Sie sind auf Seite 1von 19

www.apostilasdeaxe.

com

FUNDAMENTOS E
PREPARAÇÕES

DO

ILÊ AXÉ

1
www.apostilasdeaxe.com

ÍNDICE
Fundamentos e Preparações do Ilê Axé:

1. 4 Cantos

2. Centro axé

3. Cumieira

4. Telhado parte exterior

5. Portão

6. Cozinha

7. Hunkó

8. Santos de quintal

9. Poço

2
www.apostilasdeaxe.com

01 – QUATRO CANTOS

Joga-se para saber quais orixás ocuparão os 4 cantos do Ilê.

04 frangos (as) brancos depende de que santo será assentado no canto


04 okutá
04 idés na cor do orixá assentado
04 buzios
01 moeda antiga
03 moedas correntes
insígnia do orixá que estará sendo assentado naquele canto (se for osoosi 1 ofá,oxum abebé...)
04 panela de barro com tampa pequena
04 folha de jornal do dia
04 obí (exceto se o orixá for xangô)
04 orobo
04 folhas de peregun (1 para cada panela)
04 folhas de saião ( 1 para cada panela)
04 folhas de algodão “
04 folhas de oripepe“
04 acaças para cada canto ( aqui já são 4 para cada canto)
01 folha de iroko com ebô em cima em cada canto
efum/ossum/wají

Maneira de assentar:

Abrir um buraco em cada canto de aproximadamente ½ metro de profundidade e ½ de largura, não


precisa fazer estrutura em concreto, este axé de canto poderá ser coberto por terra, outro detalhe,
esses cantos não precisam de quartinha dentro.

O que irá dentro da panela:

Okutá ao centro, ides em volta,moedas em volta, búzios em volta, o jornal da mesma forma que será

3
www.apostilasdeaxe.com
feito no axé central. As folhas todas dentro da panela sob o okutá.
O processo de ritual é quase o mesmo o do axé.

Durante a arrumação das coisas “dentro” da panela cante o seguinte:

Orisá wa ni edjo
Dide mi sò ki
Un bó è sorì alè
Ago bo laelae
Orisá wa ni edjo
O dide mi sò
In bo nun

Ewa se a lore baba


E le esyn
Esú è orisá
Ki a oroo
Lonin
Ewa se a lore baba
E le esyn
Ogun è orisá
Ki a oroo
Lonin ewa se a lore baba
E le esyn ...

E vai repetindo citando todos os orixas

Ao terminar de por tudo dentro da panela, deixe descansar até o dia seguinte, ao amanhecer dar de
comer ao que foi posto dentro da panela.

Canta-se as cantigas de cada axé para a matança dos bichos, digo isso pois poderá variar de
cantiga conforme o axé, após a matança, temperar tudo com dendê,mel,yó, moscatel,omi,efum,
ossum e wají.
Sendo que ao depositar o efum,ossum e wají canta-se o seguinte:

Efum ire (troca-se efum por ossum e depois por wají)

4
www.apostilasdeaxe.com
Tin bè lehin
Gne bò nisè

Erigi la wa basa
Ifá borrun ebó
Erigi la wa basa
Ifá borrun ebó

Cante para os outros temperos o que cada axé está acostumado


Em seguida cante para o orixá dono daquele canto.

Após ter dado de comer, deixe destampado por 6 horas vigiando para que bicho não venha mexer,
após as 6 horas, tampar a panela com a tampa dela, em seguida tampar a cavidade devidamente.
Ponha as comidas,acaçá, e folha de Iroko com ebô dentro do buraco em volta da panela, que será
coberto pela terra.

