Sie sind auf Seite 1von 26

1

CENTRO UNIVERSITÁRIO MOURA LACERDA


CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA

BENEFICIOS DO ATLETISMO NA INFÂNCIA

Maria José Mendes de Oliveira Rocha

JABOTICABAL-SP
2017
2

CENTRO UNIVERSITÁRIO MOURA LACERDA


CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA

BENEFICIOS DO ATLETISMO NA INFÂNCIA

Maria José Mendes de Oliveira Rocha

Monografia apresentada ao Centro Universitário


Moura Lacerda como requisito parcial para o
obtenção da graduação em Licenciatura em
Educação física sob a orientação do Prof. Ms.
Dionisio Tabajar Gulli

JABOTICABAL-SP
2017
3

Maria José Mendes de Oliveira Rocha

BENEFICIOS DO ATLETISMO NA INFÂNCIA

Monografia apresentada ao Centro Universitário Moura Lacerda como requisito parcial para a
obtenção da graduação em Licenciatura em Educação física sob a orientação do Prof. Ms.
Dionisio Tabajar Gulli.

Jaboticabal-SP, 04 de Dezembro de 2017

Comissão Organizadora

__________________________________

Prof. Ms. Dionisio Tabajar Gulli

Orientador

_________________________________

Prof. Esp. Maria Antônia de Souza

Examinadora

_________________________________

Prof. Dr.. Paulo Cesar Sedran

Examinador
4

Dedico á Deus por sempre estar


comigo, e ao meu esposo Ricardo
que me deu muito apoio desde o
início da caminhada que nunca me
deixou desistir e sempre me deu
força.
5

AGRADECIMENTO

Agradeço primeiramente a Deus por nunca desistir de mim, sempre me dado forças e
saúde para caminhar nessa longa jornada.
Agradeço em especial ao meu esposo, familiares.
Agradeço aos meus amigos e companheiros de sala que estiveram comigo nessa
jornada de estudo.
Agradeço ao professor Dionisio Tabajar Gulli pelo apoio e amizade construída ao
longo desse tempo.
Agradeço aos convidados Prof. Maria Antônia de Souza e o Prof. Dr. Paulo Cedran
6

“A pedra preciosa para ser polida deve


ser maltratada”
O “atleta não atinge a perfeição sem o
sacrifício do treinamento”

Autor Prof Gulli


7

ROCHA, Maria José Mendes de Oliveira. BENEFÍCIOS DO ATLETISMO NA


INFÂNCIA. 26 folhas. Centro Universitário Moura Lacerda. Monografia de licenciatura em
Educação Física. CUML. 2017.

RESUMO

O atletismo é ainda muito pouco difundido nas escolas brasileiras. Às vezes ele é pouco
praticado nas escolas por falta de espaço físico, profissionais qualificados, e até falta de
material adequado, mas poderia servir muito para o desenvolvimento psicomotor de uma
criança. A presente pesquisa tem como objetivo entrevistar 40 alunos, na faixa etária de 07 a
12 anos, sendo 27 do gênero masculino e 13 do gênero feminino, de uma escola municipal
Paulo Mangolini do município de Guariba-SP, que foram entrevistados através de um
questionário composto de 6 questões fechadas a fim de se saber se os alunos tem interesse
pela prática do atletismo buscando conhecer, as habilidades motoras da criança e criando
gosto por seus movimentos e modalidades. Despertar a dedicação ao ensino do atletismo nas
escolas. Após a análise das respostas dos alunos entrevistados utilizou-se a estatística
descritiva que tem por função a ordenação. Através das análises dos resultados, constatou-se
que o atletismo quando relacionado a iniciação, traz vários benefícios além de poder se
transformar em um excelente recurso para o desenvolvimento psicomotor de uma criança.

Palavras-chave: Atletismo. Desenvolvimento Psicomotor. Habilidades Motoras.


