Sie sind auf Seite 1von 223

instagram.

com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
É um prazer compartilhar o TOP 1.000 TJ SC completo. Distribuído de forma totalmente gratuita.

Conhece nosso programa de Mentorias?


Inclusos: material separado dia a dia, Simulados comentados,
Tabela dos Desesperados com 2.000 dicas, leituras complementares.
Em andamento: TJ SC (cartórios) e MP SP (promotor)
Por iniciar em 01/05 (MP SC)
Quanto custa? R$ 600,00*
(* valor total à vista, mas que pode ser parcelado no PagSeguro)

Siga nosso Instagram: @leisecatododia.


Informações pelo email: leisecatododia01@gmail.com
Solicite amostra das Mentorias em andamento.

01 Proc Exame de corpo de delito e outras perícias (art. 159 do CPP)


Penal  Realizado por perito oficial (um) + diploma de curso superior.
 Na falta de perito oficial: 2 (duas) pessoas idôneas, portadoras de diploma de curso superior
preferencialmente na área específica.
 ATENÇÃO: art. 50, § 1º da LEI DE DROGAS: “Para efeito da lavratura do auto de prisão em flagrante e
estabelecimento da materialidade do delito, é suficiente o laudo de constatação da natureza e quantidade da
droga, firmado por perito oficial ou, na falta deste, por PESSOA IDÔNEA.” >>> apenas UMA pessoa, sem
fazer qualquer menção à curso superior. Laudo Preliminar.

1
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

02 Proc Assistente tecnico: (art. 159, § 4º, do CPP)


Penal  Atuação:
 * a partir da admissão pelo Juiz
 * após a conclusão dos exames e elaboração do laudo pelos peritos oficiais
03 Proc Autópsia (art. 162, CPP)
Penal  A autópsia será feita pelo menos seis horas depois do óbito, SALVO se os peritos, pela evidência dos sinais
de morte, julgarem que possa ser feita antes daquele prazo, o que declararão no auto.
04 Proc Perícia por precatória. (art. 177 do CPP)
Penal  No exame por precatória, a nomeação dos peritos far-se-á no juízo DEPRECADO. Havendo, porém, no caso
de AÇÃO PRIVADA, ACORDO das partes, essa nomeação poderá ser feita pelo juiz DEPRECANTE.

05 Proc Obrigatoriedade do exame de corpor do delito (art. 184 do CPP)


Penal
SALVO o caso de exame de CORPO DE DELITO, o juiz ou a autoridade policial negará a perícia requerida
pelas partes, quando não for necessária ao esclarecimento da verdade.

06 Proc Do Desaforamento (art. 427 e 428 do CPP)


Penal  RAZÕES: Interesse da ordem pública, dúvida sobre a imparcialidade do júri ou a segurança
pessoal do acusado .

07 Proc Do Desaforamento (art. 427 e 428 do CPP)


Penal  LEGITIMADOS: Ministério Público, do assistente, do querelante ou do acusado ou mediante
representação do juiz competente

08 Proc Do Desaforamento (art. 427 e 428 do CPP)


Penal  COMPETÊNCIA: Do Tribunal, que poderá determinar o desaforamento do julgamento para outra
comarca da mesma região, onde não existam aqueles motivos, preferindo-se as mais próximas

2
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

09 Proc Do Desaforamento (art. 427 e 428 do CPP)


Penal  PENDÊNCIA DE RECURSO: contra a decisão de pronúncia ou quando efetivado o julgamento,
não se admitirá o pedido de desaforamento, salvo, nesta última hipótese, quanto a fato ocorrido
durante ou após a realização de julgamento anulado

10 Proc Do Desaforamento (art. 427 e 428 do CPP)


Penal  EXCESSO DE SERVIÇO: Também poderá ser determinado, em razão do comprovado excesso de
serviço, ouvidos o juiz presidente e a parte contrária, se o julgamento não puder ser realizado no
prazo de 6 (seis) meses, contado do trânsito em julgado da decisão de pronúncia.
11 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 111 – Provas)
Penal  O réu não tem direito subjetivo de acompanhar, por sistema de videoconferência, audiência de
inquirição de testemunhas realizada, presencialmente, perante o Juízo natural da causa, por
ausência de previsão legal, regulamentar e principiológica. HC 422490/MS. DJE 20/03/2018.

12 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 111 – Provas)


Penal  É possível a antecipação da colheita da prova testemunhal, com base no art. 366 do CPP, nas
hipóteses em que as testemunhas são policiais, tendo em vista a relevante probabilidade de
esvaziamento da prova pela natureza da atuação profissional, marcada pelo contato diário com
fatos criminosos. RHC 074576/DF. DJE 03/09/2018.

13 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 111 – Provas)


Penal  É ilícita a prova colhida mediante acesso aos dados armazenados no aparelho celular, relativos a
mensagens de texto, SMS, conversas por meio de aplicativos (WhatsApp), e obtida diretamente
pela polícia, sem prévia autorização judicial. HC 433930/ES. DJE 29/06/2018.

3
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

14 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 111 – Provas)


Penal  É desnecessária a realização de perícia para a identificação de voz captada nas interceptações
telefônicas, salvo quando houver dúvida plausível que justifique a medida. HC 453357/SP. DJE
24/08/2018.

15 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 111 – Provas)


Penal  O laudo toxicológico definitivo é imprescindível para a configuração do crime de tráfico ilícito de
entorpecentes, sob pena de se ter por incerta a materialidade do delito e, por conseguinte, ensejar a
absolvição do acusado. AgRg no REsp 1719958/GO. DJE 03/09/2018

16 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 111 – Provas)


Penal  É possível, em situações excepcionais, a comprovação da materialidade do crime de tráfico de
drogas pelo laudo de constatação provisório, desde que esteja dotado de certeza idêntica à do
laudo definitivo e que tenha sido elaborado por perito oficial, em procedimento e com conclusões
equivalentes. AgRg no REsp 1719958/GO. DJE 03/09/2018

17 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 111 – Provas)


Penal  É prescindível a apreensão e a perícia de arma de fogo para a caracterização de causa de
aumento de pena prevista no art. 157, § 2º-A, I, do Código Penal, quando evidenciado o seu
emprego por outros meios de prova. AgRg no AREsp 1286741/PI. DJE 02/08/2018

18 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 105 – Provas)


Penal  Perícias e documentos produzidos na fase inquisitorial são revestidos de eficácia probatória sem a
necessidade de serem repetidos no curso da ação penal por se sujeitarem ao contraditório diferido.
AgRg. DJE 05/04/2018.

4
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

19 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 105 – Provas)


Penal  A propositura da ação penal exige tão somente a presença de indícios mínimos de materialidade
e de autoria, de modo que a certeza deverá ser comprovada durante a instrução probatória,
prevalecendo o princípio do in dubio pro societate na fase de OFERECIMENTO da denúncia. HC
433299/TO. DJE 26/04/2018.

20 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 105 – Provas)


Penal  A incidência da qualificadora rompimento de obstáculo, prevista no art. 155, § 4º, I, do Código
Penal, está condicionada à comprovação por laudo pericial, salvo em caso de desaparecimento dos
vestígios, quando a prova testemunhal, a confissão do acusado ou o exame indireto poderão lhe
suprir a falta. AgRg no REsp 1699758/MS. DJE 11/04/2018
21 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 105 – Provas)
Penal  O reconhecimento fotográfico do réu, quando ratificado em juízo, sob a garantia do contraditório e
ampla defesa, pode servir como meio idôneo de prova para fundamentar a condenação. HC
427051/SC. DJE 23/03/2018
22 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 96 – JECRIM)
Penal  É cabível a suspensão condicional do processo e a transação penal aos delitos que preveem a
pena de multa alternativamente à privativa de liberdade, ainda que o preceito secundário da norma
legal comine pena mínima superior a 1 ano. RHC 054429/SP.DJE 29/04/2015
23 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 96 – JECRIM)
Penal  A suspensão condicional do processo NÃO É direito subjetivo do acusado, mas sim um poder-
dever do Ministério Público, titular da ação penal, a quem cabe, com exclusividade, analisar a
possibilidade de aplicação do referido instituto, desde que o faça de forma fundamentada. HC
417876/PE. DJE 27/11/2017

5
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

24 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 96 – JECRIM)


Penal  Se descumpridas as condições impostas durante o período de prova da suspensão condicional do
processo, o benefício poderá ser revogado, mesmo se já ultrapassado o prazo legal, desde que
referente a fato ocorrido durante sua vigência. (Tese julgada sob o rito do art. 543-C do CPC/73 -
TEMA 920). AgRg no REsp 1649472/RS. DJE 05/05/2017
25 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 96 – JECRIM)
Penal  Opera-se a preclusão se o oferecimento da proposta de suspensão condicional do processo ou de
transação penal se der após a prolação da sentença penal condenatória. AgRg nos EDcl no REsp
1611709/SC. DJE 26/10/2016
26 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 96 – JECRIM)
Penal  A existência de inquérito policial em curso não é circunstância idônea a obstar o oferecimento de
proposta de suspensão condicional do processo. RHC 079751/SP. DJE 26/04/2017

27 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 96 – JECRIM)


Penal  É constitucional o art. 90-A da Lei n. 9.099/95, que veda a aplicação desta aos crimes militares.
AgRg no AREsp 1104239/MG. DJE 16/08/2017

28 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 96 – JECRIM)


Penal  O crime de uso de entorpecente para consumo próprio, previsto no art. 28 da Lei n. 11.343/06, é de
menor potencial ofensivo, o que determina a competência do juizado especial estadual, já que ele
não está previsto em tratado internacional e o art. 70 da Lei n. 11.343/06 não o inclui dentre os que
devem ser julgados pela justiça federal. CC 144910/MS. DJE 25/04/2016
29 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 93 – JECRIM)
Penal  Compete aos Tribunais de Justiça ou aos Tribunais Regionais Federais o julgamento dos pedidos
de habeas corpus quando a autoridade coatora for Turma Recursal dos Juizados Especiais. HC
369717/MS. DJE 03/05/2017

6
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

30 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 93 – JECRIM)


Penal  A aceitação pelo paciente do benefício da suspensão condicional do processo, nos termos do art.
89 da Lei n. 9.099/95, não inviabiliza a impetração de habeas corpus nem prejudica seu exame,
tendo em vista a possibilidade de se retomar o curso da ação penal caso as condições impostas
sejam descumpridas. HC 402718/SP.DJE 25/08/2017.
31 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 93 – JECRIM)
Penal  No âmbito dos Juizados Especiais Criminais, não se exige a intimação pessoal do defensor público,
admitindo-se a intimação na sessão de julgamento ou pela imprensa oficial. RHC 079148/MG. DJE
03/05/2017
32 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 93 – JECRIM)
Penal  Não há óbice a que se estabeleçam, no prudente uso da faculdade judicial disposta no art. 89, § 2º,
da Lei n. 9.099/1995, obrigações equivalentes, do ponto de vista prático, a sanções penais (tais
como a prestação de serviços comunitários ou a prestação pecuniária), mas que, para os fins do
sursis processual, se apresentam tão somente como condições para sua incidência. (Tese julgada
sob o rito do art. 543-C do CPC/73 TEMA 930). AgRg no RHC 085835/PR. DJE 27/09/2017
33 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 93 – JECRIM)
Penal  A perda do valor da fiança constitui legítima condição do sursis processual, nos termos do art. 89,
§ 2º, da Lei n. 9.099/95. AgRg no RHC 085835/PR. DJE 27/09/2017
Art. 89, § 2º O Juiz poderá especificar outras condições a que fica subordinada a suspensão, desde que adequadas
ao fato e à situação pessoal do acusado. (Lei 9.099/95)

34 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 93 – JECRIM)


Penal  O prazo de 5 (cinco) anos para a concessão de nova transação penal, previsto no art. 76, § 2º,
inciso II, da Lei n. 9.099/95, aplica-se, por analogia, à suspensão condicional do processo. RHC
080170/MG. DJE 05/04/2017

7
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

35 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 93 – JECRIM)


Penal  É cabível a suspensão condicional do processo na desclassificação do crime e na procedência
parcial da pretensão punitiva. (Súmula n. 337/STJ). HC 393693/SP. DJE 09/06/2017
36 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 78 – Tribunal do Júri)
Penal  As nulidades existentes na decisão de pronúncia devem ser arguidas no momento oportuno e por
meio do recurso próprio, sob pena de preclusão. HC 374752/MT. DJE 17/02/2017

37 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 78 – Tribunal do Júri)


Penal  A leitura em plenário do júri dos antecedentes criminais do réu não se enquadra nos casos
apresentados pelo art. 478, incisos I e II, do Código de Processo Penal, inexistindo óbice à sua
menção por quaisquer das partes. AgRg nos EDcl no AREsp 456426/SP. DJE 02/03/2017
38 Proc CPP – Tribunal do Júri
Penal  Art. 478. Durante os debates as partes NÃO PODERÃO, sob pena de nulidade, fazer referências:
 I – à decisão de pronúncia, às decisões posteriores que julgaram admissível a acusação ou à
determinação do uso de algemas como argumento de autoridade que beneficiem ou prejudiquem o
acusado;
 II – ao silêncio do acusado ou à ausência de interrogatório por falta de requerimento, em seu
prejuízo.
39 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 78 – Tribunal do Júri)
Penal  É NULA a decisão que determina o desaforamento de processo da competência do júri sem
audiência da defesa (Súmula n. 712/STF).
40 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 78 – Tribunal do Júri)
Penal  Eventuais nulidades ocorridas em Plenário do Júri, decorrentes de impedimento ou suspeição de
jurados, devem ser arguidas no momento oportuno, sob pena de PRECLUSÃO. HC 208900/SP.
DJE 08/11/2016

8
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

41 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 78 – Tribunal do Júri)


Penal  É ABSOLUTA a nulidade do julgamento, pelo júri, por falta de quesito OBRIGATÓRIO (Súmula n.
156/STF).

42 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 78 – Tribunal do Júri)


Penal  Possíveis irregularidades na quesitação devem ser arguidas após a leitura dos quesitos e a
explicação dos critérios pelo Juiz presidente, sob pena de preclusão (art. 571, inciso VIII, do CPP).

CPP. Art. 571. As nulidades deverão ser argüidas: VIII - as do julgamento em plenário, em
audiência ou em sessão do tribunal, logo depois de ocorrerem.

43 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 78 – Tribunal do Júri)


Penal  O efeito devolutivo da apelação contra decisões do Júri é adstrito aos fundamentos da sua
interposição. (Súmula n. 713/STF).

44 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 78 – Tribunal do Júri)


Penal  Não viola o princípio da soberania dos vereditos a cassação da decisão do Tribunal do Júri
manifestamente contrária à prova dos autos. HC 323944/RJ. DJE 16/02/2017

45 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 78 – Tribunal do Júri)


Penal  A soberania do veredicto do Tribunal do Júri não impede a desconstituição da decisão por meio
de revisão criminal. REsp 1050816/SP. DJE 15/12/2016

9
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

46 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 75 – Tribunal do Júri)


Penal  O ciúme, sem outras circunstâncias, não caracteriza motivo torpe. AgRg no AREsp 569047/PR.
DJE 06/05/2015
47 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 75 – Tribunal do Júri)
Penal  Cabe ao Tribunal do Júri decidir se o homicídio foi motivado por ciúmes, assim como analisar se
referido sentimento, no caso concreto, qualifica o crime. AgRg no AREsp 827875/MG. DJE
28/09/2016
48 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 75 – Tribunal do Júri)
Penal  Na fase de pronúncia, cabe ao Tribunal do Júri a resolução de dúvidas quanto à aplicabilidade de
excludente de ilicitude. AgRg no AREsp 872992/PE. DJE 01/07/2016
49 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 75 – Tribunal do Júri)
Penal  A exclusão de qualificadora constante na pronúncia só pode ocorrer quando manifestamente
improcedente e descabida, sob pena de usurpação da competência do Tribunal do Júri. AgRg no
REsp 1618955/RS. DJE 14/12/2016
50 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 75 – Tribunal do Júri)
Penal  A complementação do número regulamentar mínimo de 15 (quinze) jurados por suplentes de outro
plenário do mesmo Tribunal do Júri, por si só, não enseja nulidade do julgamento. HC 168263/SP.
DJE 08/09/2015
51 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 75 – Tribunal do Júri)
Penal  A ausência do oferecimento das alegações finais em processos de competência do Tribunal do Júri
não acarreta nulidade, uma vez que a decisão de pronúncia encerra juízo provisório acerca da
culpa. HC 366706/PE. DJE 16/11/2016
52 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 75 – Tribunal do Júri)
Penal  A simples leitura da pronúncia no Plenário do Júri não leva à nulidade do julgamento, que somente
ocorre se a referência for utilizada como argumento de autoridade que beneficie ou prejudique o
acusado. AgRg no AREsp 429039/MG. DJE 10/10/2016

10
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

53 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 75 – Tribunal do Júri)


Penal  Na intimação pessoal do réu acerca de sentença de pronúncia ou condenatória do Júri, a ausência
de apresentação do termo de recurso ou a não indagação sobre sua intenção de recorrer não gera
nulidade do ato. RHC 061365/SP. DJE 14/03/2016.
54 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 75 – Tribunal do Júri)
Penal  É possível rasurar trecho ínfimo da sentença de pronúncia para afastar eventual nulidade
decorrente de excesso de linguagem. HC 325076/RJ. DJE 31/08/2016
55 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 75 – Tribunal do Júri)
Penal  Reconhecida a nulidade da pronúncia por excesso de linguagem, outra decisão deve ser
proferida, visto que o simples envelopamento e desentranhamento da peça viciada não é
suficiente. HC 308047/SP. DJE 20/04/2016
56 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 75 – Tribunal do Júri)
Penal  Compete ao Tribunal do Júri decretar, motivadamente, como efeito da condenação, a perda do
cargo ou função pública, inclusive de militar quando o fato não tiver relação com o exercício da
atividade na caserna. AgRg no AREsp 558084/MS. DJE 17/06/2015
57 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 75 – Tribunal do Júri)
Penal  A pronúncia é causa interruptiva da prescrição, ainda que o Tribunal do Júri venha a
desclassificar o crime. (Súmula n. 191/STJ)
58 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 72 – Competência Criminal)
Penal  O fato de o delito ser praticado pela internet não atrai, automaticamente, a competência da Justiça
Federal, sendo necessário demonstrar a internacionalidade da conduta ou de seus resultados.
AgRg no CC 118394/DF. DJE 22/08/2016
59 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 72 – Competência Criminal)
Penal  Não há conflito de competência entre Tribunal de Justiça e Turma Recursal de Juizado Especial
Criminal de um mesmo Estado, já que a Turma Recursal não possui qualidade de Tribunal e a este
é subordinada administrativamente. CC 140322/PR. DJE 29/02/2016

11
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

60 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 72 – Competência Criminal)


Penal  A competência é determinada pelo lugar em que se consumou a infração (art. 70 do CPP), sendo
possível a sua modificação na hipótese em que outro local seja o melhor para a formação da
verdade real. CC 131566/DF.DJE 29/09/2015
61 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 72 – Competência Criminal)
Penal  Inexistindo conexão probatória, não é da Justiça Federal a competência para processar e julgar
crimes de competência da Justiça Estadual, ainda que os delitos tenham sido descobertos em um
mesmo contexto fático. CC 145514/SP. DJE 16/08/2016
62 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 72 – Competência Criminal)
Penal  Compete a Justiça comum estadual processar e julgar crime em que o índio figure como autor ou
vítima, desde que não haja ofensa a direitos e a cultura indígenas, o que atrai a competência da
Justiça Federal. AgRg no AREsp 762506/AM. DJE 01/08/2016
63 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 72 – Competência Criminal)
Penal  Há conflito de competência, e não de atribuição, sempre que a autoridade judiciária se pronuncia
a respeito da controvérsia, acolhendo expressamente as manifestações do Ministério Público.
 CAt 000272/SP. DJE 19/11/2014
64 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 72 – Competência Criminal)
Penal  A mudança de domicílio pelo condenado que cumpre pena restritiva de direitos ou que seja
beneficiário de livramento condicional não tem o condão de modificar a competência da execução
penal, que permanece com o juízo da condenação, sendo deprecada ao juízo onde fixa nova
residência somente a supervisão e o acompanhamento do cumprimento da medida imposta.
CC 137899/PR. DJE 27/03/2015
65 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 72 – Competência Criminal)
Penal  A ofensa INDIRETA, GENÉRICA ou REFLEXA praticada em detrimento de bens, serviços ou
interesse da União, de suas entidades autárquicas ou empresas públicas federais não atrai a
competência da Justiça Federal (art. 109, IV, da CF/88). CC 147393/RO. DJE 20/09/2016

12
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

66 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 69 – Nulidades)


Penal  As irregularidades relativas ao reconhecimento pessoal do acusado não ensejam nulidade, uma
vez que as formalidades previstas no art. 226 do CPP são meras recomendações legais. AgRg no
AgRg no AREsp 728455/SC. DJE 03/08/2016
67 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 69 – Nulidades)
Penal  A ausência de intimação pessoal da Defensoria Pública ou do defensor dativo sobre os atos do
processo gera, via de regra, a sua nulidade. HC 310908/SP. DJE 26/08/2016
68 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 69 – Nulidades)
Penal  A nulidade decorrente da ausência de intimação - seja a pessoal ou por diário oficial - da data de
julgamento do recurso não pode ser arguida a qualquer tempo, sujeitando-se à preclusão temporal.
HC 310908/SP. DJE 26/08/2016
69 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 69 – Nulidades)
Penal  O defensor dativo que declinar expressamente da prerrogativa referente à intimação pessoal dos
atos processuais não pode arguir nulidade quando a comunicação ocorrer por meio da imprensa
oficial. HC 341445/SP. DJE 30/05/2016
70 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 69 – Nulidades)
Penal  A ausência de intimação da defesa sobre a expedição de precatória para oitiva de testemunha é
causa de nulidade relativa. HC 345949/RS. DJE 01/08/2016
71 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 69 – Nulidades)
Penal  A inversão da ordem prevista no art. 400 do CPP, que trata do interrogatório e da oitiva de
testemunhas de acusação e de defesa, não configura nulidade quando o ato for realizado por carta
precatória, cuja expedição não suspende o processo criminal. AgRg no RMS 048000/SP. DJE
26/08/2016
v
72 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 69 – Nulidades)
Penal  O falecimento do único advogado, ainda que não comunicado o fato ao tribunal, poderá dar ensejo
à nulidade das intimações realizadas em seu nome. HC 360720/SP. DJE 26/08/2016

13
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

73 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 69 – Nulidades)


Penal  Na intimação pessoal do réu acerca de sentença de pronúncia ou condenatória, a ausência de
apresentação do termo de recurso ou a não indagação sobre sua intenção de recorrer não gera
nulidade do ato. RHC 066863/SP.DJE 02/05/2016
74 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 69 – Nulidades)
Penal  A inquirição das testemunhas pelo Juiz antes que seja oportunizada às partes a formulação das
perguntas, com a inversão da ordem prevista no art. 212 do Código de Processo Penal, constitui
nulidade relativa.HC 159885/SP. DJE 01/07/2016
75 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 69 – Nulidades)
Penal  A instauração de inquérito policial em momento anterior à constituição definitiva do crédito
tributário não é causa de nulidade da ação penal, se evidenciado que o tributo foi constituído antes
de sua propositura (da ação penal). HC 269546/SP. DJE 12/05/2016
76 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 69 – Nulidades)
Penal  O compartilhamento de dados obtidos pela Receita Federal com fundamento no art. 6º da Lei
Complementar n. 105/2001, mediante requisição direta às instituições bancárias no âmbito de
processo administrativo fiscal, é considerado nulo, para fins penais, se não decorrer de expressa
determinação judicial. HC 351035/SP. DJE 23/08/2016 SUPERADA.
77 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 66 – Apelação e RESE)
Penal  O efeito devolutivo amplo da apelação criminal autoriza o Tribunal de origem a conhecer de matéria
não ventilada nas razões recursais, desde que não agrave a situação do condenado. AgRg no HC.
DJE 01/08/2016
78 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 66 – Apelação e RESE)
Penal  A apresentação extemporânea das razões não impede o conhecimento do recurso de apelação
tempestivamente interposto. HC 281873/RJ. DJE 15/04/2016

14
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

79 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 66 – Apelação e RESE)


Penal  Verificada a inércia do advogado constituído para apresentação das razões do apelo criminal, o
réu deve ser intimado para nomear novo patrono, antes que se proceda à indicação de defensor
para o exercício do contraditório. HC 302586/RN. DJE 19/05/2016
80 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 66 – Apelação e RESE)
Penal  Não cabe mandado de segurança para conferir efeito suspensivo ativo a recurso em sentido
estrito interposto contra decisão que concede liberdade provisória ao acusado. HC 352998/RJ.
DJE 01/06/2016
81 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 66 – Apelação e RESE)
Penal  A ausência de contrarrazões ao recurso em sentido estrito interposto contra decisão que rejeita a
denúncia enseja nulidade absoluta do processo desde o julgamento pelo Tribunal de origem.
HC 257721/ES. DJE 16/12/2014
82 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 66 – Apelação e RESE)
Penal  Aplica-se o princípio da fungibilidade à apelação interposta quando cabível o recurso em sentido
estrito, desde que demonstrada a ausência de má-fé, de erro grosseiro, bem como a
tempestividade do recurso. AgInt no Resp 1532852/MG. DJE 22/06/2016
83 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 66 – Apelação e RESE)
Penal  O adiamento do julgamento da apelação para a sessão subsequente não exige nova intimação da
defesa. HC 353526/SP. DJE 21/06/2016
84 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 66 – Apelação e RESE)
Penal  Inexiste nulidade no julgamento da apelação ou do recurso em sentido estrito quando o voto de
desembargador impedido não interferir no resultado final. HC 352825/RS. DJE 20/05/2016
85 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 66 – Apelação e RESE)
Penal  O acórdão que julga recurso em sentido estrito deve ser atacado por meio de recurso especial,
configurando erro grosseiro a interposição de recurso ordinário em habeas corpus.
RHC 042394/SP. DJE 16/03/2016

15
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

86 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 63 – Revisão Criminal)


Penal  O julgamento superveniente da revisão criminal prejudica, por perda de objeto, a análise do
habeas corpus anteriormente impetrado. RCD no HC 213246/SP. DJE 29/09/2015
87 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 63 – Revisão Criminal)
Penal  Não é cabível habeas corpus como sucedâneo recursal ou para substituir eventual revisão criminal.
AgRg no HC 339114/SP.DJE 16/06/2016
88 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 63 – Revisão Criminal)
Penal  O julgamento pelo Supremo Tribunal Federal de habeas corpus impetrado contra decisão
proferida em recurso especial não afasta, por si só, a competência do Superior Tribunal de
Justiça para processar e julgar posterior revisão criminal. RvCr 002877/PE. DJE 10/03/2016
89 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 63 – Revisão Criminal)
Penal  É assegurada à defesa a sustentação oral em sessão de julgamento de revisão criminal.
HC 274473/SP. DJE 28/05/2015
90 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 63 – Revisão Criminal)
Penal  É possível a correção da dosimetria da pena em sede de revisão criminal. AgRg no AREsp
318060/SC. DJE 27/04/2016
91 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 63 – Revisão Criminal)
Penal  A soberania do veredicto do Tribunal do Júri não impede a desconstituição da decisão por meio de
revisão criminal. Resp 1304155/MT. DJE 01/07/2014
92 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 63 – Revisão Criminal)
Penal  O ajuizamento de revisão criminal não importa em interrupção da execução definitiva da pena,
tendo em vista a ausência de efeito suspensivo. AgRg no HC 347878/RJ. DJE 18/04/2016
93 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 63 – Revisão Criminal)
Penal  Na revisão criminal prevista no art. 105, I, „e”, da CF, apenas a questão federal anteriormente
decidida por esta Corte Superior (STJ) pode ser examinada. AgRg na RvCr 003305/SP,DJE
03/05/2016

16
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

94 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 63 – Revisão Criminal)


Penal  O acolhimento da pretensão revisional, nos moldes do art. 621, I, do CPP, é excepcional e limita-se
às hipóteses em que a contradição à evidência dos autos seja manifesta, dispensando a
interpretação ou análise subjetiva das provas produzidas. AgRg no Resp 1572883/SC. DJE
15/04/2016
95 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 63 – Revisão Criminal)
Penal  A justificação criminal é via adequada à obtenção de prova nova para fins de subsidiar eventual
ajuizamento de revisão criminal. AgRg no AREsp 859395/MG. DJE 16/05/2016
96 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 63 – Revisão Criminal)
Penal  A revisão criminal não pode ser fundamentada no arrolamento de novas testemunhas, tampouco
na reinquirição daquelas já ouvidas no processo de condenação. AgRg no AREsp 859395/MG.DJE
16/05/2016
97 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 63 – Revisão Criminal)
Penal  A retratação da vítima ou das testemunhas constituem provas novas aptas a embasar pedido de
revisão criminal. AgRg no AREsp 635778/PE. DJE 17/02/2016
98 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 36 – Habeas Corpus)
Penal  O trancamento da ação penal pela via do habeas corpus é medida excepcional, admissível apenas
quando demonstrada a falta de justa causa (materialidade do crime e indícios de autoria), a
atipicidade da conduta ou a extinção da punibilidade. RHC 055701/BA. DJE 27/05/2015
99 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 36 – Habeas Corpus)
Penal  O reexame da dosimetria da pena em sede de habeas corpus somente é possível quando
evidenciada flagrante ilegalidade e não demandar análise do conjunto probatório. HC 292119/AM.
DJE 21/05/2015

17
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

100 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 36 – Habeas Corpus)


Penal  O habeas corpus não é a via adequada para o exame aprofundado de provas a fim de averiguar a
condição econômica do devedor, a necessidade do credor e o eventual excesso do valor dos
alimentos, admitindo-se nos casos de flagrante ilegalidade da prisão civil. RHC 048170/SP. DJE
04/05/2015
101 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 36 – Habeas Corpus)
Penal  Não obstante o disposto no art. 142, § 2º, da CF, admite-se habeas corpus contra punições
disciplinares militares para análise da regularidade formal do procedimento administrativo ou de
manifesta teratologia. RHC 052787/SP. DJE 01/12/2014
102 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 36 – Habeas Corpus)
Penal  A ausência de assinatura do impetrante ou de alguém a seu rogo na inicial de habeas corpus
inviabiliza o seu conhecimento, conforme o art. 654. § 1º, c, do CPP. RMS 032918/MS. AgRg nos
Edcl no HC 133078/SP. DJE 01/08/2011
103 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 36 – Habeas Corpus)
Penal  Não cabe habeas corpus contra decisão que denega liminar, salvo em hipóteses excepcionais,
quando demonstrada flagrante ilegalidade ou teratologia da decisão impugnada, sob pena de
indevida supressão de instância, nos termos da Súmula n. 691/STF. HC 312054/SP. DJE 26/05/2015
104 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 36 – Habeas Corpus)
Penal  O agravo interno não é cabível contra decisão que defere ou indefere pedido de liminar em
habeas corpus. AgRg no HC 313565/SP. DJE 13/05/2015
105 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 36 – Habeas Corpus)
Penal  A jurisprudência tem excepcionado o entendimento de que o habeas corpus não seria adequado
para discutir questões relativas à guarda e adoção de crianças e adolescentes. HC 298009/SP. DJE
04/09/2014

18
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

106 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 32 – Prisão Preventiva)


Penal  A fuga do distrito da culpa é fundamentação idônea a justificar o decreto da custódia preventiva
para a conveniência da instrução criminal e como garantia da aplicação da lei penal. HC
307469/SP.DJE 23/03/2015
107 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 32 – Prisão Preventiva)
Penal  As condições pessoais favoráveis não garantem a revogação da prisão preventiva quando há
nos autos elementos hábeis a recomendar a manutenção da custódia. HC 299126/SP. DJE
19/03/2015
108 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 32 – Prisão Preventiva)
Penal  A citação por edital do acusado não constitui fundamento idôneo para a decretação da prisão
preventiva, uma vez que a sua não localização não gera presunção de fuga. HC 141819/MG. DJE
25/02/2015
109 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 32 – Prisão Preventiva)
Penal  Os fatos que justificam a prisão preventiva devem ser contemporâneos à decisão que a decreta.
HC 214921/PA. DJE 25/03/2015
110 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 32 – Prisão Preventiva)
Penal  A prisão preventiva pode ser decretada em crimes que envolvam violência doméstica e familiar
contra a mulher, criança, adolescente, idoso, enfermo ou pessoa com deficiência, para o fim de
garantir a execução das medidas protetivas de urgência. HC 306070/SP. DJE 12/03/2015
111 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 32 – Prisão Preventiva)
Penal  A prisão cautelar pode ser decretada para garantia da ordem pública potencialmente ofendida,
especialmente nos casos de: reiteração delitiva, participação em organizações criminosas,
gravidade em concreto da conduta, periculosidade social do agente, ou pelas circunstâncias em
que praticado o delito (modus operandi). HC 311909/CE. DJE 16/03/2015
112 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 32 – Prisão Preventiva)
Penal  Inquéritos policiais e processos em andamento, embora não tenham o condão de exasperar a
pena-base no momento da dosimetria da pena, são elementos aptos a demonstrar eventual
19
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
reiteração delitiva, fundamento suficiente para a decretação da prisão preventiva. RHC 055365/CE.
DJE 06/04/2015
113 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 3 – Suspensão Condicional do Processo)
Penal  É cabível a suspensão condicional do processo na desclassificação do crime e na procedência
parcial da pretensão punitiva. (Súmula n. 337/STJ)
114 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 3 – Suspensão Condicional do Processo)
Penal  É admissível a fixação de penas restritivas de direito como condição para a suspensão
condicional do processo, desde que observados os princípios da adequação e da proporcionalidade.
RHC 037785/RJ. Dje 17/09/2013
115 Proc Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 3 – Suspensão Condicional do Processo)
Penal  É INADMISSÍVEL a fixação de prestação de serviços à comunidade ou de prestação pecuniária,
que têm caráter de sanção penal, como condição para a SUSPENSÃO CONDICIONAL DO
PROCESSO. RHC 030916/PR. Dje 25/09/2013 SUPERADA.
116 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Suspensão do processo (arts. 92 e 93)
 Se a decisão sobre a existência da infração depender da solução de controvérsia, que o juiz repute
séria e fundada, sobre o estado civil das pessoas, o curso da ação penal FICARÁ SUSPENSO até que
no juízo cível seja a controvérsia dirimida por sentença passada em julgado, sem prejuízo, entretanto,
da inquirição das testemunhas e de outras provas de natureza urgente. (SUSPENDERÁ)
 Se o reconhecimento da existência da infração penal depender de decisão sobre questão diversa da
prevista no artigo anterior (acima), da competência do juízo cível, e se neste houver sido proposta
ação para resolvê-la, o juiz criminal PODERÁ, desde que essa questão seja de difícil solução e não
verse sobre direito cuja prova a lei civil limite, suspender o curso do processo. (PODERÁ SUSPENDER)
117 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Suspensão. Denegação. Irrecorrível. (art. 93, §2º)
 Do despacho que denegar a suspensão não caberá recurso.

20
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

118 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)


Penal  Exceções. Espécies. (art. 95)
 I - suspeição; II - incompetência de juízo; III - litispendência; IV - ilegitimidade de parte; V - coisa
julgada.
119 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Precedência da suspeição. (art.96)
 A argüição de suspeição precederá a qualquer outra, salvo quando fundada em motivo superveniente.
120 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Não aceitação da SUSPEIÇÃO pelo JUIZ. (art.100)
 Não aceitando a suspeição, o juiz mandará autuar em apartado a petição, dará sua resposta dentro em
três dias, podendo instruí-la e oferecer testemunhas, e, em seguida, determinará sejam os autos da
exceção remetidos, dentro em 24 vinte e quatro horas, ao juiz ou tribunal a quem competir o
julgamento.
121 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Sustação do processo por requerimento da parte contrária.(art. 102).
 Quando a parte contrária reconhecer a procedência da argüição, poderá ser sustado, a seu
requerimento, o processo principal, até que se julgue o incidente da suspeição.
122 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Suspeição do MP (art. 104)
 Se for argüida a suspeição do órgão do Ministério Público, o juiz, depois de ouvi-lo, decidirá, sem
recurso, podendo antes admitir a produção de provas no prazo de três dias.
123 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Suspeição da autoridade policial (art. 107)
 Não se poderá opor suspeição às autoridades policiais nos atos do inquérito, mas deverão elas
declarar-se suspeitas, quando ocorrer motivo legal.

21
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

124 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)


Penal  Exceções e Suspensão do Processo (art. 111)
 As exceções serão processadas em autos apartados e não suspenderão, em regra, o andamento
da ação penal.
125 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Conflito de competência. Legitimidade (art. 116)
 Os juízes e tribunais, sob a forma de representação, e a parte interessada, sob a de
requerimento, darão parte escrita e circunstanciada do conflito, perante o tribunal competente,
expondo os fundamentos e juntando os documentos comprobatórios.
126 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Restituição de Coisas Apreendidas (art. 118)
 Antes de transitar em julgado a sentença final, as coisas apreendidas não poderão ser restituídas
enquanto interessarem ao processo
127 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Restituição de Coisas Apreendidas (art. 119)
 Os instrumentos não ilícitos e produtos do crime não poderão ser restituídas, mesmo depois de
transitar em julgado a sentença final, salvo se pertencerem ao lesado ou a terceiro de boa-fé
128 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Restituição de Coisas Apreendidas. Competência. Direito “EVIDENTE” Atribuição (art. 120)
 A restituição, quando cabível, poderá ser ordenada pela autoridade policial ou juiz, mediante
termo nos autos, desde que não exista dúvida quanto ao direito do reclamante.
129 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Restituição de Coisas Apreendidas “Dúvidas” quanto ao Direito. (art. 120, §1º).
 Se duvidoso esse direito, o pedido de restituição autuar-se-á em apartado, assinando-se ao
requerente o prazo de 5 (cinco) dias para a prova. Em tal caso, só o juiz criminal poderá decidir o
incidente

22
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

130 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)


Penal  Restituição de Coisas Apreendidas. Terceiro de boa fé. (art. 120, §2º)
 O incidente autuar-se-á também em apartado e só a autoridade judicial o resolverá, se as coisas
forem apreendidas em poder de terceiro de boa-fé, que será intimado para alegar e provar o seu
direito, em prazo igual e sucessivo ao do reclamante, tendo um e outro dois dias para arrazoar
131 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Medidas assecuratórias. Sequestro (art. 125 e art. 132)
 Objeto: bens móveis e imóveis.
 Caberá o seqüestro dos bens imóveis, adquiridos pelo indiciado com os proventos da infração,
ainda que já tenham sido transferidos a terceiro.
 Proceder-se-á ao seqüestro dos bens móveis se não forem objeto de busca e apreensão
(interessarem ao proceso).
132 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Medidas assecuratórias. Sequestro.REQUISITOS (art. 126)
 Para a decretação do seqüestro, bastará a existência de indícios veementes da proveniência ilícita
dos bens.
133 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Medidas assecuratórias. Requerentes. Momento (art. 127)
 O juiz, de ofício, a requerimento do Ministério Público ou do ofendido, ou mediante representação
da autoridade policial, poderá ordenar o seqüestro, em qualquer fase do processo ou ainda antes
de oferecida a denúncia ou queixa
134 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Medidas assecuratórias. Sequestro. Embargos de terceiro (art. 129)
 O seqüestro autuar-se-á em apartado e admitirá embargos de terceiro.

23
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

135 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)


Penal  Medidas assecuratórias. Sequestro. Embargos (próprios e de terceiro). Defesa. (art. 130)
 O seqüestro poderá ainda ser embargado:
 pelo ACUSADO, sob o fundamento de não terem os bens sido adquiridos com os proventos da
infração;
 pelo TERCEIRO, a quem houverem os bens sido transferidos a título oneroso, sob o fundamento de
tê-los adquirido de boa-fé.
136 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Medidas assecuratórias. Sequestro. (art. 592, II)
 Recurso cabível da decisão que decreta o sequestro é a APELAÇÃO
 “(...) 1. A decisão judicial que determina o sequestro de bens do recorrente deve ser atacada por meio de
recurso de apelação. Precedentes.” STJ. AgRg no RMS n. 41.541/RJ. DJe de 28/9/2015).
137 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Medidas assecuratórias. Sequestro. Levantamento. (131)
 1) ação penal não intentada em 60 dias da data em que ficar concluída a diligência; 2)terceiro prestar
caução e 3)se for julgada extinta a punibilidade ou absolvido o réu, por sentença transitada em
julgado.
138 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Medidas assecuratórias. Hipoteca legal. (art. 134 do CPP e art. 1489, III do CC)
 A hipoteca legal sobre os imóveis do indiciado poderá ser requerida pelo ofendido em qualquer fase
do processo, desde que haja CERTEZA DA INFRAÇÃO e INDÍCIOS SUFICIENTES da autoria. (CPP)
 Art. 1.489. A lei confere hipoteca: III - ao ofendido, ou aos seus herdeiros, sobre os imóveis do
delinqüente, para satisfação do dano causado pelo delito e pagamento das despesas judiciais; (CC).

24
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

139 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)


Penal  Medidas assecuratórias. Arresto. Finalidade. (art.136)
 Medida assecuratória enquanto não é efetivada a hipoteca legal (em virtude da demora que pode
ocorrer deste procedimento).
 O arresto do imóvel poderá ser decretado de início, revogando-se, porém, se no prazo de 15 (quinze)
dias não for promovido o processo de inscrição da hipoteca legal.
140 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Medidas assecuratórias. Arresto. Bens Móveis (art.137)
 Se o responsável não possuir bens imóveis ou os possuir de valor insuficiente, poderão ser arrestados
bens móveis suscetíveis de penhora, nos termos em que é facultada a hipoteca legal dos imóveis.
141 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Medidas assecuratórias. Alienção antecipada para preservação. Valor mínimo (art.144-A, §2º)
 Os bens deverão ser vendidos pelo valor fixado na avaliação judicial ou por valor maior. Não alcançado o
valor estipulado pela administração judicial, será realizado novo leilão, em até 10 (dez) dias contados da
realização do primeiro, podendo os bens ser alienados por valor não inferior a 80% (oitenta por cento) do
estipulado na avaliação judicial.
142 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Medidas assecuratórias. INCIDENTE de falsidade (art.145, caput, I e II)
 Argüida, por escrito, a falsidade de documento constante dos autos, o juiz observará o seguinte
processo: mandará autuar em apartado a impugnação, e em seguida ouvirá a parte contrária, que,
no prazo de 48 horas, oferecerá resposta e assinará o prazo de três dias, sucessivamente, a cada
uma das partes, para prova de suas alegações;
143 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Medidas assecuratórias. INCIDENTE de falsidade. Reconhecimento (art.145, III)
 Se reconhecida a falsidade por DECISÃO IRRECORRÍVEL, mandará desentranhar o documento e
remetê-lo, com os autos do processo incidente, ao Ministério Público.

25
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

144 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)


Penal  Medidas assecuratórias. INCIDENTE de falsidade. De ofício. Poderes especiais(art.146 e art. 147)
 A argüição de falsidade, feita por procurador, exige poderes especiais.
 O juiz poderá, de ofício, proceder à verificação da falsidade.
145 Proc Código de Processo Penal (Título VI – Questões e processos Incidentes)
Penal  Medidas assecuratórias. Coisa julgada.(art.148)
 Qualquer que seja a decisão, não fará coisa julgada em prejuízo de ulterior processo penal ou civil
146 Proc Processo Penal - PROVAS
Penal  Provas CAUTELARES
 Objetivo: evitar desaparecimento pelo decurso do tempo. Exemplo: interceptação telefônica.
Dependem de autorização judicial. O contraditório é diferido.
147 Proc Processo Penal - PROVAS
Penal  PROVAS NÃO REPETÍVEIS
 Objetivo: evitar desaparecimento da fonte probatória. Exemplo: exame de corpo de delito. NÃO
depndem de autorização judicial. O contraditório é diferido.
148 Proc Processo Penal - PROVAS
Penal  PROVAS ANTECIPADAS
 Objetivo: evitar desaparecimento em virtude de situação específica, ANTECIPANDO-SE o
“momento processual”. Exemplo: oitiva de testemunha que está em fase terminal no hospital.
Depende de autorização judicial. Contraditório é real, efetivo.
149 Proc Processo Penal - PROVAS
Penal Código de Processo Penal (Título VII – das provas)
 Art. 206. A testemunha não poderá eximir-se da obrigação de depor. Poderão, entretanto, recusar-
se a fazê-lo o ascendente ou descendente, o afim em linha reta, o cônjuge, ainda que desquitado,
o irmão e o pai, a mãe, ou o filho adotivo do acusado, salvo quando não for possível, por outro
modo, obter-se ou integrar-se a prova do fato e de suas circunstâncias.

26
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

150 Proc Processo Penal - PROVAS


Penal  SERENDIPIDADE / Encontro Fortuito de provas ou "crime de achado
 Será de 1º grau: há conexão entre provas encontradas e fato investigado.
 Será de 2º grau: NÃO há conexão
 Objetiva: refere-se a encontro de fatos. Subjetiva: refere-se a encontro de pessoas.
151 Proc Processo Penal - PRAZOS
Penal  CONTAGEM – Súmula 710 do STF
 No PROCESSO PENAL, contam-se os prazos da DATA DA INTIMAÇÃO, e NÃO DA JUNTADA aos
autos do mandado ou da carta precatória ou de ordem.
#doCPC #fácildeconfundir. Veja o teor do art. 231, I e VI do CPC:
 Art. 231. Salvo disposição em sentido diverso, considera-se dia do começo do prazo:
 I - a data de juntada aos autos do aviso de recebimento, quando a citação ou a intimação for pelo
correio;
 VI - a data de juntada do comunicado de que trata o art. 232 ou, não havendo esse, a data de
juntada da carta aos autos de origem devidamente cumprida, quando a citação ou a intimação se
realizar em cumprimento de carta;
152 Proc Processo Penal – Algumas Súmulas do STF
Penal  Súmula 523 do STF. Falta de defesa
 No processo penal, a falta da defesa constitui nulidade absoluta, mas a sua deficiência só o
anulará se houver prova de prejuízo para o réu.
153 Proc Processo Penal – Algumas Súmulas do STF
Penal  Súmula 707 do STF. Falta de intimação para contrarrazões.
 Constitui nulidade a falta de intimação do denunciado para oferecer contrarrazões ao recurso
interposto da rejeição da denúncia, não a suprindo a nomeação de defensor dativo.