02 – CENTRO AXÉ

01 pena ekodidé
01 pena leke-leke

01 pena agbe

01 pena aluko
01 okutá
01 apetrecho que designe o orixa que esta sendo assentado no axé
16 moedas correntes e 16 antigas
02 bolas do boi (é considerada o olho da terra)
01 pombo branco
01 galinha d’angola pintada
01 frango (o) branca caipira
01 pato
01 piriquito
01 marreco
01 faisão
01 codorna

5
www.apostilasdeaxe.com
01 galinha Lustosa
01 pedra carvão mineral
16 búzios
01 folha de iroko/01 folha de dendezeiro/01 folha ogbó/01 folha osibatá/01 folha de ojú
oro/
01 punhado de folha de pega pinto/01 punhado de folha de saião/01 punhado de folha de macaça/
01 folha de baobá/01 folha de capeba/16 folhas de peregun/16 folhas de algodão
01 panela de barro grande com tampa
01 colar de coral
01 garrafa de moscatel
02 obis
02 orobos
Insígnia de cada orisá menos Omolu e Nana tudo em miniatura
01 idé ferro
01 idé prata
01 idé cobre

01 punhado barro vermelho/01 punhado terra fértil/01 punhado barro branco


06 colobos de barro

01 folha de jornal do dia com boas noticias


Banha de ori/ sabão da costa africano/dendê/mel ( se o axé não for osoosí)/omi
Milho de pipoca/ canjica/ acaça
Bejerekun/lelekun/01 fava de aridã/01 fava de atare/dandá da costa
Waji/ efum/ossum

Maneira de arrumar:

Acender 1 vela de ¼ ao lado da cavidade, do lado de fora do buraco.


Preparar a cavidade ao centro do barracão, com aproximadamente 1x1 metro de largura e 1m de
profundidade, é aconselhável que se faça uma estrutura de concreto nas bordas, para que se coloque
uma tampa removível, que deverá ser vedada logo após termine os orôs no axé.

O fundo desta cavidade será de terra mesmo, não deverá ser concreto, para que os axés ali
depositados possam entrar em contato com a terra.

Cozinhe um punhado grande de dandá da costa, e lave todos os apetrechos não perecíveis nesta
água, que após cessada a lavagem, deverá ser totalmente despejada dentro desta cavidade, ao
terminar de ser chupada pela terra, aí sim, coloque ali dobrada a folha de jornal do dia dobrada e

6
www.apostilasdeaxe.com
deposite a panela sem a tampa no fundo da cavidade, coloque ainda na frente da panela os 3 colobos
de barro, dentro de 1 coloque o barro vermelho, do 2 barro branco e do 3 a terra fértil. Na base de
cada colobo de barro coloque um ide, sendo 1 de cobre no barro vermelho, de prata no barro branco
e de ferro na terra fértil.
Deposite no fundo da panela todas as folhas pedidas, por cima desta o okutá, em volta deste 16
buzios, 32 moedas, as penas sagradas, o par de bola do boi, a pedra de carvão mineral, as favas de
aridã, bejerekun.lelekun,dandá, ataré, 1 bola de sabão da costa e uma bola de banha de ori
vegetal.

Ao jogar a água de dandá da costa dentro da cavidade pronuncie o seguinte:

Omi tun
Ona tun
Kpelé tun
Bo mi rin
Omi onile
Omo kanso so
Omo fori balé
Mojubá Onile
Mojubá
Mojubá Onile
Mojubá
Durante a arrumação das coisas em “volta” da panela, cante o seguinte:

Onile kere
Onile kere o
Onile kere lo do

Onile kere
Onile kere o
Onile kere lo do

Durante a arrumação das coisas “dentro” da panela cante o seguinte:

Orisá wa ni edjo

7
www.apostilasdeaxe.com
Dide mi sò ki
Un bó è sorì alè
Ago bo laelae
Orisá wa ni edjo
O dide mi sò
In bo nun
Ewa se a lore baba
E le esyn
Esú è orisá
Ki a oroo
Lonin
Ewa se a lore baba
E le esyn
Ogun è orisá
Ki a oroo
Lonin ewa se a lore baba
E le esyn ...

