Sie sind auf Seite 1von 13

N°:

ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO SST- APR- 03


CLIENTE: PÁGINA:
ATAKAREJO DISTRIBUIDOR DE ALIMENTOS E BEBIDAS LTDA. CAPA
TÍTULO:

Instalações Hidrossanitárias
RESPONSÁVEL PELO DOCUMENTO: RÚBRICA:

Danilo de Jesus Pinto

HISTÓRICO
Data Revisão Modificação

06/03/2018 0 Emissão Inicial

_________________________________________ _____________________________________
Verificação Aprovação
Geise Sueli Santos Azevedo Danilo de Jesus Pinto
Técnica em Segurança do Trabalho Engenheiro Eletricista
Página: 1 - 10
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO – APR 3 – SST
Revisão: 00
APR – INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS Data: 06/03/2018
NOÇÕES IMPORTANTES PARA O PLANEJAMENTO PREVENTIVO Identificação: SST-APR-03
Identificação Grau de Risco.
(Gravidade do dano: Baixa X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável) / (Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável)
(Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Moderado) / (Gravidade do dano: Alto X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Substancial)
(Gravidade do dano: Alta X Probabilidade da ocorrência :Alta = Grau de Risco Inaceitável).

ETAPA DA GRAU DE RISCO


PERIGOS PLANO DAS AÇÕES DE CONTROLE DOS RISCOS
ATIVIDADE / SIGNIFICÂNCIA
Planejamento da Não atendimento aos requisitos Moderado - O encarregado/líder de equipe deverá verificar se todos os envolvidos nas atividades possuem
atividade de segurança crachá, caso seja identificado algum colaborador sem o crachá, o mesmo deverá ser direcionado ao
setor de RH da empresa;
- É responsabilidade do encarregado, divulgar para os colaboradores os riscos existentes na
atividade;
- Somente iniciar atividade após implantação das medidas de prevenção previstas na Análise
Preliminar de Risco – APR;
- Não Acessar áreas isoladas e sinalizadas sem autorização do responsável pelo isolamento;
- Nas atividades de trabalho em altura, utilizar cinto de segurança devidamente fixado em linha de
vida ou sistema de ancoragem, quando não tiver sistema de guarda corpo;
- Somente realizar atividades se estiver devidamente apto, qualificado, habilitado e/ou autorizado;
- Não permitir ou realizar atividades em equipamentos, acessórios de içamento, máquinas e
ferramentas rotativas, sem que os mesmos sejam inspecionados e liberados;
- Somente realizar intervenção em qualquer instalação energizada (elétrica, pneumática, hidráulica ou
térmica), quando a mesma estiver devidamente bloqueada;
- No trânsito, quando dirigir a serviço e no trajeto casa-trabalho-casa, respeitar os limites de
velocidade, utilizar cinto de segurança e não utilizar o celular enquanto dirige;
- Comunicar todos os acidentes de trabalho e incidentes imediatamente após o ocorrido;
- Todos os profissionais devem ser treinados e qualificados a executar suas tarefas com segurança;
- Todos os profissionais que exercerem atividades que necessitem de treinamento específico (ex.:
trabalho em altura, espaço confinado, operação de máquinas e equipamentos, etc.) conforme a
legislação/norma deve ser treinado ou apresentar o certificado de capacitação antes do início da
atividade;
- Certificar-se de que todos os profissionais envolvidos nas tarefas estejam perfeitamente bem de
saúde física e psicológica;
- Certificar-se de que os profissionais estejam cumprindo com as normas de segurança e que estejam
atualizadas sobre qualquer modificação na execução da tarefa ou escopo do projeto;
- Realizar o DDS e assinar a lista de presença;
- Quando do uso de ferramenta manual, o profissional deve realizar a verificação diária da mesma,
para garantir a segurança durante a atividade;
Página: 2 - 10
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO – APR 3 – SST
Revisão: 00
APR – INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS Data: 06/03/2018
NOÇÕES IMPORTANTES PARA O PLANEJAMENTO PREVENTIVO Identificação: SST-APR-03
Identificação Grau de Risco.
(Gravidade do dano: Baixa X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável) / (Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável)
(Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Moderado) / (Gravidade do dano: Alto X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Substancial)
(Gravidade do dano: Alta X Probabilidade da ocorrência :Alta = Grau de Risco Inaceitável).

