Sie sind auf Seite 1von 5

Dados de Identificação:

Colégio: Municipal Orlindo Nogueira


Professor: Marcelo da Silva Pinheiro
Ano: 2019
Turno: Vespertino
Série: 6º ano

Esta proposta de trabalho justifica-se pela necessidade de fomentar o


desenvolvimento da auto-estima e a autonomia dos estudantes, a partir de
princípios fundamentais que relacionam a ARTE à diversidade social, à educação e
à cultura, possibilitando o exercício da criatividade. Dessa forma, o fazer artístico
acaba se traduzindo em um ato de liberar emoções, levando à alienação da
realidade desvinculando o processo criativo do processo cognitivo.

Organizar o ensino da arte de modo que ao longo do ano letivo o aluno


seja capaz de:
 Reconhecer que a arte é uma atividade humana ligada a manifestações de
ordem estética, criada a partir de percepção, emoções e idéias;
 Desenvolver no aluno a capacidade de produzir, individual e /ou coletivamente
atividades artísticas como: música, artes plásticas e audiovisuais, teatro e
dança, como forma de manifestações de diferentes culturas, favorecendo, por
um lado, a formação da identidade, e por outro lado a compreensão do caráter
pluricultural da nossa sociedade.
 Ampliar as competências, habilidades cognitivas, motoras e intelectuais do
aluno nas diversas linguagens artísticas (Pintura e escultura, teatro, musica e
dança.)
OBJETIVOS CONCEITUAIS, PROCEDIMENTAIS E ATITUDINAIS:
Proporcionar aos educandos oportunidades para:
* Interagir com variedade de matérias naturais e fabricadas, multimeios
(computador, vídeo, holografia, cinema, fotografia), percebendo, analisando e
produzindo trabalhos de arte;
* Identificar a diversidade e inter-relações de elementos da linguagem visual
que se encontra em múltiplas realidades (vitrines, cenários, roupas, adereços, objetos
domésticos, movimentos corporais, meios de comunicação) perceber e analisá-los
criticamente;
* Desenvolver a percepção auditiva e memória musical, criando, interpretando
e apreciando musicas em um ou mais sistemas musicais;
* Valorizar as diversas culturas musicais, especialmente as brasileiras;
* Construir uma relação de cooperação, respeito, dialogo e valorização das
diversas escolhas e possibilidades de interpretação e de criação em dança, que
ocorrem em sala de aula e na sociedade;
* Criar diferentes gestos e coreografias com base em danças vivenciadas,
compreendendo a possibilidade de transformação da expressão corporal;
* Compreender o teatro em suas dimensões artísticas, estética, histórica e
social;
* Improvisar senas teatrais com os colegas, integrando-se com eles, sabendo
ouvir e esperar a hora de falar;
* Pesquisar e aperfeiçoar recursos materiais disponíveis na própria escola e na
comunidade para a atividade teatral;
* Estabelecer conexões entre outras áreas do conhecimento e utilizar
conhecimento como apoio para a construção de conceitos da arte: intuir, conjecturar,
descobrir, projetar, representar, quando lidar com as formas geométricas e os
espaços;
* Criar conexões entre saberes, vivencias e expressa-las por meio de diferentes
linguagens artísticas;
* Estimular o hábito da apreciação de obra de arte e da observação da natureza
com formas de comparação e estimulo para fazer artístico;
* Perceber a presença de figuras geométricas na natureza, em obras de arte, na
arquitetura, etc.;
* Reconhecer o que são figuras simétricas, identificando os eixos de simetria
que possuem, por meio de dobraduras, desenhos e pinturas;
* Construir tangrans e compor imagens a partir da montagem de suas peças;
* Perceber as pequenas variações dos elementos da linguagem visual como
tons e semitons das core, diferenças de textura e forma etc.;
* Observar, analisar e utilizar elementos da linguagem e suas articulações;
* Manipular objetos e explorar espaços variados a fim de conhecer sua forma,
textura, temperatura, dimensão etc., interessando-se em agir sobre eles;
* Estabelecer relações com o trabalho de arte produzido por si e por outros,
sem discriminação estética, artística, étnica e de gênero;
*Apreciar diferentes formas de dança, associando-as a diferentes escolhas
humanas que dependem de suas vivências estéticas, religiosas e étnicas;
* Tomar decisões próprias na organização dos processos criativos individuais e
de grupo em relação aos trabalhos manuais, movimentos, musicas e espaço cênico;
* Instaurar em sala de aula um clima de cooperação e interação entre todos;
*Assumir uma postura adequada no trato e respeito com o colega e ao
professor;
* Falar no momento oportuno, saber ouvir e acatar opiniões alheias;
* Ampliar seu senso de crítica e autocrítica, consciente d que precisa melhorar;
* Reconhecer a importância da assiduidade e pontualidade;
* Realizar com compromisso e interesse as tarefas propostas e registros de
aulas bem como a organização do seu material;
* Promover um clima de cordialidade e afetividade em classe;
* Despertar a sensibilidade e estimular a imaginação;
* Atuar em equipe, assumindo responsabilidades e exercendo suas tarefas.