27
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

154 Proc Processo Penal – Algumas Súmulas do STF


Penal  Súmula 431 do STF. Falta de Intimação da Pauta em Segunda Instância
 É nulo o julgamento de recurso criminal, na segunda instância, sem prévia intimação, ou
publicação da pauta, salvo em habeas corpus.
155 Proc Processo Penal – Algumas Súmulas do STF
Penal  Súmula 709 do STF. Acórdão e provimento do recurso. Recebimento. Salvo nulidade.
 Salvo quando nula a decisão de primeiro grau, o acórdão que provê o recurso contra a rejeição da
denúncia vale, desde logo, pelo recebimento dela.
156 Proc Processo Penal – Algumas Súmulas do STJ
Penal  FALTA GRAVE. INTERROMPE progressão de regime. Súmula 534-STJ
 A prática de falta grave interrompe a contagem do prazo para a progressão de regime de
cumprimento de pena, o qual se reinicia a partir do cometimento dessa infração.
 Macete para não esquecer ou confundir: “No final do ano, interrompemos o “regime” e saímos
da dieta”. Parece bobo...mas muitas vezes ajuda na hora do DESESPERO.
157 Proc Processo Penal – Algumas Súmulas do STJ
Penal  FALTA GRAVE. NÃO Interrompe Livramento Condicional. Súmula 441-STJ
 A falta grave não interrompe o prazo para obtenção do livramento condicional..
158 Proc Processo Penal – Algumas Súmulas do STJ
Penal  FALTA GRAVE. NÃO Interrompe Comutação de Pena e Indulto (regra). Súmula 535-STJ
 A prática de falta grave não interrompe o prazo para fim de comutação de pena ou indulto.
159 Proc Processo Penal – Algumas Súmulas do STJ
Penal  Súmula 493 do STJ. Regime aberto. Condição. Pena substitutiva. Inadmissibilidade.
 É inadmissível a fixação de pena substitutiva (art. 44 do CP) como condição especial ao regime
aberto.

28
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

160 Proc Processo Penal – Algumas Súmulas do STJ


Penal  Súmula 520 do STJ. Saída temporária. Delegação. Impossibilidade.
 O benefício de saída temporária no âmbito da execução penal é ato jurisdicional insuscetível de
delegação à autoridade administrativa do estabelecimento prisional.
161 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 102 – Estatuto do Desarmamento)
 O crime de posse irregular de arma de fogo, acessório ou munição de uso permitido (art. 12 da Lei n.
10.826/2003) é de perigo abstrato, PRESCINDINDO (não precisa) de demonstração de efetiva situação de
perigo, porquanto o objeto jurídico tutelado não é a incolumidade física e sim a segurança pública e a paz
social.

162 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 102 – Estatuto do Desarmamento)


 O art. 14 da Lei n. 10.826/2003 (porte ilegal de arma de uso permitido) é norma penal em branco, que
exige complementação por meio de ato regulador, com vistas a fornecer parâmetros e critérios legais para a
penalização das condutas ali descritas.

163 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 102 – Estatuto do Desarmamento)


 O crime de disparo de arma de fogo (art. 15 da Lei n. 10.826/2003) é crime de perigo abstrato, que presume
a ocorrência de dano à segurança pública e PRESCINDE (não precisa), para sua caracterização, de
comprovação da lesividade ao bem jurídico tutelado.

164 Penal  Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 102 – Estatuto do Desarmamento)


 Não se aplica o princípio da consunção quando os delitos de posse ilegal de arma de fogo e disparo de arma
em via pública são praticados em momentos diversos e em contextos distintos.

165 Penal  Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 102 – Estatuto do Desarmamento)


 A simples conduta de possuir ou de portar arma, acessório ou munição é suficiente para a configuração dos
delitos previstos nos arts. 12, 14 e 16 da Lei n. 10.826/2003, sendo inaplicável o princípio da insignificância.

29
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

166 Penal  Lei 8072/90 - (Lei dos crimes Hediondos). Associação Criminosa “”Qualificada (art. 8º, caput)

 Será de três a seis anos de reclusão a pena prevista no art. 288 do Código Penal (ASSOCIAÇÃO
CRIMINOSA), quando se tratar de prática de crimes hediondos, tortura, tráfico ilícito de entorpecentes e
drogas afins ou terrorismo.
167 Penal  Inovação legislativa 2018. Lei Maria da Penha.Novo TIPO PENAL.
 Art. 24-A. Descumprimento de Medidas Protetivas de Urgência. Fiança apenas judicial.
168 Penal  Lei nº 9.605/98 (Lei dos Crimes Ambientais)
 ENTRE outras, são circunstâncias que agravam a pena, quando não constituem ou qualificam o crime, ser
COMETIDO em DOMINGOS ou FERIADOS.

 CUIDADO. Não há previsão do SÁBADO como agravante!!!!


169 Penal  Sistema vicariante: no caso de semi-inimputável, aplica-se a pena com redução OU medida de
segurança (jamais AMBOS).
 Sistema VICARIANTE ou Unitário >>> Oposição ao Duplo Binário (superado).
170 Penal  Violação de sigilo funcional.
 Na forma simples (art. 325, caput) = subsidiário (“se o fato não constitui crime mais grave”)
 Na forma qualificada (art. 325, §2º) = gerar dano>>>autônomo. Cumulação material.
171 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 114 – Crimes de Trânsito)
 Na hipótese de homicídio praticado na direção de veículo automotor, havendo elementos nos autos
indicativos de que o condutor agiu, possivelmente, com dolo eventual, o julgamento acerca da
ocorrência deste ou da culpa consciente compete ao Tribunal do Júri, na qualidade de juiz
natural da causa. AgRg no AREsp 1013330/TO. DJe 03/10/2018

30
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

172 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 114 – Crimes de Trânsito)


 O fato de a infração ao art. 302 (homicídio culposo) do Código de Trânsito Brasileiro - CTB ter sido
praticada por motorista profissional não conduz à substituição da pena acessória de suspensão
do direito de dirigir por outra reprimenda, pois é justamente de tal categoria que se espera maior
cuidado e responsabilidade no trânsito. AgRg no AREsp 1068852/RS. DJe 02/04/2018
173 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 114 – Crimes de Trânsito)
 Quando não reconhecida a autonomia de desígnios, o crime de lesão corporal culposa (art. 303
do CTB) absorve o delito de direção sem habilitação (art. 309 do CTB), funcionando este como
causa de aumento de pena (art. 303, parágrafo único, do CTB). RHC 61464/RJ. DJe 30/05/2018
174 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 114 – Crimes de Trânsito)
 Os crimes de embriaguez ao volante (art. 306 do CTB) e o de lesão corporal culposa em direção
de veículo automotor (art. 303 do CTB) são autônomos e o primeiro não é meio normal, nem fase de
preparação ou de execução para o cometimento do segundo, não havendo falar em aplicação do
princípio da consunção. AgRg no AREsp 1239057/MS. DJe 11/10/2018
175 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 114 – Crimes de Trânsito)
 O crime do art. 306 (embriaguez ao volante) do CTB é de PERIGO ABSTRATO, sendo despicienda
a demonstração da efetiva potencialidade lesiva da conduta. RHC 97585/SP. DJe 02/08/2018
176 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 114 – Crimes de Trânsito)
 Com o advento da Lei n. 12.760/2012, que modificou o art. 306 do CTB, foi reconhecido ser dispensável
a submissão do acusado a exames de alcoolemia, admite-se a comprovação da embriaguez do
condutor de veículo automotor por vídeo, testemunhos ou outros meios de prova em direito admitidos,
observado o direito à contraprova. AgRg no AREsp 1331345/SP. DJe 24/10/2018

31
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
177 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 114 – Crimes de Trânsito)
 Constitui crime a conduta de permitir, confiar ou entregar a direção de veículo automotor a pessoa que
não seja habilitada, ou que se encontre em qualquer das situações previstas no art. 310*** do CTB,
independentemente da ocorrência de lesão ou de perigo de dano concreto na condução do veículo.
(Súmula n. 575/STJ) (Tese julgada sob o rito do art. 543-C do CPC/1973 - TEMA 901)
 AgRg no REsp 1445330/MG. DJe 26/05/2017
*** pessoa não habilitada, com habilitação cassada ou com o direito de dirigir suspenso, ou, ainda, a
quem, por seu estado de saúde, física ou mental, ou por embriaguez, não esteja em condições de
conduzi-lo com segurança
178 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 114 – Crimes de Trânsito)
 A desobediência a ordem de parada dada pela autoridade de trânsito ou por seus agentes, ou por
policiais ou outros agentes públicos no exercício de atividades relacionadas ao trânsito, NÃO
CONSTITUI CRIME DE DESOBEDIÊNCIA, pois há previsão de sanção administrativa específica no art.
195 do CTB, o qual não estabelece a possibilidade de cumulação de punição penal. HC 369082/SC. DJe
01/08/2017
179 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 108 – Estatuto do Desarmamento II)
 O simples fato de possuir ou portar munição caracteriza os delitos previstos nos arts. 12, 14 e 16 da Lei
n. 10.826/2003, por se tratar de crime de perigo abstrato e de mera conduta, sendo prescindível a
demonstração de lesão ou de perigo concreto ao bem jurídico tutelado, que é a incolumidade pública.
 HC 432691/MG,Rel. Ministro JORGE MUSSI, QUINTA TURMA,Julgado em 21/06/2018,DJE 28/06/2018
180 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 108 – Estatuto do Desarmamento II)
 A apreensão de ínfima quantidade de munição desacompanhada de arma de fogo, excepcionalmente, a
depender da análise do caso concreto, pode levar ao reconhecimento de atipicidade da conduta, diante da
ausência de exposição de risco ao bem jurídico tutelado pela norma.REsp 1735871/AM. DJE 22/06/2018
181 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 108 – Estatuto do Desarmamento II)
 O delito de comércio ilegal de arma de fogo, acessório ou munição, tipificado no art. 17, caput e
parágrafo único, da Lei de Armas, nunca foi abrangido pela abolitio criminis temporária prevista nos
arts. 5º, § 3º, e 30 da Lei de Armas ou nos diplomas legais que prorrogaram os prazos previstos nos
referidos dispositivos. AgRg no REsp 1692637/SC. DJE 16/05/2018
32
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

182 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 108 – Estatuto do Desarmamento II)
 Para a configuração do tráfico internacional de arma de fogo, acessório ou munição não basta
apenas a procedência estrangeira do artefato, sendo necessário que se comprove a
internacionalidade da ação. CC 133823/PR. DJE 15/10/2014 (tem decisões monocráticas mais
recentes)
183 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 87 – Crimes contra o Patrimônio IV)
 No crime de extorsão, a ameaça a que se refere o caput do art. 158 do CP, exercida com o fim de
obter a indevida vantagem econômica, pode ter por conteúdo grave dano aos bens da vítima.
 HC 343825/SC. DJE 21/09/2016.
184 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 87 – Crimes contra o Patrimônio IV)
 O delito de dano ao patrimônio público, quando praticado por preso para facilitar a fuga do
estabelecimento prisional, demanda a demonstração do dolo específico de causar prejuízo ao bem
público (animus nocendi), sem o qual a conduta é atípica. AgRg no AREsp 578521/GO. 10/2016
185 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 87 – Crimes contra o Patrimônio IV) SUPERADO
 A ausência de menção expressa ao patrimônio do Distrito Federal no art. 163, parágrafo único, III, do
Código Penal torna inviável a configuração da forma qualificada do crime de dano quando o bem
danificado for distrital, em virtude da vedação da analogia in malam partem no sistema penal
brasileiro.
 CP, art. 163, III - contra o patrimônio da União, de Estado, do Distrito Federal, de Município ou de
autarquia, fundação pública, empresa pública, sociedade de economia mista ou empresa
concessionária de serviços públicos; (Redação dada pela Lei nº 13.531, de 2017)

33
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

186 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 87 – Crimes contra o Patrimônio IV)
 O crime de apropriação indébita previdenciária (art. 168-A do CP) é de natureza material e exige a
constituição definitiva do débito tributário perante o âmbito administrativo para configurar-se como
conduta típica. AgRg no REsp 1644719/SP. DJE 31/05/2017
187 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 87 – Crimes contra o Patrimônio IV)
 O delito de apropriação indébita previdenciária constitui crime omissivo próprio, que se perfaz
com a mera omissão de recolhimento da contribuição previdenciária dentro do prazo e das formas
legais, prescindindo, portanto, do dolo específico. AgRg no REsp 1477691/DF. DJE 28/10/2016
188 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 87 – Crimes contra o Patrimônio IV)
 É possível o reconhecimento da continuidade delitiva de crimes de apropriação indébita
previdenciária (art. 168-A do CP), bem como entre o crime de apropriação indébita previdenciária e
o crime de sonegação previdenciária (art. 337-A do CP) praticados na administração de empresas
distintas, mas pertencentes ao mesmo grupo econômico. AgRg no REsp 1396259/RS. DJE
30/03/2016
189 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 87 – Crimes contra o Patrimônio IV)
 O pagamento integral dos débitos oriundos de apropriação indébita previdenciária, ainda que
efetuado após o recebimento da denúncia, mas antes do trânsito em julgado da sentença
condenatória, extingue a punibilidade, nos termos do art. 9º, § 2º, da Lei n. 10.684/03. HC
090308/SP. DJE 12/06/2015 SUPERADA.
190 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 87 – Crimes contra o Patrimônio IV)
 Talonário de cheques pode ser objeto material do crime de receptação, dada a existência de valor
econômico do bem e a possibilidade de posterior utilização fraudulenta para obtenção de vantagem
ilícita. CC 112108/SP. DJE 15/09/2014

34
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

191 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 87 – Crimes contra o Patrimônio IV)
 É inaplicável o princípio da consunção entre os crimes de receptação e porte ilegal de arma de
fogo por serem delitos autônomos e de natureza jurídica distinta, devendo o agente responder por
ambos os delitos em concurso material. AgRg no REsp 1494204/RS. DJE 27/03/2017
192 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 82 – Crimes contra o Patrimônio III - Estelionato)
 O princípio da insignificância é inaplicável ao crime de estelionato quando cometido contra a
administração pública, uma vez que a conduta ofende o patrimônio público, a moral administrativa
e a fé pública, possuindo elevado grau de reprovabilidade. RHC 056754/RS. DJE 12/05/2016
193 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 82 – Crimes contra o Patrimônio III - Estelionato)
 O delito de estelionato previdenciário (art. 171, § 3º do CP), praticado pelo próprio beneficiário,
tem natureza de crime permanente uma vez que a ofensa ao bem jurídico tutelado é reiterada,
iniciando-se a contagem do prazo prescricional com o último recebimento indevido da remuneração.
AgRg no AREsp 962731/SC. DJE 30/09/2016
194 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 82 – Crimes contra o Patrimônio III - Estelionato)
 O delito de estelionato previdenciário, praticado para que terceira pessoa se beneficie
indevidamente, é crime instantâneo com efeitos permanentes, iniciando-se a contagem do prazo
prescricional a partir da primeira parcela do pagamento relativo ao benefício indevido. RHC
066487/PB. DJE 01/04/2016
195 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 82 – Crimes contra o Patrimônio III - Estelionato)
 A devolução à Previdência Social da vantagem percebida ilicitamente, antes do recebimento da
denúncia, não extingue a punibilidade do crime de estelionato previdenciário, podendo,
eventualmente, caracterizar arrependimento posterior, previsto no art. 16 do CP. EDcl no AgRg no
REsp 1540140/RS. DJE 05/12/2016

35
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

196 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 82 – Crimes contra o Patrimônio III - Estelionato)
 O delito de estelionato é consumado no local em que se verifica o prejuízo à vítima. AgRg no CC
146524/SC,Rel. DJE 30/03/2017
197 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 82 – Crimes contra o Patrimônio III - Estelionato)
 O pagamento de cheque emitido sem provisão de fundos, após o recebimento da denúncia, não
obsta ao prosseguimento da ação penal. (Súmula n. 554/STF). RHC 058993/RJ,Rel. Ministro FELIX
FISCHER, QUINTA TURMA,Julgado em 22/09/2015,DJE 30/09/2015
198 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 57 – Crimes contra a Administração Pública II)
 A importação clandestina de medicamentos configura crime de contrabando, aplicando-se,
excepcionalmente, o princípio da insignificância aos casos de importação não autorizada de
pequena quantidade para uso próprio. AgRg no REsp 1572314/RS. DJE 10/02/2017
199 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 57 – Crimes contra a Administração Pública II)
 Para a caracterização do delito de contrabando de máquinas programadas para exploração de
jogos de azar, é necessária a demonstração de fortes indícios (e/ou provas) da origem estrangeira
das máquinas ou dos seus componentes eletrônicos e a entrada, ilegalmente, desses equipamentos
no país. CC 150310/SP. DJE 13/02/2017
200 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 57 – Crimes contra a Administração Pública II)
 O pagamento ou o parcelamento dos débitos tributários não extingue a punibilidade do crime de
descaminho, tendo em vista a natureza formal do delito. HC 271650/PE. DJE 09/03/2016

36
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

201 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 57 – Crimes contra a Administração Pública II)
 Quando o falso se exaure no descaminho, sem mais potencialidade lesiva, é por este absorvido,
como crime-fim, condição que não se altera por ser menor a pena a este cominada. (Tese julgada
sob o rito do art. 543-C do CPC/73 TEMA 933). AgRg no REsp 1347057/PR. DJE 24/08/2016
202 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 51 – Crimes contra o Patrimônio II)
 Há concurso material entre os crime de roubo e extorsão quando o agente, após subtrair bens da
vítima, mediante emprego de violência ou grave ameaça, a constrange a entregar o cartão
bancário e a respectiva senha para sacar dinheiro de sua conta corrente. AgRg no AREsp
745957/ES. DJE 10/12/2015
203 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 51 – Crimes contra o Patrimônio II)
 O roubo praticado em um mesmo contexto fático, mediante uma só ação, contra vítimas
diferentes, enseja o reconhecimento do concurso formal de crimes, e não a ocorrência de crime
único. HC 315059/SP. DJE 27/10/2015
204 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 51 – Crimes contra o Patrimônio II)
 Cabe a defesa o ônus da prova de demonstrar que a arma empregada para intimidar a vítima é
desprovida de potencial lesivo. HC 314292/SP. DJE 25/08/2015
205 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 51 – Crimes contra o Patrimônio II)
 A utilização de arma sem potencialidade lesiva, atestada por perícia, como forma de intimidar a
vítima no delito de roubo, caracteriza a elementar grave ameaça, porém, não permite o
reconhecimento da majorante de pena. HC 331338/RJ. DJE 19/10/2015

37
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

206 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 51 – Crimes contra o Patrimônio II)
 Não há continuidade delitiva entre roubo e furto, porquanto, ainda que possam ser considerados
delitos do mesmo gênero, não são da mesma espécie. AgRg no REsp 1525229/MG . DJE
11/06/2015
207 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 51 – Crimes contra o Patrimônio II)
 Não é possível o reconhecimento da continuidade delitiva entre os crimes de roubo e latrocínio
pois, apesar de se tratarem de delitos do mesmo gênero, não são da mesma espécie, devendo
incidir a regra do concurso material. HC 222928/SP. DJE 29/09/2015
208 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 51 – Crimes contra o Patrimônio II)
 Há concurso formal impróprio no crime de latrocínio nas hipóteses em que o agente, mediante uma
única subtração patrimonial provoca, com desígnios autônomos, dois ou mais resultados morte.
HC 336680/PR. DJE 26/11/2015
209 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 47 – Crimes contra o Patrimônio)
 A QUALIFICADORA prevista no art. 155, parágrafo 4º, inciso I, do CP (rompimento de obstáculo)
SE APLICA às hipóteses em que a violência empregada no rompimento do obstáculo for contra a
própria coisa furtada. REsp 1395838/SP. DJE 28/05/2014 ATENÇÃO VIDE ABAIXO
210 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 47 – Crimes contra o Patrimônio)
 A QUALIFICADORA prevista no art. 155, parágrafo 4º, inciso I, do CP (rompimento de obstáculo)
NÃO SE APLICA às hipóteses em que a violência empregada no rompimento do obstáculo for contra
a própria coisa furtada. AgRg no AREsp 230117/DF. DJE 03/03/2015 (julgado mais recente)

38
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

211 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 47 – Crimes contra o Patrimônio)


 O rompimento ou destruição do vidro do automóvel com a finalidade de subtrair objetos
localizados em seu interior QUALIFICA o furto. HC 273228/SP. DJE 03/08/2015
212 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 47 – Crimes contra o Patrimônio)
 É possível o reconhecimento do privilégio previsto no § 2º do art. 155 do CP nos casos de crime de
furto qualificado, se estiverem presentes a primariedade do agente, o pequeno valor da coisa e a
qualificadora for de ordem objetiva. (Súmula n. 511/STJ) (Tese julgada sob o rito do Art. 543-
C/1973 - TEMA 561). HC 313252/RJ. DJE 30/09/2015
213 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 47 – Crimes contra o Patrimônio)
 A prática do delito de furto qualificado por escalada, destreza, rompimento de obstáculo ou
concurso de agentes indica a reprovabilidade do comportamento do réu, sendo inaplicável o
princípio da insignificância. AgRg no AREsp 694006/SP. DJE 13/11/2015
214 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 47 – Crimes contra o Patrimônio)
 Para reconhecimento do crime de furto privilegiado é indiferente que o bem furtado tenha sido
restituído à vítima, pois o critério legal para o reconhecimento do privilégio é somente o pequeno
valor da coisa subtraída. HC 330156/SC. DJE 10/11/2015
215 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 47 – Crimes contra o Patrimônio)
 Para efeito da aplicação do princípio da bagatela, é imprescindível a distinção entre valor
insignificante e pequeno valor, uma vez que o primeiro exclui o crime e o segundo pode
caracterizar o furto privilegiado. HC 318043/MS. DJE 23/06/2015

39
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

216 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 47 – Crimes contra o Patrimônio)


 É inadmissível aplicar, no furto qualificado, pelo concurso de agentes, a majorante do roubo.
(Súmula n. 442/STJ)
217 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 47 – Crimes contra o Patrimônio)
 A lesão jurídica resultante do crime de furto não pode ser considerada insignificante quando o valor
dos bens subtraídos perfaz mais de 10% do salário mínimo vigente à época dos fatos.
AgRg no REsp 1503539/GO. DJE 08/09/2015
218 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 47 – Crimes contra o Patrimônio)
 Nos casos de contituidade delitiva o valor a ser considerado para fins de concessão do privilégio
(artigo 155, § 2º, do CP) ou do reconhecimento da insignificância é a soma dos bens subtraídos.
AgRg no AREsp 712222/MG. DJE 09/11/2015
219 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 47 – Crimes contra o Patrimônio)
 O SINAL de TV a cabo PODE ser EQUIPARADO à energia elétrica para fins de configuração do
delito do art. 155, § 3º, do Código Penal. RHC 030847/RJ. DJE 04/09/2013 ATENÇÃO VIDE ABAIXO
220 Penal Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 47 – Crimes contra o Patrimônio)
 A CAPTAÇÃO clandestina de SINAL DE TELEVISÃO fechada ou a cabo NÃO CONFIGURA o crime
previsto no art. 155, § 3º, do Código Penal. AgRg no REsp 1185601/RS. DJE 23/09/2013 (julgado
mais recente)

40
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

221 Penal Crimes contra a ORDEM TRIBUTÁRIA Praticados POR PARTICULARES (art. 1º e 2º). Lei 8.137/90
 OBJETIVO: não pagar ou pagar menos tributo ATRAVÉS DE:
 Omissões. Inserção de dados falsos ou inexatos. • Não fornecimento ou alteração de nota fiscal.
 Não recolhimento no prazo legal de valor descontado ou cobrado. • Exigência, pagamento ou recebimento de
porcentagem sobre parcela dedutível ou reduzida de imposto ou contribuição como incentivo fiscal. • Não
aplicação ou aplicaçãi em desacordo de incentivo fiscal. • Utilização ou divulgação de programa “software” que
permita “contabilidade paralela – caixa 2”
222 Penal Crimes contra a ORDEM TRIBUTÁRIA Praticados POR FUNCION. PÚBLICOS (art 3º). Lei 8.137/90
 CRIMES FUNCIONAIS. • Extraviar livro ou documento ACARRETANDO pagamento indevido ou inexato. •
Exigir, solicitar ou receber, vantagem INDEVIDA ou promessa de vantagem PARA deixar de lançar ou cobrar
tributo (total ou parcial) .• Patrocinar interesse privado valendo-se da qualidade de funcionário público
223 Penal Crimes contra a ORDEM ECONÔMICA (art 4º). Lei 8.137/90
 OBJETIVO: dominação do mercado ATRAVÉS DE:
 Abuso do poder econômico, mediante ajuste ou acordo entre empresas. • Fixação artificial de preços,controle
regionalizado do mercado. • Controle em detrimento da concorrência de rede de distribuição.
224 Penal Crimes contra a RELAÇÃO DE CONSUMO (art 7º). Lei 8.137/90
 OBJETIVO: prejudicar o consumidor para ter lucro ilegal. ATRAVÉS DE:
 Venda ou exposição de produto que não corresponda à qualidade, quantidade, especificação, etc.
 Mistura ou inserção de insumos não correspondentes aos ofertados. • Fraudando preços: venda em partes do
que se vende em conjunto OU em conjunto o que se vende por partes. Vendendo produto com insumo não
utilizado (quando anunciado). Alterando valor sem mudar a essência produto, “dando só outra cara”. •
Induzindo em erro o consumidor (afirmação falsa ou enganosa). • Aumento de preços: destruindo ou
inutilizando mercadoria com este fim. •Tendo em depósito ou vendendo produtos em condições impróprias
225 Penal Crimes contra a RELAÇÃO DE CONSUMO MODALIDADES CULPOSAS (art. 7º, PU c/c art. 7º, II, III e IX)
 Reduz a pena e a detenção em 1/3 e a multa à quinta parte. (#seliga #%diferentes)
 Vender ou expor com especificações em desacordo ou sem corresponder classificação oficial (art. 7º, II)
 Misturar gêneros de espécies diferentes para vender como puros ou de qualidade desigual para vender pelo
preço daquela de mais alto custo.(art. 7º, III) •Ter em depósito ou vender em condições impróprias ao consumo
(art. 7º, IX)

41
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
226 Penal Crimes contra a Administração Pública Praticados por Funcionários Públicos
 INSERÇÃO de dados falsos em sistemas de informação (CP. Art. 313-A)
 Inserir ou facilitar, o funcionário AUTORIZADO
 A inserção de dados falsos ou alterar ou excluir indevidamente dados corretos nos sistemas
informatizados ou bancos de dados da Administração Pública
 Com o fim de obter vantagem indevida para si ou para outrem OU para causar dano (dolo específico)
227 Penal  Crimes contra a Administração Pública Praticados por Funcionários Públicos
 MODIFICAÇÃO ou ALTERAÇÃO não autorizada de sistema de informações (CP. Art. 313-B)
 Modificar ou alterar sistema de informações ou programa de informática
 Funcionário SEM AUTORIZAÇÃO ou SEM SOLICITAÇÃO de autoridade competente
 Aumento de pena: são aumentadas de um 1/3 (um terço) até 1/2 (metade) se há dano para
Administração ou Administrado.
228 Penal Crimes contra a Administração Pública Praticados por PARTICULARES
 Resistência(art. 329) OPOR-SE à execução de ATO LEGAL
 Mediante violência ou ameaça a funcionário competente para executá-lo ou a quem lhe esteja prestando
auxílio QUALIFICADA: Se o ato, em razão da resistência, não se executa.
229 Penal Crimes contra a Administração Pública Praticados por PARTICULARES
 Desobediência (art. 330) DESOBEDECER a ORDEM LEGAL de funcionário público.
 “(..)Havendo previsão, na seara administrativa, para a conduta do cidadão que não obedece à ordem de
parada do agente de trânsito, gênero do qual é espécie o policial rodoviário federal, e não sendo
cumulada a possibilidade da infração administrativa com a de natureza penal, não há que se falar na
tipificação do delito descrito no art. 330 do CP.(STJ. HC 348.265/SC. e 26/08/2016)
230 Penal Crimes contra a Administração Pública Praticados por PARTICULARES
 CONTRABANDO E DESCAMINHO
 Aumento de pena: A pena aplica-se em dobro se o crime de descaminho é praticado em transporte
aéreo, marítimo ou fluvial.

42
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

231 Penal Dos Crimes Praticados por Particular Contra a Administração Pública Estrangeira
Corrupção ativa em transação comercial internacional art. 337-B)
PROMETER, OFERECER ou DAR (mais amplo que o art. 333 do CP que não prevê o “DAR”)
 Direta ou indiretamente. Vantagem indevida a funcionário público estrangeiro, ou a terceira pessoa
para determiná-lo a praticar, omitir ou retardar ato de ofício relacionado à transação comercial
internacional. AUMENTO DE PENA: se o funcionário pratica ou retarda o ato.
232 Penal Dos Crimes Praticados Contra a Administração da Justiça
 Falso testemunho ou falsa perícia (art. 342) FAZER afirmação FALSA OU NEGAR OU CALAR a
verdade Como testemunha, perito, contador, tradutor ou intérprete em processo judicial, ou
administrativo, inquérito policial, ou em juízo arbitral.
 AUMENTO DE PENA: 1/6 a 1/3, se o crime é praticado mediante suborno ou se cometido com o fim de
obter prova destinada a produzir efeito em processo penal, ou em processo civil em que for parte
entidade da administração pública direta ou indireta. Fato DEIXA de ser PUNÍVEL: antes da sentença
(no processo do ilícito), o agente se RETRATA ou DECLARA a verdade.

233 Penal Dos Crimes Praticados Contra a Administração da Justiça


 Auto-acusação falsa (art. 341) ACUSAR-SE, perante a autoridade, de crime inexistente ou praticado
por outrem. NÃO prevê CONTRAVENÇÃO
234 Penal Dos Crimes Praticados Contra a Administração da Justiça
 EXPLORAÇÃO DE PRESTÍGIO (art. 357). Solicitar ou receber dinheiro ou qualquer outra utilidade
 A pretexto de influir em juiz, jurado, órgão do Ministério Público, funcionário de justiça, perito, tradutor,
intérprete ou testemunha. AUMENTO DE PENA: é aumentada de 1/3 se o agente alega ou insinua que
o dinheiro ou utilidade também se destina a qualquer das pessoas referidas.
235 Penal Crimes contra a Administração Pública Praticados por PARTICULARES
 TRÁFICO DE INFLUÊNCIA (art. 332). Solicitar, exigir, cobrar ou obter. Para si ou para outrem
 Vantagem ou promessa de vantagem. A pretexto de influir em ato praticado por funcionário público no
exercício da função AUMENTO DE PENA: é aumentada da 1/2 (metade), se o agente alega ou
insinua que a vantagem é também destinada ao funcionário. (#SELIGA #exploraçãoprestígio)
43
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

236 Penal Dos Crimes Praticados Contra a Administração da Justiça


 Favorecimento pessoal (art. 348)
 Auxiliar a subtrair-se À ação de autoridade pública autor de crime sujeito a reclusão.
 ISENÇÃO DE PENA: quem presta o auxílio é ascendente, descendente, cônjuge ou irmão do
criminoso
 Favorecimento real PRIVILEGIADO (art. 348, §1º). Se o crime não é sujeito à reclusão.
 Se é Contravenção o autor, o fato é ATÍPICO.
237 Penal Dos Crimes Praticados Contra a Administração da Justiça
 Favorecimento real (art. 349)
 Prestar a criminoso, fora dos casos de co-autoria ou de receptação Auxílio destinado a tornar
seguro o proveito do crime.

238 Penal Dos Crimes Praticados Contra a Administração da Justiça


 Favorecimento real (art. 349-A)
 Ingressar, promover, intermediar, auxiliar ou facilitar A entrada de aparelho telefônico de
comunicação móvel, de rádio ou similar Sem autorização legal, em estabelecimento prisional.
239 Penal Dos Crimes Praticados Contra a Administração da Justiça
 Patrocínio simultâneo ou TERGIVERSAÇÃO (art. 355, PU)
 Advogado ou procurador judicial que defende na mesma causa
 Simultânea ou sucessivamente - Partes contrárias.

240 Penal Dos Crimes Praticados Contra a Administração da Justiça


 Evasão mediante violência contra a pessoa (art. 352) Crime de Atentado
 Evadir-se ou tentar evadir-se o preso ou o indivíduo submetido a medida de segurança detentiva
 Usando de violência contra a pessoa

44
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

241 CDC Classificação dos Direitos Coletivos em sentido amplo.


 DIFUSOS: transindividuais, de natureza indivisível. Pessoas indeterminadas, ligadas por
circunstância de FATO. (Grupo é INDETERMINÁVEL). Exemplo: meio ambiente.
242 CDC Classificação dos Direitos Coletivos em sentido amplo.
 COLETIVOS: transindividuais, de natureza indivisível, de categoria ou classe de pessoas ligdas por
uma RELAÇÃO JURÍDICA BASE. (Grupo é DETERMINÁVEL). Exemplo: cláusula abusiva em
contrato de adesão.
243 CDC Classificação dos Direitos Coletivos em sentido amplo.
 INDIVIDUAIS HOMOGÊNEOS: decorrentes de ORIGEM COMUM. Exemplo: compradores de
veículos com mesmo defeito de fabricação.
244 CDC Ações coletivas. Efeitos da coisa julgada.
 DIFUSOS: Erga Omnes.
 COLETIVOS: Ultra Partes, mas limitadamente ao grupo, categoria ou classe.
 EXCETO se (vale para ambos) a ação for julgada IMPROCEDENTE por insuficiência de prova.
Legitimados poderão propor outra ação, com idêntico fundamento, valendo-se de nova prova.
245 CDC Ações coletivas. Efeitos da coisa julgada.
 INDIVIDUAIS HOMOGÊNEOS: erga omnes, apenas no caso de PROCEDÊNCIA do pedido, para
beneficiar todas as vítimas e seus sucessores.

45
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

246 CDC Responsabilidade das Sociedades


 CONSORCIADAS: SOLIDÁRIA
 INTEGRANTES dos Grupos Societários e Controladas: SUBSIDIÁRIA
 COLIGADAS: só responderão por CULPA
247 CDC Instrumentos x Princípios (arts. 4 e 5 do CDC)
 MACETE. Memorize os instrumentos (mais fácil) para não confundí-los com princípios.
 “Quatro (4) dos cinco (5) INSTRUMENTOS são ligados à ideia de “JUSTIÇA”: Assistência Jurídica,
Promotorias, Delegacias e Juizados Especiais no âmbito da Defesa do Consumidor.
 O único instrumento que “foge” à regra é: concessão de estímulos à criação e desenvolvimento
das Associações de Defesa do Consumidor
248 CDC  FATO do produto ou serviço: acontecimento “anormal”, não oferece segurança, reparação do
dano. Responsabilidade do “fabricante” em regra. Prazos são PRESCRICIONAIS de 5 anos.
249 CDC  VÍCIO do produto ou serviço: refere-se a qualidade ou quantidade. Substituição do produto ou
reexecução do serviço, entre outros. Responsabilidade do “fornecedor” em regra. Prazos são
DECADENCIAIS: 30 dias para não duráveis e de 90 dias para os duráveis.
250 CDC  PRAZO para Sanar VÍCIO:
 REGRA: 30 DIAS
 Fornecedor e consumidor podem alterar prazos: mínimo de 7 e máximo de 180 dias.
 Se constar de “contrato de adesão”: cláusula deve ser CONVENCIONADA em separado +
manifestação EXPRESSA do consumidor.

46
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

251 CDC  CLÁUSULAS ABUSIVAS (nulas) no CDC.


 É possível LIMITAR a indenização devida pelo fornecedor em contratos de consumo?
Em REGRA >> NÃO
Excepcionalmente, SIM: desde que o consumidor seja Pessoa Jurídica + ocorra situação
justificável (CDC, art. 51, I)

252 CDC  É possível aplicar Sanções Administrativas antes da Instauração de Procedimento Administrativo?
 Sim, por meio de medida cautelar, que poderá ser antecedente ou incidente ao procedimento (CDC,
art. 56, § único)

253 CDC  As penas de CASSAÇÃO de ALVARÁ de licença, de INTERDIÇÃO e de SUSPENSÃO temporária da


ATIVIDADE, bem como a de INTERVENÇÃO ADMINISTRATIVA, serão aplicadas mediante
procedimento administrativo, assegurada ampla defesa, quando o fornecedor REINCIDIR na prática
das infrações de maior gravidade previstas no CDC e na legislação de consumo. (art. 59, CDC)

254 CDC  A pena de INTERVENÇÃO ADMINISTRATIVA será aplicada sempre que as circunstâncias de fato
desaconselharem a cassação de licença, a interdição ou suspensão da atividade.

255 CDC  Crime: permitir o ingresso em estabelecimentos comerciais ou de serviços de um número maior de
consumidores que o fixado pela autoridade administrativa como máximo. (art. 65, §2º)

47
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
256 Admin Lei de Improbidade Administrativa. AGENTE PÚBLICO (art. 1º)
 Mais amplo possível. Abrange servidor e não servidor. Basta ter vínculo com a Administração, mesmo
que transitório ou sem remuneração.
 Administração Direta ou Indireta, de qualquer dos entes federados ou empresas em que o erário
tenha participado com 50 % ou mais do patrimônio ou receita anual.
 Caso o erário tenha participado com menos de 50 % a repercussão do ilícito incide sobre a
contribuição dos cofres públicos.

257 Admin Lei de Improbidade Administrativa. PARTICULAR (art. 3º)


 Responde apenas em conjunto com “agente público”.
 Induza, concorra ou se beneficie de forma direta ou indireta.
258 Admin Lei de Improbidade Administrativa
Ato de Improbidade que IMPORTE ENRIQUECIMENTO ILÍCITO (art. 9º)
 Auferir qualquer tipo de vantagem patrimonial indevida em razão do cargo, emprego ou função
 Maior parte das hipóteses tem os verbos (RECEBER, PERCEBER, UTILIZAR)
 Decorre da função “RECEBER, PERCEBER .....PARA FAZER “X, Y, Z”
 UTILIZAR, USAR “em” proveito próprio...
 Adquirir, no exercício da “função pública” bens de qualquer natureza cujo valor seja desproporcional à
evolução do patrimônio ou renda .

48
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
Lei de Improbidade Administrativa . Ato de Improbidade que CAUSA LESÃO AO ERÁRIO
259 Admin  ADMITE modalidade DOLOSA ou CULPOSA
 Causa lesão ao erário (sem enriquecimento ilícito, senão encaixa no art. 9º)
 São condutas, pelas quais o “agente público” PREJUDICA a Administração.
 FACILITA, CONCORRE, PERMITE que terceiro se beneficie.
 LIBERA recursos, DOA bens, REALIZA operações, CONCEDE benefícios, CELEBRA CONTRATOS (parcerias):
em desacordo com a “lei”
 FRUSTA licitude da licitação. ORDENA despesas não autorizadas. AGE negligentemente nas parcerias
(celebração, fiscalização, etc) (art. 10)
260 Admin Lei de Improbidade Administrativa .Ato de Improbidade ESPÉCIFICO
Imposto “ISS” #SELIGA” “Vigência a partir de 01/01/2018” (art.10-A)
 Conceder, aplicar ou manter benefício financeiro ou tributário contrário ao que dispõem caput e 1º do art.
8º-A da LC 116/2003 (que regulamento ISS)
 Alíquota mínima de 2 %¨(dois por cento) #vaicair
Lei de Improbidade Administrativa
110 Admin Ato de Improbidade que ATENTA CONTRA OS PRINCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO (art. 11)
 Condutas que “descumprem” a LEI OU princípios sem “enriquecimento ilícito” ou “dano ao erário”
 Não pratica ato de ofício. Frustra concurso. Não fiscaliza contas. Não cumpre regras de acessibilidade.
Pratica ato visando fim proibido em lei. Revela fato (que deva guardar segredo ou afeta economia).

49
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
261 Admin Lei de Improbidade Administrativa. Art. 9º Enriquecimento
 Perda de bens ou valores
 Ressarcimento integral do dano
 Perda da função pública
 Suspensão direitos políticos de 8 a 10 anos
 Multa de até 3 x valor acréscimo
 Proibição de contratar: 10 anos
262 Admin Lei de Improbidade Administrativa . Art. 10 Dano ao erário
 Ressarcimento integral do dano
 Perda da função pública
 Suspensão direitos políticos de 5 a 8 anos
 Multa de até 2 x valor prejuízo
 Proibição de contratar: 5 anos

=================== Art. 10-A #SELIGA #NOVO


 Perda da função pública
 Suspensão direitos políticos de 5 a 8 anos
 Multa de até3 x valor prejuízo (benefício concedido)
263 Admin Lei de Improbidade Administrativa. Resposta preliminar (art.17, §8º)
 Notificação do “agente público” para responder em 15 dias.

264 Admin Lei de Improbidade Administrativa . Recebimento da Petição Inicial. (art.17, §8º)
 Notificação recebida, juiz em 30 decide (rejeição contestar
 Do recebimento: cabe agravo de INSTRUMENTO.

50
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

265 Admin Lei de Improbidade Administrativa . ÚNICO TIPO PENAL da LIA (art. 19)
 Representar contra “agente público” OU terceiro beneficiário
 Quando sabe que é inocente
266 Admin Lei de Improbidade Administrativa . PRESCRIÇÃO (art. 23)
 5 anos do término do mandato, cargo em comissão ou função de confiança

 5 anos da apresentação à Administração Pública da prestação de contas final .

 Prazo prescricional da lei específica para faltas disciplinares puníveis com demissão a bem do serviço
público, no caso de exercício de cargo efetivo ou emprego

267 Admin Administração Pública


Sentidos objetivo, material ou funcional
 São as atividades próprias da função administrativa. O que importa é a função e não quem a
exerce.
 Engloba as atividades;
1. O FOMENTO: incentivo às atividades privadas de interesse coletivo.
2. A POLÍCIA ADMINISTRATIVA: limitações dos direitos individuais em prol dos coletivos.
3.SERVIÇOS PÚBLICOS: prestações concretas que representem, em si mesmas, diretamente,
utilidades ou comodidades para a coletividade. Podem ser prestadas diretamente ou indiretamente
através de “delegatários”.
4.INTERVENÇÃO: do Estado na economia, na propriedade, na concorrência, na regulação do
mercado.

51
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

268 Admin Órgãos Públicos


 Conceito de Hely Lopes Meirelles: órgãos públicos são “centros de competência instituídos
para o desempenho de funções estatais, através de seus agentes, cuja atuação é imputação à
pessoa jurídica.”
 Estão subordinados a entidades políticas ou administrativas.
 Não possuem personalidade jurídica, apesar de possuir personalidade judiciária, na defesa de
suas prerrogativas.
 Resultam da desconcentração.

269 Admin Órgãos Públicos Classificação Quanto a estrutura


 Órgãos simples ou unitários: não possuem divisões. Só um centro de competências. Podem ter
vários cargos ou agentes.
 Órgãos compostos: tem em sua estrutura diversos órgãos. Exemplo: Ministério da Segurança
Pública que engloba, entre outros, os Departamentos de Polícia Federal, Rodoviária Federal e
Penitenciário Nacional.

270 Admin Órgãos Públicos


Classificação
Quanto a atuação funcional
 Órgãos singulares: unipessoais. Um único agente, chefe e representante. Ex: Presidência da
República.
 Órgãos colegiados: pluripessoais. Vários agentes. Ex: Senado, Tribunais, Conselhos.

52
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

271 Admin Órgãos Públicos


Classificação
Quanto a posição estatal
 Órgãos independente. Previstos na CF/88. Sem qualquer subordinação hierárquica ou funcional.
Atribuições exercidas pelos agentes políticos. Ex: MP, Judiciário, Senado.
 Órgãos autônomos: cúpula, abaixo somente dos independentes. Ex: Ministérios.
 Órgãos superiores: sem autonomia administrativa ou financeira, mas com atribuições de direção,
controle e decisão. Controle hierárquico.
 Órgãos subalternos: executivos, com grande vinculação a várias esferas hierárquicas. Poder
decisório bastante reduzido. Ex: portaria, seções, etc.

272 Admin Agente público


Conceito
 Designação ampla. Engloba: servidor público (regime estatutário) e empregado público (regime
celetista).
 Funcionário público: designação em desuso, restando a hipótese definida no art. 327 do Código
Penal (ampla, com ou sem remuneração, etc).

273 Admin Agentes públicos


Classificação
 Classificação dos agentes públicos conforme Hely Lopes Meirelles:
 Agentes políticos. Agentes administrativos. Agentes honoríficos. Agentes delegados .
Agentes credenciados.

53
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
274 Admin Agentes Políticos
 Competências derivadas diretamente da Constituição. Não tem as mesmas normas funcionais
dos demais servidores públicos. Em regra, são nomeados através de eleição, nomeação e
designação. Exemplos> chefes do Poder Executivo, membros do MP e Magistratura.

275 Admin Agentes Administrativos


 Servidores públicos: estatutários. Empregados públicos: celetistas
 Temporários: contratados por tempo determinado para atender a necessidade temporária de
excepcional interesse público. Não tem cargo, nem emprego. Exercem função pública. Natureza
do vínculo é contratual (sem vínculo empregatício).
276 Admin Agentes Honoríficos
 Cidadãos que são requisitados ou designados. São temporários. Não tem vínculo funcional,
apenas para fins penais (art. 327 do CP). Em regra, não são remunerados. Exemplos: jurados,
mesários eleitorais, etc.

277 Admin Agentes Delegados


 Particulares que exercem determinada atividade, obra ou serviço público em seu próprio nome,
mas sob fiscalização do Estado.
 Responsabilidade objetiva e sujeitos a MS.
 Exemplos: tabelião, registrador civil, concessionário, etc.

54
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
278 Admin Agentes Credenciado
 Tem a incumbência de representar o Brasil em determinado evento, ou de realizar determinada
atividade específica. (Conferência Internacional sobre Direitos Humanos, por exemplo).

279 Admin Administração Direta


 Atuação das entidades políticas (União, Estados, Municípios e DF) através de seus Ministérios e
Secretarias (órgãos).
 Desconcentração (repartição de competências entre órgãos). Pode ser por matéria >> saúde,
educação. Geográfica. Superintendências da PF no RS, PR, MG ou por Hierarquia >> Ministério
>>> Departamento da PF >>> Superintendência da PF >>>> Delegacia da PF

280 Admin Administração Indireta


 Entidades administrativas
De direito público (Fundações e Autarquias)
De direito privado (Sociedades de economia mista e Empresas públicas).
Disciplina legal (Executivo Federal DL 200/67 e art. 37 da CF/88)
 Descentralização por outorga.

