Sie sind auf Seite 1von 10

P R E FE ITU R A M U N IC IP A L DO SALVADOR

SEC RE TAR IA M U N IC IP A L DE GESTÃO - SEMGE

EDITAL N° 01/2014

CONCURSO PÚBLICO para o cargo de

Auditor Fiscal
Área 02 - Tecnologia da Informação V e r if iq u e s e e s ta
LETRA é a m e sm a
d o s e u C a r tã o
d e R e s p o s ta s .
CODIGO
S04 FUNCAB DE ACORDO COM O EDITAL, O
CANDIDATO QUE FIZER PROVA
DE LETRA DIFERENTE SERÁ
UUiilL Fundação Pro fe sso r Ca rlos Au gu sto Bittencourt
ELIMINADO.

TRANSCREVA, EM ESPAÇO DETERMINADO NO SEU CARTÃO DE RESPOSTAS,


A FRASE DO ESCRITOR JOSÉ LINS PARA EXAME GRAFOTÉCNICO
"Se chove, tenho saudades do sol, se faz calor, tenho saudades da chuva."

LEIA AS INSTRUÇÕES ABAIXO


ATENÇÃO
» Após identificado e instalado na sala, você não
poderá consultar qualquer material, enquanto
• DURAÇÃO DA PROVA: 4 horas e 30 minutos. aguarda o horário de início da prova.

• S ig a , a te n ta m e n te , a fo rm a c o rre ta de
IÍÈSTE CADERNO CONTÉM 40 (QUARENTA) QUESTÕES p re e n c h im e n to do C a rtã o de R espostas,
DE MÚLTIPLA ESCOLHA, CADA UMA COM 5 ALTERNATIVAS DE conforme estabelecido no próprio.
R E S P O S T A -A , B, C, D e E -C O N F O R M E DISPOSIÇÃO ABAIXO.
• Não haverá substituição do Cartão de Respostas
por erro do candidato.

Por motivo de segurança:


Q u a n tid a d e de V a lo r d e cada
D is c ip lin a s ■ O c a n d id a t o s ó p o d e rá r e t ir a r - s e
qu e stõ e s qu e stã o
definitivamente da sala após 1 (uma) hora
Língua Portuguesa 10 2 do início efetivo da prova;
Matemática Financeira/Estatística/Raciocínio Lógico 10 3
■ Somente faltando 1 (uma) hora para o
Direito Tributário 10 3 térm ino da prova, o candidato poderá
Direito Adm inistrativo 10 2 re tira r-s e levando o seu C aderno de
Questões;

■ O candidato que optar por se retirar sem


levar o seu Caderno de Questões, não
poderá copiar suas respostas por qualquer
meio. O d e s c u m p r im e n to dessa
determinação será registrado em ata e
«9 VERIFIQUE SE ESTE MATERIAL ESTÁ EM ORDEM. CASO acarretará a eliminação do candidato; e
CONTRÁRIO, NOTIFIQUE IMEDIATAMENTE O FISCAL.
■ Ao term inar a prova, o candidato deverá
retirar-se imediatamente do local, não sendo
possível nem mesmo a utilização dos
# RESERVE OS 30 (TRINTA) MINUTOS FINAIS banheiros e/ou bebedouros.
PARA MARCAR SEU CARTÃO DE RESPOSTAS.
• Ao term inar a prova, é de sua responsabilidade
entregar ao fiscal o Cartão de Respostas
assinado. Não se esqueça dos seus pertences.

