Sie sind auf Seite 1von 29

Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco

Presidente
Ricardo Essinger

Departamento Regional do SENAI de Pernambuco


Diretor Regional
Sérgio Gaudêncio Portela de Melo

Diretor Técnico
Ana Cristina Cerqueira Dias

Diretor Administrativo e Financeiro


Xistófanes Pessoa de Luna

Gerente de Educação
MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS Carla Abigail Araujo

FICHA CATALOGRÁFICA

S474m SENAI. Departamento Regional de Pernambuco


Manual para elaboração de projetos/ SENAI/DITEC/GED. –
Recife, 2017.
56 p.: il.

1. Projetos - Manual 2. Elaboração de projetos – Alunos I.


SENAI. Departamento Regional de Pernambuco II. Título

CDD: 001.42

SENAI - Departamento Regional de Pernambuco


Rua Frei Cassimiro, 88 – Santo Amaro
50100-260 - Recife – PE
Recife Tel: (081) 3202-9300
2017 Fax: (081) 3222-3837
Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017
APRESENTAÇÃO SUMÁRIO

1 PROJETO ................................................................................................................3
2 REGRAS GERAIS ...................................................................................................4
Este manual integra o do projeto “Padronização dos documentos: Relatório de 2.1 CONTEÚDO ..........................................................................................................4
estágio, Projeto e Trabalho de Conclusão de Curso para alunos do SENAI PE” 2.2 FORMATAÇÃO GRÁFICA E ESTÉTICA ...............................................................4
desenvolvido pela Gerência de Educação do SENAI Pernambuco. Tem como 3 ESTRUTURA ...........................................................................................................9
objetivo orientar alunos e docentes quanto à estruturação de projetos desenvolvidos 3.1 CAPA ................................................................................................................... 10
durante o curso. 3.2 FOLHA DE ROSTO ............................................................................................. 11
Os padrões estabelecidos baseiam-se nas normas da Associação Brasileira 3.3 SUMÁRIO ............................................................................................................ 12
de Normas Técnicas (ABNT), não contém a norma em sua completude, apenas 3.4 INTRODUÇÃO .................................................................................................... 13
informações pertinentes. É importante ressaltar que este manual passará por 3.5 OBJETIVOS ........................................................................................................ 14
atualizações sempre que necessário, o que possibilitará melhoria contínua. 3.5.1 Objetivo geral ................................................................................................. 14
Antes de iniciar um projeto, recomenda-se fazer uma pesquisa de 3.5.2 Objetivos específicos..................................................................................... 14
anterioridade de patentes no site do Instituto Nacional de Propriedade Intelectual 3.6 JUSTIFICATIVA .................................................................................................. 16
(INPI), solicitando, caso necessário, auxílio os Núcleos de Informação e 3.7 METODOLOGIA .................................................................................................. 19
Documentação (NID) das Escolas. Isto permitirá reconhecer ou identificar se o 3.8 RECURSOS ........................................................................................................ 20
projeto é de inovação ou de melhoria de um produto já existente no mercado. A 3.9 CRONOGRAMA .................................................................................................. 22
pesquisa contribuirá, também, com novas ideias para seu projeto. 3.10 REFERÊNCIAS ................................................................................................. 23
3.11 APÊNCIDE (OPCIONAL)................................................................................... 24
3.12 ANEXO (OPCIONAL) ........................................................................................ 25
REFERÊNCIAS ......................................................................................................... 26
APÊNDICE A – ORIENTAÇÕES PARA REALIZAÇÃO DE PESQUISA ................ 29
APÊNDICE B - ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE CITAÇÕES ................ 32
APÊNDICE C – ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE REFERÊNCIAS ........ 38

Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017


3 4

1 PROJETO 2 REGRAS GERAIS

2.1 CONTEÚDO
Documento cujo conteúdo visa o desenvolvimento de alguma ação.
O texto deve ser claro e objetivo, não conter gírias ou termos vulgares e ser
Um projeto consiste num esforço temporário empreendido com um objetivo redigido de acordo com as normas gramaticais da Língua Portuguesa. Não é permito
preestabelecido, definido e claro, seja criar um novo produto, serviço ou processo.
Tem início, meio e fim definidos, duração e recursos limitados, numa sequência de o uso de plágio1.
atividades relacionadas. Por exemplo, criar um site novo, ou redesenhar um site já
existente, é um PROJETO, já atualizar um site é um processo operacional As siglas e símbolos deverão ser explicados apenas na primeira indicação
permanente, não é um projeto. No entanto, o planejamento do conjunto de
processos de atualização de um site é um projeto. (AVELAR E DUARTE, 2012) feita no texto.

Um projeto surge em resposta a um problema concreto, de experiências


Exemplo:
vividas dentro dos laboratórios, empresa ou até mesmo em sociedade. A elaboração
A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) elabora normas
de um projeto busca contribuir para solucionar problemas, transformando ideias em
técnicas para desenvolvimento de projetos de pesquisa e cases [...].
ações.
Segundo a ABNT, precisa-se usar [...]
O projeto é a transcrição para o papel, de tudo o que é necessário para o
desenvolvimento das atividades a erem executadas: quais os objetivos, que meios
Os termos em língua estrangeira devem ser destacados graficamente
serão buscados para atingí-los, quais recursos serão necessários, onde serão
utilizando formato em itálico.
obtidos e como serão avaliados os resultados. Elaborar projetos é uma forma de
independência. Kisil, (2001) define projeto como “uma abordagem para explorar a
Exemplo:
criatividade humana, a mágica das ideias e o potencial das organizações. É dar
A ferramenta de gestão Balanced Scorecard foi desenvolvida pelos autores
vazão para a energia de um grupo, compartilhar a busca da evolução”.
Robert S. Kaplan e David P. Norton [...]
O projeto busca apresentar:
- A definição do projeto: O que queremos fazer?
- O Plano de trabalho: Como vamos agir?
- O andamento do projeto: Como vamos avaliar, tirar conclusões e disseminar 2.2 FORMATAÇÃO GRÁFICA E ESTÉTICA
resultados?
- O orçamento: Quanto vai custar o projeto? A formatação gráfica do texto deverá se apresentar de acordo com as
informações a seguir. O trabalho deverá ser encadernado com espiral na cor preta,
capa transparente e contracapa preta. É opcional a encadernação em capa dura.

1
Plágio: é o ato de plagiar, isto é, assinar ou apresentar como seu trabalho artístico ou científico de
outra pessoa. (FERREIRA, 2010)
Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017
5 6

Item Descrição Item Descrição


Seções são divisões feitas no texto de um documento para que haja
Formato do papel A4.
melhor compreensão do assunto por parte do leitor.
Arial ou Times New Roman (Times), tamanho 12 Todas as seções primárias devem sempre estar no início de uma
Fonte
padronizado para todo o documento, exceto em citação com página, por exemplo, os capítulos Introdução, Considerações Finais,
mais de 3 linhas, legenda e fonte das ilustrações, que deverão Numeração Referências, Apêndice e Anexo.
apresentar-se em fonte tamanho 10. das seções Todos os títulos devem ser alinhados na margem esquerda e
numerados com algarismos arábicos de forma crescente. O número
Alinhamento Justificado (distribuir o texto uniformemente entre as margens)
deve ser separado do título por um espaço, conforme o exemplo:

Ilustração 1 - Margens
Superior e esquerda: 3,0 cm. 1 INTRODUÇÃO (certo) 1 – INTRODUÇÃO (errado)

Inferior e direita: 2,0 cm.


1. INTRODUÇÃO (errado)
Margens
Conforme ilustração 1:

São exceções a essa regra as seções Agradecimento, Resumo,


Fonte – O autor
Listas, Sumário, Referências, Apêndices e Anexos, que NÃO são
numeradas e devem ser centralizadas.
Parágrafo com recuo à direita: 1,25 na primeira linha (1 tab)

Segue abaixo a divisão das seções (Ilustração 2) e sua distinção gráfica adotada
Entre linhas: 1,5 (exceto na nota explicativa e nas referências,
pelo SENAI PE:
Espaçamento que devem contar com espaçamento entre linhas “simples”)
Ilustração 2 - Divisão das seções

Entre título e texto: espaço entre as linhas de 1,5.

Inicia-se a contagem a partir da folha de rosto, mas a


Paginação numeração deverá aparecer a partir da “Introdução”. O
número deve ser colocado no canto superior direito da página,
em algarismo arábico (exemplo: 1, 2, 3...).
O projeto deverá ser apresentado com no mínimo 10
páginas, contanto que o item “Justificativa” contenha no
mínimo 2 páginas.
Fonte – O autor

Deve-se limitar a numeração progressiva até a seção quinária.

Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017


7 8

W Item Descrição
Item Descrição Forma não textual de apresentar informações, das quais o dado
O SENAI PE padronizou que a identificação de qualquer tipo de numérico se destaca como informação central.
ilustração (esquema, gráfico, fluxograma, fotografia, fórmula, desenho, A identificação deverá aparecer no topo com a palavra “tabela”,
figura, mapa, entre outros) deverá aparecer na parte superior, seguida do número de ordem de ocorrência no texto, travessão (-) e seu
precedida do termo “ilustração”, seguida do número de ordem de respectivo título. Na parte inferior deve ser indicada a fonte consultada,
ocorrência no texto, travessão (-) e seu respectivo título. Na parte mesmo que seja produção do autor. Estas informações deverão ser
inferior deve ser indicada a fonte consultada, mesmo que seja produção escritas em fonte tamanho 10.
do autor. Estas informações deverão ser escritas em fonte tamanho 10. As tabelas devem ser citadas no texto e inseridas o mais próximo
A ilustração deve ser citada no texto e inserida o mais próximo Tabela possível do trecho a que se referem.
possível do trecho a que se refere.

Exemplo:
Ilustrações Exemplo:
Na ilustração 3 podem ser observadas as principais invenções do Tabela 1 – População idosa do município de Belo Horizonte: distribuição por faixa etária
século XIX e XX, como o computador, telefone, avião, entre outras. O “14 bis”
(ilustração 4), foi construído pelo brasileiro Santos Dumont em 1906.

Ilustração 3 – Importantes invenções dos séc. XIX e XX

Ilustração 4 – O 14 bis

Fonte – IBGE,1996

Fonte - Site geografia para todos Fonte – BARROS, 2004


Fonte:
Se for do(a) próprio(a) aluno(a) – colocar a expressão: O autor
Fonte:
Se for extraída do livro/periódico - colocar o sobrenome do(a) autor(es)
Se for do(a) próprio(a) aluno(a) – colocar a expressão: O autor
do livro, vírgula e ano.
Se for extraída do livro/periódico - colocar o sobrenome do(a) autor(es)
Se for extraída do site – colocar o nome do site
do livro, vírgula e ano.
Se for extraída do site – colocar o nome do site

OBS: Todas as fontes pesquisadas (livros, revistas, sites e inclusive as fontes


das ilustrações) e utilizadas na elaboração do seu Projeto devem ser referenciadas
na seção “Referências”. Para evitar plágio devem ser observadas as instruções do
Apêndice A (Orientações para realização de pesquisa).

Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017


9 10

3 ESTRUTURA 3.1 CAPA

A estrutura de um projeto compreende as seguintes partes (ver ilustração 5): Elemento de proteção e estética. Não é contada nem numerada. Segue o
modelo na ilustração 6.
a) Pré-textuais: parte que antecede o projeto com informações que ajudam na Ilustração 6 - Capa

identificação do trabalho;
b) Textuais: parte onde é exposto o conteúdo do texto;
c) Pós-textuais: parte que sucede o projeto e o complementa. SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL
ESCOLA TÉCNICA SENAI ...
*CURSO TÉCNICO EM ...
Ilustração 5 – Estrutura do Projeto Atenção: Cabeçalho:
Maiúsculo, tamanho
Não usar a 12, centralizado e
logomarca do SENAI sem negrito.
*O nome do Curso é
Opcional
Nome completo do aluno 1
Nome completo do aluno 2
Nome completo dos (as) alunos
(as) – Centralizado, tamanho 12 e
sem negrito. Só as letras iniciais
do nome em maiúsculos.

Quando existirem vários autores,


recomenda-se distribuir em ordem
alfabética

TÍTULO DO PROJETO: subtítulo do projeto

Título: Maiúsculo, tamanho 12,


centralizado e negrito

Subtítulo (se houver): minúsculo,


tamanho 12, centralizado e sem
Local (cidade) da Instituição e
negrito.
ano da entrega do Projeto:
Centralizados, só a primeira letra
Separar título de subtítulo utilizando
maiúscula, sem negrito e
dois pontos (:)
tamanho 12

Recife
Fonte – O autor
2017

Fonte – O autor

Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017


11 12

3.2 FOLHA DE ROSTO 3.3 SUMÁRIO

Elemento de informação e estética. É contada, porém não numerada. Segue


Listagem e enumeração das principais divisões, seções ou capítulos de uma
o modelo na ilustração 7 abaixo:
publicação, na mesma ordem e forma gráfica em que se encontram no texto,
Ilustração 7 – Folha de rosto indicando a página inicial correspondente. Exemplo conforme a ilustração 8:

Nome completo do aluno 1 Ilustração 8 - Sumário


Nome completo do aluno 2

Nome completo dos (as) alunos TÍTULO – Maiúsculo,


(as) – Centralizado, tamanho 12 e tamanho 12,
sem negrito. Só as letras iniciais centralizado e negrito SUMÁRIO
Título: Maiúsculo, tamanho 12, do nome em maiúsculos.
centralizado e negrito
Quando existirem vários autores,
Subtítulo (se houver): minúsculo, recomenda-se distribuir em ordem
tamanho 12, centralizado e sem alfabética
negrito.

Separar título de subtítulo utilizando


dois pontos (:)

TÍTULO DO PROJETO: subtítulo do projeto

Projeto apresentado pelos alunos da


Nota explicativa: tamanho turma... à Escola Técnica SENAI...,
12, justificado, recuo de 8 cm como requisito parcial para obtenção de
e espaçamento simples. nota na Unidade Curricular... do Curso
Técnico em...
Inserir o nome completo do
orientador
Orientador: Prof. Nome completo Tamanho da fonte 12, justificado,
espaçamento entre linhas 1,5 cm.

Atenção: A formatação gráfica das seções


Local (cidade) da Instituição e (primária, secundária, terciária, quaternária e
ano da entrega do Projeto: quinária) deve seguir as orientações que estão
Centralizados, só a primeira letra na página 7 deste manual.
maiúscula, sem negrito e
tamanho 12

Recife
2017

Fonte – O autor

Fonte – O autor
Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017
13 14

3.4 INTRODUÇÃO 3.5 OBJETIVOS

É a apresentação inicial do projeto, assim como a contextualização do Os objetivos constituem a finalidade de um trabalho, ou seja, a meta que se
problema e a(s) hipótese(s). Leva ao leitor à compreensão de como se chegou a um pretende atingir com a elaboração do projeto. São eles que indicam o que o
questionamento e do motivo pelo qual há uma inquietação a respeito do tema pesquisador realmente deseja alcançar.
proposto para o projeto.
Pode-se distinguir dois tipos de objetivos: objetivo geral e objetivos
Ao ler a introdução, o leitor deve ter uma ideia exata do que o projeto irá tratar,
específicos.
portanto, é importante prender a atenção desse leitor para a proposta do trabalho. Não
deve ser inserido qualquer tipo de ilustração na Introdução. Conforme exemplo na
3.5.1 Objetivo geral
ilustração 9:

Ilustração 9 – Introdução O objetivo geral define explicitamente o propósito do estudo. Deve ser redigido

3 com verbos na forma do infinitivo impessoal, tais como: analisar, avaliar, verificar,
Inicia-se a contagem a partir da folha mostrar, explicar, investigar etc.
de rosto, mas a numeração deverá
1 INTRODUÇÃO aparecer a partir da “Introdução” É recomendável que haja apenas um objetivo geral no Projeto. Este deve ser
sucinto e claro, que demonstre de forma resumida o foco central ou primordial do
Atualmente os pequenos empresários sentem falta de uma trabalho.
tecnologia mais econômica para identificação de suas embalagens
com informação de fabricação e validade, para atender os
3.5.2 Objetivos específicos
requisitos da lei...
Diante do exposto, a proposta é a criação de uma máquina
É o detalhamento do objetivo geral, descrever as ações necessárias para
carimbadora, com custo mais baixo, que atenda a essa demanda
alcançar o propósito geral do projeto. Em outras palavras, os objetivos específicos
do mercado...
indicam as ações que viabilizarão o cumprimento do objetivo geral.
Deve ser redigido com verbos na forma do infinitivo impessoal, tais como:
identificar, medir, descrever, quantificar, comparar, testar, observar, sintetizar,
compilar, historiar etc. É aconselhável inserir no mínimo três objetivos e no máximo
cinco.
Na ilustração 10, abaixo, exemplo dos objetivos:

Fonte – O autor

Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017


15 16

Ilustração 10 - Objetivos 3.6 JUSTIFICATIVA


4
É o porquê da elaboração do projeto. Justifica a existência do trabalho
2 OBJETIVOS perante a problemática e os benefícios que o projeto trará.
A justificativa deve conter no mínimo 02 páginas.
O projeto subordina-se a um objetivo geral e três objetivos Abaixo, sugestões que ajudam na composição da justificativa. Não será
específicos. necessário utilizar estes títulos na elaboração do texto.