281 Admin Descentralização política


 Estados Federados.
 Repartição de competências entres as entidades políticas

55
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

281 Admin Descentralização administrativa


 Descentralização por serviços, funcional, técnica ou por outorga: mediante lei, cria entidades
administrativa. Atribui titularidade e execução de determinado serviço público. Por prazo
INDETERMINADO.
 Descentralização por colaboração ou delegação: por contrato ou ato unilateral. Transfere-se
apenas a EXECUÇÃO do serviço a particular por prazo DETERMINADO. São as concessões,
permissões e autorizações de serviço público
 Descentralização territorial ou geográfica: criação de territórios federais

282 Admin Autarquia . CONCEITO Art. 5º, I do Decreto-Lei 200/1967


 Autarquia - o serviço autônomo, criado por lei, com personalidade jurídica, patrimônio e receita
próprios, para executar atividades típicas da Administração Pública, que requeiram, para seu melhor
funcionamento,gestão administrativa e financeira descentralizada.
 Maria Sylvia Di Pietro: “é pessoa jurídica de direito público, criada por lei, com capacidade de auto
administração, para o desempenho de serviço público descentralizado, mediante controle
administrativo exercido nos termos da lei.

283 Admin Autarquia. Características


 Criação por lei específica.
 Personalidade jurídica de direito público
 Supervisão ministerial. Atividade típica de Estado
 Imunidade tributária
 Proteção patrimonial: bens impenhoráveis, inalienáveis e imprescritíveis (não sujeitos a usucapião).
 Benefícios processuais
 Autarquias em regime especial >>> Agências reguladoras

56
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
284 Admin Fundação. CONCEITO: O art. 5º, IV do Decreto-Lei 200/1967 conceitua fundação pública da seguinte forma:

 Fundação Pública - a entidade dotada de personalidade jurídica de direito privado, sem fins lucrativos,
criada em virtude de autorização legislativa, para o desenvolvimento de atividades que não exijam
execução por órgãos ou entidades de direito público, com autonomia administrativa, patrimônio próprio
gerido pelos respectivos órgãos de direção, e funcionamento custeado por recursos da União e de outras
fontes. *** DL anterior CF/88***
 Maria Sylvia Di Pietro: “Fundação instituída pela poder público é o patrimônio, total ou parcialmente público,
dotado de personalidade jurídica, de direito público ou privado, e destinado, por lei, ao desempenho de
atividades do Estado na ordem social, com capacidade de auto administração e mediante controle da
Administração Pública, nos termos da lei.

285 Admin Fundação Características: Se criadas por lei, terão personalidade jurídica de direito público, com as
mesmas características das autarquias, diferenciando-se apenas pelo conceito. Autarquia = serviço
público personificado. Fundação = patrimônio personalizado.

286 Admin Empresas Públicas. CONCEITO O ART. 5º, II, do Decreto-Lei 200/1967 conceitua empresa pública da
seguinte forma:

 Empresa Pública - a entidade dotada de personalidade jurídica de direito privado, com patrimônio
próprio e capital exclusivo da União, criado por lei para a exploração de atividade econômica que o
Governo seja levado a exercer por força de contingência ou de conveniência administrativa podendo
revestir-se de qualquer das formas admitidas em direito.
 Carvalho Filho: “Empresas públicas são pessoas jurídicas de direito privado, integrantes da
Administração Indireta do Estado, criadas por autorização legal, sob qualquer forma jurídica
adequada a sua natureza, para que o Governo exerça atividades gerais de caráter econômico ou, em
certas situações, execute a prestação de serviços públicos.

57
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

287 Admin Sociedades de Economia Mista


 O Art. 5º, II, do Decreto-Lei 200/1967 conceitua sociedade de economia mista da seguinte
forma:
 Sociedade de Economia Mista - a entidade dotada de personalidade jurídica de direito privado,
criada por lei para a exploração de atividade econômica, sob a forma de sociedade anônima, cujas
ações com direito a voto pertençam em sua maioria à União ou a entidade da Administração
Indireta.
 Fernanda Marinela: “A sociedade de economia mista, por sua vez, é pessoa jurídica cuja criação é
autorizada por lei. É um instrumento de ação do Estado, dotada de personalidade de direito
privado, mas submetida a certas regras especiais decorrentes de sua finalidade pública,
constituída sob a forma de sociedade anônima, cujas ações, com direito a voto, pertencem, em
sua maioria, ao ente político ou à entidade de sua Administração Indireta, admitindo-se que seu
remanescente acionário seja de propriedade particular. As suas finalidades também são prestar
serviços públicos ou explorar atividade econômica.

58
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
288 Traços Comuns Empresas públicas Sociedades de Economia
Mista

Admin Criação  Lei específica autorizativa  Lei específica autorizativa

Admin inte
Personalidade jurídica  Direito Privado  Privado

Admin Regime de Pessoal  Celetista  Celetista

Admin Regime  Híbrido: regras de direito  Híbrido: regras de direito


privado e público (licitações, privado e público (licitações,
concurso) concurso)

Admin Atividade  Exploração econômica (mas  Exploração econômica (mas


podem ser criadas para podem ser criadas para
prestar serviço público) prestar serviço público)

Admin Prerrogativas  Não tem imunidade  Não tem imunidade tributária


tributária ou benefícios ou benefícios processuais
processuais

59
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
289 Diferenças Empresas públicas Sociedades de Economia
Mista

Admin Capital Social  100 % público ou de  Misto (público e privado),


entidades da adm indireta desde que maioria das ações
com direito a voto sejam do
ente público.

Admin Forma Societária  Qualquer uma existente ou  Sociedade Anônima


mesmo inédita
Admin Competência  Estadual: se empresa  Sempre Estadual:
pública estadual ou independente se federal,
municipal estadual ou municipal
 Federal: se empresa pública
federal
Admin Entidades Paraestatais. CONCEITO
 Maria Sylvia Zanella Di Pietro: entidades paraestatais são pessoas privadas que colaboram com
o Estado desempenhando atividade não lucrativa e às quais o Poder Público dispensa especial
proteção, colocando a serviço delas manifestações do seu poder de império, como o tributário, por
exemplo.
 Entidades paraestatais: são entidades que prestam serviço de interesse público mas que não
fazem parte da Administração Pública.

60
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

290 Admin Entidades Paraestatais


 Serviços sociais autônomos
 Organizações sociais (OS)
 Organizações da sociedade civil de interesse público (OSCIP)
 Entidades de Apoio

291 Admin Serviços Sociais Autônomos


 São serviços que beneficiam ou atendem a determinada classe ou categoria profissional.
Exemplos: SESC, SENAI, SESI, SENAT.
 A maior parte da receita provém de contribuições parafiscais.
 Não realizam licitação (apenas observam princípios da administração, como moralidade,
impessoalidade, publicidade, etc). Também não realizam concurso público.
 Seus funcionários são celetistas.
 Não prestam serviço público, e sim, desempenham atividade privada de interesse público

292 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 116 – Seguro de Dano)


 Em caso de perda total decorrente de incêndio, sem que se possa precisar o valor dos prejuízos no
imóvel segurado, será devido o valor integral da apólice.
293 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 116 – Seguro de Dano)
 O simples atraso no pagamento de prestação do prêmio do seguro não importa em desfazimento
automático do contrato, sendo necessária, ao menos, a prévia constituição em mora do
contratante pela seguradora, mediante interpelação.
294 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 116 – Seguro de Dano)
 Nas ações regressivas, propostas pela seguradora contra o causador do dano, os juros de mora
devem fluir a partir do efetivo desembolso da indenização securitária paga e não da citação.

61
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

295 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 116 – Seguro de Dano)


 Nos contratos de seguro de veículo, a correção monetária dos valores acobertados pela proteção
securitária incide desde a data da celebração do pacto até o dia do efetivo pagamento do seguro
296 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 116 – Seguro de Dano)
 No seguro de automóvel, é lícita a cláusula contratual que prevê a exclusão da cobertura securitária
quando comprovado pela seguradora que o veículo sinistrado foi conduzido por pessoa
embriagada ou drogada. (NÃO ATINGE terceiro que deverá ser indenizado)
297 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 116 – Seguro de Dano)
 No contrato de seguro que possui cláusula de cobertura para furto ou roubo, descabe o dever de
indenizar em casos de estelionato ou de apropriação indébita, uma vez que tais disposições
devem ter interpretação restritiva.
298 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 113 – Dissolução da Sociedade Conjugal e UE)
 É de quatro anos o prazo decadencial para anular partilha de bens em dissolução de sociedade
conjugal ou de união estável, nos termos do art. 178 do Código Civil.
299 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 113 – Dissolução da Sociedade Conjugal e UE)
 As verbas de natureza trabalhista nascidas e pleiteadas na constância da união estável ou do
casamento celebrado sob o regime da comunhão parcial ou universal de bens integram o
patrimônio comum do casal e, portanto, devem ser objeto da partilha no momento da separação.
300 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 113 – Dissolução da Sociedade Conjugal e UE)
 Deve ser reconhecido o direito à meação dos valores depositados em conta vinculada ao Fundo de
Garantia de Tempo de Serviço FGTS auferidos durante a constância da união estável ou do
casamento celebrado sob o regime da comunhão parcial ou universal de bens, ainda que não sejam
sacados imediatamente após a separação do casal ou que tenham sido utilizados para aquisição de
imóvel pelo casal durante a vigência da relação.

62
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

301 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 113 – Dissolução da Sociedade Conjugal e UE)
 Os valores investidos em previdência privada fechada se inserem, por analogia, na exceção
prevista no art. 1.659, VII, do Código Civil de 2002, consequentemente, NÃO INTEGRAM O
PATRIMÔNIO COMUM DO CASAL E, PORTANTO, NÃO DEVEM SER OBJETO DA PARTILHA
302 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 113 – Dissolução da Sociedade Conjugal e UE)
 Admite -se o arbitramento de aluguel a um dos cônjuges por uso exclusivo de bem imóvel comum
do casal somente na hipótese em que, efetuada a partilha do bem, um dos cônjuges permaneça
residindo no imóvel.
303 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 113 – Dissolução da Sociedade Conjugal e UE)
 Na separação e no divórcio, o fato de certo bem ainda pertencer indistintamente aos ex-cônjuges,
por ausência de formalização da partilha, não representa automático empecilho ao pagamento
de indenização pelo uso exclusivo do bem por um deles, desde que a parte que toca a cada um
tenha sido definida por qualquer meio inequívoco, visto que medida diversa poderia importar
enriquecimento sem causa.
304 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 113 – Dissolução da Sociedade Conjugal e UE)
 Comprovada a separação de fato ou judicial entre os casados, a existência de casamento válido
não obsta o reconhecimento da união estável.
305 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 110 – Dos Contratos de Compra e Venda)
 Não é aplicável a Súmula n. 308/STJ nos casos envolvendo contratos de aquisição de imóveis não
submetidos ao Sistema Financeiro de Habitação - SFH.
 Súmula 308: A hipoteca firmada entre a construtora e o agente financeiro, anterior ou posterior à
celebração da promessa de compra e venda, não tem eficácia perante os adquirentes do imóvel.
306 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 110 – Dos Contratos de Compra e Venda)
 A indenização deferida a título de lucros cessantes em decorrência do atraso na entrega de imóvel
objeto de contrato de compra e venda será o montante equivalente ao aluguel que o comprador
deixaria de pagar ou que auferiria caso recebesse a obra no prazo.

63
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

307 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 110 – Dos Contratos de Compra e Venda)
 A pretensão ao recebimento de valores pagos, que não foram restituídos diante de rescisão de
contrato de compra e venda de imóvel, submete-se ao PRAZO PRESCRICIONAL DECENAL previsto
no art. 205 do Código Civil/2002.
308 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 110 – Dos Contratos de Compra e Venda)
 Na hipótese de rescisão do contrato de promessa de compra e venda de imóvel por iniciativa do
comprador, os juros de mora devem incidir a partir do trânsito em julgado, visto que inexiste mora
anterior do promitente vendedor.
309 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 110 – Dos Contratos de Compra e Venda)
 No caso de rescisão de contratos envolvendo compra e venda de imóveis por culpa do
comprador, é razoável ao vendedor que a retenção seja arbitrada entre 10% e 25% dos valores
pagos, conforme as circunstâncias de cada caso, avaliando-se os prejuízos suportados.
310 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 110 – Dos Contratos de Compra e Venda)
 É abusiva a cobrança pelo promitente-vendedor do serviço de assessoria técnico-imobiliária ou
atividade congênere, vinculado à celebração de promessa de compra e venda de imóvel. (Tese
julgada sob o rito do art. 1.036 do CPC/2015 TEMA 938 parte final)
311 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 110 – Dos Contratos de Compra e Venda)
 É válida cláusula contratual que transfere ao promitente-comprador a obrigação de pagar a
comissão de corretagem nos contratos de promessa de compra e venda de unidade autônoma em
regime de incorporação imobiliária, desde que previamente informado o preço total da aquisição da
unidade autônoma, com o destaque do valor da comissão de corretagem. (Tese julgada sob o rito
do art. 1.036 do CPC/2015 TEMA 938 segunda parte)
312 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 110 – Dos Contratos de Compra e Venda)
 A posse decorrente do contrato de promessa de compra e venda de imóvel não induz usucapião,
exceto se verificada a conversão da posse não própria em própria, momento a partir do qual o
possuidor passa a se comportar como se dono fosse.

64
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

313 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 110 – Dos Contratos de Compra e Venda)
 A cobrança de resíduos inflacionários, em contrato de promessa de compra e venda firmado com
construtora, só é possível na periodicidade anual e desde que expressamente pactuada.
314 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 107 – Dos Contratos de Compra e Venda)
 A inexecução do contrato de promessa de compra e venda ou de compra e venda,
consubstanciada na ausência de entrega do imóvel na data acordada, acarreta, além da
indenização correspondente à cláusula penal moratória, o pagamento de indenização por lucros
cessantes.
315 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 110 – Dos Contratos de Compra e Venda)
 Não é abusiva a cláusula de cobrança de juros compensatórios incidente em período anterior à
entrega das chaves no contrato de promessa de compra e venda ou de compra e venda de imóveis
em construção sob o regime de incorporação imobiliária.
316 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 110 – Dos Contratos de Compra e Venda)
 Decretada a resolução do contrato de compra e venda de imóvel, com a restituição das parcelas
pagas pelo comprador, o retorno das partes ao estado anterior implica o pagamento de indenização
pelo tempo em que o comprador ocupou o bem, desde a data em que a posse lhe foi transferida.
317 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 110 – Dos Contratos de Compra e Venda)
 Havendo compromisso de compra e venda não levado a registro, a responsabilidade pelas
despesas de condomínio pode recair tanto sobre o promitente vendedor quanto sobre o
promissário comprador, dependendo das circunstâncias de cada caso concreto. (Tese julgada sob
o rito do art. 543-C do CPC/73 - TEMA 886)
318 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 110 – Dos Contratos de Compra e Venda)
 O promitente comprador do imóvel e o proprietário/promitente vendedor são contribuintes
responsáveis pelo pagamento do IPTU. (Tese julgada sob o rito do art. 543-C do CPC/73 - TEMA
122)

65
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

319 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 104 – Da Fiança)


 O fiador que não integrou a relação processual na ação de despejo não responde pela execução
do julgado. (Súmula n. 268/STJ)
320 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 104 – Da Fiança)
 Admite-se a substituição da garantia em dinheiro por outro bem ou por fiança bancária, na fase
de execução ou de cumprimento de sentença, em hipóteses excepcionais e desde que não
ocasione prejuízo ao exequente.
321 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 104 – Da Fiança)
 Se o fiador não participou da ação de despejo, a interrupção da prescrição para a cobrança dos
aluguéis e acessórios não o atinge.
322 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 104 – Da Fiança)
 A fiança bancária não é equiparável ao depósito integral do débito exequendo para fins de
suspensão da exigibilidade do crédito tributário, ante a taxatividade do art. 151 do CTN e o teor do
Enunciado Sumular n. 112 desta Corte. (Tese julgada sob o rito do art. 543-C/1973 Tema 378)
323 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 104 – Da Fiança)
 É possível a expedição de Certidão Positiva com Efeitos de Negativa CPEN, desde que a carta de
fiança seja suficiente para garantir o juízo da execução.
324 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 104 – Da Fiança)
 A substituição do depósito em dinheiro por fiança bancária na execução fiscal sujeita-se à
anuência da Fazenda Pública, ressalvada a comprovação de necessidade de aplicação do princípio
da menor onerosidade.
325 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 104 – Da Fiança)
 É impossível a substituição da carta-fiança por seguro-garantia com prazo de validade
determinado

66
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

326 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 104 – Da Fiança)


 A falta de citação do fiador para a ação de despejo isenta o garante da responsabilidade pelas
custas e pelas demais despesas judiciais decorrentes daquele processo, sem, entretanto,
desobrigá-lo dos encargos decorrentes do contrato de fiança.
327 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 104 – Da Fiança)
 É válida a cláusula do contrato bancário que estabelece a prorrogação automática da fiança com
a renovação do contrato principal.
328 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 101 – Da Fiança)
 Existindo, no contrato de locação, cláusula expressa prevendo que os fiadores respondam pelos
débitos locativos até a efetiva entrega do imóvel, subsiste a fiança no período em que referido
contrato foi prorrogado, ressalvada a hipótese de exoneração do encargo.
329 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 101 – Da Fiança)
 Havendo mais de um locatário, é válida a fiança prestada por um deles em relação aos demais, o
que caracteriza fiança recíproca.
330 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 101 – Da Fiança)
 A fiança prestada sem autorização de um dos cônjuges implica a ineficácia total da garantia
(Súmula n. 332/STJ).
331 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 101 – Da Fiança)
 A fiança prestada sem autorização de um dos cônjuges implica a ineficácia total da garantia
(Súmula n. 332/STJ), salvo se o fiador emitir declaração falsa, ocultando seu estado civil de casado.
332 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 101 – Da Fiança)
 A fiança prestada por fiador convivente em união estável, sem a outorga uxória do outro
companheiro, não é nula, nem anulável.
333 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 101 – Da Fiança)
 A nulidade da fiança só pode ser demandada pelo cônjuge que não a subscreveu ou por seus
respectivos herdeiros.

67
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

334 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 101 – Da Fiança)


 A retirada dos sócios-fiadores, per si, não induz à exoneração automática da fiança, impondo-
se, além da comunicação da alteração do quadro societário, a formulação de pedido de exoneração
das garantias mediante notificação extrajudicial ou ação judicial própria.
335 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 101 – Da Fiança)
 A decretação de falência do locatário, sem a denúncia da locação, nos termos do art. 119, VII, da
Lei n. 11.101/2005, não altera a responsabilidade dos fiadores junto ao locador.
 Lei nº 11.101/2005. Art. 119, VII. “... a falência do locador não resolve o contrato de locação e, na
falência do locatário, o administrador judicial pode, a qualquer tempo, denunciar o contrato.
336 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 98 – Do Seguro de Pessoa)
 No contrato de seguro de vida, o segurado tem livre escolha para designar o beneficiário da
apólice, devendo referida opção ser observada no momento do pagamento da indenização
securitária.
337 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 98 – Do Seguro de Pessoa)
 A má-fé do segurado na contratação do seguro necessita ser comprovada, não podendo a
seguradora se eximir do dever de indenizar, alegando omissão de informações sobre doenças
preexistentes, se não exigiu do segurado a realização de exames clínicos antes da contratação.
338 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 98 – Do Seguro de Pessoa)
 Em decorrência da aplicação analógica do parágrafo único do art. 15 da Lei n. 9.656/1998, que
dispõe sobre os planos e seguros privados de assistência à saúde, é abusiva a cláusula que
estabelece fatores de aumento do prêmio do seguro de vida de acordo com a faixa etária após o
segurado completar 60 anos de idade e ter mais de 10 anos de vínculo contratual.
339 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 98 – Do Seguro de Pessoa)
 É de 1 (um) ano o prazo prescricional para a propositura de ação objetivando a revisão de
cláusulas contratuais, a restituição de prêmios e a indenização por danos morais em virtude de
conduta supostamente abusiva da seguradora que se recusou a renovar seguro de vida em grupo,
nos termos do art. 206, § 1º, II, b, do Código Civil de 2002.

68
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

340 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 98 – Do Seguro de Pessoa)


 A ação de indenização do segurado em grupo contra a seguradora prescreve em um ano. (Súmula
n. 101/STJ)
341 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 98 – Do Seguro de Pessoa)
 É de 10 (dez) anos o prazo prescricional para a propositura da ação pelo terceiro beneficiário em
desfavor da seguradora, nos termos do art. 205 do Código Civil de 2002.
342 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 98 – Do Seguro de Pessoa)
 A medida cautelar de exibição de documentos interrompe a prescrição ânua da ação que postula
a restituição de prêmios pagos pelo segurado participante de apólice de seguro de vida em grupo.
343 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 98 – Do Seguro de Pessoa)
 Não é abusiva a cláusula contratual que prevê a possibilidade de não renovação automática do
seguro de vida em grupo por qualquer dos contratantes, desde que haja prévia notificação da outra
parte em prazo razoável.
344 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 98 – Do Seguro de Pessoa)
 É abusiva a negativa de renovação ou a modificação súbita do contrato de seguro de vida,
mantido sem alterações ao longo dos anos, por ofensa aos princípios da boa-fé objetiva, da
cooperação, da confiança e da lealdade.
345 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 98 – Do Seguro de Pessoa)
 No seguro de vida em grupo, em regra, a estipulante qualifica-se como mera mandatária dos
segurados, e não como terceira para fins da relação securitária.
346 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 95 – Do Seguro de Pessoa)
 É desnecessário o prévio requerimento administrativo para liquidação de sinistro no contrato de
seguro de vida.
347 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 95 – Do Seguro de Pessoa)
 Nas indenizações securitárias, a correção monetária incide desde a data da celebração do
contrato até o dia do efetivo pagamento do seguro.

69
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

348 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 95 – Do Seguro de Pessoa)


 A embriaguez do segurado, POR SI SÓ, não exime o segurador do pagamento de indenização prevista
em contrato de seguro de vida, SENDO NECESSÁRIA a prova de que o agravamento de risco dela
decorrente influiu decisivamente na ocorrência do sinistro. SUPERADA. Vide ao final comentários na
dica 1.010
349 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 95 – Do Seguro de Pessoa)
 A ausência de habilitação para dirigir caracteriza-se como mera infração administrativa, não
configurando, por si só, o agravamento intencional do risco por parte do segurado, apto a afastar a
obrigação de indenizar da seguradora.
350 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 95 – Do Seguro de Pessoa)
 A oferta de seguro de vida por companhia seguradora vinculada à instituição financeira, dentro de
agência bancária, implica responsabilidade solidária da empresa de seguros e do banco perante o
consumidor.
351 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 95 – Do Seguro de Pessoa)
 É possível, excepcionalmente, atribuir ao estipulante a responsabilidade pelo pagamento da
indenização securitária, como nas hipóteses de mau cumprimento de suas obrigações contratuais ou de
criação nos segurados de legítima expectativa de ser ele o responsável por esse pagamento.
352 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 83 – Bancário)
 A decadência do art. 26 do CDC NÃO É APLICÁVEL à prestação de contas para obter esclarecimentos
sobre cobrança de taxas, tarifas e encargos bancários. (Súmula n. 477/STJ) (Tese julgada sob o rito do
art. 543-C do CPC/73 TEMA 449). (art. 26, CDC >>>30 dias ou 90 dias)
353 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 83 – Bancário)
 É possível a revisão de contratos bancários extintos, novados ou quitados, ainda que em sede de
embargos à execução, de maneira a viabilizar, assim, o afastamento de eventuais ilegalidades, as quais
não se convalescem.
354 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 83 – Bancário)
 O contrato de mútuo bancário ou o de abertura de crédito fixo constitui título executivo extrajudicial.

70
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

355 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 77 – Alimentos)


 A pretensão creditícia ao reembolso de despesas alimentícias efetuadas por terceiro, no lugar de
quem tinha a obrigação de prestar alimentos, por equiparar-se à gestão de negócios, é de direito
comum e prescreve em 10 anos.
356 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 77 – Alimentos)
 O descumprimento de acordo celebrado em ação de execução de prestação alimentícia pode
ensejar o decreto de prisão civil do devedor.
357 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 77 – Alimentos)
 O cumprimento da prisão civil em regime semiaberto ou em prisão domiciliar é excepcionalmente
autorizado quando demonstrada a idade avançada do devedor de alimentos ou a fragilidade de
sua saúde.
358 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 77 – Alimentos)
 O advogado que tenha contra si decretada prisão civil por inadimplemento de obrigação alimentícia
NÃO TEM DIREITO de cumprir a restrição em sala de Estado Maior ou em prisão domiciliar.
359 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 77 – Alimentos)
 Não cabe prisão civil do inventariante em virtude do descumprimento pelo espólio do dever de
prestar alimentos.
360 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 77 – Alimentos)
 A obrigação de prestar alimentos é personalíssima, intransmissível e extingue-se com o óbito
do alimentante, cabendo ao espólio saldar, tão somente, os débitos alimentares preestabelecidos
mediante acordo ou sentença não adimplidos pelo devedor em vida, ressalvados os casos em que
o alimentado seja herdeiro, hipóteses nas quais a prestação perdurará ao longo do inventário.

71
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

361 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 77 – Alimentos)


 Excepcionalmente, é possível penhorar parte dos honorários advocatícios - contratuais ou
sucumbenciais - quando a verba devida ao advogado ultrapassar o razoável para o seu sustento e
o de sua família.
362 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 77 – Alimentos)
 Os honorários advocatícios - contratuais ou sucumbenciais - têm natureza alimentícia, razão
pela qual é possível a penhora de verba salarial para seu pagamento.
363 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 77 – Alimentos)
 As parcelas percebidas a título de participação nos lucros e resultados das empresas integram a
base de cálculo da pensão alimentícia quando esta é fixada em percentual sobre os rendimentos,
desde que não haja disposição transacional ou judicial em sentido contrário
364 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 77 – Alimentos)
 Admite-se, na execução de alimentos, a penhora de valores decorrentes do Fundo de Garantia
por Tempo de Serviço FGTS, bem como do Programa de Integração Social PIS.
365 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 77 – Alimentos)
 Os valores pagos a título de alimentos são insuscetíveis de compensação, salvo quando
configurado o enriquecimento sem causa do alimentando.
366 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 77 – Alimentos)
 Julgada procedente a investigação de paternidade, os alimentos são devidos a partir da citação.
(Súmula n. 277/STJ)

72
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

367 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 53 – Locação de Imóveis)


 É inadmissível a oposição de embargos de terceiros em execução de sentença prolatada em ação
de despejo, ressalvada a hipótese de comprovada sublocação legítima, com ausência de
intimação do sublocatário.
368 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 53 – Locação de Imóveis)
 Na ação de despejo por falta de pagamento, não se admite a cumulação do pedido de purgação
da mora com o oferecimento de contestação, motivo pelo qual não se faz obrigatório o depósito
dos valores tidos por incontroversos.
369 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 53 – Locação de Imóveis)
 Nas ações de despejo, renovatória ou revisional o recurso de apelação terá APENAS EFEITO
devolutivo, nos termos do art. 58, V, da Lei n. 8.245/1991.
370 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 53 – Locação de Imóveis)
 O prazo máximo de prorrogação do contrato locatício não residencial estabelecido em ação
renovatória é de cinco anos.
371 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 53 – Locação de Imóveis)
 A locação de imóvel urbano para a exploração de serviço de estacionamento NÃO AFASTA a
incidência do Lei n. 8.245/91. (Lei de Locações)
372 CIVIL Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 53 – Locação de Imóveis)
 Nos contratos de locação, é VÁLIDA a cláusula de RENÚNCIA à indenização das benfeitorias e
ao direito de retenção. (Súmula n. 335/STJ)

73
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

373 Penal Lei dos Crimes Hediondos. Lei 8.72/90. Homicídio (art. 1º, I e I-A)
Quando praticado em atividade de Grupo de Extermínio OU Qualificado>>
 Art. 121, § 2º, incisos I, II, III, IV, V, VI e VII
 Qualificado (meio, modo, motivo, razão, pessoa)
 Feminicídio
 Contra “agentes de segurança” (art. 144 da CF/88) + penitenciários e Força Nacional, seus cônjuges e
“parentes” até 3º grau.

374 Penal Lei dos Crimes Hediondos. Lei 8.72/90. Lesão Corporal (art. 1º, I-A)
 Gravíssima (art. 129, §2º)
 Seguida de morte (art. 129, §3º)
 Contra “agentes de segurança” (art. 144 da CF/88) + penitenciários e Força Nacional, seus cônjuges e
“parentes” até 3º grau.
375 Penal Lei dos Crimes Hediondos. Lei 8.72/90. Latrocínio (art. 1º, II)
Roubo com resultado morte. (art. 157, §3º, in fine)

376 Penal Lei dos Crimes Hediondos. Lei 8.72/90. Extorsão (III e IV)
 Simples QUALIFICADA pela morte. (art. 158, §2º)
 Mediante sequestro (SIMPLES ou QUALIFICADA)art. 159, caput, e §§ 1º, 2º e 3º) (art. 267, §1º)

377 Penal Lei dos Crimes Hediondos. Lei 8.72/90. Estupro (art. 1º, V e VI)
 Em qualquer de suas modalidades (Incluindo estupro de vulnerável)

74
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

378 Penal Lei dos Crimes Hediondos. Lei 8.72/90. Epidemia (art. 1º, VII)
Com resultado MORTE.

379 Penal Lei dos Crimes Hediondos. Lei 8.72/90. Medicamentos (art. 1º, VII-B)
Falsificação, corrupção, adulteração ou alteração (art. 273, caput e § 1o, § 1o-A e § 1o-B)

380 Penal Lei dos Crimes Hediondos. Lei 8.72/90.


Favorecimento de prostituição ou exploração sexual (art. 1º, VIII) De criança, adolescente ou
vulnerável. (art. 218-B, caput, e §§ 1º e 2º)

381 Penal Lei dos Crimes Hediondos. Lei 8.72/90. Crimes novos incluídos (art. 1º, PU)
 Genocídio
 Posse ou Porte ilegal de arma de fogo de USO RESTRITO
 Tentados ou Consumados

382 Penal Lei dos Crimes Hediondos. Lei 8.72/90.


Crimes hediondos, prática de tortura, tráfico ilícito de entorpecentes (art. 2º)
Insuscetíveis de:
 ANISTIA, GRAÇA, INDULTO e FIANÇA.

75
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

383 Penal Lei dos Crimes Hediondos. Lei 8.72/90. Progressão de regime
(art. 2º, §2º) 2/5 se primário e 3/5 se reincidente

384 Penal Lei dos Crimes Hediondos. Lei 8.72/90. Prisão temporária (art. 2º, §3º)
30 dias prorrogável por mais 30 dias (Diferente da normal = 5 + 5 dias)

385 Penal Lei dos Crimes Hediondos. Lei 8.72/90. Liberdade Condicional (Art. 5º)

Hediondos e equiparados. TTT (tráfico, tortura, terrorismo)


Requisitos
1) + de 2/3 da pena
2) não reincidente ESPECÍFICO

386 Penal Lei dos Crimes Hediondos. Lei 8.72/90. Delação premiada (art. 7º,)
Crime cometido por associação criminosa (antigo bando ou quadrilha)
Redução de 1/3 a 2/3 se facilitar a libertação do sequestrado

387 Penal Lei dos Crimes Hediondos. Lei 8.72/90. Associação Criminosa Qualificada (art. 8º, caput)
Será de três a seis anos de reclusão a pena prevista no art. 288 do Código Penal (ASSOCIAÇÃO
CRIMINOSA), quando se tratar de crimes hediondos, prática da tortura, tráfico ilícito de entorpecentes e
drogas afins ou terrorismo

76
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

388 Penal Lei de “Racismo”. Lei nº 7.716/89. Define a punição aos crimes resultantes de discriminação ou
preconceito:
 Raça
 Cor
 Etnia
 Religião
 Procedência nacional.

389 Penal Lei de “Racismo”. Lei nº 7.716/89. Recrutamento “preconceituoso” de Trabalhadores (art. 4º, §2º)
 Pena de multa e de Prestação de Serviços à comunidade
 Atividades de promoção da igualdade racial
 Anúncios ou qualquer forma
 Exigir aspectos de aparência próprios de raça ou etnia para recrutamento
 Para atividades que não justifiquem esta exigência

390 Penal Lei de “Racismo”. Lei nº 7.716/89. TRABALHO “lato sensu” (arts. 3º, 4º e 13)
Setores Público e Privado
 IMPEDIR, NEGAR, OBSTAR (cargo, emprego) Inclusive Forças Armadas.
 Equiparado: tratamento diferenciado (salário especialmente), EPI, (não fornecimento); ascensão
funcional.

77
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

391 Penal Lei de “Racismo”. Lei nº 7.716/89. ESTUDANTE (art. 6º)


 RECUSAR, NEGAR, IMPEDIR INSCRIÇÃO OU INGRESSO
 Qualquer estabelecimento de ensino e em qualquer grau
 Agravante: menor de 18 anos. (+1/3)

392 Penal Lei de “Racismo”. Lei nº 7.716/89. “CLIENTE” (art. 5º, 7º a 10)
 IMPEDIR ACESSO. RECUSAR ATENDIMENTO.
 Estabelecimento “comercial”: hospedagem, restaurante, abertos ao público, cabeleireiros, massagem,
etc.

393 Penal Lei de “Racismo”. Lei nº 7.716/89. “LOCOMOÇÃO” (arts. 11 e 12)


 IMPEDIR ACESSO entradas e elevadores sociais
 IMPEDIR ACESSO ou USO a Transporte público

394 Penal Lei de “Racismo”. Lei nº 7.716/89. CONVIVÊNCIA FAMILIAR E SOCIAL (art. 14)
 IMPEDIR. OBSTAR.
 Inclusive casamento

395 Penal Lei de “Racismo”. Lei nº 7.716/89. Efeitos da condenação ( Art. 16 e 18)
 Efeitos NÃO AUTOMÁTICOS
 Perda de cargo ou função pública
 Suspensão do funcionamento do estabelecimento (até 3 meses)

78
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

396 Penal  (crime do art. 20, caput e §2º)


Lei de “Racismo”. Lei nº 7.716/89. Incitação à Discriminação
 .PRATICAR, INDUZIR ou INCITAR a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou
procedência nacional
 QUALIFICADO: intermédio dos meios de comunicação social ou publicação de qualquer natureza:

397 Penal 
Lei de “Racismo”. Lei nº 7.716/89. CRUZ SUÁSTICA OU GAMADA (crime do art. 20, §1º)
 Fabricar, comercializar, distribuir para divulgação NAZISMO

398 Civil Direito Civil - Dos bens considerados em si mesmo (art. 79 a 91)
 Imóveis: solo e tudo quanto se lhe incorporar natural ou artificialmente. Por determinação legal: direitos
reais sobre imóveis e as ações que os asseguram e o direito à sucessão aberta.
 Móveis: suscetíveis de movimento próprio (“se moventes”) e os que por remoção alheia não alteram
sua substância ou destinação econômico-social. Por determinação legal: energias que tenham valor
econômico, direitos reais sobre objetos móveis e ações correspondentes e direitos pessoais de caráter
patrimonial.
 Fungíveis: substituem-se por outros da mesma espécie, quantidade e qualidade.
 Consumíveis: uso importa destruição imediata ou destinados à alienação.
 Divisíveis: podem ser fracionados sem alteração na sua substância, diminuição considerável de valor, ou
prejuízo do uso a que se destinam.
*** infungíveis, inconsumíveis e indivisíveis: conceito inverso do “fornecido”.
 Singulares: embora reunidos, se consideram de per si, independente dos demais.
 Universalidade de fato: a pluralidade de bens singulares que, pertinentes à mesma pessoa, tenham
destinação unitária.
 Universalidade de direito: o complexo de relações jurídicas, de uma pessoa, dotadas de valor
econômico.

79
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

399 Civil Direito Civil Dos bens reciprocamente considerados (art. 92 a 97)
 Principal: existe sobre si, abstrata ou concretamente.
 Acessório: depende, supõe, a existência do principal.
 Pertenças: não constituindo partes integrantes, se destinam, de modo duradouro, ao uso, ao serviço ou ao
aformoseamento de outro. (em regra, não abrangidas pelos Negócios Jurídicos).
 Benfeitorias voluptuárias: são as de mero deleite ou recreio, que não aumentam o uso habitual do bem,
ainda que o tornem mais agradável ou sejam de elevado valor.
 Benfeitorias úteis: são as que aumentam ou facilitam o uso do bem.
 Benfeitorias necessárias: são as que têm por fim conservar o bem ou evitar que se deteriore.
401 Civil  LINDB (inovação legislativa 2018)
 Lei nº 13.655/2018: Inclui na LINDB disposições sobre SEGURANÇA JURÍDICA e EFICIÊNCIA na
criação e na aplicação do DIREITO PÚBLICO.
 “Palavras-expressões chave”:
 Incidência da LEI: esferas administrativa, controladora (Tribunais de Contas) e judicial.
 Proporcionalidade: necessidade e adequação anulação ou invalidações de medidas, equânime
 Considerações no caso concreto, com indicação expressa das conseqüências.
 “Fundamentações concretas e motivadas” para utilização de valores jurídicos abstratos
402 Civil  LINDB (inovação legislativa 2018)
 Lei nº 13.655/2018: inclusão na LINDB).
 Vacatio legis de 180 dias: entra em vigor dia 23/10/2018.
403 Civil  LINDB. “MOTIVAÇÃO ROBUSTA”. Art. 20. Nas esferas administrativa, controladora e judicial, não se
decidirá com base em valores jurídicos abstratos sem que sejam consideradas as consequências
práticas da decisão.
 A motivação demonstrará a necessidade e a adequação da medida imposta ou da invalidação de
ato, contrato, ajuste, processo ou norma administrativa, inclusive em face das possíveis alternativas.”
(indicar de modo expresso suas consequências jurídicas e administrativas).

80
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

404 Civil  LINDB. Art. 22. Na interpretação de normas sobre gestão pública, serão considerados os obstáculos e
as dificuldades reais do gestor e as exigências das políticas públicas a seu cargo, sem prejuízo dos
direitos dos administrados.
405 Civil  LINDB. Mudança de orientação/interpretação: REGIME DE TRANSIÇÃO OBRIGATÓRIO.
 Art. 23. A decisão administrativa, controladora ou judicial que estabelecer interpretação ou orientação
nova sobre norma de conteúdo indeterminado, impondo novo dever ou novo condicionamento de
direito, DEVERÁ prever REGIME DE TRANSIÇÃO quando indispensável para que o novo dever ou
condicionamento de direito seja cumprido de modo proporcional, equânime e eficiente e sem prejuízo
aos interesses gerais.
406 Civil  LINDB (inovação legislativa 2018). ORIENTAÇÕES GERAIS: CONCEITO (inclui “costume”)
 Consideram-se orientações gerais as interpretações e especificações contidas em atos públicos
de caráter geral ou em jurisprudência judicial ou administrativa majoritária, e ainda as adotadas por
prática administrativa reiterada e de amplo conhecimento público.”
407 Civil  LINDB. “TERMO DE COMPROMISSO” >>> Semelhante a um Termo de Ajustamento de Conduta
 Art. 26. Para eliminar irregularidade, incerteza jurídica ou situação contenciosa na aplicação do
direito público, inclusive no caso de expedição de licença, a autoridade administrativa poderá, após
oitiva do órgão jurídico e, quando for o caso, após realização de consulta pública, e presentes
razões de relevante interesse geral, CELEBRAR COMPROMISSO com os interessados, observada a
legislação aplicável, o qual só produzirá efeitos a partir de sua publicação oficial.
408 Civil  LINDB. O compromisso buscará solução jurídica proporcional, equânime, eficiente e compatível
com os interesses gerais;
 não poderá conferir desoneração permanente de dever ou condicionamento de direito
reconhecidos por orientação geral;
 deverá prever com clareza as obrigações das partes, o prazo para seu cumprimento e as sanções
aplicáveis em caso de descumprimento.

81
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

409 Civil  LINDB. RESPONSABILIDADE PESSOAL DO AGENTE


 Art. 28. O agente público responderá pessoalmente por suas decisões ou opiniões técnicas em
caso de dolo ou erro grosseiro. (imprudência, negligência ou imperícia GRAVE)
410 Civil  LINDB. CONSULTA PÚBLICA “facultativa”
 Em qualquer órgão ou Poder, a edição de atos normativos por autoridade administrativa, salvo os
de mera organização interna, poderá ser precedida de CONSULTA PÚBLICA para manifestação de
interessados, preferencialmente por meio eletrônico, a qual será considerada na decisão
411 Civil  LINDB. “INSTRUMENTOS COM CARÁTER VINCULANTE”
 As autoridades públicas devem atuar para aumentar a segurança jurídica na aplicação das
normas, inclusive por meio de regulamentos, súmulas administrativas e respostas a consultas.
 Caráter vinculante em relação ao órgão ou entidade a que se destinam, até ulterior revisão.
412 Penal Crimes contra a ORDEM ECONÔMICA – Lei nº 8.137/1990 (art. 4º)
OBJETIVO: dominação do mercado ATRAVÉS DE:
 Abuso do poder econômico, mediante ajuste ou acordo entre empresas
 Fixação artificial de preços, controle regionalizado do mercado.
 Controle em detrimento da concorrência de rede de distribuição.
413 Penal  Crimes contra a RELAÇÃO DE CONSUMO (art. 7º) Lei nº 8.137/1990
 OBJETIVO: prejudicar o consumidor para ter lucro ilegal ATRAVÉS DE:
 Favorecer ou preferir, sem justa causa, comprador ou freguês.
 Venda ou exposição de produto que não corresponda à qualidade, quantidade, especificação, etc.
 Mistura ou inserção de insumos não correspondentes aos ofertados
 Fraudando preços: venda em partes do que se vende em conjunto OU em conjunto o que se vende por
partes. Vendendo produto com insumo não utilizado (quando anunciado). Alterando valor sem mudar a
essência produto, “dando só outra cara”.
 Induzindo em erro o consumidor (afirmação falsa ou enganosa)
 Aumento de preços: destruindo ou inutilizando mercadoria com este fim
 Tendo em depósito ou vendendo produtos em condições impróprias
82
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

414 Penal  Crimes contra a RELAÇÃO DE CONSUMO - Lei nº 8.137/1990


MODALIDADES CULPOSAS (art. 7º, PU c/c art. 7º, II, III e IX).
 Reduz a pena e a detenção em 1/3 e a multa à quinta parte. (#seliga Fração diferente)
 Vender ou expor com especificações em desacordo ou sem corresponder classificação oficial (art.
7º, II)
 Misturar gêneros de espécies diferentes para vender como puros ou de qualidade desigual para
vender pelo preço daquela de mais alto custo.(art. 7º, III)
 Ter em depósito ou vender em condições impróprias ao consumo (art. 7º, IX)
415 Penal Multas (art. 8º e 9º) Lei nº 8.137/1990
 De 10 a 360 dias-multa. Cada dia-multa de 14 a 200 BTN. #seliga #nãoésalário.
 Detenção ou reclusão pode ser substituída por multa. Juiz pode, segundo o ganho ilícito ou situação
econômica do réu: Diminuir à décima parte ou Elevar 10 X (décuplo).
416 Penal Agravantes (exceto crimes funcionais do art. 3º). Demais: arts. 1º, 2º, 4º e 7º Lei nº 8.137/1990
AUMENTO de 1/3 até 1/2 (metade)
 Ocasionar grave dano à coletividade;
 Cometido por servidor público no exercício de suas funções;
 Praticado em relação à prestação de serviços ou ao comércio de bens essenciais à vida ou à
saúde.Tendo em depósito ou vendendo produtos em condições impróprias
417 Penal Colaboração premiada (art. 16, PU) Lei nº 8.137/1990
 Cometidos em quadrilha ou co-autoria
 Co-autor ou partícipe revelar a autoridade policial ou judicial toda trama
 Redução de pena de 1/3 a 2/3

83
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

418 Penal  Causas de aumento de pena – HOMICÍDIO CULPOSO (+ 1/3) Código penal
 Art. 121, § 4º (primeira parte).
 Resulta de inobservância de regra técnica de profissão, arte ou ofício
 Agente deixa de prestar imediato socorro à vítima, não procura diminuir as conseqüências do
seu ato
 Agente foge para evitar prisão em flagrante.
419 Penal  Causas de aumento de pena – HOMICÍDIO DOLOSO (+ 1/3) Código penal
 Art. 121, § 4º (segunda parte). Se o crime é praticado contra:
 Pessoa menor de 14 (quatorze) ou maior de 60 (sessenta) anos.
420 Penal  Causas de aumento de pena – HOMICÍDIO DOLOSO (+1/3 a + 1/2) Código penal
 Art. 121, § 6º Se o crime for praticado:
 Por milícia privada, sob o pretexto de prestação de serviço de segurança (concomitantes).
 Por grupo de extermínio.
421 Penal  Causas de aumento de pena – FEMINICÍDIO (+1/3 a + 1/2) Código penal
 Art. 121,§ 7º. S o crime for praticado:
 Durante a gestação ou nos 3 (três) meses posteriores ao parto;
 Contra pessoa menor de 14 (catorze) anos, maior de 60 (sessenta) anos ou com deficiência;
 Na presença de descendente ou de ascendente da vítima
422 Penal  “TENTATIVA PERFEITA E IMPERFEITA”
 Tentativa perfeita, acabada, ou crime falho, quando o agente esgota , segundo o seu entendimento ,
todos os meios que tinha ao seu alcance a fim de alcançar a consumação da infração penal , que somente
não ocorre por circunstâncias alheias à sua vontade . Exemplo: “descarrega” a arma e a vítima não morre.
 Tentativa imperfeita: ou inacabada, a tentativa em que o agente é interrompido durante a prática dos
atos de execução , não chegando , assim, a fazer tudo aquilo que intencionava, visando consumar o delito.
Exemplo: é desarmado antes de “descarregar” a arma.

