You are on page 1of 12

05/05/2019 Disciplina Portal

Filoso a da Educação

Aula 1 - Do Mito à Razão


INTRODUÇÃO

1. Identi car os fatores de ordem cultural, política, econômica e social que contribuíram para o surgimento da Filoso a
na Grécia Antiga.

2. Explicar a diferença entre o discurso mítico-religioso e o discurso losó co.

3. Explicar em que sentido o pensamento losó co rompe com a tradição mítico-religiosa.

OBJETIVOS

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2640934&classId=1131898&topicId=770556&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f034&en… 1/12
05/05/2019 Disciplina Portal

Identi car os fatores de ordem cultural, política, econômica e social que contribuíram para o surgimento da Filoso a na
Grécia Antiga.

Explicar a diferença entre o discurso mítico-religioso e o discurso losó co.

Explicar em que sentido o pensamento losó co rompe com a tradição mítico-religiosa.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2640934&classId=1131898&topicId=770556&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f034&en… 2/12
05/05/2019 Disciplina Portal

NASCIMENTO DA FILOSOFIA
Na Grécia Antiga, a religião e o mito eram as fontes originárias de conhecimento.

A partir do século VI a.C., no entanto, surgiram alguns sábios que propuseram


uma outra forma de pensar e de explicar o mundo. Eles passaram a utilizar os
argumentos racionais (não mais os religiosos ou míticos) para teorizar a
realidade a partir de elementos presentes no próprio mundo natural, sem que
precisassem apelar a um mundo sobrenatural.
Nesse contexto, nasce a Filoso a. A seguir, você entenderá melhor
esses acontecimentos.

O nascimento da polis (glossário) (cidade), no século VIII a.C., provocou grandes transformações na Grécia Antiga.

Como você viu anteriormente, a passagem de uma visão mágica, mítica e religiosa do mundo para uma interpretação
racional, humana, marca o nascimento da Filoso a no Ocidente e o início do período chamado Filoso a Antiga.

O nascimento da Filoso a ocorreu no século VI a.C., nas colônias gregas da Magna Grécia (sul da Itália) e Jônia (atual
Turquia).

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2640934&classId=1131898&topicId=770556&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f034&en… 3/12
05/05/2019 Disciplina Portal

ATIVIDADE
A Filoso a, tendo como fundamento a razão (logus), estabeleceu uma nova forma de interpretação da realidade.

A Filoso a nasceu ncada no chão da sociedade grega, sob condições políticas, econômicas e culturais que
determinaram todo o edifício racional que fora construído pelos inúmeros pensadores.

Tendo como base o que você estudou até aqui, leia as a rmações abaixo e complete as lacunas.

a) Na Grécia Antiga, a ______________ e o _______________ eram as fontes originárias de conhecimento.


b) O nascimento da ______________ (cidade), no século VIII a.C., provocou grandes transformações na Grécia Antiga.
c) A ______________ permitiu aos cidadãos debaterem e traçarem o seu próprio destino em praça pública.
d) O nascimento da _________________ ocorreu no século VI a.C., nas colônias gregas da Magna Grécia (sul da Itália) e
Jônia (atual Turquia).

Resposta Correta
Caso queira ver a tradução para Libras, clique aqui.

Fatores políticos, religiosos e econômicos contribuíram para o surgimento da Filoso a na Grécia Antiga. Vamos
conhecer cada um deles:

Fatores políticos

As origens da Filoso a vinculam-se ao processo de consolidação da democracia grega em


torno da polis.

Esta era a base da cidadania grega: os cidadãos são a nalidade última do Estado, o bem do
Estado é seu próprio bem, sua liberdade, sua grandeza.

A cidade-estado grega era o espaço legítimo e legitimador de sua liberdade, a ponto de o


Estado tornar-se horizonte ético do homem grego.

A democracia grega se apoiava em uma concepção de cidadania excludente. Eram


considerados cidadãos, apenas os homens (varões) que possuíam bens ou riquezas.
Portanto, estavam excluídos da cidadania as mulheres, os estrangeiros, os escravos e os
homens pobres.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2640934&classId=1131898&topicId=770556&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f034&en… 4/12
05/05/2019 Disciplina Portal

Fatores religiosos

Os gregos conseguiram alcançar um patamar de liberdade religiosa muito elevado em


relação a outros povos da Ásia Menor e do Oriente Próximo.

