Sie sind auf Seite 1von 13

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA

CENTRO DE EDUCAÇÃO DO PLANALTO NORTE - CEPLAN


Planalto Norte

1. NÚMEROS E OPERAÇÕES N = {0, 1, 2, 3, 4, 5, ...}

1.1 Introdução
1.3 Conjunto dos números Inteiros

A história dos números acompanha a história da civilização


São todos os números positivos e negativos inclusive o zero.
humana e a crescente necessidade de resolver os problemas de ordem
Z = {..., -3, -2, -1, 0, 1, 2, 3, ...}
prática surgidos na vida em comunidade.
Nos tempos primitivos, a contagem de animais
1.3.1. Operações
deu origem aos números naturais. Com o
desenvolvimento do comércio entre os seres humanos, a
Adição e Subtração:
necessidade de calcular créditos e débitos, deu origem
aos números inteiros. Já a divisão de terras pode ter
originado os números fracionários.

Sinais iguais: Somam-se os valores absolutos e dá-se o sinal


Com o tempo, para facilitar o comum.
estudo, os números foram reunidos em Sinais diferentes: Subtraem-se os valores absolutos e dá-se o
diferentes conjuntos. Para designar cada sinal do maior.
um dos conjuntos numéricos, usamos uma
letra maiúscula convencionada como
Exercícios resolvidos:
linguagem universal.

a) 2 + 4 = 6
1.2 Conjunto dos números Naturais
b) – 2 – 4 = – 6
c) 5 – 3 = + 2 = 2
São todos os números positivos inclusive o zero. d) – 5 + 3 = – 2

Projeto de Ensino: “Curso de Matemática Básica” 1


UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA
CENTRO DE EDUCAÇÃO DO PLANALTO NORTE - CEPLAN
Planalto Norte

e) 2 + 3 – 1 – 2 = 5 – 3 = 2
f) – 1 – 3 + 2 – 4 + 21 – 5 – 32 = 23 – 45 = – 22 Potências

Multiplicação e Divisão Existe uma forma abreviada de escrever uma multiplicação de


fatores iguais. No caso
Expoente
Sinais iguais  resposta positiva
Sinais diferentes  resposta negativa 3
7.7.7=7

Isto é: Base
3 fatores iguais a 7
( ) . ( )  ( ) ( ) : ( )  ( )
( ) . ( )  ( ) ( ) : ( )  ( ) Nessa operação, que é denominada potenciação, temos:

( ) . ( )  ( ) ( ) : ( )  ( )  a potência, indica um produto de fatores iguais;


 a base, o fator que se repete;
( ) . ( )  ( ) ( ) : ( )  ( )
 o expoente, indica quantas vezes a base se repete como
fator.
Exercícios resolvidos: Assim:
 2³ = 2 . 2 . 2 = 8  2³ = 8
4
a) 12 . 3 = 36 e) 4 : 2 = 2  (- 1) = (- 1) . (- 1) . (- 1) . (- 1) = 1  (- 1)4 = 1
b) (-12) . (-3) = 36 f) 20 : ( - 5) = - 4
 20 CASOS PARTICULARES:
c) 2 . (-2) = -4 g) = +4=4
5

 20 a) A potência de expoente 1 (1º grau) é igual à base:


d) (-2) . 3 = -6 h) =-4
5 a1 = a 21 = 2

Projeto de Ensino: “Curso de Matemática Básica” 2


UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA
CENTRO DE EDUCAÇÃO DO PLANALTO NORTE - CEPLAN
Planalto Norte