ETAPA DA GRAU DE RISCO


PERIGOS PLANO DAS AÇÕES DE CONTROLE DOS RISCOS
ATIVIDADE / SIGNIFICÂNCIA
Planejamento da - Quando do uso de ferramentas elétricas, o profissional deve realizar a verificação diária da mesma;
atividade - Fica proibido o uso de ferramentas improvisadas ou inadequadas para a atividade;
- Analisar o local de trabalho, verificando possíveis interferências com outras frentes de serviço;
- Disponibilizar previamente todos os recursos necessários para a realização das atividades
planejadas;
- Antes de iniciar os trabalhos, o líder de equipe deverá reunir os seus profissionais no local, para
inspecionar as frentes de serviço, avaliar e controlar os riscos existentes e acompanhar a tarefa que
será executada;
- Quando do uso de máquinas, veículos e/ou equipamentos, as mesmas devem ser vistoriadas e seu
check-list preenchido;
- É terminantemente PROIBIDO O USO DE ÁLCOOL OU DROGAS ALUCINÓGENAS nas
instalações e frentes de serviços do canteiro;
- Em caso de uso de remédios controlados, o colaborador deverá informar a equipe de SST, para
quando necessário, ter acompanhamento específico;
- Em caso de Emergência deverá ser comunicado de imediato ao setor de SST da empresa para
serem tomadas as devidas providências.
Montagem de Frentes de trabalho com Moderado - Não obstruir área de circulação de passagem;
bomba de A.F acessos e vias de circulação - Evitar deixar materiais dispostos na área de trabalho;
obstruídas. - Prestar atenção quando for se deslocar na área durante a atividade, prevenindo assim o risco de
quedas.
Queda do mesmo nível Moderado - Manter a área de circulação livre e desobstruída;
- Não deixar materiais dispostos no local de trabalho;
-Ter atenção na colocação e retirada dos materiais;
- Fica terminantemente proibido correr, pular e fazer brincadeiras durante a jornada de trabalho.

Batida contra Moderado - Manter atenção redobrada durante o carregamento e descarregamento do material;
- Sempre manter comunicação com o colega, a fim de evitar o acidente por falta de sincronia.
Página: 3 - 10
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO – APR 3 – SST
Revisão: 00
APR – INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS Data: 06/03/2018
NOÇÕES IMPORTANTES PARA O PLANEJAMENTO PREVENTIVO Identificação: SST-APR-03
Identificação Grau de Risco.
(Gravidade do dano: Baixa X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável) / (Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável)
(Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Moderado) / (Gravidade do dano: Alto X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Substancial)
(Gravidade do dano: Alta X Probabilidade da ocorrência :Alta = Grau de Risco Inaceitável).