» Os três últimos candidatos deverão permanecer


na sala até que o último candidato entregue o
Cartão de Respostas.
BOA PROVA! » O fiscal de sala não está autorizado a alterar
quaisquer destas instruções. Em caso de dúvida,
www.funcab.org solicite a presença do coordenador local.
( LÍNGUA PORTUGUESA ) O m aior público das provas orais era o que já
tinha ouvido falar algum a coisa do candidato e vinha
Texto para responder às questões de 01 a 10. vê-lo “dar um show ” . Eu dei show de português e
inglês. O de português até que foi moleza, em certo
Vestibular de verdade era no meu tem po. Já sentido. O professor José Lima, de pé e tom ando um
estou chegando, ou já cheguei, à altura da vida em cafezinho, me dirigiu as seguintes palavras aladas:
que tudo de bom era no meu tem po; meu e dos outros - Dou-lhe dez, se o senhor me disser qual é o
coroas. Acho inadm issível e mesm o chocante (no sujeito da prim eira oração do Hino Nacional!
sentido antigo) um coroa não ser reacionário. Som os
uma força histórica de grande valor. Se não instantaneam ente e o mestre quase deixa cair a
agíssem os com o vigor necessário - evidentem ente o
condizente com a nossa condição provecta tudo - Por que não é indeterm inado “ouviram ,
sairia fora de controle, mais do que já está. O
vestibular, é claro, jam ais voltará ao que era outrora e - Porque o “as” de “as m argens plácidas” não
talvez até desapareça, mas julgo necessário falar do é craseado. Quem ouviu foram as m argens plácidas.
antigo às novas gerações e lem brá-lo às minhas É uma anástrofe, entre as muitas que existem no
coevas (ao dicionário outra vez; dom ingo, dia de Hino. “Nem tem e quem te adora a própria m orte”:
sujeito: “quem te adora”. Se puserm os na ordem
O vestibular de Direito a que me subm eti, na
velha Faculdade de Direito da Bahia, tinha só quatro - Chega! - berrou ele. - Dez! Vá para a glória!
m atérias: português, latim, francês ou inglês e A B a h ia será sem pre a Bahia!
sociologia, sendo que esta não constava dos
currículos do curso secundário e a gente tinha que se RIBEIRO, João Ubaldo. Jornal Grande Bahia-, 12 jun. 2013
virar por fora. Nada de cruzinhas, múltipla escolha ou
m atérias que não interessassem diretam ente à
carreira. Tudo escrito tão ruybarbosianam ente
q u a n to p o s s ív e l, co m c ita ç õ e s d e c o ra d a s , (Questão 01 )------------------------------------------------------------
p re fe riv e lm e n te . O s te x to s em la tim e ra m
Em relação à narrativa apresentada, a leitura atenta
A s Catilinárias ou a Eneida, e das quais até hoje
revela ser im procedente o seguinte com entário:

Havia provas escritas e orais. A escrita já dava A) explora o anedótico com o recurso de humor.
nervosism o, da oral muitos não se recuperaram
inteiram ente, pela vida afora. Tirava-se o ponto B) é escrita na 1a pessoa.
(sorteava-se o assunto) e partia-se para o martírio, C) o narrador repudia o uso de form as populares de
insuperável por qualquer esporte radical desta dizer.
juventude de hoje. A oral de latim era particularm ente
D) incita o leitor a uma leitura com preensiva.
espetacular, porque se juntava uma multidão, para
assistir à perform ance do saudoso mestre de Direito E) tem cunho m em orialista.
Romano Evandro Baltazar de Silveira. Franzino,
sem pre de colete e olhar vulpino (dicionário,
dicionário), o mestre não perdoava.
(Questão 02 )------------------------------------------------------------
- Traduza aí “quousque tandem , Catilina,
[abutere] patientia nostra” - dizia ele ao entanguido A alternativa em que os sinônim os propostos para
substituir as palavras em destaque m ostram -se,
quanto ao sentido, inadequados ao contexto em que

Era o bastante para o mestre se levantar, pôr


as mãos sobre o estôm ago, olhar para a platéia como A) "... e lem brá-lo às minhas C O EVAS...” (§ 1) /
quem pede solidariedade e dar uma carreirinha em contem porâneas, coetâneas

