Sie sind auf Seite 1von 72

SAP PROFESSIONAL 2.

APOSTILA SAP PROFESSIONAL 2.0


(Prática #2)
Versão 1.1
MM – PP – SD – FI - CO

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 1
SAP PROFESSIONAL 2.0

ÍNDICE

1. ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS (MM) ................................................................................................... 4


1.1. CRIAR UM NOVO MATERIAL ............................................................................................................................ 4
1.1.1. CRIANDO UM REGISTRO DE MATERIAL ........................................................................................... 4
1.1.2. NAVEGANDO E ENTRANDO OS DADOS NAS VISSÕES ............................................................. 6
1.2. CRIAR UM PEDIDO DE COMPRAS DE MATERIAL PARA ESTOQUE ............................................. 8
1.2.1. CRIANDO UMA ORDEM DE COMPRAS E EXIBINDO O HISTÓRICO ................................... 8
1.3. RECEBER MERCADORIAS COM PEDIDO DE COMPRAS ................................................................... 12
1.3.1. ENTRADA DE MERCADORIA COM REFERÊNCIA A UMA ORDEM DE COMPRAS ......... 12
1.4. VERIFICAR FATURA EM LOGÍSTICA ......................................................................................................... 14
1.4.1. ENTRANDO COM A FATURA DO FORNECEDOR ........................................................................... 15
2. PLANEJAMENTO DA PRODUÇÃO (PP)...................................................................................................... 19
2.1. PREPARAR MESTRE DE MATERIAIS PARA A PRODUÇÃO ............................................................. 19
2.1.1. REVISANDO O CADASTRO DE MESTRE DE MATERIAIS ......................................................... 19
2.2. EXIBIR LISTA TÉCNICA DE MATERIAL ................................................................................................... 22
2.2.1. EXIBINDO A LISTA TÉCNICA ................................................................................................................ 22
2.2.2. EXIBINDO OS COMPONENTES DE UM COMPONENTE DO MATERIAL. .......................... 23
2.2.3. EXIBINDO OS TEMPOS DE PRODUÇÃO DO MATERIAL .......................................................... 24
2.3. CRIAR UMA ORDEM DE PLANEJAMENTO POR DEMANDA DE UMA ORDEM DE VENDA 25
2.3.1. EXIBINDO A NECESSIDADE DO MATERIAL .................................................................................. 25
2.3.2. CRIANDO UMA ORDEM DE VENDAS .................................................................................................. 26
2.3.3. EXIBINDO A NECESSIDADE DO MATERIAL .................................................................................. 29
2.3.4. EXECUTANDO O MRP ................................................................................................................................. 31
2.3.5. EXIBINDO A NECESSIDADE DO MATERIAL .................................................................................. 32
2.4. EXIBIR UMA ORDEM PLANEJADA .............................................................................................................. 33
2.5. CONVERTER UMA ORDEM PLANEJADA EM UMA ORDEM DE PRODUÇÃO. ........................... 35
2.5.1. AVALIANDO A LISTA DE NECESSIDADE DE MATERIAL ........................................................ 35
2.5.2. CRIANDO UMA ORDEM DE PRODUÇÃO ........................................................................................... 36
3. PROCESSO DE VENDA E DISTRIBUIÇÃO (SD) .................................................................................... 40
3.1. ETAPAS PRELIMINARES (TEORIA – NÃO EXECUTAR NO SIMULADOR) .............................. 40
3.2. ENTRADA DE ORDENS DO CLIENTE .......................................................................................................... 42
3.2.1. CRIAR ORDEM DE VENDAS: ................................................................................................................... 42
3.3. EXIBINDO O ORDEM DE VENDAS ............................................................................................................... 43
3.4. PROCESSAMENTO DA REMESSA.................................................................................................................. 45
3.5. REGISTRAR SAÍDA DE MERCADORIAS ................................................................................................... 47
3.6. FATURAMENTO (PROCESSOS DE FI)........................................................................................................ 49

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 2
SAP PROFESSIONAL 2.0

3.7. NOTA FISCAL (PROCESSOS DE FI) ........................................................................................................... 51


3.8. ESTORNOS ............................................................................................................................................................... 53
3.9. RELATÓRIOS ........................................................................................................................................................... 55
4. CONTABILIDADE FINANCEIRA (FI) ......................................................................................................... 56
4.1. EXIBIR INFORMAÇÕES SOBRE O PLANO DE CONTAS ................................................................... 56
4.1.1. EXIBINDO O PLANO DE CONTAS ........................................................................................................ 56
4.1.2. LOCALIZANDO UMA CONTA ESPECÍFICA ...................................................................................... 57
4.2. EXIBIR UMA PARTIDA EM ABERTO DE FORNECEDOR ................................................................... 58
4.2.1. VISUALIZANDO UMA CONTA EM ABERTO DE UM FORNECEDOR ..................................... 59
4.2.2. LANÇANDO O PAGAMENTO DO FORNECEDOR ............................................................................ 60
5. CONTABILIDADE DE CUSTOS (CO) ........................................................................................................... 64
5.1. CRIAR UM CENTRO DE CUSTO ..................................................................................................................... 64
5.1.1. CRIANDO UM NOVO CENTRO DE CUSTO (DADOS INICIAIS) ............................................ 64
5.1.2. CRIANDO UM CENTRO DE CUSTO (DADOS MESTRE) ............................................................. 66
5.2. PROCESSAR FATURA DE FORNECEDOR E EXIBIR CENTRO DE CUSTO ................................. 67
5.2.1. ENTRAR AS INFORMAÇÕES INICIAIS PARA CRIAR UMA ORDEM .................................. 67
5.2.2. EXIBIR SALDO DE CENTRO DE CUSTO ............................................................................................ 71

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 3
SAP PROFESSIONAL 2.0

1. ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS (MM)

1.1. Criar um novo Material

Ø Objetivos da Atividade:

ü Criar um novo material no cadastro mestre de material.

Ø Conceitos Envolvidos:
ü Dados mestre de materiais contém as informações que são armazenadas por um longo
período de tempo. São armazenadas centralmente e usadas e processadas para diversas
aplicações, previnindo redundância de iinformações dentro do sistema.

1.1.1. Criando um registro de material

Nesta tarefa você vai criar um novo material utilizando os dados mostrados abaixo.

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código da transação

Caminho do menu: Menu SAP -> Administração de Materiais ->


Dica Mestre de Materiais -> Material -> Criar -> Imediatamente (MM01)

b) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Material Chave alfanumérica que identifica o material univocamente.

Insira o código de sua preferência, exemplo: MDL01


Setor Industrial Setor de atividade industrial ao está associado o objeto do
SAP.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 4
SAP PROFESSIONAL 2.0

Exemplo: Engenharia Mecânica


Tipo Material Tipo de material ao qual o material está associado, como
material para consumo, matéria-prima, revenda, etc.

Exemplo: Mat.aux/de consumo

c) Clique em ou para confirmar selecionar as visões que você deseja


cadastrar.

d) Clique em “Compras” para selecionar a visão de compras.

e) Clique em “Dds.gerais centro/armazen.1” para selecionar a visão de


centro/armazenamento.

f) Clique em “Contabilidade 1” para visualizar os dados de contabilidade financeira.

g) Clique em para confirmar o código da transação que finaliza a sessão.

h) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Centro Chave que identifica univocamente um centro.

