Sie sind auf Seite 1von 24

MANUAL DO USUÁRIO

TALHA DE ALAVANCA SCAK

ttADVERTÊNCIA
Este equipamento não deve ser instalado, operado ou consertado por uma pessoa que não tenha
lido e compreendido todo o conteúdo deste manual. A não leitura e o não cumprimento com o
conteúdo deste manual pode resultar em lesão corporal grave, morte e/ou danos materiais.
SUMÁRIO
1. DEFINIÇÕES.......................................................................................................................... 5

2. NORMAS DE SEGURANÇA.................................................................................................. 5
2.1. Aspectos gerais............................................................................................................ 5
2.2. Regras antes do uso..................................................................................................... 6
2.3. Regras para a operação.............................................................................................. 7
2.4. Regras após o uso........................................................................................................ 7
2.5. Inspeção e manutenção.............................................................................................. 7
2.6. Outros............................................................................................................................ 8

3. ESPECIFICAÇÕES PRINCIPAIS........................................................................................... 8
3.1. Condições de operação............................................................................................... 8
3.2. Especificações técnicas.............................................................................................. 8

4. OPERAÇÃO............................................................................................................................ 9
4.1. Introdução..................................................................................................................... 9
4.2. Características.............................................................................................................. 9
4.3. Método de operação................................................................................................... 9
4.4. Operação de carga.................................................................................................... 10
4.5. Dispositivo de proteção de sobrecarga.................................................................. 10

5. INSPEÇÃO........................................................................................................................... 10
5.1. Aspectos gerais.......................................................................................................... 10
5.2. Inspeção diária........................................................................................................... 10
5.3. Inspeção periódica.....................................................................................................11

6. MANUTENÇÃO................................................................................................................... 15
6.1. Aspectos gerais.......................................................................................................... 15
6.2. Lubrificação................................................................................................................ 15

7. RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS.......................................................................................... 16

8. LISTA DE PEÇAS................................................................................................................ 18
8.1. Desenho de vista explodida..................................................................................... 18
8.2. Lista de peças............................................................................................................. 19

9. CERTIFICADO DE GARANTIA..........................................................................................20

ACESSE NOSSO SITE PARA CONSULTAR A LISTA COMPLETA DE ASSISTÊNCIAS


TÉCNICAS AUTORIZADAS E REPRESENTANTES KOCH.
REGISTRO DO PROPRIETÁRIO CAPACIDADE DO MODELO
A capacidade do modelo e o número
de série estão registrados junto à caixa
do seu produto. Anote estes dados nos
espaços fornecidos ao lado. Informe- NÚMERO DE SÉRIE
-os quando entrar em contato com
o revendedor ou com o Serviço de
Atendimento Koch.

Imagens meramente ilustrativas. As


imagens e ilustrações utilizadas neste
manual podem diferir do produto real.

IMPORTADO E DISTRIBUÍDO POR ENTRE EM CONTATO


Koch Metalúrgica S.A. Serviço de Atendimento Koch (SAK):
Av. Tancredo Neves, 470 0800 51 4117
Distrito Industrial – Cachoeirinha – RS www.kochmetalurgica.com.br
CEP 94930-540 – Brasil
CNPJ 92.693.928/0001-17

Produto fabricado na RPC


Manual impresso no Brasil
1. DEFINIÇÕES
Esta talha de alavanca do tipo SCAK foi projetada para levantar e baixar cargas verti-
calmente, à mão, em condições atmosféricas normais do local de trabalho.

ttPERIGO
A indicação acima exemplifica uma situação de perigo iminente que, se não for evita-
da, irá resultar em morte ou ferimentos graves.

ttADVERTÊNCIA
Indica uma situação de perigo iminente que, se não for evitada, pode resultar em mor-
te ou ferimentos graves.

ttCUIDADO
Indica uma situação potencialmente perigosa que, se não for evitada, pode resultar
em ferimentos menores ou moderados. Pode também ser usado para alertar contra
práticas inseguras.

2. NORMAS DE SEGURANÇA
2.1. ASPECTOS GERAIS
A não leitura e o não cumprimento do conteúdo deste manual pode resultar em lesão
corporal grave ou morte, e danos materiais.

Embora você possa estar familiarizado com este equipamento ou similares, é altamen-
te recomendado que você leia este manual antes de instalar, operar ou consertar o
produto.