—Ai, minha barriga! - exclam ava ele. - Deus, ó B) "... dizia ele ao ENTANG UIDO vestibulando.”
Deus, que fiz eu para ouvir tam anha asnice? Que ( § 4 ) / raquítico, mirrado
pecados cometi, que ofensas Vos dirigi? Salvai essa C) "... um coroa não ser R E A C IO N ÁR IO .” (§ 1) /
alma de alimária, S enhor meu Pai! conservador, tradicionalista
Pode-se im aginar o resto do exam e. [...] D) "... sem pre de colete e olhar V U LP IN O ...” (§ 3) /
Comigo, a coisa foi um pouco melhor, eu falava um astuto, ardiloso
latinzinho e ele me deu seis, nota do mais alto coturno
E) "... c o n d iz e n te co m a n o s s a c o n d iç ã o
P RO VECTA...” (§ 1 ) / anciã, longeva
(Questão 03 )------------------------------------------------------------ (Questão 06 )------------------------------------------------------------

No contexto em que se vê em pregado,o neologism o De acordo com as norm as do português padrão, a


“ruybarbosianam ente” (§ 2) dá conta de um estilo m udança de posição do pronom e átono proposta só é
acadêm ico que deve ser interpretado como:
A) sóbrio, simples. A) “T irava -se o ponto...” (§ 3 ) /S e tirava

B) afetado, pomposo. B) "... e a gente tinha que se virar por fora.” (§ 2) /


virar-se
C) conciso, lacônico.
C) “... se o senhor m e d is s e rq u a lé o suje ito...” (§ 10)
D) impreciso, ambíguo. /disser-m e
E) despojado, enxuto. D) “O professor [...] me dirigiu as seguintes
palavras...” (§ 9) / dirigiu-m e
(Questão 04 )------------------------------------------------------------
E) "... muitos não se recuperaram inteiram ente...”
Em: “Tirava-se o ponto (sorteava-se o assunto) e (§ 3) / recuperaram -se
partia-se para o m artírio...” (§ 3), o com entário entre
(Questão 07 )------------------------------------------------------------
parênteses tem, em relação ao sentido da oração
Ocorre a mesma anástrofe (ou anástrofe dos
m esm os term os oracionais) que aquela que o
A) definir. personagem -narrador aponta em: “Nem tem e quem
te adora a própria m orte...” (§ 13) na seguinte
B) exemplificar.

C) esclarecer.
A) E o sol da liberdade, em raios fúlgidos, / Brilhou
D) retificar. no céu da pátria nesse instante
E) especificar. B) Do que a terra mais garrida /Teus risonhos, lindos
cam pos têm mais flores
(Questão 05 )------------------------------------------------------------
C) Se em teu form oso céu, risonho e límpido, /
Altera-se o sentido fundam ental do enunciado no A imagem do cruzeiro resplandece
texto com a reescrita da seguinte oração: D) Nossos bosques têm mais vida, / Nossa vida no
teu seio mais am ores
A) "... insuperável p o rq u a lq u e re sp o rte radical desta
juventude de hoje.” (§ 3) / que nenhum esporte E) Brasil, de am or eterno seja sím bolo / O lábaro que
radical desta juventude de hoje superaria ostentas estrelado

(Questão 08 )------------------------------------------------------------
B) “Se não agíssem os com o vigor necessário...”
(§ 1 )/ Não agíssem os com o vigor necessário O verbo “haver” - em pregado corretam ente, como
C) "... sendo que esta não constava dos currículos verbo im pessoal, em “Havia provas escritas e orais.”
do curso secundário...” (§ 2) / a última das quais (§ 3) - flexiona-se, para concordar com o sujeito,
não constava dos currículos do curso secundário apenas no contexto da seguinte frase:
D) "... porque se juntava uma m ultidão...” (§ 3) /v is to
juntar-se uma m ultidão A) Alguns candidatos se houveram bem na prova.

E) "... e ele me deu seis, nota do mais alto coturno B) Haviam até candidatos que desm aiavam .
em seu elenco.” (§ 8) / não obstante ele me deu
C) Haveriam candidatos m elhores em São Paulo?
seis, nota do mais alto coturno em seu elenco
D) Mestres com o aqueles nunca mais houveram.

