Sie sind auf Seite 1von 5

Universidade Federal do ABC

ESTA017 – Laboratório de Máquinas Elétricas


2o Quadrimestre de 2019
Roteiro do laboratório – Experimento I -

MÁQUINA DE CORRENTE CONTÍNUA: CURVA DE MAGNETIZAÇÃO E


OPERAÇÃO COMO GERADOR

Legenda:

Itens com ■  não é necessário resolver durante a aula de laboratório.


Itens com ▲  necessário anotar ou medir durante a aula de laboratório.

Lista de materiais:

01 osciloscópio
01 conjunto de máquinas (máquina de corrente contínua + máquina de indução)
01 variador de tensão trifásico
01 variador de tensão monofásico com saída retificada
06 multímetros
01 tacômetro
01 carga resistiva

Introdução

Na maioria das máquinas rotativas, o estator e o rotor são feitos de aço elétrico e
os enrolamentos são instalados em ranhuras alojadas nestas estruturas.

Em uma Máquina de Corrente Contínua (MCC) o enrolamento de armadura


encontra-se na parte rotativa, conhecida como rotor. Nesta máquina, o
enrolamento de campo, localizado no estator, é alimentado em corrente contínua
para produzir o fluxo no eixo direto. Imãs permanentes também produzem fluxo
magnético constante e, em algumas máquinas, são usados no lugar dos
enrolamentos de campo.

Objetivo: (i) montar a curva de magneticação da MCC, isto é, tensão de armadura


por corrente de campo (Ea x If); (ii) verificar o formato de onda da tensão induzida
em uma bobina da armadura da MCC; (iii) montar a curva tensão x corrente para
gerador c.c. com excitação independente; (iv) montar a curva tensão x corrente
para gerador c.c. com auto-alimentação em derivação.

Instruções para a montagem:


A Máquina de Indução (MI) trifásica será operada como um motor e a MCC deve
ser acoplada ao seu eixo. Assim, a MCC poderá operar como um gerador com o
seu eixo acionado pela MI. Para esta montagem, devem ser considerados os
seguintes itens:
i) O campo da MCC (estator) deve ser ligado a uma fonte c.c. de tensão;
ii) A corrente do campo da MCC deve ser monitorada;
iii) A tensão da armadura da MCC (rotor) deve ser monitorada;
iv) A armadura da MI (estator) deve ser ligada ao variador de tensão
trifásico a.c..
v) A tensão e a corrente da MI devem ser monitorados.
vi) O MI deve ter seus terminais de rotor em curto circuito. Para partir a
máquina, a tensão do variador de tensão trifásica deve ser aumentada
desde 0 volts até 220 volts.
vii) Com a tensão em 220 volts, o rotor da máquina deve ter uma velocidade
aproximada de 1750 rpm.

As ligações devem ser realizadas conforme apresentado na figura abaixo:

V
A
GCC MI A Fonte

220V
V

Carga variável

Figura 1. Montagem experimental.

1. ▲ Conecte os terminais da bobina exploratriz no osciloscópio e salve a forma


de onda para corrente de campo de 100mA.

Manter a máquina de indução em funcionamento e zerar a corrente de campo


da MCC.

2. ▲ Com o eixo da MCC acionado em 1750 rpm, aumentar gradualmente a


corrente de campo (If) da MCC de forma que resulte em degraus de
aproximadamente 20V na tensão de armadura. Durante este experimento, não
reduzir a corrente de campo. Anote os valores de corrente de campo aplicada e
tensão terminal de armadura da MCC (If e Va) na seguinte tabela:

Icampo (A) Varmadura (V)

Manter a máquina de indução em funcionamento e zerar a corrente de campo


da MCC.

3. ▲ Curva de tensão de armadura por corrente de armadura do gerador c.c. com


excitação independente:
 Conectar a carga resistiva aos terminais da armadura da MCC.
 A carga é composta por seis resistores que devem inicialmente estar com a
chave na posição desligada.
 Aplicar corrente de campo na MCC de para que a tensão induzida na
armadura seja de 150 V em vazio (sem carga). Anotar este valor de
corrente de campo: If = ________[A]
 Anotar a corrente de armadura e tensão terminal de armadura para cada
patamar de carga, isto é, cada resistência que é ligada corresponde a um
patamar de carga.
Iarmadura (A) Varmadura (V)

Manter a máquina de indução em funcionamento e zerar a corrente de campo


da MCC.

4. ▲ Realize as conexões necessárias para operar a MCC como um gerador em


derivação. Verifique se as seguintes condições são atendidas na montagem:

 O enrolamento de campo deve estar ligado em série ao reostato


monofásico e conectado em paralelo com a armadura.
 A armadura deve estar conectada em uma carga resistiva, que deve estar
inicialmente desligada e cujo valor de resistência possa ser variável em 6
níveis.
 Realizada a conexão e com o gerador operando em vazio, regular a
resistência do reostato de forma que a tensão terminal resulte em 150 V.
 Anotar a corrente de armadura e tensão terminal de armadura para cada
patamar de carga, isto é, cada resistência que é ligada corresponde a um
patamar de carga.

Iarmadura (A) Varmadura (V)

0
5. ■ Apresente a forma de onda obtida da bobina exploratriz e indique na figura
quando a bobina está nas faces polares e quando está no interpólo.

6. ■ Plote a curva de magnetização da máquina c.c., isto é, a tensão de armadura


em função da corrente de campo na velocidade em que o ensaio foi realizado.

7. ■ O ensaio foi realizado com a máquina operando em velocidade constante. A


variação na velocidade do rotor da MCC influenciaria a tensão induzida na bobina
exploratriz? Justifique a resposta.

8. ■ Com a curva de magnetização, estime o valor da resistência crítica quando o


gerador é auto-alimentado em shunt ou derivação.

9. ■ Plote e analise as curvas de tensão terminal por corrente de armadura das


configurações de geradores c.c. testadas.