Sie sind auf Seite 1von 26

CADERNO DE

REVISÃO DE
JURISPRUDÊNCIA
2019
FEVEREIRO/MARÇO

Kattarine Costa
1
APRESENTAÇÃO À EDIÇÃO DE 2018

Olá! Meu nome é Kattarine Costa, atualmente sou servidora pública da Defensoria Pública da União e
advogada. Nesse ano, resolvi utilizar o meu perfil do Instagram para compartilhar com mais pessoas o pouco
(bem pouco na verdade) a minha experiência nos concursos públicos. Estudo desde 2015, e o que tenho
observado na maioria das provas é que, cada vez mais, as bancas vêm se valendo dos conteúdos divulgados
nos Informativos do Tribunais Superiores, para elaborar questões. O que diferencia é o nível de cobrança de
cada carreira.

Por óbvio, em concurso de carreiras jurídicas a cobrança é extremamente exigente em todas as fases,
diminuindo um pouco para as provas de nível superior em Direito, e mais um pouco em provas de nível médio
que possuem disciplinas jurídicas, mesmo assim se fazendo presente (principalmente nas disciplinas de
Constitucional e Administrativo). A verdade é que a “lei seca” se tornou batida e os examinadores buscam
alternativas para isso, e sendo a doutrina normalmente divergente, os julgados dos Tribunais Superiores foram
a alternativa encontrada.

Por essa breve exposição, percebe-se o quão importante se tornou esse estudo para concursos, e o
Dr. Márcio Cavalcante, Juiz Federal do TRF1, de quem sou grande admiradora (fã mesmo!), faz um trabalho
excepcional em seu site Dizer o Direito (se você não conhece, faça esse favor a si mesmo e comece a acessá-
lo diariamente a partir de agora), de compilação desses informativos divulgados pelo STF e STJ, e o melhor:
inteiramente gratuito. Além de compilar, na versão completa, ele comenta esses informativos, trazendo
julgados suplementares e posicionamentos doutrinários (muito amor).

Acontece que, eu já estive do lado de quem não sabe por onde começar esse estudo, e eu sei que às
vezes parece muito confuso, por isso eu resolvi elaborar esse material para auxiliar quem está começando a
caminhada, como também, quem já incluiu a leitura deles na rotina mas não sabe como revisá-los (estou nesse
grupo). E ao mesmo tempo, auxiliar a fazer uma super revisão e começar 2019 com tudo em dia. Se você é do
primeiro time, por favor, antes de fazer o uso do material peço que assista aos meus Stories salvos nos
destaques denominado INFORMATIVOS, lá eu explico como EU faço o estudo dos informativos. Importante
ressaltar que não há uma regra de como estudá-los, mas pode ser uma luz para quem está perdido.

Outros colegas concurseiros e alguns cursinhos, e até mesmo fornecem materiais de revisão dos
informativos do ano separando-os por disciplina. Esse também é um excelente método, porém, por vezes, a
leitura apenas não é o suficiente para a verdadeira fixação dos conteúdos dos julgados. Pensando nisso,
baseado no método de estudo reverso elaborei a apostila partindo dos exercícios, para posterior leitura dos
informativos, e não o contrário, como costumamos fazer.

Antes de tudo, quero deixar claro, que não fiz nada além de compilar os materiais produzidos pelo
Dizer o Direito, o crédito é todo dele.

Feita essa ressalva, a apostila foi elaborada da seguinte maneira:

1- Informativos separados por Tribunal: primeiro STF, depois STJ. São organizados de
forma cronológica. O link de cada informativo está ao lado.

2
2- Questões: essas questões são elaboradas pelo próprio Dizer o Direito (algumas
retiradas de provas de concurso), como forma de fixação do conteúdo do informativo. Nessa apostila,
eles serão usados como revisão. Então o ideal é respondê-las sem consulta.

3- Rendimento: após a resolução das questões, confira com o gabarito (que fica no final
da apostila) e preencha o campo RENDIMENTO. Nesse momento, você terá noção de como estão
seus estudos nos informativos, se precisa melhorar ou se está no caminho certo.

4- Índice dos Informativos do ano de 2018 com indicação do que é mais IMPORTANTE
(essa indicação é feita pelo próprio Dizer o Direito): após a resolução das questões, é importante
também revisar o que foi veiculado no respectivo informativo. Se você já leu o informativo, serve como
revisão rápida. O índice disponibilizado pelo Dizer o Direito nem sempre é o suficiente para
compreender o conteúdo do posicionamento do Tribunal, por isso deixei o link do informativo
comentado como primeiro tópico. Caso não tenha lido esse informativo, após a resolução das questões
leia pelo menos os marcados como IMPORTANTE. Se você é concurseiro de nível médio ou de nível
superior sem ser da especialidade de Direito, atente-se para as disciplinas que caem no seu concurso.

5- Revisão: resolva as questões e confira o gabarito em um dia, grifando de marca-texto


o que você errou ou o que é mais importante. Eu deixei um campo específico para anotar a data da
revisão no quadro de rendimento, justamente porque essa é a etapa de fixação do conteúdo. E em
outro dia releia os grifos e as anotações, se necessário, faça anotações no seu Vade Mecum. Use e
abuse desses recursos, estudo ativo é essencial para o aprendizado.

Obs.: essa é só uma sugestão de como usar o material, você pode adaptá-la às suas necessidades, como, por
exemplo, utilizar a caixa de busca do seu leitor de PDF para localizar e ler apenas uma disciplina específica,
ou os informativo marcados como importante.