E) Era uma anástrofe, como muitas que haviam no


Hino.
(Questão 09 )------------------------------------------------------------ (Questão 12 )------------------------------------------------------------

Na hipótese de reescrita do term o destacado em: Inicialmente, a média aritm ética dos faturam entos
“O vestibular de Direito A Q U E ME S U B M E TI...” (§ 2), dos últim os cinco meses de uma loja foi de
a gram ática do português padrão condenaria a R$ 1 2 6 .0 0 0 ,0 0 . P o ré m , a p ó s um a re v is ã o ,
regência do verbo usado na alternativa: verificou-se que o faturam ento do últim o mês, no
valor de R$ 134.000,00, estava errado. Após a
A) que nos deixava em pânico. devida correção, a nova média dos faturam entos dos
últim os cinco meses foi de R$ 125.000,00. Determ ine
B) para o qual muito estudei.
o valor correto do faturam ento do último mês.
C) que eu ainda me lembro.
A) R $129.000,00
D) em que passei com louvor.
B) R $125.000,00
E) de que agora, saudoso, lhes falo.
C) R $133.000,00
(Questão 10 )------------------------------------------------------------
D) R $133.800,00
Com a reescrita do term o em destaque, o uso do
E) R $128.000,00
acento grave no “a ” torna-se facultativo em:

A) "... estou chegando, ou já cheguei, À ALTURA DA


V ID A ...” (§ 1 )/a u m a altura da vida (Questão 13 )------------------------------------------------------------

B) "... q ue não in te re s s a s s e m d ire ta m e n te Calcule os juros obtidos em um em préstim o de


R$ 30.000,00, a uma taxa de juros de 8% ao mês, ao
À C A R R E IR A .” (§ 2) / a nossa carreira
final de cinco trim estres, no regim e de juros simples.
C) "... assistir À PER FO RM ANCE DO SAUDO SO
M E S TR E ...” (§ 3) / a mais uma perform ance do A) R $12.000,00
saudoso mestre B) R $24.000,00

D) "... e lem brá-lo ÀS MINHAS CO EVAS...” (§ 1) I a C) R $18.000,00


m inhascoevas
D) R $30.000,00
E) "... julgo necessário falar do antigo ÀS NOVAS
G E R A Ç Õ E S ...” (§ 1) / a essas novas gerações E) R $36.000,00

MATEMÁTICA FINANCEIRA / ESTATÍSTICA /


RACIOCÍNIO LÓGICO (Questão 14 )------------------------------------------------------------
\ ________________________________________ I_________________________________________ y

Calcule a taxa efetiva anual equivalente à taxa de


(Questão 11 )------------------------------------------------------------
15% ao a n o , a no c o m e rc ia l, c a p ita liz a d o s
A tabela a seguir contém o faturam ento dos últimos
cinco meses de um hotel. Pode-se afirm ar que o A) 13,5% a.a.
desvio-padrão X, dos faturam entos na tabela,
pertence ao intervalo: B) 13,0765% a.a.

C) 15,0125% a.a.
RS 1.200.000,00
D) 14,0625% a.a.
RS 1.300.000,00
RS 1.500.000,00 E) 15,5625% a.a.
RS 1.700.000,00
RS 1.800.000,00

A) 0 < x < 50.000

B) 0 < x < 1.000.000

C) 0 < x < 1.000

D) 0 < x < 100.000

E) 0 < x < 10.000


(Questão 15 } (Questão 18 }

M arcos descontou uma prom issória com valor Calcule o valor atual, ou seja, o valor presente líquido,
nom inal de R$ 24.000,00, com vencim ento em aproxim ado, dos fluxos representados na tabela
10 meses. Calcule a taxa mensal de desconto abaixo, considerando uma taxa de juros de 10%
com ercial sim ples utilizada, sabendo que o desconto ao ano.