84
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

423 Penal  Dano culposo: conduta ATÍPICA no Código Penal.


 “Dano culposo ambiental”: conduta TIPIFICADA na lei 9.605/98 (art. 62, PU)
 Art. 62. Destruir, inutilizar ou deteriorar:
 I - bem especialmente protegido por lei, ato administrativo ou decisão judicial;
 II - arquivo, registro, museu, biblioteca, (...)
 Se o crime for culposo, a pena é de seis meses a um ano de detenção, sem prejuízo da multa.
424 Penal  ERRO NA EXECUÇÃO (ABERRATIO ICTUS)
 A) Aberratio ictus de unidade simples:
 O agente atinge somente a pessoa diversa da pretendida
 Consequência jurídica: o agente será punido considerando as qualidades da vítima virtual
 B) Aberratio ictus de resultado duplo ou unidade complexa:
 O agente atinge as duas vítimas (pretendida e não pretendida)
 Consequência jurídica: o agente responde pelo crime aplicando-se a regra do concurso formal (permitindo a
exasperação da pena).
425 Processo  Requisição de dados e informações (Lei 13.344/2016)
Penal  Crimes: arts. 148, 149 e 149-A, no § 3º do art. 158 e no CP e art. 239 do ECA.
 Legitimados: MP ou Delegado de Polícia.
 O que? Requisitar dados e informações cadastrais da vítima ou de suspeitos.
 De quem: quaisquer órgãos do poder público ou empresas da iniciativa privada.
 Detalhes da requisição: nome da autoridade, do IP e da unidade de Polícia Judiciária responsável.
 Prazos: atendimento (24 horas).
426 Processo  Requisição de dados e informações (Lei 13.344/2016). Rol dos crimes. (art. 13-A do CP)
Penal  Seqüestro e cárcere privado (art. 148 do CP)
 Redução a condição análoga à de escravo (art. 149 do CP)
 Tráfico de Pessoas (art. 149-A do CP)
 Extorsão mediante a restrição da liberdade da vítima (art. 158, §3º do CP)
 Envio de criança ou adolescente para o exterior (art. 239 do ECA)

85
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

427 Processo  Requisição de meios técnicos para localização da vítima ou suspeitos (Lei 13.344/2016)
Penal  Regra: autorização judicial.
 Exceção: em 12 horas não havendo manifestação judicial, pedido é “direto” com comunicação ao juiz.
 Crimes: tráfico de pessoas.
 Legitimados: MP ou Delegado de Polícia.
 O que? Requisição de Meios técnicos para localização da vítima ou suspeitos. (sinais, informações,
posicionamento da estação de cobertura, radiofrequência).
 De quem: empresas prestadoras de serviço de telecomunicações e/ou telemática
 Vedações: não permite acesso ao conteúdo da comunicação (exceto se autorizado pelo Juiz).
 Prazos:
 1) Prazo para fornecimento: período não superior a 30 dias, renovável uma única vez, por igual período.
 2) Prazo para instauração do IP: até 72 horas do registro da respectiva ocorrência policial.
428 Penal IMPORTANTE. Alteração legislativa recente (NÃO CONFUNDIR os tipos penais ABAIXO):

IMPORTUNAÇÃO SEXUAL
 Art. 215-A. PRATICAR contra alguém e SEM a sua ANUÊNCIA ato libidinoso com o objetivo de satisfazer a
própria lascívia ou a de terceiro.

ESTUPRO
 Art. 213. CONSTRANGER alguém, mediante VIOLÊNCIA ou GRAVE AMEAÇA, a ter conjunção carnal ou a
praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso.

SATISFAÇÃO DE LASCÍVIA MEDIANTE PRESENÇA DE CRIANÇA OU ADOLESCENTE


Art. 218-A. PRATICAR, na PRESENÇA de alguém MENOR DE 14 (CATORZE) ANOS, ou INDUZI-LO a
PRESENCIAR, CONJUNÇÃO carnal ou outro ATO LIBIDINOSO, a fim de satisfazer LASCÍVIA própria ou
de outrem
429 Penal  AÇÃO PENAL PÚBLICA INCONDICIONADA
 A partir da Lei nº 13.718/2018, todos os crimes contra a dignidade sexual são crimes de ação pública
incondicionada (art. 225 do CP).
86
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

430 Penal IMPORTUNAÇÃO SEXUAL


 Art. 215-A. PRATICAR contra alguém e SEM a sua ANUÊNCIA ato libidinoso com o objetivo de satisfazer a
própria lascívia ou a de terceiro
 Infração de médio potencial ofensivo, SENDO possível a suspensão condicional do processo (art. 89 da
Lei nº 9.099/95).
 Não é crime Hediondo. Apenas o estupro nos crimes contra a dignidade sexual é hediondo.
431 Penal INOVAÇÃO LEGISLATIVA 2018. (NÃO CONFUNDIR os tipos penais ABAIXO):
DIVULGAÇÃO DE CENA DE ESTUPRO OU DE CENA DE ESTUPRO DE VULNERÁVEL, DE CENA DE
SEXO OU DE PORNOGRAFIA
 CP. Art. 218-C. Oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, vender ou expor à venda, distribuir, publicar ou
divulgar, por qualquer meio - inclusive por meio de comunicação de massa ou sistema de informática ou
telemática -, fotografia, vídeo ou outro registro audiovisual que contenha cena de estupro ou de estupro de
vulnerável (# exceto criança e adolescente) ou que faça apologia ou induza a sua prática (DO
ESTUPRO), ou, sem o consentimento da vítima, cena de sexo, nudez ou pornografia. “#CAIUNANET”

PEDOFILIA
 ECA. Art. 241. Vender ou expor à venda fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo
explícito ou pornográfica ENVOLVENDO CRIANÇA OU ADOLESCENTE:

 ECA. Art. 241-A. Oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, distribuir, publicar ou divulgar por qualquer meio,
inclusive por meio de sistema de informática ou telemático, fotografia, vídeo ou outro registro que contenha
cena de sexo explícito ou pornográfica ENVOLVENDO CRIANÇA OU ADOLESCENTE.

87
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

432 Civil Morte presumida. Sem decretação de ausência (art. 7º)


 Extremamente provável a morte de quem estava em perigo de vida
 DESAPARECIDO em campanha ou feito PRISIONEIRO, não encontrado até dois anos após o término da
guerra.
 Devem ser ESGOTADAS as buscas e averiguações. Sentença deve fixar data provável falecimento
433 Civil Morte presumida. Com declaração de ausência (art. 22 a 39). FASES:
 Fase 1: Curadoria dos bens do ausente (art. 22 a 25)
 Fase 2: Sucessão provisória (art. 26 a 28)
 Fase 3: Sucessão definitiva (art. 37 a 39)
434 Civil Curadoria dos bens. Fase 1 (art. 22 a 25)
 Desaparece sem notícia. Não deixa procurador ou este não quer, não pode ou não tem poderes
suficientes.
 Requerimento ao juiz: qualquer interessado ou MP
 Curador: em regra é o cônjuge, SALVO, separado judicialmente (qualquer tempo) ou de fato (mais de dois
anos). Falta de cônjuge: ORDEM OBRIGATÓRIA para nomeação do curador: Pais e descendentes (mais
próximos aos mais remotos).

435 Civil Sucessão Provisória. Prazos Fase 2 (art. 26 )


 CONTAGEM PRAZO a partir da arrecadação dos bens:
 1 (UM) ANO : sem procurador ou 3 (TRÊS) ANOS: deixou procurador. Interessados poderão requerer
declaração de ausência e abertura provisória da sucessão

88
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

436 Civil Sucessão Provisória. Legitimados Fase 2 (art. 27).


Somente se consideram interessados:
 Cônjuge não separado, herdeiros, titular de direito dependente da morte e credores de obrigações vencidas
e não pagas.
437 Civil Sucessão Provisória. Transito em julgado da sentença. Fase 2 (art. 28)
 A sentença que determinar abertura da sucessão provisória SOMENTE produz EFEITOS após 180 dias
da publicação.
 Autoriza: abertura testamento, inventário e partilha como se o ausente fosse falecido.
438 Civil Sucessão Provisória. Herdeiros (imissão na posse, frutos e rendimentos e retorno do ausente)
Fase 2 (art. 30 a 36)
 Necessários (cônjuge, descendente e ascendente): não precisam prestar garantia para imissão,
fazem seus todos os frutos e rendimentos

 Demais: precisam prestar garantia (penhor ou hipoteca). Fazem seus 50 % e devem capitalizar o
restante. Se o ausente retornar: havendo justo motivo >> fica com o valor capitalizado. Sem justo
motivo: perde em favor do sucessor.

 Ausente retorna ou prova existência, CESSAM os direitos dos sucessores.

89
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

439 Civil Sucessão Definitiva. Prazos Fase 3 (art. 37 e art. 38)


 DECORRIDOS 10 (dez) anos a contar da do transito em julgado da sentença que concedeu abertura
provisória (180 dias) poderá ser requerida SUCESSÃO DEFINITIVA e LEVANTAMENTO das cauções
prestadas

 Exceção: serão 05 (cinco) anos se ausente CONTA com 80 anos.

440 Civil Sucessão Definitiva. Regresso do ausente ou “herdeiros”. Legitimados Fase 3 (art. 39)
 Regressando em 10 (dez) anos da SUCESSÃO DEFINITIVA
 Ausente ou herdeiros (ascendentes, descendentes)
 Recebem bens no estado em que se acharem, ou sub-rogados em seu lugar, ou preço que herdeiros
houverem recebido.
441 Civil Sucessão Definitiva. Arrecadação dos bens. Legitimados Fase 3 (art. 39, PU)
 Se transcorridos os 10 (anos) da SUCESSÃO DEFINITIVA
 Não houver regresso do ausente ou “herdeiros”
 Bens passam ao Municípios ou ao DF, ou a União (quando situados em território federal)

442 Civil Compra e Venda de Ascendente a descendente


 Anulável, salvo se consentimento do cônjuge e demais descendentes
 Dispensa do consentimento do cônjuge: regime de separação obrigatória de bens

90
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

443 Civil Venda ad Mensuram (art. 500, caput e §§ 1º e 2º)


 Preço por medida de extensão ou se determinada a respectiva área.
 Comprador tem direito: exigir complemento da área, abatimento proporcional do preço ou resolução do
contrato
 Admitida diferença de até 1/20 (5%) do total da área
Se houver excesso, e o vendedor desconhecia tal situação, caberá ao comprador (à sua escolha):
completar o preço ou devolver o excesso

444 Civil Venda ad Corpus (art. 500, §3º)


 Bem é vendido como coisa certa e discriminada.
 Não haverá complemento ou devolução de área.
 Dimensões são meramente enunciativas.

445 Civil Prazo decadencial para propor as ações previstas no art. 500 (art. 501)
 Um ano do registro OU
Um ano da imissão na posse do imóvel se o atraso for atribuível ao alienante.

446 Civil Compra e venda de bem indivisível (art. 504, caput e PU)
 Preferência dos condôminos a estranhos, tanto por tanto
 Condômino preterido: prazo decadencial de 180 dias para haver a coisa.
 Vários Condôminos, ordem de preferência:
1) Benfeitorias de maior valor
 Quinhão maior

91
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

447 Civil Cláusulas Especiais à Compra e Venda (art. 505 a 532) Retrovenda

 Venda a contento e sujeita a Prova


 Preempção ou preferência
 Venda com reserva de domínio
 Venda sobre documentos

448 Civil Retrovenda (art. 505 a 508) Coisa imóvel

 Vendedor reserva-se o direito de recobrar a coisa em até 3 anos


 Restitui preço recebido + reembolsa despesas (incluindo as autorizadas por escrito e benfeitorias
necessárias).
 Direito de Retrato é CESSÍVEL e TRANSMISSÍVEL a herdeiros ou legatários, podendo ser exercido contra
terceiro adquirente.

449 Civil Venda a Contento e Sujeita a Prova (art. 509 a 512)


 Realizada sobre condição suspensiva (manifestação de agrado do comprador)
 Enquanto não manifestada a aceitação por parte do comprador, as obrigações deste serão de mero comodatário.
 Se não existir prazo previsto para a aceitação, o vendedor terá direito de intimá-lo judicial ou extrajudicialmente, para
que o faça em prazo improrrogável.

450 Civil Preempção ou preferência (art. 513 a 520)


 Obrigação imposta ao comprador de oferecer ao vendedor a coisa que irá vender ou que vai dar em pagamento, para
que este use de seu direito de prelação, tanto por tanto.
 Prazos máximos para exercer o direito de preferência: 180 dias se móvel ou 2 anos se imóvel.
 Inexistindo prazo estipulado, o direito de prelação caducará em 3 dias se móvel ou 60 dias se imóvel, da
notificação ao vendedor. Tredestinação ilícita: se a coisa expropriada para fins de necessidade ou utilidade
pública, ou por interesse social, não tiver o destino para que se desapropriou, ou não for utilizada em obras ou
serviços públicos, caberá ao expropriado direito de preferência, pelo preço atual da coisa. O direito de preferência

92
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
NÃO se pode CEDER, nem PASSA AOS HERDEIROS (diferente do direito de retrato – “retrovenda”).

451 Civil Venda com reserva de domínio (art. 521 a 528)


 Reserva da propriedade de bem móvel (desde que suscetível de caracterização perfeita) até que seja integralmente
pago o preço. Eficácia: depende de instrumento por escrito + registro. Mora ex persona: somente estará
constituído em mora o comprador mediante protesto do título ou interpelação judicial.

452 Civil Venda sobre documentos (art. 529 a 532) Substituída a entrega da coisa pela do título representativo
 Se a documentação estiver em ordem, o comprador não pode recusar o pagamento e este deverá ocorrer na data
e lugar da entrega dos documentos. Intermediário bancário: efetua o pagamento mediante entrega de
documentos. Não tem obrigação de verificar a coisa vendida, pela qual não responde

453 Civil Constituição de Renda – Conceito - (arts. 803 a 805)


 No contrato de Constituição de renda:
a) Pode uma pessoa obrigar-se com outra a uma prestação periódica, a título gratuito ou a título
oneroso, entregando-lhe bens móveis ou imóveis
 Sendo oneroso, pode o credor, ao contratar, exigir que o rendeiro lhe preste garantia real ou fidejussória.

454 Civil Constituição de Renda - Forma e Prazo (arts. 806 e 807)


 Requer escritura pública
 Prazo certo ou por vida, neste caso podendo ultrapassar a vida do devedor MAS NÃO a do credor, seja
ele o contratante, seja terceiro.

455 Civil Constituição de Renda Nulidade (art. 808)


 Será nulo: em favor de pessoa já falecida ou que nos 30 dias seguintes vier a falecer de moléstia que já
sofria, quando foi celebrado contrato.

93
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

456 Civil Constituição de Renda - Direito de Acrescer “NÃO” (art. 812)


 Quando a renda for constituída em benefício de duas ou mais pessoas, sem determinação da parte de
cada uma, entende-se que os seus direitos são iguais; e, salvo estipulação diversa, não adquirirão os
sobrevivos direito à parte dos que morrerem.

457 Civil Constituição de Renda - Isenção de execuções (art. 813)


 A renda constituída por título gratuito pode, por ato do instituidor, ficar isenta de todas as execuções
pendentes e futuras

458 Civil Jogo e aposta - Obrigação natural e simulação - (art. 814, caput e §1º )
 As dívidas de jogo ou de aposta não obrigam a pagamento; mas não se pode recobrar a quantia,
que voluntariamente se pagou, salvo se foi ganha por dolo, ou se o perdente é menor ou interdito.
 Estende-se esta disposição a qualquer contrato que encubra ou envolva reconhecimento, novação ou
fiança de dívida de jogo; mas a nulidade resultante não pode ser oposta ao terceiro de boa-fé.
 Aplica-se mesmo que NÃO PROIBIDO.
Excetuam-se APENAS os legalmente permitidos.

459 Civil Da Fiança – Forma (art. 819)


 A fiança dar-se-á por escrito, e não admite interpretação extensiva

460 Civil Fiança – Consentimento (art. 820)


 Pode-se estipular a fiança, ainda que sem consentimento do devedor ou contra a sua vontade.

461 Civil Fiança – Limite civil (art. 823)


 A fiança pode ser de valor inferior ao da obrigação principal e contraída em condições menos
onerosas, e, quando exceder o valor da dívida, ou for mais onerosa que ela, não valerá senão até ao
limite da obrigação afiançada.
94
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

462 Civil Fiança – Nulidade (art. 824)


 As obrigações nulas não são suscetíveis de fiança, exceto se a nulidade resultar apenas de
incapacidade pessoal do devedor.
 A exceção estabelecida neste artigo não abrange o caso de mútuo feito a menor.

463 Civil Fiança - Benefício de Ordem (arts. 827 a 828)


 O fiador demandado pelo pagamento da dívida tem direito a exigir, até a contestação da lide, que sejam
primeiro executados os bens do devedor.
 O fiador que alegar o benefício de ordem, a que se refere este artigo, deve nomear bens do devedor, sitos no
mesmo município, livres e desembargados, quantos bastem para solver o débito.
NÃO APROVEITA benefício de ordem
a) Renunciou expressamente b) Se obrigou como principal pagador ou devedor solidário. C) Devedor for
insolvente ou falido

464 Civil Fiança - Sub-rogação (art. 831)


 O fiador que pagar integralmente a dívida fica sub-rogado nos direitos do credor; mas só poderá demandar a cada
um dos outros fiadores pela respectiva quota.
 A parte do fiador insolvente distribuir-se-á pelos outros

465 Civil Fiança – Exoneração - (art. 835)


 O fiador poderá exonerar-se da fiança que tiver assinado sem limitação de tempo, sempre que lhe convier, ficando
obrigado por todos os efeitos da fiança, durante sessenta dias após a notificação do credo.

95
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

466 Civil Fiança – Extinção (arts. 838 e 839)


 O fiador ficará desobrigado:
I - se, sem consentimento seu, o credor conceder moratória ao devedor; II - se, por fato do credor, for impossível
a sub-rogação nos seus direitos e preferências; III - se o credor, em pagamento da dívida, aceitar amigavelmente
do devedor objeto diverso do que este era obrigado a lhe dar, ainda que depois venha a perdê-lo por evicção IV -
Se for invocado o benefício da excussão e o devedor, retardando-se a execução, cair em insolvência, ficará
exonerado o fiador que o invocou, se provar que os bens por ele indicados eram, ao tempo da penhora, suficientes
para a solução da dívida afiançada.

467 Civil Seguro – Conceito (art. 757)


 Contrato pelo qual o segurador se obriga, mediante o pagamento do prêmio, a garantir interesse legítimo
do segurado, relativo a pessoa ou a coisa, contra riscos predeterminados.
 Prêmio = valor que o segurado paga para ter direito ao “seguro”.

468 Civil Seguro – Prova (art. 758)


 O contrato de seguro prova-se coma a apólice ou bilhete do seguro OU na falta deles, por comprovante do
pagamento do prêmio.

469 Civil Seguro – Apólice (art. 759 e 760)


 A emissão da apólice deverá ser precedida de proposta escrita com a declaração dos elementos
essenciais do interesse a ser garantido e do risco.
 Elementos da apólice ou bilhete de seguro: nominativos, à ordem ou ao portador (exceto no seguro de
pessoas), e mencionarão os riscos assumidos, o início e o fim de sua validade, o limite da garantia e o prêmio
devido, e, quando for o caso, o nome do segurado e o do beneficiário.

96
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
470 Civil Seguro – Mora (art. 763)
 Não terá direito a indenização o segurado que estiver em mora no pagamento do prêmio, se ocorrer o
sinistro antes de sua purgação

471 Civil Seguro – Declarações (art. 766)


 Se o segurado, por si ou por seu representante, fizer declarações inexatas ou omitir circunstâncias que
possam influir na aceitação da proposta ou na taxa do prêmio, perderá o direito à garantia, além de ficar
obrigado ao prêmio vencido. Se a inexatidão ou omissão nas declarações não resultar de má-fé do
segurado, o segurador terá direito a resolver o contrato, ou a cobrar, mesmo após o sinistro, a diferença do
prêmio.

472 Civil Seguro - Agravação do resultado (art. 768)


 O segurado perderá a garantia se agravar intencionalmente o risco objeto do contrato.
 Também perderá, se omitir agravamento do risco e se provar que silenciou de má fé, constituindo obrigação a
comunicação desta circunstância ao segurador.
 Segurador: tem 15 dias para, em virtude do agravamento, resolver o contrato, comunicando o segurado. A resolução
será eficaz apenas 30 dias após esta notificação.

473 Civil Seguro – devolução em dobro (art. 773)


 O segurador que, ao tempo do contrato, sabe estar passado o risco de que o segurado se pretende cobrir, e, não
obstante, expede a apólice, pagará em dobro o prêmio estipulado.

474 Civil Seguro – recondução tácita (art. 774)


 A recondução tácita do contrato pelo mesmo prazo, mediante expressa cláusula contratual, não poderá operar mais de
1 vez.

97
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

475 Civil Seguro de dano – Limite (art. 778 e 781)


 A garantia prometida não pode ultrapassar o valor do interesse segurado no momento da conclusão do
contrato, sob pena de resolução contratual em virtude de declaração falsa ou inexata (art. 766), e sem prejuízo da
ação penal que no caso couber.
 A indenização não pode ultrapassar o valor do interesse segurado no momento do sinistro, e, em hipótese
alguma, o limite máximo da garantia fixado na apólice, salvo em caso de mora do segurador.

476 Civil Seguro – Sub-rogação. Direitos e ações contra autor do dano (art. 785)
 Paga a indenização, o segurador sub-roga-se, nos limites do valor respectivo, nos direitos e ações que
competirem ao segurado contra o autor do dano. Salvo dolo, a sub-rogação não tem lugar se o dano foi causado
pelo cônjuge do segurado, seus descendentes ou ascendentes, consangüíneos ou afins.É ineficaz qualquer ato
do segurado que diminua ou extinga, em prejuízo do segurador, os direitos a que se refere este artigo.

477 Civil Seguro – Responsabilidade civil (art. 788)


 Nos seguros de responsabilidade legalmente obrigatórios, a indenização por sinistro será paga pelo segurador
diretamente ao terceiro prejudicado.

478 Civil Seguro de Pessoa – Limite (art. 789)


 Diferente do seguro de coisa, não há limite. Nos seguros de pessoas, o capital segurado é livremente
estipulado pelo proponente, que pode contratar mais de um seguro sobre o mesmo interesse, com o mesmo ou
diversos seguradores

479 Civil Seguro de Pessoa - Responsabilidade por Dívidas “NÃO” (art. 794)
 No seguro de vida ou de acidentes pessoais para o caso de morte, o capital estipulado não está sujeito às dívidas
do segurado, nem se considera herança para todos os efeitos de direito.

480 Civil Seguro de Pessoa - Prazo do prêmio (arts. 791 e 792)


 O prêmio, no seguro de vida, será conveniado por prazo limitado, ou por toda a vida do segurado.

98
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

481 Civil Seguro de Vida – Carência - (arts. 797 a 798)


 No seguro de vida para o caso de morte, é lícito estipular-se um prazo de carência, durante o qual o segurador não
responde pela ocorrência do sinistro.
 No caso deste artigo o segurador é obrigado a devolver ao beneficiário o montante da reserva técnica já formada.
Suicídio: O beneficiário não tem direito ao capital estipulado quando o segurado se suicida nos primeiros dois anos
de vigência inicial do contrato.

482 Civil Seguro de Pessoas - Sub-rogação nas ações e direitos “NÃO” (art. 800)
 Diferente do seguro de coisas em que há sub-rogação “SE LIGA”!!! Nos seguros de pessoas, o segurador não pode
sub-rogar-se nos direitos e ações do segurado, ou do beneficiário, contra o causador do sinistro.

483 Civil Comissão – conceito - (art. 693). É o contrato que tem por objeto a aquisição ou a venda de bens pelo
comissário, em seu próprio nome, à conta do comitente

484 Civil Comissão - Responsabilidade (art. 694)


 O comissário fica diretamente obrigado para com as pessoas com quem contratar, sem que estas tenham ação
contra o comitente, nem este contra elas, salvo se o comissário ceder seus direitos a qualquer das partes.
 Comissário deve evitar qualquer prejuízo ao comitente, e ainda lhe proporcionar o lucro que razoavelmente se
podia esperar do negócio.
 Responderá o comissário, salvo motivo de força maior, por qualquer prejuízo que, por ação ou omissão, ocasionar ao
comitente. O comissário não responde pela insolvência das pessoas com quem tratar, exceto em caso de culpa e
no caso de cláusula del credere

485 Civil Comissão – Cláusula del credere (art. 698)


 Contrato de comissão: com cláusula del credere.
 Responsabilidade do comissário é SOLIDÁRIA com as pessoas com que houver tratado em nome do comitente.
 Neste caso, tem direito à remuneração mais elevada, para compensar o ônus assumido.

99
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
486 Civil Comissão Remuneração proporcional (art. 702)
 Em caso de morte do comissário OU Por motivo de força maior não puder concluir o negócio.

487 Civil Comissão - Juros Recíprocos (art. 706)


 O comitente e o comissário são obrigados a pagar juros um ao outro; o primeiro pelo que o comissário houver
adiantado para cumprimento de suas ordens; e o segundo pela mora na entrega dos fundos que pertencerem ao
comitente.

488 Civil Comissão – Preferência do crédito. O crédito do comissário, relativo a comissões e despesas feitas, goza de
privilégio geral, no caso de falência ou insolvência do comitente.

489 Civil Agência e Distribuição – Conceito (art. 710). Pelo contrato de agência, uma pessoa assume, em caráter não
eventual e sem vínculos de dependência, a obrigação de promover, à conta de outra, mediante retribuição, a
realização de certos negócios, em zona determinada, caracterizando-se a distribuição quando o agente tiver à sua
disposição a coisa a ser negociada.

490 Civil Agência e Distribuição - Exclusividade (arts. 711 e 714)


 Salvo ajuste, o proponente não pode constituir, ao mesmo tempo, mais de um agente, na mesma zona, com idêntica
incumbência; nem pode o agente assumir o encargo de nela tratar de negócios do mesmo gênero, à conta de outros
proponentes. Salvo ajuste, o agente ou distribuidor terá direito à remuneração correspondente aos negócios concluídos
dentro de sua zona, ainda que sem a sua interferência.

491 Civil Agência e Distribuição Despesas (art. 713)


 Salvo estipulação diversa, todas as despesas com a agência ou distribuição correm a cargo do agente ou
distribuidor

100
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

492 Civil Agência e Distribuição Remuneração (arts. 717 a 719)


 Remuneração devida se negócio não realizado por fato imputável ao proponente.
 Ainda que dispensado por justa causa, terá o agente direito a ser remunerado pelos serviços úteis prestados ao
proponente, sem embargo de haver este perdas e danos pelos prejuízos sofridos.
 Se a dispensa se der sem culpa do agente, terá ele direito à remuneração até então devida, inclusive sobre os
negócios pendentes, além das indenizações previstas em lei especial.
 Se o agente não puder continuar o trabalho por motivo de força maior, terá direito à remuneração correspondente
aos serviços realizados, cabendo esse direito aos herdeiros no caso de morte.

493 Civil Agência e Distribuição Resolução (art. 720). Se o contrato for por tempo indeterminado, qualquer das partes
poderá resolvê-lo, mediante aviso prévio de noventa dias, desde que transcorrido prazo compatível com a natureza
e o vulto do investimento exigido do agente. No caso de divergência entre as partes, o juiz decidirá da razoabilidade
do prazo e do valor devido

494 Civil Corretagem. Conceito (art. 722)


 Pelo contrato de corretagem, uma pessoa, não ligada a outra em virtude de mandato, de prestação de serviços ou
por qualquer relação de dependência, obriga-se a obter para a segunda um ou mais negócios, conforme as instruções
recebidas.

495 Civil Corretagem. Remuneração (art. 725)


 Remuneração DEVIDA uma vez que tenha conseguido resultado, mesmo que não se efetive por arrependimento das
partes.
 Negócio direto entre as partes: não é devida remuneração ao corretor.
 Exceção: por escrito, com cláusula de exclusividade, tem direito à remuneração integral, ainda que o negócio tenha
sido realizado sem sua interferência, salvo provada sua inércia ou ociosidade.

496 Civil Transporte. Conceito (art. 730). É aquele contrato pelo qual alguém se obriga, mediante retribuição, a transportar,
de um lugar para outro, pessoas ou coisas.

101
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

497 Civil Transporte Cumulativo (art. 733)


 Divisão em percursos: Nos contratos de transporte cumulativo, cada transportador se obriga a cumprir o contrato
relativamente ao respectivo percurso, respondendo pelos danos nele causados a pessoas e coisas.
 Forma de cálculo: O dano, resultante do atraso ou da interrupção da viagem, será determinado em razão da
totalidade do percurso. Responsabilidade solidária: Se houver substituição de algum dos transportadores no decorrer
do percurso, a responsabilidade solidária estender-se-á ao substituto.

498 Civil Transporte de Pessoas. Exclusão de Responsabilidade (art. 734)


 Transportador responde pelos danos causados às pessoas e suas bagagens, salvo motivo de força maior, sendo nula
qualquer cláusula excludente de responsabilidade.
 É lícito ao transportador exigir a declaração do valor da bagagem a fim de fixar o limite da indenização.
 A responsabilidade contratual do transportador por acidente com o passageiro não é elidida por culpa de terceiro,
contra o qual tem ação regressiva.

499 Civil Transporte de Pessoas. Cortesia (art. 736)


 Não se subordina às normas do contrato de transporte o feito gratuitamente, por amizade ou cortesia.
 Não se considera gratuito o transporte quando, embora feito sem remuneração, o transportador auferir
vantagens indiretas.

500 Civil Transporte de Pessoas. Restituição do valor da passagem (Art. 740)


 Passageiro pode rescindir antes de iniciada a viagem, sendo-lhe devida restituição do valor da passagem,
desde que a comunicação ao transportador seja em tempo daquela ser renegociada.
 Passageiro pode desistir do transporte, mesmo depois de iniciada a viagem, sendo-lhe devida
proporcionalmente a restituição, desde que provada que outra pessoas foi transportada em seu lugar.
 Não terá direito a pessoa que deixar de embarcar, salvo provado que outra foi em seu lugar, e fará jus à
restituição.
 Multa compensatória: até 5 % da importância a ser restituída.

102
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
501 Civil Transporte de Pessoas. Direito de retenção (art. 742)
 O transportador, uma vez executado o transporte, tem direito de retenção sobre a bagagem de passageiro e
outros objetos pessoais deste, para garantir-se do pagamento do valor da passagem que não tiver sido feito
no início ou durante o percurso.

502 Civil Transporte de Coisas. Individualização (art. 743)


A coisa, entregue ao transportador, deve estar caracterizada pela sua natureza, valor, peso e quantidade, e
o mais que for necessário para que não se confunda com outras, devendo o destinatário ser indicado ao
menos pelo nome e endereço.

503 Civil Transporte de Coisas. Prazo decadencial. Cortesia (art. 745).


 Em caso de informação inexata ou falsa descrição no documento que relaciona os bens, será o
transportador indenizado pelo prejuízo que sofrer, devendo a ação respectiva ser ajuizada no prazo de cento
e vinte dias, a contar daquele ato, sob pena de decadência.

504 Civil Transporte de Coisas. Desistência do transporte. (Art. 747)


 Até a entrega da coisa, pode o remetente desistir do transporte e pedi-la de volta, ou ordenar seja
entregue a outro destinatário, pagando, em ambos os casos, os acréscimos de despesa decorrentes da
contra-ordem, mais as perdas e danos que houver.

505 Civil Transporte de Coisas. Responsabilidade. (art. 751)


 A responsabilidade do transportador, limitada ao valor constante do conhecimento, começa no momento
em que ele, ou seus prepostos, recebem a coisa; termina quando é entregue ao destinatário, ou depositada
em juízo, se aquele no for encontrado.

103
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

506 Civil Transporte de Coisas. Impedimentos (art. 753)


 Se o impedimento perdurar sem motivo imputável ao transportador, este poderá: depositá-la em juízo ou
vender a coisa, depositando o valor.
 Se Impedimento for de responsabilidade do transportador: poderá depositar a coisa, por sua conta e risco,
mas só poderá vendê-la, se perecível.

507 Civil Transporte de Coisas. Entrega (art. 754)


 Mercadorias devem ser entregues ao destinatários, que deverão conferi-las no ato da entrega, sob pena
de decadência dos direitos. Se houver perda parcial ou de avaria não perceptível à primeira vista, o
destinatário tem dez dias a contar da entrega para que denuncie o dano.

508 Civil Depósito (gênero)


 Espécies: depósito voluntário e depósito necessário

509 Civil Depósito voluntário – Conceito (art. 627 e 646)


 Pelo contrato de depósito, o depositário recebe um objeto móvel, para guardar, até que o depositante o
reclame.
Prova do depósito voluntário far-se-á por ESCRITO.

510 Civil Depósito Voluntário. Remuneração(art. 628)


 Em regra, gratuito.
 Exceto: resultante de atividade negocial ou se depositário o praticar por profissão

511 Civil Depósito Voluntário. Restituição (art. 631)


 Dar-se-á no lugar em que tiver de ser guarda.
 Despesas corre por conta do depositante.

104
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
512 Civil Depósito Voluntário. Ações Judiciais. Despedida sem justa causa (art. 636)
 Depositário que perde a coisa depositada e recebe outra em seu lugar é obrigado a entregá-la ao depositante e
CEDER-LHE as ações que no caso tiver contra o terceiro responsável pela restituição da primeira (coisa).
Herdeiro do depositário que, de boa fé vendeu a coisa depositada é obrigado a ASSISTIR o depositante na
REIVINDICAÇÃO, e a restituir ao comprador o preço recebido.

513 Civil Depósito Voluntário. Escusa de Responsabilidade (art. 642)


 Depositário não responde pelos casos de força maior.Escusa somente é válida com a prova (da
existência da força maior).

514 Civil Depósito Voluntário. Depósito de coisas fungíveis (art. 642)


 No depósito de coisas fungíveis. Em que se obrigue a restituição por objetos do mesmo gênero, quantidade e
qualidade
Regulam-se pelas regras do mútuo.

515 Civil Depósito Necessário – Conceito (art. 647)


 É aquele que se faz em desempenho de obrigação legal OU em virtude de alguma calamidade, como incêndio,
inundação, o naufrágio ou o saque.

516 Civil Depósito Necessário. Equiparação (art. 649)


 Os depósitos de bagagens de viagens ou hóspedes nas hospedarias equiparam-se ao depósito voluntário.
 Hospedeiros responderão como depositários pelos furtos e roubos de bagagens em seus estabelecimentos, salvo
prova de que não podiam ter sido evitados.

517 Civil Mandato – Conceito (arts. 653)


 Opera-se o mandato quando alguém recebe de outrem poderes para, em seu nome, praticar atos ou administrar
interesses.

105
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
518 Civil Mandato – Instrumento (arts. 654, 655, 656 e 659)
 Requisitos do instrumento particular: lugar, qualificação, data e objeto da outorga com a designação e extensão dos
poderes. PROCURAÇÃO: instrumento do mandato. Terceiro pode exigir firma reconhecida
 Pode ser outorgado por instrumento público e substabelecido por particular
 Mandato pode ser expresso ou tácito (resulta do começo da execução), verbal ou escrito

519 Civil Mandato – Remuneração (art. 658)


 Presume-se GRATUITO, exceto: Se estipulada remuneração ou se o objeto é daqueles em que o mandatário trata por
ofício ou profissão.

520 Civil Mandato. Poderes (art. 660 e 661)


 Mandato pode ser especial ou geral
 Mandato em termos gerais só confere poderes de administração
 Para alienar, hipotecar, transigir, ou praticar outros quaisquer atos que exorbitem da administração ordinária,
depende a procuração de poderes especiais e expressos.
 O poder de transigir não importa o de firmar compromisso.

521 Civil Mandato. Eficácia (art.662)


 Os atos praticados por quem não tenha mandato, ou o tenha sem poderes suficientes, são ineficazes em
relação àquele em cujo nome foram praticados, salvo se este os ratificar.
(cuidado >>>não são NULOS e sim INEFICAZES)
 Se RATIFICADOS, eficácia é ex tunc (retroage à data do ato).

522 Civil Mandato. Mandatário menor (art. 666)


 O maior de dezesseis e menor de dezoito anos não emancipado pode ser mandatário, mas o mandante
não tem ação contra ele senão de conformidade com as regras gerais, aplicáveis às obrigações contraídas
por menores.

106
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
523 Civil Mandato.Substabelecimento (art. 667)
 Se omissa a proibição de substabelecer na procuração, o mandatário poderá efetuá-la, mas será
responsável se o substabelecido proceder culposamente.
 Havendo poderes de substabelecer, só serão imputáveis ao mandatário os danos causados pelo
substabelecido, se tiver agido com culpa na escolha deste ou nas instruções dadas a ele.
 Se a proibição de substabelecer constar da procuração, os atos praticados pelo substabelecido não obrigam
o mandante, salvo ratificação expressa, que retroagirá à data do ato.

524 Civil Mandato. Responsabilidade do Mandante (art. 679)


 Ainda que o mandatário contrarie as instruções do mandante, se não exceder os limites do mandato, ficará o
mandante obrigado para com aqueles com quem o seu procurador contratou; mas terá contra este ação pelas perdas
e danos resultantes da inobservância das instruções

525 Civil Mandato – Extinção (art.682)


 Cessa o mandato:
a) pela revogação ou pela renúncia;pela morte ou interdição de uma das partes;
c) pela mudança de estado que inabilite o mandante a conferir os poderes, ou o mandatário para os exercer;
d) pelo término do prazo ou pela conclusão do negócio.

107
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
526 Civil Mandato. Revogação (art. 685)
 Quando o mandato contiver a cláusula de irrevogabilidade e o mandante o revogar, pagará perdas e danos.
 Quando a cláusula de irrevogabilidade for condição de um negócio bilateral, ou tiver sido estipulada no exclusivo
interesse do mandatário, a revogação do mandato será ineficaz.
 Conferido o mandato com a cláusula "em causa própria", a sua revogação não terá eficácia, nem se extinguirá pela
morte de qualquer das partes, ficando o mandatário dispensado de prestar contas, e podendo transferir para si os bens
móveis ou imóveis objeto do mandato, obedecidas as formalidades legais.
 A revogação do mandato, notificada somente ao mandatário, não se pode opor aos terceiros que, ignorando-a, de
boa-fé com ele trataram; mas ficam salvas ao constituinte as ações que no caso lhe possam caber contra o procurador.
 É irrevogável o mandato que contenha poderes de cumprimento ou confirmação de negócios encetados, aos quais
se ache vinculado. Tanto que for comunicada ao mandatário a nomeação de outro, para o mesmo negócio,
considerar-se-á revogado o mandato anterior.

527 Civil Mandato Judicial. (art. 692)


 Reger-se-á pelas regras da legislação processual. Supletivamente utilizará as regras do CC

528 Civil Erro ou Ignorância (art. 138 a art. 144)


 Requisitos: declaração de vontade decorre de erro substancial.
 Erro substancial: natureza, objeto ou qualidade essencial do negócio. Identidade ou qualidade essencial
da pessoa (desde que relevante). sendo de direito e não implicando recusa à aplicação da lei, for o motivo
único ou principal do negócio jurídico.
 Questão clássica: O erro de cálculo apenas autoriza a retificação da declaração de vontade.
O erro não prejudica a validade do negócio jurídico quando a pessoa, a quem a manifestação de vontade se
dirige, se oferecer para executá-la na conformidade da vontade real do manifestante.

108
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
529 Civil Dolo (art. 145 a art. 150)
 Dolo essencial (principal) enseja anulação quando for a causa do Negócio Jurídico (NJ)
 Dolo Acidental: só obrigação perdas e danos. O NJ seria realizado, embora de outro modo.
 Omissão dolosa: negócios bilaterais >> silêncio intencional sobre fato ou qualidade que a outra parte haja
ignorado e que provando-se que sem ela o negócio não se teria celebrado.
 Dolo do terceiro >>> se a parte a quem aproveita:
a) Conhecia ou devesse ter conhecimento: anulado
b) Caso contrário ( parte a quem aproveita não sabia): subsiste o NJ e o 3º responderá por todas as perdas
e danos da parte a quem ludibriou.
 Dolo do representante >>> SE LEGAL: obriga até a importância do proveito. SE CONVENCIONAL:
representado responderá solidariamente com representante por perdas e danos
 Dolo recíproco: nenhuma parte pode alegá-lo para anular o negócio, ou reclamar indenização.

530 Civil Coação (art. 151 a art. 155)


 Fundado temor de dano iminente e considerável: à sua pessoa, sua família, ou aos seus bens. Se disser
respeito a pessoa não pertencente à família do paciente, o juiz, com base nas circunstâncias, decidirá se
houve coação.
 Coação de terceiro >>> se a parte a quem aproveita:
a) Conhecia ou devesse ter conhecimento: responde solidariamente por perdas e danos.
 b) Caso contrário ( parte a quem aproveita não sabia): subsiste o NJ e o 3º responderá por todas as
perdas e danos que houver causado ao coacto.

531 Civil Estado de Perigo (art. 156)


 Premido da necessidade de salvar-se, ou à pessoa de sua família, de GRAVE DANO, CONHECIDO pela
outra parte(dolo de aproveitamento), assume obrigação excessivamente onerosa.

109
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
532 Civil Lesão (art. 157)
 Premente necessidade, ou por inexperiência, se obriga a prestação manifestamente desproporcional ao
valor da prestação oposta.
SUPLEMENTO: Não se decretará a anulação do negócio, se for oferecido suplemento suficiente, ou se a
parte favorecida concordar com a redução do proveito.

533 Civil Fraude Contra Credores – Definição. (art. 158 e art. 159)
 Negócios de transmissão gratuita de bens OU remissão de dívida
 Praticados pelo devedor já insolvente OU reduzido à insolvência POR ESTES NEGÓCIOS
 Mesmo que ignore a situação (de insolvência)
 São passíveis de anulação pelos credores quirografários ou cuja garantia se tornar insuficiente
 Só podem pleitear a anulação os credores que já o eram ao tempo da realização destes negócios
Também serão anuláveis os contratos onerosos do devedor insolvente, quando a insolvência for notória, ou
houver motivo para ser conhecida do outro contratante

534 Civil Fraude Contra Credores – Presunção. (art. 163 e art. 164 )
 Presumem-se fraudatórias dos direitos dos outros credores as garantias de dívidas que o devedor
insolvente tiver dado a algum credor.
 Presumem-se, porém, de boa-fé e valem os negócios ordinários indispensáveis à manutenção de
estabelecimento mercantil, rural, ou industrial, ou à subsistência do devedor e de sua família.

110
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
535 Civil Fraude Contra Credores – Efeitos da anulação. (art. 165)
 Reversão da vantagem em proveito do acervo que se tenha de efetuar o concurso de credores
 Invalidade apenas da garantia: manutenção do NJ se esses negócios tinham por único objeto atribuir direitos
preferenciais, mediante hipoteca, penhor ou anticrese.

536 Civil Rescisão Gênero


 São espécies: resolução (inadimplemento) e resilição (manifestação de vontade unilateral ou
bilateral);

537 Civil Distrato (art. 472 a 473) Resilição


 Resilição Bilateral (art. 472): distrato é feito pela mesma forma exigida para o contrato.
 Resilição Unilateral (art. 473): quando a lei expressa ou implicitamente permita, opera mediante
DENÚNCIA NOTIFICADA à outra parte.
 Resilição: é o exercício de um direito potestativo.

538 Civil Resolução (art. 474 a 480)


 Cláusula resolutiva (art. 474 e 475)
 Exceção do contrato não cumprido (art. 476 e 477)
 Resolução por onerosidade excessiva (art. 478 a 480)

539 Civil Resolução Cláusula resolutiva (art. 474 a 475)


 Cláusula resolutiva expressa: opera de pleno direito
 Cláusula resolutiva tácita: dependente de interpelação judicial
 Parte lesada pelo inadimplemento:
a) Pode optar entre resolução do contrato ou exigir-lhe cumprimento
b) Qualquer dos casos: indenização por perdas e danos

111
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
540 Civil Resolução. Exceção de contrato não cumprido. (art. 476 a 477)
 Descumprimento bilateral = extinção do contrato
Quebra antecipada do contrato ou inadimplemento antecipado = ocorre quando depois de concluído o
contrato, sobrevier a uma das partes contratantes diminuição em seu patrimônio capaz de comprometer ou
tornar duvidosa a prestação pela qual se obrigou, pode a outra recusar-se à prestação que lhe incumbe,
até que aquela satisfaça a que lhe compete ou dê garantia bastante de satisfazê-la.

541 Civil Resolução por Onerosidade Excessiva. (art. 478 a 480)


 Contratos de execução continuada ou diferida
 Requisitos
a) Onerosidade excessiva
b) Extrema vantagem para outra parte
c) Acontecimentos extraordinários e imprevisíveis
 DEVEDOR: pode pedir resolução, e os efeitos da sentença retroagirão à data da citação
 Poderá SER EVITADA a resolução: réu se oferece para modificar equitativamente as condições do
contrato.
PODERÁ SER EVITADA: quando as obrigações couberem a apenas uma das partes, poderá ela pleitear
que a sua prestação seja reduzida, ou alterado o modo de executá-la, a fim de evitar a onerosidade
excessiva.

112
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

542 Penal  Participação (partícipe): O Código Penal Brasileiro adota, com relação ao partícipe, a teoria da
ACESSORIEDADE LIMITADA. Assim, para o partícipe ser punido pela conduta praticada pelo autor,
basta que esse autor tenha praticado uma condutaTÍPICA e ILÍCITA, nada importando a culpabilidade do
autor (Ex: Doença mental) ou punibilidade (Ex: Prescrição, morte do autor, anistia, etc)
 Acessoriedade Mínima: Fato Típico
 Acessoriedade Limitada: Fato Típico + Ilícito
 Acessoriedade Máxima: Fato Típico + Ilícito + Culpável
 Hiperacessoriedade: Típico + Ilícito + Culpável + Punível
543 Penal  Inovação legislativa 2018. Lei Maria da Penha.Novo TIPO PENAL.
 Art. 24-A. Descumprimento de Medidas Protetivas de Urgência. Fiança apenas judicial.
544 Penal  Sistema vicariante: no caso de semi-inimputável, aplica-se a pena com redução OU medida de
segurança (jamais AMBOS).
 Sistema VICARIANTE ou Unitário >>> Oposição ao Duplo Binário (superado).
545 Penal  Violação de sigilo funcional.
 Na forma simples (art. 325, caput) = subsidiário (“se o fato não constitui crime mais grave”)
 Na forma qualificada (art. 325, §2º) = gerar dano>>>autônomo. Cumulação material.
546 Penal  Jurisprudência STJ. Interceptação telefônica. “Não é válida a interceptação telefônica realizada sem
prévia autorização judicial, ainda que haja posterior consentimento de um dos interlocutores para
ser tratada como escuta telefônica e utilizada como prova em processo penal.” (STJ, HC
161.053/SP).