Gostaria de agradecer novamente o Dr. Márcio Cavalcante por fazer esse trabalho belíssimo em seu
site, e dedicar um pouco do seu tempo para quem ainda está nessa árdua caminhada.

Por fim, espero de todo coração que essa apostila seja útil para todos que façam uso dela. Eu abordo
outros temas sobre concursos diariamente no meu perfil no Instagram, que é @kattarinecosta. Segue lá, e
aproveita e me dá um feedback dessa apostila.

Beijos,

@kattarinecosta

3
APRESENTAÇÃO

Olá, concurfriends! É com muita honra que venho dar continuidade ao projeto de incluir os estudos dos
informativos de jurisprudência do STF e do STJ na rotina de estudos para concurso. Diariamente, recebo
mensagens de pessoas agradecendo o material que produzi no final do ano passado e também toda a
explicação que fiz no meu perfil do Instagram e isso faz tudo valer a pena.

Acho que o principal motivo do sucesso desse Caderno é o fato de ter sido feito por uma concurseira.
Até o final do ano de 2017 eu estava no mesmo lugar que milhares de concurseiros, ou seja, totalmente perdida.
Não que não esteja perdida agora, na verdade, acho que esse sentimento acompanha a todos os que decidem
prestar concursos públicos. Ninguém sabe que dará certo até ,finalmente, dar certo.

Mas, com relação à jurisprudência, estou, definitivamente, menos perdida. E satisfeita. Posso dizer,
em caps lock, ESTUDAR OS INFORMATIVOS COMENTADOS DO SITE DIZER O DIREITO MUDOU MINHA
VIDA. Recentemente, tive a oportunidade de confirmar esse fato na prova de primeira fase do TJPR, realizado
pela banca CESPE, MUITAS questões cobravam o conhecimento da jurisprudência e eu consegui respondê-
las!

Pensando em tudo isso (e com a ajuda de uma pessoa muito especial que conheci pelo Instagram)
resolvi que seria muito legal fazer esse mesmo material com uma periodicidade maior. Até mesmo para
incentivar mais pessoas a acompanhar os informativos. O layout mudou, mas a essência é a mesma. Esse
caderno seguirá a mesma proposta do primeiro, a qual está detalhadamente explicada acima e no perfil da
minha conta no Instagram. A ideia é disponibilizá-lo bimestralmente.

Novamente, gostaria de deixar claro que não fiz nada além de compilar os materiais produzidos pelo
Dizer o Direito, o crédito é todo dele. E de agradecer o Dr. Márcio Cavalcante por fazer esse trabalho belíssimo
em seu site e dedicar um pouco do seu tempo para quem ainda está nessa árdua caminhada.

Forte abraço,

@kattarinecosta

4
Sumário
INFORMATIVOS STF ........................................................................................................................................ 6

INFORMATIVO 928 STF ................................................................................................................................ 6

INFORMATIVO 929 STF ................................................................................................................................ 6

INFORMATIVO 930 STF ................................................................................................................................ 8

INFORMATIVO 931 STF ................................................................................................................................ 8

INFORMATIVO 932 STF ................................................................................................................................ 9

INFORMATIVOS STJ ....................................................................................................................................... 12

INFORMATIVO 639 STJ............................................................................................................................... 12

INFORMATIVO 640 STJ............................................................................................................................... 15

INFORMATIVO 641 STJ............................................................................................................................... 18

INFORMATIVO 642 STJ............................................................................................................................... 21

GABARITOS .................................................................................................................................................... 25

STF ............................................................................................................................................................... 25

STJ ............................................................................................................................................................... 25

5
INFORMATIVOS STF
INFORMATIVO 928 STF
LINK: https://dizerodireitodotnet.files.wordpress.com/2019/02/info-928-stf.pdf

EXERCÍCIOS:

Julgue os itens a seguir:

1) É constitucional lei estadual que proíbe que as empresas concessionárias façam o corte do fornecimento de
água e luz por falta de pagamento, em determinados dias. ( )

2) A União extrapolou os limites de sua competência legislativa na edição da Lei nº 9.717/98, ao impor sanções
decorrentes da negativa de expedição de Certificado de Regularidade Previdenciária. ( )

RENDIMENTO:

DATA QUESTÕES ERROS % DE ACERTOS REVISÃO

ÍNDICE:

DIREITO CONSTITUCIONAL

COMPETÊNCIAS LEGISLATIVAS

É constitucional lei estadual que veda o corte do fornecimento de água e luz, em determinados dias, pelas
empresas concessionárias, por falta de pagamento. (IMPORTANTE)

DIREITO ADMINISTRATIVO

REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL

Inconstitucionalidade das sanções decorrentes da negativa de expedição de CRP.

INFORMATIVO 929 STF


LINK: https://dizerodireitodotnet.files.wordpress.com/2019/02/info-929-stf-1.pdf

EXERCÍCIOS:

Julgue os itens a seguir:

6
1) Não há vedação para a fixação de piso salarial em múltiplos do salário mínimo, desde que inexistam
reajustes automáticos. ( )

2) (PGM Cuiabá FCC 2014) Em relação ao salário mínimo, salvo nos casos previstos na Constituição Federal
e em Lei Complementar, não pode ser usado como indexador de base de cálculo de vantagem de servidor
público ou de empregado, nem ser substituído por decisão judicial. ( )

3) Não se conta em dobro o prazo recursal para a Fazenda Pública em processo objetivo, mesmo que seja
para interposição de recurso extraordinário em processo de fiscalização normativa abstrata. ( )

4) Vulnera a competência legislativa da União para legislar sobre telecomunicações a lei estadual que obriga
as empresas prestadoras de serviços de televisão a cabo, por satélite ou digital, a fornecerem previamente ao
consumidor informações sobre a identificação dos profissionais que prestarão serviços na sua residência. ( )

5) Não é possível fracionar o crédito de honorários advocatícios em litisconsórcio ativo facultativo simples em
execução contra a Fazenda Pública por frustrar o regime do precatório. ( )

RENDIMENTO:

DATA QUESTÕES ERROS % DE ACERTOS REVISÃO

ÍNDICE:

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITOS SOCIAIS

Não há vedação para a fixação de piso salarial em múltiplos do salário mínimo, desde que inexistam reajustes
automáticos.