... E vai repetindo citando todos os orixas

Ao terminar de por tudo dentro da panela, deixe descansar até o dia seguinte, ao amanhecer dar de
comer ao que foi posto dentro da panela.

Canta-se as cantiga de cada axé para a matança dos bichos, digo isso pois poderá variar de cantiga
conforme o axé, após a matança, temperar tudo com dendê,mel,yó, moscatel,omi,efum, ossum e
wají.
Sendo que ao depositar o efum,ossum e wají canta-se o seguinte:

Efum ire (troca-se efum por ossum e depois por wají)


Tin bè lehin
Gne bò nisè
Erigi la wa basa

Ifá borrun ebó


Erigi la wa basa
Ifá borrun ebó

8
www.apostilasdeaxe.com
Cante para os outros temperos o que cada axé está acostumado.

Após o termino das cantigas de tempero cante para o axé o seguinte:

Asé ko felebè
Ta ni imòlè
Gni o e a

Asé ko felebè
Ta ni imòlè
Gni o e a

Ba in sè
Ba in sè
Kotun
Ba in sè
Ba in sè
Kotun
Oni iya
Ni imolè
Asé ko felebè
Ta ni imòlè
Gni o e a

Em seguida cante para o orixá dono do axé

Após ter dado de comer, deixe destampado por 6 horas vigiando para que bicho não venha mexer,
após as 6 horas, tampar a panela com a tampa dela, em seguida tampar a cavidade devidamente.
Ponha as comidas secas em cima desta tampa e deixe ali por 3 dias no qual findado, deverá ser
levado para um monte bem alto e entregue a orixá OKÊ para que ele eleve aquele axé.

Obs: a Galinha de Angola não será sacrificada, será posta dentro do buraco viva, pois esse é o
grande awo, após lacrado, a duvida permanecerá sempre o que deve ter acontecido com a etú, e
sempre que se ouvir um piado, faremos lembrança da etú que ali pusemos, isso faz com que o axé
se mantenha vivo.

03 – CUMEEIRA

9
www.apostilasdeaxe.com

A cumeeira do Asé Kétu raiz Gantois é Ode Agana, pois esse Ode não põe os pés no chão, é um
Ode detentor de riquezas e tudo dele é feito no alto, pois segundo conta os antigos ele foi jurado por
Omolu se pusesse os pés no chão todas as mazelas o atacariam. Esú Ijelú fica encarregado de vigiar
para que Agana não pise o chão.
Esse ode é arrumado no chifre de boi, com :

1 Bola do boi
1 Ofá miniatura de ferro queimado
1 Ferro de Ossãe miniatura
17 Moedas antigas
17 Buzios da terra
Azougue
Excremento de Boi seco
Pedaço de ouro
Pedaço de prata
1 Lança de ferro queimado
1 Fava de ayô
1 Fava de aridã
1 Pena leke leke
1 Pena ekodidé
1 Pena aluko
1 Pena agbé
1 Pena etú funfun
1 Folha de akoko
1 Folha de Osè (Baobá)

após tudo lavado em omieró, arrumar dentro do chifre do boi grande, pinte com efum, ossun e wají
o chifre por fora, ajeite um tronco de arvore e ponha um alguidar em cima para por o chifre para
comer, pois esse Ode não pode comer no chão.
Esse Ode come etú funfun, que será umidecida com água e toda pintada de azul com wají, só então
será sacrificada.
Acabou de fazer o sacrifício suspenda logo o chifre, com 1 ofá preso do lado de fora e um fio de
conta de Ode.
Os axés e a galinha desse ode seguirão para o alto do morro onde Agana recebe os Axés dele.
Pinta-se um alguidar com wají por dentro e ponha ebô no fundo dele, arrume a galinha inteira ali, e
os axés preparados em volta da galinha, cubra com muita folha de jarrinha e leve para o alto do
morro com 17 akasas em cima.