ETAPA DA GRAU DE RISCO


PERIGOS PLANO DAS AÇÕES DE CONTROLE DOS RISCOS
ATIVIDADE / SIGNIFICÂNCIA
Continuação de: Improvisação de ferramentas Moderado - Não improvisar as ferramentas, verificar se as mesmas estão em bom estado de conservação;
Montagem de -Inspecionar diariamente as ferramentas manuais, quanto a trincas, rachaduras, cabeças deformadas
bomba de A.F (em forma de cogumelo), cabos frouxos, soltos, em lascas ou apresentando desgaste antes do início
da atividade;
- A área deve estar sinalizada e isolada e somente os envolvidos podem permanecer no local;
-Se no decorrer da atividade a ferramenta apresentar defeito, a mesma deverá ser substituída
imediatamente.
Montagem de Exposição a poeira Moderado - Fazer o uso da Máscara de proteção contra pó durante a atividade.
bomba elevatória e
Queda de material Moderado - O material retirado das escavações devem ser depositados a uma distância superior a metade da
Rede de esgoto
profundidade a partir da borda do talude.
Frentes de trabalho com Moderado - Manter as frentes de trabalho e vias de acessos de pessoas, livres e desobstruídas;
acessos e vias de circulação - Fazer uso dos acessos seguros, livres de poças d’água e lama;
obstruídas. - Dispor de escada ou rampa nas escavações com mais de 1,25 de profundidade.
Queda com diferença de nível Moderado - Fica terminantemente proibido executar trabalho em altura sem a utilização do cinto de segurança;
- Fazer uso dos acessos seguros ao subir e descer das escavações;
- Ao executar atividade na Plataforma, o profissional deve fazer uso do cinto de segurança tipo
paraquedista e o mesmo deve estar fixado ao guarda-corpo do equipamento;
- Para atividades com risco de queda superior a 2 metros deve ser instalado sistema de proteção
contra quedas;
- Os equipamentos de proteção contra queda devem ser inspecionados antes de iniciar as atividades.
Batida contra Moderado - Manter atenção redobrada durante o carregamento e descarregamento do material;
- Sempre manter comunicação com o colega, a fim de evitar o acidente por falta de sincronia.
Postura inadequada Moderado - Manter a postura adequada durante a colocação dos tubos sem provocar esforço exagerado;
- Manter postura adequada durante o carregamento e descarregamento dos materiais.
Queda do mesmo nível Moderado - Manter a área de circulação livre e desobstruída;
- Não deixar materiais dispostos no local de trabalho;
-Ter atenção na colocação e retirada dos materiais;
- Fica terminantemente proibido correr, pular e fazer brincadeiras durante a jornada de trabalho.
Página: 4 - 10
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO – APR 3 – SST
Revisão: 00
APR – INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS Data: 06/03/2018
NOÇÕES IMPORTANTES PARA O PLANEJAMENTO PREVENTIVO Identificação: SST-APR-03
Identificação Grau de Risco.
(Gravidade do dano: Baixa X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável) / (Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável)
(Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Moderado) / (Gravidade do dano: Alto X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Substancial)
(Gravidade do dano: Alta X Probabilidade da ocorrência :Alta = Grau de Risco Inaceitável).

ETAPA DA GRAU DE RISCO


PERIGOS PLANO DAS AÇÕES DE CONTROLE DOS RISCOS
ATIVIDADE / SIGNIFICÂNCIA
Suportação da Queda de material - Ao transportar as eletrocalhas, perfilado, tirantes ou eletroduto com auxílio de outro colaborador,
Moderado
infraestrutura apoiar a peça de forma que evite a sua queda acidental.
Contato com superfície/ arestas - Após cortar as peças metálicas, fazer a retirada imediata das sobras a fim de evitar um acidente;
cortantes - Fazer o uso da luva pigmentada durante o manuseio das peças metálicas;
Moderado - Armazenar as peças em local onde não obstrua a passagem de funcionários e não o exponha ao
risco de acidente.