Ano Fluxo de Caixa


A) 3%
0 -1.000
B) 4% 1 200
2 500
C) 5%
3 500
D) 3,4% 4 200

E) 3,8%
A) 0

B) -96,40
(Questão 16 )------------------------------------------------------------
C) 115,20
A ssinale a alternativa que contém o sistem a de
D) 107,30
am ortização utilizado no financiam ento cujos valores
estão representados na tabela a seguir. E) -92,50

Ano Juros Amortização Prestação Saldo


0 RS 10.000
1 R$ 1.200 R $ 2.600 RS 3.700 RS 7.500 (Questão 19 )------------------------------------------------------------
2 RS 900 RS 2.500 RS 3.400 RS 5.000
3 RS 600 RS 2.500 RS 3.100 RS 2.500 Marcos, João e mais quatro am igos irão disputar uma
4 RS 300 RS 2.500 RS 2.300 RS 0 corrida. Determ ine a probabilidade de M arcos e João
Total RS 3.000 RS 10.000 RS 13.000 --------- term inarem a corrida um em prim eiro e o outro em

A) “P RICE”
A) 1/30
B) Sistem a Am ericano
B) 2/5
C) “S A M ”
C) 3/5
D) “S A C ”
D) 1/5
E) “BU LLET”
E) 1/15

(Questão 17 )------------------------------------------------
(Questão 20 )------------------------------------------------------------
Determ ine o sexto term o da seqüência abaixo
Um em presário foi ao banco descontar uma nota
3 -4 ,3 -6 ,8 - 1 0 ,5 -1 5 ,4 -7 prom issória com valor nom inal de R$ 40.000,00 e
vencim ento em dois meses. Calcule o valor recebido
A) 19,1 pelo em presário, sabendo que foi cobrada uma taxa
B) 17,9 de desconto com ercial com posto de 2% ao mês.

C) 23,9 A) R $37.646,68
D) 21,5 B) R $38.416,00
E) 20,3 C) R $39.030,25

D) R $39.200,00

E) R $38.972,30
c DIREITO TRIBUTÁRIO (Questão 23 ) ■

Sobre im postos de com petência da União, assinale a


(Questão 21 )------------------------------------------------------------

Sobre cobrança judicial da dívida ativa, assinale a A) A indenização recebida pela adesão a programa
de incentivo à dem issão voluntária está sujeita à
incidência do im posto de renda.
A) É necessária a intervenção do M inistério Público
nas execuções fiscais.
B) Não incide imposto de renda sobre os valores
percebidos a título de indenização por horas
B) A exceção de pré-executividade é adm issível na
extraordinárias trabalhadas.
execução fiscal re lativam ente às m atérias
C) Nos depósitos judiciais, incide o im posto sobre
conhecíveis de ofício que não dem andem dilação
operações financeiras.
probatória.
D) O pagam ento de férias não gozadas por
C) Em execução fiscal, a prescrição ocorrida antes necessidade do serviço não está sujeito à
da propositura da ação não pode ser decretada incidência do im posto de renda.
de ofício.
D) Na execução fiscal, o devedor deverá ser E) O pagam ento de licença-prêm io não gozada por
intimado, por edital, do dia e hora da realização necessidade do serviço está sujeito ao imposto
do leilão. de renda.
E) Proposta a execução fiscal, a posterior m udança
de d o m ic ílio do e x e c u ta d o d e s lo c a a
com petência já fixada. (Questão 24 )------------------------------------------------------------

Sobre im postos de com petência dos Municípios,

(Questão 22 )------------------------------------------------------------
A) O c o n trib u in te do IPTU é n o tific a d o do
C on stitu i m o d alida d e de exclu são do cré d ito lançam ento pelo envio do cam ê ao seu endereço.
B) Não cabe à legislação estadual estabelecer o
sujeito passivo do IPTU.
A) transação.
C) O ITBI não incide na cessão onerosa de direitos à
B) decadência. aquisição de imóvel.
C) remissão. D) A arrem atação judicial de bem imóvel em leilão
público não será considerado fato gerador do
D) tutela antecipada.
ITBI.
E) isenção. E) É perm itido ao m unicípio atualizar o IPTU,
mediante decreto, em percentual superior ao
índice oficial de correção monetária.
(Questão 25 )------------------------------------------------------------ (Questão 27 )------------------------------------------------------------