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

Não se aplica ao processo objetivo de controle abstrato de constitucionalidade a norma que concede prazo
em dobro à Fazenda Pública. (IMPORTANTE)

COMPETÊNCIAS LEGISLATIVAS

É constitucional lei estadual que obriga as empresas prestadoras de serviço no Estado a fornecerem
previamente ao consumidor a identificação do profissional que fará o atendimento na sua residência.
(IMPORTANTE)

CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA

STF mantém punição aplicada pelo CNJ à juíza envolvida no caso de prisão de adolescente em cela
masculina no Pará.

7
DIREITO PROCESSUAL CIVIL

HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS

Não é possível o fracionamento da execução dos honorários advocatícios decorrentes de uma única ação
proposta contra a Fazenda Pública por vários litisconsortes ativos facultativos. (IMPORTANTE)

INFORMATIVO 930 STF


LINK: https://dizerodireitodotnet.files.wordpress.com/2019/03/info-930-stf.pdf

EXERCÍCIOS:

Julgue os itens a seguir:

1) É válido ato do CNJ que, ao dar plena aplicabilidade ao art. 31 do ADCT, decide pela invalidade dos atos

administrativos de nomeação de todos os titulares de cartórios privatizados que tenham ingressado no

cargo após 5 de outubro de 1988, data de promulgação da CF em vigor. ( )

2) O art. 31 do ADCT determina que “serão estatizadas as serventias do foro judicial, assim definidas em lei,

respeitados os direitos dos atuais titulares.” Este dispositivo é autoaplicável, de modo que é obrigatória

a estatização das serventias judiciais à medida que elas fiquem vagas. ( )

3) O prazo decadencial do art. 54 da Lei nº 9.784/99 não se aplica quando o ato a ser anulado afronta

diretamente a Constituição Federal. ( )

RENDIMENTO:

DATA QUESTÕES ERROS % DE ACERTOS REVISÃO

ÍNDICE:

DIREITO CONSTITUCIONAL

PODER JUDICIÁRIO

É inconstitucional o provimento de pessoas para exercerem a função de titular de serventias judiciais, com
caráter privado (serventias judicias privatizadas / não estatizadas) após a CF/88.

INFORMATIVO 931 STF


LINK: https://dizerodireitodotnet.files.wordpress.com/2019/03/info-931-stf.pdf

8
EXERCÍCIOS:

Não tem.

ÍNDICE:

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITOS SOCIAIS

É indispensável o registro do sindicato no Ministério do Trabalho para poder ingressar em juízo na defesa
de seus filiados.

DIREITO PROCESSUAL PENAL

FORO POR PRERROGATIVA DE FUNÇÃO

Se os fatos criminosos que teriam sido supostamente cometidos pelo Deputado Federal não se relacionam
ao exercício do mandato a competência para julgá-los não é do STF.

INFORMATIVO 932 STF


LINK: https://dizerodireitodotnet.files.wordpress.com/2019/03/info-932-stf.pdf

EXERCÍCIOS:

Julgue os itens a seguir:

1) É inconstitucional lei estadual que discipline a arrecadação das receitas oriundas da exploração de recursos
hídricos para geração de energia elétrica e de recursos minerais, inclusive petróleo e gás natural. ( )

2) É inconstitucional lei estadual que discipline a fiscalização e o controle das receitas oriundas da exploração
de recursos hídricos para geração de energia elétrica e de recursos minerais, inclusive petróleo e gás natural.
( )

3) É constitucional lei que preveja a possibilidade de o indivíduo aprovado no concurso público ingressar
imediatamente no último padrão da classe mais elevada da carreira. ( )

4) A expressão "Procuradores", contida na parte final do inciso XI do art. 37 da Constituição da República,


compreende os procuradores municipais, uma vez que estes se inserem nas funções essenciais à Justiça,
estando, portanto, submetidos ao teto de 90,25 (noventa inteiros e vinte e cinco centésimos por cento) do
subsídio mensal, em espécie, dos ministros do STF. ( )

5) O Estado responde, objetivamente, pelos atos dos tabeliães e registradores oficiais que, no exercício de
suas funções, causem dano a terceiros, assentado o dever de regresso contra o responsável, nos casos de
dolo ou culpa, sob pena de improbidade administrativa. ( )

6) (Delegado de Polícia PF 2018 CESPE) Delegado da PF instaurou IP para apurar crime cometido contra
órgão público federal. Diligências constataram sofisticado esquema de organização criminosa criada com a

9
intenção de fraudar programa de responsabilidade desse ente público. A fim de dar celeridade às investigações
e em face da gravidade da situação investigada, é possível a infiltração de agentes de polícia em tarefas da
investigação, independentemente de prévia autorização judicial. ( )

7) As operadoras de planos de saúde realizam prestação de serviço sujeita ao Imposto Sobre Serviços de
Qualquer Natureza - ISSQN, previsto no art. 156, III, da CF/88. ( )

8) (Delegado SP VUNESPE 2018) A infiltração de agentes de polícia em tarefas de investigação dependerá


de representação do Delegado de Polícia, descrevendo indícios seguros na necessidade de obter as
informações por meio desta operação, ao juiz competente que poderá autorizar, de forma circunstanciada,
motivada e sigilosa, cientificando, posteriormente, o Ministério Público para o devido acompanhamento. ( )

RENDIMENTO:

DATA QUESTÕES ERROS % DE ACERTOS REVISÃO

ÍNDICE:

DIREITO CONSTITUCIONAL

COMPETÊNCIAS LEGISLATIVAS

É inconstitucional lei estadual que discipline a arrecadação das receitas decorrentes da exploração de
recursos hídricos e minerais.