8

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO ........................................................................................................................ 10
1.O ATLETISMO ..................................................................................................................... 11
1.1 Provas do Atletismo ...................................................................................................... 12
1.2 Corridas de pista ............................................................................................................ 12
1.3 Corridas de rua (fundo).................................................................................................. 12
1.4 Corridas com obstáculos ................................................................................................ 12
1.5 Revezamento ................................................................................................................. 13
1.6 Saltos ............................................................................................................................. 13
1.7 Arremessos e Lançamentos ........................................................................................... 13
1.8 Decathlon ....................................................................................................................... 14
1.9 Heptatlo ......................................................................................................................... 14
2. BENEFICIOS DO ATLETISMO NA INFÂNCIA .......................................................... 15
2.1 O Desenvolvimento Motor na Infância ......................................................................... 16
3. O ATLETISMO NA ESCOLA ......................................................................................... 16
4 METODOLOGIA ............................................................................................................. 19
4.1.População e amostra ........................................................................................................... 19
5. RESULTADO E DISCUSSÃO ........................................................................................ 20
CONCLUSÃO .......................................................................................................................... 22
ANEXO
9

ÍNDICE DE GRÁFICO

Gráfico 1- Mostra o conhecimento dos alunos sobre o Atletismo..........................................21

Gráfico 2- Mostra quantos alunos já praticaram o Atletismo.................................................22

Gráfico 3- Mostra como os Alunos conheceram o Atletismo...........................................................22


Gráfico 4- Mostra como os Alunos veem o Atletismo......................................................................23

Gráfico 5- Mostra quantos Alunos gostariam ou não que o Atletismo fosse uma atividade
incluída nas aulas de educação física.......................................................................................23

Gráfico 6- Mostra oque os alunos acreditam que o Atletismo pode trazer de benefícios.......24
10

INTRODUÇÃO

O atletismo é ainda muito pouco difundido nas escolas brasileiras. Apesar de ser
considerado um dos conteúdos clássicos da Educação Física.

O pouco que se conhece, esta relacionado a atletas que descobriram a modalidade em


projetos de corridas, saltos, arremessos, e lançamentos um meio de sobrevivência e inserção
social. Para, além disso, o que se conhece do atletismo mistura-se muito a historia dos Jogos
Olímpicos

A efetivação do atletismo nas escolas ás vezes não acontece por falta de espaço
físico, profissionais qualificados, e até falta de material adequado.

O atletismo quando relacionado á iniciação pode se transformar em um excelente


recurso ao desenvolvimento psicomotor de uma criança.

Ressaltando a importância do atletismo no âmbito escolar, pois além de ser saudável


poderá proporcionar o bem estar físico e a interação, trabalhando aspectos motores,
psicológicos, contribuindo para o desenvolvimento motor.

Observando assim que o atletismo pode favorecer a formação humano fazendo com
os alunos conheçam suas limitações, suas diferentes habilidades e criando gosto pela pratica
do esporte.

Considerando este estudo que envolve a habilidade e motora questiona- se: porque o
atletismo é tão pouco difundido dentro das escolas? Quais benefícios o atletismo pode
proporcionar aos alunos? Quais as condições de aplicabilidade do atletismo na escola

A presente pesquisa tem como objetivo entrevistar 40 alunos de uma escola


municipal Paulo Mangolini do município de Guariba Sp, que foram entrevistados através de
um questionário composto de 6 questões fechadas a fim de se saber se os alunos tem interesse
pela pratica do atletismo buscando conhecer, as habilidades motoras da criança e criando
gosto por seus movimentos e modalidades. Despertar a dedicação ao ensino do atletismo nas
escolas.
11

1.O ATLETISMO

O atletismo é um conjunto de atividades esportivas (corrida, saltos e arremessos),


que tem a origem nas primeiras Olimpíadas realizadas na Grécia Antiga. Nos primeiros Jogos
Olímpicos, realizados em 776 a.C., eram realizadas provas de corridas e arremessos de peso.

Grande parte das provas de atletismo é realizada em estádios fechados. Nestes


estádios, existem as demarcações específicas para cada prova e também os equipamentos
como, por exemplo, no salto com varas.
Algumas competições como, por exemplo a maratona, são realizadas em vias
públicas.