Sobre Sistem a Tributário Nacional, é correto afirmar: C onsiderando os tem as “obrigação tributária” e
“responsabilidade tributária” , assinale a alternativa
A) A lei que aum enta a base de cálculo do IPTU se
s u b m e te a o p rin c íp io da a n te r io r id a d e
A) O contribuinte é sujeito passivo indireto e o
nonagesim al.
responsável tributário é sujeito passivo direto.
B) A im unidade dos tem plos religiosos com preende B) O espólio é responsável pelos tributos devidos
a vedação de instituir todo e qualquer tributo. pelo de cujus até o dia im ediatam ente anterior ao
C) Som ente os livros e revistas didáticos gozam de falecim ento.
im unidade tributária constitucional objetiva. C) A responsabilidade tributária por infrações não é
elidida quando provada a ausência de culpa ou
D) A im unidade das entidades de educação e
dolo do agente.
assistência social sem fins lucrativos é de
natureza objetiva. D) A obrigação tributária acessória é uma prestação
designativa do ato de pagar, afeta ao tributo e à
E) O princípio da im unidade recíproca é decorrência
multa.
lógica do princípio federativo e visa a assegurar a
E) São pessoalm ente responsáveis o adquirente ou
autonom ia dos entes políticos.
rem itente som ente pelos im postos relativos aos
bens adquiridos ou remidos.

(Questão 26 )------------------------------------------------------------

Sobre prescrição, decadência e com pensação em (Questão 28 )------------------------------------------------------------


matéria tributária, assinale a alternativa correta.
Sobre legislação tributária, assinale a alternativa
A) A com pensação de créditos tributários pode ser
deferida em ação cautelar ou por m edida lim inar
A) Os princípios gerais de direito privado são
ca ute la ro u antecipatória.
utilizados para a definição do alcance dos efeitos
B) Não se aplicam as disposições do CTN, afetas à tributários dos seus institutos.
decadência e à prescrição, ao FGTS. B) A legislação tributária aplica-se im ediatam ente
aos fatos geradores futuros e aos pendentes.
C) O prazo prescricional da execução fiscal inicia-se
com a inscrição em dívida ativa do crédito C) O em prego da analogia poderá resultar na
tributário. exigência de tributo não previsto em lei.
D) Não é possível a restituição de tributo atingido D) Deve ser interpretada de m aneira mais favorável
pela decadência. ao Fisco a lei tributária que defina infrações e
E) a d eca d ên cia trib u tá ria é uma form a de com ine penalidades.
suspensão do crédito tributário.
E) O s a to s n o r m a tiv o s d a s a u t o r id a d e s
adm inistrativas, conform e dispõe o CTN, entram
em v ig o r4 5 dias após a data da sua publicação.
(Questão 29 )------------------------------------------------------------ ( DIREITO ADMINISTRATIVO )

Sobre anistia, rem issão e transação, assinale a


(Questão 31 )------------------------------------------------------------

Em se tratando de perm issão e concessão de serviço


A) A anistia abrange exclusivam ente as infrações
com etidas anteriorm ente à vigência da lei que a
concede.
A) É im possível a adoção do instituto da arbitragem
B) Não se aplica a anistia a atos praticados com para dirim ir conflitos relacionados aos contratos
sim ulação pelas pessoas jurídicas beneficiadas. de concessão de serviços públicos.
C) A anistia decorre de lei e com preende as
infrações futuras. B) Ressalvados os im postos sobre a renda, a
criação, alteração ou extinção de quaisquer
D) A rem issão é o acordo para concessões
tributos ou encargos legais, após a apresentação
recíprocas que põem fim ao litígio, conform e
da proposta, é incabível a revisão da tarifa, para
CTN.
mais ou para menos, conform e o caso.
E) Transação é a liberação graciosa (unilateral) da
dívida pelo Fisco. C) Tanto a concessão quanto a perm issão são
form alizadas m ediante ato adm inistrativo, o que
não ocorre em relação à autorização de serviços
(Questão 30 )---------------------------------------------------- públicos, que é constituída mediante contrato.