DIREITO ADMINISTRATIVO

CONCURSO PÚBLICO

É inconstitucional dispositivo legal que preveja a possibilidade de o indivíduo aprovado no concurso tomar
posse e entrar em exercício, de imediato, na classe final da carreira.

SERVIDORES PÚBLICOS

Teto remuneratório de Procuradores Municipais é o subsídio de Desembargador de TJ. (IMPORTANTE)

RESPONSABIBILIDADE CIVIL

O Estado responde, objetivamente, pelos danos causados por notários e registradores. (IMPORTANTE)

DIREITO NOTARIAL E REGISTRAL

RESPONSABIBILIDADE CIVIL

O Estado responde, objetivamente, pelos danos causados por notários e registradores. (IMPORTANTE)

DIREITO PROCESSUAL PENAL

10
PROVAS

São ilegais as provas obtidas por policial militar que, designado para coletar dados nas ruas como agente
de inteligência, passa a atuar, sem autorização judicial, como agente infiltrado em grupo criminoso.
(IMPORTANTE)

DIREITO TRIBUTÁRIO

IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS

Incide ISSQN sobre o serviço prestado pelos planos de saúde.

11
INFORMATIVOS STJ
INFORMATIVO 639 STJ
LINK: https://dizerodireitodotnet.files.wordpress.com/2019/02/info-639-stj-1.pdf

EXERCÍCIOS:

Julgue os itens a seguir:

1) A abusividade de encargos acessórios do contrato descaracteriza a mora. ( )

2) O reconhecimento da abusividade nos encargos exigidos no período da normalidade contratual


descaracteriza a mora. ( )

3) Deve ser dotada de ineficácia para terceiros (garantia de responsabilidade civil) a cláusula de exclusão da
cobertura securitária na hipótese de o acidente de trânsito advir da embriaguez do segurado ou daquele a
quem, por este, foi confiada a direção do veículo. ( )

4) É abusiva a cláusula que prevê a cobrança de ressarcimento de serviços prestados por terceiros, sem a
especificação do serviço a ser efetivamente prestado. ( )

5) É válida a tarifa de avaliação do bem dado em garantia, bem como da cláusula que prevê o ressarcimento
de despesa com o registro do contrato, ressalvadas: a abusividade da cobrança por serviço não efetivamente
prestado e a possibilidade de controle da onerosidade excessiva, em cada caso concreto. ( )

6) É válida a cláusula que prevê o ressarcimento pelo consumidor da comissão do correspondente bancário.
( )

7) Nos contratos bancários em geral, o consumidor não pode ser compelido a contratar seguro com a instituição
financeira ou com seguradora por ela indicada. ( )

8) (MP/RR 2017 CESPE) De acordo com expressa previsão do CPC, o fenômeno processual denominado
estabilização da tutela provisória de urgência aplica-se apenas à tutela

A) cautelar, requerida em caráter antecedente.

B) antecipada, incidental ou antecedente.

C) cautelar, incidental ou antecedente.

D) antecipada, requerida em caráter antecedente.

9) A tutela antecipada, concedida nos termos do art. 303 do CPC/2015, torna-se estável somente se não houver
qualquer tipo de impugnação pela parte contrária. ( )

12
10) A técnica de ampliação de julgamento prevista no CPC/2015 somente deve ser utilizada quando o resultado
da apelação for não unânime e tiver reformado a sentença impugnada. ( )

11) O rol do art. 1.015 do CPC é de taxatividade mitigada, por isso admite a interposição de agravo de
instrumento quando verificada a urgência decorrente da inutilidade do julgamento da questão no recurso de
apelação. ( )

12) É possível a utilização de condenações anteriores com trânsito em julgado como fundamento para
negativar a conduta social. ( )

13) Configura advocacia administrativa a conduta de agente público que procede à prévia correção quanto aos
aspectos gramatical, estilístico e técnico das impugnações administrativas que serão apresentadas à
Administração Fazendária. ( )

14) (Juiz TJPB 2015 CESPE) Marcos, servidor público do estado da Paraíba, dirigiu-se a um órgão da
administração pública do referido estado e, sem se identificar, requereu preferência no andamento de processo
administrativo em que Rogério, seu amigo, é parte. Nessa situação, a conduta de Marcos não corresponde ao
crime de advocacia administrativa. ( )

15) A Súmula Vinculante 24, por ser gravosa ao réu quanto ao prazo prescricional, não tem aplicação aos fatos
ocorridos anteriormente à sua edição. ( )

16) O STJ é o tribunal competente para o julgamento nas hipóteses em que, não fosse a prerrogativa de foro,
o desembargador acusado houvesse de responder à ação penal perante juiz de primeiro grau vinculado ao
mesmo tribunal. ( )

RENDIMENTO:

DATA QUESTÕES ERROS % DE ACERTOS REVISÃO

ÍNDICE:

DIREITO CIVIL

CONTRATOS

A abusividade de encargos acessórios do contrato não descaracteriza a mora.