O equipamento aqui descrito não deve ser utilizado em conjunto com outros equipa-
mentos, a menos que com os dispositivos de segurança necessários e requeridos apli-
cáveis ao sistema. A empresa não terá nenhuma responsabilidade para com o cliente
por quaisquer perdas, danos ou outros pedidos de indenização decorrentes deste tipo
de uso indevido. Modificações para aprimoramentos, reclassificação, ou que de outra
forma alterem este equipamento, somente podem ser autorizadas pelo fabricante do
equipamento original.

5
ttPERIGO

1. NUNCA use uma ta- 2. NUNCA use seu pé para 3. NUNCA use duas ou mais
lha para elevar, apoiar ou aplicar pressão sobre a talha. talhas em conjunto para
transportar pessoas. elevar a carga além da ca-
pacidade nominal da talha.

4. NUNCA levante cargas 5. NUNCA levante ou


além da capacidade nomi- transporte cargas sobre ou
nal da talha. perto de pessoas.

2.2. REGRAS ANTES DO USO


ttCUIDADO
O operador que for utilizar a talha deve obrigatoriamente ler este manual, advertên-
cias nele contidas, instruções e etiquetas de aviso sobre o sistema de funcionamento
e elevação das talhas. O operador deve também obrigatoriamente estar familiarizado
com os controles de elevação antes de ser autorizado a operar a talha na elevação e
tração de carga.

ttADVERTÊNCIA
Não use a talha se houver profundos entalhes, buracos ou estiramentos no gancho.
Entre em contato com a nossa empresa, com a assistência técnica autorizada ou com
o distribuidor da talha e substitua o gancho por novas peças.

ttCUIDADO
1. Certifique que todo tipo de placa de identificação seja claro e visível.
2. Verifique a talha antes do uso diário de acordo com a inspeção diária.
3. Estime o peso da carga e escolha a talha da capacidade nominal adequada.
4. Certifique que os ganchos não estejam deformados e girem livremente, sem qual-
quer resistência.
5. Assegure que o funcionamento do sistema de freio esteja normal.
6. Lubrifique a corrente de carga de acordo com as recomendações contidas neste
manual.

6
2.3. REGRAS PARA A OPERAÇÃO

1. NUNCA use uma cor- 2. NUNCA use a talha de 3. NUNCA use o corpo da
rente de carga dobrada, corrente como uma cinta talha como apoio.
torcida, danificada ou com de amarração de carga.
estiramento.

4. NUNCA apoie uma car- 5. NUNCA passe a corrente 6. NUNCA solde ou corte
ga na ponta do gancho. de carga sobre uma borda uma carga suspensa por
afiada. uma talha.

ttADVERTÊNCIA
1. NUNCA use uma talha danificada ou que não esteja funcionando corretamente.
2. NUNCA balance uma carga suspensa.
3. NUNCA use a talha de corrente como um eletrodo de soldagem.
4. NUNCA opere uma talha tão longe que o gancho inferior toque o corpo da talha.
5. NUNCA opere uma talha tão longe que a corrente de carga puxe a ancoragem.
6. NUNCA opere uma talha se ocorrer ruído excessivo.
7. NUNCA permita que sua atenção seja desviada da operação da talha.

2.4. REGRAS APÓS O USO


ttCUIDADO
Abaixe a carga lentamente e com segurança após a elevação.

ttADVERTÊNCIA
Nunca suspenda uma carga durante um período de tempo prolongado.

2.5. INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO


ttCUIDADO
Assegure que o pessoal de serviço qualificado inspecione a talha periodicamente.

7
ttADVERTÊNCIA
Não tente reparar um gancho por tratamento térmico, flexão ou afixação de qualquer
item por soldadura. Esses procedimentos causarão enfraquecimento e podem provo-
car a falha do gancho.

2.6. OUTROS
ttCUIDADO
Sempre consulte o fabricante ou o revendedor se você planeja utilizar a talha em um
ambiente excessivamente corrosivo (água salgada, maresia, meio ambiente ácido, ex-
plosivo e/ou outros compostos corrosivos).

ttADVERTÊNCIA
Nunca use uma talha que tenha sido retirada de serviço até que a talha tenha sido
devidamente reparada ou substituída.