547 Penal  Teoria da Punibilidade da Tentativa.


 Teoria objetiva: pena do crime tentado é igual a do consumado DIMINUÍDA. (regra do CP)
 Teoria subjetiva: idênticas penas tentado e consumado (exceção no CP). Previstas para crimes de
atentado ou empreendimento.

113
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

548 Penal  Falsidade material (art. 297) X Falsidade Ideológica (art. 299) de documento público
 Falsidade material: recai sobre o aspecto externo do documento.Ex.: Carteira de identidade com foto
trocada.
 Falsidade ideológica: documento existe, é verdadeiro, porém seu conteúdo intelectual é falso.
Ex.:declaração de informações falsas na Carteira de Trabalho, a fim de subtrair a contribuição social
mensal.
549 Penal  Exploração de prestígio x Tráfico de Influência.
 Exploração de Prestígio = pretexto de influir em Juiz, MP, perito, testemunha, etc. [art. 357 CP]
 Tráfico de Influência= Influir em ato praticado por funcionário público. ( qualquer funcionário
público ) [art. 332 CP]
550 Penal  REMIÇÃO de dias da pena no REGIME ABERTO.
 Trabalho: NÃO Estudo: SIM

551 Penal  FURTO (“imunidades”)


 Escusas Absolutórias- Cônjuge, Ascendente ou Descendente - (ISENTO DE PENA)
 Imunidade Patrimonial Relativa- Cônjuge desquitado, irmão, tio ou sobrinho com quem coabita -
(MEDIANTE REPRESENTAÇÃO)
 NÃO APLICAÇÃO: crime com violência ou grave ameaça, “terceiro participante” e se VÍTIMA É
IDOSA.
552 Penal  Crime de mão própria. Co-autoria x participação.
 É aquele que, além de exigir qualidades especiais do sujeito ativo, demandam uma atuação pessoal,
sendo incabível a co-autoria. Trata-se de crime de atuação personalíssima, não podendo o agente
ser substituído por terceiro. No entanto, é admissível a participação. Exemplo: falso testemunho.
“Advogado” orienta testemunha a mentir.

114
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

553 Penal  Crimes Hediondos. Lesão corporal. (Lei 8.072/90)


 Art. 1º I-A – lesão corporal dolosa de natureza GRAVÍSSIMA (art. 129, § 2º) e lesão corporal
seguida de morte (art. 129, § 3º), quando praticadas contra autoridade ou agente descrito nos
arts. 142 e 144 da Constituição Federal, integrantes do sistema prisional e da Força Nacional de
Segurança Pública, no exercício da função ou em decorrência dela, ou contra seu cônjuge,
companheiro ou parente consanguíneo até terceiro grau, em razão dessa condição;
 NÃO É hediondo: lesão corporal de natureza GRAVE.

554 Penal  Contrabando e Descaminho: crimes formais. Desnecessária constituição definitiva do crédito.
 Súmula Vinculante 24: "Não se tipifica crime material contra a ordem tributária, previsto no art.
1º, incisos I a IV, da Lei nº 8.137/90, antes do lançamento definitivo do tributo".

555 Penal  Preso XCLT: O trabalho do preso não está sujeito ao regime da Consolidação das Leis do
Trabalho (art. 28, § 2º ), mas a Previdência Social é um dos direitos do PRESO. (art. 41, III).
Previsão: Lei de Execuções Penais (LEP)
556 Penal  ABUSO DE INCAPAZES (vítima deve ser “menor”) X ESTELIONATO (vítima deve ser capaz)
 Abuso de incapazes: Art. 173 - Abusar, em proveito próprio ou alheio, de necessidade, paixão
ou inexperiência de MENOR, ou da alienação ou debilidade mental de outrem, induzindo
qualquer deles à prática de ato suscetível de produzir efeito jurídico, em prejuízo próprio ou de
terceiro.
 Estelionato: Art. 171 - Obter, para si ou para outrem, vantagem ilícita, em prejuízo alheio,
induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio
fraudulento.

115
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

557 Penal  Desistência voluntária x espontaneidade


 A desistência precisa ser VOLUNTÁRIA e não ESPONTÂNEA. Assim se alguém convencer o
agente a desistir do crime ele só responderá pelos atos praticados.
 Art. 15 (CP) - O agente que, VOLUNTARIAMENTE, desiste de prosseguir na execução ou impede
que o resultado se produza, só responde pelos atos já praticados.
558 Penal  Arrependimento Posterior:
 1. Sem violência ou grave ameaça
 2. Antes do RECEBIMENTO da denúncia.
 3. Repara ou restitui a coisa integralmente e voluntariamente
 4. O crime se consuma, mas a pena será reduzida de 1/3 a 2/3.
559 Penal Arrependimento Eficaz:
 1. Iniciar a execução;
 2. Não pode ocorrer a consumação;
 3. Circunstâncias inerentes ao agente;
 4. Ato voluntário (não precisa ser espontâneo).
560 Penal  Pontes de ouro: após o início da execução de um crime visam a eliminar a responsabilidade
penal do agente, estimulando-o a evitar a consumação. São dessa natureza tanto a desistência
voluntária (o agente inicia a execução do crime, pode prosseguir, mas resolve desistir) como o
arrependimento eficaz (o agente esgota os atos executivos, se arrepende e pratica uma conduta
voluntária de salvamento do bem jurídico).
 Pontes de prata: após a consumação do crime, pretendem suavizar ou diminuir a
responsabilidade penal do agente. É dessa natureza, por exemplo, o art. 16 do CP, que cuida do
arrependimento posterior; o agente consuma o crime não violento e depois repara os danos ou
restitui a coisa, antes do recebimento da ação penal.

116
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

561 Penal  LEP (Falta GRAVE)


 Súmula 526 do STJ: O reconhecimento de falta grave decorrente do cometimento de fato definido
como crime doloso no cumprimento da pena PRESCINDE do trânsito em julgado de sentença
penal condenatória no processo penal instaurado para apuração do fato.
 Súmula 534-STJ: A prática de falta grave INTERROMPE a contagem do prazo para a
PROGRESSÃO de regime de cumprimento de pena, o qual se reinicia a partir do cometimento
dessa infração.
 Súmula 535 do STJ: a prática de falta grave NÃO INTERROMPE o prazo para fim de COMUTAÇÃO
de PENA ou INDULTO.
562 Penal  Lavagem de Dinheiro. Classificação das gerações:
 Primeira Geração: São países que consideram apenas o crime de tráfico de drogas como infração
penal antecedente. Ocorreu logo após a assinatura do Convenção de Viena.
 Segunda Geração: Países que ampliaram o rol de crimes antecedentes além do tráfico de drogas.
Ex: Alemanha, Portugal e Brasil (antes de 2012).
 Terceira Geração: Países cujas leis consideram qualquer infração penal como antecedente para
configuração de lavagem de dinheiro. Ex: Bélgica, França, Itália e Brasil (após alteração em 2012).
563 Penal  Erro de proibição:
 a) Direto ou propriamente dito: O agente desconhece o caráter ilícito do fato.
 b) Indireto: É a descriminante putativa (imaginária) por erro de proibição. O agente sabe que a
conduta é típica, porém, supõe existir norma permissiva, causa excludente de ilicitude ou ainda
supõe estar agindo nos limites da descriminante. Também é chamado de erro de permissão.
 c) Mandamental: acredita erroneamente estar autorizado a livrar-se do dever de agir.
564 Penal  Falsificação de documento público. EQUIPARADOS
 Emanado de entidade paraestatal, o título ao portador ou transmissível por endosso, as ações de
sociedade comercial, os livros mercantis e o testamento particular.

117
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

565 Penal  Regime Inicial mais gravoso. Possibilidade. Informativo 775 STF
 Se a pena-base é fixada acima do mínimo legal em virtude de as circunstâncias judiciais do art.
59 do CP serem desfavoráveis, é possível que o juiz determine regime inicial mais gravoso do que o
abstratamente previsto de acordo com a quantidade de pena aplicada.
566 Penal  TIPO PENAL. Servidor público EXIGE:
 Com violência ou grave ameaça: EXTORSÃO
 Sem violência ou grave ameaça: CONCUSSÃO
567 Penal Não esquecer, crime de “racismo”, da Lei 7.716/89 não se limita a “RAÇA ou COR”.
Art. 1º Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito
de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.

568 Penal  Lei de “RACISMO” (7.716/89)


 Art. 16. Constitui efeito da condenação a perda do cargo ou função pública, para o servidor
público, e a suspensão do funcionamento do estabelecimento particular por prazo não
superior a três meses.
 Art. 18. Os EFEITOS de que tratam do art. 16 desta Lei NÃO SÃO AUTOMÁTICOS, devendo ser
motivadamente declarados na sentença.

569 Penal  COMPETÊNCIA. Competência paro julgar os supostos responsáveis pelo troca de mensagens de
conteúdo RACISTA em comunidades de rede social na internet. Em regra, a competência para
processar e julgar o crime de racismo praticado pela internet é do local de onde PARTIRAM as
mensagens com base no art. 70 do CPP, tendo em vista que, quando o usuário da rede social posta
a manifestação racista, ele, com esta conduta, já consuma o crime. STJ. 2013. (info 515).

570 Penal  Proferir manifestação de natureza discriminatória em relação aos HOMOSSEXUAIS NÃO
configura o CRIME do art. 20 da lei nº.7.716/86, sendo conduta atípica. STF. (lnfo 754).


118
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
571 Penal  Crime do ESTATUTO DO IDOSO: Art. 96. Discriminar pessoa idosa, impedindo ou dificultando
seu acesso a operações bancárias, aos meios de transporte, ao direito de contratar ou por qualquer
outro meio ou instrumento necessário ao exercício da cidadania, por MOTIVO DE IDADE. Na mesma
pena incorre quem desdenhar, humilhar, menosprezar ou discriminar pessoa idosa, por
qualquer motivo.

572 Penal  Maus tratos x Tortura >>> DIFERENÇA


 MAUS TRATOS. (CP) Art. 136: Expor a perigo a vida ou a saúde de pessoa sob sua
autoridade, guarda ou vigilância, para fim de educação, ensino, tratamento ou custódia, quer
privando-a de alimentação ou cuidados indispensáveis, quer sujeitando-a a trabalho
excessivo ou inadequado, quer abusando de meios de correção ou disciplina.
 TORTURA: (Lei 9455/97). Art. 1º, II: submeter alguém, sob sua guarda, poder ou autoridade,
com emprego de violência ou grave ameaça, a intenso sofrimento físico ou mental, como
forma de aplicar castigo pessoal ou medida de caráter preventivo.

573 Penal  Efeitos automáticos da sentença no crime de TORTURA (Lei 9455/97):


Art. 1º, § 5º A condenação acarretará a perda do cargo, função ou emprego público e a
interdição para seu exercício pelo dobro do prazo da pena aplicada.

574 Penal  TORTURA “DISCRIMINAÇÃO”


 Art. 1º Constitui crime de tortura:
 I - constranger alguém com emprego de violência ou grave ameaça, causando-lhe sofrimento
físico ou mental: c) em RAZÃO de discriminação RACIAL ou RELIGIOSA;

119
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

575 Penal  PRESCRIÇÃO DANO MORAL TORTURA. PERÍODO MILITAR. As ações de indenização por
danos morais decorrentes de atos de tortura ocorridos durante o Regime Militar de exceção
são imprescritíveis. Não se aplica o prazo prescricional de 5 anos previsto no art. 1º do
Decreto 20.910/1932. STJ. 2013. (lnfo 523).

576 Penal  Definição de Organização Criminosa (Lei 12.850/2013, art. 1º, caput e §1º)
 4 (quatro) ou mais pessoas Estruturada para obter vantagem de qualquer natureza
Mediante prática de infrações com pena máxima superior a 4 anos ou que sejam de caráter
TRANSNACIONAL Também se APLICA: Infrações previstas em “tratado internacional” e
Organizações “TERRORISTAS”.

577 Penal LEI DA ORCRIM Causas de aumento de pena (art. 2º, §3º)
 De 1/6 (um sexto) até 2/3 (dois terços): Participação de criança ou adolescente; Concurso
de funcionário público (utilizando-se do cargo) ; Produto ou proveito tem destino ao exterior;
Conexão com outras ORCRIMs ou TRANSNACIONALIDADE da ORCRIM
 Até a ½ (metade) se ocorre emprego de ARMA DE FOGO.

578 Penal LEI DA ORCRIM Funcionário público Efeitos da condenação (art. 2º, §6º)
 Interdição para o exercício de função ou cargo público pelo prazo de 8 (oito) anos DEPOIS
do cumprimento da pena.

579 Penal  LEI DA ORCRIM – TIPOS PENAIS


 1) Revelação da Identidade do Colaborador
 2) Denunciação caluniosa “específica”
 3) Descumprir determinação “sigilo” nas investigações, etc
 4) Recusar ou omitir dados solicitados pelo juiz, MP ou Delegado.
120
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

580 Penal  Lei das ORCRIM (12.850/2013): Ação Controlada: Consiste em retardar a intervenção POLICIAL
ou ADMINISTRATIVA relativa à ação praticada por organização criminosa ou a ela vinculada, desde
que mantida sob observação e acompanhamento para que a medida legal se concretize no momento
mais eficaz à formação de provas e obtenção de informações.
 NÃO É NECESSÁRIA autorização judicial e sim COMUNICAÇÃO. Se liga, na Infiltração #

581 Penal  Lei das ORCRIM (12.850/2013): Infiltração de agentes de polícia em tarefas de investigação,
representada pelo delegado de polícia ou requerida pelo Ministério Público, após manifestação
técnica do delegado de polícia quando solicitada no curso de inquérito policial, será precedida de
circunstanciada, motivada e sigilosa AUTORIZAÇÃO JUDICIAL, que estabelecerá seus limites.

582 Penal  Lei das ORCRIM (12.850/2013): Colaboração Premiada: o juiz poderá, a requerimento das partes,
conceder o perdão judicial, reduzir em até 2/3 (dois terços) a pena privativa de liberdade ou
substituí-la por restritiva de direitos daquele que tenha colaborado efetiva e voluntariamente com a
investigação e com o processo criminal, desde que dessa colaboração advenha resultados “constantes
da lei”.

583 Penal  Lei das ORCRIM (12.850/2013): Considerando a relevância da colaboração prestada, o Ministério
Público, a qualquer tempo, e o delegado de polícia, nos autos do inquérito policial, com a
manifestação do Ministério Público, poderão requerer ou representar ao juiz pela concessão de
perdão judicial ao colaborador, ainda que esse benefício não tenha sido previsto na proposta inicial.

584 Penal  Lei das ORCRIM (12.850/2013):O prazo para oferecimento de denúncia ou o processo, relativos ao
colaborador, poderá ser suspenso por até 6 (seis) meses, PRORROGÁVEIS por igual período, até
que sejam cumpridas as medidas de colaboração, suspendendo-se o respectivo prazo prescricional.


121
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

585 Penal Lei 4.898/65 (Abuso de Autoridade). Sanções ADMINISTRATIVAS (art. 6º, §1º)
 advertência;
 repreensão;
 suspensão do cargo, função ou posto por prazo de 05 (cinco) a 180 (cento e oitenta) dias, com
perda de vencimentos e vantagens;
 destituição de função;
 demissão;
demissão, a bem do serviço público.

586 Penal Lei 4.898/65. (Abuso de Autoridade). Sanções PENAIS (art. 6º, §3º a §5º) - Autônomas ou
cumulativas
 Multa
 Detenção POR 10 (dez) dias a 6 (seis) meses.
 Perda do cargo e INABILITAÇÃO por até 3 anos.
 Se for “polícia” de 1 (um) a 5 (cinco) anos no MUNICÍPIO de CULPA.

587 Penal  Lei 4.898/65. (Abuso de Autoridade). Tempo: 15+10 min (normalmente são 20 min + 10 min)
 Art. 23. Depois de ouvidas as testemunhas e o perito, o Juiz dará a palavra sucessivamente, ao
Ministério Público ou ao advogado que houver subscrito a queixa e ao advogado ou defensor do réu, pelo
prazo de quinze minutos para cada um, prorrogável por mais dez (10), a critério do Juiz.

588 Penal  Lei 8072/90 - (Lei dos crimes Hediondos). Associação Criminosa “”Qualificada (art. 8º, caput)
 Será de três a seis anos de reclusão a pena prevista no art. 288 do Código Penal (ASSOCIAÇÃO
CRIMINOSA), quando se tratar de prática de crimes hediondos, tortura, tráfico ilícito de entorpecentes
e drogas afins ou terrorismo.

122
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

589 Penal  Lei nº 9.605/98 (Lei dos Crimes Ambientais)


As penas aplicáveis isolada, cumulativa ou alternativamente às pessoas jurídicas são:
 multa
 restritivas de direitos (suspensão, interdição, proibição de contratar ou receber subsídio até o limite 10
anos) e prestação de serviços à comunidade (custeio de projetos, obras recuperação, manutenção,
contribuições a entidades)

590 Penal  Lei nº 9.605/98 (Lei dos Crimes Ambientais)


 ENTRE outras, são circunstâncias que agravam a pena, quando não constituem ou qualificam o crime, ser
COMETIDO em DOMINGOS ou FERIADOS.
 CUIDADO. Não há previsão do SÁBADO como agravante!!!!

591 Penal  Lei nº 9.605/98 (Lei dos Crimes Ambientais)


 O crime de edificação proibida (art. 64 da Lei 9.605/98) absorve o crime de destruição de vegetação (art.
48 da mesma lei) quando a conduta do agente se realiza com o único intento de construir em local não
edificável.STJ.REsp 1.639.723-PR.(2017). (Info 597).

592 Penal  Lei nº 9.605/98 (Lei dos Crimes Ambientais).


 Matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória (...)
 A pena é aumentada até o TRIPLO, se o crime decorre do exercício de CAÇA PROFISSIONAL.

593 Penal  Lei nº 9.605/98 (Lei dos Crimes Ambientais). As penas restritivas de direito são: (para Pessoa Física)
 I - prestação de serviços à comunidade;
 II - interdição temporária de direitos; (proibição de contratar, subsídio, .. 5 anos se doloso e 3 anos se
culposo)
 III - suspensão parcial ou total de atividades;
 IV - prestação pecuniária; (1 a 360 salários mínimos) e V - recolhimento domiciliar. (nos dias e horários de
folga)

123
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

594 Const  Constituição - Sentido Sociológico - FERDINAND LASSALE


 Só é Constituição aquela que reflete a soma dos fatores reais de poder que regem a
sociedade.
 Caso contrário, é apenas “uma folha de papel” sem importância.

Constituição Sentido Político - CARL SCHMITT


 Decisão política fundamental. Decisão que estrutura o Estado.
 Difere Constituição x Lei Constitucional (inserida na Constituição, mas que não diz
respeito decisão política fundamental).

595 Const  Constituição Sentido Jurídico - HANS KELSEN - Teoria Pura do Direito
 Sentido lógico-jurídico: “norma hipotética fundamental” para justificar a existência da
Constituição sem vinculação a elementos sociológicos ou filosóficos.
 Sentido jurídico-positivo: norma POSITIVA suprema. Fundamento de validade de todo
o sistema jurídico.

 Construção de KARL LOEWENSTEIN(Classificação Ontológica)


 NORMATIVA: correspondência com a vida “real”
 NOMINATIVA: só na “boa intenção”. Sem efetividade. Não há correspondência entre o
previsto no texto constitucional e a realidade.
SEMÂNTICA: “para inglês Ver”. Serve apenas para manutenção do poder político.

124
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

596 Const  CF/88. Art. 5º .XXI - as entidades associativas, quando expressamente autorizadas, têm
legitimidade para representar seus filiados judicial ou extrajudicialmente.

597 Const MS. Lei 12.019/2009. Art. 4º Em caso de urgência, é permitido, observados os requisitos
legais, impetrar mandado de segurança por telegrama, radiograma, fax ou outro meio
eletrônico de autenticidade comprovada.

598 Const  MS. Lei 12.019/2009. Art. 5º Não se concederá mandado de segurança quando se tratar:
 I - de ato do qual caiba recurso administrativo com efeito suspensivo, independentemente
de caução;
 II - de decisão judicial da qual caiba recurso com efeito suspensivo;
 III - de decisão judicial transitada em julgado.

599 Const  MS. Lei 12.019/2009. Art. 7º§ 2º Não será concedida medida liminar que tenha por objeto a
compensação de créditos tributários, a entrega de mercadorias e bens provenientes do
exterior, a reclassificação ou equiparação de servidores públicos e a concessão de
aumento ou a extensão de vantagens ou pagamento de qualquer natureza.

600 Const MS. Lei 12.019/2009. Art. 8º Será decretada a perempção ou caducidade da medida
liminar ex officio ou a requerimento do Ministério Público quando, concedida a medida, o
impetrante criar obstáculo ao normal andamento do processo ou deixar de promover, por
mais de 3 (três) dias úteis, os atos e as diligências que lhe cumprirem.

125
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

601 Const  MS. Lei 12.019/2009. Art. 21. Legitimidade:


 Partido político com representação no Congresso Nacional,
 Organização sindical, entidade de classe ou associação (pelo menos, 1 (um) ano).

602 Const  MS. Lei 12.019/2009. Art. 21. PU. Os direitos protegidos pelo mandado de segurança coletivo
podem ser: coletivos (transindividuais, de natureza indivisível) ou individuais homogêneos.

603 Const  MS. Lei 12.019/2009. Art. 25. Não cabe, no processo de mandado de segurança, a condenação ao
pagamento dos honorários advocatícios, sem prejuízo da aplicação de sanções no caso de
litigância de má-fé.

604 Const  MS. Lei 12.019/2009. Art. 26. Art. 26. Constitui crime de desobediência, nos termos do art. 330 do
Código Penal, o não cumprimento das decisões proferidas em mandado de segurança,

605 Const  MI. Lei 13.300/2016. Efeitos da decisão no Mandado de Injunção (MI)
 Art. 9º A decisão terá eficácia subjetiva limitada às partes e produzirá efeitos até o advento
da norma regulamentadora.
 §1º Poderá ser conferida eficácia ultra partes ou erga omnes à decisão, quando isso for
inerente ou indispensável ao exercício do direito, da liberdade ou da prerrogativa objeto da
impetração.

606 Const  MI. Lei 13.300/2016. Norma “superveniente” e efeitos


 Art. 11. A norma regulamentadora superveniente produzirá efeitos ex nunc em relação aos
beneficiados por decisão transitada em julgado, salvo se a aplicação da norma editada lhes for
mais favorável.
 Parágrafo único. Estará prejudicada a impetração se a norma regulamentadora for editada antes
da decisão, caso em que o processo será extinto sem resolução de mérito.

126
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

607 Const  MI. Lei 13.300/2016. Rol “maior” do que no MS Coletivo.


 Art. 12. O mandado de injunção coletivo pode ser promovido:
 Ministério Público: ordem jurídica, do regime democrático ou dos interesses sociais ou individuais
indisponíveis;
 Partido político com representação no Congresso Nacional (finalidade partidária)
 Organização sindical, entidade de classe ou associação (pelo menos, 1 (um) ano)., na forma de
seus estatutos e desde que pertinentes a suas finalidades, dispensada, para tanto, autorização
especial;
 Defensoria Pública: promoção dos direitos humanos e a defesa dos direitos individuais e coletivos
dos necessitados

608 ProCivil  CPC. Competência concorrente (art. 21):No Brasil


 1. Réu está domiciliado
 2. Tiver de ser cumprida a obrigação
 3. Tenha ocorrido ato ou fato que seja fundamento da “demanda”

609 ProCivil  CPC. Competência concorrente (art. 22):


 1. Alimentos: Brasil >>>credor é residente ou domiciliado OU devedor tem vínculos econômicos (R$)
 2. Relações de consumo: Brasil >>>consumidor é residente ou domiciliado
 3. Foro de eleição: Brasil>>>escolhido expressa ou tacitamente em contrato internacional

610 ProCivil  CPC. Competência Exclusiva (art. 23):>>>EXCLUSÃO de qualquer outra


 1. Relativa a bens imóveis situados no Brasil
 2. Partilha de bens: no divórcio ou dissolução de união estável
 3. Partilha de bens: sucessão hereditária
 4. Confirmação de testamento particular


127
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

611 ProCivil  Na Competência Concorrente (arts. 21 e 22):


 Ação proposta perante tribunal estrangeiro não induz litispendência e não obsta a que a
autoridade judiciária brasileira conheça da mesma causa e das que lhe são conexas
 A pendência de causa perante a jurisdição brasileira não impede a homologação de sentença
judicial estrangeira quando exigida para produzir efeitos no Brasil.

612 ProCivil  Fixação da competência: momento do registro ou da distribuição da petição inicial

613 ProCivil CPC. Art. 45


 Tramitando o processo perante outro juízo, os autos serão remetidos ao juízo federal competente
se nele intervier a União, suas empresas públicas, entidades autárquicas e fundações, ou
conselho de fiscalização de atividade profissional, na qualidade de parte ou de terceiro
interveniente, exceto as ações:
 I - de recuperação judicial, falência, insolvência civil e acidente de trabalho;
 II - sujeitas à justiça eleitoral e à justiça do trabalho.
# Diferença entre o texto do CPC (rol maior) x CF/88
CF/88. Art. 109, I
 I - as causas em que a União, entidade autárquica ou empresa pública federal forem
interessadas na condição de autoras, rés, assistentes ou oponentes, exceto as de falência, as de
acidentes de trabalho e as sujeitas à Justiça Eleitoral e à Justiça do Trabalho;

614 ProCivil  CPC. Art. 45.


 Processo com pedidos de competência da Justiça Estadual (JE) + Justiça Federal (JF): Juiz
estadual não remete os autos, mas não analisa o mérito do pedido da JF
 Caso tenham sido enviados os autos para JF,e o ente “federal” tenha sido excluído do processo,
os autos são devolvidos para JE (sem suscitação de conflito).


128
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

615 ProCivil  Requisitos para execução de sentença estrangeira: LINDB


 Art. 15. Será executada no Brasil a sentença proferida no estrangeiro, que reúna os seguintes
requisitos:
 a) haver sido proferida por juiz competente;
 b) terem sido os partes citadas ou haver-se legalmente verificado à revelia;
 c) ter passado em julgado e estar revestida das formalidades necessárias para a execução no
lugar em que foi proferida;
 d) estar traduzida por intérprete autorizado;
 e) ter sido homologada pelo Supremo Tribunal FederalSuperior Tribunal de Justiça.

616 ProCivil  Modificação de competência “relativa” (conexão e continência).


 CONEXÃO
 Reputam-se conexas 2 (duas) ou mais ações quando lhes for comum o pedido ou a causa de
pedir.
 Os processos de ações conexas serão reunidos para decisão conjunta, salvo se um deles já
houver sido sentenciado.
 Serão reunidos para julgamento conjunto os processos que possam gerar risco de prolação de
decisões conflitantes ou contraditórias caso decididos separadamente, mesmo sem conexão
entre eles.(Conexão por Prejudicialidade)

617 ProCivil  CONTINÊNCIA


CPC. Art. 56. Dá-se a continência entre 2 (duas) ou mais ações quando houver identidade quanto às
partes e à causa de pedir, mas o pedido de uma, por ser mais amplo (CONTINENTE), abrange o das
demais (CONTIDAS)

129
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

618 ProCivil  CONTINÊNCIA (art. 57)


 Ação CONTINENTE proposta PRIMEIRO: extinção sem resolução do mérito da CONTIDA.
 Ação CONTIDA proposta PRIMEIRO: são necessariamente reunidas.

619 ProCivil  PREVENÇÃO:


 O registro ou a distribuição da petição inicial torna prevento o juízo.

620 ProCivil  Competência absoluta: a competência determinada em razão da matéria, da pessoa ou da função é
inderrogável por convenção das partes.

621 ProCivil  Competência relativa:as partes podem modificar a competência em razão do valor e do território,
elegendo foro onde será proposta ação oriunda de direitos e obrigações.

622 ProCivil  Foro de eleição:


 Instrumento por escrito e para negócio jurídico determinado.
 Obriga herdeiros e sucessores da parte
 Antes da citação: Se reputar abusiva a cláusula, JUIZ, de ofício, poderá declarará, determinando a
remessa dos autos ao juízo do foro de domicílio do réu
 Depois da citação: incumbe ao réu alegar a abusividade da cláusula de eleição de foro na
contestação, sob pena de preclusão.

623 ProCivil  Preliminar de constestação:


 A incompetência, absoluta ou relativa, será alegada como questão preliminar de contestação.

624 ProCivil Não preclusão:


 A incompetência absoluta pode ser alegada em qualquer tempo e grau de jurisdição e deve ser
declarada de ofício.

130
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

625 ProCivil  Alegação de incompetência (preliminar de contestação)


 Manifestação da parte contrária
 Juiz Decide imediatamente
 Se acolhida a alegação, os autos serão remetidos imediatamente ao juíz competente.
 Os efeitos de decisão proferida pelo juiz incompetente conservar-se-ão até que outra seja proferida,
se for o caso, pelo juízo competente.

626 ProCivil  Prorrogação de competência


 Prorrogar-se-á a competência relativa se o réu não alegar a incompetência em preliminar de
contestação.

627 ProCivil  Há conflito de competência quando:


 2 (dois) ou mais juízes se declaram competentes;
 2 (dois) ou mais juízes se consideram incompetentes, atribuindo um ao outro a competência;
 entre 2 (dois) ou mais juízes surge controvérsia acerca da reunião ou separação de processos.

628 ProCivil  Juiz não acolhe a competência declinada. Suscita conflito ou atribui a outro juízo.

629 ProCivil  A tutela provisória pode fundamentar-se em URGÊNCIA ou EVIDÊNCIA.


 A tutela provisória de URGÊNCIA cautelar (ANTECEDENTE ou INCIDENTAL)
 A tutela provisória de URGÊNCIA antecipada (ANTECEDENTE ou INCIDENTAL)
 A tutela provisória de EVIDÊNCIA somente poderá ser requerida de forma INCIDENTAL.

630 ProCivil  TUTELA DE URGÊNCIA:


 Probabilidade do direito+perigo de dano OU o risco ao resultado útil do processo.
 Reversabilidade (mitigada)
 Concessão Liminar ou após justificação prévia

131
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

631 ProCivil Procedimento da tutela antecipada requerida em caráter antecedente (CPC. Arts. 303 e 304)
 Urgência é contemporânea à propositura.
 Petição inicial: requerimento da tutela antecipada e à indicação do pedido de tutela final.
 Concedida tutela antecipada, autor deve aditar em 15 dias OU outro prazo MAIOR que o juiz fixar.
Não adita: causa de extinção sem mérito
 Marcada audiência de conciliação e julgamento. Inexitosa, réu é CITADO.
 Estabilização da tutela antecipada: caso não interposto RECURSO da decisão que a conceda.
 A tutela antecipada conservará seus efeitos enquanto não revista, reformada ou invalidada . Qualquer
das partes pode pedir desarquivamento para rever, reforma ou invalidar a tutela antecipada, no prazo
de dois anos, a contar da ciência da decisão que extinguiu o processo.
 Tutela antecipada não faz coisa julgada. OU
 Não concedida tutela antecipada: juiz determina a emenda da petição inicial em até 5 (cinco) dias.

632 ProCivil  Procedimento da tutela cautelar requerida em caráter antecedente


 Petição inicial: lide e seu fundamento, a exposição sumária do direito que se objetiva assegurar e o
perigo de dano ou o risco ao resultado útil do processo.
 Citação do réu: para contestar o pedido e indicar provas.
 Réu não contestar: os fatos alegados pelo autor presumir-se-ão aceitos pelo réu como ocorridos, caso
em que o juiz decidirá dentro de 5 (cinco) dias.
 Réu contesta: segue procedimento comum.
 Efetivada tutela cautelar: autor tem 30 dias para formular o pedido principal. A causa de pedir poderá
ser ADITADA no momento de formulação do pedido principal
 Partes são intimadas para audiência de conciliação ou mediação.
 Não havendo autocomposição, inicia-se prazo para contestação na forma do art. 335.
 O indeferimento da tutela cautelar não obsta a que a parte formule o pedido principal, nem influi no
julgamento desse, salvo se o motivo do indeferimento for o reconhecimento de decadência ou de
prescrição

132
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

633 ProCivil TUTELA DA EVIDÊNCIA


 Independe da demonstração de perigo de dano ou de risco ao resultado útil do processo.
 Pode ser concedida, com ou sem liminar, nas hipóteses abaixo:
 Cabe LIMINAR:
 as alegações de fato puderem ser comprovadas apenas documentalmente e houver tese firmada em
julgamento de casos repetitivos ou em súmula vinculante;
 se tratar de pedido reipersecutório fundado em prova documental adequada do contrato de
depósito, caso em que será decretada a ordem de entrega do objeto custodiado, sob cominação de
multa;
 NÃO cabe LIMINAR:
 o abuso do direito de defesa ou o manifesto propósito protelatório da parte;
 a petição inicial for instruída com prova documental suficiente dos fatos constitutivos do direito do autor,
a que o réu não oponha prova capaz de gerar dúvida razoável.

634 ProCivil  "Nulidade de algibeira": parte se vale de “estratégia” de “guardar carta na manga”.
 Tal postura viola claramente a boa-fé processual e a lealdade, que são deveres das partes
e de todos aqueles que participam do processo. Por essa razão, a "nulidade de algibeira" é rechaçada
pela jurisprudência do STJ.REsp1.372.802-RJ. (Info 539)

635 ProCivil  Repetição de indébito relacionada com tarifa de energia elétrica.


 É de competência da JUSTIÇA ESTADUAL a ação de restituição de indébito proposta contra a
concessionária de energia elétrica por causa de um aumento ilegal da tarifa de energia. Isso porque, a
princípio, não há nenhum interesse da União ou da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL)
que justifique que elas figurem no polo passivo desta demanda. STJ. AgRg no REsp 1.307.041-RS.
(lnfo516)

133
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

636 ProCivil  Conselho Nacional de Justiça e Conselho Nacional do Ministério Público.Competência:


 Ações ordinárias: Juiz Federal.
 Ações tipicamente constitucionais (MS, Ml, HC e HD): STF
 STF.(lnfo760).

637 ProCivil  A competência para julgar ação popular contra qualquer autoridade, seja o Diretor da PF, ou até
mesmo o Presidente da República é , via de regra, do juízo de 1º grau. STF. (info 811).
 Observação: decisão proferida na operação “Carne Fraca” deflagrada pela PF.

638 ProCivil  É possível que se reconheça a conexão, mas sem que haja a reunião de processos. Isso ocorre, por
exemplo, quando a reunião implicaria em modificação da competência absoluta.
 O efeito principal da conexão é a reunião. Se não for passivei, poderá ser determinada suspensão de
um dos processos para evitar o desperdício da atividade jurisdicional e a prolação de decisões
contraditórias.STJ. AgRg no CC 112.956-MS. (lnfo 496).

639 ProCivil  É possível a existência de conflito de competência entre juízo estatal e câmara arbitral.
Isso porque a atividade desenvolvida no âmbito da arbitragem tem natureza jurisdicional.
STJ. (lnfo 522).

640 ProCivil  O STJ decidiu que a inobservância da suspensão do processo pela morte ou incapacidade
processual da parte, de seu representante legal, enseja apenas nulidade relativa, sendo válidos os
atos praticados, desde que não haja prejuízo aos interessados,sendo certo que tal norma visa
preservar o interesse particular dos herdeiros do falecido.STJ. (lnfo 497)

641 ProCivil  Estando suspenso o expediente forense por conta do recesso, ficam suspensos não apenas os
prazos processuais, como também os prescricionais. Prorroga-se para o próximo dia útil após o
recesso. STJ. REsp1.446.608-RS (lnfo 550).


134
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

642 ProCivil  A greve de advogados públicos não constitui motivo de força maior a ensejar a suspensão ou
devolução dos prazos processuais (art. 265, V do CPC).STJ.REsp 1.280.063-RJ
(lnfo 524).

643 ProCivil Mérito do processo civil x processo criminal.


 Se o conhecimento do mérito depender de verificação da existência de fato delituoso, o juiz pode
determinar a suspensão do processo até que se pronuncie a justiça criminal.
 Se a ação penal não for proposta no prazo de 3 (três) meses, contado da intimação do ato de
suspensão, cessará o efeito desse, incumbindo ao juiz cível examinar incidentemente a questão
prévia.
 Proposta a ação penal, o processo ficará suspenso pelo prazo máximo de 1 (um) ano, ao final do
qual incumbirá ao juiz cível examinar incidentemente a questão prévia.

644 ProCivil  A CLÁUSULA COMPROMISSÓRIA(prévia e abstrata) é a convenção por meio da qual as


partes em um contrato comprometem-se a submeter à arbitragem os litígios que possam
vir a surgir, relativamente a tal contrato. (ANTES DO LITÍGIO)

645 ProCivil  OCOMPROMISSO ARBITRAL(posterior e concreta) é o estabelecimento posterior ao


conflito que esse será solucionado por meio da arbitragem. (DEPOIS DO LITÍGIO)

646 ProPenal  Em matéria penal, o Ministério Público não goza da prerrogativa da contagem dos prazos recursais
em dobro. STJ. AgRg no EREsp 1.187.916-SP. (Info 553)

647 ProPenal  Em matéria penal, são contados em dobro todos os prazos da Defensoria Pública.STJ. AgRg no HC
146.823.

135
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

648 ProPenal  Princípio da Indivisibilidade (aplicável apenas a Ação Penal Privada).


 A não inclusão de eventuais suspeitos na queixa-crime não configura, por si só, renúncia tácita ao
direito de queixa. Para o reconhecimento da renúncia tácita ao direito de queixa, exige-se a
demonstração de que a não inclusão de determinados autores ou partícipes na queixa-crime se deu de
forma deliberada pelo querelante.STJ. RHC 55.142-MG. (Info 562)

649 ProPenal  Princípio da Indivisibilidade (posição do STF)


 Não oferecida a queixa-crime contra todos os supostos autores ou partícipes da prática delituosa, há
afronta ao princípio da indivisibilidade da ação penal, a implicar renúncia tácita ao direito de querela,
cuja eficácia extintiva da punibilidade estende-se a todos quantos alegadamente hajam intervindo no
cometimento da infração penal. STF. (lnfo 813).Observação: palavra “chave” a ser verificada em caso de
dúvida na questão....VOLUNTARIEDADE.

650 ProPenal  MP deve descrever conduta do acusado de sonegação (subsunção fato x norma)
 O simples fato de o acusado ser sócio e administrador da empresa constante da denúncia não pode
levar a crer, necessariamente, que ele tivesse participação nos fatos delituosos, a ponto de se ter
dispensado ao menos uma sinalização de sua conduta, ainda que breve, sob pena de restar configurada
a repudiada responsabilidade criminal objetiva.STJ. HC 224.728-PE. (lnfo 543).

651 ProPenal  Finalidades do Direito Processual Penal


 Finalidade IMEDIATA (direta) – Fazer valer o jus puniendi do Estado, com a
aplicação, em concreto, da Lei penal, respeitando os direitos fundamentais do indivíduo.
 Finalidade MEDIATA (indireta) – A obtenção da paz social, da restauração da ordem
violada pela prática do delito, por meio da aplicação concreta do Direito Penal ao caso

136
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

652 ProPenal Destinatários do Inquérito Policial


 Destinatário Direto ou Imediato: o titular da ação penal (no caso da ação pública, é o MP e na ação
privada, é o particular).
 Destinatário Indireto ou Mediato: é o juiz, pois no Inquérito Policial, encontra os elementos
necessários para que possa receber ou rejeitar a peça inicial, bem como para decretar eventuais
medidas cautelares.

653 ProPenal  Súmula 594- STJ. Os direitos de queixa e de representação podem ser exercidos,
independentemente, pelo ofendido ou por seu representante legal.

654 ProPenal  A requisição do Ministro da Justiça é irretratável e não está sujeita a prazo decadencial, podendo
ser exercitada enquanto o crime ainda não estiver prescrito.

655 ProPenal  Inovação legislativa (2016)


 Art. 6º Logo que tiver conhecimento da prática da infração penal, a autoridade policial deverá: X -
colher informações sobre a existência de filhos, respectivas idades e se possuem alguma deficiência
e o nome e o contato de eventual responsável pelos cuidados dos filhos, indicado pela pessoa presa.
(Incluído pela Lei nº 13.257, de 2016)

656 ProPenal  Prazos para conclusão do IP


 Justiça Estadual: 10 dias (preso). 30 dias (solto).
 Justiça Federal – 15 dias + 15 dias (preso) preso e 30 dias (solto)
 Crimes da Lei de Drogas – 30 dias (preso) e 90 dias (solto.) AMBOS podem ser duplicados.
 Crimes contra a economia popular – 10 dias (preso ou solto)

657 ProPenal  EXCLUSIVAMENTE elementos informativos do IP. Atuação do JUIZ:


 NÃO pode condenar (precisa de outros elementos). PODE absolver.

137
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

658 ProPenal  ARQUIVAMENTO IMPLÍCITO


 Sem previsão legal. Existem duas hipóteses:
 Objetivo: deixa de denunciar algum dos crimes.
 Subjetivo: deixa de denunciar algum dos investigados.

659 ProPenal  ARQUIVAMENTO INDIRETO – MP deixa de oferecer a denúncia por entender que o Juízo é
incompetente para processar e julgar a ação penal.

660 ProPenal  ARQUIVAMENTO INDIRETO (CESPE, MPE-MS, 2018)


 Um Promotor de Justiça entende que não tem atribuição para oficiar em autos de inquérito policial,
requerendo sua remessa à Justiça Federal. O Juiz Estadual, todavia, discorda da manifestação do
membro do Ministério Público, entendendo que possui competência para o processo e julgamento da
infração penal em questão. Desse modo, é correto afirmar que
é caso de arquivamento indireto, cabendo ao magistrado proceder à remessa dos autos ao órgão
de controle revisional no âmbito do respectivo Ministério Público.

661 ProPenal  CPP. Art. 385. Nos crimes de ação pública, o juiz poderá proferir sentença condenatória, ainda que
o Ministério Público tenha opinado pela absolvição, bem como reconhecer agravantes, embora
nenhuma tenha sido alegada.

662 ProPenal  Meio de investigação da prova: procedimento que tem o objetivo de conseguir provas materiais. Ex.
busca e apreensão; interceptação telefônica.

663 ProPenal  Objeto de prova: fatos principais ou secundários que reclamem uma apreciação judicial e exijam
uma comprovação.

138
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

664 ProPenal  Fatos que independem de prova:


 Fatos axiomáticos ou intuitivos: são os fatos evidentes. Exemplo: em um desastre de avião,
encontra-se o corpo de uma das vítimas completamente carbonizado. Desnecessário provar que
estava morta;
 Fatos notórios: são os de conhecimento geral em determinado meio. Exemplo: não é necessário
provar que o Brasil foi um Império;
 Presunções legais: verdades que a lei estabelece. Podem ser absolutas (juris et de iure), que não
admitem prova em contrário, ou relativas (juris tantum), que admite prova em contrário. Exemplo:
menor de 18 anos é inimputável.

665 ProPenal PROVAS:


 REGRA: Sistema da livre convicção do juiz (ou da persuasão racional):
 EXCEÇÃO: Sistema da prova legal (prova tarifada). Exemplos: exclusivamente certidão de óbito
para extinção da punibilidade pela morte do acusado, suspensão do processo penal para que seja
decidida, no Juízo Cível, questão sobre o estado das pessoas.

666 ProPenal  CESPE, DPU, 2017. Embora o ordenamento jurídico brasileiro tenha adotado o sistema da
persuasão racional para a apreciação de provas judiciais, o CPP remete ao sistema da prova
tarifada, como, por exemplo, quando da necessidade de se provar o estado das pessoas por meio
de documentos indicados pela lei civil.

667 ProPenal  Prova: é todo elemento pelo qual se procura mostrar a existência e a veracidade de um fato. Sua
finalidade, no processo, é influenciar no convencimento do julgador.

668 ProPenal  Elemento de prova: todos os fatos ou circunstâncias em que reside a convicção do juiz . Ex.
depoimento de testemunha; resultado de perícia; conteúdo de documento.

139
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

669 ProPenal  Meio de prova: instrumentos ou atividades pelos quais os elementos de prova são introduzidos no
processo. Ex. testemunha, documento, perícia.

670 ProPenal  Fonte de prova: pessoas ou coisas das quais possa se conseguir a prova. Ex. denúncia.

671 ProPenal  Lei 9.296/96 (Interceptações telefônicas). Ofício ou requerimento


 A interceptação das comunicações telefônicas poderá ser determinada pelo juiz, de ofício ou a
requerimento da autoridade policial, na investigação criminal ou do representante do Ministério
Público, na investigação criminal e na instrução processual penal.

672 ProPenal  Lei 9.296/96 (Interceptações telefônicas). Pedido Verbal.


 Excepcionalmente, o juiz poderá admitir que o pedido seja formulado verbalmente, desde que
estejam presentes os pressupostos que autorizem a interceptação, caso em que a concessão será
condicionada à sua redução a termo.
 O juiz, no prazo máximo de vinte e quatro horas, decidirá sobre o pedido.

673 ProPenal  Lei 9.296/96 (Interceptações telefônicas) . Procedimento apenso.


 A interceptação de comunicação telefônica, de qualquer natureza, ocorrerá em autos apartados,
apensados aos autos do inquérito policial ou do processo criminal, preservando-se o sigilo das
diligências, gravações e transcrições respectivas.

140
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

674 ProPenal  Lei 9.296/96 (Interceptações telefônicas). Incidente de inutilização.


 A gravação que não interessar à prova será inutilizada por decisão judicial, durante o inquérito, a
instrução processual ou após esta, em virtude de requerimento do Ministério Público ou da parte
interessada.
 O incidente de inutilização será assistido pelo Ministério Público, sendo facultada a presença do
acusado ou de seu representante legal.

675 ProPenal  Serependidade: “crime achado”, “descoberta fortuita”


 Serendipidade objetiva: ocorre quando, no curso da medida, surgirem indícios da prática de outro crime
que não estava sendo investigado.
 Serendipidade subjetiva: ocorre quando, no curso da medida, surgirem indícios do envolvimento
criminoso de outra pessoa que inicialmente não estava sendo investigada.