SEGURO

Ainda que contrato preveja a exclusão da cobertura em caso de embriaguez do segurado e mesmo que o
acidente tenha sido causado por essa embriaguez, a seguradora será obrigada a indenizar a vítima já que essa
cláusula é ineficaz perante terceiros.

13
DIREITO DO CONSUMIDOR

CLÁUSULAS ABUSIVAS E CONTRATOS BANCÁRIOS

É abusiva a previsão no contrato bancário de cobrança genérica por serviços prestados por terceiros.

Em regra, o banco pode cobrar tarifa de avaliação do bem dado em garantia.

Em regra, o banco pode cobrar o ressarcimento de despesa com o registro do contrato.

O banco não pode cobrar do consumidor o valor gasto pela instituição com a comissão do correspondente
bancário.

O banco não pode cobrar do consumidor o valor gasto com o registro do pré-gravame.

Instituição financeira não pode exigir que o contratante faça um seguro como condição para a assinatura do
contrato bancário.

DIREITO PROCESSUAL CIVIL

TUTELA ANTECIPADA

A tutela antecipada antecedente (art. 303 do CPC) somente se torna estável se não houver nenhum tipo de
impugnação formulada pela parte contrária, de forma que a mera contestação tem força de impedir a
estabilização. (IMPORTANTE)

TÉCNICA DE AMPLIAÇÃO DO COLEGIADO

A técnica de ampliação de julgamento (art. 942 do CPC/2015) deve ser utilizada quando o resultado da
apelação for não unânime, independentemente de ser julgamento que reforma ou mantém a sentença
impugnada. (IMPORTANTE)

AÇÃO RESCISÓRIA

O pedido de rescisão da sentença, em vez do acórdão que a substituiu, não conduz à impossibilidade jurídica
do pedido, constituindo mera irregularidade formal.

AGRAVO DE INSTRUMENTO

O rol do art. 1.015 do CPC/2015 é de taxatividade mitigada. (IMPORTANTE)

DIREITO PENAL

DOSIMETRIA DA PENA

Condenações anteriores transitadas em julgado não podem ser utilizadas como conduta social desfavorável.

CRIMES CONTRA A ORDEM TRIBUTÁRIA

A SV 24 pode ser aplicada a fatos anteriores à sua edição.

DIREITO PROCESSUAL PENAL

14
FORO POR PRERROGATIVA DE FUNÇÃO

Crime cometido por Desembargador. (IMPORTANTE)

DIREITO TRIBUTÁRIO

CRIMES CONTRA A ORDEM TRIBUTÁRIA

Não pratica o crime do art. 3º, III, da Lei 8.137/90 o auditor fiscal que corrige minuta de impugnação
administrativa que posteriormente é ajuizada na Administração Tributária. (IMPORTANTE)

INFORMATIVO 640 STJ


LINK: https://dizerodireitodotnet.files.wordpress.com/2019/02/info-639-stj-1.pdf

EXERCÍCIOS:

Julgue os itens a seguir:

1) É concedido passe livre às pessoas portadoras de deficiência, comprovadamente carentes, no sistema de


transporte aéreo. ( )

2) O STJ não possui competência constitucional para ampliar os modais de transporte interestadual submetidos
ao regime da gratuidade, prevista na Lei nº 8.899/94 e nos atos normativos secundários que a regulamentam.
( )

3) (Juiz TJDF 2014 CESPE) Lei federal que imponha passe livre para deficientes físicos comprovadamente
carentes a empresas prestadoras de serviço de transporte interestadual fere o princípio da livre iniciativa. ( )

4) Concessionária de rodovia não responde por roubo e sequestro ocorridos nas dependências de
estabelecimento por ela mantido para a utilização de usuários. ( )

5) O Escritório Central de Arrecadação e Distribuição - ECAD pode definir critérios diferenciados para
distribuição de valores de direitos autorais de acordo com os diversos tipos de exibição de músicas inseridos
no contexto de obras audiovisuais, como nas chamadas músicas de fundo (background). ( )

6) A seguradora não pode recusar a contratação de seguro a quem se disponha a pronto pagamento se a
justificativa se basear unicamente na restrição financeira do consumidor junto a órgãos de proteção ao crédito.
( )

7) É abusiva a exclusão do seguro de acidentes pessoais em contrato de adesão para as hipóteses de: I)
gravidez, parto ou aborto e suas consequências; II) perturbações e intoxicações alimentares de qualquer
espécie; e III) todas as intercorrências ou complicações consequentes da realização de exames, tratamentos
clínicos ou cirúrgicos. ( )

8) Não é devida a comissão de corretagem se o resultado útil da intermediação imobiliária for um negócio de
natureza diversa da inicialmente contratada. ( )

15
9) (MP/MS 2018) A aplicação dos institutos da supressio e da surrectio constituem figuras concomitantes,
podendo ser comparadas como verso e reverso da mesma moeda. ( )

10) (Juiz Federal TRF2 2013) A supressio configura-se quando há a supressão, por renúncia tácita, de um
direito, em virtude do seu não exercício. A surrectio, por sua vez, ocorre nos casos em que o decurso do tempo
implica o surgimento de uma posição jurídica pela regra da boa-fé. ( )

11) Em ação de execução hipotecária, o credor hipotecário pode requerer a adjudicação do imóvel penhorado
pelo valor constante do laudo de avaliação, independentemente da realização de hasta pública. ( )

12) É inadmissível o uso da técnica executiva de desconto em folha de dívida de natureza alimentar se já
houver anterior penhora de bens do devedor. ( )

13) O rol de legitimados para propor a ação de levantamento de curatela, previsto no art. 756, § 1º do
CPC/2015, é taxativo. ( )