3. ESPECIFICAÇÕES PRINCIPAIS
3.1. CONDIÇÕES DE OPERAÇÃO

Condições ambientais admissíveis


Temperatura de operação: -10°C a 60°C
Umidade de operação: 100% RH ou menos (não utilize o produto embaixo d’água)
Material livre de amianto: as placas de fricção são feitas de material livre de amianto

3.2. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

A
C
B

H L

K
D

8
Peso adicional para cada
elevar carga máxima (N)

1 metro de corrente (kg)


Esforço necessário para

Número de colunas da
Dimensões principais (mm)

Diâmetro da corrente
elevação padrão (m)

Carga de teste (kN)

corrente de carga

Peso líquido (kg)


Dimensões da
Capacidade (t)

de carga (mm)
embalagem
Altura de

A B C D H L K

0,75 1,5 11 140 1 6 7,5 0,8 145 86 122 37 320 280 30 36×12,5×16

1,5 1,5 22,5 220 1 8 11,5 1,4 175 100 130 45 380 410 36 50×13×19

3 1,5 37,5 320 1 10 21 2,2 203 118 150 50 480 410 40 54×17×21,5

6 1,5 75 340 2 10 31,5 4,4 203 118 205 64 620 410 50 54×18×21,5

9 1,5 112,5 360 3 10 47 6,6 203 118 316 85 700 410 58 82×32×21,5

4. OPERAÇÃO
4.1. INTRODUÇÃO

Esta talha foi projetada para levantar e baixar cargas verticalmente, à mão, em condições
atmosféricas normais do local de trabalho. No entanto, uma vez que lidar com cargas pe-
sadas pode envolver perigo inesperado, todas as normas de segurança devem ser seguidas.

Segurança do Ambiente de Trabalho


O operador deve estar ciente dos seguintes pontos durante o uso da talha:

1. O operador deve ter uma visão clara e desobstruída de toda a área de percursos an-
tes de operar a talha. Quando não for possível, uma segunda pessoa (ou mais) deve
servir como guia na área próxima.
2. O operador deve verificar se toda a área de percursos é segura antes de operar a talha.

4.2. CARACTERÍSTICAS

Quando a talha estiver sem carga, ponha a chave seletora do cabo na posição central.
Dessa forma, a corrente de carga pode se mover livremente. Puxe-a com a mão para
posicionar o gancho inferior.

4.3. MÉTODO DE OPERAÇÃO

1. Coloque a chave seletora do cabo na posição central.


2. Ajuste a corrente de carga para a posição adequada.

9
ttADVERTÊNCIA
Nunca puxe a corrente de carga bruscamente quando a chave seletora estiver na posi-
ção central. Se a corrente de carga for puxada muito repentinamente, o freio pode ser
acionado, impedindo que a corrente seja puxada. Quando isso acontece, o reajuste da
talha é necessário.

4.4. OPERAÇÃO DE CARGA


Talha Chave seletora Operação da alavanca manual
Elevar Sobe Sentido horário
Baixar Desce Sentido anti-horário

4.5. DISPOSITIVO DE PROTEÇÃO DE SOBRECARGA

O intervalo de controle eficaz é 1,3–1,8 vezes a carga nominal, e a estrutura é a seguinte:

26-A Cubo de acionamento


26
26-B Disco de fricção

26-C Engrenagem de transmissão

26-F 26-D Mola do disco


26-A
26-B 26-G
26-E Bloco de pressão
26-C
26-D 26-F Esfera
26-E
26-G Porca autotravante

5. INSPEÇÃO
5.1. ASPECTOS GERAIS

Existem dois tipos de inspeção: a Inspeção Diária, realizada pelo operador antes de
usar a talha, e a Inspeção Periódica, mais completa, realizada por técnicos qualificados
que têm autoridade para remover a talha de serviço.

5.2. INSPEÇÃO DIÁRIA

Antes de cada turno de trabalho, verifique os seguintes pontos.