D) A intervenção na concessão far-se-á por decreto


O princípio tributário da seletividade aplica-se ao
do poder concedente, que conterá a designação
A) ITR. do interventor, o prazo da intervenção, os
objetivos e limites da medida.
B) ICMS.
E) No atendim ento às peculiaridades de cada
C) IR. serviço público, jam ais o poder concedente
D) PIS. poderá prever, em favor da concessionária, no
edital de licitação, a possibilidade de outras
E) IOF. fontes provenientes de receitas alternativas.

(Questão 32 )------------------------------------------------------------

Com relação ao processo adm inistrativo disciplinar, é

A) O correndo o arquivam ento do processo face a


ausência de pressupostos que tipificassem o
delito im putado ao servidor, este faz ju s à sua
reintegração.

B) A absolvição crim inal é irrelevante na esfera


adm inistrativa, m esm o quando fundada na
in o corrên cia d ofa to.
C) Nos processos adm inistrativos, em recurso
provocado pelo se rvid o r é in adm issível a
aplicação do reform atio in pejus.

D) No processo adm inistrativo, não se aplica o


princípio da retroatividade da lei.
E) Pode ser objeto de delegação a decisão de
recursos adm inistrativos.
(Questão 33 ) ■ (Questão 36 ) ■

Assinale a opção correta no que concerne ao recurso Acerca da contratação tem porária, assinale a opção
de revisão no processo adm inistrativo.

A) Pode ser postulada, a qualquer momento, A) As contratações tem porárias serão passíveis de
m e s m o q u e n ã o c a ib a m a is r e c u r s o anulação, respondendo o agente público que lhe
adm inistrativo. der causa, mas não respondendo por ação penal
B) Poderá resultar no agravam ento da sanção. cabível.

C) Pode o servidor, apresentando um fato novo, B) Os servidores públicos tem porários não têm sua
agravar ainda mais sua situação. previdência enquadrada no regim e geral de
D) Em c a s o de fa le c im e n to , a u s ê n c ia ou previdência social.
desaparecim ento do servidor, pessoa da fam ília
C) A plica-se o regime estatutário para o agente
não poderá requerer a revisão do processo.
contratado tem porariam ente.
E) Adm ite prazo prescricional. D) Não vem sendo adm itida constitucionalm ente
desde a prom ulgação da C onstituição Federal de
1988.
(Questão 34 )------------------------------------------------------------ E) C o n tra to p o r p ra zo in d e te rm in a d o só é
a dm issível em situ a çã o e m e rg en cia l para
A A dm inistração abre licitação de m enor preço para realização de tarefas que não se enquadrem nas
prestação de serviços, cuja execução exige a compra funções de natureza perm anente.
de uma frota de veículos. O licitante, ao pesquisar no
mercado, percebe que o veículo im portado está mais
barato que o nacional, pois o im posto de im portação
(Questão 37 )------------------------------------------------------------
está baixo. Ao apresentar sua proposta, inclui os
veículos im portados mais baratos. Ocorre que, após No que concerne aos princípios aplicáveis ao
a assinatura do contrato, o governo altera sua política processo adm inistrativo disciplinar, é correto afirmar:
financeira e aum enta a alíquota dos produtos
im portados. O enunciado se refere a um ato genérico A) Se a Adm inistração, em processo adm inistrativo,
do poder público, que atinge todos os importadores, decidir de form a a violar uma súm ula vinculante,
o interessado não pode im pugnar a decisão por
meio de recurso adm inistrativo, afirm ando que a
A) fato da ocupação tem porária. citada decisão contraria o enunciado da súmula
vinculante.
B) fato da adm inistração.
B) O d e s a te n d im e n to às in tim a çõ e s im porta
C) fato da alteração unilateral do contrato. reconhecim ento da verdade dos fatos.
D) fato fortuito. C) Vigora no processo adm inistrativo o princípio do
reform atio in pejus para os recursos, ou seja, nos
E) fato do príncipe.
recursos a situação do recorrente pode piorar.

