Sie sind auf Seite 1von 7

Universidade de Fortaleza

Curso: Engenharia Civil

Disciplina: Mecânica dos Solos

Prof.: Carla Beatriz Costa de Araújo, Mestre em Geotecnia

2ª Lista de Exercícios

1. Um bloco indeformado de argila de volume igual a 1cm³, com peso especifico total igual 18,5 kN/m³ e umidade igual a 15% apresentou o peso especifico das partículas igual a 27,0 kN/m³. Para esta amostra, determine:

a) Peso específico seco;

b) Índice de vazios,

c) Porosidade;

d) Grau de saturação;

e) Peso específico saturado;

f) Peso específico submerso.

2. De um corte de solo natural são removidos 17.000 m 3 com índice de vazios 1,25. Quantos m 3 de aterro, com um índice de vazios de 0,85 poderão ser construídos com esse solo?

3. Sabendo-se que o peso específico do solo, a uma umidade higroscópica de 6%, é igual 18 kN/m³, e o peso específico das partículas é igual a 27,3 kN/m³. Determine:

a) Peso específico do solo seco;

b) Porosidade;

c) Índice de vazios;

d) Grau de saturação.

4. Uma amostra de solo úmido, com volume de 598 cm 3 apresentou massa de 1010 g, que

passou para 918 g após secagem em estufa a 105ºC. Sabendo que o peso específico dos sólidos é igual a 26,7 kN/m³, calcular:

a) Índice de vazios da amostra natural;

b) Porosidade da amostra natural;

c) Umidade da amostra natural;

d) Grau de saturação da amostra natural;

e) Peso específico da amostra natural.

5. Uma amostra de um solo argiloso tem um volume de 1000 cm³ e uma massa de 1843g. Esta amostra foi levada à estufa, e após a secagem ele apresentou uma massa de 1457g. Sendo a sua densidade de suas partículas igual a 2,65, determine:

a) O peso específico seco, o teor de umidade e o índice de vazios da amostra no seu estado

original.

b) Admitindo que a amostra esteja saturada e o seu índice de vazios constante, calcule o

teor de umidade e seu índice de vazios.

6. Em uma amostra de uma areia foi determinado uma porosidade de 41%, uma densidade de suas partículas de 2,65 e um grau de saturação de 60%, calcule:

a) Teor de umidade

b) Peso específico ;

c) Peso específico seco d ;

d) Peso específico saturado sat ;

e) Peso específico submerso sub ;

7. Um corpo de prova cilíndrico de um solo argiloso tinha uma altura de 12,5cm, diâmetro

de 5,0cm e sua massa era de 478,25g, a qual, após secagem, passou a 418,32g. Sabendo-se que a massa específica dos sólidos é 2,70 g/cm³, determinar:

a) Massa específica seca;

b) Índice de vazios;

c) Porosidade;

d) Grau de saturação;

e) Teor de umidade.

8. Determinar os pesos específicos correspondentes das camadas de solo do perfil do subsolo, esquematizado a seguir:

de solo do perfil do subsolo, esquematizado a seguir: *Onde está escrito no perfil  s

*Onde está escrito no perfil s entenda-se g

9. (Pinto, 2002) Para se construir um aterro, dispõe-se de uma quantidade de terra, que é chamada pelos engenheiros de “área de empréstimo”, cujo volume foi estimado em 3.000 m³. Ensaios mostraram que o peso específico natural é da ordem de 17,8 kN/m³ e que a umidade natural é de cerca de 15,8%. O projeto prevê que no aterro o solo seja compactado com uma umidade de 18%, ficando com um peso específico seco igual a 16,8 kN/m³. Que volume de aterro é possível construir com o material disponível e que volume de água deve ser acrescentado?

10. Seja a seção da barragem seguinte:

Os materiais a serem empregados na construção da barragem devem ser aplicados, ou compactados, sob
Os materiais a serem empregados na construção da barragem devem ser aplicados, ou compactados, sob

Os materiais a serem empregados na construção da barragem devem ser aplicados, ou compactados, sob as seguintes condições:

a) Cascalho compactado:

  d = 21,3 kN/m³;

w = 7,5 %.

b) Núcleo argiloso:

  d = 17.37 kN/m³;

w = 17,1 %.

c) Filtro de areia:

  d = 19,8 kN/m³;

w = 9,5 %.