Exemplo: 1000
Depósito Número do depósito no qual o material é armaenado. Dentro
de um centro podem existir um ou mais depósitos.

Exemplo: 1050

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 5
SAP PROFESSIONAL 2.0

i) Clique em para confirmar os dados entrados

Agora você já selecionou as visões eu você vai exibir e eventualmente entrar com os
dados. O cadatro está pronto para receber os dados do registro de material.

1.1.2. Navegando e entrando os dados nas vissões

Nesta tarefa você vai navegar através das visçóesselcecionadas preechendo com os dados
necessários para criação do material para o exercício.

a) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Material Chave alfanumérica que identifica o material univocamente.

Código informado no exercício anterior Exemplo: MDL01


Nome do Material Texto com até 40 posições que descreve o material mais
detalhadamente. O texto breve de material é a denominação
do material.

Insira um novo nome do produto de sua preferência.

Exemplo: Rolamento
Unid. Medida básica Unidade de medida, na qual os estoques do material são
listados. Na unidade de medida básica, o sistema converte
todas as quantidades que são entradas em outras unidades
de medida (unidades de medida alternativa)

Exemplo: PC

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 6
SAP PROFESSIONAL 2.0

Grupo de Chave que determina um comprador ou um grupo de


Compradores compradores responsáveis por certas atividades de compras.
Um grupo de compras é responsável por: Fazer o suprimento
de um material ou classe de materiais, além de ser o canal de
negociação com os fornecedores.

Exemplo: 001
Grupo de Chave que é utilizada para agrupar vários matéria ou
Mercadorias prestações de serviços com as mesmas características a
atribuí-los a um determinado grupo de mercadorias.

Exemplo: YBT01

b) Clique em para confirmar os registros entrados, prosseguindo para a próxima visão.

c) Clique em para prosseguir para a próxima visão, sem preencher nenhum dado
adicional.

d) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Classe de Avaliação Valor proposto para a classe de avaliação para estoques
avaliados para este material.

Exemplo: 3030 (Materiais aux. E de cons.)


Controle de Preço Chave que determina como será o controle do preço do
material, por exemplo, se vai ser preço standart, por médio-
(apenas confirmar móvel, etc.
informação)
Exemplo: S
Preço Padrão Preço standard de um material.

O sistema lança diferenças de preços na entrada de mercadorias ou de


faturas (p.ex. preço de compra maior que preço standard) em contas de
diferenças de preços. Isto não influencia o preço standard.

Exemplo: 50,00

e) Clique em para salvar os dados entrados.

Clique em “OK”.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 7
SAP PROFESSIONAL 2.0

Observe que aoumaticamente os preços foram convertidos para outro tipo de moeda.

f) Novamente clique em para salvar os dados entrados.

Clique em “OK”.

O sistema exibe a mensagem “O material MDL01 é criado”

g) Você completou esta transação.

1.2. Criar um Pedido de Compras de Material para Estoque

Ø Objetivos da Atividade:

ü Criar uma ordem de compras para estoque.

Ø Conceitos Envolvidos:

ü Uma ordem de compras é uma requisição formal para um fornecedor para suprir de
produtos ou serviços a organização de acordo com as condições comerciais nesta
ordem estabelecida.

1.2.1. Criando uma ordem de compras e exibindo o histórico

Nesta tarefa você vai criar uam ordem de compras para estoque de material e exibir o
histórico desta ordem.

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código da transação.

Caminho do menu: Menu SAP -> Logistica -> Administração de


Dica Materiais -> Compras -> Pedido -> Fornecedor/centro fornecedor
conhecido (ME21N)

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 8
SAP PROFESSIONAL 2.0

Pode-se inserir uma ordem de compras sem referência ou com referência a uma
requisição de compras, requisição de cotação ou até mesmo outra ordem de compra.
Quando se entra com os dados do fornecedor para uma ordem de compras o sistema já
traz os dados do fornecedor para uma ordem de compras o sistema já tra os dados do
cadastro mestre de fornecedor como endereço, conta entre outros.

b) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Fornecedor Chave que determina univocamente uma conta de fornecedor
no sistema. Uma contas de fornecedor faz parte de um livro
razão especial e deve estar amarrada a uma conta de
reconciliação contábil.

Exemplo: 0000300000

c) Clique em , para expandir os campos com os dados de cabeça-lho.

d) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Org. Compras Denomina a organização de compras

Exemplo: 1000
Grp. Compradores Chave que determina um comprador ou um grupo de
compradores responsável por certas atividades de compras.
Um grupo de compras é responsável por fazer suprimento de
uma material ou classe de material, além de ser o canal de
negociação com os fornecedores.

Exemplo: 001

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 9
SAP PROFESSIONAL 2.0

Empresa Chave que identifica claramente uma empresa.

Exemplo: 1000

e) Clique em para confirmar os dados

Os dados da ordem de compra estão divididos em 3 componentes:


Cabeçalho – Contém as informações gerais
Síntesi dos Itens – Contem as informações dos vários itens de compras
Detalhe do Ítem – Contém as informações específicas de cada ítem.

f) Observe os dados da pasta “Dados Organiz”.

e clique em para expandir este componente.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 10
SAP PROFESSIONAL 2.0

g) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Material Chave alfanumérica que identifica o material univocamente.

Exemplo: MDL01
Qtd. pedido Quantidade a ser solicitada pelo encarregado de compras e
fornecida pelo fornecedor.

Exemplo: 10
Dt. remessa Data de remessa que é automaticamente proposta para o grupo de
remessa.

Exemplo: “Data atual”


Preço líquido Indica o preço líquido por unidade de preço

Exemplo: 50,00
Cen. Chave que define univocamente um centro.

Exemplo: 1000

Clique em para confirmar os dados entrados

Na aba “Brasil” NCM é a Nomenclatura Comum do MERCOSUL, que constitui a


insira o Nomenclatura Brasileira de Mercadorias baseada no Sistema
“Cód.NCM” Harmonizado (NBM/SH).
A tabela TIPI tem como base o NCM e pode ser encontrada so site
da Receita Federal do Brasil através do link
http://www.receita.fazenda.gov.br/Aliquotas/DownloadArqTIPI.htm

Exemplo: 0101.10.90 (Outros)

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 11
SAP PROFESSIONAL 2.0

h) Clique em para confirmar os dados entrados

i) Clique em para salvar as informações que você modificou.

Clique em “Gravar”.

j) Observe a mensagem:

k) Clique em .

1.3. Receber Mercadorias com Pedido de Compras

Ø Objetivos da Atividade:

ü Entrar com recibo de produtos com referência a uma ordem de compras e visualizar
um documento de material.

Ø Conceitos Envolvidos:

ü Entrada na mercadoria com referência a uma ordem de compras tem um número de


vantagens para empresa, como:
ü O ponto de recebimento pode checar se a entrega esta de acordo com os dados do
pedido de compra.
ü O histórico de compras é automaticamente atualizado como o resutado de entrega. O
departamento de compras pode emitir um aviso caso haja atraso na entrega.
ü Quando se faz o lançamento de entrada de mercadoria o sistema cria um documento
de material para inventário, contendo informações importantes para este setor. Além
de gravar dados como local de armazenagem para o material entrado.
ü As movimentações de estoques criam pelo menos um documento contábil que registra
o efeito do movimento de material para o valor do estoque.