1ª Unidade 2ª Unidade
A representação do corpo: O corpo na Arte:
 Representação do corpo humano;  Pintura corporal nos povos
 Ernesto Neto; indígenas;
 Pintura corporal e adornos;
 O belo grego;
 Adorno corporal e identidade;
 Retrato e ato-retrato
 Pintura do corpo;
 A beleza, o corpo e a arte;
 Sobre o trabalho de Lygia
 O desenho; Pape.
 O corpo Fala; A roupa e a Arte:
 Historia do vestuário e da
moda;

3ª Unidade 4ª Unidade
A roupa e a Arte: Danças populares:
 A dança popular no Brasil;
 Tendência versus invenção;  Bumba meu Boi
 Designer de adereços;  Danças e musicas
 Roupa conforto e elegância; populares no Brasil
 A linha e o bordado;  Danças urbanas;
 Zuzu Angel;  Partitura de danças e
A Performance: palmas
Dança Contemporânea:
 O que é performances;  Dança contemporânea no
plural;
 Corpo performances e festa;  A dança pós-moderna
 Ver e entender performances; norte americana;
 Eleonora Fabião;  Usos de gestos e lugares
cotidianos na dança;

* Conversas informais;
* Jogos e dinâmicas variadas
* Consultas em diversas fontes (enciclopédias, internet, dicionários, livros
didáticos e paradidáticos)
* Resolução e formulação de situações-problemas;
* Atividades escritas;
* Manuseio de recursos como régua, compasso, transferidor, etc.;
* Execução de dobraduras;
*Interpretações orais e visuais
* Explanação participada;
* Apreciação de vídeos, DVDs e CDs;
* Dramatizações;
* Trabalhos individuais e em grupo;
* Leitura, interpretação e produção de textos e músicas;

HUMANOS:
* Professora, alunos, pais, diretor e demais funcionários da escola, pessoas
da comunidade.

DIDÁTICOS:
* Materiais: Lousa e acessórios, caderno, lápis, borracha, apontador, papel
sulfite, tinta, pincel, gravuras, cola, fita adesiva, tesoura, cartolina, fotografias,
quadros, jogos diversos, sucatas, jornais, revistas e outros portadores de textos,
cartazes e instrumentos musicais.
* Materiais áudio e/ou visuais: DVDs, TV, CDs, vídeo, fitas de vídeo, micro system,
etc.

A avaliação será diagnóstica, somatória, processual e contínua em função dos


objetivos previstos, através da observação direta e registro do desempenho dos
educandos, considerando o rendimento qualitativo e quantitativo em situações
variadas como:
* Avaliações escritas (testes e provas)
* Atividades orais e escritas
* Pesquisas
* Trabalhos em grupos e individuais
*Produções musicais;
*Produções artísticas (teatro, coreografias, danças, pinturas, desenhos,
dobraduras, etc.);
*Participação nas atividades cívicas e lúdicas.
È válido ressaltar que um tipo de avaliação não deve excluir o outro; pelo
contrario, ambos devem somar-se.
Além das avaliações citadas, o professor oferecerá mecanismos para que o
aluno possa se auto-avaliar e após a autocrítica, elaborar um projeto de reformulação
de atitudes. É importante lembrar também que em todos os momentos os estudantes
serão instigados a refletir, expor suas opiniões, expressar seus sentimentos.

BRASIL. Secretaria de Ensino Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Arte.


Brasília: MEC/SEF. 2001.
SOUZA, Joamir Roberto de. Vontade de saber matemática, 6º ano/ Joamir Roberto de
Souza, Patricia Rosana Moreno Pataro.—2. ed.—são Paulo: FTD, 2012.
BEAUDOT, Alain. A criatividade na escola. São Paulo Nacional, 1976.
WOODFORD, Susan. A arte de ver a arte. Rio de Janeiro, Zahar, 1984.
CANTELE, Bruna Renata; LEONARDI, Ângela Cantele. Arte – Linguagem Visual _ 5ª a 8ª
série. São Paulo: IBEP.
YAGIMA, Eigi. Plástica – Educação Artística – 5ª série. São Paulo. IBEP
HERLING, André; YAGIMA, Eigi. Desenho – Educação Artística – 5ª série. São Paulo.
IBEP