14) A duplicata mercantil, apesar de causal no momento da emissão, com o aceite e a circulação adquire
abstração e autonomia, desvinculando-se do negócio jurídico subjacente, impedindo a oposição de exceções
pessoais a terceiros endossatários de boa-fé, como a ausência ou a interrupção da prestação de serviços ou
a entrega das mercadorias. ( )

15) (PGE/AP 2018 FCC) Indeferida a petição inicial, o autor poderá apelar, facultado ao juiz, no prazo de quinze
dias, retratar-se; não havendo a retratação, o juiz mandará citar o réu para responder ao recurso. ( )

16) (MP/PR 2017) Indeferida a petição inicial ou julgado liminarmente improcedente o pedido, pode o juiz se
retratar se interposta apelação contra a sentença. ( )

17) Em caso de indeferimento da petição inicial seguida de interposição de apelação e a integração do


executado à relação processual, mediante a constituição de advogado e apresentação de contrarrazões, uma
vez confirmada a sentença extintiva do processo, é cabível o arbitramento de honorários em prol do advogado
do vencedor (art. 85, § 2º, do CPC). ( )

18) É possível aplicar a analogia entre o instituto da interceptação telefônica e o espelhamento, por meio do
WhatsApp Web, das conversas realizadas pelo aplicativo WhatsApp. ( )

19) É cabível recurso em sentido estrito para impugnar decisão que indefere produção antecipada de prova,
nas hipóteses do art. 366 do CPP. ( )

20) O adquirente de boa-fé não pode ser responsabilizado pelo tributo que deixou de ser oportunamente
recolhido pela empresa vendedora que realizou a operação mediante indevida emissão de nota fiscal. ( )

RENDIMENTO:

DATA QUESTÕES ERROS % DE ACERTOS REVISÃO

16
ÍNDICE:

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITOS E GARANTIAS FUNDAMENTAIS

O STJ não pode determinar que as companhias aéreas ofereçam transporte gratuito para pessoas com
deficiência com base em um exercício hermenêutico da Lei nº 8.899/94.

DIREITO ADMINISTRATIVO

RESPONSABILIDADE CIVIL DO ESTADO

Concessionária de rodovia não responde civilmente por roubo e sequestro. (IMPORTANTE)

DIREITO CIVIL

PROPRIEDADE INTELECTUAL

O ECAD pode fixar critério diferenciado para valoração de obras de background (música de fundo) veiculadas
em programas de televisão.

SEGURO

A seguradora não pode se recusar a contratar seguro com o consumidor que tenha restrição de crédito se
ele se comprometer a pagar à vista.

É abusiva cláusula prevista em seguro de acidentes pessoais que exclua complicações decorrentes de
gravidez, parto, aborto, intoxicações alimentares, exames e tratamentos.

CORRETAGEM

É devida a comissão de corretagem ainda que o resultado da intermediação imobiliária tenha sido diferente
do negócio que o contratante queria inicialmente celebrar.

CONTRATO DE TRANSPORTE

O Vale-Pedágio e a dobra do frete, previstos na Lei nº 10.209/2001, não estão sujeitos à supressio nem
podem ser reduzidos com base no art. 412 do CC.

SISTEMA FINANCEIRO DE HABITAÇÃO

É possível a adjudicação direta do imóvel ao credor hipotecário que oferece o preço da avaliação judicial do
bem, independentemente da realização de hasta pública.

ALIMENTOS

É admissível o uso da técnica executiva de desconto em folha de dívida de natureza alimentar ainda que
haja anterior penhora de bens do devedor.

17
CURATELA

O rol de legitimados para propor a ação de levantamento de curatela, previsto no art. 756, § 1º do CPC/2015,
não é taxativo.

DIREITO EMPRESARIAL

TÍTULOS DE CRÉDITO

Não é possível a oposição de exceções pessoais à empresa de factoring que comprou duplicata mercantil
com aceite. (IMPORTANTE)

DIREITO PROCESSUAL CIVIL

HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS

Tribunal deve condenar o apelante em honorários advocatícios em caso de manutenção da sentença que
indeferiu a petição inicial.

DIREITO PENAL

LEI MARIA DA PENHA

Decisão que fixa alimentos em razão da prática de violência doméstica pode ser executada sob o rito da
prisão civil. (IMPORTANTE)

DIREITO PROCESSUAL PENAL

PROVAS

É nula decisão judicial que autoriza o espelhamento do WhatsApp para que a Polícia acompanhe as
conversas do suspeito pelo WhatsApp Web. (IMPORTANTE)

PROVAS / RECURSOS

É cabível RESE contra decisão que indefere a produção antecipada de prova prevista no art. 366 do CPP.

DIREITO TRIBUTÁRIO

ICMS

O adquirente de boa-fé não pode ser responsabilizado pelo tributo que deixou de ser pago pela empresa
vendedora.