 2 1
b) Toda potência de base 1 é igual a 1: a  2 5
 2

1

1
2
a 5 25
1² = 1 117 = 1  2 2  2
5  7  49  1
   7   49
2
       
7 5  25  7
c) Toda potência de base 0 é igual a 0:
0² = 0 09 = 0
h) Toda potência de base 10, escrevemos à direita da unidade
tantos zeros quantas forem às unidades do expoente.
d) Toda potência de expoente par é positiva:
10² = 100
(- 2)4 = 16 24 = 16 (- 3)² = 9 3² = 9
200 = 2 . 100 = 2 . 10²
300 000 = 3 . 100000 = 3 . 105
e) Toda potência de expoente ímpar mantém o sinal da base:
3 . 108 = 300 000 000
3³ = 27 (- 3)³ = - 27
107 = 10 000 000
( +2)5 = 32 (- 2)5 = - 32
4000 = 4 . 10³

f) Toda potência de base diferente de zero e expoente zero é igual a


uma unidade. am . an = am + n
a0 = 1, com a ≠ 0 50 = 1 ( - 72)0 = 1 am : an = am - n (com a ≠ 0)
(am)n = am . n
Propriedades da Potenciação:

a
4
:a
4
 a
4-4
 a
0
an . bn = (a.b)n
 1
0
Realmente:  a
 1
4 4 n
a :a a
n
a 
n
   (com b≠ 0)
b b 

g) Toda potência de expoente negativo é igual ao inverso da base:


1. Multiplicação de potências de mesma base:

Projeto de Ensino: “Curso de Matemática Básica” 3


UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA
CENTRO DE EDUCAÇÃO DO PLANALTO NORTE - CEPLAN
Planalto Norte

Mantém-se a base comum e somam-se os expoentes. 2 2


2 2.2 2 2 2
Realmente: 2
  .  
7 7 .7 7 7 7
3 2
Realmente: 2 ³ . 2²  2. .2  2  2
5
2. 2 . 2
3 vezes 2 vezes
   5. Potenciação de potência:
5 vezes

Eleva-se a base ao produto dos expoentes.


2. Divisão de potências de mesma base:

Realmente: 2 
2 3 3 3  3 6
 2   2  2
3
Mantém-se a base comum e diminuem-se os expoentes. .2
2 vezes
 6 vezes


2 
6 2
5 5 .5 .5 .5 .5 .5 3
 2
3.2
 2
6

  5  5
6-4 2
Realmente: 4
5 5. 5 . 5
 .5
4 vezes
Radicais

3. Multiplicação de potências de mesmo grau: Ao elevar um número ao quadrado significa obter um produto
de dois fatores iguais a esse número. Por exemplo:
Multiplicam-se as bases e conserva-se o expoente comum. 92 = 9 . 9 = 81

A operação inversa de elevar ao quadrado é extrair uma raiz


Realmente: 2² . 7² = 2 . 2 . 7 . 7 = (2 . 7)² quadrada. Dizemos que 9 é uma raiz quadrada de 81 porque 9 . 9 =
81. Representamos a raiz pelo símbolo .
4. Divisão de potências de mesmo grau:

Dividem-se as bases e conserva-se o expoente comum.

Projeto de Ensino: “Curso de Matemática Básica” 4


UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA
CENTRO DE EDUCAÇÃO DO PLANALTO NORTE - CEPLAN
Planalto Norte

Exercícios Resolvidos:
Índice Raiz
quadrada a) 2 + [ 2 – ( 3 + 2 ) – 1 ] = b) 2 + {3 – [ 1 + ( 2 – 5 + 4 ) ] + 8 } =
25  5 2+[2–5–1]= 2 + {3 – [ 1 + ( 6 – 5 ) ] + 8 } =
2+[2–6]= 2 + {3 – [ 1 + ( + 1 ) ] + 8 } =

Radicando 2+[-4]= 2 + {3 – [ 1 + 1 ] + 8 } =
2–4= 2 + {3 – [ +2 ] + 8 } =
Assim: -2 2 + {3 – 2 + 8 } =

