Sie sind auf Seite 1von 35

SISTEMAS DE

CORES

4
Espectro de Cores

 O arco íris, além de ser um lindo fenômeno da


natureza, nos ajuda a entender a composição das
cores. Ao incidir nas gotas de água da chuva pelas
quais passa, os raios da luz solar, atravessando as
nuvens, se decompõem em várias cores. A luz
solar é composta de radiações de ondas de
diferentes comprimentos.
Espectro de Cores

 Isaac Newton, físico do século XVIII, utilizando-se de um


prisma transparente, reproduziu um arco-íris dentro de casa
para provar que essas radiações de ondas diferentes são
coloridas e compõem-se de sete cores básicas:
 -Vermelho, Laranja, Amarelo - ondas longas; Verde -
intermediário; Azul ciano, Azul Anil e Violeta - ondas curtas.
 -A faixa colorida que Isaac Newton obteve ao separar as
cores é chamada de "espectro solar".
 -Nem todas as cores podem ser vistas por nossos olhos. O
infra-vermelho e o ultra-violeta por exemplo, não são cores
visíveis no arco-íris.
Teoria das Cores

 Leonardo da Vinci formulou a Teoria das


Cores, que são formulações históricas contidas
em seus escritos e reunidas no livro Tratado da
Pintura e da Paisagem - Sombra e Luz. Sua
primeira edição só foi publicada 132 anos após
sua morte.

 A publicação trata das anotações recolhidas


pelo artista ao longo de anos de observação e
é a teoria mais corrente, sendo um legado do
Renascimento para as artes visuais.
 As cores que percebemos
são produzidas pela luz. A
luz do sol, aparentemente
branca, é, na verdade,
composta pelas sete cores
do arco-íris. Quando a luz
do sol ilumina um objeto,
algumas dessas cores são
absorvidas pelo objeto,
enquanto as outras são
refletidas na direção dos
olhos que as percebem. É
esse fenômeno que nos
permite dizer qual a cor
dos objetos.

Disco de Cores


O círculo das cores Ao lado a representação do
círculo com as 12 famílias de
matizes das cores pigmento.
1 - Amarelo
2 - Amarelo alaranjado
3 - Laranja
4 - Vermelho alaranjado
5 - Vermelho
6 - Vermelho violeta
7 - Violeta
8 - Azul violeta
9 - Azul
10 - Azul esverdeado
11 - Verde
12 -Amarelo esverdeado
Disco de Cores

 Criado por Johannes Itten, permite descobrir


combinações harmoniosas de cores.
 Itten percebeu que havia um certo senso comum entre as
cores utilizadas pelos diversos pintores famosos. Eles
faziam instintivamente diversas combinações harmônicas
de cores, sem recorrer aparentemente a nenhuma teoria
pré-concebida. Foi observando o modo como esses
pintores combinavam as cores em seus trabalhos ao longo
dos séculos que ele criou uma teoria para isso e a publicou
em um livro, chamado The Art of Color, The Subjective
Experience and Objective Rationale of Color.
Disco de Cores

 Itten mostra que embora as pessoas possuam diferentes


julgamentos em relação à harmonia das cores, é possível
estabelecer algumas regras que fazem sentido para a
quase a totalidade das pessoas.
 Ou seja: algumas cores sempre vão combinar melhor com
determinadas cores do que com outras.
 Para mostrar como isso acontecia, ele desenhou um disco
em forma de pizza e o repartiu em vários pedaços (fatias),
dispostas de forma a que sempre havia uma cor
diametralmente oposta a outra: o disco de cores.
As cores primárias

 Cores Primárias:

 São as cores que não podem ser formadas por


nenhuma mistura.
 São elas azul, amarelo e vermelho.
Cores Secundárias

 Cores Secundárias: São as cores que surgem da


mistura de duas cores primárias.
Cores complementares

 Cores complementares são as cores opostas no


disco de cores.

 Ex: o vermelho é complementar do verde. O azul


é complementar do laranja.

 As cores complementares são usadas


 para dar força e equilíbrio a um
 trabalho criando contrastes. Assim, se queremos
destacar um amarelo, devemos colocar junto dele
um violeta.
 Combina cores quentes e frias.
 Em qualquer trabalho devemos escolher uma cor
dominante e sua cor complementar será usada
em menores proporções, apenas para dar
equilíbrio à composição.
 É a composição mais usada.
Cores Análogas

 Cores análogas ou adjacentes são as


que aparecem lado-a-lado no disco de
cores.
 São análogas porque há nelas uma
mesma cor básica.
 Pôr exemplo o amarelo-ouro e o laranja –
avermelhado tem em
 comum a cor laranja.
 Elas são usadas para dar a sensação
de uniformidade. Apesar de serem
consideradas composições
cansativas, também são reconhecidas
como elegantes.
Cores Monocromáticas

 É a harmonia que emprega uma só


cor, porém em tonalidades
diferentes.
 Esta harmonia é muito
interessante para pequenos
espaços. A variação de texturas
evita a monotonia.
 É depois da complementar, uma
das composições mais usadas.
A temperatura das cores

 A temperatura das cores, designa a capacidade


que as cores têm de parecer quentes ou frias.
Contrastes

 Aqui um exemplo do uso da cor preto para destacar as demais.