1.3.1. Entrada de mercadoria com referência a uma ordem de compras

Nesta tarefa você vai fazer a entrada de mercadoria com referência a uma ordem de
compras.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 12
SAP PROFESSIONAL 2.0

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código da transação

Caminho do menu: Menu SAP -> Logistica -> Administração de


Dica Materiais -> Administração de Estoques -> Movimento de
Mercadorias -> para pedido -> MIGO (N. Pedido conhecido (MIGO))

b) Confirmar o campo para .

c) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Número do Pedido Número do pedido da ordem de compra gerada anteriomente.

Digite seu número. (Exemplo: 4500000000)

d) Clique em para buscar o pedido

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 13
SAP PROFESSIONAL 2.0

e) Clique em (OD é a abreviação da palavra “Onde” (em que centro/depósito) será


feito o recebimento).

f) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Depósito Número do depósito no qual o material é armazenado. Dentro
de um centro podem existir um ou mais depósitos.

Exemplo: 1050

g) Clique . Clique em para confirmar os dados entrados

h) Clique em para gravar os dados registrando a entrada de mercadoria

Clique em “OK”.

i) Você completou esta transação.

1.4. Verificar fatura em logística

Ø Objetivos da Atividade:

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 14
SAP PROFESSIONAL 2.0

ü Lançar e exibir uma fatura de fornecedor.

Ø Conceitos Envolvidos:

ü Em administração de materiais, o processo de compras é concluido pela verificação da


fatura, em que uma partida de crédito mesmo é lançada e o conteúdo e valor da
fatura é checado. Contudo pagamento e avaliação não fazem parte do processo de
verificação da fatura. As informações do processo de verificação de fatura passam
para outro departamento. Crie-se um link entre administração de materiais e
contabilidade externa ou interna.

1.4.1. Entrando com a fatura do fornecedor

Nesta tarefa você vai entrar com a fatura do fornecedor na sua empresa.

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código d transação.

Caminho do menu: Menu SAP -> Logistica -> Administração de


Dica Material -> Revisão de Faturas (Logística) -> Entrada de
Documento -> Criar fatura recebida (MIRO)

b) Entre com a empresa 1000 e clique .

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 15
SAP PROFESSIONAL 2.0

c) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Data da Fatura Indica a data de emissão do documento original

Exemplo: Insira a mesma data do documento de entrada de


materiais, ou seja, “09.03.2013”
Data do Lançamento Indica a data de lancçamento do documento original

Exemplo: Insira a mesma data do documento de entrada de


materiais, ou seja, “09.03.2013”
Referência O nº documento de referência pode conter o nº Documento
junto ao parceiro de negócios. Este campo também pode
estar preenchido de outra forma.

Coloque o número gerado


Exemplo: 5000000001
Montante Montante do item de documento na moeda do documento.

Exemplo: 500,00
Moeda Chave da moeda na qual os montantes são administrados no sistema.
(ao lado do
Montante) Exemplo: BRL (Real – Brasil)
Codigo do imposto Montante em moeda do documento para o pagamento de
imposto do mesmo.

Exemplo: S0 (SD: Sem Imposto)


Número do pedido de Número que identifica o documento “pedido de compras”.
compras Documento utilizado para comprar um material de fornecedor
ou serviços.

Isira o número de seu pedido de compras.


Exemplo: 4500000000

d) Clique em para confirmar os dados entrados.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 16
SAP PROFESSIONAL 2.0

e) Clique em para gravar a entrada da fatura com base no pedido de compras.

f) Flegar, , na linha do material para confirmar.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 17
SAP PROFESSIONAL 2.0

g) Novamente clique em para gravar a entrada da fatura com base no pedido de


compras.

h) Selecionar “Doc.faturamento -> Exibir” para exibir o documento de faturamento.

i) Para visualizar pedido e histórico, acessar transação “ME23N”.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 18
SAP PROFESSIONAL 2.0

2. PLANEJAMENTO DA PRODUÇÃO (PP)

2.1. Preparar Mestre de Materiais para a produção

Ø Objetivo da Atividade:

ü Modificar várias opções do cadastro mestre de materiais para ter certeza de que este
produto esta corretamente identificado como produto feito por encomenda (Make to
Order)

Ø Conceitos Envolvidos:

O sistema R/3 armazena as informações relevantes para engenharia, vendas, distribuição,


compras, agendamento e produção em cadastro de dados chamados de dados de material e
cadastro mestre de produtos. Estes cadastros têm o mesmo layout e estrutura, a única
diferença entre eles é a informação “Tipo de Material”. Alguns exemplos de tipo de material
são: produto acabado e material de consumo. Esses tipos são usados pela maioria das
aplicações no sistema SAP R/3.

2.1.1. Revisando o cadastro de mestre de materiais

Nesta tarefa você vai revisar o cadastro de mestre de materiais de um produto “make to
order”, modificando os dados de manufatura para completa-lo.

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do manu ou o código a transação.

Caminho do menu: Menu SAP -> Logistica -> Produção -> Dados
Dica Mestre -> Mestre de Materiais -> Material -> Modificar ->
Imediatamente (MM02)

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 19
SAP PROFESSIONAL 2.0

b) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Material Chave alfanumérica que identifica o material univocamente.

Exemplo: F226

c) Clique em ou em “Seleção de Visões” para selecionar as visões do cadastro a


serem exibidas.

d) Clique em “MRP 3” para selecionar a visão de manufatura (MRP).

e) Clique em para confirmar as visões selecionadas.

f) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Centro Chave que identifica univocamente um centro.

Exemplo: 1000

g) Clique em para confirmar as visões selecionadas.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 20
SAP PROFESSIONAL 2.0

O grupo de estratégia agrupa todas as estratégias que podem ser utilizadas por um
material em partícula. A estratégia de planejamento representa o procedimento usado
para planejar o material (ex. make-to-order ou make-to-stock).

h) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Grp.estratégia O grupo de estratégia agrupa as estratégias de planejamento
possíveis para um material. A estratégia de planejamento
representa o procedimento para o planejamento de um
material e é controlada tecnicamente através dos tipos de
necessidade.

Exemplo:

• Y6 (Make to Order)
• Y8 (Make to Stock)

i) Clique para confirmar os dados entrados.

j) Clique em “Sim” para abandonar o processamento.

k) Você completou esta transação.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 21
SAP PROFESSIONAL 2.0

2.2. Exibir Lista Técnica de Material

Ø Objetivo da Atividade:

ü Visualizar a lista técnica do material


ü Visualizar os componentes do material e seus respectivos tempos de fabricação.
Ø Conceitos Envolvidos:

ü A lista técnica do material no sistema SAP é utilizada para armazenar a estrutura do


material. A lista técnica utiliza o número do material. A lista técnica utiliza o número do
material e do documento como referência para o objeto que ela define.
ü Todas as aplicações que precisam da estrutura do material utilizam a lista técnica. Ela é
criada para os propósitos da produção dentro de um centro específico, podendo ser
estendido a outros centros.

2.2.1. Exibindo a Lista Técnica

Nesta tarefa você vai exibir a lista técnica do material especificado.

