Sie sind auf Seite 1von 6

História 10

Unidade 4: A renovação da espiritualidade e da


religiosidade

4.1. A REFORMA PROTESTANTE

Tempos difíceis viveram a cristandade e a igreja católica nos fins da Idade Média. Nesta época:
 Passava-se fome
 Havia pestes
 Ocorriam guerras

Preocupações com a salvação da Alma pois


acreditava-se que estas calamidades eram “castigo” de Deus
pelo pecado dos homens

Em vez de apoiar os crentes, a igreja católica mostrava-se desunida.

Cisma do Ocidente

Papa de Roma Papa de Avinhão

(A qual obedecer?)

- Reino de Portugal - Reino da França


- Reino de Inglaterra - Reino de Aragão
- Principados Alemães - Reino de Castela

Mau exemplo dos membros clérigos:


- Papas tinham filhos assumidos, e estes
ganharam honras e riquezas.
- Vida imoral e de Luxo.
- Papas participavam nas Guerras.
- Bispos e prelados acumulavam
benefícios e ausentavam-se das
paróquias.
- Clero secular ignorante.

FORTES CRITICAS Á IGREJA


História 10

Como a igreja e os monarcas ignoravam auxilio á população, muitos recorriam á


superstição e ao fanatismo, entregando-se á bruxaria e á feitiçaria assim como às
procissões flagelantes (castigar o corpo para libertar o espirito).

O povo começou então a procurar a paz interior

DEVOTIO MODERNA

Fundada por Geert Groote

- Desapego pelos bens materiais


- Devoção a Deus
- Ajuda ao próximo

Criticas á igreja católica

Wiclif Jan Huss Savonarola


Não era necessário Defendia a Denunciou os
ouvir os padres e os desobediência vícios do clero
bispos para chegar a ao papa. e do Papa e
deus, bastava ler a incentivou á
biblia. revolta.

Condenados á fogueira
História 10

 A ROTURA TEOLÓGICA:

Reforma da igreja Martinho Lutero

“Como pode alguém levar uma vida perfeita perante deus?”

Leitura das Epístolas de São Paulo

Garantiam que as almas saiam


Questão das Indulgências do purgatório mal o dinheiro
“tilintasse” nos cofres

REFORMA PROTESTANTE

95 TESES CONTRA AS
INDULGÊNCIAS
Lutero excomungado

Nelas acusava o Papa e os


dogmas da Igreja, pois afirmava
que a salvação depende da Fé e
Criou-se a Igreja Luterana não das boas obras.

Justificação pela fé Teoria da Bíblia como única O culto á Sacerdócio Celibato


Só a fé da predestinação fonte de fé e virgem e aos Universal deixou de
humanidade na A fé era uma autoridade santos O batismo existir
infinita misericórdia questão de doutrinal foi abulido pois possibilita que
de Deus tornava o eleição, de graça não era todos fossem
homem justo e o divina, deus necessário padres
conduzia à salvação determinava os existir um
merecedores de mediador entre
fé Deus e os
Sacramentos
Homens.
Organização eclesiástica eram o batismo e a eucaristia
O chefe de estado seria
provisoriamente o “bispo
provisório”
História 10

EXPANSÃO DO LUTERANISMO

 Propaganda
 Imprensa
 Humanistas

CALVINISMO ANGLICANISMO

 João calvino  Henrique VIII


 Justificação pela fé  Apaixona-se por Ana Bolena (sua
 Sacerdócio universal amante) e pede ao papa a anulação do
 Autoridade exclusiva da Bíblia casamento com Catarina de Aragão
 Predestinação absoluta: Deus  Papa recusa o pedido
predestina os homens á nascença  Henrique VIII (rei da Inglaterra)
 Salvação pela fé proclama o ato de supremacia que o
 Existência de 2 sacramentos: O fez supremo da igreja na Inglaterra
batismo e a comunhão  Cria a igreja Anglicana
 Apoio da burguesia  Anglicanismo= catolicismo + calvinismo
 Defendia a teocracia (hierarquia  Defendia a justificação pela fé
dentro da igreja)  Não aceita a predestinação absoluta
 Autoridade da bíblia
 Sacramentos: Batismo e Eucaristia
 Negava o culto aos santos, imagens ou
relíquias
 Defendia a Teocracia
 Aboliu o Celibato dos padres
 Designados por puritanos (aqueles que
seguem da forma mais pura a religião)