A iniciação ao atletismo - visto como um conjunto de habilidades específicas -


constitui a primeira fase do processo ensino-aprendizagem desta modalidade, utilizando-se
das formas básicas de correr, saltar, lançar e arremessar.

O atletismo a ser utilizado na escola deve ser considerado como o "pré-atletismo",


onde, a primeira fase, faz-se através dos gestos motores básicos como correr, saltar, lançar e
arremessar; e numa segunda fase, mantêm-se os da primeira, avançando-se para as tarefas que
exigem uma maior codificação dos gestos motores básicos, aproximando progressivamente a
criança do Atletismo.

Correr, saltar, lançar e arremessar são as habilidades físicas de base, estão


presentes em quase todas as modalidades esportivas. Como ações motoras naturais,
significam uma função da natureza humana. Por isso, em si, os movimentos atléticos não são
desinteressantes. O que pode torná-los assim é a sua interpretação e sistematização didática
vinculada somente ao atletismo institucionalizado.

Assim, propõe-se o processo de ensino-aprendizagem do atletismo vinculado à


aspectos lúdicos, onde o brincar permita o desenvolvimento das capacidades motoras básicas,
possibilitando a aprendizagem do atletismo e a vivencia de diferentes situações permitidas
pelo brincar, favorecendo desenvolvimento da criança.
12

1.1.Provas do Atletismo

As principais modalidades do atletismo são:

 Corridas de pistas
 Corridas de rua (fundo)
 Corridas com obstáculos
 Revezamento
 Saltos
 Arremessos e lançamentos
 Decathlon
 Heptatlo

1.2.Corridas de pista
 100 metros rasos
 200 metros rasos
 400 metros rasos
 800 metros rasos
 1.500 metros rasos
 5.000 metros rasos
 10.000 metros rasos

1.3.Corridas de rua (fundo)


 5.00 metros
 10.000 metros
 21.000 metros (meia maratona)
 42.000 metros (maratona)

1.4.Corridas com obstáculos

São realizadas dentro dos estádios e se dividem em quatro modalidades:

 100 metros (feminino)


 110 metros (masculino)
 400 metros (masculino e feminino)
 3.000 metros (feminino e masculino).
13

1.5.Revezamento

As provas de revezamento são disputadas por grupos compostos por quatro atletas
cada. Cada atleta corre um quarto da pista e passa um bastão para o atleta seguinte de sua
equipe.

1.6.Saltos

 Salto em distância: o atleta corre numa pista, de no mínimo 40 metros, e deve efetuar
o salto antes de uma tábua de 20 cm de largura. Ao cair na areia é feita a medição da
distância obtida. Vence o atleta que conseguir o salto com maior distância.

 Salto em altura: nesta competição o atleta deve percorrer uma pista (mínimo de 20
metros) e com uma vara saltar por cima do sarrafo (barra horizontal). O atleta pode
tocar o sarrafo, porém o mesmo não pode cair. A altura vai aumentando a cada salto
positivo. Vence o atleta que conseguir saltar maior altura sem derrubar o sarrafo.

1.7.Arremessos e Lançamentos

Existem quatro modalidades nesta categoria:


 arremesso de peso
 lançamento de dardo
 lançamento de martelo
 lançamento de disco.

Em todas elas, vence o atleta que conseguir arremessar o objeto a uma distância
maior.
14

1.8.Decathlon

Praticada por homens, numa mesma prova são envolvidas dez modalidades do
atletismo. As modalidades do decathlon são: corrida (100 metros), salto em distância, salto
em altura, lançamento de peso, 400 metros, 110 metros com barreira, lançamento de disco,
lançamento de dardo, salto com vara e corrida de 1500 metros. Vence o atleta que conseguir
maior pontuação no geral das provas.