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código da transação

Caminho do menu: Menu SAP -> Logistica -> Produção -> Dados
Dica Mestre -> Lista Técnica -> Lista técnica de material -> Exibir (CS03)

b) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Material Chave alfanumérica que identifica o material univocamente.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 22
SAP PROFESSIONAL 2.0

Exemplo: F226
Util.List.Téc. Chave que determina qual a utilização do material

Exemplo: 1
Centro Chave que identifica univocamente um centro.

Exemplo: 1000

c) Clique em para confirmar os daods entrados.

Acima, os componentes que formam o material “F226”.

2.2.2. Exibindo os componentes de um componente do material.

Nesta tarefa você vai exibir as partes de um componente do material “F226”

a) Clique na linha do primeiro componente para seleciona-lo

b) Selecionar “Suplementos -> Exibir conjunto” para exibir maiores informações deste
componente.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 23
SAP PROFESSIONAL 2.0

c) Clique em “Avançar” para prosseguir.

Observe os componentes que formam o componente que você selecionou


anteriormente.

2.2.3. Exibindo os tempos de produção do material

a) Clique em “ ” para prosseguir.

b) Clique no nome do primeiro componente para selecioná-lo novamente.

c) Selecionar “Ambiente -> Exibir Material -> Geral” para exibir o cadastro deste material.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 24
SAP PROFESSIONAL 2.0

Nesta visão você tem acesso a todos os dados do material.

d) Você completou esta transação.

2.3. Criar uma Ordem de Planejamento por Demanda de uma Ordem de Venda

Ø Objetivo da Atividade:

ü Criar uma ordem planejada


ü Completar a execução do MRP que vai resultar na geração de uma ordem planejada

Ø Conceitos Envolvidos:

ü Ordens de produção são geralmente criadas a partir de ordens planejadas, Este é o


método padrão de trabalhar com MRPII. Você também pode criar uma ordem de
produção diretamente para um produto ou material. Quando você monta produtos
baseadas em uma ordem de vendas, o sistema automaticamente criar ordem de
montagem baseada na ordem de vendas.

2.3.1. Exibindo a necessidade do material

Nesta tarefa você vai exibir a necessidade do material “F226” no centro 1000.

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código da transação

Caminho do menu: Menu SAP -> Logistica -> Produção ->


Dica Planejamento de Necessidades -> Análises -> Lista Nec./estoque
(MD04)

b) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 25
SAP PROFESSIONAL 2.0

Nome do Campo Descrição


Material Chave alfanumérica que identifica o material univocamente.

Exemplo: “F226”
Centro Chave que identifica univocamente um centro.

Exemplo: 1000

c) Clique em .

Observe que já existe necessidade do material, mas mesmo assim na atividade posterior
gere mais necessidade do material através de um ordem de venda.

d) Digite “/N” na guia de transações.

2.3.2. Criando uma ordem de vendas

Nesta tarefa você vai criar uma ordem de vendas para gerar necessidade de material.

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código da transação.

Caminho do menu: Menu SAP -> Vendas e Distribuição -> Vendas -


Dica > Ordem -> Criar (VA01)

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 26
SAP PROFESSIONAL 2.0

b) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Tipo de Ordem Classificação que destingue os diferentes tipos de documentos
de vendas.

Exemplo: ORB
Organiz. de Vendas Uma unidade organizacional responsável pela venda e
distribuição de determinados produtos ou prestações de
serviço. A responsabilidade de uma organização de vendas
pode incluir a responsabilidade legal por produtos e o direito
de regresso do cliente.

Exemplo: 1000
Canal de Distribuição Canal através do qual as mercadorias ou prestações de
serviço chegam ao cliente. Um exemplo típico de canais de
distribuição é o comércio atacadista, o comércio varejista ou a
venda direta.

Exemplo: 10
Setor de Atividade Possibilidade de agrupamento de materiais, produtos e
prestações de serviço. Com base no setor de atividade, o
sistema determinará as áreas de vendas e distribuição e as
divisões, às quais está atribuído um material, produto ou
prestação de serviço.

Exemplo: 10

c) Clique em para confirmar os dados prosseguindo com a criação da ordem de


vendas.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 27
SAP PROFESSIONAL 2.0

d) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Emissor de Ordem Cliente que efetua o pedido de mercadorias ou de prestação
de serviço. O emissor da ordem assume a responsabilidade
contratual da ordem do cliente.

Exemplo: 100000
Receb.mercad. Parceiro que recebe o fornecimento de mercadorias.

Exemplo: 100000
N do Pedido Indica uma chave alfanumérica que indentifica unicamente
documento de compra.

Exemplo: 123456
Data Pedido Data proposta no qual o cliente está efetivando o pedido.

Exemplo: 19.01.2013
Data desej. REM Data proposta no qual o cliente deve receber o fornecimento
da sua mercadoria. A data é antecipada por um tipo de data
(02 dias após a Data (p.exe. um “D”) que controla a apresentação da data (dia,
Pedido) semana ou mês). A data proposta é exibida no cabeçalho do
documento.

Exemplo: 21.01.2013
Centro fornec. Centro do qual a mercadoria deve ser fornecida ao cliente.

Exemplo: “1000”
Material Chave alfanumérica que identifica o material univocmente.

Exemplo: “F226”
Quantidade da Quantidade da Ordem global (arredondada) para este ítem.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 28
SAP PROFESSIONAL 2.0

Ordem
Perguntar o instrutor a regra a acrescentar a quantidade.
Exemplo: “10”

e) Clique em para confirmar os dados.

f) Clique em “Salvar” registrando a ordem de vendas.

g) Em “Remessa Completa” clique para gerar as necessidades do material.

Clique em “OK”.

2.3.3. Exibindo a necessidade do material

Nesta tarefa você vai exibir a necessidade do material “F226” no centro 1000.

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código da transação

Caminho do menu: Menu SAP -> Logistica -> Produção ->


Dica Planejamento de Necessidades -> Análises -> Lista Nec./estoque
(MD04)

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 29
SAP PROFESSIONAL 2.0

b) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Material Chave alfanumérica que identifica o material univocamente.

Exemplo: “F226”
Centro Chave que identifica univocamente um centro.

Exemplo: 1000

c) Clique em .

Identifique a necessidade gerada por sua ordem de venda.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 30
SAP PROFESSIONAL 2.0

d) Clique em para deixar a transação.

2.3.4. Executando o MRP

Nesta tarefa você vai executar o Material Requirement Planning (MRP) para gerar a ordem
planejada.

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código da transação

Caminho do menu: Menu SAP -> Logistica -> Produção ->


Dica Planejamento de Necessidades -> Planejamento -> Plan.indv.multi-
nív (MD02)

b) Clique em para confirmar os dados que vieram preenchidos.

O MRP é executado no nível do centro.

Parâmetros de controle MRP

Chave de Processamento: indica o tipo de execução do MRP

ü NETCH – Planejamento de Maodificação (Net Change)


ü NETPL – Planejamento de Modificação (Net Change) no Horizonte de
Planejamento
ü NEUPL – Novo Planejamento Online (Regenerativo)

Criar requisições de compra: para materiais supridos externamente, esse código


controla se o sistema criar ordens planejadas ou requisições de compra.

