Sie sind auf Seite 1von 4

ADMINISTRAÇÃO GERAL

Abordagem Clínica – Conceitos Iniciais II


Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

ABORDAGEM CLÍNICA – CONCEITOS INICIAIS II

Ainda no contexto de introdução à teoria geral da administração, é importante


dar ênfase a alguns conceitos que são bastante cobrados em provas, são eles:
• Eficácia: consiste em fazer a coisa certa, não necessariamente da maneira
certa. É o grau de atingimento do objetivo;
• Eficiência: maneira pela qual fazemos a coisa, o caminho, o método. Está
relacionada à economia dos meios, menor gasto de energia, o melhor meio
de alcançar o objetivo;
• Efetividade: é obtida pela soma da eficiência e eficácia, ressaltando o
impacto do resultado almejado, podendo ser entendida como a satisfação
plena.

Vale lembrar que a teoria geral da administração inicialmente buscava


somente a eficiência, em seguida é que surgem as preocupações com a eficácia
e com a efetividade.
Assim, tem-se a eficácia com ênfase nos fins e a eficiência nos meios, mas é
absolutamente possível que um indivíduo seja eficaz sem ser eficiente, contudo
gastará mais tempo e mais energia para alcançar o resultado desejado. Também
é possível que uma pessoa seja eficiente sem alcançar o resultado almejado,
ou seja, sem ser eficaz. Contudo, quando alguém alcança pelas melhores vias
o que se espera com integralidade, significa que foi efetivo, ou seja, alcançará o
impacto altamente positivo no resultado.

Em síntese:
• EFICÁCIA significa atingir objetivos e resultados. Um trabalho eficaz é pro-
veitoso e bem-sucedido;
• EFICIÊNCIA significa fazer bem e corretamente. O trabalho eficiente é um
trabalho bem executado;
• PRODUTIVIDADE é definida como a produção de uma unidade produtora
por unidade de tempo, isto é, o resultado da produção de alguém por um
determinado período de tempo.
ANOTAÇÕES

1
www.grancursosonline.com.br
ADMINISTRAÇÃO GERAL
Abordagem Clínica – Conceitos Iniciais II
Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

EFICIÊNCIA, para a Administração Científica, pode ser definida pela equa-


ção E = P/R:

• melhor maneira pela qual as coisas devem ser feitas ou executadas (méto-
dos de trabalho);
• os recursos (pessoas, máquinas, matérias primas etc.) devem ser aplica-
dos da forma mais racional possível.

CONCEITOS IMPORTANTES

ENFOQUES

Abordagem prescritiva/normativa: o que uma organização deve fazer para


ser bem-sucedida, prescrições, para o sucesso, princípios gerais de adminis-
tração (cabíveis a toda e qualquer organização).
Abordagem descritiva/explicativa: o que é uma organização, suas caracte-
rísticas, componentes, funcionamento.

ORGANIZAÇÃO FORMAL E INFORMAL

Toda organização, independentemente de pública, privada, com ou sem fins


lucrativos terá um aspecto formal e um informal. O aspecto formal da organiza-
ção é aquilo que é deliberadamente planejado, o aspecto informal nasce espon-
taneamente das relações interpessoais e traz dinamicidade ao sistema organi-
zacional, complementando a organização formal. Ambos são importantes e isso
é assunto estudado no âmbito da teoria geral da administração.

Organização:
• Formal: deliberadamente planejada:
–– Leis, estatutos, cargos, departamentos, hierarquia;
–– Organograma;
• Informal: nasce espontaneamente das relações interpessoais;
–– Representa o grau de motivação, satisfação, clima, cultura, desempe-
nho;
–– Complementa a organização formal.

2
www.grancursosonline.com.br
ADMINISTRAÇÃO GERAL
Abordagem Clínica – Conceitos Iniciais II
Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

Em síntese, a organização formal representa os objetivos organizacionais que


são mais previsíveis e estáticos, já a organização informal representa os objeti-
vos individuais das pessoas, contudo, quando as pessoas têm os seus objetivos
individuais alcançados, elas passam a representar a eficiência da organização.
Já quando a organização consegue alcançar os seus objetivos, demonstra a
sua eficácia. Para se alcançar a efetividade é preciso que as duas organizações
(formal e informal) caminhem juntas, alcançando a sinergia, ou seja, o equilíbrio
organizacional, tópico recorrentemente cobrado em muitos concursos públicos.

 Obs.: Nos primórdios da administração, o enfoque era muito mais formal, pos-
teriormente esse enfoque passou a ser também informal. Hoje o que se
busca é justamente a sinergia entre esses dois tipos de abordagens.

SISTEMA FECHADO E ABERTO

Considera-se que as organizações podem ser mecânicas (pensamento meca-


nicista) e que também podem ser orgânicas. No primórdio da administração,
pensava-se que toda organização era mecânica. Assim, vale elencar as diferen-
ças entre elas:

Mecânica Orgânica
• Sistema aberto;
• Sistema fechado;
• Foco na autonomia;
• Ênfase na hierarquia;
• Adaptação/mudança cons-
• Possui previsibilidade.
tante.

Hoje em dia todas as organizações são vistas como sistemas abertos, por-
tanto complexos e em constante interação com as partes que formam um todo e
com o ambiente circundante.

CONCEITO DE HOMEM

Homem econômico: indivíduo limitado e mesquinho, preguiçoso e culpado


pela vadiagem e desperdício das empresas e que deveria ser controlado por
meio do trabalho racionalizado e do tempo padrão. Sua única motivação para o
trabalho são as recompensas financeiras.
Homem social: é a concepção do ser humano motivado por recompensas
e sanções sociais e simbólicas em contraposição ao homo economicus (moti-
vado por recompensas e sanções salariais e materiais).

3
www.grancursosonline.com.br
ADMINISTRAÇÃO GERAL
Abordagem Clínica – Conceitos Iniciais II
Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

Homem organizacional: é o conceito estruturalista do homem moderno, que


desempenha diferentes papéis simultâneos em várias organizações diferentes.
Daí seu caráter cooperativo e competitivo.
Homem administrativo: o homem administrativo procura a "maneira satis-
fatória", e não a melhor maneira ("the best way") de fazer um trabalho. O com-
portamento administrativo é satisfaciente ("satisficer") e não otimizante, pois o
homem administrativo toma decisões sem poder procurar todas as alternativas
possíveis: não procura o máximo lucro, mas o lucro adequado; não o preço ótimo,
mas o preço razoável.
Homem funcional: é o conceito do ser humano para a teoria de sistemas: o
indivíduo comporta-se em um papel dentro das organizações. As organizações
são sistemas de papéis desempenhados pelas pessoas.
Homem complexo: é a visão do homem como um sistema complexo de
valores, percepções, características pessoais e necessidades. Ele opera como
um sistema aberto capaz de manter seu equilíbrio interno diante das demandas
feitas pelas forças externas do ambiente.

Este material foi elaborado pela equipe pedagógica do Gran Cursos Online, de acordo com a
aula preparada e ministrada pelo professor Renato Lacerda.
ANOTAÇÕES

4
www.grancursosonline.com.br