10
www.apostilasdeaxe.com

Cantiga que não poderá ser esquecida para cumieira durante o preparo dela e sacrificios:

1. A nila
(bis
Gbala waro

Ode Agana

Gbala waro

2. Eni ara wá t’osun omorode


Awa de loko igbain
Osi orilé Agana
Osi léri igbo akueran

04 – TELHADO PARTE EXTERIOR

01 quartinhão grande de louça com tampa e sem alça.


01 okutá branco
10 idés de prata
10 moedas brancas correntes
10 buzios
01 0paxoro
01 pomba com bola embaixo de chumbo
01 fava divina
01 galinha d’angola branca
01 pomba branca
01 franga branca
Folhas: saião, poejo, capeba e elevante

Proceda com a matança da mesma forma como as outras, só vai tirar os temperos que não pegam
pra Oxalá, tirar o ossum, o wají e sal.

Rezas que não poderão faltar:


11
www.apostilasdeaxe.com

Ewe di to arae
Ewe di to arae
Babà é dà ni sawerò
Osalà é dà ni sawerò

Oniè

Ewe di to arae orisá

Orisá ke mejè
Osalà é ni sawerò
Orisá ke mejè
Oniè
Etekó
É ni lewá

Outra

Baba esá rè wa
Ewa agba awo a sare wa

A je águtan
A sare wa ewa agba awo
Iba orisa yin agba òginyòn

05 – PORTÃO

Assenta-se Ina enterrado no portão do lado de dentro bem ao centro.


Assenta-se no lado direito de quem entra Ogum Ajo ( o verdadeiro Ogum que se assenta no portão,
não existe outro para portão).

12
www.apostilasdeaxe.com
01 bigorna grande
01 corrente grossa
01 obé médio cabo também em aço ou ferro
01 gan ( agogô em ferro)
01 ferro de ossãe médio
01 bacia em ferro grande
01 carvão mineral
01 minério de ferro
01 quartinha sem alça
Obi e orobo
03 inhames grandes cozido/cru/assado
01 galo caipira branco
04 frangos de cor
01 pombo branco
01 codorna
Obi/orobo

folhas: Oficial de Sala (Não se assenta Ogun sem essa folha), Etinponlá, mariwo, abamodá e saião.

Lava-se tudo com estas folhas, arruma-se no ibá os apetrechos.


As cantigas de matança são as citadas anteriormente ou as que se identificarem com as do axé.
Ogun aqui é enfeitado com patas,asas,rabo e cabeça dos bichos.

Reza que não poderá faltar:

Ògún dà lê ko
Eni adé ran
Ògún dà lê ko
Eni adé ran
Ògún to wa do
Eni adé ran

Ògún to wa do
Eni adé ran

13
www.apostilasdeaxe.com

OBS: Tudo do ogun quer for de ferro ou aço deverá ser muquiado no fogo de lenha preparado para
esta finalidade no tempo, depois que se lava nas ervas.

Assentamento de Esú Onan


(lado esquerdo de quem entra)

01 pedra preta grande bem redonda


01 bigorna média
01 ferradura usada
01 imã grande
01 navalha velha
01 vidro de azougue
01 facão usado
01 tesoura velha
01 alguidar grande
01 quartinha sem alça
01 galo vermelho
3 tipo s de feijão torrado (fradinho, preto e mulatinho)
Otí envelhecido

Folha de fogo/fortuna/louro/arrebenta –cavalo/patioba

Acaçá/padê pupa/mel/dendê/chá de dandá da costa

Maneira de fazer:

Levar todos os apetrechos para uma encruzilhada de terra, arrumar e copar o galo, deixar o galo na
encruzilhada com bastante Padê. Lavar tudo com água de canjica com açúcar e voltar para o ilê.
Chegando no Ilê, arrume o esú novamente e cope o frango, abra a carcaça do frango pegue o
coração dele passe mel e jogue na rua, arrume o resto do frango com padè e com os grãos torrados
e leve pra rua e tempere a matança. Este Esú não aceita os axés dos bichos que come, quando este
Esù comer sempre faça o mesmo preocedimento, passar mel no coração e atirar na rua e levar o
frango arrumado com padê e grãos torrados para a estrada. Durante todo o ritual de Onã reza-se:

Onã balona
T’aba laja
14
www.apostilasdeaxe.com
Fumi Onã l’awo

Outra reza:
Èsù òòta òrìsà. Osétùrá ni oruko bàbá mò ó. Alágogo Ìjà ni orúko ìyá npè é, Èsù Òdàrà,
omokùnrin Ìdólófin, O lé sónsó sí orí esè elésè Kò je, kò jé kí eni nje gbé mì, A kìì lówó láì mú
ti Èsù kúrò, A kìì lóyò láì mú ti Èsù kúrò, Asòntún se òsì láì ní ítijú, Èsù àpáta sómo olómo
lénu, O fi okúta dípò iyò. Lóògemo òrun, a nla kálù, Pàápa-wàrá, a túká máse sà, Èsù máse
mí, omo elòmíràn ni o se.

Cantiga:
Esú Ona
Esú Ona
Mojire lode
Elegbara
Elegbara nire o
Esú ona
Kewá o

06 - COZINHA

Arruma-se uma Osun na cozinha,que fica escondida, um ibazinho pequeno, tudo dentro dela em
numero de 7, coloca-se dentro desta Osun, alem dos apetrechos dela, abebé miniatura,
peixinho,adêzinho,espelho, não deixar de por um OFÁ , para que Osoosi, possa ir buscar o
alimento para esta cozinha, e essa possa ser uma casa de fartura.
O nome dessa Osun que mora na cozinha chama-se kare.

Reza-se para esta Osun o que a pessoa tem hábito de rezar no axé. Canta-se bastante.

07- HONKÓ

Deverá ter um assentamento de Osain no Honkó, representando o guardião dos IYAWOS :

01 alguidar
01 quartinha grande sem alça
07 cachimbos de barro

15
www.apostilasdeaxe.com
01 okutá
01 nó de bambu
Cera de abelha
Terra de redemoinho
Fumo de rolo em torço
Tabatinga branca
Efum/ossum/wají
Mel/dendê/omi de chuva
Aridã/pixulim/obi/orobo/xekele/ayo
Macaca/elevante/colônia/akoko/iroko/irojeje/oripepe/peregun/saião/folha da fortuna
Ekodidé
01 ferro de osain
01 frango arrepiado
01 pombo
01 periquito

Faz-se uma massa com todo esse ingrediente:

Macaca/elevante/colônia/akoko/iroko/irojeje/oripepe/peregun/saião/folha da fortuna,
Aridã/pixulim/obi/orobo/xekele/ayo, Mel/dendê/omi de chuva, Tabatinga branca, Terra de
redemoinho, Fumo de rolo desfiado, muita cera de abelha.

Ponha os apetrechos junto com o ferro de osain dentro do quartinhao e deposite a


massa obtida com a mistura sobre eles.
Os cachimbos em volta do quartinhao dentro do alguidar.
O Okutá fica em cima da massa depois que esta estiver toda dentro da quartinha.
Reza-se o seguinte antes de se começar a cantar para Osain:

Merè merèè
Osain ewe edyn
Merè merèè
Osain ewe edyn
Merè merè
Ewe edyn un bé nan
Merè merè

16
www.apostilasdeaxe.com
Ewe edyn un bé nan
Edyn merè merè
Osain
OBS: Prepara-se uma massa com Nena de boi fresca, wají,ossum,efum,aridã ralada,chá de dandá da
costa, peregun quinado, colônia, macaça, oripepe, akoko e Iroko.
Mistura-se tudo e aplica-se na parede, canta-se bastante para Osain e Osoosi.alè