@consueloholanda
Contrastes de limite

 A cor central é uma mistura das duas


cores laterais. Observe que a faixa
central é clareada por cada uma das
duas outras cores, mas do lado oposto.
No limite com a faixa vermelha, o
violeta é clareado pelo azul e, no limite
com a faixa azul, o violeta é clareado
pelo azul, o violeta é clareado pelo
vermelho.
Discos de Cores

 RYB e RGB
 O disco da figura, criado por Itten, é do tipo RYB.
Existem discos em outros sistemas de cores, como
o RGB.
 O RYB é o melhor na indicação das cores
harmônicas.
 O RGB , é o que forma as cores dos sistemas de
comunicação visual, como a televisão e até
mesmo o monitor do seu computador.
RYB

 As cores primárias (indicadas por um 'P') são o


vermelho, o amarelo e o azul. As secundárias
(indicadas por um 'S') localizam-se entre cada
duas primárias - na verdade são a soma das duas -
e são o laranja, o verde e o magenta. Entre cada
primária e secundária encontra-se a soma das
mesmas: são as cores terciárias (indicadas por um
'T'), o vermelho-laranja, o laranja-amarelo, o
amarelo-verde, o ciano, o violeta e o púrpura. Em
relação ao disco do modelo RGB, as cores situadas
entre o vermelho e o verde aparecem aqui
"esticadas" de modo que do lado direito
predominam cores de vermelho a verde e do lado
esquerdo de azul a vermelho.
RGB

 As cores primárias (indicadas por um 'P')


são o vermelho, o verde e o azul. As
secundárias (indicadas por um 'S')
localizam-se entre cada duas primárias -
na verdade são a soma das duas - e são o
amarelo, o ciano e o magenta. Entre
cada primária e secundária encontra-se a
soma das mesmas: são as cores terciárias
(indicadas por um 'T'), o laranja, o verde-
amarelo, o verde-ciano, o ciano-azul, o
violeta e o púrpura.
A combinação das cores-pigmento e seus efeitos visuais

 CORES MONOCROMÁTICAS:

 São cores que pertencem a


mesma família ( matiz ), mas tem
luminosidade e saturação
diferentes. Podem ocorrer
contrastes acentuados, mas o
resultado não é tão complexo
como quando utilizado mais de um
matiz.
A combinação das cores-pigmento e seus
efeitos visuais
CORES COMPLEMENTARES:
 São pares de cores que se opõem
no círculo das cores, como o vermelho
e o verde.
 Pequenas quantidades de cores
complementares, colocadas lado a
lado, dão como resultado um efeito
opaco. Imagem 2 no próximo slide.
 Grandes quantidades de cores
complementares, lado a lado,
intensificam uma à outra. Ver Imagem
1 no próximo slide.
Combinações

 Tríade
 É um esquema que usa três cores
secundárias equidistantes.
 Por exemplo: verde, violeta, laranja ou
então violeta azulado, laranja
avermelhado, verde amarelado.
 A tríade é considerada como um dos
esquemas mais harmoniosos na roda de
cores. Forma um triângulo isósceles na
Roda de Cores.
 Dica: Para encontrar a cor desejada nesta
composição, pule três cores.
Combinações

 Esquema policromático
 Usam-se muitas cores da roda de cores. É uma
combinação charmosa e alegre.
Cores acromáticas
ou neutras

 Cores Acromáticas: São as


cores chamadas neutras: o
branco, o preto, as cinzas e
os marfins.
 O branco é a soma de todas as
cores primárias, o preto é a
ausência delas. Ou seja, o
preto é a ausência da luz.
Aspectos das cores
 As cores podem parecer diferentes em função da cor do fundo.
Efeitos com as cores

Qual dos círculos é maior?


Resposta: eles são exatamente do
mesmo tamanho
 Síntese Aditiva – Cor-Luz (Sistema RGB)
 Maior estímulo cones oculares
 Considera como cores primárias: vermelho (red), verde (green) e o azul
(blue)
 Ampla gama de cores
 As cores primárias originam as secundárias
 Nenhuma mistura pode criar cores primárias
 Quando projetados juntos (RGB) produzem o branco
Síntese subtrativa:

 O pigmento absorve (subtrai) algumas


cores da luz e apenas a cor refletida
é percebida pelo olho humano. Por
exemplo, quando misturamos
pigmentos amarelo e magenta,
enxergamos um objeto vermelho, que
é a cor refletida, não “subtraída”
pelo objeto. Quando misturamos
magenta e ciano obtemos azul; e
misturando ciano e amarelo obtemos
o verde.
 Quando projetados juntos,produzem
o preto.
 As impressoras, por sua vez, usam
(pelo menos) tintas das cores
ciano, magenta e amarelo (o que é
chamado de CMY, do inglês "cyan,
magenta and yellow"). Muitas
Aditivo Subtrativo
impressoras também utilizam a
tinta preta (abreviado, nesse caso,
por CMYK, onde o K vem de
"blacK"), já que uma combinação
de CMY não é capaz de produzir
 Os monitores de computador, por preto profundo.
exemplo, emitem luz para produzir cores
através do processo aditivo; impressoras,
por outro lado, usam tinta, ou pigmento,
para absorver a luz, através do processo
subtrativo. é por isso que a grande
maioria de monitores usa uma combinação
de pixels vermelho, verde e azul (o que é
comumente chamado de RGB, do inglês
"red, green and blue").
4
Bibliografia

 Da cor à cor inexistente – Israel Pedrosa. Editora Universidade de Brasília – 3ª


edição

 Psicodinâmica da cores em comunicação – Modesto Farina. Editora Edgar


Blucher Ltda – 4ª edição

 Arte & Percepção Visual – Rudolf Arnheim. Editora Livraria Pioneira – 7ª


edição

 Cores Cor - Uso e abuso, Ismael Guarnelli. Desktop Publishing - Revista de


Editoração Eletrônica, Computação Gráfica, pré-impressão e multimídia,
Expressão Editorial, Itú, SP.