 16  4 porque 4² = 16 2 + {11 – 2 } =
2+9=
8  2
3
 porque 2³ = 8 11


4
- 81  IR c) { 2 – [ 3 . 4 : 2 – 2 ( 3 – 1 ) ] } + 1 =
{ 2 – [ 12 : 2 – 2 . 2 ] } + 1 =
1.3.2. Expressões numéricas { 2 – [ 6 – 4] } + 1 =
{ 2 – [ +2 ] } + 1 =
Para resolver expressões numéricas realizamos primeiro as {2– 2}+1=
operações de multiplicação e divisão, na ordem em que estas estiverem 0 +1
indicadas, e depois adições e subtrações. Em expressões que 1
aparecem sinais de reunião: ( ), parênteses, [ ], colchetes e { }, chaves,
efetuam-se as operações eliminando-se, na ordem: parênteses, 1.3.3 Valor absoluto ou Módulo
colchetes e chaves, isto é, dos sinais interiores para os exteriores.
Quando à frente do sinal da reunião eliminado estiver o sinal negativo, Observe a reta numérica, onde estão representados alguns
trocam-se todos os sinais dos termos internos. números inteiros:

Projeto de Ensino: “Curso de Matemática Básica” 5


UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA
CENTRO DE EDUCAÇÃO DO PLANALTO NORTE - CEPLAN
Planalto Norte

-4  4 a 
Q   a, b  Z , b  0
b 

onde
-4 -3 -2 -1 0 +1 +2 +3 +4
a numerador

b denominado r

À distância entre um número e o zero na reta chamamos de


módulo ou valor absoluto do número. Indicamos o módulo de um É mais comum encontrarmos números racionais escritos na
número pelo símbolo . forma de número decimal do que na forma de fração.
Observe alguns exemplos:
Por exemplo, a distância do – 4 até a origem é 4 unidades, ou
seja, o módulo do – 4 é 4.
1.4.1. Decimais exatos
Exercícios Resolvidos:
75
a)  9  9 1)  0 , 75 (lê-se: setenta e cinco centésimos)
100

b)  5  5 9
2)  4 ,5 (lê-se: quatro inteiros e cinco décimos)
2
c) 0  0
9
3)    1 ,125 (lê-se: um inteiro e cento e vinte e cinco milésimos
d)  4  4 8

negativos)
1.4 Conjunto dos números Racionais

São todos os números que podem ser escrito sob a forma de fração 1.4.2. Decimais infinitos com dízima periódica
__
a 7
, com a e b  Z e b  0 . 4)  0 , 7777   0 , 7
b 9

Projeto de Ensino: “Curso de Matemática Básica” 6


UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA
CENTRO DE EDUCAÇÃO DO PLANALTO NORTE - CEPLAN
Planalto Norte

___
25
5)  0 , 2525   0 , 25 2) Determinar a fração geratriz de 3,141414...?
99
Resolução
Chamando a dízima de x, escrevemos a equação:
Geratriz de uma dízima x = 3,141414... 
Em seguida, multiplicamos ambos os membros da equação por 100, de
Dízima periódica, ou simplesmente dízima, é a representação
modo que o período (14) fique à esquerda da vírgula:
decimal aproximada de um número fracionário no qual um ou mais 100x = 314,141414... 
algarismos se repetem indefinidamente a partir de certa ordem decimal. Subtraindo membro a membro a equação  da equação , obtemos:
A fração que dá a origem a uma dízima periódica é chamada
100x = 314,141414... 
geratriz. - x = 3,141414... 
Veja na atividade seguinte como proceder para encontrar a 99x = 311
311 311
x= Assim, a fração geratriz da dízima 3,1414... é .
fração geratriz de uma dízima: 99 99

1) Determinar a fração geratriz de 0,7777...?