2.1 OBJETIVO GERAL


a) Referencial teórico:
O referencial teórico são informações obtidas em pesquisas realizadas e/ou
Criar máquina carimbadora simples, de baixo custo para datar
em dados estatísticos, levantamento de mercado, informações técnicas, entre outras
embalagens de diversos tamanhos.
fontes. Atua como argumento para justificar a criação do produto ou processo, de
acordo com a proposta de trabalho. Para elaborar corretamente o referencial teórico,
2.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS
deve-se seguir as orientações da NBR 10520, “Informação e Documentação –
a) Identificar tecnologias existentes no mercado de máquinas Citações e documentos da ABNT (ver também Apêndice B).
carimbadoras;
b) Levantar custos operacionais dos equipamentos necessários para Exemplo:
desenvolvimento do protótipo;
c) Desenvolver o protótipo de máquina carimbadora e avaliar os Em pesquisa feita ao Código de Defesa do Consumidor (CDC), à lei 8.078 de
resultados. 11 de setembro de 1990, no seu artigo 6º, são diretos básicos do consumidor:

III - a informação adequada e clara sobre os diferentes


produtos e serviços, com especificação correta de
quantidade, características, composição, qualidade e
preço, bem como sobre os riscos que apresentam.

Constatou-se também que pesadas multas são impostas aos fabricantes, se


não identificarem de forma clara e objetiva os dados de fabricação, composição e
validade dos produtos postos à venda.
Independente do porte da empresa, estas informações devem estar
disponíveis na embalagem do produto(...)

Fonte – O autor

Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017


17 18

b) Impacto: Ilustração 11 - Justificativa

Descreve o que existe de novo na proposta de projeto, aplicações mais


5
importantes, vantagens e desvantagens em relação ao processo/produto similar.
Informa os pontos fracos e fortes. Relata as possíveis mudanças científicas,
tecnológicas, econômicas, ambientais e sociais. 3 JUSTIFICATIVA

Exemplo: Em pesquisa feita ao Código de Defesa do Consumidor (CDC), à lei


8.078 de 11 de setembro de 1990, no seu artigo 6º, são diretos básicos
As Pequenas empresas, que não dispõem de capital para investimento em
do consumidor:
máquinas embaladoras e sofisticados equipamentos de marcação, necessitam de
III - a informação adequada e clara sobre os diferentes
soluções alternativas de baixo custo e que atendam à necessidade de marcação externa produtos e serviços, com especificação correta de quantidade,
características, composição, qualidade e preço, bem como
em suas embalagens. sobre os riscos que apresentam.
O produto apresentado neste projeto é de uma máquina carimbadora de baixo
custo de fabricação apresentando uma rápida produção e adequação aos diversos
Constatou-se também que pesadas multas são impostas aos
tamanhos.
fabricantes se não identificarem de forma clara e objetiva os dados de
Além das características apresentadas acima, ela se diferencia dos produtos
fabricação, composição e validade dos produtos postos à venda.
similares do mercado por apresentar na sua produção baixo impacto ambiental por utilizar
Independente do porte da empresa, estas informações devem estar
como matéria-prima (...)
disponíveis na embalagem do produto(...)
As Pequenas empresas, que não dispõem de capital para
investimento em máquinas embaladoras e sofisticados equipamentos de
c) Aplicabilidade: marcação, necessitam de soluções alternativas de baixo custo e que
Informa qual a aplicabilidade do projeto na indústria e/ou na comunidade. Qual a atendam à necessidade de marcação externa em suas embalagens.
viabilidade técnico-financeira? O produto apresentado neste projeto é de uma máquina
carimbadora de baixo custo de fabricação apresentando uma rápida
produção e adequação aos diversos tamanhos.
Exemplo:
Além das características apresentadas acima, ela se diferencia dos
produtos similares do mercado por apresentar na sua produção baixo
A máquina carimbadora proposta neste projeto possui baixo custo de produção
impacto ambiental por utilizar como matéria-prima (...)
possibilitando ao fabricante a comercialização com um preço competitivo, abaixo dos
A máquina carimbadora proposta neste projeto possui baixo custo
preços dos produtos similares oferecidos atualmente pelo mercado. É previsto como
de produção possibilitando ao fabricante a comercialização com um
principais clientes desse produto as pequenas empresas, como por exemplo:
preço competitivo, abaixo dos preços dos produtos similares oferecidos
mercadinhos, padarias, armarinhos, farmácias, entre outros.
atualmente pelo mercado. É previsto como principais clientes desse
produto as pequenas empresas, como por exemplo: mercadinhos,
padarias, armarinhos, farmácias, entre outros. (...)

Na ilustração 11, um exemplo de como deve ser apresentado a justificativa.


Fonte – O autor

Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017


19 20

3.7 METODOLOGIA 3.8 RECURSOS

É uma síntese de como se pretende realizar o projeto. Nesse capítulo são


Nessa seção deverão ser explicitados os tipos de recursos necessários
informados todos os instrumentos, materiais, procedimentos e etapas do projeto.
para o desenvolvimento do projeto: humanos, materiais e financeiros. A
Pode-se descrever experiências de falha e como se chegou a solução.
apresentação das seções deverá ser em forma de tabela para uma melhor
É, na verdade, a resposta à pergunta “como o projeto será feito?”. Segue o
compreensão.
exemplo na ilustração 12, abaixo:
a) Recursos humanos: Profissionais e serviços necessários para o
Ilustração 12 - Metodologia
desenvolvimento do projeto.
7

Exemplo:
4 METODOLOGIA
Profissional Atividade realizada Custo (R$)
Técnico em manutenção Colagem do feltro entintado do tarugo 45,00
Para desenvolver a proposta deste projeto serão necessárias Soldador Conformação de barra chata 110,00
realizar as seguintes etapas: TOTAL 155,00

a) Discussão em grupo e visita às oficinas mecânicas para análise e


reflexão dos processos práticos; b) Recursos materiais: Materiais utilizados na execução do projeto.

b) Após a definição do projeto foi realizada uma lista de material que


será usada na construção do mesmo; Exemplo:
Custo unit. Custo (R$)
c) Definição dos recursos humanos e os materiais que serão Descrição Qtd. Unid.
(R$)
utilizados na montagem da máquina (...);
Varão roscado 5x115mm 03 Pç 12,00 12,00
d) Em seguida será realizada a cotação dos serviços e materiais (...); Porca de aço carbono 5mm 06 Pç 0,80 4,80

e) Logo após será realizada uma análise para verificar a TOTAL 16,80
conformidade das peças de acordo com as NRs existentes (...);

f) Será realizada a montagem do protótipo da máquina (...); c) Recursos financeiros: Total de investimento utilizado para execução do
projeto. Trata-se da soma dos investimentos realizados com recursos
g) Realização do desenho no CAD;
humanos e materiais.
h) Realização avaliação do protótipo (...);

i) Teste no protótipo Exemplo:


Descrição Custo (R$)
j) O equipamento apresentou falha, análise da troca da peça...
Recursos Humanos 155,00
Recursos Materiais 16,80
TOTAL 171,80

Fonte – O autor

Na ilustração 13, um exemplo de como deve ser apresentado os recursos.

Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017


21 22

Ilustração 13 - Recursos 3.9 CRONOGRAMA


8
Essa etapa deverá apresentar os prazos para execução de cada etapa do projeto. O
5 RECURSOS cronograma está diretamente relacionado a metodologia, ele é a descrição com datas das
etapas realizadas na metodologia.
Os recursos utilizados para realização desse projeto estão descritos Ver exemplo na ilustração 14, abaixo:
abaixo:
Ilustração 14 – Cronograma

a) Recursos Humanos: 9

Custo
Profissional Atividade realizada 6 CRONOGRAMA
(R$)
Técnico em manutenção Colagem do feltro entintado do tarugo 45,00
Soldador Conformação de barra chata 110,00 O projeto será executado em dois meses, abaixo o cronograma de
TOTAL 155,00 toda as etapas do projeto:

b) Recursos materiais:
Meses / 2017
Descrição das atividades
Custo unit. Custo Jul. Ago.
Descrição Qtd. Unid.
(R$) (R$) Listagem de recursos humanos e materiais X
Varão roscado 5x115mm 03 Pç 12,00 12,00
Cotação de serviços e materiais X
Porca de aço carbono 5mm 06 Pç 0,80 4,80
Verificação de conformidade das peças com as NRs(...) X
TOTAL 16,80
Construção do protótipo X
Avaliação do protótipo X
c) Recursos financeiros:
Entrega do projeto ao professor orientador X

Custo
Descrição
(R$)
Recursos Humanos 155,00
Recursos Materiais 16,80
TOTAL 171,80

Fonte – O autor

Fonte – O autor

Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017


23 24

3.10 REFERÊNCIAS 3.11 APÊNCIDE (OPCIONAL)

Texto, documento ou material ilustrativo elaborado pelo autor (fotos,


Referência é um “conjunto padronizado de elementos descritivos, retirados de
formulários, tabelas, gráficos, entre outros) a fim de complementar sua
um documento, que permite sua identificação” (ABNT, 2000). As referências devem
argumentação, sem prejuízo do assunto tratado no desenvolvimento do
ser elaboradas conforme a NBR 6023. Consulte o Apêndice C (Orientações para
trabalho.
elaboração de Referências) para elaborar corretamente suas referências. Ver
Cada apêndice deve ser identificado por letras consecutivas e deve ser
exemplo na ilustração 15 abaixo:
apresentado em folha independente, conforme a ilustração 16 abaixo. Todos os

Ilustração 15 - Referências
apêndices devem ser citados no corpo do trabalho.

10
Ilustração 16 – Apêndice
TÍTULO –
Maiúsculo, 11
tamanho 12, REFERÊNCIAS
centralizado e
negrito
APÊNDICE A – USO DO LABORATÓRIO
Centralizado,
maiúsculo e
negrito.
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 5410: Atenção: antes do
instalações elétricas de baixa tensão, Rio de Janeiro, 1997. título colocar o
travessão

CARVALHO FILHO, Geraldo; COSTA NETO, Alexandre. Reengenharia.


4.ed. Rio de Janeiro: Campos, 1998.

SENAI. Departamento Regional de Pernambuco. Manual para elaboração


de projeto. Recife, 2017.

Ordem alfabética, alinhadas


à esquerda, espaçamento
entre linhas “simples” e
separar uma referência da
outra com dois espaços
simples

Fonte – O autor
Fonte – O autor

Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017


25 26

3.12 ANEXO (OPCIONAL) REFERÊNCIAS

Texto, documento ou material ilustrativo não elaborado pelo autor (fotos


retiradas da internet, tabelas de sites governamentais, entre outros) a fim de ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6023: informação e
documentação: referências: elaboração, 2002.
complementar sua argumentação, sem prejuízo do assunto tratado no
desenvolvimento do trabalho. Todos os Anexos devem ser referenciados no
_______________. NBR 6024: informação e documentação: numeração progressiva
corpo do trabalho.
das seções de um documento: apresentação, 2012.
Cada anexo deve ser identificado por letras consecutivas e deve ser
apresentado em folha independente, conforme a ilustração 17 abaixo.
_______________.NBR 6027: informação e documentação: sumário: apresentação,
OBS: No final de cada anexo colocar a fonte. 2012.

Ilustração 17 – Apêndice _______________.NBR 10520: informação e documentação: citações em


documentos: apresentação, 2002.
12

_______________.NBR 15287: informação e documentação: projeto de pesquisa:


apresentação, 2011.
ANEXO A – ETIQUETA CONFORME A ANVISA

Centralizado,
maiúsculo e negrito.
AVELLAR E DUARTE. Definição de projeto. Disponível em:
<http://www.avellareduarte.com.br/projeto/conceitos/projeto/projeto.htm>. Acesso
Atenção: antes do em: 31 ago. 2012.
título colocar o
travessão PADARIA SÃO JOÃO BIBLIOTECA DIGITAL DE TESES E DISSERTAÇÕES. [2002]. Disponível em:
Produto: Pão de queijo <http://bdtd.ibict.br/vufind/>. Acesso em: 09 jun. 2017.
Fornecedor: Padaria São João
Fabr./Manip. em: 20/03/2017
CHANLAT, Jean-François (Coord.). O indivíduo na organização: dimensões
Data de validade: 23/03/2017 esquecidas. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1996.
Responsável: Padaria São João

DICIONÁRIO DE AURÉLIO. Significado de pesquisar. [S.l.], 2017. Disponível em:


<https://dicionariodoaurelio.com/>. Acesso em: 22 ago. 2017.

DOMINIO PÚBLICO. Pesquisa. [201?]. Disponível em: <


http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/PesquisaObraForm.jsp >. Acesso em: 26
Fonte – Site da Padaria São João
set. 2017.

EBSCOHOST. Pesquisa. 2017. Disponível em:


<http://web.b.ebscohost.com/ehost/search/basic?vid=0&sid=9dba1b4c-3725-4680-
bc63-f0f6425d6b43%40sessionmgr103>. Acesso em: 26 set. 2017.
Fonte – O autor

Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017


27 28

ESPACENET. Advanced search. 2017. Disponível em: < PLÁGIO ACADÊMICO. O que é plágio. Londrina, [201-]. Disponível em: <
https://worldwide.espacenet.com/advancedSearch?locale=en_EP >. Acesso em: 26 http://www.plagio.tccmonografiaseartigos.com.br/o-que-e-plagio>. Acesso em:
set. 2017. 24.08.2017

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DE CRUZEIRO. Manual de orientação RAMOS, Graciliano. Vidas Secas, 119. ed. Rio de Janeiro: Record, 2008.
metodológica para trabalhos acadêmicos. 2.ed. Cruzeiro, SP, 2011. Disponível em: <
http://www.faciccruzeiro.com.br/images/documentos/201482892934s.pdf>. Acesso
em: 04 dez. 2012. SCIENTIFIC ELECTRONIC LIBRARY ONLINE. [2002]. Disponível em: <
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_home&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 09
jun. 2017.
FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Dicionário Aurélio da língua
portuguesa. 5. ed. Curitiba: Positivo, 2010. l, 2222 p.
SENAI. Departamento Regional de São Paulo. Faculdade SENAI de tecnologia
mecatrônica. Manual para normalização e apresentação de trabalhos
FUNDAÇÃO INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Normas acadêmicos. São Paulo, 2009.
de apresentação tabular. 3. ed. Rio de Janeiro: IBGE, 1993. Disponível em:
<http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/monografias/GEBIS%20-
%20RJ/normastabular.pdf>. Acesso em: 29 nov. 2012 SIGNIFICADOS. Significado de plágio. [S.l.], 2017. Disponível em: <
https://www.significados.com.br/plagio/>. Acesso em: 22 ago. 2017.

GIL, Antonio Carlos. Gestão de pessoas: enfoque nos papéis profissionais. São
Paulo: Atlas, 2011. TIBA, Içami. Adolescentes: quem ama, educa!. São Paulo: Integrare, 2005. 301 p.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL. Citações bibliográficas.
2010. xvi, 184 p. Porto Alegre, [201-]. Disponível em: <http://www.ufrgs.br/bibart/servicos/normas-
tecnicas/normas-para-citacoes-bibliograficas>. Acesso em: 29 jun. 2017.

GOOGLE ACADÊMICO. [201-?]. Disponível em: < https://scholar.google.com.br/ >.


Acesso em: 26 set. 2017. YOUTUBE. 2017. Disponível em: <https://www.youtube.com/>. Acesso em: 09 jun.
2017.

INSTITUTO NACIONAL DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL (BRASIL). Pesquisar


patente. [2017]. Disponível em: < http://www.inpi.gov.br/>. Acesso em: 19 jun. 2017.

JULIANO, Antônio Vicente et al. Projeto carimbador mecânico. Recife: O autor,


2007. Projeto apresentado à disciplina Projeto na Escola Técnica SENAI Santo
Amaro.

KISIL, Rosana. Elaboração de Projetos e Propostas para Organizações da


Sociedade Civil. São Paulo. Global, 2001.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Maria de Andrade. Fundamentos de


metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017


29 30

APÊNDICE A – ORIENTAÇÕES PARA REALIZAÇÃO DE PESQUISA COMO PESQUISAR?