As condições dos materiais nas jazidas são:

a) Cascalho natural:

 = 17,0 kN/m³;

w = 2,5 %.

b) Argila para o núcleo argiloso:

 = 14,0 kN/m³;

w = 6,0 %.

c) Areia para filtro:

 = 18,0 kN/m³;

w = 3,0 %.

Com base nestas informações calcule:

a) O volume de cada material a ser executado em sua correspondente jazida, para

executar 1 m de comprimento da barragem cuja a seção transversal foi mostrada

anteriormente;

b) A quantidade de água necessária para a execução do trecho da barragem descrito no

item a);

c) O índice de vazios dos materiais constituintes do corpo da barragem, a sua

porosidade e o seu grau de saturação.

11. (Pinto, 2002) Moldou-se um corpo-de-prova cilíndrico com altura igual a 9,0 cm e com diâmetro igual a 3,57 cm, que apresentou uma massa igual a 173, 74 g. Determine a massa específica natural do solo, e o seu peso específico natural.

12. Uma jazida a ser empregada numa barragem de terra tem peso específico seco médio de 18 kN/m³. Um aterro com 200.000 m³ deverá ser construído com peso específico médio de 19,5 kN/m³. A umidade do solo do solo foi determinado como w = 10% e o peso específico das partículas g = 26,5 kN/m 3 . Determinar:

a) O volume de solo a ser escavado na jazida para se obter os 200.000 m 3 para o aterro;

b) O peso do solo úmido a ser escavado, em toneladas

c) O peso do solo seco a ser escavado, em toneladas

13. Deseja-se construir uma aterro com material argiloso com seção de 21 m 2 e 10 km de comprimento, com índice de vazios de 0,7. Para tanto, será explorada uma jazida localizada a 8,6 km de distância do eixo do aterro cujos ensaios indicaram: w = 30%; n = 28,5% ( amostra indeformada); n = 44,5% (amostra amolgada); g = 26 kN/m 3 .

Com base nestas informações, determinar:

a) Quantos metros cúbicos de material deverão ser escavados na jazida para construir o aterro;

b) Quantas viagens de caminhão – caçamba com 6 m 3 de capacidade serão necessárias para a execução do aterro.

14. (Pinto, 2002) Deseja-se comparar duas areias utilizadas em duas fases distintas de uma obra. A areia A apresentava um índice de vazios igual a 0,72 e a areia B, um índice de vazios igual a 0,64. É possível com base nestas informações dizer qual das duas areias encontra-se mais compacta?

15. (Pinto, 2002) Para determinar o índice de compacidade relativa de uma areia, que apresentava, no estado natural, uma massa específica seca de 1,71 g/cm³, foram realizados ensaios para determinar seus estados de máxima e mínima compacidade. Para se determinar a máxima compacidade, a areia foi colocada num cilindro, que tem 10 cm de diâmetro e 12,76 cm de altura, e o conjunto foi fixado numa mesa vibratória, com uma sobrecarga de 10 kg. Após a vibração, determinou-se que a areia apresentou uma massa específica seca igual a 1,78 g/cm³. Para a determinação da mínima compacidade, a areia seca foi colocada dentro de um molde, por meio de um funil, fazendo-se que a altura de queda nunca ultrapassasse 1 cm. Após preenchido o molde, e pesado, verificou-se que a massa específica seca da areia era de 1,49 g/cm³. Com base nestes dados:

a) Determine o grau de compacidade da areia.

b) Qual o estado desta areia?

16. (Pinto, 2002) Uma amostra de argila foi retirada de 2,0 m de profundidade num terreno de várzea nas margens do rio Tietê, em S. Paulo, com densidade relativa dos grãos igual a 2,65, estando abaixo do nível d’água. Sua umidade natural é de 95%. Estime, só com estas informações, o índice de vazios do solo natural, sendo este um problema que aparece com freqüência na prática da engenharia.