1.9.Heptatlo

Prova combinada somente para mulheres. Envolve sete modalidades do atletismo:


100 metros com barreira, lançamento de peso, lançamento de dardo, salto em altura, salto em
distância, corrida de 200 metros e 800 metros. Vence a atleta que conseguir maior quantidade
de pontos no geral.
15

2.BENEFICIOS DO ATLETISMO NA INFÂNCIA

O desenvolvimento motor é um processo continuo e demorado, que se apresenta no


comportamento motor do individuo. Este processo de desenvolvimento e alterações motoras
ocorre durante todo o ciclo da vida do ser humano, e é mais acentuado nos primeiros anos de
vida do individuo. (GALLAHUE; OZMUN, 2005).
Segundo Santos et al (2004), o desenvolvimento motor na infância é importantíssimo
pois este esta diretamente relacionado à aquisição de habilidades motoras, que vão auxiliar a
criança a ter um amplo domínio do seu corpo, dando a ela condições de realizar diversos
movimentos característicos da sua faixa etária, como: andar, correr, saltar, arremessar, lançar,
chutar, etc., habilidades estas que ela utilizará no seu dia a dia, tanto em casa quanto na
escola.
É uma atividade benéfica para aqueles que estão em fase de desenvolvimento,
auxiliando na coordenação dos movimentos e no combate à obesidade. Além disso, diminui
os riscos de diabetes e os sintomas de asma, proporciona melhoras no sono e no sistema
imunológico, e ajuda o sistema cardiovascular.
Toda criança gosta de pular e correr. O atletismo reúne as principais qualidades para
que os pequenos desfrutem. É um esporte ao alcance de todas as crianças, que não necessita
de grandes investimentos econômicos ou logísticos para ser praticado, já que em quase todas
as cidades existem clubes de atletismo. Além disso, é um esporte válido tanto para meninos
como para meninas, portanto contribui na igualdade entre os sexos.
O atletismo é um esporte em que se desenvolve a força nas extremidades inferiores,
se ganha resistência física e se consegue velocidade. Além disso, correr melhora a capacidade
pulmonar. Nas crianças foi constatada sua eficácia como estimulante dos hormônios de
crescimento e o desenvolvimento dos músculos.
Podem ser utilizado de maneira lúdica através de circuitos que envolvam
deslocamentos diversos, saltos e lançamentos com materiais mais variados possíveis. É um
esporte capaz de reunir as pessoas em eventos de rua, em competições nacionais e
internacionais, promovendo a igualdade entre os participantes. Qualquer pessoa, de qualquer
idade, independente da religião, fator socioeconômico, raça e condição física podem praticá-
lo e participar de competições.
16

2.1.O Desenvolvimento Motor na Infância

O desenvolvimento motor é um processo continuo e demorado, que se apresenta no


comportamento motor do individuo. Este processo de desenvolvimento e alterações motoras
ocorre durante todo o ciclo da vida do ser humano, e é mais acentuado nos primeiros anos de
vida do individuo. Estas alterações motoras ocorrem conforme a interação entre as
necessidades do individuo, as condições do ambiente em que este esta ou será inserido e as
tarefas a serem executadas. (GALLAHUE; OZMUN, 2005).

Segundo Vitta et al (2000), a criança tem períodos considerados ótimos para


adquirir conhecimentos e habilidades especificas, desta forma não podendo ser desperdiçados,
pois passado estes períodos o aprendizado de tais conhecimentos e habilidades se torna cada
vez mais difícil, sendo assim as numerosas experiências e a qualidade destas experiências, são
fundamentais para o desenvolvimento da criança.

De acordo com Caetano et al (2005), é na fase pré-escolar que a criança, adquire e


aperfeiçoa sua habilidades motoras, com isso a criança nesta fase da vida tem a oportunidade
de conhecer diversas formas e combinações de movimentos, que possibilitarão a ela conhecer
e dominar o seu corpo. A base para aquisição das habilidades é estabelecida neste período,
sendo que as crianças irão aumentar seu repertório motor consideravelmente, adquirindo
coordenação de movimentos, que auxiliarão para a aquisição de performances mais
habilidosa.