10
Limite / critério para des-
Item Forma de inspeção Solução
carte
Placa de Cada descrição deve ser clara Substituir a placa de
Verificar visualmente.
identificação e visível. identificação.
Vire a chave seletora
O som de clique do puxador
para a posição Sobe ou
quando a carga estiver sendo Reparar ou substituir, se
Função Desce, puxe a corrente
elevada indica condição necessário.
de carga no lado do gan-
normal.
cho, e vire o puxador.
Nenhum desgaste, deforma-
Gancho Verificar visualmente. ção ou dano, e as articulações Substituir o gancho.
devem girar livremente.
Nenhuma deformação ou
Travas do gancho Verificar visualmente. Substituir a peça.
falhas prejudiciais.
Nenhuma ferrugem ou corro-
Lubrificar a corrente de
Corrente de carga Verificar visualmente. são evidentes. Lubrificação
carga ou substitui-la.
deve estar sobre a superfície.
Nenhuma porca e/ou pino
Outro Verificar visualmente. Substituir as peças.
fendido faltando.

5.3. INSPEÇÃO PERIÓDICA

A inspeção periódica deve ser feita no intervalo mostrado abaixo com os procedimen-
tos indicados.

Normal (uso normal): inspeção semestral


Pesado (uso frequente): inspeção trimestral
Severo (uso excessivamente frequente): inspeção mensal
Forma de
Item Limite / critério para descarte Solução
inspeção

1. Conjunto do gancho
Medir a dimensão A quando estiver novo.
Capaci- A* (mm) B (mm) C (mm)
dade (t) Normal Padrão Descarte Padrão Descarte
1.1. Estiramen-
to e desgaste 0,75 30 13 ≤ 12,4 21,5 ≤ 20,3
1,5 36 17 ≤ 16,2 28,8 ≤ 27,3
Medir. 3 40 25 ≤ 23,8 43,8 ≤ 41,6 Substituir.
A

6 50 32 ≤ 30,4 52,5 ≤ 49,9


9 64 40 ≤ 38 60,4 ≤ 57,4
C

B
* Estes valores são nominais, uma vez que a dimensão não é controla-
da a uma tolerância. A dimensão A deve ser medida quando o gancho
é novo. As dimensões A não devem ser superiores a 1,05 vezes àquelas
medidas e registradas no momento da compra.

11
Forma de
Item Limite / critério para descarte Solução
inspeção
Verificar visu- Deve estar livre de ferrugem significativa, solda,
1.2. Falha Substituir.
almente. respingos, entalhes profundos ou goivas.
Verificar
visualmente
1.3. Giro Deve girar livremente sem qualquer resistência. Substituir.
e funcional-
mente.
Verificar
1.4. Forquilha visualmente Não deve afrouxar ou ter rebites, porcas ou parafusos
Substituir.
do gancho e funcional- faltantes.
mente.
1.5. Trava do Verificar visu-
Posicionamento adequado e bom funcionamento. Substituir.
gancho almente.
2. Corrente de carga
L = P× 5 D

Medir:
Capacidade L (mm) D (mm)
2.1. Desgaste Medir. (t) Padrão Descarte Padrão Descarte Substituir.
0,75 90 ≥ 92,5 6 ≤ 5,4
1,5 120 ≥ 123,3 8 ≤ 7,2
3, 6 e 9 150 ≥ 154 10 ≤9

2.2. Falhas e Verificar visu-


Deve estar livre de torção ou defeito prejudicial. Substituir.
deformações almente.
Remover a
Verificar visu- ferrugem e
2.3. Ferrugem Deve estar livre de ferrugem evidente.
almente. lubrificar a
corrente.
3. Pino do gancho inferior
Substituir o pino do gancho se houver deformação
evidente. A rosca do pino do gancho deve estar livre
de defeito e deformação.

Verificar Medir:
3.1. Torção e
visualmente e Substituir.
deformações D (mm)
medir. Capacidade (t)
Padrão Descarte
0,75 7,5 ≤ 7,1
1,5 10 ≤ 9,5
3, 6 e 9 14,5 ≤ 13,8

12
Forma de
Item Limite / critério para descarte Solução
inspeção
Remover a
Verificar visu- ferrugem e
3.2. Ferrugem Deve estar livre de ferrugem evidente.
almente. lubrificar o
pino.
4. Furo do pino do gancho superior / inferior

Substituir o
4.1. Deforma-
Medir. conjunto do
ções Diâmetro (mm)
Capacidade gancho.
(t) Furo do pino do gancho inf. Furo do pino do gancho sup.
0,75 7,5 ≥8 12,5 ≥ 13,1
1,5 10,5 ≥ 11 14,5 ≥ 15,2
3, 6 e 9 15 ≥ 15,7 18 ≥ 18,9