Perseguições entre católicos e protestantes e entre as próprias igrejas reformadas


História 10

4.2. A CONTARREFORMA E A REFORMA CATÓLICA


Contrarreforma: efetuou um combate doutrinário, ideológico e repressivo ao protestantismo.

Reforma católica: procurou responder às expectativas dos crentes, renovando-se e


restaurando o catolicismo.

 O IMPACTO DA CONTRARREFORMA NA SOCIEDADE PORTUGUESA:


A dureza com que foram aplicadas, em Portugal, as medidas da contrarreforma, em particular
no que diz respeito às penas impostas pela Inquisição e aos Indexes Portugueses, saldou-se por
um atraso cultural lamentável que se prolongou por muitos anos.

A prontidão com que as autoridades portuguesas acatavam as medidas repressivas de Roma


provocaram a fuga de inumes figuras, não só da intelectualidade nacional, mas também do
panorama económico, em especial pertencentes à religião judaica.

ESQUEMA FINAL:

REFORMA

REFORMA RESPOSTA DA IGREJA


PROTESTANTE CATÓLICA

ANTECEDENTES: REFORMA CONTRARREFORMA


-SECULIZAÇÃO DA CATÓLICA
IGREJA
- CISMA DO OCIDENTE
- Index
CONCILIO DE
TRENTO: - Inquisição

CAUSAS PRÓXIMAS: - Disciplinamento


do clero
- Questão das
LUTERANISMO ATRASO
Indulgências -reforço dos CULTURAS/
principios ECONÓMICO
- Perseguição a João DE
calvino CALVINISMO
PORTUGAL

- Divórcio de
D.Henrique VII ANGLICANISMO
História 10

U.4 A renovação da espiritualidade e da religiosidade

Indéx - Índice dos Livros Proibidos que foi uma lista de publicações literárias que eram
proibidas pela Igreja Católica e as regras para que um livro entrasse nessa lista.

Inquisição - Trata-se de um regime escondido que controla por dentro o Estado, a


Religião e a Economia. Este estado sombra funciona ao mesmo tempo como politica,
lei, religião, verdade e lei. Por isso é que nada muda quando há revoluções, leis ou
formas de governo, uma vez que o estado sombra anula todas as coisas junto das
entidades e pessoas, nas localidades ou no estado central. A Inquisição ou regime
inquisitório actua sob a capa de fé-pública para poder perseguir e matar com
fundamento baseado na falsidade da religião e da lei.

Concilio de Trento - Realizado de 1545 a 1563, foi um dos concílios da igreja romanista
(em oposição às igrejas orientais e às protestantes). É considerado um dos
três concílios fundamentais na Igreja Católica. Foi convocado pelo Papa Paulo III para
assegurar a unidade da fé e a disciplina eclesiástica, no contexto da Reforma da Igreja
Católica e da reação à divisão então vivida na Europa devido à Reforma Protestante,
razão pela qual é denominado também de Concílio da Contra-Reforma. O Concílio foi
realizado na cidade de Trento, na Província autónoma de Trento, na área do Tirol
italiano.

Companhia de Jesus - A Companhia de Jesus cujos membros são conhecidos


como jesuítas, é uma ordem religiosa fundada em 1534 por um grupo
de estudantes da Universidade de Paris, liderados pelo Inácio de Loyola. A
Congregação foi reconhecida por bula papal em 1540. É hoje conhecida principalmente
por seu trabalho missionário e educacional.

Sem resultados positivos surgiu a Reforma Católica. Esta consistia no melhoramento e


na prática de medidas que tinham como objetivo melhorar o catolicismo, isto é, as
falhas que estavam a ser cometidas na Igreja naquela época.