Enquanto em outras nações o poder religioso, aliado às monarquias de cunho tributário,


servia para legitimar o Estado absoluto e o poder do rei, algumas cidades-estado da Grécia
construíram uma relativa liberdade, baseada na autoridade do Pater Familias (Pai de
Família).

A religião grega não se baseava em um livro Sagrado. Portanto, os gregos não tinham
dogmas a serem defendidos, ortodoxia, nem heresias, ou uma casta sacerdotal. Estava
aberto o caminho para o livre pensar.

Fatores econômicos

O orescimento das cidades-estado gregas deveu-se principalmente ao desenvolvimento da


indústria artesanal e do comércio. Antes disso, a Grécia era predominantemente agrária,
sendo dominada politicamente por grandes proprietários de terras. Neste contexto, é mais
compreensível que cultivasse uma visão mítica do mundo, mais ligada aos ciclos do clima.

O crescimento industrial e comercial fez orescerem as cidades-estado, fazendo surgir


novos atores sociais, que começavam a dominar o cenário político e ameaçar o poder da
nobreza fundiária. É nessas circunstâncias que a Filoso a nasce, fazendo justi car o poder
emergente de comerciantes e artesãos.

ATIVIDADE
Veri que seus conhecimentos!

Analise as a rmativas abaixo:

I. As origens da Filoso a vinculam-se ao processo de consolidação da democracia grega em torno da polis.

II. A democracia grega se apoiava em uma concepção de cidadania inclusiva.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2640934&classId=1131898&topicId=770556&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f034&en… 5/12
05/05/2019 Disciplina Portal

III. Os gregos não conseguiram alcançar um patamar de liberdade religiosa elevado em relação a outros povos da Ásia
Menor e do oriente Próximo.

IV. O orescimento das cidades-estado gregas deveu-se principalmente ao desenvolvimento da indústria artesanal e do
comércio.

Indique a opção que apresenta as a rmativas corretas:

a) I e IV
b) II e III
c) I e III
d) I, III e IV
e) I, II e III

Justi cativa
VÍDEO
Assista ao vídeo abaixo para ter uma pequena percepção do que se trata a mitologia da Grécia Antiga.

ATIVIDADE
Como você viu anteriormente, a religião dos gregos não se apoiava em um Livro sagrado, fonte da revelação divina
para os humanos, e não havia uma verdade que se encontrasse, de uma vez por todas, vertida em texto. Como
consequência, também não havia dogma ou ortodoxia, nem profetas ou messias, tampouco uma casta sacerdotal.
Talvez, por causa destas características da religião dos gregos, vigorava grande liberdade para pensar e para divergir, o
que é fundamental para a Filoso a.

Ora, então, qual era a fonte de conhecimento sobre os deuses: seus nomes, suas genealogias, seus atributos, suas
aventuras, seus respectivos poderes, seu modo de agir, as honras que lhes eram devidas etc.?

Resposta Correta
Leitura
, Clique aqui (galeria/aula1/docs/linguagem_mitica.pdf) para obter mais informações sobre a linguagem mítica.

DISCURSO FILOSÓFICO NA GRÉCIA ANTIGA

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2640934&classId=1131898&topicId=770556&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f034&en… 6/12
05/05/2019 Disciplina Portal

A princípio, os lósofos pré-socráticos (glossário), também chamados de "naturalistas" ou lósofos da physis


(glossário), tinham como escopo especulativo o problema cosmológico, ou cosmo-ontológico, e buscavam o princípio
(ou arché (glossário)) das coisas.

Cada um dos lósofos pré-socráticos sugeriu um elemento primordial (princípio) ou causa de todas as coisas que
compõem a realidade física.

Exemplos de elementos primordiais sugeridos pelos lósofos pré-socráticos:

Tales de Mileto – a água

Anaximandro de Mileto – o apeíron

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2640934&classId=1131898&topicId=770556&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f034&en… 7/12
05/05/2019 Disciplina Portal

Xenófanes de Cólofon – a terra

Anaxímenes de Mileto – o ar

Heraclito de Éfeso – o fogo

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2640934&classId=1131898&topicId=770556&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f034&en… 8/12
05/05/2019 Disciplina Portal

Pitágoras de Samos – o número

Demócrito de Abdera – o átomo

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2640934&classId=1131898&topicId=770556&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f034&en… 9/12
05/05/2019 Disciplina Portal

Empédocles de Agrigento – os quatro elementos (terra,


água, fogo e ar)
Em um segundo momento, surge a sofística (glossário) e o foco da loso a muda do cosmo para o homem e o
problema moral.