Divisões Prog. Remessas: esse código controla se, durante a execução do


planejamento, o sistema cria divisões de remessas.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 31
SAP PROFESSIONAL 2.0

Criar Lista MRP: esse código controla de acordo com qual critério o sistema cria uma
lista MRP.

Modo Planejamento: esse código controla como as propostas de pedidos (ordens


planejadas, requisições de compra, divisões de remessas) da última execução de
planejamento são tratadas quando as quantidades e as datas de fim ainda
correspondem à nova situação da necessidade.

Programação: esse código indica se o sistema determina apenas datas básicas para
novas ordens planejadas (com base nos valores o registro mestre de material) ou se ele
também executa programação do ciclo de produção e determina necessidades de
capacidade.

[1] – Determinação de datas base da ordem (início/fim) de acordo com informações do


cadastro de materiais.

[2] – O roteiro de fabricação é explodido calculando—se em detalhes todos os tempos


envolvidos no processo de manufatura.

c) Clique em .

d) Clique em .

2.3.5. Exibindo a necessidade do material

Nesta tarefa você vai exibir a necessidade do material “F226” no centro 1000.

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código da transação

Caminho do menu: Menu SAP -> Logistica -> Produção ->

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 32
SAP PROFESSIONAL 2.0

Dica Planejamento de Necessidades -> Análises -> Lista Nec./Estoque


(MD04).

b) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Material Chave alfanumérica que identifica o material univocamente.

Exemplo: F226
Centro Chave que identifica univocamente um centro.

Exemplo: 1000

e) Clique em para confirmar os dados

Observe o número da ordem de produção

f) Você completou esta transação.

2.4. Exibir uma Ordem Planejada

Ø Objetivos da Atividade:

ü Localizar e exibir informações em uma ordem planejada.

Ø Conceitos Envolvidos:

ü As ordens planejadas de produção são geradas a partir do MRP no sistema gerando


necessidade de agendamento para produtos acabados, componentes, ou matéria prima.
Depois é possível liberar uma ordem planejada para criar uma ordem firme de produção.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 33
SAP PROFESSIONAL 2.0

a) Exibindo a ordem planejada

Nesta tarefa você vai exibir a ordem planejada criada no exercício anterior.

Caminho do menu: Menu SAP -> Logistica -> Produção ->


Dica Planejamento de necessidades -> Ordem planejada -> Exibir ->
Exibição Individual (MD13)

b) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Ordem Planejada Número da ordem planejada de produção.

Exemplo: 0000000006

c) Clique em para confirmar.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 34
SAP PROFESSIONAL 2.0

d) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Material Chave alfanumérica que identifica o material univocamente.

Exemplo: F226
Qtd.ordem Quantidade da ordem global (arredondada) para este fim.

Exemplo: 10
Centro produção Centro em que foi produzido o material.

Exemplo: 1000

e) Você completou a transação.

2.5. Converter uma Ordem Planejada em uma Ordem de Produção.

Ø Objetivos da Atividade:

ü Vsualizar a lista de necessidade/estoque.

Ø Conceitos Envolvidos:

ü As ordens planejadas geradas pelo MRP podem ser transformadas em ordens firmes de
produção de sistema SAP.

2.5.1. Avaliando a lista de necessidade de material

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código da transação.

Caminho do menu: Menu SAP -> Logistica -> Produção ->

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 35
SAP PROFESSIONAL 2.0

Dica Planejamento de Necessidades -> Análises -> Lista Nec./estoque


(MD04)

b) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Material Chave alfanumérica que identifica o material univocamente.

Exemplo: F226
Centro Chave que identifica univocamente um centro.

Exemplo: 1000

c) Clique em para confirmar os dados.

2.5.2. Criando uma ordem de produção

Nesta tarefa você vai criar uma ordem de produção baseada numa ordem planejada.

a) Selecione sua ordem planejada e clique em para visualizar os detalhes da ordem.

b) Clique em “Ord.produç.” para converter a ordem planejada em ordem de produção.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 36
SAP PROFESSIONAL 2.0

c) Clique em “Salvar” para as informações que você modificou.

Clique em “OK”.

d) Clique em para atualizar o status da tela.

e) Observe a linha com a ordem de

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 37
SAP PROFESSIONAL 2.0

f) Clique em para modificar a ordem de produção.

g) Selecionar “Ir para -> Sinteses -> Componentes” para visualizar os componentes da
ordem.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 38
SAP PROFESSIONAL 2.0

O sistema exibe a lista e componentes do material “F226”

h) Clique em para deixar a transação.

i) Você completou esta transação.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 39
SAP PROFESSIONAL 2.0

3. PROCESSO DE VENDA E DISTRIBUIÇÃO (SD)

3.1. Etapas preliminares (Teoria – Não Executar no Simulador)

Para executar as transações deste módulo há pré-requisito necessário, que é a disponibilidade


de material no estoque, sendo assim você vai inserir os materiais no estoque através de uma
transação de MM (Gestão de Materiais).

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código da transação:

Caminho do Menu: Menu SAP -> Logística -> Administração de Materiais ->
Dica Administração de Estoques -> Movimento de Mercadorias -> Movimento de
Mercadorias (MIGO)

b) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Opções para operações A01 – Entrada de Mercadorias
Documentos de Referência R10 – Outros/as
Tipo de Movimento 561

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 40
SAP PROFESSIONAL 2.0

c) Clique sobre o ícone para “Avançar”

d) Clique sobre a aba para inserir qual material que deseja que seja inserido no
estoque

e) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Material H11

f) Clique sobre a aba para inserir a quantidade necessária para suprir sua
necessidade nas vendas.

Nome do Campo Descrição


Qtd. Em UM registro 100

g) Clique sobre a aba para efetuar as seguintes entradas e selecione

Nome do Campo Descrição


Centro 1000
Depósito 1050

h) Clique sobre para gravar as informações

Anote o número do seu documento de entrada _________________.

A quantidade “100” para o material “H11” foi lançada.

Dica Se você deseja verificar o seu lançamento de entrada de mercadorias, use a


transação MB03. Entre o documento do material e pressione “Enter”. Se
você deseja verificar a visão geral de estoques, use a transação MMBE e

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 41
SAP PROFESSIONAL 2.0

entre o material e o centro.

3.2. Entrada de Ordens do Cliente

Nesta tarefa, você entra uma ordem do cliente.

3.2.1. Criar ordem de vendas:

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código da transação:

Caminho do Menu: Menu SAP -> Logística -> Vendas e Distribuição


Dica -> Venda -> Ordem -> Criar (VA01)

b) Entre com o Tipo de Ordem “ORB (Standard Order BR)” e selecione continuar
(você também pode entrar com os dados organizacionais).

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 42
SAP PROFESSIONAL 2.0

c) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Emissor da Ordem 100003
Receb. Mercad. 100003
Nº do Pedido Entre co um número de pedido de cliente como
referência
Motivo da Ordem Por ex.: Preço Favorável (Opecional)
Material H11
Quantidade da Ordem: 10

d) Clique sobre para gravar as informações

Anote o número da sua ordem do cliente: ________________.