Projeção de fagulhas - Fazer o uso do capacete de proteção, bota de segurança, óculos de proteção e/ou protetor facial,
Moderado camisa manga longa, luva de raspa e protetor auricular tipo concha ou plug;
- Manter na área somente o pessoal autorizado para a realização do serviço;
Choque elétrico Moderado -A carcaça do motor (Máq/ Equip) deve estar aterrada eletricamente, estes equipamentos só poderão
ser ligados através de plugue e tomadas;
-A alimentação elétrica deve ser providenciada por profissional qualificado e autorizado, qualquer
mudança ou alteração deve ser feito por profissionais da área de manutenção elétrica devidamente
autorizado;
- Não fazer uso de adornos durante a atividade;
- Não fazer uso de nenhuma máquina ou equipamento durante intempéries;
- Estas ferramentas devem possuir dupla isolação;
- Fazer inspeção diária nas extensões elétricas e verificar as condições de uso;
- A disposição destes cabos deve ser realizada de maneira a não obstruir os acessos, manter
afastado de qualquer fonte aquecida ou de parte de cortante; com o objetivo de manter a integridade
do cabo;
- Não realizar a troca das partes rotativas (acessórios tais como: brocas ou discos) com o
equipamento energizado;
- Os operadores não podem realizar atividade de manutenção, quer seja elétrica ou mecânica,
mesmo que seja simples.
Página: 5 - 10
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO – APR 3 – SST
Revisão: 00
APR – INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS Data: 06/03/2018
NOÇÕES IMPORTANTES PARA O PLANEJAMENTO PREVENTIVO Identificação: SST-APR-03
Identificação Grau de Risco.
(Gravidade do dano: Baixa X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável) / (Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável)
(Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Moderado) / (Gravidade do dano: Alto X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Substancial)
(Gravidade do dano: Alta X Probabilidade da ocorrência :Alta = Grau de Risco Inaceitável).

ETAPA DA GRAU DE RISCO


PERIGOS PLANO DAS AÇÕES DE CONTROLE DOS RISCOS
ATIVIDADE / SIGNIFICÂNCIA
Continuação de: Queda com diferença de nível Moderado - Fica terminantemente proibido executar trabalho em altura sem a utilização do cinto de segurança;
Suportação da - Fazer uso dos acessos seguros ao subir e descer das Plataformas;
infraestrutura - Ao executar atividade na Plataforma, o profissional deve fazer uso do cinto de segurança tipo
paraquedista e o mesmo deve estar fixado ao guarda-corpo do equipamento;
- Para atividades com risco de queda superior a 2 metros deve ser instalado sistema de proteção
contra quedas;
- Os equipamentos de proteção contra queda devem ser inspecionados antes de iniciar as atividades;
- As atividades de trabalho em altura deverão ser suspensas quando verificar situação ou condição
de risco não prevista, cuja eliminação ou neutralização imediata não seja possível;
- Inspecionar as condições de piso antes de iniciar a operação da Plataforma;.
Contato com o disco da - As operações em máquinas e equipamentos para a realização dessas atividades deverão ser
lixadeira; quebra ou trinca do realizadas por trabalhador treinado e qualificado;
mesmo. - O disco deve estar dotado de coifa protetora, com a identificação do fabricante;
Moderado
- Nunca fazer limpeza ou manutenção na máquina com a mesma ainda energizada;
- Fazer inspeção diária na lixadeira antes de iniciar as atividades;
- Realizar a troca do disco sempre que houver desgaste do mesmo ou risco de acidente.
Improvisação de ferramentas - Não improvisar as ferramentas, verificar se as mesmas estão em bom estado de conservação;
-Inspecionar diariamente as ferramentas manuais, quanto a trincas, rachaduras, cabeças
deformadas, cabos frouxos, soltos, em lascas ou apresentando desgaste antes do início da atividade;
Moderado
- A área deve estar sinalizada e isolada e somente os envolvidos podem permanecer no local;
- Se no decorrer da atividade a ferramenta apresentar defeito, a mesma deverá ser substituída
imediatamente.
Exposição a ruídos Moderado - Fazer o uso do Protetor auricular durante todo o uso da lixadeira e furadeira.
Montagem de Esforço físico -Não exigir nem admitir o levantamento e transporte manual de cargas cujo peso venha a
Moderado
Rede comprometer a saúde e/ ou a segurança dos colaboradores.
Batida contra Moderado - Manter o local de trabalho livre e desobstruído para movimentação de pessoas;
- Permanecer na área somente o pessoal autorizado para a realização do serviço;
- Manter atenção redobrada a fim de evitar acidentes.
Página: 6 - 10
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO – APR 3 – SST
Revisão: 00
APR – INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS Data: 06/03/2018
NOÇÕES IMPORTANTES PARA O PLANEJAMENTO PREVENTIVO Identificação: SST-APR-03
Identificação Grau de Risco.
(Gravidade do dano: Baixa X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável) / (Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável)
(Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Moderado) / (Gravidade do dano: Alto X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Substancial)
(Gravidade do dano: Alta X Probabilidade da ocorrência :Alta = Grau de Risco Inaceitável).