Quando pesquisamos para qualquer tipo de trabalho, seja um texto, TCC,


O QUE É PESQUISA? relatório, etc. buscamos ideias de vários autores em fontes de informações
diferentes, podemos utilizar esses textos de várias formas:
Segundo o dicionário Aurélio (2012) “pesquisar é indagar, investigar, procurar
com diligência”. De acordo com o site Significados, pesquisa “ é um conjunto de
a) Ler e concordar com a ideia do autor e rescrever com suas palavras - Ou
ações que visa a descoberta de novos conhecimentos em uma determinada
seja, leio o texto compreendo e escrevo um texto com minhas palavras, da
área.”
minha forma com a ideia do autor. Nesse formato chamamos citação indireta.

ONDE PODEMOS PESQUISAR?


b) Ler e reescrever no mesmo formato que está na fonte de informação –
Ou seja, reescrevo com as mesmas palavras do autor. Tenho que fazer a
Existem várias fontes de informação, podemos pesquisar: livros, revistas,
citação direta.
jornais, mapas, sites, dicionários, enciclopédias, etc. Abaixo alguns sites de
pesquisa:
c) Ler algum artigo, ou texto e concordar ou discordar e reescrevê-lo com
suas ideias – O texto é seu, mas se foi baseado na ideia de alguém, citar a
a) Artigos científicos:
fonte no final do trabalho.
• Scielo - Base de Periódicos científicos brasileiro: www.scielo.br
• Ebscohost – Base de periódicos: PLÁGIO
http://web.a.ebscohost.com/ehost/search/basic?vid=0&sid=d5e0dde5-c5a0-
4a59-b0cf-06dc47404bf9%40sessionmgr4008 Segundo o site Significados:

b) Dissertações e Teses: • Plágio significa copiar ou assinar uma obra com partes ou totalmente
• Biblioteca de tese e dissertação do IBICT: http://bdtd.ibict.br/vufind/ reproduzida de outra pessoa, dizendo que é sua própria.
• O plágio pode ser de qualquer natureza, como em livros, música, obras,
c) Patentes: fotografias, trabalhos, e etc. O plágio ocorre quando um indivíduo copia o
• Instituto Nacional de Propriedade Industrial: www.inpi.gov.br trabalho de alguém e não coloca os créditos para o autor original.
• Espacenet: Base europeia de Patentes : http://ep.espacenet.com • O plágio é a cópia não autorizada de várias informações, e é considerado
crime, previsto no Código Penal Brasileiro, e na lei 9610. O plágio é
d) Outros sites considerado uma atitude antiética em vários países, e em outros é
• Google acadêmico: https://scholar.google.com.br/ considerado crime de violação de direito autoral.

• Domínio Público: http://www.dominiopublico.gov.br

Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017


31 32

O site Plágio acadêmico identifica três tipos de plágio: APÊNDICE B - ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE CITAÇÕES

• Plágio integral: “Copia palavra por palavra sem citar a fonte de onde veio o
texto” CITAÇÕES
• Plágio parcial: “Ocorre quando о trabalho acadêmico é um
a) Citação Direta: Transcrever parte de uma obra de um autor consultado;
“mosaico” formado por cópias de parágrafos е frases de autores diversos,
b) Citação indireta: Texto baseado na obra do autor consultado.
sem mencionar suas obras”
• Plágio conceitual: “Quando há utilização da ideia do autor escrevendo de
Ao inserir uma citação é obrigatório indicar a autoria [último sobrenome do(s)
outra forma, porém, novamente, sem citar а fonte original”
autor(res)], o ano da publicação e a(s) página(s).

BUSCA DE PLÁGIO:
Indicação do Autor (citação direta/indireta):

Pode ser feita de duas formas: Antes da citação - exemplo:


Gil (2011, p. 135)

• O texto plagiado é colocado na pesquisa do Google e o mesmo faz a busca Depois da citação - exemplo:
de todas publicações que contém aquela informação. (GIL, 2011, p. 135)

• Existe o site: www.plagium.com que é Gratuito até uma certa quantidade de


palavras. O plagium busca a fonte e destaca o texto plagiado.
CITAÇÃO DIRETA

É a transcrição literal de parte da obra do autor consultado. Este tipo de


citação fica entre aspas (“...”) quando tem até três linhas:

Exemplos:
Segundo Gil (2001, p. 135) “A motivação é um elemento poderoso na
aprendizagem”

“A motivação é um elemento poderoso na aprendizagem” (GIL, 2001, p. 135)

OBS.: Com mais de 3 linhas devem ser destacados com recuo de 4 cm da margem
esquerda, o espaçamento entre linhas deverá ser simples (1 cm), tamanho da fonte
menor que o texto utilizado e sem aspas.

Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017


33 34

Exemplo: Utilize:
O comportamento humano é motivado pelo desejo de atingir algum objetivo. (Citado por) ou (apud)
Nem sempre, porém, este objetivo é conhecido pelo indivíduo. Boa parte da
motivação humana localiza-se na região abaixo do nível do consciente,
conforme a analogia do iceberg apresentado por Freud. (GIL, 2011, p. 202)
Exemplos:
Segundo Grize (1985, apud CHANLAT, 1996, p. 131) “[...] as atividades da
CITAÇÃO INDIRETA linguagem não servem apenas para comunicar a informação, mas também para
exprimir aquilo que fala”
Transcrição livre de autor consultado, porém fiel ao sentido original. É o
resumo dos dados retirados da fonte consultada, sem alterar as ideias do autor. Fica “[...] as atividades da linguagem não servem apenas para comunicar a informação,
sem aspas: mas também para exprimir aquilo que fala” (GRIZE, 1985, citado por CHANLAT,
1996, p. 131)
AVISO CITAÇÃO INDIRETA:

Hoje não haverá aula no 2º horário, para A Secretaria (2016)


a turma do professor Roberto. Os alunos informa que após o OBSERVAÇÕES IMPORTANTES
serão liberados logo após a conclusão do intervalo todos os alunos
exercício deixado pelo professor. O de Roberto estarão a) Supressões: suprimir uma parte do texto sem alterar o sentido da frase. Símbolo
exercício pronto deve ser entregue na liberados, desde que
secretaria. entregue os exercícios utilizado: [...]
finalizados na secretaria.
Recife, 18 de abril 2016.
Exemplo:
Ass. Secretaria Ramos (2008, p. 103) descreve: “[...] Nunca vira uma pessoa tremer assim.”

Atenção: “Nas citações indiretas, a indicação da(s) página(s) consultada(s) é


b) Intercalação, acréscimos ou comentários: Colocar a intercalação, acréscimos
opcional” (ABNT, 2002, p. 2)
ou comentários entre colchetes: [ ]

Exemplo:
CITAÇÃO DE CITAÇÃO
Ramos (2008, p. 110) “[disse Fabiano] - Chi! Que fim de mundo!”
“Citação direta ou indireta de um texto em que não se teve acesso ao
original”, (ABNT, 2002). Isto é:
c) Ênfase ou destaque: pode ser enfatizado ou destacado uma palavra da citação
É a menção a um documento ao qual não se teve acesso, mas do qual se para chamar atenção do leitor. Utilizar: grifo ou negrito ou itálico. Indicar a utilização
tomou conhecimento apenas por citação em outro trabalho. Só deve ser
usada na total impossibilidade de acesso ao documento original. A desse recurso, conforme o exemplo abaixo:
indicação é feita pelo nome do autor do original, seguido da expressão
citado por ou apud e do nome do autor da obra consultada. (UFRGS, [201-])
Exemplo:

Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017


35 36

“O rosto de Fabiano contraía-se, medonho, mais feio que um focinho. (RAMOS, NR (do Governo Federal) – BRASIL é o autor
2008, p. 103, grifo nosso)
Exemplos:
A NR 33 “tem como objetivo estabelecer os requisitos mínimos para identificação
ATENÇÃO: Quando a citação é obtida por informação verbal (palestras, debates, de espaços confinados [...]” (BRASIL, 2006)
comunicações etc.), indicar, entre parênteses, a expressão informação verbal,
mencionando-se os dados disponíveis, em nota de rodapé. Segundo Brasil (2006) a NR 33 “tem como objetivo estabelecer os requisitos
mínimos para identificação de espaços confinados [...]”
Exemplo:
No texto: a) Mais de um autor
O novo medicamento estará disponível até o final deste semestre (informação
Indicação antes da citação:
verbal)1.

Exemplos:
No rodapé da página:
Silva e Costa (1991) ...
_________________
1 Notícia fornecida por John A. Smith no Congresso Internacional de Engenharia Genética, em Barbosa, Oliveira e Souza (1992) ...
Londres, em outubro de 2001. Ramalho et al. (1991) ...