INFORMATIVO 641 STJ


LINK: https://dizerodireitodotnet.files.wordpress.com/2019/02/info-639-stj-1.pdf

18
EXERCÍCIOS:

Julgue os itens a seguir:

1) A reserva de 2 (duas) vagas gratuitas por veículo para idosos com renda igual ou inferior a 2 (dois) salários-
mínimos, prevista no art. 40, I, do Estatuto do Idoso, não se limita ao valor das passagens, abrangendo
eventuais custos relacionados diretamente com o transporte, em que se incluem as tarifas de pedágio e de
utilização dos terminais. ( )

2) (MP/MS 2015) De acordo com o art. 230, §2º, da Constituição Federal, aos maiores de sessenta anos é
garantida a gratuidade dos transportes coletivos urbanos. ( )

3) A Lei nº 12.855/2013, que instituiu a Indenização por Trabalho em Localidade Estratégica, é norma de
eficácia condicionada à prévia regulamentação, para definição das localidades consideradas estratégicas, para
fins de pagamento da referida vantagem. ( )

4) A mera invocação de legislação municipal que estabelece tempo máximo de espera em fila de banco não é
suficiente para ensejar o direito à indenização. ( )

5) O descumprimento da lei municipal que estabelece parâmetros para a adequada prestação do serviço de
atendimento presencial em agências bancárias é capaz de configurar dano moral de natureza coletiva. ( )

6) (PGM-Campinas 2016 FCC) Entendimento pacificado do Supremo Tribunal Federal atribui aos municípios
a competência legislativa para dispor sobre a definição do tempo máximo de espera de clientes em filas de
instituições bancárias. ( )

7) É ilícita a manutenção do banco de dados conhecido como “cadastro de passagem” ou “cadastro de


consultas anteriores”. ( )

8) Não é necessária a produção de prova técnica para se concluir que houve concorrência desleal decorrente
da utilização indevida do conjunto-imagem (trade dress) de produto da empresa concorrente se a imitação for
notória. ( )

9) Independentemente de autorização do juízo competente, as empresas em recuperação judicial podem


celebrar contratos de factoring no curso do processo de recuperação judicial. ( )

10) O recurso interposto pela Defensoria Pública, na qualidade de curadora especial, está dispensado do
pagamento de preparo, desde que demonstrada a hipossuficiência do recorrente. ( )

11) É atípica a conduta contida no art. 307 do CTB quando a suspensão ou a proibição de se obter a permissão
ou a habilitação para dirigir veículo automotor advém de restrição administrativa. ( )

12) É válida a sentença proferida de forma oral na audiência e registrada em meio audiovisual, ainda que não
haja a sua transcrição. ( )

19
13) Não é possível exigir da empresa contribuinte do ICMS a satisfação da condição estabelecida no art. 166
do CTN para repetir o tributo que lhe foi indevidamente cobrado pelo Estado de origem em razão de
transferência de mercadorias para filial sediada em outra Unidade da Federação. ( )

RENDIMENTO:

DATA QUESTÕES ERROS % DE ACERTOS REVISÃO

ÍNDICE:

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITOS DOS IDOSOS

Idosos que gozam de gratuidade no transporte coletivo, além de não pagarem a passagem, também são
isentos das tarifas de pedágio e de utilização dos terminais. (IMPORTANTE)

DIREITO ADMINISTRATIVO

SERVIDORES PÚBLICOS

A Indenização por Trabalho em Localidade Estratégica somente podia ser paga após a regulamentação da
Lei nº 12.855/2013 pelo Poder Executivo.

DIREITO DO CONSUMIDOR

TEORIA DO DESVIO PRODUTIVO

É cabível indenização por danos morais em caso de demora excessiva para atendimento na fila do banco?
(IMPORTANTE)

BANCOS DE DADOS DE CONSUMIDORES

É lícita a manutenção do banco de dados conhecido como “cadastro de passagem” ou “cadastro de consultas
anteriores”, desde que subordinado às exigências previstas no art. 43 do CDC.

DIREITO EMPRESARIAL

PROPRIEDADE INDUSTRIAL

Para analisar se houve imitação de trade dress, é indispensável a prova pericial.

RECUPERAÇÃO JUDICIAL

Empresas em recuperação podem celebrar contratos de factoring.

DIREITO PROCESSUAL CIVIL

20
CURADOR ESPECIAL

O recurso interposto pela Defensoria, na qualidade de curadora especial, não precisa de preparo.
(IMPORTANTE)

DIREITO PENAL

CRIMES DE TRÂNSITO

O crime do art. 307 do CTB somente se verifica em caso de violação de suspensão ou proibição de dirigir
imposta por decisão judicial (não vale suspensão imposta por decisão administrativa).

DIREITO PROCESSUAL PENAL

SENTENÇA

É válida a sentença proferida de forma oral na audiência e registrada em meio audiovisual, ainda que não
haja a sua transcrição. (IMPORTANTE)

DIREITO TRIBUTÁRIO

ICMS

Não se aplica o art. 166 do CTN para o caso de empresa que está pedindo o ICMS cobrado indevidamente
quando ela apenas transferiu as mercadorias para outra filial.

INFORMATIVO 642 STJ


LINK: https://dizerodireitodotnet.files.wordpress.com/2019/02/info-639-stj-1.pdf

EXERCÍCIOS:

os itens a seguir:

1) O direito à retratação e ao esclarecimento da verdade possui previsão na Constituição da República e na


Lei Civil, não tendo sido afastado pelo Supremo Tribunal Federal no julgamento da ADPF 130/DF. ( )

2) Não cabe intervenção de terceiros na modalidade de oposição na ação de usucapião. ( )

3) O acordo que estabelece a obrigação alimentar entre ex-cônjuges possui natureza consensual e, portanto,
a incidência de correção monetária para atualização da obrigação ao longo do tempo deve estar
expressamente prevista no contrato. ( )

4) A empresa que utiliza marca internacionalmente reconhecida, ainda que não tenha sido a fabricante direta
do produto defeituoso, enquadra-se na categoria de fornecedor aparente. ( )

5) (ABIN 2010 CESPE) Os fornecedores sujeitos a participar no polo passivo da relação jurídica de
responsabilidade civil podem ser classificados como fornecedor real, fornecedor aparente e fornecedor
presumido, sendo o comerciante exemplo de fornecedor real. ( )