5. Sistema de freios
Remover a
ferrugem,
Verificar visu-
5.1. Ferrugem Todas as peças devem estar livres de ferrugem. lubrificar
almente.
as peças ou
substituir.
5.2. Falha
Verificar visu-
no disco de Deve estar livre de defeitos prejudiciais. Substituir.
almente.
fricção
Deve reter espessura uniforme e não estar mais do
5.3. Desgaste que 0,5 mm desgastado.
no disco de Medir. Espessura do disco de fricção (mm) Substituir.
fricção Padrão Descarte
3 ≤ 2,5

5.4. Planicida- Verificar a fol-


A folga deve ser uniforme e a parte interior não deve
de do disco de ga com relógio Substituir.
ser mais espessa do que a parte externa.
fricção apalpador.
Medir o diâmetro externo A da catraca.
5.5. Catraca Diâmetro A (mm)
Capacidade (t)
Padrão Descarte
Medir. Substituir.
≤ 71,5
A

0,75 74,5
1,5 85 ≤ 83
3, 6 e 9 94 ≤ 91

13
Forma de
Item Limite / critério para descarte Solução
inspeção
5.6. Lingueta
Verificar visu-
Não deve apresentar desgaste na superfície. Substituir.
almente.

5.7. Mola da Verificar visu-


Não deve apresentar deformação. Substituir.
lingueta almente.
Medir o comprimento.
5.8. Mola livre
Capacidade (t) Descarte (mm)

Medir. 0,75 L ≤ 27 Substituir.


1,5 L ≤ 22,5
L
3, 6 e 9 L ≤ 27

6. Sistema de elevação
6.1. Polia de Verificar visu-
Deve estar livre de grande desgaste e deformação. Substituir.
carga almente.
6.2. Engrena- Verificar visu- Os dentes devem estar livres de grandes desgastes ou
Substituir.
gem almente. falhas.
6.3. Caixa de Verificar visu-
Deve estar livre de desgaste e deformação. Substituir.
engrenagem almente.
7. Sistema da alavanca
7.1. Alavanca,
manípulo da Verificar visu-
Deve estar livre de desgaste e deformação. Substituir.
catraca e pino almente.
elástico
7.2. Mola da Medir o comprimento.
catraca Capacidade (t) Descarte (mm)
L Medir. Substituir.
0,75 L ≤ 37
1,5, 3, 6 e 9 L ≤ 39

8. Corpo
Medir a dimensão D.
8.1. Furo do Capacidade (t) D1 (Padrão) D (Descarte)
ação .
s rot áx

pino do gan- ≤ 10,7


apóensão m

0,75 10,2
cho superior ≤ 13,7
Substituir.
Dim D

1,5 13,2
na chapa D
Dimen 1 3, 6 e 9 17,2 ≤ 17,7
lateral são bá
sica

Medir o diâmetro externo do pino do gancho superior.


8.2. Pino
Capacidade (t) Medida (mm)
do gancho
superior Medir. 0,75 D ≤ 9,5 Substituir.
1,5 D ≤ 12,4
D

3, 6 e 9 D ≤ 16,1

14
Forma de
Item Limite / critério para descarte Solução
inspeção
8.3. Guia da Verificar visu-
Deve estar livre de desgaste e deformação. Substituir.
corrente almente.
8.4. Anco-
Verificar visu-
ragem da Deve estar livre de desgaste e deformação. Substituir.
almente.
corrente
9. Funcionamento
Elevar e baixar
9.1. Elevar e Vistoria e
uma carga Sem dificuldade anormal em elevar ou baixar a carga.
baixar serviço.
leve.
Confirmar que nenhum dos problemas listados abaixo
Elevar e baixar ocorrem durante a operação de elevar ou baixar a
Vistoria e
9.2. Freio uma carga carga: a) elevação impossível; b) carga escorrega
serviço.
leve. lentamente; c) carga cai quando o operador libera a
corrente de acionamento.