Resolução 1.4.3 Operações com frações
Chamando a dízima de x, escrevemos a equação:
x = 0,7777... 
Adição e Subtração:
Em seguida, multiplicamos ambos os membros da equação por 10, de modo
FRAÇÕES COM DENOMINADORES IGUAIS
que o período (7) fique à esquerda da vírgula:
10x = 7,777... 
Subtraindo membro a membro a equação  da equação , obtemos: “Para adicionar ou subtrair frações com mesmo denominador,
devemos adicionar ou subtrair os numeradores e conservar o
10x = 7,777...  denominador”.
- x = 0,777... 
9x = 7
x= 7
Assim, a fração geratriz da dízima 0,777... é 7
. Exercícios Resolvidos:
9 9

Projeto de Ensino: “Curso de Matemática Básica” 7


UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA
CENTRO DE EDUCAÇÃO DO PLANALTO NORTE - CEPLAN
Planalto Norte

5 1 7 51 7 1
1)     
6 6 6 6 6 30 2
4 1 1) 30 = 2 . 3 . 5 15 3
2) Joaquim gasta do seu salário com aluguel e com alimentação. 5 5
9 9
1 2.3.5 Fatoração
a) Que fração do salário ela gastou no total? multiplicação
b) depois de pagas essas despesas, que fração do salário sobrou?

45 3
Resolução 2) 45 = 32 . 5 15 3
4 1 5 5 5
a) Adicionando os gastos, temos:   1
9 9 9
32 . 5
9 
b) O salário de Joaquim corresponde a um inteiro   1 
9  OBS: Número primo é um número que possui apenas dois
divisores: o próprio número e o número 1. Veja os primeiros
5 9 5 4
1    números primos:
9 9 9 9

5 4
Portanto, Joaquim gastou do salário e sobraram . 2, 3, 5, 7, 11, 13, 17, 19, 23, 29, ...
9 9

1.4.4 Fatoração.
1.3.5. Mínimo múltiplo comum (m.m.c.).

A decomposição de um número em um produto de fatores primos


O mínimo múltiplo comum de vários números é o menor
é feita por meio do dispositivo prático que será mostrado nos exemplos
número divisível por todos eles.
a seguir.

Exercícios resolvidos:

Projeto de Ensino: “Curso de Matemática Básica” 8


UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA
CENTRO DE EDUCAÇÃO DO PLANALTO NORTE - CEPLAN
Planalto Norte

Exercício resolvido: 5) Joaquim e Francisco estão pintando um muro. Joaquim já pintou


12 , 16 , 8 2 3 1
6 8 4 2 do muro, e Francisco .
4 8
3 4 2 2
3 2 1 2 a) Que parte do muro eles já pintaram no total?
1) Calcular o m.m.c. (12, 16, 8) = 48 3 1 1 3 b) Quanto que Joaquim pintou a mais que Francisco?
1 1 1 48

Resolução
3 1 6 1 7
a)   
FRAÇÕES COM DENOMINADORES DIFERENTES 4 8 8 8

Exercícios Resolvidos 3 1 6 1 5
b)   
:2 4 8 8 8

9 5 27  5 32 16 7 5
1)     mmc (2, 6) = 6 Portanto, eles pintaram juntos do muro e Joaquim pintou a
2 6 6 6 3 8 8

1 2 1 15  40  12 67 mais que Francisco.


2) + + = =
4 3 5 60 60

1 1 3 2 3 2 5 Multiplicação:
3)     
2 3 6 6 6 6

1 5 2 3 5 4 3 5-4 4 2 Para multiplicar as frações, devemos multiplicar


4)  -   -   
2 6 3 6 6 6 6 6 3 numeradores com numeradores e denominadores com
denominadores.

Projeto de Ensino: “Curso de Matemática Básica” 9


UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA
CENTRO DE EDUCAÇÃO DO PLANALTO NORTE - CEPLAN
Planalto Norte

Exercícios Resolvidos 1 1 1 1
2)  : 8   .  
3 3 8 24

 3   5 15  2
1)    .      
 7   2 14  3  2 2 4
3)  -  .  -
1  3 1 3
 2 8
2) 4 .      2
 3 3
1
 1  2 2
3)    .     1 1 1
 3  5  15
2  . 
4)
3 2 3 6
 1   2 3
4)   3  .   .    -
 4  7  14

Potenciação:
Divisão:
Para calcular a potência de um número fracionário, eleva-se
Para dividir uma fração por outra fração, devemos multiplicar a o numerador e o denominador ao expoente da fração.
primeira fração pelo inverso da segunda fração.