21
6) Companhia aérea é civilmente responsável por não promover condições dignas de acessibilidade de pessoa
cadeirante ao interior da aeronave. ( )

7) A inserção de cartões informativos no interior das embalagens de cigarros constitui prática de publicidade
abusiva apta a caracterizar dano moral coletivo. ( )

8) A reserva de 40% dos honorários do administrador judicial, prevista no art. 24, § 2º, da Lei nº 11.101/2005,
aplica-se também no âmbito da recuperação judicial. ( )

9) A habilitação de advogado em autos eletrônicos é suficiente para a presunção de ciência inequívoca das
decisões. ( )

10) Haverá nulidade do acórdão que não contenha a totalidade dos votos declarados, mas não do julgamento,
se o resultado proclamado refletir, com exatidão, a conjunção dos votos proferidos pelos membros do
colegiado. ( )

11) A Súmula Vinculante n. 56/STF é inaplicável ao preso provisório. ( )

12) Diante do duplo julgamento do mesmo fato, deve prevalecer a sentença mais favorável ao réu em
homenagem ao princípio do favor rei. ( )

13) É possível a aplicação imediata da Lei nº 13.491/2017, que amplia a competência da Justiça Militar e possui
conteúdo híbrido (lei processual material), aos fatos perpetrados antes do seu advento, mediante observância
da legislação penal (seja ela militar ou comum) mais benéfica ao tempo do crime. ( )

RENDIMENTO:

DATA QUESTÕES ERROS % DE ACERTOS REVISÃO

ÍNDICE:

DIREITO CONSTITUCIONAL

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

É possível que o magistrado condene o autor da ofensa a divulgar a sentença condenatória nos mesmos
veículos de comunicação em que foi cometida a ofensa à honra. (IMPORTANTE)

DIREITO CIVIL

USUCAPIÃO

Não cabe oposição em ação de usucapião. (IMPORTANTE)

ALIMENTOS

22
Somente incidirá correção monetária para atualização do valor da pensão alimentícia combinada no acordo
se isso estiver expressamente previsto no pacto. (IMPORTANTE)

DIREITO DO CONSUMIDOR

FORNECEDOR

A empresa que utiliza marca internacionalmente reconhecida, ainda que não tenha sido a fabricante direta
do produto defeituoso, enquadra-se na categoria de fornecedor aparente.

RESPONSABILIDADE PELO FATO DO SERVIÇO

Companhia aérea é civilmente responsável por não promover condições dignas de acessibilidade de pessoa
cadeirante ao interior da aeronave. (IMPORTANTE)

RESPONSABILIDADE PELO FATO DO SERVIÇO

Concessionária de transporte ferroviário deve pagar indenização à passageira que sofreu assédio sexual
praticado por outro usuário no interior do trem? (IMPORTANTE)

PUBLICIDADE

A inserção de cartões informativos no interior das embalagens de cigarros não constitui prática de publicidade
abusiva apta a caracterizar dano moral coletivo.

DIREITO EMPRESARIAL

RECUPERAÇÃO JUDICIAL

Reserva de 40% dos honorários do administrador judicial (art. 24, § 2º da Lei) se aplica apenas à falência,
não à recuperação.

DIREITO PROCESSUAL CIVIL

INTIMAÇÃO

A habilitação de advogado em autos eletrônicos não é suficiente para a presunção de ciência inequívoca
das decisões, sendo inaplicável a lógica dos autos físicos.

ORDEM DOS PROCESSOS NOS TRIBUNAIS

Em caso de descumprimento do § 3º do art. 941 do CPC haverá nulidade do acórdão, mas não do
julgamento. (IMPORTANTE)

DIREITO PROCESSUAL PENAL

PRISÃO PREVENTIVA

A SV 56 é inaplicável ao preso provisório (prisão preventiva) porque esse enunciado trata da situação do
preso que cumpre pena (preso definitivo ou em execução provisória da condenação). (IMPORTANTE)

23
COISA JULGADA

Havendo duas sentenças transitadas em julgado envolvendo fatos idênticos, deverá prevalecer a que
transitou em julgado em primeiro lugar. (IMPORTANTE)

DIREITO PENAL E PROCESSUAL PENAL MILITAR

COMPETÊNCIA

A Lei 13.491/2017 deve ser aplicada imediatamente aos processos em curso, respeitando-se os benefícios
previstos na legislação penal mais benéfica ao tempo do crime. (IMPORTANTE)

24
GABARITOS
STF
INFORMATIVO 928 STF INFORMATIVO 930 STF INFORMATIVO 932 STF
1. C 1. C 1. C
2. C 2. C 2. E
3. C 3. E
4. C
INFORMATIVO 929 STF
5. C
1. C INFORMATIVO 931 STF
6. E
2. E Não tem.
7. C
3. C
8. E
4. E
5. C

STJ
INFORMATIVO 639 STJ INFORMATIVO 640 STJ 19. C
1. E 1. E 20. C
2. C 2. C
3. C 3. E
INFORMATIVO 641 STJ
4. C 4. C
1. C
5. C 5. C
2. E
6. E 6. C
3. C
7. C 7. C
4. C
8. Letra D 8. E
5. C
9. C 9. C
6. C
10. E 10. C
7. E
11. C 11. C
8. E
12. E 12. E
9. C
13. E 13. E
10. E
14. C 14. C
11. C
15. E 15. E
12. C
16. C 16. C
13. C
17. C
18. E

25
INFORMATIVO 642 STJ 5. E 10. C
1. C 6. C 11. C
2. C 7. E 12. E
3. C 8. E 13. C
4. C 9. E

26