ETAPA DA GRAU DE RISCO


PERIGOS PLANO DAS AÇÕES DE CONTROLE DOS RISCOS
ATIVIDADE / SIGNIFICÂNCIA
Continuação de: Improvisação de ferramentas Moderado - Não improvisar as ferramentas, verificar se as mesmas estão em bom estado de conservação;
Montagem de -Inspecionar diariamente as ferramentas manuais, quanto a trincas, rachaduras, cabeças deformadas
Rede (em forma de cogumelo), cabos frouxos, soltos, em lascas ou apresentando desgaste antes do início
da atividade;
- A área deve estar sinalizada e isolada e somente os envolvidos podem permanecer no local;
-Se no decorrer da atividade a ferramenta apresentar defeito, a mesma deverá ser substituída
imediatamente.
Contato com superfície/ arestas Moderado - Após cortar as peças metálicas, fazer a retirada imediata das sobras a fim de evitar um acidente;
cortantes - Fazer o uso da luva pigmentada durante o manuseio das peças metálicas;
- Armazenar as peças em local onde não obstrua a passagem de funcionários e não o exponha ao
risco de acidente.
Queda de material Moderado - Ao transportar as eletrocalhas, perfilado, tirantes ou eletroduto com auxílio de outro colaborador,
apoiar a peça de forma que evite a sua queda acidental;
- Durante a fixação das peças, manter atenção redobrada a fim de evitar a queda das mesmas.
Postura inadequada Moderado -Manter a postura adequada durante a fixação da tubulação, sem provocar esforço exagerado,
prevenindo Lesões por Esforços Repetitivos.
Queda com diferença de nível Moderado - Fica terminantemente proibido executar trabalho em altura sem a utilização do cinto de segurança;
- Fazer uso dos acessos seguros ao subir e descer das Plataformas;
- Ao executar atividade na Plataforma, o profissional deve fazer uso do cinto de segurança tipo
paraquedista e o mesmo deve estar fixado ao guarda-corpo do equipamento;
- Para atividades com risco de queda superior a 2 metros deve ser instalado sistema de proteção
contra quedas;
- Os equipamentos de proteção contra queda devem ser inspecionados antes de iniciar as atividades;
- As atividades de trabalho em altura deverão ser suspensas quando verificar situação ou condição
de risco não prevista, cuja eliminação ou neutralização imediata não seja possível;
- Inspecionar as condições de piso antes de iniciar a operação da Plataforma.
Contato com produto químico Moderado - Usar todos os EPI`s recomendados na FISPQ (Luva látex, Óculos de Segurança, Máscara PFF2 S
e Uniforme manga longa);
- Todos os colaboradores devem ser treinados na FISPQ.
Página: 7 - 10
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO – APR 3 – SST
Revisão: 00
APR – INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS Data: 06/03/2018
NOÇÕES IMPORTANTES PARA O PLANEJAMENTO PREVENTIVO Identificação: SST-APR-03
Identificação Grau de Risco.
(Gravidade do dano: Baixa X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável) / (Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável)
(Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Moderado) / (Gravidade do dano: Alto X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Substancial)
(Gravidade do dano: Alta X Probabilidade da ocorrência :Alta = Grau de Risco Inaceitável).