3.3. Exibindo o Ordem de Vendas

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código da transação:

Caminho do Menu: Menu SAP -> Logística -> Vendas e Distribuição ->
Dica Venda -> Ordem -> Exibir (VA03)

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 43
SAP PROFESSIONAL 2.0

b) Entre com o número da Ordem na tela Exibir ordem de cliente: 1º tela. No menu,
selecione “Documento de Venda -> Editar”

c) Marque a linha com o tipo de mensagem “BA00”.

d) Selecione .

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 44
SAP PROFESSIONAL 2.0

Clique em “OK”.

3.4. Processamento da Remessa

Nesta atividade, você criará a remessa.

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código da transação:

Caminho do Menu: Menu SAP -> Logística -> Logistics Execution ->
Dica Processo de saída de mercadorias -> Saída de Mercadorias para Entrega -
> Entrega -> Criar -> Processamento Coletivo de Documentos prontos
para expedição -> Itens da Ordem do Cliente (VL10C)

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 45
SAP PROFESSIONAL 2.0

b) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Local expedição / recebimento 1000
Data criação remessa (inicio) <Data de criação da remessa>
(Não preencher)
Use este campo e o próximo em conjunto ou
utilize a regra Calc. Não use ambos.
Data criação remessa (fim) Use este campo e o anterior em conjunto ou
(Não preencher) utilize a regra Calc. Não use ambos.

RegrCálValPropDt CrRm 2
(Não preencher)
Use este campo ou os dois anteriores em
conjunto. Não use ambos.

c) Selecione a aba

d) Documento SD (Digite o número de sua ordem de venda = “1”)

e) Selecione o ícone para executar.

H11 --------------------- 10 PC ---------------------- DOC-SD “80000027”

* DOC-SD = Número da Remessa (Fornecimento)

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 46
SAP PROFESSIONAL 2.0

f) Selecione a linha e escolha a opção

ü Uma remessa foi criada


ü Os lotes serão determinados automaticamente se a administração de lotes estiver
ativada.
ü No caso do Warehouse Management Enxuto, a ordem de transporte é criada,
impressa e confirada automaticamente.

A impressão da ordem de transporte é executada de forma automática e


imediatamente. Essa impressão é usada para picking.

3.5. Registrar saída de mercadorias

Nesta atividade você registra a saída de mercadorias.

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código da transação:

Caminho do Menu: Menu SAP -> Logística -> Logistics Execution ->
Dica Processo de saída de mercadorias -> Saída de Mercadorias para Entrega
-> Entrega -> Lista e Logs -> Monitor de Entregas (VL06O)

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 47
SAP PROFESSIONAL 2.0

b) Selecione “p/ saída de mercadorias”

c) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Local expedição / recebimento 1000

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 48
SAP PROFESSIONAL 2.0

d) Selecione para executar (F8).

e) Marque sua remessa criada

f) Selecione

g) Será exibida a mensagem: “Saída da mercadoria registrada”.

h) Para exibir fluxo de SD, acessar transação “VL03N”.

3.6. Faturamento (Processos de FI)

Nesta atividade, você irá processar o faturamento.

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código da transação:

Caminho do Menu: Menu SAP -> Logística -> Vendas e Distribuição ->
Dica Faturamento -> Documento de Faturamento -> Processar Lista de
documentos de faturamento a fazer (VF04)

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 49
SAP PROFESSIONAL 2.0

b) Marque a opção e desmarque o código .

c) Selecione ou “F8”

d) Selecione a linha correspondente ao seu documento, e em seguida, .

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 50
SAP PROFESSIONAL 2.0

e) Selecione a linha e posteriormente clique em para gravar.

Anote aqui o número de seu documento _______________.

f) O sistema gera uma fatura.

A impressão da fatura é executada de forma automática e imediata


Dica (consulte as configurações na transação VV33 do SAP GUI para o tipo de
mensagem RD00 e as predefinições nas configurações do usuário na
transação SU3)

g) Também é possível iniciar a impressão manualmente, para isso, inicie a tarefa


utilizando o caminho do menu ou o código da transação:

Caminho do Menu: Menu SAP -> Logística -> Vendas e Distribuição ->
Dica Faturamento -> Documento de Faturamento -> Exibir (VF03)

3.7. Nota Fiscal (Processos de FI)

Nesta atividade, nota fiscal (NF-e) é enviada.

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código da transação:

Caminho do Menu: Menu SAP -> Localização Brasil -> NFE -> NFE ->
Dica Monitor para nota fiscal eletrônica (J1BNFE)

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 51
SAP PROFESSIONAL 2.0

b) Preencha os critérios de pesquisa relevantes, por exemplo Empresa, e selecione


Executar (F8).

c) Caso tenha o certificado digital da SEFAZ vinculado a empresa, na tela “Monitor NF-e”,
marque o documento criado anteriormente e selecione Definir no NF-e.

Como se trata de uma empresa ficticia não terá como obter a validação com o retorno
da DANFE.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 52
SAP PROFESSIONAL 2.0

d) O sistema gera um número para a NF-e e envia a SEFAZ. Com a resposta de


confirmação do recebimento (Autorização) a Nota Fiscal será enviada automaticamente
para a impressora padrão e marcada como impressa. As colunas de status relevantes
são atualizadas.

Se a customização do sistema estiver definida para criação automática


Dica da numeração da NF-e, utilize a transação J1BNFE para ver o número
criado e a resposta da SEFAZ.

e) Para visulizar o documento Nota Fiscal clique no número da NF-e.

f) Selecione voltar.

g) Se a NF-e é marcada como rejeitada pela SEFAZ, você deverá verificar o motivo através
do código de status.

h) Nesse caso, antes de efetuar qualquer alteração, você deve recianilizar o status atual
da NF-e selecionando Anular NF-e rejeitada.

i) Se o motivo de rejeição é causado por algum erro contido na NF-e, utilize a transação
J1B2N para corrigi-lo (por exemplo, CFOP inválido, corrija o código do CFOP usando a
transação J1B2N para alterar a Nota Fiscal). Outros erros como Dados Mestre, você
poderá utilizar as transações para clientes ou fornecedores (XK02 ou XD02).

j) Volte para a tela Monitor NF-e, marque a NF-e corrigida e selecione o menu “NFe ->
Enviar”. A NF-e é enviada a SEFAZ, então aguarde pela resposta.

k) A nota fiscal foi visualizada, impressa automaticamente e corrigida se necessário.

Se for necessário Cancelar, Comutar para Contingência, Inutiliar a NFe


Dica ou Inutilizar algum GAP de numeração da NF-e, você poderá utilizar um
dos seguintes BPD’s que mais se adeque ao procedimento desejado.

3.8. Estornos

a) Estorno das estapas do processo

Na sessão a seguir, é possível encontrar as estapas de estorno mais comuns, que se


podem ser adotadas para estornar algumas das atividades descritas neste documento.