3.O ATLETISMO NA ESCOLA

O atletismo dentro do contexto escolar pode ser considerado um conteúdo de


fundamental importância, pois as capacidades e habilidades motoras por ele exploradas
servem de auxilio e de base para o aprimoramento e a execução de movimentos que serão
utilizados em outras modalidades esportivas. Ainda, esta inclusão da pratica do atletismo no
ambiente escolar, tem uma importância decisiva para a formação de crianças e jovens, na
medida em que esta modalidade pode lhes proporcionar vivencias e experiências básicas,
fundamentais para o seu desenvolvimento motor. (BRAGADA, 2000).
17

Para Sedorko e Distefano (2012), esta modalidade esportiva é praticamente


inexistente dentro da Educação Física escolar, com a alegação de falta de espaço físico e
materiais adequados aliados a falta de interesse dos alunos por este esporte, os profissionais
da área deixam de lado este conteúdo e preferem adotar como conteúdo de suas aulas os
esportes mais tradicionais como o futebol, voleibol e demais esportes que tenham a bola como
objeto principal para sua realização.

Para Kirsch, Koch e Oro (1988), mesmo com a falta de uma estrutura e de matérias
adequados, o atletismo pode e deve ser implantado nos planos de aula dos professores de
Educação Física escolar e praticado dentro da escola, pois esta modalidade dentro do
ambiente escolar não necessita de complexas instalações e grande parte dos materiais
utilizados por este esporte podem ser adaptados e até mesmo confeccionados com materiais
recicláveis pelos professores e alunos.

O atletismo na escola deve ser caracterizado inicialmente como um pré-atletismo,


onde através de atividades que contemplem os gestos motores básicos do ser humano, como
correr, saltar, lançar e arremessar possa caracterizar esta fase inicial de inclusão do atletismo
no ambiente escolar.

Segundo Kunz (1998, p.23) é que “os alunos preferem mil vezes jogar, brincar com a
bola, do que saltar em altura, distância ou arremessar ou se ‘matar’ numa corrida de
quatrocentos metros”.

De acordo com Netto e Pimentel (2009), a metodologia de ensino do Atletismo


deve ser proposta em forma de jogo, para que promova a aprendizagem, tornando-se, assim,
um instrumento pedagógico que pode contribuir para o desenvolvimento do aluno, pois é um
ótimo estimulador, uma fonte de prazer e descoberta. O jogo deve ser visto dentro da
Educação Física Escolar, em especial no Atletismo, como uma ótima oportunidade e
possibilidade de aquisição de conhecimentos, sem excluir os alunos menos habilidosos, sem
buscar talentos e que possa trazer benefícios em suas vidas.

O ensino do atletismo deve ser adaptado ao espaço físico, ao número de alunos e aos
materiais disponíveis ao mesmo tempo em que oferece oportunidades concretas de vivências
no esporte (LIMÃO et al, 2004).
18

O problema relacionado com a ausência de materiais pode ser resolvido com o


improviso dos mesmos, onde bolas podem ser confeccionadas com meias e serragem; bastões
de cabo de vassoura para corridas de revezamento, pneus pendurados como alvo para
lançamento, entre outros de acordo com a criatividade do professor (KIRSCH et. al., 1984
apud JUSTINO; RODRIGUES 2007).

Outra estratégia que pode ser levada em consideração é a utilização de locais


improvisados como ruas próximas, parques, praças, gramados, rampas, corredores e na
própria quadra poliesportiva para a realização de atividades relacionadas ao esporte.

