Sie sind auf Seite 1von 5
Aplicação do Método Newton-Raphson para determinar tensões principais do Círculo de Mohr Divisão Temática DT

Aplicação do Método Newton-Raphson para determinar tensões

principais do Círculo de Mohr

Divisão Temática

DT 4 - Processos produtivos, tecnologias e tendências para o presente e o futuro

Autor: L. COSTA CANDIDO DA SILVA 1 .

INSTITUTO FEDERAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA

(IFSC)- Campus Criciúma.

Resumo:

Apresenta-se neste artigo a aplicação do método de Newton-Raphson para a determinação das tensões principais em um elemento estrutural. Visto que atualmente necessita-se de rapidez e precisão nos projetos, desenvolveu-se um algoritmo na ferramenta computacional MatLab com a finalidade de encontrar as raízes de uma função, sendo estas raízes as tensões principais para posteriormente realizar análises estruturais através do círculo de Mohr.

Palavras-chave: Newton-Raphson; Tensões; MatLab.

1 Aluno: Leonardo Costa Candido da Silva [Engenharia Mecatrônica] leonardocosta1947@hotmail.com.

Introdução Hoje, para elaboração de projetos no ramo da engenharia tem-se uma grande cobrança em

Introdução

Hoje, para elaboração de projetos no ramo da engenharia tem-se uma grande cobrança em torno da qualidade e do tempo, pode-se dizer que a economia de tempo junto com um projeto de qualidade gera economia de dinheiro. Sendo assim, ao planejar suas ideias e procedimentos, os profissionais devem buscar formas eficientes e práticas para resolver seus problemas, gerando assim uma forma de realizar suas análises maximizando seu tempo e melhorando seus resultados. Visto que uma grande parte dos projetos de engenharia são dimensionados de forma a garantir a segurança de todos, tomamos por base a importância de levar em consideração todas as variáveis que possam vir a interferir de alguma forma na realização e/ou no funcionamento deste depois de pronto. Visando o tema deste artigo, direcionamos estas variáveis para a análise das estruturas, da resistência e dos esforços que irão atuar nos componentes dos sistemas projetados, mais especificamente, como uma resultante destes itens citados as tensões que atuarão nos corpos, verificando assim segurança e

a viabilidade deste projeto. Para Hibbeler (2004), a resistência dos materiais é o ramo da mecânica que estuda as relações entre cargas que são aplicadas a um corpo deformável externamente, e a intensidade em que as forças internas atuam, abrangendo o cálculo das deformações do corpo e o estudo da sua estabilidade, quando submetido a solicitações externas, sendo que segundo o autor o conceito de tensão é a intensidade da força ou força por unidade de área, que age perpendicularmente a uma determinada área. Partindo da importância destes conceitos, a análise destas variáveis pode demandar muito tempo e que quando realizado de forma manual está sujeito a muitos erros devidos sua complexidade. Sendo assim, existem formas auxiliares de analisar estas tensões, o que muitas vezes pode ser mais fácil de visualizar

e consequentemente utilizá-lo. Uma destas formas é a determinação do círculo

de Mohr, que é definido como uma forma gráfica para resolver e analisar um estado de tensões. Ainda, segundo Hibbeler (2004), essa abordagem nos permite ‘visualizar’ qual será a variação dos componentes de tensão normal e tensão de cisalhamento à medida que o plano em que agem é orientado em diferentes direções. O círculo de Mohr é feito através das raízes de uma equação que é desenvolvida através das dimensões e as cargas que estão atuando em um elemento estrutural, raízes estas que serão as tensões principais utilizadas para determinar o círculo, possibilitando assim análises posteriores. A aplicação deste método é de extrema importância, levando em consideração a necessidade de exatidão nos cálculos, sendo assim, analisou-se que a extração das tensões principais da equação citada anteriormente pode ser um empecilho, visto que esta poderá ser um polinômio de grau elevado o que torna a obtenção das raízes algo demorado e complexo. Sendo assim, afim de facilitar este cálculo para obter as tensões principais, buscou-se nos métodos numéricos e computacionais um jeito de potencializar este procedimento, onde realiza-se a aplicação de um programa computacional, com a finalidade de obter as raízes desta equação independente do grau do polinômio e de sua