6. MANUTENÇÃO
6.1. ASPECTOS GERAIS

A manutenção incorreta pode resultar em sérios danos ou morte. Somente pessoal


competente e treinado pode fazer manutenção deste equipamento.

ttADVERTÊNCIA
Depois de executar qualquer manutenção na talha e antes de colocá-la em serviço
novamente, sempre teste-a seguindo as instruções deste manual.

ttCUIDADO
1. Sempre tome cuidado com mãos e roupas para não ficarem enganchados em cor-
rentes, polias ou outras partes móveis.
2. NUNCA opere a talha quando ela estiver em manutenção.
3. Sempre inspecione todos os itens se houver dificuldade anormal ao elevar ou baixar
a carga.
4. NUNCA execute manutenção na talha enquanto ela estiver suportando uma carga.
5. Sempre limpe toda sujeira e água.
6. Sempre armazene a talha em local seco e limpo.

6.2. LUBRIFICAÇÃO
Certifique-se de que a corrente de carga, trava do gancho, pino do gancho superior e
inferior e ponte do gancho estejam lubrificados. A corrente de carga é uma das partes
importantes de uma talha e deve estar bem lubrificada com óleo de máquina.

15
ttCUIDADO
1. Lubrifique a corrente de carga semanalmente, ou com mais frequência, dependendo
da severidade do serviço.
2. Em ambientes corrosivos, lubrifique a corrente de carga mais frequentemente do
que o normal.

Observação: o lubrificante recomendado para este produto é graxa de lítio #3.

7. RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS
ttADVERTÊNCIA
Qualquer desmontagem ou reparação da talha de alavanca deve ser realizada por pes-
soal devidamente treinado.

PROBLEMA
A talha não eleva (sem som de clique).

CAUSA E EXPLICAÇÃO
1. A lingueta não se engata ao disco da catraca. É possível que haja sujeira ou material estranho.
2. A mola da lingueta está danificada.
3. A mola da catraca está solta ou danificada.

SOLUÇÃO
1. Limpar e lubrificar os conjuntos da lingueta e o disco da catraca.
2. Substituir a mola da lingueta.
3. Apertar ou substituir a mola da catraca.

PROBLEMA
A carga desliza ou desvia ao ser abaixada.

CAUSA E EXPLICAÇÃO
1. Há sujeira ou resíduos de corrosão nos componentes da talha.
2. O freio está escorregando. Os discos de fricção estão desgastados devido ao longo
período de uso, ou estão danificados devido à sobrecarga ou mau uso.

SOLUÇÃO
1. Inspecionar e corrigir o problema. Manter a talha limpa e lubrificada.
2. Substituir o disco de fricção. Consultar o capítulo 5, Inspeção, para a espessura mí-
nima permitida. Não sobrecarregar a talha.

16
PROBLEMA
A carga é derrubada no instante em que a redução é iniciada.

CAUSA E EXPLICAÇÃO
1. A superfície de frenagem está suja. Durante a montagem, a superfície de frenagem
deve ser limpa para evitar o acúmulo de sujeira.
2. A superfície de frenagem está oleosa. Por ser um freio do tipo seco, não deve ficar
suja com graxa ou óleo de máquina.

SOLUÇÃO
Limpar ou trocar o conjunto de freio.

PROBLEMA
A talha não abaixa a carga.

CAUSA E EXPLICAÇÃO
1. O freio travou porque a talha foi deixada sob condição de carga por um período
prolongado ou sofreu um choque de carga durante a operação.
2. Os componentes do freio estão corroídos ou danificados.

SOLUÇÃO
1. Colocar a alavanca seletora na opção Desce e puxar com força no puxador da ala-
vanca para reajustar o freio. Retomar a operação.
2. É necessário substituir os componentes. Manter a talha limpa e lubrificada.

PROBLEMA
A corrente está apertada ao elevar, mesmo sem uma carga. (Às vezes, um rangido
pode ser ouvido.)

CAUSA E EXPLICAÇÃO
Os dentes da engrenagem estão desgastados, devido ao longo período de uso ou por
falta de lubrificação periódica.

SOLUÇÃO
Desmontar e substituir a engrenagem de carga, caixa de engrenagens e placa lateral.