676 ProPenal  Serendipidade de primeiro grau: é o encontro fortuito de provas quando houver conexão ou
continência com o fato que se apurava.
 Serendipidade de segundo grau: é o encontro fortuito de provas quando não houver conexão ou
continência com o fato que se apurava.

677 ProPenal  Súmula 606-STJ: Não se aplica o princípio da insignificância a casos de transmissão clandestina de
sinal de internet via radiofrequência, que caracteriza o fato típico previsto no art. 183 da Lei n.
9.472/1997.

678 ProPenal  Não é aplicável o princípio da insignificância em relação à conduta de importar gasolina sem
autorização e sem o devido recolhimento de tributos. Isso porque essa conduta tem adequação típica ao
crime de contrabando, ao qual não se admite a aplicação do princípio da insignificância. STJ. AgRg no
AREsp 348.408-RR. (2014) (Info 536).


141
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

679 ProPenal  Ainda que condenado por crime praticado durante o período de atividade, o servidor público não pode
ter a sua aposentadoria cassada com fundamento no art. 92, I, do CP, mesmo que a sua aposentadoria
tenha ocorrido no curso da ação penal. O rol do art. 92 do CP é taxativo e nele não está prevista a perda
da aposentadoria. STJ. REsp 1.416.477-SP. (2014) (Info 552).
 Art. 92 do CP: efeitos da condenação.

680 ProPenal  CPP. Novo interrogatório do réu.


 A todo tempo o juiz poderá proceder a novo interrogatório de ofício ou a pedido fundamentado de
qualquer das partes.

681 ProPenal  CPP. Confissão. Divisibilidade e retratabilidade.


 A confissão será divisível e retratável, sem prejuízo do livre convencimento do juiz, fundado no exame
das provas em conjunto.

682 ProPenal  CPP. Prova testemunhal. Compromisso (dispensa)


 Não se deferirá o compromisso aos doentes e deficientes mentais e aos menores de 14 (quatorze)
anos. Também não serão compromissadas o ascendente ou descendente, o afim em linha reta, o
cônjuge, ainda que desquitado, o irmão e o pai, a mãe, ou o filho adotivo do acusado, quando em
virtude da impossibilidade obter-se ou integrar-se a prova do fato e de suas circunstâncias por outro modo,
forem obrigados a prestar depoimento.

683 ProPenal  CPP. Indicação de provas. Interrogatório do réu (último ato).


 Na resposta, o acusado poderá argüir preliminares e alegar tudo o que interesse à sua defesa,
oferecer documentos e justificações, especificar as provas pretendidas e arrolar testemunhas,
qualificando-as e requerendo sua intimação, quando necessário.
 Exceção: O art. 189 do CPP permite ao acusado indicar novas provas quando de seu interrogatório:
 Art. 189. Se o interrogando negar a acusação, no todo ou em parte, poderá prestar esclarecimentos e
indicar provas. (busca da verdade real + exercício do direito de defesa).

 142
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

684 ProPenal Lei de Drogas (11.343/2006). Investigação (art. 33, §1º)


 Prisão em flagrante: materialidade.
 Suficiente o laudo de constatação da natureza e quantidade da droga, firmado por perito oficial ou, na falta
deste, por pessoa idônea. (basta uma)
 O perito que subscrever o laudo não ficará impedido de participar da elaboração do laudo definitivo.

685 ProPenal Lei de Drogas (11.343/2006). Destruição de drogas (art. 50, §3º e §4º)
 Recebida cópia do auto de prisão em flagrante, o juiz, no prazo de 10 (dez) dias, certificará a regularidade
formal do laudo de constatação e determinará a destruição das drogas apreendidas, guardando-se amostra
necessária à realização do laudo definitivo.
 A destruição das drogas será executada pelo delegado de polícia competente no prazo de 15 (quinze) dias
na presença do Ministério Público e da autoridade sanitária.
 A destruição de drogas apreendidas sem a ocorrência de prisão em flagrante será feita por incineração, no
prazo máximo de 30 (trinta) dias contado da data da apreensão.
 Auto circunstanciado da destruição: vistoria antes e depois.

686 ProPenal Lei de Drogas (11.343/2006). Inquérito policial Prazos (art. 51)
 Réu preso. 30 dias Réu solto: 90 dias. Prazos podem ser duplicados pelo Juiz, ouvido MP.

687 ProPenal Lei de Drogas (11.343/2006). Procedimentos Investigatórios (art. 53)


 Mediante autorização judicial, ouvido o MP.
 Infiltração por agentes de polícia.
 “Flagrante retardado” >> a não-atuação policial sobre os portadores de drogas, seus precursores
químicos ou outros produtos utilizados em sua produção, que se encontrem no território brasileiro, com a
finalidade de identificar e responsabilizar maior número de integrantes de operações de tráfico e
distribuição, sem prejuízo da ação penal cabível.

143
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

688 ProPenal  Lei de Drogas (11.343/2006). Instrução Criminal (arts. 54 a 57)


 Recebido IP, CPI ou peças de informação.
 Vista ao MP para em 10 dias: (arquivamento, diligências, oferecer denúncia)
 Número de testemunhas: 5 + provas (opção = denúncia).
 Defesa prévia: notificado para oferecer por escrito em 10 dias. (5 testemunhas).
 Juiz decidirá em 5 dias.
 Recebida denúncia: juiz marca Audiência de Instrução e Julgamento (será realizada em 30 dias ou 90 dias
(dependência).
 Interrogatório do acusado
 Inquirição das testemunhas de acusação
 Inquirição das testemunhas de defesa
 MP (20 min+10 min) + Defesa (20 min+10 min)
 Sentença imediata (ou 10 dias)

689 ProPenal Lei das ORCRIM (12.850/2013). Meios de obtenção de PROVA (art. 3º)
 Colaboração premiada
 Captação ambiental
 Ação Controlada
 Acesso a registros de ligações e cadastros
 Interceptação telefônica
 Afastamento sigilos (financeiro, bancário e fiscal)
 Infiltração policial
 Cooperação entre órgãos e entidades públicas

144
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

690 ProPenal Lei das ORCRIM (12.850/2013). Dispensa de Licitação (art.3, §1º e §2º)
 Serviços técnicos especializados, aquisição e locação de equipamentos
 Para a polícia judiciária efetuar rastreamento e obtenção de provas (captação ambiental e interceptação
telefônica)
 Dispensa da publicação (informa controle interno do órgão)

691 ProPenal  Lei das ORCRIM (12.850/2013) Colaboração premiada (art. 4º). JUIZ a REQUERIMENTO PODE:
 Conceder perdão judicial
 Reduzir a pena em até 2/3
 Substituir privativa de liberdade por restritiva de direitos
DESDE QUE, a colaboração tenha UM ou MAIS destes resultados:
 Identificação dos demais membros da ORCRIM
 Revelação da Estrutura Hierárquica (divisão de tarefas)
 Prevenção de infrações
 Recuperação(total ou parcial) do produto ou proveito das infrações
 Localização de eventual vítima com sua integridade física preservada

692 ProPenal Lei das ORCRIM (12.850/2013). Colaboração premiada Concessão do benefício. (art.4º, §1º)
Juiz levará em consideração: PERSONALIDADE do colaborar, CIRCUNSTÂNCIAS, gravidade e
repercussão social do fato e a eficácia da colaboração.

693 ProPenal Lei das ORCRIM (12.850/2013). Colaboração Premiada. Perdão judicial. (art. 4º, §2º)
 Legitimados
1. Ministério Público REQUER
2. Delegado de Polícia REPRESENTA(nos autos do IP com manifestação do MP)
 A concessão do Perdão Judicial ao Colaborador tráfico e distribuição, sem prejuízo da ação penal cabível.

145
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

694 ProPenal  Lei das ORCRIM (12.850/2013). Colaboração Premiada. Suspensão de Prazo (art. 4º, §3º)
 Até que sejam cumpridas MEDIDAS DE COLABORAÇÃO
 Prazo para oferecimento da denúncia
 Ou o processo
 Poderá ser suspenso por até seis meses, prorrogáveis por IGUAL PERÍODO.

695 ProPenal Lei das ORCRIM (12.850/2013) Colaboração Premiada.


Não oferecimento da DENÚNCIA (art. 4º, §4º)

 MP pode deixar de oferecer a denúncia, se o colaborador NÃO FOR o líder da ORCRIM e for o 1º a prestar
efetiva colaboração e DESDE QUE, a colaboração tenha UM ou MAIS destes resultados:
 Identificação dos demais membros da ORCRIM
 Revelação da Estrutura Hierárquica (divisão de tarefas)
 Prevenção de infrações
 Recuperação (total ou parcial) do produto ou proveito das infrações
 Localização de eventual vítima com sua integridade física preservada.

696 ProPenal Lei das ORCRIM (12.850/2013). Colaboração premiada posterior à sentença (art. 4º, §5º)
 Pena pode ser reduzida até METADE
 Poderá ser admitida PROGRESSÃO ainda que ausentes requisitos OBJETIVOS

697 ProPenal Lei das ORCRIM (12.850/2013). Colaboração Premiada. Homologação do acordo de COLABORAÇÃO
PREMIADA (art. 4º, §7º e §8º)
 Juiz verificará REGULARIDADE, LEGALIDADE e VOLUNTARIADADE
 Poderá ser recusada a HOMOLOGAÇÃO ou EFETIVADA ADEQUAÇÃO ao caso concreto

146
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
698 ProPenal Lei das ORCRIM (12.850/2013). Colaboração Premiada. (Retratação) (art. 4º, §10º)
 As partes podem retratar-se da PROPOSTA
 As provas autoincriminatórias produzidas pelo colaborador não poderão ser utilizadas exclusivamente em
seu desfavor.

699 ProPenal Lei das ORCRIM (12.850/2013). Colaboração premiada.Renúncia ao Silêncio (art. 4º)
 Nos depoimentos o colaborador renunciará ao direito ao silêncio
 Tem o compromisso legal de dizer a verdade

700 ProPenal Lei das ORCRIM (12.850/2013). Colaboração premiada. Direitos do COLABORADOR (art. 5º)
Medidas de proteção, preservação das informações pessoais e de sua identidade, ser conduzido
separadamente, não ter contato visual com outros acusados em audiências e cumprir pena em
estabelecimento penal diverso dos demais membros da ORCRIM.

701 ProPenal Lei das ORCRIM (12.850/2013). Colaboração Premiada.


Requisitos do TERMO DE COLABORAÇÃO (art. 6º)
 Por escrito e deverá conter: relato da colaboração, condições da proposta e aceitação, assinaturas (MP
ou Delegado, colaborador e defensor) e especificação das medidas de proteção quando necessárias.
702 ProPenal Lei das ORCRIM (12.850/2013). Colaboração Premiada.
Homologação do Acordo Prazo (art. 7º, §1º). O juiz decidirá em 48 horas.

703 ProPenal Lei das ORCRIM (12.850/2013). Colaboração Premiada. Retirada do sigilo (art. 7º, §3º)
 O acordo de colaboração premiada deixa de ser sigiloso assim que recebida a denúncia

147
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

704 ProPenal Lei das ORCRIM (12.850/2013). Ação controlada – Definição. (art. 8º)
 Retardar a intervenção policial ou administrativa
 Desde que mantida observação e acompanhamento
 Objetivo: que a medida legal se concretize no momento mais eficaz à formação de provas e obtenção de
informações.
 Previamente comunicada ao juiz que: estabelecerá limites, se for o caso e comunicará ao MP.
 Atenção: Comunicada e NÃO AUTORIZADA

705 ProPenal Lei das ORCRIM (12.850/2013). Infiltração de Agentes. (art. 3, §1º e §2º)
 Representada pelo Delegado (Juiz ouvirá previamente MP)
 Requerida pelo MP após manifestação técnica do Delegado quando solicitada no curso do Inquérito Policial.
 AUTORIZAÇÃO JUDICIAL dever ser PRÉVIA, circunstanciada, motivada e sigilosa, bem como serão
estabelecidos seus limites.
 Prazo: 6 meses, com eventuais RENOVAÇÕES.
 Relatório da atividade de infiltração: delegado determinará a seus agentes e MP requisitará (a qualquer
tempo).
 Juiz decidirá em 24 horas (do pedido ou da manifestação do MP).
 Os autos contendo as informações da operação de infiltração acompanharão a denúncia do Ministério Público,
quando serão disponibilizados à defesa, assegurando-se a preservação da identidade do agente.

706 ProPenal  Lei das ORCRIM (12.850/2013). Infiltração de agentes. Excludente de culpabilidade. (art. 13, PU) Não é
punível, no âmbito da infiltração, a prática de crime pelo agente infiltrado no curso da investigação, quando
inexigível conduta diversa.

148
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

707 ProPenal Lei das ORCRIM (12.850/2013). Acesso a dados cadastrais (art. 15)
 O delegado de polícia e o Ministério Público terão acesso. Independentemente de autorização judicial
 Dados cadastrais do investigado que informem exclusivamente a qualificação pessoal, a filiação e o
endereço
 Mantidos pela Justiça Eleitoral, empresas telefônicas, instituições financeiras, provedores de internet e
administradoras de cartão de crédito

708 ProPenal  Lei das ORCRIM (12.850/2013). Informações de empresas de Transporte (art. 16)
 As empresas de transporte possibilitarão, pelo prazo de 5 (cinco) anos
 Acesso direto e permanente do juiz, do Ministério Público ou do delegado de polícia aos bancos de dados de
reservas e registro de viagens.

709 ProPenal Lei das ORCRIM (12.850/2013). Registros de terminais Telefônicos (art. 17)
 As concessionárias de telefonia fixa ou móvel manterão
 Pelo prazo de 5 (cinco) anos, À disposição do Delegado de Polícia e do Ministério Público
 Registros de identificação dos números dos terminais de origem e de destino das ligações telefônicas
internacionais, interurbanas e locais.

710 ProPenal Lei das ORCRIM (12.850/2013). Procedimento (art. 22)


 Os crimes previstos na Lei de Organização Criminosa serão apurados mediante procedimento ordinário
previsto no CPP, observado o prazo máximo de 120 dias para instrução criminal com réu preso,
prorrogáveis até igual prazo devidamente motivada pela complexidade da causa ou por fato
procrastinatório atribuível ao réu.
711 ProPenal Lei das ORCRIM (12.850/2013). Autos Sigilosos Vista da defesa (art. 23, PU)
Determinado o depoimento do investigado, seu defensor terá assegurada a prévia vista dos autos, ainda
que classificados como sigilosos, no prazo mínimo de 3 (três) dias que antecedem ao ato, podendo ser
ampliado, a critério da autoridade responsável pela investigação.

149
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

712 ProPenal Lei de Lavagem de Dinheiro (9.613/98). Crimes de “Lavagem de Dinheiro” Procedimento (art. 2º)
 Procedimento comum dos crimes punidos com reclusão, da competência do juiz singular
 Independem do processo e julgamento das infrações penais antecedentes, ainda que praticadas em outro
país.

713 ProPenal  Lei de Lavagem de Dinheiro (9.613/98). Competência da Justiça Federal (art. 2º,III)
 Contra Sistema Financeiro ou a Ordem Econômica Financeira
 Em detrimento de bens, serviços ou interesses da União, suas autarquias ou empresas públicas
 Infração antecedente for de competência da Justiça Federal

714 ProPenal Lei de Lavagem de Dinheiro (9.613/98). NÃO ocorre Suspensão do processo (art. 2º, §2º)

 Nos processos crimes de lavagem de dinheiro


 Não se aplica o art. 366 do CPP (suspensão do processo)
 Acusado que não compare nem constitui advogado será citado por edital.
 Processo tem prosseguimento até o julgamento com a nomeação de defensor dativo.

715 ProPenal Lei de Lavagem de Dinheiro (9.613/98).


Suspensão de ordens de prisão e medidas assecuratórias (art. 4º-B)
 A ordem de prisão de pessoas ou as medidas assecuratórias de bens, direitos ou valores poderão ser
suspensas pelo juiz, ouvido o Ministério Público, quando a sua execução imediata puder comprometer as
investigações.
716 ProPenal Lei de Lavagem de Dinheiro (9.613/98). Indiciamento de servidor público (art. 17-D)

 Regra = afastamento..Em caso de indiciamento de servidor público, este será afastado, sem prejuízo de
remuneração e demais direitos previstos em lei, até que o juiz competente autorize, em decisão fundamentada,
o seu retorno

150
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

717 ProPenal  Crimes Falimentares (Lei 11.101/2005). Condição objetiva de punibilidade (art. 180)
Sentença que:
 Decreta falência ou concede recuperação (judicial ou extrajudicial)

718 ProPenal  Crimes Falimentares (Lei 11.101/2005). Efeitos da Condenação (art. 181)
 Inabilitação atividade empresarial
 Impedimento cargo ou função em Conselho
 Impossibilidade de gerir empresa

719 ProPenal  Crimes Falimentares (Lei 11.101/2005). Efeitos da Condenação (art. 181, § 1º)
Não automáticos (devem ser declarados na sentença)
Perdurarão:
 5 anos da extinção da punibilidade OU
 Reabilitação penal (antes dos 5 anos)

720 ProPenal  Crimes Falimentares (Lei 11.101/2005). Competência para ação penal (art. 183)
 Do juízo criminal da jurisdição em que decreta falência ou concessão de recuperação ( judicial ou
extrajudicial)

721 ProPenal Crimes Falimentares (Lei 11.101/2005). Ação penal pública incondicionada (art. 184)
 Todos os crimes na lei de falências
722 ProPenal Crimes Falimentares (Lei 11.101/2005) Ação penal privada subsidiária (art. 184, PU)
São legitimados: credor habilitado ou administrador judicial.
Prazo decadencial de 6 (seis) meses

151
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

723 ADM Atos Normativos (ESPÉCIES)


 Feitos gerais e abstratos (formalmente são atos, materialmente são “normas jurídicas”)
 Decreto: chefe do executivo. Decreto regulamentar: execução da lei. Decreto autônomo: nas hipóteses
autorizadas pela CF/88 (art. 84, VI): (i) organização e funcionamento da administração federal, quando não
implicar aumento de despesa nem criação ou extinção de órgãos públicos; (ii) extinção de funções ou cargos
públicos, quando vagos.
 Regulamentos: detalham, especificam a aplicação da lei. Em regra são postos em vigência através de
decretos.
 Instruções Normativas: Ministros de Estado. Execução da lei, decreto ou regulamento.
 Regimentos: regulam funcionamento do órgão.
 Resoluções: Autoridades de alto escalão (individuais ou colegiados). TCU, Ministros, etc.
 Deliberações: oriundos de órgãos colegiados.

724 ADM Atos Ordinatórios (ESPÉCIES)


 Efeitos internos,destinados ao funcionamento da Administração. Fundamento: poder de polícia
 Exemplos: portarias, ordens de serviços, aviso, memorandos, ofícios.

725 ADM Atos Negociais (ESPÉCIES)


 São chamados atos de consentimento. São uma “anuência prévia”. Unilaterais.
 Exemplos: alvarás, licenças (construir, dirigir), autorização de serviço de táxi.
 Bilaterais: interesse recíproco. Podem ser vinculados (licenças) ou discricionários (podem ser negados:
autorizações, permissões.
 LICENÇA: ato vinculado e definitivo. Particular exerce direitos subjetivos.
 AUTORIZAÇÃO: ato discricionário e precário. Atividades.
 PERMISSÃO: ato discricionário e precário. Uso de bem público.
 OUTROS: admissão (faculdade), homologação (posterior, avalia legalidade, “ok”)

152
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

726 ADM Atos Enunciativos (ESPÉCIES)


 Atestam ou Certificam uma situação preexistente
 São as certidões, os atestados, os pareceres e as apostilas.
 Certidões: certifica dado ou fato existente no banco de dados, registros, da Administração.
 Atestado: difere da certidão pois declara fato (existente), mas sobre o qual não exista registro formal.
 Parecer: manifestação técnica de caráter opinativo. Pode ser facultativo ou obrigatório.
 Parecer Facultativo: lei não exige obrigatoriedade em sua solicitação.
Parecer Vinculante e obrigatório: quando deve acatar. Exemplo: perícia médica em aposentadoria por
invalidez.
 Apostila: corrige ou atualiza informação. Sinônimo de averbação.

727 ADM Atos Punitivos (ESPÉCIES)


 Sanções administrativas internas ou externas.
 Internos: advertência, suspensão e demissão.
 Externos: interdições, destruições de alimentos vencidos, etc.

728 ADM Convalidação (MANUTENÇÃO)


 Somente atos anuláveis (nulidade relativa) podem ser convalidados. Competência (salvo exclusiva) e
forma são convalidáveis.
 Atos nulos (nulidade absoluta) não admitem convalidação. Motivo, finalidade e forma são insanáveis.
 Lei 9.784/1999: “Art. 55. Em decisão na qual se evidencie não acarretarem lesão ao interesse público nem
prejuízo a terceiros, os atos que apresentarem defeitos sanáveis poderão ser convalidados pela própria
Administração.”

729 ADM Cassação (EXTINÇÃO)


 Cassação é a retirada do ato administrativo por ter o seu beneficiário descumprido condição indispensável
para a manutenção do ato. Ex: Cassação do alvará de funcionamento de restaurante que não respeita
condições sanitárias.

153
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

730 ADM Caducidade (EXTINÇÃO)


 Norma posterior inviabiliza a manutenção do ato praticado anteriormente.
 Exemplo: lei modifica zoneamento e impede instalação de ambulantes em determinada região..

731 ADM Contraposição (EXTINÇÃO)


Ato posterior é oposto ao ato anterior. Exemplo: exoneração ou demissão (posterior) em relação ao anterior
(nomeação)

732 ADM Renúncia (EXTINÇÃO)


Titular dos direitos renuncia a uma vantagem ou situação jurídica favorável.

733 ADM Atos Simples, Atos Complexos , Atos Compostos (CLASSIFICAÇÃO)

 Atos simples: uma única manifestação de vontade.


 Atos complexos: duas ou mais vontades, manifestando-se, cada uma, de forma autônoma e o ato sendo o
resultado da conjugação destas. Ocorre UM ÚNICO ATO. Ex: aposentadoria; decreto do executivo +
referendo do Ministro de Estado.
 Atos compostos: apenas uma vontade, dependendo de outro ato para conferir eficácia ou validade. Assim,
um dos atos é principal e o outro acessório, ou seja, temos dois atos, sendo um instrumental em relação ao
outro. DOIS ATOS. Exemplo: ato sujeito a ratificação (inexigibilidade de licitação).

734 PROC CONEXÃO (competência): art. 76, I do CPP


PENAL  Intersubjetiva por simultaneidade. “Ocorrendo duas ou mais infrações, houverem sido praticadas, ao mesmo
tempo, por várias pessoas reunidas”. Exemplo: saques a lojas, depredação de estádio.
 Intersubjetiva concursal. “Por várias pessoas em concurso, embora diverso o tempo e o lugar” . Exemplo:
Associação Criminosa para prática de estelionatos. Prática “estelionato A” na segunda-feira, “estelionato B” na
terça-feira.
 Intersubjetiva por reciprocidade. “Por várias pessoas, umas contra as outras”.
Exemplo: Lesões corporais recíprocas. Observação: rixa é crime único.

154
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

735 PROC CONEXÃO (competência): art. 76, II do CPP


PENAL  Objetiva, lógica, material ou teleológica. “Se, no mesmo caso, houverem sido umas praticadas para facilitar
ou ocultar as outras, ou para conseguir impunidade ou vantagem em relação a qualquer delas”.
Exemplo: homicídio + ocultação de cadáver.

736 PROC CONEXÃO (competência): art. 76, III do CPP


PENAL  Probatória, instrumental ou processual. “Quando a prova de uma infração ou de qualquer de suas
circunstâncias elementares influir na prova de outra infração.”
Exemplo: roubo + receptação (depende do anterior)
737 PROC CONTINÊNCIA (competência): art. 77, I do CPP
PENAL  Subjetiva ou por cumulação subjetiva: “Duas ou mais pessoas forem acusadas pela mesma infração”.
#CRIMEÚNICO #SELIGA #DIFERENTE #CONEXÃOINTERSUBJETIVA
738 PROC  CONTINÊNCIA (competência): art. 77, II do CPP
PENAL  Probatória, instrumental ou processual. “no caso de infração cometida nas condições previstas nos arts. 70
(concurso formal de crimes), 73 (aberratio ictus) e 74 (aberratio delicti) do Código Penal.”
739 PROC  CONTINÊNCIA (competência): art. 77, II do CPP
PENAL Haverá processo + julgamento único devido a “força atrativa” de “um em relação aos demais”, na SEGUINTE
ORDEM
1) Tribunal do Júri
2) Justiça especial.
3) Tribunal de Maior Graduação
4) Se todos da mesma categoria
4.1) Crime com pena mais grave
4.2) Se idênticas, o maior número de infrações
4.3) Se ainda forem iguais (4.1 e 4.2), pela prevenção

740 PROC Crime de Pedofilia


PENAL  Em “site”, divulgação pela internet (pode ultrapassar fronteira): Justiça Federal
 Via e-mail, msg de whatsapp (“ponto a ponto”, restrita): Justiça Estadual

155
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

741 CDC Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 39 – Direito do Consumidor)


 A inversão do ônus da prova, nos termos do art. 6º, VIII, do CDC, não ocorre ope legis, mas ope
iudicis, vale dizer, é o juiz que, de forma prudente e fundamentada, aprecia os aspectos de
verossimilhança das alegações do consumidor ou de sua hipossuficiência.
742 CDC Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 39 – Direito do Consumidor)
 A vedação à denunciação da lide prevista no art. 88 do CDC não se restringe à responsabilidade
de comerciante por fato do produto (art. 13 do CDC), sendo aplicável também nas demais
hipóteses de responsabilidade civil por acidentes de consumo (arts. 12 e 14 do CDC).
743 CDC Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 39 – Direito do Consumidor)
 Em demanda que trata da responsabilidade pelo fato do produto ou do serviço (arts. 12 e 14 do
CDC), a inversão do ônus da prova decorre da lei (ope legis), não se aplicando o art. 6º , inciso
VIII, do CDC.
744 CDC Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 39 – Direito do Consumidor)
 A redução da multa moratória para 2% prevista no art. 52, § 1º, do CDC aplica-se às relações de
consumo de natureza contratual, não incidindo sobre as sanções tributárias, que estão sujeitas
à legislação própria de direito público. (Tese julgada sob o rito do art 543-C do CPC)
745 CDC Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 39 – Direito do Consumidor)
 A ação de repetição de indébito de tarifas de água e esgoto sujeita-se ao prazo prescricional
estabelecido no Código Civil. (Súmula n. 412/STJ
746 CDC Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 39 – Direito do Consumidor)
 É descabida a aplicação do Código de Defesa do Consumidor alheia às normas específicas
inerentes à relação contratual de previdência privada complementar e à modalidade contratual
da transação, negócio jurídico disciplinado pelo Código Civil, inclusive no tocante à disciplina
peculiar para o seu desfazimento.

156
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

747 CDC Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 42 – Direito do Consumidor)


 .Nos contratos bancários posteriores ao Código de Defesa do Consumidor incide a multa
moratória nele prevista (Súmula n. 285/STJ).
748 CDC Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 42 – Direito do Consumidor)
 A instituição de ensino superior responde objetivamente pelos danos causados ao aluno em
decorrência da falta de reconhecimento do curso pelo MEC, quando violado o dever de
informação ao consumidor.
749 CDC Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 42 – Direito do Consumidor)
 As bandeiras ou marcas de cartão de crédito respondem solidariamente com os bancos e as
administradoras de cartão de crédito pelos danos decorrentes da má prestação de serviços.
750 CDC Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 42 – Direito do Consumidor)
 A ausência de prévia comunicação ao consumidor da inscrição do seu nome em cadastros de
proteção ao crédito, prevista no art. 43, § 2º, do CDC, enseja o direito à compensação por
danos morais. (Tese julgada sob o rito do art. 543-C do CPC/1973 - TEMA 40)
751 CDC Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 42 – Direito do Consumidor)
 A agência de turismo que comercializa pacotes de viagens responde solidariamente, nos
termos do art. 14 do CDC, pelos defeitos na prestação dos serviços que integram o pacote.
752 CDC Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 74 – Direito do Consumidor)
 É obrigatória a restituição em dobro da cobrança indevida de tarifa de água, esgoto, energia
ou telefonia, salvo na hipótese de erro justificável (art. 42, parágrafo único, do CDC), que não
decorra da existência de dolo, culpa ou má-fé.
753 CDC Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 74 – Direito do Consumidor)
 Não existindo anotação irregular nos órgãos de proteção ao crédito, a mera cobrança indevida
de serviços ao consumidor não gera danos morais presumidos.

157
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

754 CDC Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 74 – Direito do Consumidor)


 A ação de indenização por danos morais decorrente da inscrição indevida em cadastro de
inadimplentes não se sujeita ao prazo quinquenal do art. 27 do CDC, mas ao prazo de 3 (três)
anos, conforme previsto no art. 206, § 3º, V, do CC/2002.
755 CDC Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 74 – Direito do Consumidor)
 O Ministério Público é parte legítima para atuar em defesa dos direitos difusos, coletivos e
individuais homogêneos dos consumidores.
756 CDC Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 74 – Direito do Consumidor)
 As normas do Código de Defesa do Consumidor são aplicáveis aos contratos do Sistema
Financeiro de Habitação - SFH, desde que não vinculados ao Fundo de Compensação de
Variações Salariais - FCVS e posteriores à entrada em vigor da Lei n. 8.078/90.
757 CDC Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 74 – Direito do Consumidor)
 O Código de Defesa do Consumidor é aplicável às entidades abertas de previdência
complementar, não incidindo nos contratos previdenciários celebrados com entidades
fechadas. (Súmula n. 563/STJ)
758 CDC Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 74 – Direito do Consumidor)
 O Código de Defesa do Consumidor não se aplica ao contrato de plano de saúde administrado
por entidade de autogestão, por inexistir relação de consumo
759 CDC Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 74 – Direito do Consumidor)
 É solidária a responsabilidade entre aqueles que veiculam publicidade enganosa e os que
dela se aproveitam na comercialização de seu produto ou serviço.
760 CDC Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 74 – Direito do Consumidor)
 A diferenciação de preços para o pagamento em dinheiro, cheque ou cartão de crédito
caracteriza prática abusiva no mercado de consumo.
 Lei nº 13.455/2017 (publicada em 27/06/2017), é permitida a diferenciação de preços de bens
e serviços oferecidos ao público em função do prazo ou do instrumento de pagamento utilizado.

158
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

761 ECA Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 27 – ECA)


 Eventuais irregularidades na adoção podem ser superadas em virtude da situação de fato
consolidada no tempo, desde que favoráveis ao adotando.
762 ECA Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 27 – ECA)
 O reconhecimento do estado de filiação constitui direito personalíssimo, indisponível e
imprescritível, podendo ser exercitado sem qualquer restrição, fundamentado no direito
essencial à busca pela identidade biológica.
763 ECA Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 27 – ECA)
 Nos casos em que o Ministério Público promove a ação de destituição do poder familiar ou de
acolhimento institucional não é obrigatória a nomeação da Defensoria Pública como curadora
especial.
764 ECA Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 27 – ECA)
 A falta da citação do pai biológico no processo de adoção não obsta a homologação da
sentença estrangeira, nos casos em que se verifica o abandono ou desinteresse do genitor.
765 ECA Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 54 – ECA)
 O prazo para interpor agravo contra decisão denegatória de recurso especial em matéria
penal é de cinco dias (art. 28 da Lei n. 8.038/90), aplicando-se às hipóteses de apuração de ato
infracional.
766 ECA Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 54– ECA)
 A reiteração capaz de ensejar a incidência da medida socioeducativa de internação (art. 122,
II, do ECA) só ocorre quando praticados, no mínimo, dois atos infracionais graves anteriores.

159
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

767 ECA Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 54– ECA)


 A medida socioeducativa de internação está autorizada nas hipóteses taxativamente previstas
no art. 122 do ECA, sendo vedado ao julgador dar qualquer interpretação extensiva do
dispositivo.
768 ECA Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 54– ECA)
 A aplicação da medida de semiliberdade, a despeito do disposto no art. 120, § 2º, do ECA, não
se vincula à taxatividade estabelecida no art. 122 do mesmo estatuto
769 ECA Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 54– ECA)
 A atenuante da confissão espontânea não tem aplicabilidade em sede de procedimento
relativo à apuração de ato infracional.
770 ECA Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 54– ECA)
 Aplica-se princípio da Insignificância ao ato infracional.
771 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 62– Cheque)
 O prazo para ajuizamento de ação monitória em face do emitente de cheque sem força
executiva é quinquenal, a contar do dia seguinte à data de emissão estampada na cártula.
(Súmula n. 503/STJ) (Tese julgada sob o rito do art. 543-C do CPC/1973 - Tema 628)
772 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 62– Cheque)
 A relação jurídica subjacente ao cheque (causa debendi) poderá ser discutida nos casos em
que não houver a circulação do título.
773 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 62– Cheque)
 O negócio jurídico subjacente à emissão do cheque pode ser discutido em sede de
embargos monitórios.

160
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

774 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 62– Cheque)


 A investigação da causa debendi é admitida nas hipóteses em que o cheque é dado como
garantia, bem como nos casos em que o negócio jurídico subjacente for constituído em
flagrante desrespeito à ordem jurídica.
775 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 62– Cheque)
 A ação de locupletamento ilícito (art. 61 da Lei n. 7.357/1985) não exige comprovação da
causa debendi e deve ser proposta no prazo de até dois anos contados do fim do prazo
prescricional da execução do cheque.
776 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 62– Cheque)
 A ação de cobrança prevista no artigo 62 da Lei n. 7357/85 está fundamentada na relação
jurídica subjacente ao cheque, sendo imprescindível a comprovação da causa debendi.,
 Art. 62 Salvo prova de novação, a emissão ou a transferência do cheque não exclui a ação
fundada na relação causal, feita a prova do não-pagamento.
777 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 62– Cheque)
 O foro competente para a execução do cheque é o local do pagamento - lugar onde se situa a
agência bancária em que o emitente mantém sua conta corrente - sendo irrelevantes os locais
de domicílio do autor e do réu.
778 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 62– Cheque)
 É indevida a inscrição do nome do co-titular de conta bancária conjunta nos órgãos de
proteção ao crédito se este não emitiu o cheque sem provisão de fundos.
779 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 62– Cheque)
 O estabelecimento bancário não está obrigado a verificar a autenticidade das assinaturas
dos endossantes, mas tem o dever de atestar a regularidade formal da cadeia de endossos.
780 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 62– Cheque)
 O protesto de cheque pode ser efetuado após o prazo de apresentação, desde que não
escoado o lapso prescricional da pretensão executória dirigida contra o emitente (PROTESTO
FACULTATIVO).
161
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

781 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 62– Cheque)


 A pretensão executiva do cheque dirigida contra os endossantes deve ser precedida de
protesto realizado dentro do prazo de apresentação (PROTESTO OBRIGATÓRIO).
EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 62– Cheque)
 É razoável o valor da compensação por danos morais fixado em até 50 (cinquenta) salários
mínimos para a hipótese de devolução indevida de cheque.
782 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 62– Cheque)
 Os juros moratórios decorrentes de dívidas representadas em cheque devem ser fixados a
partir da data da primeira apresentação do título para pagamento, independentemente da
cobrança ter sido buscada por meio de ação monitória.
783 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 56 – Títulos de Crédito)
 As duplicatas virtuais possuem força executiva, desde que acompanhadas dos
instrumentos de protesto por indicação e dos comprovantes de entrega da mercadoria e da
prestação do serviço
784 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 56 – Títulos de Crédito)
 O devedor do título crédito não pode opor contra o endossatário as exceções pessoais que
possuía em face do credor originário, limitando-se tal defesa aos aspectos formais e materiais
do título, salvo na hipótese de má-fé.
785 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 56 – Títulos de Crédito)
 O devedor pode alegar contra a empresa de factoring as exceções pessoais originalmente
oponíveis contra o emitente do título.
786 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 56 – Títulos de Crédito)
 A cambial emitida ou aceita com omissões, ou em branco, pode ser completada pelo credor
de boa-fé antes da cobrança ou do protesto. (Súmula n. 387/STF)

162
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

787 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 56 – Títulos de Crédito)


 O avalista do título de crédito vinculado a contrato de mútuo também responde pelas
obrigações pactuadas, quando no contrato figurar como devedor solidário. (Súmula n. 26/STJ)
788 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 56 – Títulos de Crédito)
 O avalista não responde por dívida estabelecida em título de crédito prescrito, salvo se
comprovado que auferiu benefício com a dívida.
789 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 56 – Títulos de Crédito)
 A autonomia do aval não se confunde com a abstração do título de crédito e, portanto,
independe de sua circulação.
790 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 56 – Títulos de Crédito)
 É indevido o protesto de título de crédito prescrito.
791 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 56 – Títulos de Crédito)
 O endossatário de título de crédito por endosso-mandato só responde por danos
decorrentes de protesto indevido se extrapolar os poderes de mandatário. (Súmula n. 476/STJ)
(Tese julgada sob o rito do art. 543-C do CPC/73 - Tema 463)
792 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 56 – Títulos de Crédito)
 Responde pelos danos decorrentes de protesto indevido o endossatário que recebe por
endosso translativo título de crédito contendo vício formal extrínseco ou intrínseco, ficando
ressalvado seu direito de regresso contra os endossantes e avalistas. (Súmula n. 475/STJ)
(Tese julgada sob o rito do art. 543-C do CPC/73 - Tema 465)
793 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 56 – Títulos de Crédito)
 A prescrição da pretensão executória de título cambial não enseja o cancelamento
automático de anterior protesto regularmente lavrado e registrado.
794 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 56 – Títulos de Crédito)
 A vinculação da nota promissória a um contrato retira-lhe a autonomia de título cambial, mas
não a sua executoriedade, desde que a avença seja liquida, certa e exígivel.

163
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

795 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 56 – Títulos de Crédito)


 A nota promissória vinculada a contrato de abertura de crédito não goza de autonomia em
razão da iliquidez do título que a originou. (Súmula n. 258/STJ)
796 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 56 – Títulos de Crédito)
 É nula a obrigação cambial assumida por procurador do mutuário vinculado ao mutuante, no
exclusivo interesse deste. (Súmula n. 60/STJ)
797 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 37 – Recuperação Judicial)
 Os créditos decorrentes de arrendamento mercantil ou com garantia fiduciária - inclusive os
resultantes de cessão fiduciária - não se sujeitam aos efeitos da recuperação judicial, nos
termos § 3º do artigo 49 da Lei n. 11.101/2005.
798 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 37 – Recuperação Judicial)
 O crédito advindo de adiantamento de contrato de câmbio não está sujeito aos efeitos da
recuperação judicial.
799 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 37 – Recuperação Judicial)
 O crédito proveniente de responsabilidade civil por fato preexistente ao momento do
deferimento da recuperação deve ser incluído no respectivo plano.
800 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 37 – Recuperação Judicial)
 O deferimento da recuperação judicial não suspende a execução fiscal, mas os atos que
importem em constrição ou alienação do patrimônio da recuperanda devem se submeter ao juízo
universal.
801 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 37 – Recuperação Judicial)
 Os créditos resultantes de honorários advocatícios têm natureza alimentar e equiparam-se aos
trabalhistas para efeito de habilitação em falência e recuperação judicial. (Tese julgada sob o
rito do art. 543-C do CPC/1973 - TEMA 637)

164
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

802 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 56 – Títulos de Crédito)


 É válido o aval prestado por pessoa física nas cédulas de crédito rural, pois a vedação contida
no § 3º do art. 60 do Decreto-Lei n. 167/67 não alcança o referido título, sendo aplicável
apenas às notas promissórias e duplicatas rurais.
 Art 60. Aplicam-se à cédula de crédito rural, à nota promissória rural e à duplicata rural,
no que forem cabíveis, as normas de direito cambial, inclusive quanto a aval, dispensado porém
o protesto para assegurar o direito de regresso contra endossantes e seus avalistas.
 § 3º Também são nulas quaisquer outras garantias, reais ou pessoais, salvo quando
prestadas pelas pessoas físicas participantes da empresa emitente, por esta ou por outras
pessoas jurídicas.
803 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 37 – Recuperação Judicial)
 A recuperação judicial do devedor principal não impede o prosseguimento das execuções
nem induz suspensão ou extinção de ações ajuizadas contra terceiros devedores solidários
ou coobrigados em geral, por garantia cambial, real ou fidejussória, pois não se lhes aplicam a
suspensão prevista nos arts. 6º, caput, e 52, inciso III, ou a novação a que se refere o art. 59,
caput, por força do que dispõe o art. 49, § 1º, todos da Lei n. 11.101/2005. (Tese Julgada de
acordo com o art. 543-C do CPC/1973 - TEMA 885)
804 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 37 – Recuperação Judicial)
 A homologação do plano de recuperação judicial opera novação sui generis dos créditos por
ele abrangidos, visto que se submete à condição resolutiva.
805 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 35 – Recuperação Judicial)
 O juízo da recuperação judicial não é competente para decidir sobre a constrição de bens
não abrangidos pelo plano de recuperação da empresa. (Súmula n. 480/STJ)
806 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 37 – Recuperação Judicial)
 O juízo da execução individual é competente para ultimar os atos de constrição
patrimonial dos bens adjudicados antes do deferimento do pedido de recuperação judicial.

165
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

807 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 37 – Recuperação Judicial)


 Promovida a adjudicação do bem penhorado em execução individual, em data posterior ao
deferimento da recuperação judicial ou decretação da falência, o ato fica desfeito em razão da
competência do juízo universal.
808 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 37 – Recuperação Judicial)
 O simples decurso do prazo legal de 180 dias de que trata o art. 6º, § 4º, da Lei n.
11.101/2005, não enseja a retomada automática das execuções individuais.
809 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 37 – Recuperação Judicial)
 Os bens dos sócios das sociedades recuperandas não estão sob a tutela do juízo da
recuperação judicial, salvo se houver decisão expressa em sentido contrário.
810 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 37 – Recuperação Judicial)
 A competência para promover os atos de execução do patrimônio da empresa recuperanda é
do juízo em que se processa a recuperação judicial, evitando-se, assim, que medidas
expropriatórias prejudiquem o cumprimento do plano de soerguimento.
811 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 37 – Recuperação Judicial)
 São devidos honorários advocatícios quando o pedido de habilitação de crédito for
impugnado, em recuperação judicial ou na falência, haja vista a litigiosidade do processo.
812 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 37 – Recuperação Judicial)
 A ação de despejo (Lei n. 8.245/1991- Lei do Inquilinato) movida contra o sujeito em
recuperação judicial, que busca, unicamente, a retomada da posse direta do imóvel locado,
não se submete à competência do juízo universal da recuperação.

166
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

813 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 24 – Propriedade Industrial)


 A marca de alto renome (art. 125 da Lei de Propriedade Industrial - LPI) é exceção ao princípio
da especificidade e tem proteção especial em todos os ramos de atividade, desde que
previamente registrada no Brasil e assim declarada pelo INPI - Instituto Nacional de
Propriedade Industrial.
814 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 24 – Propriedade Industrial)
 A marca notoriamente conhecida (art. 126 da LPI - Lei n. 9.279/96) é exceção ao princípio
da territorialidade e goza de proteção especial em seu ramo de atividade independentemente
de registro no Brasil.
815 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 24 – Propriedade Industrial)
 O atual conceito de marca de alto renome previsto no art. 125 da LPI é análogo ao antigo
conceito de marca notória previsto no art. 67 do revogado Código da Propriedade Industrial -
Lei n. 5.772/71.
816 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 24 – Propriedade Industrial)
 Marcas fracas ou evocativas, constituídas por expressões comuns ou genéricas, não
possuem o atributo da exclusividade podendo conviver com outras semelhantes.
817 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 24 – Propriedade Industrial)
 Na vigência da Lei n. 5.772/71 (antigo Código da Propriedade Industrial) não poderiam ser
objeto de patente produtos químico-farmacêuticos e medicamentos, de qualquer espécie,
bem como os respectivos processos de obtenção ou modificação.
818 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 24 – Propriedade Industrial)
 O direito de exclusividade ao uso da marca é, em regra, limitado pelo princípio da
especialidade, ou seja, à classe para a qual foi deferido o registro.
819 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 24 – Propriedade Industrial)
 Para a tutela da marca basta a possibilidade de confusão, não se exigindo prova de efetivo
engano por parte de clientes ou consumidores específicos.

167
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

820 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 24 – Propriedade Industrial)


 Para se conceder a proteção especial da marca de alto renome, em todos os ramos de
atividade, (art. 125 da LPI) é necessário procedimento administrativo junto ao INPI.
821 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 24 – Propriedade Industrial)
 Cabe ao INPI e não ao Poder Judiciário analisar os requisitos necessários à qualificação da
marca como de alto renome.
822 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 24 – Propriedade Industrial)
 A ação de nulidade de registro de marca ou patente é necessária para que possa ser afastada
a garantia da exclusividade, devendo correr na Justiça Federal ante a obrigatoriedade de
participação do INPI.
823 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 24 – Propriedade Industrial)
 Prescreve em cinco anos a ação de perdas e danos pelo uso de marca comercial. (Súmula n.
143/STJ)
824 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 24 – Propriedade Industrial)
 A declaração de caducidade do registro de marca tem efeitos jurídicos a partir de sua
declaração (ex nunc), e não efeitos retroativos (ex tunc).
825 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 24 – Propriedade Industrial)
 Não é possível a prorrogação por 5 (cinco) anos do prazo de proteção de 15 (quinze) anos
concedido às patentes estrangeiras depositadas em data anterior a 1º de janeiro de 2000, ante a
ausência de suporte legal e da inaplicabilidade automática e sem reserva do acordo
internacional TRIPs.
826 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 24 – Propriedade Industrial)
 A Lei de Propriedade Industrial, em seu art. 230, § 4º, c/c o art. 40, estabelece que a proteção
oferecida às patentes estrangeiras, chamadas patentes PIPELINE, vigora pelo prazo
remanescente de proteção no país onde foi depositado o primeiro pedido, até o prazo máximo
de proteção concedido no Brasil - 20 anos - a contar da data do primeiro depósito no exterior,
ainda que posteriormente abandonado.
168
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

827 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 24 – Propriedade Industrial)


 A legislação observa o sistema atributivo para obtenção do registro de propriedade de
marca, considerando-o como elemento constitutivo do direito de propriedade (art. 129 da LPI);
porém também prevê um sistema de contrapesos, reconhecendo situações que originam direito
de preferência à obtenção do registro, lastreadas na repressão à concorrência desleal e ao
aproveitamento parasitário.
828 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 24 – Propriedade Industrial)
 Vige no Brasil o sistema declarativo de proteção de marcas e patentes, que prioriza aquele
que primeiro fez uso da marca, constituindo o registro no órgão competente mera presunção,
que se aperfeiçoa pelo uso.
829 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 24 – Propriedade Industrial)
 A proteção relativa à designação, por título genérico, de banda ou grupo musical se adequa
às regras da propriedade industrial, e não às normas inerentes à personalidade
830 EMPR Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 24 – Propriedade Industrial)
 O entendimento, extraído do art. 50 da Lei n. 5.772/71 (antigo Código de Propriedade
Industrial), de que, não paga a anuidade no prazo estabelecido no art. 25 do mesmo diploma
legal, isto é, dentro dos primeiros 180 dias do respectivo período anual, caduca
automaticamente a patente, mostra-se incompatível com o devido processo legal, que exige,
mesmo nos processos administrativos, a observância dos princípios do contraditório e da ampla
defesa (CF, art. 5º, LIV e LV), fazendo-se necessária a prévia notificação do titular.
831 Registral Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 80 – Registros Públicos)
 O procedimento de dúvida registral detém natureza administrativa, de modo que é inviável a
impugnação por meio de recurso especial.
832 Registral Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 80 – Registros Públicos)
 Não se aplica à prestação de serviços de registros públicos cartorários e notariais o regime
especial de alíquota fixa do ISS previsto no § 1º do art. 9º do DL n. 406/1968.