* Citação do mesmo autor, porém de página diferente.

complexidade alterando apenas alguns itens neste código e adequando-os a cada caso particular. Ao analisar

complexidade alterando apenas alguns itens neste código e adequando-os a cada caso particular. Ao analisar as literaturas e pesquisar nos meios eletrônicos, determinou- se que o método mais apropriado para esta aplicação será o método de Newton- Raphson, onde este procedimento irá determinar as raízes da função através de uma aproximação a partir da intersecção da tangente à curva em um ponto inicial com o eixo das abscissas. Em outras palavras, determina-se um ponto de partida e este método irá “percorrer” a função até encontrar uma raiz. O método de Newton-Raphson é calculado através da subtração do valor do ponto com a razão entre a função neste ponto e derivada neste mesmo ponto, o resultado desta conta será o “novo” ponto, que quando levado em consideração ao ponto anterior é possível determinar um erro, o que quando este cálculo é realizado várias vezes, este erro vai diminuindo e o resultado desta equação vai convergindo para o valor da raiz. Este é um método onde seu cálculo é realizado por aproximação, sendo assim são realizadas iterações até chegar ao resultado desejado. Utilizou-se então o método de Newton-Raphson para determinação das tensões principais em um elemento estrutural, esta aplicação foi realizada através do programa computacional MatLab, ferramenta a qual possibilita a realização de cálculos implementação de algoritmos matemáticos. Desta forma, visualizou-se a aplicação de uma ferramenta computacional com um método numérico e realizou-se o cálculo das tensões principais para o círculo de Mohr de uma forma mais rápida e eficiente, o que gerou grande economia de tempo e precisão nos resultados.

Procedimentos metodológicos

Para desenvolvimento desta aplicação dos métodos numéricos e computacionais, procurou-se no livro Resistência dos Materiais 7ª edição, (R.C. Hibbeler) exercícios onde era necessário a obtenção das tensões principais para posteriormente reproduzir o círculo de Mohr. Sendo assim, resolveu-se estes exercícios de forma manual com a finalidade de comparar com os resultados obtidos posteriormente com o algoritmo desenvolvido no MatLab que segundo MatWorksProducts (2017) trata-se de um software interativo de alta performance voltado para o cálculo numérico. O MatLab integra análise numérica, cálculo com matrizes, processamento de sinais e construção de gráficos em ambiente fácil de usar onde problemas e soluções são expressos somente como eles são escritos matematicamente, ao contrário da programação tradicional. Feito isso pesquisou-se a respeito dos métodos de obtenção de raízes até que se estudou o método de Newton-Raphson, onde verificou-se a possibilidade e sua efetividade para esta aplicação, e por ser um método onde necessita-se apenas de um ponto inicial, escolheu-se pelo fato de não se saber em qual intervalo está localizada a raiz da função, possibilitando desta forma colocar um número muito longe da raiz, por exemplo -100 000 000, que este método iria percorrer toda a função até encontrar a raiz desejada.

Com estes parâmetros definidos aprofundou-se as pesquisas no método de Newton-Raphson, onde este é calculado

Com estes parâmetros definidos aprofundou-se as pesquisas no método de Newton-Raphson, onde este é calculado pela equação I. Sendo que é

ponto inicial definido pelo utilizador, +1 será o novo ponto depois de realizada

a primeira iteração e posteriormente, quando realizado outras iterações irá ser a

raiz a qual deseja-se encontrar, ( ) será o ponto substituído na função a qual

deseja-se encontrar as raízes e por fim, ′( ) será a derivada desta mesma função com o ponto substituído.

