Sie sind auf Seite 1von 2

Promoção da Saúde Ambiental

Foi à partir da revolução industrial dando início a criação de grandes


centros urbanos que consolidou um aumento significativo na quantidade de
lixo, passando a constituir um problema para a humanidade e a sua escala
deixou de ser local para se tornar mundial. Não apenas porque a indústria é
a principal responsável pelo lançamento de lixo no meio ambiente, mas
também porque a Revolução Industrial representou a consolidação de um
novo sistema financeiro, o capitalismo; sistema socioeconômico dominante
hoje no espaço mundial. O capitalismo, acarreta a urbanização, com grandes
concentrações humanas em algumas cidades. A própria aglomeração urbana
já é por si só uma fonte de poluição, pois implica numerosos problemas
ambientais, como o acúmulo de lixo, o enorme volume de esgotos, os
congestionamentos de tráfego etc.
Com o aumento do lixo e o pouco reaproveitamento dele, percebesse
a lotação nos lixões; depósitos de lixo a céu aberto, acarretando no
desperdício de recursos naturais estes que não são renováveis e levaram
milhões de anos para surgir através de reações químicas. A cada dia que
passa esses recursos vão diminuindo estando sujeitos a sua extinção.
Decorrente dessa situação várias empresas estão investindo em projetos de
reciclagem, sustentabilidade afim de preservar esses recursos.
No entanto essa reciclagem é feita em pequena escala se comparada
com a quantidade de lixo que chega diariamente aos lixões, no Rio de Janeiro
esse volume chega a 1,6 kg por habitante, no final do dia essa quantidade é
extraordinária.
O documentário lixo extraordinário destaca a dificuldade
principalmente pelos trabalhadores, que não possuem equipamento de
proteção adequado, estando sujeitos a doenças, acidentes, etc. Ser catador
não é uma escolha é uma solução para poder sustentar uma família, no
entanto eles acabam sofrendo com a desigualdade social, com o preconceito
em relação a sua profissão.
Não se tem pensado organizadamente em soluções que venha a
diminuir esse crescimento na geração do lixo, que é proporcional ao
crescimento da população. É importante a conscientização das pessoas, dos
governos, das instituições públicas e privadas, enfim, de toda a sociedade da
necessidade da correta destinação do lixo para melhoria da qualidade de vida
e do meio ambiente. Algumas atitudes deveriam ser tomadas em casa, na
escola, como princípio básico da educação, como por exemplo, a separação
de lixo orgânico, metais, papéis e plásticos. Tem que considerar em conjunto
os diversos aspectos envolvidos desde a coleta até a destinação. Envolvendo
nesse processo a reciclagem, o aproveitamento pela indústria, o lixo orgânico
pode ser aproveitado na agricultura tornando se adubo, e na geração de
energia, tudo pode ser reaproveitado até na criação de arte, com estes
projetos de reciclagem, seria minimizada a exploração de recursos naturais,
diminuindo o impacto ambiental dos processos de consumo. Neste aspecto o
lixo apresenta extraordinário valor, inevitavelmente é alto o custo para sua
reciclagem, entretanto o retorno do investimento é garantido, pois o lixo é
matéria prima e seu volume é extraordinário.