169
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

833 Registral Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 80 – Registros Públicos)


 É possível a retificação do registro do nome civil em decorrência do direito à dupla
nacionalidade, desde que não haja prejuízo a terceiros.
834 Registral Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 80 – Registros Públicos)
 As pessoas que passarem por procedimento de redesignação sexual têm direito a alteração
do prenome e do gênero no registro civil de nascimento.
 OBSERVAÇÃO: esta tese não implica em negar as que não se submeteram a cirurgia o
mesmo direito.
835 Registral Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 80 – Registros Públicos)
 A exigência de registro do contrato de alienação fiduciária em garantia no cartório de título e
documentos e a respectiva anotação do gravame no órgão de trânsito não constituem
requisitos de validade do negócio, tendo apenas o condão de torná-lo eficaz perante terceiros.
836 Registral Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 80 – Registros Públicos)
 A ausência de averbação do contrato de locação no competente cartório de registro de
imóveis impede o exercício do direito de preferência pelo locatário.
837 Registral Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 80 – Registros Públicos)
 A inobservância do direito de preferência do locatário na aquisição do imóvel enseja o
pedido de perdas e danos, que não se condiciona ao prévio registro do contrato de locação
na matrícula imobiliária.
838 Registral Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 80 – Registros Públicos)
 O que define a responsabilidade pelo pagamento das obrigações condominiais não é o
registro da promessa de compra e venda, mas a relação jurídica material com o imóvel,
podendo a responsabilidade pelas despesas recair tanto sobre o promitente vendedor quanto
sobre o promissário comprador, a depender do caso concreto. (Tese julgada sob o rito do art.
543-C do CPC/73 TEMA 886)

170
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

839 P Civil Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 89 – Juizados Especiais)


 O processamento da ação perante o Juizado Especial ESTADUAL é opção do autor, que
pode, se preferir, ajuizar sua demanda perante a Justiça Comum.
840 P Civil Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 89 – Juizados Especiais)
 Em se tratando de litisconsórcio ativo facultativo, para que se fixe a competência dos
Juizados Especiais, deve ser considerado o valor da causa individualmente por autor, não
importando se a soma ultrapassa o valor de alçada.
841 P Civil Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 89 – Juizados Especiais)
 A necessidade de produção de prova pericial, por si só, não influi na definição da
competência dos Juizados Especiais.
842 P Civil Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 89 – Juizados Especiais)
 É da competência dos Juizados Especiais Federais e dos Juizados Especiais da Fazenda
Pública a defesa de direitos ou interesses difusos e coletivos exercida por meio de ações
propostas individualmente pelos seus titulares ou substitutos processuais.
843 P Civil Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 89 – Juizados Especiais)
 É possível submeter ao rito dos Juizados Especiais Federais as causas que envolvem
fornecimento de medicamentos/tratamento médico, cujo valor seja de até 60 salários mínimos,
ajuizadas pelo Ministério Público ou pela Defensoria Pública em favor de pessoa
determinada.
844 P Civil Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 89 – Juizados Especiais)
 Compete ao Juizado Especial a execução de seus próprios julgados, independente da
quantia a ser executada, desde que tenha sido observado o valor de alçada na ocasião da
propositura da ação.

171
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

845 P Civil Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 89 – Juizados Especiais)


 Compete ao Tribunal Regional Federal decidir os conflitos de competência entre juizado
especial federal e juízo federal da mesma seção judiciária. (Súmula n. 428/STJ).
846 P Civil Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 89 – Juizados Especiais)
 Compete a turma recursal processar e julgar o mandado de segurança contra ato de juizado
especial. (Súmula n. 376/STJ)
847 P Civil Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 89 – Juizados Especiais)
 Admite-se a impetração de mandado de segurança perante os Tribunais de Justiça e os
Tribunais Regionais Federais para o exercício do controle de competência dos Juizados
Especiais Estaduais ou Federais, respectivamente, excepcionando a hipótese de cabimento da
Súmula n. 376/STJ.
848 P Civil Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 89 – Juizados Especiais)
 Por força do art. 6º da Resolução n. 12/2009 do STJ*, são irrecorríveis as decisões proferidas
pelo relator nas reclamações destinadas a dirimir divergência entre acórdão prolatado por turma
recursal estadual e a jurisprudência do STJ. * A Resolução n. 12/2009 do STJ foi revogada
pela Emenda Regimental n. 22 de 16 de março de 2016.
849 P Civil Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 89 – Juizados Especiais)
 O prazo para o ajuizamento de reclamação contra acórdão de Turma Recursal de Juizados
Especiais inicia-se com a ciência, pela parte, do acórdão proferido pela Turma Recursal no
julgamento do recurso inominado ou dos subsequentes embargos de declaração, e não da
decisão acerca do recurso extraordinário interposto (art. 1º da Resolução n. 12/2009 do STJ*). *
A Resolução n. 12/2009 do STJ foi revogada pela Emenda Regimental n. 22 de 16 de
março de 2016.

172
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

850 P Civil  É incabível o ajuizamento de reclamação fundada na Resolução n. 12/2009 do STJ para atacar
decisão de interesse da Fazenda Pública, ante a existência de procedimento específico de
uniformização de jurisprudência previsto nos arts. 18 e 19 da Lei n. 12.153/2009*. * A
Resolução n. 12/2009 do STJ foi revogada pela Emenda Regimental n. 22 de 16 de março
de 2016.
851 P Civil Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 89 – Juizados Especiais)
 É inviável a discussão de matéria processual em sede de incidente de uniformização de
jurisprudência oriundo de juizados especiais, visto que cabível, apenas, contra acórdão da
Turma Nacional de Uniformização que, apreciando questão de direito material, contrarie
súmula ou jurisprudência dominante no STJ.
852 P Civil Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 89 – Juizados Especiais)
 Compete ao Superior Tribunal de Justiça o exame dos pressupostos legais do pedido de
uniformização, não prevendo a lei a existência de juízo prévio de admissibilidade pela Turma
Recursal.
853 P Civil Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 89 – Juizados Especiais)
 A negativa de processamento do pedido de uniformização dirigido ao STJ enseja violação
do art. 18, § 3º, da Lei n. 12.153/2009 e usurpação da competência da Egrégia Corte, que
pode ser preservada mediante a propositura da reclamação constitucional (art. 105, I, f, da
CF/88).
854 P Civil Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 89 – Juizados Especiais)
 Não cabe recurso especial contra decisão proferida por órgão de segundo grau dos
Juizados Especiais. (Slúmula n. 203/STJ)
855 Const Das Regiões - Regulamentação (art. 43, §1º, CF/88)
Lei COMPLEMENTAR disporá: a) as condições para integração de regiões em
desenvolvimento; b) a composição dos organismos regionais que executarão, na forma da lei,
os planos regionais, integrantes dos planos nacionais de desenvolvimento econômico e social,
aprovados juntamente com estes.
173
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
856 Const  Estado de Defesa: Presidente DECRETA e submete em 24 horas
 Estado de Sítio: Presidente SOLICITA autorização para DECRETAR
857 Const  Estado de Defesa: Razões: ordem pública , paz social ou calamidade
 Estado de Sítio: Razões: comoção grave de repercussão nacional, ineficácia de medida do Estado
de Defesa. * Declaração de Guerra ou Resposta a agressão
858 Const  Estado de Defesa: Restrições: reunião, sigilos (correspondência, telegráfica e telefônica). Uso
temporário de bens e serviços públicos
 Estado de Sítio: Restrições SALVO Guerra: obrigação de permanência, detenção em edifício,
inviolabilidade de correspondência, sigilo das comunicações, direito de reunião, busca e apreensão
em domicílio, intervenção em empresas, requisições de bens.
859 Const  Estado de Defesa: Duração: máximo de 30 dias + uma prorrogação
 Estado de Sítio: Duração: máximo de 30 dias + prorrogações ou pelo tempo que perdurar a guerra
ou resposta à agressão
860 Const  Estado de Defesa: Prisão: não poderá ser superior a dez dias, salvo quando autorizada pelo
Poder Judiciário.
861 Const  Estado de Defesa: Congresso Nacional: apreciará o decreto dez dias do seu RECEBIMENTO.
Decide por maioria absoluta.
 Estado de Sítio: Congresso Nacional: autorização é prévia. Decide por maioria absoluta. Aprecia
em 5 dias, se estiver em recesso. (convocação extraordinária)
862 Const  Congresso Nacional: Mesa do Congresso Nacional, designará Comissão de cinco membros para
acompanhar e fiscalizar a execução das medidas referentes ao estado de defesa e estado de sítio.
863 Const  Forças Armadas – Militar (art. 142, §3º, CF/88)
 Perda do posto e patente de oficial: somente se for julgado indigno do oficialato ou com ele
incompatível, por decisão de tribunal militar de caráter permanente, em tempo de paz, ou de tribunal
especial, em tempo de guerra. Hipótese: o oficial condenado na justiça comum ou militar a pena
privativa de liberdade superior a dois anos, por sentença transitada em julgado.

174
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

864 Const  Remuneração dos Servidores: * Os vencimentos dos cargos do Poder Legislativo e do
Poder Judiciário não poderão ser superiores aos pagos pelo Poder Executivo ** invertem
muito em prova a “ordem”**
865 Const  Improbidade Administrativa (art. 37, §4º, CF/88): Sanções: suspensão dos direitos políticos, a
perda da função pública, a indisponibilidade dos bens e o ressarcimento ao erário.  Prescrição
para os atos, exceto quanto ao ressarcimento (imprescritível). #seliga #rolmenordasanções. A
lei de improbidade administrativa tem um rol mais extenso de sanções, e foi julgada
constitucional esta ampliação.
866 Adm Consórcios Públicos (Lei 11.107/2005). Arrecadação (art. 2º, §2º)
 Podem emitir documentos de cobrança e
 Exercer atividades de arrecadação de tarifas e preços públicos
867 Adm Consórcios Públicos (Lei 11.107/2005).
 Outorgar de concessões, permissões ou autorizações (art. 2º, §2º)
 Poderão ser outorgadas mediante autorização prevista no contrato de consórcio público.
868 Adm Consórcios Públicos (Lei 11.107/2005). Votos na Assembleia Geral (art. 4º, §2º)
 Protocolo de intenções definirá votos de cada ente da Federação, assegurado mínimo um voto
para cada.
869 Adm Consórcios Públicos (Lei 11.107/2005). Constituição do CONSÓRCIO.
 1) Subscrição do protocolo de intenções
 2) Ratificação do protocolo por LEI
 3) Celebração de Contrato entre os entes (art. 3º e 5º, caput e §§ 1º, 3º e 4º)
870 Adm Consórcios Públicos (Lei 11.107/2005). Nulidade de cláusula contratual (art. 4º, §3º)
 É Nula cláusula contratual: preveja determinadas contribuições financeiras ou econômicas
de ente da Federação ao consórcio público, salvo a doação, destinação ou cessão do uso de
bens móveis ou imóveis e as transferências ou cessões de direitos operadas por força de gestão
associada de serviços públicos.

175
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

871 Adm Consórcios Públicos (Lei 11.107/2005). CONTRATO DE RATEIO (art. 8º)
 Única forma de entrega de recursos pelos entes consorciados * Formalizado em cada
exercício financeiro (regras LOA, PPA) * Vedada aplicação dos recursos para atendimento
de despesas genéricas, inclusive transferências ou operações de crédito. * Sujeito ao controle
orçamentário pela Lei de Responsabilidade fiscal * Causa de exclusão: após prévia suspensão,
o ente que não consignar em lei orçamentária dotações suficientes
872 Adm Consórcios Públicos (Lei 11.107/2005). “Retirada”do CONSÓRCIO (art.11)
Ato formal do Ente da Federação na Assembleia Geral (na forma da lei) * Bens em regra não
são revertidos ou retrocedidos (somente se houver expressa previsão de reversão) * Retirada
ou extinção do consórcio não prejudicará as obrigações já constituídas, inclusive os contratos de
programa, cuja extinção dependerá do prévio pagamento das indenizações eventualmente
devidas.
872 Adm Consórcios Públicos (Lei 11.107/2005).
Alteração ou Extinção de Contrato de Consórcio Público (art. 12)
*Dependerá de instrumento aprovado pela assembleia geral e ratificado mediante lei por
todos os entes consorciados. *Bens, direitos, encargos e obrigações da gestão associada
custeada por tarifas ou preço público serão atribuídos aos titulares do respectivo serviço.
873 Adm Consórcios Públicos (Lei 11.107/2005).
 CONTRATO DE PROGRAMA (art. 12) É Condição de validade: as obrigações que um ente da
Federação constituir para com outro ente da Federação ou para com consórcio público no
âmbito de gestão associada em que haja prestação de serviços públicos
874 Ambi Lei 12.651/2012. Conceito (art. 3º, II)
 Área de Preservação Permanente (APP). Área protegida, coberta ou não por vegetação
nativa, com a função ambiental de preservar os recursos hídricos, a paisagem, a estabilidade
geológica e a biodiversidade, facilitar o fluxo gênico de fauna e flora, proteger o solo e assegurar
o bem-estar das populações humanas.
 APP: Zonas RURAIS ou URBANAS

176
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

875 Ambi Lei 12.651/2012. Conceito (art. 3º, III)


 Reserva Legal (RL). Área localizada no interior de uma PROPRIEDADE OU POSSE RURAL,
com a função de assegurar o uso econômico de modo sustentável dos recursos naturais do
imóvel rural, auxiliar a conservação e a reabilitação dos processos ecológicos e promover a
conservação da biodiversidade, bem como o abrigo e a proteção de fauna silvestre e da flora
nativa;
876 Ambi Lei 12.651/2012. Intervenção ou Supressão em APP
 (art. 8º, caput e §1º). A intervenção ou a supressão de vegetação nativa :
 utilidade pública
 interesse social
 baixo impacto ambiental
 Em NASCENTES, DUNAS E RESTINGAS SOMENTE poderá ser autorizada em caso de
utilidade pública.
877 Ambi Lei 12.651/2012. Percentuais Mínimos de Reserva Legal (art. 12)
Amazônia Legal:
 a) 80% (oitenta por cento), no imóvel situado em área de florestas;
 b) 35% (trinta e cinco por cento), em área de cerrado;
 c) 20% (vinte por cento), no imóvel situado em área de campos gerais;
Demais regiões do País: 20% (vinte por cento)
878 Ambi Lei 12.651/2012. Cômputo de área de APP em RL (art. 15).
 Será admitido o cômputo das Áreas de Preservação Permanente no cálculo do percentual da
Reserva Legal do imóvel, DESDE QUE:
 I - o benefício previsto neste artigo não implique a conversão de novas áreas para o uso
alternativo do solo;
 II - a área a ser computada esteja conservada ou em processo de recuperação, conforme
comprovação do proprietário ao órgão estadual integrante do Sisnama; e
 III - o proprietário ou possuidor tenha requerido inclusão do imóvel no Cadastro Ambiental Rural
– CAR.
177
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

879 Ambi Lei 12.651/2012. Conservação e Exploração da RL (art. 17, caput e §1º).
 A Reserva Legal deve ser conservada com cobertura de vegetação nativa pelo proprietário do
imóvel rural, possuidor ou ocupante a qualquer título, pessoa física ou jurídica, de direito público
ou privado.
 Exploração econômica: mediante manejo sustentável, previamente aprovado
880 Ambi Lei 12.651/2012. Registro da Reserva Legal (art. 18)
 Deve ser registrada no órgão ambiental por meio de inscrição no CAR
 Vedada a alteração de sua destinação, em caso de transmissão, a qualquer título ou de
desmembramento.
881 Ambi Lei 12.651/2012. Registro da Reserva Legal
 Posse de imóvel (art. 18, §2º). Na posse, a área de Reserva Legal é assegurada por termo de
compromisso firmado pelo possuidor com o órgão competente do Sisnama, com força de título
executivo extrajudicial, que explicite, no mínimo, a localização da área de Reserva Legal e as
obrigações assumidas pelo possuidor.
882 Ambi Lei 12.651/2012. Registro da Reserva Legal
 Registro no CAR e dispensa do RI (art. 18, §4º).
 Registro da Reserva legal no CAR desobriga a averbação no Cartório de Registro de Imóveis.
883 Ambi LC 140/2011. Conceitos (art. 2º, II e III).
 Atuação Supletiva >>Substitui o ente originário
 Atuação Subsidiária>> Auxilia no desempenho quando solicitado pelo ente originário

178
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

884 Ambi LC 140/2011. Instrumentos de Cooperação (art. 4º).


 Consórcios públicos
 Convênios, acordos de cooperação técnica e outros instrumentos similares com órgãos e
entidades do Poder Público (poderão ser por PRAZO INDETERMINADO >>§1º)
 Comissão Tripartite Nacional, Comissões Tripartites Estaduais e Comissão Bipartite do
Distrito Federal;
 Fundos públicos e privados e outros instrumentos econômicos
 Delegação de atribuições de um ente federativo a outro
 Delegação da execução de ações administrativas de um ente federativo a outro
885 Ambi LC 140/2011. Ações Administrativas da UNIÃO
Licenciamento (art. 7º, XIV).
Fronteiras (terrestres, marítimas), áreas indígenas
Entre Estados
 Unidades de Conservação (UC) da União (exceto APAs)
Caráter militar, material radioativo.
Tipologia por ato do poder executivo, a partir de preposição da Comissão Tripartite Nacional
+ participação do Conselho Nacional (CONAMA)
886 Ambi LC 140/2011. Ações administrativas da União
 Manejo e Supressão (art. 7º, XV).
 Florestas públicas, terras devolutas e UC FEDERAIS (exceto APAs)
 Atividades e empreendimentos licenciados ou autorizados pela União
887 Ambi LC 140/2011. Ações Administrativas do MUNICÍPIO
Licenciamento (art. 9º, XIV).
Impacto de âmbito local, conforme tipologia do Conselho Estadual de Meio ambiente
Localizadas em Unidades de Conservação do Município (exceto APAs)

179
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

888 Ambi LC 140/2011. Ações administrativas do MUNICÍPIO


Manejo e Supressão (art. 9º, XV).
 Florestas Públicas Municipais e Unidades de Conservação do Município (exceto APAs)
 Atividades e empreendimentos licenciados ou autorizados pelo MUNICÍPIO.
889 Ambi LC 140/2011. Ações Administrativas do ESTADO
 Licenciamento (art. 8º, XIV e XV).
 Atividades ou empreendimentos utilizadores de recursos ambientais, efetiva ou
potencialmente poluidores ou capazes, sob qualquer forma, de causar degradação ambiental,
ressalvado o disposto nos ARTS. 7º (UNIÃO) E 9º (MUNICÍPIO)
 Unidades de conservação instituídas pelo Estado, exceto APAs.
 COMPETÊNCIA RESIDUAL
890 Ambi LC 140/2011. Ações administrativas do ESTADO
 Manejo e Supressão (art. 8º, XVI).
 Florestas públicas estaduais ou unidades de conservação do Estado, exceto em Áreas de
Proteção Ambiental (APAs).
 Imóveis Rurais (exceto competência UNIÃO)
 Atividades e empreendimentos licenciados ou autorizados pelo ESTADO
891 Ambi LC 140/2011. Licenciamento e autorização (art. 13).
 Por um ÚNICO ente federativo, de acordo com competência na LC 140
892 Ambi LC 140/2011. Prazos do Licenciamento (art. 14).
 Exigência de informações SUSPENDE prazo de aprovação.
 Renovação: deve ser requerida com antecedência mínima de 120 (cento e vinte) dias da
expiração de seu prazo de validade (prorrogação automática até manifestação do órgão)
 O decurso dos prazos de licenciamento, sem a emissão da licença ambiental, não implica
emissão tácita nem autoriza a prática de ato que dela dependa ou decorra, mas INSTAURA A
COMPETÊNCIA SUPLETIVA.

180
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

893 Ambi  LC 140/2011. Competência SUPLETIVA (art. 15).


 INEXISTINDO órgão ambiental capacitado ou conselho de meio ambiente no ESTADO ou no
Distrito Federal, a UNIÃO DEVE desempenhar as ações administrativas estaduais ou distritais
até a sua criação;
 INEXISTINDO órgão ambiental capacitado ou conselho de meio ambiente no MUNICÍPIO, o
ESTADO DEVE desempenhar as ações administrativas municipais até a sua criação; e
 INEXISTINDO órgão ambiental capacitado ou conselho de meio ambiente no ESTADO e no
MUNICÍPIO, a UNIÃO DEVE desempenhar as ações administrativas até a sua criação em um
daqueles entes federativos.
894 Ambi  LC 140/2011. Competência para Lavratura de Auto de Infração e Processo Administrativo
(art. 17).
 Compete ao ente federal Responsável pelo Licenciamento
 NÃO IMPEDE fiscalização dos demais entes
 Prevalece o auto de quem detenha atribuição de licenciamento ou autorização ambiental (se
vários autos de múltiplos entes)
895 Ambi  Lei 9.985/2000. Unidades de Conservação. Conceitos (art. 2º, I, VI, IX, X, XI , XIIIX XIV,
XVII e XVIII).
 Uso indireto: não envolve consumo, coleta, dano ou destruição
 Uso direto: envolve coleta e uso, comercial ou não
 Uso sustentável: uso com garantia de perenidade
 Recuperação: restituição a condição não degradada que pode ser diferente da condição
original.
 Restauração: restituição o mais próximo possível da condição original
 Plano de manejo: documento técnico que estabelece regras
 Zona de amortecimento: entorno de uma Unidade de Conservação

181
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

896 Ambi Lei 9.985/2000. Unidades de Conservação. SNUC – Órgãos e atribuições(art. 6º).
 O Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza - SNUC é constituído pelo
conjunto das unidades de conservação federais, estaduais e municipais
 CONAMA (Conselho): órgão CONSULTIVO e DELIBERATIVO
 Ministério do Meio Ambiente: órgão central COORDENADOR
 Instituto Chico Mendes e IBAMA: órgãos EXECUTORES (em caráter supletivo os órgãos
estaduais e municipais).
897 Ambi Lei 9.985/2000. Unidades de Conservação. SNUC – Exceção (art. 6º, PU).
 Podem integrar o SNUC, EXCEPCIONALMENTE e a CRITÉRIO do CONAMA, unidades de
conservação estaduais e municipais que, concebidas para atender a peculiaridades regionais ou
locais, possuam objetivos de manejo que NÃO POSSAM SER SATISFATORIAMENTE
ATENDIDOS por NENHUMA CATEGORIA prevista nesta Lei e cujas características permitam,
em relação a estas, uma clara distinção.
898 Ambi  Lei 9.985/2000. Unidades de Conservação. Categorias de UNIDADES DE CONSERVAÇÃO
(GÊNERO) (art. 7º).
 ESPÉCIES: UNIDADES DE PROTEÇÃO INtegral (apenas USO INdireto e UNIDADES DE USO
SUSTENTÁVEL (conservação natureza + uso Sustentável)
899 Ambi  Lei 9.985/2000. Unidades de Conservação. Unidades de Proteção Integral (art. 8º)
 Estação Ecológica
 Reserva Biológica LEMBRAR que é a única “RESERVA de PROTEÇÃO INTEGRAL, todas as
demais são de USO SUSTENTÁVEL”.
 Parque Nacional
 Monumento Natural
 Refúgio de Vida Silvestre

182
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

900 Ambi Lei 9.985/2000. Unidades de Conservação. Unidades de Uso Sustentável (art. 14)
2 são “ÁREAS” 4 são “RESERVAS” 1 é “FLORESTA”. ÁREA de Proteção Ambiental
 ÁREA de Relevante Interesse Ecológico
 FLORESTA Nacional
 RESERVA Extrativista RESERVA de Fauna
 RESERVA de Desenvolvimento Sustentável RESERVA Particular do Patrimônio Natural

901 Ambi Lei 9.985/2000. Unidades de Conservação. Unidade de proteção INTEGRAL


 ESTAÇÃO ECOLÓGICA (art. 9º).
 Posse e domínio público. Desapropria as particulares.
 Proibida visitação, salvo educacional.
 Pesquisa Científica depende de autorização prévia. Limite de 3 % da área total, até 1.500 ha
se for causar impacto.
902 Ambi Lei 9.985/2000. Unidades de Conservação. Unidade de proteção INTEGRAL
 RESERVA BIOLÓGICA(art. 10).
 Posse e domínio público. Desapropria as particulares.
 Proibida visitação, salvo educacional.
 Pesquisa Científica depende de autorização prévia.
903 Ambi Lei 9.985/2000. Unidades de Conservação. Unidade de proteção INTEGRAL
 PARQUE NACIONAL (art. 11).
 Posse e domínio público. Desapropria as particulares.
 Preservação de Ecossistemas Naturais de Grande Relevância ecológica e beleza cênica +
pesquisas + educação + recreação (turismo ecológico)
 Visitação de acordo com normas e restrições do Plano de Manejo.
 Pesquisa Científica depende de autorização prévia.
 Quando criadas pelo Estado ou Município, serão denominadas, respectivamente, Parque
Estadual e Parque Natural Municipal
183
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

904 Ambi Lei 9.985/2000. Unidades de Conservação. Unidade de proteção INTEGRAL


 MONUMENTO NATURAL (art. 12 e art. 32).
 Posse e domínio PÚBLICO ou PRIVADO. Desapropria as particulares se necessário.
 Preservar sítios naturais, raros, singulares ou de grande beleza cênica
 Visitação de acordo com normas e restrições do Plano de Manejo.
 Não há previsão de pesquisas de forma INDIVIDUAL, MAS...há previsão “geral”. Vide art. 32, §
2º A realização de pesquisas científicas nas unidades de conservação, exceto Área de Proteção
Ambiental e Reserva Particular do Patrimônio Natural, depende de aprovação prévia e está
sujeita à fiscalização do órgão responsável por sua administração.
905 Ambi Lei 9.985/2000. Unidades de Conservação. Unidade de proteção INTEGRAL
 REFÚGIO DA VIDA SILVESTRE (art. 13).
 Posse e domínio PÚBLICO ou PRIVADO. Desapropria as particulares se necessário.
 Proteger ambientes naturais para existência ou reprodução de espécies.
 Visitação de acordo com normas e restrições do Plano de Manejo.
 Pesquisa Científica depende de autorização prévia.
906 Ambi Lei 9.985/2000. Unidades de Conservação. Unidade de USO SUSTENTÁVEL
 ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL (art. 15).
 Posse e domínio PÚBLICO ou PRIVADO.
 Área de GRANDE EXTENSÃO. Proteger a diversidade.
 Pesquisa Científica e visitas nas áreas sob domínio público serão estabelecidas pelo gestor
da unidade.
 Pesquisa Científica e visitas nas áreas sob domínio privado serão estabelecidas pelo
proprietário.
 Terá um Conselho.

184
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

907 Ambi Lei 9.985/2000. Unidades de Conservação. Unidade de USO SUSTENTÁVEL


 FLORESTA NACIONAL (art. 17).
 Posse e domínio público. Desapropria as particulares.
 Cobertura Florestal de espécies predominantemente nativas.
 Permanência de populações tradicionais e Visitação de acordo com normas e restrições do
Plano de Manejo.
 Pesquisa Científica PERMITIDA E INCENTIVADA depende de autorização prévia.
 Tem Conselho Consultivo
 Quando criada pelo Estado ou Município, será denominada, respectivamente, Floresta Estadual
e Floresta Municipal.
908 Ambi Lei 9.985/2000. Unidades de Conservação. Unidade de USO SUSTENTÁVEL
 FLORESTA NACIONAL (art. 17).
 Posse e domínio público. Desapropria as particulares. Cobertura Florestal de espécies
predominantemente nativas. Permanência de populações tradicionais e Visitação de acordo
com normas e restrições do Plano de Manejo.
 Pesquisa Científica PERMITIDA E INCENTIVADA depende de autorização prévia.
 Tem Conselho Consultivo
 Quando criada pelo Estado ou Município, será denominada, respectivamente, Floresta Estadual
e Floresta Municipal. Unidade de USO SUSTENTÁVEL
 RESERVA EXTRATIVISTA (art. 18).
 Posse e domínio PÚBLICO , com uso concedido as populações extrativistas tradicionais.
 Complementarmente: agricultura de subsistência e animais de pequeno porte.
 Gerida por um CONSELHO DELIBERATIVO, que aprovará o Plano de Manejo.
 Visitação pública permitida, desde que compatível com interesses locais e plano de manejo.
 Pesquisa Científica PERMITIDA E INCENTIVADA depende de autorização prévia.

185
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

909 Ambi Lei 9.985/2000. Unidades de Conservação. Unidade de USO SUSTENTÁVEL


 ÁREA DE RELEVANTE INTERESSE ECOLÓGICO (art. 16).
 Posse e domínio PÚBLICO ou PRIVADO.
 Área em geral de PEQUENA EXTENSÃO. Características naturais EXTRAORDINÁRIAS.
Exemplares RAROS da biota regional.
 Podem ser estabelecidas restrições ao direito de propriedade.
910 Ambi Lei 9.985/2000. Unidades de Conservação. Unidade de USO SUSTENTÁVEL
 RESERVA DE FAUNA (art. 19).
 Posse e domínio PÚBLICO. Desapropria as particulares.
 Tem populações animais de espécies nativas, terrestres e aquáticas.
 Adequada para estudos técnico-científicos dos recursos faunísticos.
 Visitação pública permitida, desde que compatível com interesses locais e plano de manejo.
 Proibido o exercício de caça amadorística e ou profissional
911 Ambi Lei 9.985/2000. Unidades de Conservação. Unidade de USO SUSTENTÁVEL
 RESERVA de DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL (art. 20).
 Posse e domínio PÚBLICO. Desapropria as particulares, se necessário.
 Populações tradicionais com papel fundamental na proteção ambiental.
 Gerida por um CONSELHO DELIBERATIVO, que aprovará o Plano de Manejo.
 Visitação pública PERMITIDA E INCENTIVADA, desde que compatível com interesses locais e
plano de manejo.
 Pesquisa Científica depende de autorização prévia e voltada à conservação da natureza.
 admitida a exploração e a substituição da cobertura vegetal por espécies cultiváveis, sujeita ao
plano de manejo da área

186
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

912 Ambi Lei 9.985/2000. Unidades de Conservação. Unidade de USO SUSTENTÁVEL


 RESERVA PARTICULAR DO PATRIMÕNIO NATURAL (art. 21).
 Posse e domínio apenas PRIVADO. (única)
 Área privada gravada com perpetuidade (averbada no Registro de Imóveis), como objetivo de
conservar a diversidade biológica. Só poderá ser permitida, na Reserva Particular do
Patrimônio Natural, conforme se dispuser em regulamento:
 Pesquisa científica. Visitação com objetivos turísticos, recreativos e educacionais
913 Const Constituição Federal. Art. 21 Competência EXCLUSIVA. Material.
 Indelegável.
 “Vaga de estacionamento exclusiva para PNE”
 Começa com “verbos” (em regra)
914 Const Constituição Federal. Art. 22 Competência PRIVATIVA. Legislativa.
 Delegável por Lei Complementar
 “Vaga de estacionamento no prédio”
 CAPACETE de PM
 Começa com substantivos (em regra)
915 Const Constituição Federal. Art. 23. Competência COMUM. Material
 Inclui os municípios
 “Direitos difusos” – Ambiental, ECA, Consumidor, etc
916 Const Constituição Federal.. Art. 24 Competência CONCORRENTE. Legislativa
 Normas gerais
 Municípios não têm
 “Direitos difusos” – Ambiental, ECA, Consumidor, etc
 PenEU TriFi

187
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

917 Const Constituição Federal.


 MACETES que podem te “socorrer” na hora da prova, lembrando que são 82 incisos distribuídos
do art. 21 ao 24 da CF/88
 1. Falou em legislar >>> ou é competência PRIVATIVA ou é CONCORRENTE.
 2. Se for CONCORRENTE e incluir município está errada (art. 24)
918 Const Constituição Federal.
 MACETES que podem te “socorrer” na hora da prova, lembrando que são 82 incisos distribuídos
do art. 21 ao 24 da CF/88
 1. Se for DELEGÁVEL é competência PRIVATIVA. Se INDELEGÁVEL é competência
EXCLUSIVA.
 2. Se for CONCORRENTE, é um dos ramos do mnemônico: PenEU TriFi (Pen – Penitenciário, E –
Econômico , U – Urbanístico, Tri – Tributário, Fi – Financeiro)
919 Const Constituição Federal.
 MACETES que podem te “socorrer” na hora da prova, lembrando que são 82 incisos distribuídos
do art. 21 ao 24 da CF/88
1. Se for PRIVATIVA, é um dos ramos do mnemônico: CAPACETE de PM (C= Comercial, A =
Agrário, P= Penal, A= Aeronáutico, C= Civil, E= Eleitoral, T= Trabalho, E= Espacial, P=
Processual, M= Marítimo
920 Const Constituição Federal.
MACETES que podem te “socorrer” na hora da prova, lembrando que são 82 incisos distribuídos
do art. 21 ao 24 da CF/88
1. Para lembrar da delegação: se eu for PNE posso emprestar minha vaga reservada para quem
não seja? Não...pois é uma vaga EXCLUSIVA, portanto, “indelegável”. Tenho duas vagas na
garagem do meu prédio e apenas um carro. Duas vagas “PRIVATIVAS”. Meu pai vem me visitar e
empresto a “vaga”, “delegável”. 7. Em regra, a competência EXCLUSIVA, inicia com verbos.

188
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

921 Const Constituição Federal. MACETES que podem te “socorrer” na hora da prova, lembrando que são 82
incisos distribuídos do art. 21 ao 24 da CF/88
1. Em regra, a competência PRIVATIVA, inicia com substantivos.
922 Const Constituição Federal. Exceção a regra geral da LEGISLAÇÃO CONCORRENTE com exclusão
dos municípios.
 Art. 219-B. O Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (SNCTI) será organizado em
regime de colaboração entre entes, tanto públicos quanto privados, com vistas a promover o
desenvolvimento científico e tecnológico e a inovação. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 85,
de 2015)
 § 1º Lei federal disporá sobre as normas gerais do SNCTI. (Incluído pela Emenda Constitucional nº
85, de 2015)
§ 2º Os Estados, o Distrito Federal e os MUNICÍPIOS legislarão concorrentemente sobre suas
peculiaridades
923 Civil Lei 8.245/91. Ação Renovatória de Aluguel.
 Somente para locação não residencial
924 Civil Lei 8.245/91. Ação Renovatória de Aluguel.
 Requisitos obrigatórios para o AUTOR (locatário). (Art. 71, I)
 a) Possuir contrato escrito e com prazo determinado.
 b) Prazo mínimo e ininterrupto de 5 anos (independe se único ou sucessivo)
 c) Prazo mínimo e ininterrupto, no mesmo ramo, de 3 anos.
925 Civil Lei 8.245/91. Ação Renovatória de Aluguel.
 Defesa do locador: autor não preenche ou não atende proposta com valor real para o aluguel. Ter
proposta de terceiros em condições melhores. (art. 72, I, II e III)
926 Civil Lei 8.245/91. Ação Renovatória de Aluguel.
 Proposta de terceiros em condições melhores deverá ser por escrito, assinada por este e por duas
testemunhas. Deverá indicar ramo diverso do locatário atual.
 Juiz fixará desde logo a indenização devida ao atual locatário, a ser paga pelo locador e o
proponente, solidariamente, em virtude da não renovação. (arts. 72 e 75)
189
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

927 Civil Lei 8.245/91. Ação Renovatória de Aluguel.


 A pedido do RÉU (locador) na contestação poderá ser expedido mandado de
 despejo para desocupação em 30 dias. (Art. 74)
928 Civil Lei 8.245/91. Ação Renovatória de Aluguel.
 Valor do aluguel provisório: máximo de 80 % do pedido na CONTESTAÇÃO (art. 72, §4º)
929 Civil Lei 8.245/91. Ação Renovatória de Aluguel.
 Somente poderá ser proposta após 3 anos da vigência ou revisão do contrato (art. 19)
930 Civil Lei 8.245/91. Ação Renovatória de Aluguel.
 Prazo decadencial: de 1 ano a 6 meses antes do vencimento do contrato. (ar. 51, §5º)
931 Civil Lei 8.245/91. Ação de Consignação de Aluguel.
 Determinada a citação, o autor será intimado para efetuar o depósito em 24 horas. (Art. 67, I)
932 Civil Lei 8.245/91. Ação de Consignação de Aluguel.
 Não oferecida contestação OU recebidos valores depositados, são declaradas QUITADAS as
obrigações.
 Condenação do réu ao pagamento das custas e honorários de 20 % dos depósitos. (art. 67, IV)
933 Civil Lei 8.245/91. Ação de Consignação de Aluguel.
 Se o Autor precisar complementar a consignação, será em 5 dias com acréscimo de 10 % DA
DIFERENÇA.
 Neste caso, o autor-reconvindo pagará 20 % de custas e honorários calculados sobre o valor
dos depósitos. (art. 67, VII)
934 Civil Lei 8.245/91. Ação de Consignação de Aluguel.
 Se houver na reconvenção cumulação de:
 1) Rescisão da locação e 2) Cobrança dos valores objeto da consignatória; CASO sejam
ambos acolhidos,
 a execução somente poderá ter início após obtida a desocupação do imóvel. (art. 67, VIII)

190
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

935 Civil Lei 8.245/91. Ações de Despejo.


 Procedimento Ordinário.
 Seja qual for o fundamento do término da locação, É A ÚNICA competente para reaver o imóvel
(Art. 5º)
936 Civil Lei 8.245/91. Ações de Despejo.
 Pode ser concedida Liminar para desocupação em 15 dias sem oitiva do locatário. (Art. 59, § 1º)
937 Civil Lei 8.245/91. Ações de Despejo.
 Pode ser intentada sem prova de Propriedade ou de compromisso registrado (Art. 60)
938 Civil Lei 8.245/91. Ações de Despejo.
 Prazo para desocupação é, em regra, de 30 dias. Exceção: mais de 4 meses entre citação e
sentença
939 Civil Lei 8.245/91. Ações de Despejo.
 Hospitais, repartições públicas, asilos, instituições religiosas, educacionais.
 Prazo para desocupação: 1 ano, salvo citação e sentença mais de um ano, hipótese em que o
prazo será de 6 meses
940 Civil Lei 8.245/91. Ações de Despejo.
 Falecimento do CADI (cônjuge, ascendente, descendente, irmão) de qualquer pessoa que habite
imóvel:
 Impede o despejo até o trigésimo dia seguinte. (Art. 65, § 2º)
941 Civil Lei 8.245/91. Prazos na Lei de Locações.
 Isenção de multa empregada transferido” (art. 4º, PU) Aviso prévio por escrito em 30 dias
942 Civil Lei 8.245/91. Prazos na Lei de Locações.
 Extinção de usufruto ou fideicomisso (art. 7º) Denúncia com 30 dias para desocupação
943 Civil Lei 8.245/91. Prazos na Lei de Locações.
 Extinção de usufruto ou fideicomisso (art. 7º, PU) Prazo de 90 dias da extinção sob pena de
“manutenção da locação”
191
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

944 Civil Lei 8.245/91. Prazos na Lei de Locações.


 Adquirente de imóvel (art. 8º) Denúncia com 90 dias para desocupação sob pena de
“manutenção da locação”
945 Civil Lei 8.245/91. Prazos na Lei de Locações.
 Fiador (em caso de sub rogação) (art. 12, § 1º e 2º) • em 30 dias pode exonerar-se
 permanece 120 dias responsável
946 Civil Lei 8.245/91. Prazos na Lei de Locações.
 Vênia conjugal obrigatória em contrato de locação (art. 3º) Se contrato igual ou superior a 10 anos
de vigência
947 Civil Lei 8.245/91. Prazos na Lei de Locações.
 Apresentação de nova garantia locatícia sob pena de desfazimento da locação (art. 40, PU)
Locatário tem 30 dias
948 Civil Lei 8.245/91. Prazos na Lei de Locações.
 Contrato de Temporada (art. 48)
 Máximo: 90 dias
 Prorrogação para indeterminado: 30 dias sem oposição locador
949 PROC LEIA o artigo “inteiro” (art. 206 do CC) e use a tabela para rever os prazos véspera de prova.
CIVIL  Pode te garantir um ponto importante.
 Os prazos estão em ordem de dificuldade considerando o “número de hipóteses”
2 anos Prestações alimentares (PA)
4 anos Tutela (contas)
5 anos Dívidas líquidas (instrumento público ou particular). PARTICULARES: Profissionais
liberais, Procuradores Judiciais, Curadores e Professores. Honorários
(advogado).Vencedor despesas juízo.
1 ano: Hospedeiros. Segurado x segurador (vice-versa). JUSTIÇA: emolumentos, custas
e honorários (profissionais). Peritos na avaliação S/A. Credores não pagos na
liquidação sociedade
3 anos DEMAIS
192
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

950 PROC Processo Civil. Recursos. ESPÉCIES


CIVIL  APELAÇÃO
 AGRAVOS: de Instrumento, Interno, Em RE e REsp
 RECURSOS: Ordinário, Especial, Extraordinário
 EMBARGOS: de Declaração e de Divergência
951 PROC Processo Civil. Recursos.
CIVIL  Recurso Adesivo (art. 997, §1º, §2º, II e III)
 Vencidas ambas as partes
 Admissível: apelação, recurso extraordinário e recurso especial
 Subordinado ao recurso independente.
 Não será CONHECIDO SE:
 DESISTÊNCIA do recurso principal
 “ele PRÓPRIO” for inadmissível
952 PROC Processo Civil. Recursos. PREPARO (art. 1.007)
CIVIL  Pode levar a pena de deserção.
 Momento: no ato de interposição do recurso (quando exigível)
 1) Recolheu, MAS FALTOU: intima para complementar em 5 dias.
 2) Não recolheu nada: RECOLHE EM dobro. Nesta hipótese, se faltar, não há possibilidade
de complementação
 Justo impedimento comprovado: relator, por decisão irrecorrível, fixa 5 dias para efetuar.
 EQUÍVOCO: cabe ao relator, em caso de dúvida, intimar o recorrente para sanar vício em 5
dias.
953 PROC Processo Civil. Recursos. Cabimento (art. 1.009) Cabe da SENTENÇA
CIVIL  Preliminares da apelação: questões da fase de conhecimento não suscetíveis de agravo de
instrumento não são preclusas e devem ser arguidas desta forma.
954 PROC Processo Civil. Recursos. Juízo de admissibilidade. (art. 1.010)
CIVIL  Dirigida ao juízo de primeiro grau, MAS SEM juízo de admissibilidade para envio ao Tribunal.
193
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

955 PROC Processo Civil. Recursos. RECURSO DE APELAÇÃO


CIVIL  HIPÓTESES de Decisão Monocrática pelo relator
 (art. 1.011, I c/c art. 932, III a V) Não conhecer de recurso INADMISSÍVEL, PREJUDICADO ou
que não tenha impugnado especificamente os fundamentos da decisão recorrida
 NEGA provimento: RECURSO contrário aos precedentes
 DÁ provimento: SENTENÇA contrária aos precedentes
 Precedentes:
 Súmulas do STF, STJ e do próprio Tribunal
 Acórdão do STF ou STJ em julgamento de recursos repetitivos
 Entendimento firmado em IRDR (incidente de resolução de demandas repetitivas ou IAC
(Incidente de Assunção de Competência)
956 PROC Processo Civil. Recursos. RECURSO DE APELAÇÃO
CIVIL  Efeitos da Apelação
 (art. 1.012) Em regra, tem efeito SUSPENSIVO
957 PROC Processo Civil. Recursos. RECURSO DE APELAÇÃO
CIVIL  Apelação NÃO TERÁ
 EFEITO SUSPENSIVO (Art. 1.012, §1º)
 POSSUEM efeitos IMEDIATOS
 Terras (homologação ou demarcação)
 Alimentos
 Embargos do execução: julgado improcedentes ou extinto sem mérito
 Arbitragem: julgada procedente
 Tutela Provisória: confirma, concede ou revoga
 Interdição: decretada

194
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

958 PROC Processo Civil. Recursos. RECURSO DE APELAÇÃO


CIVIL  Conhecimento (Art. 1.013, §2º)
 Devolve-se para conhecimento do Tribunal todos os fundamentos do pedido ou da defesa
quando não acolhidos.
959 PROC Processo Civil. Recursos. RECURSO DE APELAÇÃO
CIVIL  Julgamento imediato de mérito (se estiver em condições) (Art. 1.013, §2º)
 Reformar sentença que não tenha apreciado o mérito
 Decretar nulidade da sentença (incongruente, falta fundamentação)
 Constatar omissão no exame de um dos pedidos.
 Reconhecer prescrição ou decadência
960 PROC Processo Civil. Recursos. RECURSO DE APELAÇÃO
CIVIL  Tutela provisória (Art. 1.013, §5º)
 Impugnável na apelação
961 PROC Processo Civil. Recursos. Agravo de INSTRUMENTO
CIVIL  Cabimento (art. 1.015) Das Decisões Interlocutórias que versarem:
 Tutelas Provisórias
 Mérito do processo
 REJEIÇÃO da ARBITRAGEM, da AJG ou acolhimento sua revogação
 REJEIÇÃO do pedido de limitação do litisconsórcio
 Incidente de Desconsideração de Personalidade Jurídica
 Efeito suspensivo aos embargos à execução
 Redistribuição do ônus da prova
 Exclusão de litisconsorte

195
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

962 PROC Processo Civil. Recursos. Agravo de INSTRUMENTO


CIVIL  #seliga #diferente #apelação
 Dirigido DIRETAMENTE ao Tribunal (art. 1.016 e 1.017)
 Entre outros requisitos: nome e endereço completo dos advogados constantes dos autos
Redistribuição do ônus da prova
 Deve ser instruída: procurações OUTORGADAS aos advogados do AGRAVANTE e do
AGRAVADO.
 Forma de interposição:
 Protocolo DIRETAMENTE no Tribunal competente OU
 Protocolo na própria comarca, seção ou subseção OU
 Postagem, sob registro, com AR OU
 Fac-símile
963 PROC Processo Civil. Recursos. Agravo de INSTRUMENTO
CIVIL  Correção de vício e prazos (art. 1.018 a 1020)
 Falta de algum documento
 Relator concede 5 dias para sanar vício
 Prazo para agravante requerer a juntada aos autos da petição do agravo de instrumento:3 dias
sob pena de inadmissibilidade
 Prazo para julgamento: máximo de 1 (um) mês da intimação do agravado.
964 PROC Processo Civil. Recursos. AGRAVO INTERNO
CIVIL  Cabimento (art. 1.021)
 Das decisões proferidas pelo Relator (regimento interno)
 dirigido ao relator, que:
 Pode se retratar OU
 Não se retrata >>>e vai para o órgão colegiado, com inclusão em pauta.