AUTORIA
Indicação depois da citação

ABNT e Normas Regulamentadoras:


Exemplos:

NBR (da ABNT) – ABNT é a autora ... (SILVA; COSTA, 1991)


... (BARBOSA; OLIVEIRA; SOUZA, 1992)

Exemplos: ... (RAMALHO et al., 1991)

Segundo a ABNT (2002, p. 2) “Nas citações, as chamadas pelo sobrenome do


autor, pela instituição responsável ou título incluído na sentença devem ser em b) Coincidência de sobrenome

escritas em letras maiúsculas e minúsculas e, quando estiverem entre parênteses,


Acrescenta as inicias, e se mesmo assim existir coincidência colocar o nome
devem ser em letras maiúsculas”
completo:

Como definido na NBR 10520 “Nas citações, as chamadas pelo sobrenome do


(BARBOSA, C., 1999) (BARBOSA, Cássio., 1996)
autor, pela instituição responsável ou título incluído na sentença devem ser
escritas em letras maiúsculas e minúsculas e, quando estiverem entre parênteses,
devem ser em letras maiúsculas” (ABNT, 2002, p. 2)

Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017


37 38

ALGUMAS PALAVRAS E EXPRESSÕES PARA INTRODUZIR UMA CITAÇÃO NA APÊNDICE C – ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE REFERÊNCIAS
REDAÇÃO DO TEU TEXTO

Exemplos: Segundo a ABNT (2002, p. 2) referência é um “conjunto padronizado de


De acordo com... De acordo com Tiba (2005, p; 63) “o agora humano elementos descritivos, retirados de um documento, que permite sua identificação”.
não se limita ao momento presente” Para inserir as referências em um trabalho é preciso seguir as orientações da
Segundo... Segundo Tiba (2005, p. 199) “Estudo não se NBR 6023 da ABNT:
negocia, ele é importante não só para a capacitação
e a formação pessoa, mas também para o benefício a) As referências devem ser alinhadas somente à margem esquerda do texto;
qualidade de vida da família e da sociedade” b) Espaço simples e separadas entre si por espaço duplo;
Assim como afirma.... Assim como afirma Tiba (2005, p. 99) “Tudo tem o c) Organizadas em ordem alfabética.
tempo adequado na vida”

Descreve... Sobre os filhos, Tiba (2005, p. 185) descreve que Ilustração 18- Referências formatadas

“Os filhos não são propriedade de nenhum dos pais”


Conforme os estudos de... Conforme os estudos de Tiba (2005, p.167) “Se
damos dinheiro para o lanche na escola e ele gasta
tudo comprando figurinhas, o filhinho desviou a
verba. O poder que lhe foi delegado era para
alimento e não para lazer”

ATENÇÃO: Todas as obras citadas ao longo do trabalho deverão estar


referenciadas na seção de referências.
Fonte: O autor

Para elaborar a referência de um documento é necessário localizar seus


elementos essenciais. Os Elementos essenciais são os dados importantes do
documento que juntos irão compor a referência.

Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017


39 40

1) LIVRO 2) NORMA DA ABNT

Onde localizar os elementos essenciais: Folha de Rosto


Onde localizar os elementos essenciais: Primeira página
Quais os elementos essenciais e sua ordem: Autor(es), Título, subtítulo (se
Quais os elementos essenciais e sua ordem: Autor(es), Título, subtítulo (se
houver), edição2 (se houver), local de edição, editora, ano e o número de páginas.
houver), edição (se houver), local de edição, ano e o número de páginas.
O que fica em negrito: Título do trabalho
O que fica em negrito: Título do trabalho

ÚLTIMO SOBRENOME DO AUTOR, Nome e os outros sobrenomes. Título:


subtítulo. nº ed.(se houver). Local: Nome da editora, ano de publicação. nº de Ilustração 19 - Norma da ABNT 6023
página.

Exemplos:

BREVIGLIERO, Ezio; POSSEBON, José; SPINELLI, Robson. Higiene


ocupacional: agentes biológicos, químicos e físicos. 6. ed. São Paulo: SENAC.SP,
2011. 452 p.

MESQUITA NETO, Paulo de et al. A violência do cotidiano. São Paulo: Fundação


Konrad Adenauer, 2001. 132 p. (Cadernos Adenauer; 1)

SENAI. Departamento Regional de Pernambuco. 30 anos: modelo de um sistema de


formação profissional para indústria - SENAI. Recife: SENAI.PE, 1972. 66 p.

Livro (online): Apenas acrescentar no final da referência a localização do


documento na Web:

Disponível em: <link>. Acesso em: dia mês (abreviado) ano. Fonte: ABNT

Exemplo: AUTOR. Título: subtítulo. Local, ano.

ASSIS, Machado. Dom Casmurro. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1994. 128 p. Exemplo:
Disponível em:
<http://machado.mec.gov.br/images/stories/pdf/romance/marm08.pdf>. Acesso em:
09 jun. 2017. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6023: informação e
documentação: referências: elaboração. Rio de Janeiro, 2002. 24 p.

2
Colocar a indicação de edição a partir da 2ª edição. Só se coloca na referência se for informada no
documento.
Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017
41 42

3) ARTIGO DE PERIÓDICO ARTIGO DE JORNAL

Onde localizar os elementos essenciais: Na primeira página do artigo


ARTIGO DE REVISTA
Quais os elementos essenciais e sua ordem: Autor(es) do artigo, título do artigo,
subtítulo do artigo (se houver), nome do jornal, local de publicação, data de
Onde localizar os elementos essenciais: Na primeira página e/ou no rodapé.
Quais os elementos essenciais e sua ordem: Autor(es) do artigo, título do artigo, publicação, seção, caderno ou parte do jornal e as páginas do artigo (nº inicial e nº

subtítulo do artigo (se houver), nome do periódico, volume (se houver), número3, final).
mês, ano e as páginas do artigo (nº inicial e nº final). O que fica em negrito: Título do Jornal

O que fica em negrito: Título de revista


ÚLTIMO SOBRENOME DO AUTOR, Nome e os outros sobrenomes. Título do
artigo: subtítulo do artigo. Título do Jornal, Local (cidade), dia mês (abreviado)
ÚLTIMO SOBRENOME DO AUTOR, Nome e os outros sobrenomes. Título do ano. Seção, caderno. página inicial - final.
artigo: subtítulo do artigo. Título da revista, volume, número, página inicial –final,
mês (abreviado), ano.
Exemplo:

Exemplos: NAVES, P. Lagos andinos dão banho de beleza. Folha de São Paulo, São Paulo,
28 jun. 1999. Folha Turismo, Caderno 8, p. 13.
ANDRADE, Carlos Henrique Mascarenhas de et al. A relação entre confiança e
custos de transação em relacionamentos interorganizacionais. RAC, v. 15, n. 4, p.
608-630, jul./ago. 2011.
Artigo de jornal (online): Apenas acrescentar no final da referência a localização
CAVALCANTE, Rodrigo. A raízes da corrupção e como combatê-la. do documento na Web:
Superinteressante, n. 346, maio. 2015.

Disponível em: <link>. Acesso em: dia mês (abreviado) ano.


Artigo de revista (online): Apenas acrescentar no final da referência a localização
do documento na Web:
Exemplo:
Disponível em: <link>. Acesso em: dia mês (abreviado) ano.
SILVA, Ives Gandra da. Pena de morte para o nascituro. O Estado de S. Paulo, São
Paulo, 19 set. 1998. Disponível em:<http://www.providafamilia.org/pena_
morte_nascituro.htm>. Acesso em: 19 set. 1998.
Exemplo:

ANDRADE, Carlos Henrique Mascarenhas de et al. A relação entre confiança e


custos de transação em relacionamentos interorganizacionais. RAC, v. 15, n. 4, p.
608-630, jul./ago. 2011. Disponível em:
<http://www.scielo.br/pdf/rac/v15n4/a04v15n4.pdf>. Acesso em: 09 jun. 2017.

3
Muitas revistas utilizam a palavra “edição” para indicar o número.
Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017
43 44

4) LEGISLAÇÃO Ilustração 20 – Documento online

Onde localizar os elementos essenciais: Na primeira folha


Quais os elementos essenciais e sua ordem: Jurisdição (ou cabeçalho da D.O.U. –
Diário
entidade), título, numeração, data e os dados da publicação (documento que foi Oficial da
União
publicado, local, data, seção e página).
O que fica em negrito: documento onde foi publicado a legislação

JURISDIÇÃO (OU CABEÇALHO DA ENTIDADE). Título e numeração, data sem


abreviar. Dados de publicação. Fonte - Ministério do trabalho

Referência da NR fica assim:


Exemplos:
BRASIL. Ministério do Trabalho. Portaria n° 202, 22 de dezembro de 2006. Aprova a
BRASIL. Medida provisória nº 159-9, de 11 de dezembro de 1997. Diário Oficial da NR 33 (Segurança e saúde nos trabalhos em espaços confinados). Diário Oficial da
União, Poder Executivo, Brasília, DF, 14 dez. 1997. Seção 1, p. 29514. União, Brasília, DF, 27 dez. 2006.

