Sie sind auf Seite 1von 2

2

CONTEÚDO

PROFº: JAIRO
19 LEI DA VELOCIDADE E MECANISMO
A Certeza de Vencer GE150908 – AB/ CN

Considere a reação química genérica (as letras Essas etapas que mostram o caminho ou
minúsculas representam os coeficientes, e as maiúsculas andamento da reação representam o que chamamos de
Fale conosco www.portalimpacto.com.br

as substâncias participantes): mecanismo da reação. Daí surge a definição:


Mecanismo de uma reação é o conjunto das reações
a A + b B + c C + ... ⎯⎯→ x X + y Y + z Z + ... elementares ou parciais pelas quais passa uma reação
global.
verifica-se, experimentalmente, que sua velocida-
de será expressa pela fórmula: É muito importante notar que é a etapa lenta que
determina a velocidade da reação global, pois ela retarda
v = k[A] α [B] β [C] γ ... (ou freia) o andamento da reação global. Por esse motivo,
a velocidade da reação: NO2(g) + CO(g) ⎯⎯→ CO2(g) +
essa fórmula é chamada lei da velocidade ou lei NO(g) é dada pela expressão v = k [NO2][NO2] ou
cinética da reação, na qual podemos notar que: v=k[NO2]2, em que aparecem apenas os participantes
da 1ª etapa (etapa lenta).
 v é a velocidade da reação num dado instante. Do que acabamos de explicar, resultam duas
 k é a constante cinética ou constante da velocidade definições importantes:
da reação.
 [A], [B], [C],... são as concentrações molares dos Molecularidade é o número de moléculas que
reagentes. Atenção: só dos reagentes – no mesmo participam da reação.
instante. Ordem de uma reação é a soma dos expoentes
 α , β , γ ..., são os expoentes que deverão ser que aparecem na expressão matemática da velocidade.
determinados experimentalmente (às vezes, α = a,
Assim, por exemplo, na reação da sacarose com
β = b, γ = c,...,mas em geral essa coincidência não
a água:
ocorre).
C12H22O11 + H2O ⎯⎯→ C6H12O6 + C6H12O6
Vejamos alguns exemplos: Sacarose Água Glicose Frutose

H2(g) + I2(g) ⎯⎯→ 2 HI(g) v = k[C12H22O11]

v = k[H2][I2] Notemos que:

 A molecularidade é igual a 2 (reação bimolecular),


2 NO(g) + H2(g) ⎯⎯→ N2O(g) + H2O(g)
pois são duas as substâncias que reagem: a sacarose e
a água.
v = k[NO]2[H2]
 A ordem é igual a 1 (reação de 1ª ordem), pois só a
sacarose (C12H22O11) aparece na fórmula matemática da
C12H22O11 + H2O ⎯⎯→ C6H12O6 + C6H12O6 velocidade.
Sacarose Água Glicose Frutose
EXERCÍCIO
v = k[C12H22O11]
01. (PUC-MG) A reação:
Note que, neste último exemplo, a velocidade
depende apenas da concentração da sacarose (e não NO2(g) + CO(g) ⎯⎯→ CO2(g) + NO(g)
da concentração da água).
Muitas reações ocorrem em duas ou mais etapas. Ocorre em duas etapas:
Nesses casos cada etapa é denominada reação
elementar ou parcial. 1ª etapa:
Seja, por exemplo, a reação: NO2(g) + NO2(g) ⎯⎯→ NO(g) + NO3(g)
(etapa lenta)
NO2(g) + CO(g) ⎯⎯→ CO2(g) + NO(g)
2ª etapa:
Essa reação ocorre em duas etapas: NO3(g) + CO(g) ⎯⎯→ CO2(g) + NO2(g)
VESTIBULAR – 2009

(etapa rápida)

1ª etapa: NO2 + NO2 ⎯⎯→ NO3 + NO (etapa lenta)


A lei da velocidade para a reação é:

2ª etapa: NO3 + CO ⎯⎯→ CO2 + NO2 (etapa rápida) a) v = k [NO2]2. d) v = k [NO2][CO].


b) v = k [NO2]2[CO]. e) v = k [CO2]2[NO].
c) v = k [NO3][CO].
FAÇO IMPACTO - A CERTEZA DE VENCER!!!
Fale conosco www.portalimpacto.com.br

02. (Acafe-SC) O óxido de nítrico reage com hidrogênio, 05. (F. Ruy Barbosa-BA) A expressão de velocidade da
produzindo nitrogênio e vapor de água de acordo com a reação:
seguinte equação:
2 A + B ⎯⎯→ A2B é v = k[A][B]
2 NO(g) + 2H2(g) ⎯⎯→ N2(g) + 2 H2O(g)
Acredita-se que essa reação ocorra em duas etapas: A ordem dessa reação é:
2 NO + H2 ⎯⎯→ N2O + H2O (etapa lenta) a) 0. d) 3.
b) 1. e) 4.
N2O + H2O ⎯⎯→ N2 + H2O (etapa rápida)
c) 2.
De acordo com esse mecanismo, a expressão da
velocidade da reação é: 06. (UFSC) A reação genérica

a) v = k [NO]2[H2]. d) v = k [N2][H2O]. “A + 2 B ⎯⎯→ produtos”


b) v = k [NO2][H2O]. e) v = k [N2][H2O]2.
c) v = k [NO][H2]. Se processa em uma única etapa. Sua constante de
velocidade vale 0,3 L/mol . min. Qual a velocidade da
03. (UFRN) A camada de ozônio é considerada a camada reação em mol/L . min quando as concentrações de A e B
protetora da Terra, pois controla a passagem de raios forem, respectivamente, 2,0 e 3,0 mol?
ultravioleta, que, em excesso, são considerados
prejudiciais aos seres vivos. Ambientalistas, RASCUNHO:
pesquisadores e outros grupos da sociedade vêm
observando o aumento da incidência desses raios sobre a
Terra. A decomposição do ozônio constitui um processo
natural que pode ser acelerado pela presença de
poluentes atmosféricos. A equação a seguir representa o
equilíbrio da transformação espontânea do ozônio em
oxigênio:

2 O3(g) 3 O2(g)

Supõe-se que o processo dessa reação de decomposição


ocorra em duas etapas, segundo o mecanismo:

1ª etapa: rápida e reversível.

O3(g) O2(g) + O(g)

2ª etapa: lenta.

O3(g) + O(g) ⎯⎯→ 2 O2(g)

A lei que expressa a velocidade da decomposição do


ozônio é:

a) v = k [O2]2. c) v = k [O3]. [O].


b) v = k [O3]. d) v = k [O2]. [O].

04. (UFSM-RS) Considere a reação:

NO2(g) + CO(g) ⎯⎯→ NO(g) + CO2(g)


07. (MackenzieSP) Na transformação:
Que ocorre em uma única etapa e que, dada temperature, ∆
apresenta a lei experimental de velocidade dada por: 2 CO + O2 ⎯⎯→ 2 CO2

v = k [NO2][CO], Que se processa em uma única etapa, a constante de


velocidade é igual a 0,5L/mol . min. Quando as
é correto afirmar que essa reação é de: concentrações de CO e de O2 forem, respectivamente,
2,0 mol/L e 1,0 mol/L, a velocidade da reação, em
VESTIBULAR – 2009

a) 3ª ordem e molecularidade 2. mol/litro . min, será:


b) 2ª ordem e molecularidade 3.
c) 3ª ordem e molecularidade 3. a) 3,0. d) 4,0.
d) 2ª ordem e molecularidade 2. b) 1,0. e) 0,5.
e) 5ª ordem e molecularidade 5. c) 2,0.

FAÇO IMPACTO – A CERTEZA DE VENCER!!!