ETAPA DA GRAU DE RISCO


PERIGOS PLANO DAS AÇÕES DE CONTROLE DOS RISCOS
ATIVIDADE / SIGNIFICÂNCIA
Montagem de Improvisação de ferramentas Moderado - Não improvisar as ferramentas, verificar se as mesmas estão em bom estado de conservação;
Ramal -Inspecionar diariamente as ferramentas manuais, quanto a trincas, rachaduras, cabeças deformadas
(em forma de cogumelo), cabos frouxos, soltos, em lascas ou apresentando desgaste antes do início
da atividade;
- A área deve estar sinalizada e isolada e somente os envolvidos podem permanecer no local;
-Se no decorrer da atividade a ferramenta apresentar defeito, a mesma deverá ser substituída
imediatamente.
Batida contra Moderado - Manter o local de trabalho livre e desobstruído para movimentação de pessoas;
- Permanecer na área somente o pessoal autorizado para a realização do serviço;
- Manter atenção redobrada a fim de evitar acidentes.
Postura inadequada Moderado -Manter a postura adequada durante a colocação dos tubos, sem provocar esforço exagerado,
prevenindo Lesões por Esforços Repetitivos.
Queda de material Moderado - Ao transportar as eletrocalhas, perfilado, tirantes ou eletroduto com auxílio de outro colaborador,
apoiar a peça de forma que evite a sua queda acidental;
- Durante a fixação das peças, manter atenção redobrada a fim de evitar a queda das mesmas.
Contato com superfície/ arestas Moderado - Após cortar as peças metálicas, fazer a retirada imediata das sobras a fim de evitar um acidente;
cortantes - Fazer o uso da luva pigmentada durante o manuseio das peças metálicas;
- Armazenar as peças em local onde não obstrua a passagem de funcionários e não o exponha ao
risco de acidente.
Queda com diferença de nível Moderado - Fica terminantemente proibido executar trabalho em altura sem a utilização do cinto de segurança;
- Fazer uso dos acessos seguros ao subir e descer das Plataformas;
- Ao executar atividade na Plataforma, o profissional deve fazer uso do cinto de segurança tipo
paraquedista e o mesmo deve estar fixado ao guarda-corpo do equipamento;
- Para atividades com risco de queda superior a 2 metros deve ser instalado sistema de proteção
contra quedas;
- Os equipamentos de proteção contra queda devem ser inspecionados antes de iniciar as atividades;
- As atividades de trabalho em altura deverão ser suspensas quando verificar situação ou condição
de risco não prevista, cuja eliminação ou neutralização imediata não seja possível;
- Inspecionar as condições de piso antes de iniciar a operação da Plataforma.
Página: 8 - 10
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO – APR 3 – SST
Revisão: 00
APR – INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS Data: 06/03/2018
NOÇÕES IMPORTANTES PARA O PLANEJAMENTO PREVENTIVO Identificação: SST-APR-03
Identificação Grau de Risco.
(Gravidade do dano: Baixa X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável) / (Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável)
(Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Moderado) / (Gravidade do dano: Alto X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Substancial)
(Gravidade do dano: Alta X Probabilidade da ocorrência :Alta = Grau de Risco Inaceitável).

ETAPA DA GRAU DE RISCO


PERIGOS PLANO DAS AÇÕES DE CONTROLE DOS RISCOS
ATIVIDADE / SIGNIFICÂNCIA
Continuação de: Contato com produto químico Moderado - Usar todos os EPI`s recomendados na FISPQ (Luva látex, Óculos de Segurança, Máscara PFF2 S
Montagem de e Uniforme manga longa);
Ramal - Todos os colaboradores devem ser treinados na FISPQ.