D) O com parecim ento do adm inistrado não supre


(Questão 35 )------------------------------------------------------------ irregularidade da notificação.
E) Na fase de instrução, quando for necessária a
Se um expropriante aliena o bem ou cede o seu uso,
em issão de um parecer, este deverá ser emitido
por qualquer título, à instituição privada, está
no prazo m áxim o de 30 dias, salvo norma
especial ou com provada necessidade de maior
A) exercício do pod e rd e polícia. prazo.
B) exercício do poder discricionário.

C) excesso de poder.

D) desvio de poder.

E) exercício do poder punitivo.


(Questão 38 ) ■ (Questão 40 ) ■

A respeito do afastam ento de servidor público Referente aos contratos adm inistrativos, é correto
indiciado em processo adm inistrativo disciplinar,

A) A critério da autoridade com petente, em cada


A) Com o m edida cautelar, a fim de que o servidor caso, e desde que prevista no instrum ento
não venha a influir na apuração da irregularidade, convocatório, poderá ser exigida prestação de
a autoridade instauradora do processo poderá garantia nas contratações de obras, serviços e
determ inar seu afastam ento do exercício do compras.
cargo pelo prazo de até oitenta dias.
B) A imutabilidade não é uma das características do
B) O afastam ento preventivo não pode ultrapassar contrato adm inistrativo, pois o contratado fica
cento e vinte dias, devendo o servidor voltar à obrigado a aceitar, nas m esm as condições
ativa, ainda que o processo não esteja finalizado. contratuais, os acréscim os ou supressões que se
fizerem nas obras, serviços, ou com pras até
C) Se o p ro c e s s o a d m in is tra tiv o d is c ip lin a r 30% (trinta por cento) do valor inicial do contrato.
extrapolar oitenta dias, a punição do servidor
C) O poder de alteração unilateral do contrato
configurará ilicitude.
adm inistrativo é inerente à Adm inistração, mas
D) Durante a apuração da falta do servidor, este só pode ser feita se prevista em lei ou consignada
poderá ser colocado em disponibilidade, fazendo em cláusula contratual.
jus à rem uneração integral. D) A prerrogativa de aplicar sanções adm inistrativas
aos particulares é considerada uma cláusula
E) O afastam ento tem porário do servidor pode
exorbitante, pois a A dm inistração precisa de
ocorrer a título de punição.
autorização do Poder Judiciário para essa
finalidade.

(Questão 39 )------------------------------------------------------------ E) O contrato adm inistrativo tem a característica de


um contrato bilateral, pois as partes são
No que concerne à licitação, assinale a opção responsáveis pela elaboração das cláusulas
contratuais.

A) A concorrência é m odalidade licitatória que se


destina à escolha de trabalho técnico, científico
ou artístico, m ediante a instituição de prêm ios ou
rem uneração aos vencedores.

B) A necessidade de publicação do instrum ento


convocatório não se estende a todas as
m odalidades licitatórias.
C) A desconstituição de licitação pressupõe a
instauração de contraditório em que se assegure
ampla defesa a todos os licitantes interessados.

D) A autoridade com petente poderá anular a


licitação em basada em razões de interesse
público decorrentes de fatos supervenientes
devidam ente com provados.

E) Na m odalidade denom inada pregão, a fase de


habilitação antecede a fase de julgam ento.