Exercícios Resolvidos
Exercícios Resolvidos 2
 3  3  3 9
1)      .  
Inverter a segunda fração  5  5  5 25

:3  3 27
2)    
 4 64
5  2 5  9 45 15
1)  :     .      0
3  9 3  2 6 2  17 
3)   1
 9 

Projeto de Ensino: “Curso de Matemática Básica” 10


UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA
CENTRO DE EDUCAÇÃO DO PLANALTO NORTE - CEPLAN
Planalto Norte

Radiciação: 4 , 32
Observe que as parcelas
+ 2, 3 são dispostas de modo que
Exercícios Resolvidos 1 , 429 se tenha vírgula sobre
vírgula.
8, 049
9 9 3
1)  
25 25 5 2) Calcular o perímetro do retângulo abaixo:
1 1
2) 3 
8 2
1,572 cm

1
3)   IR
4 3,23 cm

1 1 P = 3,23 + 3,23 + 1,572 + 1,572 = 9,604 cm


4) 3   
8 2

1.4.5 Operações com os números decimais:

Adição e Subtração: Multiplicação:

Exercícios Resolvidos Exercícios Resolvidos

1) 4,32 + 2,3 + 1,429 = 8,049 1) 7,32 . 12,5 = 91,500 = 91,5

Projeto de Ensino: “Curso de Matemática Básica” 11


UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA
CENTRO DE EDUCAÇÃO DO PLANALTO NORTE - CEPLAN
Planalto Norte

7 , 32 1) 56 : 3  18, 6
Na divisão de números inteiros
x 12 , 5 começa-se operar normalmente.
56 3 Quando o resto for diferente de
3660 -3 1 8 , 6 ... zero, (como no exemplo ao
1464 26 lado), acrescenta-se zero ao
- 24 resto e uma vírgula no
732 quociente e começa a divisão
20
-18 novamente.
91 , 5 0 0
20

2) Calcular a área do retângulo abaixo:


2) 29 : 0,2 = Na divisão de números
29,0 : 0,2 = 145 decimais, antes de operar
1,572 cm devemos igualar as casas
decimais, completando com
290 02
3,23 cm zero, como no exemplo ao
-2 14 5 lado.
09
A = 3,23 . 1,572 = 5,07756 cm2  5,08 cm2 - 8
10
-10
0

Divisão:

Exercícios Resolvidos

Projeto de Ensino: “Curso de Matemática Básica” 12


UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA
CENTRO DE EDUCAÇÃO DO PLANALTO NORTE - CEPLAN
Planalto Norte

1.5 Conjunto dos números Irracionais


IR

É um número que não pode ser escrito sob a


forma de fração. Os números irracionais têm infinitos I Q N
Z
decimais não-periódicos. Encontramos esses
números nas raízes não exatas, e no número  (pi).

Por exemplo:

2 = 1,414213562 ...
 = 3,14159265 ...
Exercícios

1.6 Conjunto dos números Reais


1) Simplifique as expressões numéricas:

A união dos conjuntos dos números racionais com o conjunto


dos números irracionais constitui o conjunto dos números reais, a) 9 + 3 . 2 =

representado pela letra IR. b) 8 . 7 – 18 =

Assim, todo número natural é real, do mesmo modo que todo c) 6 . 12 + 6 . 8 =

número inteiro ou racional ou irracional também são números reais, d) 9 . 15 – 6 .15 =

como mostra o diagrama. e) 8 . 3 – 20 + 4 . 2 =


f) 100 – 3 . 24 =
g) 256 – 2 . 72 – 2 . 36 =
h) 9 . 7 – 7 . 9 + 1 =
i) 40 . 8 : 2 =

Projeto de Ensino: “Curso de Matemática Básica” 13