17. O solo de uma jazida para uso de obra de terra foi analisado em laboratório e apresentou as seguintes características: LL = 53 %, LP = 24 % e h = 30 %.

Determinar:

a) O Índice de Plasticidade;

b) O Índice de Consistência

c) Classificar o solo em função do Índice de Consistência.

18. (Sousa Pinto, 2002) Ensaios de caracterização de dois solos indicaram que o solo A tinha LL = 70 % e IP=30 %, enquanto que o solo B tinha LL = 55 % e IP = 25 %. Amostras destes dois solos foram amolgadas e água foi adicionada de forma que os dois ficassem com o teor de umidade de 45%. È possível prever qual dos dois solos ficará mais consistente neste teor de umidade?

19. Uma amostra de solo foi analisada em laboratório encontrando-se um limite de liquidez de 34% e um limite de plasticidade de 25%. A granulometria apresentada pelo material encontra-se mostrada na figura seguinte. Diante destes resultados, classifique o solo segundo o sistema unificado (SU) e o sistema rodoviário (HRB).

CURVA GRANULOMÉTRICA

100 90 80 70 60 50 40 30 20 10 0 PERCENTAGEM QUE PASSA (%
100
90
80
70
60
50
40
30
20
10
0
PERCENTAGEM QUE PASSA (%

0,001

0,01

0,1

1

DIÂMETRO DOS GRÃOS (mm)

10

100

20. Os dados seguintes foram obtidos para um material destinado a execução de uma pequena barragem. Com base nas informações obtidas a partir de ensaios de granulometria e dos limites de Atterberg, e levando em consideração as recomendações sugeridas por Vieira et al. (1996) apresentadas na tabela seguinte:

a) Classifique o solo;

b) Quais as principais propriedades que se pode esperar deste material?

120 100 80 60 40 20 0 % que passa
120
100
80
60
40
20
0
% que passa

0,01

0,1

1

Diâmetro (mm)

10

Dados necessários: LL = 29%; LP = 21%.

100

Vieira et al. (1996) 21. A Figura abaixo representa um maciço constituído por três camadas

Vieira et al. (1996)

21. A Figura abaixo representa um maciço constituído por três camadas terrosas sobrejacentes a um maciço rochoso granítico. O nível do lençol freático coincide com a superfície de separação das duas primeiras camadas. O Quadro 2 contém elementos quanto à origem e outros parâmetros físicos dos três solos e a figura seguinte mostra as respectivas curvas granulométricas.

0.00

seguinte mostra as respectivas curvas granulométricas. 0.00 A -8.00 B -18.00 C variável Granito muito

A

-8.00

A -8.00 B -18.00 C variável

B

-18.00

A -8.00 B -18.00 C variável

C

variável

0.00 A -8.00 B -18.00 C variável Granito muito alterado Solo Origem  smax (kN/m

Granito muito alterado

Solo

Origem

smax

(kN/m 3 )

smin

(kN/m 3 )

e

g

(kN/m 3 )

1

Solo residual

(*)

(*)

0,55

26,1

2

Solo sedimentar

21,5

13,5

0,31

26,0

3

Solo sedimentar

18,4

13,0

0,90

26,0

100 I 90 II III 80 70 60 50 40 30 20 10 0 Porcentagem
100
I
90
II
III
80
70
60
50
40
30
20
10
0
Porcentagem passando

0,001

0,01

Com base nestas informações:

0,1

1

Diâmetro das partículas (mm)

10

100

a) Determine a Densidade Relativa, DR, dos solos 2 e 3.

b) Faça a correspondência entre os solos 1, 2 e 3 do quadro e as camadas A, B e C da Figura . Isto é, diga que camada corresponde a cada um dos solos do quadro.

c) Faça a correspondência entre os solos 1, 2 e 3 do quadro e as curvas granulométricas I, II e III das curvas granulométricas. Isto é, diga que curva corresponde a cada um dos solos do quadro.

d) Qual dos solos do quadro, independentemente da sua localização, escolheria para a construção de um aterro de elevada resistência e reduzida deformabilidade?