+1 = ( )

′( )

Equação I

Desta forma, foi iniciado o desenvolvimento do algoritmo, onde definiu-se

a função que irá ser utilizada, a derivada desta função e requisitou ao operador

um ponto de partida, feito isso bastou implementar um laço de repetição para que o programa calculasse com base na equação I, um novo ponto, até que fosse encontrada a primeira raiz, após este cálculo definiu-se uma condição para que continuasse “percorrendo” a função até achar as próximas raízes. Testou- se assim sua efetividade, comparando com os valores obtidos de forma manual através dos exercícios, onde foi possível perceber que em poucas iterações já foi possível obter o valor da primeira raiz, o que comprovou o estudado nas literaturas que afirmava que este era um método “rápido” para obtenção de raízes de uma função.

Resultados e discussões

Foi possível verificar a veracidade do método de Newton-Raphson através de comparações realizadas com exercícios resolvidos manualmente, e junto desta comprovação verificou-se melhor precisão dos resultados alcançados. Para demonstração dos resultados, foi utilizado um exercício que através dos dados fornecidos chegou-se à função I.

() = 3

66,7. 2 − 4324,34. + 219179,31 Função I

Utilizando formas matemáticas e gráficas encontrou-se os valores para as raízes de -61,5 MPa; 40,7 MPa; 87,5 MPa, sendo MPa = Mega Pascal=× 10 6 , unidade de tensão. E para comparar e testar a funcionalidade do algoritmo utilizou função I novamente, e derivada da mesma que é demonstrada na função II.

′() = 3,0. 2 − 133,40.

− 4324,34 Função II

Não sabendo quais valores seriam obtidos através do cálculo desenvolvido sem auxílio dos métodos computacionais, estipulou-se um valor inicial de -1000, para que assim, o método de Newton-Raphson percorresse toda

a curva até encontrar o valor que intercepta o eixo, sendo este o valor da raiz. Feito isso, com um com erro de 1%, chegou-se para primeira raiz o valor de

-61,5159 MPa; para segunda raiz o valor de 40,7230 MPa e para a terceira e

-61,5159 MPa; para segunda raiz o valor de 40,7230 MPa e para a terceira e última raiz o valor de 87,4929 MPa. Desta forma foi possível comprovar a veracidade do método de Newton- Raphson e o aplicar de forma eficiente para determinação das tensões principais, consequentemente gerando uma grande economia de tempo e fornecendo resultados de forma mais precisa comparado aos métodos manuais.

Considerações finais

Considerando que o objetivo desta aplicação do método de Newton-

Raphson era gerar uma forma mais rápida e efetiva de encontrar as tensões

principais, pode-se concluir que se obteve sucesso, visto que se utilizou de uma

ferramenta a qual trouxe grande comodidade e qualidade no momento de buscar

estes valores.

Vale citar que é de extrema importância a precisão nestes cálculos, que

algumas casas decimais podem ter grande influência nos resultados finais, e que

a nível industrial exige-se rapidez, praticidade, qualidade e precisão no

desenvolvimento de projetos, sendo assim percebe-se que as ferramentas e

métodos computacionais são itens que vão agregar muito valor aos projetos e

análises realizadas por profissionais destas áreas.

Os métodos numéricos e computacionais são ferramentas de grande

utilidade para resolução de problemas físicos do cotidiano, acrescentando muito

ao projeto visto que essas técnicas que podem ser aplicadas a várias situações

gerando assim melhores resultados.

Referências

HIBBERLER, Charles Russell. Introdução. In: HIBBERLER, Charles Russell. Resistência dos materiais. São Paulo: Person Education do Brasil Ltda, 2010, p.1.

HIBBERLER, Charles Russell. Tensão Normal. In: HIBBERLER, Charles Russell. Resistência dos materiais. São Paulo: Person Education do Brasil Ltda, 2010, p.14.

em:

https://la.mathworks.com/products/matlab.html /Acesso em: 17 de junho de

2019.

MathWorks. MATLAB.

Disponível