Sie sind auf Seite 1von 3

Em 2017 a disciplina foi transformada em 1 crédito.

EVOLUÇÃO DO CONHECIMENTO CIENTÍFICO


Código: 10327 Número de créditos: 01 Carga horária: 17 horas
Posição na sequência recomendada de estudos: 1º. semestre
Nível: ( x ) Mestrado ( x ) Doutorado
Caracterização: (x) ( ) Eletiva
Obrigatória
Professores: Claudio Schubert
Ementa: Proporcionar fundamentação teórico-filosófica que contribua para a
formação da ênfase específica do curso: pesquisa e docência. A
fundamentação dos diferentes temas filosóficos terá como base a
racionalidade científica, objetivando, assim, a formação do docente e
pesquisador a partir da uma tradição de pesquisa reconhecida na ciência
Ocidental. Proporcionar a aquisição de uma fundamentação teórica
consistente que diferencie o profissional com vistas ao ensino, pesquisa
e desenvolvimento científico do país. Fomentar a formação científica
ampla e aprofundada, procurando desenvolver a capacidade de pesquisa
e o poder criador do aluno no respectivo ramo do conhecimento.
Capacitar o pesquisador para compreender e interpretar, criticamente, a
literatura pertinente na perspectiva de uma inter-relação entre teoria e
prática de pesquisa.

Objetivos - Acompanhar o desenvolvimento da história da filosofia Ocidental no


que se refere à construção da racionalidade.
- A partir dos diferentes períodos filosóficos verificar quais as principais
ideias, teorias e doutrinas que se constituíram como fundamentos para a
pesquisa científica.
- Quais as mudanças e implicações que os diferentes conceitos
provocaram na organização do pensamento Ocidental nas respectivas
épocas históricas.
-Temas sobre a filosofia contemporânea.

b) Racionalidade Ocidental contemporânea: temas centrais da reflexão


filosófica contextual.
Nesse bloco, o enfoque principal é a abordagem de assuntos de
relevância contemporânea. Temas que possam servir de suporte e trazer
subsídios para a fundamentação da formação a que o curso de Pó-
Graduação se propõe: pesquisa e docência

Programa: -Os fundamentos da Filosofia


-O mito grego
-Os fundamentos da racionalidade Ocidental: Sócrates, Platão e
Aristóteles
-O declínio da filosofia grega e a ascendência do pensamento cristão
-A formação da racionalidade Ocidental: Kant e a formação do homem
virtuoso
-A filosofia medieval
-A contestação ao determinismo eclesiástico medieval de Lutero
-Filosofia e temas contemporâneos:
- Ética e liberdade, responsabilidade na cultura brasileira:
- Ética e mídia e a ditadura da beleza
- Ética e preconceito e discriminação econ., de gênero, racial
- A utilidade do inútil
- Ética e o profissional da educação
- Sobre o amor
Avaliação/instrumentos Participação nas aulas, seminários e confecção de uma síntese entre
filosofia e odontologia
Referências: ALVES, Rubem. Filosofia da ciência. Introdução ao jogo e suas
regras. 8.ed. São Paulo: Loyola, 2004.
ARANHA, Maria Lúcia. Filosofando: introdução à filosofia. 2.ed. São
Paulo: Moderna, 2003.
SANTOS, Boaventura de Sousa. Um discurso dobre as ciências. 5.
ed,São Paulo: Cortez, 2008.
BRANDÃO, Junito S. Mitologia grega. Vol. I,II e III. 18.ed. Petrópolis:
Vozes, 2004
CHAUÍ, Marilena. Convite à filosofia. São Paulo: Ed. Afiliada, 2003.
DESCARTES, René. Discurso do método. São Paulo: Martins Fontes,
2008
HABERMAS, Jürgen. Comentários à ética do discurso. Tradução de
Gilda Lopes Encarnação. Lisboa: Instituto Piaget, 1991.
______. Consciência moral e agir comunicativo. Tradução de Guido de
Almeida. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1989.
JAEGER, Werner. Paidéia. A formação do homem grego. 4.ed. Rio de
Janeiro: Martins Fontes, 2003.
KANT, Immanuel. Sobre a Pedagogia. Tradução de Francisco C.
Fontanella. Piracicaba: Unimep, 1996.
LUTERO, Matín. La necesidad de crear e mantener escuelas
cristianas. In: Obras de Martín Lutero.Tradução de Carlos
Witthaus. Buenos Aires: Publicaciones el Escudo, 1977.
MARCONDES, Danilo. Iniciação à história da filosofia. Dos pré-
socráticos a Wittgenstein. 8. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2004.
NICOLA, Ubaldo. Antologia ilustrada de filosofia. Das origens a idade
moderna.São Paulo: Globo, 2005.
OS PRÉ-SOCRÁTICOS. Os pensadores. São Paulo: Nova Cultural,
1996.
PRADO JR., Caio. O que é filosofia. 6. ed. São Paulo: Brasiliense,
1984.
ROUSSEAU, Jean-Jacques. Emílio ou da educação. Tradução de
Roberto L. Ferreira. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1999.
RUSSEL, Bertrand. História do pensamento ocidental. Aventura dos
Socráticos a Wittgenstein. Rio de Janeiro: Ediouro, 2003
TARNAS, RICHARD. A epopéia do pensamento ocidental. 5. ed. Rio
de Janeiro: Bertrand Brasil, 2002.