SÃO PAULO (Estado). Decreto nº 42.822, de 20 de janeiro de 1998. Lex: coletânea Legislação (online): Apenas acrescentar no final da referência a localização do
de legislação e jurisprudência, São Paulo, v. 62, n. 3, p. 217-220, 1998
documento na Web:

BRASIL Constituição (1988). Emenda constitucional nº 9 de novembro de 1995. Lex:


legislação federal e marginalia, São Paulo, v. 59, p. 1966, out./dez. 1995. Disponível em: <link>. Acesso em: dia mês (abreviado) ano.

NORMAS REGULAMENTADORAS Exemplo:

BRASIL. Ministério do Trabalho. Portaria n° 202, 22 de dezembro de 2006. Aprova a


NR 33 (Segurança e saúde nos trabalhos em espaços confinados). Diário Oficial da
As Normas Regulamentadoras são de responsabilidade do Ministério do
União, Brasília, DF, 27 dez. 2006. Disponível em: <
trabalho e são divulgadas no Diário Oficial através de uma portaria.
https://portal.mpt.mp.br/wps/wcm/connect/portal_mpt/df9d018b-4dfb-4f33-bef1-
4674c4336378/NR_33.pdf?MOD=AJPERES&CONVERT_TO=url&CACHEID=df9d01
8b-4dfb-4f33-bef1-4674c4336378>. Acesso em: 09 jun. 2017.
Veja o exemplo da referência da NR 33:

Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017


45 46

5) TRABALHO ACADÊMICO (DISSERTAÇÃO, TCC E TESE) 6) TRABALHO APRESENTADO EM EVENTOS

Onde localizar os elementos essenciais: Folha de Rosto Onde localizar os elementos essenciais: Primeira folha e/ou rodapé
Quais os elementos essenciais e sua ordem: Autor, título, subtítulo, ano de Quais os elementos essenciais e sua ordem: Autor, título, subtítulo (se houver),
defesa, Número de folhas, tipo de documento, grau e curso, instituição de ensino, seguido da expressão In:, nome do evento, número do evento (se houver), ano e
local e a data de publicação. local (cidade) de realização, título do documento (anais, atas, tópico temático...),
O que fica em negrito: Título do trabalho local, editora, data de publicação e a página inicial e final do trabalho.
O que fica em negrito: o título do documento

ÚLTIMO SOBRENOME DO AUTOR. Nome e os outros sobrenomes. Título:


subtítulo. ano de defesa. Nº de folhas. Tipo de documento (grau e curso) – ÚLTIMO SOBRENOME DO AUTOR. Nome. Título: subtítulo. In: NOME DO
Instituição, local, ano de publicação. EVENTO, nº., ano, local. Título do documento. Local: Edição, ano, nº pág. Inicial-
final.
Exemplos:
Exemplo:
BARRADAS, Renato Vianna. Impactos socioambientais nas aplicações de
energia eólica para geração de eletricidade. 2014. 79 f. TCC (Especialista em LEITE, Célio Rodrigues; LORH, Suzane Schmidlin. Convivência Escolar: estratégias
Formas alternativas de engenharia) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, MG, para a resolução de conflitos entre professores e alunos. In: Seminário indisciplina
2014. na educação contemporânea, 8., 2012, Curitiba. Anais... Curitiba: UTP, 2012. p. 17-
33.
SCHMIDT, Maria Luiza Gava. O mundo do trabalho: o psicodrama como
instrumento de diagnóstico da influência da organização do trabalho na saúde dos
trabalhadores. 2003. 258 f. Tese (Doutor em Saúde coletiva) – Universidade Trabalho apresentado em eventos (online): Apenas acrescentar no final da
Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP, 2003.
referência a localização do documento na Web:
TAETS, Samuel Achileyas. Administração da aposentadoria na administração
pública indireta do Brasil. 1996. 138 f. Dissertação (Mestre em Administração) –
Disponível em: <link>. Acesso em: dia mês (abreviado) ano.
Fundação Getúlio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública, Rio de
Janeiro, 1997.

Exemplo:
Trabalho acadêmico (online): Apenas acrescentar no final da referência a
LEITE, Célio Rodrigues; LORH, Suzane Schmidlin. Convivência Escolar: estratégias
localização do documento na Web:
para a resolução de conflitos entre professores e alunos. In: Seminário indisciplina
na educação contemporânea, 8., 2012, Curitiba. Anais... Curitiba: UTP, 2012. p. 17-
Disponível em: <link>. Acesso em: dia mês (abreviado) ano. 33. Disponível em: < http://nipp.ufsc.br/files/2013/06/Anais-do-SIN-2012.pdf>.
Acesso em: 10 jun. 2017.

Exemplo:

BARRADAS, Renato Vianna. Impactos socioambientais nas aplicações de


energia eólica para geração de eletricidade. 2014. 79 f. TCC (Especialista em
Formas alternativas de engenharia) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, MG,
2014. Disponível em: <
http://repositorio.ufla.br/bitstream/1/4515/1/TCC_Impactos%20socioambientais%20n
as%20aplica%C3%A7%C3%B5es%20de%20energia%20e%C3%B3lica%20para%2
0gera%C3%A7%C3%A3o%20de%20eletricidade>. Acesso em: 09 jun. 2017.

Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017


47 48

7) PATENTE Exemplo:

PEARSON EDUATION DO BRASIL. Vicent Jean Bonnet; Danilo Assis Santos de


AUTOR PESSOA JURÍDICA: Alencar; Gabriel Ribeiro Peixoto Paladino. Sistema de disponibilização e
gerenciamento de conteúdo digital, método de controle de acesso à conteúdo
digital e método de gerenciamento de ensino simultâneo de múltiplos alunos.
Onde localizar os elementos essenciais: Primeira folha BR 102015023388-4, 14 set. 2015, 21 mar. 2017.
Quais os elementos essenciais e sua ordem: Autor (Titular/Depositante),
inventor(es), título, subtítulo (se houver), nº da patente e data (do período de AUTOR PESSOA FÍSICA:
registro)
O que fica em negrito: o título do documento Onde localizar os elementos essenciais: Primeira folha
Quais os elementos essenciais e sua ordem: Autor (Titular/Depositante), título,
subtítulo (se houver), nº da patente e data (do período de registro)
Ilustração 21 – Patente O que fica em negrito: o título do documento

Ilustração 22 - Patente

Fonte: Site do INPI

Fonte – Site do INPI

NOME COMPLETO DO TITULAR OU DEPOSITANTE. Nome por extenso do 1º ÚLTIMO SOBRENOME DO TITULAR OU DEPOSITANTE, Nome e os outros
inventor; Nome por extenso do 2º inventor (se houver). Título: subtítulo. Nº da sobrenomes. Título: subtítulo. Nº da Patente, dia mês (abreviado) ano do depósito,
Patente, dia mês (abreviado) ano do depósito, dia mês (abreviado) ano da dia mês (abreviado) ano da publicação.
publicação.

Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017


49 50

Exemplo: 8) OUTROS DOCUMENTOS

ORLATEI, Izabel; ALMEIDA, Paulo Roberto Sampaio de. Mesa com fuso de ajuste
de subida e descida para procedimentos em animais domésticos. UM CD / DVD
91026857, 11 out. 2011, 13 ago. 2013.
ÚLTIMO SOBRENOME DO AUTOR, Nome. Título: subtítulo. Local: editora, ano
de publicação. Suporte.
Patente (online): Apenas acrescentar no final da referência a localização do
Exemplo:
documento na Web:
PEIXOTO, Márcia Fernandes. Função da citação como função de recuperação
de uma rede de assunto. Brasília: Edições Ouro, 1998. 2 CD-ROM
Disponível em: <link>. Acesso em: dia mês (abreviado) ano.