Instalação de Moderado -Todos os funcionários deverão realizar suas atividades em suas posições ideais de trabalho;
metais Postura inadequada -Manter postura adequada sem provocar esforços físicos exagerados, prevenindo Lesões por
Esforços Repetitivos.
Queda do mesmo nível Moderado -Ter atenção durante a retirada da sobra de materiais ou ferramentas, evitando quedas.
- Fica terminantemente proibido correr, pular e fazer brincadeiras durante a jornada de trabalho.
Sobra de materiais Moderado -Ter atenção durante a retirada da sobra de materiais perfurantes, ao executar a limpeza;
-Utilizar os EPIs básicos, e utilizar Máscaras Respiratórias.
Instalação de Postura inadequada Moderado -Manter a postura adequada durante a colocação das louças, sem provocar esforço exagerado,
louças prevenindo Lesões por Esforços Repetitivos.
Batida contra Moderado - Manter o local de trabalho livre e desobstruído para movimentação de pessoas;
- Permanecer na área somente o pessoal autorizado para a realização do serviço;
- Manter atenção redobrada a fim de evitar acidentes.
Queda do mesmo nível Moderado - Manter a área de circulação livre e desobstruída;
- Não deixar materiais dispostos no local de trabalho;
- Fica terminantemente proibido correr, pular e fazer brincadeiras durante a jornada de trabalho;
-Ter atenção na colocação e retirada dos materiais.
Esforço físico Moderado - Não exigir nem admitir o levantamento e transporte manual de cargas cujo peso venha a
comprometer a saúde e/ ou a segurança dos colaboradores;
Corte Moderado - Utilizar apenas ferramentas em boas condições, fazendo o check-list diariamente;
- Ferramentas que possuam faces cortantes, devem ter as mesmas protegidas por anteparos que
garanta a segurança dos usuários;
- A louças danificadas devem ser removidas do local de trabalho, a fim de evitar o contato oferecendo
risco de acidente.
Queda de material Moderado - Ao transportar as louças com auxílio de outro colaborador, apoiar a peça de forma que evite a sua
queda acidental;
Página: 9 - 10
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO – APR 3 – SST
Revisão: 00
APR – INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS Data: 06/03/2018
NOÇÕES IMPORTANTES PARA O PLANEJAMENTO PREVENTIVO Identificação: SST-APR-03
Identificação Grau de Risco.
(Gravidade do dano: Baixa X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável) / (Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável)
(Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Moderado) / (Gravidade do dano: Alto X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Substancial)
(Gravidade do dano: Alta X Probabilidade da ocorrência :Alta = Grau de Risco Inaceitável).

ETAPA DA GRAU DE RISCO


PERIGOS PLANO DAS AÇÕES DE CONTROLE DOS RISCOS
ATIVIDADE / SIGNIFICÂNCIA
- Durante a fixação das peças, manter atenção redobrada a fim de evitar a queda das mesmas. E
consequentemente o acidente.

EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL – EPI’s


 Capacete de segurança com jugular;
 Óculos de proteção;
EPI’s de uso geral  Protetor Auricular;
 Calçado de segurança;
 Uniformes de manga longa.
 Luva pigmentada;
 Óculos de proteção;
 Protetor Auricular;
EPI´s de uso especifico
 Calçado de segurança;
 Uniformes de manga longa;
 Capa de Chuva.

COMITÊ ELABORADOR DA APR


NOME FUNÇÃO EMPRESA ASSINATURA
GEISE SUELI SANTOS AZEVEDO Técnica em Segurança do Trabalho 3MN INSTALAÇÕES LTDA

DANILO DE JESUS PINTO Engenheiro Eletricista 3MN INSTALAÇÕES LTDA

MARIO SÉRGIO DOS SANTOS FIAES Cabo de Turma Hidráulica 3MN INSTALAÇÕES LTDA

SAMANTHA LAÍS SANTOS GOMES Engenheira Civil 3MN INSTALAÇÕES LTDA


Página: 10 - 10
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO – APR 3 – SST
Revisão: 00
APR – INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS Data: 06/03/2018
NOÇÕES IMPORTANTES PARA O PLANEJAMENTO PREVENTIVO Identificação: SST-APR-03
Identificação Grau de Risco.
(Gravidade do dano: Baixa X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável) / (Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável)
(Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Moderado) / (Gravidade do dano: Alto X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Substancial)
(Gravidade do dano: Alta X Probabilidade da ocorrência :Alta = Grau de Risco Inaceitável).

