Sie sind auf Seite 1von 3

Assentamento Exu Alaketu

Matérial

1 Ofá 25cm de ferro


17 Buzios
Azougue bastante
Casa de João de Barro
Cume casa de Cupim
Tabatinga vermelha
Navalha
Tesoura
dente de macaco
1 Fava de ataré inteira
1 Roda de carro de ferro
17Moedas Antigas
17 moedas correntes
Enxofre
Pó de Carvão
Pó de ferro
Pó de cobre
Terra de 7 feiras
Terra de 7 encruzilhadas
Pasta de dendê
Cachaça envelhecida
Fumo de rolo
Cominho em grão
1 Quartinha sem alça
1 ovo
7 conchas shell
2 bolões de gude pretos
Muita Borra de dendê
1 ekodide
1 pavio de lamparina
Mokan
Xaoro
Fios de conta de cada orisa (Dilogun)
Atare
Efum
Ossum
Wagi
07 pedras de carvão
01 ferradura
06 pregos de comeeira
07 garras de exu
01 ima
Danda da costa
Obi
Orobo
Cebola
1 Pinto
2 Frangos grandes de cor
Raiz de Cansanção e muita folha de cansanção

Faça uma massa com:

Tabatinga

Casa de João de Barro(1 pedaço)

Cume casa de Cupim

Pó de ferro

Pó de cobre

Terra de 7 feiras

Terra fertil

Efum Ossun Wagi

Pó de carvão

Grãos torrados

Azougue, Dendê, Mel, Sal, Alua

Enxofre, fumo de rolo

Cominho em grao

01 ovo caipira

01 baga de atare inteira

Danda e Sabão da costa

01 pinto

Azougue

Pade de dendê

Bata com o bico do pinto na borda as bacia onde esta preparendo a massa e puxe, deixa
o eje corre, separe o pintinho para fazer beri.

Para isso fale:

Kukuru Laroiê
Kukuru Laroiê
Kukuru Laroiê
Queime todos os ferros como de costume e passe dendê com wagi
Monte este Exu da seguinte forma:
Coloque a roda no chão, forre com as folhas e raiz de cansanção, arrume o imã,
a ferradura, a tesoura e a navalha, na direção que representara a frente deste exu ,
coloque o dilogum os ikans o xaoro o mokam as favas de esú. As pedras de carvão
acessos com o pavil acesso feito de algodão embebido em dende.
Comece a imassar ao redor deixando o meio por ultimo, com a chama acessa finque o
ofa, para que possa começar a moldar o vulto, usando o ofa como base.
Comece pelos ombros, e na ponta faça a cabeça, como uma crista, onde ficaram
os búzios enfeitando.
Faça as mãos fixando uma concha em cada, molde com se estivesse segurando a
lança na mão direita. E que as conchas pareçam escudos
Fixe 3 pregos em cada ombro com um buzio no meio, 2 conchas representando
as orelhas, 2 no peito e 1 no umbigo como uma armadura
Para fazer o rosto deste Esú fixe as bolas de gude para fazer os olhos molde o nariz, e a
boca com os dente de macaco, deixe o mais parecido possível com um macaco.
E a pedra fica fixada em frente, ao vulto.
Proceda com o sacrifico e 2 frangos de cor grande, pois os Esús de Naçao Ketu Gantois
não comem galos caipiras.
Desde o inicio do assentamento foi cantado muito a Esú.
Para copar canta-se o de costume (eje soro...)

O primeiro Rei do povo de Ketu, mora na porta do ronco, ele é quem faz a vigia do
Iyawo, sabe exatamene de suas intenções, sabe dizer qual o melhor caminho, para
que a vida dos iniciados seja prospera, o povo de Ketu é um povo bom, não tem o
abito da vingança, para isso temos Èşù Alaketu.

Esse Esú é muito importante para a Nação Kétu, embora seja muito quente, ele
funciona como Juiz num Ilê punindo severamente os membros do Ilê em situações de
discórdias.
É feito em vulto grande, e na parte da cabeça o Ofá serve como estrutura.
É o Esú pilar da Nação de Kétu.
Este caminho de Esú não se faz no ori de iniciados apenas se assenta compondo a
lista dos inúmeros orisás necessários a fundamentação do ilê.