VÍDEO ONLINE
Exemplo:
TITULO do filme: subtítulo (se houver). Nome do responsável. Ano. (Duração em
ORLATEI, Izabel; ALMEIDA, Paulo Roberto Sampaio de. Mesa com fuso de ajuste minutos). Disponível em: <link>. Acesso em: dia mês (abreviado) ano.
de subida e descida para procedimentos em animais domésticos. UM
91026857, 11 out. 2011, 13 ago. 2013. Disponível em: < Exemplo:
https://gru.inpi.gov.br/pePI/servlet/ImagemDocumentoPdfController?CodDiretoria=20
0&PswdID=dp63n&NumeroID=e03724943089c9ba0f4df95164fedbf937cbf7454a5c7 DERMATOLOGISTA esclarece dúvidas sobre calvície. Tv JC, 2017. (25 min).
42ea8d9d738e6fa588c&codPedido=887130>. Acesso em: 26 set. 2017. Disponível em: <
https://www.youtube.com/watch?v=Hca5qIWSPek&list=PLwT4D1bBe04qCKuICJfF0
pUFIMJ26JsQP&index=6>. Acesso em: 09 jul. 2017.

ILUSTRAÇÕES

ÚLTIMO SOBRENOME DO AUTOR. Nome. Título: subtítulo. ano. Especificação


do suporte.

Exemplo:

MATTOS, M. D. Paisagem-Quadro Barras. 1987. 1 original de arte, óleo sobre tela,


40 cm x 50 cm. Coleção particular

Ilustrações retiradas da Internet: Apenas acrescentar no final da referência a


localização do documento na Web:

Disponível em: <link>. Acesso em: dia mês (abreviado) ano.

Exemplo:

Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017


51 52

GUERREIRO, Lucas. Arco-íris. 2016. 1 fotografia, color. Disponível em: 9) INFORMAÇÕES ADICIONAIS
<https://mormonsud.net/plano-de-salvacao/3-consideracoes-sobre-o-arco-iris-nas-
escrituras/>. Acesso em: 10 jun. 2017.
AUTORIA

Ilustrações capturadas pelo Google Maps: Ilustração 23 – Autoria

Situação Aplicação
AUTOR. [Vista aérea da...] ano. Disponível em: <Link>. Acesso em: dia mês YAZIGI, Walid. A técnica de edificar. 23. ed. rev. e atual. São
(abreviado) e ano. Apenas um Paulo: PINI, 2013. 826 p.
autor
Exemplo: (Sempre inicie com o último sobrenome do autor)

GOOGLE MAPS. [Vista aérea da Av. Dantas Barretos]. 2017. Disponível em: BREVIGLIERO, Ezio; POSSEBON, José; SPINELLI,
<https://www.google.com.br/maps/place/Av.+Dantas+Barreto,+Recife+-+PE/@- Até três autores Robson. Higiene ocupacional: agentes biológicos, químicos e
8.0679827,- físicos. 6. ed. São Paulo: SENAC.SP, 2011. 452 p.
34.8828251,17z/data=!3m1!4b1!4m5!3m4!1s0x7ab18b775129885:0x5a16723523cd
955d!8m2!3d-8.0679827!4d-34.8806364>. Acesso em: 09 jun. 2017. (Separe os autores utilizando “ponto e vírgula”)

MESQUITA NETO, Paulo de et al. A violência do


Mais de três cotidiano. São Paulo: Fundação Konrad Adenauer, 2001. 132
SITE autores p.

Último sobrenome do autor. Nome. Título: subtítulo. Local (se houver), ano. (Coloque apenas o primeiro autor e a expressão “et al.”)
Disponível em <link>. Acesso em: dia mês (abreviado) ano.
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR
Exemplo: Entidade – 6022: informação e documentação: artigo em publicação
Pessoa Jurídica periódica cientifica impressa: apresentação. Rio de Janeiro,
SENAI Departamento Regional de Pernambuco. Quem somos. Recife, 2014. 2003. 5 p.
Disponível em: <http://www.pe.senai.br/o-senai/quem-somos/#.WTryJesrLbg>. (Nome da entidade toda em letra maiúscula)
Acesso em: 09 jun. 2017.
Sem autoria DIAGNÓSTICO de setor industrial. São Paulo: Sumus, 1991. 20
p.

(A primeira letra do título em letras maiúsculas)


Fonte – O autor

OBS 1:

Em caso de autores que possuem grau de parentesco como sobrenome é


necessário proceder conforme exemplo:

CARVALHO FILHO, Geraldo; COSTA NETO, Alexandre. Reengenharia. Rio de


Janeiro: Campos, 1998.

OBS 2:

Caso haja várias referências com mesmo autor, utilizar no lugar do nome do
autor 6 sublinhados (______), a partir da segunda referência:

Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017


53 54

Exemplo: INSERIR O ANO NA PUBLICAÇÃO

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6022: informação e


documentação: artigo em publicação periódica cientifica impressa: apresentação. Convenções adotadas, quando não encontrado o ano de publicação na obra:
Rio de Janeiro, 2003. 5 p.

Ilustração 25 – Ano de publicação


______. NBR 6024: informação e documentação: numeração progressiva das [1971 ou 1972] um ano ou outro
seções de um documento: apresentação. Rio de Janeiro, 2012. 4 p.
[1969?] data provável
[1973] data certa, não indicada na obra
ABREVIATURAS
[entre 1906 e 1912] use intervalos menores de 20 anos
Ilustração 24 - Abreviaturas [ca. 1960] data aproximada
Abreviatura Significado Aplicação
“sine nomine” – usado SILVA, Artur. As fases da vida. São Paulo: [197-] década certa
[s.n.] quando não identificada a [s.n.], 2010. [197-?] década provável
editora.
“sine loco” – usado quando FIGUEIREDO, Paula. Ensino [18--] século certo
[S.l.] não identificada o local da fundamental. [S.l.]: EX Libris, 1987.
publicação. [18--?] século provável
Usado quando não SILVA, Carla. Filosofia. [S.l.; s.n.], 2015. Fonte – O autor
[S.l.: s.n.] identificado o local e editora
da publicação
et al. “et aliii” (significa: e outros) AGUIAR, Francisco Antônio et al.
– usado quando há mais de Transferência de tecnologia. Belo
três autores Horizonte: Polis, 1994.
(Coord.) Coordenador - usado AZEVEDO, Márcio Costa (Coord.).
quando o autor é Constas nacionais. Brasília, DF: Globo,
coordenador da obra. 1985.
(Org.) Organizador - usado BRITO, Edson Viana (Org.). Imposto de
quando o autor é renda. Rio de Janeiro: Globo, 1985.
organizador da obra.
(Ed.) Editor - usado quando o MARQUES, Augusto Souza (Ed.).
autor e editor da obra. Vocabulário jurídico. 4. ed. Rio de
Janeiro: Saraiva, 1998.

Janeiro Jan. Julho Jul.


Fevereiro Fev. Agosto Ago.

Meses Março Mar. Setembro Set.


Abril Abr. Outubro Out.
Maio Maio Novembro Nov.
Junho Jun. Dezembro Dez.

Fonte – O autor

Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017


55 56

CRÉDITOS
Maria Augusta Andrade de Mendonça
Coordenação do Projeto Analista de Informação e Documentação - SENAI Caruaru
Sônia Maria de Pádua
Analista de Informação e Documentação – GED/NID/DR Mary Denise Araújo dos Passos
Analista de Informação e Documentação - SENAI Petrolina
Elaboração 1ª versão - 2012
Maria Teresa Dubeux Mattos Maria Teresa Dubeux Mattos
Analista de Informação e Documentação - SENAI Santo Amaro Analista de Informação e Documentação - SENAI Santo Amaro

Rosiane Maria Souza Burgo Rosiane Maria Souza Burgo


Analista de Informação e Documentação - SENAI Areias Analista de Informação e Documentação - SENAI Areias

Sônia Maria de Pádua Sônia Maria de Pádua


Analista de Informação e Documentação - SENAI DR Analista de Informação e Documentação – GED/NID/DR

Ana Cecilia Vieira Revisão gramatical


Analista de Informação e Documentação - SENAI Paulista Jaciline Buarque da Silveira
Analista de Educação Profissional – GED

Organização da 2ª versão – outubro 2017 Diagramação


Ana Cristina de Souza Castro Ana Cristina de Souza Castro
Analista de Informação e Documentação - SENAI Jaboatão Analista de Informação e Documentação - SENAI Jaboatão

Andrelle Cristina da Paz Almeida


Analista de Informação e Documentação - SENAI Cabo

Revisão Técnica
Alessandra Conceição Santiago Guimarães
Analista de Informação e Documentação - SENAI Santo Amaro

Joelma Tavares Barbosa


Analista de Informação e Documentação - SENAI Araripina
Versão atualizada em 31 out. 2017 Versão atualizada em 31 out. 2017