Sie sind auf Seite 1von 1

MEIO AMBIENTE

ODS
OS OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL SÃO IMPORTANTES PARA
FORTALECER A CULTURA DA SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL E SOCIAL NOS GOVERNOS E
NAS EMPRESAS. NO UNIVERSO CORPORATIVO, ESSES OBJETIVOS TORNAM OS NEGÓCIOS
MAIS EFICIENTES, RESPONSÁVEIS, TRANSPARENTES E MAIS COMPETITIVOS

OBJETIVO 14. CONSERVAÇÃO E USO SUSTENTÁVEL DOS OCEANOS, DOS MARES E DOS
RECURSOS MARINHOS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

OBJETIVO 7. ASSEGURAR O ACESSO CONFIÁVEL, SUSTENTÁVEL, MODERNO E A PREÇO


ACESSÍVEL À ENERGIA PARA TODOS

7.2 A 2030, AUMENTAR SUBSTANCIALMENTE A PARTICIPAÇÃO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS
NA MATRIZ ENERGÉTICA GLOBAL

BRASIL E MEIO AMBIENTE


DESPERTADA EM ESTOCOLMO EM 1972, A AGENDA AMBIENTAL GLOBAL ATINGIU SEU
PONTO CULMINANTE NO RIO DE JANEIRO, VINTE ANOS DEPOIS, NA CONFERÊNCIA DAS
NAÇÕES UNIDAS PARA O MEIO AMBIENTE E O DESENVOLVIMENTO EM 1992, A RIO-92.
NESTA QUE FOI A CÚPULA DA TERRA, FORAM LANÇADAS AS BASES PARA UMA NOVA
CONCEPÇÃO DE DESENVOLVIMENTO, COM UM NOVO CLIMA DE COOPERAÇÃO
INTERNACIONAL, COMO PODE SER OBSERVADO A PARTIR DA ADOÇÃO DE CONVENÇÕES
COMO A DE DIVERSIDADE BIOLÓGICA E A DE MUDANÇAS CLIMÁTICAS. A RIO-92
CONTRIBUIU AINDA PARA CONSOLIDAR A PERCEPÇÃO DA SOCIEDADE PARA A
INTERDEPENDÊNCIA ENTRE AS DIMENSÕES AMBIENTAIS, SOCIAIS, CULTURAIS E ECONÔMICAS
DO DESENVOLVIMENTO.

A PERCEPÇÃO SOBRE OS DESAFIOS AMBIENTAIS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL


NA RIO-92 FORAM REFLETIDOS TAMBÉM NAS AÇÕES CONCRETAS QUE LEVARAM À "NOVA"
AGENDA GLOBAL ESTABELECIDA NA CONFERÊNCIA
MEIO AMBIENTE DEVE SER COMPREENDIDO COMO PARTE FUNDAMENTAL PARA O ALCANCE
DA EFETIVAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS, VISTO QUE O DIREITO À VIDA E AO AMBIENTE
ECOLOGICAMENTE EQUILIBRADO SÃO PEÇAS-CHAVE PARA SE CONSEGUIR UMA QUALIDADE
DE VIDA COMUM A TODOS E PARA O ALCANCE DA DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA.

A PROTEÇÃO DO MEIO AMBIENTE É FATOR DECISIVO PARA A CONSOLIDAÇÃO DOS DIREITOS


HUMANOS, EM QUE OS INDIVÍDUOS PRECISAM DA NATUREZA PARA SE DESENVOLVEREM
PLENAMENTE EM SUA CONDIÇÃO DE VIDA

SEM O MEIO AMBIENTE NÃO HÁ VIDA. PORTANTO, BUSCAR MECANISMO DE PROTEÇÃO PARA
A NATUREZA É A FORMA MAIS SENSATA DO SER HUMANO SE PROTEGER, BEM COMO
GARANTIR QUE OUTRAS PESSOAS NO FUTURO TENHAM ESSA MESMA OPORTUNIDADE, OU
SEJA, GARANTINDO ESSE DIREITO ÀS PRÓXIMAS GERAÇÕES.
SOBRENOME, Nome do autor. Título do resumo. Local: Editora, ano. _p*.