OBSERVAÇÕES

Fazer a leitura da APR com toda força de trabalho antes do início das atividades:
 Realizar DDS antes do início dos trabalhos;
 Nas atividades contempladas nesta APR, deverão seguir os procedimentos de PAE;
 Manter supervisor e/ou encarregado na frente de trabalho;
 Atender em todas as etapas desta APR:
- NR-26 – Sinalização de segurança
- NR-24 – Condições sanitárias e de conforto nos locais de trabalho;
- NR-23 – Proteção contra incêndio;
- NR-18 – Condições e meio ambiente de trabalho na indústria da construção;
- NR-11 – Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de Materiais;
- NR-17 – Ergonomia;
- NR-06 – Equipamento de Proteção Individual;
- Manual do DNIT.
 Os serviços serão realizados conforme os procedimentos executivos específicos da atividade;
 Não realizar operações de carga e descargas de equipamentos embaixo de linhas de energia elétrica;
 Motoristas e operadores deverão aguardar a presença de pessoal técnico qualificado para desligar cabos (Elétricos e comunicação) quando necessário;
 Os veículos pesados e equipamentos que operem em marcha ré devem estar equipados com alarme sonoro acoplados no sistema de câmbio;
 Manter na equipe brigadista e socorrista treinado;
 Realizar descarte dos resíduos gerados durante as atividades nos locais adequados. (Baias de resíduos, tambores e caçambas);
 A coleta dos efluentes sanitários provenientes dos banheiros químicos deverá ser realizada por empresa especializada;
 Não suprimir vegetação arbórea (Árvores de grande porte);
 Manter um Técnico em Segurança do Trabalho em tempo integral supervisionando as frentes de trabalho;
Página: 11 - 10
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO – APR 3 – SST
Revisão: 00
APR – INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS Data: 06/03/2018
NOÇÕES IMPORTANTES PARA O PLANEJAMENTO PREVENTIVO Identificação: SST-APR-03
Identificação Grau de Risco.
(Gravidade do dano: Baixa X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável) / (Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável)
(Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Moderado) / (Gravidade do dano: Alto X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Substancial)
(Gravidade do dano: Alta X Probabilidade da ocorrência :Alta = Grau de Risco Inaceitável).

 Desligar máquinas e equipamentos para abastecimento;


 Realizar check-list de SST nos equipamentos;
 Realizar manutenção periódica nos equipamentos;
 Manter extintor de incêndio na área;
 Todos os recursos de resposta previsto no PAE e/ou Procedimento de Incidente e Acidente do Trabalho;
 É proibido fumar em locais aonde exista risco de explosão;
 Manter nos locais de trabalho recipientes apropriados com água potável para toda a equipe enquanto durar a jornada de trabalho, provido com copos descartáveis e em quantidade suficiente para o
período;
 Dispor de transporte coletivo para os profissionais da fase, vistoriado e aprovado;
 Em todas as etapas dos serviços previstos nesta APR, os envolvidos deverão prover de meios de comunicação;
 Somente iniciar as atividades após obtenção das Licenças e Autorização dos Órgãos competentes;
 As escavações com altura superior 1,25m, e menor a 5m, devem ter certificados de estabilidades de vala garantida, preenchida e assinada por profissional devidamente habilitado (CREA);
 Estas observações aplicam-se em todos os eventos desta APR.
Página: 12 - 10
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO – APR 3 – SST
Revisão: 00
APR – INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS Data: 06/03/2018
NOÇÕES IMPORTANTES PARA O PLANEJAMENTO PREVENTIVO Identificação: SST-APR-03
Identificação Grau de Risco.
(Gravidade do dano: Baixa X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável) / (Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Baixa = Grau de Risco Aceitável)
(Gravidade do dano: Média X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Moderado) / (Gravidade do dano: Alto X Probabilidade da ocorrência :Média = Grau de Risco Substancial)
(Gravidade do dano: Alta X Probabilidade da ocorrência :Alta = Grau de Risco Inaceitável).

Lista de Divulgação Inicio: Término Duração:

Nome do encarregado: MARIO SÉRGIO DOS SANTOS FIAES Canteiro: OBRA ATAKAREJO – Castelo Branco

Reconheço ter recebido treinamento e ter pleno conhecimento para aplicação do conteúdo desta APR
DATA REF. Nome Assinatura