196
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

965 PROC Processo Civil. Recursos. AGRAVO INTERNO


CIVIL  Multa de 1% a 5 % (art. 1.021, §4º e §5º). ,
 Se agravo interno for declarado manifestamente INADMISSÍVEL ou IMPROCEDENTE em
votação unânime.
 #seliga #rescisória é de 5 % fixo e tem os mesmos requisitos.
 Interposição de qualquer outro recurso: CONDICIONADO ao depósito prévio.
 Exceto: Fazenda Pública e AJG (pagarão ao final).
966 PROC Processo Civil. Recursos.
CIVIL  EMBARGOS DE DECLARAÇÃO
 Cabimento (art. 1.022)
 Obscuridade, contradição, omissão, erro material.
 Considera-se OMISSA:
 Deixe de se manifestar sobre TESE FIRMADA em julgamento de casos REPETITIVOS ou
Incidente de Assunção de Competência aplicável ao caso sob julgamento.
 “Falta” de fundamentação (paráfrase, conceitos jurídicos indeterminados, não enfrenta todos
argumentos, não segue precedentes)
967 PROC Processo Civil. Recursos. Embargos de Declaração
CIVIL  PREPARO e efeitos (art. 1.023 e 1.026)
 Não se sujeitam a preparo e tem prazo de 5 dias.
 Não possuem efeito suspensivo.
 Interrompem o prazo para a interposição de outro recurso.
968 PROC Processo Civil. Recursos. EmbargoS de Declaração.
CIVIL  PROTELATÓRIOS (art. 1.026, §2º a §4º)
 1º Embargo PROTELATÓRIO: multa de 2 %
 2º Embargo PROTELATÓRIO: multa de 10 %
 INADMISSÃO: se dois anteriores protelatórios

197
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

969 PROC Processo Civil. Recursos.


CIVIL RECURSO EXTRAORDINÁRIO (RE) E ESPECIAL (REsp)
 Disposições Gerais (art. 1.029)
 Interpostos perante Presidente ou vice do Tribunal Recorrido
970 PROC Processo Civil. Recursos. • RECURSO EXTRAORDINÁRIO (RE) E ESPECIAL (REsp)
CIVIL  “Juízo de admissibilidade” (art. 1.030)
 Presidente ou vice do Tribunal Recorrido, cabendo a estes:
 1. NEGAR SEGUIMENTO
 a) Inexistência de repercussão geral ou acórdão em conformidade com entendimento do STF
em regime de repercussão geral
 b) Acórdão está em conformidade com entendimento do STF e STJ em regime de
julgamento de recursos repetitivos
 2. ENCAMINHAR PARA RETRATAÇÃO
 a) Acórdão recorrido divergir dos precedentes em repercussão geral ou repetitivos
 3. SOBRESTAR recurso, se controvérsia de caráter repetitivo não decidida
 4. SELECIONAR recurso como representativo da controvérsia
 5. REALIZAR JUÍZO de admissibilidade e remeter o feito ao STF ou STJ
971 PROC Processo Civil. Recursos. RECURSO EXTRAORDINÁRIO (RE) E ESPECIAL (REsp)
CIVIL  AGRAVO INTERNO art. 1.030, §2º)
 Da decisão que NEGAR seguimento (art. 1.030, I) ou
 SOBRESTAR recurso (art. 1.030, III)
972 PROC Processo Civil. Recursos.
CIVIL AGRAVO em RE e REsp (art. 1.030, §2º)
 Da decisão de INADMISSIBILIDADE (art. 1.030, V)
 Dirigido ao Tribunal Superior
 Não CABE, se a decisão estiver fundada na aplicação de entendimento firmado em regime de
repercussão geral ou em julgamento de recursos repetitivos.
198
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

973 PROC Processo Civil. Recursos.


CIVIL EMBARGOS DE DIVERGÊNCIA
 CABIMENTO (art. 1.043, I e III)
 É embargável o acórdão de órgão fracionário que:
 Em RE ou REsp divergir do julgamento de qualquer outro órgão do MESMO TRIBUNAL, sendo
os acórdãos:
 a) Embargado e paradigma de mérito
 b) Um de mérito e outro, mesmo que não conhecido, tenha apreciado a controvérsia
974 PROC Processo Civil. Recursos. EMBARGOS DE DIVERGÊNCIA
CIVIL  Teses aplicáveis (art. 1.043, §1º e §2º).
 Podem ser relativas a competência originária ou recursal
 Podem ser de direito material ou processual
975 PROC Processo Civil. Recursos. EMBARGOS DE DIVERGÊNCIA
CIVIL  Paradigma da mesma turma • Cabem embargos de divergência
 Quando o paradigma for da mesma turma
 Desde que sua composição tenha sofrido alteração em mais da metade de seus membros
976 PROC Processo Civil. Recursos. EMBARGOS DE DIVERGÊNCIA
CIVIL  Efeitos dos Embargos de divergência no STJ • Interrompem o prazo para interposição de
RE por qualquer das partes
977 TRIB Código Tributário Nacional.
 Vigência da Legislação Tributária (art. 103) Entram em vigor:
 Data da publicação: Atos administrativos (normativos) na data da publicação
 30 dias da publicação: Decisões (singulares ou coletivas) com eficácia normativa
 Na data neles prevista: Convênios entre entes federados

199
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

978 TRIB Código Tributário Nacional.


 Aplicação retroativa da Legislação Tributária (art. 106)
 Em qualquer caso quando expressamente interpretativa (excluída aplicação de penalidade)
 Ato NÃO DEFINITIVAMENTE julgado, nas hipóteses:
 Deixe de defini-lo como infração
 Deixe de tratá-lo como contrário à exigência (desde que não fraudulento nem tenha implicado em
falta de pagamento)
 Comine penalidade menos severa
979 TRIB Código Tributário Nacional.
 Interpretação literal da legislação tributária (art. 111)
 “O Estado não joga para perder”
Suspensão ou exclusão do crédito tributário
Outorga de Isenção
Dispensa de cumprimento de obrigações acessórias
980 TRIB Código Tributário Nacional.
 Interpretação em benefício do acusado
Definição de infrações ou cominação de penalidades. Em caso de DÚVIDA, quanto: (art. 112)
 Capitulação legal do fato
Natureza ou circunstâncias materiais do fato ou à natureza e extensão dos seus efeitos
 À autoria, imputabilidade ou punibilidade
 Natureza da penalidade aplicável ou sua graduação.
981 TRIB Código Tributário Nacional.
 Ocorrência do fato gerador (art. 116, II e art. 117, I e II)
 Situação jurídica, desde que definitivamente constituída
 Atos e negócios condicionais reputam-se perfeitos e acabados:
Sendo SUSPENSIVA a condição, desde o momento de seu implemento.
Sendo RESOLUTÓRIA a condição, desde o momento da prática do ato ou da celebração do
negócio jurídico.

200
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

982 TRIB Código Tributário Nacional.


 Sujeito Passivo (art.121)
* Contribuinte: relação pessoal e direta com FG (fato gerador)
* Responsável: não sendo contribuinte, tem obrigação decorrente da lei
983 TRIB Código Tributário Nacional.
 Excluem o crédito tributário: (art. 175)
I - a isenção;
II - a anistia.
 A exclusão do crédito tributário não dispensa o cumprimento das obrigações acessórias
dependentes da obrigação principal cujo crédito seja excluído, ou dela conseqüente.
984 TRIB Código Tributário Nacional.
Solidariedade (art. 124)
 Pessoas com interesse comum na situação que constitua o Fato Gerador
 Pessoas expressamente designadas por lei
985 TRIB Código Tributário Nacional.
Efeitos da Solidariedade (art. 125)
 Pagamento efetuado aproveita aos demais
 Isenção ou Remissão exonera todos, salvo se pessoal
 Interrupção da prescrição, favorece ou prejudica os demais
986 TRIB Código Tributário Nacional.
 São PESSOALMENTE responsáveis (art. 131)
 Adquirente ou remitente de bens
 Sucessor e cônjuge meeiro ATÉ DATA DA PARTILHA
 Espólio pelos tributos devidos pelo de cujus ATÉ ABERTURA DA SUCESSÃO

201
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

987 TRIB Código Tributário Nacional.


 Responsabilidade do ADQUIRENTE (art. 133, I e II)
 Pessoa NATURAL ou JURÍDICA que ADQUIRE estabelecimento e continuar a exploração
(mesma ou outra razão social) RESPONDE:
 INTEGRALMENTE: se o ALIENANTE cessar
 SUBSIDIARIAMENTE: se ALIENANTE prosseguir ou iniciar DENTRO de 6 (seis) meses a contar
da alienação (mesmou ou outro ramo).
988 TRIB Código Tributário Nacional. Responsabilidade do ADQUIRENTE II (art. 133, I e II)
 Não haverá responsabilidade do adquirente em ALIENAÇÃO JUDICIAL (falência ou recuperação
judicial)
 Exceto:
 Sócio da falida ou em recuperação judicial, parentes do “sócio” até QUARTO grau, agente do falido
(laranja).
989 TRIB Código Tributário Nacional.
 Responsabilidade de TERCEIROS
 “SÓ SE APLICA, em matéria de PENALIDADES de caráter MORATÓRIO” (art. 134)
 Impossibilidade de exigência pelo contribuinte. Respondem SOLIDARIAMENTE com este nos atos
que interveriem ou omissões:
 Pais, tutores, curadores, administradores de bens de terceiros, inventariantes, síndico e comissário,
tabeliãoes, escrivães e demais serventuários, sócios.
990 TRIB Código Tributário Nacional.
 Responsabilidade PESSOAL (CRÉDITOS) (art. 135)
 Pelos créditos resultantes de atos praticados com
 EXCESSO DE PODER ou INFRAÇÃO de lei, contrato social ou estatuto
 Pais, tutores, curadores, administradores de bens de terceiros, inventariantes, síndico e comissário,
tabeliãoes, escrivães e demais serventuários, sócios.
 Mandatários, prepostos e empregados.
 Diretores, gerentes ou representantes de Pessoa Jurídica

202
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

991 TRIB Código Tributário Nacional.


 Responsabilidade PESSOAL (INFRAÇÕES) (art. 137)
 Infrações CONCEITUADAS como CRIMES ou CONTRAVENÇÕES SALVO exercício regular
de “administração” OU no cumprimento de ordem EXPRESSA por quem de direito.
 Infrações em cuja definição o DOLO ESPECÍFICO do agente seja ELEMENTAR
 Quanto a infrações que decorram DIRETA E EXCLUSIVAMENTE de DOLO ESPECÍFICO:
 Dos Pais, tutores, curadores, administradores de bens de terceiros, inventariantes, síndico e
comissário, tabeliãoes, escrivães e demais serventuários, sócios CONTRA aqueles por quem
respondem.
 Mandatários, prepostos e empregados CONTRA seus mandantes.
 Diretores, gerentes ou representantes CONTRA a Pessoa Jurídica
992 TRIB Código Tributário Nacional. “LEI” aplicada ao Lançamento
 Momento. Alteração posterior (art. 144)
 O lançamento rege-se pela lei vigente à data da ocorrência do Fato Gerador, ainda que
posteriormente modificada ou revogada.
 No ENTANTO, aplica-se ao LANCAMENTO a legislação posterior que:
 Novos critérios de apuração ou processos de fiscalização.
 Amplia poderes de investigação
 Outorga ao crédito maiores garantias ou privilégios (exceto para efeito de atribuir
responsabilidade tributária a terceiros).
993 TRIB Código Tributário Nacional.
 Responsabilidade PESSOAL (CRÉDITOS) (art. 135)
 Pelos créditos resultantes de atos praticados com
 EXCESSO DE PODER ou INFRAÇÃO de lei, contrato social ou estatuto
 Pais, tutores, curadores, administradores de bens de terceiros, inventariantes, síndico e
comissário, tabeliãoes, escrivães e demais serventuários, sócios.
 Mandatários, prepostos e empregados. E Diretores, gerentes ou representantes de Pessoa
Jurídica
203
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

994 PENAL Crimes de Trânsito (Lei 9.503/97)


 #seliga #alteraçãorecente Art. 312-A
 Incluído pela lei 13.281 de 2016 • Nas hipóteses de SUBSTITUIÇÃO da Pena Privativa de
Liberdade por PENA RESTRITIVA DE DIREITOS, esta DEVERÁ ser de PRESTAÇÃO DE SERVIÇO
À COMUNIDADE, nas seguintes atividades:
 Trabalho nos fins de semana em equipe de resgate de bombeiros
 Trabalho em clínicas na recuperação de acidentados de trânsito
 Trabalho em Unidades de pronto-socorro de hospitais que recebem vítimas de acidentes de trânsito
e politraumatizados
 Outras atividades relacionadas ao resgate, atendimento e recuperação de vítimas de acidentes de
trânsito
995 PENAL Crimes de Trânsito (Lei 9.503/97) Disposições gerais (art. 291, § 1º)
 Aos Crimes de trânsito culposos aplica-se
 Composição dos danos civis (art. 74 da lei 9.099/95)
 Transação penal (art. 76 da lei 9.099/95)
 Dependerá de representação (art. 88 da lei 9.099/95)
 EXCETO se:
 a) Estiver sob influência de álcool ou drogas
 b) Participando de racha
 c) 50 km/h acima da Velocidade máxima da via
996 PENAL Crimes de Trânsito (Lei 9.503/97)
 Penalidade. SUSPENSÃO ou PROIBIÇÃO DE SE OBTER permissão ou habilitação para dirigir
(arts. 293 e 294)
 2 meses a 5 anos
 Transitado em julgado, o condutor tem 48 horas, da intimação, para entregar “carteira”
 CAUTELAR: Juiz de ofício, requerimento do MP ou representação do Delegado. Em qualquer fase
(do IP ou da ação penal), para garantia da ordem pública
 Da decisão cautelar: cabe RESE

204
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

997 PENAL Crimes de Trânsito (Lei 9.503/97)


 São CIRCUNSTÂNCIAS que sempre AGRAVAM A PENA (art. 298)
 DANO POTENCIAL para duas ou mais pessoas OU com GRANDE RISCO patrimonial
 Sem placas ou com placas falsas ou adulteradas
 Sem “carteira” ou com “carteira” de categoria diferente do veículo
 Profissão exigir cuidados especiais no transporte de passageiros ou carga
 Carro com equipamentos ou características adulterados
 Sobre faixa de pedestres (temporária ou permanente)
998 PENAL Crimes de Trânsito (Lei 9.503/97)
 Prisão em flagrante (art. 301)
 Não se imporá prisão em flagrante, nem fiança
 Se o condutor, em acidente com vítima, prestar pronto e integral socorro
999 PENAL Crimes de Trânsito (Lei 9.503/97)
 Homicídio Culposo (art. 302)
 Lesão Corporal Culposa (art. 303)
 AUMENTO DE PENA: (1/3 a 1/2)
 Não possuir “carteira”
 Sobre faixa de pedestres
 Deixar de prestar socorro
 No exercício de atividade de transporte de passageiros

205
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

1.000 PENAL Crimes de Trânsito (Lei 9.503/97)


 Afastar-se do local do acidente (art. 305) Para fugir à responsabilidade CIVIL ou PENAL
1.001 PENAL Crimes de Trânsito (Lei 9.503/97)
 “Dirigir embriagado” (art. 306) Condução sob influência de álcool ou de substância psicoativa
que determine dependência
1.002 PENAL Crimes de Trânsito (Lei 9.503/97)
 Violar suspensão ou proibição (art. 307)
 De se obter a permissão ou habilitação para dirigir OU
 Deixar de entregar “carteira” após a intimação (48 horas)
1.003 PENAL Crimes de Trânsito (Lei 9.503/97)
 Participar de “racha” (art. 308)
 Corrida, disputa ou competição automobilística
 Em via pública, sem autorização
 GERANDO situação de risco à incolumidade pública ou privada
 QUALIFICADA, se não quis (dolo direto), nem assumiu risco (dolo eventual)
 Se resulta LESÃO GRAVE
 Se resulta MORTE
1.004 PENAL Crimes de Trânsito (Lei 9.503/97)
 DIRIGIR sem “carteira” ou com “carteira cassada” (art. 309)
 Dirigir EM VIA PÚBLICA
 Sem Permissão para dirigir ou Habilitação
 GERANDO PERIGO DE DANO
1.005 PENAL Crimes de Trânsito (Lei 9.503/97)
 PERMITIR, CONFIAR, ENTREGAR (art. 310)
 Pessoa não habilitada ou com “carteira cassada ou suspensa”
 ESTADO: físico, mental, embriaguez >> não esteja em condições de dirigir

206
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

1.006 PENAL Crimes de Trânsito (Lei 9.503/97)


 INOVAR ARTIFICIALMENTE (art. 312)
 Acidente com VÍTIMA
 Pendente procedimento policial preparatório, IP ou processo penal
 No estado de LUGAR, COISA ou PESSOA
 Com o fim de induzir em erro: Juiz, perito ou agente policial
TESES SUPERADAS DO STJ (CUIDADO....continuam no site oficial do STJ)
1.007 PROC MP pode usar dados bancários enviados pela Receita, sem autorização judicial, após
PENAL processo administrativo
 NÃO CONSTITUI OFENSA ao princípio da reserva de jurisdição o uso pelo Ministério Público,
SEM AUTORIZAÇÃO JUDICIAL, de dados bancários legitimamente obtidos pela Receita
Federal, para fins de apresentação de denúncia por crime tributário, ao término do processo
administrativo.
 SUPERADA tese da dica 76.
Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 69 – Nulidades)
 O compartilhamento de dados obtidos pela Receita Federal com fundamento no art. 6º da Lei
Complementar n. 105/2001, mediante requisição direta às instituições bancárias no âmbito de
processo administrativo fiscal, é considerado nulo, para fins penais, se não decorrer de
expressa determinação judicial. HC 351035/SP. DJE 23/08/2016 SUPERADA.
1.008 PENAL  É ADMISSÍVEL a fixação de prestação de serviços à comunidade ou de prestação
pecuniária, que têm caráter de sanção penal, como condição para a SUSPENSÃO
CONDICIONAL DO PROCESSO.
 SUPERADA
Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 3 – Suspensão Condicional do Processo)
 É INADMISSÍVEL a fixação de prestação de serviços à comunidade ou de prestação
pecuniária, que têm caráter de sanção penal, como condição para a SUSPENSÃO
CONDICIONAL DO PROCESSO. RHC 030916/PR. Dje 25/09/2013

207
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

1.009 PENAL  O pagamento do débito tributário, a QUALQUER TEMPO, até mesmo após o advento do
trânsito em julgado da sentença penal condenatória, é causa de extinção da punibilidade do
acusado. STJ. 5ª Turma. HC 362.478-SP, Rel. Min. Jorge Mussi, julgado em 14/9/2017 (Info
611).
Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 87 – Crimes contra o Patrimônio IV)
 O pagamento integral dos débitos oriundos de apropriação indébita previdenciária, ainda que
efetuado após o recebimento da denúncia, mas antes do trânsito em julgado da sentença
condenatória, extingue a punibilidade, nos termos do art. 9º, § 2º, da Lei n. 10.684/03. HC
090308/SP. DJE 12/06/2015 SUPERADA.
 SUPERADA tese da dica 189
1.010 PENAL Súmula 620: A embriaguez do segurado não exime a seguradora do pagamento da
indenização prevista em contrato de seguro de vida
 SUPERADA
Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 95 – Do Seguro de Pessoa)
 A embriaguez do segurado, POR SI SÓ, não exime o segurador do pagamento de
indenização prevista em contrato de seguro de vida, SENDO NECESSÁRIA a prova de que o
agravamento de risco dela decorrente influiu decisivamente na ocorrência do sinistro.
SUPERADA. Vide ao final comentários na dica 1.010
1.011 Ambiental Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 30 – Direito Ambiental)
 É defeso ao IBAMA impor penalidade decorrente de ato tipificado como crime ou contravenção,
cabendo ao Poder Judiciário referida medida.
1.012 Ambiental Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 30 – Direito Ambiental)
 O emprego de fogo em práticas agropastoris ou florestais depende necessariamente de
autorização do Poder Público.
1.013 Ambiental Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 30 – Direito Ambiental)
 Os responsáveis pela degradação ambiental são co-obrigados solidários, formando-se, em regra,
nas ações civis públicas ou coletivas litisconsórcio facultativo.

208
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

1.014 Ambiental Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 30 – Direito Ambiental)


 Em matéria de proteção ambiental, há responsabilidade civil do Estado quando a omissão de
cumprimento adequado do seu dever de fiscalizar for determinante para a concretização ou o
agravamento do dano causado.
1.015 Ambiental Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 30 – Direito Ambiental)
 A responsabilidade por dano ambiental é objetiva, informada pela teoria do risco integral, sendo o
nexo de causalidade o fator aglutinante que permite que o risco se integre na unidade do ato, sendo
descabida a invocação, pela empresa responsável pelo dano ambiental, de excludentes de
responsabilidade civil para afastar sua obrigação de indenizar. (Tese julgada sob o rito do art. 543-C
do CPC/1973)
1.016 Ambiental Jurisprudência em Teses. STJ. (Edição 30 – Direito Ambiental)
 Prescreve em cinco anos, contados do término do processo administrativo, a pretensão da
Administração Pública de promover a execução da multa por infração ambiental. (Súmula n.
467/STJ)(Tese julgada sob o rito do art. 543-C/1973)
1.017 Penal Lei de Tortura - Lei .9455/97 - CONSTRANGER (art. 1º, I)
Empregando: violência ou grave ameaça
Causando: sofrimento físico ou mental
 Com o fim: obter informação, declaração ou confissão
 Para provocar: ação ou omissão criminosa
 Em razão de discriminação: RACIAL ou RELIGIOSA

1.018 Penal Lei de Tortura - Lei .9455/97 - SUBMETER (art. 1º, II)
Sob guarda, poder ou autoridade
Empregando: violência ou grave ameaça
Causando: INTENSO sofrimento físico ou mental
 Castigo pessoal ou Medida de caráter preventivo

209
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

1.019 Penal Lei de Tortura - Lei .9455/97 - SUBMETER (art. 1º, §1º)
Pessoa presa ou sujeita medida de segurança
Causando: sofrimento físico ou mental
Por intermédio de:
 Ato não previsto em lei
 Não resultante de medida legal

1.020 Penal Lei de Tortura - Lei .9455/97 - TORTURA (por omissão)


Tendo dever EVITAR ou APURAR (art. 1º, §2º)
 Se omite (pessoa presa ou submetida a medida de segurança)

1.021 Penal Lei de Tortura - Lei .9455/97 - Aumento de Pena + 1/6 a 1/3 (art. 1º, § 4º)
 Agente público
 “Vulneráveis”: ECA, gestante, idoso, PNE.
 Mediante sequestro

1.022 Penal Lei de Tortura - Lei .9455/97 - Efeitos da condenação Automáticos


 Perda de cargo, emprego ou função pelo dobro da pena aplicada

1.023 Penal Lei de Tortura - Lei .9455/97 - Extraterritorialidade


 Cometido no EXTERIOR: contra brasileiro ou “agente” no Brasil

210
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

1.024 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel- Companhias Securitizadoras (art. 3º)
+  As companhias securitizadoras de créditos imobiliários, instituições não financeiras constituídas
empresa sob a forma de sociedade por ações, terão por finalidade a aquisição e securitização desses
créditos e a emissão e colocação, no mercado financeiro, de Certificados de Recebíveis
Imobiliários, podendo emitir outros títulos de crédito, realizar negócios e prestar serviços
compatíveis com as suas atividades.
1.025 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Certificado de Recebíveis Imobiliários
+ (art. 6º)
empresa  O Certificado de Recebíveis Imobiliários - CRI é título de crédito nominativo, de livre negociação,
lastreado em créditos imobiliários e constitui promessa de pagamento em dinheiro.
 O CRI é de emissão exclusiva das companhias securitizadoras.
1.026 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Garantia do CRI (art. 7º § 2º)
+  O CRI poderá ter, conforme dispuser o Termo de Securitização de Créditos, garantia flutuante,
empresa que lhe assegurará privilégio geral sobre o ativo da companhia securitizadora, mas não impedirá
a negociação dos bens que compõem esse ativo.
1.027 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Securitização de Créditos (art. 8º)
+  A securitização de créditos imobiliários é a operação pela qual tais créditos são expressamente
empresa vinculados à emissão de uma série de títulos de crédito, mediante Termo de Securitização de
Créditos, lavrado por uma companhia securitizadora,
1.028 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel - Identificação imóvel na
+ Securitização (art. 8º)
empresa  Termo de de Securitização de Créditos deverá conter a identificação do devedor e o valor
nominal de cada crédito que lastreie a emissão, com a individuação do imóvel a que esteja
vinculado e a indicação do Cartório de Registro de Imóveis em que esteja registrado e
respectiva matrícula, bem como a indicação do ato pelo qual o crédito foi cedido.

211
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

1.029 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Securitização de Créditos x
+ empresa Incorporação
 Será permitida a securitização de créditos oriundos da alienação de unidades em edificação
sob regime de incorporação ( Lei nº 4.591/64)
1.030 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Regime Fiduciário (art. 9º)
+ empresa  A companhia securitizadora poderá instituir regime fiduciário sobre créditos imobiliários, a fim
de lastrear a emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários, sendo agente fiduciário uma
instituição financeira ou companhia autorizada para esse fim pelo BACEN e beneficiários os
adquirentes dos títulos lastreados nos recebíveis objeto desse regime.
1.031 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Averbação do Termo de
+ empresa Securitização (art. 10)
 O Termo de Securitização de Créditos, em que seja instituído o regime fiduciário, será
averbado nos Registros de Imóveis em que estejam matriculados os respectivos imóveis.
1.032 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Objeto do Regime Fiduciário
+ empresa  Constituem patrimônio separado, que não se confunde com o da companhia securitizadora;
 Manter-se-ão apartados do patrimônio da companhia securitizadora até que se complete o
resgate de todos os títulos da série a que estejam afetados;
 Destinam-se exclusivamente à liquidação dos títulos a que estiverem afetados, bem como ao
pagamento dos respectivos custos de administração e de obrigações fiscais;
 Estão isentos de qualquer ação ou execução pelos credores da companhia securitizadora;
 Não são passíveis de constituição de garantias ou de excussão por quaisquer dos credores da
companhia securitizadora, por mais privilegiados que sejam;
1.033 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Assembleia Geral (Art. 14 § 2º)
+ empresa  A assembléia geral, convocada mediante edital publicado por três vezes, com antecedência de
vinte dias, em jornal de grande circulação na praça em que tiver sido feita a emissão dos títulos,
instalar-se-á, em primeira convocação, com a presença de beneficiários que representem, pelo
menos, dois terços do valor global dos títulos e, em segunda convocação, com qualquer

212
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
número, sendo válidas as deliberações tomadas pela maioria absoluta desse capital.
1.034 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel.Extinção do Regime Fiduciário (art. 16)
+ empresa  Extinguir-se-á o regime fiduciário pelo implemento das condições a que esteja submetido, na
conformidade do Termo de Securitização de Créditos que o tenha instituído.
 Uma vez satisfeitos os créditos dos beneficiários e extinto o regime fiduciário, o Agente
Fiduciário fornecerá, no prazo de três dias úteis, à companhia securitizadora, termo de quitação,
que servirá para baixa, nos competentes Registros de Imóveis, da AVERBAÇÃO que tenha
instituído o regime fiduciário.
1.035 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel. Emolumentos (art. 16, §3º)
+ empresa  Os emolumentos devidos aos Cartórios de Registros de Imóveis para cancelamento do regime
fiduciário e das garantias reais existentes serão cobrados como ato único.
1.036 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Garantias do Financiamento
+ empresa Imobiliário
(art. 17)
 As operações de financiamento imobiliário em geral poderão ser garantidas por:
 I - hipoteca;
 II - cessão fiduciária de direitos creditórios decorrentes de contratos de alienação de imóveis;
 III - caução de direitos creditórios ou aquisitivos decorrentes de contratos de venda ou promessa
de venda de imóveis;
 IV - alienação fiduciária de coisa imóvel.
1.037 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Operação do SFI x locação (art. 17. §
+ empresa 3º)
 As operações do SFI que envolvam locação poderão ser garantidas suplementarmente por
anticrese.

213
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

1.038 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Conceito de Alienação Fiduciária (art.
+ empresa 22)
 A alienação fiduciária regulada por esta Lei é o negócio jurídico pelo qual o devedor, ou
fiduciante, com o escopo de garantia, contrata a transferência ao credor, ou fiduciário, da
propriedade resolúvel de coisa imóvel.
1.039 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Contratação de Alienação Fiduciária
+ empresa (art. 22)
 A alienação fiduciária PODERÁ SER CONTRATADA POR PESSOA FÍSICA ou JURÍDICA, NÃO
SENDO PRIVATIVA DAS ENTIDADES QUE OPERAM NO SFI, podendo ter como objeto, além da
propriedade plena:
1.040 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – “Objetos” da Alienação Fiduciária
+ empresa Objetos.
 I - bens enfitêuticos, hipótese em que será exigível o pagamento do laudêmio, se houver a
consolidação do domínio útil no fiduciário.
 II - o direito de uso especial para fins de moradia.
 III - o direito real de uso, desde que suscetível de alienação .
 IV - a propriedade superficiária.
1.041 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Cessão de crédito x direitos (art. 28)
+ empresa  A cessão do crédito objeto da alienação fiduciária implicará a transferência, ao cessionário, de
todos os direitos e obrigações inerentes à propriedade fiduciária em garantia.

214
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

1.042 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Registro no RI – Alienação
+ empresa Fiduciária (art. 23)
 Constitui-se a propriedade fiduciária de coisa imóvel mediante registro, no competente
Registro de Imóveis, do contrato que lhe serve de título.
 Com a constituição da propriedade fiduciária, dá-se o desdobramento da posse,
tornando-se o fiduciante possuidor direto e o fiduciário possuidor indireto da coisa imóvel.
 O fiduciante (devedor da dívida) será o possuidor direto.
 O fiduciário (credor) será o possuidor indireto da coisa imóvel.
1.043 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – ITBI x base de cálculo
+ empresa  Caso o valor do imóvel convencionado pelas partes seja inferior ao utilizado pelo órgão
competente como base de cálculo para a apuração do imposto sobre transmissão inter
vivos, exigível por força da consolidação da propriedade em nome do credor fiduciário, este
último será o valor mínimo para efeito de venda do imóvel no primeiro leilão.
 *** alteração legislativa *** (Lei nº 13.465, de 2017)
1.044 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Resolução da propriedade (art. 25)
+ empresa  Com o pagamento da dívida e seus encargos, resolve-se, a propriedade fiduciária do imóvel.
 No prazo de trinta dias, a contar da data de liquidação da dívida, o fiduciário fornecerá o
respectivo termo de quitação ao fiduciante, sob pena de multa em favor deste, equivalente a
meio por cento ao mês, ou fração, sobre o valor do contrato.
 À vista do termo de quitação, o oficial do competente Registro de Imóveis efetuará o
cancelamento do registro da propriedade fiduciária.

215
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

1.045 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Consolidação da propriedade (art.
+ empresa 26)
 Vencida e não paga, no todo ou em parte, a dívida e constituído em mora o fiduciante,
consolidar-se-á, a propriedade do imóvel em nome do fiduciário.
 O fiduciante, ou seu representante legal ou procurador regularmente constituído, será
intimado, a requerimento do fiduciário, pelo oficial do competente Registro de Imóveis, a
satisfazer, no prazo de quinze dias, a prestação vencida e as que se vencerem até a data
do pagamento, os juros convencionais, as penalidades e os demais encargos contratuais, os
encargos legais, inclusive tributos, as contribuições condominiais imputáveis ao imóvel, além
das despesas de cobrança e de intimação.
 O contrato definirá o prazo de carência após o qual será expedida a intimação.
1.046 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel–Intimação do devedor (art. 26. § 3º)
+ empresa  A intimação far-se-á pessoalmente ao fiduciante, ou ao seu representante legal ou ao
procurador regularmente constituído, podendo ser promovida, por solicitação do oficial do
Registro de Imóveis, por oficial de Registro de Títulos e Documentos da comarca da
situação do imóvel ou do domicílio de quem deva recebê-la, ou pelo correio, com aviso de
recebimento.
1.047 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Intimação “com hora certa” (art.
+ empresa 26. § 3º- A)
 Quando, por duas vezes, o oficial de registro de imóveis ou de registro de títulos e
documentos ou o serventuário por eles credenciado houver procurado o intimando em seu
domicílio ou residência sem o encontrar, deverá, havendo suspeita motivada de ocultação,
intimar qualquer pessoa da família ou, em sua falta, qualquer vizinho de que, no dia útil
imediato, retornará ao imóvel, a fim de efetuar a intimação, na hora que designar, aplicando-
se subsidiariamente o disposto nos arts. 252, 253 e 254 no CPC.
*** alteração legislativa *** (Lei nº 13.465, de 2017)

216
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

1.048 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel–Intimação em Condomínios Edilícios
+ empresa (Art. 26. § 3º-B)
 Nos condomínios edilícios ou outras espécies de conjuntos imobiliários com controle de acesso, a
intimação poderá ser feita ao funcionário da portaria responsável pelo recebimento de
correspondência.
*** alteração legislativa *** (Lei nº 13.465, de 2017)
1.049 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel–Intimação por Edital
+ empresa  Quando o fiduciante, ou seu cessionário, ou seu representante legal ou procurador encontrar-se
em local ignorado, incerto ou inacessível, o fato será certificado pelo serventuário encarregado da
diligência e informado ao oficial de Registro de Imóveis, que, à vista da certidão, promoverá a
intimação por edital publicado durante 3 (três) dias, pelo menos, em um dos jornais de maior
circulação local ou noutro de comarca de fácil acesso, se no local não houver imprensa diária,
contado o prazo para purgação da mora da data da última publicação do edital.
1.050 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Purgação da Mora (Art. 26, §§ 5º a 7º)
+ empresa  Purgada a mora no Registro de Imóveis, convalescerá (não se extingue...segue o baile #
alineação fiduciária em garantia de bem móvel, veículo por exemplo) o contrato de
alienação fiduciária.
 O oficial do Registro de Imóveis, nos três dias seguintes à purgação da mora, entregará ao
fiduciário as importâncias recebidas, deduzidas as despesas de cobrança e de intimação.
 Decorrido os 15 dias sem a purgação da mora, o oficial do competente Registro de Imóveis,
certificando esse fato, promoverá a averbação, na matrícula do imóvel, da consolidação da
propriedade em nome do fiduciário, à vista da prova do pagamento por este, do imposto de
transmissão inter vivos e, se for o caso, do laudêmio.
1.051 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel (art. 26, §8º)
+ empresa  O fiduciante pode, com a anuência do fiduciário, dar seu direito eventual ao imóvel em
pagamento da dívida, dispensados os procedimentos de “leilão” (art. 27)

217
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

1.052 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Averbação da Consolidação (art. 26,
+ empresa §§1º e 2º)
 A consolidação da propriedade em nome do credor fiduciário será averbada no registro de
imóveis trinta dias após a expiração do prazo para purgação da mora
 Até a data da averbação da consolidação da propriedade fiduciária, é assegurado ao devedor
fiduciante pagar as parcelas da dívida vencidas e as despesas, hipótese em que convalescerá o
contrato de alienação fiduciária.
*** alteração legislativa *** (Lei nº 13.465, de 2017)
1.053 Civil Lei do SFI - 9.514/97 e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Leilão do Imóvel (art. 27)
+ empresa  Uma vez consolidada a propriedade em seu nome, o fiduciário, no prazo de trinta dias, contados
da data do registro (na verdade é ato de AVERBAÇÃO pelo §7º do art. 26), promoverá público
leilão para a alienação do imóvel.
 Se no primeiro leilão público o maior lance oferecido for inferior ao valor do imóvel será
realizado o segundo leilão nos quinze dias seguintes.
 No segundo leilão, será aceito o maior lance oferecido, desde que igual ou superior ao valor
da dívida, das despesas, dos prêmios de seguro, dos encargos legais, inclusive tributos, e das
contribuições condominiais. *** alteração legislativa *** (Lei nº 13.465, de 2017)
1.054 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Direito de Preferência (Art. 27. § 2º - B)
+ empresa  Após a averbação da consolidação da propriedade fiduciária no patrimônio do credor
fiduciário e até a data da realização do segundo leilão, é assegurado ao devedor fiduciante o
direito de preferência para adquirir o imóvel por preço correspondente ao valor da dívida, somado
aos encargos e despesas, aos valores correspondentes ao imposto sobre transmissão inter vivos
e ao laudêmio, se for o caso, pagos para efeito de consolidação da propriedade fiduciária no
patrimônio do credor fiduciário, e às despesas inerentes ao procedimento de cobrança e leilão,
incumbindo, também, ao devedor fiduciante o pagamento dos encargos tributários e despesas
exigíveis para a nova aquisição do imóvel, de que trata este parágrafo, inclusive custas e
emolumentos.
 *** alteração legislativa *** (Lei nº 13.465, de 2017)

218
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

1.055 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Responsabilidade (Art. 28, § 8º)
+ empresa  Responde o fiduciante pelo pagamento dos impostos, taxas, contribuições condominiais e
quaisquer outros encargos que recaiam ou venham a recair sobre o imóvel, cuja posse tenha sido
transferida para o fiduciário, nos termos deste artigo, até a data em que o fiduciário vier a ser
imitido na posse.
1.056 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Ineficácia da locação (art. 37-B)
+ empresa  Será considerada INEFICAZ, e sem qualquer efeito perante o fiduciário ou seus
sucessores, a contratação ou a prorrogação de locação de imóvel alienado
fiduciariamente por prazo superior a um ano sem concordância por escrito do fiduciário.
1.057 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Reintegração da Posse (art. 30)
+ empresa  É assegurada ao fiduciário, seu cessionário ou sucessores, inclusive o adquirente do
imóvel por força do público leilão, a reintegração na posse do imóvel, que será concedida
liminarmente, para desocupação em sessenta dias, desde que comprovada a
consolidação da propriedade em seu nome.
1.058 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Dispensa de notificação nas
+ empresa Cessões de Crédito (art. 35)
 Nas CESSÕES DE CRÉDITO a que aludem os arts. 3º, 18 e 28, é dispensada a
notificação do devedor.
 Art. 3º As companhias securitizadoras de créditos imobiliários, instituições não financeiras
constituídas sob a forma de sociedade por ações, terão por finalidade a aquisição e
securitização desses créditos e a emissão e colocação, no mercado financeiro, de
Certificados de Recebíveis Imobiliários, podendo emitir outros títulos de crédito, realizar
negócios e prestar serviços compatíveis com as suas atividades.
 Art. 18. O contrato de cessão fiduciária em garantia opera a transferência ao credor da
titularidade dos créditos cedidos, até a liquidação da dívida garantida.
 Art. 28. A cessão do crédito objeto da alienação fiduciária implicará a transferência, ao
cessionário, de todos os direitos e obrigações inerentes à propriedade fiduciária em
garantia.
219
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

1.059 Civil Lei do SFI - 9.514/97e Alienação Fiduciária bem Imóvel – Taxa de Ocupação (art. 37-A)
+ empresa  O devedor fiduciante pagará ao credor fiduciário, ou a quem vier a sucedê-lo, a título de
taxa de ocupação do imóvel, por mês ou fração, valor correspondente a 1% (um por
cento) do valor a que se refere o inciso VI ou o parágrafo único do art. 24 desta Lei,
computado e exigível desde a data da consolidação da propriedade fiduciária no
patrimônio do credor fiduciante até a data em que este, ou seus sucessores, vier a ser
imitido na posse do imóvel.
 *** alteração legislativa *** (Lei nº 13.465, de 2017)
1.060 Penal Lei de Abuso de Autoridade. Constitui ABUSO de AUTORIDADE. Qualquer atentado (art. 3º)
 Basicamente ofende Direitos e Garantias do Art. 5º da CF/88.
 “Liberdades”: locomoção, consciência, crença, culto, associação, exercício profissional, reunião, voto.
 “Inviolabilidades”: domicílio, sigilo da correspondência, incolumidade física,
1.061 Penal Lei de Abuso de Autoridade. TAMBÉM Constitui ABUSO de AUTORIDADE (art. 4º)
JUIZ: não relaxar prisão ilegal
CARCEREIRO: cobrar “custas”ilegais ou se “legais” não dar recibo.
OUTROS:
 Ordenar ou executar medida privativa de liberdade sem formalidades legais ou com abuso de
poder. Inclui manter preso quem tem direito à fiança.
 Submeter pessoa sob guarda a “vexame”
 Não comunicar imediatamente ao juiz a prisão (detenção)
 Praticar ato lesivo à honra ou patrimônio de pessoa física ou jurídica, com abuso de poder ou
sem competência legal
 Prolongar prisão temporária, pena ou medida de segurança sem motivo.

220
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

1.062 Penal Lei de Abuso de Autoridade. CONCEITO de AUTORIDADE (art. 5º)


 Exerce cargo, emprego ou função pública (civil ou militar), mesmo que sem remuneração ou
transitoriamente.
1.063 Penal Lei de Abuso de Autoridade. Sanções administrativas (art. 6º, §1º)
 advertência;
 repreensão;
 suspensão do cargo, função ou posto por prazo de 05 (cinco) a 180 (cento e oitenta) dias, com perda de
vencimentos e vantagens;
 destituição de função;
 demissão;
 demissão, a bem do serviço público.
1.064 Penal Lei de Abuso de Autoridade. Sanção penal (art. 6º, §3º a §5º)
Autônomas ou cumulativas
 Multa
 Detenção POR 10 (dez) dias a 6 (seis) meses.
 Perda do cargo e INABILITAÇÃO por até 3 anos.
 Se for “polícia” de 1 (um) a 5 (cinco) anos no MUNICÍPIO de CULPA.
1.065 Penal Lei de Drogas - Procedimento penal
Posse para uso (art. 28) >>> 9099/95.
 TCO
 Encaminhado ao juiz ou compromisso de comparecer.

221
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.

1.066 Penal
Investigação (art. 33, §1º)
 Prisão em flagrante: materialidade.
 Suficiente o laudo de constatação da natureza e quantidade da droga, firmado por perito oficial
ou, na falta deste, por pessoa idônea. (basta uma)
 O perito que subscrever o laudo não ficará impedido de participar da elaboração do laudo
definitivo.

1.067 Penal Destruição de drogas


(art. 50, §3º e §4º)
 Recebida cópia do auto de prisão em flagrante, o juiz, no prazo de 10 (dez) dias, certificará a
regularidade formal do laudo de constatação e determinará a destruição das drogas apreendidas,
guardando-se amostra necessária à realização do laudo definitivo.
 A destruição das drogas será executada pelo delegado de polícia competente no prazo de 15
(quinze) dias na presença do Ministério Público e da autoridade sanitária.
 A destruição de drogas apreendidas sem a ocorrência de prisão em flagrante será feita por
incineração, no prazo máximo de 30 (trinta) dias contado da data da apreensão.
 Auto circunstanciado da destruição: vistoria antes e depois.

1.068 Penal Inquérito policial Prazos (art. 51)


 Réu preso. 30 dias
 Réu solto: 90 dias.
 Prazos podem ser duplicados pelo Juiz, ouvido MP.

222
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.
instagram.com/leisecatododia EDITAL Magistratura TJ SC 2019

Tabela dos Desesperados. TOP 1.000 DICAS. RETA FINAL


Use como REVISÃO. Não deixe de ler a LEI.
1.069 Penal Procedimentos Investigatórios - (art. 53)
 Mediante autorização judicial, ouvido o MP.
 Infiltração por agentes de polícia.
 “Flagrante retardado” >> a não-atuação policial sobre os portadores de drogas, seus
precursores químicos ou outros produtos utilizados em sua produção, que se encontrem no
território brasileiro, com a finalidade de identificar e responsabilizar maior número de
integrantes de operações de tráfico e distribuição, sem prejuízo da ação penal cabível.

1.070 Penal Instrução Criminal - (arts. 54 a 57)


 Recebido IP, CPI ou peças de informação.
 Vista ao MP para em 10 dias: (arquivamento, diligências, oferecer denúncia)
 Número de testemunhas: 5 + provas (opção = denúncia).
 Defesa prévia: notificado para oferecer por escrito em 10 dias. (5 testemunhas).
 Juiz decidirá em 5 dias.
 Recebida denúncia: juiz marca Audiência de Instrução e Julgamento (será realizada em 30 dias
ou 90 dias (dependência).
 Interrogatório do acusado
 Inquirição das testemunhas de acusação
 Inquirição das testemunhas de defesa
 MP (20 min+10 min) + Defesa (20 min+10 min)
 Sentença imediata (ou 10 dias)

223
MATERIAL elaborado em 04/2019 – Para atualizações ou compra: leisecatododia01@gmail.com. Vedada utilização comercial.