Como você deve ter percebido, o pensamento losó co rompeu com a tradição mítico-religiosa na Grécia Antiga.

Os gregos pré-socráticos compreenderam que as causas explicativas do mundo estavam presentes no próprio mundo.

Portanto, através dos elementos primordiais (água, terra, fogo, ar etc.) era possível explicar a realidade, sem a
necessidade de apelo às forças divinas, sobrenaturais, extramundanas.

VOCÊ SABIA?

Os primeiros principais so stas da Grécia Antiga foram, Protágoras, Górgias, Isócatres, Hípias, Pródico, Crítias,
Antifonte, Trasímaco, mais além com os lósofos Sócrates, Platão e Aristóteles.

ATIVIDADE
Veri que seus conhecimentos!

Leia as alternativas abaixo e assinale a(s) opção(ões) correta(s).

Os gregos cultuavam muitos deuses. Estes múltiplos deuses estavam no mundo e faziam parte dele.
A princípio, os lósofos pré-socráticos tinham como escopo especulativo o problema cosmológico e buscavam o princípio das
coisas.
Para os lósofos pré-socráticos, a arché seria um princípio que deveria estar presente em todos os momentos da existência de
todas as coisas; no início, no desenvolvimento e no m de tudo.
Os gregos pré-socráticos compreenderam que as causas explicativas do mundo estavam presentes no próprio mundo.

Justi cativa

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2640934&classId=1131898&topicId=770556&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f034&e… 10/12
05/05/2019 Disciplina Portal

Glossário
POLIS

A polis se fez pela autonomia da palavra (logos), não mais da palavra mágica dos mitos (mythos). O logos, diferente do mythos,
tratava-se da palavra racional, argumentativa, geradora da discussão, do con ito e do consenso.

HOMENS (VARÕES) QUE POSSUÍAM BENS OU RIQUEZAS

Esse pequeno número de pessoas é que exerciam plenamente os seus direitos políticos e cidadãos na praça pública.

PATER FAMILIAS

Pater famílias era o dono de terras, casa, bens, escravos e mulher, que participava em diversas instâncias da vida pública.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2640934&classId=1131898&topicId=770556&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f034&en… 11/12
05/05/2019 Disciplina Portal

ORTODOXIA

Interpretação correta das verdades religiosas.

HERESIAS

Desvios doutrinários.

NOVOS ATORES SOCIAIS

Os grandes comerciantes, por exemplo.

MITO

A linguagem mítica vale-se de metáfora, alegoria, símbolo e arquétipo.

FILÓSOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS

Como sugere o nome, os lósofos pré-socráticos são aqueles que antecedem a Sócrates. Contudo, essa divisão se dá mais
propriamente devido ao objeto de sua loso a (o interesse pelo estudo da natureza) em relação à novidade introduzida por
Sócrates, do que em relação à cronologia. Já que, temporalmente, alguns dos ditos pré-socráticos são contemporâneos a
Sócrates, ou mesmo posteriores a ele (como no caso de alguns so stas).

PHYSIS

Palavra grega que signi ca natureza - entendendo-se este termo não em seu sentido corriqueiro, mas como realidade primeira,
originária e fundamental, ou como o que é primário, elementar e persistente, em oposição ao que é secundário, derivado e
transitório.

ARCHÉ

Para os lósofos pré-socráticos, a arché (origem) seria um princípio que deveria estar presente em todos os momentos da
existência de todas as coisas; no início, no desenvolvimento e no m de tudo. Princípio pelo qual tudo vem a ser.

SOFÍSTICA

Os so stas se compunham de grupos de mestres que viajavam de cidade em cidade realizando aparições públicas para atrair
estudantes, de quem cobravam taxas para oferecer-lhes educação.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2640934&classId=1131898&topicId=770556&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f034&e… 12/12