17
29
1

2
3
5 4 40
44
38
39

9
15 14 7
11
8. LISTA DE PEÇAS

13 16
12 6
17 18

19 10

30 20 8
61
30
67
21
22 62 68

18
8.1. DESENHO DE VISTA EXPLODIDA

26
69
36 37 63
34 71
33 64
28
65
66 70
43
47 62
48 42

60 68
31 41 61
32 52 50
23 49 51
24 54 56
9t
55 58
46 25
45 35 49 53
27 57
60
59
47 6t
8.2. LISTA DE PEÇAS
Nº Nome da peça Nº Nome da peça Nº Nome da peça
Conjunto da caixa de engre-
1 25 Mola da catraca da alavanca 49 Parafuso
nagem
2 Pinhão 26 Manípulo 50 Pino (6 t)
3 Eixo de acionamento 27 Placa de identificação 51 Porca
Carcaça do gancho superior
4 Engrenagem central 28 Ancoragem 52
(6 t)
Conjunto lateral de aciona-
5 29 Porca autotravante 53 Eixo da polia de carga móvel
mento
6 Polia de carga 30 Corrente de carga 54 Polia de carga móvel
7 Chapa guia 31 Porca sextavada 55 Carcaça do gancho inferior (6 t)
8 Chapa de limpeza da polia 32 Arruela de pressão 56 Porca
9 Rolos 33 Porca castelo 57 Parafuso
10 Anel elástico 34 Contrapino 58 Porca
11 Mola da lingueta 35 Rebite 59 Parafuso
12 Lingueta 36 Parafuso 60 Conjunto da trava de segurança
13 Anel elástico do eixo 37 Arruela de pressão 61 Gancho (9 t)
14 Chapa lateral da alavanca 38 Conjunto do gancho superior 62 Conjunto da trava de segurança
Carcaça do gancho superior
15 Cubo 39 Eixo do gancho 63
(9 t)
16 Mola livre 40 Anel elástico 64 Parafuso
17 Disco de fricção 41 Conjunto do gancho inferior 65 Parafuso (9 t)
18 Catraca 42 Parafuso 66 Carcaça do gancho inferior (9 t)
19 Cubo de aperto rosca fêmea 43 Porca autotravante 67 Porca
Conjunto da trava de segu-
20 Proteção do freio 44 68 Arruela de pressão
rança
21 Catraca da alavanca 45 Parafuso 69 Eixo da polia de carga móvel
22 Conjunto da alavanca 46 Arruela de pressão 70 Polia de carga móvel
Lingueta da catraca da
23 47 Gancho (6 t) 71 Rolos
alavanca
24 Mola da catraca da alavanca 48 Porca

19
9. CERTIFICADO DE GARANTIA
Pelo presente certificado dado em favor de seu “comprador original” (consumidor), ga-
rantimos a Talha de Alavanca Koch, modelo , n° de série
, contra defeitos de material e mão de obra, pelo prazo de um (1)
ano a contar da data de compra, constante da respectiva nota de venda. Esta garantia
é intransferível e, nas condições e pelo prazo fixado, vigorará uma vez que o uso da
TALHA DE ALAVANCA tenha sido adequado, de acordo com a sua capacidade indica-
da na Placa de Identificação. Não estão, pois, compreendidos na presente garantia os
defeitos originados ou resultantes de maus tratos, descuidos, abusos, negligências, im-
prudência, imperícia e especialmente por carga inadequada. Esta garantia ficará sem
efeito se tiver havido ajuste, conserto ou alteração de qualquer peça ou de qualquer
montagem do conjunto de peças por intervenção técnica que não seja da própria fá-
brica ou por ela autorizada. A remoção ou qualquer alteração dos números de série,
originalmente colocados na carcaça ou tampa da talha, tornam sem efeito a presente
garantia. A garantia assumida com o presente certificado limita-se ao reparo ou troca
de peças, ou montagem de conjunto das peças em que, ao exame por nós efetuado,
ou técnico por nós autorizado, se verifique a existência de defeito de material ou mão
de obra. Esse reparo ou troca será feito na fábrica ou em uma das assistências técnicas
autorizadas, correndo por conta do comprador os riscos, avarias e despesas decorren-
tes do transporte de ida e volta, sendo gratuitas a mão de obra e as peças repostas nos
termos da presente garantia. Este certificado substitui qualquer outra garantia implí-
cita ou explícita, bem como toda e qualquer obrigação ou responsabilidade de nossa
empresa, relativa à TALHA DE ALAVANCA acima referida.

Revendedor:
Data da venda: / / Nº série: Nota Fiscal:
Comprador Original: Contato:

20