Sie sind auf Seite 1von 8

01 – Leia a tirinha:

A situação mostrada nessa história é engraçada porque:


a) Podemos ver que Junim vai ficar feliz e agradecido por ter recebido o recado dado pela mãe.
b) Justamente o amigo que traz o recado é que vai fazer o Junim chegar em casa mais uma vez
com a roupa suja.
c) Com certeza, Bocão vai levar uma bronca da mãe por ter pisado na poça de lama.
d) Junim se assustou com a gritaria de Bocão.

02 – Leia o que acontece com Priscila todos os dias!

A hora certa de aprender: 10:00 horas – E moleza para os mais velhos. Priscila Razon, de
15 anos, começa a se espreguiçar. Ela estuda na mesma escola de Larissa, mas suas aulas são à
tarde. Só no meio da manhã o cérebro da jovem dá os comandos para a corpo pular da cama.
Outros hormônios dessa fase do crescimento fazem com que seu relógio biológico se atrase em
algumas horas. Por isso, o dia está apenas começando para ela.

Fonte: Revista Nova Escola. Vol. 4. Edição Especial. p. 18.


No trecho “O dia está apenas começando para ela”. A palavra em negrito se refere a:
a) Escola. b) Priscila. c) Larissa.
d) Horas.
03 – Com atenção, leia o texto depois responda:
A professora tenta ensinar matemática para o Joãozinho.
--- Se eu te dar quatro chocolates hoje e mais três amanhã, você fica com,
com ... com?
O garoto:
--- Contente.
Fonte: Buchweitz, Donaldo. (Org) Piadas para você morrer de rir. Belo
Horizonte: Leitura, 2001.
A parte do texto que provoca humor é:
a) A professora ensinar matemática para o Joãozinho.
b) A professora dar quatro chocolates para Joãozinho.
c) A pergunta da professora ao Joãozinho.
d) A resposta que Joãozinho deu à professora.

04 – Leia o texto e responda:


O Leão e o Ratinho
Um leão foi acordado por um rato que passou correndo sobre seu rosto. Com um salto ágil
ele capturou e estava pronto para mata-lo quando o rato suplicou:
--- Se o senhor poupasse minha vida, tenho certeza que um dia posso retribuir sua bondade.
O leão deu uma gargalhada de desprezo e o soltou. Aconteceu que pouco depois disso o leão foi
capturado por caçadores que o amarraram com fortes cordas no chão. O rato, reconhecendo seu
rugido, se aproximou, roeu as cordas e libertou-o dizendo:
--- O senhor achou ridícula a ideia de que jamais seria capaz de ajudá-lo. Nunca esperava
receber de mim qualquer compensação pelo seu favor; mas agora sabe que é possível, mesmo a
um rato, conceber um favor a um poderoso leão.

Este texto é:
a) Uma fábula. b) Um poema.

c) Uma adivinha. d) Uma carta.


05 – Leia o texto com atenção.

Uma mulher vai seguindo de carro por uma estrada. Um homem vai na mesma estrada,
mas no sentido oposto. Ao cruzarem-se, o homem abaixa o vidro e grita:
--- VAAAAAAACA!!!! A mulher imediatamente abaixa o vidro e responde:
-- É A SUA MÃEEEEEEEEEEEEE!!! Cada um continua o seu caminho, mas a mulher, que
vai sorridente pela resposta dada, ao virar a primeira curva, bate direto em uma gigantesca vaca
deitada no meio da estrada.
O acidente de carro aconteceu com a mulher porque ela:

a) Confundiu o alerta com xingamento.


b) Não ouviu o que o homem dizia.
c) Levou na brincadeira o grito do homem.
d) Dormiu ao volante enquanto dirigia.
06 - Observe a imagem.

A opção que corrige as palavras escritas de forma errada na placa ao lado é:


a) Vende-se bicicletas em bom estado para crianças e homens.
b) Vende-se biscicretas em bão estado para crianssas e omens.
c) Vende becicletas em bom esstado para crionças e homems.
d) Vendem-se bicicletas em bom estado para clianças e homems.
07 – Observe a charge a seguir e assinale a alternativa correta:

A ideia central de charge é:


a) A diferença anatômica entre a formiga e o elefante.
b) Sobre a felicidade da formiga ter encontrado o elefante.
c) Sobre a diferença salarial no Brasil.
d) Nenhuma das alternativas.
1–b

2–b

3– d

4–a

5–a

6–a

7–c

O Bicho
Vi ontem um bicho
Na imundice do pátio
Catando comida entre os detritos.
Quando achava alguma coisa;
Não examinava nem cheirava:
Engolia com voracidade.
O bicho não era um cão,
Não era um gato,
Não era um rato.
O bicho, meu Deus, era um homem.
Manuel Bandeira. Rio, 27 de dezembro de 1947.

1. A expressão “Meu Deus” significa que o autor:


a) ( ) alegrou-se com a cena.
b) ( ) ficou indiferente.
c) ( ) solucionou um problema social.
d) ( ) fiou chocado com o espetáculo.

2. A causa principal da nossa admiração pela poesia é por que:


a) ( ) o autor retratou a cena que humilha a condição
humana.
b) ( ) o autor procurou comparar o homem com cães e gatos.
c) ( ) o homem já não vive mais nesse ambiente de miséria.
d) ( ) é falsa a notícia de que a humanidade passa fome.
3. Essa admiração nos dá o sentimento de:
a) ( ) prazer.
b) ( )admiração.
c) ( ) pena.
d) ( ) desprezo.

4. A intenção do autor ao usar a palavra “bicho” parece que:


a) ( ) procurou chamar a nossa atenção para animais do lixo.
b) ( ) a história é mesmo sobre um lixo.
c) ( ) o homem se viu reduzido a condição de animal.
d) ( ) o homem deve ser tratado como animal.

5. O que motivou o bicho a catar restos foi:


a) ( ) a própria fome.
b) ( ) a imundice do pátio.
c) ( ) o cheiro da comida.
d) ( ) a amizade pelo cão.

6. O assunto do texto é:
a) ( ) a imundice de um pátio.
b) ( ) um bicho faminto.
c) ( ) a comida que as pessoas jogam fora.
d) ( ) a triste situação de um homem.

7. Destaque o verbo nesta frase: “Vi ontem um bicho na imundice do


pátio.”

8. Este poema serve para:


a) ( ) distrair.
b) ( ) informar sobre um acontecimento.
c) ( ) partilhar um sentimento.
d) ( ) informar sobre a vida de um homem.

9. Esse texto apresenta:


a) ( ) fato.
b) ( ) opinião.
c) ( ) descrição.
Leia o cartum abaixo:
1) A charge não tem data, mas é possível saber em que dia ela provavelmente foi publicada. Que dia seria esse?

2) Como foi possível saber em que dia a charge foi publicada?

3) Qual foi o presente dado pelo menino à professora?

4) A professora gostou do presente? Justifique com elementos textuais e não-textuais do texto.

5) Essa charge mostra algo sobre a situação atual dos professores. Que situação é essa?

6) Releia a fala do menino: Parabéns pelo seu dia, professora!


a) Nessa fala, há uma preposição. Que preposição é essa?

b) Essa preposição foi usada na frase indicando:


( ) tempo ( ) instrumento ( ) causa ( ) modo

7) A preposição POR (PELO / PELA) pode ser usada com outros sentidos. Indique nas frases a seguir se essa
preposição indica meio, preço ou tempo:
a) Comprei esse livro por R$5 reais.

b) Nós estudamos pela manhã.

c) Enviei o convite pelo correio.