Entrada de Ordens do Cliente


Código de Transação VA01
(SAP GUI)
Estorno: Eliminar documento de vendas
Código de Transação VA02
(SAP GUI):
Comentário: Selecione o menu Documentos de Vendas -> Eliminar

Processamento da Remessa
Código de Transação VL10C
(SAP GUI)
Estorno: Eliminar Remessa

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 53
SAP PROFESSIONAL 2.0

Código de Transação VL02N


(SAP GUI):
Comentário: Selecione o menu “Entrega -> Eliminar”

Verificar Lotes
Código de Transação VL02N
(SAP GUI)
Estorno: Editar número do lote
Código de Transação VL02N
(SAP GUI):
Comentário: Selecionar o ítem e clicar no botão “Partição do Lote”

Atribuir Número de Série


Código de Transação VL02N
(SAP GUI)
Estorno: Editar número de série
Código de Transação VL02N
(SAP GUI):
Comentário: Suplementos -> Número de Série -> Exibição Números
de Série dados mestre

Piking
Código de Transação VL06O
(SAP GUI)
Estorno: Remover a quantidade de piking do ítem de remessa
Código de Transação VL02N
(SAP GUI):
Comentário: Pasta Piking

Registrar Saída de Mercadorias


Código de Transação VL06O
(SAP GUI)
Estorno: Estornar saída de mercadorias
Código de Transação VL09
(SAP GUI):
Comentário:

Faturamento
Código de Transação VF04
(SAP GUI)
Estorno: Cancelar documento de faturamento
Código de Transação J1BNFE
(SAP GUI):
Comentário: Consulte a documentação de processo empresarial
“Cancelamento NF-e” (503 – Ítem 01)

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 54
SAP PROFESSIONAL 2.0

3.9. Relatórios

A seguir segue alguns relatórios que podem ser usados na obtenção informações sobre o
processo empresarial de “vendas e distribuição”:

Título do Relatório Código da Comentário


Transação
Lista de ordens do VA05 Um lista de todas as ordens do cliente
cliente selecionadas é exibida.
Lista de documentos de VF05 Uma lista de todos os documentos de
faturamento faturamento selecionados é exibida.
Ordens dentro do SD01 Uma lista das ordens do cliente dentro de um
período período especificado.
Documentos de vendas V.02 É exibida uma lista de todos os documentos
incompletos incompletos com base nos critérios de seleção
especificados.
Monitor de Entregas VL06O Monitorar o processamento coletivo de remessas
e a obtenção de informações sobre o
processamento geral da expedição.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 55
SAP PROFESSIONAL 2.0

4. CONTABILIDADE FINANCEIRA (FI)

4.1. Exibir informações sobre o Plano de Contas

Ø Objetivos da Atividade

ü Exibir um plano de contas


ü Visualizar detalhes específicos sobre uma conta

Ø Conceitos Envolvidos

ü O plano de contas é um sistema de classificação definido pela contabilidade para gravar


os valores lançados. Existe o plano de contas operacional, local e do grupo. Os planos de
contas operacionais são para os lançamentos feitos no dia a dia da empresa. O local
contém as contas exigidas pela legislação local. E o plano do grupo contém as contas
utilizadas por todo o grupo ou holding.

4.1.1. Exibindo o plano de contas

Nesta tarefa você vai exibir o plano de contas utilizado pela empresa.

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código da transação

Caminho do menu: Menu SAP -> Contabilidade -> Contabilidade


Dica Financeira -> Razão -> Sistema de Informações -> Relatórios
relativos ao razão -> Dados Mestre -> Plano de Contas -> SAP
Variente Mínima (S_ALR_87012325)

b) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 56
SAP PROFESSIONAL 2.0

Nome do Campo Descrição


Plano de Contas Chave que identifica univocamente um plano de contas.

Exemplo: 0050

c) Clique em para visualizar o plano de contas.

Observe as contas contidas no plano de contas, a numeração das contas indica que ela
faz parte de um tipo de conta, como por exemplo contas de depreciação, despesas,
entre outras, ficando organizadas para facilitar sua localização no plano de contas.

4.1.2. Localizando uma conta específica

Nesta tarefa você vai localizar uma conta do plano de contas (conta 11201001).

a) Clique em para localizar uma conta do razão.

b) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Procurar por Valor para a procura dos dados

Exemplo: 11201001

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 57
SAP PROFESSIONAL 2.0

c) Clique em para efetuar a busca.

d) Clique em 11201001 para exibir esta conta na lista de conta.

e) Clique em para exibir os dados da conta.

f) Você completou a transação

4.2. Exibir uma partida em aberto de fornecedor

Ø Objetivos da Atividade:

ü Visualizar uma conta de fornecedor


ü Processar o pagamento para um documento de fornecedor

Ø Conceitos Envolvidos

ü SAP FI contas a pagar gerencia as contas de fornecedores. È também um componente


usado para todo processo de aquisição. É utilizado como uma fonte de informação
importante para o departamento de compras.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 58
SAP PROFESSIONAL 2.0

4.2.1. Visualizando uma conta em aberto de um fornecedor

Nesta tarefa você vai visualizar as partidas em aberto de uma conta de um fornecedor.

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código da transação

Caminho do menu: Menu SAP -> Contabilidade -> Contabilidade


Dica Financeira -> Fornecedores -> Conta -> Exibir/modificar partidas
(FBL1N)

b) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Conta de Chave que determina univocamente uma conta de fornecedor no
Fornecedor sistema. Uma conta de fornecedor faz parte de um livro razão
especial e deve estar amarrada a uma conta de reconciliação
contábil.

Exemplo: Fornecedor Nacional 00 (300000)


Empresa Chave que define uma empresa no sistema.

Exemplo: 1000

c) Clique em para conformar e selecionar a exibição das partidas em aberto.

d) Clique em para marcar esta opção.

e) Clique em para executar o relatório.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 59
SAP PROFESSIONAL 2.0

Observe as partidas com o simbolo do “ ” que indica que a partida em aberto está “Em
atraso”, ou com simbolo de “sino” indicando como vencida.

A ferramenta de relatórios do sistema SAP contém diversas funcionalidades que estão


representadas pela barra de botões mostrada na teia acima, explore cada uma delas
para melhorar a extração de dados de acordo com o que você precisa.

Observe o número do seu ducumento gerado com o valor correspondente do mesmo.

Anote aqui o número do seu documento e o valor:_____________________.

f) Clique em para deixar o relatório.

4.2.2. Lançando o pagamento do fornecedor

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código da transação

Caminho do menu: Menu SAP -> Contabilidade -> Contabilidade


Dica Financeira -> Fornecedores -> Lançamento -> Saída de Pagamento -
> Lançar (F-53)

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 60
SAP PROFESSIONAL 2.0

b) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Data do A data do documento indica a data de emissão do documento
Documento original.

Exemplo: Data Atual


Empresa Chave que define uma empresa no sistema.

Exemplo: 1000
Moeda/taxa câm. Chave da moeda na qual os montantes são administrados no
sistema. Taxa, utilizada pelo sistema para conversão da moeda
estrangeira em moeda interna.

Exemplo: BRL
Conta: Chave que identifica uma conta, pode ser conta do razão, conta
de fornecedor, conta de cliente.

Exemplo: 11101001
Montante Montante do ítem de documento na moeda do documento.

Exemplo: 500,00
Conta Chave que identifica uma conta, pode ser conta do razão, conta
de fornecedor, conta de cliente.

Exemplo: 300000

c) Clique em “Nº documento” para selecionar esta opção.

d) Clique em “Processar PA” para processar as partidas em aberto do fornecedor, baseado


no critério selecionado (Nº do documento).

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 61
SAP PROFESSIONAL 2.0

e) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Número do Chave numérica que identifica no sistema o documento gerado,
documento como uma ordem de vendas, pedido de compras, documento
contábil, entre outros.

