mas não pôde mais
retornar a Tessalônica (1 Ts 2.17-18)
Atos 16.6 – 17.15: a missão na Macedônia
BERÉIA (17.10-15)
► Judeus bereanos eram mais equilibrados e
honestos intelectualmente. Por estudarem
as Escrituras, muitos creem em Jesus
► Alguns agitadores vêm de Tessalônica e
reiniciam tumulto contra Paulo e Silas,
obrigando fuga de Paulo para Atenas
Possíveis aplicações
1. O amor e a abnegação de Paulo pelas pessoas
2. Paulo e sua relação com o prestígio social
3. O Reino de Deus e a política dos homens
4. O Reino de Deus e a economia dos homens
5. Missão e visão estratégica
6. A importância do discipulado para a missão
Obrigado por ter vindo!
Tem dúvidas ou sugestões?
Você pode falar comigo em:
andre_matheus91@hotmail.com
(16) 98818-0344