08 - SANTOS DE QUINTAL

Assenta-se Ina enterrado no portão do lado de dentro bem ao centro, abre-se um buraco, e dentro de
uma quartinha sem alça vc colocará 1 caco de vidro escuro,ewe inã (folha de fogo) um pedaço de
corrente, 1 fava olho de boi, 1 garra de Exú, azougue bastante, pó de ferro, pó de ouro, pó de cobre,
terra de feira, de encruzilhadas, terra colhida em pé de arvore frondosa, 1 punhal de ferro, 1 gilete,
wají, ossun, 1 folha de peregun, 7 moedas, 7 buzios,1 imã,tudo isso será posto dentro dessa
quartinha e uma pedra de fogo por cima de tudo, prepara-se agora uma bola de tabatinga
cinza,branca e vermelha, faça a bola de forma que as 3 cores de tabatinga apareçam, deposite no
fundo do buraco e sobre ela pressione a quartinha com esses axés acima.
Cope sobre tudo,1 pombo, 1 preá macho, 1 angola, 2 frangos cantando:
1. E ina mojuba
Ina ina mojuba aye
Ina mojuba
Ina ina mojuba aye
E ina koroka
Ina ina koroka aye
Ina koroka
Ina ina koroka aye
E ina ko a pa
Ina ina ko a pa aye
Ina ko a pa
Ina ina ko a pa aye
Em seguida deposite 1 galo vermelho vivo com esporão dentro do buraco, e tampe rapidamente
com uma tampa de cimento, lacre com cimento, e aterre aquele pedaço para que não apareça o
tampo e ninguem saiba o que te ali.
Após esse ritual de assetamento de Inã despache Exu com Padê e cante para Ogun no barracão.
Toda vez que for tocar candomblé ponha um pouco de padê de dende ali na direção de Ina e o ejé
que der para Onã leve um pouco para ele sobre o pade e ponha um pouco de penas em cima.

17
www.apostilasdeaxe.com

09- POÇO

01- Panela de barro grande


02- Ajês grandes
05- Idés de metal grosso
05- Patacas de amarelas antigas
05- Búzios abertos
Efum/Ossum e Wají
05- Acaçás
02- Frangas amarelas
05- Pintinhos

Colônia – Saião – Osibata – Oju Oro – Capeba – Oriri – Akoko – Iroko – Cana do brejo

Lave todos os objetos com as ervas citadas acima, ponha todas estas folhas também inteiras dentro
da panela de barro, arrume depois tudo dentro da penela de barro sobre as folhas, na seguinte
ordem, ajês um de cada lado, ides um de cada lado, patacas uma de cada lado, buzios em volta de
tudo, moedas também.
Ponha os acaças dentro da panela, dê de comer ali em cima disso tudo louvando Osun Akolé , Osun
que mora nas fontes, tempere a matança, após ter dado de comer cubra tudo com efum,ossum e
wají.

Com o apoio de cordas vá descendo a panela com tudo dentro até meio e fundo do poço sempre
rezando e louvando Osun com a cantiga :

Oro mi a j’adié o
Ejé soro
Osun e pawo
Oro mi a j’adié o

Para arrumar os apetrechos na panela canta-se:

18
www.apostilasdeaxe.com
Asé orisá lè nù mio
Asé orisá lè nù mi

Gbo bo ohun
Mo tì iwì
Ikin irunmolé oba o
Asé orisá lè nù mi

Para a matança canta-se o trivial de matança e louva-se Osun.


Depois que a panela estiver dentro do poço canta-se o seguinte:

Asé omi ni omi

Omi ni asé oo
Irunmolé awure oo
Omi ni asé oo

OBS: E jogue bastante folha de Colônia e cana d brejo dentro do poço que ficará de preceito
por 7 dias,sem poder ser usado. Após os 7 dias poderá ser usado para qualquer finalidade, é
necessário ter grande respeito a poço.

19