Insira o número de seu documento. (Exemplo: 5105600111)

f) Clique em “Processar PA” para processar a partida em aberto gerada pelo documento
selecionado.

g) Clique em “Salvar” para gravar os dados, fazendo o pagamento do documento.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 62
SAP PROFESSIONAL 2.0

Anote aqui o número do seu documento processado: _______________.

h) Você completou esta transação.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 63
SAP PROFESSIONAL 2.0

5. CONTABILIDADE DE CUSTOS (CO)

5.1. Criar um Centro de Custo

Ø Objetivos da Atividade

ü Criar basicamente um centro de custo

Ø Conceitos Envolvidos

ü A contabilidade de centro de custo determina onde os custos aparecem na


organização. Centro de custos são sub-áreas que pode ser consideradas como
atributo de cena independente na contabilidade de custos. Deve-se estruturar os
centros de custos para que representem áreas de responsabilidade na empresa,
tendo alguém como responsável.

5.1.1. Criando um novo centro de custo (dados iniciais)

Nesta tarefa você vai criar um novo centro de custo entrando as informações
iniciais.

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código da transação.

Caminho do menu: Menu SAP -> Contabilidade -> Contabilidade de


Dica centro de custos -> Dados Mestre -> Centro de Custo ->
Processamento Individual -> Criar (KS01)

b) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 64
SAP PROFESSIONAL 2.0

Área A área de contabilidade de custos representa a unidade


contab.custos organizacional mais alta do controlling. Tanto em relação
1:1 como em uma relação 1:n entre área de
contabilidade de custos e empresa.

Exemplo: 1000

c) Clique em para confirmar a área de contab. de custos.

d) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Centro de Custo Chave que identifica univocamente um centro de custo.

Insira a nova descrição desejada de seu centro de custo.


(Exemplo: PAS90-BR)
Válido desde Data em que começou a ser válido o documento.

Exemplo: Data de Hoje


Até: Final de um intervalo de valores para uma seleção.

Exemplo: 31.12.9999

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 65
SAP PROFESSIONAL 2.0

5.1.2. Criando um centro de custo (dados mestre)

Nesta tarefa você vai terminar de criar um centro de custo, entrando com os dados
mestre.

a) Clique em “Dados Mestre” para entrar com os dados mestre do centro de custo

b) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Denominação Chave para dar uma identificação a um objeto de dados
do SAP. Pode ser uma descrição curta para referência do
objeto.

Exemplo: Grupo PAS


Descrição Uma descrição para referência do documento.

Exemplo: Centro de Custo PAS


Tipo de Centro de Chave que define o tipo de centro de custo associado ao
Custo centro de custo.

Exemplo: H
Área de Hierarquia Área de hierarquia do centro de custo, é na área de
hierarquia que está amarrado o centro de custo.

Exemplo: 0001
Empresa Chave que define uma empresa no sistema.

Exemplo: 1000

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 66
SAP PROFESSIONAL 2.0

Divisão Divisão da Empresa

Exemplo: 0001
Centro de Lucro Chave que, juntamente com a área de contabilidade de
custos, identifica univocamente um centro de lucro.

Exemplo: YB700

c) Clique em para gravar os dados criando o novo centro de custo.

d) Você completou esta transação

5.2. Processar Fatura de Fornecedor e Exibir Centro de Custo

Ø Objetivos da Atividade

ü Visualizar um relatório com informações de centro de custo


ü Processar a entrada de uma fatura de fornecedor

Ø Conceitos Envolvidos

ü Nos centros de custos são alocados os custos de lançamentos contábeis relevantes


para controlling, como a entrada de uma fatura de fornecedor relativa a serviços
prestados.
ü O sistema SAP conta ainda com um sistema de informação em custos para por
exemplo exibir as informações dos centros de custos.

5.2.1. Entrar as informações iniciais para criar uma ordem

Nesta tarefa você vai entrar com uma fatura de fornecedor no sistema.

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código da transação

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 67
SAP PROFESSIONAL 2.0

Caminho do menu: Menu SAP -> Contabilidade -> Contabilidade


Dica financeira -> Fornecedores -> Lançamento -> Criar (FB60)

b) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Fornecedor Chave que determina univocamente uma conta de
fornecedor no sistema. Uma conta de fornecedor faz
parte de um livro razão especial e deve estar amarrada
a uma conta de reconciliação contábil.

Exemplo: 300005
Data da Fatura Indica a data de emissão do documento original.

Exemplo: Data da Fatura gerada na entrada de


mercadorias
Referência O número do documento de referência pode conter o número de
documento no parceiro de negócios. Este campo pode estar
preenchido de forma diferente.

Exemplo: PAS00
Data de Lançamento Indica a data de lançamento do documento original.

Exemplo: “Hoje”
Montante: Montante do ítem do documento na moeda do
documento.

Exemplo: 500,00
Moeda Moeda a qual você está trabalhando.

Exemplo: BRL

c) Selecione a ficha de registro .

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 68
SAP PROFESSIONAL 2.0

d) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Conta Razão Nº conta da conta do Razão, na qual são atualizadas as
movimentações no período.

Exemplo: 32204016
D/C Mostra em que coluna da conta (D = Débito, C = Crédito) é
executada a atualização da movimentação no período.

Exemplo: Débito
Mont. em moeda Montante do item de documento na moeda do documento.
doc
Exemplo: 500,00
Centro Custo Chave que identifica univocamente um centro de custo.

Exemplo: PAS90-BR

e) Clique sobre para confirmar os dados.

f) Selecione a ficha de registro .

g) Repare que o saldo ficou zerado.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 69
SAP PROFESSIONAL 2.0

h) Novamente clique sobre para confirmar os dados.

i) Clique em para lançar (Ctrl+ S).

A fatura foi lançada. Para processamento posterior.

Anote o número do documento__________________.

j) Clique em para deixar a transação.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 70
SAP PROFESSIONAL 2.0

5.2.2. Exibir saldo de centro de custo

Nesta tarefa você vai exibir o saldo de um centro de custo.

a) Inicie a tarefa utilizando o caminho do menu ou o código da transação

Caminho do menu: Menu SAP -> Contabilidade -> Controlling ->


Dica Contabilidade de Centro de Custo -> Sistema de Informação ->
Relatório para centro de custo -> Comparação planejado/real
(S_ALR_87013611)

b) Conforme solicitado, complete (ou revise) os seguintes campos:

Nome do Campo Descrição


Área contab.custos A área de contabilidade de custos representa a unidade organizacional
mais alta do controlling. Tanto em uma relação 1:1 como em uma relação
1:n entre área de contabilidade de custos e empresa.

Exemplo: 1000
Exercício Ano em que refere os gastos e receitas

Exemplo: 2012
Período de O bloco de períodos indica o período mais alto contido em um registro de
dados.

Exemplo: 01
Período até O bloco de períodos indica o período mais alto contido em um registro de
dados.

Exemplo: 12

c) Clique em para executar o relatório.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 71
SAP PROFESSIONAL 2.0

O sistema exibe o relatório na tela. Observe o saldo mostrado no centro de custo, para
exibir maiores detalhes você poderia dar duplo clique no saldo para visualizar as
partidas individuais.

d) Clique em para deixar a transação

e) Você completou esta transação.

WORKSHOPS | CONSULTING
Página 72