Sie sind auf Seite 1von 3

POLARIDADE ENERGÉTICA EM NOSSOS CORPOS

ENTENDO A POLARIDADE DOS CORPOS

O ser humano é constituído de vários corpos, cada um tendo


suas próprias funções e níveis energéticos, indo do mais
denso (corpo físico) ao mais sutil (corpo mental). Os corpos
que serão objetos de estudo, serão o corpo físico e o corpo
astral ou períspirito.
O nosso veículo de expressão com o mundo material. É
constituído por energia condensada, isto é, energia que vibra
em baixíssima frequência. Este corpo é reflexo direto de
nosso corpo espiritual. Assim, qualquer desequilíbrio no corpo
astral, o corpo físico refletiria através de doenças,
desequilíbrios mentais, desequilíbrios orgânicos, gastos
energéticos excessivos, etc.
O corpo físico é constituído de órgãos que compõe vários
sistemas, temos, então, o sistema respiratório, digestivo,
ganglionar, etc. Todo este organismo consome energia e é
mantido através de processos respiratórios e alimentares,
pelo lado material. Pelo lado espiritual este organismo físico
é mantido pelo corpo astral, que envia-lhe energias sutis,
através dos chacras ou centros energéticos.

OS CHACRAS
Os Chacras são os Centros Vitais de Forças,
responsáveis pela captação das energias
fluídicas incumbidas de irrigar, tanto o corpo
físico como o corpo astral. Através deles,
trocamos energias com o meio ambiente.
Cada chacra tem cor própria e pode variar de
acordo com a própria vibração de cada
pessoa. Nas pessoas apegadas à matéria,
as cores dos chacras, apresentam escuras e
nas pessoas mais espiritualizadas, as cores
são brilhantes.
Os chacras são conhecidos há milênios, por
vários povos e religiões. Consideramos que
o número de chacras principais é sete e
temos:

O EIXO ENERGO-MAGNÉTICO
Este eixo é como um “tubo” energético que liga todos os chacras. Através deste eixo que
recebemos a Kundalini, de baixo para cima, onde todos os chacras são reativados.
Recebemos as vibrações do plano astral superior, de cima para baixo, onde vamos nos
reequilibrando e nos ligamos, através deste eixo, com o baixo astral, de baixo para cima, onde os
espíritos endurecidos, mandam os seus “dardos” de energias deletéricas, no intuito de
desequilibrar a nossa “casa” mental. Enfim, de cima para baixo recebemos a nossa redenção e de
baixo para cima recebemos a nossa condenação. Pouco conhecido pelos espiritualistas.
O AURA
O aura é uma espécie de membrana energética que reveste os
corpos físico e astral. Está numa distância média de uns 15
centímetros dos corpos. Através de nossos pensamentos, ações
e sentimentos, somos identificados pelo nosso nível evolutivo,
pois o aura reflete-nos através de cores. Quanto mais brilhantes e
claras as cores, mais estamos em equilíbrio espiritual, quanto
mais apagado a cor do aura, mais materializados estamos.
O aura é o elemento responsável pela troca energética entre nós
e o ambiente. Larvas astrais, formas-pensamento, dados
energéticos, baixas vibrações, etc., vão se impregnando em nosso
aura à medida que vamos convivendo e passando por diversos
ambientes.
O aura estando “contaminado”, os chacras também o serão e as
consequências serão distúrbios, doenças, desequilíbrios em
nosso organismo físico. Cabe a nós portanto, manter este
complexo mecanismo de troca energética (chacras e aura), limpos
e desobstruídos de qualquer energia negativa. Esta limpeza, pode
ser feita através de várias formas, combinadas ou não: Passes
energéticos e magnéticos, orações, conduta moral adequada,
bons pensamentos, defumações, banhos ritualísticos, velas, ir a
sítios energéticos da natureza (praia, cachoeiras, matas, etc.), etc.

POLOS ENERGÉTICOS
Além, dos aspectos já mencionados, é
importante, também entender a anatomia
espiritual, sob o aspecto dos polos energéticos.
Todo corpo energético é igual a uma pilha
elétrica, onde temos, os polos positivo e negativo,
coexistindo para manter o equilíbrio neutro.
O lado Direito do corpo, a fronte e a linha média
do peito e do ventre tem polaridade positiva,
(conforme mostra a figura ao lado), assim, a parte
frontal do corpo, tem o predomínio do polo
positivo. O lado esquerdo, a nuca e a coluna
vertebral, tem a polaridade negativa, assim a
maior parte das costas, tem a predominância da
polaridade negativa.
Os polos negativos, não tem efeito prejudicial no
organismo, pois não relação com as energias
negativas, estas sim, são prejudiciais ao
organismo dos seres.
Se notarmos, os chacras tem, pela frente, a polaridade positiva e por trás a negativa. Se, num
passe, colocarmos a mão esquerda (-) nas costas (-) e a direita (+) na parte frontal (+), ativamos
as energias, pois há excitação, aquecimento, força e sono magnético.
Se efetuarmos o passe com as mãos invertidas, ou seja a direita (+) nas costas (-) e a esquerda
(-) na frente (+) , criamos um desbloqueio no fluxo energético, acalmando os chacras, causando a
calma e o descongestionamento energético. Cada um destes métodos tem a sua eficiência, ora
ativando, ora acalmando os centros de forças.
ROTAÇÃO MAGNÉTICA DOS
CORPOS
Além da polaridade mencionada,
há também, a rotação magnética
dos corpos. Baseado no mesmo
princípio químico, em que os
átomos tem um dos seus
elementos, o elétron, gravitando
magneticamente, em volta do
núcleo atômico (prótons e
nêutrons), produzindo a chamada
rotação magnética, temos nos
corpos astrais, esta rotação. O
sentido da rotação, difere entre
um ser encarnado num corpo
masculino de um ser encarnado
num corpo feminino. Temos,
assim a Rotação em Sentido
Horário para os homens e
Rotação em Sentido Anti-Horário
para as mulheres.
Esta rotação é importante pois determina em que sentido magnético vibra um corpo astral. Por
esta razão, aliada a outras, é que a troca de energias sexuais entre indivíduos de sexos opostos
são sadias, pois um complementa o outro nesta troca, já que os fluxos energéticos, gravitam em
sentidos opostos. Já a troca sexual entre casais homossexuais (do mesmo sexo) é perniciosa, sob
o aspecto energético, pois há consumo energético excessivo, já que estas trocas não se efetuam
de maneira perfeita, causando ainda mais distúrbios sexuais