Pode-se ainda trabalhá-lo na montagem e execução de projetos dentro da escola e,


reforçando essa perspectiva, Seifert Netto (2000) cita em sua obra as seguintes falas de
professores que afirmam que os conteúdos do atletismo, podem ser trabalhados em forma de
projeto, ou seja, deve-se procurar um local para ser trabalhado, podendo fazer parcerias com
Universidades, pois dessa forma resgatarão um pouco mais o atletismo, visto que trabalham o
atletismo, mas sem muito material nas aulas de educação física. E com o auxílio do projeto,
poderão trabalhar todo o conteúdo. E ainda acrescentam que todo e qualquer conteúdo pode
ser trabalhado nas escolas através de projetos e esse seria o melhor caminho para que o
atletismo consiga atingir um maior número em um menor espaço de tempo.
19

4.METODOLOGIA

Apresente pesquisa trata-se de descritiva da qual foi verificado com alunos do ensino
fundamental – infantil de uma das escolas estaduais do município de Guariba – SP se os
mesmos tinha conhecimento do atletismo e seus benefícios e se fazia parte das aulas de
Educação Física.

4.1.Popuação e amostra

A população da presente pesquisa trata-se de alunos do ensino fundamental na faixa


etária de 7 a 12 anos participantes de aulas de Educação Física da E.E. Prefeito Paulo
Mangolini do município de Guariba – SP.

A amostra foi composta de 40 alunos sendo 27 do gênero masculino e 13 do gênero


feminino escolhidos por amostragem intencional e que aceitaram em responder um
questionário contendo 6 perguntas fechadas.

4.2. Tratamento Estatístico

Após as respostas dos alunos entrevistados foram analisadas e se utilizou a estatística


descritiva que tem por função a ordenação, a sumarização e a descrição dos dados coletados e
usou-se a porcentagem do gráfico de pizza através do Excel.
20

5.RESULTADO E DISCUSSÃO

As informações analisadas através do questionário dos entrevistados serão apresentados


conforme o objetivo da pesquisa.

Sim
50% 50%
Não

Gráfico 1- Você conhece o atletismo?

Observando as respostas dos alunos 50% disseram que conhecem o atletismo


enquanto que 50% disseram que não tem conhecimento.

37%

Sim
Não
63%

Gráfico 2- Você já praticou alguma modalidade do Atletismo na sua vida escolar?

Conforme o gráfico 2 observa-se que somente 37% dos alunos já praticaram alguma
modalidade do Atletismo, e 63% sendo mais da metade nunca praticaram alguma modalidade
do Atletismo.
21

19%
Escola-amigdos-Tv-Jornal-
revista
49%
Projetos-programas
sociais
Não conhece
32%

Gráfico 3- Como você conheceu o atletismo?

Observando a resposta dos alunos no gráfico 3, vemos que 19% conheceram o Atletismo
através de amigos, escola, tv, jornais e revistas, 32% conheceram através de projetos e
programas sócias, e 49% sendo quase a metade dos alunos não conhecem o Atletismo.

Brincadeira-Passatempo-
diversão
20%
Oportunidade de ser
42%
atleta

13%
Opoortunidade de
conhecer novas
modalidades

25% Não souberam responder

Gráfico 4- Como você vê o atletismo?

Conforme o gráfico 4 observamos que 42% dos alunos veem o Atletismo como brincadeiras,
passatempo e diversão, 25% como oportunidade de ser atleta, 13% como oportunidade de
conhecer novas modalidades e 20% não souberam responder.
22

13%

Sim
20%

Não

Não souberam
67%
respoonder

Gráfico 5- Você gostaria que o Atletismo fosse uma atividade incluída nas aulas de

Educação Física?

Observando o gráfico 5 vemos que 67% dos alunos sendo a maioria gostariam que o
Atletismo fosse uma atividade incluída nas aulas de Educação Física, 20% não gostariam
porem não justificaram os motivos, e apenas 13% não souberam responder.

5%
18%

Sim

Não

77% Não souberam


respoonder

Gráfico 6- Você acha que o Atletismo pode trazer benefícios para sua vida?

Conforme o gráfico 6 observa-se que 77% dos alunos acreditam que o Atletismo pode
trazer benefícios para sua vida, 185 acreditam que não e apenas 5% não souberam
responder.
23

CONCLUSÃO

O Atletismo quando relacionado a iniciação, pode se transformar em um excelente


recurso para o desenvolvimento psicomotor de uma criança. Entendemos que o Atletismo
escolar pode trazer vários benefícios para a criança.
24

REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS

ATLETISMO (CBAT) Disponível em http://www.cbat.org.br/atletismo/origem.asp .


Acessado em 04 de setembro de 2017.

BOZZOLLI, Charles; SIMOHAMED, Jamel; EL-HEBIL, Abdel Malek. Mini atletismo –


guia prático. 2006. Disponível em:

http://www.nre.seed.pr.gov.br/paranavai/arquivos/File/guia_pratico.pdf. Acesso em: 23 de


outubro de 2017.

BRAGADA, José. O atletismo na escola: proposta programática para abordagem dos


lançamentos “leves”. 2000. Disponível em:

http://www.catraios.pt/profs/salarecursos/matef/lleveshor.pdf. Acesso em: 10 novembro de


2017.

NETTO, Prof. Reynaldo Seifert; PIMENTEL, Prof. Dr. Giuliano Gomes de Assis. O ensino
do atletismo nas aulas de Educação Física. 2009. Disponível em:
http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/804-4.pdf. Acesso em: 16 outubro
de 2017.

CAETANO, Maria Joana Duarte; SILVEIRA, Carolina Rodrigues Alves; GOBBI, Lilian
Teresa Bucken. Desenvolvimento motor de pré-escolares no intervalo de 13 meses. 2005.
Disponível em ev.org.br/biblioteca/desenvolvimento-motor-pre-escolares-intervalo-13-
meses/. Acessado em 21 de outubro de 2017.

GALLAHUE, David L.; OZMUN, John C. Compreendendo o desenvolvimento motor:


bebês, crianças, adolescentes e adultos. Disponível em
http://www.cefid.udesc.br/arquivos/id_submenu/1271/3demo___desenvolvimento_motor.pdf.
Acessado em 29 de outubro de 2017.

GALLAHUE; OZMUN, 2005.Disponivem em http://www.efdeportes.com/efd178/atletismo-


na-educacao-fisica-escolar.htm. Acessado em 08 de setembro de 2017.

GOMES, Leonires Barbosa. Atletismo como esporte base no desenvolvimento motor.


2010. Disponível em: http://corbrazdf.blogspot.com.br/p/atletismo-como-esporte-base-
no.html. Acesso em: 10 novembro de 2017.

KIRSCH, August; KOCH, Karl; ORO, Ubirajara. Antologia do atletismo: metodologia para
iniciação em escolas e clubes. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico S/A, 1988, 178 p.
25

SEDORKO, Clóvis Marcelo; DISTEFANO, Fabiane. O atletismo no contexto escolar:


Disponivel em http://www.efdeportes.com/efd165/o-atletismo-no-contexto-escolar-
possibilidades-didaticas.htm. Acessado em 27 de outubro de 2017.

VITTA, Fabiana Cristina Frigieri de; SANCHEZ, Fernanda F; PEREZ, Renata. R. M.


Desenvolvimento motor infantil: avaliação de um programa de educação para
berçaristas. 2000. Disponível em:
http://www.usc.br/biblioteca/mimesis/mimesis_v21_n1_2000_art_07.pdf. Acesso em: 08
outubro de 2017.
26

ANEXO

ANEXO

1- Você conhece o Atletismo?


a) Sim
b) Não

2- Você já praticou alguma modalidade do Atletismo na sua vida escolar?


a) Sim
b) Não

3- Como você conheceu o Atletismo?


a) Escola, amigos, televisão, jornais, revistas, etc..
b) Projetos, programas sociais.
c) Não conhece

4- Como você vê o Atletismo?


a) Brincadeira, passatempo, diversão etc..
b) Oportunidade de ser um atleta.
c) Oportunidade de conhecer novas modalidades.
d) Não souberam responder

5- Você gostaria que o Atletismo fosse uma atividade incluída nas aulas de Educação Física?
a) Sim
b) Não
c) Não souberam responder

6- Você acha que o Atletismo pode trazer benefícios para sua vida?
a) Sim
b) Não
c) Não souberam responder